Você está na página 1de 134

Manual de Curso

Básico de Reservas e Emissões

Curso promovido em parceria


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

ÍNDICE

Introdução ..................................................................................................................................................... 4
Galileo........................................................................................................................................................ 4
APAVT ........................................................................................................................................................ 4
IATA ........................................................................................................................................................... 4
BSP ............................................................................................................................................................. 5
SULFORMA ................................................................................................................................................ 5
Ambientes de trabalho .................................................................................................................................. 6
Galileo Desktop ......................................................................................................................................... 6
Smartpoint................................................................................................................................................. 6
Janela das transações ................................................................................................................................ 8
Janela da reserva ..................................................................................................................................... 12
Sign on ......................................................................................................................................................... 13
Alteração de password ............................................................................................................................ 14
Desbloqueio de Sign on ........................................................................................................................... 14
Áreas de trabalho ........................................................................................................................................ 17
Pseudo City .................................................................................................................................................. 18
Linguagem Internacional da Aviação .......................................................................................................... 18
Alfabeto Fonético .................................................................................................................................... 18
Generalidades sobre os códigos .............................................................................................................. 19
Recuperar entradas crípticas....................................................................................................................... 19
Scrolling ....................................................................................................................................................... 20
Scrolling automático................................................................................................................................ 20
Codificação e Descodificação ...................................................................................................................... 21
Consulta de Informações Diversas .............................................................................................................. 23
Local Time................................................................................................................................................ 23
Minimum Connecting Time ..................................................................................................................... 23
Timatic ..................................................................................................................................................... 23
Cálculo de datas ...................................................................................................................................... 24
Timetable – Frequência de voos ................................................................................................................. 24
Classe de reserva ......................................................................................................................................... 25
Availability ................................................................................................................................................... 26

Oct 2018 1
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Disponibilidade de Voos .......................................................................................................................... 26


Voos code-share no Availability .............................................................................................................. 28
Branded Fares no Availability .................................................................................................................. 29
Outras entradas para disponibilidades de voos ...................................................................................... 30
Venda de lugares ..................................................................................................................................... 31
Booking File ................................................................................................................................................. 31
Campos do Booking File .......................................................................................................................... 31
Campos Obrigatórios ............................................................................................................................... 31
Finalizar a Reserva – End Transaction ..................................................................................................... 35
Exemplo de uma reserva ......................................................................................................................... 35
Campos Opcionais ................................................................................................................................... 36
Busca de um Booking File ........................................................................................................................ 50
Reservas inativas/voadas ........................................................................................................................ 52
Histórico de uma reserva ........................................................................................................................ 52
Imprimir um Booking File ........................................................................................................................ 53
Divide....................................................................................................................................................... 54
Status Codes ............................................................................................................................................ 55
Queues ........................................................................................................................................................ 57
Tarifas .......................................................................................................................................................... 61
Introdução ............................................................................................................................................... 61
Fare Display ............................................................................................................................................. 62
Fare Shopping .......................................................................................................................................... 67
Branded fares no Shopping ..................................................................................................................... 72
Trip Quote ............................................................................................................................................... 74
Fare Quote................................................................................................................................................... 79
Entradas de Fare Quote - FQ ................................................................................................................... 79
Entradas de Fare Quote - FQBB – Fare Quote Best Buy .......................................................................... 83
Entradas de Follow Up ............................................................................................................................ 84
Fare Quote Calculator ............................................................................................................................. 84
Fare Quote Modifiers .............................................................................................................................. 85
Fare Quote Best Buy Modifiers ............................................................................................................... 85
Tarifas Unbundled – sem bagagem - FXD ............................................................................................... 86
Fare Quote Alternativo............................................................................................................................ 88

Oct 2018 2
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Branded Fares.......................................................................................................................................... 90
Trip Quote Copy ...................................................................................................................................... 91
Tarifa gravada na reserva – Filed Fare .................................................................................................... 96
Tarifa gravada na reserva – consulta da nota ......................................................................................... 97
Cancelar Filed Fare .................................................................................................................................. 97
Restore da tarifa ...................................................................................................................................... 98
Introdução da taxa de serviço - XP .......................................................................................................... 99
Emissão de Bilhetes ................................................................................................................................... 101
Modificadores de Emissão – Ticket Modifiers ...................................................................................... 101
Modificadores obrigatórios ................................................................................................................... 101
Modificadores opcionais ....................................................................................................................... 103
Informação de bilhete emitido.............................................................................................................. 104
Anular um bilhete - VOID ...................................................................................................................... 107
Relatório de bilhetes ............................................................................................................................. 108
Recuperar bilhetes sem BF ativo ........................................................................................................... 108
Venda de serviços adicionais/auxiliares .................................................................................................... 109
Gestor de EMD’s ........................................................................................................................................ 116
Flex Windows – SP8.1................................................................................................................................ 119
Respostas de sistema mais frequentes ..................................................................................................... 125
Viewtrip ..................................................................................................................................................... 126
HELP........................................................................................................................................................... 128
Site Travelport ........................................................................................................................................... 129
Atualização do Smartpoint ........................................................................................................................ 130
Training Demonstrations ........................................................................................................................... 132
Travelport Marketplace............................................................................................................................. 132
Bibliografia................................................................................................................................................. 133
Copyright ................................................................................................................................................... 133

Oct 2018 3
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Introdução

Galileo

A Galileo é uma das maiores empresas mundiais na distribuição de serviços de turismo, tendo como
core business a ligação às agências através de um sistema de distribuição global (GDS),
disponibilizando ainda produtos de topo e soluções web based inovadoras. A empresa, que pertence ao
universo Travelport, tem como objetivo apoiar fornecedores turísticos, agências de viagem e
empresas, expandindo a oferta turística através destas organizações. Refira-se que em Portugal a Galileo
é a empresa líder no que toca ao fornecimento de soluções tecnológicas inovadoras na área do turismo,
tendo implantado a maior rede de dados privada ao serviço do setor turístico português.

A Travelport é um dos líderes mundiais no setor da distribuição de serviços de turismo. A


multinacional detém as marcas Galileo e Worldspan e providencia informações a agentes de viagens
para mais de 145 países. Além disso, fornece serviços para o setor de viagens e turismo por intermédio
da subsidiária Shepherd Systems, bem como soluções e software para as principais companhias
aéreas a nível mundial. A Travelport resulta da convergência dos serviços tradicionais e online que
servem as companhias aéreas, agentes de viagem, web sites e demais empresas no fornecimento de
informações por intermédio de uma plataforma global. O sistema de distribuição global da Travelport
(Global Distribution System) é um dos maiores fornecedores de serviços a nível mundial na indústria de
viagens. A Travelport é uma companhia privada detida pelo The Blackstone Group e pela One Equity
Partners of New York and Technology Crossover Ventures of Palo Alto, na Califórnia (Estados Unidos da
América).

APAVT

APAVT – Associação Portuguesa de Agentes de Viagem e Turismo

É a única associação desta classe em Portugal e a mais antiga e representativa do Turismo Nacional,
reunindo:
Associados Efetivos: agências de viagens nacionais;
Associados Aliados: outras empresas relacionadas com o setor turístico tais como agências de
viagens estrangeiras, companhias de aviação, hotéis, restaurantes, rent-a-car, organismos oficiais de
turismo, parques de campismo e transportes rodoviários, entre outros.

A APAVT foi fundada em 30 de maio de 1950 por um conjunto de agentes de viagens que
consideraram que, sob a forma de Associação, poderiam em conjunto defender melhor os direitos e
interesses do seu setor de atividade.
Ao longo dos últimos cinquenta anos a Associação tem tido um papel fundamental no desenvolvimento
do turismo nacional, promovendo o debate de ideias entre os seus associados, apresentando propostas
a todos os níveis, antecipando as mudanças do mercado e preparando o setor para os desafios que lhe
são colocados. Atendendo ao posicionamento das agências de viagens, que constituem o principal
elo de ligação entre a oferta turística e os consumidores, a ação da APAVT ultrapassa muitas vezes o
âmbito desta classe, contribuindo decisivamente para a atividade turística no seu todo.

IATA

O Transporte Aéreo Internacional é uma das indústrias mundiais mais dinâmicas e cujo mercado está
em permanente mutação. Necessita por isso de ter ao seu dispor uma associação universal com
visão e responsável, operando pelos mais altos padrões profissionais. Esta associação é a IATA.

IATA – International Air Transport Association, foi fundada em Havana – Cuba, em abril de 1945.
Aquando da sua fundação, tinha 57 membros de 31 países diferentes, na sua maioria na Europa e
América do Norte. Hoje agrupa aproximadamente 280 companhias aéreas, incluindo as maiores,
representando mais de 95% do tráfego aéreo internacional.

Oct 2018 4
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A IATA é uma associação voluntária, não exclusiva, apolítica e democrática. Se para as companhias de
aviação, a IATA representa o meio de se encontrarem as soluções conjuntas para os diversos problemas
da indústria, para os governos, é o seu agente nas negociações para o estabelecimento de
tarifas uniformes (onde não exista a liberalização) e a garantia de que é oferecido ao público um
transporte aéreo em condições económicas e de segurança.
Para o público, é a certeza de um constante esforço no sentido de melhorar a indústria.

Objetivos da IATA
Tudo o que possa direta ou indiretamente relacionar-se com o transporte internacional é objeto de estudo
e apreciação da IATA, através dos seus órgãos especializados:
- segurança, regularidade e economia dos voos;
- a medicina preventiva em favor dos Passageiros e Tripulações;
- a segurança e orientação no condicionamento do transporte de mercadorias;
- a cobrança e transferência de divisas;
- a colaboração com outros órgãos especializados.

E para comodidade do passageiro permite-lhe num qualquer ponto de venda (Agências de


Viagens IATA):
- reservar vários voos, para qualquer destino;
- pagar uma única tarifa, por mais complexa que seja a rota;
- emitir um único bilhete utilizável para todo o percurso.

BSP
BSP Billing and Settlement Plan - BSP

O Billing Settlement Plan (BSP) é um sistema padronizado para companhias aéreas e agências de
viagens, facilitando a gestão das vendas, dos relatórios e do bilhete de transporte aéreo do passageiro.
As regras são estabelecidas através da jurisdição geral do Passenger Agency Conference (PAConf),
delegado ao comité do BSP (BSP Committee – BSPC) e coordenado pelo Agency Administrator/Plan
Management.
Os agentes de viagens ficam habilitados:
- a emitir Neutral Standard Traffic Documents (STD) em benefício de todas as companhias aéreas BSP,
e em conformidade com os seus acordos de venda (Sales Agency Agreements);
- reportar as suas vendas feitas em benefício de companhias aéreas BSP, a um sistema central (EDP
Centre), que produz uma conta para cada agente;
- os agentes pagam as suas contas através do BSP Clearing Account por cada data de remessa . O BSP
paga às companhias aéreas.
Neste momento existem 69 BSPs em 147 países.

SULFORMA

A Sulforma - Consultoria e Gestão Empresarial, Lda, é uma empresa jovem, vocacionada para a
promoção e execução de projetos de formação profissional cofinanciados e privados.
Constituída em 20 de junho de 2002, com sede social no Parque Industrial e Tecnológico de Évora, Rua
Circular Poente, n.º 37 – Fração I, Évora, e acreditada enquanto entidade formadora pela Direção-Geral
do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT), com o processo n.º 3997, a Sulforma tem vindo a
crescer e a solidificar a sua atividade, melhorando em termos de estrutura física com a abertura de
filiais no Porto, Lisboa e Beja, e dispondo de espaços formativos por todo o
País (Continente, Açores e Madeira). Diversificou-se assim o raio geográfico de ação para dar resposta
a um maior número de necessidades e abranger pontos nevrálgicos do nosso território nacional.

Oct 2018 5
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Ambientes de trabalho

Galileo Desktop

A versão atual do software Galileo é o Galileo Desktop. Esta versão inclui três ambientes de trabalho
distintos:

Focalpoint - Versão críptica Viewpoint – Versão user friendly

Para alternar entre os dois ambientes:

De Focalpoint para Viewpoint: De Viewpoint para Focalpoint:

Smartpoint

O Smartpoint é o ambiente que abre automaticamente quando entra no Galileo Desktop.


Caso por alguma razão feche o Smartpoint, pode abrir a aplicação novamente, clicando no botão da
barra superior de ferramentas:

Por defeito, o Smartpoint apresenta duas janelas:

• Janela das transações – a janela do lado direito, onde se fazem entradas e se obtêm respostas.

• Janela do Booking File – a janela do lado esquerdo, onde aparece a reserva que está ativa e
que é atualizada automaticamente de acordo com as entradas feitas na janela do lado.

Oct 2018 6
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Legenda: versão Classic

Legenda: versão Flex Windows

Para poder passar do ambiente Smartpoint para Focalpoint e vice-versa, utilize o comando
Ctrl + F12.

Oct 2018 7
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Janela das transações

Opção para minimizar o Smartpoint

Quick Commands
Entradas de Replay
Imprimir/copiar/Viewtrip

Trip Quote

Gestor de queues

Smartpanel

Na barra superior aparecem as seguintes opções:

Áreas de trabalho

Esta opção permite ativar o tradutor, que permitirá uma rápida adaptação ao
sistema Galileo nos casos em que o agente foi utilizador de outro GDS :

Permite ativar ou desativar a interatividade do ecrã Smartpoint :

Indica a Pseudo City na qual está a trabalhar

Oct 2018 8
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Aumenta ou diminui o ecrã Smartpoint

Fecha a aplicação do Smartpoint

Barra de menus:

Opções de configuração das janelas de Smartpoint:

APPLICATION
Application Settings Pode controlar o nº de resultados no Availability,
Save Window Positions/Settings
Restore Window Positions/Settings
Shopping e Fare Display.
Reset Window Positions/Settings
Reset All Settings to Factory Default Permite selecionar o idioma e a cor da janela das
Quit Application transações.

Pode optar por ter a mesma


cor nas duas janelas.

O tipo e tamanho da letra


pode também ser
selecionado neste menu.

A assinatura (R.P) pode


também ser programada de
forma a ser automática.

Search Settings – define o


nº de linhas que pretende
visulaizar em determinados
displays.

Se não selecionar esta


opção, a caixa para fazer o Sign-on deixa de aparecer.

A partir da versão SP8 pode trabalhar no ambiente


Clássico, ou optar pelas Flex Windows – para mais
informação consultar anexo do manual.

Oct 2018 9
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Sell and Follow-On Settings

Permite definir o tipo de “memória” que pretende


que as suas janelas tenha.

Windows management

Para criar novas janelas deve selecionar a opção


Add e inserir o nome da nova janela.

Após fazer alterações neste menu, deve


selecionar a opção Save de forma a guardar as
configurações.

TERMINAL
Print
Permite criar ecrãs adicionais (Tabs). Um clique
New Terminal Tab
no sinal mais (+) cria também Tabs adicionais
Remove Current Terminal Tab
Copy Terminal Content as Text
Go to Current Terminal
Go to Next Tab
More results…
Go Back…
Show/Hide PNRViewer Opção para obter um ecrã apenas de
Swap Terminal/PNRViewer
Smartpoint.
Change to top terminal (split screen)
Change to bottom terminal (split screen)
Full screen mode
Grid View Mode Opção para obter um ecrã dividido em 4 janelas.
Native/Interactive Mode

Este formato assemelha-se às


janelas de Focalpoint, mas com
todas a vantagens do
Smartpoint.
Para voltar ao formato original
deve clicar em:

HISTORY
Response History Back
Response History Forward Opção para recuperar respostas do sistema

WINDOW
Window 1
Show all windows Opção para alternar entre janelas

Oct 2018 10
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

PNR
Create/ Edit Customer Information Scripts que permitem criar ou alterar informação do
Create/ Edit Booking Remarks passageiro e outros elementos opcionais da reserva.
Create/ Edit Special Services
Assign/ Edit Seat Assignments Também encontra estas opções em:

SEARCH
Air Availab ility Search
Hotel Availability Search
Scripts de pesquisas diversas, para quem não
Car Availability Search está familiarizado com as entradas crípticas.
Flight Shopping Search
Flight Shopping and Hotel Search

SELL
Flight
Hotel Opção para inserir segmentos diretos na reserva
Car

TOOLS
Quick Commands Opção de criação de comandos de acesso rápido
Queue Count Options Gestor de queues
Replay Entries Opção para recuperar entradas
Automatic Update Otions ... Opção de atualização automática do Smartpoint
Smartpanel Ecrã de pesquisa Shopping
Programmable Keys Editor Criação de Pkeys
Recent PNRs Opção para recuperar entradas recentes
Rapid Reprice Funcionalidade de Reemissões Automáticas
Calendar Funcionalidade de pesquisa partindo de um calendário
Calculator Calculadora
Trip Quote Copy Envio de orçamentos/itinerários personalizados

HELP
User Guide Manual de Smartpoint
Training Videos
eNett VAN User Guide
Ask Travelport Acesso ao ASK Travelport
About… Informação sobre a versão instalada de Smartpoint

Oct 2018 11
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Janela da reserva

Botões de acesso a campos ocultos da reserva.


Os campos com informação aparecem também
disponiveis para acesso em baixo.

Acesso para venda de serviços auxiliares

Descrição da barra inferior:

Alertas para os agentes

Fazer busca por “palavra chave” no


conteúdo da reserva

Editar PNR para alterar/inserir


campos opcionais

Lista de PNRs recentes

Tools / Ferramentas:

Permite ao agente personalizar a visualização dos campos da


reserva:

Opção que altera a posição dos botões dos campos ocultos

Diferentes campos da reserva que podem ser selecionados de


forma a estarem sempre visíveis sempre que se entra no PNR

Refresh

Opção para aumentar ou diminuir o tamanho da letra

Opção para imprimir/copiar a reserva

Oct 2018 12
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

As mesmas funcionalidades estão disponíveis na versão Flex windows,


apenas os menus estão indicados com símbolos diferentes.

Encontra informação mais detalhe no final deste manual.

Sign on

Assinar e Sair do sistema

No início do dia de trabalho, para poder aceder ao sistema Galileo, é necessário inserir a sua assinatura
e respetiva password.
A assinatura é-lhe facultada pelo Galileo e fica associada à sua Agência/PCC. A assinatura é composta
pela letra Z, seguida de duas letras, normalmente retiradas do nome do agente.

