Você está na página 1de 24

UNIVERSIDADE VIRTUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

TAIS CRISTINA DO NASCIMENTO DE MELO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Pedagogia

Américo Brasiliense
2021
UNIVERSIDADE VIRTUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

TAIS CRISTINA DO NASCIMENTO DE MELO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Pedagogia

Relatório desenvolvido como requisito para


aprovação na disciplina de Estágio Curricular
Obrigatório. No curso de Licenciatura em Pedagogia
na Universidade Virtual do Estado de São Paulo.

Américo Brasiliense
2021
RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

APRESENTAÇÃO

Nome: Tais Cristina do Nascimento de Melo RA: 1812819

Licenciatura: Pedagogia Polo: Américo Brasiliense

Supervisor de Estágio (na escola): Adelson Fábio Catelani

Cargo: Diretor

Período do Estágio: 04/10/2021 à 28/10/2021

Quantidade total de horas de estágio: 100

Américo Brasiliense, 28 de Outubro de 2021

___________________________________________
Tais Cristina do Nascimento de Melo/ 1812819
Nome do estagiário/RA

__________________________________________
Adelson Fábio Catelani
Diretor e Supervisor de estágio
Sumário

1. Introdução...........................................................................................................................05

2. Apresentação da Escola......................................................................................................06

3. Atividades Desenvolvidas...................................................................................................08

4. Comentários e Conclusões..................................................................................................11

5. Referências Bibliográficas..................................................................................................12

Anexos..................................................................................................................................... 13
1. Introdução

Foi realizado estágio de ensino fundamental gestão escolar, na Emef Maria Ignês Menin Biff,
localizada na cidade de Rincão-SP; É uma escola de ensino fundamental que atende a
comunidade do 1°ano ao 9° ano do ensino fundamental.
Nesse momento de realização de estágio é de suma importância para nossa formação, é por
meio deste que podemos ter uma noção de como é na prática a vivencia de um
pedagogo e de um diretor escolar.
********citação###
A gestão escolar é quem faz a organização escolar, e é responsável pela parte burocrática do
dia a dia da escola.

Na escola, o diretor é o profissional a quem compete a liderança e organização do


trabalho de todos os que nela atuam, de modo a orientá-los no
desenvolvimento de ambiente educacional capaz de promover
aprendizagens e formação dos alunos, no nível mais elevado possível, de
modo que estejam capacitados a enfrentar os novos desafios que são
apresentados.

O gestor da escola, é de suma importância para que a escola funcione de maneira igualitária e
tendo assim uma boa qualidade no atendimento aos seus alunos.
7

2. Apresentação da Escola
O estágio foi realizado na EMEF Maria Ignes Menin Biffi, que está localizada no
Distrito de Taquaral, pertencente ao município de Rincão composta por 25 funcionários,
sendo 14 professoras, 03 serventes, 01 monitoras, 02 cozinheiras, 01 secretaria, 02 inspetores
de alunos, 01 coordenadora e 01 diretor
A escola compõe em sua estrutura :
 06 salas de aula
 01 sal de leitura
 01 sala de informática
 01 sala de integração
 1 sala de professores
 01 sala de diretoria
 01 sal coordenação pedagógica
 01 sala de secretaria
 01 cozinha para preparo da merenda
 01 cozinha para os professores
 01 refeitório
 01 almoxarifado
 01 pátio coberto
 01 banheiro para os funcionário
 02 banheiros para os alunos
 01 banheiro adaptado à alunos com deficiência ou mobilidade reduzida

A escola também possui uma ótima infraestrutura, água filtrada, água da rede pública, esgoto
tratado, lixo separado para a coleta, energia de rede pública, Acesso à internet e banda larga.
A Emef possui alguns equipamentos como:

 02 TV
 01 DVD
 20 Computadores
 02 Impressoras

Como a comunidade que faz uso da escola é bem diversificado no quesito


socioeconômico, mas em sua maioria não possuem condições financeira para estar
comprando o uniforme, a escola tem a política de uso não obrigatório de uniformes.
Porém a gestão da escola é rigorosa com horários de entrada e de saída, que são em
dois turnos:
Matutino- 07:00 hrs às 12:20 min. (5° ao 9° ano)
Vespertino- 12:30min às 17:20min. (1° ao 4° ano)

############ citaão

Para que todos os alunos possam fazer uso de todos os espaços externos que a escola
tem, é feito um rodízio, onde cada turma tem dia e horário definido para usa-los.
Os espaços externos que a escola possui são:

