Você está na página 1de 1953

Anotações de

Tertúlias
Aulas 772 a 1315

Tertúlias ministradas pelo professor Waldo Vieira no


CEAEC e Tertuliarium
Atenção

Nem eu nem o professor Waldo e nem ninguém se


responsabiliza pelo conteúdo destas páginas.

O texto foi anotado durante as tertúlias, está sujeito à


minha compreensão e interpretação, e não constitui
transcrição do que o professor Waldo falou.

O conteúdo não representa verdade absoluta de modo


algum e não visa fazer convencimento de ninguém.

Avalie o texto com crítica, desconfie de tudo e não


acredite em nada do que está aqui escrito. Faça as suas
próprias pesquisas e tenha suas próprias experiências.

Boa leitura e bom proveito,


André
http://blogtertulias.blogspot.com
blogtertulias@gmail.com

2
772. Autoperdoador - Quarta 06/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:07

*772. Autoperdoador - Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2009


*Arquivo de audio
http://www.4shared.com/file/37171886/f4bbad4d/20080206_-_771_Autoperdoador.html

*Anotações
- Waldo queria ser o maior da Manuense, o lugar onde trabalhava, então comprava tudo que podia e
dava um jeito de ler e se desenvolver intelectualmente.
- A maior riqueza que se tem é a capacidade de elaboração de pensamento.
- O Acumpliciamento, um se apóia no outro. Mas tem que tomar cuidado porque se estiverem grudados,
ao invés de apoiados apenas, e um cair em buraco, os dois caem juntos. E a recomposição dá um
trabalho danado...
- Quanto mais demora para sanar o medo, pior, porque ele cresce como se tivesse um fermento, é um
terror que cresce.
- Casos que envolvem o dinheiro de outras pessoas, e vai abrir precedentes que vai jogar outras pessoas
no buraco, então o caso tem que ir para a justiça, para não ficar com o rabo preso e ter problemas
cármicos depois.
- Inordenado casca grossa que não refina manifestação pensênica. É o desorganizado. Tem que refinar,
senão somos antepassados de nós mesmos, praticando a mimeticologia com os pensenes.
- Em latim, o "que" é "chi": masochista.
- Às vezes a pessoa não sabe que aquilo é do passado. Ela faz a mimese instintivamente. É subcerebral, e
é protoreptiliano, de antes do réptil, de tão primário que é. Como no caso dos nazistas e stalinistas. O
pinochet também é protoreptiliano. Alguns ditadores da argentina, depois do Peron, também
protoreptilianos.
- Dentro do militarismo, tem muitos protoreptilianos, consciências subcerebrais e violentas.
- O auto revezamento é uma mimese positiva.
- A terra pratica rotação, movimento mimético. Rotação e translação.
- Problema de embaraço em si mesma, da pessoa ficar se enrolando no próprio problema.
- Autoperdão não existe nem em dicionário. Waldo que inventou isso. Existe auto indulgência, da igreja.
*Mas se não acontecer a recin, então é negativo.
- Existe até hoje porque o povo não entende.
- Waldo aparou a barba e o cabelo. Ficou legal.
- Despriorização e burrice: sinônimos.
- Se já se sabe o que é EV, não precisa ninguém para falar para mim, é igual à respiração - EV é
respiração, é uma respiração, fundamental à saúde e homeostase do holossoma. Se a pessoa não
domina, não se pode esperar muito dela. Não vê outra saída, não tem lógica. Dominar o EV é a única via.
Entendeu o valor do EV? Ele é fundamental para o parapsiquismo, sem ele não existe parapsiquismo.
- No inicio, quando falou do EV na conscienciologia já sabia que era difícil, porque tentou no espiritismo
e não deu certo, não pegou. Então pegou uma massa de manobra e ensinou, na conscienciologia.
Arrumou uns nomes para ensinar. Não adianta ensinar pra quem tem boca torta - eles não aprendem. A
Conscienciologia chamou gente nova que era capaz de aprender e dominar o EV, mais capazes do que o
espiritismo, da tacon.

blogtertulias.blogspot.com 3
- O processo do EV sofre a mesma problemática da ginástica: tem gente que só faz se tiver platéia, que
nem em academia. Tem gente que não tem automotivação para fazer as coisas sozinha. Pessoas
primárias, e a maioria é assim. Mesmo pessoa muito intelectual tem esse problema: não funciona em
matéria de exercício. Não tem autosuficiência cerebelar. Precisa ter uma participação de outra pessoa.
- Automimese já é um autoestigma. Tem que ver as consequências disso, a profundidade disso tudo.
- Quem mora em Foz do Iguaçu não é mais gaúcho, é iguassuandu. *Está suando sangue hahaha.
- Urobolus é o processo mitológico da cobra que morde a própria cauda. O cachorro que tenta pegar a
própria cauda, apêndice caudal. A dançarina da caixa de música que roda o tempo todo sem sair do
lugar. Tá a música e ela só roda. O Waldo na hora que está em cima da esteira aeróbica - anda
kilômetros sem sair do lugar. Andar na esteira é processo de Urobolus.
- Maioria das pessoas perde: exemplo do Hamster, é um Urobolus.

*** Urobolus is derived from the Greek word "Ouroboros", meaning, "devouring its tail". Ouroborus
takes the form of a circle, a shape sometimes described as "the most perfect of geometrical figures"
because it forms a complete separation between that which is inside and that which is outside, with one
continuous line. As such, both the circle and the Ouroborus are symbols of infinity and eternity - with
every death comes a new life, where every destruction breeds creation.
The Ouroboros, also spelled Ourorboros, Oroborus, Uroboros or Uroborus (pronounced
/ˌjʊəroʊˈbɒrəs/), is an ancient symbol depicting a serpent or dragon swallowing its own tail and
forming a circle. It has been used to represent many things over the ages, but it most generally
symbolizes ideas of cyclicality, unity, or infinity. The ouroboros has been important in religious and
mythological symbolism, but has also been frequently used in alchemical illustrations. More recently, it
has been interpreted by psychologists, such as Carl Jung, as having an archetypical significance to the
human psyche.
The name ouroboros (or, in Latinized form, uroborus) is Greek ουροβóρος, "tail-devourer". The
depiction of the serpent is believed to have been inspired by the Milky Way, as some ancient texts refer
to a serpent of light residing in the heavens.***

- Manifestação repetitiva é às vezes ineficaz. Escrever na água, cuspir pra cima e dar rasteira no vento.
- Começou a dar os sinais de amadurecimento, tal qual manga, mas ainda está verde. Ainda não é hora
da pessoa fazer a recin. Verdolenga: verde ainda, não madura, só começando a despontar.
- Se forçar a barra não é estupro evolutivo, pois o outro vai te dar um tapa na cara, porque não ele/a
está pronto. Jogar pérolas aos porcors, falar no deserto, cuspir na chuva.
- Calculismo cosmoético é o caminho, pensar, ponderar, recolhimento íntimo e alcançar profundidade
lógica das suas conclusões. Que falta nas pessoas. Pessoas concluem de maneira ilógica, sem
ponderaçao e irracional. Não refletem em cima da lógica da questão.
- Pessoa tirando o corpo fora e usando desculpa do assédio. A certa é a pessoa escrever no papel: eu
estou errando isto - não posso errar mais. Último erro, dia tal, lugar tal, hora tal, e assinar e datar. Senão
não vai. Tem que fazer isso, senão não adianta. Isso é auto organização. Tem que fazer um laptop e fazer
um diário, fazendo agenda de tudo isso.
- Ver os dias que errou, os dias certinhos, e anotar na agenda, e então se organizar para não errar mais a
coisa.
- Último erro foi no dia 29 de fereveiro, ano bissexto, hora tal, lugar tal, assim assado. Não posso mais
errar isso. Assinado - Reciclante tal.
- Técnica do mais um ano de vida como maneira de evitar esses erros repetidos. No caso da pessoa
jovem, a técnica ainda é muito positiva a favor da pessoa. Se é pessoa de idade, já se prepara para a
outra vida, se tem mais de 60 anos. Fase de recomposição, a técnica do mais um ano de vida. Ideal é
pessoa adolescente na assinvéxis fazer essa técnica se preparando para fazer a tenepes.

4 blogtertulias.blogspot.com
- Jovem que começa a evitar erros crassos e recorrentes, começa a se organizar de maneira expressiva,
efetiva e revigorante, que faz muita diferença.
- Tudo tem que ser ponderado.
- Tenepessista que começa a praticar a tenepes não pode mais ponderar encontros dele, tem que parar
com os erros, senão como ele vai encontrar com o amparador todo dia? - Assim quem vai ficar com essa
pessoa é um guia cego, pois amparador não é cumplice do erro das pessoas. Tem direito de errar
quanto? Caiu no mataburro 3 vezes, quebrou duas pernas e um braço.... e aí? Se quebrar o outro braço
eu vou embora. É o processo da recorrência. Tem que olhar a lógica, se faz sentido, se é lógico. É
importante para a pessoa fazer isso.
- Chega em pomar grande, com muitos galhos, então entende a metáfora. Tem mamão, tem abacaxi. O
Waldo é um abacaxi. Agora, tem pessoas que são jacas - jácomeça, Jacó.
- Auto perdoador, auto perdoadorA, não é nem indireta, é uma direta. O auto perdoador é quem?
Homem ou mulher, conscin ou consciex. É todo tipo de gente. *Não importa o sexo ou se está
ressomada a consciência.
- Falta de auto contrição racional. Pessoa para de pensar nela mesma, para fazer a reflexão, e se corrige,
procura se corrigir. Contrição é isso. *Auto contrição seria a pessoa sentir pelo fato de ter se
prejudicado, mais pelo amor a si mesma como cosnciência, do que pelas consequências e danos que
sofrerá pelo erro que cometeu.
- Falta de autorreflexão, recolhimento íntimo, ponderação racional, falta de pensenização cosmoética.
Tudo é auto contrição. Quando vê na igreja: mea culpa, em italiano. Penitência deles. Mea culpa, mea
máxima culpa. Contrição é isso. Ato de contrição na igreja que é isso. *Contrição é culpa pela ofensa a
Deus, mais pelo amor à divindade do que pelo medo de punição.
- Tinômio: erro-engano-omissão deficitária. É a tríade da erronia. Você erra, ou você comete um engano
ou uma omissão. Erro é melhor, omissão é o que você deixou passar. Omissão deficitária, não é
omissuper não.
- O problema é de consciência, de omissão, se a pessoa se perdoa ou não.
- Pessoa pode estar em tacon, psicossomática. Omissão é reciclagem geral. Quando se vai corrigir um
erro, em relação a pessoas, é a coisa mais séria que se tem. Auto retratação as vezes é mais importante
do que isso.
- Mais importante do que o perdão, é continuar assistindo, fazer o follow up daquilo. Tem que se
encaminhar melhor também. Pessoa que não se perdoa, não encaminha a si mesmoa, é auto traidora,
auto traição. tem lógica? *Se erra, se ferra, então tem que fazer o melhor possível para se ajudar, sem
culpa, sem irracionalidade. Tem que se esforçar sempre para assistir ao máximo, tanto aos outros
quanto à si, implacavelmente. Tem que ser implacável na assistencialidade cosmoética.
- A hora que vai se perdoar, tem que ver qual o estrago que ela fez, para corrigir o estrago que fez com
aquilo, com os outros, quem prejudicou, ou a si mesma.
- Ninguém vive sozinho, todos vivem dentro de uma turma, um time, um grupo, - equipe evolutiva em
andamento. Isso tem que ser levado em consideração.
- Waldo mostra coisas muito suaves as vezes, muito tênues, complexas.
- Exemplo do casal que brigou no aeroporto, xingou por uma hora, depois passam uns meses e vieram
nas boas e acabaram se casando. Waldo falou: "vão lá e sentem na mesma mesa do restaurante, joguem
energia e façam EV, porque sujaram o ambiente de lá com aquela briga. Para ir limpar as energias que
deixaram lá. Possivelmente a pior briga do aeroporto nesses últimos dois anos." Daí a pessoa pensa e vai
lá mesmo. *Depois dele falar que possivelmente foi a pior briga em dois anos.
- Já viu isso mais de uma vez, no Brasil e nos EUA. Tem que limpar o ambiente. *Sujou, tem que limpar.
- Já perdoou a outra pessoa e a outra pessoa não quer, então deixa pra lá, já se limpou como podia. Até
a consciex livre, é do planeta X, lá no fim do mundo.

blogtertulias.blogspot.com 5
- O mais forte é a pessoa recuperar aquilo, mostrando ações de interassistência, isso é que pode ajudar
demais.
- Existem coisas muito sérias. Ao invés de levar coroa de flores muito cara, $$$, pra quem morreu, ela
leva grana pra comprar coisa de assistência dentro da área daquilo que o falecido gostava. A coroa de
flores é processo social besta. Legal é dar dinheiro para fazer ajuda em nome daquela pessoa. Por
exemplo: pessoa que gostava de ajudar hanseníase e pessoas com lepra, então vai no hospital e leva
dinheiro, ou se não confiar no povo que cuida do hospital, então levar coisas para serem usadas, como
comida ou suprimentos de manutenção. E levar falando que o fulando que mandou, o que já morreu
que mandou.
- Maioria que faz isso, ao invés de fazer isso, tem mausoléu, que nem algumas pessoas ainda vivas.
Quem vai ficar ali não é a pessoa, são os restos do cadáver da pessoa. Waldo falando para o cara dentro
do cemitério que quem vai ficar ali são os restos do cadáver desse cara, e que ele vai ir embora. Que
querer guardar coisas é inútil.
- Tem que falar, sem esconder nada.
- Senhora que encontrara conscienciologia e marido dessomou procurando. E ela falando que ele com
certeza estava satisfeito com aquilo.
- Waldo tiroou o microfone...

***

6 blogtertulias.blogspot.com
773. Infiltrado Cosmoético - Quinta 07/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:09

*773. Infiltrado Cosmoético - quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008


*Download do Audio:
http://www.4shared.com/file/37174975/dc367a3d/20080207_-_772_Infiltrado_Cosmoetico.html

*Anotações:
- Waldo deu um esporro no senhor que fez uma listagem de erros e acertos da prova de 2007. Muito
econômico para expor o processo, mão de vaca por causa da economia no português. Não tinha título e
e estava também outro erro de concordância de plural.
- Tá muito engarrafado por causa do ECP2 que está tendo hoje.
- Vai começar.
- Waldo pedindo para pegarem os pombinhos que eles tem ali de vez em quando. Pessoas eu acho. Tá
meio lento hoje. Pra inserir isso nas tomadas, os takes.
- Waldo pede salva de palmas pro Doto, que é um dos líderes do jornalismo do estado de São Paulo, que
é amigo dele e não aparece a muito tempo.
- É da época de um filme que o Waldo começou a muito tempo
- A priemira empresa tinah 1864 funcionários e passou para 800. Depios foi feita uma outra e muito
dessa turma que tinha foi encaminhada para essa outra, que foi firmada. Depois fizeram outras
empresas com eles, empresa d eprestação d eserviços. Com o tempo tinha gente que olhava pra ele e
dizia – não entendo por que o doutor Waldo está aqui, po que ele tem o nível que tem e faz o que faz.
- Ninguém sabia que eles tinham entrado lá pra aquilo, não sei o que. Uma das fábricas da indústria
tinha que fechar, mas não podia ser de uma hora pra outra, porque senão, iria utdo por água abaixo.
Não pode dizer agora proque tem muita gente viva ai´ainda, e Waldo era um infiltrado lá, cosmoético.
- Entrou lá poruqe a pessoa que pediu pra ele era da cúpula e depois, mais tarde foi presidente da
empresa.
- Waldo ganhou experiência com o lance todo. Waldo devia muito favor pra pessoa porque ela tinha
ajudado demais a fazer assistência. Uma mão lava a outra e as duas lavam a terçeira, quarta, quinta.
- Maioria não sabe disso. É a vida. A condição de infiltrado.
- Waldo entrou na maçonaria por pedido da mãe dele. Também entrou na odontologia porque o pai
dele tinha pedido pra ele. No caso do chico, quem pediu priemiro foi a mãe do Waldo.
- Pai do Waldo era doente, sempre em depressão, tomava tóxicos dele lá. Tinha uma perna só - uma
situação trágica, sem saída. Tanto que terminou tudo trágico também.
- O povo ali já consolida a situação para poder cuidar dos outros ali. Waldo não ia ficar com odontologia,
queria fazer a Medicina. Começou com a odontologia e entrou logo quando pode. E depois falou que foi
pra medicina. E foi um dos que mais incentivou lá dentro para fazerem o curso de medicina. Ele ajudou a
fazerem o curso de medicina onde depois entrou. Ele fez o curso aparecer e depois fez o curso. Não
pagou nada pelo curso, deram tudo gratuito para ele. Incrível. Que exemplo de vontade.
- Quem deu isso também era uma pessoa que devia muito pra eles pelo trabalho deles, um dos maiores
advogados que tinham na região, e mandou tudo ser gratuito pro Waldo. Nunca cobraram nada do
Waldo em termos de dinheiro.
- Nunca cobraram nada do Waldo lá. Waldo que queria fazer a Medicina.
- Doutor Manuel, português, Waldo passou o consultório para ele, por um preço simbólico.

blogtertulias.blogspot.com 7
- O que o pai do Waldo tinha não era um consultório, era um gabinete odontológico. Não tinha equipe,
era antigo, sem aquelas máquinas todas. Era rudimentar.
- Tem uma fazenda grande, um palacete, o Manuel, lá em Uberaba. Não tinha dinheiro que nem o
Waldo. O apelido do Waldo era Tostão, da turma do vintém e do tostão. “Não, fala com o Tostão que ele
dá um jeito”.
- Odontologia ia até ajudar, poruqe estuda a mascara de uma pessoa, a anatomia e fisiologia da cabeça.
Deposi reestudou tudo na medicina com um panorama maior. Importa estudar. Deposi Waldo foi
secretário nove anos pro ministério, com duas caveiras, devido ao curriculum que o Waldo tinha. Waldo
chegou a dar aula prática de certas coisas que precisava quando alguém que tinha que dar aula faltava.
Nunca chegou a ficar o ano todo. Era muito trabalho e eles eram poucos para aquilo tudo.
- A vida é toda desse jeito. Pai od Waldo só cometeu a eutanásia quando viu que tudo do Waldoe stava
encaminhado. Waldo via tudo que acontecia com o pai dele, fora do corpo. Esteve lá antes dele
dessomar, logo antes. Pai tinha úlcera na perna, diabetes. Estava difícil de segurar, e até que ele viveu
muito.
- Perdeu a perna por causa da diabetes, depois deu uam úlcera varicosa, que não tinha jeito.
- Pai do Waldo tinha biblioteca de medicina. Não saía de casa, então tratava dos outros quando estava
bom, sem nenhum problema de depressão. As vezes duravam um mês esses períodos. Quando estava
bom, lia muito. E ouvia rádio também. Segunda guerra, começou quando Waldo tinha 7 anos. Começou
a biblioteca dele mesmo com 9 anos.
- Problema do próprio corpo, de fulano que não seguiu pela área da saúde.
- Examinar que processos evolutivos estão entre 12 a 15 anos na Terra. Quando não tem culpa no
cartório e estão bons, partem para 30 anos então. Essa é a hipótese do Waldo, pelo que ele vê. 12 a 15 é
dos que tem um trauma mas que tem muitos atenuantes. 30 anos é caso da mãe dele. Waldo olhava pra
mãe dele e falava que ela ia ressomar em no máximo em 3 décadas. Isso tudo do Transmentor, que via
aquilo tudo.
- Pessoas ressomam devido aos outros que já estão ali na Terra, pela afinidade, que atrai á ressoma.
- Pessoa não tem mais atenuantes, ela é praticamente uma completista dentro daquele nível.
- Quando predomina o agravo, gravando, daí deixa pra lá porque não ressoma, deixa pra lá. O cara vai
ficar um tempo sem ressoamr... alguns de nós, esse caso, ahhaha.
- No caso da mãe dele já aconteceu um outro caso de renovação mais séria. Mudou o pomar, a árvores
genealógicas já são outras. Tudo muda, o ambiente, a ecologia.
- Olhando isso, dos bastidores, dos bastidores pra cá, é tudo matemático. Tem que fazer prospecção e
levantamento, e tabular tudo ali.
- Primeira coisa é ver saldo evoltuivo da pessoa e se tem encaminhamento da pessoa, com proéxis, que
quanto mais especializada, que atinge maior número de pessoas, mais detalhista a pessoa é. Vem o
primeiro circulo, o segundo, terçeiro escação. É a mosta, e os outros círculos dentro do alvo.
- Ciclo multiexistencial da atividade muda. Mãe do Waldo só está entrando nisso agora. No ciclo multi
existencial da pessoa, ela já é uma minipeça dentro do maximecanismo e quem manda é ela mesma,
tudo muda dentro do lance e vai por água abaixo.
- de 12 a 15 anos, são cosnciências com mais atenuantes do que agravantes, com possibilidade d
resolução, porque as pessoas estão ali ou vão aparecer por alí.
- O negócio de ressomar imediatamente pode ser ruim ou pode ser bom. O processo da cronêmica é
tudo secundário. O que importa é a qualificação da consciência.
- A mãe do Waldo já tinha um plot lá, todo montado, e ela era uma peça lá, começando a funcionar.
- Waldo ia passando e passando naquilo. E então falaram que era hora de ir e o Waldo foi, e ressomou.
- Pessoas estão agora em contrato de grupo, para maxiproéxis. Pessoas ali em probação para ver como
elas vão ir, que muitos ali tem maxiproéxis, na tertúlia e em Foz.
- Não adianta a querência, não precisa ter.

8 blogtertulias.blogspot.com
- Melhor caminho é escrever livros para deixar o grafopensene, para deixar coisas que durem. Por isso o
Waldo bate na mesma tecla lá, porque esse é o caminho.
- Muitos aí podem chegar mais cedo e trabalhar com pessoas de maior idade. Nível de entendimento vai
ser bom, e os mais velhos vão entender eles como igual.
- Infância é uma doença que o tempo cura, e o mesmo para juventude. No fundo o Arigó.... é isso.
- Ver se os objetivos valem a pena, se dão frutos. Tudo que se trabalha em torno, no fim, dá uma
convergência. Tudo que o Waldo fez ajudou ele. Até a maçonaria. Até hoje tem gente que vem falar com
o Waldo ali.
- Waldo entrou por unanimidade na maior loja que tinah no interior. Ficou lá só 6 meses.
- os deuses da maçonaria, tem lá o monte deles e fazem a introdução deles, e falou que o Waldo ia
melhorar ali, fazer exorcismo, ajudar.
- Waldo foi lá examinar e ficou para limpar o que estava mal assistido nas câmaras subterrâneas deles lá.
Era a câmara de reflexão que estava com problemas. Muitas mulheres lá, do pessoal, iam ver as
palestras do Waldo.
- Isso é contato. Maçonaria tem muito disso, assim como o comércio.
- Rotary, Lions, e maçonaria, existem tudo como imitação dos Judeus, que tem isso como meio
comercial.
- Waldo lá na maçionaria depois do espiritismo.
- Waldo foi pro interior, quem poderia mexer ou desenvolver as cosias dele lá? Era o espiritismo, que era
a única coisa que podia ajudar ele a desenvolver o parapsiquismo lá dentro. Pai do Waldo acabou
ajudando ele a desenvolver a desobsessão. Lá dentro do interior aquele centro de desobsessão até hoje
é dos maiores que tinham.
- Waldo aprendeu tudo do catecismo espírita lá, todo fim de semana.
- Tudo que você estuda e faz assistência, mesmo achando que não tem nada a ver com você, no fim vai
ver que pode tirar vantagem daquilo.
- no conselho consentive, as vezes acabava presidindo a sessão do conselho, e aquilo era uma posiçãod
e prestígio. Já tinham decidido tudo da empresa, mas eles que davam a apalavra final. As vezse tinham
três ex ministros na mesa, gente que chegava de helicóptero, intelctual do ano, esse tipo de gente.
- A primeira coisa não é saber ser positivo, é saber se você deve atender ou não, quando é pai ou mãe.
Sber se deve entrar ou não no que eles pedem.
- Mãe do Waldo pedui pra ele entrar na maçonaria pelo cunhado dele, porque Waldo poderia segurar a
situação. Waldo entrou lá e sabia mais do que aquele povo, e eles falaram pra ele que ele ia perder o
tempo dele ali. Ali dentro tinha muita repetição, batopensene para fazer a disciplina do povo ali. Regime
tipo militar, mas com rituais.
- Gradação lá dentro, vide hierarquia militar e no clero. Quem mexe lá é o clube do bolinha.
Ultimamente tem procurado melhorar o negócio para melhorar e bota mulehr lá. Clube do bolinha, que
nem na igreja católica, só que na igreja católica tem uns homens meio esquisitos lá, né, meio homem.
- Waldo via atas e falava antse se era bom mudar isso ou aquilo ali.
- Waldo as vezes jantava com marechais do brasil aposentados.
- Ali que ficou sabendo monte de coisas, o ponte por exemplo. Conheceu quem fundou o Bradesco de
perto. A cúpula do negócio.
- Tanto que Waldo, quando foi abrir conta, ajudou até com dinheiro para abrir a conta dele. Dona Eda
(Aia da primeira esposa do Waldo) foi ali com ele na agencia de Ipanema, e o banco todo parou. Daí o
gerente foi pedir dinheiro pro Waldo. Waldo foi nas empresas dele e pegou todo o dinheiro que tinha e
levou lá pela entrada lateral um catatal de dinheiro. O cara ficou feliz da vida lá. As vezes via umas coisas
atrapalhadas lá no banco e Waldo tinha que ir falar com eles.
- Evoluciólogo é um clássico de alguma coisa.... assistência?

blogtertulias.blogspot.com 9
- Canais underground, as vezes é melhor não entrar nisso por causa das repercussões. E muitas coisas
disso as vezes são coisas positivas.
- Antonimologia: espião e espiã anticosmoética. O espião clássico é anticosmoético. É o Infiltrado
NEGATIVO. O que se fala ali, do cabotinismo do Waldo é o positivo.
- Infiltrado policial e millitar é tudo a mesma coisa.
- Dizem que atrás do Lula tem infiltrados, mas não se sabe quem. O Zé Dirceu era infiltrado.
- Uma coisa é ter um acessor amigo, que te ajuda em tudo, outra coisa é um acessor negativo que
esconde as coisas, já esconde porque é negativo. Não é para ajudar.
- Cardeais patológicos atrás do príncipe na estória. O Rasputin era um desses. A infiltração do
assediador.
- A causa é a hora em que se está mexendo com muitos líderes de inteligência. Pessoas de níveis
difernetes e pessoa entra para ser algodão no meio dos cristais. Tudo isso demora, não tem jeito. Tem
certas coisas que demoram, e não podem ser feitas de uma hora para outra. As vezes são décadas.
- Agora, pensando como consciex, o que são duas, ou três décadas? É pouca coisa. As vezes mais um ano
de vida pode mudar muita coisa. Tem que saber aproveitar, qualificando os esforços da pessoa.
- A hora que o Waldo apareceu lá e queriam atacar o castelo e Waldo apareceu a pé na distância,
deixando o povo atrás porque tinha medo de matarem o povo.
- Levou batina e tudo que tinha lá, foi com batina, arrastando ela. Daí quando viram ele ali, Waldo deu
uma doutrinação e acalmou o negócio. Deposi teve que fazer o reagrupamento daquilo. Foi e mandou
chamar o povo. Abaixo as armas. Isso em outra vida do Waldo.
- O que calçou o Waldo ali foi a vinda a pé, proque se alguém lançasse uma coisa em cima dele, era o
fim. Ele foi arrastando o pé, sozinho e falaram que ele não podia nem andar e não atacaram ele.
- O castelo ainda tem ruínas atéhoje. E ambiente é todo deserto lá, tipo deserto.
- Mulher era espiã e foram ver que ela levava no avental, e eram flores. Ela tinha ectoplasmia e mudou o
que tinha em flores. Quem era essa?
- Tinha um monte de gente ajudando o Waldo, falaram dele entrar lá no negócio do convento. Ele teve a
inspiração do negócio. Alguns anos poucos depois ele teve um ???.
- Lutas intestinas, que eram de infiltrar o máximo de pessoas lá dentro, o máximo possível, infiltrando
pessoas nas estranhas da instituição.
- Depois daquilo a coisa se acalmou, evitou muita morte. Teve confraternização ainda tosca, mas aidna
estava etranha.
- Quando Waldo estava no início das coisas ali, da projeciologia, algumas pessoas que conheciam ele,
mesmo do centro da cosnciência contínua, fizeram uam força danada pro Waldo ir na Espanha, na área
de Vilena e tolicante. O grupo que estudava o parapsiquismo do espiritismo da espanha. Parece uma
rerevista infantil, almanaque de farmácia, que eles faziam dos estudos dele lá.
- Certo ponto Waldo foi lá e levo Wagner e quem estava com ele. Eles faziam festas para eles lá, pessoal
todo bem vestido e tal e os fandangos ali todos.
- Waldo falava pra si: como eu venho aqui, Wagner está aqui, a área não e´tão longe... como este povo
está fazendo toda essa festa pra nós? Daí o Waldo olhou o cara que era o chefe ali, o lance da
retrocognição e o cara tava lá atrás, com o Waldo. Davam canetas caríssimar pro Waldo, de presente.
Eles davam muitas jóias de presente lá, muito frequentemente.
- Gente lá nas revistas, era só procurar lá e tem o nome das pessoas todas lá. Só olhar a lista de ouro
deles lá.
- Tudo que você faz caminha para melhorar a sua ficha. Qualquer coisa já faz o upgrade.
- O cara que era o lider e queria atacar o castelo, era de Uberaba. E soube devido àquele contato de
afetividade e amizade deles, desde que ele fora para Uberaba e tal. Um dia Waldo viu ele se
transfigurado e entrou na retrocognição do outro e se lembra dele para ele, entrando de clarividência na
retrocognição do outro.

