Você está na página 1de 4

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

Professor Responsável: Prof. Ms. Carlos Eduardo Batalha da Silva e Costa

Carga Horária: 40 horas

Ementa: Caracterização do conhecimento racional e do uso científico da razão à


luz de seus principais aspectos históricos, filosóficos e sociais. O problema do
conhecimento científico do direito positivo. As principais formas de racionalidade
científica do direito positivo: as teorias sociológicas do direito, as teorias analíticas
do direito, as teorias hermenêuticas e o estudo da argumentação jurídica.
Elementos éticos e técnicos para planejamento e execução de pesquisa científica
sobre o direito positivo na atualidade.

Objetivos: Oferecer aos alunos deste curso de pós-graduação elementos para


uma compreensão da centralidade cultural e intelectual da ciência no mundo atual
e na pesquisa jurídica brasileira em particular. Entre esses elementos, serão
apresentados: (A) um quadro conceitual básico dos aspectos históricos, filosóficos
e sociais relacionados ao conhecimento científico, (B) um panorama das principais
propostas de desenvolvimento de uma racionalidade científica no âmbito do
estudo do direito, (C) um conjunto de técnicas de planejamento e execução de
pesquisa que possam ser aplicadas, em uma perspectiva ética, na preparação da
monografia exigida como parte das atividades do curso.

Programa:

1. INTRODUÇÃO
1.1. O conhecimento racional: breve apresentação histórica
1.2. Atitudes negativas perante a razão
1.3. Uma atitude afirmativa da razão: a ciência moderna

2. O DESENVOLVIMENTO DA RAZÃO CIENTÍFICA NA SOCIEDADE MODERNA


2.1. Nascimento e expansão da ciência moderna
2.2. O estabelecimento da tecnologia no mundo contemporâneo
2.3. Os problemas éticos da tecnociência atual

3. A FORMAÇÃO DO CAMPO DA CIÊNCIA DO DIREITO


3.1. Positivação do direito e o problema de seu estudo científico
3.2. O direito no quadro de formação das ciências humanas
3.3. O projeto positivista de uma metodologia para estudo do direito

4. MODELOS DE ESTUDO CIENTÍFICO DO DIREITO POSITIVO


4.1. O modelo sociológico: os estudos realistas sobre direito positivo
4.2. O modelo analítico: os estudos normativos do direito positivo
4.3. O modelo contemporâneo: os estudos sobre interpretação e argumentação no
campo do direito (Viehweg, Perelman, Dworkin e Alexy)

5. TÉCNICAS APLICADAS AO ESTUDO CIENTÍFICO DO DIREITO POSITIVO


5.1. Estrutura dos trabalhos jurídicos científicos
5.2. Argumentação em trabalhos jurídicos científicos
5.3. Suporte à elaboração e desenvolvimento de projetos de pesquisa jurídica

Bibliografia Básica:

ADEODATO, João Maurício. Bases para uma Metodologia da Pesquisa em


Direito. In: Revista da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo,
vol. 4. São Bernardo do Campo, 1998.
FERRAZ JR., Tercio Sampaio. A ciência do direito. São Paulo: Ed. Atlas, 2003.
LARENZ, Karl. Metodologia da ciência do direito. 3ª Ed. Trad. José Lamego.
Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1997.
MUÑOZ, Alberto Alonso. Transformações na Teoria Geral do Direito –
Argumentação e interpretação do jusnaturalismo ao pós-positivismo.
São Paulo: Ed. Quartier Latin, 2008.
RIZZATO NUNES, Luiz Antonio. Manual da Monografia Jurídica. 5ª ed. São
Paulo: Ed. Saraiva. 2007.
SOURIOUX, Jean-Louis; LERAT, Pierre. Análise de Texto – Método Geral e
Aplicações no Direito. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

Bibliografia Complementar:

BULLESBACH, Alfred. Saber Jurídico e Ciências Sociais. In: KAUFMANN, A.;


HASSEMER, W. Introdução à filosofia do direito e à teoria do direito
contemporâneas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian,2002.
CHALMERS, A. O que é a Ciência, Afinal? São Paulo: Ed. Brasilense, 2007.
__________. A Fabricação da Ciência. São Paulo: Editora da Unesp, 1994.
COHEN, Morris L.; OLSON, Kent C. Legal research in a nutshell. 6th ed. United
States: West Group, 1996.
FOUCAULT, Michel. As Palavras e as Coisas – Uma arqueologia das ciências
humanas. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 1999.
GRANGER, Giles-Gaston. A razão. São Paulo: Difusão européia do livro, 1969.
HOLLIS, Martin. Filosofia das Ciências Sociais. In: BUNNIN, Nicholas; Tsui-
James, E. P. Compêndio de Filosofia. São Paulo: Ed. Loyola, 2002.
KELSEN, Hans. Ciência e Política. In: KELSEN, Hans. O que éjustiça? A justiça,
o direito e a política no espelho da ciência. São Paulo: Martins Fontes,
1997.
NEUMANN, Ulfrid. Teoria Científica da Ciência do Direito. In: KAUFMANN, A.;
HASSEMER, W. Introdução à filosofia do direito e à teoria do direito
contemporâneas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian,2002.
SGARBI, Adrian. Clássicos de Teoria do Direito – Austin, Kelsen, Ross, Hart e
Dworkin. Rio de Janeiro: Ed. Lúmen Juris, 2006.
SIMMONDS, N. E. Filosofia do Direito. In: BUNNIN, Nicholas; TSUI-JAMES, E.
P. Compêndio de Filosofia. São Paulo: Ed. Loyola, 2002.