Você está na página 1de 17

1 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

Alexandre Sarmento Guilundo

Clark Zacarias Manhique

Frimildo António Chilaule

Isaquiel Eugénio

Licenciatura em Ensino de Física

1° Ano Grupo A

PRÁTICA PEDAGÓGICA GERAL

TEMA:

Técnicas de pesquisa

GUÃO DE OBCERVAÇÃO

(DA AULA)

(Instrumentos de pesquisa)

Universidade Pedagógica de Maputo

Maputo 4 de novembro de 2021

Novembro 10, 2021 1


2 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA
Alexandre Sarmento Guilundo

Clark Zacarias Manhique

Frimildo António Chilaule

Isaquiel Eugénio

Licenciatura em Ensino de Física

1° Ano Grupo A

PRÁTICA PEDAGÓGICA GERAL

TEMA:

GUÃO DE OBCERVAÇÃO

(da aula)
O Presente trabalho na cadeira de práticas
Pedagogicas foi realizado em grupo para
efeitos de avaliação,

Pelo docente :

Dr. Albino Timóteo

Universidade Pedagógica de Maputo

Maputo 4 de novembro de 2021

Novembro 10, 2021 2


3 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

ÍNDICE
1 INTRODUÇÃO .............................................................................................................................. 4

2 RESUMO TEÓRICO ..................................................................................................................... 5

2.1 O que é Observação? ............................................................................................................... 5

2.2 Vantagens ................................................................................................................................ 5

2.3 Desvantagens ........................................................................................................................... 5

2.4 Modalidade das observações de acordo com as circunstâncias: ............................................. 6

Tipos de Observação .......................................................................................................................... 7

3 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO ......................................................................................................... 7

3.1 Considerações sobre o guião de observação ........................................................................... 7

3.2 GUIÃO DOS PROCEDIMENTOS DE OBSERVAÇÃO ...................................................... 8

4 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA .................................................................................... 10

4.1 (MODELO DE GUIÃO) ....................................................................................................... 10

4.2 CONDIÇÕES BÁSICAS/ INFRAESTRUTURAS DA ESCOLA ....................................... 10

4.3 DADOS DO/A PROFESSOR/A OBSERVADO/A ............................................................. 10

4.4 DADOS GERAIS DA AULA OBSERVADA ..................................................................... 11

5 CONCLUSÃO .............................................................................................................................. 16

6 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS ......................................................................................... 17

Novembro 10, 2021 3


4 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

1 INTRODUÇÃO
O presente trabalho de vem mostrar de forma sintetizada alguns aspéctos relacionados com a técnica
da observação, desde o seu conceito até ao intrumento que é usado em uma observação, nesse caso
uma observação de uma aula, tendo como observador um professor e o observado outro professor
lecionando a aula, a obseração é uma téncica de recolha de dados de tipo de pesquisa quantitativo e
precisa ser aplicada com maestria para se poder obter resuldados mais qualitativos, é bastante usada
em diversas áreas do saber.

Inicialmente começamos o trabalho trazendo o resumo teórico acerca do assunto em destaque, dando
uma breve sintese dos conseitos básicos da observação além de trazer as vantagens e desvantagens do
uso dessa técnica de pesquisa.

A realização deste trabalho baseava-se nos objectivos de trazer uma sintese sobre o tema da técnica de
observação e também trazer um modelo do intrumento que é usado na observação.

Antes de apresentar-mos o modelo de observação referencia-mos algumas considerações a se ter na


realização e na aplicação do guião de observação. Não deixamos de falar sobre os procedimentos da
observação, os passos e como proceder em cada situação descrita nos procedimentos.

No Modelo de Guião de Observação por nos apresentado, foi simplificado para maior compriênção do
assunto discutido trazendo apenas os pontos essenciais e os pontos chave que não devem faltar em
uma observação de uma Aula.