10 blogtertulias.blogspot.com
- Um dia nas festas do Frabregar, ??, e Waldo viu o Lenito na épica, que agora estava em Uberaba.
- A revista deles era muito simples mas com detalhes grandes na impressão, de grande carinho. *A
moldura em detrimento do conteúdo do quadro.
- Tudo referente ao castelo, isso.
- Chant Lee, chinês que botava o nome do instituto no cartão dele. Esse tinha relação com infiltração
chinesa. Era ingênuo por um lado, mas muito sabichão por outro. Gostava muito do Waldo desde que
tinah visto ele.
- Ele era da diplomacia, e foi morto na ditadura lá na china. Waldo falou que iam pegar ele uns dois anos
antes dele desaparecer.
- Monja, Mataró, coisa de levar o chico lá para ver, em mataró. Chico foi a mãe dele lá.
- Melhor da estória era o Waldo, chegava lá e via o lugar em ruínas, o castelo. E o lugar deserto. Wando
falou então: cada um seguiu o seu destino.
- Outro negócio muito estranho também é o dele na África, no santuário que existe lá ainda. Tudo tem
relação com essas coisas. *Santuário onde ele apareceia em projeção do “Projeçoes da Consciência”
- Sempre considerar que se está ajudando os outros, é lucro na certa, não há o que perder. Tudo que
você faz de positivo é lucro evolutivo CERTO e você vai ganhar com isso, só ganha.
- Precisava sair para dominar o processo do psicossoma nesse corpo, mário era muito naquele templo, e
parecia que ainda não tinham explorado aquele lugar nessa época, ainda não tinham chegado lá. Waldo
lembrava porque na ruína da base do templo tinha um desenho de um homem.
-Waldo chegava lá e cmoeçava a fazer retro ali, na base da entrada do templo. Via tudo.
-Três linhas, a do Chant lee, o do templo da áfrica, com conotação religiosa, e o do castelo da espanha,
com muita conotação militar.
- A retro da árvore é de uma das vidas dele que tem relação com a Monja, que ele sempre se lembrava
dele se despedindo dela e do povo que estava com ela, e eles ficavam atrás.
- Tudo processos políticos sérios, envolvendo muita gente
- A da árvore era dele se despedindo da Monja, na Inglaterra, dela e do povo que estava atrás dela.
- Muita gente foi encaminhada.
- Na infância o Waldo tinha muitos amigos que eram de origem africana.
- Egito era muito antes disso tudo e não tem nada a ver com isso agora.
- Transmentor sempre insistia para Waldo comparar pessas em retrocognições dele, para saber o que
deu resultado evolutivo naquela vida da pessoa, ou não. Quem fulano era antes e quem era agora. O
que é melhor ou que não funciona. O que era mais positivo? O que dava mais lucro dentro dali?
- Assim que ele pescou essa coisa dos 12 a 15 anos que ele falou ali.
- Isso tudo é importante para melhorar o nível de lucidez o mais depressa possível, mais cedo.
- Com lembranças, retrocognições, defininido so papéis dos outros e quem é ali no meio. Ver onde
cometeu omissão, o que errou, o que faria diferentemente.
- Negocio da África era religião primitiva. Orixá de cabeça de ponta, era tudo gente da áfrica.
- Cara em Uberaba indo atrás do Waldo, xaman, querendo pegar o Waldo para o lado dele.
- Orientalismo cheio de faquires e coisas assim. Waldo falando que o Waldo tinha mais força do que ele,
e mostrava serpenete paralizada na frente dele.
- Waldo disse pra ele explicar o negócio dele, o que ele podia fazer, para entender e aproveitar tudo
aquilo ali.
- Waldo falando pra ele que ele tinha potencializaçºao por causa do ectoplasma do Waldo.
- Admitir o que acotnece, porque aquilo é importante para entender e comprovar os fatos. Se você
entende então tudo que médico e consciencioterapeuta dão de opinião vão pro espaço. Não adianta o
que a enciclopédia está falando dos eu processo se você tem ele ali. E a sua retro, com lucidez supera
tudo.

blogtertulias.blogspot.com 11
- A maior defesa que fazemos é contra nós mesmos, a lucidez é essa defesa, para acabar com o auto
assédio.
- Ir atrás dos outros é coisa boba, militar.
- Temos que nos defender de errar, de cair no mesmo mataburro, ser autoperdoador e continuar na
mesma, sem evoluir.
- Todo mundo é médium, sensitivo, o que varia é o percentual da sensibilidade e se a pessoa usa ou não.
Se um usa mais, então ele é melhor do que o outro que não usa, que tem medo daquilo e não tem jogo
de cintura.
- Acomodação das camadas que avô contava pro Waldo quando ele era pequeno. Falava que tinha
camadas mas estava tudo quieto e que iam aparecer.
- Tornados de Florianópolis aparecendo ali.
- Caminho da coisa toda é o evoluciólogo. Eles aparecem como acessores, sem aparecer muito. Proque
como acessores podem influir mais do que se estivessem de frente.
- Cara do ministro da educação estava por trás de administração de uma faculdade por nove anos.
- Dependedo do caso, é preciso ver se ele está só fazendo coisa boa, ou ruim e se vão por ele na cadeia e
acabar com ele.
- Negócio dos evoluciólogos. Primeiro é o 01 da remissiologia.
- Não conhecia tanta gente assim o Waldo, menos, menos, esvazia essa bola, haha.
- desde janeiro queria conhecer, para conversar um dia inteiro ali.
- Tem gente que as vezes valeria a pena ver, não pelas idéias da pessoa, mas colocar ele no lugar.
- Mostrar pro einstein por exemplo, como ele tem um monte de energia que..... snap transmission
- Gente desceu com favelas perto do palácio.
- Então uma vez Waldo viu alguém de avião no Santus Dumont.
-Waldo viu Getúlio mais de uma vez, e Gregório que era o chefe de segurança dele. Eles invadiam a casa
onde eles andavam. Getúlio parecia sempre deprimido, com uma coisa nele.
- Kennedy era muito superficial, um meninão. Waldo conheceu gente lá nos USA no meio dos cientistas
que conheciam o Kennedy. Do negócio da Marinha que ele trabalhou durante a Guerra.
- Tinha gente da Marinha e da Nasa lá no meio.
- Kennedy tinha muita gente contra ele. Quando acabaram com ele teve gente que já estava esperando
isso acontecer. E ele tinha umas coisas que nem o Juscelino.
- Tem que dar desconto enorme em quem não ve nem entende parapsiquismo. É uma lástima a pessoa
ficar só na platéia.
- Matança, de mandar matar é muito mais comum do que parece. Bob Fischer, Jango, Juscelino, tudo
morte esperada, que mandaram matar.
- Waldo conheceu o Jango e sabia que ia acontecer. Era filho do Getúlio.
- John Lennon era um meninão. Tinha uns caras stalkers, nos USA, que era stalker do John Lennon. Que
nem cachorro perdigeiros. Que nem as mulheres que queriam matar o Waldo em Uberaba. Queriam
aliviar a vida dele porque ele trabalhava demais. Putz.
- Mãe dele viu aquilo e pegava na cabeça do Waldo e falava qu ele tinha que mudar.
- Moça linda com beretta dentro da bolsa, Pituxa apelido dela. Filha em segunda geração era
descendente do advogado que deu os cursos de Medicina pro Waldo, e filho dele trabalhou com ele na
faculdade. Isso tudo era uma confusao.... que Waldo não queria nem ver as coisas de outras, que eram
provavelmente uam confusão ainda maior.
- Dona que entrou e abriu a porta e depois voltou a aparecer. Stalkers! São um problema! A gente não
sabe. A pessoa é um assediador intrafísico. Não tem jeito.
- Tem uma série delas lá que ele falou.
- USA, Waldo não põe a mão na cumbuca em nada de lá. O que ele sabe da estória, que ele conversou
lá, os negócios da Bethesda, Silver Screening?? Sabe lá.

12 blogtertulias.blogspot.com
- Eles começando a falar desse povo que desaparece lá nos USA. Sabem dessa operação condor a
tempo. Falam que auqi tem jeitinho brasileiro. Lá é MUITO PIOR, JEITÃO COM MUITO MAIS PERPICÁCIA.
- Aqui falam dos nossos roubos, que são roubos de galinha, LÁ SÃO ROUBOS DE BILHÕES, QUE TEM
UM MONET DE GENTE QUE TRABALHA AO REDOR DISSO E SOME BILHÕES DE UMA HORA PRA OURTA!
*eita.
- King queria ajudar mesmo, melhorar a coisa, e era um cara melhro que o Ghandi, que era muita
fachada.
- EUA cheio de matadores. Aqui atualemnte procurndo competir com os EUA, grupos de extermínio,
milícias que são nomes usados para mercenários. Tudo isso são mercenários. No meio dessas milícias
devem ter muitos estrangeiros.
- Até que ponto tem fórum de São Paulo atrás essas milícias??
- Jayme não apareceu ali não né? Waldo perguntou.
- Igor também não apareceu não, né? Quem é Igor?
- Tertúlias me ajudam a fazer recin.... incrível. Obrigado gente.
- Agora é a Laura falando do Tertuliárium. Coisa de dinheiro.
- Materiais que queiram doar para construir o Tertuliárium. Mil reais doados para o Tertuliárium. Espero
que saia logo antes do fim desse semestre.
- Revista do Tertuliárium, diferente do trabalho da enciclopédia.
- Tertúlias fazem parte da realização da Enciclopédia da Conscienciologia.

*Laura
- O tertuliárium é um projeto para as pessoas, e não para o Waldo. A participação de todos, os que
podem doar. Quem não tem dinheiro não doa dinheiro, mas pode doar energias, doando energias
pensando no processo se realizando, que tem que ser este ano, não pode ser deixado para o próximo...
- Ideáis, doações, tudo que puder ser doado.

*Waldo
-Artigo de setembro do ano passado, da Scientific American. Waldo falando. Lâmpadas econoômicas
mas tóxicas, as LFC: lâmpadas fluorescentes compactas. Essas luzes produzem raios ultravioleta. Acham
que é tóxico pelo mercúrio que elas tem. *Acho que é a azul do restaurante.
- Waldo teve um cancer depois de 5 meses debaixo de uma lâmpada dessas. Aquele do cocoruto dele.
- Monte de governos tentando fazer isso porque aquelas lâmpadas gastam menos eletricidade mas
causam câncer. Quantas pessoas vão ter que usar cancer por causa dessa economia porca que eles
fazem?
- Dá para escrever grande artigo com isso. Waldo quer falar disso na televisão ainda. Eles falam isso tudo
mas visando apenas o problemas ecológico do mercúrio, e nada das pessoas que tomam banho de luz
tóxica cancerígena das lâmpadas LFC.
- Quando aparecer moça de Florianópolis da Globo, ele fala com ela pra ela poder colocar tudo isso na
rede grande.
- Waldo deu mole de cair numa dessas, ainda mais depois de sempre ficar se cuidando.
- Holopreceptores indiretos: escrevem das coisas mas sem aparecer muito. Exemplo do Alger. Biografia
do homen é a única que faz levantamento. Se faz pesquisa em cima do livro dlee a´te hoje.
- Serenão no Zootel no jardim do zoológico. Ensinava sem precisar de uma mesa que nem a do Waldo.

**14:28

- Parou o audio.

blogtertulias.blogspot.com 13
***

14 blogtertulias.blogspot.com
774. Holoanálise da Conscin - Sexta 08/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:10

*774. Holanálise da Conscin - sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

*Clique AQUI para download do arquivo de audio.


http://www.4shared.com/file/37244602/c77b361a/20080208_-_774_Holoanalise_da_Conscin.html

*Anotações
- Ninguém pode falar mal das provas de conscienciologia, porque as pessoas ainda estão ali... persistem.
- Tria de docentes, os professores que fizeram a prova.
- Waldo fez comunicação pra saquarema no Rio: Manhê, estou aqui! *Tertúlia, live from Foz do Iguaçu.
- Falou para transmitir a tertulia para saquarema, em telão, para o pessoal se reunir lá e assistir a
tertúlia lá juntos.
- Waldo já fez várias transmissões assim, esporadicamente. Primeira foi no curso das respostas no
CEAEC a muitos anos. Waldo só respondia. De certa forma isso é o curso das respostas, mesma coisa.
- Povo de BH assistiu e Waldo tá pedindo a contribuição deles para a enciclopédia: cadê? Não de
dinheiro, de idéias! haha
- Laura vai dar recado. Waldo mandou olhar pra camera e falar.
- Laênio falando que seria bom ter um microfone para passar às pessoas na hora que elas perguntassem.
- Vai começar....
*Soa o gongo*
- Boa Tarde para todos – holoanálise da conscin, análise com toda heterocrítica e autocrítica cosmoética
da conscin. Incluindo conscienciograma, parapsiquismo e o parapsiquismo.
- Holoperfil da pessoa, análise técnica máxima de si mesmo, análise das análises pessoais, o
holocurriculum pessoal, autodissecção conscienciométrica, a dinâmica das complexidades da
consciência... Procurou dissecar o processo até o fim.
- Análise de acordo com as ciências.
- Você já fez autoanálise pessoal profunda? Processo mais sério é a própria consciência se analisar e
admitir algo dentro do seu próprio processo pessoal, evolutivo.
- O que nos faltou nas vidas anteriores, foi isso, e teríamos diminuído muitos dos nossos desvios.
- Chega a um nível onde a pessoa não tem mais tanto processo de esconder a própria realidade e que
pela própria estrutura de manifestação pensênica, sem justificativas furadas, quando ela salta de banda,
e faz a autoconfrontação, ela deslancha. Termina o desviacionismo. Temos que enfrentar isso.
- Essas coisas tem que começar mais cedo, senão a pessoa chega à terceira idade com a boca torta,
viciada, tendenciosidade anticosmoética - a pessoa entra na senilidade direto.
- O ideal é a pessoa começar isso antes dos 26 anos, fazendo a inversão existencial, ver que ela é uma
pessoa diferente, que os outros são diferentes, que ninguém é igual. Somos similares, mas não
idênticos.
- Gêmeos idênticos são diferentes.
- Quem não tem autocrítica e não toca nisso, quando colocamos ali, ela vê que não tem autocrítica, zero
a esquerda, e então começa a se examinar.
- Quando fala que a pessoa é diferente pelo talento que ela tem. Acaba com ela. Fazer confrontação,
impactoterapia, fratura exposta e soco na cara.
- Preciso a pessoa realizar, mas o problema é dela. Nossa tarefa é a tares. A base disso e´o princípio da
descrença.

blogtertulias.blogspot.com 15
- Pessoa vê isso quando entra no processo da racionalidade, diferente do processo protoreptiliano,
animal, e acrítico.
- Tem que ter lógica para defender e atacar a si mesmo. Mas pessoa lógica as vezes só se defende,
dentro da verdade. Quem não tem lógica só se defende o tempo todo, entra em apriorismo, se defende
sem justificativa lógica e já tem resposta para tudo antes de ouvir a crítica. É um debate de surdos.
- Se propõe que a pessoa quer ser analisada, como a pessoa que distribui folha de trafares e trafores
para os outros, pedindo pra eles analisarem. Esta pessoa está dentro da holoanálise.
- Todo mundo quer descobrir se foi o rei do cosmos ou a rainha do cosmos. É daí que vêm aquelas
decepções horroríveis!
- Processo da acariação cosmoética. Cobaia cosmoética, do conscienciograma.
- Egocentrismo infantil – pessoa se defendia como criança na adultidade, e isso inclui o processo do
orgulho da pessoa, pela vaidade, para manter o status social, o status tribal, primitivo. *obsoleto e
ultrapassado – evolutivamente inútil, descartável.
- Pessoa que faz marcas no corpo: tatuagem, e piercings, problema da reafirmação tribal. Não... mas
quem faz isso é a rebelião do jovem que protesta. Isso mostra inexperiência. Não precisamos ser iguais a
ninguém.
- Waldo fala que todos são cobaias ali,e a primeira é ele. Não é fácil usar uma barba dessas e usar roupa
branca o tempo todo. Não é todo homem que faz isso. Tem que ter muita testosterona pra isso! Não
adianta falar que ele é vaidoso e usa uma barrrrba. Se ele fosse vaidoso usaria uma PERUCA! Por falta da
peruca que ele teve um cancer na careca.
- A holoanálise está aí para todos.
- Quem acertou mais foi o pessoal do curso intermissivo ali. Até o que é mais mão de vaca fez alguma
assistência. Foi com força pra abrir a mão, mas foi e assistiu. Maior prova é isso, batatófila, é batata
mostrar isso.
- Contra fato não adianta brigar. Antônio (Pitaguari) com o IBGE extrafísico dele, sabe disso, haha.
- Holoanálise regressiva, da passadologia, retrospectiva. Regressiva é termo patológico.
- Se pessoa tem retrocognição, então ela qualifica o processo. Mas tem que ter o princípio da descrença
para chegar lá, senão não dá.
- Quando pessoa deixa processos de misticismo e religião, coleiras do ego, ela então faz autoreflexão ao
invés de preçe pedindo coisas, ou agradecendo por elas.
- Já é difícil distribuir o que temos, ainda quer pedir mais com preçe? Tem que pensenizar para
agradecer na hora e assim já faz a desassim ali, já no ato, só pensando mentalmente.
- Consciente e conscio é a mesma coisa mais ou menos. Agora coerente e coeso, não é exatamente a
mesma coisa. (?)
- Tudo que fazemos está ligado ao nosso passado, mas o passado não muda mais e só podemos usar ele
como fonte de conhecimento do que deve ser evitado ou o que deve ser mudado. Análise imediata para
curto, médio e longo prazo. Isso é a gestão, o empreendedorismo evolutivo.
- Isto está dentro da proexometria e do proexograma.
- Hoje quem marca muito aí, no laptop, se fizerem análise de si, encontrarão muitas coisas de si. Pegar o
laptop e usar o find, colocando o prefixo “auto”. E então encontra vários egos de nós. Só colocar a
palavra sozinha, o “auto”, sem nada antes nem depois. Uma vez o Waldo fez isso pra uma pessoa no Rio,
e ela mudou, foi como se tivesse lido o conscienciograma de um dia pro outro. Auto é uma das muitas
raízes que temos que pinçar.
- Waldo está usando muita coisa do auto e do ego ali. Ego análise.
- Oportunamente, quando formos fazer o tertuliáruim, e colocar num telão de cara, para todos verem o
que estão discutindo, o verbete. Microfone vai ter para as perguntas, já está calçado.
- Ideal seria a pessoa poder baixar a coisa e o verbete. Mas tem que ser no dia, na hora, senão acaba
com o mérito de quem está ali.

16 blogtertulias.blogspot.com
- Waldo quer publicar antes na internet o 700 experimentos, pra mexer com o povo, que o livro é um
tacape mesmo.
- Quem alterar o livro, azar o deles, e o Waldo tem o original se alguém pegar o livro e alterar ele.
- Waldo perguntou se a Graça, mulher dele está ali. Ele fala que sugeriu criarem a apex em tal dia. Que
hoje que fazer o mesmo com eles ali. Que só a Graça tá sabedo disso por enquatno, mas não pode dirigir
isso hoje porque está muito ocupada.
- Fazer a Instituição internacional dos escritores da conscienciologia. Jayme também é autor, Waldo
apontando ali hahaha pra ele.
- Importante fazer isso para preparar a situação ao tertuliárium, para espalhar ainda mais as coisas dos
autores daqui.
- Waldo falou que não era pra contar pra ninguém, e Graça contou pra Chris, mas falaram que a Chris
não é ninguém. Hahaha.
- A associação ali tem que ser coisa da conscienciologia. Tem todos os dados de como se faz um estatuto
assim.
- Examinar, já que vocês que tiveram a idéia... todo mundo ri.
- Quais os oobjetivos, decorrências dessa instituição? Autor tem que ser para pertencer, ou para entrar
depois.
- Autor tem que ter o perfil dele levantado, total de livros publicados, o assunto que ele pesquisa.
- Waldo também tem que estar ali.
- A associação Tem que ter eventos próprios e revista própria para ser publicada.
- Todos que estão na bica (vendo tertúlia com ele, ainda mais os na frente da mesa), que o bolo do livro,
o fermento está crescendo, mas só pode entrar de cara quem é autor publicado.
- Objetivo maior é entrosar para melhorar a qualidae dos livros da conscienciologia. O Waldo falando
que o livro mais esperado por ele é o do Jarbas. Se a idéia estimula? Jarbas respondeu que sim.
- Waldo perguntando quem topa, dos autores ali, para entrar na associação de autores.
- Daqui a pouco teremos 80 pessoas que publicaram livros ali. Hoje em dia já se tem mais de 30 autores
com livro publicado.
- Quem publica a revista ali do CEAEC parece que são só mulheres, só clube da luluzinha.
- Quem estiver com brecha dentro da agenda, deve começar a se mexer. Waldo quer ver o processo do
estatuto dali. Ideal é uma IC disso. Vai ser a 18ª IC. Data histórica de quando se falou disso: 8 de
fevereiro de 2008.
- Flávia Krahenhofer fazendo uma pergunta pela internet.
- Pessoa escrever o livro pode ser até um opúsculo, de 48 páginas, mas qualquer um é livro. Para ver os
verbetes que falam dos processos de autores.
- Ver o que interessa para o caso e arranjar subsídios para analisarem o caso.
- Pergunta cretina para a Dulce, se isso não vai mexer com aqueles que estão meio moles para fazer
livro? Isso vai espigaçar a turma e estimular.
- Quem for dar um curso maior, daí vão perguntar: você é da associação dos autores...? hahahah
- Associação Internacional dos Escritores da Conscienciologia. Como vai fazer o nome? *Assintec?
- A coisa mais importante é quando chega numa alfândega, que eles liberam tudo para você. Pior que
isso é quando você fala que faz pesquisas de parapsiquismo. Daí todo mundo fica com medo. Que nós
todos já usamos isso, parapsychic power. “Eu tenho parapsychic power”. Haha.
- Escritor é mais forte do que autor. Que autor pode ser autor de roubo do Banco do Brasil, ou de
contrabando do Paraguay.
- Perguntar o que os que estão na bica acharam disso. Que estão quase escrevendo livros.
- Fechar pingentes. Se alguém quiser ficar com a pasta dele com os dados sobre isso, ele libera ela. Deu
para alguém ali.
- Isso é bola de neve que vai ajudar tertuliárium e muitas outras coisas ali. Vai pegar positivo.

blogtertulias.blogspot.com 17
- Coisa que quer dar palpite é se vai fazer associação, então fazer sede no discernimentum, mesmo que
seja só uma sala pequena. No holociclo tem livro de todo mundo com capa dura, importante ver isso.
- Qualquer coisa falar com a Christiane, que ela orienta a estória.
- Agora quando chegar alguém ali para escerver livro, perguntar se “O(A) senhor(a) pessoa pretende
pertencer à associação de escritores da conscienciologia?”
- Editor é uma coisa e escritor é outra. Editar periódico é uma coisa. Editar livro é outra.
- Trinômio análise-síntese-holoanálise.
- Megagescon que Waldo coloca para todos é o livro. Transmentor vai cobrar de cada um. “Mas esse é
uma obra prima??” “Sim.. é uma megagescon!”
- Você já tem um obra prima?
- Jarbas já falou publicamente que vai pertencer. Essa não é a academia brasileira de letras não! Nem
academia gaúcha de letras! E outra coisa, é internacional!!
- Megagescon, autodiscernimentologia.
- Pergunta agora hoje, como fica o trio parada dura nessa estória?? Quem vai entrar em primeiro lugar?
*Parece que é o Adélio...
- Vão fazer a trilogia trio parada dura! Jarbas é o próximo, tecla dura.
- Holoanálise do holopensene técnico da conscienciologia. Waldo não está avançando com o carro, está
na hora, esperava alcançar 30 autores para fazer isso, e já tem.
- Insinuações do porão, resquícios do subcérebro abdominal. Hora que tem tendenciosidade a repetir
alguma coisa que não presta. Automimeticologia. Batopensenidade patológica. A repetição de maus
hábitos. Essas são insinuações.
- Enumerologia toda tem sequência das idéias. Autocrítica em alto nível, auto desassedialidade.
Resquícios do subcérebro abdominal.
- Nova IC para chancelar quem está chegando ao nível de conscienciólogo da pessoa, alguns epicons já
chegando lá. (Antonio perguntou)
- Coisa começa a melhorar com o tenepessista. Problema de foro íntimo, do amparador dela com o
quem vai ser assistido. Ela que sabe se está preparada ou não para isso. Essa mudança, tenepessista
para entender isso mesmo, tem que ter passado por curso intermissivo.
- Waldo tentou colocar isso dentro do espiritismo mas não deu, não tinha como.
- Projetor consciente vem depois, mas muitos tem imagística demais. Tem que ter a projeciografia. Em
seguida vem o epicon lúcido. Série de pessoas ali já nessa condição.
- Só faltam cinco pontos dali, do epicon, para a pessoa chegar aos 40% do conscienciólogo. Epicon não
pode ficar apenas dentro de maneira teórica dentro da coisa. Tenepessista também não pode só falar
que faz tenepes, e vai em uns 20 anos, ter ofiex, e depois disso.
- O tenepessista vai se transformar no epicon e depois vai chegar a conscienciólogo, e então à
desperticidade.
- Líder é muito importante, porque o autor ou autora, recebe heterocríticas daquilo, e entra em
cosncienciometria até forçado as vezes.
- Pessoa que nunca entrou em curso de conscienciometria, vai entrar na parte prática disso, sem estar
preparada. Ideal é que autor entre em conscienciometria antes para endireitar o corpo, ficar em
equilíbrio mentalsomático.
- Processo do livro vem revalidar tudo isso.
- Conscienciólogo é exemplarismo pessoal e autopesquisa. Princípio do exemplarismo pessoal – PEP.
Muito difícil chegar nisso.
- Tem uns pontos que depois que a pessoa desenvolve. Projeção de consciência contínua interfere muito
na vida do povo, porque degringola toda a vida: duas memórias, duas vidas, duas preocupações
diferentes, com dimensões diferentes. Isso não é para o povo.

