Você está na página 1de 4

PROJETO DE PESQUISA

Aluno: WILSON PEREIRA DA SILVA


Polo: Santa Maria - DF

TEMA:
A liderança cristã e sua influência sobre a Igreja.

PROBLEMA:
Como compreender a atuação do líder eficaz na Igreja, assumindo uma condição de
instrumento motivador dos seus liderados?

JUSTIFICATIVA:
Este tema foi pensado a partir de estudos sobre a liderança cristã. Assim percebi a
necessidade de realizar um estudo em relação ao envolvimento do líder com as pessoas
que fazem parte de uma instituição religiosa. O que pretendo neste trabalho é entender
qual a importância do papel do líder como motivador das pessoas que o cercam e não
descrever como chegar à posição de líder, apenas pelo tipo de atitude com características
que o qualificam ao exercício de uma liderança eficaz. Segundo Chiavenato (2004), a
liderança é necessária em todos os tipos de organizações humanas. Conforme Bergamini
(1994), o conceito de liderança varia de autor para autor e dentro de cada organização
onde é exercida a liderança, pode ter inúmeros significados. Assim, a liderança é
conceituada através da visão de muitos autores como a capacidade de um indivíduo
sobre outro ou de um grupo, com a intenção de realizar ou finalizar uma determinada
situação. Chiavenato (1999) destaca três estilos de liderança mais utilizados: a liderança
autocrática, a liberal e a democrática. A liderança cristã tem seus princípios embasados
nas indicações bíblicas com o objetivo de captar pessoas e formar novos líderes que terão
a mesma missão. Anderson (2012), descreve a existência de princípios bíblicos que são
essenciais para uma liderança cristã, que por sua vez, pode ser um agente influenciador
também em sua empresa, no seu próprio desempenho profissional e nas demais áreas da
sua vida social.
OBJETIVOS:
O objetivo geral dessa pesquisa será analisar a importância da figura de um líder em
relação aos seus liderados, bem como analisar os estilos de liderança diante da
importância do papel do líder em uma instituição religiosa. Como objetivos específicos,
terá por finalidade explicar e descrever o contexto e o significado do termo liderança.
Conceituar liderança e seus vários estilos. Compreender a importância da liderança.
Evidenciar estilos, métodos e aplicações sobre liderança na vida das pessoas e como elas
reagem. Analisar a atuação do líder religioso fazendo de seu exemplo pessoal um
instrumento de transformação e motivação dos seus liderados. Refletir sobre as
características de um bom líder.

METODOLOGIA:
A metodologia de pesquisa utilizada será baseada no método quantitativo e realizada
através do método bibliográfico. O método de pesquisa deste trabalho será indutivo,
partindo da análise de ideias, conceitos e teorias, utilização de obras recentes que
abordam o tema em estudo, leitura e análise de livros especializados, de publicações
avulsas e informativos, além de consultas em materiais destinados à aplicação de cursos
sobre liderança.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
ALMEIDA, João Ferreira. Bíblia atualizada. 1. Ed. Amsterdam/NL, 1681.

ANDERSON, Dave. A fé nos negócios: princípios bíblicos para se tornar um grande líder e
inspirar seus seguidores. Rio de Janeiro: Sextante, 2012.

ARAGÃO, H. M. O líder cristão e sua identidade cultural. Curitiba: Descoberta, 1999.

BALDONI, J. 101 dicas práticas de liderança. Rio de Janeiro: Ed. Sextante, 2014.

BENNIS, Warren. A formação do líder. Tradução Marcelo Levy. São Paulo: Atlas, 1996.

BENNIS, Warren e NANUS, Burt. Líderes: estratégias para assumir a verdadeira liderança.
São Paulo: Harbra, 1988.

BERGAMINI, Cecília Whitaker. Liderança: administração do sentido. São Paulo: Atlas,


1994.
BERGAMINI, Cecília Whitaker. Motivação nas Organizações, 4ª ed. – 6 reimpr. São Paulo:
Atlas, 2006.

BERGAMINI, Cecília Whitaker. O líder eficaz. 1ª Ed. São Paulo: Atlas, 2006.

BEZERRA, Cícero Manoel; Pastoral urbana. 1. Ed. Curitiba/PR, Intersaberes, 2017.

BRINER, B. Os métodos de administração de Jesus. Trad. Milton A. Andrade. São Paulo:


Mundo Cristão, 1997.

CARVALHO, A. V. Planejando e administrando as atividades da igreja. São Paulo:


Exodus,1997.

CHABASSUS, H. Jesus Cristo e a relação de ajuda. São Paulo: Loyola, 1978.

CHIAVENATO, Idalberto. Administração nos Novos Tempos. Rio de Janeiro: Campus,


1999.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 3ª ed. rev. e


atualizada. Rio de Janeiro: Campus, 2004 – 3ª Reimpressão.

CLINEBEL, H. Aconselhamento pastoral. São Paulo: Paulinas, 1987.

COENEN, L.; BROWN. C. Dicionário internacional de teologia do novo testamento. 2. Ed.


São Paulo: Vida Nova, 2000.

DECI, W. Porque fazemos o que fazemos, entendendo a motivação. São Paulo, Negócio
Editora Ltda. 1998.

DEMAL, W. Psicologia pastoral prática. São Paulo: Paulinas, 1968.

DRUCKER, Peter Ferdinand. Administrando para o futuro: anos 90 e a virada do século.


São Paulo: Pioneira, 1996.

DRUCKER, Peter Ferdinand. O líder do futuro: visões, estratégias e práticas para uma
nova era. São Paulo: Futura, 1998.

FIORELLI, J. O. Psicologia para administradores: integrando teoria e prática. São Paulo:


Atlas, 2004.
GARDNER, John W. Liderança: sucesso e influência a caminho da modernidade. Rio de
Janeiro; Record, 1990.

GOLEMAN, D. Liderança: a inteligência emocional na formação do líder de sucesso. Rio


de Janeiro: Ed. Objetiva, 2014.

GRÜN, A. & ASSLÄNDER, F. A arte de ser mestre de si mesmo para ser líder de pessoas.
Petrópolis: Ed. Vozes, 2012.

HERSEY, Paul e BLANCHARD, Kenneth. Psicologia para Administradores: a teoria e as


técnicas da liderança situacional. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária, 1986.

HOUAISS, A. Novo dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

HUNTER, James. O Monge e o Executivo. Tradução de Maria da Conceição Fornos de


Magalhães. Rio de Janeiro: Sextante, 2004.

HUNTER, James. Como se tornar um líder servidor. Tradução de A. B. Pinheiro de Lemos.


5ª ed. Rio de Janeiro, RJ: Sextante, 2006.

TEOLOGIA SISTEMÁTICA. Organização da Editora. Teologia sistemática. Curitiba:


Intersaberes, 2014.

MONDIN, B. As novas eclesiologias. São Paulo: Paulus, 1984.

SCHMAUS, M. A fé da igreja. Petrópolis: Vozes, 1978.

VELASCO, R. A igreja de Jesus. Petrópolis: Vozes, 1996.

Você também pode gostar