Você está na página 1de 22

QUESTIONÁRIO – NOÇÕES DE DIREITO 08) José Afonso da Silva propõe uma

classificação dos princípios constitucionais em:


01) Disciplina as relações entre pessoas a) princípios políticos e princípios jurídicos
singulares. Predomina o interesse de ordem b) princípios públicos e princípios jurídicos
particular (Direito Civil e Direito Empresarial). c) princípios jurídicos e princípios cidadãos
a) Direito Positivo d) princípios políticos e princípios públicos
b) Direito Público
c) Direito Privado 09) Referem-se às decisões políticas
d) Direito Político fundamentais conformadoras do sistema
constitucional positivo. Constituem o Título I, da CF
02) Estado/Estado/Súditos. Poder soberano. (artigos 1º ao 4º).
Tutela do bem coletivo. Normas cogentes, não a) princípios políticos constitucionais
podem ser revogadas pela vontade das partes. b) princípios jurídicos constitucionais
a) Direito Positivo c) princípios públicos constitucionais
b) Direito Público d) princípios cidadãos constitucionais
c) Direito Privado
d) Direito Político 10) Informadores da ordem jurídica nacional,
como por exemplo, o princípio da
03) Para alguns autores, o Direito é um sinal de constitucionalidade, da legalidade, da isonomia, da
organização. Assim, serve para regular a vida em autonomia individual, do devido processo legal, etc.
sociedade, colocando ordem. Com base nisso, faça a) princípios políticos constitucionais
a correlação adequada. b) princípios jurídicos constitucionais
( 1 ) Ordem Normativa ( ) O conjunto de regras... c) princípios públicos constitucionais
( 2 ) Ordem Valorativa ( ) ... no sentido de resolver d) princípios cidadãos constitucionais
conflito na sociedade.
( 3 ) Ordem Volitiva ( ) ... que prosseguindo 11) Forma de Governo, em contraposição à
valores considerados essenciais... monarquia. Deve ser observado pelos Estados
( 4 ) Ordem Estrutural ( ) ... é o resultado de uma Federados sob pena de intervenção (artigo 34, VII,
manifestação do poder político. a) Princípio Republicano
b) Princípio do Federalismo
04) São características do Direito, exceto: c) Estado Democrático
a) Sociabilidade d) Estado de Direito
b) Imperatividade
c) Coercibilidade 12) Pelo princípio __________ as funções do
d) Unilateralidade estado são separadas em legislativa, executiva e
judiciária.
05) É o direito que tem por finalidade regular as a) Princípio Republicano
relações do Estado com outro Estado, ou as do b) Princípio do Federalismo
Estado com os seus súditos, quando procede em c) Estado Democrático
razão do poder soberano, e atua na tutela do bem d) Estado de Direito
público.
a) Direito Público 13) Qual é a forma de Estado caracterizado pela
b) Direito Político descentralização política (repartição de
c) Direito Administrativo competência legislativa) e princípio da autonomia
d) Direito Privado dos entes federados?
a) Princípio Republicano
06) É o que disciplina as relações entre pessoas b) Princípio do Federalismo
singulares, nas quais predomina imediatamente o c) Estado Democrático
interesse de ordem particular. d) Estado de Direito
a) Direito Público
b) Direito Político 14) O Princípio do Estado Democrático e de
c) Direito Administrativo Direito, nas palavras de Dalmo de Abreu Dallari,
d) Direito Privado constrói-se em torno de três pontos fundamentais,
exceto:
07) No que tange às características, faça a a) supremacia da vontade popular
correlação correta: b) preservação da liberdade
( 1 ) Direito Público ( ) interesse público c) igualdade de direitos
( ) relação de imposição d) substituição da vontade popular
( 2 ) Direito Privado ( ) situação de igualdade
( ) interesse particular 15) Com relação aos direitos e garantias
( ) autonomia da vontade fundamentais, são instrumentos por meio dos quais
( ) caráter imperativo
se assegura o exercício ou a reparação dos direitos a) à finalidade do Direito Administrativo
fundamentais: b) ao objetivo do Direito Administrativo
a) Garantias c) ao objeto do Direito Administrativo
b) Prerrogativas d) à visão do Direito Administrativo
c) Direitos 23) A administração pública direta e indireta de
d) Ações Judiciais qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do
16) Bens, vantagens, prescritos na norma Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
constitucional, constituem o conceito de: princípios:
a) Garantias Fundamentais a) de legalidade, impessoalidade, moralidade,
b) Prerrogativas Fundamentais publicidade e eficiência.
c) Direitos Fundamentais b) de legalidade, impessoalidade, moralidade,
d) Ações Judiciais publicidade e eficácia.
17) Ninguém será submetido a tortura nem a c) de legalidade, impessoalidade, autenticidade,
tratamento desumano ou degradante. Tal conceito publicidade e eficiência.
refere-se ao: d) de legalidade, impessoalidade, autenticidade,
a) Princípio da Integridade publicidade e eficácia.
b) Princípio da Legalidade 24) A lei não excluirá da apreciação do Poder
c) Princípio da Igualdade de Gênero Judiciário lesão ou ameaça a direito e ninguém
d) Princípio da Dignidade da Pessoa Humana será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma
18) A pena é cumprida em estabelecimentos coisa senão em virtude de lei. São exemplos do
distintos, de acordo com alguns critérios, exceto: princípio:
a) a natureza do delito a) da legalidade
b) a idade b) da impessoalidade
c) a qualificação profissional do condenado c) da moralidade
d) o sexo do condenado. d) da eficiência
19) Marque V ou F: 25) Atuar impessoalmente significa ter sempre a
( ) Nenhum brasileiro nato ou naturalizado será finalidade de satisfazer os interesses coletivos,
extraditado. mesmo que, nesse processo, interesses privados
( ) Poderá ser concedida extradição de sejam beneficiados ou prejudicados.
estrangeiro por crime político ou de opinião. a) da legalidade
( ) São gratuitos para os reconhecidamente b) da impessoalidade
pobres quaisquer certidões públicas. c) da moralidade
d) da eficiência
20) Conceder-se-á sempre que a falta de norma
regulamentadora torne inviável o exercício dos 26) O que se veda é a atuação administrativa com
direitos e liberdades constitucionais e das o objetivo de apenas beneficiar ou prejudicar
prerrogativas inerentes à nacionalidade, à pessoas ou grupos específicos. É imparcialidade e
soberania e à cidadania. isonomia, pois, a função da administração pública é
a) Habeas Data a execução da lei.
b) Mandado de Segurança a) da legalidade
c) Habeas Corpus b) da impessoalidade
d) Mandado de Injunção c) da moralidade
d) da eficiência
21) Ramo do direito público que tem por objeto os
órgãos, agentes e pessoas jurídicas administrativas 27) Comportamento ético adequado. Está
que integram a Administração Pública, a atividade associado à honestidade. Veda condutas
jurídica não contenciosa que exerce e os bens de eticamente inaceitáveis e transgressoras do senso
que se utiliza para a consecução de seus fins, de moral da sociedade, a ponto de não comportarem
natureza pública. Esse conceito refere-se ao: condescendência.
a) Direito Público a) da legalidade
b) Direito Administrativo b) da impessoalidade
c) Direito Constitucional c) da moralidade
d) Direito Licitatório d) da eficiência
22) É a Administração Pública, seja entendida 28) Ampla divulgação, transparência, para
como função administrativa ou como organização possibilitar o controle da legalidade da conduta dos
administrativa, órgãos públicos, pessoas jurídicas. agentes. É condição de eficácia dos atos
Essa definição refere-se: administrativos.
a) da publicidade
b) da impessoalidade c) da probidade administrativa e da vinculação ao
c) da moralidade instrumento convocatório
d) da eficiência d) do julgamento subjetivo
29) Prática dos atos administrativos com o maior e 36) A Administração Pública obedecerá, dentre
melhor resultado possível para a consecução do outros, aos princípios da:
bem comum, utilizando o mínimo de recursos a) legalidade, finalidade, motivação e
possível. razoabilidade.
a) da publicidade b) proporcionalidade, moralidade, ampla defesa e
b) da impessoalidade contraditório.
c) da moralidade c) segurança jurídica, interesse público e
d) da eficiência eficiência.
30) Proporcionalidade entre meios e resultados d) Todas as opções estão corretas.
alcançados (razoabilidade). 37) Toda construção, reforma, fabricação,
a) da publicidade recuperação ou ampliação, realizada por execução
b) da impessoalidade direta ou indireta. Tal definição refere-se:
c) da moralidade a) serviço
d) da eficiência b) empreitada
31) Administração possui posição privilegiada na c) obra
relação com os particulares. d) compra
a) da legalidade
b) da impessoalidade 38) Toda atividade destinada a obter determinada
c) da princípio da supremacia do interesse público utilidade de interesse para a Administração, tais
d) da eficiência como: demolição, conserto, instalação, montagem,
operação, conservação, reparação, adaptação,
32) Administrador não pode dispor livremente do manutenção, transporte, locação de bens,
interesse público, pois não representa seus publicidade, seguro ou trabalhos técnico-
próprios interesses quando atua, devendo assim profissionais.
agir segundo os estritos limites impostos pela lei. a) serviço
a) da legalidade b) empreitada
b) da indisponibilidade c) obra
c) da princípio da supremacia do interesse público d) compra
d) da eficiência
39) Toda aquisição remunerada de bens para
33) Procedimento administrativo, prévio à fornecimento de uma só vez ou parceladamente.
contratação, que visa escolher a proposta mais a) serviço
vantajosa para a Administração, com base em b) alienação
parâmetros antecipadamente definidos. c) obra
a) Licitação d) compra
b) Leilão
c) Pregão 40) Toda transferência de domínio de bens a
d) Concorrência terceiros.
a) serviço
34) Legalidade, impessoalidade, moralidade, b) alienação
publicidade e eficiência são princípios c) obra
constitucionais, aplicáveis às licitações. Na Lei d) compra
8.666./93, há um princípio, também constitucional,
ao qual a licitação destina-se a garantir a sua 41) É importante destacar que as modalidades de
observância. Assinale a alternativa que contempla licitação são diferentes dos tipos de licitação.
esse princípio: Nesse contexto, o Convite é:
a) duplo grau de jurisdição a) É a modalidade de licitação entre interessados
b) autonomia do ramo pertinente ao seu objeto, cadastrados ou
c) igualdade não, escolhidos e convidados em número mínimo
d) isonomia de três.
b) É o tipo de licitação entre interessados do ramo
35) O art. 3º, da Lei 8666/93, contempla os pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não,
princípios aplicáveis às licitações, dentre os quais escolhidos e convidados em número mínimo de
não consta: três.
