Você está na página 1de 22

Ciência e Tecnologia de Materiais

Aula 5

Professor ME. Diego Rossi


CTM
Professor – Me. Diego Rossi

Professor ME. Diego Rossi


Conteúdo Programático:

✓ Ciência e engenharia de Materiais.


✓ Tipos de materiais.
✓ Ligações químicas.
✓ Estrutura cristalina.
✓ Difusão.
✓ Produção do aço e ferro fundido.
✓ Propriedades dos materiais.
✓ Ensaios destrutivos e não destrutivos.
✓ Diagramas
✓ Diagrama Fe3FeC

Professor ME. Diego Rossi


Ligas Metálicas
✓Metais onde átomos de impureza foram adicionados
intencionalmente para conferir características específicas ao
material.

Exemplo:
Prata pura Prata de lei
100% de prata 92,5% de prata e 7,5% de cobre
Resistência à corrosão. Resistência à corrosão.
Baixa dureza. Resistência mecânica.
Aumento da resistência mecânica sem depreciar a resistência à corrosão!

Professor ME. Diego Rossi


Solução Sólida

✓Solução onde os átomos solutos são adicionados a um


material hospedeiro, a estrutura cristalina é mantida e
nenhuma estrutura nova é formada.

Professor ME. Diego Rossi


Solução Sólida

Substitucional Intersticial
Ex. Cu em Ni Ex. C em Fe

Professor ME. Diego Rossi


Solvente e Soluto

✓A adição de átomos de impurezas a um metal resultará na


formação de uma solução sólida e/ou de uma nova fase,
dependendo do tipo de impurezas, de suas concentrações e da
temperatura.

• Solvente - representa o elemento ou composto que está


presente em maior quantidade: átomos hospedeiros.

• Soluto - é usado para denotar um elemento ou composto


presente em menor concentração.

Professor ME. Diego Rossi


Solvente e Soluto
Segunda fase
Diferentes composições
Diferentes estruturas

Professor ME. Diego Rossi


Solvente e Soluto
✓Características dos átomos do soluto e do solvente
determinam o grau de solubilidade!

1. Tamanho atômico: diferença entre os tipos de átomos menor do


que + 15%.

2. Estrutura cristalina: para boa solubilidade as estruturas


cristalinas dos materiais devem ser as mesma.

3. Eletronegatividade: quanto maior a diferença dos valores de


eletronegatividade, maior chance de formar um composto
intermetálico (não uma solução sólida).

4. Valências: um metal apresentará maior tendência a dissolver um


metal de maior valência.

Professor ME. Diego Rossi


Solvente e Soluto
✓Exemplo 01:
Solução sólida substitucional de Cobre (Cu) em Níquel (Ni).

Cobre Níquel
Raio atômico 0,128nm 0,125nm
Estrutura cristalina CFC CFC
Eletronegatividade 1,9 1,8
Valências mais comuns +1 +2

Elementos completamente solúveis em todas as proporções!

Professor ME. Diego Rossi


Solvente e Soluto
✓Exemplo 02:
Solução sólida intersticial de Carbono (C) em Ferro (Fe).
Ferro Carbono
Raio atômico 0,124nm 0,071nm
Estrutura cristalina CCC -
Eletronegatividade 1,8 -
Valências mais comuns 2+ -

✓ Para os metais as posições intersticiais são relativamente pequenas (FEA).


• Impurezas substancialmente menores que os hospedeiros.
• Concentração máxima permissível inferior a 10%.
• Normalmente introduzem deformações de rede.

Professor ME. Diego Rossi


Especificação de Composição Química

Professor ME. Diego Rossi


Especificação de Composição

✓O termo composição de uma liga é utilizado com frequência para


definir qualitativamente e quantitativamente seus elementos
constituintes.
As formas mais comuns para especificar composição são:

• Porcentagem em peso (%p) (wt%) – peso ou massa de um elemento


específico em relação ao peso total da liga.

• Porcentagem atômica (%a) (at%) – é o numero de moles de um


elemento em relação ao total da liga.

Professor ME. Diego Rossi


Especificação de Composição

• Porcentagem em peso – para uma liga com dois átomos (1 e 2), a


concentração do átomo 1 em %p:

𝑚1
𝐶1 = 𝑥 100
𝑚1 + 𝑚2

• 𝐶1 - concentração do átomo 1 em %p (%wt).


• 𝑚1 - peso ou massa do elemento 1.
• 𝑚2 - peso ou massa do elemento 2.

Professor ME. Diego Rossi


Especificação de Composição

• Porcentagem atômica (%a) – a base para o calculo de %a é o número


de moles de um elemento em relação a outro.

𝑚1 • 𝑛𝑚1 - número de moles do elemento 1.


𝑛𝑚1 = • 𝑚1 - peso ou massa em gramas.
𝐴1 • 𝐴1 - peso atômico para o elemento 1.