18 blogtertulias.blogspot.com
- Ali já se está na bica de quem se preocupa com isso. Os sinais que caracterizam isso é quando passa
pelo epicentrismo, que tem altos e baixos, e a pessoa se dá bem.
- Pessoa pode passar por um período mal de instabilidade com pouca projetabilidade durante (devido?)
(a)o desenvolvimento do parapsiquismo. Processo de cursos, assistência, tenepes.
- Pessoa que faz coesão dos atos, que tem coerência, Que tem a coesão evolutiva.
- Projetor consciente é diferente de quem faz o desdobramento. Desdobramento é imaginação. “Vou
fazer um desdobramento do mentalsoma”.
- Projeção lúcida exige reciclagem para mudar a vida da pessoa. Quem continua no catolicismo
projetando está com o guia cego dela ali ainda. Quem está ali está fazendo é lavagem cerebral fora do
corpo, e não projeção lúcida!
- Dezenas de escritores que fizeram projeção e estão em muita imaginação, nas bibliografias que o
Waldo consultou.
*1:05 do arquivo
- Com terapia de vidas passadas – tem muita imaginação ali.
- Fenômeno que é propiciado por amparadores ou evoluciólogos, é o que interessa, que caminha para a
paraprocedência evoluída - a comunex avançada. *O curso intermissivo.
- Conscienciólogo é o epicon maduro com visão de conjunto da conscienciologia, e tem cosmovisão,
sabe priorizar o que é mais importante dentro disso tudo.
- Assassino pode chegar e fazer tenepes. Qualquer um pode falar que faz tenepes. Para fazer mesmo,
tem que mudar a vida dele. Cara chega e fala que faz tenepes a 5 anos, daqui a pouco briga com outro e
quase agride outra pessoa fisicamente. Que tenepessista é esse?
- Coisa mais abrangente, entra o processo mentalsomático da pessoa. Depois disso entra na
desperticidade. Pessoa entra na desassedialidade mas sabendo por que ela está ali. Chega ali para fazer
a interassistencialidade. Já teve gente que chegou ali no CEAEC e falou pro Waldo que era serenão.
Nunca apareceu ali depois daquilo. Waldo começou a comentar e o cara achou ruim. Cadê o
anonimato? Anônimo diretamente da baratosfera.
*1:09 da gravação
- Waldo falou que tinha 50 perguntas que queria fazer para serenão! Começou com a pergunta cretina –
qual foi o último trafar superado, que deixou de dominar e colocar um canga em você? O cara nem
entendeu o que era aquilo.
- Pessoa tem que começar a executar a proéxis, para ver os detalhes. Detalhes finais só vêm quando já
está dentro dela. Coisa mais séria daquilo são as companhias. Coisa séria é o processo do convívio, com
as companhias.
- Importante priorizar dentro do processo evolutivo em que ela está ali, dentro de determinado
momento.
- Pergunta cretina pra pessoa: você acha que você já está kits, ou que você tem recebido? Entende a
pergunta?
- Pergunta pra ser colocada na primeira prova, que Waldo descartou.
- Lá no instituto tinha um aviso grande na parede, que colocavam toda semana uma frase na parede,
logo na entrada do instituto: Frase da semana para o povo pensar.
- Uma suave e uma cretina, alternando. Um painel com elas.
- Percentual menor é a paragenética dominar a genética. Cadê o povo? Tinham que ter 1.000 e tem só
500... então 40 e tantos % estão faltando ainda.
- Só ponto de vista de diagnóstico diferencial, está faltando um pouco.
- Parassemiologia pessoal.
- Processo é o choque da ressoma. Choque da ressoma e choque da dessoma. Às vezes pessoas pensam
que choque da dessoma é importante. Problema é a ressoma. Exemplo do parto laborioso do Waldo,
com a mãe dele.

blogtertulias.blogspot.com 19
- Pessoa perguntou pro Waldo, se parto laborioso influe na criança. Problema é se menino ou menina
está tendo lucidez e parapsiquismo mais depressa. Precisa ver se está dando algum problema para ele,
se tem parapsiquismo. Ingleses estudando isso desde 1900. Que uma das maiores parapsiquistas de
todos os tempos tiveram parto laborioso que nem o do Waldo
*1:15 da gravação.
- O que influi mais é a média da tendenciosidade da pessoa. Se tem tendenciosisade patológica, então
parapsiquismo não fica bem, porque tem processo egóico, religioso, manipulativo. Igual caso quando
fulano estava no shopping e vem um espírita do papo amarelo e ficou olhando de mal, para os livros
grandes da conscienciologia.
- Papo amarelo do jacaré do papo amarelo. Pessoa que é fanática dentro da religião, difícil tirar do
autoassédio da pessoa, de convivência com guias cegos amauróticos.
*amaurose: cegueira total ou parcial, esp. aquela que não apresenta alteração ou lesão
grosseira dos olhos (como se dá com a que resulta de doença da retina ou do nervo óptico) 
etim gr. amaúrósis,eós 'obscurecimento, enfraquecimento da visão'; ver amaur(o)-  sin/var gota-
serena

- Do curso intermissivo a pessoa só é liberada quando eles vêem que a pessoa está no ponto. Tem que
ter passado em matemática! Exame de admissão. Senão não dá pra pessoa ressomar, sai de lá direto
para a baratosfera.
- Tem muita gente com crise enraizada, prepotência, arrogância, ainda mais no espiritismo que eles
acham que são os mais humildes de todos e que são melhores do que os outros.
- Cara de São Paulo, de quando o Waldo deixou o movimento espírita falou para não seguir o Waldo
não, que ele estuda demais e é um perigo.
- Pessoa só demora muito pra ressomar quando quer fazer trabalho da atividade e orientam para
demorar e ver o que faz. Geralmente não erram muito não, de traz pra frente, com transparência, vêem
tudo na pessoa, as possibilidades todas, durante o intermissivo.
- Problema é quando ressoma e tem o choque aqui com tudo, a mesologia e a genética que vêm em
cima dela. E começa a entrar em alguma personalidade do passado e desvia do caminho. É o que
acontece com a maioria das pessoas.
- Escolheram com os amparadores o lugar para primeira instalação prática da conscienciolgia. Em foz!
Região rural.
*1:20 da gravação
- Coisa mais séria não é a mesologia, é a base intrafísica dentro da mesologia. O fisiopodium, o pódium
da sua vida. Onde está desenvovlendo a proéxis.
- Fazemos coisa que o povo ainda não viu. Só vai agradecer daqui a uns anos. A questão dos
condomínios, do Bairro da Cosmoética, da Cognópolis. Já está fortalecendo a base intrafísica de casais
ali. Tem dupla que coloca uma sala para a mulher e outro para o homem, para cada um fazer a sua
tenepes ali.
- Fazer levantamento de quem está ali morando em condomínios já.
- Quantas pessoas adultas já tem ali. Que isso vai influir na ofiex do Waldo. Isso é a mesologia.
- Quem está feliz da vida com isso é a Rose Garden (amparadora do CEAEC).
- Uma porção de coisas são encaminhadas, mas certas estruturas da encruzilhada onde tem que mexer,
a determinação é da pessoa, e aí é que pega o carro. Por isso que o curso intermissivo está aí.
- Uma pessoa como o Jarbas, o Adélio e o Arlindo - o Trio parada dura? Eles superaram isso tudo.
Sempre ali participando, são participantes.
- Pessoa que não quer falar o nome, mas que faz mais ou menos 20 anos, saiu e depois voltou e falou
que não consegue viver sem a conscienciologia. Por causa do intermissivo. Agora já voltou e melhorou.

20 blogtertulias.blogspot.com
Na hora de fazer a aposentadoria e sabe até vidas passadas que o Waldo já explicou pra ela, e entende
tudo.
- Quando a pessoa entra num autassédio e afiniza com o assédio do passado, daí eles acham ela e falam
“OLHA ELE AQUIIIIII!!!!!” e daí vem o heteroassédio. Tem vezes que a pessoa fica pusilânime e tem
medo de enfrentar a situação. Com o gás todo e de uma hora pra outra a pessoa murcha. Não pode
forçar a barra para não causar acidente, devido ao problema da pessoa ali.
- Pegam o ponto mais fraco da pessoa, direito nele.
- Primeira coisa é a empáfia do status acadêmico. Por isso tem a síndrome do diploma, que já tirou
muita gente da Coscienciologia.
- Com o passar dos anos, a pessoa sabe que a conscienicologia está acima daquilo que ela faz, mas ela
não quer enfrentar isso agora.
- Geralmente é uam pessoa polivalente e versátil.
- A tempos atrás já se sabia dessas coisas, e matéria de moral, e ética, já tínhamos condições a muitos
anos. Onde se colocou a ética? Embaixo do tapete? A pessoa põe embaixo e vira o tapete para ele ficar
limpinho.
*1:28
- Waldo já pode falar alguma coisa do que acontece, no CEAEC não é mais o que era antes, é tudo
diferente de quando ele chegava uma semana ou 10 dias e depois ia pro exterior ou pro Rio. Hoje tem
menos problemas com as coisas, está tudo desembaraçado. Fez um monte de assistência de consciex e
também um monte de trabalho no computador.
- Ideal quando pode é ter até se possível, duplicata das coisas, para ter reserva, processo da própria
economia da vida. Tem que ter muita inteligência para não ter excesso. Quando pessoa tem duplicata
de algumas coisas, aproveita mais a vida dela.
- Está é fazendo economia. Compra um pouco mais de pijama e tem sobressalentes. Se suja o pijama
com tinta, então vai e pega outro, sem problemas. Em matéria de parapsiquismo é a mesma coisa.
- Ideal é separar tudo, porque ninguém é igual. E a clientela é outra, a freguesia não é igual.
- Quando pessoa sabe o que é bom para gastar o dinheiro, então ela sabe o que é bom para economia
na vida dela. Em matéria de parapsiquismo é a mesma coisa.
*1:31
- Quarto de hóspede é só de hóspede, é praça pública.
- Negócio de separar salas, hoej em dia é deixar dois banheiros e colocar chuveiro junto, para tomar
banho junto.
- Melhor coisa é fazer dois roupeiros, um para o homen e outro para a mulher. Two wardrobes! (Dois
armários em inglês).
- Pessoa que chega numa comunex não quer sair de lá. Muitas pessoas no processo de projtabilidade
lúcida. Pior burrice é quando amparador leva voce lá e voce não quer voltar. Amparador nunca mais vai
levar essa consciência pra lá.
- Se o processo intrafísico já cria um verdadeiro trauma pra voce, pensa extrafísicamente, se a
intermissão de uma comunex elevada muda o processo todo da gente aqui.
- O ideal é dançar conforme a música. Em terra de judeus voce é judeu. Em terra de árabe, árabe e
africanos..... IIIHHHHH nasci lá!
- Pessoa versátil e que se encapsula fica bem. Treinar encapsulamento, tem que treinar
encapsulamento. Quem perguntou já tem gabarito ali.
- Problema é que pessoa as vezes tem um pico máximo e depois quer manter aquilo, mas não consegue.
As vezes foi a muitos anos e não consegue mais alcançar aquilo. Agora, com o passar do tempo a pessoa
domina tudo isso.
- Importante ter autodiscernimento, para pessoa pensar, saber priorizar, distinguir.

blogtertulias.blogspot.com 21
- Reencontros: Os processos das conotações, e pensene é a base de tudo isso. Contingências da vida,
contingenciamento: voce e os afins se atraem. Se voce estão numa cidade, acabam se encontrando. As
vezes se encontram por amparador. As vezes nem é por amparo, é pelo assédio. Frequentam os
mesmos lugares, clubes, as vezes.
- Quantas pessoas não chegaram à conscienciologia ao mesmo tempo? Viram e se interessaram?
- Não dá para fazer que nem romance, em psicografias bobas, de que vão se encontrar em ano tal, rua
tal... isso não é assim. Isso é impossível, não tem esse raio laser.
- Povo da visconde de pirajá, da Marina, da Malu, que passou perto do Waldo em Ipanema. No CCC teve
gente que não viu na hora. E gente que chegou tarde e viu quando ele já estava fechando o CCC (antes
do IIP).
- Autopesquisa é holoanálise. Holossíntese é quando pega ponto chave prioritário em determinado
ponto evolutivo. Diagnóstico pontual. Cronêmica e ?? tempo e espaço.
- Holossíntese a respeito do cosmos seria funcionar por exemplo com conscienciês.
- Holoanálise é parassemiologia, e não é a cura. A doença é diagnosticada, depois tem que ver as
possibilidades de terapia, se tem contágio? Tem possibilidade de remissão? Tem que ser levado em
consideração. Qual o diagnóstico? Tem período de convalescência?
- Base começa com a Holoanálise, que vê até a remissão final. A prospectiva de ver o que vai acontecer.
- A cura tem que ser feita através de todas essas démarches.
*Démarche: /de'maRS/ [fr.] s.f. (c1890) ação realizada com empenho e diligência; esforço,
providência <a d. para a obtenção de votos no plenário já começou>  fazer d. esforçar-se,
empenhar-se de maneira diligente e resoluta <fazer démarches para a obtenção de um cargo>
<fazer uma d. visando a um benefício>  etim fr. démarche (sXII) 'passo (à frente)', regr. do v.fr.
marcher 'pisar, percorrer a pé', com registro no sXVII da acp. em causa; ver march-

- É preciso examinar. Holoanálise tem que ser feita de quando em quando, como rotina, por causa disso.
- Não é só consciencioterapia que resolve, é também exercício físico - tem que mudar a dieta, e círculo
de amizades, ainda mais se tiver amigos da toxicomania no meio. Tem que mudar, não tem jeito.
*1.41
- Megatrafor maior do Waldo é esse. Então delinear caminho para resolver a situação através dele. Todo
mundo se interessa por isso um dia. A retrocognição é um soco na cara, que mostra isso.
- Horroroso começa devagar e sempre, a curto prazo, médio prazo e longo prazo. Vai tirando, burilando,
desbastando. Não tem milagre nisso.
*Desbastar: v. (1589 cf. Arrais) 1 t.d. tornar menos basto, removendo o excesso <d. os cabelos>
<d. um arbusto> 2 bit. limpar, retirando ou cortando o que não serve <d. um jardim de ervas
daninhas> 3 t.d. afinar, alisar ou igualar (matéria bruta, ou algo delineado que necessita
acabamento), cortando ou polindo <d. um bloco de mármore> <d. as arestas de uma peça de
metal> <d. o torso de uma estátua> 4 t.d. fig. tirar a rudeza, a incivilidade de (alguém), dando-
lhe rudimentos de educação, tornando-o mais afeito ao trato social <d. a rusticidade de um
campônio> 4.1 t.d. p.ext. fig. refinar (as maneiras, as atitudes etc.) de alguém <d. os modos de
uma criança selvagem> 5 t.d. diminuir o número, a quantidade de <um gambá desbastou o
galinheiro> <d. sua fortuna> 6 t.d. agr arrancar (plantas) numa cultura, para que as restantes se
desenvolvam em espaço adequado 7 t.d. estl retirar de (um texto, um artigo) aquilo que é
desnecessário ou excessivo; enxugar, aprimorar, burilar 8 t.d. hip adestrar (potro, cavalo) pela
primeira vez  etim des- + 1basto + -ar; ver 1bast-; f.hist. 1589 desbastado, 1613 desbastar 
sin/var debastar, desbastecer; ver tb. sinonímia de acepilhar  ant ver antonímia de acepilhar

- Se tenepes é boa, uma coisa funciona com a outra. Depende do nível. *Depende do empenho da
pessoa, do interesse.

22 blogtertulias.blogspot.com
*Laura - Tertuliárium
- Laura vai falar. Divulgação do projeto tertuliárium. Ontem se vendeu 1000 reais em tijolos. É um
tijolinho simbólico. Vale para todo mundo, quem está no Brasil ou no exterior pode ajudar a tertúlia a
ser asisstida por pessoas em todo o mundo, e também vão poder mandar perguntas para o Waldo na
hora.
- Tertuliárium estimado em 800 mil reais.
- Tijolos no valor de 50 reais.
- Dinheiro pode ser mandado online, diz o Waldo.

*Laênio – Amigos da Enciclopédia


- 200 mil do amigos vão diretamente para o tertuliárium, que vai dar a sustentação das tertúlias, que vai
ter um custo de manutenção depois de construído, que não pode ficar a cargo do CEAEC. Está a cargo de
todos nós.
- Estimação do custo físico do tertuliárium em 15.000 reais. O da APEX é 2.000 reais.
- Importante a participação de todo mundo como amigos da enciclopédia para sustentar tudo isso. Que
as pessoas façam esforço para ser amigos.
- Com 400 amigos se pode viabilizar a enciclopédia com certa folga. Com 700 amigos, 300 amigos de
diferença, seriam colocados para ajudar o tertuliárium.
- Situação em que não se pode fazer eventos o tempo todo. Se procura sustentar com todos juntos é
mais fácil.
- Ainda faltam pessoas participarem para viabilizar a enciclopédia.
- Tem alguém que não é amigo e gostaria de ser amigo?
- Isso também vale para o pessoal do IIPC e de outras Ics, que assistem pela internet.

*Waldo – Continuação da Tertúlia


- Paradiplomacia, paradireitologia, cognópolis, caminhando para o novo Estado Mundial, de pessoas
despertas.
- Nada de religião ali, nada de imposição de idéias. Ninguém mexe mais com oráculo de Delphi. Já
fechamos o oráculo de Delphi. Se o Sócrater aparecer aqui, ele está sem jeito, porque não tem mais
oráculo. Ele tem que se virar, tem que pensar por si só.
*Oráculo: s.m. (1619 cf. Quad) 1 na Antiguidade, resposta de uma divindade a quem a consultava
<receber oráculos> 2 p.met. a divindade consultada ou sacerdote encarregado da consulta à
divindade e transmissão de suas respostas <interrogar um o.> 3 p.met. o local, o santuário
onde se realiza essa consulta <o O. de Cumas>  inicial por vezes maiúsc. 4 teol a verdadeira
revelação divina; a palavra de Deus e de seus profetas 5 p.ext. p.metf. verdade irrefragável,
infalível; dito, decisão, opinião etc. infalível, irrefutável, ou que revela grande autoridade <os o.
da justiça> 6 p.metf. indivíduo cujas palavras, conselhos, opiniões etc. inspiram total confiança;
são sábios, têm grande autoridade 7 ecles resposta a requerimento pronunciado em pessoa
pelo papa 8 ant. pequena capela; oratório  falar como um o. proferir verdades; falar com bom
senso, com propriedade  falar de o. falar em tom misterioso  etim lat. oracùlum,i 'oráculo,
resposta de um deus, residência onde se pronunciam oráculos, templo'; f. divg. vulg.: orago;
ver or-; f.hist. 1619 oraculo acp. ecles 'resposta a requerimento', 1635-1688 oraculo 'resposta de
uma divindade a quem a consultava'  sin/var orago  par oraculo(fl.oracular)

- Teleguiado já está muito doutor no assunto, não precisa mais (nao peguei o que).
- Técnica do detalhismo, a holoanálise é baseada na técnica do detalhismo.
- Enumerologia são 7. Já é difícil fazer 7, não brinca não. Waldo no início pediu para alguém ajudar ele,
porque que não é fácil.

blogtertulias.blogspot.com 23
- Paratecas da paratecnologia. Se usa de alguma maneira na paratecnologia.
- É bem diferente. No livro dele ele fala isso tudo.
- Waldo está fazendo livros de sessões, livros de tecas. Cálculo inicial é chegar em 60.
- Waldo está com 100 verbetes à frente desse, tem 874 prontinhos ali.
- Eleição. Sãbado não tem eleição, mas domingo tem, e lá embaixo, será discutida “Profissão Evitável”.
- Holoanálise de fim de ano, que geralmente é a passagem do ano, exercício da pessoa física, imposto de
renda, holoanálise formal. Jurídica.
- Técnicas nas empresas do Waldo: Tinham balancete de 15 em 15 dias. Livro de despacho que puxava
uma bola e tal. Tudo andava bonitinho por causa disso. O caso é colocar o detalhismo. Eles eram
detalhistas.
- Foi ver empresa e começou a falar coisas que tinham que arrumar ali. Até a empilhadeira estava um
nojo. Tem que estar tudo limpinho que nem o banheiro do Waldo. Tudo lisinho, bonitinho.
- Se aparecer uma pulga, dá pra ver.
- Detalhismo permite que se veja tudo com clareza- Se o banheiro é assim, imagina o resto.
- Geralmente não se leva convidado para ver o banheiro da suíte. A hora que se limpa tudo para ficar só
no lugar. No caso, se chega a arrumar o lugar onde fica você sozinho com os amparadores.
- Holoanálise exige técnica da exaustividade aplicada ao momento evolutivo.
- O curso dos autores, o processo da prova da conscienciologia.
- Detalhes dos cursos, da conscienciometria, do de formação de autores.
- Conscienciograma com 2.000 perguntas cretinas, básicas, feitas para interessados. Levar para 50.000
perguntas, para dissecar uma pessoa mesmo. Conscienciograma é um rehearsal - um ensaio.
- Conscienciometria é muito mais avançada do que o processo da proéxis. Waldo mesmo já teve
vontade de fazer isso tudo. Amparadores naquele momento falaram pra ele: não faça.
- No início do instituto Waldo não podia falar isso para as pessoas, senão iam dizer que ele estava louco
e dariam o fora. É necessário ter uma massa crítica.
- O povo que está vendo pela internet pode não entender as coisas de cara. É necessário paciência:
paciência e caldo de galinha não fazem mal a ningém.
- Waldo pode incluir uma sessão repetida dentro de outra. Se for para explorar o processo tudo bem.
- Holomaturologia é vital! Sem ela..... não adianta nada.
- Waldo faz o que pode para colocar tudo dentro de um andamento lógico.
- Maioria quando perguntaram em tertúlias, não precisou mudar a ordem de nada no verbete.
Geralmente acerta.
- É muito importante a especialidade do verbete que ele usa, porque as vezes vai falar disso num outro
verbete.
- Linha do Loche – todos os processos da proéxis. Já até fez 50 perguntas, tudo em cima da mesma coisa.
- Melodia em cima do mesmo som, variações do mesmo tema.
- Lógico que no início o povo não vai entender.
- Maior problema é a masculinologia e femininologia, e vão reclamar muito mais depois, com outras
coisas que vão vir.
- Caso é analisar.
- Devido à revisão, já não se estão achando defeito. As vezes Waldo acrescenta coisa errada para ver se
alguém acha. Nunca confie no Waldo em matéria de texto. Espera aí!!! Faltou um ponto ali! Um ponto!
Não posso morrer ainda! Ok, então agora podem me enterrar! (piada) hahaha.
- Eleição.
– Waldo tirou o microfone.
*2:23 PM

***

24 blogtertulias.blogspot.com
775. Informação Pró Evolutiva - Sábado 09/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:10

*775. Informação Pró Evolutiva - sábado, 9 de Fevereiro de 2008


*Download do Audio
http://www.4shared.com/file/37341296/ea5fc201/20080209_-_775_Informao_Pr_Evolutiva.html

*Anotações
- Objetivando análise, ponderações das conscins homens e mulheres, intermissivistas, proexistas ou
cognopolitas interessados.
- O verbete enciclopédia, a apostila conscienciológica, a confluência das informações, unidade de
informação evolutiva, a coleta de informações, a análise qualimétrica da informação, a partilha da
informação – nós estamos fazendo a partilha da informação agora a apartir da internet; a cognição
informativa, as técnicas informativas, a assimilação das informações, o informe científico, as ações
informativas, as informações avassaladoras, as verpons, a essêcia da informação, a distorção das
informações, o controle sobre a informação, a inexistência de segredos no terceiro milênio, a sociedade
da informação, a informação sem lavagem cerebral, as fontes de informações proibídas, a teoria da
informação, a arquitetura de informação, a ciência da informação, a mídia informata, a memória
informática, a coleção de informações estruturadas na arquivística, a enciclopédia como mega
repositório de informações, a cidade do conhecimento – cognópolis, as tertúlias conscienciológicas.
- Taxologia com 20 categorias de informações modernas. Começa com informações comcretas até
informações verbais.
- Pandectas: tem que ter pandectas, que é coisa que o pessoal de direito sabe, é do jargão.

