Você está na página 1de 12

Questão 1/10 - Comércio Internacional

-Considere o texto abaixo:


Na disciplina de Comércio Internacional vimos que a pressa em despachar uma mercadoria pode acarretar
muitos efeitos indesejados. Isso porque se a mercadoria for embarcada antes da análise e emissão dos
documentos, podemos ter dois grandes problemas: que estes documentos estejam incorretos ou que
ocorra a chegada da mercadoria sem os documentos originais para o desembaraço aduaneiro da
mercadoria.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 5: Embarque da mercadoria após
emissão de todos os documentos analisados e confirmados pelo importador, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, os possíveis problemas que podem ocorrer em uma
exportação se a mercadoria chegar antes dos documentos:
Nota: 0.0

A O exportador estará sujeito à acusação de contrabando ilegal de mercadorias.

B O importador estará sujeito a pagar uma taxa à embaixada do país de origem.

C O importador estará sujeito ao pagamento da armazenagem.


Se a mercadoria chegar antes dos documentos, o importador estará sujeito ao pagamento da armazenagem – que
alfandegária da mercadoria.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 5: Embarque da mercadoria após e

D O exportador estará sujeito à proibição de atuação em seu país de origem.


E O importador estará sujeito à acusação de sonegação de impostos

Questão 2/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Na disciplina de Comércio Internacional, vimos somente alguns dos erros usuais com relação à Carta de
Crédito, mas estes erros são inúmeros. Os documentos, como a Fatura Comercial, muitas vezes são
apresentados de forma incorreta e prejudicam o processo. Essa é a razão para que o exportador procure
conhecer sempre mais sobre esse tema, praticando-o na sua rotina de comércio exterior.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 5: Providências para regularizar a
carta de crédito quando há discrepâncias, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que aponta, corretamente, dois erros mais frequentemente encontrados na Fatura
Comercial, relacionada à Carta de Crédito:
Nota: 10.0

A O nome do comprador em desacordo com a Carta de Crédito e a omissão do preço básico.


Você acertou!
Na disciplina de Comércio Internacional, pode-se observar que os erros mais comuns encontrados em docume
descrição da mercadoria não exatamente da forma como aparece na Carta de Crédito; b) o nome do comprador e
saque; e) os preços em desacordo com o crédito; f) a omissão do preço básico (por exemplo: FOB Santos);
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 5: Providências para regularizar a carta

B A falta da descrição da empresa de logística contratada e a exclusão do nome do advogado envolvido.

C A falta de referências econômicas utilizadas e a não descrição do produto que será enviado a outro país

D O esquecimento de discriminar os impostos pagos e a não indicação do cônsul responsável por receber

E A não discriminação da tarifa de armazenagem do produto no país de origem e a exclusão dos números

Questão 3/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Nem sempre a negociação se encerra da maneira como começou. Se houver alguma alteração na
negociação, principalmente após a abertura da Carta de Crédito (mas antes da entrega dos documentos
pelo exportador ao banco designado), a carta deverá ser alterada.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 5: Providências para regularizar a
carta de crédito quando há discrepâncias, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que aponta, corretamente, o nome dado às alterações na Carta de Crédito,
solicitadas pelo importador ou exportador:
Nota: 10.0

A Anexo de Modificação à Carta de Crédito.

B Adendo à Negociação da Carta de Crédito.


C Alterações ad doc à Carta de Créditos.

D Emenda à Carta de Crédito.


Você acertou!
A emenda à Carta de Crédito consiste em alterações realizadas por solicitação do importador ou do exportado
emenda para alterar a quantidade da mercadoria negociada. Consequentemente, essa alteração acarretará outras
pode solicitar uma emenda, se considerar que o prazo máximo não será o suficiente para a produção e embarque
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 5: Providências para regularizar a carta

E Cláusula Adjunta da Carta de Crédito.