 Pátio
 Gramado
8

 Quadra poliesportiva (interditada por estar em reforma)

Existem alguns dos pontos positivos na escola, como: ótimos materiais didáticos,
merenda escolar de qualidade, projeto de apoio pedagógico (reforço escolar), projeto
integração que atende aos alunos que estudam no período vespertino e necessitam de
atendimento integral.
Porém, existem também os pontos negativos, como por exemplo, estrutura física
desgastada precisando de reforma, quadra poliesportiva inacabada devido a reforma
que limita o espaço para a realização de atividades físicas, falta de um espaço
adequado para o projeto integração, e falta de livros paradidáticos na sala de leitura.

A escola trabalha também com alguns projetos pedagógicos pontuais como; Abril
Indígena, Meio ambiente e Sustentabilidade, Escola contra o Bullyng, África em
movimento, Educação Digital e saúde Bucal.
No decorrer do ano, a escola realiza eventos escolares como, Semana da Família,
Arraia do Junino, Semana da Criança, Feira do Conhecimento e a Formatura do 9°
ano, eventos esses já agendados desde a primeira reunião pedagógica do ano.
9

3. Atividades Desenvolvidas
Devido ao isolamento social, o estágio foi realizado online e presencialmente, no
período de 04 à 28 de Outubro.
A princípio, pude conhecer a escola por fotos e vídeos a pedido do diretor.
A escola estava com algumas atividades interna, com os funcionários e com
atendimento aos pais, mediante à agendamento.
Mas no próximo dia, fui autorizada a estar presencialmente para fazer a visita, onde
pude conhecer a estrutura da escola e obter informações sobre o funcionamento da equipe
gestora, observar como ficou a nova rotina escolar, como se deu a comunicação da escola com
os pais, e como a equipe administrou as mudanças por meio de entrevistas e reuniões.
Ao fazer à visita a instituição, tive o contato com o Diretor Adelson Fábio Catelani,
que me apresentou aos funcionários da escola, o espaço físico e infraestrutura da escola,
conforme citado anteriormente acima.

Participei de reunião pedagógica presencial, visto que neste momento as aula estão
retornando aos poucos ao presencial, onde a equipe estava elaborando um plano para receber
todos os alunos de volta para a escola com fim da pandemia.
Neste momento, todas as salas de aula estão com as mesas e cadeiras dos alunos com
distanciamento, sendo assim com número menor de alunos na sala.

Realizei a leitura do Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola e compreendi que a


finalidade do PPP é a construção de uma escola cidadã, democrática com o envolvimento da
comunidade e de todos os funcionários. Com o objetivo de ser um caminho para ter um ensino
com qualidade.
A primeira versão do PPP, foi elaborada no ano 2012, após nove anos houve-se
necessidade de uma revisão, devido ao momento atípico da pandemia. Com o fechamento das
escolas, os alunos passaram a ter aulas online, porém a realidade da comunidade é outra, a
maioria dos alunos não possui recursos tecnológicos, onde não foi possível o ensino online.
10

Sendo assim, os alunos passaram a receber semanalmente atividades impressa, porém


o ensino ficou comprometido, e devido a isso, a nova versão do PPP pretende criar estratégias
pedagógicas futuras para amenizar a desigualdade educacional.

Pude acompanhar a reunião online com o diretor pelo google meet , onde foi feito
alguns avisos e orientações aos funcionários sobre o possível retorno das aulas 100 %
presencial, e como fazer a organização para atender os alunos seguindo todos protocolos de
segurança.
A escola possui um grupo no whatsApp, que é administrado pelo diretor. Fui
adicionada no grupo durante o período de estágio, para que eu pudesse estar antenada nos
assuntos da escola; Foi assim que consegui conversar com todos os funcionários e conhecer
ainda mais a rotina escolar.
Participei do HTPC dos professores e com o Diretor.

Neste período, a escola comemora a semana da criança, onde sempre tem alguma
coisa diferente para elas, como: brinquedos, cachorro quente, pipoca e apresentações. Foi
realizado uma apresentação sobre o dia das crianças por alguns funcionários, para os poucos
alunos que estão frequentando. Logo após, foi servido um lanche especial para as crianças.