*Pandecta: s.f.pl. (1720 cf. RB) jur m.q. 2digesto  inicial maiúsc.; cf. pandecta  etim gr.
pandéktes,ou 'que compreende tudo (falando de um título de livro, espécie de dicionário
universal)', no pl. 'coletânea de leis compiladas por Justiniano', pelo lat.tar. Pandectae 'id.'

- Pela ótica da evoluciologia, cada verbete procura evitar sete realidades em ordem alfabética. *Não
falou quais.
- Informação pró evolutiva não tem intenção de convencer ou determinar a ação de qualquer
consciência, mas sim de comunicar megaquestões para ponderações. *Esclarecer sem catequese.

*Catequese: s.f. (1712 cf. RB) 1 explicação oral, metódica, dos mistérios da fé e das coisas
religiosas em geral 2 p.ext. doutrinação, ensinamento, catequização  etim gr. katêkhésis,eós
'ação de instruir oralmente, esp. ação de dar uma instrução religiosa, de catequizar'; cp. lat. pl.
catechéses,ìum 'instruções religiosas';ver catec-; f.hist. 1712 cathequesi, 1712 cathequèsi, 1712
catequesi

- Você, leitor ou leitora, admite ter a enciclopédia da conscienciologia alcançado pelo menos em parte o
objetivo de apresentar cada verbete como sendo informação pró-evolutiva? Quais subsídios ou
questionamentos você pode oferecer no sentido de aperfeiçoar tal objetivo? Tamos aqui pedindo ajuda.
Enciclopédia tem que ser feita não com equipe, mas sim som multidão.
- Nessas tertúlias debatemos justamente a ecolução.

blogtertulias.blogspot.com 25
*4 minutos

- Processo aqui dos temas é justamente a evolução, Às vezes eu procuro puxar para outro lugar, e vocês
tornam a puxar para a evolução. A evolução é a base de tudo.
- Nunca em outras vidas vocês tiveram tanta preocupação com a evolução consciencial como nesta.
- Só de pensar já se faz força para evoluir. Debater o que é evolução é melhor ainda.
- Vocês pessoas estão procurando estudar, são diferentes disto aqui ó: “Estados Unidos - candidatos
ruins da cabeça – saúde mental deveria ser item da campanha presidencial.” – Para o psiquiatra que
está falando aqui, três dos últimos quatro presidentes americanos mostraram uma patologia cerebral.
Esse Bush, ele é totalmente pirado!
- Bush totalmente pirado. Saúde mental de um futuro governante tem que ser levada na hora da
eleição, pois um líder nacional com problemas mentais pode custar milhões de vidas!
- Opus dei foi feito por um esquizofrênico. Olha o que dá de problema até hoje!
- Conversou com Doutor Alberto que era quem mais estudou superdotação e o psicógrafo ou
psicograma, e ele achou o livro do Waldo, o Conscienciograma e veio conversar com ele. Falou que
Waldo tinha feito o que era o sonho dourado de consumo da vida dele e que ele não fez.
- O que falta na sociedade é o conscienciograma, o estudo da consciência.
- PT cheio de gente pirada por aí. Não devia ser eleito nem levado para função mais séria com o povo aí.
- Revista da semana, página 16, dia 17 de dezembro. *Onde estava o artigo sobre presidentes doentes
mentais, que todos apresentaram pelo menos um defeito mental.
- Passando a revista pra verem.
- Perguntaram dos candidatos pro Waldo. Ele fala que ali tem gente que é pau mandada e ele não gosta
disso. Por exemplo a Hillary.
- Hillary é hilária pra mim, é cômica, pau mandada. (Bill) Clinton é quem está mandando por trás.
Maracutaia danada. Tudo é possível.
- Esse Barack é até possível que crie uma idéia nova, mas é difícil né, vamos ver.
- Monteiro Lobato falou em 1926 que iria ter um candidato “colored” (preto em inglês) em certa época.
- Negócio é ter apagão né. Pior apagão que tem é o de vida, apagou o cara, apagou o sujeito, sumiu.
- Chamando atenção para colaborarem com livro de assinaturas que foi colocado no shopping center, na
área dele. Waldo foi lá ontem a noite. Toda vez que vai lá encontra com monte de gente lá consultando
alguma coisa. Já encontrou um monte de gente. *acho que ele foi fora do corpo lá, ou foi de soma?
- Separarm aqui 419 assinaturas em 34 dias. Marcaram umas frases marcantes ali e Waldo marcou
algumas frases marcantes dentro das marcantes:

*9:20s

*Frases do livro de assinaturas


- Aqui parece outra dimensão!
- E os ovnis?
- Não acredite em nada! Waldo gostou dessa.
- Isso é uma faculdade?
- Isso é a melhor coisa que tem neste shopping!
- Muito bom saber que tem gente séria entendendo isso!
- Nunca vi algo parecido. O bom é que não é dogma!
- É o que eu procurava!
-Por onde começo?
- Onde tem em São Paulo? Vamos lá!
- Quero conhecer a fundo a conscienciologia!

26 blogtertulias.blogspot.com
- Quero levar a minha filha! Já viu né, a filha deve ter um problemão!
- Quero participar!
- Quero saber tudo.
- Vou acessar o site!
- Vou agora para a tertúlia!

-Falta gente nesse negócio aí, é importante aumentar esse negócio aí. Vamos levar isso pra frente.
- Já encontrei lá um monte de gente, inclusive alguns amigos que sumiram, e pularam deparaquedas ali
né, tá fazendo turismo, desaparecidos.

*Waldo começa a ler arquivo com pessoas reclamando da vida


- Pessoas que mandaram pedido de tenepes ou coisa assim e ele lendo. Pessoas falando de medos de
ficarem abandonadas na vida, de não terem apoio emocional, de tirarem vantagem delas, terem que se
proteger dos outros, de não se encaixarem com os outros, se sentirem alienadas, isoladas, sozinhas.
- Outro, nenhum homem ou mulher que eu desejar vai me amar depois de saber dos meus defeitos –
auto-vitimização braba – sou inerentemente defeituosa e falha; sou gorda demais, feia, sou chato e
desinteressante em situações sociais, quase nada que eu faço no trabalho é tão bom quanto o que os
outros fazem, a maioria das pessoas é mais capaz do que eu, e outros. Essa parece que viu um tal filme
francês que tem, que tudo pra ela dá pra trás. Aquele negócio de urubu de baixo que suja o de cima.
- É uma lista enorme. Síndrome de perseguição, troço psiquiátrico brabo que tem. A gente ri aqui, mas a
tragédia da pessoa é muito grande, tem que ajudar essas pessoas.
- Este é o estudo da parasemiologia. É uma pesquisa que se fez ali, baseada em respostas de gente.
- Pessoa reclamando de não conseguir se separar de pais, mães ou amos.
- Outro deixa as pessoas fazerem o que querem por medo de rejeição.
- Coloca as necessidades dos outros antes das minhas, dou mais às pessoas do que recebo delas.
- Tenho medo de perder o controle das minhas ações, de machucar pessoas física ou emocionalmente
por causa da minha raiva.
- Sinto que tenho que me controlar e que dentro de mim há muita raiva, que não expresso.
- Nunca posso ficar em segundo lugar em nada – aqui tem mutia gente assim ainda.
- Tenho muita dificuldade de aceitar não como resposta quando quero alguma cosia de alguém – este
foi ditador na última vida.
- Grande dificuldade de parar de beber, fumar..... – este aqui pode fazer um buraco e colocar uma pedra
em cima que.... haha
- Manual da parasemiologia.

*15 minutos

- Falaram que a irmã do Waldo está assitindo à tertúlia.... É , o processo esse aí, alô mamãe! Manda um
abraço pra irmã dele, Ruth. Vai aparecer ali qualquer hora. *Que legal.
- Informação pró evolutiva. As vezes não é tão evolutiva assim, faz dificuldade, mas tem que ir em
frente.
- Avassaladoras, alguma ou outra cria e levanta poeira. Por exemplo, quando o trio parada dura fala
alguma coisa, é quase avassalador, cira um tsunami o processo.
- Com a internet agora, vamos perder um série de pessoas aqui. Mas vamos ficar ligados, que energia
não tem espaço nem tempo, então vocês não vão ficar livres da gente assim tão fácil não!
- Estudamos tudo auqi, não só o nariz. Nariz todo mundo tem, e chega primeiro.
- O negócio é o que está atrás do nariz.

blogtertulias.blogspot.com 27
- Essa turma que está vendo aí, olha o meu dedo no seu nariz. Não estamos aqui no centro de baixos
estudos da consciência, estamos no Centro de Altos Estudos da Consciência. Baixos estudos era quando
você estavam lá no trio parada dura. Agora é alto nível.
- As fontes de informações proíbida. Por exemplo, o Vaticano tem uma série de informações o que não
colocaram informações para o púlibo durante séculos. Os EUA tamtém escondem informações e têm
prisões clandestinas em vários países, e algumas que vieram à tona agora. Nada que possa embasar
juridicamente, de maneira justa esse processo. Pior do que o Grabe, o Vantamo (??)
*22:46s
- Turma do PT gastando dinheiro demais. Presidência comprando muito sanduíche, pijama..... Ministra
agora fala que presidência não pode fazer espionagem olhando o que eles fazem, que isso é errado.
- Sombra e água fresca para segurança nacional, é o boa vidismo.
- Foz do Iguaçu: cidade da informação.
- Bateram o martelo no gongo.
- Cidade digital. Foz é pioneira nisso realmente...
- Ricochete, Vasos comunicantes, processo de vasos comunicantes ali. Subjacência, intrajaçência ou
interjaçência do processo, no fundo é uma coesão interna, ou intra articulação das idéias. Já tem até
verbete sobre isso.
- Seria bom entrar na internet, que esse negócio de teoria da informação e arquitetura da informação
são um negócio grande, dá pra fazer uma enciclopédia disso. Muito interessante ver como a arquitetura
da informação se organiza e desenvolve.

**parou a transmissão...
*26:08s

*Voltou.....
- Waldo conhece pediatras mulhres que praticaram muito aborto. Chegou uma vez numa delas e falou –
vem cá, mas porque você não fez obstetrícia? Ela falouq ue não estava preparada – I am not ready....
que nem filme americano.
- Casos de excessão são muito óbvios, às vezes aparece bem claro e pessoa é auto consciente daquilo e
acaba saindo completista daquilo que ela vai fazer.
- Quando a pessoa foi muito autocrata, é medicina ou psicologia que ela escolhe? É Medicina. É regra
isso. Só pensar.

*Autocrata: adj.2g.s.2g. (1836 cf. SC) 1 pol diz-se de ou governante cujo poder é absoluto e
independente 2 p.ext. pej. que ou quem exerce seu poder sem partilhá-lo com outros, impondo-
o de forma arbitrária e tiranicamente  gram fem.irreg.: autocratriz  etim gr. autokratês,ês,és,
'que governa por si mesmo, que comanda soberanamente', prov. por infl. do fr. autocrate
(1768) 'id.'; ver aut(o)- e -crata; f.hist. 1871 autócrata  sin/var autócrata; como subst.: ver
sinonímia de tirano

- Caso do psiquiatra que queria fazer clínica grande em foz com o Waldo e Waldo recusou, porque ele
era mais paciente psiquiátrico do que médico. Suicidou depois. Waldo encaminhou ele... ajudou, tudo
certinho. Amparadores falaram pra ele não entrar na hora, mas não precisavam nem ter falado. Ele
chegava e vinha um bando de assediadores ao redor dele, enfermaria ao redor dele, na desordem.
Muito rico e com boa vontade mas problemático. Waldo saiu no meio do jardim, andando com ele. E ele
querendo fazer um hospital específico pra esquizofrenia. Waldo falou pra ele fazer coisas mas tava
difícil, é o presente da pessoa. Tudo isso ele viu ali. Cara morreu logo em seguida, não durou nem um

28 blogtertulias.blogspot.com
ano. Tá bem assistido e encaminhado. Acolhimendo, orientação e encaminhamento. Tá no
encaminhamento a muito tempo, por isso Waldo fala dele ali.
- Processo de vitimologia é quase inevitável de entrar no belicismo. Olhar vitimologia no Pacificus.
- Onde aparece mais vítima? É no belicismo. Velhos, mulheres, crianças, são as maiores vítimas da
guerra.
- Coisa interessante: Waldo aprendeu com grande médico, se casou com grande amiga do Waldo. O
aspecto do Yin (energia feminina) desse médico era muito fort. Mas ele era um grande psiquiatra. Tinha
todos esses cacoetes de mulher. Esse cara é, o pessoal falava, e Waldo falava que não era, porque
conheci a esposa dele. Muito interessante ver isso. Ele é cultuado como herói, esse homem.

*Cacoete: s.m. (1789 cf. MS1) 1 gesto, trejeito ou hábito corporal feio, de mau gosto, anormal,
ridículo ou vicioso 2 p.ext. mau costume ou mau hábito qualquer 3 contrações musculares
corporais de caráter involuntário, repetidos com certa freqüência e de forma não passageira;
tique 4 p.ext. ato ou comportamento que é repetido de modo completamente involuntário ou
automático, seja por influência de repetições freqüentes anteriores ou devido a algum tipo de
impulso, tendência ou predileção incontrolada ou inconsciente 5 p.ext. fig. modo particular de
agir ou de se comportar que constitui ou caracteriza hábito ou mania; maneira constante ou
mais ou menos inalterada de agir ou de fazer algo, própria de indivíduo ou grupo (ger. us. com
valor depreciativo) 6 fig. futb B jeito ou habilidade específica <um atacante que não tem c. de
ponta> 7 estl palavra, expressão ou recurso estilístico, expressivo, empr. com exagero por
usuário da língua, mais pela força do hábito do que pela necessidade 8 p.met. ling uso repetido
e automático de, ou predileção por, certa(s) palavra(s), expressão(ões) etc.  etim lat.tar.
cacoéthes,is 'mau hábito, costume, mania, cacoete', deriv. do gr. kakoêthés,es 'malvado,
vicioso, enganador'; ver 2cac(o)-; f.hist. 1789 cacoéte

- Deu muito exemplo de dedicação para geração, para ver exatinho qual o diagnóstico daquilo. Todo
mundo respeitava esse homem.
- Waldo tendo aula com a pessoa seis meses, na faculdade, acabava entrando na clarividência da pessoa
e vendo vidas dela.
- Roda: negócio de fora e colocava o bebê para dentro, para criar o bebê, método de assistência para
bebê, que se fazia. *Não sei o que é isso.

*35m

- Brincadeiras e verdades que o Waldo fala, trio parada dura. Eles já são titulares do processo sobre
evoluciogia, veteranos. Tem gente que não pode avançar o carro, como no caso do médico pediatra.
Waldo não pode entrar na questão da seriéxis com ele.
- Coisa boa na parassemiologia é o seguinte: Observar se a pessoa que entrou no curso dá desculpa na
hora.
- Pessoas que dão desculpas esfarrapadas para sair, porque não estão preparadas para participar.
- Evoluciólogo examina isso e pessoa tem toda a capacidade, mas na hora ela fraqueja e vai embora. Na
parassemiologia ele garante! Quer fazer aposta comigo? Eu garanto a coisa toda.
- Waldo nunca teve problema médico contra nada... a não ser os outros querem matar ele, isso é
fichinha.
- Mas processo jurídico nunca teve nada.
- Limite da pessoa, situação dele. Doutor ali deixou nome de rua, nome disso aqui, daquilo dali.

blogtertulias.blogspot.com 29
- Pode criar processo de assistência mais ampla, dependendo de onde ele chegar agora. Ajudava
crianças que estavam entregues às baratas. Pessoa crescia, casava e trazia filhos, e daí era segunda
geração, novo processo.
- Waldo não teve isso, porque saiu do consultório, mas depois que saiu teve isso: vinham pessoas e
falavam que eram filhas do fulano ou fulana.
- Pessoas com temperamento pra psicologia e outras com temperamento pra medicina.
- Há pessoas que são versáteis, que topam tudo, e têm que ter domínio dos dois hemisférios cerebrais e
do cerebelo – tem que ser intelectual e operário. Tem que ter boa habilidade manual e de leitura, de
boa cognição. Tem muito médico que nãot em muita cultura mas é bom com os aparelhos.
- Waldo queri ase analisar desde pequeno. Doutor peregrino pediu pro Waldo dar demão pra ele, que
era da prótese, fazia dentadura.
- Waldo na administração da primeira turma que se formou da faculdade, de odontologia.
- Esse doutor falou que o Waldo era um operário.. não um intelectual, e que a escultura dele era melhor
do que a intelectualidade... O Waldo gostava dele, e pedia ajuda quando não tinha radiologia pro Waldo
fazer, já que a sala dele era do lado.
- Waldo chegou vez ali na casa dele e começou a corrigir ele, e falou que ele falava que Waldo era
operário e então Waldo falou que ele, o doutor Peregrino, não era um intelecutal, e ele caiu na
gargalhada. Tinha um ótimo senso de humor, e perguntou se o Waldo queria um café.

*45m
- Waldo tinha preceptor. A mãe dele era professora.
- Pitcha não é só oráculo não... é sensitivo, sensitiva, é o responso, o responsório. Uma porção de coisas
nesse sentido.

*Responsório: s.m. (sXV cf. FichIVPM) 1 m.q. responsorial 2 litur livro de cânticos noturnos  etim lat.
responsorìum,ìi 'responsório, responso'; ver espos-; f.hist. sXV responssorios, 1772 responsorio

- Positivo é a pessoa que faz muita assistência com a medicina, pessoas que procuram fazer muita ajuda.
Waldo ajudou a fazer hospital de tal lugar, do Doutor Inácio. Waldo se estudava com as pessoas, pelo
problema delas. Esse Doutor Inácio pegava os piores casos de psiquiatria.
- Cara do final do século XIX, Charcot (?) que fazia hipnose.... Nos tratamentos.
- Terrível a informáticocracia, por exemplo, a internet. A evoluciocracia somos nós na internet.
- Tecnocracia é o Chico na Internet, é o Igor na internet.
- Cognocracia é o verbete na internet.
- Tudo é cracia.

*49m

- Parapsicocracia, cosmoéticocracia.
-Waldo quer colocar muitas coisas, mas é muito, então quando chega a sete, ele para. Se deixar ali, cada
um faz um verbete particular, tem a estilísitca própria que vai demarcar e vincar aquele texto, e isso é
ótimo.

*50:30m

- Waldo quer redigir o receituário dos verbetes, mas só vai fazer depois, que tem muito verbete para
aparecer agora. Senão todo mundo vai se ver num verbete e não é bom né. Hahaha.
- Dupla doutrinador e informador – representante do presidente da república.

30 blogtertulias.blogspot.com
- Verbete qualimétrico é bom para examinar lá e vê a estória. Pegar informação e começar a fazer
dissecção dela. E da dissecção vai distribuir os quinhões de acordo com a área.
- Quando acabar, perguntar se alguém viu tal coisa em tal sentido, pra insinuar, sem induzir, e daí se
alguém ver,e então marca.
- Que nem quando tem clarividência, parece que começa a ver mão ali... se fechar os olhos e abrir de
novo, daí ver outra vez, então é porque é real e está ali mesmo. Fenômeno taxativo e determinante, em
cima do lance. Como quando sai do corpo e vê o própiro corpo ali. A realidade bateu em cima da sua
porta, não tem jeito de fugir.
- Entrecruzamento de informações. Entrecruzamento cruza, eles batem. Um fala uma coisa e Waldo fala
outra, o assunto é o mesmo. Um acha que é mandioca pequenina, e o Waldo fala uqe é a grande, que o
que interessa é a dele, a grande. Daí vem outra pessoa e pergunta, qual é a melhor afinal? E daí
depende se é para fazer farinha, se é para fazer doce, o que é para ser feito? Waldo sempre usa a
mandioca como exemplo porque ela é tão desprezada, tadinha.
- Humanismo: tem que ser humanista, mas sem ser humano demais, porque com o parapsiquismo vem
o upgrade do processo evolutivo das abordagens. É o que o Waldo chama de autodiscernimentologia, é
um fato.

*51m gap

- Primeiro olha a cabeça, é um extraterrestre, acabou de chegar. Até para para ver o que é o quê. As
vezes vem primeiro o positivo, o negativo e depois a profilaxia.
- Há fatos que são difíceis de se falar deles, agora outros, são fáceis.
- Não vir dizer que uma é igual à outra, que não é. Processo da informação. Infovia da informação, veio
furou a boca do balão e depois ninguém mais falou nisso. Nem Bill Gates falou mais nisso, por causa de
um projeto que ele fez e deu pra trás, grande, tinha até um nome, que ele tinha arranjado pro negócio.
- A Era dos Serenões, da Reurbanização, do Paradireito, do Estado Mundial.
- O problema todo é esse processo de outro aspecto, de abordagem diferente. Estamos vendo a Era da
Parapolítica, do parapsiquismo, da parapercepciologia – sem conotações místicas, religiosas,
dogmáticas, místicas, populistas, de anjologia... coisa já muda de figura. Waldo saiu do movimento
espírita por causa disso, queria acabar com o processo da anjologia, e eles não.
- Pandecta é batata, perguntar pra advogados. Maioria aqui não sabe nada disso. Até advogado você
fala disso e eles não sabem o que é...
- Direito é importante levar para o paradireito, pandectas são em cima do lance. Paradireito vem antes
de tudo, é a paracosmoéticologia na prática!
- Reeducação é a consequência de saber muita coisa antes. Coisa prática mas já lá na frente, segundo ou
terçeiro escalão da manifestação pensênica.
- Pessoa não entende o que se quer dizer com sincronicidade sem parapsiquismo. É o fluxo do cosmos
funcionando. Um coisa é estudar o cosmos estático, outra coisa é estudar o cosmos dinâmico.

1:03m

- Omnitecnologia, como acontece na galáxia Y. Omnipresente. Waldo chama de Omnitecnologia. Gosta


de colocar Omni ao infés de oni, porque é mais amplo. Onipresente é omnipresente.
- Megainformação é mais do que macro, dá exemplo de mais de um milhão de condições. É o Cumpadre
Valentino.
- Mini é o nosso iminente aqui.... Micro..... tem que arranjar pessoa bem baixinha. São as crianças que o
Waldo deu entrevista hoje.

blogtertulias.blogspot.com 31
- Paratecnologia exige antes de mais nada, vivência maior do processo da multidimensionalidade. Não
se escapa de certas cosias, como EV, arco voltaico, tenepes, Ofiex.... é dizima periódica.
- Tem gente virando árabe ali por causa do frio. É o polo norte, o ártico.
- Recuperar cons rápido. Há confluências, convergências, constâncias, processo da Carla... Existe a
mulher certa, na hora certa, no lugar certo, tudo isso são confluências. Existem em tudo que fazemos, o
que varia é a percentagem.
- Sincronicidade nada mais é do que uma mega interatividade. Série de fatores positivos interagindo, e
daí tudo implode, e vêm primener, euforia, extrapolacionismo. Além disso, a pessoa desenvolve
processo parapsíquico e fenômenos começam a ficar mais inteligíveis e aplicados pela pessoa.
- Aplicar processo que partiu de amparador por exemplo.
- Bambúrrio multiconsciêncial, recuperação de cons. Seridiptia, estado de vieira, estado Hulk de energia.
De mais energia, tudo é a mesma coisa. Ele é pontual, as vezes não reptível, depende da pessoa: se ela é
mais séria, ela pode criar uma linha de manifestação nova, que ela não tinha antes.
- Muitos ali têm e passa batido, a pessoa não leva adiante. Mais comum do que a gente pensa.
- Patamares aparecem para a pessoa, depois do degrau, patamar novo, que pessoa não está
acostumado com aquilo. Caso do Gabriel que foi no laboratório e levou um choque, e mudou a vida
dele.
- Degrau é uma coisa... Patamar é outra coisa, é um plateau. É um degrau de mais tempo, que aponta
nossa sessão evolutiva, onde o campo pensênico se expandiu, e muda tudo.
- Recin é quando pessoa muda processo interno e mexe tudo dela. Exemplo de pessoa mão de vaca, e
fala que nunca mais pode ser mão de vaca. Daí ela chora, mas abre mão... torna a chorar, mas abre
mão.... Daí ela começa a fazer a recin, e de miseré, ela fica large. Isso muda. *Large atrai mais recursos e
abundância, porque divide o que tem e recebe mais para distribuir a quem precisa.

*1:13m

- Forçação de barra, da força presencial.


- Caso de consciência mais evoluída e aquilo que ela sugere alguma coisa a outra menos evoluída, essa
coisa é irresistível. Isso acontece quando a menos evoluída já tem inteligência para discernir isso.
- Apriorismose, pessoa que está estagnada, é um fóssil vivo. Coisa mais séria é isso, o problema da
pessoa combater coisa nova. Colecionador de antiguidades, museólogo. Robert Croockwell de origem
protestante e que descobriu que negócio era sério. Condenava povo fazer projeção por si mesmo.
Devido ao apriorismo dele.

