Você está na página 1de 12

Universidade Católica de Santos

RELATÓRIO SOBRE O FILME: O TURSTA

Yuri gyorgy

Santos
2011
YURI GYORGY
CURSO DE PSICOLOGIA

RELATÓRIO SOBRE O FILME: O TURSTA

Relatório do filme: O turista apresentado à


disciplina de Estagio Básico I, curso Superior
de Psicologia, Universidade Católica de
Santos - Unisantos.

Professor: Iara Candida Chelela Genovese

Santos
2011
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO
................................................................................................................................
4
RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES PROPOSTAS
................................................................................................................................
5
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...............................................................................
INTRODUÇÃO
O presente relatório tem como objetivo sanar as questões propostas pela Profª
Iara Candida Chelela Genovese, perante o filme: O Turista (refilmagem do filme
Frances Anthony Zimmer de 2005), distribuído no Brasil pela Sony Pictures, tendo
como diretor: Florian Henckel Von Donnersmack, Fotografia de John Seale e com
Angelina, Johnny Depp e Paul Bettany.
O enredo não foge muito do original tendo sua historia principal seguindo o mesmo
rumo tendo pequenas mudanças no jogo de cenas e é claro alteração do nome das
personagens, contudo a essência do file permanece a mesma, filme conta historia de um
turista americano chamado Frank que parte de improviso para uma viagem a Europa
para tentar curar um coração “partido” pela perda de um grande amor, ao decorrer do
filme Frank começa a desenvolver uma relação de afeto com Elise, uma mulher
misteriosa dotada de beleza extraordinária que vem sendo vigiada pela policia,
propositalmente ela cruza seu caminho, temos ai uma receita perfeita para um filme de
romance e um cenário que faria jus ao mesmo porem ao longo do desenrolar de um
intenso romance ambos são envolvidos em um intrigante jogo mortal de suspense,
mistérios e perseguições.
RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES PROPOSTAS: Em Relação a Frank.
No trem
I
Frank demonstra surpresa na expressão de seu rosto ao ver Elise pêra
primeira vez no trem, aparentemente ao olhar para ela e perceber que a
mesma estava olhando para ele também ele reage com surpresa, espanto
diante da bela mulher e se aproximava dele e conforme essa aproximação
aumenta ate o ponto de ela se sentar a frente dele, Frank fica desconcertado
sem jeito como se n soubesse o que fazer a ponto de se desculpar por nada e
logo após tentar contornas essa desculpa explicando sobre seu cigarro
eletrônico.

II
Quando Elise pergunta a Frank “há um homem em minha vida?”, mais uma
vez ele demonstra ficar desconcertado surpreso e por alguns instantes fica
imóvel aparentemente processando em sua mente a situação todo o contexto
do que estava se passando naquele vagão de trem, porem desta vez pode se
enxergar na sua expressão fácil um leve sorriso, um leve tom de alegria como
se ele encarasse tal pergunta como um convite para possivelmente ele ser o
este homem, a resposta de Frank “vamos esperar para ver” é dita de forma
agradável a ele com um ar de que ele pudesse se convencer que tal mulher
estivesse lhe dado uma chance de aproximação mais intima.

III
Frank ao dizer para Elise que foi deixado por uma mulher demonstrar uma
expressão facial de profunda melancolia, pensativo, triste e um tanto
conformado como se não pudesse fazer mais nada.

IV
Após jantar durante a despedida Frank agradece a Elise esse agradecimento
pode ser interpretado como uma forma de gratidão o simples fato de ela ter lhe
proporcionado companhia, ter se aproximando dele sem explicação nenhuma
aparentemente, lhe dado a oportunidade de jantar com ela e ter demonstrado
sentimentos ao saber que Frank deu a entender que acabara de sair de um
relacionamento, mais adiante ele se afasta dela indo buscar sua bagagem e
para por um breve instante e fica a olhar para Elise, um olhar pensativo
distante imaginativo dando a entender que ele Pensava se a veria de novo
algum dia ou que mistérios se escondiam por trás daquela bela mulher que tão
repentinamente aparecera em sua vida e a estava simplesmente a deixando
uma breve passagem.

No Hotel Daniele
I
No cheek-in do hotel Daniele, Frank demonstra-se incomodando com o
“encanto” do recepcionista para com Elise, dando a entender que ele se sentiu
enciumado e irritado, diante da atitude daquele homem, que não procurou
conter seu fascínio perante Elise em nenhum momento mesmo ela tendo
apresentado Frank como seu esposo.

II
Frank aparentemente estava intrigado com tudo aquilo e de certo modo
intimidado e fascinado ao mesmo tempo com o luxo do hotel, demonstrando
que nunca estivera em um lugar como aquele, dado certo momento ele vê o
reflexo de Elise no espelho do quarto através da sala, esta estava admirando
as jóias e vestidos do armário do hotel, diante da bela visão que Le teve dela
ele diz em um tom irônico “é mesmo um excelente hotel não”, essa fala pode
ser interpretada como uma expressão indireta de admiração dele para coma
beleza dela e também uma tentativa de não deixar transparecer o qual
diferente para ele era estar naquele lugar.