a) da legalidade e da impessoalidade
b) da moralidade, da igualdade e da publicidade
c) É a modalidade de licitação entre interessados em vista o valor estimado da contratação, faça a
do ramo pertinente ao seu objeto, cadastrados ou correlação adequada:
não, escolhidos e convidados em número de três. ( 1 ) Concorrência ( ) ( ) até 650 mil
d) É o tipo de licitação entre interessados do ramo ( 2 ) Tomada de Preços ( ) ( ) acima de 650 mil
pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não, ( 3 ) Convite ( ) ( ) acima de 1,5 milhão
escolhidos e convidados em número de três. ( A ) Obras e serviços de engenharia ( ) ( ) até
42) A modalidade de licitação “CONVITE” pode 1,5 milhão
ser utilizada em situações nas quais não exista ( B ) Compras e demais serviços ( ) ( ) até 150
determinação legal que obrigue o emprego de mil ( ) ( ) até 80 mil
outra modalidade. Além disso, sua utilização está 47) Na compra ou alienação de bens imóveis, nas
condicionada à situação dos limites, tendo em vista concessões de direito real de uso e nas licitações
o valor estimado da contratação. Nesse sentido, internacionais, utiliza-se a seguinte modalidade de
faça a correlação adequada: licitação:
( 1 ) Obras e serviços de engenharia a) Concorrência
( ) até R$ 150 mil b) Convite
( 2 ) Compras e demais serviços c) Tomada de Preços
( ) até R$ 80 mil d) Pregão
43) A modalidade de licitação “TOMADA DE 48) Modalidade de licitação para escolha de
PREÇOS” apresenta como conceito: trabalho técnico, científico ou artístico, entre
a) Modalidade de licitação entre cadastrados ou quaisquer interessados, por meio da instituição de
outros interessados que atenderem a todas as prêmios ou remuneração aos vencedores,
condições exigidas para cadastramento até o conforme critérios constantes de edital.
quinto dia anterior à data fixada para o recebimento a) Concorrência
das propostas. b) Convite
b) Modalidade de licitação entre cadastrados ou c) Tomada de Preços
outros interessados que atenderem a todas as d) Concurso
condições exigidas para cadastramento até o 49) É a modalidade de licitação entre quaisquer
terceiro dia anterior à data fixada para o interessados para a venda de bens móveis
recebimento das propostas. inservíveis para a administração ou de produtos
c) Modalidade de licitação entre cadastrados ou legalmente apreendidos ou penhorados.
outros interessados que atenderem a todas as a) Concorrência
condições exigidas para cadastramento até o b) Alienação
quinto dia anterior à data fixada para a publicação c) Concurso
do edital. d) Leilão
d) Modalidade de licitação entre cadastrados ou
outros interessados que atenderem a todas as 50) É a modalidade de licitação entre quaisquer
condições exigidas para cadastramento até o interessados para a alienação de bens imóveis cuja
terceiro dia anterior à data fixada para a publicação aquisição haja derivado de procedimentos judiciais
do edital. ou de dação em pagamento, a quem oferecer o
maior lance, igual ou superior ao valor da
44) Na tomada de preços, com relação aos limites, avaliação.
tendo em vista o valor estimado da contratação, a) Concorrência
faça a correlação adequada: b) Alienação
( 1 ) Obras e serviços de engenharia ( c) Concurso
) até R$ 1,5 milhão d) Leilão
( 2 ) Compras e demais serviços (
) até R$ 650 mil 51) É a modalidade de licitação para aquisição de
bens e serviços comuns, independentemente do
45) É a modalidade de licitação entre quaisquer valor estimado da contratação, em que a disputa
interessados que comprovem possuir os requisitos pelo fornecimento é feita por meio de propostas e
mínimos de qualificação exigidos no edital para lances.
execução de seu objeto. a) Concorrência
a) Convite b) Alienação
b) Concorrência c) Pregão
c) Tomada de Preços d) Leilão
d) Pregão
52) Com relação ao Pregão, marque V ou F:
46) Nas modalidades concorrência, convite e ( ) Pode ser realizado na forma presencial, com o
tomada de preços, com relação aos limites, tendo comparecimento dos licitantes na sessão pública,
ou na forma eletrônica, que envolve a utilização de ( 2 ) melhor técnica / técnica e preço
recursos de tecnologia da informação. ( 3 ) maior lance ou oferta
( ) A utilização do pregão está condicionada à ( ) Esses tipos de licitação devem ser utilizados na
contratação de bens e serviços comuns, que são contratação serviços de natureza
aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade predominantemente intelectual, em especial na
possam ser objetivamente definidos pelo edital, por elaboração de projetos, cálculos, fiscalização,
meio de especificações usuais no mercado. supervisão e gerenciamento e de engenharia
( ) O pregão aplica-se às contratações de obras, consultiva em geral e, em particular, para a
às locações imobiliárias e às alienações em geral. elaboração de estudos técnicos preliminares e
( ) Pregoeiro é o servidor designado para projetos básicos e executivos.
conduzir a licitação da modalidade pregão. ( ) O vencedor será o licitante que apresentar a
proposta com o menor preço, dentre os licitantes
53) No que tange aos tipos de licitações, faça a considerados qualificados. A classificação se dará
correlação adequada: pela ordem crescente dos preços propostos.
( 1 ) menor preço
( ) O vencedor será o licitante que apresentar a d) obrigatória / legalidade
proposta ou lance com o maior preço, dentre os 58) O aviso contendo o resumo do edital deverá
licitantes qualificados. descrever as principais informações relativas à
( ) A classificação se dará pela ordem decrescente licitação, possibilitando:
dos preços propostos. Tipo de licitação utilizado nos a) a identificação do objeto licitado.
casos de alienação de bens ou concessão de direito b) a identificação do órgão contratante
real de uso. c) a identificação das datas e prazos previstos
54) Com relação ao Edital, não é uma de suas d) todas as opções estão corretas
características: 59) No que tange à publicação, correlacione as
a) Ato convocatório da licitação. colunas abaixo:
b) Estabelece as regras do procedimento. ( 1 ) 45 dias corridos
c) Observância obrigatória. ( 2 ) 30 dias corridos
d) “Não é a lei interna da licitação”. ( 3 ) 15 dias corridos
55) O original datado, rubricado em todas as folhas ( 4 ) 8 dias úteis
e assinado pela autoridade que o expedir, ( 5 ) 5 dias úteis
permanecendo no processo de licitação, e dele ( ) Tomada de preços do tipo técnica
extraindo-se cópias integrais ou resumidas, para sua ( ) Tomada de preços do tipo técnica e preço
divulgação e fornecimento aos interessados. ( ) Concorrência quando não for empreitada integral
a) Proposta ( ) Concorrência quando não for do tipo técnica
b) Edital ( ) Concorrência quando não for do tipo técnica e
c) Contrato preço
d) Minuta ( ) Convite
56) No Edital há anexos, os quais são parte ( ) Concurso
integrante do referido documento. Assinale dentre as ( ) Pregão
opções abaixo aquela que não se encaixa nesse ( ) Concorrência para empreitada integral
preceito, conforme a Lei 8.666/93. ( ) Concorrência do tipo técnica
a) o projeto básico e/ou executivo, com todas as ( ) Concorrência do tipo técnica e preço
suas partes, desenhos, especificações e outros ( ) Leilão
complementos. ( ) Tomada de preços quando não for do tipo técnica
b) orçamento definitivo em planilhas de ( ) Tomada de preços quando não for do tipo técnica
quantitativos e preços unitários. e preço
c) a minuta do contrato a ser firmado entre a 60) É importante destacar que são institutos
Administração e o licitante vencedor. diferentes a “Dispensa de Licitação” e a
d) as especificações complementares e as normas „Inexigibilidade de Licitação”. Feita essa ressalva,
de execução pertinentes à licitação. marque V ou F nas assertivas a seguir:
57) A publicação refere-se à divulgação antecipada ( ) Dispensa de licitação são situações de exceção.
da realização dos procedimentos licitatórios. ( ) Na dispensa de licitação pode haver
Portanto, ela é ___________, com vistas a atender o competição;
princípio da ____________. ( ) Ocorre a dispensa de licitação quando a
a) obrigatória / publicidade realização do procedimento licitatório pode
b) facultativa / legalidade demonstrar-se inconveniente ao interesse público.
c) facultativa / publicidade
( ) A Lei n.º 8.666/93 estabeleceu, apenas de forma QUESTIONÁRIO CPM - Valéria Leonne
exemplificativa, os casos possíveis de dispensa de
licitação. 01) É o ramo especializado do Direito Penal que
61) Faça a correlação adequada: estabelece as regras jurídicas vinculadas à proteção
( 1 ) Dispensa de Licitação das instituições militares e ao cumprimento de sua
( 2 ) Inexigibilidade de Licitação destinação constitucional.
a) Direito Penal
( ) Obras e serviços de engenharia de valor até 10% b) Direito Administrativo
do limite estabelecido para convite (R$ 15 mil) c) Direito Público
( ) Outros serviços e compras de valor até 10% do d) Direito Penal Militar
limite estabelecido para convite (R$ 8 mil)
( ) Guerra ou grave perturbação da ordem 02) Marque V ou F:
( ) Emergência ( ) A especialidade do Direito Penal Militar decorre
( ) Calamidade pública da natureza dos bens jurídicos tutelados, a
autoridade, a disciplina, a hierarquia, o serviço, a
62) Na dispensa de licitação, quando incide a função e o dever militar.
hipótese de emergência ou calamidade pública, há ( ) O Direito Penal Militar é excepcional e não
que se observar algumas condições, dentre as quais especial, o que decorre de uma escolha política do
não está contemplada a seguinte alternativa: texto constitucional, tendo em consideração a
a) quando caracterizada urgência de atendimento natureza eminentemente política das corporações a
de situação que possa ocasionar prejuízo ou que se refere.
comprometer a segurança de pessoas, obras,
serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou 03) É um conjunto de normas de ordem pública que
particulares. tutelam os principais interesses da Instituição Militar,
b) os contratos devem abranger somente o que for sujeitando militares e civis a sua normatividade.
necessário ao atendimento. a) Código Penal Militar
c) os contratos terão duração de 180 dias b) Código de Processo Penal Militar
consecutivos e ininterruptos, contados da ocorrência c) Direito Militar
da emergência ou calamidade. d) Direito Processual Militar
d) É vedada a prorrogação do contrato. 04) Não há crime sem lei anterior que o defina, nem
63) São situações de exceção, caracterizadas pela pena sem prévia cominação legal.
impossibilidade de competição, o que inviabiliza a a) Princípio da Legalidade
realização do procedimento licitatório. b) Princípio da Intervenção Mínima
a) Inexigibilidade de Licitação c) Princípio da Lesividade ou ofensividade
b) Dispensa de Licitação d) Princípio da Adequação Social
c) Pregão 05) A atuação do Direito Penal deve-se restringir à
d) Leilão PROTEÇÃO DOS BENS JURÍDICOS MAIS
64) Ao contrário da dispensa de licitação, os casos IMPORTANTES E NECESSÁRIOS À VIDA EM
de inexigibilidade citados na referida norma: SOCIEDADE.
a) é um rol taxativo a) Princípio da Legalidade
b) aplicam-se também à dispensa de licitação b) Princípio da Intervenção Mínima
c) são apenas exemplos c) Princípio da Lesividade ou ofensividade
d) mudam frequentemente d) Princípio da Adequação Social
65) São características marcantes de inexigibilidade 06) Dessa forma, o Direito Penal só intervirá naqueles
de licitação, exceto: casos de ataques muito graves aos bens jurídicos
a) Aquisição de materiais, equipamentos, ou mais importantes.
gêneros que só possam ser fornecidos por produtor, a) Princípio da Legalidade
empresa ou representante comercial exclusivo. b) Princípio da Intervenção Mínima
b) Contratação de serviço técnico de natureza c) Princípio da Lesividade ou ofensividade
singular, com profissionais ou empresa de notória d) Princípio da Adequação Social
especialização.
c) No caso da letra „b”, portanto, não há 07) Na esfera penal militar, é importante a
necessidade de ocorrência simultânea de notória identificação de alguns bens jurídicos especialmente
especialização do contratado e da natureza singular protegidos, como por exemplo, a hierarquia, a
do serviço técnico. disciplina, o dever e o serviço militar, que não
d) Contratação de profissional do setor artístico, encontram correspondência no Direito Penal
diretamente ou através de empresário exclusivo, Comum.
desde que consagrado pela crítica ou pela opinião a) Princípio da Legalidade
pública. b) Princípio da Intervenção Mínima
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade
d) Princípio da Adequação Social
08) Determina que somente podem sofrer a a) o princípio da intervenção mínima
incidência da Lei Penal as condutas que afetem b) o princípio da lesividade
gravemente direitos de terceiros. c) o princípio da adequação social
a) Princípio da Legalidade d) o princípio da insignificância
b) Princípio da Intervenção Mínima
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade 17) Com relação ao Princípio da Insignificância,
d) Princípio da Adequação Social marque V ou F:
09) Proíbe-se a incriminação de atitudes internas ( ) Existe no direito penal comum, mas não no
– pensamentos e sentimentos. direito penal militar – causa supralegal de exclusão
a) Princípio da Legalidade da tipicidade – não é injusto penal- não há crime
b) Princípio da Intervenção Mínima comum e nem crime militar.