Para a realização deste trabalho tivemos como base e Auxilio algumas obras bibliográficas
nomeadamente:

GUIÃO DE OBSERVAÇÃO(laboratório de ensino e aprendizagem)

-A TÉCNICA DE OBSERVAÇÃO EM ESTUDOS DE ADMINISTRAÇÃO(Luciene Braz Ferreira,


Nara Torrecilha, Samara Haddad Simões Machado)

-Técnicas de coleta de dados e instrumentos de pesquisa

-METODOLOGIA CIENTÍFICA: um manual para a realização de pesquisas em administração(Prof.


Maxwell Ferreira de Oliveira)

Novembro 10, 2021 4


5 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

2 RESUMO TEÓRICO
2.1 O que é Observação?

Chamada de estudo naturalista ou etnográfico em que o pesquisador freqüenta os locais onde os


fenômenos ocorrem naturalmente.(Fiorentini e Lorenzato)

A observação utiliza os sentidos na obtenção de determinados aspectos da realidade. Consiste em ver,


ouvir e examinar fatos ou fenômenos” (Marconi & Lakatos, 1999:90)

Técnica de coleta de dados, que não consiste em apenas ver ou ouvir, mas em examinar fatos ou
fenômenos que se desejam estudar, elemento básico de investigação científica, utilizado na pesquisa
de campo como abordagem qualitativa, podendo ser utilizada na pesquisa conjugada a outras técnicas
ou de forma exclusiva.

Auxilia o pesquisador na identificação e a obtenção de provas a respeito de objetivos sobre os quais


os indivíduos não têm consciência, mas que orientam seu comportamento, sujeita o pesquisador a um
contato mais direto com a realidade.

O grau de participação do observador é muito relevante, bem como a duração das observações, sendo
imprescindível planejar o que e como observar.

2.2 Vantagens

 Possibilita elementos para delimitação de problemas;


 Favorece a construção de hipóteses;
 Aproxima-se das perspectivas dos sujeitos;
 Útil para descobrir aspectos novos de um problema;
 Obtenção de dados sem interferir no grupo estudado.
 Permite a coleta de dados em situações de comunicação impossíveis;
 Apresenta meio direto e satisfatório para estudar uma ampla variedade de fenômenos;
 Exige menos do observador do que outras técnicas;
 Depende menos da introspecção ou da reflexão;
 Permite a evidência de dados não constantes do roteiro de entrevistas ou de questionários.

2.3 Desvantagens

 Presença do pesquisador pode provocar alterações no comportamento dos observados,


destruindo a espontaneidade dos mesmos e produzindo resultados pouco confiáveis, por poder
provocar alterações no comportamento do grupo observado;

Novembro 10, 2021 5


6 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

 O observado tende a criar impressões favoráveis ou desfavoráveis no pesquisador, favorecendo


a interpretação pessoal - juízo de valor;
 Uma visão distorcida pode ser gerada pelo envolvimento levando a uma representação parcial
da realidade;
 Fatores imprevistos podem interferir na tarefa do pesquisador;
 A duração dos acontecimentos é variável dificultando a coleta de dados;
 Vários aspectos da vida cotidiana, particular podem não ser acessíveis ao pesquisador.
 Se não forem bem organizados os registros podem depender apenas da memória do observador
para serem resgatados, vindo a gerar grande interpretação subjetiva ou parcial do fenômeno
estudado.

2.4 Modalidade das observações de acordo com as circunstâncias:

Segundo os meios utilizados

 Observação não estruturada (Assistemática, espontânea, informal, ordinária, simples, livre,


ocasional, acidental): consiste em recolher e registrar fatos da realidade sem que o pesquisador
utilize meios técnicos especiais;
 Observação estruturada (Sistemática, planejada, controlada): utiliza instrumentos para a coleta
de dados ou fenômenos observados. O observador sabe o que procura e o que carece de
importância.

Segundo a participação do observador

 Observação não-participante: o observador não se integra à comunidade observada;


 Observação participante: O observador se incorpora ao grupo, confunde-se com ele.