Questão 4/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
“Os fatores que levam exportador e importador a definirem a escolha da modalidade de pagamento em
uma negociação são muitos. Nenhuma das partes quer sair prejudicada. Dessa forma, há a necessidade
de avaliar quais são os principais riscos envolvidos e qual custo acarretará a escolha de uma determinada
modalidade de pagamento.”
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 2: instruções para a Abertura da
Carta de Crédito por parte do importador após a negociação.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, aspectos que precisam ser considerados por exportador e
importador ao se escolher uma modalidade de pagamento:
Nota: 10.0

A É importante que se considere os aspectos gerais, como as condições do mercado e as características do


empresa e os prazos.
Você acertou!
Além dos riscos mencionados na aula – pois uma das partes pode vir a não cumprir com sua obrigação –, ex
mercado, financeiros e culturais, além dos países envolvidos. Também deve-se levar em conta, para a escolha da
o custo da operação, entre outros.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 2. Comércio Internacional. Tema 2: instruções para a Abertura da Carta d

B É importante que sempre se considere os aspectos culturais do exportador, como religião e hábitos alim

C É importante que se considere elementos ideacionais sobre a exportação para evitar desacordos entre as
exportação de produtos.

D É importante que se considere o caráter das pessoas responsáveis pelo envio da mercadoria e a os aspec

E É importante que se considere as indicações da Organização Mundial do Comércio para pagamentos de


remuneração dos embaixadores.

Questão 5/10 - Comércio Internacional


Considere o texto abaixo:
O importador deve consultar o tratamento administrativo no Siscomex já na fase de planejamento da
importação, na qual devem ser abordados todos os procedimentos exigidos pela mesma.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, o prazo de validade da Licença de importação.
Nota: 10.0

A 100 anos;

B 5 anos;

C 1 dia;

D 90 dias;
Você acertou!
O prazo de validade da LI ou prazo de embarque da mercadoria no exterior é de 90 dias a partir da data de deferi
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2

E 7 dias.

Questão 6/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
A LI, ao ser registrada, receberá um número que ficará disponível para os órgãos anuentes, os quais
procederão a análise para deferimento. Por meio desse número, o importador poderá, a qualquer
momento, consultar o status da LI no Siscomex.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2: Identificando o problema no
destino com o importador.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, quais status da Licença de Importação são possíveis de
serem encontrados para um produto no Siscomex.
Nota: 10.0

A Inoperante;

B Inutilizado

C Descartável;

D Em análise;
Você acertou!
A LI, ao ser registrada, receberá um número que ficará disponível para os órgãos anuentes, os quais proced
momento, consultar o status da LI no Siscomex, que pode ser: · LI para análise; · LI em análise; · LI em exigênc
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2.

E Estragado.

Questão 7/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Para exportar um produto, primeiro é preciso verificar se o despachante tem conhecimento do
procedimento e do processo de desembaraço com relação ao produto que iremos exportar.
Posteriormente, é preciso se atentar ao tipo de produto que está sendo exportado, verificando quais os
órgãos que precisam estar envolvidos para a liberação da nossa mercadoria junto à Aduana.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 3: Órgãos Anuentes para o
produto a ser exportado, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, dois exemplos de órgãos que devem ser consultados
quando se está exportando produtos alimentícios:
Nota: 10.0

A Ministério do Exército e Ministério da Economia

B Ministério dos Alimentos e Ministério da Fazenda.

C Ministério da Saúde e Ministério da Agricultura.


Você acertou!
Abaixo, alguns exemplos que poderão ajudar com relação às licenças e órgãos anuentes para determinados tipo
taxativo, ou seja, os produtos mencionados podem ter mais órgãos anuentes e licenças envolvidas, os quais dev
mesmo com empresa especializada neste tipo de consultoria.
1. Alimentos: Ministério da Saúde e Ministério da Agricultura; 2. Grãos: Ministério da Saúde e Ministério
Ministério da Saúde e Ministério da Agricultura; 5. Explosivos: Ministério do Exército; 6. Cabelo: Ministério da
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 3: Órgãos Anuentes para o produto

D Ministério da Fazenda e Ministério de Defesa.

E Ministério dos Hospitais e Ministério de Infraestrutura.