Entrada: SON/ZFS

SON = Entrada obrigatória


ZFS = Letra Z obrigatória, seguida de duas letras atribuídas pelo Galileo

Ao inserir o SON, o sistema mostra automáticamente o


Script para inserir a password.
Caso não queira ver o script, pode inibir na opção
APLICAÇÃO.

Quando assina o sistema pela primeira vez, é-lhe dada uma password, que será de imediato alterada
para uma à sua escolha.

A criação de uma nova password obedece às seguintes regras:

• Deve ser composta por um mínimo de sete (7) e um máximo de dez (10) caracteres
alfanuméricos
• Não pode conter o nome do utilizador ou da agência
• Palavras como Galileo, Apollo, United States não podem ser utilizadas
• Não é permitida a utilização de três (3) caracteres iguais consecutivos, como por exemplo: AAA
ou 222
• As últimas cinco (5) passwords utilizadas não poderão ser repetidas
• A password do utilizador só pode ser alterada uma vez por dia
• A password é válida por um período máximo de noventa (90) dias, pelo que deverá ser
alterada, sendo obrigatório alterar pelo menos três (3) caracteres.

Uma assinatura que não seja utilizada por um período de noventa (90) dias, é automaticamente
removida, pelo que será necessário criar uma nova se pretender voltar a utilizar o sistema.

Oct 2018 13
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Ao terminar o seu dia de trabalho ou quando interromper por um longo período (por exemplo durante o
almoço), deverá sair do seu terminal, com a entrada:

SOF Efetua o sign off da sessão, verificando se alguma reserva ficou aberta ou por finalizar,
e obriga a ignorar ou finalizar a ação

SOF/ZFS Efetua o sign off da sessão, sem verificar se existe alguma reserva incompleta

Alteração de password

A password é renovada a cada noventa (90) dias. O sistema avisa automaticamente quando chega a
altura da renovação.

Desbloqueio de Sign on

Caso bloqueie a sua assinatura, o que poderá acontecer quando efetua três (3) tentativas falhadas, para
proceder ao desbloqueio deve aceder ao MyTravelport para solicitar uma password temporária.

Certifique-se primeiro, de que o seu Sign on Galileo contém o endereço de e-mail utilizado para iniciar
a sessão no MyTravelport. Se o endereço de e-mail ainda não tiver sido introduzido, siga as instruções
apresentadas para associar o seu endereço de e-mail ao seu sign on.

1. Solicite uma palavra-passe temporária utilizando o MyTravelport.

Importante:

 O seu perfil de utilizador Travelport Galileo tem de conter o mesmo endereço de e-mail utilizado
para iniciar sessão no MyTravelport.

 Não é possível associar o endereço de e-mail ao seu sign on e solicitar uma palavra-passe
temporária através do MyTravelport no mesmo dia. Após introduzir o endereço de e-mail no
perfil de utilizador, poderá iniciar o processo de solicitação de uma password temporária no dia
seguinte.

 É possível solicitar uma reposição de password uma vez por dia.

Introduzir o endereço de e-mail no seu perfil do SON Galileo

Para solicitar uma palavra-passe temporária utilizando o MyTravelport, o endereço de e-mail que
utiliza para iniciar sessão no MyTravelport tem de estar armazenado no perfil de utilizador do sistema
da Travelport.

Os utilizadores Travelport Galileo podem adicionar, editar e apresentar os seus endereços de e-mail
nos respetivos perfis de utilizador seguros.

1. Inicie sessão no Travelport Galileo.


2. Introduza o comando para adicionar o seu endereço de e-mail do perfil de utilizador seguro. O
comando mais comum para utilizadores de agências é: STD/Zxxx/yyy/*EM
Onde xxx é a pseudo city e yyy é o ID de agente. Clique abaixo para ver os formatos adicionais
disponíveis para outros tipos de utilizadores.

Oct 2018 14
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Ver outras comandos

 Os agentes Travelport Galileo com sessão iniciada


na PCC digitam a seguinte entrada:
STD/Zyyy/*EM
Onde yyy é a PCC de 3 ou 4 caracteres.

 Os agentes Travelport Galileo com sessão iniciada numa filial digitam a seguinte entrada:
STD/Zyyy/*EM
Onde yyy é a PCC e xxx é o ID de agente.

 Os agentes de agências de serviços Travelport Galileo fazem a entrada:


STD/ZVxxyyy/*EM
Onde xx é o código da agência de
serviços e yyy é o ID de agente da
agência de serviços.
Para códigos numéricos, os agentes das agências
de serviços Travelport

3. Importante: Prima a tecla de TAB após introduzir


o endereço de e-mail pela segunda vez.

4. Prima ENTER. Uma mensagem de confirmação


indicará que o perfil foi alterado.

Esta ação deverá ser realizada uma única vez. A partir deste momento, sempre que
necessite de fazer reset à sua password Galileo, entre em MyTravelport e siga os
seguintes passos:

1- Selecione no Menu Support /Support requests

Oct 2018 15
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Em seguida, irá receber um email para confirmar que


solicitou o Reset . Faça ‘click’ em : “link to confirm
password reset page”.

Informe dentro do Link que deseja fazer reset e o


sistema responde: YES, GENERATE.

Entre no SMARTPOINT, assine e digite a password temporária.

O sistema Galileo vai abrir uma máscara para que possa introduzir a sua própria password:

Mais informações: aceda a


MyTravelport (AN16698).

Oct 2018 16
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Áreas de trabalho

Existem cinco diferentes áreas de trabalho no sistema Galileo - A, B, C, D e E. Quando o sistema abre,
o agente é automaticamente colocado na área A, mas pode mover-se para as outras áreas.

As áreas aparecem automaticamente na barra superior, pelo que o agente sabe sempre em
que área está a trabalhar:

A área atual de trabalho está assinalada a branco. (C)


As áreas com reservas ativas, estão assinaladas a laranja. (A)
Áreas onde esteve a trabalhar anteriormente estão assinaladas a azul. (B)
Para mudar de área, basta um simples clique na área para a qual pretende mudar.
Se preferir pode ainda utilizar a entrada:
OP/W*

Para mudar para outra


área: SB

SB = Switch to B

De acordo com a
imagem, o sistema tem
agora a área B ativa.

• A palavra ACTIVE, identifica a área de trabalho que está ativa


• As outras áreas de trabalho mostram um duty code ou a Pseudo City da agência.

Oct 2018 17
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pseudo City

Como saber a PCC (Pseudo City Code) da Agência

Todas as agências de viagens estão identificadas por uma Pseudo City Code que pode ser composta por
três (3) ou quatro (4) dígitos alfanuméricos.
A Pseudo City Code, cuja abreviatura é PCC, identifica a sua agência e, consequentemente, a localização
de um ou mais terminais.

Encontra esta informação, na barra superior da janela das transações:

Pode ainda fazer a seguinte entrada:

QCA Na resposta do sistema a esta entrada a PCC encontra-se na primeira linha:

Linguagem Internacional da Aviação

No manual ATA/IATA Reservations Interline Message Procedures - Passenger (AIRIMP) está


compilada toda a informação que diz respeito à comunicação standardizada para o tratamento de
reservas de passageiros, universalmente acordada. O que está definido no AIRIMP é utilizado por milhões
de agências de viagens e companhias aéreas para comunicarem (via sistema) entre si.

O mundo da aviação tem uma linguagem muito própria, por siglas e em inglês.
Num primeiro contacto é essencial a familiarização com um mundo de códigos e abreviaturas.

Alfabeto Fonético

A Alpha N November
B Bravo O Oscar
C Charlie P Papa
D Delta Q Quebec
E Echo R Romeo
F Foxtrot S Sierra
G Golf T Tango
H Hotel U Uniform
I India V Victor
J Juliet W Whiskey
K Kilo X Xray
L Lima Y Yankee
M Mike Z Zulu

Oct 2018 18
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Generalidades sobre os códigos

Os meses e os dias aparecem sempre com as três (3) primeiras letras da palavra em Inglês.

January JAN July JUL Monday MON


February FEB August AUG Tuesday TUE
March MAR September SEP Wednesday WED
April APR October OCT Thursday THU
May MAY November NOV Friday FRI
June JUN December DEC Saturday SAT
Sunday SUN

As cidades e aeroportos são também identificados por códigos de três (3) letras.
Alguns exemplos abaixo:

Porto OPO Brussels BRU Moscow MOW


Lisbon LIS Paris PAR Warsaw WAW
Faro FAO London LON Montreal YMQ
Madrid MAD Heathrow LHR Toronto YTO
Barcelona BCN Gatwick LGW New York NYC
Frankfurt FRA Amsterdam AMS Newark EWR

Os países são identificados por códigos de duas (2) letras e as moedas por códigos de três (3) letras.
Alguns exemplos abaixo:

Portugal PT Euro EUR


Spain ES Dollar USD
France FR Franco suiço CHF
Belgium BE Libra inglesa GBP

Recuperar entradas crípticas

É possível recuperar entradas feitas anteriormente:

Utilizando as teclas das setas, pode recuperar as últimas


entradas feitas.
Esta opção, permite-lhe selecionar uma entrada de cada vez.

Pode também recuperar uma sequência de entradas, que lhe


permite, por exemplo, refazer uma reserva na totalidade, ou uma
máscara.

A função de Replay, encontra-se no botão na barra lateral

Oct 2018 19
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Seleciona as entradas que pretende repetir, e .O sistema fica a processar as entradas uma
seguir às outras.

Scrolling

Função de Scrolling

Sempre que, no canto inferior esquerdo de qualquer display, exista um parênteses seguido de um start
of message (SOM) )>, significa que existe mais informação para além da que está visível naquela
janela, à qual se acede utilizando os seguintes comandos:

MD - Move Down Passa à página de informação seguinte


MD4 - Move Down 4 linhas Ação anterior, mas só para um determinado número de linhas (4)
MB - Move Bottom Ir para a última página que contém informação
MT - Move Top Volta ao início do display – página inicial
MU - Move Up Passa à página de informação anterior
MU5 – Move Up 5 linhas Ação anterior, mas só para um determinado número de linhas (5)

Scrolling automático

Em Smartpoint é possível fazer o scrolling automático das páginas de display mais longo – indicação
)>.

Após a entrada H/FS, selecionar


a opção Print como segue:

Utilização das janelas

Tecla Ctrl + W Clear Window – limpa a janela ativa


Tecla Ctrl + S Clear Screen – limpa todas as janelas
Tecla Ctrl + Z Zoom – aumenta ou diminui a janela ativa
Tecla Ctrl + B Print – imprime a janela ativa
Tecla Ctrl + X Print – imprime todas as janelas
Tecla Ctrl + R Reset do sistema

Para limpar as janelas em Smartpoint:


Janela do Booking File – ignora a reserva ativa e limpa a janela
Janela das transações – utilizar as entradas acima descritas

Oct 2018 20
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Insert ativo

Sempre que é necessário trabalhar com máscaras em Galileo a tecla INSERT deve estar desativada,
caso contrário o sistema apresenta um erro.

Para saber se a tecla INSERT está ativa pela cor do cursor:


Vermelho: ativada
Amarelo: desativada

Codificação e Descodificação

O sistema Galileo permite, sempre que necessário, descodificar ou codificar o nome das Companhias de
Aviação, Cidades, Tipo de Avião, Países e Regiões.
Os mais importantes são:

Codificar (Encode) Companhias de Aviação:

.AE AIR FRANCE Airline Encode Codifica uma companhia

.AE ALITALIA/TAP/AIR FRANCE Airline Encode Codifica três companhias

Descodificar (Decode) Companhias de Aviação

.ADAF Airline Decode Descodifica uma companhias

.AD AZ/TP/BA Airline Decode Descodifica três companhias

.AD * 047 Airline number Decode Descodifica pelo código IATA

Codificar/Descodificar (Encode/Decode) Cidades e Aeroportos

.CE PARIS City Encode Codifica a cidade

Legenda: M = city with multiple airports

.CD IST City Decode Descodifica a cidade

Legenda: A = airport location

Oct 2018 21
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

.CR LHR City Record Informações do aeroporto

(Não utilizar o código de cidade, quando existirem diferentes códigos de aeroporto)

Codificar (Encode) Equipamento

.EE Fokker Equipment Encode Codifica o tipo de avião

Descodificar (Decode) Equipamento

.EDER4 Equipment Decode Descodifica o tipo de avião

Codificar (Encode) Países (Land)

.LE France Land Encode Codifica o país

Descodificar (Decode) Países (Land)

.LDPT Land Decode Descodifica o país

Regiões

Alguns países estão divididos em regiões ou estados.


É possível obter essa informação com as seguintes entradas:

.RD Display da lista de países compostos por regiões

.RD AU Display das regiões de um determinado país

Através do menu Search pode codificar uma cidade sem utilizar entradas crípticas:

Oct 2018 22
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Consulta de Informações Diversas

É possível encontrar no sistema outras informações úteis, nomeadamente sobre diferenças horárias
(Local Time), tempos mínimos de ligação (Minimum Connecting Time), informações sobre vistos e
vacinas (Timatic), entre outros.

Local Time

Esta funcionalidade permite saber a hora local de qualquer país ou cidade.

@LT Hora local do país onde a agência se situa

@LTSYD Hora local da cidade de Sydney

Minimum Connecting Time

Na venda de um percurso com ligações, o sistema valida automaticamente o tempo mínimo de ligação
entre os segmentos reservados.
Não obstante, o sistema permite, em qualquer altura, verificar essa informação numa reserva.

@MT Valida todas as ligações do itinerário reservado

@MT2-4 Valida as ligações dos segmentos 2 ao 4

Timatic

Esta ferramenta internacional fornece um guia completo de informação a nível de requisitos para as
viagens internacionais, bem como restrições a nível de vistos, saúde (vacinas), alfândega, moedas e
taxas de aeroporto.

TI- Display do menu do Timatic

Utilizar o Tab ou um clique para selecionar o tipo de consulta que pretende fazer.

Oct 2018 23
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Cálculo de datas

Esta funcionalidade permite calcular datas, quer para limites de emissão, quer para a restrição do mínimo
e máximo de estadia, de acordo com a regra da tarifa.

*TAA/1OCT/30 Subtrai 30 dias a 01 de outubro

*TAA/1OCT/+60 Adiciona 60 dias a 01 de outubro

*TAA/330 Informa a data mais distante até à qual a disponibilidade aparece no sistema
Galileo

A calculadora do Smartpoint permite também fazer o cálculo de datas:

Timetable – Frequência de voos

A consulta do Timetable pode ser particularmente útil para verificar se existe um voo direto entre duas
cidades, ou qual a frequência de voos, quando os voos não são diários.
O sistema mostra os voos diretos entre duas cidades e, caso seja necessário, os voos de ligação. A
informação que aparece é com base na data indicada e 28 dias para a frente.

TT20SEPLISFRA

Oct 2018 24
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

TT20SEPOPOFRA/TP Preferência aos voos da TP

TT Mostra o último display de Timetable

TT20SEPLISFRA.C Mostra todas as ligações entre este par de cidades inclusivamente com
voos de ligação (C = connection)

TT20SEPLISJNB.MPMLAD Mostra voos LIS JNB via MPM ou LAD

Classe de reserva

É importante distinguir o conceito de classe de serviço/classe de reserva.


Quando se pergunta a um passageiro se ele tem preferência de classe, referimo-nos ao serviço que este
pretende usufruir dentro do avião.
Podem existir 3 classes de serviço distintas no avião – estas correspondem às diferentes cabinas do
avião Para cada classe de serviço que existe, a companhia disponibiliza diversas classes de reserva, ou
melhor dizendo, subclasses ou RBD (Reservation Booking Designators).
Hoje em dia, algumas companhias já criaram outras denominações – Economy Premium, por exemplo.

Oct 2018 25
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Availability

Disponibilidade de Voos

O sistema Galileo, na sua facilidade de Disponibilidade de Lugares, tem um alcance de ontem, hoje e
mais 330 dias. Não indicando preferência de horário, com a entrada abaixo indicada, o sistema faz a
busca entre as 00h00 e as 23h59 do dia indicado.
O quadro abaixo mostra um exemplo de uma disponibilidade de lugares neutral:

A12SEPLISPAR

Uma Disponibilidade de Lugares apresenta:

1ª linha: dia da semana, data pedida, cidade de origem e destino, a busca foi feita entre as
00h00 e as 23h59 do dia indicado e a informação de que se trata de um display
neutral (G*GAL)

Colunas:
1 – Numeração das diferentes linhas do display
2 – Se existir o símbolo – entre o número da linha e a cidade de partida, significa que há mudança de
aeroporto
3 – Cidade de origem e destino
4 - Horas locais de partida e chegada
Se entre a hora de partida e de chegada existir um:
# o voo chega no dia seguinte à partida
* o voo chega 2 dias depois da partida
- o voo chega no dia anterior à partida
5 – Número de voo com respetivo código da companhia aérea, se for precedido de uma @ (arroba)
significa que se trata de um voo code share (operado por outra companhia)
6 – Diferentes classes e respetiva situação:

A Available 0-9 Número de lugares disponíveis para venda


R Request 0 Aceita lista de espera
L Lista de espera C Lista de espera fechada
X Cancelado X Voo cancelado (ou classe)

Low Cost Carriers – os voos Low Cost aparecem na mesma disponibilidade dos voos tradicionais, no
entanto as classes de reserva não têm informação adicional.
7 – Tipo de equipamento
8 – Tipo de contrato entre a companhia e o Galileo
9 – Voo ilegível para bilhete eletrónico

Informação disponível sobre Branded Fares

Oct 2018 26
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A interatividade do ecrã
permite obter, sem
entradas adicionais e de
forma mais rápida, a
informação pretendida

Se clicar na classe com a


tecla do lado direito do
rato, pode selecionar o
tipo de segment que
pretende inserir:
Ativo ou Passivo

A barra inferior nos ecrãs


de availability permite
solicitar a disponibilidade
para o dia anterior e para
o dia seguinte, bem como
selecionar o número de
passageiros a reservar.