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade ( ) No direito penal militar aplica-se a crimes de
d) Princípio da Adequação Social hierarquia e disciplina; não cabe em relação aos
crimes militares patrimoniais sem violência a pessoa
10) A norma penal incriminadora está em vigor, ou grave ameaça.
no entanto, não se aplica. ( ) No direito penal comum não cabe o princípio da
a) Princípio da Legalidade insignificância para porte ilegal de droga para uso
b) Princípio da Intervenção Mínima próprio, no entanto, para o direito penal militar aplica-
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade se e também aplica-se para os crimes de corrupção
d) Princípio da Adequação Social ativa e passiva.
11) Apesar de uma conduta se subsumir ao
modelo legal, o juiz pode não considerá-la típica se 18) É o princípio que garante que as penas dos
for socialmente adequada. infratores não sejam igualadas, mesmo que tenham
a) Princípio da Legalidade praticado crimes idênticos. Isto porque, independente
b) Princípio da Intervenção Mínima da prática de mesma conduta, cada indivíduo possui
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade um histórico pessoal, devendo cada qual receber
d) Princípio da Adequação Social apenas a punição que lhe é devida.
a) o princípio da intervenção mínima
12) Esse princípio existe no direito penal comum. b) o princípio da lesividade
a) Princípio da Legalidade c) o princípio da individualização da pena
b) Princípio da Intervenção Mínima d) o princípio da insignificância
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade
d) Princípio da Adequação Social 19) No que tange ao princípio da
proporcionalidade, marque V ou F:
13) No direito penal militar não há aplicação ( ) É idêntico no crime penal comum e militar – rege
desse princípio. o julgador e as autoridades públicas responsáveis
a) Princípio da Legalidade pela execução penal.
b) Princípio da Intervenção Mínima ( ) Exige que se faça um juízo de ponderação sobre
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade a relação existente entre o bem jurídico lesionado (a
d) Princípio da Adequação Social gravidade do fato) e o bem de que pode alguém ser
privado (gravidade da pena).
14) Exemplo: hoje não existe mais o crime penal
de adultério, foi revogado em 2005, mesmo antes de 20) O Princípio da Responsabilidade Pessoal ou
ser revogado já não estava sendo considerado pelos da Intranscendência da Pena consiste em que
juízes. ninguém poderá responder pelo crime de outrem –
a) Princípio da Legalidade existe esse princípio no direito penal militar. Com
b) Princípio da Intervenção Mínima base nisso, analise o texto a seguir e assinale v ou F:
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade “Nenhuma pena passará da pessoa do condenado,
d) Princípio da Adequação Social podendo a obrigação de reparar o dano e a
decretação do perdimento de bens ser, nos termos
15) O estado só protege os bens jurídicos mais da lei, estendidas aos sucessores e contra eles
importantes, assim intervém só nos casos de maior executadas, até o limite do valor do dano” ( ).
gravidade.
a) Princípio da Fragmentariedade 21) No que pertine ao conceito de crime, marque
b) Princípio da Intervenção Mínima a alternativa correta:
c) Princípio da Lesividade ou ofensividade a) crime = fato típico + ilícito
d) Princípio da Adequação Social b) crime = fato atípico + ilícito
c) crime = fato típico + lícito
16) O caráter fragmentário do Direito Penal é a d) crime = tipo penal + ilícito
consequência da adoção de alguns princípios,
exceto o: 22) Constituem elementos do fato típico:
a) conduta humana - ação ou omissão 30) Ela se manifesta em decorrência da negligência,
voluntária imprudência e imperícia. Exige a previsibilidade.
b) resultado jurídico a) Culpa
c) nexo causal b) Dolo
d) atipicidade c) Ação
d) Vontade
23) A adequação de um fato a um tipo penal.
a) conduta humana - ação ou omissão 31) Marque V ou F:
voluntária ( ) Salvo os casos expressos em lei, ninguém pode
b) resultado jurídico ser punido por fato previsto como crime, senão
c) nexo causal quando o pratica dolosamente.
d) tipicidade ( ) O dolo - consiste na intenção de praticar o fato
descrito na lei penal. O agente quer ou assume o
24) Marque V ou F nas assertivas a seguir, que resultado.
tratam do Tipo Penal. 32) São excludentes de ilicitude, exceto:
( ) É a descrição feita pela lei de um fato, em a) Estado de necessidade
concreto, contrário à convivência harmoniosa da b) Defesa de interesse de outrem
sociedade. c) Exercício regular de direito
( ) O tipo pode ser um modelo, uma fórmula, que d) Estrito cumprimento do dever legal
serve para avaliar se determinada conduta é
repudiada pelo corpo social. 33) Com relação às excludentes de ilicitude, faça a
( ) O que não se ajusta ao tipo também pode ser correlação adequada:
crime. ( 1 ) Estado de Necessidade
( 2 ) Legítima Defesa
25) É o comportamento humano que provoca um ( 3 ) Estrito cumprimento do dever legal
resultado jurídico e é previsto na lei penal como ( 4 ) Exercício regular de direito
crime. Assim, o fato típico do homicídio é a conduta
humana que causa a morte de um homem. ( ) Considera-se quem pratica o fato para preservar
a) fato típico direito seu ou alheio, de perigo certo e atual, que não
b) tipo penal provocou, nem podia de outro modo evitar.
c) nexo causal ( ) Dois náufragos disputam a tábua de salvação,
d) ilícito que só tem para deles, e um deles sacrifica a vida do
outro para preservar a própria vida.
26) Se “A” esfaqueia “B” que vem a morrer em ( ) Entende-se nessa hipótese quem, usando
consequência das lesões. Nesse caso, estamos moderadamente dos meios necessários, repele
diante de um fato típico? ( ). injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou
de outrem.
27) Tratando de nexo causal, assinale V ou F: ( ) Não há crime quando alguém pratica os atos
( ) O resultado de que depende a existência do estritamente necessários para o cumprimento de um
crime somente é imputável a quem lhe deu causa. dever previsto em norma jurídica.
( ) Considera-se causa somente a ação sem a qual ( ) Em regra, abrangem os deveres de intervenção
o resultado não teria ocorrido. dos agentes públicos na esfera particular para
28) Marque V ou F: garantir o cumprimento da lei, o que autoriza a
( ) crime tentado - quando nele se reúnem todos realização justificada de algumas condutas, como
os elementos de sua definição legal. por exemplo, violação de domicílio, lesão corporal.
( ) crime consumado - quando, iniciada a execução, ( ) O executor do condenado a pena de morte.
não se consuma por circunstâncias alheias à ( ) Militar que mata na guerra
vontade do agente. ( ) O policial que efetua a prisão em flagrante de
( ) Não se pune a tentativa com a pena autor de crime.
correspondente ao crime. ( ) Prisão do militar desertor
( ) Na tentativa, aumenta-se de um a dois terços, ( ) O cumprimento de mandado de prisão, de busca
devendo o juiz, em quaisquer casos, aplicar a pena domiciliar e de interceptação telefônica, a busca
do crime consumado. pessoal
( ) Nessa causa de justificação, o sujeito usufrui de
29) Consiste na prática não intencional do delito, faltando uma faculdade conferida pelo ordenamento jurídico,
ao agente um dever de atenção e cuidado. desempenhando uma atividade ou realizando uma
a) Culpa conduta autorizada.
b) Dolo ( ) É necessário que o agente tenha consciência e
c) Ação vontade de agir de acordo com o direito,
d) Vontade respondendo pelo crime se houver intuito de
prejudicar (abuso de direito) ou pelo excesso, no
caso de irregular exercício ou se ultrapassar os ( ) Motim X Revolta – na revolta eles estão
limites objetivos da causa de justificação. armados.
( ) Só se aplica no regular exercício da advocacia.
( ) A opinião desfavorável de crítica literária, 39) Enumere as colunas adequadamente, de acordo
artística ou científica. com o tipo penal correspondente:
( ) A lesão decorrida da prática do esporte militar, ( 1 ) Motim
quando respeitadas as normas regulamentares e os ( 2 ) Organização de grupo para a prática de
costumes. violência
( ) Não prática crime de falso testemunho o médico ( 3 ) Omissão de lealdade militar
que se recusa a prestar depoimento para não revelar ( 4 ) Conspiração
segredo de que tomou conhecimento em razão de
sua função de médico. ( ) Reunirem-se militares ou assemelhados agindo
contra a ordem recebida de superior, ou negando-se
34) Há o excesso praticado nas excludentes de ilicitude. a cumpri-la.
Assim sendo, marque V ou F: ( ) Reunirem-se militares ou assemelhados
( ) No excesso culposo, o agente responde pelo recusando obediência a superior, quando estejam
fato, se este é punível, a título de culpa. agindo sem ordem ou praticando violência.
( ) É punível o excesso quando resulta de ( ) Reunirem-se militares ou
escusável surpresa ou perturbação de ânimo, em assemelhados assentindo em recusa conjunta de
face da situação. obediência, ou em resistência ou violência, em
comum, contra superior.