Segundo o número de observações

 Observação individual
 Observação em equipe

Segundo o lugar onde se realiza

 Observação efetuada na vida real (trabalho de campo)


 Observação efetuada em laboratório

Novembro 10, 2021 6


7 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

Tipos de Observação são:

 Observação documental
 Observação assistemática
 Observação direta extensiva (mostra, questionário, enquete)
 Observação direta intensiva (entrevista, teste de atitudes,
 Observação participante)
 Observação em equipe
 Observação em laboratório
 Observação individual
 Observação na vida real
 Observação não-participante
 Observação sistemática

Segundo Lakatos & Marconi(1992), a observação direta intensiva é um tipo de observação que "[...]
utiliza os sentidos na obtenção de determinados aspectos da realidade. Não consiste apenas em ver e
ouvir, mas também examinar fatos ou fenômenos que se deseja estudar".

Tipos de observação Segundo a participação do observador

• Participante: consiste na participação real dopesquisador com a comunidade ou

grupo.Em geral são apontados duas formas:

A Natural - o observador pertence à mesmacomunidade ou grupo que investiga.

A Artificial - o observador integra-se ao grupo com a finalidade de obter informações.

• Não participante: o observador toma contato com a comunidade, grupo ou realidadeestudada, mas
sem integrar-se a ela -permanece de for

3 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO
(da aula)

3.1 Considerações sobre o guião de observação

1. Centra a observação na aula e não no professor. De facto, e excetuando o bloco relativo à


atitude do professor, o que está sob observação é a aula, portanto o que a justifica e que nela
ocorre.

Novembro 10, 2021 7


8 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

2. Inclui descritores para cada uma das categorias que são orientadoras da observação e acerca
dos quais se solicita a quem observa um juízo qualitativo sobre a sua importância para
caracterizar a aula presenciada. Dessa forma, convidam-se os observadores a incluir outros
descritores que considerem mais apropriados para descrever a aula presenciada, em cada uma
das 5 dimensões consideradas, a saber:

 estrutura;
 organização;
 clima de turma;
 conteúdo;
 atitude do professor.

3. O juízo traduz-se numa escala de fraco a forte que não pretende senão identificar a importância
que é atribuída àqueles descritores naquela aula, sem que isso se associe a uma aula boa ou má.
Desse modo, no juízo fraco ou forte não está associado nenhuma ideia implícita de como a aula
deveria ser caracterizada, mas tão-somente a constatação de que esse é, ou não, um traço
dominante (ponto forte) ou não (ponto fraco) dela.

3.2 GUIÃO DOS PROCEDIMENTOS DE OBSERVAÇÃO

Os principais procedimentos para a observação de aulas são:

1. ANTES da aula, o professor (cuja aula será observada) informa os observadores (2) sobre a aula a
observar, fornecendo-lhes a seguinte informação:

 Ficha da Unidade Curricular (UC) a observar


 Integração da UC no semestre, curso ou cursos
 Condições da sala de aula
 Características da turma
 Situação dos estudantes em termos de aprendizagem em relação com aos objetivos da aula
 Preocupações do(a) professor(a)

É aconselhada a leitura do Manual de Apoio à Observação antes da aula.

2. DURANTE a aula, os professores observadores fazem registos apoiados pela Grelha de Observação
e outros que considerem importantes.

3. DEPOIS da aula os docentes observadores e o docente observado conversam, com o objetivo de


trocarem impressões. Cada professor observador redige, na Grelha de Observação, uma reflexão
sobre a aula, orientada pelas seguintes questões:

 O que me chamou particularmente à atenção na aula?

Novembro 10, 2021 8


9 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

 Que perguntas gostaria de fazer ao/à meu/minha colega?


 Que semelhanças ou diferenças encontro entre a prática observada e a minha própria prática?
 Tenho alguma sugestão a fazer?

Cada professor observador redige, na Grelha de Observação, uma apreciação que resuma a reflexão
final conjunta.

Dar Feedback

Todo o feedback apresentado na reunião após a observação deve ser construtivo

Receber Feedback

O feedback deve ser agradecido, e se possível recebido sem a necessidade de justificação de porque
se optou por um determinado método pedagógico.