𝑛𝑚1
𝐶′1 = 𝑥 100
𝑛𝑚1 + 𝑛𝑚2
• 𝐶′1 - concentração em %a do átomo 1.
• 𝑛𝑚1 - número de moles do elemento 1.
• 𝑛𝑚2 - número de moles do elemento 2.

Professor ME. Diego Rossi


Especificação de Composição

✓ Quantos moles estão presentes em 5kg de Pb “puro”?


• Peso atômico Pb – 207,2 uma.

𝑚1 • 𝑛𝑚1 - número de moles do elemento 1.


𝑛𝑚1 = • 𝑚1 - massa em gramas.
𝐴1 • 𝐴1 - peso atômico para o elemento 1.

5000𝑔
𝑛𝑚𝑃𝑏 =
207,2 𝑔/𝑚𝑜𝑙

𝑛𝑚𝑃𝑏 = 24,13 𝑚𝑜𝑙

Professor ME. Diego Rossi


Conversão entre Composições

✓ Algumas vezes torna-se conveniente converter de uma definição de


composição para outra:
%a para %p

𝐶′1 𝐴1
𝐶1 = 𝑥 100
𝐶′1 𝐴1 + 𝐶′2 𝐴2
• 𝐶1 - concentração em %p do átomo 1.
• 𝐶′1 - concentração em %a do átomo 1.
• 𝐶′2 - concentração em %a do átomo 2.
• 𝐴1 - peso atômico do elemento 1.
• 𝐴2 - peso atômico do elemento 2.

Professor ME. Diego Rossi


Conversão entre Composições

✓ Algumas vezes torna-se conveniente converter de uma definição de


composição para outra:
%p para %a

𝐶1 𝐴2
𝐶′1 = 𝑥 100
𝐶1 𝐴2 + 𝐶2 𝐴1
• 𝐶′1 - concentração em %a do átomo 1.
• 𝐶1 - concentração em %p do átomo 1.
• 𝐶2 - concentração em %p do átomo 2.
• 𝐴1 - peso atômico do elemento 1.
• 𝐴2 - peso atômico do elemento 2.

Professor ME. Diego Rossi


Conversão entre Composições

✓ Determine a composição em %a de uma liga que consiste em 97%p de


alumínio e 3%p de cobre.
• 𝐴𝐴𝑙 - 26,98 g/mol
• 𝐴𝐶𝑢 - 63,5 g/mol

𝐶𝐴𝑙 𝐴𝐶𝑢
𝐶′𝐴𝑙 = 𝑥 100
𝐶𝐴𝑙 𝐴𝐶𝑢 + 𝐶𝐶𝑢 𝐴𝐴𝑙

(97) (63,5 𝑔Τ𝑚𝑜𝑙)


𝐶′𝐴𝑙 = 𝑥 100
(97) (63,5 𝑔Τ𝑚𝑜𝑙) + (3) (26,98 𝑔Τ𝑚𝑜𝑙)

𝐶′𝐴𝑙 = 98,7%𝑎
𝐶′𝐶𝑢 = 1,3%𝑎
Professor ME. Diego Rossi
Conversão entre Composições

✓ Concentração em %p para massa por unidade de volume [Kg/m3] para


uma liga de 2 elementos.
100
𝐶"1 = 𝐶1 𝐶2 𝑥 103
+
𝜌1 𝜌2

• 𝐶"1 - massa por unidade de volume [Kg/m3].


• 𝐶1 - concentração em %p do átomo 1.
• 𝐶2 - concentração em %p do átomo 2.
• 𝜌1 - massa específica do elemento 1 [g/cm3] .
• 𝜌2 - massa específica do elemento 2 [g/cm3] .

Professor ME. Diego Rossi


Conversão entre Composições

✓ Massa específica média em termos de porcentagem de peso.


• 𝜌𝑚é𝑑 - massa específica média [g/cm3].
100 • 𝐶1 - concentração em %p do átomo 1.
𝜌𝑚é𝑑 = 𝐶1 𝐶2 • 𝐶2 - concentração em %p do átomo 2.
𝜌1
+ 𝜌2 • 𝜌1 - massa específica do elemento 1 [g/cm3] .
• 𝜌2 - massa específica do elemento 2 [g/cm3] .

✓ Peso atômico da liga em termos de porcentagem de peso.


• 𝐴𝑚é𝑑 - peso atômico médio (liga) [g/mol].
100 • 𝐴1 - peso atômico do elemento 1.
𝐴𝑚é𝑑 = 𝐶1 𝐶2
• 𝐴2 - peso atômico do elemento 2.
𝐴1
+ 𝐴2

Professor ME. Diego Rossi


Duvidas?

Professor ME. Diego Rossi

Você também pode gostar