III
Ao ver Elise arrumada para o jantar Frank se sente abalado desconcertado
diante de tamanha beleza e acaba dizendo “Fuck” palavra da língua inglesa
ligada diretamente ao ato sexual e expressões extremas de admiração e
surpresa demonstrados por ele diante da visão que teve de Elise, diante disso
Frank comete uma confusão de linguagem dizendo que Elise estava ávida, um
adjetivo de desejo intenso, cobiça ambição e logo é corrigido por Elise quando
a mesma diz que ela estava deslumbrante e que ele estava ávido e Frank
concorda coma correção demonstrando explicitamente que ele esta ávido de
desejo por ela e avia cometido essa troca como um ato falho da expressão de
seu vontade de que ela também o desejasse e que se desejo pudesse ser
saciado.

IV
No jantar Frank ao ver o olhar distante de Elise pergunta “quem é Ele “no
intuito de saber quem é que causava aquele sentimento de saudade nos olhos
daquela bela mulher e quem teria deixado os caros presentes no armário do
hotel par ela, Frank demonstra interesse em saber como ele se parece e
quando ela o define como “diferente”, Frank fica pensativo por uns instantes e
diz que isso é bom e tenta argumentar que ele também é diferente, no intuito
de que isso faça com que ela se aproxime mais dele.

V
Quando Elise fala em ter tentado aceitar os dois lado de seu ausente
companheiro, Frank faz uma expressão pensativa e deveras intrigante ao coçar
o bigode, aparentemente ele estaria pensado: o que teria feto esse homem de
tão inaceitável? qual a definição de lado bom e lado mau? e talvez pensasse
como poderia agir de forma a se aproximar mais de Elise, sabendo mais do
homem em que ela tanto pensa, diante disso ele pergunta “como ele é” no
intuito de saber mais sobre esta pessoa.

VI
Após ver pela sacada que estava sendo vigiada Elise recebe um elogio de
Frank, e corresponde com um beijo, um beijo de toque leve sutil, porem sedutor
que inspira desejo e vontade na pessoa beijada, durante o beijo eles são
fotografados pelas pessoa que vigiavam Elise, o beijo poderia ser parte da
encenação para fazer as pessoas acreditarem que ele era marido dela, pois
logo após sair da visão das câmeras Elise diz que teve um dia cheio e vai se
deitar e já insinua que Frank dormira no sofá, fato esse que o deixou
extremamente intrigado, pois não era de se esperar após o beijo que ela deu
nele que ela fosse tão direta na imposição de ir se deitar e deixá-lo dormindo
no sofá, Frank de demonstrou tão confuso e ficou submisso e sem reação
diante desse fato não dizendo nem fazendo nada ate ela adentrar ao quarto,
alguns instantes após isso ele se aproxima da porta e ate começa a girar a
maçaneta mais para na metade e desiste, seu olhar pensativo intrigante
demonstrar que ele não avia processado e entendido tudo que se passava e
preferiu hesita adentrar aos aposentos de Elise e não desrespeitar a imposição
indireta dela para que ele dormisse no sofá, parecia que Le não estava
confiante e nem determinado o suficiente para tentar lago de tamanha ousadia.

No Barco
I
Apos ser perseguido pro assassinos, ser preso e “vendido” para eles, Frank é
resgatado por Elise em uma intensa perseguição de barco pelos canais de
Veneza, após se livrarem dos assassinos Elise destranca as algemas de Frank
com um grampo, e este pergunta p ela em um tom irônico “então é assim que
se abre uma tranca... como você aprendeu isso, o real objetivo de sua pergunta
era saber o porquê de tudo isso estar acontecendo, quem era realmente Elise,
porque o estavam perseguindo porque tudo aquilo estava acontecendo com
ele.

II
No barco Frank pergunta a Elise se ela poderia ter por ele o mesmo
sentimento que nutre por Alexander, e ele diz que n se arrepende de te-la
beijado , ressaltando de apesar de tudo que ele passou e ela ter dito q foi por
causa do beijo que ela lhe deu , valei a pena, demonstrando interesse pro ela e
um sentimento de afeto muito grande.

III/IV
Frank usa de marketing pessoa ao fazer perguntas a Elise que poderiam
comprara-lo a Alexander, e ressaltar qualidades dele que se assemelhariam as
qualidades que Elise aprecia em Alexander, Frank faz isso com o objetivo de
seduzi-la de levá-la a gostar dele, fazer com que ela enxergue que ele pode ser
melhor do que Alexander e assim criar nela um sentimento de desejo por ele.

No Baile
I
No baile quando Elise diz que Frank não deveria estar La, ele retruca dizendo
que aquele era o único lugar em que ele deveria estar ele diz isso porque
queria reafirmar que desejava estar com ela ficar com ela que n importavam os
risco, queria demonstrar como que o fato de ter conhecido ela mudou ele e
como ele poderia ser o homem que ela desejava o homem que ela queria.