*Apriorismo: s.m. (1913 cf. CF2 supl.) fil 1 doutrina (de tendência racionalista, criticista ou
fenomenológica) que atribui um papel fundamental a conceitos e raciocínios a priori 2
convicção intelectual a respeito da existência de conhecimentos, princípios, idéias etc. de
natureza a priori  etim apriori- f. agl. de a priori + -ismo

- Coisa do cara era desenterrar cadáveres. Waldo quis conhecer ele mas ele estava muito doente e
Waldo acabou não indo lá.
- Paliobotânico.
- Pessoa que não sabe que existe (???) isso é a neofobia. Não sabe, tem raiva de quem sabe e vai contra
você se você falar. Não quer saber. Tem que deixar.
- Decidofobia. Perguntador que ali conquistou a neofobia. Negócio de família, de emprego. O que
ajudou foi que ele gosta da coisa nova. Participando das coisas ali até com a família também.
- As vezes é cinco pessoas, dez só, que estão a par daquele nível.

32 blogtertulias.blogspot.com
- Inibição não tem raiva do mundo nem das pessoas. Inibição emocional propriamente dita, de diversas
naturezas. Vê se tem lógica.
- Lastanosa, exemplo de alguma coisa ali.
- Escala evolutiva é do desperto para cima. Mas amadores, Lastanosa é um bom exemplo disso. Naquela
época era ótimo isso.
- Desperdício ficar só na genealogia, heráldica, ao invés de estudar o que o cara fazia de bom mesmo!
Desperdício isso!

*Heráldica: s.f. (1873 cf. DV) 1 arte ou ciência cujo objeto é o estudo da origem, evolução e
significado dos emblemas blasônicos, assim como a descrição e a criação de brasões ('peça
ou composição') 2 m.q. brasonário  h. de domínio o conjunto de armas nacionais, municipais,
provinciais etc.  h. de família o conjunto de armas hereditárias  etim fem.substv. de heráldico;
a maioria dos autores prefere derivar do fr. héraldique (1680) 'relativo ao brasão', (1839) art
héraldique 'arte heráldica', (1845) subst. 'arte do brasão', der. culto do lat.medv. heraldus
(sXIII); ver heraldo  sin/var armaria, brasão, parassematografia

- Espanha.... é também da ciência!

**Cortada transmissão

***

blogtertulias.blogspot.com 33
776. Profissão Evitável - Domingo 10/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:11

*776. Profissão Evitável - domingo, 10 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/37432434/47a37453/20080210_-_777_Profissao_Evitavel.html

*Anotações
- Pessoa que escolheu carreira com 15-16 anos, e depois como fica o que ela se programou no
intermissivo? Waldo: Jogar o saldo evolutivo da ficha dela, se esforçar e melhorar né. Não tem situação
insanável. As vezes dá pra salvar tudo.
- Lei do maior esforço, inteligência evolutiva, tem que ter. Inteligência evolutiva é real, a base de tudo. O
paradireito é a inteligência evolutiva.
- Pessoa não precisa ter diploma para ajudar em certas linhas de conhecimento. Diploma não é
fundamental. O mais importante é o autodidatismo. Educação formal é importante, mas não é o
principal.
- Compromisso de honra exigido pela profissão. Negócio até junto com os colegas. Na medicina tem até
o código de medicina. Na psicologia tem o processo moral ético profissional da pessoa. Esse é o
compromisso de honra. Antigamente tinha muita solenidade, hoje não tem mais tanta. Mas ainda tá aí.
Muita coisa tem que atender com isso aí.
- Compromisso pode ser negativo também, pela turma da máfia. Ter deixado em uma hora que não
podia, numa hora que a pessoa tem vantagem mas ainda assim assim quer sair. Tem que ponderar para
ver se está certo de sair ou não.
- Ter discernimento para ter prioridade numa escolha prioritária. Demora mas chega, sem criar
problema para família nem colegas, fazendo reciclagem em alto nível – caso do nosso amigo argentino
ali, que é exemplo do processo (o Renato).
- O argentino era sargento em final de carreira, mais de 20 anos de serviço. Amigo do Waldo a muitos
anos, o Renato, pai do Daniel. Daniel hoje está com o cabelo arrumado. Ele é representante da nova
geração, é um galã! Todo dia vem aqui para ver a tertúlia e volta para a Argentina. Já até arranjou lugar
para dormir aí durante o dia, é gente boa de alto nível. Waldo falou pro Daniel levantar e tal, deu uma
elogiada nele.
- Na vida, para errar menos, tem que procurar a priorização, o que tem que entrar em primeiro lugar na
frente do que é secundário ou terciário. As vezes é compulsória, faca no peito, e a pessoa é obrigada a
admitir aquilo. Por exemplo, ano passado teve um rapaz que estava aqui e queria sair da família e vir
para Foz. Falaram que não podia sair porque pai estava doente e isso podia agravar a situação da
família. Waldo falou pra ele que pelo princípio da prioridade compulsória, ele não poderia vir, tinha que
cuidar da família antes de vir. O pai dele não estava na rua da armagura, já estava abastado e tinha certo
pé de meia, mas as irmãs e mãe, tinha que cuidar. Resolver as coisas e quando elas assentarem, ele viria
para foz.
- Princípio da prioridade compulsória. Vir ali em feriados, que a cidade dele não era tão longe. Também
não podia tirar a família toda e vir para Foz.

*11:26

34 blogtertulias.blogspot.com
- Processo da informática com software pirata. Não entrar em maracutaia, não participar da besteirada
na internet, da pornografia, e nem de videogames, de pesquisa de coisas nebulosas ou marginais. Existe
o hacker, mas existem muitos apenas amadores de hackerismo, ainda assim, estão dentro do grupo de
hackers. Internet pode ser boa ou ruim. Internet mata. Tem monte de moças que marcaram encontro
pela internet e foram mortas. Tudo no cosmograma ali pra quem quiser ver.
- Software pirata, as vezes não tem como fugir, porque vai ajudar um monte de gente, e não tem outro.
Negócio é criticar o processo da pirataria. Preferível gastar dinheiro e comprar um que já é seu, e você
vai usar invés de monte que não serão usados. Tem que tomar cuidado para não envolver nem as Ics,
nem as Ecs, e nem o Discernimentum. Amanhã arranjam coisas de pirataria e se vem um fiscal para ver
uma coisa lá dentro e o bicho pega pra cima de todo mundo.
- Waldo evita ao máximo e até gasta mais dinheiro para ter um original ao invés de ter pirataria. Aqui é
Pirataria Lândia, é uma tentação, mas tem que evitar.
- Quando começamos aqui com nossa cooperação básica, usamos num monte de computador porque
não tinha jeito. Agora demos um jeito em tudo, está tudo com programa pago, e Waldo até comprou
programa de vários milhares de dólares e distribuiu aqui pra muita gente aqui. Viajou e comprou em NY
e comprou por preço mais baixo lá e trazia pra cá, tudo oficial. Vamos pensar em oficializar e colocar
tudo quadradinho, certinho e vamos em frente.
- Moça perguntando questão da psicologia que cria laços cármicos. Waldo: dos males o menor - pelo
menos não está no belicismo. Falar pra pessoa sair dessa e mostrar exemplo pelos fatos. Para pessoa
sair de belicismo e tudo. Se nascesse em Córdoba na Argentina, seria pior.

*17:24

- Não colocar todas as fichas numa especialidade. Colocar um coeficiente de 70% numa especialidade e
30% no generalismo. Apresentando esforço maior para ter a cosmovisão do processo. Não dá para
médico estudar apenas medicina, nem psicólogo só psicologia. Isso é besteira.
- Lacuna profissional. Existem umas lacunas que são praticamente inevitáveis. Na época que o Roberto
veio, não dava pra ele ler um Humboldt. Não tinha culpa disso na hora, era a própria vida. Agora
melhorou. Waldo também, queria comprar um monte de livros mas não tinha dinheiro na época. Hoje
em dia ele pode comprar o que quer. Nada como um dia depois do outro. Mas às vezes leva uns anos.
Muita lacuna pessoal não depende da pessoa. Às vezes depende de outras coisas também.

*Friedrich Wilhelm Heinrich Alexander Freiherr von Humboldt (help·info) (September 14,
1769 – May 6, 1859) was a Prussian naturalist and explorer, and the younger brother of the
Prussian minister, philosopher, and linguist Wilhelm von Humboldt (1767-1835). Humboldt's
quantitative work on botanical geography was foundational to the field of biogeography.
Between 1799 and 1804, Humboldt travelled to Latin America, exploring and describing it from
a scientific point of view for the first time. His description of the journey was written up and
published in an enormous set of volumes over 21 years. He was one of the first to propose that
the lands bordering the Atlantic were once joined (South America and Africa in particular).
Later, his five-volume work Kosmos (1845) attempted to unify the various branches of scientific
knowledge. Humboldt supported and worked with other scientists, including Joseph-Louis Gay-
Lussac, Justus von Liebig, Louis Agassiz, Matthew Fontaine Maury, and most notably Aimé
Bonpland (with whom he conducted much of his scientific exploration).

- Falar da situação em que a família toda engata na mesma profissão. Pessoas já vêm dentro de certa
tribo, que é o processo da genética, mesma árvore genealógica, dependendo da estória gostam de falar

blogtertulias.blogspot.com 35
que é talento. Bach por exemplo, a família toda era de músicos e todos apresentaram alguma
criatividade e eram até geniais. Tem gente que é militar de todo jeito. Na época da CCC apareceu um
rapaz que era militar como toda a família, e ele queria sair fora, mas era pressionado pela família, e iam
assentar toda a vida dele ele entrando no militarismo. Waldo falou que se ele quisesse mudar, ele ia ir
contra a pressão. Família do Waldo todo mundo tocava instrumento de corda, mas Waldo falou que não
queria mexer com isso, queria trabalhar e mexer com a família. Irmã do Waldo, ali presente hoje, tocava
violão, mãe dele bandolin, avô tocava qualquer instrumentod e corda, a tia tocava violino. Eles tinham
uma orchestra em casa que fazia o fundo musical do cinema mudo. Processo todo aparecia. Waldo
ainda chegou a ver o cinema mudo lá.
- Irmão mais velha do Waldo, aprendeu violão. Agora fizeram o exame musical do Waldo e foram ver.
Waldo tocou tudo direitinho e falaram que era disperdício ele não ser músico! Que eles iam perder o
menino! Quando tinha 10 anos, na época de são joão, todo a caráter, com chapéu e tudo. Foi sucesso
tão grande que falaram que tinha que repetir e comandar a quadrilha junina sempre. Waldo estava
dirigindo a quadrilha e queriam que ele fosse o chefe ali sempre. Waldo falou que ia mexer com a
cabeça, que já tinha feito aquilo tudo em vidas passadas. Depois foi fazer desenhos, daí queriam que ele
fosse pintor e Waldo falou a mesma coisa, que ia cuidar da cabeça.
- Mãe do Waldo tocava de tudo, clássicos, semi clássicos, tudo, com bandolin que é dos mais difíceis.
Waldo escapou disso tudo.
- Waldo teve retrocognição cedo devido ao processo do parapsiquismo. Na hora que começava a
orquestr a tocar tudo aquilo, toda a gente que tinha morrido aparecia lá, porque a música era uma
evocação por ser antiga. Valsa da morte, saudades de tal, dentro do lugar que tinha sido cemitério, com
pessoas enterradas ali na casa mesmo. Os mortos voltavam todos. Perguntaram uma vez por que o
Waldo se enfurnava no quarto sempre que eles iam e tocavam lá!? Waldo falou que aparecia um monte
de gente estranha que eles não viam, mas que ele via e não queria nada com aquilo! E ia pro quarto
mesmo, apesar de algumas músicas serem até boas.
- Processo grupocármico: Waldo desviou da família toda, saiu de casa aos 12 anos e não voltou mais,
tudo numa boa. Família era sempre muito junta mas Waldo não participou de nada daquilo. Família de
17 membros, qundo é assim sempre tem alguma consréu.
- Assunto da IC de autores. Começou discussão por lista de email lá, a necessidade de realmente fazer
uma IC ou se pode ser coisa virtual. Tem que ser IC mesmo, Waldo gosta da coisa no preto e branco.
Virtual fica para o Igor que está cuidando da internet. Quem é virtual aí que já fez livro? Ninguém.
Waldo mandou pro escambal. Cade o livro do Igor?? Quem do virtual tem livro aí? Ninguém.

*30:14

- Rosemary (Salles) fala de recursos e tal. Waldo fala que já deu o dossiê lá no dia em que propôs essa IC
nova. Escritor tem que escrever e publicar. Virtualidade é boa, é do momento, mas tem que pôr a coisa
grafada, física, palpável. Vamos precisar disso muitas gerações daqui pra frente. Senão Waldo fazia a
enciclopédia virtual. Se vai fazer associação de alto nível, tem que começar com o pé direito e com
qualidade.
- Qualquer coisa que queira fazer iscagem da regra, tem tudo num painel lá, com livrinhos, publicação,
processo na internet... Todas as mídias vão ser aproveitadas e usadas.
- Falando da Sirlene que vai se formar médica e ter que fazer livro logo, antes que falem com o Fred pra
cobrar dela.
- Quando coloca pessoa e lugar físico ali, mesmo que pequeno, lança âncora, e isso é importantíssimo.
- Muita gente gosta de ser artista, porque é mais fácil e tem mais gente com talento para arte, que é
superficial, a música, do que para ser cientista que pesquisa.

36 blogtertulias.blogspot.com
- Na hora que for ver o problema do conflito arte ciência, tem que colocar no meio duas outras coisas:
religião com o processo do parapsiquismo e a filosofia com a reflexão, que esses processos clareiam
mais para a pessoa. Todo mundo em si, o parapsiquismo, é sensitiva em certa coisa. Passar para
processo que vai filosofar de maneira diferente, e coisa fica muito mais séria e consistente, melhor. Tem
que pensar na consistência da idéia, e fazer casamento das coisas. Não ficar só na arte e ciência. Religião
é incompatível totalmente com a ciência. Parapsiquismo não é – é ascendente, em crescimento, evolui.
Cheio de iniciados no processo ali que tem monte de idéias.
- Waldo conhece Flávia desde que ela nasceu e família toda dela é parapsiquista, e ela está na
conscienciometria para estudar mais o processo. Ela acabou escrevendo livro. Artista que já escreveu
em muitas vidas, já mexeu com o processo todo. Quem saiu mais na frente de todo mundo foi ela. Flavia
trabalhava com comércio e tinha nível alto de contatos, em copacabana, tudo gente socialite, situação
boa. Veio do Meier, fim do mundo lá, mas não era casa de são bati (???). ZN – zona norte. Terra do
Millor (??) do Meier. Chegou aqui.
- Jovens fazem orientação vocacional, às vezes saem com listas enormes de lá, do que têm aptidão para
fazer e não sabem o que escolher. Aí entra a APEX que cuida disso tudo. Pessoa tem vocação para tudo
isso, então tem que escolher o que vai ajudar mais os outros e dar mais ganho evolutivo para todos. Se
tem 60% de talento em uma área assistencial e 80% em outra que não é tão assistencial, é melhor a de
60%, porque ela vai ajudar mais os outros e trazer mais ganhos positivos para a pessoa.
- Profissão não é coisa pra essa semana ou pra esse mês, é coisa pra toda a vida. Tem que ponderar
muito, e assumir aquilo, esqueçer que é polivalente. Pegar o caminho e seguir, que nem Tenepes,
procurar se sair bem ali dentro. Nada de concorrência, competição, nada disso, sem alicerçar as decisões
nisso. Ir em frente.
- Rapaz com dúvida em medicina, então Waldo mandou rapaz fechar os olhos e se imaginar em
consultório e com jaleco, agora chega paciente, qual especialidade você ia ser melhor para atender?
Ortopedia? Então chega uma menina com o pé torcido. Você tem disposição para atender ela? Tem,
então é uma boa, pode ser médico! Simulação, mas não com 100 pacientes esperando lá fora..... Tem
que ser coisa mais ou menos natural, começando, não estourando como acontece de vez em quando.

*43:00

- Pessoa com várias pré disposições. Dentro daquele nível evolutivo, daquela encruzilhada, pessoa vê
aquilo que seja melhor coordenar até atender todas as necessidades dela. Atender os seus futuros
assistidos, que são as suas antigas vítimas. As ex vítimas que se tornaram assistidas hoje.
- Mãe quase sempre tem acesso a isso. Não é toda mãe que gosta de todos os filhos. Não pode escolher
um filho e gostar mais dele. Mesmo vale pro pai. Não pode arranjar preferido. É falta de educação
maternal e paternal fazer uma coisa dessas. Dentro da família temos percentual de mais rapport que
equivale ao percentual de antipatia também. Dentro do processo da educação essas coisas todas são
vistas, e um dia fará tertúlia sobre problema da área da saúde. Querendo ou não a pessoa tem que fazer
assistência. Na psicologia por exemplo, no mínimo vai atender a ela mesma, e isso muda a pessoa.
- Pessoa que teve muitas profissões mas sem ter formação em faculdade. Pessoa é o quê? Qual a área
dela? Waldo fala que devia ter freguesia muito diversificada **** completar**
*47:12
- Diploma e coisa de gênero sexual em profissão, e também de ser pobre ou rico, é tudo secundário. O
que é duro é o processo da pessoa que vem mas não se adapta dentro daquilo e tira corpo fora, não
quer assumir a carreira depois, se desvia, é processo difícil e tem que ser bem ponderado. Pessoa as
vezes não quer assumir responsabilidade que ela mesma escolheu. Isso é desvio que tem que ser
ponderado antes de fazer a escolha.

blogtertulias.blogspot.com 37
- Laura: Se pessoa tem que escolher profissão, tem que ser sempre na mesma linha, em diferentes
épocas da vida dela? Waldo: não, quando era 15 anos de idade era uma coisa, hoje, neste momento
evolutivo, já é outra coisa, e que conhece melhor o seu corpo físico, que a faixa etária muda devido ao
processo da bagagem da vida. 40 anos ainda dá pra muita coisa. Waldo já tem mais de 70 anos e se
sente um jovem - está ótimo.
- Se estiver faltando gente me chama que eu vou lá e arrumo! Cadê o shopping center? Se ainda estiver
faltando gente lá me chama que eu vou lá e ajeito a coisa!
- Auto *******. Dependendo da pressão e do próprio profissional, a pessoa está dentro de um curral de
onde não pode sair. Médico em hospital tem que seguir administração daquel hospital. Cara que vai
trabalhar no governo – certas vezes não pode fazer coisas depois por fora, por leis. Incontigênciamento
profissional. Leis têm que ser mantidas e respeitadas, não tem jeito. Restringimento, muito bom, a
pessoa frutifica ali dentro. Não adianta plantar vários hectares de terra se ela for plantar tudo mal. Se dá
só um, então a pessoa acaba plantando melhor, escolhe o que faz. Próprio Darwin limpou e plantou em
uma terra para estudar o que ia nascer em um metro quadrado, ia ver o que dominava os outros, se era
parasita, praga, alguma coisa que tinha ali. Processo da evolução botânica, quem é king (*rei) na
botânica. Pode fazer essa experiência, aqui em foz têm plantas que dominam outras, que vingam mais
rápido. Garante que se fizer isso, a cosmos vai aparecer a da flor amarela (*laranja na verdade) bonita.
Isso é inevitável. É capaz da sensitiva, dormideira, aparecer também, mas não pode ter formiga lá
dentro. Formiga acaba com tudo, que aquilo é um caviar pra elas ******
- Se vai plantar em um metro quadrado só, vai cuidar muito mais, vai ser melhor e mais eficaz, tudo
melhor. As coisas têm que começar com contingenciamento natural, menos, para depois crescerem.
- Autodiscernimento, automimese. Autodiscernimento tem que ser usado para distinguir o que presta
do que não presta. Escolher profissão que não seja sua favorita se a sua favorita é ligada a
anticosmoética. Não pode ser por exemplo, politicagem violenta da idade média. Não pode repetir. Auto
mimese dispensável, e é o que temos que olhar mais. Anticosmoética é justamente isso. Inevitável
juntar esses itens, esses fatores sérios dentro do processo. Vamos pensar.
- Pessoa contratou três ex presos que depois de 3 meses foram lá e cortaram o cara todo, picotaram,
mataram ele. E era conhecido do interlocutor por 40 anos, eram do mesmo quartel. Em 10 anos o cara
trabalhou na profissão e guardou patrimônio que ia ir até terçeira geração. Waldo: o cara também
pegou preso que não tinha nada a perder... Quando pequeno, o Waldo ouvia falarem que era pra tomar
cuidado com padre e soldado, que não tinham nada a perder, que quando entravam era com tudo.
Então aí é o tal negócio. Ele como militar conhecia o tal negócio. Ficaram sabendo se esses três presos
eram colegas dele antes de irem pra cadeia? Tem alguma relação? Interlocutor: pessoa quando era
advogado, entrava pessoa lá e se era pra receber dinheiro, ele fechava porta. Teve vez que tinha 15
representações na hora. Interlocutor acha que isso aconteceu porque ele não tinha cosmoética. Waldo:
então ali foi um ladrão que pegou o outro. Interlocutor: quem identificou o corpo dele foi a filha, que
era médica.

*59:00 gap

- Waldo começou com calça curta, então esperou ficar com calça comprida para trabalhar lá dentro.
*Não sei de onde, não deu pra pegar.
- Waldo fazia grades horárias das coisas dele. Então, se lia pouco, trabalhando e estudando, fazia tudo.
Lia durante as aulas que não interessavam pra ele. Qualquer coisa que precisassem ele lendo lá dentro
do trabalho, mas parava para atender quando alguém precisava dele, como os professores e tal.
- Ambiente intelectual ajudou ele demais. Conversava com gente de gabarito, melhores da cidade. Isso
ajudou muito ele.

38 blogtertulias.blogspot.com
- Analiticologia na página 6, item 8. Falha profissional. O que seria isso na profissão da área da saúde?
Tem muita gente com falhas profissionais. Às vezes fazia mais triagem de pacientes e fazia atendimento
lá no interior. Nunca reclamaram dele nem quando ele fazia trabalho e cobrava em alto nível em
copacabana. O negócio do Waldo eram detalhes. Os negócios do Japão dele era muito detalhado. Tinha
duas enfermeniras que trabalhavam com ele na época. Uma era até alemã, direto de lá.
- Ranço profissional é diferente da falha. Falha é quando comete erro. Ranço é apriorismo. Coisa de
parente que trazia aquilo e pessoa não se atualiza, não fica up to date, se deixa tornar obsoleta. Ranço é
quando pessoa fica antiga, ultrapassada.
- Temperamento ideal para adovogado é pessoa ponderada mas com boa comunicação. Advogado que
não sabe falar com os outros tem que desistir da profissão. Advogado antes de tudo é um orador, um
político, um comunicador, processo de conversa. É através disso que ele vai entender as leis e é através
disso que ele vai advogar. Isso é seríssimo. Advocacia pega praticamente todas as áreas da vida humana-
Por isso dá pra ver logo se o advogado e chucro ou não. Não tem como ele esconder. Dá pra ver pelo
jeito dele, o processo do acerto dele. Advocacia até certo ponto é uma matemática de idéias. Isso é o
caminho, o processo do Pontes (*Não sei quem é). Matemática das idéias.

*Chucro: adj. 1 B S. MG não domado, bravio, esquivo (diz-se de animal) 2 p.ext. que não possui
treino, especialização ou habilidade no desempenho de alguma tarefa (diz-se de indivíduo) 3
p.ext. sem traquejo, abrutalhado, grosseiro (diz-se de pessoa) 4 p.ext. desprovido de cultura,
conhecimento; bronco, rústico, ignorante 5 p.ext. que estranha as pessoas de fora; que se
esquiva; assustadiço (diz-se de pessoa, esp. criança) 6 p.metf. (da acp. 1) amargo, sem açúcar
(diz-se de café)  etim hsp.-am. chúcaro (1612) 'arisco, bravio; diz-se do gado ainda não
domado', de orig. incerta, talvez do quích. chucru 'duro'  sin/var xucro

- Mimeticologia é a matemática da reflexão dos atos, da pessoa.


- Flávio pergunda quanto à escolha profissional da carreira cosmética no Japão. O que pesou para
escolher isso? Waldo começou a estudar e fez odonto e medicina. Colocou clínica que atingia 95 pessoas
diárias, era uma loucura. Mandavam para todo lado – hospital ou outro médico. Tinha ambulância, e
tinha quase sempre monte de gente ao redor dele e sempre uma enfremeira ou enfermeiro junto. Com
essa situação começou a pensar naquele abcd de todo jeito. Do ponto de vista geral, não tinha família,
situação era difícil e mãe dele mesmo morava com ele. Tinha gente que queria até matar ele por ele ser
workaholic. Com 28 anos teve enfarto, logo quando estava se formando em medicina, por trabalhar
demais. ABCDEF, então foi ver como os caras ricos faziam. Foi ver quem explorava o negócio da vaidade.
Dentro da medicina era a plástica... Então foi ver quem podia ajudar ele. E antes foi pra Hollywood pra
ver como era a cosmetria, como a pessoa fazia para comparecer no dia a dia da realidade, estudar como
faziam. Viu tanta gente na sargeta que foi querer ver como era quem estava no topo (*os socialites de
Hollywood). Foi ver o processo prático da vaidade. Passava temporadas lá, via quem ganhava oscars, e
almoçava com gente lá, e conhecia gente que abria as portas pra ele e ia com ele lá dentro e ajudava
muito. Japão é outra cultura.. outra condição, luzes, completamente diferente daquilo. E ia ver pessoa
que era um cientista. Nunca alguém tinha trazido a técnica de um japonês para a América Latina. Então
fizeram testes com o Waldo e o Sakurai aprovou ele lá e tudo. Então depois que Waldo se formou lá,
recebeu do Sakurai um big dum diploma lá, casa real, e milhões de coisas do japão, então o Waldo foi
falar com os maiores que tinham se formado com ele.
- Waldo foi ver quem já tinha consultórios lá. Foi ver cara que era o Pitanguy das filipinas e foi lá jogar
golfe, fazer social que era o jeito. Waldo jogou golfe em Tokyo, e o raking dele não era bom não, só era
para o social mesmo. Mulheres lá todas fechadas, com tudo coberto. Olhava pessoa e sabia que eram
mulheres****?

blogtertulias.blogspot.com 39
- Jogou no Gavea Golf Club, que era o maior do Rio na época. Hoje não sabe qual que é. *É aquele ainda
eu acho, de São Conrado.
- Tudo para participar e ver o nível do povo de gabarito, os abonados da vida, e ver a diferença dos
processos. Saiu de um extremo para o outro. Waldo recebeu uma mensagem psicografada para fazer
isso. Sugeriram isso pra ele, para ele ponderar, que seria bom ele estudar o processo da vaidade
humana. A exploração que se tem para as minorias. Uma das minorias mais sérias era a mulher.
*1:27

*Pararam de transmitir...

