Você está na página 1de 15

A importância do uso de tecnologias em sala de

aula nos anos finais do Ensino Fundamental


Autor: Katia Cristina Trigueiro Afonso1
Tutor externo: Debora Grei do Nascimento2
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Curso Formação Pedagógica em Historia (FF05899) – Estagio Curricular Obrigatório I
07/06/2021

RESUMO

O presente tema foi escolhido através da necessidade de contribuir com a educação mais
significativa de nossos alunos, no uso das tecnologias nas salas de aula das séries finais do
ensino fundamental e auxiliar, ampliar os conhecimentos adquiridos, multiplicando saberes
para os professores de nossa escola. Neste contexto, o presente trabalho tem o objetivo geral
investigar o uso da TDIC`S pelos professores das series finais do ensino fundamental,
especificando identificar como os professores administram a inclusão digital em sala de
aula; verificar a percepção dos professores sobre a inclusão digital e sua repercussão
pedagógica; perceber a importância das tecnologias no ambiente escola. A pesquisa
desenvolvida se baseia em um referencial teórico, pesquisa elaborada através de livros,
artigos, revistas especializadas em educação, em sites científicos na internet, relacionado a
importância do uso das tecnologias nas salas do ensino fundamental II, e levantamento de
dados através de aplicação de questionários aos professores, elaborado a partir da literatura
estudada e dos objetivos da pesquisa.

Palavras-chave: Tecnologia. Professor. Aprendizagem.

1 INTRODUÇÃO

Muitos professores tem uma visão simples sobre o uso das tecnologias em sala de aula
e esperam encontrar uma receita correta para lidar com este desafio. A tecnologia vem
adquirindo cada vez mais espaço nas salas de aula. Além de um meio de aprendizagem, é
utilizada também como forma de interação entre professor e professor, e também professor e
aluno, transformando a escola em ambiente atrativo, interessante a todos.
O presente trabalho trata do tema da ação pedagógica dos professores perante as
tecnologias digitais da informação e comunicação, nas salas de aula, em especial na Escola
Estadual professora Maria da Graça Nogueira - Ensino Fundamental II, na cidade de Maués –
1
Katia Cristina Trigueiro Afonso; katia – cris-2@hotmail.com
2
Debora Grei do Nascimento – Polo Maués - AM; E-mail: Debora_grei@hotmail.com
AM, objetivando investigar o uso das TDIC's pelos professores das séries finais do Ensino
Fundamental.
Faz-se importante destacar a Área de Concentração: Dinâmicas do Ensino em Historia, ao
Programa de Extensão - Metodologias e Estratégias de Ensino /Aprendizagem ao Projeto de Extensão
- Práticas Pedagógicas na Educação Básica em tempos de Ensino a Distância e o Produto Virtual:
Trilha Pedagógica que nortearam o referido trabalho.
Discutiremos a importância das tecnologias no ambiente escolar, fazendo um enfoque ao
computador e internet, os problemas na integração das tecnologias na educação e o professor e as
tecnologias.

Enfim, será partilhado várias ideias e opinião acerca das inovações para uma melhor
aprendizagem usando as habilidade e competências.

2 ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: FUNDAMENTAÇÃO TÉORICA

Atrelado à área de concentração - Dinâmicas do Ensino da Historia. O tema desta pesquisa


volta-se para a importância do uso das tecnologias nas salas de aula nas séries finais do ensino
fundamental, tendo como objetivo geral - investigar o uso das TDIC's pelos professores das séries
iniciais do Ensino Fundamental II., especificando Identificar como os professores administram a
inclusão digital em sala de aula, Verificar a percepção dos professores sobre a inclusão digital
e sua repercussão pedagógica e Perceber a importância das tecnologias no ambiente escola.
Justifica-se pela busca de novas metodologias de ensino, e a internet traz grandes
possibilidades que gera diferentes maneiras de se ensinar, nesse sentido é preciso que os
professores busquem conhecer as tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC),
para assim inserir com significado, ampliando conteúdos, de maneira prazerosa.
O uso de tecnologias na sala de aula é cada vez mais uma realidade, que necessita de
atenção, por parte de professores e das instituições escolares. Por este motivo, apresentamos o
conceito para facilitar o entendimento do mesmo. Segundo o site Dicio (2020, p. 01),
tecnologia se compreende como a:

Ciência que estuda os métodos e a evolução num âmbito industrial: tecnologia da


internet, procedimento ou grupo de métodos que se organiza num domínio
específico: tecnologia médica, teoria ou análise organizada das técnicas,
procedimentos, métodos, regras, âmbitos ou campos da ação humana.