Questão 8/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Ao preencher uma LI, a descrição da mercadoria deverá ser a mais completa, de maneira que caracterize
o produto e esteja de acordo com a NCM.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2: Identificando o problema no
destino com o importador.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, o prazo que o importador tem para vincular a Declaração
de Importação (DI) à Licença de Importação (LI), após o deferimento da LI.
Nota: 10.0

A 100 anos

B 5 anos;

C 20 anos;

D 90 dias;
Você acertou!
É de 90 dias também, a partir da data de deferimento da LI, o prazo para vinculá-la à Declaração de Importa
descaracterize, poderá fazê-lo mediante LI substitutiva, que terá uma nova análise pelo órgão anuente e manterá
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 2: Identificando o problema no des
E 7 dias;

Questão 9/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Sem o planejamento da importação, a possibilidade de ocorrência de multas geradas pelo não
cumprimento da legislação é muito maior.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 5.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional, em
especial, o Novo regulamento aduaneiro (DEC. 6759/2009) assinale a alternativa que indica, corretamente,
o valor da multa relativa à falta de licença de importação de uma mercadoria:
Nota: 0.0

A 30% sobre o valor aduaneiro da mercadoria;


Falta de LI:
30% sobre o valor aduaneiro da mercadoria Art. 706, Inc. I, Alínea "a'.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 3. Comércio Internacional. Tema 5.

B 100% do valor da mercadoria;

C 1000 reais;

D 100.000 reais;

E O produto é confiscado.

Questão 10/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
A maior parte das empresas acredita que tanto o processo de exportação quanto qualquer chance de
problemas com ele acabaram quando a mercadoria foi exportada. Entretanto, quando a mercadoria chega
ao país de destino, podem ocorrer tantos problemas mais quanto no processo de exportação.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 1: Identificando o problema no
destino com o importador.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, por que, de uma forma geral, costumam ocorrer problemas
na exportação no momento de chegada de uma mercadoria ao país de destino:
Nota: 0.0

A O problemas com a exportação são, muitas vezes, descobertos quando a mercadoria chega ao seu destin
Na disciplina de Comércio Internacional pode-se observar que quando a mercadoria chega ao país de destino, p
neste momento, haverá também a necessidade de verificação dos documentos e da mercadoria. Logo, todos os d
legislação do país de destino e de despacho.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 1. Comércio Internacional. Tema 1: Identificando o problema no des

B O problemas com a exportação são, corriqueiramente, percebidos no momento de chegada da mercado


C O problemas em uma exportação são notados na chegada da mercadoria ao seu destino porque os aerop

D O problemas são descobertos, geralmente, no momento de chegada da mercadoria porque o cliente real

E O problemas são, quase sempre, percebidos quando a mercadoria chega ao seu destino porque sempre o

Questão 1/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
É quase cultural que as empresas brasileiras utilizem capitais de terceiros para manter suas atividades
comerciais ou industriais. Há, para aquelas que atuam somente no mercado interno, várias opções de
empréstimos e de financiamentos sujeitos às legislações próprias; estas são as tradicionais para o
mercado bancário.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 6. Comércio Internacional. Tema:1.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, quais são os prazos oferecidos pelo banco central para se
ter acesso às linhas de financiamento à importação.
Nota: 10.0

A De curto prazo (menos de 360 dias) e de longo prazo (superior a 360 dias).
Você acertou!
Para o Banco Central, os prazos são considerados:
1. de curto prazo – quando as operações (financiamentos à importação) não ultrapassam 360 dias para pag
Conhecimento de Embarque) da mercadoria no exterior. Nesse caso, a negociação é livre entre o importador e o
quanto aos aspectos cambiais, essas operações são consideradas comerciais e utilizam-se do contrato de câmbio
2. de longo prazo – quando o financiamento à importação for superior a 360 dias. Para as operações com esse p
Normalmente, quem financia o importador é uma instituição. Para o Bacen, quanto aos aspectos cambiais, essas
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 6. Comércio Internacional. Tema:1.

B De médio prazo (9 anos) e de longo prazo (10 anos).

C De curto prazo (40 anos) e de médio prazo (80 anos).

D De longo prazo (100 anos) e sem data fim.

E Apenas de curto prazo (5 dias).