35) Marque V ou F: ( ) Reunirem-se militares ou assemelhados
( ) PNR: É atribuição do Oficial de Dia intermediar ocupando quartel, fortaleza, arsenal, fábrica ou
conflitos familiares nas residências militares. estabelecimento militar, ou dependência de qualquer
( ) Centros Sociais: não são áreas sob deles, hangar, aeródromo ou aeronave, navio ou
administração militar, logo, sujeitas aos preceitos viatura militar, ou utilizando-se de qualquer daqueles
castrenses – penais e disciplinares; locais ou meios de transporte, para ação militar, ou
( ) A vila residencial interna ao perímetro do prática de violência, em desobediência a ordem
CIAAR, em suas áreas comuns, está sujeita à superior ou em detrimento da ordem ou da disciplina
fiscalização e controle pela equipe de serviço. militar:
( ) A reforma é uma espécie de pena principal, ( ) Reunirem-se dois ou mais militares ou
prevista no CPM assemelhados, com armamento ou material bélico,
de propriedade militar, praticando violência à pessoa
36) São penas principais, previstas no CPM, exceto: ou à coisa pública ou particular em lugar sujeito ou
a) morte não à administração militar:
b) reclusão ( ) Crime militar de concurso necessário – autoria
c) detenção coletiva necessária – crime próprio de militares –
d) repreensão crime militar doloso.
( ) O material bélico tem que ser de propriedade
37) São penas principais, previstas no CPM, exceto: militar.
a) prisão ( ) Dois ou mais militares se reúnem com
b) impedimento armamento da propriedade militar e pratica violência
c) suspensão do exercício do posto, graduação, contra a coisa pública ou particular e o lugar pode
cargo ou função ser sujeito ou não à administração militar.
d) reserva não remunerada ( ) Violência pode ser contra pessoa ou coisa
pública ou particular.
38) Sabe-se que o Motim e a Revolta são crimes contra ( ) Não há causa de aumento de pena para os
a Autoridade ou Disciplina Militar. Nesse contexto, cabeças.
marque V ou F: ( ) Deixar o militar ou assemelhado de levar ao
( ) São crimes militares próprios e só podem ser conhecimento do superior o motim ou revolta de cuja
praticados por militares. preparação teve notícia, ou, estando presente ao ato
( ) É admissível a co-autoria e participação de civil, criminoso, não usar de todos os meios ao seu
ou seja, o civil pode ser coautor ou participe. alcance para impedi-lo.
( ) Motim e revolta são crimes dolosos e culposos e ( ) Não há causa de aumento de pena para os
são crimes de concurso necessários, pois exige a cabeças.
pluralidade de agentes. ( ) Não é um crime de concurso necessário e sim
( ) Militares fazendo greve – é crime militar de eventual.
motim. ( ) Há crimes militares que só podem ser praticados
( ) Se os militares estiverem armados – é crime por Comandante, ou só por Oficial. Esse pode ser
militar de revolta. aplicado por qualquer militar – desde Coronel a
soldado.
( ) Esse sujeito não faz parte nem do crime de
motim ou revolta – o tipo exige que o militar delate os 42) Marque V ou F:
outros militares. ( ) No crime de praticar violência contra superior,
( ) Deixar de: o crime é omissivo puro – não se este é comandante da unidade a que pertence o
admite a tentativa e é de mera conduta agente, ou oficial general, é crime qualificado.
( ) É quando dois ou mais militares se reúnem e ( ) No crime de praticar violência contra superior,
planejam o futuro motim ou revolta. se a violência é praticada com arma, a pena é
( ) Princípio da consunção – se for realizado o aumentada.
motim ou a revolta não ocorrerá esse crime. ( ) No crime de praticar violência contra superior,
a violência pode ser praticada com qualquer arma –
40) Enumere as colunas adequadamente, de acordo fogo ou branca – de propriedade militar ou particular.
com o tipo penal correspondente: ( ) No crime de praticar violência contra superior,
( 1 ) Incitamente se da violência resulta lesão corporal, aplica-se, o
( 2 ) Apologia de fato criminoso ou do seu autor princípio da consunção.
( 3 ) Violência contra superior ( ) No crime de praticar violência contra superior,
( 4 ) Violência contra militar de serviço qualquer lesão corporal. Além da pena de violência
contra superior também o crime contra a pessoa em
( ) Praticar violência contra oficial de dia, de serviço, concurso formal (somam-se as penas).
ou de quarto, ou contra sentinela, vigia ou plantão. ( ) O crime de violência contra militar de serviço é
( ) Incitar à desobediência, à indisciplina ou à crime militar próprio e o sujeito ativo só pode ser
prática de crime militar. militar.
( ) Na mesma pena incorre quem introduz, afixa ou ( ) O crime de violência contra militar de serviço é
distribui, em lugar sujeito à administração militar, um crime com a mesma pena que o de violência a
impressos, manuscritos ou material mimeografado, superior.
fotocopiado ou gravado, em que se contenha ( ) Para haver o delito consumado do delito de
incitamento à prática dos atos previstos no artigo. violência contra militar de serviço – basta que haja a
( ) Fazer apologia de fato que a lei militar considera violência, não precisa causar lesão corporal. Ex: se
crime, ou do autor do mesmo, em lugar sujeito à empurra já configura, as meras vias de fato já
administração militar. bastam.
( ) Praticar violência contra superior ( ) O crime de desrespeito a superior requer que
ocorra diante de outro militar.
41) Marque V ou F:
( ) Incitamento é diferente do art. 286 do Código 43) Enumere as colunas adequadamente, de acordo
Penal Comum. com o tipo penal correspondente:
( ) Incitamento é um crime militar próprio que pode ( 1 ) Desrespeito a superior
ser praticado por militar ou por civil – não é ( 2 ) Desrespeito a símbolo nacional
necessário o concurso necessário. ( 3 ) Insubordinação (desobediência)
( ) Incitamento de crime militar, desobediência ou ( 4 ) Publicação ou crítica indevida
indisciplina – pode ser praticado dentro ou fora de ( 5 ) Insubmissão
lugar sujeito à administração militar.
( ) Apologia – só pode ser em lugar sujeito da ( ) Desrespeitar superior diante de outro militar.
administração militar. ( ) Se o crime de desrespeito a superior é praticado
( ) No crime de praticar violência contra superior, contra o Cmte da OM a que pertence, oficial general,
não se aplica o Juizado Especial Criminal Federal ou oficial de dia, de serviço ou de quarto, a pena é
Estadual - mesmo que a pena máxima cominada não aumentada.
supere dois anos e nem seus institutos. ( ) Praticar o militar diante da tropa, ou em lugar
( ) O crime de praticar violência contra superior é sujeito à administração militar, ato que se traduza em
crime militar próprio de militar – exige sujeito ativo e ultraje a símbolo nacional
passivo militares. ( ) Recusar obedecer a ordem do superior sobre
( ) No crime de praticar violência contra superior, o assunto ou matéria de serviço ou relativamente a
quesito violência – poderá ser lesão corporal ou vias dever imposto em lei, regulamento ou instrução
de fato – tem que haver o contato físico – não ( ) Publicar o militar ou assemelhado, sem licença,
necessariamente precisa haver a morte. ato ou documento oficial, ou criticar publicamente ato
( ) No crime de praticar violência contra superior, de seu superior ou assunto atinente à disciplina
mesmo que a vítima não sofra nenhuma lesão é militar, ou a qualquer resolução do Governo
possível a consumação desse tipo penal. ( ) Deixar de apresentar-se o convocado à
( ) Capitão vai falar alguma coisa com o sargento e incorporação, dentro do prazo que lhe foi marcado,
o sargento empurra o capitão – já configura o crime ou, apresentando-se, ausentar-se antes do ato oficial
de praticar violência contra superior de incorporação
( ) Se ocorrer a ameaça não é violência!!! Haverá
o crime militar de ameaça. 44) Marque V ou F:
( ) Para que haja o crime de desrespeito a superior ( ) Abandonar, sem ordem superior, o posto ou
é necessário que tanto o ofensor, como o ofendido lugar de serviço que lhe tenha sido designado ou o
sejam militares, sendo dispensável que o ofensor serviço que lhe cumpria, antes de termina-lo.
saiba da condição hierárquica do ofendido, pois, ( ) Embriagar-se o militar, quando em serviço, ou
mesmo se o agente desconhece a condição de apresentar-se embriagado para presta-lo.
superior, há de se considerar o crime. ( ) Dormir o militar, quando em serviço, como oficial
( ) O crime de desrespeito a símbolo nacional é de quarto ou de ronda, ou em situação equivalente,
crime militar próprio e só pode ser praticado por ou, não sendo oficial, em serviço de sentinela, vigia,
militar – sujeito ativo. plantão „as máquinas, ao leme, de ronda ou em
( ) O crime pode ser praticado de duas formas qualquer serviço de natureza semelhante
diferentes – poderá ser diante da tropa, dentro ou
fora sujeito à administração militar; ou em lugar 46) Enumere as colunas adequadamente, de acordo
sujeito à administração militar. com o tipo penal correspondente:
( ) No crime de insubordinação a pena é de ( 1 ) Desacato a superior
impedimento. ( 2 ) Desacato a militar
( ) No crime de insubmissão a pena é de ( 3 ) Desobediência
impedimento. ( 4 ) Ingresso clandestino
( ) O crime de deserção caracteriza-se pelo fato de ( ) Desacatar superior, ofendendo-lhe a dignidade
ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em ou o decoro, ou procurando deprimir-lhe a
que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por autoridade.
até oito dias. ( ) Desacatar militar no exercício de função de
( ) No crime de deserção, a contagem do prazo natureza militar ou em razão dela.
inicia-se a zero hora do dia seguinte ao da ( ) Desobedecer a ordem legal de autoridade
verificação da ausência. O 8º dia é contado por militar.
inteiro, esgotando-se às 24 (vinte e quatro) horas do ( ) Penetrar em fortaleza, quartel, estabelecimento
8º dia de ausência. militar, navio, aeronave, hangar ou em outro lugar
( ) O militar indiciado ou acusado do delito de sujeito à administração militar, por onde seja defeso
deserção tem direito à liberdade provisória, assim ou não haja passagem regular, ou iludindo a
como ao condenado é concedida a suspensão vigilância da sentinela ou de vigia.
condicional da pena. 47) Marque V ou F:
( ) Deserção em tempo de guerra os prazos ( ) Embora seja muito parecido com o crime de
dobram. desrespeito a superior, o desacato é ofender,
( ) O crime de deserção admite suspensão humilhar, constranger com palavras de baixo escalão
condicional da pena, já o crime de abandono de ou procurando reprimir sua autoridade.
posto não admite. ( ) No crime de desacato a militar, temos um crime
( ) Nem todos os crimes militares se aplica o militar que pode ser praticado por qualquer pessoa,
Juizado Especial. ou seja, militar ou civil são sujeitos ativos.
( ) No crime de descumprimento de missão, é
dispensável que a missão seja compatível com o 48) Com relação ao APF (Auto de Prisão em Flagrante),
posto, a patente ou a condição de praça, além disso, a prisão em flagrante, como toda e qualquer prisão
é necessário observar a legalidade da missão, provisória, só se justifica se tiver um caráter
incluindo-se aqui a competência da autoridade que _________; do contrário, haverá desrespeito à
a ordenou. Constituição Federal
( ) No crime de embriaguez em serviço, o STM e a) Provisório
STJ entendem que pode ocorrer por qualquer meio b) Permanente
idôneo, até pelo olho, inclusive por testemunha, não c) Cautelar
precisa comprovar pelo bafômetro nem pelo sangue. d) Político
( ) Embriaguez em serviço é crime de mera
conduta e de perigo abstrato. 49) Marque V ou F, nas assertivas abaixo que tratam do
APF:
45) Enumere as colunas adequadamente, de acordo ( ) A cautelaridade do APF existirá muito além das
com o tipo penal correspondente: hipóteses em que a prisão for necessária para
( 1 ) Abandono de Posto preservar a instrução criminal ou para assegurar a
( 2 ) Embriaguez em serviço aplicação da lei penal.
