Você está na página 1de 3

Manuel Joaquim de Sousa Pereira

Tese de Doutoramento

A GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES E


LIDERANÇA PESSOAL

Departamento de Ciencias da Comunicación

Facultade de Ciencias da Comunicación

Director: José Miguel Túñez López

Departamento de Ciencias da Comunicación

Universidade de Santiago de Compostela

Maio de 2014
O estilo administrativo/ senhor é caraterizado por serem pessoas que
gostam de controlar, de autogerir e de gerir os outros, pensa logicamente
na procura constante de resultados sem ter em conta os sentimentos das
outras pessoas.

1.2.1.5. Agressividade, Assertividade e Passividade

A agressividade na comunicação tem, como ideia fundamental, o contra-


ataque comunicacional, ou seja, impõe a sua vontade e convicção sem
respeito e consideração pela escuta e compreensão de ideias divergentes
e por vezes contraditórias

Na generalidade das situações esta falta de aceitação e compreensão de


ideias das restantes pessoas pode gerar incompreensões, desconfianças,
inimizades e incompreensão, o que na prática pode levar a gerar violência
na comunicação, dificultando o que em comunicação é essencial que é a
compreensão mútua.

A passividade é entendida como uma aceitação das mensagens, ideais e


comportamentos onde impera, de certa forma, uma dificuldade latente em
apresentar o contraditório, argumentar e persuadir procurando transmitir
tudo o que sente, deixando-se intimidar perante outro interlocutor ou a
própria comunidade.

Neste sentido, o ato de comunicação torna-se assertivo e


verdadeiramente interessante quando os próprios indivíduos através da
partilha de tudo o que se pretende por em comum, defendendo os seus
interesses, desejos, intenções e preocupações para com a comunidade,
consegue interagir de forma cordial, encontrando o equilíbrio necessário
para expressar, dinamizar todo o seu potencial comunicacional, sendo
entendido e aceite pelos outros e pela comunidade.

Rego (2007, p. 256) explica os conceitos de passividade, agressividade e


assertividade da seguinte forma,

70
“- A PASSIVIDADE caracteriza-se por um comportamento tímido e
recaído. A pessoa tem dificuldade em defender os seus interesses,
em comunicar o que pensa e em mostrar desacordo com os outros.
Assim, acaba por encorajar as outras pessoas a tomarem vantagem
sobre si e a desrespeitarem-na.

- A AGRESSIVIDADE consiste em defender atacando. A pessoa é


expressiva e autoafirmativa, mas expensas dos outros. Procura
alcançar o que pretende, mas negando aos seus interlocutores o
controlo sobre o resultado…Todavia, gera desconfianças, inimizades
e, mais cedo ou mais tarde, induz respostas igualmente agressivas
dos seus interlocutores.

- A ASSERTIVIDADE consiste em defender a esfera individual, de


forma direta, aberta e honesta, mas sem abusar da esfera individual
do interlocutor. Baseia-se no princípio segundo o qual temos o direito
de expressar e defender o que pretendemos, mas sem violar o direito
dos outros a expressarem-se e a serem tratados com dignidade e
respeito”

Segundo o autor, estas três perspetivas de interação ao nível da


comunicação revelam, de certa forma, e na generalidade, como o
indivíduo se relaciona com a sociedade estabelecendo a ligação entre a
esfera individual e o todo coletivo.

Facilmente se observa que a assertividade comunicacional, consistindo


na defesa daquilo que cada pessoa é, pensa e transmite, e ajustando-se
de forma continuada ao meio ambiente, aos hábitos, tradições, costumes
da própria sociedade, procurando constantemente defender a sua
essência como ser humano, sem por em causa o direito de outrem é e
continuará a ser a busca constante do entendimento mútuo.

1.2.2. A Comunicação Oral

A expressão oral sendo a interação mais utilizada e a mais antiga forma


de expressão humana, até mesmo antes de qualquer inscrição,

71

Você também pode gostar