Você está na página 1de 3

Tema: Dons e Talentos: Servem pra que?

I Pedro 4:10-11 – Cada um exerça o dom que recebeu para servir aos outros,
administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas. Se alguém
fala, faça-o como quem transmite a palavra de Deus. Se alguém serve, faça-o
com a força que Deus provê, de forma que em todas as coisas Deus seja
glorificado mediante Jesus Cristo, a quem sejam a glória e o poder para todo
o sempre. Amém.
Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém
tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé. Se o seu dom é servir,
sirva; se é ensinar, ensine; se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir,
que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo;
se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria. Romanos 12:6-8;
Dons e talentos
Primeiro, temos que entender que existem diferenças entre dons e talentos.
Um talento é resultado de algo que já vem em sua genética ou de um
treinamento em algo. Um dom espiritual é o resultado do poder do Espírito
Santo, agindo através de você. Por exemplo, não vou dizer que tocar violão é
um dom espiritual que Deus me deu. Mas Deus me deu um talento ou uma
facilidade para aprender a tocar.
Para que servem os dons e os talentos?
Antes de fazer qualquer coisa, em qualquer área da vida, gosto de buscar um
propósito para isso. Siga meu raciocínio: você pode comprar um relógio, mas
que utilidade ele teria se você o deixasse guardado em uma gaveta? Da
mesma forma, você deve conhecer o propósito dos dons e talentos que nos
são dados por Deus. Esses presentes que são confiados às nossas mãos não são
brinquedos. Muito menos posses que obtivemos por algum mérito ou por
sermos cristãos super-especiais. Eles são ferramentas entregues em nossas
mãos para ajudar na obra do Reino de Deus.
"Eu escolhi Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do
Espírito de Deus, dando-lhe destreza, habilidade e plena capacidade artística
para desenhar e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, Êxodo 31:2-4;
Cada um exerça o dom que recebeu para servir os outros, administrando
fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas. I Pedro 4:10;
Pergunta: "Qual é a diferença entre um talento e um dom espiritual?"

Resposta: Há semelhanças e diferenças entre talentos e dons espirituais. Os


dois são dádivas divinas. Os dois crescem em efetividade com o uso. Os dois
são para ser usados a favor de outras pessoas, não para propósitos egoístas. 1
Coríntios 12:7 diz que os dons espirituais são dados para beneficiar outras
pessoas.... não a nós mesmos. Como os dois maiores mandamentos são para
amar a Deus e a outras pessoas, dá-se a entender que talentos devem ser
usados para esse propósito. No entanto, talentos e dons espirituais diferem
em para quem são dados e quando. Uma pessoa (independente de sua crença
em Deus e Cristo) recebe talento natural como resultado de uma combinação
da genética (alguns têm a habilidade natural para música, arte ou
matemática) e ambiente (crescendo em uma família musical vai ajudar o
desenvolvimento do talento em música), ou simplesmente porque Deus quis
favorecer certas pessoas com certos talentos (por exemplo, Bezalel em Êxodo
31:1-6). Os dons espirituais são dados aos cristãos pelo Espírito Santo
(Romanos 12:3,6) no mesmo tempo em que colocam sua fé em Cristo para
obter perdão de seus pecados. Naquele momento, o Espírito Santo dá ao novo
crente o(s) dom(ns) espirituais que deseja que aquele crente tenha (1
Coríntios 12:11). Há três listas principais de dons espirituais...

Romanos 12:3-8 nos dá uma lista de dons espirituais: profecia, ministério de


servir (em um sentido geral), ensinar, exortar, generosidade, liderança e
mostrando misericórdia. 1 Coríntios 12:8-11 faz uma lista dos dons como
sendo a palavra da sabedoria (habilidade de comunicar sabedoria espiritual),
a palavra do conhecimento (habilidade de comunicar verdade prática), fé
(confiança incomum em Deus), operações de milagres, profecia,
discernimento de espíritos, línguas (habilidade de falar em uma língua que tal
pessoa nunca estudou) e interpretação das línguas. A terceira lista é
encontrada em Efésios 4:10-12, a qual fala de Deus dando à Sua igreja
apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Também há a pergunta
de quantos dons espirituais existem, já que nenhuma lista é igual a outra.
Também é possível que essas listas não sejam completas, que talvez existam
dons espirituais adicionais aos que a Bíblia menciona.

Enquanto o que frequentemente acontece é que alguém desenvolve seus


talentos e depois direciona sua profissão ou hobby de acordo com esses
talentos, os dons espirituais foram dados pelo Espírito Santo para a edificação
da igreja de Cristo. Com isso, todos os cristãos devem ser ativos em fazer a
sua parte na propagação do evangelho de Cristo. Todos são chamados e
equipados para serem envolvidos no "desempenho do seu serviço" (Efésios
4:12). Todos são dotados para que possam contribuir à causa de Cristo como
uma forma de mostrar gratidão por tudo o que Ele tem feito. Ao fazerem isso,
também acharão satisfação na vida através do seu trabalho para Cristo. Os
líderes da igreja têm o trabalho de ajudar a edificar os santos para que sejam
mais bem equipados para o ministério ao qual Deus os tem chamado. O que se
espera receber dos dons espirituais é que a igreja como um todo possa
crescer, assim como ser fortificada e unificada, pelo que cada membro
oferece ao Corpo de Cristo.

Para resumir as diferenças entre dons espirituais e talentos: (1) Um talento é


um resultado de genética e/ou treinamento, enquanto que um dom espiritual
é o resultado do poder do Espírito Santo. (2) Qualquer pessoa, cristã ou não,
pode possuir um certo talento enquanto que apenas os cristãos possuem dons
espirituais. (3) Embora ambos os talentos e dons espirituais devam ser usados
para a glória de Deus e para ministrar uns aos outros, os dons espirituais se
focalizam nesses serviços apenas, enquanto que os talentos podem ser usados
para objetivos completamente não espirituais.

Você também pode gostar