( 3 ) Dormir em serviço ( ) O APF, se não for para preservar a instrução
( 4 ) Exercício de comércio por oficial criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal, a
( ) Comerciar o oficial da ativa, ou tomar parte na prisão implicaria verdadeira antecipação da pena,
administração ou gerência de sociedade comercial, conflitando, assim, com o art. 5º, LVII, que “ninguém
ou dela ser sócio ou participar, exceto como será considerado culpado até o trânsito em julgado
acionista ou cotista em sociedade anônima, ou por de sentença penal condenatória.
cotas de responsabilidade limitada
( ) Lavra-se o APF até mesmo para crimes militares ( ) Dá-se tal denominação à prisão daquele que é
com penas até 02 anos, pois não se lavra TCO perseguido logo após o ato delituoso, em situação
(Termo Circunstancial de Ocorrência) – instituto da que faça presumir ser o autor da infração.
Lei n.º 9.099/95 – não são aplicados aos crimes da ( ) Pouco importa esteja o agente em legítima
competência da Justiça Militar defesa, estado de necessidade ou qualquer outra
( ) Nas infrações permanentes, considera-se o excludente de ilicitude; para a configuração do
agente em flagrante delito enquanto não cessar a estado de flagrância em sentido próprio basta esteja
permanência. ele praticando, ou tenha acabado de praticar, um fato
( ) Ninguém será preso senão em flagrante delito típico. Não há necessidade de serem examinados,
ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade naquele instante, todos os elementos
judiciária competente, salvo nos casos de integralizadores da infração.
transgressão militar ou crime, definidos em lei. ( ) Embora a situação de flagrância ocorra, em seu
sentido estrito, quando o agente está cometendo
50) Considera-se em flagrante delito, exceto: ilícito, a lei considera também como flagrante próprio
a) está cometendo o crime. quem acabou de praticar a infração.
b) acaba de cometê-lo. ( ) Ocorre quando o agente é perseguido, logo
c) é perseguido logo após o fato delituoso em após cometer o ilícito, em situação que faça presumir
situação que faça acreditar ser ele o seu autor. ser o autor da infração.
d) é encontrado, logo depois, com instrumentos, ( ) Não basta uma perseguição desordenada, sem
objetos, material ou papéis que não façam presumir saber qual pessoa está sendo perseguida.
a sua participação no fato delituoso. ( ) É necessário “que as circunstâncias que cercam
a perseguição o coloquem em situação que faça
51) Considerando a aplicação do APF, a casa é asilo presumir ser ele o autor da infração.
inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo ( ) Está perseguição deve ser incessante,
penetrar sem consentimento do morador. Há independentemente se durar horas ou dias, devendo
exceções a essa regra, dentre as quais não é uma ser realizada a prisão em qualquer local.
delas: ( ) Se durante a perseguição, o autor do delito
a) caso de flagrante delito ou desastre entrar em uma residência, com intuito de se
b) para prestar socorro esconder, e o morador não permitir o acesso? Serão
c) durante o dia, por determinação judicial convocadas duas testemunhas, e entrará na
d) a qualquer hora do dia, por determinação judicial residência à força, arrombando a porta se preciso, e
efetuará a prisão. E se for à noite, o executor tornará
52) Qualquer pessoa poderá e os militares deverão a casa incomunicável e quando amanhecer,
prender quem for _________ ou __________, ou arrombará a porta e entrará na casa.
seja encontrado em flagrante delito. ( ) É a pessoa encontrada “logo depois”, com
a) desertor e insubordinado instrumentos, armas, objetos, ou papéis que façam
b) desertor e extraviado presumir ser ele o autor da infração.
c) ausente e desertor ( ) Ocorre uma ficção jurídica, para equiparar esta
d) insubmisso ou desertor hipótese, ao flagrante próprio.
( ) A pessoa não foi pega cometendo, ou acabou
53) Com relação aos flagrantes facultativos e de cometê-lo, nem perseguido logo após de cometer
compulsórios, faça a correlação adequada: o delito, mas sim é preso em flagrante delito, pela
( 1 ) Facultativo presunção de ser ele o autor do delito, devido aos
( 2 ) Compulsório objetos encontrados em seu poder.

( ) É qualquer pessoa do povo, prende se quiser, 55) No APF, a prisão em flagrante apresenta
se prender está no exercício regular de prender em características, dentre as quais não é uma
flagrante. delas:
( ) Qualquer militar tem o dever de prender em a) ato administrativo,
flagrante qualquer pessoa que esteja cometendo b) medida cautelar de natureza processual que
crime militar. necessita de ordem escrita
c) necessidade social de fazer cessar a prática
54) Com relação às espécies de flagrante, aplicáveis criminosa e perturbação da ordem jurídica
também ao APF, faça a correlação adequada: d) providência acautelatória no interesse da
( 1 ) Flagrante Próprio ordem pública
( 2 ) Flagrante Impróprio
( 3 ) Flagrante Presumido ou Ficto 56) A competência para instauração do APF no
( ) É aquele em que o agente é surpreendido âmbito do COMAER será sempre:
praticando a infração penal, isto é, surpreendido no a) exclusiva do Comandante da OM.
instante mesmo da prática da infração, ou, então, b) exclusiva do Oficial de Dia, que age
quando acaba de cometê-la como longa manus do Comando.
c) do Comandante da OM ou do Oficial de Dia, que ( ) Informar a prisão, dentro de 24 horas, ao juiz
age como longa manus do Comando competente (auditor militar da circunscrição onde
d) do oficial designado pela autoridade competente ocorreu a prisão.
(Presidente do APF) ( ) É fundamental obedecer a todos os prazos,
dentre os quais: de 48 horas para entrega da nota de
57) São etapas para o APF: culpa; 10 dias para encerramento das diligências
a) captura ou prisão; condução coercitiva à complementares e remessa à Auditoria Militar (CJM).
autoridade; lavratura do auto de prisão em flagrante; 62) Com relação à Nota de Culpa no APF,
termo e recibo de entrega do preso; nota de culpa; marque V ou F:
recolhimento ao cárcere. ( ) A nota de culpa, além de conter os motivos da
b) recolhimento ao cárcere, captura ou prisão; prisão, possibilitando ampla defesa do acusado, tal
condução coercitiva à autoridade; lavratura do auto como a determina a CR/88, e constituindo um
de prisão em flagrante; termo e recibo de entrega do obstáculo ao abuso das detenções ilegais, deve
preso; nota de culpa referir também o nome do condutor e o das
c) captura ou prisão; lavratura do auto de prisão em testemunhas, e ser assinada pela autoridade que
flagrante; condução coercitiva à autoridade; termo e lavrou o auto.
recibo de entrega do preso; nota de culpa; ( ) Imediatamente após a prisão, será dada ao
recolhimento ao cárcere. preso nota de culpa assinada pela autoridade, com o
d) captura ou prisão; termo e recibo de entrega do motivo da prisão, o nome do condutor e
preso; condução coercitiva à autoridade; lavratura do testemunhas.
auto de prisão em flagrante; nota de culpa;
recolhimento ao cárcere. 63) Por ocasião da “busca” de militar preso, o
conducente deverá ficar atento a alguns itens,
58) Marque V ou F: exceto:
( ) Efetuada a prisão em flagrante, o preso, ou a) Original do APF
conduzido, deverá ser apresentado à autoridade b) Nota de Culpa
competente por aquele que efetuou a prisão c) Exame de Corpo de Delito
d) Termo e Recibo de entrega do preso
59) Com relação ao APF, no que tange à ordem
de oitiva, assinale a alternativa correta: 64) Com relação à atuação do Advogado e do
a) O conduzido (o preso) / As testemunhas / O Oficial de Justiça no âmbito do APF, marque V ou F:
condutor (aquele que efetuou a prisão) ( ) “A prisão de qualquer pessoa e o local onde se
b) O condutor (aquele que efetuou a prisão) / As encontre serão comunicados imediatamente ao juiz
testemunhas / O conduzido (o preso) competente e à família do preso ou à pessoa por ele
c) As testemunhas / O condutor (aquele que efetuou indicada; o preso será informado de seus direitos,
a prisão) / O conduzido (o preso) entre os quais o de permanecer calado, sendo-lhe
d) Com base na presunção de inocência, é assegurada a assistência da família e de advogado.”
irrelevante a ordem de oitiva ( ) O Advogado tem direito garantido por lei de
comunicar-se com seu cliente e ter acesso ao APF.
60) Com relação às assinaturas do APF: ( ) Frustrar o acesso dos advogados ao APF
a) Todos assinam, inclusive as testemunhas caracteriza “Abuso de Autoridade”
presenciais.
b) Apenas o preso e a autoridade que lavrou o a 65) No APF, cuidados básicos devem ser
APF assinam observados. Marque V ou F::
c) Somente a autoridade que lavrou o APF assina ( ) se o alvará é legítimo
d) Assinam o condutor, o conduzido e a autoridade ( ) se o preso responde por mais de um crime ou
que lavrou o APF transgressão disciplinar além daquele que motivou o
alvará de soltura
61) Com relação às formalidades do APF, ( ) Compete à autoridade Administrativa Militar
marque V ou F: discutir ordem judicial ou procastiná-la.
( ) Apresentado o preso ao comandante ou ao ( ) Por ocasião do recebimento do Alvará de
oficial de dia, de serviço ou de quarto, ou autoridade Soltura, a autoridade judiciária militar poderá
correspondente, ou à autoridade judiciária, será, por pesquisar sobre sua legitimidade
qualquer deles, ouvido o condutor e as testemunhas ( ) Após a confirmação da autenticidade do alvará,
que o acompanharem, bem como inquirido o o Oficial-de- Dia deverá ligar para a Direção da OM,
indiciado sobre a imputação que lhe é feita, e informando as providências adotadas.
especialmente sobre o lugar e hora em que o fato ( ) Após o contato com a SIJ, o Oficial-de-Dia
aconteceu, lavrando-se de tudo auto, que será por poderá acompanhar o Oficial de Justiça até ao
todos assinado. xadrez, para efetivar o cumprimento da ordem
judicial e colocar o preso em liberdade.
