Você está na página 1de 2

dostempl osde

recíproca qual quer culto


É vedado à União, Estados, DF e Municípios

an te
d
É vedado à União, Estados, DF e
instituir impostos sobre o patrimônio, renda
ou serviços uns dos outros.

e s t u te
Municípios instituir impostos sobre templos
de qualquer culto, no que se refere ao

u m a d a n patrimônio, renda e serviços vinculados


a suas atividades essenciais.

d e IM U N ID
Extensiva às autarquias e às fundações

io
instituidas e mantidas pelo Poder Público, A D eESs tu te
c a
- Aplicável aos cemitérios que funcionem como

i
@v iodetributárias
um studa
necessitando manter seu patrimônio, renda e
serviços vinculados às suas finalidades
essenciais ou às delas decorrentes.
n extensão das entidades religiosas;
- Não se aplica à marçonaria.

e
- Imóvel do ente religioso alugado para terceiro

v ic m
Regra geral, a imunidade não atinge as
a e n t
hipótese de não incidência

a
(não ocorre o fato gerador)
também é imune ao IPTU, desde que a renda

@ e u
empresas públicas e sociedades de

d s tu d
Delimitações constitucionais
seja aplicada as atividades essenciais do
templo.

o
economia mista. Excepcionamente, o STF

e
ao poder de tributar (sempre

i c i
entende que as prestadoras de de serviços

v
públicos de prestação obrigatória e
m a são previstas na CF)

@ e u
exclusiva do Estado, como os correios,

d
o
possuem imunidade.

v i i
c sindicais,educacionaise
dos partidos, entidades
REQUISITOS:

@ deassistênciasocial
- não distribuírem qualquer parcela de seu
patrimônio ou de suas rendas, a qualquer
título;
- aplicarem integralmente, no País, os seus
É vedado à União, Estados, DF e Municípios instituir recursos na manutenção dos seus objetivos
impostos sobre patrimônio, renda ou serviços dos institucionais;
- manterem escrituração de suas receitas e
partidos políticos, inclusive suas fundações, das despesas em livros revestidos de
entidades sindicais dos trabalhadores, das formalidades capazes de assegurar sua
instituições de educação e de assistência social, sem exatidão.
fins lucrativos, atendidos os requisitos da lei;
dos fonogramas
cultural
a nte evideogramas

s tu d
É vedado à União, Estados, DF e

m ae
Municípios instituir impostos sobre livros,

a n te
É vedado à União, Estados, DF e Municípios
instituir impostos sobre fonogramas e

sua impressão.

d e u
jornais, periódicos e o papel destinado a

s tu d videofonogramas musicais produzidos no Brasil


contendo obras musicais ou literomusicais de

ic io a e n te
autores brasileiros e/ou obras em geral

@v iodeIMuUN
interpretadas por artistas brasileiros bem como

m
A imunidade é objetiva (o objeto é
que é imune e não a editora, autores

tu daos suportes materiais ou arquivos digitais que os


contenham, salvo na etapa de replicação industrial
e empresas jornalísticas)

ic IDAD
aEe
S s n tede mídias ópticas de leitura a laser.

@ v e u m
tributárias tu d a
ATENÇÃO!!!

c i d
nova súmula vinculante

o
aprovada em 15/04/2020.

i a e s
v u m
Súmula vinculante 57: A imunidade tributária

@ e
constante do art. 150, VI, d, da CF/88 aplica-se à

io d
importação e comercialização, no mercado interno,

ic
do livro eletrônico (e-book) e dos suportes

@ v
exclusivamente utilizados para fixá-los, como
leitores de livros eletrônicos (e-readers), ainda
que possuam funcionalidades acessórias.