Questão 2/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
No decorrer da disciplina de Comércio Internacional foi possível observar que o Sistema de Carga
(Siscarga) constitui-se em um elemento importante para as relações comerciais do Brasil com os outros
país. De forma geral, o Siscarga é o procedimento informatizado de controle nos portos alfandegados, no
que se refere à entrada e à saída de embarcações e à movimentação de cargas e containers vazios
transportados.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 3: Siscarga, seus prazos e multas,
adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que explica, corretamente, qual é o papel central do Sistema de Carga (Siscarga) no
que concerne o processo de exportação no Brasil:
Nota: 10.0

A Na que concerne à exportação, o papel mais importante do Siscarga é verificar se os produtos exportad

B No que concerne à exportação, o Siscarga tem como função primordial impedir que as cargas sejam rou

C No que concerne à exportação, o Siscarga tem como finalidade central aumentar o volume de cargas ex

D No que concerne à exportação, o Siscarga tem como função central controlar o embarque de cargas des
Você acertou!
No decorrer da disciplina de Comércio Internacional, foi possível observar que o Sistema de Carga (Siscarg
destinadas ao exterior.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 3: Siscarga, seus prazos e multas, a

E No que concerne à exportação, o papel mais importante do Siscarga é garantir que todos os documento

Questão 3/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Na disciplina de Comércio Internacional vimos que o Sistema de Carga (Siscarga) é o procedimento
informatizado de controle pela Receita Federal Brasileira (RFB) nos portos alfandegados, no que se refere
à entrada e à saída de embarcações e à movimentação de cargas e containers vazios transportados.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 3: Siscarga, seus prazos e multas,
adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que explica, corretamente, qual é o papel central do Sistema de Carga (Siscarga) no
que concerne ao processo de importação no Brasil:
Nota: 10.0

A No que diz respeito às importações, o Siscarga tem como finalidade principal a cobrança de multas dos

B No que diz respeito às importações, o Siscarga tem como função mais importante o controle da qualida

C No que diz respeito às importações, o Siscarga tem como finalidade central o estabelecimento de um ca

D No que diz respeito às importações, o Siscarga tem como função mais importante estabelecer barreiras

E No que diz respeito às importações, o Siscarga tem como função central o controle das cargas aquaviár
Você acertou!
No decorrer da disciplina de Comércio Internacional foi possível observar que o Siscarga tem como finalidade c
pelo transportador até a entrega ao importador.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 3: Siscarga, seus prazos e multas, adapt

Questão 4/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto a seguir:
Quando temos um problema relacionado à Aduana, é preciso cuidado, porque sua resolução nem sempre
é simples, tendo em vista que, no âmbito da fiscalização, a mercadoria ficará parada, gerando custos
desnecessários e, muitas vezes, multas, podendo culminar na perda da mercadoria.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 4. Comércio Internacional. Tema: Contextualizando, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que explica, corretamente, qual é a função da Aduana Brasileira:
Nota: 10.0

A Diminuir o fluxo de mercadorias oriundas dos países com os quais o Brasil não tem relações de amizad

B Aferir a qualidade das mercadorias importadas, de acordo com a sua região de origem, e promover a ve

C Fomentar transações comerciais mais justas entre diferentes países e informar o governo federal sobre a

D Controlar a entrada e saída de pessoas e de animais do país e impedir que produtos de origem asiática e

E Fiscalizar os tributos recolhidos nos processos e verificar a legalidade e adequação dos produtos para s
Você acertou!
A Aduana Brasileira tem a função de fiscalizar os tributos recolhidos nos processos e de verificar a legalidade e
igualmente aos produtos que saem do Brasil. Como a fiscalização é um ato discricionário, encontramos diversos
evitá-los em processos futuros.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 4. Comércio Internacional. Tema: Conversa Inicial, adaptado.