Ou seja, pode-se dizer que são técnicas, métodos, procedimentos que se organizam
de forma a proporcionar meios com objetivo de dispor uma forma facilitada de compreensão
de conhecimento.
A importância das tecnologias no ambiente escolar, bem como a vida em sociedade,
amplia as possibilidades na construção e aquisição de conhecimentos, pois o acesso às
informações pode ocorrer em qualquer tempo e espaço.

Conforme comenta Kenski (2010), as diversas possibilidades de acesso às tecnologias


proporcionaram novas formas de viver, de trabalhar e de se organizar na sociedade. Um
exemplo é a constante comunicação entre as pessoas, localizadas em locais diferentes e,
muitas vezes, distantes, através de aparelhos celulares, de e-mails, de comunicadores
instantâneos ou de redes sociais. Com base nisso, percebe-se que essas novas possibilidades
tecnológicas não interferem apenas na vida cotidiana, mas passam a interferir em todas as
ações, nas condições de pensar e de representar a realidade e, no caso da educação, na
maneira de trabalhar em atividades ligadas à educação escolar.

Por meio do uso do computador o professor explorará diversos meios de tecnologias


digitais, sendo assim se torna possível à aquisição e ampliação de conhecimentos, com a
criação de ambientes de aprendizagem e facilitação do processo do desenvolvimento
intelectual do aluno dentro de fora da sala de aula. O professor tem a sua disposição uma série
de ferramentas que podem ser utilizadas através de um computador, assim podendo
incrementar sua ação pedagógica.

Desse modo, é de se esperar que a escola, tenha que “se reinventar”, se desejar
sobreviver como instituição educacional. É essencial que o professor se aproprie de
gama de saberes advindos com a presença das tecnologias digitais da informação e
da comunicação para que estes possam ser sistematizadas em sua prática
pedagógica. A aplicação e mediação que o docente faz em sua prática pedagógica do
computador e das ferramentas multimídia em sala de aula, depende, em parte, de
como ele entende esse processo de transformação e de como ele se sente em relação
a isso, se ele vê todo esse processo como algo benéfico, que pode ser favorável ao
seu trabalho, ou se ele se sente ameaçado e acuado por essas mudanças. (SOUZA,
et. al., 2011, p.20).

O termo multimídia é utilizado para definir um documento de computador composto


de elementos de várias mídias, como áudio, vídeo, ilustrações e texto. Também é importante
que esses documentos sejam interativos, ou seja, que permitam a participação do usuário. Para
ser mais preciso, utiliza-se também o termo multimídia interativa. Sabe-se que as utilizações
das tecnologias associadas à construção de conhecimentos com novas formas de comunicação
e linguagem ampliam e significam o espaço escolar, tornando-o mais agradável, motivacional,
buscando interesse e eficiência pelos alunos e professores.

Os recursos tecnológicos de um modo geral provocam grande preocupação para a


maioria dos professores. O grande desafio dos professores, mais do que utilizar os recursos
tecnológicos é pautar-se em princípios que privilegiam a construção de conhecimentos, o
aprendizado significativo, interdisciplinar e integrador. A escola precisa deixar de ser apenas
transmissora de informação e intensificar a aprendizagem de fato.

Os professores muitas vezes não estão preparados ou dispostos a resignificar sua ação
pedagógica, e outros ligam a TV e o vídeo, afirmando que já faz uso das tecnologias. É
necessário muito mais que isso, integrar as tecnologias de modo que os objetivos educacionais
sejam motivacionais, inspiradores, que contribuem para a aprendizagem de forma
significativa.

Assim a educação sofre com as dificuldades de recursos tecnológicos atualizados, mas,


a escola em parceria com professores, pais e empresas com o objetivo de equipar
tecnologicamente a escola contribui adquirindo esses equipamentos.

Com a chegada da era digital, a educação deu um salto, o acesso ao conhecimento


tornou-se algo muito fácil, pois os recursos e as ferramentas disponíveis contribuem de forma
significativa para o desenvolvimento de novas habilidades.

A transformação digital possibilita avanços, mas, ao mesmo tempo, exige mudanças


que o ser humano precisa estar disposto a fazer para se adaptar aos novos desafios em
diversos setores da sociedade, inclusive, no setor educacional.

