Você está na página 1de 7

Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira

Departamento de Engenharia Civil

PROJETO PARTE 2– SISTEMAS DE TRANSPORTES

Disciplina: Planejamento de Transportes


Curso: Engenharia Civil
Docente: Prof. Luzenira Alves Brasileiro

Discente: Milena Marye Tago – RA: 191050032

ILHA SOLTEIRA – SP
NOVEMBRO DE 2021
SUMÁRIO

1. Conceitos…………………………………………………………………………...…...……….3
2. Caracterização do Tipo de Transporte do Projeto…………………………………….……..4
3. Vantagens do Tipo de Transporte do Projeto………………………………………………...5
4. Desvantagens do Tipo de Transporte do Projeto………………………………………..…..5
5. Análise de Viabilidade Intermodal do Tipo de Transporte do Projeto com outros
Sistemas de Transportes………………………………………………………………………….6
6. Referências Bibliográficas…………………………………………………………………...…7
1. Conceitos

Sistemas de Transportes consiste em um conjunto de elementos que interagem e


quando estruturados providenciam um deslocamento de determinado local a outro. O
transporte é parte crucial de qualquer atividade econômica participando diretamente do
desenvolvimento de qualquer região uma vez que fornece mobilidade e acessibilidade.

Dentre alguns componentes primordiais presentes em um sistema de transporte


tem-se o “objeto” que diz respeito ao elemento que será transportado por esse sistema,
podendo se tratar de uma carga ou de passageiros, já o “veículo” é o elemento
responsável pela mobilidade do objeto enquanto que a “via” é o local onde os veículos
transitarão.

Tem-se ainda alguns componentes que atuam de forma indireta no sistema como o
terminal, que é o ponto de embarque, desembarque, transferência ou armazenamento do
objeto, e o DUC (Dispositivo de Unitização de Carga) que transforma uma pequena carga
em uma carga maior (como por exemplo os Contêiners que são basicamente grandes
caixas usadas para facilitar o transporte de outras caixas menores).
2. Caracterização do Tipo de Transporte do Projeto

O tipo de transporte que será abordado no projeto será os ônibus que se


enquadram no tipo público ou coletivo de transporte da modalidade rodoviária.

Antes do desenvolvimento da indústria automobilística no Brasil o modo principal


de transportes de passageiros era o transporte coletivo que foi gradualmente sendo
substituído pelo transporte individual (carros, motos…). Entretanto o transporte público,
diferente do uso de automóveis individuais, são alternativas mais econômicas e
sustentáveis, além de reduzirem os congestionamentos e consumo de energia.

Apesar do grande crescimento no uso de automóveis individuais, para grande parte


da população, isso ainda é algo inacessível (desde por questões financeiras como por
não serem aptas a dirigir um automóvel) dificultando a locomoção dessas pessoas,
portanto o transporte pelo ônibus acaba sendo a melhor alternativa para que esse
deslocamento seja feito de forma mais fácil e confortável. Sobretudo um maior
investimento nessa área está sendo necessária visto que a quantidade de viagens a pé
apresentou grande alta na última década devido as quedas salariais enfrentadas na
população de baixa e média renda (maiores consumidores do meio de transporte público)
durante esse período.

Os ônibus se destacam por comportarem um grande número de pessoas em um


único veículo, podendo oferecer viagens de pequenas à grandes durações apesar de
percorrerem os percursos de forma mais lenta que outros meios.

