Você está na página 1de 5

CAMÉLIA

Nome científico: Camellia L.

Família: Teaceae
Origem: Asiática, principalmente das regiões do Japão e Coréia.
A camélia é uma planta cujo nome científico é Camellia L. que pertence à família Theaceae.
Esta planta apresenta uma bela flor que é muito usada em termos decorativos.
Relativamente ao significado da camélia, há diferenças dependendo da cor das flores.
As camélias cor de rosa significam grandeza de alma;
As camélias brancas são uma alusão à beleza perfeita;
As camélias vermelhas são um sinal de reconhecimento.
O gênero Camellia conta com mais ou menos 80 espécies originárias do Sudeste Asiático,
florestas da Índia, Japão e China. As suas belas flores podem ser brancas, vermelhas e
rosadas. Algumas podem ser amarelas, mas esses casos são raros. Algumas flores podem
atingir o tamanho da palma da mão de um adulto, enquanto que outras podem ser
pequenas como uma moeda.
Algumas espécies de camélias possuem um suave e agradável aroma. Espécies como a C.
japonica, C. sasanqua, C. reticulata, e C. chrysantha são muito populares por serem plantas
que apresentam folhagens escuras e densas e também grandes e bonitas flores. O
cruzamento entre diferentes espécies possibilita a criação de híbridos que apresentam as
melhores características de cada espécie, sendo este o caso das camélias amarelas,
obtidas através do processo de hibridização.

Os líderes mundiais no cultivo e criação de novas variedades de camélias são a Coreia, a


China e o Japão. Na Europa, a partir do século XIX, a Itália assumiu um papel de destaque,
criando variedades diferentes e se estabelecendo como um dos maiores produtores
ocidentais. Só a espécie camellia japonica apresenta mais de 3000 variedades.
A camélia aprecia solos férteis, ácidos e com alta umidade. Em termos de luminosidade, ela
pode estar localizada à meia-sombra ou sob sol pleno. A camélia não se adapta a
temperaturas muito altas, mas pode aguentar geadas e climas com neve.
Características: Arbusto que conserva sua folhagem sempre-verde durante o ano todo.
Produz flores isoladas, de incrível beleza nas cores branca, rosa e vermelha.
A camélia é uma planta bonita por várias razões: é um arbusto formado por uma folhagem
brilhante que se mantém firme o ano todo e, nos meses que correspondem ao outono e
inverno, cobre-se de uma floração espetacular. As flores, exuberantes, até serviram de
inspiração para a criação de “A Dama das Camélias”, livro de Alexandre Dumas Filho que
foi reproduzido no cinema. Dependendo da variedade, as flores da camélia podem ser
brancas, rosadas ou vermelhas e servem tanto para enfeitar o jardim como decorar
ambientes internos.
Dentro de casa, as flores colhidas podem durar vários dias, desde que não se toque nas
pétalas. Quando tocadas, as pétalas da camélia cobrem-se de manchas amarronzadas que
comprometem o visual.

As folhas, resistentes e brilhantes, são também muito decorativo e excelente


acompanhamento até para outras flores, funcionando como uma bonita folhagem em
arranjos florais. Para que durem bastante, uma boa dica é deixar os galhos com as folhas
imersos profundamente em água, durante poucos minutos. Mas atenção: faça isso apenas
com as folhas e nunca com as flores.
A arte de criar arranjos florais associados à filosofia e tradição japonesa - conhecida como
Ikebana - faz muito uso das folhas e flores da camélia.

Propriedades Energéticas:

Camélia - Camellia japonica


O significado das camélias também varia de acordo com a cor: as brancas
expressam virtude e beleza perfeita; as rosadas representam grandeza da
alma; e as vermelhas são um símbolo de reconhecimento.
Camélia – Traz riqueza e luxúria, admiração e perfeição.

Camélia Branca – Adoração.

Camélia Cor-de-rosa – Para atrair amor ou para hipnotizar.

Camélia Vermelha – Amor Intenso, contentamento e enfatuação.