Pude acompanhar o diretor em uma de suas atividades habituais que é a regularização


do ponto e a organização da escala de funcionários.
Auxiliei na organização e entrega de material escolar para os alunos que estão no
atendimento remoto.
Com o auxílio do diretor, pude fazer algumas digitações como, planilha para facilitar a
escala de revezamento de funcionários, tabelas e listas de alunos, para ter acesso mais rápido
no dia à dia.
Digitação do rodízio de sala do computador e outros espaços da escola, para que cada
turma saiba onde sua turma estará.

Observação da rotina do diretor como, atendimento aos pais, leitura de e-mails entre
outros. Pude notar, que além dele ser responsável pelas partes burocráticas, cabe a ele também
fazer a integração dos setores. O diretor está sempre disponível para ouvir cada um, e dentro
do possível fazer um gestão democrática.

Com a autorização do diretor, pude acompanhar a professora do 4° ano fazer um


gravação para a aula remota.
Acompanhei o diretor para montagem de sala de aula, para ano de 2022 e, abordamos
assuntos como remoção e atribuição de salas para o próximo ano, visto que já estamos quase
no final ano.
Realizei solicitações de 3 orçamentos, para a compra de material para reforma da
quadra, para que fique pronta para o próximo ano.

Como está no fim do estágio, fiz a digitação do Relatório final, e no ultimo dia
agradeci a todos pelo whatsApp, por me receberem muito bem tanto no online como no
presencial.
A equipe gestora e todo corpo de funcionários, estão muito bem preparados e
organizados para oferecer o melhor para seus alunos.
11

COMENTÁRIOS E CONCLUSÕES

Ao realizar o estágio de gestão escolar no fundamental, tive a oportunidade de ver que


o gestor escolar realiza muitas funções, tanto na organização como na gestão da escola. O
gestor deve ter uma comunicação clara e aberta com professores, estudantes e familiares.
Também foi maravilhoso para mim, pois pretendo um dia trabalhar como diretora
escolar. Conhecer sobre esse setor da escola, o trabalho do gestor, sobre suas atribuições e
objetivos, tive a certeza do quero.
Pude ver na prática, o que estou aprendendo no curso de pedagogia. O estágio de
gestão foi de suma importância para minha formação acadêmica.
12

?
O tema escolhido desse projeto está baseado na imposição de mudanças na prática
pedagógica, aos quais os professores e funcionários da educação foram inseridos, no que se
diz a respeito aos novos papéis que os mesmos passaram a realizar, nos atuais modos de “dar
aula”.
Essas mudanças se deram por causa da pandemia da COVID -19 em 2020, que ainda
estamos enfrentando em 2021. Devido a essa pandemia, as aulas da Educação infantil,
Fundamental I, Fundamental II, EJA, Etecs, Fatec e Faculdades, passaram a ser online, ou
seja, os professores tiveram que se reinventar com o uso integral da tecnologia, ficando assim
muito sobrecarregados.
Aulas por WhatsApp, aulas gravadas, aulas ao vivo, aulas na plataforma virtual e no
Youtube. Além de tudo isso, é preciso preparar o roteiro com base na BNCC, preparar as
atividades diferenciadas e adaptadas.
Procurar um vídeo adequado para encaixar na aula, jogos educativos relacionados ao
tema da aula; uma música cantada também faz parte, mandar um áudio explicando a
atividade, baixar o app para montagem de fotos, mandar mensagem para aquele aluno que
faltou ou não está participando das aulas, conferir as atividades da plataforma e postar um
livro para incentivar a leitura de seus alunos.
Muitos chegam a pagar para formatar seus notebooks para que tenha um desempenho
melhor nas aulas e também pagam a internet de seu próprio bolso para conseguir dar as aulas
online.
A educação e a tecnologia mais do que nunca se tornaram essencial neste período.
Quando terminam de dar as aulas, o professor tem muito a fazer ainda, como: reunião
pedagógica, curso de formação tudo isso online.
Sendo assim observamos que muitos professores estão adoecendo psicologicamente, e
até mesmo sofrendo infarto devido ao alto estresse, estão sobrecarregados demais, e na
maioria das vezes não têm nenhum incentivo por parte da equipe gestora.
A gestão escolar deve dar apoio e incentivo para os professores, para que eles tenham
um maior entusiasmo.
13

