Você está na página 1de 2

Endereço da página:

https://novaescola.org.br/conteudo/5907/danca-e-
movimento

Publicado em NOVA ESCOLA 02 de Setembro | 2017

Educação Física

Dança e Movimento
professor

Objetivo(s)

- Descrever e demonstrar danças conhecidas.

- Conhecer seus contextos de criação e de prática.

- Reconhecer a atividade como um patrimônio cultural.

Conteúdo(s)

- Conhecimento sobre a origem e as características das danças.

- Técnicas específicas das danças vivenciadas pelos alunos.

Ano(s)

6º, 7º, 8º, 9º

Tempo estimado

Três aulas

Material necessário

Folha de papel pardo.

Cds.

Desenvolvimento

1ª etapa

Em uma conversa com os alunos descubra as danças conhecida por eles, depois peça mais informações
como, os ritmos citados, a época, etc. Pedir que os alunos escolham uma dança e por meio de pesquisa
respondam algumas perguntas:
* Como surgiu?

* Qual significado?

* Como se dança?

2ª etapa

Pedir para os alunos fazer uma pequena demonstração das danças citadas,
apos discutir coma turma suas opiniões.

Avaliação

Realizar um bate-papo onde todos os alunos devem participar, e pedir que


eles exponham suas opiniões de como viam a dança antes e como veem
agora.

Flexibilização

Alunos com deficiência intelectual costumam aprender melhor com a


repetição de atividades. Por isso, antes de dar início à sequência didática,
recomende que ele entre em contato com diferentes danças no contraturno,
na sala de recursos. Apresente filmes e figuras. Também vale questionar
quais são as músicas favoritas do aluno. Caso ele apresente dificuldades para
expressar preferências, faça com que ele escute diferentes estilos musicais e
indique quais mais gostou. O aluno com deficiência intelectual também pode
participar das demonstrações de dança. Amplie o tempo da atividade para
que ele ensaie com os colegas. Se ele tiver algum comprometimento motor,
pode ser conduzido por um colega. Sugira que o aluno com deficiência
intelectual também ensine gestos à turma nas vivências de diferentes danças.
Amplie o tempo da etapa de pesquisa, pois é importante que o aluno repita
ações e estabeleça relações com o cotidiano (pesquisar com a família, por
exemplo, é uma boa alternativa). A visita a um local onde se dança vai ajudar
muito o aluno com deficiência intelectual. Estimule-o a dar sua opinião e a
fazer perguntas. Avalie se ele evoluiu nos conhecimentos que tinha da dança
e conseguiu acompanhar alguns dos movimentos.

Deficiências

Intelectual

Créditos: Marcos Garcia Formação: Professor da Faculdade de Educação da


USP.

Você também pode gostar