***

40 blogtertulias.blogspot.com
777. Prova de Orgulho - Terça 12/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:11

*777. Prova do Orgulho - terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008


*Downloads
http://www.4shared.com/file/37614882/564d5c7e/20080212_-_777_Prova_do_Orgulho.html

*Anotações
- Falando em marcianês, ou marciês...
- Antonimologia... arranja pra ela, voce não tem dicionário grande?
- Pode fazer um cognato sobre prova, que a gente ainda não tem aqui.
- Também não pode falar que é humildade, que não é. É modéstia.
- Faz uma tradução, voce é uma boa tradutora. Eu confio em voce. Agora, tem aqui um livro... voce quer
o dicionário?
- Antiorgulho... tem que olhar aí. Já tem Antetriunfalismo.
- Waldo está por fora e não pode mais perder tempo com valoração ou valorização. *De bolsa?
- Fase difícil para fazer consulta no material. Começa a olhar aquilo que quer e desvia de tanta coisa que
vem.
- Simplista é engativo, tinha que ser simples. Simplicidade é ok mas Waldo não gosta de usar isso porque
nós somos complexos. Singela – simples.

*Singelo: adj. (sXIV cf. FichIVPM) 1 simples, não dobrado, não composto 2 desprovido de ornatos
ou enfeites <frase s.> 3 que não apresenta complexidade; fácil 4 não corrompido; puro <alma
s.> 5 que não tem malícia; inocente, ingênuo <era s. de pensamentos e de hábitos> 6
inofensivo, que não indica dissimulação nem reserva <os dois namorados estavam absorvidos
em s. colóquio> 7 morf.bot m.q. 1simples ('diz-se de flor ou corola')  s.m. mús BA 8 tipo de toque
('ritmo') alegre de sino  s. ligeiro mús BA tipo de toque ('ritmo') de sino ao fim de missas
conventuais; singelo liso  s. liso mús BA m.q. singelo ligeiro  etim lat.tar. *singèllus, dim. de
singùlus,a,um 'um só', sing. de singùli,ae,a 'um a um, todos separadamente, uns após outros,
cada um, cada qual'; cp. 1simples; ver singul-; f.hist. sXIV segelo, sXV simgella, sXV singello,
sXV syngelos  sin/var ver sinonímia de comum e ingênuo e antonímia de presumido  ant
afetado, amaneirado, cerimonioso, complexo, composto, corrompido, dobrado, franjado; ver tb.
antonímia de comum e sinonímia de presumido

*Soa o gongo

- Pessoal, hoje é a prova do orgulho, que nós sabemos, não é o caso de vocês, nós sabemos disso (risos).
Mas é bom vocês saberem para fazer assistência!
- Definição: A prova do orgulho é o experimento provante, ou exame lógico, da manifestação capaz de
demonstrar o ato ou a reação de orgulho, a provadura psicossomática de determinada pessoa, na
condição de fato cabal, indício marcante, realidade insofismável, e por fim, conceito consensual.
- Os sinais do orgulho pessoal: a cauda do pavão, orgulho da ignorância do lulismo no Brasil, o conceito
exagerado de si, a auto imagem deformada, a proteção errada da auto imagem, a tatuagem como
diferenciação da tribo, o orgulho na condição de irmão gêmeo do egoísmo, o auto enfrentamento da
prova pessoal do orgulho, a prova explícita do orgulho, proteção errada da auto imagem, o ônus da

blogtertulias.blogspot.com 41
prova prática pessoal, o escrutino ecológico de comportamento pessoal, a avaliação do orgulho pessoal,
a prova do orgulho alheio, a autocrítica máxima pela conscin, a evitação pessoal da exposição pública, a
fuga ao julgamento pessoal por outrem, o mau exemplo do orgulho pessoal, o corte do auto assédio do
orgulho – quer dizer, orgulho, antes de mais nada, é autassédio; a melhoria da autorganização, o exame
acurado da autoconscienciometria, a prova irrecusável do orgulho, a modéstia como eixo da
holomaturidade, o orgulho como eixo da obtusidade, o nariz empinado, a crista do orgulho, as teias do
orgulho, a autoprioridade da reciclagem existencial, a reciclagem intraconsciencial coroando a reforma
íntima da conscin, o rebaixamento sadio do senso de autoimportância, que é a base de tudo isso aí – o
Waldo já falou muito dessa auto importância ali.

*Obtuso: adj. (1576 cf. DNLeO) 1 arredondado na extremidade; que possui forma arredondada;
rombo 2 (1708) fig. falto de inteligência; rude, bronco, estúpido 3 fig. a que falta nitidez; confuso
4 (1679) geom diz-se de ângulo maior que 90 graus e menor que 180 graus  etim lat.
obtusus,a,um 'id.'; ver obtus-  sin/var ver sinonímia de bronco e tolo  ant agudo, perspicaz,
pontudo; ver tb. antonímia de tolo

*Modéstia: s.f. (sXV cf. FichIVPM) 1 ausência de vaidade em relação ao próprio valor, às
próprias realizações, êxitos etc.; despretensão <referiu-se com m. à sua condecoração> 2
comedimento determinado pelas exigências das circunstâncias, dos deveres, dos usos;
sobriedade <é admirado por sua m. e compostura nos momentos difíceis> 3 desprezo ao luxo,
à ostentação 4 conformidade com os padrões morais e éticos da sociedade; pudor, decência 
etim lat. modestìa,ae 'moderação, comedimento, medida, temperança, docilidade, mediocridade,
decência, condição modesta'; ver mod-  sin/var ver sinonímia de austeridade e
desprendimento e antonímia de indecência  ant alarde, aparato, fatuidade, fausto, imodéstia,
imponência, luxo, magnificência, pompa, pretensão, vaidade; ver tb. antonímia de
desprendimento e sinonímia de indecência

*Humilde: adj.2g. (sXV cf. FichIVPM) 1 que tem ou manifesta a virtude de conhecer suas
próprias limitações <o verdadeiro sábio é h.> 2 que manifesta sentimento de fraqueza, de
modéstia 3 que expressa ou reflete deferência ou submissão <sujeito h.> <modos h.> 4
inferiormente situado em uma hierarquia ou escala <h. funcionário> 5 de pouca importância ou
brilho; sem realce; apagado, despretensioso, simples, sóbrio <aspirações h.> <móveis h.>
<mudou-se para uma h. cidade em Goiás>  adj.2g.s.2g. 6 que ou aquele que pertence a uma
baixa classe social; plebeu, pobre <gente h.> <elegeu-se com o voto dos h.>  gram nas acp.
adj., sup.abs.sint.: humildíssimo, humílimo, humilíssimo  uso como subst., mais us. no pl. 
etim prov. regr. de humildar; ver 1hum-; f.hist. sXV humilde  sin/var como adj.2g.: húmil, húmile;
ver tb. antonímia de luxuoso, malcriado e presumido  ant aparatoso, arrogante, deslumbrante,
espaventoso, imponente, ínclito, magnificante, orgulhoso, soberbo, suntuoso; como adj.: ver
sinonímia de luxuoso; como adj.2g.: ver sinonímia de malcriado e presumido  hom
humilde(fl.humildar)

- A evitação da conscin de se apresentar na na condição de participante cobaia dos cursos de


conscienciometria. Tem gente aqui que se a gente pagar 5000 pratas pra ela ir em curso de
conscienciometria ela não vai.
- A prova progressiva do orgulho pessoal dá-se quando a conscin pratica, conscientemente, diversos
atos indicativos da reação orgulhosa, ao mesmo tempo ou consecutivamente em série. Você leitor(a) já
se submeteu por si mesmo, cosmoéticamente, à prova do orgulho? Com toda autocrítica, voce foi

42 blogtertulias.blogspot.com
inocentado, ou culpabilizado? São as minhas perguntas cretinas... Não diz respeito a vocês, vocês
sabem... (risos)

*10

- A gente pode mudar e colocar prova da modéstia, mas seria cretinismo, eufemismo e orgulho.
- Orgulho tem feito muita guerra, muita morte. Os duelos e competições são feitas por causa de
orgulho. Muita mágoa e ressentimento é por causa de orgulho.
- O sol não se pões nos meus domínios – isso é uma prova de orgulho. Eu domino o cosssssmoooossss....
Quem que falou isso aí? Qual de vocês falou isso aí? Isso faz muito tempo, muiiiiiito tempo. Hhahahaha.
- Causa do orgulho é o egoísmo, é o irmão gêmeo. O egão, ou umbilicão, umbigão. Umbilicochacra
mostra todo o processo vegetativo dos parentes do passado, o processo todo biológico na base do
umbigão. Quando eles está funcionando com energia, é típico do processo do passado, da
consciênscula, que ainda está engatinhando. É uma marca de inferioridade do nosso passado. Por isso
eles falam que o anjo não tem umbigo. E também esconderam o umbigo de Jesus Cristo para falar que
ele tinha transcendido.
- Vedetes gostam de colocar jóias no umbigo.
- No último não apareceram os alunos para fazer o curso. Eu fiquei com vergonha, ruborizado até. *Dos
cursos de conscienciometria.
- Interpretação é sua e gratuita.
- A dificuldade de a conscin fazer trabalho ou cumprir tarefa considerada pela mesma abaixo da própria
suposta condição evolutiva. Por exemplo, caem coisas no chão e a pessoa deixa o negócio lá, não limpa.
Gatinha coloca os pelos pra fora e vai ficando... você não limpa. Se pessoa vai receber outra em casa e
não quer que o outro veja aquilo, coloca tapete em cima, não limpa. Isso é outra demonstração de
orgulho. Não precisa nem inventar, todo mundo sabe.

*19:00

- Vergonha de aparecer, não é orgulho, é pior. Quando aparece não quer se expor, orgulho brabo. Muita
gente que não quer escrever livro porque não quer se expor a críticas.
- Os espíritas eram os piores porque não tinham saída. Humilde fafcioso, populista. Coisa do Chico, tinha
que devender a humildade o ano inteiro, o tempo todo, para ele parecer um santo.
- Humildade populista: o chico, por favor.

*21:00

- Uma coisa é dominar a aula paradinha, sem falar nada. Outra coisa é falar aula para professores ou
falar junto com professores, dirigindo um curso. Ideal é ficar em todas as formas. Escrever no quadro...
- Waldo sofreu muito vendo outros fazendo cabotinismo populista, com eufemismos, falsa humildade,
tirando o corpo fora.
- Não tem demagogia de populismo maior do que o do pessoal do PT. Lula não volta no maracanã
porque Maracanã não perdoa ele. Maracanã não perdoou nem voto de silêncio para um cara uma vez.
(*Eu estava lá!! ERA O CAIXA D’ÁGUA!!!! ERA JOGO DO BOTAFOGO CONTRA PALMEIRAS EM 2007!)
- Elegância já mostra orgulho, já mostra isso.
- Educação é diferente, já é legal, não tem nada a ver com orgulho.
- Falar em elegância nos discursos é bobeira, rasgar seda, burrice regressiva, eloquência oratória e
retórica é burrice. O cara fala "CONSIDERANDO QUEEEE ROBERRRTOOOOO, CONSIDERAAAAAANDOOO
QUEEEEEEEEEEEE" – dá vontade de jogar ovo podre no cara.

blogtertulias.blogspot.com 43
- Falam de eufemismo e cabotinismo. Pior é a pessoa que faz a autoadoração consentida. Por exemplo,
o guro, o santo, o padre da igreja. Todos eles fazem isso. Chico tirava o corpo fora mas defendia o
processo da autobiografia dele em todos os momentos da vida, e tinha um leve processo contra os que
não gostavam do que ele fazia. Tirava o corpo fora e fechava as portas. Todo mundo sabe disso.

*Eufemismo: s.m. (1836 cf. SC) ling palavra, locução ou acepção mais agradável, de que se lança
mão para suavizar ou minimizar o peso conotador de outra palavra, locução ou acepção menos
agradável, mais grosseira ou mesmo tabuística: dianho (por 'diabo', palavra que o povo procura
evitar), a interj. caramba (por 'caralho', tabuísmo) etc.  etim gr. euphémismós 'id.'; cp. ing.
euphemism (1656) e fr. euphémisme (1730); f.hist. 1836 eufemismo, 1836 euphemismo  ant
disfemismo

*Cabotinismo: s.m. (1913 cf. CF2) 1 modo de vida de cabotino ('ator ambulante') 2 p.ana. ação ou
comportamento que lembra a atuação ou os modos de um cabotino 3 p.ext. tendência a atrair
ou tentar atrair sobre si as atenções  etim cabotino + -ismo; prov. infl. do fr. cabotinisme (1866)
 sin/var cabotinagem, cabotinice

*27:00

- Sócrates era muito primitivo, tinha muitas lacunas na personalidade, era largado, desleixado, não
escreveu nada, não tinha prioridade.
- Não fala isso que vão te vaiar de novo! Vaia é uma coisa boa, eu já recebi aqui uma vez ou outra, não
viram?
- Havia gente no oriente antes dele, que era muito mais prioritária, levava a coisa muito mais a sério.
- O orgulho imperial. Príncipe que ainda está mandando nas coisas, na espanha por exemplo.
- Vocês são amparadores intrafísicos meus, têm que me ajudar. Como voce vai ajudar a humanidade ou
a parahumanidade ou a

*12:52

- Minipeça não tem orgulho... é submissa ao maximecanismo: Teleguiado e evoluciólogo não entrama
qui, não têm orgulho. O desperto por exemplo, que faz assistência não pode mais ter orgulho.
- A maior prova de burrice é o orgulho.
- Irrestibilidade da consciência mais evoluída – aquilo mostra a inteligência da menos evoluída.
- Pessoa que o Waldo fala e ela vira a cara. É um orgulhho mas não é mais tão brabo, é light.
- Orgulho light é a pessoa que some do cenário em silêncio, para não pegar alguma coisa que poderia
afetar ela. Se a fuga é anticosmoética, é covardia.
- Deixar pra lá, fala que nós nos encontramos nas quebradas da vida, passam 40, 50 anos e a pessoa
aparece aí, que nem no ano passado. Outro, o médico que foi contra o Waldo a tempos atrás e a pouco
tempo fez discurso a favor do Waldo, até exagerou, por consciência pesada.
- Pessoas mais orgulhosas que existem são os judeus, devido à esnobação, serem muito exclusivistas. Tá
cheio de gênios, mas não falam nada dos segredos deles. Agora quer alguma coisa mair orgulhosa do
que a lei de talião que eles usam?
- Até um certo ponto tem um monte de pessoas que suicidam por orgulho. Tem que examinar o nível de
patologia da pessoa dentro daquele contexto evolutivo. Mas tem orgulho muito grande. Não quer
receber a humilhação.
- Pessoa que evita escrever até artigo, porque não quer ser criticada. Só quer ser estilingue.

44 blogtertulias.blogspot.com
- Pessoa no espiritismo que não escreve. Outro é parente do Waldo, que faz projeção até melhor do que
ele e Waldo falava para escrever as coisas. Cadê? Aquilo é caso psiquiátrico, desde pequeno o Waldo
falava e via que tinha alguma coisa.
- Todo orgulho cria vítimas com o passar do tempo, se ele é prolongado. A pessoa tem que chegar lá e
socorrer as vítimas. Quem mais está aí para ressarcir o orgulho é o Waldo, insistindo em falar com a
gente e tudo. Loche não está aí para rir, sempre que eu falo essas coisas ele dá uma gargalhada, mas
não é.
- Orgulho é besteira, tem que evitar.
- Auto superação é palavra prostituída, mas positiva. Agora se começar a mostrar triunfo é triunfalismo,
então é orgulho. HMPF! Mostre quem é voce! Isso é positivo e muito mais do que orgulho, porque
mostra autosegurança, autosuficiência, autosuperação, autoconfiança.

*38:42

- Waldo está ressarcindo as coisas de viiiidas atrás, milhonésima ou tal que seja, quando ele era hiena,
via a pessoa fazer as coisas e era hiena.
- Dá para ressarcir o orgulho sem entrar no ridículo. É o processo político, é diplomático. Ridículo é
bobagem, você ser joão bobo é bobeira. O própior clown é tolice, tem qeu falar sem bobeira, olho no
olho. Não precisa ser cabo para falar com o marechal.
- Orgulho tem que ser usada cuidadosamente, que nem a palavra nunca, que é difícil de ser usada.
- Se fala coisa e pessoa começa a chorar, dá lenço pra ela, tenha caixa de lenços ali, que nem eu faço. Se
ficar 9 horas de nhén nhén nhén você não ajuda ninguém.
- Existe condição socrática da dialética, de ponderação, sem heurística.
- Pessoa que se orgulhava da própria biblioteca. Biblioteca não era orgulhosa, ele que era.
- Pessoa se adaptou à evolução porque viu que tem um poder mais forte que se levanta – caso do
teleguiado – reconhece e não vai cair na burrice de novo, não vai dar murro em ponta de faca. Waldo
não admite nada do que o transmentor fala, mas leva tudo em conta, a crista tem que abaixar, o rabo
entre as pernas, orelha abaixada. As vezes, se voce tiver cuidado, até chupar o dedo.
- Negócio de enfraquecer a alimentação é coisa séria. Waldo não coloca tudo repetido no verbete. Tem
expressões que iam precisar de página inteira para ser explicadas, então ele não coloca ali, porque não
seria didático. A didática tem que se circunscrever.
- Tal coisa: é o último trafar dominado pelo serenão.
- Implica com a Rosa ali do lado, já com um pé na serenologia.

*46:30

- Esquecer a expressão orgulho e a expressão modéstia. Isso envolve lealdade, e simplicidade dentro da
sua complexidade. Você está descomplicando ou simplificando a complexidade. Quando chega nisso,
acabou, já tem um monte de expressões que não usa mais para você. É o desespero, conflito, dor,
sofrimento. A coisa muda. Tem lógica? O cantor que canta sem fazer careta, que domina o processo
vocal da vocalização. Não adianta ser amador, tem qeu ser autênticos, inteiros, completos! Tudo na vida
é isso. Nunca cheguei aqui para falar para vocês que estava com o orgulho ferido. Nunca pensou nisso.
Isso é burrice.
- Até a vergonha as vezes está errada. Significa que houve algum erro da pessoa que ela não está
sabendo enfrentar. São condições animais. O cachorro: voce grita com ele, ele abaixa as orelhas e coloca
o rabo entre as pernas.
- Tem que ter calma. Mas se o cara pega o trabuco, então tem que dar o fora. Quem gosta de faroeste e
gosta pelo faroeste, tem orgulho e belicismo e o cerebelo, subcérebro está dominando a pessoa ali.

blogtertulias.blogspot.com 45
- Waldo vê faroeste as vezes, e até playboy, porque tinha um artigo do Senna, que falava sobre projeção
e que colocou na bibliografia dele até. Tem que ser inteligente, sem cortar nada - universalismo.
- Quem defende o orgulho é porque tem alguma vantagem ali. É cuspir para cima. O orgulho mascara
as soluções maiores da vida da pessoa. Faz uma barricada no processo por causa do orgulho. As vezes
corta um monte de coisas dentro das situações sociais da vida da pessoa. Das piores coisas que tem é
a pessoa que não é abonada e quer parecer riquíssima. É o status que a pessoa quer parecer mais do
que é. *Não acontece só com o caso do status pelo dinheiro. No academicismo, pelo conhecimento e
habilidade também tem isso.
- Conversas de senado. Até o Suplicy com fissura na cabeça, falando que fulano estava indo contra
personalidade dele ali, numa discussão de senado. O cara é um senador, dos maiores depois do
presidente. Mostra que ele não estudou, não sabe nada d epoliticologia.
- Serra foi contra o governador dentro de ume stádio no Rio. Perguntaram quem era a pessoa antipática
que estava com o governador? Cariocas não perdoam nada. O que é a falta de carisma de uma pessoa
né. Só a cara.
- Lula – alguma coisa – é prova de semvergonhice total, de pessoa que não tem linha nem megafoco.
Pessoa é inconfiável, não se pode depender dele. Pessoa que muda de partido três ou quatro vezes.
Mudar uma vez é até preciso porque o partido morreu e teve que passar pra outro. Mas o cara que
muda quatro vezes ,não tem paciência. Não dá né!?

*56:39

- Tem gente que tem muito orgulho, e tem gente que tem menos. Waldo ainda tem algum orgulho, que
não sabe o que, mas tem ainda.
- Pessoa que se cuida bem, que acerta o cabelinho, é normal, não é orgulho não, nem vaidade. É
educação. Tem que aparecer limpinho, certinho, até cheiroso, em favor dos outros, não é a gente não.
- Orgulho no modo de vestir, é o papa. Precisa falar mais? Não é só isso, é a pompa dele. A gente tem
que andar ereto, por causa do avô dele, que mandava ele endireitar a espinha dele, senão fica mole e
daqui a pouco está corcunda.
- Época de 60, no metrô de londres, todo mundo tinha champéu preto coco, com guarda chuva e roupa
preta. Mil homens assim. De uma hora pra outra sumiu aquilo, quando ele voltou lá não tinha mais
aquilo. Agora hoje em dia não tem mais isso. Agora, se fosse uma limousine... Mas o Subway!! Que é o
antigo coche!

*Coche: /ô/ s.m. (1555 cf. IELP) 1 carruagem fechada; sege 2 carruagem de estilo antigo, us. em
algumas solenidades 3 B carro fúnebre  gram dim.irreg.: carrocim  etim esp. coche (1548) 'id.'
ou fr. coche '(1545) 'id.', do tcheco kotxi, através do al. Kutsche 'id.', e este, do húng. kocsi 'id.';
f.hist. 1555 cocho, 1560 coche, 1563 coucho  hom coche(fl.cochar)  par cocho /ô/ (s.m.)

- O orgulho cultural. Nacionalismo demais é orgulho demais. Chauvinismo.

*Chauvinismo: /cho/ s.m. (1890 cf. JM3) 1 patriotismo fanático, cego, agressivo 1.1 p.ext.
entusiasmo excessivo pelo que é nacional, e menosprezo sistemático pelo que é estrangeiro
1.2 p.ext. entusiasmo intransigente por uma causa, atitude ou grupo  gram voc. consid. gal.
pelos puristas, que sugeriram em seu lugar: nacionalismo exacerbado, xenofobia  etim antr.
Nicolas Chauvin + -ismo, prov. por infl. do fr. chauvinisme (1834) 'id.', de Chauvin, nome de um
soldado francês que exaltava ingenuamente as armas do primeiro Império, tipo popularizado e
ridicularizado por seu extremado patriotismo, no vaudeville de Cogniard (1806-1872) La
Cocarde Tricolore (1831); não se deve confundir com calvinismo, ver

46 blogtertulias.blogspot.com
- Quem tem o rei na barriga é que é o orgulhoso.
- França é pior, nem admite palavra dentro da língua. Outro que é retardade é o Alvaro Rebelo** quer
tirar todos os estrangeirismos do idioma português. Waldo faz o contrário, quer mais é ampliar para
expandir a visão das pessoas.
- Base do orgulho é o egão. É a má vontade doentia da pessoa. Repetição dos usinistas. Comunex fala
desse povo, fala dos judeus por exemplo.
- Se determinada área tem mendigos por exemplo, se tem algum na área dão um sumiço nele. Não
chegam a matar as vezes, mas pagam ele para ele ir ao fim do mundo.
- O que tem de gente orgulhosa em certas áreas, até no esporte, não tá no gibi. Até no carnaval, tem os
homossexuais que têm o orguho gay. Quer coisa maior do que essa?
- Pior orgulhoso é o que se faz orgulhoso por si, auto proclamado, sem ter sido influenciado pelo meio.
- Napoleão era exemplo crasso de orgulho. Ele era baixinho e isso criava um problema para ele. Os
líderes grandes como Carls Marx, que parece que tinha 2,38 de altura, o Carlos Magno, que era MAGNO,
e então vem o Napoleão falando por baixo? Não tem né.
- Igual a ator americano que ficava num andar de cima quando ia falar com as heroínas, para não
aparecer baixo nas filmagens. *O Tom Cruise atualmente nessa coisa.
- Moça que é mignon, legal, ótima e que é mais evoluída do que o Waldo, que precisa carregar menos
matéria do que ele, era mais evoluída.
- Baixinho invocado. Que arranjava uns cavalos bem altos e chamava a atenção, com a pata desse
tamanho (gesto de graaande).
- Orgulho da humildade e da suplicidade, do Chico Xavier. Orgulho do camarada que trabalha para a
própria santificação. Como o papa e o Ghandi. Uma que fazia isso, mas que não tinha cabeça pra isso,
era a Madre Teresa de Calcutá, salvacionismo... Soteriologia, olhar no dicionário depois. Pessoa sempre
fala em humildade. Pior quando chega e fala “meus irmaãaaaooss...” dá vontade de vomitar na cara do
cara. “Meus irmaaaaaaãoooosss vamos ao estudo hoje, da caridade.....” Pior coisa que tem é o padre
que nasceu no Brasil, foi criado no Brasil e fala com sotaque de italiano....