2.3. Fundamentação Teórica

A proposta deste projeto é identificar os meios pelos quais os agentes envolvidos na


educação atuam em meio à pandemia.
Haja vista que a realidade dos alunos na atualidade é permeada pela tecnologia, não se
trata em usar tais ferramentas sem fins pedagógicos, mas sim de agregá-las ao conhecimento
que levem a real aquisição da aprendizagem.
Em 2020, as escolas precisaram se adaptar ao isolamento social com o advento da
pandemia da COVID-19, causada pelo novo Coronavírus. Momento esse que ressignificou o
fazer pedagógico, por meio das denominadas plataformas on-line.
Nesse sentido:
[...] o uso das ferramentas tecnológicas na educação deve ser vista sob ótica de uma
nova metodologia de ensino, possibilitando a interação digital dos educadores com
os conteúdos [...]. No entanto, muitos professores ainda veem a tecnologia em sala
de aula como mais uma ferramenta de ensino onde por muitas vezes, aplicam a
mesma metodologia tradicional de ensino o que pode significar um retrocesso diante
dos avanços tecnológicos no qual vivemos”. (CORDEIRO,2020, p.04).
Assim também Kenski (2008, p. 67) alega que:
Estudantes e professores tornam-se desincorporados nas escolas virtuais. Suas
presenças precisam ser recuperadas por meio de novas linguagens, que os
representem e os identifiquem para todos os demais. Linguagens que harmonizem as
propostas disciplinares, reincorporem virtualmente seus autores e criem um clima de
comunicação, sintonia e agregação entre os participantes de um mesmo curso.

Com isso, a maioria dos professores denominados imigrantes digitais não estão em
conforme com a atual forma de ensino, não despertando assim o interesse por parte dos
aprendentes.
Professores que tinham pouco ou nenhum contato com tecnologia precisaram
começar a planejar aulas mediadas por telas junto a seus coordenadores
pedagógicos, ao mesmo tempo em que descobrem sobre o funcionamento de
ferramentas tecnológicas. Com aulas online, surgiram novos desafios que não eram
comuns nos encontros presenciais como problemas de conexão e engajamento dos
alunos à distância. (CORDEIRO, 2020, p. 06)

Ainda dentro dessa mesma linha de raciocínio Cordeiro (2020, p.10) infere que:
Vale ressaltar que nem todos os educadores brasileiros, tiveram formação adequada
para lidarem com essas novas ferramentas digitais, precisam reinventar e reaprender
novas maneiras de ensinar e de aprender. Não obstante, esse tem sido um caminho
que apesar de árduo, é essencial realizar na atual situação brasileira.

Destarte ressaltamos a importância da equipe gestora para auxiliar os funcionários


envolvidos na educação a um maior desenvolvimento em suas atribuições neste momento tão
complicado, visando evitar o colapso na educação.
Sendo assim, ressaltamos o papel da equipe gestora ao bom funcionamento das
relações professor/escola/aluno/comunidade. “A gestão da educação vem justamente para
14

alertar que uma escola não é composta por somente um gestor. Todos os agentes diretos ou
indiretos são autores e co-autores e principalmente gestores da educação” (AGOSTINI,2010,
p.10).
De acordo com Diógenes; Freire (2020, p. 02) nos diz que:
Pensar sobre esse tema é tão importante, pois além dos professores que estão
reinventando, há toda a gestão escolar que precisa desempenhar seu trabalho de
forma eficiente para lidar com todas as expectativas curriculares e avaliativas nesse
período que requer muita sensibilidade por parte dos gestores.
Nessa tangente, se faz necessário ressaltar que o auxílio da gestão é de suma
importância para que os profissionais se sintam motivados, amparados e possam superar
problemas, a fim de melhorar o desenvolvimento profissional.
Sobre esse mesmo prisma Libâneo; Oliveira; Toschi (2009) nos dizem que a
instituição escolar é um sistema de relações humanas e sociais com características interativas
local onde se reúne pessoas que interagem entre si a fim de alcançar objetivos educacionais.
Visto isso, o gestor deve ser um ser “[...] flexível e aberto ao diálogo com sua equipe,
na busca de melhorias na educação como um todo”. (CERETTA; JESUS,2018, p.03).
Não obstante, as dificuldades e os obstáculos não devem ser ignorados neste processo.
Sendo assim,
O gestor escolar enfrenta muitos desafios no dia a dia de uma escola. Entre eles as
principais dificuldades estão: a rotina administrativa, a busca de estratégias para
aumentar a interação entre família e escola, a falta de uma formação continuada com
os docentes, dificuldade de adaptação as novas tecnologias e a falta de acesso a
essas novas tecnologias por pais e alunos. Com a pandemia os desafios aumentam,
pois incluir os meios tecnológicos diversos na rotina da escola foi um dos desafios
que enfrentamos. (DANTAS,2020, p.25)