Para ocultar a barra do ecrã basta clicar no botão:

Para abrir a barra basta clicar na opção:

Para retirar a divisão da janela de Terminal Window basta clicar em:

Após o display inicial, pode utilizar filtros para uma busca mais específica:

Oct 2018 27
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pode ainda visualizar os voos de ida e volta, ou dois percursos distintos


em simultâneo:

A20MAYOPOLIS*TP+30MAY*TP ou
A20MAYLISFRA*TP+26MAYFRANYC*LH

Para vender basta clicar em


cima da classe de reserva
pretendida em cada voo ou,
alternativamente, efetuar a
entrada críptica:

N1Y2+N1Y3

Pode também consultar


informação adicional em
, para definer qual a
classe de reserva mais
indicada.

Encontra informação mais


detalhada em Branded
Fares.

A barra inferior nos ecrãs de Availability permite solicitar a disponibilidade para o dia anterior e para o
dia seguinte, bem como selecionar o número de passageiros a reservar:

Voos code-share no Availability

Um novo modificador permite fazer uma busca mais específica em termos de voos:

A12MARLISFRA/TP@-ALL Exclui todos os voos code-share

Oct 2018 28
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A12MARLISFRA/TP@ALL Inclui todos os voos code-share

Branded Fares no Availability

Para se familiarizar com a política tarifária da companhia, e assim poder vender o produto mais adequado
ao seu cliente, a Travelport disponibiliza as Branded Fares.

Ao clicar, aparece a informação em que pode ver quais as classes que correspondem a cada família de
tarifas, as características de cada uma e ainda serviços disponíveis.

Pode efetuar a venda a partir daqui, ou voltar ao ecrã do Smartpoint.


Após a venda dos lugares e a inserção do nome do passageiro, pode fazer o Fare Quote, aceder às
Branded Fares e gravar a tarifa pretendida.

Oct 2018 29
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Outras entradas para disponibilidades de voos

Pode ainda efetuar as seguintes entradas de disponibilidade de lugares:

A13APROPOLHR Disponibilidade neutral (display de todas as companhias)


A*TP Transforma um display neutral, num display com link à companhia
A13APROPOLHR*TP Disponibilidade com link à TAP
A13APROPOLHR/U2 Disponibilidade com prefer~encia de companhia – utilizado nas
disponibiliades de companhias Low Cost
A23SEPFNCLIS*TP@W Disponibilidade com link à TAP e preferência pela classe W
A27OCTLISMPM.D Só voos diretos
A20JANLISSYD.FRA Disponibilidade via Frankfurt

Em Smartpoint é possível fazer pesquisas de disponibilidade através de um script


disponível na opção Search na barra de ferramentas:

O script permite especificar as


preferências de busca.

A resposta do sistema aparece no


formato normal, igual ao efetuado
com a entrada críptica.

Outra forma de pesquisar disponibilidade em Smartpoint é através do Calendário, disponível no menu


Tools na barra de ferramentas:

Selecionar com o rato as datas da viagem


e com a tecla do lado direito abre o menu
de opções de pesquisa. O sistema
apresenta várias opções de busca e
assume as datas anteriormente
selecionadas.

Oct 2018 30
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Entradas de Follow Up:

Depois de ter feito uma das entradas anteriores, é possível alterar o pedido utilizando as entradas abaixo
indicadas:

A* Recupera o display feito – neutral


AM*TP Mostra mais voos num display com link
A*BA Altera para link à BA
AR12AUG Regresso para 12 de agosto
A# 1 dia depois
AR#3 Regresso para 3 dias depois
A#5 5 dias depois
AN15SEPFRA Assume o destino anterior
A- 1 dia antes
A.FRA.SIN Via Frankfurt e Singapura
A-5 5 dias antes
A@#2 Mais classes para a linha 2

Venda de lugares

Depois de verificar a disponibilidade de lugares pode efetuar a venda.

N1Y1 Venda de 1 lugar em classe Y da linha 1 do Availability


N1C1Y2 Venda de 1 lugar em classe C da linha 1 e em classe Y na linha 2 do Availability
N1C1* Venda de 1 lugar em classe C da linha 1 e em classe C da linha 2 do Availability
N1Y1LL Colocar voo em lista de espera (waitlist)
N1Y1AK Inserir segmento passivo (AK) para efeitos de simulação de tarifa ou emissão de
grupos

Ao fazer a venda, os segmentos selecionados aparece automaticamente no ecrã do Booking File.

Outros tipos de segmentos:

0S4OPEN10MAYLISPDLNO1 Inserir segmento OPEN na reserva


Y Arrival Unknown

Booking File

Campos do Booking File

Numa companhia de aviação todos os dados inseridos no sistema para formarem uma reserva de um ou
mais passageiros, têm o nome de PNR (Passenger Name Record), e obriga à existência de pelo menos
um segmento aéreo.

No sistema Galileo, os mesmos dados inseridos chamam-se Booking File (BF).

Campos Obrigatórios

Campos Obrigatórios da Reserva

Os campos obrigatórios do Booking File são indispensáveis para a criação da reserva. Sem estes não é
possível obter um código de reserva (PNR).

Oct 2018 31
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Num Booking File os campos obrigatórios são cinco, a saber:

1- Itinerary Segmentos de reserva

2- Name field Nome dos passageiros

3- Phone Field Telefone, nome da agência e do agente

4- Ticketing Field Dados do bilhete

5- Received from Field Quem efetuou a reserva

A ordem pela qual estes elementos são inseridos na reserva é arbitrária.

Nome (Name Field)

A inserção dos respetivos nomes será feita, como a seguir se indica, tendo em atenção que, este campo
deverá ter o mínimo de 2 caracteres e o máximo de 55 por passageiro:

N.SILVA/ANTONIOMR 1 único passageiro


N.2SILVA/JOAOMR/INESMRS 2 passageiros com o mesmo apelido
N.SILVA/AMR+N.SANTOS/JOAOMR 2 passageiros com apelidos diferentes
N.2SILVA/RUIMR/JOAOMSTR*P-C06 16MAR07 1 adulto e 1 criança – os dados são obrigatórios
N.SILVA/JOAOMSTR*P-U06 16MAR07 1 criança não acompanhada
N.I/SILVA/SARAMISS*02JAN12 1 bebé – inserido sempre em separado

O bebé fica sempre associado ao primeiro passageiro inserido na reserva.

No campo do nome da criança e do bebé, a parte sublinhada tem a designação de NAME REMARK e é
obrigatório ser inserido do modo como acima é apresentado.

Nota: O campo de Name Remark não segue para a companhia aérea com exceção do Infant (0 aos 24
meses exclusive).
No entanto a inserção deste campo origina informação adicional para a companhia (SSR) e permite obter
automaticamente no Fare Quote a tarifa para os diferentes tipos de passageiros (PTC).

Importante:
Apesar do sistema Galileo permitir até 55 caracteres por nome, o sistema da companhia
poderá ter uma capacidade diferente.
Algumas companhias obrigam à introdução do nome completo do passageiro na reserva,
correndo o risco da recusa de embarque do passageiro caso este campo não corresponda ao
nome no documento de identificação.
Recomendamos que verifique com a companhia quais os seus requisitos. Note que numa reserva com
várias companhias envolvidas, deve confirmar com todas os procedimentos a seguir.
No ASK Travelport pode consultar algumas informações adicionais em: ETKT UX (deixar um espaço para
o código da companhia)

Alteração ou Cancelamento de nome

A alteração de nome deve apenas ser feita antes de obter um código de reserva.
Qualquer alteração feita após ter gravado a reserva é assumida como Change Name e poderá resultar
no cancelamento da mesma, ou numa penalização posterior da companhia (ADM).
Para cancelar um passageiro deverá primeiramente fazer um Divide à reserva. Ver mais à frente a
explicação detalhada deste procedimento.

Oct 2018 32
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

As alterações aos dados da criança e do bebé (em Name Remarks) podem ser efetuadas em qualquer
altura (antes ou depois do fecho da reserva), visto ser um campo que não segue para a companhia
aérea.

Entradas crípticas:

N.P2@SA/RUIMR Alterar o nome do passageiro 2 para SA/RUIMR


N.P1@ Cancelar o nome do passageiro 1
N.P1-2@ Cancelar os nomes dos passageiro 1 ao 2
N.P1.3@ Cancelar os nomes dos passageiro 1 e 3
N.P1@* Cancelar Name Remarks do passageiro 1
N.P1-2@* Cancelar Name Remarks dos passageiros 1 ao 2
N.P2@*P-C06 16JUL02 Inserir ou alterar os dados da criança (Name Remark)

Oct 2018 33
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Contacto (Phone Field)

A reserva pode ter vários contactos, desde que o primeiro seja obrigatoriamente o da agência.
Somente o primeiro contacto segue para as companhias aéreas e pode conter até 53 caracteres.
O código inicial designa a cidade e o tipo de contacto:

P.LIST*Nome da agência / número de telefone da agência / nome do agente

P.LIST* T=Travel Agency


P.OPOM* M=Pax Mobile phone
P.FNCB* B=Business phone
P.FAOH* H=Pax Home phone

Alteração ou Cancelamento ao telefone

Pode alterar ou cancelar um campo de contacto sem qualquer restrição.


P.3@ Cancela o telefone (item 3)
P.2@LISM*918828882 Altera o telefone (item 2)

Esta informação fica na reserva e não passa para a companhia. Ver mais à frente outras formas de
enviar o contato do pax para a companhia.

Informação sobre o bilhete (Ticketing Field)

O sistema só aceita um único item na reserva e, caso seja inserido mais do que um, o sistema rejeita
com a seguinte resposta “Single Item Field”.
Os formatos aceites pelo sistema são:

T.T* Bilhete já emitido ou a emitir brevemente


T.TAU*20OCT Bilhete a emitir a 20OCT – colocar em Queue para controlo
T.TAU/20OCT*TEXTO Bilhete para 20OCT – Queue 10 – seguido de texto livre (máximo de 69
caracteres)

Alteração ou Cancelamento à informação sobre o bilhete

T.@ Cancela a informação sobre o bilhete


T.@TAU*22OCT Substitui com a indicação de bilhete a emitir a 22OCT – coloca em Queue

Quem pediu a reserva (Received Field)

Este campo deverá ser inserido com a entrada a seguir indicada para que, na história da reserva, fique
sempre registado quem pediu a reserva ou qualquer outra transação:

R.CS Reserva efetuada com as iniciais CS


R.CRISTINA/CS Pedido por cliente Cristina e as iniciais CS do agente

Alteração ou Cancelamento ao Received Field

R.@ Cancela a informação sobre quem pediu a reserva


R.@CS Substitui a informação pela nova

Oct 2018 34
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Finalizar a Reserva – End Transaction

Após a inserção de todos os campos obrigatórios, pode verificar a sua reserva fazendo: *R

Em Smartpoint a informação inserida aparece de forma automática. É possível no entanto fazer um


Refresh à reserva, utilizando para o efeito o botão disponível na barra de ferramentas inferior da janela
do Booking File:

A reserva só ficará efetivamente finalizada após: END TRANSACTION.

Este pode ser feito de duas formas: E (End) ou ER (End e Redisplay), sendo esta última aconselhada,
pois permite visualizar e verificar a reserva já finalizada.

E (End Transaction)
A reserva deixa de estar ativa, ficando registada no sistema. Obtém o respetivo
código de reserva, designado por Record Locator.

ER (End Transaction and Redisplay)


A reserva é registada no sistema, voltando a estar ativa. Obtém-se o respetivo
código de reserva, designado por Record Locator.

Após finalizar o seu Booking File pode ainda sair do mesmo fazendo I (Ignore) ou se desejar continuar
a visualizá-lo e não pretender que seja tida em consideração a última ação tomada, poderá fazer IR
(Ignore e Redisplay).

O comando I (Ignore) deve ser sempre utilizado com muita precaução, pois anula as últimas
ações feitas após o último registo no sistema (E ou ER).

Exemplo de uma reserva

É possível introduzir, modificar ou cancelar qualquer um destes elementos obrigatórios, através dum
script disponível na barra de ferramentas inferior da janela do Booking File:

Oct 2018 35
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para inserir informação, clicar em

Para alterar informação

Para cancelar/retirar um campo

No final . De volta à reserva, gravar novamente com R.P+ER.

Campos Opcionais

Existem diferentes campos opcionais, no entanto, serão apresentados somente aqueles que maior
interesse poderão ter para a vossa Agência, que são:

 SERVICE INFORMATION - OSI (Other Supplementary Information)


 SERVICE REQUIREMENTS - SSR (Special Service Requirement)
 APIS
 SEAT ASSIGNEMENT
 VENDOR REMARKS
 MILEAGE MEMBERSHIP
 REVIEW BOOKING FILE
 NOTEPAD

Oct 2018 36
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

OSI

Service Information - OSI

Este tipo de entrada é usada sempre que seja necessário enviar à companhia ou companhias aéreas
reservadas uma mensagem de carácter informativo.

É geralmente usado para dar informação de contactos dos passageiros, para fazer cross reference de
reservas (TCP), entre outros.
Para determinar a sua aplicação, torna-se necessário saber que este tipo de mensagem é enviada para
o sistema da companhia aérea e regista-se no PNR correspondente sem gerar nenhum alerta.

Por exemplo: Fez uma reserva para dois clientes de uma empresa. Entretanto chega um pedido para
mais um passageiro que irá viajar com os dois anteriormente reservados. Este passageiro ficará numa
reserva separada, mas podemos introduzir uma informação, para que a companhia saiba que viajam
juntos.

Entrada:
SI.TP*TCP 3 LOC Z5REFB
12 3 4

1 Entrada obrigatória para introdução de OSI


2 Companhia aérea a quem se dirige a mensagem
3 * obrigatório
4 Texto livre

Se recebeu da companhia aérea um Vendor Remark solicitando a informação do telefone do


passageiro, porque a viagem tem início no fim de semana e a companhia prevê alterações ao voo, deverá
enviar a informação através deste campo.

Entrada:
SI.SP*CTCM LIS 00351912346739/PT-1SOUSA/JOAO
1 2 3 4

1 Entrada obrigatória para introdução de OSI


2 Companhia aérea a quem se dirige a mensagem
3 * obrigatório
4 Contato de telemóvel do passageiro

A informação aparece no campo *SI

Alteração ou Cancelamento de um OSI

SI.1@ Cancela o item número 1 do campo SI

Pode aceder ao script disponível na barra de ferramentas inferior da janela de Booking


File para introduzir, alterar ou cancelar um OSI:

Para inserir elementos opcionais na reserva, utilize o menu

Oct 2018 37
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

SSR

Special Service Requirement - SSR

Este tipo de entradas destinam-se a formalizar na reserva determinados pedidos de serviços especiais,
como por exemplo as refeições, cadeira de rodas, entre outros.
Estes serviços estão identificados por um código AIRIMP de quatro (4) letras.

Importante:
Hoje em dia, estes serviços especiais implicam um custo adicional, pelo que o agente deve
verificar com a companhia (ou no carrinho de compras) e no caso disso se confirmar, o
procedimento deve ser outro.
Ver mais à frente – compra de serviços auxiliares.

SI.P1/VGML
1 2 3

1 Entrada obrigatória para introdução de SSR


2 Especificação do passageiro
3 Código do serviço especial

Esta informação vai aparecer no campo *SI

Cancelamento de um SSR

SI.VGML@ Cancela o serviço especial para todos os passageiros e segmentos

Alteração do status de um SSR

SI.VGML@HK Altera o status KK para HK

Oct 2018 38
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para inserir elementos opcionais na reserva, utilize o menu

O SSR está associado ao


passageiro e ao voo.
Caso não selecione, o
sistema assume o
serviço para todos os
passageiros e voos.

Selecione o SSR TYPE:

existem 3 grandes
grupos de serviços
especiais

De seguida, selecione o SSR CODE

Deve clicar em para visualizar as linhas de SSR.

Existem determinados SSRs para os quais é obrigatória a inserção de texto com informação detalhada.
Nestes casos, se esta informação não é inserida, o sistema avisa através da mensagem abaixo que é
necessária a introdução de mais elementos:

De seguida . Voltando
à reserva deve gravar
(R.P+ER).

Caso o formato ou o SSR selecionado não esteja correto, o sistema avisa.

Oct 2018 39
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

*SI

Após receber a resposta da companhia, pode atuar:

KK = para passar a HK SI.PETC@HK

NO = para limpar e fazer novo pedido clicar no P1 e selecionar

SSR de contacto de passageiro

De acordo com as alterações referentes à IATA Resolution 830d, será solicitado o contacto do cliente
de forma a facilitar a comunicação em caso de alteração de voo, possíveis atrasos, cancelamentos,
entre outros. O formato a ser utilizado para introduzir este SSR é:

SI.P1/SSRCTCMTPHK1/962222222
1 2 3 4 5 6

1 Formato obrigatório
2 Número do passageiro
3 Código SSR
4 Código da companhia aérea
5 Status obrigatório
6 Número de contacto do passageiro

Importante:
Recomendamos que utilizem este formato para inserir o contato do passageiro na reserva.
A falta desta informação na reserva pode originar penalizações por parte da companhia.
O campo P. deve ser usado unicamente para inserir o contato da agência.

Oct 2018 40
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

APIS

APIS – Advance Passenger Information Support

No âmbito do programa Secure Flight, a TSA (Transport Security Administration) obriga as companhias
a recolher e transmitir os SFPD (Secure Flight Passenger Data), que são previamente comparados com
listas de observação do governo para voos domésticos e internacionais. Por isso, é exigido a todas as
companhias aéreas nacionais e internacionais que voam de ou para um destino nos EUA ou que
atravessam o espaço aéreo dos EUA, transmitam os SFPD independentemente do canal de distribuição
por meio do qual a reserva é efetuada, até 72 horas antes da saída do voo, ou imediatamente dentro
das 72 horas anteriores ao embarque. Além disso, o programa é válido para todas as companhias aéreas
sediadas nos EUA, independentemente dos locais em todo o mundo para onde elas voam.

Os dados a enviar ao TSA para cada passageiro são: nome completo, data de nascimento, género e
número de redress, caso exista (é um número exclusivo que o Departamento de Segurança Interna
(DHS) dos EUA atribui atualmente às pessoas que usam o Programa de Consulta de Compensação de
Passageiros (TRIP)).