66) O alvará de soltura poderá chegar a OM: c) Transgressão
a) via Oficial de Justiça ou por fax ou e-mail d) Crime
b) apenas por Oficial de Justiça
c) apenas por ofício externo 07) Aquele que leva ao conhecimento da autoridade
d) apenas por intimação judicial competente a ocorrência verificada.
a) Informante
Questionário - Sindicância b) Noticiante
c) Comunicante
1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES d) Ofendido

01) É todo ato praticado ou medida adotada no 08) É o ato de comunicação escrito, praticado pelo
âmbito da sindicância com vistas à elucidação dos sindicante, para comunicar um ato processual.
fatos apurados. a) Intimação
a) Diligência b) Parte
b) Intimação d) Notificação
c) Convocação d) Ofício
d) Ocorrência
09) É a pessoa física ou jurídica atingida pela
02) Oitiva de testemunhas, acareações, expedição ocorrência.
de documentos, consulta a peritos, oitiva do a) Noticiante
sindicado, dentre outros, constituem-se como: b) Testemunha
a) Diligências c) Sindicado
b) Intimações d) Ofendido
c) Audiências
d) Procedimentos 10) Profissional apto tecnicamente a proceder
exames que exijam conhecimentos altamente
03) Ato formal e escrito, pelo qual o sindicante dá especializados.
ciência a alguém de ato, fato ou procedimento a) Perito
praticado ou a ser realizado, visando permitir, além b) Autoridade Instauradora
do conhecimento, o exercício do contraditório e c) Sindicante
ampla defesa. d) Legista
a) Diligência
b) Intimação 11) Na sindicância, o relatório:
c) Convocação a) É a parte integrante dos autos da sindicância que
d) Ocorrência consiste na exposição descritiva do histórico dos
fatos, das provas produzidas e das conclusões a que
04) Na intimação, o sindicante dá ciência: se chegou, de forma sintética.
a) a autoridade somente dos atos, fatos ou b) É a parte integrante dos autos da sindicância que
procedimentos praticados. consiste na exposição dissertativa do histórico dos
b) apenas ao ofendido, ao noticiante e às fatos, das provas produzidas e das conclusões a que
testemunhas de ato, fato ou procedimento praticado se chegou, de forma analítica.
a ser realizado. a) É a parte integrante dos autos da sindicância que
c) a alguém de ato, fato ou procedimento praticado consiste na exposição descritiva do histórico dos
ou a ser realizado. fatos, das provas produzidas e das conclusões a que
d) somente à autoridade instauradora de ato, fato ou se chegou, de forma analítica.
procedimento praticado a ser realizado. b) É a parte integrante dos autos da sindicância que
consiste na exposição dissertativa do histórico dos
05) A intimação visa: fatos, das provas produzidas e das conclusões a que
a) permitir exclusivamente o exercício do se chegou, de forma sintética.
contraditório e ampla defesa.
b) permitir, além do conhecimento, o exercício do 12) No relatório da sindicância, há como
contraditório e ampla defesa. consequência:
c) permitir exclusivamente o conhecimento. a) sugestão do procedimento a ser aplicado ao caso,
d) permitir apenas o exercício da ampla defesa. ou o arquivamento do feito.
b) o encaminhamento à autoridade instauradora
06) É a suposta irregularidade verificada no âmbito c) apenas a sugestão de arquivamento do feito
da jurisdição da OM, que envolva bem ou agente da d) determinação do procedimento a ser aplicado ao
Administração Pública, a ser levada ao caso, ou o arquivamento do feito.
conhecimento da autoridade competente.
a) Ocorrência 13) É a pessoa a quem se imputa a prática da
b) Alteração ocorrência apurada no âmbito da sindicância.
a) Noticiante ( ) A autoridade que tiver ciência de qualquer
b) Ofendido irregularidade ou desconformidade que não constitua
c) Testemunha crime, desde que tenha sido possível a imediata
d) Sindicado identificação da autoria do fato, bem como de sua
completa materialidade, na sua área de
14) Sindicância: responsabilidade, é obrigada a adotar as medidas
a) É o procedimento formal, apresentado por escrito necessárias à apuração mediante processo de
ou verbalmente, que tem por objetivo a apuração das sindicância.
ocorrências, as quais, caso confirmadas, poderão ( ) Na hipótese da questão anterior, sendo o caso de
ensejar a abertura do competente processo adotar as medidas necessárias à apuração mediante
disciplinar, administrativo ou criminal. processo de sindicância, tal fato deverá ser
b) É o procedimento formal, apresentado por escrito, comunicando, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas,
que tem por objetivo a apuração das ocorrências, as ao Comandante, Chefe, Diretor ou Secretário da OM
quais, caso confirmadas, deverão ensejar a abertura ao qual o envolvido estiver subordinado, no caso de
do competente processo disciplinar, administrativo militar de outra OM.
ou criminal. ( ) Concluída a sindicância, os autos serão
c) É o procedimento formal, apresentado por escrito, remetidos à autoridade competente, para adoção das
que tem por objetivo a apuração das ocorrências, as medidas cabíveis.
quais, caso confirmadas, resultarão no arquivamento ( ) Concluída a sindicância, os autos serão
do feito. arquivados e a conclusão informada à autoridade
d) É o procedimento formal, apresentado por escrito, competente, para adoção das medidas cabíveis.
que tem por objetivo a apuração das ocorrências, as a) F–V–V-F
quais, caso confirmadas, poderão ensejar a abertura b) V–F–V-F
do competente processo disciplinar, administrativo c) V–V–F-V
ou criminal. d) F–F–V-F

15) É o agente designado pela autoridade


competente para instauração da sindicância, ficando 2 PROCEDIMENTOS
encarregado pela sua condução.
a) Sindicante 20) A sindicância será instaurada:
b) Sindicado a) em 10 dias corridos
c) Autoridade Instauradora b) em 15 dias corridos
d) Comandante da OM c) em 30 dias corridos
d) logo após o conhecimento da ocorrência.
16) É a pessoa ou agente que ateste a veracidade
de um ato ou que preste esclarecimentos acerca de 21) A sindicância será instaurada:
fatos apurados no âmbito da sindicância. a) mediante portaria do sindicante.
a) Noticiante b) mediante portaria emitida pela autoridade
b) Ofendido competente, publicada em Boletim Interno da OM.
c) Testemunha c) mediante publicação em Boletim Interno da OM.
d) Sindicado d) mediante portaria do sindicante, publicada em
Boletim Interno da OM.
17) Com relação à competência para a instauração
de sindicância, aponte a alternativa incorreta: 22) A portaria deverá indicar:
a) do Comandante da Aeronáutica, no âmbito do a) o posto ou a graduação e o nome completo do
COMAER. escrivão.
b) do oficial-general. b) o posto ou a graduação e o nome completo do
c) do Comandante, Chefe, Diretor ou Secretário de sindicado.
OM, no âmbito da respectiva organização militar. c) o posto ou a graduação e o nome completo do
d) Secretario de Economia e Finanças da sindicante, do escrivão, quando houver, e do
Aeronáutica. sindicado, desde que conhecido.
d) o posto ou a graduação e o nome completo do
18) O Diretor de Ensino da Aeronáutica, Maj Brig sindicante, do escrivão, quando houver, e do
Mesquita tomou conhecimento de uma suposta sindicado, desde que conhecido, bem como a
irregularidade no âmbito das dependências do descrição do fato a ser apurado.
HAAF. Esta autoridade possui competência para
instaurar a devida sindicância? ( ) 23) A sindicância tem, em regra:
a) caráter ostensivo
19) Marque V ou F nas assertivas abaixo e assinale b) caráter reservado
a alternativa correta: c) caráter sigiloso
d) caráter confidencial
canto superior direito e em ordem crescente,
24) Com relação ao caráter da sindicância: excluída a capa do processo.
a) pode a autoridade instauradora determinar, de
forma clara, devidamente fundamentada, e 28) O sindicante será:
considerando o fato em apuração, o grau de sigilo a) obrigatoriamente oficial, podendo, eventualmente,
necessário à adequada apuração dos fatos. ser suboficial ou sargento, desde que com
b) deve a autoridade instauradora determinar, precedência hierárquica em relação ao sindicado,
considerando o fato em apuração, o grau de sigilo determinado pela autoridade instauradora
necessário à adequada apuração dos fatos. competente.
c) deve a autoridade instauradora determinar, de b) prioritariamente oficial, podendo, eventualmente,
forma clara, devidamente fundamentada, e ser suboficial ou sargento aperfeiçoado, desde que
considerando o fato em apuração, o grau de sigilo com precedência hierárquica em relação ao
necessário à adequada apuração dos fatos. sindicado, determinado pela autoridade instauradora
b) pode a autoridade instauradora determinar, competente.
considerando o fato em apuração, o grau de sigilo c) obrigatoriamente oficial, podendo, eventualmente,
necessário à adequada apuração dos fatos. ser suboficial ou sargento aperfeiçoado, desde que
com precedência hierárquica em relação ao
25) O grau de sigilo da sindicância: sindicado, determinado pela autoridade instauradora
a) poderá ser alterado durante o trâmite do processo competente.
administrativo, caso julgue necessário e em d) prioritariamente, oficial, podendo, eventualmente,
conformidade com o Código de Processo Penal ser suboficial ou sargento, desde que com
Militar. precedência hierárquica em relação ao sindicado,
b) deverá ser alterado durante o trâmite do processo determinado pela autoridade instauradora
administrativo, caso julgue necessário e em competente.
conformidade com a Lei de Acesso à Informação.
c) poderá ser alterado durante o trâmite do processo 29) O sindicante:
administrativo, caso julgue necessário e em a) deverá, em todos os casos, valer-se de um
conformidade com a Lei de Acesso à Informação. escrivão para auxiliá-lo no exercício de suas
d) deverá ser alterado durante o trâmite do processo atribuições, desde que designado pela autoridade
administrativo, caso julgue necessário e em competente.
conformidade com o Código de Processo Penal b) poderá, caso julgue necessário, valer-se de um
Militar. escrivão para auxiliá-lo no exercício de suas
atribuições, desde que designado pela autoridade
26) Quando o fato apurado não configurar infração competente.
disciplinar, indício ou efetivo dano ao erário, ilícito c) poderá, caso julgue necessário, valer-se de um
penal ou qualquer outra irregularidade, a sindicância: escrivão para auxiliá-lo no exercício de suas
a) será encaminhada à autoridade instauradora para atribuições, independente de designação pela
deliberação. autoridade competente.
b) será convolada em IPM d) deverá, em todos os casos, valer-se de um
c) não poderá ser encerrada. escrivão para auxiliá-lo no exercício de suas
d) será arquivada por determinação da autoridade atribuições, independente de designação pela
competente. autoridade competente

27) Todas as peças dos autos da sindicância 30) Quando o sindicado for oficial:
deverão: a) o escrivão será oficial subalterno
a) ser reunidas em um só processo, com as folhas b) o escrivão será oficial intermediário
numeradas e rubricadas pelo sindicante e pelo c) o escrivão será oficial
escrivão, se houver, no canto superior direito e em d) o escrivão será oficial superior
ordem crescente, a partir da capa do processo, que
constitui a folha nº 1. 31) Nos casos em que o sindicado for oficial
b) ser reunidas em um só processo, com as folhas superior, nos moldes do sindicante:
numeradas e rubricadas apenas pelo sindicante, no a) o escrivão será conforme a designação feita pela
canto superior direito e em ordem crescente, a partir autoridade instauradora
da capa do processo, que constitui a folha nº 1. b) o escrivão será conforme a precedência
c) a) ser reunidas em um só processo, com as folhas hierárquica
numeradas e rubricadas pelo sindicante e pelo c) não haverá escrivão
escrivão, se houver, no canto superior direito e em d) o escrivão será do mesmo posto do sindicante
ordem crescente, excluída a capa do processo.
d) ser reunidas em um só processo, com as folhas 32) Quando o sindicado for praça, o escrivão será:
numeradas e rubricadas apenas pelo sindicante, no a) graduado, observado o círculo hierárquico ao qual
pertence o sindicado.