De contraponto muitos desafios também são encontrados pelas famílias em relação ao


acesso às tecnologias. Uma parte dessa população não possui alternativa a não ser um telefone
com o aplicativo de mensagens instantâneas. Outros ainda, compartilham um mesmo aparelho
com outros membros da família.
Desde o ponto de vista citado acima percebe-se a necessidade de uma gestão escolar
que intervenha com eficiência, eficácia, dedicação e diálogo. Dentre tais características
mencionadas enfatizamos a Gestão Democrática.
As inúmeras discussões e estudos que foram traçados acerca da gestão democrática
revelam que ela não diz respeito apenas à forma de regular e envolver os
funcionários; cabe ainda a função de estabelecer bases e princípios para liderar e
articular os diferentes segmentos educacionais existentes dentro da escola. [...] Neste
viés, a gestão democrática é responsável pelo clima harmonioso entre
gestão/professores, escola/comunidade/, escola/família; elementos indissociáveis
para a efetivação da aprendizagem. (DANTAS, 2020, p.17)
15

Corroborando com o exposto, Libâneo, Oliveira, Toschi (200, p. 18), informam que a
gestão democrática “[...] fundamenta-se no princípio da autonomia, que significa a capacidade
das pessoas e dos grupos para a livre determinação de si próprios, isto é, para a conclusão das
decisões na própria vida”.
Cordeiro (2020, p.10) deduz que:
Todas essas medidas realizadas tem o intuito de motivar alunos e professores a
continuarem o processo educacional mesmo que a distância, mas com o objetivo de
colaborar para que estes sujeitos se mantenham conectados e interajam entre si
proporcionando a todos momentos salutares de convivência virtual, pois, além dos
conteúdos, o diálogo, a interatividade e a criatividade são elementos que fazem a
diferença neste patamar de incerteza e insegurança mundial.

Para buscar soluções aos problemas, deve haver sinergias entre as partes, isso implica
uma ação coletiva com objetivos comuns. Além disso, deve-se agregar a todo esse sistema
uma gestão que de fato pense no bem-estar comum. Assim sendo, alunos, professores,
comunidade e sociedade poderão perceber a transformação na educação.
Portanto através de autores como: Libâneo, Oliveira, Toschi (2009), Ceretta e Jesus
(2018), Kenski (2008), abriu-se um novo olhar em relação a importância de uma gestão
democrática.

2.4. Aplicação das disciplinas estudadas no Projeto Integrador

Em nosso projeto utilizamos a disciplina design educacional, organização do trabalho


pedagógico e gestão escolar.
Passamos por momentos difíceis onde se fez necessário a educação a distância, onde
foram encontradas várias dificuldades por parte de funcionários, alunos e familiares. Onde
com as entrevistas feitas decidimos ir em direção aos profissionais da educação, no qual
vimos a grande importância desses profissionais estarem bem e motivados, por isso foi
decidido utilizar uma das ferramentas que compõem o design educacional.
Assim como na disciplina Organização do trabalho pedagógico, que vê a escola como
um espaço para formar bons cidadãos, e uma escola para todos, buscando focar na rotina de
professores e alunos. A escolarização se vê com grandes dificuldades, onde foi exigido uma
reconfiguração rápida na cultura escolar, o que impôs grandes modificações na maneira de
organizar o tempo de ensinar e aprender.
Portanto os professores se viram com muitas dificuldades, às vezes até incapazes.
Onde há a necessidade de a gestão entrar e auxiliar esse profissional, seja com cursos de
formação, auxílio com a tecnologia e até motivar esse profissional a continuar sua jornada,
16

pois é de suma importância que os professores possam estar bem e seguros para transmitir
este bem-estar para os alunos. Os profissionais demonstraram estar desmotivados,
sobrecarregados e até exaustos em meio às dificuldades encontradas para realizar seu
trabalho, diante disso nosso trabalho focou em a gestão motivar seu funcionário, através de
vídeos, textos ou cartazes. Nossa proposta a princípio foi um vídeo motivacional que a gestão
repassaria para seus funcionários, para que assim possam se sentir motivados e saibam que a
gestão está ali para apoiá-los.