Questão 5/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto a seguir:
No decorrer da disciplina de Comércio Internacional, pode-se observar que já na chegada dos produtos à
Aduana, devemos realizar todos os procedimentos corretos para o desembaraço, a fim de que não
tenhamos de passar por demoras na liberação alfandegária, que pode comprometer a entrega da carga e
também gerar custos desnecessários para o processo.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 4. Comércio Internacional. Tema: Contextualizando, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que apresenta, corretamente, qual é a especificidade da conta capital:
Nota: 10.0

A A revisão aduaneira diz respeito ao processo de pesagem das cargas importadas quando elas chegam ao

B A revisão aduaneira é a verificação, por parte da Receita Federal, de qualquer requisito, pelo prazo de a
Você acertou!
A revisão aduaneira consiste na verificação pela Receita Federal de qualquer requisito, pelo prazo de até cinco a
(Decreto 6.759/09), a revisão aduaneira é: “Art. 638. Revisão aduaneira é o ato pelo qual é apurada, após o d
devidos à Fazenda Nacional, da aplicação de benefício fiscal e da exatidão das informações prestadas pelo
(Decreto-Lei nº 37, de 1966, art. 54, com a redação dada pelo Decreto-Lei no 2.472, de 1988, art. 2º; e Decreto-L
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 4. Comércio Internacional. Tema 1: Revisão aduaneira, adaptado.

C A revisão aduaneira consiste na avaliação do processo de importação realizada pelo secretário de assun

D A revisão aduaneira se refere ao processo de registro de todos os produtos após eles desembarcarem em
E A revisão aduaneira consiste na finalização do processo de carregamento dos produtos importados por

Questão 6/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Na disciplina de Comércio Internacional, vimos que a avaria grossa se trata de uma figura tradicional do
Direito Marítimo e que se confunde com a própria história da navegação. Além de tratados e convenções
internacionais (os quais não se encontram em vigor no Brasil), a avaria grossa é também disciplinada pelo
Código Comercial, na parte não revogada pelo Código Civil de 2002.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 4: Avaria Grossa, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, quem deve arcar com os custos quando há a ocorrência
de uma avaria grossa no transporte de cargas internacionais:
Nota: 10.0

A Em caso de avaria grossa as despesas extraordinárias serão custeadas pela seguradora do navio afetado

B Em caso de avaria grossa as despesas extraordinárias serão divididas entre o comandante do navio e tod

C Em caso de avaria grossa as despesas extraordinárias serão custeadas pelo Fundo da Receita Federal pa

D Em caso de avaria grossa as despesas extraordinárias serão divididas pelo proprietário do navio e a seg

E Em caso de avaria grossa as despesas extraordinárias serão divididas entre todos os importadores e/ou e
Você acertou!
Quando há a ocorrência de uma avaria grossa, as despesas chamadas “extraordinárias” serão divididas entre todo
o pagamento da sua parte, o armador não libera a mercadoria para desembaraço aduaneiro, ou seja, caso o im
cobertura, acabará arcando com as despesas, caso a sua mercadoria não tenha sido afetada.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 4: Avaria Grossa, adaptado.

Questão 7/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto a seguir:
Quando a mercadoria chega ao Brasil com alguma informação incorreta, diversos problemas acontecem,
tendo em vista a existência de prazos e informações para o lançamento do conhecimento correto no
Siscarga.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 2: Conhecimento de embarque
com informação incorreta na chegada da mercadoria.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que apresenta, corretamente, os problemas que os importadores poderão ter na
chegada da mercadoria quando há algum erro ou irregularidade no Conhecimento de Embarque do tipo
aéreo, rodoviário ou ferroviário:
Nota: 10.0

A Provavelmente, a mercadoria será devolvida ao seu país de origem sem a possibilidade de a empresa im

B Possivelmente, haverá uma maior demora para a liberação da mercadoria e o aumento nos gastos de arm
Você acertou!
Na disciplina de Comércio Internacional vimos que no caso de o Conhecimento de Carga ser aéreo, rodoviári
problemas, exceto a espera para a emissão de outro Conhecimento de Embarque no exterior e a chegada dele ao
maior que a prevista e, possivelmente, a cobrança de uma taxa de correção para a emissão do novo Conheciment
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 2: Conhecimento de embarque com

C Provavelmente, a mercadoria ficará apreendida na embaixada do país exportador até que a empresa exp