Novembro 10, 2021 9


10 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

4 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA


4.1 (MODELO DE GUIÃO)

Este guião de observação de aulas integra-se no estudo Avaliação do impacte da reestruturação


curricular do ensino secundário geral (ESG) em Maputo

Tem como objetivo recolher dados que, por cruzamento com outros, permitam perceber as mudanças
ocorridas ao nível do ESG.

4.2 CONDIÇÕES BÁSICAS/ INFRAESTRUTURAS DA ESCOLA

Existente sim/não Obcervações/comentários

Luz/Eletricidade
Água canalizada
Instalações sanitárias para
alunos
Instalações sanitárias para
professores
Serviços
administrativos/direção
Biblioteca
Salas de aula (nº)
carteiras suficiente p nº alunos
Quadro e giz nas salas de aula
Materiais didáticos (ex. mapas,
planisfério, dicionários, …)
Laboratórios de ciências
equipados
Recreio/espaço de convívio
alunos
Sala dos para professores
cantina

4.3 DADOS DO/A PROFESSOR/A OBSERVADO/A

Sexo: Feminino ___ Masculino: ___

Idade: ___ anos

Novembro 10, 2021 10


11 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

Área de habilitação:

Nº de anos que leciona no ESG (no antigo currículo e no novo):

Disciplinas que leciona(ou) no novo ESG:

Outros cargos desempenhados (se relevante e para quê):

4.4 DADOS GERAIS DA AULA OBSERVADA

Escola:

Distrito:

Professor observado:

Aula observada nº:

Disciplina:

Componente disciplinar: Data: Hora (início e fim):

Ano de escolaridade:

Turma:

Tempo de observação:

Nº total de alunos presentes:

Nº de alunos inscritos:

Capacidade de sala de aula:

Sala de aula (regular, auditório, laboratório, biblioteca, sala de computadores, outra):

Tipo de aula (teórica, prática, teórico-prática, laboratorial, campo, visita de estudo, outra):

Outros intervenientes na aula (se aplicável, identificar):

Assunto/tópico/conteúdo tratado (dito pelo professor? Documentado em sumário?)

Novembro 10, 2021 11


12 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

A . ESTRUTURA

Importância (de 1 fraco a 5 forte) comentários

Torna-se clara a relação da aula com os


objetivos e as competências a
desenvolver na Unidade Curricular.

Identifificam-se os objetivos de
aprendizagem a atingir na aula.

A estrutura da aula evidencia um fifio


lógico entre princípio, meio e fim.

Outro descritor relevante na categoria:

B. ORGANIZAÇÃO

Importância (de 1 fraco a 5 forte) comentários

Adequação do espaço às
atividades desenvolvidas

Materiais disponibilizados para as


atividades desenvolvidas.

Controlo e gestão das atividades


de aprendizagem.

Uso do equipamento disponível

Adequação da apresentação
Adequação do tipo de trabalho
dos estudantes

Novembro 10, 2021 12


13 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

Outro descritor relevante na


categoria:

C. CLIMA DE TURMA

Importância (de 1 fraco a 5 forte) comentários

Existência de um ambiente
estimulante de aprendizagem

Existência de colaboração entre


estudantes

Existência de participação
previamente preparada pelos
estudantes
Promoção do pensamento
independente, crítico ou reflflexivo
dos estudantes
Existência de feedback, dado aos
estudantes, acerca da compreensão de
conceitos ou mestria de competências
Envolvimento dos estudantes no
desenvolvimento das atividades
Adequação da intervenção face à
existência de comportamentos
disruptivos que difificultam a aula
Outro descritor relevante na
categoria:

Novembro 10, 2021 13


14 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

D. CONTEÚDO

Importância (de 1 fraco a 5 forte) comentários

Conteúdo apropriadamente
desafifiante

Contextualização do conteúdo

Valorização dos aspetos


fundamentais
Relação do conteúdo com
conhecimentos prévios dos
estudantes
Relação do conteúdo com
conhecimentos prévios dos
estudantes
Participação dos estudantes na
contextualização do conteúdo
Outro descritor relevante na
categoria