A partir de 1 de novembro de 2010, as reservas emitidas sem SFPD completos estarão sujeitas a sanções
por parte das companhias aéreas.

Para ajudar a garantir a observância por parte das companhias aéreas e reduzir os inconvenientes para
os passageiros, a Travelport recomenda enfaticamente que as agências incluam as informações de SFPD
exigidas em cada PNR da Travelport, independentemente da transportadora. Isso ajudará a reduzir o
risco potencial de possíveis atrasos no aeroporto.

As Informações de Documentos de Solicitação de Serviço Especial (Special Service Request Document


Information, SSR DOCS) é o método padrão de mercado usado nos PNRs da Travelport para ajudar as
companhias aéreas a cumprir as exigências do Programa Secure Flight.

Algumas companhias aéreas estão a estudar formas de garantir o cumprimento, incluindo datas
antecipadas de implementação, cancelamento de reservas de passagens, emissão de notas de débito
para agências e/ou inibição de passagens caso os SFPD não constem no PNR. Incentivamos a
pesquisar que medidas específicas estão a ser tomadas pelas principais companhias aéreas parceiras.

Desta forma, recomendamos a inserção dos dados dos APIS (Advance Passenger Information
Support) como até à data, utilizando o Gestor de SSR APIS disponível na barra do Galileo Desktop
ou através da entrada manual como abaixo se demonstra. A última versão do Gestor de APIS está
disponível para download no nosso site: www.travelport.pt (devem encerrar o Galileo Desktop durante
a atualização).

Exemplo de uma reserva sem a informação inserida, e a resposta de rejeição do sistema:

Caso tente emitir, sem ter a informação inserida, o sistema rejeita.

Oct 2018 41
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Códigos para os tipos de documentos:

P = Passport I = BI or CC
A = Resident Alien Card C = Permanent Resident Card

Existem 3 formas de inserir a informação na reserva.

1- Aceder ao botão do APIS na barra de ferramentas do Galileo Desktop:

Introduzir a informação obrigatória:

O sistema mostra duas opções selecionadas:

Informação obrigatória para alguns países.

Informação obrigatória nas emissões para os Estados Unidos (até 72 horas antes do voo).

Outras informações opcionais que se podem inserir:

Para inserir a informação no Booking File:

2- Aceder ao botão na barra inferior:

Selecionar o separador SEGURANÇA:

Oct 2018 42
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

3- A entrada manual. Para ser mais fácil, aceder à página do HELP: H/APIS

Para introdução do APIS, coloque o nome completo, dando espaços nos apelidos, como abaixo se
demonstra:

SI.P1/SSRDOCSTPHK1/P/PT/J6647732/PT/31DEC67/M/31DEC24/SILVA/JOAO/PAULO

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

1 SI.P1/ Informação obrigatória, onde P1 é o número do passageiro


2 SSRDOCSTPHK1 Informação obrigatória com o código da companhia envolvida
Se mais do que uma, usar o código YY
3 P Tipo de documento (passaporte)
4 PT País de emissão do documento
5 J6647732 Número do documento
6 PT País de nascimento
7 31DEC67 Data de nascimento
8 M Género / Masculino ou Feminino
9 31DEC14 Data de validade do documento
10 SILVA/JOAO/PAULO Nome completo do passageiro – em caso de vários
apelidos, deixar espaço entre eles
(ex. COSTA DA SILVA/JOAO/PAULO)

Oct 2018 43
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Nota: É exigido um SSR (APIS) separado por passageiro.

TSA
Introduzir os dados para o TSA (SFPD) com as informações obrigatórias:

SI.P1/SSRDOCSTPHK1/////31DEC67/M//SILVA/JOAO/PAULO

1 2 3 4 5 6

1 SI.P1/ Informação obrigatória, onde P1 é o número do passageiro


2 SSRDOCSTPHK1 Informação obrigatória com o código da companhia envolvida
Se mais do que uma, usar o código YY
3 ///// Cinco barras
4 31DEC67 Data de nascimento
5 M Género / Masculino ou Feminino
6 SILVA/JOAO/PAULO Nome completo do passageiro – em caso de vários
apelidos, deixar espaço entre eles
(ex. COSTA DA SILVA/JOAO/PAULO)

Nota: É exigido um SSR (APIS) separado por passageiro.

O sistema mostra automaticamente a informação inserida em *SI:

Oct 2018 44
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Seat

Seat Assignment

S.P1/9F
1 2 3
1 Formato obrigatório
2 Número de passageiro
3 Lugar pretendido

A informação aparece no campo *SD

Alteração ou Cancelamento de Seat

S.S1P1@ Cancela o lugar

Para aceder ao mapa de assentos,


clique na classe de reserva.

A opção “Show Preferred” permite


ver outras opções de acordo com o
tipo de cartão de passageiro
Frequente.

Em Seat Type, pode especificar o


tipo de lugares que pretende –
gratuitos, ou com um valor
específico.

Após seleção do voo no drop down


menu, com um clique pode
selecionar o lugar pretendido.
Para gravar é necessário clicar em:

Pode selecionar os lugares para todos os voos da reserva, selecionado do lado direito o voo
pretendido.

Importante:
A informação do cartão de passageiro frequente deve ser inserida antes de escolher lugares.
O tipo de cartão pode influenciar nos lugares disponíveis e no preço.

Aparece um ecrã com um resumo dos lugares e voos reservados.

Oct 2018 45
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para finalizar selecione .


Se pretende fazer alguma alteração, selecione
.

No caso das companhias que preferem o pagamento através do EMD, aparecerá à semelhança de
outros serviços, uma linha do *DAS, que permitirá a emissão do EMD.

É possível também, aceder ao Seat Map através do script disponível na barra de ferramentas inferior da
janela do Booking File:

Vendor Remarks

Este é o campo da reserva onde é possível comunicar com uma companhia aérea.
É possível inserir 99 itens com um máximo de 180 caracteres cada.

É utilizado sempre que necessitamos de esclarecer uma dúvida acerca da reserva ou quando
necessitamos que alguém na companhia aérea tome uma ação específica.

É igualmente utilizado para pedidos de autorização como por exemplo um Change Name.

É também neste campo da reserva que a companhia envia mensagens e pedidos de ação acerca da
reserva. Esta informação é recebida no queue 16.

O formato a ser utilizado é:

V.ATP*PLS DAPO CFM TP203 TKS CARLA


1 2 3

1 Entrada obrigatória para Vendor Remark


2 Código de duas letras da companhia precedido da letra A (airline)
3 Texto livre

A informação aparece no campo *VR:

Oct 2018 46
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Quando a agência envia fica identificado como VO (Vendor Out).


Quando a agência recebe fica identificado como VI (Vendor In).

Alteração ou Cancelamento de Vendor Remark

Deve primeiramente fazer *VR e de seguida:

V.1@ Cancela a primeira linha do campo VR

V.1@AYY*TEXTO NOVO Altera o texto do Vendor Remark

Mileage Membership

Para inserir o número de um cartão Mileage Membership, é necessário verificar se o nome constante do
cartão corresponde exatamente ao que foi inserido no campo do nome na reserva.

Entrada:
M.P1/TP775888921
1 2 3

1 Entrada obrigatória para Mileage Membership


2 Associação ao passageiro 1
3 Número do cartão

A informação aparece no campo *MM

Para consultar os acordos com outras companhias para acumulação de milhas: M*TP

Para aceder à lista de todas as companhias que têm acordo, utilizar o formato: M*ALL

Alteração ou Cancelamento de Mileage Membership

M.P2*TP/LH/LO Introduzir a LH e LO para Cross Accrual no cartão da TP do passageiro 2


M.@ Retira todos os cartões inseridos
M.P1@ Retira o cartão inserido para o passageiro 1
M.P1*TP@ Retira o cartão da TP do passageiro 1

Oct 2018 47
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pode aceder ao script disponível na barra de ferramentas inferior da janela do Booking File,
alterar ou cancelar um Mileage Membership:

Para inserir elementos opcionais na reserva, utilize o menu

Review Booking File

Review Booking File

Este campo opcional da reserva pode ser útil sempre que é necessário que o sistema apresente a reserva
num determinado dia, colocando-a por defeito no Queue 12, a fim de poder fazer qualquer verificação a
nível de situação dos segmentos de voo, ou para poder tratar de qualquer outro assunto relacionado
com a viagem.
Pode inserir no máximo 10 itens na reserva, com um máximo de 255 caracteres cada.

Entrada críptica:
RB.17AUG*LIGAR PAX PARA RESERVAR HOTEL
1 2 3

1 Entrada obrigatória para Review Booking File


2 Data em que pretende que a reserva seja enviada para o Queue 12 (default 7h)
3 Texto livre

Esta informação aparece no corpo da reserva.

RB.20JAN/1700*TEXTO Insere um lembrete para 20 de janeiro às 17h00


RB.1400*TEXTO Insere um lembrete para o próprio dia às 14h00

Alteração ou Cancelamento de Review Booking File

RB.1@ Cancela a primeira linha do campo do RB


RB.@1/NOVO TEXTO Altera o texto do item
RB.@2/23JAN Altera a data do item

Pode aceder ao script disponível na barra de ferramentas inferior da janela do Booking


File, para introduzir, alterar ou cancelar um Review Booking File:

Para inserir elementos opcionais na reserva, utilize o menu

Oct 2018 48
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Deve clicar em para


os campos ficarem editáveis.

Notepad

É um campo opcional para registo de linhas de texto informativo.


Este texto é apenas visível na agência, não segue para a companhia aérea.
São permitidos 999 itens numa reserva, com um máximo de 87 caracteres cada.

Entrada:

NP.PAX INFORMADO SOBRE CONDICOES DE PAGAMENTO


1 2

1 Formato obrigatório
2 Texto livre

A informação aparece no corpo da reserva.

Alteração ou Cancelamento de Notepad

NP.1@ Cancela a primeira linha do campo do Notepad


NP.2@TEXTO NOVO Altera o texto do Notepad

Pode aceder ao script disponível na barra de ferramentas inferior da janela do Booking File
para introduzir, alterar ou cancelar um Notepad:

Para inserir elementos opcionais na reserva, utilize o menu

Oct 2018 49
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Selecione no View:

Busca de um Booking File

Para visualizar uma reserva já finalizada, terá de fazer, conforme a situação, uma das seguintes
entradas:

*3WG46D Busca por código Galileo


*-SILVA Busca por apelido do passageiro
*-SILVA/ANTONIOMR Busca por nome completo do passageiro
*20SEP-MENDES Busca por data de viagem e apelido
*BA504-SOUSA Busca por voo e apelido
*BA504/1JUN-SOUSA Busca por voo, data e apelido
*TP700/12JUNLIS-DIAS/JOAOMR Busca por voo, data, ponto de partida, apelido e nome

Busca de uma reserva em caso de Similar Name List:

Quando a busca é feita com a entrada de: *-SILVA (busca por apelido do passageiro), e existirem vários
passageiros com este nome ou com nome similar, o sistema disponibiliza uma lista de nomes precedidos
de números.
A localização da reserva, correspondente ao passageiro em causa, será feita pela data da viagem. A
entrada abaixo permite entrar na reserva:

*3 Seleção do nome número 3 da lista

Se pretender voltar à lista anteriormente obtida, fará:

*0 (zero): Pedido de mais nomes similares *L: Redisplay da lista

Oct 2018 50
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

*-TESTE

A letra X, que se encontra à frente do nome, significa que a reserva está cancelada ou foi totalmente
utilizada (voada).

Pode aceder à reserva pretendida através de um clique no nome do passageiro.


Existe também a opção de Recent PNR a qual permite recuperar as últimas reservas com as quais se
esteve a trabalhar:

Oct 2018 51
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Reservas inativas/voadas

Uma reserva fica acessível no sistema até 24 horas após a data do último voo utilizado. A partir dessa
altura só está disponível através do Past Date Quick (PDQ).
Após 13 meses, a reserva deixa de estar acessível.

No caso das reservas canceladas, o sistema faz um “purge” (deixa de estar disponível) da reserva
contando o próprio dia, mais 24 horas após a reserva ter sido cancelada e aplica-se nas seguintes
condições:
• Todos os segmentos foram cancelados
• A reserva não foi emitida
• Não é um “Claim PNR”

Histórico de uma reserva

A história de uma reserva regista todas as ações tomadas nessa mesma reserva.
Deve começar a ler-se do final para o início.
Cada linha “Credited to - CRDT” divide as ações históricas.

1 >***** HISTORY ZBB55A *****


** NON-ACTIVE PRODUCTS **
2 1 AF1243 C 20MAY GVACDG HK1 730 840 O*
** ORIGINAL CREATOR **
3 RCVD-SECRBLANDIN/MISS/1C8007
4 CRDT- ZRH/ 1C8/1G AG 07 1401Z/25MAY
5 ** HISTORY **
6 XS AF 1542 C 23SEP CDGGVA NN/HK1 700 810 O*
7 RVCD-PSGR/Z 1C8007
CRDT- ZRH/ 1C8/1G AG 07 1401Z/25MAY
VLR AF 1243 C 20MAY GVACDG NN/HK1 730 840 O*
VLR AF 1542 C 23SEP CDGGVA NN/HK1 700 810 O* AVL
1A*2T8K8Y MUCRM1A 18MAY 1358
RCVDCRDT-/ /1G 1358Z/18MAY
HS AF 1243 C 20MAY GVACDG NN/HS1 730 840 O
HS AF 1542 C 23SEP CDGGVA NN/HS1 700 810 O
8 * SERVICE INFORMATION HISTORY EXISTS >*HIS
RCVD-SECRBLANDIN/MISS/Z 1C8007
CRDT- ZRH/ 1C8/1G AG 07 1358Z/18MAY

Legenda:

1 Código de reserva
2 Segmentos voados
3 “Received from” e sign on do agente
4 Linha “credited to” mostra o código de cidade (ZRH) e duty code com assinatura do agente,
hora GMT (Zulu) e data original da criação da reserva
5 Início da história do Booking File
6 Registo das alterações feitas na reserva. No início de cada linha aparece o código com a
descrição da ação tomada
7 Campo do “Received from”
8 Histórico dos serviços especiais

De forma a facilitar a visualização de um histórico, é possível pedir apenas o registo de ações específicas:

Oct 2018 52
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

*H Entire history *HFF Filed fare history


*HI Itinerary history *HNP Notepad history (when optional
Historical indicator was used)
*HIA Air segment history *HSD Seat data history
*HIC Car segment history *HSI Service information history
*HIH Hotel segment history *HVL Vendor locator history

Encontra em cima uma opção que facilita a leitura e interpretação do histórico: *H

A opção Enhanced View,


mostra os registos das
transações descodificadas.

Pode ainda selecionar a


informação que pretende ver.

Imprimir um Booking File

A reserva é composta por diversos campos, alguns deles ocultos, tendo à frente a entrada pré formatada
para os visualizar. Mas, caso se pretenda visualizar toda a reserva, é necessário utilizar os formatos
abaixo:

*ALL Mostra a reserva completa

Oct 2018 53
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para imprimir determinados campos da reserva ou a sua totalidade, os formatos são:

P-*R Imprime reserva ativa, mantendo campos ocultos


P-*ALL Imprime reserva ativa, e todos os campos ocultos
P-*H Imprime histórico da reserva

Para aceder à opção Print, tem disponível na barra de ferramentas da janela do Booking File:

Divide
Divide de um Booking File

Esta ação só se aplica se um ou mais passageiros alterarem o percurso e/ou data do voo, ou
cancelarem a viagem.

Temos que ter sempre em conta que, os passageiros que pedem a alteração ou cancelamento
devem ser os que vão ser retirados/separados do Booking File já existente.

O procedimento é:

1- Recuperar a reserva a dividir


2- Dividir o(s) nome(s) do B.F. que pretende alterar:
DP1 Dividir passageiro 1
DP1.3 Dividir passageiros 1 e 3
DP1-3.5 Dividir passageiros 1 ao 3 e o 5
3- R.IA Inserir um Received From
4- F Fazer o FILE da divisão
5- R.IA Inserir outro Received From no BF originalmente feito, que aparece com os
restantes passageiros, logo após a entrada do FILE
6- ER Fazer End Transaction

No final da reserva encontra a seguinte informação:


NOTE--S*SPLIT PTY/19JAN/36AG/LIS/RK9VZI 36 19JAN 2237Z

Antes de efetuar alterações ou mesmo o cancelamento da reserva dividida, deveremos verificar se esta
já recebeu um novo Vendor Locator, indicativo de que no sistema da companhia a ação de divide também
se efetuou.

Encontra um campo adicional *DV, que lhe permite aceder à reserva dividida.

Oct 2018 54
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Status Codes
Como alterar Status Codes

ACTION CODES STATUS CODE


Códigos usados para informar o Vendor Códigos que mostram situação do segmento
da ação a tomar (antes do ER) (depois do ER)

NN – Pedido PN – Pedido

LL – Lista de espera HL – Lista de espera

SS – Vendido HK – confirmado

HS – Vendido HK – confirmado
AK – passivo (não gera mensagem
de reserva)

ADVISE CODES EXPLICAÇÃO AÇÃO


Segmento confirmado: sucede ao código PN
@1HK
KK
Segmento confirmado: sucede a uma lista de espera
@1HK
KL HL
Não foi tomada ação: a razão poderá ser dada através
NO @1XK
de incoming vendor remarks
Aviso de um novo horário: sucede a HK
@1HK
TK
Aviso de um novo horário: sucede a uma lista de
TL @1HL
espera HL
Aviso de um novo horário num segmento pedido:
@1HN
TN sucede a HN ou PN
Impossível confirmar: voo fechado para venda
@1XK
UC
Impossível confirmar: voo não opera
@1XK
UN
Impossível aceitar a venda: segmento em lista de
@1HL
US espera
Impossível confirmar: voo em lista de espera
@1HL
UU
Voo cancelado pela companhia depois de HK
@1XK
HX

Muito importante:

O código AK é utilizado sempre que há necessidade de elaborar a cópia de uma reserva


ativa, para efeitos de emissão.
Por este motivo qualquer segmento inserido em AK, deve ser retirado com o código
XK.

O código XK é utilizado para retirar do Booking File Galileo:


• segmentos que contenham um Advice Code que indique a inexistência de reserva ativa na
companhia aérea (HX);
• Segmentos em AK pela sua característica de cópia de uma reserva verdadeira.