*Soteriologia: s.f. (1877 cf. MS7) teol 1 parte da teologia que trata da salvação do Homem 1.1
doutrina da salvação da humanidade por Jesus Cristo  etim soter(i/o)- + -logia

*1:11:39

- Orgulho já é uma palavra que as consciências lúcidas ali querem tirar do vocabulário delas. Pessoa tem
que fazer a conscienciometria para estudar as raízes do seu processo de orgulho. Não adianta chegar do
nada, senão vai ter reação instintiva, quase sem perceber, do orgulho dela. A pessoa tem que ser mais
dada, se abrir mais para os outros. Tem que abrir as portas, derrubar as paredes e se comunnicar com o
cosmos. A pessoa orgulhosa cria uma torre de marfin. O caracol que cria uma casa nas costas. Isso é
orgulho, não se mostra. Aquilo já vem de muito tempo. Tem gente que está dentro de uma carapaça a
muito tempo, a carapaça de orgulho, de egoísmo. Orgulhosos, vamos sair da carapaça!!
- Ninguém pode falar que o seu nome é orgulhoso, que isso tem nome que é assim mesmo.
- Nome do Waldo devia ser com V, mas é com W, pelo pai dele, que não pensou nisso na hora. Era por
causa de Waldo Emmerson. Depois tinha o Waldo Franck*?
- Nos EUA é “Ualdo”. Que nem o Walrus (o leão marinho).
- Seguir inspiração da assistência, descortinar tudo.
- Autocrítica é remédio para tudo. Sem autocrítica nada funciona bem. O que falta no orgulho é a
inteligência evolutiva. Quer mais orgulho do que um cara materialista? Alguém quer ir contra? Ele não

blogtertulias.blogspot.com 47
quer mostrar que sabe das coisas, então acha que isso aqui é matéria e vai desaparecer, não sabe para
onde vai o quê – orgulho *me embolei aqui nesse ponto

*1:17:47

- Têm pessoas que são autênticas e são orgulhosas sem saber, sem nunca nem terem pensado nisso.
Tem que verificar isso. Ter atenuantes. Difícil crismar a pessoa de orgulhosa grande. Tem que examinar
muito a pessoa, as vezes são as circunstâncias e ela está fazendo aquilo para ajudar alguém, com a
melhor das intenções.
- Pessoa que fala que pode ajudar nisso, se voce quiser... Pode colocar com boa intenção sem querer ser
orgulhoso, só querendo ajudar mesmo.
- As vezes pessoa quer ajudar coitada, mas não tem educação, diplomacia para se colocar direito. É
grossa e não sabe falar.
- Verdadeiro rebaixamento quando é assistencial, é profilático, e começa antes de encontrar com a
pessoa. Quando voce quer ajudar uma pessoa, voce não vai lá com um tuxedo, vai com umas botas
velhas, chinelo de dedo, conversa de igual pra igual. Vai ajudar mais. Isso não é hipocrisia em
demagogia, depende da intenção. Waldo já não foi ajudar família porque estava com paletó e gravata,
todo arrumado e não podia ir porque estava com camisa de seda, e sem o uniforme humilde. Não pode
ir na hora. É um problema de consideração para com o outro – a assistência começando pelo modo de
se apresentar, pela sua cara, o tom da voz. Sem tapeação. Milífilos (???) são sempre guias cegos por
trás, é patológico.
- As vezes abre mão de alguma coisa, não por orgulho, mas porque não dá conta de faze aquilo, é
melhor colocar outra pessoa no lugar.
- Caso do nosso amigo que falaram: voce vai ter agora essa função. Ele falou que queria evoluir mas não
tanto. Ele tirou o corpo fora.
- Pessoa que foi da monarquia e hoje mora em casa de chão batido, e tem um orgulho tremendo. Outras
pessoas pobres mas limpas, e com auto segurança, sem monarquismo elitista, assoberbado, mas que
sabiam o que queriam.
- Nobreza não imperial – a das pessoas ali. E quando se faz assistência e se é da plebe. É da vida.

*1:25:25

- Verdade: evitação de vender livros de colegas da conscienciologia durante aulas. Pessoa quer ser
orgulhosa e se recusa a falar de livro, porque não quer ser vendendor. O que interessa é a assistência,
que vem primeiro.
- Lugar onde a pessoa fala. “meu dinheiro!? É inferior ao seu?!”.
- Bom pesquisador ou pesquisadora não tira o corpo fora de enfrentar nenhum tema, porque é
quebrando a cara que a pessoa aprende a acertar mais. Errando que se aprende.
- O orgulho acaba com a organização da pessoa, porque cria uma barreira para a organização positiva,
trava. Chega um ponto que a pessoa fala que não dá, e a rigidez, dentro do elitismo dela, é
desorganização, e põe tudo por água abaixo. Pessoa que se organiza fic mais inteligente. Tudo melhora.
Repercute em todos os setores dela. Pessoa desorganizada, vai dar tilt nela.
- Chamaram o Waldo para resolver poltergeist no Joá no RJ, sambaqui. Waldo chegou lá e dormiu à
noite, saiu do corpo, e então veio uma menina filha do cara e deu um tapa na cara dele. Depois veio o
índio que veio e se desculpou com ele. Ali era o cemitério dos antepassados dos índios, que nem os
chineses, o seisho no ye. A árvore genealógica que já morreu os galhos. O povo ali criou uma firma
que era uma pedreira. E a pedreira, no sopé da montanha e cria problemas para os trabalhadores, um
que até morreu com uma pedra que rolou, por causa das cosnciexes ali. Waldo falou para procurar

48 blogtertulias.blogspot.com
abordagem da pedreira por outro ângulo. Índios as vezes dominam, por ter vivido ali a dois mil anos.
Quando Cabral chegou aqui estava cheio de habitantes, os aborígenes, indígenas, os nativos. Aquilo é
a zona sagrada deles. Então, como fica? E extrafísicamente o povo está lá. Waldo falou pro Celso que
não está viajando, que isso era caso de fazer desassédio da área toda. Caso de pegar ectoplastas de
muita energia e fazer camping, deitar lá e ficar dois, três dias, limpar tudo. Fazer anti estigmatização
ambiental da mais braba que tem.

*Sambaqui: s.m. (1878 cf. TavMat) 1 arql acumulação pré-histórica de moluscos marinhos, fluviais
ou terrestres realizada por índios, em que freq. se encontram ossos humanos, objetos de
pedra, chifre e cerâmica  cf. kjökkenmödding 2 geol depósito de origem natural realizado pelos
agentes geológicos, constituindo terraços  falso s. acúmulo volumoso de conchas resultante
da ação de agentes naturais, que data de época mais recente  etim certamente orig. indígena;
segundo AGC, de étimo tupi não identificado; Teodoro Sampaio e Silveira Bueno consideram
alt. de tambaqui 'resíduo de ostras, o casqueiro', der. “de ta'mba, sa'mba 'concha' + qui
'amontoado' “; Nasc. deriva do tupi tamba'kï, com el. inicial ta'mba 'ostra, concha'; cp. tambá e
tambaqui; f.hist. 1928 sambaquís  sin/var banco conchífero, berbigueira, caieira, caleira, mina
de sernambi, ostreira, samauqui, sarnambi

- Aqui no CEAEC descobrimos que tem seta, pedra em vários lugares. Se quer ver o que é poltergeist é ir
lá. Por exemplo, lugar entre Minas e Espírito Santo também era Sambaqui.
- Não se pode pisar em cima dos antepassados, não dá para expulsar. 400 anos pra índio não é nada.
- Isso só se resolve fisicamente. Pode até ir lá fora do corpo, mas pra resolver mesmo só indo
fisicamente.
- Desentendimento entre os dois estados, que a base do processo era essa. Mantena, nome que era
contestado.
- Tem que ir lá, abençoar tudo, não pensar mal deles, e começar a fazer coisa para melhorar o ambiente.
A vida humana é uma coisa, eles são outra. Processo sagrado de religiões que são baseadas nisso. Tudo
é isso. Vocês vêem. Isso era de ir fazer um camping lá. Waldo agora não quer mais fazer viagem nem
nada disso. Pessoal tem que ir lá e tomar muito cuidado com os acidentes de trabalho, cuidar de tudo.
- Consciex só funciona com a sua energia. Ela sozinha não funciona. Eles precisam da sua energia para
funcionar. Então eles iam ter que recuar uma hora ou outra. Mas não pode insultar, nem afrontar eles,
confrontar e criar problema nisso. É burrice confronto – entra na mesma reação emocional e a sua
eneriga fica primitiva que nem a dele. Eles daí dominam você que ficou primitivo que nem eles.
- A civilização é cosmoética. O trem tem que passar, tem que dar um jeito. Isso tudo é progresso... A
evolução está na frente do tradicionalismo BURRO. Isso que nós temos que colocar na cabeça.
Reserva é uma coisa relativa. Isso dá muita coisa besta, tem uma indústria em cima disso. Roubo dos
não e roubo dos índios. Estados Unidos foi assim e está sendo assim aqui também. Eles são baseados
na natureza. Na hora que mexe nisso, pega neles.
- Invasão da áreaaa oooopopopopop! Na hora tem patrulha deles, que tem vigia que toca a área. Aquilo
é que nem comunex – é baratosfera. Querendo ou não, coitados, o negócio é baratosfera. Orgulho,
chouvinismo... Consciênçula, tem que dar um atenunante, que eles são primitivos. A consciência no
começo é ignorante, é o caso deles. Tem que ir devagar, sem criar excessos. Se for lá e criar problema,
vai cair no buraco.
- Quem manda nessa dimensão quem manda é o soma: o androssoma e o ginossoma.
- Coisa do CEAEC que parece que era dos Carimãs. Mas não era cemitério não. Tinha um monte de setas
de matar bicho, inimigo, matar tudo, que estavam ali perto do salão de convenções. Está tudo guardado
na holoteca. Isso deve ter um século mais ou menos. Waldo sabe mais ou menos pelo que já mexeu de
arqueologia.

blogtertulias.blogspot.com 49
- Outra coisa lá, que tem uma antena, tem mais de 1.000 anos, de muito antes do Cabral. Agora, pode
ser 3.000 anos, no mínimo 1.000. Se eles aparecem com o processo antropóide, então o negócio é
olha.... antigo.

*1:44:34

- Negócio de assediadorezinhos, tem em mundo todo, tem em todo lugar. Isso é playground evolutivo. O
negócio é pegar megassediador. Isso começou agora a reurbanização. O negócio vai longe ainda.
- Reciclagem tem que pegar todo mundo. Agora chegou a vez deles.
- Auto defesa, tudo isso é autodefesa, eles estão em pé de guerra, lá no modo deles. Já declararam
guerra a mutio tempo, porque aquilo é sagrado e reúne todo o orgulho da tribo, une até inimigos em
comum.
- Última vez que fizeram uma coisa de boate lá, quando o cara viu o que era lá, o cara chamou o Waldo e
ele falou para desistirem daquilo, que não ia dar pra eles. Falou que pra eles mudarem aquilo era para
fazerem um jardim, alguma coisa positiva por lá. Aquilo era uma curva de distância do processo. O lugar
lá já tinha alguns séculos. Tem que fazer a antiestigmatização no lugar.
- Tem energia boa? Então é porque já melhorou. Já acabou. Quando mudaram o nome de local, de um
que remetia a antiguidade, a outro melhor, então já mudou e melhorou o lugar.
- Os xamãs lá né. Umbanda, quimbanda, vudu, é tudo isso – índios, só que africanos.
- Eles dominam o lugar pela energia. Têm mais rapport com o lugar, está ali a séculos! A forma é deles, a
forma holopensênica dos indígenas: eles estão ali fazendo aquilo sem saber, agora depois de 1000,
2000, 3000 anos... isso é que é forma. Hahahha.
- Marajuara – sabe qual a tribo que estava ali? Ali era só um prédio. Sambaqui é coisa maior, é uma área
toda.

*1:52:02

- Autoestigma colocar coisa em cemitério indígena.


- Pensar positivo quando entra em problemas como esse. *E procurar remediar.
- Cem testes da conscienciometria é um teste prático, objetivo, o conscienciograma é teórico. É o
processo do orgulho.
- Pedreiras onde não tem mar, onde tem montanha, é comum em todo o Brasil, é sabaqui. Vocês não
lembram quando eram índios? Eu ainda lembro... Vocês já cresceram muito depois disso...
- O negócio é sair do corpo e ir lá falar com os líderes, os xamãs, fumar o caximbo da paz. Ir lá explicar
pra eles que eles vão renascer, que eles tem que renascer e que aquela pedra vai ajudar a fazer a casa
deles, com mais conforto, que isso é importante para eles também. Isso é um desassédio.
- Waldo já levou quatro cara para ver o ponto crucial da energia anticosmoética, mais braba, doentia.
Muita gente não aguentou ficar lá. Dentro do Sambaqui, agora o negócio mais sério era dentro de um
poço. E Waldo saiu e tava monte de gente esperando ele fora do corpo. Daí veio moça bonita e deu tapa
na cara dela. Depois veio avô dela, se desculpando, falando que era da juventude, em língua de índio
mas Waldo entendia tudo por causa da telepatia.
- Só ir desassediar quem tem gabarito, quem tem testosterona e estrogênio. Curiosidade torra com a
pessoa, ela vai virar assediada. Waldo falou que estava fazendo de propósito. Tem que pensar positivo
dos índios, colocar uma auréola em cada um de bonança.

*Bonança: s.f. (sXIII cf. IVPM) 1 mar met tempo calmo, com vento fraco e mar tranqüilo 2 fig.
tranqüilidade, calma, esp. após um período agitado <à brigalhada sucedeu-se a b.> 3 p.ext.
fase boa, próspera; ventura <trouxe estímulo e outras b. ao nosso grupo>  gram tb. us. adjet.:

50 blogtertulias.blogspot.com
tempo bonança, ventos bonanças  etim lat.vulg. *bonacia alt. do lat. malacìa,ae 'calmaria (no
mar), bonança', do gr. malakía 'brandura'; a ocorrência do voc. port. no sXIII em contradição
com alegada infl. do esp. bonanza, somente doc. c1428; ver bon-; f.hist. sXIII bonaça, sXIII
bõaça, sXV bonança  sin/var abonança; ver tb. antonímia de movimentação  ant agitação,
borrasca, procela, tempestade; ver tb. sinonímia de movimentação  hom bonança(fl.bonançar)

- Waldo foi olhar ali se tinha sampaqui antes. Se tivesse ia ter que estudar mais o caso.
- Próximo domingo vai ser “Erro Crônico”, que não diz respeito a vocês não, mas nós temos que estudar.

*Eleição..

***

blogtertulias.blogspot.com 51
778. Solução Lógica - Quarta 13/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:12

*778. Solução Lógica - quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/37716867/d9f19e51/20080213_-_778_Solucao_Logica.html

*Anotações
- Waldo vai receber amigo do RJ.
- A partir de hoje teremos dois microfones para que nós, online, teremos como ouvir as perguntas de
quem está lá.
- Waldo diz que o brilho é a inteligência, que ele tem uma cabeça brilhante. Hahahah *(Por causa da
careca, que reluz)
- Tertuliárium vai ter mais microfones do que cadeiras, praticamente, de 4 em 4 cadeiras um microfone.
- Pessoas ali estão começando a se preparar para o tertuliárium com os microfones ali.
- Falando pro Arlindo falar só com o microfone, que tem que usar o micro!

*gongo 10:44

- Solução Lógica, autodecidologia.


- Ela chega a voce com facilidade ou dificuldade? O processo das soluções, procurando exaltar o
processo da racinoalidade e da lógica, que é o único djeito de seguirmos o princípio da descrença. Bom
para ver as lógicas e irracionalidades que temos no mundo.
- Sexualidade: Angela Bismarck declarou numa entrevista ao jornao O Dia que se submeterá para dua
43ª cirugria, e fará uma cirurgia de reconscituição do Hímem. Quer dar presente ao seu marido. Isso é
propaganda do cirurgião plástico, e isso é mal carater dele. Cirurgia dura só uma hora. Vai ter que ficar
um mês sem fazer sexo. Propaganda total. Modelo promete cerimônia fora do normal. Noiva chegará
em cima de carro alegórico no sambódromo, não se sabe se vai mostrar o hímen.
- Isso é uma vergonha em matéria de propaganda.
- Pergunta: essa mulher ia desfilar no carnaval de gueixa e fez cirurgia faznedo que o fio puxnado para
ela ter olho puxado. Waldo: Essa exposição lá debaixo pode ser alguma coisa que a gente não sabe o
que é.
- Antigamente tinha muita gente atrás de nós para fazer esse hímen cirúrgico. Muita mulher já tapeou
muito homen por causa dessas coisas. Waldo sabe por causa da clientela lá no RJ.
- Outro livro sobre Monte Carmelo apareceu. Waldo sempre ia visitar mãe com o Chico no natal, e les
viajavam muito em monte carmelo.
- O desperto, Manoelzinho morreu em 2006 com 92 anos. De Minas ele.
- desencarnou no dia 3 de janeiro de 2006 aos 92 anos, mesma idade do chico. Centro de assistência
Aristina Rocha – que é a mãe do Waldo que faz assistência lá.
- Waldo leu o livro antes de dormir e quando ele saiu apareceu um monte de gente que itnha
dessomado lá hahaha.
- Estória do Espiritismo em Monte Carmelo.
- Pergunta: Foi feita forma extrafísica antes dessa dessoma? Waldo: Não, já havia. Mãe do Waldo era
muito alegre, extrovertida, falava mutio as coisas, mas também ponderada.

52 blogtertulias.blogspot.com
- Loiras perseguindo pai do Waldo, tanto que o avô dele mandou sair de casa por que dava problemas.
Garimpo, carro da bagagem. Hoje em dia 7 cidades que fomraram de monte carmelo.
- Melhro o Waldo ressomar com eles, devido aos irmãos dele, pai dele, avô dele, e outras pessoas da
família que tiveeram problema. 12 anos depois o pai dele se juntou com a mãe dele de novo. Waldo
teve que juntar os dois para o negócio dar certo.
- Waldo ressomou pelo menos uns 10 anos atrasado. Hoje teria 85 anos. Irmã dele está com 87, ele
deveria estar com 85. Isso não é excessão não. Muito difícil marcar ressoma e isso ser cumprido com
calendário certinho. Mãe se tiver problema de saúde por exemplo, como fica isso?
- Esperou pelo menos duas gerações, mas não foi plano beta não, foi plano alfa, planejado com eles.
- Quando Waldo pegou a bandeira já estavam todos preparados. Waldo conhece toda a tropa já.
- Amparadores iam fazer a união dos pais do Waldo,
- Tancredo do Projeções da Consciência. Que mexia com informática, fez que nem o Waldo fez.

*23:25

- Estamos todos entrosados, já nos conhecíamos antes. Essa coisa de nascer em outro país, outro lugar,
isso não é nada.
- Waldo nascer em família de artistas foi a provação. Tinha afinidade com aquela turma, processo da
mãe, pai, irmão que depois viria. Nunca teve desavença com a irmã em nada, isso não é estranho?
- Solução lógica é o que evita arrependimento, remorso, necesisdadde de votlar atrás, se retratar.
Colocar lógica nas coisas é muito sério. Nossa diferença com os bichos é que nós somos mais lógicos as
vezes, as vezes.
- Primeiro tem que concentrar, e estar atento ao que faz, para chegar a solução lógica, senão não dá.
- Na questão dos nossos atributos, os mentais, psíquicos, mentalsomáticos, tudo começa pela
concentração, depois pela atençao, e depois pela atenção dividida. Então se o processo abrange um
universo maior, tem que ter atenção dividida para satistazer uma solução completa, senão vai ser
incompleta.
- Decisões do destino: solucionática e decisões de destino – as mais sérias. Mudaram o destino de voces
quando vieram para Foz. São mais sérias. Por exemplo o márcio de Recife, já veio aqui várias vezes,
falava que ia ficar aqui mas não ficou. Viu, a solução de destino era difícil pra ele. Eu acho que ele já é
fregu~es de algum amparador de laboratório. Vem todo arrumado, tem alguma coisa nisso, é uma
solução de destino.
- Agora, quando eu falo para a pessoa ter solução, não é soluço grande não, é uma resolução!

* 29:09

- Contingência-Cenário-Conjuntura: o que está desenrolando no cenário? É um cenário com contexto


dramático ou não? É um aliteração que é com com com, didática que a pessoa vai ver que tem relação
com outra. Contingência, cenário está armado. O que vai desenrolar neste cenário? É a Conjuntura. A
vida é um palco e nela somos todos atores.
- Observação factual. É pluri, multi.
- Manda examinar cenário, mas ele vai até o horizonte. Então não vai ser de uma hora pra outra. Agora
no caso de um tijolinho.. muito mais fácil! Waldo fazendo propaganda do tertuliárium com o tijolinho
ali, hahaha, para quem está vendo pela internet.

****** foto

blogtertulias.blogspot.com 53
- Binômio auto coerência-lógica. É esse. Como a pessoa vai ser coerente se não tive atenção muito séria?
Se o cenário for novo, e complicado, complexo, entrecortado de intemperes e acidentes? Geopolítica
pode ter rio, desfiladeiro, montanha, mata, mata ciliar e um pedregal enorme. Isso no lugar, agora onde
vamos fazer construção? Primeiro, tem que saber que contrução é essa né, primeira coisa a saber é se
quer coisa mais alta ou baixa, visão maior ou menor, perto da água ou longe da água. Só falando como é
o processo de uma planta baixa de uma construção civil, até um muro no caso.

*Entrecortado: adj. (1836 Nitheroy nº 1 p.173) que se entrecortou 1 dividido em cortes cruzados 2
cortado em diversos lugares 3 interrompido em intervalos ou segmentos 3.1 de caráter
espasmódico, convulsivo 4 em que há algo de permeio; entremeado, alternado  etim part. de
entrecortar; ver cort(e)-; f.hist. 1836 entrecortar

- Voltando ao trinômio: contingência. Tem até semana que vem para decidir se vão cosntruir lá. Isso é
uma contingência. Conjuntura é precisar ouvir se fica perto do rio ou longe. De que lado voce quer que
entre a janela da casa? Por causa do sol. Contexto todo é uma experiência de rapaz que o Waldo tem.
Quando tiver que fazer exame de um assunto assim, coloca um cenário jutno, para decidir, fazer uma
simulação. É uma geopolítica do empreendedorismo.
- Simulação, o Google tem planta de tudo agora, do mundo todo. O CEAEC está lá até, já viu a tempo
isso o Waldo. E eles estão colocando coisas novas lá.

*37:10

- Ofiex dá trabalho. Pessoa uma vez chegou reclamando pro Waldo que tinha muito serviço. Waldo
falou para ela que ela ainda não tinha Ofiex. Que ia ver o que era trabalho daí a uns dias, Trabalho
com T maiúsculo. Wlado leu o livro e fez a evocação sem querer e vieram em cima dele. Outro dia foi
estudar umas cosias e veio um cara e deu nome a ele. Ele foi assistir e tal, mas queria saber outras
coisas e se era alguma coisa. Waldo foi na internet ver, pediu pra verem mas não achou nada. O nome
pelo menos existe. Pesosa vê coisa no sonho e vem aí querendo ver se acha a pessoa, mas as vezes
tem muita gente. No caso tinham uns 12 com o mesmo nome, e não é um nome comum.
- Quais os maiores impeditivos para a solução lógica? Waldo já escreveu um verbete: intempestividade
– pessoa afobada, precipitada, impulsiva, que coloca os carros à frente dos bois. Pessoa fica muito
ansiosa, pode ser síndrome do ansiosismo, da desconcentração consciencial.

*Tempestivo: adj. (1836 cf. SC) que ocorre no momento certo; oportuno  etim lat.
tempestívus,a,um 'oportuno, no tempo devido'; ver temp(or)-  sin/var ver antonímia de
extemporâneo  ant intempestivo; ver tb. sinonímia de extemporâneo

- Evoluciólogo já tem banco de dados, em parte na holomemória e em parte fora, no cadastro.


Dificilmente vai mexer com pessoa e está vendo ela pela primeira vez sem saber o que acontece.
- Samuel e Waldo, todas as respostas do Waldo superam as dele, e mesmo com Waldo e Transmentor...
Todas as do Transmentor ultrapassam as do Waldo. No caso ele tem o juízo heterocrítico, já viu de tudo,
tem gancho pra tudo, exemplo para cada situação, muda tudo... As vezes estamos pensando que nossa
vida está muito complicada.... espera.... voce vai chegar lá e ver como expande a coisa.
- Pessoa fica coletiva quando esquece o egão.
- Solução parapsíquica. Nessa dimensão já é complexo e difícil, então imagina no extrafísico. A solução
parapsíquica é diferente. As vezes está na mão do evoluciólogo. Paralogia da solução. Solução material
lógica aqui é o que precisamos.

54 blogtertulias.blogspot.com
- Sinonimologia: solução ideal e solução racional. A solção parapsíquica é outra coisa. Se tivermos
soluções feijão com arroz já está ótima para nós. Solução parapsíquica de alto nível já é serenão. Já
envovle muita gente, é complexa.
- Transmentor, já tem precendentes a tudo, tem a ver com a crocemica ou com a cronemica? A cosia
mais séria é o saldo da ficha, tempo e espaço mas o up to date da pessoa no momento é o mais sério. O
que vale é o saldo de hoje. A ficha determinada pelo ritmo e ??? Temq ue ver o embasamento da
estória, e daí que entra a crocemica e a cronêmica.