2.5. Metodologia

Uma pesquisa foi realizada com professores e educadores da educação infantil na


cidade de Araraquara-SP, com a intenção de compreender a situação das aulas remotas e qual
o trabalho da gestão para auxiliar esses profissionais.
Essa pesquisa foi feita com funcionários da educação, através de um questionário via
WhatsApp, de modo qualitativo, buscando reunir informações detalhadas sobre o tema
proposto.
O questionário foi feito baseado nas dificuldades em que esses profissionais podem
encontrar no ensino remoto; como se sentem, quais pontos acreditam que necessita de ajustes
ou modificações, como a gestão está auxiliando o profissional, se houve cursos de capacitação
e como está sendo organizado o trabalho.
Na maioria das respostas pudemos identificar que os profissionais se sentem
desamparados, pois há uma falha ou falta de comunicação, também existe uma pressão com
um aumento de atividades que devem ser enviadas para os alunos, lembrando que essas
atividades estão tendo que ser adaptadas pelo profissional para o ensino remoto. Houve
relatos sobre a dificuldade de acesso as tecnologias, da falta dela até o manuseio, muitos
utilizam instrumentos próprios para elaborar e enviar as atividades, pois a escola não tem
muitos recursos, além do que o retorno das atividades também é de maneira reduzida por
diversos fatores de dificuldades da família.
Com os relatos conseguimos perceber que existe a necessidade de um
auxílio/motivação da parte da gestão, pois os profissionais se sentem desmotivados, exaustos
e sobrecarregados em meio às dificuldades encontradas.
Com isso nossa proposta é que a gestão possa incentivar e motivar esses profissionais
para que seu trabalho tenha uma maior qualidade, garantindo assim um retorno mais
satisfatório de seus alunos. Esse auxílio pode vir desde um incentivo a um curso, nós iremos
utilizar o incentivo trabalhado de várias maneiras, pois esses profissionais são grandes
17

protagonistas nessa fase e necessitam estar bem para poder dar o melhor desempenho que
puderem.
Através da técnica de Brainstorming conseguimos chegar a uma possível solução
inicial.

Figura 1: Arquivo Pessoal - Brainstorming


18

3. RESULTADOS

Através de questionário enviado para os profissionais de educação foi notado que a


maioria tem dificuldades com o ensino remoto, pois houve a necessidade de inovar e se
adequar a nova realidade, esses profissionais estão desorientados já que não houve uma
formação adequada para esta situação.
Com isso chegamos à conclusão de que a gestão pode auxiliar esse profissional de
varias maneiras, com as respostas do questionário identificamos grande desmotivação,
exaustão e se sentem sobrecarregados, a solução a ser aplicada foi um auxilio da gestão para
seus funcionários.
Utilizando a técnica de brainstorming, chegamos à conclusão de que a gestão pode
motivar seus funcionários utilizando cartazes, textos e até mesmo vídeos, e esse será o foco do
nosso trabalho, a proposta inicial seria um quadro com textos motivacionais, mas por conta da
pandemia não foi possível, então optamos pelo vídeo que será feito para que a gestora da
escola possa enviar para seus funcionários.
A resposta dos funcionários foi bem positiva, e alcançamos o objetivo de fazer com
que cada funcionário possa se sentir especial e motivado a seguir seu trabalho dando o melhor
de si.

3.1. Solução Inicial

Usando a técnica de Brainstorming chegamos a uma possível solução, onde criaríamos


um quadro motivacional, onde seria colocado mensagens para que esses profissionais
pudessem ler e poder compartilhar aquilo que estavam sentindo.
Devido a atual situação, não pudemos concluir o quadro então decidimos montar uma
solução que pudesse atender a todo o público sem que precisassem estar presencialmente na
escola, devido à pandemia da COVID-19, não é permitida a entrada de pessoas não
19

autorizadas na escola e os funcionários estão trabalhando em escalas de revezamento e


também de maneira remota.
Sendo assim, o quadro não atenderia o que estávamos esperando para o
desenvolvimento do nosso projeto.