Oct 2018 55
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Alteração da situação dos voos já reservados

Depois de ter efetuado a reserva e se algum dos segmentos reservados ficou na situação de PN e/ou
LL, terá de fazer, conforme for o caso, uma das seguintes entradas:

@1HK Alterar a situação do segmento 1 para HK. Estava em PN ou KL e a companhia de aviação


enviou o KK

@1.3HL Alterar a situação dos segmentos 1 e 3 para HL. Estavam em PN e a companhia de


aviação enviou o LL

@ALL Atualiza todos os campos do Booking File que apresentem Advice Codes (segmentos,
pedidos de refeições, outros serviços)

Alteração de segmentos de serviço

SI.P2S3/VGML@HK Altera a situação KK do serviço VGML, do segmento 3, passageiro 2 para


HK

SI.P1S2/VGML@XK Altera a situação NO do serviço VGML, do segmento 2, passageiro 1 para


XK, ou seja, retira este pedido que já foi cancelado pela companhia

SI.VGML@HK Altera a situação KK do serviço VGML para HK

Ao clicar no campo da reserva onde se encontram os serviços especiais, o sistema mostra o script para
que o serviço possa ser alterado ou cancelado.

Cancelar segmentos

Para cancelar segmentos aéreos, terá de fazer, conforme for o caso, uma das seguintes entradas:

X1 Cancela o segmento 1

X1.3 Cancela os segmentos 1 e 3

X1-3 Cancela do segmento 1 ao 3

XI Cancela todo o itinerário

Oct 2018 56
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Queues

Sempre que existam alterações no Booking File, feitas pelas companhias aéreas, quer sejam sobre a
situação dos segmentos ou qualquer outra, a reserva é enviada para um determinado Queue, a fim de
poder ser atualizado.

Os Queues existentes vão do 0 (zero) ao 99 (noventa e nove), sendo os primeiros 25 pré-definidos pelo
sistema e os restantes atribuídos aos agentes de viagem, para seu próprio uso.

Poderá obter uma lista de todos os Queues, com a entrada: QPB*

Nota: Como poderá ter mensagens e Booking Files para atualização, deverá, no início e durante o
dia de trabalho, ver o que tem em Queue.

Ver reservas em Queue

Para saber o que tem em Queue, quer sejam mensagens ou Booking Files, terá de fazer:

QCA Contagem de todos os queues ativos na agência

Obterá o seguinte ecrã:

Atuação dos Queues de Mensagens

Existem dois tipos de mensagens, as de supervisor (SPV) e as normais (MSG).

Para atuar as mensagens de SPV, é necessário que a sua assinatura seja de supervisor. Para atuar nas
outras pode ser com qualquer tipo de assinatura. A seguir poderá ver como atuar ambos os tipos de
mensagens:

Mensagens de SPV:

QESI Recolocar a mensagem em queue


QRS Retirar a mensagem de queue
QX+QESI Sair de queue e recolocar mensagem em queue
QES Colocar a mensagem em queue da agência

Mensagens Gerais:

QM Entrar em queue
QEMI Recolocar a mensagem em queue
QRM Retirar a mensagem de queue
QX+QEMI Colocar mensagem em queue da agência
QEM Sair de queue e recolocar mensagem em queue

Atuação dos Queues de Booking File

Ao contrário do que acontece com as mensagens, qualquer tipo de assinatura serve para
atuar nos Queues de Booking File. Para aceder aos queues de Booking File fará:

Oct 2018 57
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Q Aceder ao queue 0 ou 1
Q/12 Aceder ao queue 12

Depois de aceder a um Queue, terá de proceder à sua atualização, quer esta seja nos segmentos
aéreos ou qualquer pedido de serviços.
A seguir terá de finalizar a transação com um Received From e End Transaction (retira o booking
File do queue).
Se existirem mais Booking Files nesse queue, estes serão apresentados automaticamente pelo
sistema para atualização.
Ao finalizar a atualização é necessário fazer uma das seguintes entradas:

E O BF sai de queue
I O BF volta para o fim do queue
QR Retira o BF de queue, terá de ter atenção e verificar se está atualizado
QP Volta ao BF anterior
QX+I Sair do sistema de queue e ignorar o último BF, permanecendo este em queue para
uma próxima atuação

Colocação de um Booking File em Queue

Por vezes poderá ser necessário colocar um Booking File em Queue da sua agência ou de uma agência
do seu grupo ou ainda com quem tenha acordos comerciais. Para o efeito terá de fazer uma das seguintes
entradas, conforme for o caso:

QEB Colocar BF em queue 1 (GEN) da própria agência


QEB/28 Colocar BF em queue 28 da própria agência
QEB/DV3 Colocar BF em queue 1 (GEN) da agência com a PCC DV3
QEB/P4H/40 Colocar BF em queue 40 da agência com a PCC P4H

Resumo da Atuação de Queues

PARA
PARA SAIR ENVIAR PARA
PARA IGNORAR PARA
QCA MANTENDO O OUTRA PSEUDO
LER (FIM DO REMOVER
QUE LÁ ESTÁ CITY
QUEUE)
BOOKING FILE Q/16 I QR QXI QEB/XXX
MENSAGENS QM QEMI QRM QX+QEMI QEM/XXX
SUPERVISOR QS QESI QRS QX+QESI QES/XXX

Encontra um gestor de queues, na barra de ferramentas lateral da janela de Terminal Window:

O botão permite visualizar a situação de todos os seus “queues“


preferidos – até um total de 10.

Os 5 queues mais importantes aparecerão visíveis, com o número de


reservas atual , em cada um deles.

O botão permite-lhe visualizar os queues ativos. Corresponde à


entrada habitual de QCA.

Atualiza a contagem de queues.

Acede ao ecrã de configuração dos seus queues preferidos.

Oct 2018 58
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Configuração dos queues preferidos

Pode definir os seus queues preferidos no botão disponível na barra lateral do ecrã

Deverá definir como Visible um máximo


de 5 queues.

Estes queues aparecerão visíveis na barra


lateral do ecrã.

Os restantes queues estarão disponíveis


no botão (More Queues).

Pode ainda programar o gestor para ser


notificado da entrada de reservas em
queue.

A atualização é feita de 15 em 15 minutos


(mínimo).

Em qualquer altura pode alterar as suas


opções, sendo necessário apenas gravar,
no final.

Como trabalhar queues em Smartpoint

Para visualizar os queues ativos, clicar em QCT:

Como se trata de um ecrã interativo permite trabalhar os queues de duas formas. Ao clicar no Q30 o
sistema entra na primeira reserva em Queue. Caso clique no número de reservas em queue, o sistema
oferece uma lista das reservas que estão nesse queue, o que permite entrar numa reserva qualquer,
independentemente da sua posição em queue.

Oct 2018 59
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pode optar por recuperar a reserva


dentro ou fora de queue.

A partir do momento que entra em queue, a barra de ferramentas lateral altera e aparecem as seguintes
opções:

Estes botões são os equivalentes


às entradas crípticas.

Para visualizar as reservas de todos os queues preferidos, é necessário clicar


na opção MQ:

Para visualizar rapidamente as reservas num dos queues preferidos, basta clicar no botão do queue
correspondente, na barra lateral do ecrã:

Pode entrar diretamente na reserva clicando no código, ou pode visualizar no ecrã do lado direito,
clicando em

Oct 2018 60
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Tarifas

Introdução
Tipos de tarifas publicadas

O agente encontra publicadas as tarifas:

Iata Fares – tarifas acordadas entre todas as companhias que voam numa determinada rota.
Estão identificadas com o código YY.

Carrier Fares – tarifas publicadas por cada companhia e válidas apenas nos voos da própria companhia,
ou noutras que esta determine.
Dentro deste grupo podemos encontrar:
- tarifas domésticas
- tarifas públicas (do conhecimentos de todos)
- tarifas confidenciais ou privadas (do conhecimentos apenas de alguns agentes)

Regras gerais na publicação das tarifas

As tarifas estão publicadas na moeda do país do início da viagem.


Por exemplo uma tarifa de Lisboa para Madrid está publicada em Euros. Uma tarifa de Nova Iorque para
Lisboa está publicada em Dólares.

As tarifas internacionais estão também publicadas numa moeda neutra – o NUC (Neutral Unit of
Construction), utilizada apenas para construção tarifária.
1NUC=1USD
Os NUCs são convertidos à moeda local (do país do começo da viagem), utilizando um IROE (Iata Rate
of Exchange).
O IROE é publicado pela Iata, 4 vezes por ano, e só sofre mais alterações caso se justifiquem por uma
variação anormal do Dólar, superior a 10%.

Código da tarifa - Fare Basis

O Fare Basis, ou código da tarifa permite ao agente identificar a tarifa a aplicar num determinado
itinerário. A cada Fare Basis corresponde uma determinada regra tarifária.
Na regra da tarifa estão especificadas todas as condições de aplicabilidade da tarifa, bem como
restrições.

A IATA prevê algumas regras básicas na composição de um Fare Basis, que permitem antever algumas
das condições gerais da tarifa e que passamos a descrever, no entanto hoje em dia, as companhias
utilizam políticas internas para criar os seus Fare Basis, e os códigos utilizados acabam por não permitir
ao agente identificar qualquer informação sobre a sua aplicabilidade.

Exemplo: código da tarifa MHWPX3M

M Identifica a classe de reserva

H Identifica o período de aplicação da tarifa


Pode aparecer H = High season
K = Sholder season
L = Low season

W Identifica os dias da semana em que a tarifa se aplica


Pode ser W = Weekend days
X = Midweek days
N = Night

Oct 2018 61
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

PX Identifica o tipo de tarifa


Outros códigos mais comuns:
AP = Advance Purchase
EE = Excursion
IP = Instant Purchase
IS = Late booking
PR = Promotional

3M Identifica o máximo de estadia da tarifa


Outros códigos mais comuns:
7D = 7 dias
30 = 30 dias

Tipos de viagem

One Way – OW Trata-se de uma viagem cuja origem e destino não é na mesma cidade.
Exemplo: LIS-MAD ou LIS-OPO

Round Trip – RT Trata-se de uma viagem de um ponto a outro e regressando ao ponto original.
Exemplo: LIS-FRA-LIS ou LIS-FNC-LIS

Circle Trip – CT Trata-se de uma viagem de ida e volta, fazendo um circuito. A origem e o destino
são o mesmo.
Exemplo: LIS-MAD-WAW-MOW-LON-PAR-LIS

Open Jaw – OJ Trata-se de uma viagem de ida e volta, em que a origem ou o destino são no
mesmo país, mas não na mesma cidade.
Exemplo: LIS-FRA-OPO ou LIS-ROM//MIL-LIS

Fare Display

O Fare Display é o primeiro meio de consulta de tarifas. Permite a consulta das tarifas publicadas, de
um ponto de origem a um ponto de destino.
As tarifas estão divididas em:
• Públicas
• Privadas (Private Fares): Airline (via ATPCO)
Agency (carregadas pelas agências)
Estas aparecem com um “–“ entre o número da linha e o código da companhia.

Em Smartpoint o display de tarifas, à semelhança de todas as respostas, é interativo, pelo que se torna
mais simples visualizar tarifas e ler as respetivas notas através do Smartpoint.
Ver explicação detalhada mais à frente neste manual.

Oct 2018 62
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A entrada de Fare Display mostra um ecrã interativo:

FD30OCTLISLON/TP

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Todos os campos que têm cor permitem clicar para ler as regras da tarifa.

1ª linha: Informação sobre a data e hora da última atualização


2ª linha: Repetição da entrada feita
3ª linha: Cidade de origem e destino, dia da semana, data e transportador
4ª linha: Máximo permitido de milhagem e respetiva rota (GI)
5ª linha: Informa que os valores são de tarifas publicas e valores para adulto (default)
6ª/7ª linhas: Títulos das diferentes colunas

Colunas:

1 Numeração das diferentes linhas do display

2 Código da companhia a quem pertence a tarifa, se em branco trata-se de uma tarifa IATA

3 Valor OW da tarifa na moeda da cidade de origem. A letra R a seguir ao valor indica que se trata
de uma tarifa de RT

4 Código da tarifa -Fare Basis

5 Classe de reserva

6 Informação sobre as condições do Advance Purchase, ou seja, a antecedência da compra e


restrições para a emissão, após reserva feita.
14 = período de dias, antes da viagem, que a reserva tem que ser feita ou emitida.
21+ = período de dias, antes da partida, em que a reserva tem de ser feita ou emitida.
Existem limites adicionais entre a reserva e a emissão.
+ = existe um período de tempo entre a reserva e a emissão

7 Informação sobre as condições do mínimo e máximo de estadia permitido.


SU = Sunday Rule – o passageiro não pode regressar antes da 00h01 do Domingo seguinte à
data de partida
V = A estadia é variável
W = o mínimo de estadia é uma semana
+ = ver a nota

8 Período de aplicação da tarifa.

Oct 2018 63
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A companhia pode definir um determinado período de tempo, épocas, ou não definir qualquer
período, entendendo-se assim que a tarifa se aplica em qualquer data/altura do ano.
O período aplicável pode restringir-se apenas à data do início da viagem, mas por vezes pode
também restringir o regresso.
No que diz respeito às épocas, normalmente são definidas por:
H = época alta (high season)
K = época média (shoulder season)
L = época baixa (low season)

9 Informação sobre a publicação da tarifa com base em milhagem ou com routing especificado:
M = milhagem
R = routing

10 Informação sobre o Global Indicator – a direção da viagem


Alguns dos códigos que podem aparecer:
H = Eastern Hemisphere
AT = Atlantic
PA = Pacific

11 Informação sobre restrições da tarifa a nível de voos, dias ou horas:


F = voos (flights)
D = dias (days)
T = horas (times)

Um clique no valor da tarifa


permite aceder ao capítulo dos
Penalties.

Um clique no Fare Basis mostra a


regra completa da tarifa.

Oct 2018 64
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Entradas Básicas de Fare Display

FD14JUNPAR Tarifas para uma partida a 14 de junho para Paris


FD14JUNLISPAR Tarifas para 14 de junho de Lisboa para Paris

Entradas de Fare Display com Qualifiers

FD12AUGLISPAR/AF Tarifas para 12 AUG LIS PAR, tarifas da AF


FD12AUGLISPAR/AF/TP/IB Tarifas para 12 AUG LIS PAR, tarifas da AF, TP, IB (máximo 3)
FD12AUGLISLON@YLEE3M Tarifas apresentando somente a tarifa com o Fare Basis indicado
FD12AUGLISLON/TP-B Tarifas com a classe de reserva
FD12AUGLISLON-OW Apenas as tarifas de One Way
FD20FEB13LISAMS.T12FEB13/KL Display histórico com base na data de início da viagem e
Ticketing date
FD12AUGLISMAD/TP-PRI-POOL Mostra apenas as Private Fares carregadas com Account Code
FD12AUGLISMAD/TP:C Mostra apenas as Net Fares (carregadas pela agência)

Entradas de Fare Display com Qualifiers de Passageiros

FD12MAYLISGVA/TP*CNN Tarifas de criança

Outros PTC:

CMA Adult with companion (adulto com acompanhante)


ADT Adult (adulto)
CNN Accompanied child (criança acompanhada)
INF Infant without a seat (bebé não ocupando lugar)
ITX Individual inclusive tour (adulto tarifa Inclusive tour)
SRC Senior citizen (cidadão senior)
STR State resident (adulto residente)
STU Student (estudante)
UNN Unaccompanied child (menor não acompanhado)
YTH Youth (jovem)

Entradas de seguimento (Follow-up) de Fare Display

No seguimento de uma entrada básica de Fare Display é possível alterar o critério de busca utilizando
um dos seguintes modificadores:

FD/TP Tarifas da TAP


FD/AZ/IB/AF Tarifas até 3 companhias
FD/X Tarifas high to low
FD*ADT*CNN*IN Tarifas por tipo de passageiro

Oct 2018 65
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Fare notes

Cada tarifa tem anexada uma nota. A nota contém todas as condições de aplicabilidade de uma tarifa.
Estão subdivididas em categorias. Cada categoria tem um título (assunto).

Para consultar uma nota de uma tarifa, deve primeiramente fazer um Fare Display.
Identifica o código da tarifa que pretende consultar e:

FN*1 Visualiza todas as categorias da nota da tarifa da linha 1


FN*1/16 Visualiza a categoria 16 da nota da tarifa da linha 1
FN*1/ALL Visualiza a nota completa da tarifa da linha 1
FN*1/S Visualiza um resumo da nota da tarifa da linha 1

Entradas auxiliares de Fare Display

Depois de efetuar um display de tarifas, pode necessitar de pedir qualquer informação adicional. A seguir
algumas entradas para as diferentes situações possíveis:

FD* Redisplay da Tarifa


FDA Converte um Availability em Fare Display
FH*2 Apresenta os detalhes de carregamento (footnotes) da tarifa da linha 2 do Fare
Display

É possível pedir um Fare Display validando a data de ida bem como a data de regresso:

FDLISAMSV20MAY27MAY/TP

Esta entrada permite validar a tarifa de acordo com as datas de viagem.


As duas vantagens do Fare Display com a validação das datas de ida e regresso são:

• Ao clicar no número da tarifa o sistema


mostra a disponibilidade de ida e regresso para
as datas e classe selecionadas; e

• Ao validar as datas de ida e regresso o


Smartpoint retira automaticamente do ecrã de
Fare Display as tarifas que não cumprem o
mínimo e máximo de estadia.

Ao clicar na linha 10 do ecrã de


Fare Display, é possível aceder à
disponibilidade dos voos de ida e
de regresso de acordo com as
datas introduzidas na entrada de
Fare Display.

Oct 2018 66
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Fare Shopping

Esta funcionalidade permite fazer uma busca de opções de itinerários com base na tarifa mais barata
disponível, quer para reservas já feitas, ou ainda por fazer.
Permite-lhe simplificar a busca, oferecendo-lhe uma combinação de voos e tarifas, num único pedido.
Oferece-lhe múltiplas opções de voos disponíveis para cada segmento do itinerário, alternativas flexíveis
que irão de encontro àquilo que procura.