No projeto será desenvolvido um sistema para ônibus urbanos, que circulam dentro
da cidade com o objetivo de atender as comunidades mais distantes facilitando sua
locomoção para o centro comercial.
3. Vantagens do Tipo de Transporte do Projeto

O investimento e utilização de ônibus para promover um meio de transporte público


apresentam as vantagens a seguir:

• Diminuição no volume de veículos em centro urbanos evitando


congestionamentos e acidentes
• Maior economia comparado a meios de transportes individuais
• Reduz a poluição
• Comporta um grande número de passageiros
• Preços relativamente acessíveis
• Oferece maior mobilidade principalmente a pessoas de baixa ou média
renda

4. Desvantagens do Tipo de Transporte do Projeto

Abordando agora as desvantagens dos ônibus tem-se:

• Baixa flexibilidade quanto a horários e locais (poucas quantidades de


terminais)
• Poucas ofertas de qualidade de transportes devido a baixo investimento
• Acesso dificultado para deficientes físicos
5. Análise de Viabilidade Intermodal do Tipo de Transporte do Projeto com outros
Sistemas de Transportes

O transporte intermodal por rodovias é o mais conhecido e utilizado dentro do


território nacional uma vez que cria trajetos flexíveis e ainda viabilizam uma grande
variedade de tipos de cargas. Quanto ao transporte de pessoas (passageiros) os
transportes públicos (ônibus) são muito eficientes no assunto de intermodalidade. Além
das vantagens que possui por se tratar de um modal rodoviário (como a grande
acessibilidade pois alcança quase todos os locais do país) e consequentemente conseguir
trabalhar em conjunto com outros tipos de transporte dentro da modalidade, os ônibus
oferecem ao passageiro que essa intermodalidade ocorra com outros modais (como
aéreos e marítimos).

Na intermodalidade dentro do modal rodoviário, pode-se ter como vantagem o fato


de que, diferentemente do que acontece com automóveis individuais, o usuário não
precisa se preocupar em guardar ou estacionar o veículo ao mudar o tipo de transporte
utilizado, exemplificando, um passageiro que precisa embarcar em um avião onde o ponto
de embarque fica longe de sua localização pode optar pela utilização de um ônibus para
chegar ao terminal no lugar de ir com seu automóvel individual e ter a preocupação sobre
onde deixar o automóvel durante a viagem e evitar gastos com estacionamento particular.
Outra vantagem dos ônibus, agora abordando uma viagem mais curta, é a circulação
dentro de um município, o transporte coletivo oferece uma alternativa de locomoção mais
econômica do que a utilização de um automóvel e até de tempo que seria gasto
encontrando um local para estacionar (assim como no exemplo citado anteriormente),
além disso auxilia comunidades mais distantes e com condições econômicas e sociais
mais baixas, que teriam de se locomover unicamente a pé, a atingir os centros urbanos
com mais segurança, essa ideia pode ser aplicada também á idosos e pessoas que não
são aptas a dirigirem seus próprios veículos.

Adicionando, o conceito de sustentabilidade é uma pauta em alta na atualidade,


com inovações focadas na redução de emissão de gases nocivos, portanto é de interesse
público que a utilização de ônibus sejam mais viáveis do que os automóveis individuais no
geral.
6. Referências Bibliográfica

[1] BSOFT, P. POR. Transporte intermodal: tudo o que você precisa saber. Disponível em:
<https://bsoft.com.br/blog/transporte-intermodal-tudo-que-voce-precisa-saber>. Acesso
em: 3 nov. 2021.

[2] DJALMA, P. et al. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ APOSTILA DE SISTEMAS


DE TRANSPORTES CURSO: ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: TT 056 -Sistemas de
Transportes. [s.l: s.n.]. Disponível em:
<http://www.projeta.com.br/imagens_arquivos/artigos/files/arquivos/EngTransp/Apostila-
Sistemas%20De%20Transportes-2013.pdf>.

[3] Transporte rodoviário: estrutura e mercado. [s.l: s.n.]. Disponível em:


<http://www2.videolivraria.com.br/pdfs/6583.pdf>. Acesso em: 3 nov. 2021.

[4] WALTER. Caracterização do sistema de transporte coletivo. Disponível em:


<http://www.metro.sp.gov.br/metro/licenciamento-ambiental/pdf/eia/volume-ii/8.4.10.2-
caract-transp-coletivo.pdf>. Acesso em: nov. 3AD.

Você também pode gostar