O professor tem um papel muito importante quando se utiliza das tecnologias na sala
de aula, pois ele deve ter a responsabilidade de motivar e manter a atenção de todos no
conteúdo discutido, pesquisado. O mundo de hoje é muito ligado às tecnologias, vemos cada
vez mais crianças pequenas lidando com celulares, tablets, como facilidade tamanha, mas o
professor não se encontra na mesma situação. Dessa forma é preciso aprender a utilizar a
tecnologia para depois conseguir auxiliar o aluno com dificuldade e até mesmo exigir
resultados.

Ao professor e interessante mudar, aperfeiçoar, repensar suas práticas pedagógicas e


trabalhar de forma que sempre instigue no aluno a posição de questionamento, permitindo que
expresse suas ideias, sentimentos e emoções, além de pensar sobre suas escolhas e na
concretização dos seus objetivos (RO-SALES; MAGALINI, 2007).

Segundo Graça (2007), a utilização da tecnologia na educação propõe uma nova


forma de atuação dos professores, não se limitando apenas a uma simples utilização
tecnológica, mas sim a uma nova forma de ensinar-aprender, deixando o professor de ser um
transmissor do conhecimento e passando a ser um facilitador desse conhecimento, por meio
de aulas diferentes, dinâmicas, que atendam a essa nova geração tecnológica, na qual estamos
vivendo. Dessa forma, o cenário tecnológico exige “[...] novos hábitos, uma nova gestão do
conhecimento, na forma de conceber, armazenar e transmitir o saber, dando origem, assim, a
novas formas de simbolização e representação do conhecimento” (BRITO; PURIFICA-ÇÃO,
2011, p. 23).

Portanto, as tecnologias existem há muito tempo, mas as escolas ainda não estão
totalmente equiparadas para sua eficácia e eficiência, tão pouco, professores fazem
verdadeiras obras na busca de uma educação de qualidade.

3 VIVÊNCIA DO ESTÁGIO

Em tempos de pandemia e isolamento fez-se necessário que a instituição recorre-se a


meios de ensino a distância, visando o total apanhado de seus conteúdos programados.

Este trabalho foi realizado e orientado conforme o PLANO PARA O PERÍODO DE


PANDEMIA, objetivando a elaboração das etapas teóricas e o desenvolvimento de um
produto virtual (trilha pedagógica), intitulado – Aprendendo com a Tecnologia, vinculado ao
Projeto de Extensão - Praticas pedagógicas na Educação Básica em tempos de Ensino a Distancia,
aderentes à área de concentração - Dinâmicas do ensino de historia. do curso de Formação
Pedagógica em Historia.

A escolha e o desenvolvimento do Produto Virtual (Trilha Pedagógica) foi de vasto


conhecimento intelectual. Demonstrado a importância da utilização dos meios de
comunicação e plataformas paro estudo.
A observação do estagio I, foi realizado na cidade de Maués - Amazonas na Escola
Estadual Professora Maria da Graça Nogueira, localizado Rua: Doutor Pereira Barreto n605 -
Bairro: Maresia. Através do meio virtual, faz-se de grande importância analisar as demandas e
métodos utilizados pela equipe pedagógica da instituição, onde seu princípio norteador é a
valorização do indivíduo como ser livre, disciplinado e solidário, participante das regras dos
grupos.
Trazendo novas metodologias de ensino, as tecnologias oferecem ferramentas que
geram maneiras diferentes de ensinar. O uso das tecnologias assume uma função importante
na educação, sendo necessária também uma análise dessa nova ferramenta de ensino com
planejamento e controle.
No processo de estágio foi possível ter um conhecimento maior da profissão na teoria
e prática. A vivência contribuiu na minha formação acadêmica e profissional, por possibilitar
a junção entre os saberes universitários e acadêmicos, facilitando a compreensão da profissão,
assim como relação conceitos teóricos e práticos a situações práticas, e também
proporcionando noção/ideia do funcionamento da sala de aula.

4 IMPRESSÕES DO ESTÁGIO (CONSIDERAÇÕES FINAIS)

Em meio à pandemia da COVID -19, estratégias de trabalho tiveram de ser


reorganizadas. Foi o caso das disciplinas de estágio curricular do curso de Formação
pedagógica em Historia do Centro Universitário Leonardo da Vince - UNIASSELVI, que
utilizou da tecnologia para aproximar estudantes e campos de estágio.
Com base no que observamos, o possibilitou a experiência da inserção e contato com a
disciplina de nossa formação. Levando-nos a experimentar o exercício profissional docente,
permitindo unificar a teoria e pratica educacional.
Durante toda a pesquisa foi desenvolvido a arte de buscar o novo em relação ao tema
do projeto que abrange o uso de novas tecnologias e sala de aula, assim como a área de
concentração sobre Dinâmicas do ensino de historia, juntamente com o programa de extensão
Metodologias e Estratégias de Ensino /Aprendizagem e Projeto de Extensão Praticas
pedagógicas na Educação Básica em tempos de Ensino a Distância que resultou no produto
virtual uma trilha pedagógica com o tema: Aprendendo com a tecnologia. Acredita-se que o
material do produto virtual será referência para outros profissionais da educação, para as
escolas.