O Fare Shopping devolve até 32 opções de voos para cada par de cidades solicitado, num máximo de
oito destinos e até quatro tipos de passageiros diferentes.
A busca é feita de acordo com a data especificada, todos os voos desse dia, até às 23h59.

Fare Shopping sem reserva

A entrada de Flight Shopping


permite ao agente visualizar e
obter determinadas opções só
disponíveis em Smartpoint.

Exemplo de um resultado de
Flight Shopping:
FSLIS12MAYMAD18MAYLIS

Em alternativa pode usar o


Script disponível no Menu
PESQUISA.

Os itens a azul são interativos, fornecendo informação de forma rápida e prática, agilizando o processo
de venda.

Um clique para reservar o itinerário.

Um clique para adicionar este itinerário de forma a poder ser enviado como orçamento para o
cliente.

Pode ver os detalhes da tarifa, consultar a nota por componente e ver mais opções de
voos pelo mesmo preço (o número indica quantas opções existem além da visível).

Oct 2018 67
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Informação mais detalhada pode


ser visuliazada relativa a: -
Refund: Yes/no
- Penalty
- Plating carrier
- Ticketing Agency
- E-ticket: yes/no
- Last date to ticket
- A informação das OB Fees
aparece agora discriminada no FS.

Um novo modificador foi criado


para obter a informação, caso a
companhia cobre uma taxa por
pagamento com cartão de crédito:

+FPXXXXXX (os 1ºs 6 dígitos do


cartão de crédito

Quando os resultados de Flight Shopping são apresentados, são também exibidos na barra
lateral duas novas opções:

Esta opção permite aceder ao mapa e aos filtros.

Esta opção permite selecionar filtros de pesquisa.

Ao clicar em acede a um novo ecrã , onde é possível visualizar os mesmos resultados de Flight
Shopping, embora noutro formato.
O mapa mostra a rota do avião e, ao aproximar o rato, obtem-se informação do tempo de voo.

Oct 2018 68
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Imagem no mapa da
rota do avião.

Na coluna do lado
Opção para redimensionar
direito encontra um
a janela do mapa.
resumo do itinerário
selecionado, e o
tempo total de voo.

Indicador do
itinerário.

Acesso aos detalhes e às notas das tarifas.

Informação de mais voos pelo mesmo valor


de tarifa.

Um clique para reservar o itinerário.

Caso seja necessário aplicar filtros aos resultados de

Flight Shopping, deve clicar na opção

Selecione ou retire a seleção das opções para que as


mesmas sejam aplicadas aos resultados de Flight
Shopping.
Quando são aplicados filtros de pesquisa, o ecrã de
resultados mostra a seguinte informação:

Em alternativa á entrada críptica, no menu superior da janela, encontra também um facilitador para
fazer pesquisas de shopping – PESQUISAR-

Oct 2018 69
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Neste ecrã encontra diversas opções que lhe permitem fazer uma busca mais precisa.

A resposta será igual à resposta obtida com a entrada críptica.

Fare Shopping com reserva

Quando já existe uma reserva finalizada a entrada a ser utilizada para que o sistema proceda com uma
pesquisa de Fare Shopping é:
FS

O sistema inicia a busca e a primeira opção devolvida é sempre a melhor tarifa respeitando o par de
cidades, as datas de viagem, a companhia e os voos selecionados.
Todas as outras opções respeitam somente o par de cidades e as datas.

Oct 2018 70
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Smartpanel

O Smartpanel é uma aplicação do Smartpoint que permite fazer pesquisas de Flight Shopping através
de um script. Permite aplicar parâmetros pré-definidos, tais como classes de serviço, horas de saída ou
um Account Code, entre outros.

Pode aceder ao Smartpanel através do Menu PESQUISA ou alternativamente pode abrir o Smartpanel
com o comando #FS.

Para inserir a cidade dispõe agora de um Drop Down


menu para obter o código.

O Smartpanel tem dois menus: Basic e Advanced.

Menu Basic:

Para introduzir parâmetros como por exemplo cidades, datas de saída e de chegada, cabine preferencial,
companhias aéreas, voos diretos ou de ligação, entre outros.

Para adicionar mais segmentos ou passageiros, clique no assinalado.

A opção PROCESS AS ONE WAYS permite-lhe obter resultados em percursos de ida e volta, com base

em tarifas OW que poderão ser somadas através da calculadora disponível no ecrã.


Caso prefira, também pode obter a mesma coisa, fazendo a entrada críptica: divida o ecrá em 2 e de
seguida faça duas entradas de shopping separadamente.

A opção de Refresh é utilizada quando é necessário restabelecer a lista de segmentos. Permite, por
exemplo, recuperar uma reserva e, ao clicar no Refresh, o Smartpanel atualiza a informação de forma a
estar sincronizada com a reserva.

Ao clicar na opção Search o Smartpanel pesquisa resultados de Flight Shopping de acordo com os
parâmetros introduzidos.

A opção Save As permite gravar a pesquisa de forma a poder ser utilizada futuramente.

Oct 2018 71
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Menu Advanced:

Permite customizar a pesquisa aplicando diferentes modificadores de tarifas, penalizações, conexões e


disponibilidade.

As opções assinaladas à direita, permitem-lhe filtrar as opções de voos, para obter itinerários
utilizando outros critérios de prioridade que não o preço.
As opções assinaladoas do lado esquerdo, permitem inserir Account Code para tarifas negociadas com
as companhias tradicicionais, ou com Low Cost carriers.

Branded fares no Shopping

As Branded Fares são a última evolução em termos de política tarifária, lançadas pelas companhias com
o intuito de agrupar as tarifas disponibilizando-as em grupos ou famílias.
Na prática permitem ao agente identificar tipos de tarifas diferentes e associar serviços adicionais.

Esta informação pode ser visualizada como já vimos, no Availability ou no Fare Quotem, mas também
no Shopping:

Oct 2018 72
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

O valor a cor, indica que a companhia oferece informação sobre BRANDED


FARES. Para consultar, basta clicar.

A companhia
disponibiliza
informação sobre a
tarifa selecionada,
indicando quais os
serviços associados
e faz um
comparativo para
uma tarifa superior.
A informação é
disponibilizada por
percurso.

Pode ainda fazer


esta comparação
utilizando a opção
MATRIX.

Para saber o que cada símbolo representa, basta aproximar o rato da legenda.

Para prosseguir
com a venda, basta
clicar em

.
Não se esqueça
que para que a
tarifa fique
gravada, deve
primeiramente
inserir o nome do
passageiro.

Oct 2018 73
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Trip Quote

Clicando em , pode adicionar os itinerários que pretende enviar ao seu cliente, em formato de

orçamento. Acede aos mesmos no botão lateral direito , ou ao botão do lado esquerdo,
dependendo do ambiente em que se encontra a trabalhar.

A opção ainda não está disponível.

Antes de utilizar a opção do Trip Quote deve verificar as configurações e, caso seja necessário,
ajustar essas mesmas configurações às necessidades da agência.

Escolha as suas preferências a nivel de formato de hora e moeda.


A opção Template ainda não está disponível.
A título opcional pode configurar o e-mail do Outlook como default
para envio dos orçamentos.

Oct 2018 74
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Deve obrigatóriamente selecionar a opção ou opções que pretende exportar.

Neste ecrã pode ainda reservar, inserir Fees, visualizar as


notas das tarifas, e ainda limpar uma opção do Trip Quote.

Pode inserir vários tipos de taxas de serviço, valores fixos ou percentuais, optar por mostrar as
mesmas na tarifa ou como taxas de Mark Up, e pode ainda optar por incluir a mesma taxa para todos
os itinerários selecionados.

Pode consultar as regras da tarifa.

Nos botões indicados, pode


visualizar a regra completa ou
apenas algumas categorias.

Oct 2018 75
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pode prosseguir , clicando em ACTION.

Esta opção é para futuro desenvolvimento, ainda


não está disponível.

Os orçamentos podem ser exportados para e-mail


e/ou para o Clipboard, em formatos diferentes.
Veja exemplos na página a seguir.

Pode inserir texto, que ficará visível no documento


a enviar ao cliente.

Fazendo scroll down no ecrã:

Pode selecionar o idioma e a ordem dos


orçamentos.

Por default, os orçamentos não mencionam as


classes de reserva, podendo inserir como opção.

Pode ainda incluir ou não as regras da tarifa.

De seguida clique em PROCEED, podendo ainda


pré-visualizar a informação antes de exportar.

Oct 2018 76
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Caso selecione a opção de incluir as regras, a informação aparece no final de cada voo de forma muito
resumida e relativa apenas à categoria 16-Penalties:

Imagem de pré-visualização nos diferentes formatos:

RAW

HTML

Imagem de pré-visualização no formato


TEXTO:

TEXTO

Exemplo de um orçamento enviado em formato HTML – Copy to Clipboard.


Oct 2018 77
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Este orçamento pode sofrer alteração de valores, no ato da reserva.

Voos - Comprar

opção 1

LIS > FRA 2h 59m

Partida Chegada
Lisboa, Lisbon (Lisboa) Dom, 20 Hahn Arpt, Frankfurt (Hahn Arpt)
Mai 2018 a 8:00PM do Dom, 20 Mai 2018 a 11:59PM no
FR1787 Terminal N/A Terminal N/A

Classe de cabina:Economy Duração:2h 59m Avião:Boeing 737-800 Operado


por:RyanAir Bagagem Permitida:none Escalas:none

TOTAL

PREÇO POR ADT: 48.99 EUR (incl. IVA 0.00) 48.99 EUR

opção 2

LIS > FRA 3h 15m

Partida Chegada
Lisboa, Lisbon (Lisboa) Dom, 20 Frankfurt Intl, Frankfurt (Frankfurt
Mai 2018 a 9:15AM do Intl) Dom, 20 Mai 2018 a 1:30PM
FR1535 Terminal N/A no Terminal N/A

Classe de cabina:Economy Duração:3h 15m Avião:Boeing 737-800 Operado


por:RyanAir Bagagem Permitida:none Escalas:none

TOTAL

PREÇO POR ADT: 70.99 EUR (incl. IVA 0.00) 70.99 EUR

Melhores cumprimentos

a informação é EDITÁVEL, permitindo alterações caso sejam necessárias.

Oct 2018 78
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Fare Quote

A entrada de Fare Quote permite obter a tarifa para o itinerário reservado.


O sistema Galileo distingue três tipos de passageiros (PTC) – adulto, criança e bebé - quando é feito o
pedido de tarifa, desde que os nomes estejam previamente inseridos na reserva.

A entrada de Fare Quote deve ser feita, antes da finalização da reserva, ou seja, antes da obtenção do
código de reserva – PNR.
Caso o sistema recomende a alteração de classes, esta alteração não é contabilizada para efeitos de
churning – está é uma prática das companhias que contabiliza o nº de transações feitas em cada reserva,
podendo imputar custos à agência caso esta ultrapasse um determinado nº de transações pré-definido.

O sistema grava de imediato a tarifa (Filed Fare), caso a reserva já tenha os nomes inseridos.
O fato da reserva já ter nomes, também otimiza os processos de seleção da tarifa pretendida caso utilize
as Branded Fares.
A maioria das companhias europeias disponibiliza tarifas distinguidas por Brands/familias. Estas tarifas
distinguem-se peloa serviços incluidos na própria tarifa, pelo que o Fare Quote normal, mostra
normalmente a tarifa mais básica, sem serviços incluídos.

Cabe ao agente de viagens selecionar a tarifa mais adequada para o seu cliente.

Entradas de Fare Quote - FQ

FQ

Esta entrada permite obter a tarifa, de acordo com a classe reservada e algumas informações adicionais
importantes:

Legenda:
1 BKD:ECO BASIC-BF1/ECO BASIC-BF1
Na 1ª linha, o sistema indica a tarifa aplicada (Eco Basic) e o nível da Brand a que corresponde (BF1).

2 VIEW
Caso a companhia disponibilize Branded Fares, o sistema indica qual a Brande oferecida e o botão
VIEW permite-lhe abrir o ecrã das Branded Fares para poder fazer a seleção da tarifa pretendida.
Mais à frente a explicação detalhada sobre esta funcionalidade.

Oct 2018 79
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

3 TOTAL
Estas linhas permitem verificar o valor da tarifa e taxas aeroportuárias, bem como o total.
Indica também que tipo de passageiro foi assumido: ADT/CNN/INF
FQG indica que se trata de uma tarifa garantida.
A tarifa é garantida no ato de emissão. Às 23h59 do dia em que fez o Fare Quote, a tarifa expira. No
dia seguinte poderá obter a mesma, caso as condições da tarifa o permitam.

Códigos de garantia Galileo


G tarifa pública garantida
A tarifa privada garantida
B Built – tarifa construida manualmente
M tarifa manipulada – através da utulização de um modificador que fez ultrapassar alguma regra
da tarifa
P tarifa privada carregada através do Agency Private Fare – não é garantida
R tarifa restaurada – não é garantida
X tarifa expirada

4 76.99 a verde
O total a verde permite novamente aceder ao ecrã das Branded Fares, para confirmar quais os
serviços incluídos nesta tarifa e consultar outras tarifas com outras características.

5 FEES
As companhias podem agora aplicar outro tipo de taxas:
- taxas de cartão de crédito – quando o método de pagamento é este
- taxas de emissão

No nosso mercado, temos como exemplo o Grupo LH que imputa uma taxa de cartão de crédito (valor
percentual) quando são vendidos itinerários à partida de outros países que não Portugal.

No que diz respeito à taxa de emissão, as companhias que conhecemos que praticam esta política, não
utilizam este método para cobrança da mesma. No caso da LH por exemplo, incluem uma taxa YR na
estrutura tarifária.

Nota: estas taxas não aparecem na estrutura tarifária, são adicionadas no ato da emissão e debitadas
diretamente ao cliente.

6 TOTAL DA TARIFA + FEES


Nesta linha aparecem os valores somados, o montante que aparece no bilhete e o valor à parte das
taxas de cartão de crédito e emissão.

7 CONSULTA DAS FEES


Dado tratarem-se de valores que não vão aparecer no bilhete, o sistema permite a consulta dos
detahes sobre as taxas de cartão de crédito ou emissão.
Mais à frente falamos em detalhe desta questão.

8 FQ/DASO
Este botão permite aceder ao carrinho de compras onde se encontram os serviços auxiliares
disponibilizados pela companhia. Os serviços aqui disponíveis estão diretamente relacionados com a
tarifa aplicada.

9 PRIVATE FARE SELECTED


Indicação de que se trata de uma tarifa Private. Caso se aplique uma tarofa pública esta linha não
aparece.

10 LAST DATE TO PURCHASE TICKET


É fundamental a leitura desta informação.
O sistema indica qual a data limite de emissão de acordo com a regra da tarifa.

Oct 2018 80
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A melhor forma de controlar este requisito, será a utilização de um Time Limit na reserva – a linha do
TAU.

Importante: alguma companhias, geram de forma automática um Vendor Remark indicando uma
data para emissão – caso a data aqui indicada não coincida com a linha do Fare Quote, o agente deve
seguir a linha da mais restritiva.

11 TICKETING AGENCY 3K08


O sistema indica a Pseudo City para efeitos de emissão.
Nas agências Iata a pseudo city é a mesma, no caso das agências não-Iata, a pseudo city aqui
assumida, é a da Agência emissora.

12 DEFAULT PLATING CARRIER


Linha que indica qual a chapa de emissão que vai ser assumida pelo sistema.

Quando o modificador da companhia emissora não é inserido pelo agente, o sistema oferece (numa
entrada de Fare Quote ou Shopping) a tarifa mais barata de qualquer companhia que seja válida para
emissão naquela PCC.

O sistema utiliza dois criterios:


 Um criterio para seleccionar a tarifa a oferecer
 Um criterio para seleccionar a chapa da companhia emissora

Tarifa
O sistema procura a tarifa mais barata da companhia que prevalece no itinerário.
Para esse efeito segue as recomendações da Iata:
- A companhia que faz o itinerário mais longo
- A companhia que faz o percurso que passa de uma área para outra
- A companhia que faz o percurso internacional
- A comapnhia que faz o percurso mais longo dentro da Europa

Chapa para emissão


O sistema aplica a chapa da companhia emisora, também de acordó com os criterios definidos pela
Iata:
- A companhia emissora tem que ter acordo para bilhete eletrónico com todas as companhias
envolvidas no itinerário
- Se a companhia tiver um acordo de GSA (General Sales Agent) ou SCT /Sponsoring Carrier),
essas companhias também serão incluídas como candidatas
- Após validação, o sistema verifica na PCC se esta faz parte das companhias BSP da agência
- A seguir, o sistema verifica a Categ 15 e 35 caso haja restrições

Os agentes continuam a ter a opção de escolherem a companhia emissora.


Caso a companhia inserida na entrada de emissão (CTP) seja diferente da que foi oferecida no Filed
Fare, o agente terá de refazer o Fare Quote com a nova companhia.

13 E-TKT REQUIRED
Esta linha indica o tipo de bilhete que o sistema vai gerar – Bilhete eletrónico ou bilhete de papel.
Quando nesta linha aparece a indicação PAPER TICKET, isto indica que o sistema não encontrou uma
tarifa para as companhias envolvidas no itinerário, ou que as companhias envolvidas não têm de
acordo de interline para emissão.
O agente não vai poder emitir este bilhete. Deve contatar as companhias para uma solução ou
procurar alternativas.

Oct 2018 81
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

BAGGAGE ALLOWANCE
Ainda no mesmo display do Fare Quote, aparece
a a informação relativa à bagagem de porão e de
mão.
É fundamental ler a informação aqui incluída,
dado as tarifas atuais terem diferentes políticas
relativamente à bagagem de porão.

As OB FEES aparecem agora aqui discriminadas, caso se apliquem e a informação do cartão de crédito
esteja inserida na reserva, no campo F. ou na entrada de Fare Quote: FQFPXXXXXX
XXXXXX = 6 dígitos do cartão de crédito.

As OB FEES aparecem agora aqui


discriminadas, caso se apliquem
e a informação do cartão de
crédito esteja inserida na
reserva, no campo F. ou na
entrada de Fare Quote:
FQFPXXXXXX
XXXXXX = 6 dígitos do cartão de
crédito.