b) cabo, soldado, taifeiro, sargento ou suboficial, ( ) O sindicante, mesmo se julgar necessário à
observado o círculo hierárquico ao qual pertence o instrução da sindicância, não poderá ouvir outras
sindicado. testemunhas.
c) cabo, sargento ou suboficial, independente do ( ) O termo de inquirição das testemunhas deverá
círculo hierárquico ao qual pertence o sindicado. ser anexado ao da inquirição do ofendido e do
d) cabo, sargento ou suboficial, observado o círculo sindicado.
hierárquico ao qual pertence o sindicado. ( ) As testemunhas do noticiante, do ofendido e do
sindicado, bem como aquelas eventualmente
33) Quando o escrivão não constar da portaria de indicadas pelo Sindicante serão ouvidas depois do
instauração da sindicância: sindicado.
a) o sindicante deverá solicitar à autoridade a) V–V–F–F–V
competente a sua designação. b) F–F–F–V–F
b) caso necessário, o sindicante poderá designá-lo. c) V–F–F–F–F
c) caso necessário, o sindicante poderá solicitar à d) F–F–V–F–V
autoridade competente a sua designação.
d) Não há a hipótese de sindicância sem o escrivão. 37) A ausência do sindicado na sessão de
interrogatório:
34) Com relação à questão anterior; a) será comunicada, via ofício, à autoridade
a) essa designação será por meio de ofício e a instauradora.
autoridade competente o providenciará por portaria a b) constará de termo nos autos.
publicada em boletim interno. c) será apurada imediatamente pelo sindicante.
b) a solicitação de designação será por meio de d) resultará na suspensão da sindicância até que ele
ofício e a autoridade competente o designará por compareça.
portaria publicada em boletim interno.
c) a solicitação de designação será feita nos próprios 38) Quando a testemunha deixar de comparecer
autos da sindicância. para depor, ou comparecer e se recusar a depor, o
d) a designação será feita nos próprios autos da sindicante:
sindicância. a) lavrará termo circunstanciado e mencionará tal
fato no relatório.
35) Marque V ou F e assinale a alternativa correta: b) comunicará, via ofício, imediatamente, à
( ) O escrivão prestará compromisso de manter o autoridade instauradora.
grau de sigilo da sindicância e de cumprir fielmente c) lavrará termo circunstanciado.
as determinações desta Instrução no exercício de d) comunicará, via parte, imediatamente, à
suas atribuições. autoridade instauradora.
( ) O noticiante, o ofendido e as testemunhas
deverão ser ouvidos após o sindicado. 39) O Sindicante deverá informar à
( ) Caso o noticiante ou o ofendido se recuse a testemunha que, no caso de faltar com a
depor, o sindicante deverá lavrar competente termo, verdade, estará incorrendo no crime:
encaminhando-o à autoridade instauradora para a) de falso testemunho.
conhecimento e adoção das providências cabíveis. b) de falsidade ideológica
( ) O sindicante poderá alertar o noticiante e as c) de obstrução de justiça
testemunhas sobre possível consequência de seus d) de falsidade de informações
atos na esfera penal, disciplinar e administrativa, em
caso de falsidade de suas alegações. 40) Marque V ou F e, a seguir, assinale a
a) V – F – V - F alternativa correta;
b) F – V – F - V ( ) Caso a pessoa ouvida seja analfabeta
c) F – F – V - V ou não possa assinar o termo, o sindicante
d) V – F – F - F deverá pedir a alguém que o faça por ela.
( ) Depois de lido na presença de ambos,
36) Marque V ou F e assinale a alternativa correta: será lavrado o respectivo termo com o
( ) O sindicante também deverá advertir o motivo do impedimento e, caso não seja
sindicado e as testemunhas para que se atenham indicada pelo depoente a pessoa para
apenas às perguntas formuladas pelo sindicante assinar em seu nome, deverá ser
durante os depoimentos, evitando comentários consignado o fato nos autos.
inadequados, ofensivos ou pejorativos. ( ) São proibidas de depor as pessoas que,
( ) O noticiante, o ofendido e o sindicado poderão em razão de função, ministério, ofício ou
apresentar ou acrescentar informações para o profissão, devam guardar segredo, mesmo
esclarecimento dos fatos, indicando cada um 05 se na hipótese de desobrigadas pela parte
(cinco) testemunhas, requerendo a juntada de interessada, quiserem dar o seu testemunho.
documentos ou indicando as fontes onde poderão
ser obtidos.
( ) As testemunhas serão ouvidas individualmente, d) F–V–F–F–F
de modo que uma não conheça o teor do
depoimento da outra. 45) As inquirições serão feitas pelo sindicante e
a) V – F – V - V versarão sobre todos os fatos que julgar importantes
b) F – F – F - F para elucidação do objeto da sindicância:
c) F – V – V - V a) sendo obrigatório, porém, o uso de recursos de
d) V – F – F - F gravação, que torna mais autêntica a reprodução do
que foi declarado.
41) Os depoimentos serão tomados durante o dia, no b) sendo proibido, porém, o uso de recursos de
período compreendido: gravação.
a) entre 08:00h e 18:00h, independente da situação. c) aconselhando-se, porém, o uso de recursos de
b) entre 08:00h e 18:00h, salvo em caso de urgência gravação, que torna mais autêntica a reprodução do
inadiável, devidamente justificada pelo sindicante em que foi declarado.
termo constante dos autos. d) aconselhando-se, porém, o uso de recursos de
c) entre 08:00h e 18:00h, salvo em caso de urgência gravação, que não interfere na autenticidade da
inadiável, independente de justificativa pelo reprodução do que foi declarado.
sindicante.
d) entre 08:00h e 18:00h, salvo quando requerido 46) O uso de recursos de gravação, quando
pelas partes, devidamente justificado pelo sindicante utilizados:
em termo constante dos autos. a) poderá ser comunicado pelo sindicante ao
inquirido.
42) Na hipótese da questão anterior, tal situação b) deverá ser comunicado pelo sindicante ao
deverá ser informada, ________________ , à inquirido.
autoridade instauradora, por meio de ________ c) deverá ser autorizado pela autoridade
contendo as razões e justificativas do sindicante pela instauradora.
realização do ato. d) poderá ser autorizado pela autoridade
a) imediatamente / ofício instauradora..
b) em 24 horas / parte
c) em 48 horas / ofício 3 PRAZOS
d) em momento oportuno / ofício 47) A sindicância deverá ser instaurada pela
autoridade competente:
43) Será _________ a realização de acareação a) logo após o conhecimento da ocorrência.
sempre que houver divergência em declarações b) dentro de 24 horas da ocorrência
prestadas sobre o fato. c) em até 30 dias da ocorrência
a) admitida d) em momento oportuno
b) obrigatória
c) inadmitida 48) O prazo de execução dos trabalhos:
d) dispensada a) terá início na data da portaria de instauração
b) terá início na data de publicação da portaria no
44) Marque V ou F e, a seguir, assinale a alternativa BCA.
correta: c) terá início na data do Boletim Interno da OM.
( ) O sindicante, ao realizar a acareação, d) terá início na data de publicação da portaria no
perguntará aos depoentes os pontos em que Boletim Interno da OM.
divergem os depoimentos.
( ) No decorrer da sindicância, se for verificado 49) Na contagem dos prazos:
algum impedimento do sindicante, este levará o fato a) esta não sofre solução de continuidade
ao conhecimento da autoridade instauradora, para b) excluir-se-á a data da publicação em Boletim
designar, por meio de portaria, novo sindicante para Interno da OM e incluir-se-á a do vencimento.
concluí-la. c) excluir-se-á a data da publicação em Boletim
( ) A testemunha prestará declarações oralmente, Interno da OM
salvo se for muda, quando, então, as perguntas d) incluir-se-á a do vencimento
serão feitas e respondidas por escrito.
( ) Se a testemunha for surda-muda, as perguntas 50) Os prazos terão início e término:
serão formuladas por escrito, e por escrito serão a) em dia de expediente na OM.
dadas as respostas. b) em qualquer dia da semana
( ) Caso a testemunha não saiba ler ou escrever, c) de segunda a sexta-feira
intervirá no ato, como intérprete, pessoa habilitada a d) ininterruptos
entendê-la.
a) V – V – F – F - F 51) A autoridade instauradora fixará na portaria o
b) F – V – F – V – V prazo _______________ para a conclusão da
c) V – V – F – V – V sindicância.
a) máximo de 30 dias corridos 58) Cumpridas as diligências complementares, a
b) 30 dias corridos autoridade instauradora, no prazo de ____, dará
c) mínimo de 30 dias úteis solução à sindicância.
d) máximo de 30 dias úteis a) 5 dias corridos
b) 10 dias corridos
52) O prazo poderá ser prorrogado _________, por c) 15 dias corridos
solicitação do sindicante, devidamente d) 15 dias úteis
fundamentada e a critério da autoridade
instauradora, que levará em consideração 4 ATRIBUIÇÕES
_____________ do fato a ser apurado.
a) uma única vez / a complexidade 59) Tão logo tenha conhecimento de sua designação
b) quando necessário / a necessidade para sindicante e de posse dos dados e dos
c) uma única vez / a necessidade documentos necessários à elaboração da
d) quando necessário / a complexidade sindicância, o sindicante deverá observar os
seguintes procedimentos, exceto:
53) A solicitação de prorrogação de prazo deverá ser a) lavrar o termo de abertura da sindicância.
feita_________, no __________ de antecedência da b) intimar, por meio de parte, o ofendido, a(s)
data fixada para sua conclusão. testemunha(s) e o sindicado para os depoimentos,
a) oral ou por escrito / máximo com 48 horas contendo na intimação do sindicado os atos e fatos
b) por escrito / mínimo com 72 horas que a ele são imputados.
c) oral ou por escrito / mínimo com 48 horas c) informar ao sindicado que, caso queira, poderá
d) por escrito / máximo com 24 horas fazer a apresentação de defesa escrita na data de
seu depoimento.
54) A prorrogação do prazo deverá ser feita d) fixar prazos e horários.
mediante:
a) portaria, publicada em Boletim Interno da OM. 60) O sindicante deverá observar os seguintes
b) ofício do sindicante à autoridade instauradora. procedimentos:
c) publicação em Boletim Interno da OM. a) ouvir o sindicado, o ofendido e a testemunha,
d) ato do sindicante, reduzido a termo. nesta ordem.
b) Todos os depoimentos devem ser acompanhados,
55) O prazo máximo de apuração não poderá no máximo, por duas testemunhas, indicadas pelo
ultrapassar: sindicante, as quais assinarão o termo de inquirição
a) 60 dias corridos. juntamente com o sindicado.
b) 45 dias corridos c) havendo noticiante, este será ouvido antes do
c) 30 dias corridos ofendido, da testemunha e do sindicado.
d) 75 dias corridos d) acarear os depoentes que tiverem divergido em
quaisquer partes, lavrando o termo de acareação.