3.2. Solução Final

A nossa solução para a problemática abordada nesse projeto foi criar um vídeo
motivacional, onde o diretor da instituição possa ajudar os seus funcionários a se sentirem
melhor e mais motivados diante de tantas dificuldades vividas nos últimos meses.
Nosso vídeo se chama: Ser Educador e está disponível no link abaixo:
< https://www.youtube.com/watch?v=5si7gdf7rYU&t=11s>

Figura 2: Arquivo Pessoal – Imagem de partes do vídeo

Tivemos um bom retorno após a apresentação do vídeo através de whatsapp, muitos


profissionais ficaram emocionados e relataram como foi boa a experiência deles ao assistir
algo que os levantasse e fizesse com que enxergassem as coisas de uma maneira melhor. Essa
era a nossa intenção, ajudar essas pessoas a conseguirem se erguer e caminhar durante esses
tempos difíceis de uma maneira mais fácil e leve.
20

Figura 3: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais

Figura 4: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais

Figura 5: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais


21

Figura 6: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais

Figura 7: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais

Figura 8: Arquivo Pessoal – Relato de profissionais


22

4. CONSIDERAÇÕES FINAIS

O intuito do projeto foi propor para o gestor escolar, maneiras de incentivar e motivar
os professores durante a pandemia, visto que esses profissionais estão passando por um
período totalmente diferente de suas realidades.
Com a chegada da pandemia houve a implantação de aulas remotas repentinamente,
para não prejudicar os alunos da rede escolar, como medida de solução mais viável. Com tudo
os professores passaram a enfrentar alguns desafios como, a falta de interesse de alguns
alunos, ausência de acompanhamento da família nos estudos das crianças, e professores
precisando investir em um plano de internet melhor para poder dar aula online, entre outros.
Com o aumento de atividades, que estão tendo que ser adaptadas, muitos profissionais
se sentem desmotivados e sobrecarregados em meio às dificuldades encontradas.
Portanto é preciso que gestores escolares estejam com olhar atento aos seus
colaboradores.
Sabemos que o incentivo à um profissional traz bons frutos no resultado do seu
trabalho. E foi exatamente o que pudemos observar com os relatos dos professores, em
resposta ao vídeo motivacional que enviamos via whatsApp. Ficaram muito emocionados,
fazendo com que eles tivessem uma outra visão da situação. Os relatos estão em anexo na
solução final.
23

REFERÊNCIAS
AGOSTINI, Micheli Zwirtes. O gestor escolar e suas ações frente à gestão. 2010.
38f.Monografia (Especialização Lato-Sensu em Gestão Educacional) – Universidade Federal
de Santa Catarina, Constantina, 2010. Disponível em:
https://doity.com.br/media/doity/submissoes/artigo-
5639ac7a6482313439436f4e809a2599a12136a8-segundo_arquivo.pdf. Acesso em: 10 abril
2021.
BARREIROS, J. L. Fatores que Influenciam na Motivação de Professores. 2008. Acesso em
25/04/2021. Disponível em:
<https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/123456789/2581/2/20312042.pdf>.
CERETTA, Maria José dos Santos; JESUS, Anderson de. Desafios da gestão escolar. Revista
Gestão Universitária, maio 2018. Disponível em:
http://gestaouniversitaria.com.br/artigos/desafios-da-gestao-escolar. Acesso em: 10 abr. 2021.
CORDEIRO, Karolina Maria de Araújo. O impacto da pandemia na educação: a utilização
da tecnologia como ferramenta de ensino. Disponível em:
http://repositorio.idaam.edu.br/jspui/handle/prefix/1157. Acesso em 07 abr. 2021.
COUTO, E. S.; COUTO, E. S.; & CRUZ, I. de M. P.; #FIQUEEMCASA: EDUCAÇÃO NA
PANDEMIA DA COVID-19. EDUCAÇÃO, 8(3), 200–217. Acesso em: 25/04/2021,
disponível em:< https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/8777>
DANTAS, Mônica Ferreira da Silva. Atuação do gestor escolar e os desafios enfrentados
no ambiente educacional. Disponível em:
https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/123456789/17885/1/MFSD12062020.pdf. Acesso
em: 07 abr. 2021.
FREIRE, Juliana Gonçalves; DIÓGENES, Elione Nogueira. O ensino remoto e o papel da
gestão escolar em tempos de pandemia. Disponível em:
https://doity.com.br/media/doity/submissoes/artigo-
5639ac7a6482313439436f4e809a2599a12136a8-segundo_arquivo.pdf .Acesso em: 07 abr.
2021.
KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 6 ed. Campinas:
Editora Papirus,2008. 153p.
LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação
escolar: políticas, estrutura e organização. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2009.

LÜCK, H. Dimensões da Gestão Escolar e suas Competências. Curitiba: Ed. Positivo. 2009
24

Você também pode gostar