No final do display, pode ainda


consultar a nota das tarifas.

Um clique no city pair e acede á informação da categoria.


Um clique no Fare Basis e consulta a nota completa.

Oct 2018 82
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Entradas de Fare Quote - FQBB – Fare Quote Best Buy

Esta entrada permite obter a melhor tarifa com disponibilidade para os voos reservados.

FQBB

Caso concorde com a tarifa oferecida pelo sistema, terá de confirmar a mesma com a entrada FQBBK,
que o sistema coloca no final do ecrã. Para tal basta utilizar o Tab ou clicar.

O sistema mostra temporáriamente


as 2 tarifas obtidas. O FQ1
desaparece ao gravar a reserva.

Para ver, os detalhes da tarifa, pode


fazer *FF1, ou clicando no FQ2 a
verde.

Oct 2018 83
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Entradas de Follow Up

F*Q Visualização detalhada da construção tarifária na horizontal

FQL Visualização detalhada da construção tarifária na vertical

*FF1P1 Visualização detalhada da construção tarifária do Filed Fare 1, passageiro 1

FQ* Voltar a visualizar um Fare Quote anteriormente feito

FQBB* Voltar a visualizar um Fare Quote Best Buy anteriormente feito

Fare Quote Calculator

No final do display de Fare Quote, aparece uma nova opção de calculadora que
lhe permite somar diferentes Fare Quotes dentro da mesma reserva.

Neste caso, esta reserva tem


duas viagens distintas. O
agente quer enviar o
orçamento de ambas com o
total global.

Ao fazer o Fare Quote por


segmento, seleciona a opção
de <+CALC> e vai obter este
ecrã.

Pode ainda consultar os


detalhes do voo e de

seguida selecionar .

Oct 2018 84
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Fare Quote Modifiers

Modificadores de Fare Quote

Se pretender obter determinadas tarifas relacionadas com passageiros e/ou segmentos, deverá
acrescentar modifiers:

FQP1-2.4 Obtenção de tarifa para os passageiros 1 ao 2 e 4

FQP1*U06 Obtenção de tarifa para o passageiro 1 que é criança não acompanhada com 6 anos

FQ*C10/ACC Obtenção de tarifa para uma criança de 10 anos, que viaja acompanhada por um adulto
cuja reserva está noutro PNR

FQP1*YTH18 Obtenção de tarifa para o passageiro 1 que é um jovem com 18 anos

FQBBS2-4 Obtenção da tarifa Best Buy para os segmentos 2 ao 4

Nota: O sistema assume automaticamente a chapa emissora com base nos critérios de seleção
previstos pela IATA. Logo, só se insere a informação da companhia caso se pretenda ultrapassar o
sistema, sendo que o Galileo não se responsabiliza pela incorreta aplicação da mesma.

Fare Quote Best Buy Modifiers

Modificadores de Fare Quote Best Buy

Por vezes a procura que pretendemos, é mais complexa.


As seguintes entradas permitem fazer uma busca mais pormenorizada:

Situação: o passageiro pretende viajar em Business.


O FQBB vai procurar a tarifa mais barata, logo oferece-lhe classe Económica.
Para obter a tarifa mais barata em Business deve especificar o código BUSNS: FQBB++-BUSNS

Situação: o passageiro pretende viajar ida em Económica e a volta em Business.

O FQBB vai procurar a tarifa mais barata, logo oferece-lhe classe Económica.

Oct 2018 85
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para obter a tarifa mais barata nestas condições deve utilizar o código AB, para o sistema fazer uma
busca da tarifa mais barata dentro das cabines efetivamente reservadas (Actually Booked). Para isso
deve reservar os segmentos nas classes correspondentes aos serviços pretendidos: FQBB++-AB

Tarifas Unbundled – sem bagagem - FXD

As companhias tradicionais, à semelhança das companhias Low Cost, estão a lançar tarifas para o
mercado, sem serviços incluídos, nomeadamente bagagem.

Ao fazer um Fare Quote, é de extrema importância aperceber-se se a tarifa que está a selecionar tem
ou não bagagem incluida.

O Galileo, em seguimento a uma disposição da Iata, criou um modificador de Fare Quote, que permite
selecionar tarifas com mala. No entanto, para que esta entrada funcione, é necessário que a companhia
publique a tarifa como uma tarifa Unbundled.

Infelizmente temos constatado que as companhias optam por publicar estas tarifas de diversas formas,
poucas respeitado a definição Iata.

É por isso, essencial que ao fazer o Fare Quote, o agente confirme as condições da tarifa em termos de
bagagem de porão.

Ficam aqui algumas especificações de algumas companhias:

O modificador a ser utilizado na entrada de Fare Quote para excluir as tarifas Unbundled é FXD.
Esta entrada funciona com companhias como a IB, a AF, a AB, a UX , a VY e a AZ:

Oct 2018 86
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Neste caso, se utilizar a


entrada FQ o sistema oferece
uma tarifa sem bagagem:

Se utilizar a entrada FQ/FXD ou


FQBB/FXD obtém então uma tarifa
com bagagem incluída:

Nota: O sistema verifica as tarifas carregadas como Unbundled, e aplica apenas as que incluem
bagagem.
Nos casos em que o modificador FXD não funciona pode tentar o modificador para tarifas normais: FQ:N.
Para algumas companhias resulta, porque a companhia publica as tarifas sem mala, como tarifas private,
e com esta opção, está a pedir apenas as tarifas públicas.

Tarifas grupo LH – LH/LX/SN/OS


O grupo LH publica Family Fares/Branded Fares – dependendo da família de tarifas, estas podem
ou não ter malas incluidas:
Tarifas LIGHT – sem mala incluida – FQ/FQBB-LIGHT:P
Tarifas FLEX – com mala incluida – FQ/FQBB-FLEX:P
Tarifas CLASSIC – com mala incluida – FQ/FQBB-CLASSICα

Tarifas TP
ATP publica Family Fares/Branded Fares – dependendo da família de tarifas, estas podem ou não
ter malas incluidas:
Tarifas DISCOUNT – sem mala incluida

Oct 2018 87
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Tarifas BASIC – com mala incluida, não permite alterações – FQ/FQBB-BASIC:P


Tarifas CLASSIC – com mala incluida, permite alterações – FQ/FQBB-CLASSIC:P
Tarifar Branded Fares diferentes, por segmento – FQS1-2@-:BASIC.3-4-:PLUS

Para as companhias com Branded Fares, consulte a informação com um simples clique e
selecione a tarifa que pretende. Mais à frente a explicação.

Fare Quote Alternativo

O sistema por defeito oferece a tarifa mais económica dentro da classe de reserva bloqueada. No caso
de existirem duas ou mais tarifas para a mesma classe, o sistema responde a um Fare Quote com a
tarifa mais barata.

Se pretender utilizar a tarifa mais elevada com a mesma classe de reserva, deverá então fazer a entrada
de Fare Quote Alternative – FQA.
Esta entrada permite obter as diferentes tarifas alternativas para uma determinada classe de reserva.
A partir da resposta do sistema, o agente deverá escolher a que pretende aplicar. O FQA oferece até
quatro alternativas.

Vejamos o exemplo abaixo:

Existem duas tarifas disponíveis em


classe M. O sistema por defeito
oferece a mais barata:

Um Fare Quote efetuado na reserva oferece a tarifa com o Fare Basis MRTPPT:

A solução é utilizar a
funcionalidade do Fare Quote
Alternative - FQA

Oct 2018 88
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Para ver os detalhes das tarifas oferecidas


deve utilizar a entrada de follow-up F*Q

Para registar a primeira tarifa oferecida, basta fazer FF1:

Oct 2018 89
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Branded Fares

As Branded Fares são a última evolução em termos de política tarifária, lançadas pelas companhias com
o intuito de agrupar as tarifas disponibilizando-as em grupos ou famílias.
Na prática permitem ao agente identificar tipos de tarifas diferentes e associar serviços adicionais.

As primeiras linhas do display indicam que as tarifas oferecidas são Branded Fare e ao clicar no valor
da tarifa ou em VIEW, o agente pode consultar informação adicional e ainda selecionar a tarifa mais
adequada ao seu cliente.

Ao aproximar o rato da designação da tarifa, aparece o Fare


Basis correspondente e o Tier level da Brand.

Oct 2018 90
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

O botão permite visualizar todas a Brands disponíveis.


Ao centro encontra texto explicativo relativo à tarifa selecionada, e a coluna da direita apresenta
opções de serviços incluídos ou que podem ser adicionados mediante pagamento.
Num itinerário com vários percursos, a seleção da Brand é feita através dos separadores disponíveis
em cima.
Após selecionar as Brands E para gravar a tarifa, basta
pretendidas, o sistema clicar em
atualiza o valor total
o valor total
Nota:
As Branded Fares estão disponíveis em 17 línguas. Quando a companhia assim o
disponibilizar, o texto aparecerá na língua que selecionou no menu Aplicação – Configurações.

Ao selecionar

, pode
ver um ecrã onde
rápidamente
compara as
diferentes tarifas.

Os serviços estão
agora organizados
por temas.

Trip Quote Copy

Disponível no Availability, num Fare Quote ou no Shopping esta nova funcionalidade permite-lhe gerar
orçamentos ou itinerários personalizados.

Pode selecionar a informação que pretende exportar, desde o formato ao conteúdo.

Após fazer a entrada para obter o display pretendido, pode aceder ao Trip Quote Copy no Menu Tools
ou com a entrada #CMAIN ou ainda Alt+Y.

No separador Global Settings encontra algumas opções para personalizar o formato da informação a
exportar:

Oct 2018 91
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Exemplo de um Availability

Os diferentes separadores
mostram o display
correspondente.

Em baixo pode selecionar a


informação que pretende.

Oct 2018 92
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

De seguida abra o documento para onde pretende exportar a informação e Ctrl + V:

Exemplo de uma reserva

Oct 2018 93
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Exemplo de Layouts
diferentes.

Oct 2018 94
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Exemplo de um Shopping

Exemplo de Layouts
diferentes.

Oct 2018 95
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

As seguintes entradas permitem fazer o Copy automático sem ter que visualizar o script:

#CPNR Copy PNR


#CPA Copy availability
#CPFS Copy shopping
#CPHOA Copy hotel
#CPTT Copy timetable

Tarifa gravada na reserva – Filed Fare


Após gravar a reserva, a tarifa resultante do Fare Quote fica gravada na reserva no campo .

Não esqueça, que no botão , pode configurar o seu Smartpoint para mostrar de forma
automática a tarifa gravada, sempre que este campo exista no seu Booking File.

Um clique em
permite visualizar os
detalhes da tarifa gravada.

Quando o Filed Fare é obtido


a partir de uma entrada de
Fare Quote ou Shopping, a
entrada fica gravada, assim
modificadores de Fare Quote.

A informação relativa à data limite para emissão, e ainda o valor total de tarifa e outros fees fica
também gravada.
A última linha, contem informação relativa à emissão e que será lida pelo sistema, na ordem de
emissão.

Oct 2018 96
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Tarifa gravada na reserva – consulta da nota

A consulta das notas das tarifas pode ser feita a partir do Filed Fare no Booking File.
Um clique no Fare Basis a verde, permite obter o ecrã
abaixo:

É importante verificar a informação assumida


automáticamente pelo sistema e inserir alguma
adicional, nomeadamente a data da emissão do bilhete.

Caso pretenda visualizar todas as tarifas publicadas,


deve retirar a informação que aparece no Fare Basis.

Tarifa gravada na reserva – consulta da Branded Fare

Uma nova opção no final do Filed Fare, permite-lhe consultar a informação sobre a Branded Fare
gravada.

Tarifa gravada na reserva – taxa de cartão de crédito

O campo FO mostra informação sobre taxas de emissão e forma de pagamento implementadas pelas
companhias aéreas.

Oct 2018 97
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Cancelar Filed Fare

Cancelar o Filed Fare – FX

FX1 Cancela Filed Fare 1


FXALL Cancela todos os Filed Fare existentes na reserva
FX1P1 Cancela o Filed Fare 1, passageiro 1

Restore da tarifa

Não é possível voltar a emitir um “Filed Fare” já emitido. Para tal é necessário fazer o “restore” do
“Filed Fare”.

Aacção de “restore” pode ser necessária em variadíssimas situações, como por exemplo:
• engano na chapa da companhia, ou na escolha de algum outro modifier
• passageiro, que informou pagar a dinheiro, passa a pagar com cartão de crédito
• a tarifa obtida não é a que pretende vender

Para fazer o “Restore” deve ter a reserva activa e fazer:

Para fazer o Restore deve ter a reserva ativa e fazer FF1@R

O sistema responde:

Terá de fechar a transação, inserindo um Received From e ER (R.CS+ER).

Voltando ao Filed Fare verificamos que já não consta o número do bilhete e o código de garantia mudou
para R:

Pode proceder à emissão novamente.

Oct 2018 98
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Introdução da taxa de serviço - XP

Algumas companhias permitem a introdução de uma taxa de serviço no bilhete do passageiro. Essa taxa
é identificada pelo código XP e é adicionada como mais uma taxa no bilhete.

Para tal deve entrar na máscara da tarifa gravada e inserir uma taxa adicional com o código XP.

Passos a seguir:

*FB1 Entrar na máscara da tarifa gravada 1 (FF1)

FBUTAX7/20.00XP Inserir informação no campo da taxa 7 – valor e código da taxa

*FB Mostra de novo a máscara com a atualização feita

São visíveis de imediato oito campos para taxas na máscara.

Para visualizar os restantes campos, caso haja mais do que oito taxas, é necessário fazer uma entrada
adicional:

*FBTAX Para visualizar a máscara das taxas

Sempre que os valores da tarifa ou de taxas são alterados, é necessário atualizar o total do bilhete:

Oct 2018 99
Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

FBUTTL/ Atualiza o campo do total

Caso o total não seja atualizado, ao sair da máscara o sistema apresenta uma resposta de erro como
segue:

FBUTAX7/20.00XP+TTL/ Insere a taxa XP e atualiza o total na mesma entrada

FBF Grava as alterações e fecha a máscara (só um passageiro)

FBFALL Grava as alterações e fecha a máscara (mais do que um passageiro,


mesmo PTC)

R.P+ER Grava as alterações na reserva

Oct 2018 100


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Emissão de Bilhetes

O bilhete constitui um contrato de transporte realizado entre a companhia transportadora e o passageiro,


sendo também o recibo do montante que o passageiro pagou pelo bilhete.
O bilhete é um documento contabilístico e uma informação para todas as companhias envolvidas no
transporte do passageiro, indicando o(s) voo(s) reservado(s), a classe de transporte e o tipo de tarifa
utilizada.
É assim um documento muito importante, sendo fundamental que seja preenchido com todo o cuidado
e responsabilidade.

Para emitir um bilhete é necessária uma reserva ativa e uma tarifa gravada (*FF) ou uma máscara
construída:

Modificadores de Emissão – Ticket Modifiers

Ao ser dada ordem de emissão, por defeito, o sistema emite:


- Um bilhete por passageiro
- Um itinerário com preço para todos os passageiros
- Um ficheiro MIR (informação para o sistema da back office)

TKP Entrada básica para dar a ordem de emissão

Modificadores obrigatórios

Os modificadores devem ser inseridos a seguir à entrada de TKP e devem ser separados por uma
barra.

Forma de Pagamento Modificador identificado pela letra F

Formas de pagamento possíveis:

FS (Cash) dinheiro
FCK (Check) cheque
FAX373900000000000*D1217 Cartão de crédito seguido da data de validade
FAX373900000000000*D1217*I1234 Cartão de crédito seguido da data de validade e CVV
F373900000000000*D1210 *A23515 Cartão de crédito seguido da data de validade e código
de autorização
FMS Miscellaneous, pode ser seguida de texto livre
FNONREF Non refundable, pode ser seguida de texto livre
FINVOICE (Invoice) fatura, pode ser seguida de texto livre
FMR (Multiple Receivable) mais do que uma forma de
pagamento
P1FS/P2FCK 2 passageiros com diferentes formas de pagamento

Oct 2018 101


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Cartão de crédito – algumas informações importantes:

Cartões de créditos aceites no sistema:


VI = Visa
AX = American Express
DC = Diners Club Card
CA = Master Card
CB = Carte Blanche
UC = United Credit Card
JC= Japanese Credit Bureau
TP = UATP – including AirPlus

CVV – Credit Card Verification Value


O CVV pode ser inserido opcionalmente, utilizando o modificador I, seguido de 3 números.
No caso do Americam Express, são 4 números.

No caso de ser apresentada mais do que uma forma de pagamento, deve emitir-se um passageiro de
cada vez e utilizar a entrada:
FMR

Nota: No caso de combinar as formas de pagamento Cash com Cartão de Crédito, o valor recebido em
Cash deve ser superior ao valor das taxas do bilhete, caso contrário o sistema rejeita a emissão.

Oct 2018 102


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Modificadores opcionais

Existem dados que são opcionais na emissão.


Os modificadores são inseridos a seguir à entrada de TKP e devem ser separados por uma barra.

Endorsement Box Modificador identificado pelas letras EB


EBNON REFUNDABLE
EBNON REFUNDABLE*EBVALID ONLY FOR TAP
O * determina a existência de 2 linhas de texto livre. O máximo de
linhas são 3 não podendo exceder os 58 caracteres no total.

Inclusive Tour Modificador IT

IT - imprime IT na fare box do bilhete e suprime a construção tarifária

Tour Code Modificador TC


TCIT123456789 - código de IT, máximo 14 caracteres

Emissão de documentos Modificador D


Este modificador permite selecionar que documentos se pretende emitir:
DTD - imprime apenas o bilhete (Demand Ticket Device only)
DID - imprime apenas o itinerário (Demand Itinerary Device only)
DAD - imprime apenas o MIR (Demand Account Device only)
DTDAD - imprime bilhete e MIR (Demand Ticket Device and Account
Device)

Exemplos de entradas de emissão:

TKPFS Ordem de emissão para todos os passageiros, todos os segmentos,


independentemente do número de Filed Fares existentes, pagamento em cash

TKPFS/DTDAD Ordem de emissão para todos os passageiros, todos os segmentos,


pagamento em cash, não imprime itinerário

TKP1P2-4/FS Emite bilhetes do File Fare 1, para os passageiros 2 ao 4, pagamento em cash

TKP1P1/FS/P2FCK Emite bilhetes do File Fare 1, para os passageiros 1 e 2, mas com formas de
pagamento diferentes (cash e cheque)

A entrada de emissão corresponde ao End Transaction, a reserva deixa de estar presente e


ativa, ficando unicamente visível o respetivo código.