56) Recebidos os autos, a autoridade competente
instauradora, no prazo de __________, dará solução 61) O sindicante deverá observar os seguintes
à sindicância procedimentos, exceto:
a) 10 dias corridos a) apreender os instrumentos e todos os objetos que
b) 10 dias úteis tiverem relação com o fato, se for o caso.
c) 15 dias corridos b) concluir, em caso de acidente ou incidente, se
d) 15 dias úteis esse foi objeto de serviço ou não.
c) determinar, em seu parecer, o fornecimento do
57) Ainda com relação à questão anterior, ASO caso fique comprovado o acidente ou incidente
alternativamente, independentemente do prazo em serviço.
máximo de apuração (60 dias corridos), a autoridade d) manter a autoridade instauradora informada de
competente determinará que sejam feitas diligências todas as averiguações efetuadas no curso da
complementares, fixando novo prazo: sindicância.
a) mediante ofício, que não poderá exceder 10 dias
úteis. 62) O sindicante deverá observar os seguintes
b) mediante portaria, que não poderá exceder 15 procedimentos, exceto:
dias corridos. a) encerrar a apuração com um relatório completo e
c) mediante ofício, que não poderá exceder 15 dias objetivo, contendo o parecer conclusivo sobre a
corridos. elucidação do fato.
d) mediante portaria, que não poderá exceder 10 b) elaborar o termo de encerramento dos trabalhos
dias úteis. referentes ao fato e remeter os autos à autoridade
instauradora.
c) encaminhar os autos à autoridade instauradora d) se houver indícios de infração penal, instaurar,
para conclusão, podendo esta concordar ou não com obrigatoriamente, IPM de acordo com a IMA 111-1
o parecer do sindicante. “Inquérito Policial Militar”;
d) proceder ao reconhecimento de pessoas ou de
coisas, se for o caso. 67) Marque V ou F:
( ) A autoridade instauradora poderá se for
4.2 DA AUTORIDADE INSTAURADORA constatada transgressão disciplinar, aplicar os
63) A autoridade instauradora fixará, na portaria de procedimentos previstos na Portaria nº 782/GC3, de
instauração: 10 de novembro de 2010.
a) o sindicante e o escrivão, bem como o prazo para ( ) se houver indício, ou efetivo dano ao erário,
conclusão da sindicância. aplicar, também, os procedimentos recomendados
b) o sindicante, bem como o prazo para conclusão na ICA 174-3, para apuração do seu valor, indicação
da sindicância. dos seus responsáveis e indicação de elementos de
c) o sindicante, o escrivão, se for o caso, bem como prova que afastem o nexo causal dos agentes e o
o prazo para conclusão da sindicância. resultado danoso.
d) o sindicante e o escrivão.
68) Caso haja indícios de existência de infração
64) Marque V ou F e, a seguir, assinale a alternativa penal militar:
correta: a) a autoridade competente sugerirá a instauração
a) A autoridade competente que decidirá sobre a de IPM, após proferir a solução da sindicância, a
sindicância será sempre aquela que a instaurou, qual será utilizada como peça informativa do
devendo fazer publicar a solução em Boletim Interno inquérito.
ostensivo ou sigiloso, conforme o caso, e definir o b) o Comandante da OM determinará a instauração
local onde será arquivada. de IPM, após proferir a solução da sindicância, a
b) A autoridade competente que decidirá sobre a qual será utilizada como peça informativa do
sindicância será o Comandante da OM, devendo inquérito.
fazer publicar a portaria de solução em Boletim c) a autoridade competente determinará a
Interno ostensivo, conforme o caso, e arquivar os instauração de IPM, após proferir a solução da
autos, preferencialmente, na SIJ. sindicância, a qual será utilizada como peça
c) A autoridade competente que decidirá sobre a informativa do inquérito.
sindicância será sempre aquela que a instaurou, d) o Comandante da OM sugerirá a instauração de
devendo fazer publicar a solução em Boletim Interno IPM, após proferir a solução da sindicância, a qual
ostensivo, conforme o caso, e arquivar os autos, será utilizada como peça informativa do inquérito.
preferencialmente, na SIJ.
d) A autoridade competente que decidirá sobre a 69) Para que os prazos sejam rigorosamente
sindicância será o Comandante da OM, devendo cumpridos, _________, deverá(ão),
fazer publicar a portaria de solução em Boletim obrigatoriamente, ser afastado(s) de sua(s)
Interno ostensivo, conforme o caso, e definir o local ___________ estabelecidas pelo seu órgão de
onde será arquivada. origem ______________.
a) o sindicante e o escrivão, se houver / tarefas
65) Marque V ou F: funcionais e escalas de serviço / enquanto durarem
( ) A solução da sindicância deverá indicar os fatos os trabalhos.
apurados, bem como ser explícita, clara, coerente e b) o sindicante/ tarefas funcionais e escalas de
devidamente fundamentada. serviço / durante 30 dias.
c) o sindicante e o escrivão / tarefas funcionais /
66) A autoridade instauradora poderá adotar as enquanto durarem os trabalhos.
seguintes medidas, exceto: d) o sindicante e o escrivão, se houver / escalas de
a) se houver necessidade de realização de novas serviço / durante 30 dias.
diligências para a obtenção de maiores
esclarecimentos do fato, restituir os autos ao 5 CONTRADITÓRIO E AMPLA DEFESA
sindicante. 70) O sindicado tem o direito de:
b) após o término da sindicância, caso se trate de ato a) acompanhar o processo, apresentar defesa prévia
demeritório de militar da ativa, comunicar à e alegações finais.
autoridade competente, para que sejam adotadas as b) arrolar testemunhas e assistir aos depoimentos.
medidas pertinentes. c) solicitar reinquirições e requerer perícias.
c) se no transcurso da sindicância, ou após a sua d) juntar documentos e obter cópias de peças dos
conclusão, ficar comprovada a responsabilidade de autos.
servidor do COMAER e, após ter sido este notificado e) todas as opções estão corretas.
pelo sindicante para prestar esclarecimentos, a
autoridade instauradora deverá adotar, se for o caso, 71) O sindicado não tem o direito de:
as providências previstas na Lei nº 8.112. a) formular quesitos em carta precatória
b) formular quesitos em carta rogatória vista, ou cópias do procedimento, em local
c) formular quesitos em prova pericial _________ e na presença_______.
d) requerer o que entender necessário ao exercício a) poderá / a qualquer momento do pleito /
de seu direito de defesa. designado pelo sindicante / do sindicante
b) poderá / em momento definido / designado pelo
72) Marque V ou F: sindicante / da autoridade instauradora
( ) O sindicante poderá indeferir, mediante decisão c) deverá / em momento definido / designado pelo
fundamentada, pedido do sindicado, que atente sindicante / da autoridade instauradora
contra a moral, a saúde, a segurança individual ou d) deverá / a qualquer momento do pleito / designado
coletiva, e hierarquia, ou a disciplina pela autoridade instauradora / do sindicante
( ) O sindicante poderá indeferir, expressamente,
pedido do sindicado quando o seu objeto for ilícito, 6 DISPOSIÇÕES FINAIS
impertinente, desnecessário, protelatório ou de
nenhum interesse para o esclarecimento dos fatos. 78) Após a publicação da solução da sindicância, o
sindicado terá:
73) Dentre as hipóteses nas quais o sindicante a) 05 dias corridos para recorrer.
poderá indeferir pedido do sindicado, exclui-se a b) 10 dias corridos para recorrer
seguinte opção: c) 05 dias úteis para recorrer
a) quando o seu objeto for ilícito d) 10 dias úteis para recorrer
b) quando o seu objeto for impertinente
c) quando o seu objeto for desnecessário 79) Após a publicação da solução da sindicância, o
d) quando o seu objeto for de pouco interesse para o sindicado terá o prazo previsto na ICA 111-2 para
esclarecimento dos fatos. recorrer da decisão. Esse recurso se dá:
a) por meio de pedido de reconsideração.
74) Dentre as hipóteses nas quais o sindicante b) por meio de pedido de reapreciação
poderá indeferir pedido do sindicado, exclui-se a c) por meio de pedido de representação
seguinte opção: d) por meio de apelação
a) atente contra a moral, a hierarquia, ou a disciplina.
b) atente contra a saúde e a segurança individual ou 80) O recurso tratado nas duas questões anteriores
coletiva. será direcionado:
a) quando o seu objeto for protelatório. a) ao CMTAER
d) todas opções estão corretas b) ao Cmt da OM
c) à autoridade instauradora
75) O sindicado _________ realizar a sua própria d) à autoridade seguinte na cadeia de comando
defesa, sendo-lhe __________, em _____________,
constituir advogado para assisti-lo. 81) A ____________ apreciará o pedido de
deverá / facultado / fase final da sindicância reconsideração no prazo de __________ a contar
poderá / compulsório / qualquer fase da sindicância _________.
deverá / compulsório / fase inicial da sindicância a) autoridade seguinte na cadeia de comando / 10
poderá / facultado / qualquer fase da sindicância dias úteis / da interposição do pedido.
b) autoridade instauradora / 10 dias corridos / da
76) Marque V ou F e, a seguir, assinale a alternativa publicação em boletim interno.
correta: c) autoridade instauradora / 10 dias corridos / da
( ) o advogado do sindicado deverá presenciar os publicação em boletim interno.
atos de inquirição do seu cliente, mas não das d) autoridade seguinte na cadeia de comando / 15
testemunhas dias corridos / da interposição do pedido.
( ) o advogado do sindicado poderá acompanhar os
demais atos da sindicância, sendo-lhe permitido 82) Marque v ou F:
durante as oitivas interferir nas perguntas e ( ) A autoridade competente para decidir o recurso
respostas administrativo poderá confirmar, modificar, anular ou
( ) o advogado do sindicado deve, ao final da revogar, total ou parcialmente, a decisão recorrida no
inquirição, fazer, diretamente, as perguntas de prazo de 10 dias corridos.
interesse da defesa.
a) V – V - V 83) Após publicação definitiva da solução, a
b) V – F - V sindicância:
c) F – V - F a) deverá ser arquivada, exclusivamente, em setor
d) F – F - F determinado pelo Comandante, Chefe, Diretor ou
Secretário de OM em cuja jurisdição a sindicância
77) O sindicado, bem como o advogado por ele tenha sido realizada.
constituído, _______ ainda, ___________, requerer b) deverá ser arquivada, exclusivamente, na Seção
de Investigação e Justiça (SIJ).
c) deverá ser arquivada na Seção de Investigação e
Justiça (SIJ) ou em outro setor determinado pelo
Comandante, Chefe, Diretor ou Secretário de OM em
cuja jurisdição a sindicância tenha sido realizada.
d) poderá ser arquivada em qualquer OM.

84) Caso possam ser identificadas, de imediato, a


autoria, a materialidade do fato e a quantificação do
dano:
a) mesmo assim haverá a necessidade de abertura
de sindicância, independente do procedimento mais
adequado que o caso comporte.
b) mesmo assim haverá a necessidade de abertura
de sindicância, sendo dispensado o procedimento
adequado que o caso comporte.
c) a sindicância será encaminhada à autoridade
instauradora.
d) não haverá necessidade de abertura de
sindicância, podendo ser determinado, diretamente,
o procedimento mais adequado, nos moldes das
alíneas “c” (PAD),”d” (IPM), “e” (FATD) e “f” (TCA,
PARE, PARE-PESSOAL, TCE) do item 4.2.2.1 desta
ICA.

Você também pode gostar