Você está na página 1de 4

Tu Tu Tu Tu Arara, Tucano, Araponga, Piranha

Tu Tupi Perereca, Sagüi, Jabuti, Jacaré


Jacaré , Jacaré
Todo mundo tem quem sabe o que é que é?
um pouco de índio - ...aquele que olha de lado...
dentro de si é ou não é?
dentro de si
Se o índio falou tá falado
Todo mundo fala se o índio chacoalhou
língua de índio tá chacoalhado
Tupi Guarani eôeô
Tupi Guarani
Maranhão, Maceió
E o velho cacique já dizia Macapá, Marajó
tem coisas que a gente sabe Paraná, Paraíba
e não sabe que sabia Pernambuco, Piauí
eôeô Jundiaí, Morumbi, Curitiba, Parati
É tudo tupi
O índio andou pelo Brasil Butantã, Tremembé, Tatuapé
deu nome pra tudo que ele viu Tatuapé, Tatuapé
Se o índio deu nome, tá dado! quem sabe o que é que é?
Se o índio falou, tá falado! - ...caminho do Tatu, tu, tu, tu, tu, tu...
Se o índio chacoalhou
tá chacoalhado!
eôeô
Todo mundo tem
um pouco de índio
Chacoalha o chocalho dentro de si
Chacoalha o chocalho dentro de si
vamos chacoalhar
vamos chacoalhar Todo mundo fala
Chacoalha o chocalho língua de índio
Chacoalha o chocalho Tupi Guarani
que índio vai falar: Tupi Guarani
Jabuticaba, Caju, Maracujá
Pipoca, Mandioca , Abacaxi eôeô
é tudo tupi
tupi guarani

Tamanduá, Urubu, Jaburu


Jararaca, Jibóia
Tatu
Tu ,Tu, Tu
é tudo tupi
tupi guarani
Era dia de Índio - Texto Teatral

Era dia de Índio (texto teatral)

Garoto - (cantando uma música sobre índio - localizar uma


música)

Garota - Por que esse traje? Essa alegria?

Garoto - Não sabe ? ( fala baixo para o público - Como tem


gente ignorante !) Esta é uma vestimenta usada pelos
indígenas.

Garota - Isso eu sei ! O que eu estranho é você usar isso...

Garoto - (Para o público - Como tem gente que não se


informa mesmo.) Então você não sabe, hoje é dia do índio!!

Garota - Isso eu sei!

Garoto - Então por que você está me perguntando? Se você


já sabe....

Garota - Para ver se você já sabe!

Garoto - Se não soubesse não estaria vestido de índio,


certo?

Garota - Errado!! Então realmente você não sabe.

Garoto - (Para o público - Sou obrigado a acreditar em meu


pai ....ele sempre falou que mulher é uma prenda
doméstica e nada mais.) Ô Anta , se eu estou vestido de
índio, é porque eu realmente sei!!!

Garota - Conhece Gonçalves Dias?

Garoto - Gonçal...ves... uma vez meu pai falou desse cara...


por acaso ele não jogou no Corinthians?

Garota - Que Corinthians moleque!! Estou falando do autor


destes versos “Minha terra tem palmeiras onde canta o
sabiá”

Garoto - Conhece o Serjão Boca de Pilão?

Garota - Nunca ouvi falar por acaso....

Garoto - Ele é o autor destes versos “Minha terra tem


Corinthians que nasceu para golear” (olha para o público e
ri sarcasticamente)

Garota - Eu não estou brincando!

Garoto - Nem eu. (levemente sério)

Garota - Conhece O guarani?

Garoto - Conheço e muito, quantos jogos o meu time já


ganhou desse time.

Garota - Eu não estou falando de time algum, estou falando


da obra de José de Alencar!

Garoto - José de Alen... Ah! O marido da Gertrude o


engenheiro que mora na esquina?

Garota - (para o público - Exemplo acabado de um


alienado.) Conhece Jorge Benjor?

Garoto - Cantor de Rap!


Garota - Caetano Veloso?

Garoto - Funcionário do meu pai... Não!! Aquele é Caetano


Pedroso...

Garota - Por saber que seriam estas respostas, que eu


disse que você não sabia nada.

Garoto - Se você sabia as minhas respostas então porque


fez as perguntas?

Garota - Porque você não é você....

Garoto - (Com a cara de não ter entendido diz para o


público) A gata pirou de vez!

Garota - Você representa, neste instante, toda massa da


ideologia branca deste pais...

Garoto - Epa! Nunca me falaram disso....

Garota - Pois eu estou falando, não só para você , como


estou falando para eles!! (aponta o público) O poeta Jorge
Benjor já falava em sua melodia : “ todo dia era dia de
índio.” Não era somente um dia como você está
pensando!! No Brasil todo dia era dia de índio, até que
chegou o branco e reduziu o ano a um dia!

Garoto - É (Pausa e pensativo) E os 364 dias do ano são


dias de quem?

Garota - Começou a perceber então.... Os restantes dos


dias são dos brancos, foram roubados dos índios. Sabia que
Gonçalves Dias cantou o índio em poesia?

Garoto - (expressão de pensativo) Meu pai..., acho que não


comprou esse CD não!

Garota - Não é CD, é obra literária. Ele, o José de Alencar


transformaram o nosso índio Em um herói nacional. Peri,
personagem de O Guarani , é um exemplo disso. E já
tivemos até um índio como deputado federal: O Cacique
Juruna. Ele ficou muito conhecido por gravar as promessas
que os brancos faziam, para resolver os problemas
indígenas.

Garoto - Resolveu?

Garota - Qual nada! Os brancos transformaram o Cacique


numa figura ridícula até acabarem com a sua carreira
política.

Garoto - Nossa ! Os brancos pegam pesado...

Garota - Caetano Veloso escreveu uma música chamada


“UM ÍNDIO” . Essa música apresenta um eu-lírico fazendo
uma previsão sobre o dia em que um índio descerá de uma
estrela colorida e surpreenderá o branco, não por ser
exótico como você está vestido, mas por dizer o ÓBVIO . O
branco na tentativa de enganar e marginalizar o índio está
destruindo a si próprio, uma vez que o índio é a natureza
humana pura, sem mácula. O índio é amor. O índio é
respeito. Sua sociedade é de alto nível, é modelo para
qualquer civilização. É um exemplo de uma sociedade
moderna. E o branco que se julgava, e ainda continua se
julgando extremamente inteligente, jogou e ainda continua
jogando fora a oportunidade de conhecê-la. Está jogando a
oportunidade de ser feliz.

(Os dois juntos) - Ouça a música ! Pense sobre esse Índio!!


(Santiago Derin)
Em 1940, realizou-se no México o Primeiro Congresso Indigenista
Interamericano. Durante o evento, os participantes escolheram 19 de abril
como o Dia do Índio. Três anos depois, a data foi oficializada no Brasil.

Existem mais de 220 nações indígenas no país. Elas têm seu idioma, seu
jeito de ver o mundo e de fazer festas. Algumas vivem isoladas, outras em
grandes cidades e muitas lutam para preservar suas terras e suas tradições.
A maioria dos povos indígenas vive nas regiões Norte e Centro-Oeste do
Brasil. O Xingu, região da Amazônia, abriga o maior número de tribos
indígenas do Brasil.