Utilizando o Tab ou
clicando no record
locator , pode entrar na
reserva novamente.

Oct 2018 103


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Informação de bilhete emitido

Após emissão dos bilhetes, aparecem novos campos na reserva:

*SI

É gerado automaticamente um SSR TKNE para a companhia – Ticket Number Notification. Grande
parte das companhias participantes no sistema aderiu à funcionalidade de Ticket Number Notification
(notificação de bilhetes) evitando assim a sua inserção manual.
*HTI

É um registo relativo às emissões – informação que passa para o MIR (Machine Interface Record).

Oct 2018 104


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

*HTE

É o ficheiro do bilhete eletrónico. Aqui poderá consultar o status dos coupons do bilhete.
Também encontra aqui a informação do código de autorização dos bilhetes pagos com cartão de
crédito.
No caso de existir apenas um bilhete emitido, ao efetuar a entrada *HTE, a imagem desse bilhete irá
aparecer automaticamente.
No caso de existirem dois ou mais bilhetes na reserva, ao efectuar a entrada *HTE, o sistema apresenta
uma lista desses mesmos bilhetes. Deve então utilizar o Tab ou clicar para entrar no bilhete pretendido.

Oct 2018 105


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Numa situação de pedido de alteração, para consultar a nota da tarifa basta um clique no Fare Basis,
e o sistema captura a informação para fazer o Fare Display.

Caso seja necessário um Fare Display histórico, basta inserir a data de emissão no ecrã.

Dependendo do tipo de tarifa cobrada, poderá também ter que selecionar no Fare Type, as Tarifas
Públicas e Privadas.

Oct 2018 106


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Anular um bilhete - VOID

Só é possível anular (VOID) um bilhete no próprio dia da emissão.

TRV/0479901999776 Entrada base seguida do número de bilhete

O status do bilhete é atualizado para VOID.

Oct 2018 107


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Relatório de bilhetes

Estes relatórios registam a produção diária, e mantêm registos até 32 dias de emissões.

HMPR Lista dos bilhetes emitidos no dia

HMPR/06MAR Lista dos bilhetes emitidos numa determinada data

HMPR/C-TP Lista dos bilhetes emitidos para uma companhia específica

Recuperar bilhetes sem BF ativo

É possível recuperar um bilhete eletrónico mesmo que a reserva já não esteja ativa.

*TE/0479901234565 Recupera o bilhete a partir do número do mesmo

*TE Mostra uma máscara para preencher com os dados do documento


quando não se sabe o número do bilhete

Oct 2018 108


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Venda de serviços adicionais/auxiliares

À semelhança das companhias Low Cost, as companhias tradicionais disponibilizam hoje uma série de
serviços auxiliares ou adicionais, mediante um custo.
Estes serviços estão disponiveis para venda nos sites, mas também em GDS.
Este fato, vai permitir ao agente de viagens, encontrar toda a informação que necessita para vender
estes serviços, em conjunto com o voo, dentro da mesma plataforma.

Cada vez mais, o agente deve verificar o carrinho de compras, e confirmar se o serviço pretendido se
encontra disponivel para venda.

Só depois de fazer esta verificação e caso o serviçço não se encontre aqui, deve recorrer aos serviços
especiais tradicionais, disponiveis no

Pode acerder ao catálogo através do disponivel após o fecho da reserva.

Neste exemplo, a tarifa não


inclui bagagem de porão,
conforme se pode ver no *FF.

Aceder ao catálogo, clicando

em .

Aparece o seguinte ecrã, onde podemos ver os serviços disponibilizados pela companhia.
No caso da companhia disponibilizar mais do que um tipo de serviços, é possivel através do filtro,
selecionar os serviços pretendidos.

Oct 2018 109


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Aqui pode inserir texto, quando a companhia o pede, para complementar o pedido.

No ASK Travelport, encontra informação detalhada de cada companhia. Faça a busca com:
EMD XX (XX=código da companhia)
Ou pode fazer a entrada EMD LH e entrar diretamente na informação da companhia.
Aqui pode consultar informação sobre os requisitos de todas as companhias.

Oct 2018 110


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

A informação é atualizada, e pod ever o valor da tarifa e os serviços adicionais à parte, bem como
ainda o total a cobrar ao passageiro.

De seguida, aparece ainda um sumário dos serviços adicionais pedidos:

Após fechar o ecrã, a reserva é atualizada e gravada.

Oct 2018 111


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Oct 2018 112


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

São criados os seguintes SSR’s na reserva, associados aos voos e passageiros:

*SI

Deve aguardar-se a confirmação dos serviços por parte da companhia.


O status code KD, confirma o SSR e solicita o pagamento.

Status Code do SSR de serviços adicionais

NN/PN Aguarda confirmação


KD Pode emitir o EMD
KK Não é necessária qualquer ação
NO/UC O pedido foi recusado pela companhia aérea

Ordem de emissão de EMD-A

A emissão do EMD deve ser efetuada obrigatóriamente após a emissão do bilhete eletrónico, de forma
a poder incluir a informação do mesmo no EMD.

EMDI/P1/IC0759902233289/FS
1 2 3 4

1 Ordem de emissão do EMD


2 Passageiro 1
3 Issued in Connection with seguido do número de bilhete (pode ou não ser opcional,
dependendo da companhia aérea)
4 Forma de pagamento

*SI

Oct 2018 113


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

*DAS

Um novo campo aparece no Booking File relative ao EMD emitido.


É aqui que pode fazer toda a gestão relacionada com este documento, nomeadamente a consulta, o
VOID ou o reembolso.

*EMDL

Com um clique o nº 1, pode aceder ao EMD.


Pode também usar o comando: EMDD1

Utilize o Tab para selecionar a opção pretendida.

Importante: para VOIDAR um EMD, seleciona a opção acima e o documento é automáticamnete


anulado.
Fica ao critério da companhia, permitir ou não o reembolso do EMD. Caso a companhia não o permita,
ao selecionar esta opção, aparece uma informação referindo esse facto.

Oct 2018 114


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Outras informações importantes:

Serviços adicionais para mais do que um passageiro:


É necessário emitir um EMD para cada passageiro
EMDI/P1/IC0579901234567/FS
EMDI/P2/IC0579901234568/FS

Mesmo serviço, para vários voos:


Como se trata do mesmo serviço, o sistema emite um único EMD com 2 coupons

Vários serviços adicionais reservados:


Como se tratam de serviços distintos, o sistema pode emitir automaticamente um EMD por serviço, no
entanto isso varia de companhia para companhia.

Outras opções para seleção de serviços:

G2 = nº da linha do SSR (ASVC) no *SI


RC = R – reason code C – tipo de serviço (ver no *SI- ex: **C)

Nota: Numa reserva com dois ou mais passageiros com serviços adicionais reservados, é necessário
emitir um EMD por passageiro.

Cancelar um serviço

SI.CBAG@ Cancelar serviço CBAG


SI.P1S2/CBAG@ Cancelar serviço CBAG, para o passageiro 1, segmento 2

Oct 2018 115


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Gestor de EMD’s

O Smartpoint disponibiliza um gestor de EMD’s

no Menu Ferramentas:

Aqui pode emitir, voidar e reembolsar todos os EMD’s associados a serviços na reserva.
Pode também visualizar os serviços que aguardam emissão.

Edite o segmento manual que


pretende emitir.

Selecione o nº do bilhete a
associar.

Verifique se a companhia requer


texto no Endorsement Box, no
ASK AN9186.

Selecione ainda as opções para


imprimir.

Deve selecionar a impressora e se pretende incluir o Recibo do


EMD e/ou o recibo do cartão de crédito.

Introduza a forma de pagamento

Oct 2018 116


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Caso tenha a forma de


pagamento inserida na
reserva, esta aparece
automáticamente no
ecrã – no campo F.

A seguir .

Pode verificar e gerir os


EMD’s emitidos em
REVIEW:

Clique em DETAILS:

As opções de VOID e REFUND aparecem


editáveis caso a companhia o permita.

Já não é necessário consultar a


informação no ASK AN9186.

Após a operação, o sistema


confirma a transação.

Oct 2018 117


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Aqui pode visualizar os


segmentos manuais já
emitidos e por emitir.

Pode emitir todos os


serviços de uma só vez,
ou selecionar apenas o
que pretende.

Oct 2018 118


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Flex Windows – SP8.1

O novo ambiente de trabalho, está disponível no Menu Application do Smartpoint, a partir da versão
SP8.

Para alterar No Menu das


para o novo Configurações, vai
ambiente tem encontrar Classic – escolhe
que ter a versão a opção nova Flex
SP8 Windows.
(pode fazer o
update através do
Menu das
Ferramentas)

Ao fechar o menu depois

de , as janelas de
SP aparecerão no formato
original.
No entanto os Menus vão
aparecer do lado lateral
esquerdo.

Para selecionar Aqui pode escolher a nova


o seu formato disposição para as suas
preferido deve janelas, num máximo de 9,
e 3 colunas.
clicar em
A ultima opção permite
obter a janela da reserva e
4 janelas para transações.

Oct 2018 119


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Exemplo do Notas:
formato 2 x 2 Pode retirar a janela do
semelhante às PNR, ou mudá-la de
janelas posição colocando o rato
tradicionais de na barra superior e
Focalpoint arrastando para o lado que
pretende.

As janelas mantêm
memória independente.
Caso pretende trabalhar da
mesma forma que em
Focalpoint pode alterar
esta funcionalidade no
menu das Confirgurações.

Aumentar as Pode controlar o tamanho


janelas e da janela com dois cliques
indicador de na barra superior da
janela ativa janela.

A régua superior da janela


aparece a azul, indicando
que é esta a janela que
está ativa.

O ecrã de pesquisa
aparece na lateral
Menu de permitindo visualizar na
pesquisa mesma as janelas de SP.

Os botões
permitem fichar ou fechar
o ecrã, conforme convém.

Oct 2018 120


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Descrição dos Menus da barra inferior:

Agent Alerts

Gestor de Queues

Descrição dos Menus da barra lateral esquerda:

Search/ Pesquisa

Sell/Venda

Tools/Ferramentas

Nova opção:
Take an application
snapshot

Trip Quote /Orçamentos

Um clique para exportar


a ifnormação

Quick Commands

Oct 2018 121


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Marketplace

Replay Entries
Selecione a entrada ou a
serie de entradas que
pretende repetir

Help/Ajuda
Encontra aqui as
novidades sobre o
Smartpoint

Application Settings /
Configurações da
Aplicação

Nova opção para as Flex


windows e os diferentes
formatos
Não disponível ainda Plugins

Smartpanel/Shopping

Oct 2018 122


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Descrição dos Menus da barra superior da janela do PNR:

Numeração da janela

Registo da entrada atual feita na janela

Viewtrip

Outras opções:
Cores das janelas Refresh PNR corresponde ao símbolo
Adicionar ou apagar janelas PNR Settings corresponde ao símbolo
Opções de copiar/colar da barra inferior do PNR na versão clássica
Imprimir

Oct 2018 123


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Descrição dos Menus da barra superior das janelas de transações:

Numeração da janela

Registo da entrada atual feita na janela

Maps – esta opção só aparece após uma entrada de Shopping

Opção de filtros disponivel após uma entrada de Shopping ou Availability

Outras opções:
Cores das janelas
Adicionar ou apagar janelas
Opções de copiar/colar
Imprimir

Oct 2018 124


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Respostas de sistema mais frequentes

RESPOSTA RAZÃO O QUE DEVE FAZER


“Single item field “ Está a inserir um campo em duplicado Verificar o campor e fazer IR ou ER
(campos que apenas podem ser inseridos uma
vez)
“Check action code” Entrada com format incorreto Inserir corretamente a entrada ou
H/
“Modify booking” Entrada desnecessária Prosseguir
“Duplicate filed fares Temos mais do que 1 FF FX + nº do FF duplicado
exists”
“Simultaneous changes A companhia está a mexer na reserva em IR e repetir a entrada
to booking file” simultâneo
“Free form text O serviço necessita de texto adicional Inserir o texto adicional a seguir ao
required” *
“Check number in party O nº de nomes na reserva não coincide com o Fazer a alteração
against itinerary” nº de lugares bloqueados @1/2 ou @1.2/2
“Need received” Não assinou R.LR+ER
“Need name” Não inseriu o nome N.APELIDO/NOMEMR
“Need phone” Não inseriu o phone P.OPOT*….
“Need ticketing” Não inseriu o ticketing T.T* ou T.TAU*20JAN

Oct 2018 125


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Viewtrip

O Galileo disponibiliza um acesso https://viewtrip.travelport.com que permite aceder ao itinerário


do passageiro, bem como ao bilhete eletrónico.
Disponível em 23 idiomas, os agentes e clientes têm acesso a inúmeros conteúdos de conselhos de
viagem e informações (conversor de moeda, mapas, meteorologia, informações sobre passaportes e
vistos, conselhos de saúde, entre outros).

Pode aceder através do site, ou clicando no botão , da sua barra de ferramentas, sendo necessário
inserir o código da reserva e o apelido do passageiro:

Pode ver mais informação clicando em .


Na barra em cima encontra todas as opções que necessita e para criar um PDF, enviar e-mail e visualizar
o bilhete eletrónico.

Oct 2018 126


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Pode registar-se no Viewtrip.


Selecione outra língua, das opções
disponibilizadas

Com a reserva ativa, o comando #VT abre o Viewtrip automaticamente na reserva do cliente.

Pode ainda aceder ao Viewtrip através do botão disponível nas barras das janelas .

Oct 2018 127


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

HELP

Help – sistema de ajuda

Existe no sistema uma facilidade de ajuda que poderá utlizar sempre que não saiba qual a entrada a
fazer para obter determinada informação ou caso tenha feito uma entrada incorreta e pretenda saber
qual a correta para aquele assunto:

H/A Índice de todos os assuntos começados por A

H/AVAIL Assunto específico (Availability)

H/ Help sobre a última entrada, para a qual obteve uma resposta de erro

Oct 2018 128


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Site Travelport

Como ajuda, poderá também aceder ao site da Travelport, pois este disponibiliza informações úteis
(contactos, manuais, downloads de atualizações, etc.) acerca do Galileo Portugal.

Para tal deve fazer o registo em

Encontra um atalho para o site, na barra de ferramentas do seu Galileo Desktop.

Após terminar o registo, pode fazer aqui o seu Login. Terá acesso a downloads e manuais.

Consulte no botão informação relativa à nossa oferta


formativa.

Oct 2018 129


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

MyTravelport

Introdução

O MyTravelport (https://my.travelport.com) é o novo portal do cliente com início de sessão único


Travelport para obter informações, suporte e serviços. Substituirá diversos portais de cliente da
Travelport e fornecerá um método consistente para pedidos de suporte. O MyTravelport pode ser acedido
em qualquer dispositivo, a qualquer altura e em qualquer lugar que tenha ligação à Internet.

Para proporcionar um maior controlo sobre os pedidos de suporte (anteriormente denominados


"incidentes" para alguns clientes), os clientes serão migrados do Sistema de comunicação operacional
da Travelport (ORS) e/ou do ASK Travelport para o MyTravelport. No MyTravelport os clientes podem
criar um pedido de suporte, atualizá-lo, monitorizar o seu estado, fechá-lo e reabri-lo (se
necessário).

Podem ainda fazer de forma autónoma, desbloquear a password do SON e fazer RESET a um Client Id.

Acesso ao MyTravelport
Aceda ao MyTravelport em https://my.travelport.com. A página de início de sessão do MyTravelport
será apresentada.

Deve solicitar ao responsável


da agência (admistrador do
MyTravelport) o seu registo.

Repor palavra-passe

A sua palavra-passe irá expirar a cada 90 dias e necessitará de a alterar. No entanto, poderá alterar a
palavra-passe a qualquer momento utilizando o seguinte procedimento.

1. Clique no ícone Definições .


2. Clique em Repor palavra-passe. Os campos Repor palavra-passe são apresentados.
3. Introduza a nova palavra-passe.

Nota: A palavra-passe tem de ter entre 7-16 caracteres e tem de conter pelo menos 1 letra
maiúscula, 1 letra minúscula, 1 número e 1 caracter especial.

4. Reintroduza a nova palavra-passe.


5. Clique em GUARDAR.

Oct 2018 130


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Atualização do Smartpoint

O Smartpoint de 21 em 21 dias pergunta ao agente, através de uma janela POP UP, se pretende fazer
a atualização para uma nova versão, caso esteja disponível.
É possível optar por fazer de imediato ou adiar a atualização.

Para fazer a atualização manualmente ou verificar qual a versão que tem instalada, deve aceder ao
menu Tools – Automatic Update Options:

TOOLS
Quick Commands
Queue Count Options
Replay Entries
Automatic Update Otions ...

Nota: Esta opção de actualização automática do sistema é pré-definida na instalação do sistema e,


caso a agência opte por não ter esta opção, o sistema não oferece essa possibilidade.

Oct 2018 131


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Training Demonstrations

HELP
User Guide
Training Demonstrations

Aprenda mais sobre as funcionalidades do Smartpoint.

Travelport Marketplace

Tem agora disponível inúmeras ferramentas que pode integrar no seu Smartpoint.

Oct 2018 132


Manual de Curso – Básico de Reservas e Emissões Travelport

Bibliografia

Galileo International 2017


Galileo for Travel Professionals
https://travelport.csod.com/LMS
www.travelportacademy.com
ASK Travelport – Formats Guide for Booking File, fares.
Travelport Smartpoint 7.4 Release Overview_v3 - For Travelport Apollo and Galileo
AN14409 – What’s New in Travelport Smartpoint 7.4 (Apollo/Galileo)

Copyright

© 2018 Galileo International. All rights reserved.


All Travelport logos and marks as well as all other proprietary materials depicted herein are the property
of Travelport and/or its subsidiaries. © Copyright 1999-2018. All rights reserved.

Oct 2018 133

Você também pode gostar