O estágio foi um processo cansativo, porém gratificante, pois possibilitou-me


conhecer várias vertentes e didáticas através da teoria e pratica e ao mesmo tempo de
dinâmicas no processo ensino-aprendizagem capaz de levar o aluno a ser crítico, construtor de
suas próprias habilidades e competências.

Em meio às superações e dificuldades, principalmente pela conexão da internet, as


metas contidas no plano foram alcançadas. Espera-se que a realização de boa parte destas
práticas pedagógica com criticidade e criatividade, possam ser realizadas num outro momento
oportuno, que possa favorecer sua realização no local previsto, a fim de alcançar os objetivos
propostos em sua totalidade no projeto.
As leituras bibliográficas e a pesquisa tiveram como finalidade sensibilizar os
professores, bem como fazer uso das tecnologias e multiplicar conhecimentos adquiridos nos
estudos feitos ao longo do curso.
De acordo com troca de experiências, a entrevista, fica evidente que a é muito
importante fazer uso das tecnologias digitais da informação e comunicação para o processo de
ensino e aprendizagem e que o professor deve buscar, pouco a pouco, dominar as tecnologias
e não deixar dominar por elas. É importante que o professor tenha conhecimento sobre
tecnologia hoje disponibilizadas nas escolas e também que o uso desse recurso oferece
oportunidades tanto para alunos quanto para professores e que, a utilização bem planejada
desses recursos pode ocasionar vantagens para os envolvidos.
Sendo assim, é de extrema importância a aplicação desses recursos na sala de aula,
pois eles irão contribuir para que os alunos se interessem pelos conteúdos, facilitando o
entendimento sobre os assuntos das disciplinas contribuindo para o processo de ensino
aprendizagem, que irá garantir uma sala de aula dinâmica, contribuindo para mudanças
significativas na prática pedagógica.

REFERÊNCIAS

BRITO, G. S.; PURIFICAÇÃO, I. Educação e novas tecnologias: um (re)pensar. 3. ed.


Curitiba: Ibpex, 2011.

DICIO. Significado de tecnologia. Disponível no URL:


https://www.dicio.com.br/tecnologia/. Acesso em: 03 abr. 2021

GRAÇA, A. Importância das TIC na sociedade actual. 23 fev. 2007. Disponível em:
<http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/tic/10importanctic.htm#verma
is>. Acesso em 25 mar. 2021

KENSKI, V. M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 1. ed. Campinas:


Papirus, 2007.

ROSALES, G. C. M; MAGALINI, L. M. Planejamento, execução e avaliação de projetos


educacionais. Caderno de Referência de Conteúdo. Batatais: Centro Universitário Claretiano,
2007.
ANEXO I
ANEXO II

TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA A DIVULGAÇÃO DE


MATERIAL DIGITAL DESENVOLVIDO NO PROJETO DE
EXTENSÃO

Eu Katia Cristina Trigueiro Afonso, acadêmico do curso Formação Pedagógica em Historia, matrícula
212410 , CPF 05218524719, da turma FF05899, autorizo a divulgação do produto virtual, realizado
para atender o Projeto de Extensão, intitulado de: Praticas pedagógicas na Educação Básica em
tempos de Ensino a Distancia, de acordo com critérios abaixo relacionados:

a) O produto virtual é de minha autoria, desenvolvido com materiais de diferentes fontes


pesquisa (vídeos, imagens, links de textos para pesquisa, links para visitas virtuais,
dicas de filmes, livros, etc.) devidamente referenciados, conforme as Regras da
ABNT.
b) Tenho ciência de que o material por mim cedido à UNIASSELVI é isento de plágio,
seguindo a Legislação brasileira vigente.
c) Estou ciente de que o material ficará disponível para consulta pública à comunidade
interna e externa, desde que aprovado pelos coordenadores, professores e tutores da
UNIASSELVI.

Número de telefone fixo/celular: ( ) _____-__________________/ ( ) ______-_________

Dar o aceite _____________________________________


Assinatura do acadêmico

Maues _______de__________________ de 2021.

Você também pode gostar