Você está na página 1de 2

Nome: _____________________________________________________Nº _______ Turma _______

ATIVIDADE LABORATORIAL 1.2. – Teste de chama_


Proposta de resolução

Registo de resultados
Quadro 1

Cor da Catião Informação


Cor
chama presente de
Amostra do Riscas do espetro de emissão
(visão na segurança
sal
direta) amostra no rótulo
+
Vermelho Li
Cloreto carmim
de lítio

Cloreto Vermelho- Ca2+


de alaranjado
cálcio
Cloreto Violeta K+

de
potássio
Cloreto Cu2+
de Verde
cobre
(II)

Através da simulação seguinte observe os espetros dos elementos estudados

http://jersey.uoregon.edu/vlab/elements/Elements.html

Responda às seguintes questões pós-laboratoriais:


1. A que se deve a cor emitida pela amostra de um sal quando é aquecida pela chama?

O ião positivo existente num sal puro.

2. Por que motivo a cor emitida pela amostra é diferente?

Quando os sais são aquecidos, os eletrões dos átomos podem ser excitados, ocorrendo então
uma absorção de energia. Os eletrões regressam depois ao estado fundamental, com a
consequente libertação dessa energia sob a forma de uma chama colorida. Alguns elementos
emitem radiação na região do visível sendo possível, em alguns casos, identificar a presença
desses elementos através da coloração da chama. Cada metal emite uma cor diferente

1
porque os átomos que os constituem são diferentes. Os átomos de um dado elemento
químico, quando excitados, a partir do seu estado fundamental, o estado de energia mínima,
emitem radiações características quando sofrem a desexcitação, originando um espectro de
emissão de riscas, que é característico desse elemento químico
Esse espetro, característico de cada elemento químico, é sempre o mesmo, quer o elemento
esteja isolado quer esteja combinado com outros elementos em diferentes compostos
químicos. O espetro de emissão de riscas de cada elemento pode ser comparado com o
espectro que se obtém quando a luz branca atravessa uma amostra vaporizada desse
elemento, em que se obtém um espetro de absorção de riscas. Este é o "negativo" do
primeiro e permite identificar elementos no espectro de uma estrela

3. Por que razão a chama deve estar o mais quente possível?

Para que os eletrões dos átomos possam ser excitados, ocorrendo então uma absorção de energia

4. A cor da chama está relacionada com a cor do sal?

A resposta é não pois todos os sais utilizados eram brancos e no entanto na observação
experimental verificou-se que as chamas tinha várias cores

5. Com base na observação da parte colorida da chama com um espetroscópio de bolso que
tipo de espetro viu?

(A) Espetro de absorção contínuo.


(B) Espetro de absorção de riscas.
(C) Espetro de emissão de riscas.
(D) Espetro de emissão contínuo.

6. A que é devida a cor do fogo-de-artifício?

As cores do fogo-de-artifício resultam de dois fatores:


 Da emissão de radiação quando metais como alumínio e magnésio são queimados e da
radiação que é emitida quando um eletrão excitado regressa a um estado de menor energia.

 Como cada elemento tem um espectro característico, as transições eletrónicas originam


cores diferentes. Por exemplo os átomos de sódio emitem luz amarela.