Excelente para o trabalho terapêutico, pois tem livre trânsito em toda a aura humana.
Integra todas as regiões do corpo e da mente, auxiliando a despertar o autoconhecimento.
Integra o corpo, a mente e o espírito.
Símbolo: imortalidade.
Ponto Cardeal: Oeste

Presente solar coronário – Desperta autoconfiança e discernimento acerca de nossas


idéias e capacidade criativa, auxiliando-nos a liberar informações para o meio externo.

Camélia branca - Beleza perfeita e virtude despretensiosa.


Camélia rosada - Grandeza da alma.
Camélia vermelha - Reconhecimento.
Serve para produzir um azeite e um incenso usado nas preces angelicais. Sua confecção é
bastante elaborada e era usada pelos alquimistas medievais.
Usada em encantamentos para a prosperidade e riqueza.
Podem ser usadas em rituais que envolvam filhos e amores perdidos.

SIMPATIA PRA CASAR COM CAMÉLIA:


Essa planta serve para unir casais que se amam, ajudando a acelerar o casamento. Fique
em frente a um vaso com camélias e diga as seguintes palavras: 
"Que sua beleza e pureza sirvam de alerta ao meu amado(a), para ele(a) me procurar o
quanto antes e, com o seu perfume inconfundível, você possa fazer com que ele(a) me
peça logo em casamento" 
Faça o sinal da cruz e cuide muito bem da plantinha, regando e dando muito carinho.

Candomblé
Uso Litúrgico:

É planta de Oxalá.
Vegetal muito usado na magia
amorosa.
É captadora de fluidos positivos, a flor.
Usada, aproxima os corações.

Planta originária da China, importada para a Europa por um sábio jesuíta chamado Camelli, do
qual tomou o nome que leva. Não possui aplicações terapêuticas.

Botânica oculta: Convenientemente destilada, esta planta produz um azeite de um grande


valor mágico, destinado à alimentação das lâmpadas empregadas em ritos teúrgicos, como
as evocações angélicas. Seu uso é muito benéfico nas sessões espirituais, pois com ele se
conseguiriam comunicações somente com espíritos muito elevados ou, pelo menos, com
espíritos bondosos.
Época de floração: outono e inverno

Reprodução: A camélia reproduz-se por sementes, estacas retiradas das pontas dos ramos
de plantas adultas e sadias e, também, por alporquia (este método é o mais complicado e
exige muito conhecimento). Em viveiros, é possível adquirir mudas de camélia já crescidas,
o que facilita bastante o cultivo.

Solo: Rico em matéria orgânica. Para o plantio em vasos, recomenda-se a seguinte


mistura: 2 partes de terra comum, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de composto orgânico
(pode-se também usar húmus de minhoca).

Cultivo: O clima ideal para o cultivo é o ameno, pois a planta não adapta-se bem a
temperaturas elevadas. Por outro lado, a camélia é bem resistente ao frio, inclusive às
geadas. Pode ser cultivada à meia-sombra, desde que receba luz solar direta algumas
horas por dia. As regas devem ser freqüentes nos primeiros meses após o plantio da muda
e, depois, podem ser espaçadas, evitando o encharcamento do solo.

Adubação: Para estimular a floração, pode-se incorporar à terra uma mistura de 100g de
farinha de osso com 50g de torta de mamona (à venda em lojas de produtos para
jardinagem e gardens centers).

Podas: Para manter um visual equilibrado, principalmente na camélia cultivada em um


jardim, recomenda-se uma poda de formação, após o término da floração.

Pragas e doenças: As camélias em geral; são bem rústicas e resistentes, mas em


condições adversas podem ser atacadas por pulgões, cochonilhas e até por formigas que
costumam atacar as folhas novas. Quanto às doenças, quando há excesso de água das
regas, podem surgir doenças causadas por fungos, que aparecem na forma de manchas
semelhantes à ferrugem nas folhas.

Dicas: Para afastar pulgões, ferver algumas folhas de arruda, coar e diluir em um pouco de
água. Borrifar nas folhas e brotos atacados. O chá feito com folhas de losna combate
pulgões e também cochonilhas.
Site jardim de flores

Você também pode gostar