D Possivelmente, a empresa exportadora terá que solicitar autorização da polícia federal para retirar a me

E Possivelmente, a mercadoria ficará retida no consulado brasileiro até que a empresa exportadora regula

Questão 8/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto abaixo:
Na disciplina de Comércio Internacional, vimos que a avaria grossa se trata de uma figura tradicional do Direito
Marítimo e que se confunde com a própria história da navegação. Além de tratados e convenções internacionais (os
quais não se encontram em vigor no Brasil), a avaria grossa é também disciplinada pelo Código Comercial, na parte
não revogada pelo Código Civil de 2002.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 4: Avaria Grossa, adaptado.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional, assinale a
alternativa que indica, corretamente, no que consiste uma avaria grossa no transporte de cargas internacionais:
Nota: 10.0

A Avaria grossa pode ser definida como todo e qualquer dano à carga, de caráter total, causado no decorr

B Avaria grossa pode ser definida como a ocorrência de danos criminosos causados à mercadoria pela atu

C Avaria grossa pode ser definida como toda despesa extraordinária ou dano causado ao navio ou à carga
Você acertou!
Na disciplina de Comércio Internacional, observou-se que, conforme a Fundação Escola Nacional de Seguros
com o propósito de evitar o mal maior, desde que o perigo arrostado não tenha sido causado pelo próprio c
extraordinária ou dano causado ao navio ou à carga, voluntariamente, em benefício comum de ambos.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 4: Avaria Grossa, adaptado.

D Avaria grossa pode ser definida como despesas causadas à tripulação do navio por problemas sanitários

E Avaria grossa pode ser definida como roubo ou furto de mercadorias no decorrer do seu transporte até

Questão 9/10 - Comércio Internacional


-É comum que a maioria das empresas brasileiras, ao contratar um financiamento à importação, não se
preocupe com a proteção contra o risco da variação cambial.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 6. Comércio Internacional. Tema 5.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que indica, corretamente, o conceito de variação cambial.
Nota: 10.0

A Variação no preço dos alimentos.


B Variação no preço de uma moeda em relação à outra.
Você acertou!
O risco cambial está diretamente ligado à valorização ou à desvalorização da moeda nacional em relação à mo
estrangeira, estará sujeita à variação cambial.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 6. Comércio Internacional. Tema 5.

C Variação dos juros.

D Inflação.

E Desemprego.

Questão 10/10 - Comércio Internacional


-Considere o texto a seguir:
Quando vamos importar algum produto, a análise do Conhecimento de Embarque é muito importante, pois
evita problemas na liberação da mercadoria, que, em geral, se referem ao seu preenchimento. Em
decorrência destes erros, a liberação alfandegária se atrasa, por isso, a análise anterior ao envio do
Conhecimento de Embarque original é muito importante, tanto nos processos de importação quanto nos de
exportação.
Fonte: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 1: Como evitar problemas
analisando o conhecimento de embarque antes do envio da mercadoria do exterior.
Tendo como base a contextualização acima e os conteúdos da disciplina de Comércio Internacional,
assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o que deve ser feito caso sejam encontrados erros no
Conhecimento de Embarque após a sua emissão:
Nota: 10.0

A Em casos de problemas após a emissão do Conhecimento de Embarque será preciso efetuar o pagamen
Você acertou!
Quando os erros são encontrados antes da emissão do Conhecimento de Embarque, não há custo para a alteraç
haja alguma alteração a ser feita após a emissão, haverá a necessidade de pagamento de uma carta de correção, t
chegada da mercadoria no Brasil, nos casos de importação, poderá haver o pagamento de multa.
Referência: Rota de Aprendizagem da Aula 5. Comércio Internacional. Tema 1: Como evitar problemas analisan

B Em casos de problemas após a emissão do Conhecimento de Embarque será necessário recomeçar o pr

C Em casos de problemas após a emissão do Conhecimento de Embarque será preciso devolver a mercad

D Em casos de problemas após a emissão do Conhecimento de Embarque será necessário solicitar autoriz

E Em casos de problemas após a emissão do Conhecimento de Embarque será preciso fazer alterações na