Você está na página 1de 36

ESTAMOS MORRENDO

Certidões de óbitos
Notícias de Jornais Notícias de
Portais
Qual o objetivo?
Publicação Interna
Temos hipóteses?
Qual o perfil da vitimização policial?
Temos boas práticas para minimizar?
O que podemos fazer, HOJE?
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Objetivo
Sensibilizar a sociedade para o fenômeno da vitimização policial no
Brasil com destaque para os cenários fora de serviço institucional.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Vamos falar sobre isso...

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Temos hipóteses?
Desde que existe polícia no mundo, ela é alvo de vitimização que se materializa em
traumas, lesões ou mortes por arma de fogo, arma branca, agressão física, agressão
psicológica e tentativa de homicídio.
Algumas situações tornam esses profissionais mais vulneráveis: 1-
Treinamento para o confronto;
2- Inadequadas condições de trabalho;
3- Precariedade de viaturas, dos armamentos e das estratégias de ação;
4- Existência de gangues de delinquentes armados, ousados, aventureiros e
prontos para o combate de vida ou morte.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza. Vitimização profissional. In: LIMA, Renato Sergio de. RATTON, José Luiz. AZEVEDO, Rodrigo Ghiringhelli. (Orgs.) Crime, Polícia e Justiça no Brasil.
São Paulo: Contexto, 2014.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Sensação X Dados objetivos

Policial São diagnosticados com


1 a cada algum tipo de problema
PSICOLÓGICO no Brasil

7
Acreditam que correm
MAIS Risco de ser morto
Em serviço 38,4%
Fora de serviço 29,6%
Em qualquer situação 30,8%
No exercício de outra a
1,2%

FONTE: Pesquisa de Vitimização e Percepção de Risco entre Profissionais de Segurança Pública. MJ/SENASP, FBSP, FGV, 2015.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Longevidade

Espírito Santo Paraná Amapá Paraíba

Expectativa Expectativa Expectativa Expectativa


de vida de vida de vida de vida
78 anos 78 anos 72 anos 73 anos

Média de Média de Média de Média de


Idade que MORREM Idade que MORREM Idade que MORREM Idade que MORREM

58,6
anos 66
anos
60
anos
63
anos
Fontes: Karla Nívea Sampaio e Eliana Zandonade (ES); Ariádene Mara Figueiró (PR); Elias da Silva Sobrinho e Jaime Tavares do
Nascimento (AP); José Walber Rufino Tavares e Onivan Elias de Oliveira (PB); IBGE, Expectativa de vida, 2018.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Estamos morrendo Índice de Policiais Militares
assassinados fora de
serviço 2013/2014

VITIMIZAÇÃO POLICIA MILITAR PARAÍBA


100 %

08 %
Em 10 anos
dos assassinatos de
RIO DE
JANEIRO 85 %
policiais ocorreram
fora de serviço SÃO PAULO
80% PAR
Á
76%
MINAS GERAIS
Fontes: Cézar Maurício de Abreu Melo (PA); Gustavo Henrique Pereira Diniz (MG); EMG/EGQ, EMG/PM1, EMG/EI, ISP (RJ);
Alan Fernandes (SP), Marcelo Godoy e Wether Santana (SP); Luís Adorno (SP); José Walber Rufino Tavares e Onivan Elias de
Oliveira (PB); IBGE, Expectativa de vida, 2018.
67%
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Estamos morrendo..

Disponível em: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2019/01/17/policia-armamento- mortes-


folga-violencia.htm. Acesso em: 17 jan. 2019.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Estamos morrendo..

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Qual o perfil da vitimização policial?

ADVERTÊNCIA!
Na PMPB tivemos 03(três) suicídios não
computados no 13º Anuário de
Segurança Pública do FBSP. Portanto, no
Brasil, tivemos NO MÍNIMO 107 casos
de suicídios entre policiais militares e
civis.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
TIPO:
Quantitativa
AMOSTRAGEM:
667 casos publicados e catalogados aleatoriamente em 27 Estados brasileiros
PERÍODO:
13 de julho 2017 a 31 de dezembro 2018
FONTES:
Portais de Notícia do Brasil com a palavra-chave “policial reage”
PESQUISADORES:
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Álvaro Cavalcante Filho – Cap PMPB
Valdomiro Bandeira – Cb PMPB

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
Os pesquisadores criaram uma conta de correio eletrônico (GMAIL), onde
recebiam diariamente qualquer notícia, em português, publicada nos portais contendo a
expressão “POLICIAL REAGE.”
A partir da leitura do texto, os pesquisadores extraíram as variáveis para análise,
entre elas: ano, estado, cidade, dia da semana, corporação da vítima, gênero da vítima,
local do fato, horário, se reagiu ou não, instrumento utilizado para a reação, quantidade de
criminosos, gênero dos criminosos, etc.
Passo seguinte, foi elaborada uma planilha em Excel totalizando 10.672
células preenchidas.
O critério utilizado para inclusão foi que a vítima fosse funcionário público
(municipal, estadual ou federal) pertencente a uma instituição do Sistema de Segurança
Pública, Justiça Criminal e Defesa, bem com estivesse FORA DE SERVIÇO. Foram
excluídos os casos em que foram vítimas cidadãos “comuns” ou profissionais de
vigilância privada.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Gráfico 1 - Profissionais de segurança vítimas de roubo/latrocínio, fora de serviço, de acordo com o Estado, 2017-18.