II
Frank diz a Elise que Alexander Pearce não viria ao baile, para mostrar que
Pearce não estava La não estaria la mais ele Frank estava e estava disposto a
ficar com ela a lutar por ela e se arriscar.

III
Frank não queria sair do baile sem Elise, por se preocupar com o bem estar
dela, pode desejar estar com ela quere conquistar aquela mulher que avia
mudado sua vida ele estava apaixonado determinado e queria levá-la com ele,
precisava levá-la com ele, por amor, por paixão.

IV
Frank estava disposto a se arriscar por Elise, mesmo sendo risco de vida ou
morte por que aquela mulher ávida mudado sua perspectiva de vida, avia lhe
conquistado, mudado todo seu contexto de existência todo seu significado, feito
mudar e isso fez crescer um sentimento dentro dele de tamanha intensidade
que valeria a pena morrer pela chance de ficar com Elise.

V
Frank mesmo depois de Elise dizer duas vezes que o amava ainda queria
saber o que ela sentia por Pearce, no começo desta cena pode aparentar que
ele pergunta isso para se sentir seguro dos sentimentos dela, porem ao final da
cena a conclusão da trama desvendamos que Frank e Pearce são a mesma
pessoa o que nos faz entender que ele só perguntou isso para saber se mesmo
ele tendo seduzido-a com sua nova personalidade se ela ainda o amava e a
afirmação dela de que amava os dois foi a prova final do Amor dela por ele.
Em Relação à Elise.

I
Elise se aproximou do turista com ar insinuante, sedutor procurou um homem
com um perfil visivelmente vulnerável um alvo fácil que se encaixasse nos pare
metros que lhe foram dados na carta de inicio ela o estava usando e ate se
divertia com isso.

II
Durante a ceia em Veneza Elise de mostrava mais carinhosa com o Turista, de
certo medo ela estava cativada por ele, pelo sei jeito e aos poucos se deixou
aproximar e se envolver.

III
Elise pode ter tido a idéia de beijá-lo com o propósito de usá-lo mais se
envolveu com o beijo e por isso buscou se afastar quando sentiu que poderia
render-se a ele de alguma forma, entrou no quarto mais esperava que ele
tentasse entrar, olhou para a maçaneta virando e parou prestou atenção e ao
deitar na cama estava com um olhar pensativo como se estivesse imaginado
como seria estar ao lado do turista na cama.

IV
Elise arriscou-se para salvar o Turista por que alem de ter o senso de dever de
ter colocado ele nessa situação ele já nutria um afeto forte por ele, um carinho
um sentimento que estava se intensificando a ponto dela arriscar a vida dela
por ele.

V
Elise não demonstra estranhar as habilidade do Turista porque acredito que a
afeição que ela sentia por ele anexada à lembrança do Pearce faziam com que
de certa forma ela projetasse nele ima imagem semelhante a do seu amado
assim ela não estranhava habilidade dele, pois essas seriam comum sem eu
amado Pearce.
VI
Na madrugada após o resgate de Frank a atitude de Elise estava mais intensificada para
com ele demonstrava sentimento e um receio em deixá-los transparecer, queria
preservar a vida dele se afastar dele para que nada de mal acontecesse com ele porque já
tinha ciência de que os sentimentos que ela tinha por ele se tronaram forte demais.

VII
Quando Elise diz a Frank para que ele volte a America da nitidamente visível tristeza
em seu olhar, um pouco de hesitação como se ela estivesse dividida em não querer que
ele fosse embora, mais acreditando que isso fosse o melhor para ele ela deveria
convencê-lo disso, seu olhar já demonstrava o sofrimento e a dualidade de sentimentos
que ela passava nesse momento e a saudade que sentiria dele caso ele fosse embora.

VIII
Elise era uma profissional uma agente que teve sua conduta profissional mudada
alterada por um motivo, que ao longo do filme nos faz acreditar que foi o amor, o
diferente, o impulsivo a figura daquele ontem a fascinava tanto a seduzia tanto que feria
ela dar sua vida por ele e ela enxergava isso no turista essa semelhança e ele vendia isso
pra ela por isso a mudança de usá-lo apenas como uma peça do plano para aproximar
mais dele e se preocupar mais com ele.

IX
No momento em que Elise viu Frank no baile e este disse a ele que conseguiu entrar
dizendo que veio vigiar sua mulher que estava la dentro, Elise estava tão espantada com
a presença dele, tão maravilhada com aquele fato inesperado e ao mesmo tempo tão
nervosa a ponto de não ter achado estranho o jeito com que ele adentrou a festa.

X
Durante o baile Elise se demonstra desesperada coma presença de Frank no baile com
medo de que algo de ruim aconteça com ele ela acaba confessando tudo a ele com o
intuito de fazer ir embora para sua própria segurança
XI
No final após a resolução de todo o mistério Elisa fica um tempo parada comum ar
enigmático tentado entender tudo que aconteceu como aquelas duas pessoas
aparentemente diferentes poderiam ser a mesma? Como o homem que ela ama poderia
ter planejado e feito tudo isso e entendendo que enfim ela conseguira amar os dois lados
de seu amado.

Interesses relacionados