Você está na página 1de 4

PLANO DE AULA

CENTRO EDUCACIONAL MUNICIPAL DE IOMERÊ


Diretora: Marta Maria Falchetti
Coordenadora: Tânia Gonçalves da Silva Bressan
Orientadora: Marinez Zanetti Zago
Secretária: Roseli Aparecida Fiuza da Rosa Civiero
Professor: Ana Sipp
Disciplina: Língua Portuguesa
Turma: 6º ano – Pollo II
Data: 30 de novembro de 2020.

ALUNO:

Tempo previsto para a realização: 01 horas


Planejamento : 01 hora
Aula pelo Meet: 01 hora
Atendimento aos alunos: 36 mt

Objetivo da aula:

Compreeder os conceitos de sujeito e predicado.

Habilidades:

(EF69LP42) Analisar a construção composicional dos textos pertencentes a gêneros relacionados à


divulgação de conhecimentos: título, (olho), introdução, divisão do texto em subtítulos, imagens
ilustrativas de conceitos, relações, ou resultados complexos (fotos, ilustrações, esquemas, gráficos,
infográficos, diagramas, figuras, tabelas, mapas) etc., exposição, contendo definições, descrições,
comparações, enumerações, exemplificações e remissões a conceitos e relações por meio de notas
de rodapé, boxes ou links; ou título, contextualização do campo, ordenação temporal ou temática
por tema ou subtema, intercalação de trechos verbais com fotos, ilustrações, áudios, vídeos etc. e
reconhecer traços da linguagem dos textos de divulgação científica, fazendo uso consciente das
estratégias de impessoalização da linguagem (ou de pessoalização, se o tipo de publicação e
objetivos assim o demandarem, como em alguns podcasts e vídeos de divulgação científica), 3ª
pessoa, presente atemporal, recurso à citação, uso de vocabulário técnico/especializado etc., como
forma de ampliar suas capacidades de compreensão e produção de textos nesses gêneros. Marcas
linguísticas Intertextualidade

Formas de Avaliação:

Através da devolução das atividades realizadas bem como de acordo com erros e acertos.

Outros:

Bom dia a todos!


Desejo que tudo esteja bem.
Segue a aula de hoje.

Descrição da atividade ( aula) de forma clara e objetiva

Para esta nossa aula, estudaremos da apostila volume 3 os conteúdos relativos a sujeito e predicado, e
rralizaremos as atividades da apostila na página 34 até a página 40.Compreende explicações e atividades,
teremos aula via Meet, as 10:30 da manhã, nesta data.

Sujeito e Predicado
Sujeito e predicado são os termos essenciais da oração. Enquanto o sujeito é aquele ou aquilo de que(m) se
fala, o predicado é a informação dada sobre o sujeito.
Uma forma fácil de detectar esses termos nas orações é perguntando quem? e/ou o que?

Exemplo 1:
Os estudantes organizaram a homenagem.

Quem organizou a homenagem? Os estudantes, logo esse é o sujeito da oração.


O que foi feito? Organizaram a homenagem, logo esse é o predicado da oração.
Exemplo 2:
O discurso foi modificado.

O que? “Algo” foi modificado. Essa é informação dada sobre algo, logo, esse é o predicado da oração.
O que foi modificado? O discurso. É do discurso de que se fala, logo esse é o sujeito da oração.
Ordem do Sujeito na Oração
A ordem so sujeito na oração nem sempre é a mesma, podendo ocorrer de três maneiras:

Tipos Explicação Exemplos

quando o sujeito vem antes do Os formandos e os professores empenhados


Forma direta
predicado. organizaram a festa.

quando o sujeito vem depois do Organizaram a festa os formandos e os professores


Ordem inversa
predicado. empenhados.
Tipos Explicação Exemplos

Meio do quando o sujeito aparece no meio do Empenhados, os formandos e os professores


predicado predicado. organizaram a festa.

Núcleo do Sujeito
O sujeito das orações podem ser formados por mais do que uma palavra. Nesses casos, o núcleo é a palavra
principal, a que tem mais significado para o sujeito. Lembre-se que o verbo deve concordar com o sujeito.
Exemplos:
O discurso foi modificado.

No exemplo acima, o núcleo do sujeito “o discurso” é “discurso”.

Os formandos e os professores empenhados organizaram a festa.

Nesse exemplo, o núcleo do sujeito “Os formandos e os professores” é “formandos” e “professores”.

Veja também: Concordância Verbal

Tipos de Sujeito e Predicado

Os sujeitos podem ser:

 Determinado - quando é identificado na oração.


 Indeterminado - quando não é identificado na oração.
 Inexistente - orações com verbos impessoais.

Os sujeitos determinados, por sua vez, dividem-se em: simples, composto e oculto.

1. Sujeito simples: tem apenas um núcleo. Exemplo: O paciente foi atendido.


2. Sujeito composto: tem mais do que um núcleo. Exemplo: Mousses e brownies são os meus doces preferidos.
3. Sujeito oculto: quando é identificado pela desinência verbal. Exemplo: Andamos a tarde toda.
4. Sujeito indeterminado. Exemplo: Opinam sobre tudo.
5. Sujeito inexistente. Exemplo: Amanheceu.

Os predicados podem ser:

 Verbal - quando o verbo indica ação. Exemplo: Terminei mais cedo.


 Nominal - quando o verbo indica estado. Exemplo: O patrão foi atencioso.
 Verbo-Nominal - quando o verbo indica ação e estado. Exemplo: Cheguei atrasada (o mesmo que dizer
“Cheguei e estava atrasada”)
Atenção- para que possamos comprovar a realização das atividades, aguardo o envio das atividades realizadas
via plataforma, sejam cuidadosos ao fotografar para que possamos avaliar seus trabalhos com clareza.

Estou a disposição de todos para esclarecimento de dúvidas e no aguardo das respostas das atividades.

Professora Ana Sipp.

Você também pode gostar