123

105

47 46
40
34
29 28
20 17 18 17 21
12 12 10 25 8
7 10 7 8 4
10 1 6 2
AC AL AM AP BA CE DF ES GO MA MG MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO
Fonte: Elaborado pelos autores a partir de casos catalogados dos Portais de Notícias, 2019.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Gráfico 2 - Profissionais de segurança vítimas de roubo/latrocínio, fora de serviço, de acordo com a corporação, 2017-18.
1% 1% 1% 1% 1% 0% 0%
1%
3%

14%

77%

PM PC Policial AgePen PRF EB PF BM GCM FAB MB


Fonte: Elaborado pelos autores a partir de casos catalogados dos Portais de Notícias, 2019.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Gráfico 3 - Profissionais de segurança vítimas de roubo/latrocínio, fora de serviço, de acordo com o resultado para a integridade
física da REAÇÃO, 2017-18.

23%

53%
24%

Ileso Ferido Morto


Fonte: Elaborado pelos autores a partir de casos catalogados dos Portais de Notícias, 2019.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
Gráfico 4 - Profissionais de segurança vítimas de roubo/latrocínio, fora de serviço, de acordo o resultado para a integridade física da
NÃO REAÇÃO, 2017-18.

20%

51%
29%

Morto Ferido Ileso


Fonte: Elaborado pelos autores a partir de casos catalogados dos Portais de Notícias, 2019.
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
CONCLUSÕES PRELIMINARES
79% das mulheres que REAGIRAM(19) saíram ilesas, 17%(4) feridas e
4%(1) morreram;

52% dos homens que REAGIRAM(306) saíram ilesos, 24%(141) feridos e


24%(143) morreram;

50% das mulheres que NÃO REAGIRAM(2) saíram ilesas, 25%(1) feridas e
25%(1) morreram;

54% dos homens que NÃO REAGIRAM(20) morreram, 27%(10) feridos e


19%(7) ilesos.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


CONCLUSÕES PRELIMINARES

Portanto, as frases muito difundidas e enfatizadas:

NUNCA
REAJA OU
SEMPRE REAJA
De acordo com esse levantamento preliminar, não
garantem a preservação da vida ou a integridade física da vítima.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


E na Paraíba, qual o perfil?

Jan/1990-Dez/2018 12,4% Oficiais


278
2.241 SERVIDORES
MILITARES

99,9% 0,2% Praças Especiais


Masculino 4

0,1%
Feminino
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB

87, % Praças
4
1. 59
9
E na Paraíba, qual o perfil?
Idade média dos militares falecidos Situação

63 GERAL 72,5%
anos Inativa
Falecidos
18,5% Acima da média
87 anos de idade
27,5% Ativa
52,8%
Na média
66 anos de idade 83,1%
Fora
27,5% de
28,7% Ativa serviço
Abaixo da média 16,9% Em serviço
38 anos de idade

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


E na Paraíba, qual o perfil?
Suicídios
(10,7% ) Quedas
(1,1% )

Causas
Homicídios (46,6% ) Externas
(acidentes) 19,9% Choques
(0,9% )
Acidentes de
Trânsito(37,4% )

Afogamentos Acidentes
(2,5% ) com armas
(0,7% )
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB
E a Polícia Militar da Paraíba, o que tem feito?

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Sugestões

1 Relatório Anual de Vitimização Policial com divulgação no mês de


Janeiro;

2 Memorial dos Heróis da Segurança Pública e Defesa Social;

3 Exames médicos obrigatórios e gratuitos anualmente no mês de


aniversário do servidor público.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


Considerações Finais

De tudo fica a certeza de que estamos morrendo e que há


grande probabilidade que estejamos doentes neste momento.
Que é preciso aprofundar o tema, explorar mais a intimidade sob
cada situação-problema ou ponto de vista, para dar mais robustez às
políticas pública.
estudo de Estado-Maior no
E que, é preciso se promover um
âmbito de cada Instituição, afim de que se instale políticas de
saúde pública eficazes, eficientes e coerentes, de modo que, haja
zelo para com quem cuida e protege a população brasileira e o
ordenamento jurídico pátrio.

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB


VITIMIZAÇÃO POLICIAL
Mesmo com o risco da própria vida
Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB

(83) 9 8869-2896

Onivan Elias de Oliveira – Ten Cel PMPB

Você também pode gostar