D. ATITUDE DO PROFESSOR

Importância (de 1 fraco a 5 forte) comentários

Ritmo apropriado

Atenção à dinâmica global da


turma
Uso adequado da voz e gestos

Interação individualizada com


estudantes
Habilidade para monitorizar o
progresso dos estudantes

Novembro 10, 2021 14


15 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

Habilidade para mudar estratégias


se os estudantes não mostram a
compreensão esperada
Existência de sistematizações que
contribuem para a aprendizagem
Outro descritor relevante na
categoria:

OUTRAS CONSIDERAÇÕES

QUESTÕES ORIENTADORAS:
O que me chama particularmente a atenção na aula / no modo de exploração da metodologia/
estratégia?
Que perguntas gostaria de fazer ao/à meu/minha colega? Que semelhanças ou diferenças encontro
entre a prática observada e a minha própria prática? Tenho alguma sugestão a fazer?

APRECIAÇÃO SOBRE A REFLEXÃO FINAL CONJUNTA

Novembro 10, 2021 15


16 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

5 CONCLUSÃO
Durante a realização deste trabalho podemos concluir com base no modelo de observação que
elaboramos que a observação como uma forma de pesquisa cientifica é muito diferente da observação
vulgar, pois é um processo organizado e sistematizado apesar de se mostrar simples acessivel e de facil
aplicação graças ao seu baixo nivel de complexidade no quesito que tange desde a elaboração do guião
de obcervação até a sua aplicação quer seja em qualquer campo que se deseje pesquisar e que se tenha
escolhido a técnica da observação para proceguir com a nossa pesquisa, tendo deste modo dados
quantitativos e para se obter dados mais qualitativos podemos fazer o uso brando de outras técnicas
para nos auxiliarem a obter dados mais qualitativos.

Pretendemos esclarecer a necessidade de uma correta utilização da observação para a obtenção de


resultados mais qualitativos, assim como apontar os passos e as técnicas necessárias para a sua
utilização, para este efeito listamos algumas vantagens e desvantagens do uso desta técnica para
pesquisa cientifica.

Ainda nos debruçando na observação, este trabalho foi realizado tendo como objetivos mostrar de
forma sintetizada o resumo da observação que é uma técnca muito usada e trabalhos cientificos, e
também mostrar um guião simples da observação.

a técnica da observação, A técnica de observação vem sendo utilizada em diversas áreas de


conhecimento, visto que a mesma possibilita ao pesquisador extrair informações de grupos e situações
que com outras técnicas se tornariam mais complexo ou mesmo impossíveis

Novembro 10, 2021 16


17 GUIÃO DE OBSERVAÇÃO DA AULA

6 REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ALVES, Rubem. Filosofia da Ciência: Introdução ao jogo e suas regras. São Paulo: Editora Loyola,
2002.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e


documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

CANO, D.S; SAMPAIO I.T.A. O método de observação na psicologia: Considerações sobre a


produção científica. Interação em Psicologia, v.11, p. 199-210, 2007.

MARTINS, H. H. T. D. S. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa, v. 30, n. 2, p.


289-300, mai/ago 2004.

Silveira RMH. A entrevista na pesquisa em educação: uma arena de significados. In: Costa MCV
(org.).

Caminhos Investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em educação. Rio de Janeiro:
DP&A; 2002.

Benjamin A. A entrevista de ajuda. São Paulo: Martins Fontes; 1994.

Gil AC. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas; 1999.

Sites consultados:

https://www.google.com/search?q=oque+e+pesqusa&oq=oque+e+&aqs=chrome.

https://www.google.com/search?q=oque+e+observacao&oq=oque+e+observacao&aqs=chrome

https://www.google.com/search?q=tipos+de+observacao+como+tecnica+de+pesquisa&oq=t&aqs=c
hrome

Novembro 10, 2021 17

Você também pode gostar