Você está na página 1de 3

UFRN - Centro de Ensino Superior do Seridó –

CERES
Departamento de Computação e Tecnologia -
DCT
Graduação em Sistemas de Informação

Engenharia de Software I

Modelo de Processo
Especializado

Aluno:Renildo Rabi Vale Dos Santos


Modelo de Processo especializados

Os modelos de processo especializados levam em conta muitas das


características de um ou mais modelos tradicionais. Esses modelos são
aplicados quando optamos por uma abordagem mais especializada de
engenharia de software ou quando é definida de uma forma mais
restritiva. Há um conjunto com três modelos de processo especializado:
Modelo Desenvolvimento baseado em componentes, Modelo de
métodos formais e Desenvolvimento de software orientado a aspectos.

O Desenvolvimento baseado em componentes incorpora muitas das


características do modelo espiral e é evolucionário por natureza. Esse
modelo compreende aplicações de componentes de software
previamente empacotados. As atividades de modelagem e a construção
dão início com a identificação dos componentes candidatos.
Independente da tecnologia usada para a criação dos componentes, o
modelo incorpora as seguintes etapas:

● Produtos baseados em componentes disponíveis são


pesquisados e avaliados para o campo de aplicação em
questão.

● Itens de integração de componentes são considerados.

● Uma arquitetura de software é projetada para acomodar os
componentes.

● Os componentes são integrados à arquitetura.

● Testes completos são realizados para garantir a
funcionalidade adequada.

Esse modelo leva à reutilização de software, e a capacidade de


reutilização oferece aos engenheiros de softwares diversas vantagens,
como a redução no tempo no ciclo de desenvolvimento e nos custos do
projeto.
O Modelo de Métodos Formais possui um conjunto de atividades
que conduzem a especificação matemática formal do software. Eles
possibilitam a especificação, desenvolvimento e a verificação de um
sistema baseado em computador através da aplicação de uma rigorosa
notação matemática. O uso desse modelo oferece um mecanismo de
eliminação de muitos problemas difíceis de serem superados com o uso
de outros paradigmas de engenharia de software. Quando usados
durante o projeto, os métodos formais servem como base para verificar
a programação e dessa maneira, possibilitam a descoberta e a correção
de erros que poderiam passar despercebidos. Apesar de não ser uma
das abordagens mais utilizadas, esse modelo oferece a promessa de
software sem defeitos.

O Desenvolvimento de software orientado a aspectos é um


paradigma de engenharia de software relativamente novo que oferece
uma abordagem metodológica e de processos para definir, especificar,
projetar e construir aspectos. Esse processo ainda não atingiu a
maturidade, no entanto, é provável que um processo desses adote
características tanto dos modelos de processos evolucionários quanto
de processo concorrente.

Você também pode gostar