*47:38

- Drama me três atos, é um terceto. Pensar bem em qual a última grande decisão da sua vida? Aquilo
envolvia interassistencialidade ou não? Se não havia, estava correto? Isso é o finorium, é o finesse. Isso
é de conscienciometria de alto nível. Tem que olhar o grupocarma, não só o sanguíneo, mas sim todas as
famílias, as da escola, profissão, do clube, a segunda família da dupla evolutiva, e a mais brava que é a
consanguínea da sua companheira. Isso aí já é seis famílias, e ainda outra, a da cognópolis de quem vem
pra foz. Já pensou o que eu sou na sua família? Você ter que me aturar?
- No intermissivo, como é a solução lógica? Lá é tudo otimizado, não tem assédio externo, só tem o
autassédio, que soobe e levanta poeira. Lá não se pode fazer muita coisa, fica só na observação.. fica só
pensando... fou fazer a macarronada.. o macarrão vai ser assim.... o em parafuso.... é muito teórica a
coisa. Aqui que muda tudo, é prático.
- Lógica na teática. Tem que resolver com a mão na massa, e otura coisa é ter qeu resolver isso no ato,
sem poder deixar pra amanhã. A lógica universal é a do atacadismo consciencial. Qual a família
envolvida com a sua decisão?
- Uma boa relacionar as suas famílias. A família consciencial é a mais séria, a mais abrangente,
importante. Todas as outras famílias são para conduzir você à família consciencial.
- Retruquem esse ponto de vista. Quando a família é consciencial, ela é mais abrangente e mais
profunda. A raiz multimilenar está mexendo com o saldo da sua ficha. O saldo não fala só das baratas ou
lesmas com quem já teve contato na sua vida. É gente, mas no atual contato evolutivo. As vezes Waldo
não pode falar para pessoa vir pra cá por causa disso. Falo pra vir pra cá quando é mais coisa de
trabalho. Não foi o caso do Moacir, com o Moacir eu falei “O Moacir, voce vem pra cá ou eu te dou uma
surra!” hahahahahaaha. Que é de casa e a gente já conhece.
- Rotinas úteis, práticas, com séries de decorrências, filhotes, efeitos derivados daí.
- Desafio da renovação existencial: A partir de agora, nunca mais será a mesma coisa, a partir de
amanhã vai ser diferente!
- Pessoa vem pra cá e acha que vai para o paraíso e nunca mais vai ser outra coisa. Agora chegou aqui e
é que tem que começar a trabalhar, que nunca tinha tido que trabalhar antes. Que é o ferrão na vaca.
Aqui não uso ferrão, mas a gente estuda e então a pesosa estudando quer se mexer e não fica parada. E
quando mexe com o processo evolutivo, muda toda a vida da pessoa. É o ideal para a pessoa. Daí que
falamos na radicação vitalícia na cognópolis. Tem sua razão. Agora, rico ri a toa. Alguns com a vida
assentada aqui e já riem a toa.
- Cheogou ali sendo calculista. Pessoa que chegou ali e que é calculista, o Clovis Batista, que conhece já
as coisas ali e que vai programar e acredita que vai sair um bom livro, sem prazo ainda mas organizado.
É o cara mais alto que tem ali, não tem nenhum complexo nem recalque. Waldo pede pra ele andar um
pedaço ali e dar um show, que ele é alto, tá sempre de bom humor dentro do trabalho e é firme no
trabalho dele. Cara tira o corpo fora. Fora de série. Waldo feliz de ver ele ali na tertúlia, que ele vai
enriquecer a tertúlia enriquecer a cultura deles ali.
- Waldo convidou ele pra vir no passado, o Clovis ali, e a pessoa não deve desperdiçar a oportunidade
desse nível como do CEAEC quando tem. Que ele veio alguns anos depois que é bom sempre vir na hora.

blogtertulias.blogspot.com 55
*1:02:08

-Waldo qualquer dia vai pedir pre ele dar um jeito em algumas pessoas ali.
- Fases da vida humana: problema da cronêmica, no tempo. Não adianta ter solução lógica que deve ser
aplicada daqui a um ou dois anos e querer aplicar ela agora. As fases da vida humana, a idade, influem
muito nisso. Não adianta ter bela soluçaõ para daqui a cinco anos. Temq eu ter solução para agora, aqui.
- Conscienciograma como manual das soluções. Melhor maneira é ter solução para si mesmo. Flavia
sempre que procura decisão séria que envolvem outras pessoas, procura ali usar para poder ajudar os
outros, e pensar melhor em cima do processo. Waldo diz que ajuda até certo ponto.
- Saldo consciencial da família consciencial: na hora que consegue uma conquista, façanha, conforme o
tipo, vai mudar o saldo, quando a pessoa faz 6 meses da tenepes e se saiu bem estando totalmetne
dedicada ao processo. Aquilo influi totalmente na vida dela. Ela está fazendo uma assistência sigilosa e
no cantinho dela com cosnciexes. Abrir hospital onde é o único enfermeiro e médico, com o amparador.
Atende um monte de gente e a freguesia é grande as vezes. Isso influi na sua vida. Para falar no saldo da
ficha, tem que falar no ciclo de relações dela. Pode falar no saldo de ficha sem falar no circulo de
relações? Não dá para falar em saldo falando só em voce. Olha o microfone!
- Família consciencial e saldo. Saldo do Waldo no espiritismo: por onde passa tem que deixar traço
positivo. Tentaram falar mal do Waldo lá, e ele escreveu uma carta e todo mundo ficou calado, pararam
de tentar inventar coisa dele. Mandaram o livro de espiritismo pro Waldo, falando que ele ajudou o
espiritismo junto com o Chico a mandar o espiritismo até para o oriente. Marcou a passagem dentro do
movimendo, deixando pegadas positivas.
- Saldo da conscienciologia está mais ligado ao que o Waldo está desempenhando ao mandato dele, a
proéxis dele. O mandato da própria vida. Missão é processo da religião. O problema é o mandato de
vida da pessoa, a obrigação dela, o contrato, a empreitada pela qual ela tem que responder na vida.
Muda tudo. Vê se tem lógica.
- O microfone vai curar todas as impulsividades de vocês.... Hahahaa. Esse microfone vai ajudar uma
solução lógica e prática para o processo. Entendeu?
- Vínculo consciencial é mais profundo e sério. Voce não acha que só atingiu a sua família consciencial
depois que sossegou de maneira regular, razoável as outras famílias? Então a consciencial é muito mais
séria, teve que passar por tudo isso para chgar aqui.

*1:12:07

- Agora, é duro né, a grande artista chega aqui e encontra gente que só quer fazer pesquisa, e entao tem
que se enquadrar nesse corpus. Pensava antes que era mais um bico e agora viu que é o preponderante
e a arte foi diminuindo e o processo evolutivo cresceu... É isso.
- Execução da auto proéxis. Na fatologia, página 9 (nove páginas wow). É a execução da sua vida. A
execução da programação existencial. Todos os dados e elementos estão na sua mão. Agora tem que
fazer a retribuição do que você recebeu. Vai sentir dentro de si quando tiver retribuido. Não adianta a
gente falar.
- Profilaxia, na frase enfática. Quais os indicadores na solucionática? É ver o prioritário dentro daquilo
que voce faz, visando curto, médio e longo prazo. O que mais tenho que fazer antes de chegar no
futuro? O caminho é por aqui, então tem que dar o passo nesse rumo. Tem que examinar os flancos da
montanha para ver o melhor caminho e saber por onde ir. O viés da montanha, o lado da montanha. Se
escolher o lado da montanha sem olhar o outro, então tem gente qeu já chegou lá em cima muito antes
dele. Existe coisa que voce vai fazer qeu tem qeu ver a viabilidade das coisas, física, econômica, social,
pessoal propriamente dito. Ver se é prático, se é capaz, se é uma boa. A gestão empreendedora dentro

56 blogtertulias.blogspot.com
do processo da solução tem que ser lemrbada sempre. Solução tem que ver o essencial. Profilaxia entra
em primeiro lugar na teoria. Crises aparecem e voce muda o processo profilático e a sua programação,
dentro do princípio de que os fatos orientam a sua pesquisa, as suas soluções.
- A vida não é de fantasia, agora a vida moderna coloca muita coisa na cabeça das pessoas. Filme hoje
em dia raramente é real. Tem mutia ilusão, tem bicho falando. Pessoa tira os pés de cima da rocha e não
fica com o mentalsoma no cosmos, fica com ele num buraco, porque não tem lógica. Isso elva muitos
adultos a virarem crianças. São crianças inteligentes mas são crianças. Tem filmes antigos da década de
40 que tem muito mais essência do que os de hoje. Querem inventar coisa nova, heurística, verpon, mas
como não têm, procuram inovar na trucagem cinematográfica.

*Trucagem: s.f. cine 1 efeito cinematográfico obtido por meio da truca 2 artifício (como
fotomontagem, distorções etc.) us. para criar efeitos inesperados, divertidos ou dramáticos em
filmes 3 fase final da produção de um filme, quando se fazem os truques  etim 2truca + -agem

- Pessoal da ARACÊ e os sambaquis. O processo de gárgulas e totens são para defesa, para assustar o
invasor. Índios fazem aquilo tudo para defender o que é sagrado para eles, chegaram priemiro,
primeirão.
- Para chegar à lucidopensenidade é fazer a pesosa pensar com lógica e retilinearidade o tempo todo.
Que nem com a pergunta retilínea, sem preâmbulos, sem dar voltas, ir e voltar, que não tem
retilinearidade: ir direto aos finalmentes.
- Dificuldade de tomar decisões que envolvam parapsiquismo: tem princípio para isso. Pessoa só deve
colocar banca nisso se tiver competência, senão é melhor deixar para outro. Não pode brincar. No caso
de espírito santo por exemplo, não pode levar qualquer um lá. Mulher que chora em novela, criança,
homossexual que se excita com tudo. Melhor é levar gente adulta, madura, que domina o EV, entende o
que quer, para ir lá. Se quiser arranjar solução ilógica e irracional, piora tudo. Tem que escolher o povo
que vai entrar nisso. Outra coisa boa para evitar é levar gente nova lá. Evitar operário muito novo, e
colocar operários de mais idade, mais assentados.
- Não pode ser afobado, tem que ser calmo. Pedra lá não faz mal para ninguém, é processo banal de
criança, mas eles fazem caso grande pra eles. É creche, mas tem que entender a creche. Se mudar o
flanco da abodarem, o foco, vai eliminar o problema. O cemitério não pode circundar a montanha
toda.... Geralmente é o lado. As vezes quebrar a pedra por otro lado resolve tudo.
- Negócio é o chá de quebra pedra, aquele que é bom para os rins. Hehehe.

*1:26:00

- Gente, vocês está está desligando o microfone, até que enfim eu vejo alguém falar as coisas que eu
digo e falo a 50 anos e que ninguém segue.
- Especialidade: autodecidologia. Explicar mais profundamente. Waldo: como vai arranjar solução para
coisa qu enão pdoe ser teórica, tem que ser prática? Tem que ter uma decisão para isso. Já viu negócio
sobre reunião? Tem que ter telefone, computador, coisas todas de ocmunicação para resolver agora.
Nada de demorar e não resolver nada. Tem que resolver e fazer funcionar ali na hora. Melhor foi a que
era para fazer a socin conscienciológica, que era o CEAEC, objetiva. Então Waldo chegou e tinha pauta
enorme, de 9 itens. Waldo chegou e perguntou se podia falar um pouco antes. Falou que já tinham
achado lugar, em Foz, agora que eles tinham que ir lá imediatamente. Então povo só falou assim, fechou
tudo e falaram “vamos lá agora!”. Waldo então abortou um monte de teoria, perda de tempo, energia
tudo. Eles vieram entusiasmados e vieram pra cá.
- Aquilo abortou tudo, e solucionou o processo. Waldo quando veio ali foi pra abrir tudo, resolver tudo,
e trazer o Moacir pra cá e tal.

blogtertulias.blogspot.com 57
- Têm pessoas as vezes que gostam muito da reunião, pela reunião em si. Waldo: fala então ficam voces
aí discutindo, vão praquela sala, e nós resolvemos aqui o negócio sozinhos. Waldo falou que o nome ia
ser Centro de Altos Estudos da Conscienciologia. Ficaram discutindo se ia ser CCEC, até que deu CEAEC.
- No começo vinha muita gente doida, que estavam desbravando né. Antes eventos davam 50 pessoas e
aqui é mais de 80 todo dia.
- Antes eram 29 pessoas em Foz. Quando Waldo veio tinham cento e poucas, de 8 anos pra cá.
- Turma mesmo falava que se o Waldo fosse para Foz, o povo ia, e ia aumentar tudo. E foi assim que
aconteceu. Agora a coisa já ta bem assentada.

*1:34:50

- Interdisciplinologia: paraprofilaxia, autopriorologia, autoraciologia. Precognociologia e invexologia não


entram, não cabem aqui. Invexologia no caso é secundária, é derivado, não resolve. Holotecologia
também é boa.
- Solução impulsiva: antonimologia.
- Até o Waldo pega o dicionário, e olha que ele nasceu com essa língua. É normal, necessário.
- Última fatologia: aceitação lógica da verpon. Aspecto difícil que é a coisa nova, que as vezes não se
encaixa no já existente. Tem que ter aceitação lógica disso. Há encaixe para a verpon? Ou vai ser corpo
estranho ela entrar aqui?
- Solução lógica é a que faz sentido. Tem lógica? Faz sentido? É racional? Corresponde aos fatos? Esse
é o caminho do processo democrático.
- Com o microfone se pondera mais a pergunta. Pessoas mais acanhadas, pelo microfone ter que se
solicitado, elas vão se acanhar mais ainda, mas é bom para ela vencer... Waldo: não, mas qualquer coisa
a gente dá com o microfone na cabeça dela. Segura aí!
- Higiene consciencial nos intermissivos: ambiente melhor, sem interferência. Aqui se tem muita
intercessão, intrusão. No curso é tudo limpo, isolado, sozinho, mas com os pares, os iguais
semelhantes, a turma do seu nível.
- Se a pessoa começa a estudar diferença do holopensene do curso para esse aqui, ela vê o processo da
família consciencial. Lá estava com a elite da família consciencial, aqui é a ralé, que sou eu aqui. Lá era a
elite, que era o amparador, evoluciólogo, serenão que aparecia as vezes, ser professor.
- Foram preparados para isso aqui, a ralé. Agora, outra coisa: Muitos de vocês me viram, como que
voces esquecem uma coisa dessas?
- Quem já foi professor aqui? Corpo discente nossos é constituído pelos corpos docentes de vocês.
- Processo cognitivo, é insight. Heurísticologia, é uma solução lógica. As vezes a solução mais difícil que
tem são das coisas banais. O óbvio as vezes é a coisa mais difícil de se ver. Entendeu a diferença? É o
óbvio. A vida inteira voce tem isso. Insight pode ser um produto. O insight que interessa é na verpon, na
herísticologia. Tem que colocar as coisas bem nos trílhos, senão vai para o acostamento.

*1:43:00

*Laura fala do tertuliárium


- Agora pessoa que fica acanhada tem que falar as coisas mais, e ajudar quem está longe a ser
esclarecida pelo pensene que está tendo, enriquecendo a tertúlia. Para se esforçarem mais com o
microfone.
- Flavia: A obra está muito acelerada, no tertuliárium, fundações prontas, pilares subindo, e falando que
está muito bem feito. Convite para todos irem lá visitar ela.
- Oferecemos o tijolo que é 50 reais e equivale a 180 tijolos reais do tertuliárium.

58 blogtertulias.blogspot.com
- Se a obra continuar tão rápido, teremos que parar de novo se não tivermos dinheiro.
- QUEM ESTÁ ONLINE PODE ENTRAR EM CONTATO CONOSCO PARA CONTRIBUIR COM O
TERTULIÁRIUM.
- Para fazer a pergunta é só direcionar a pergunta pra gente e o Professor Waldo vai responder a
pergunta.

*Waldo
- Tem que aumentar o pátio porque aumentaram os carros ali. Só se pede uma coisa: Nunca deixar o
carro fora do portão. NUNCA, isso desde a época da cooperativa. Mas não derrubar árvore para fazer o
estacionamento.
- Domingo vai ser erro crônico!

*Eleição....

- Waldo tirou o microfone... Colocou o chapéu também.

1:48:00

***

blogtertulias.blogspot.com 59
779. Pseudoprofundidade Humana - Quinta 14/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:12

*779. Pseudoprofundidade Humana - quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/37819867/70c43cd2/20080214_-
_779_Pseudoprodundidade_Humana.html

*Anotações
- Waldo amplia os verbetes antigos sempre que faz revisão deles. É duro, tem assunto que é difícil.
- Já dá mais de 5000 páignas os verbetes que tem lá.
- Novos, principiologia, lala
- Waldo está com 57 sessões, vai parar quanto estiverem 60 e tentar equalizar elas.
- Isso que o povo reclama, que as vezes tem muito masculinologia e femininologia, varia muito, depende
do verbete. Tem uns que tem mutio, esse aqui tem pouquinho. Tem uma parte básica que eu quero
repetir para chatear o leitor, igual pro exemplo a fraze enfática.
- Esperar chegar mais gente intelectuali aí para fazer pedidos de estudo em grupo, para ampliar os
verbetes. Eles juntarem e fazerem brainstorming. Tem que arranjar pessoa para montar equipe e testar,
para o pessoal crescer.
- Tem que ser gente nova que não esteja muito ocupada, que esteja aparecendo, para os
brainstormings.
- Tem muita coisa que pode ampliar agora, que tá fácil, por exemplo, a cognatologia. Tem que ser coida
bem suave, par a pessoa pegar gosto. - Parte básica de verbete, hoje, o Waldo faz em meia hora, mas
para concluir demora umas três horas. Tem qeu seguir a intraarticulação da estrutura, interna. Hoje o
que tá dando mais trabalho é isso. É muiot bom ter mais verbete, mas tem que observar muito mais
detalhes. Tem uns que estão passando bem perto um do outro, a contiguidade.
- Nunca chegamos a materializar um percentual tão grande da família extrafísica quanto aqui no CEAEC,
que é a família do curso intermissivo. Sente hoje aqui o processo do psicossoma. É a família extarfísica
que tá materializada aqui, nunca tivemos um percentual de tantos como era. Acha que precisava
aumentar um pouco. Que a gente estruturou um monte de gente antes de ressomar. É impressionante.
Eu noto, cada onda do holopensene.
- Selecionar bem uma meia dúzia de pessoas e levar lá, para ver o lance do poltergeist. Tem que
examinar isso. Agora, quando forem lá, levar no lugar do acidente e do flanco novo que voces está
querendo explorar.

*22:09

- Vão fazer churrasco comemorativo para inaugurar o campus da assinvéxis, 5 reais por pessoa, para
inaugurar que eles vão tomar posse nesse sábado. 19 horas sábado, depois de amanhã. Waldo vai
aparecer lá, para inaugurar o Chinês dois, do campus da assinvéxis. Vão por uma plaquinha lá na
estrada: CHURRASCO! Daí Foz toda vai aparecer lá. Hahahahhhaha. Waldo fala pras pessoas verem se
aparecem lá. Muy baratito.

- Solução pro microfone, que tal arranjar mais microfone, não tem jeito não?

60 blogtertulias.blogspot.com
*Gongo
*25:49
- Condição ou qualidade inevitável, inerente da impressão de profundidade de toda afirmação assetiva
de qualquer autoridade humana mesmo aquela considerada erudita, sábia ou genial, em qualquer linha
de conhecimento da humanidade, devido ao estado de imperfectibilidade intrínseca à cognição nesta
dimensão material restringidora da lucidez da consciência.
- Pseudo profunfidade das teses triviais, a pseudo profundidade da literatiçe dos disrursos vários, a
pseudo profundidade da poesia impressionista aglutinadora, a pseudo profundidade dos cenários
cinematográficos, a pseudo profundidade da tangencialidade das abordagens, a pseudoprofundidade
humana a respeito do uso do planeta terra, a falsa impressão de profundidade omnipresente, a
insuficiência evolutiva generalizada, a ilusão consciente da arte, o primado do autodiscernimento na
conscin lúcida, o afunilamento intraconsciencial do restringimento intrafísico no soma, os obstáculos
para se alcançar a polimatia na vida humana, os conhecimentos humanos sempre superficiais, a
ausência de grandes experimentações pessoais, os teoricões imaginosos da história da humanidade, os
cantos de sereias das pitonisas de plantão, os apegos infantis dos dogmas religiosos e misticismos, a
ciência convencional com o paradigma newtoniano-cartesiano na UTI.
- Auto maturidade consciencial gerada pela melhoria da saúde e a longevidade na vida intrafísica
moderna levará as conscins a reverter a condição da pseudoprofundidade humana. A noção da
pseudoprofundidade humana já chegou até voce leitor(a)? Qual iniciativa voce vem promovendo para
dimuir tal insuficiência evolutiva?
- Microfone tem que ficar ligado permanente! Então tem que cortar? *Por causa dos barulhos que
aparecem no microfone, que tá dando problema.
- Microfone é nao me toque, não sei como fica ele pra pessoa falar nele.
- Irmão do Waldo presente ali, mineirão qeu virou cariocão. Aguenta tudo, pode desancar que ele
aguenta bem! É um meninão, olha o jeitão dele! Voces acham que parece comigo alguma coisa?
- Processo da massificação da ciência, fazer uma metáfora: vamos supor que voce vai em hospital
psiquiátrico que tem muitos pacientes, agora como acontece em filme e vida real, eles podem fazer um
motin. Já teve caso de motin de mulheres, igual em prisão. Supondo que aconteça motin contra os
funcionários. Hospital não pode ser administrado pelos pacientes. Socin ainda patológica, qualquer
reivindicação pelo grosso da população, é loucura. Se a conscienciologia fosse aclamada pelo povão
igual é o lula, seria problema, e eu estaria então gagá ou a conscienciologia seria conversa. Que nem no
hospital. Isso mostra que é indevida a massificação da conscienciologia, impossível fazer isso.
Interessante o Mario mostrar isso nos cursos dele. A massificabilidade do corpus ideativo ou ideológico,
da filosofia, holofilosofia que está dentro da cosnciecniologia.
- Agora, se a maioria está aclamando, tem alguma coisa errada, porque a maioria é patológica. Então
não é uma ciência mais, é uma patologia. É uma loucura. Isso é bom para clarear para nós, é um
parâmetro.
- Mário falando: Umas coisas que acontecem mutio nos cursos é que quando falamso de religião e
dogmas, isso dá um frissor danado, significativo. Waldo: Isso é vulgar né, é gente nova, tem em todo
lugar. Tem que falar nesses casos da falta de pesquisa. E também tacon e tares. Mario: a gente tem
falado, mas sempre dá tribobó. Mario: doutrina por exemplo, quando voce começa a aprogundar, que
falam que é importante, a pessoa recua. Outra coisa é o processo de deus. O senhor não acredita em
deus? Daí quando pergunta o que o senhor ou senhora entende por deus? Daí a pessoa se enrola.
Arguemtação dos livros de ***** que o Mario já usa direto.
- Fatologia página 13, última linha. Reconhecimendo ta pseudoprofundidade humana como centro da
mair profundidade. Pseudoprofundidade temso que ver como a pessoa interpreta principalmente a
lógica do assunto e se ela fez a apreeensão exata do assunto. É inevitável – essa falsa apreensão existe:
as pessoas são na maioria aprioristas já querendo saber o que a coisa é antes de ver ela, querendo

blogtertulias.blogspot.com 61
ratificar o qeu ela já admite, ao invés de chegar de peito aberto para ver o novo. A pessoa faz pergunta
já com a resposta pronta. Isso é coisa do ser humano. *Diferente de crianças que absorvem e aprendem
mais.
- Antagonismo profundo de dados da ignorância. Conhece a ti mesmo, já é uma grande coisa que é a
“douta ignorância”. Nicolau de Cuza já escreveu que a pessoa com todo o conhecimento dela, ela ainda
é ignorante, isso a vários séculos. Agora editaram o livro dele em português. Os católicos que fizeram
isso, então estão usando o livro para defender o catolicismo de todo jeito. Esse cara era um cardeal. O
Waldo tinha um livro em latin, original. Agora tem um em português com observações dos padres.
- Waldo recebe email agradencendo a todos por estarem recebendo tertúlias online. Falando que
Uberaba se orgulha disso, e que estão vendo online. Amigo do Waldo mandou email pra ele, grande
médico colega do Waldo de formação.
- Pseudoprofundidade humana com três pontos, primeiro neutra, depois neoverpon paradoxal, devido à
ignorância de uns e sabedoria de outros. Percentual de pessoa varia de pessoa para pessoa, para o
realista. Se voce quiser ser eufemista tem que falar percentual de sabedoria. Isso que é um paradoxo.
Volta à questão inicial. Por quê o tema é neutro? Waldo: Poruqe estou no meio, falando pros ignorantes
e pros sábios, no meio, falando pros dois, e a posição do Waldo é neutra. Até certo ponto isso é o
problema do “juris consulto”. Agora tá falando ali e tem um monte de advogados extrafísicos. No que
vocês estão faznedo aí? Isso é o nosso amigo lá, Papiniano!

*Emílio Papiniano: Jurista romano de origem síria, considerado o príncipe da justiça. Prefeito do pretório (203),
esse cargo foi importante porque a partir dele, dominou a administração da justiça em sua época. Sua obra sobre o
estudo do direito, desenvolvido paulatina e juntamente com as obras de outros famosos juristas como Gaio,
Paulo, Ulpiano, Modestino e Tribuniano, convenceram o Imperador de Romano (211-217) Caracala (188-217)
estender o direito de cidadania a todos os habitantes das províncias. Dessa medida inclusive resultou a melhoria
para o tesouro. Coube, inclusive, a Tribuniano, a consolidação final do Direito Romano. Morreu assassinado (213)
por não concordar o assassinato do imperador Caracalla (188-217). A posteridade o consagrou como o maior
jurista romano por seu gênio e pela profundidade de suas inspiradas respostas em Justiça e a Eqüidade. Dentro de
um estilo muito sóbrio escreveu Responsa (19 livros), Quastiones (37 livros) e Definitionis (2 livros). Os juristas
romanos como ele, Paulo e Gaio, influenciaram na economia positivamente com suas investigações sobre a
escravatura, natureza e significado do dinheiro, os interesses da população, separação e direito a liberdade de
culto etc. Pregaram o direito a propriedade com a característica de uso e o reconhecimento à imunidade do
indivíduo ante os atos arbitrários do Estado. Outro grupo importante de pensadores juristas foram os agrônomos,
entre eles Catão e Columela, com suas idéias sobre economia agrícola, críticas a concentração da terra e ao
aumento da força de trabalho escravo na produção agropecuária, porém sua influência política foi muito limitada.

- Hoje começa uma coisa ali, que vai falar de holodireito, holofilosofia.. Waldo falando que vai sair fogo
daí. Pontes tá aí hoje. Tá com mais gente que ele conheceu ali, que voces não conheceram, alguns que
eram juristas, alto nível, povo do Waldo ali. Ó o Medina também está aí, isso é energia dele. Era
especialista em direito internacional. Conversava muito em secretaria, sala de professores, não
precisava assistir as aulas dele. Era uma personalidade muito alegre. Agora ele está junto com o pontes.
Deve estar saindo fagulha desse negócio deles.

*58:51

- Pontes tá bem, remoçado, ta bem. Quando ressomar vai ter um monte de livros para ele encontrar
dele, uns 60 né.
- Eles ali pelo curso que começou de manhã, segunda feira, parte laboratorial, e hoje apresentações de
trabalho. Waldo tá sentindo hoje, sem saber de nada disso, que o povo apareceu ali. Agora, vamos ver
se eles vão acabar com a pseudoprofundidade humana.

62 blogtertulias.blogspot.com
- Turma de epicons se reunindo pra irem ver o poltergeist em espírito santo. Waldo falou que devem ir
no mínimo seis pessoas. E se preparem, qualquer coisa a gente arruma umas armaduras pra vocês, ou
encapsula todo mundo pra voces irem enfrentar lá. Agora, seleciona esses companheiros né. Antes de
voces irem me falem quem vai ir, para a gente jogar energia. Devem ir primeiro no loco problema e
depois no flanco novo. Isso é bom, faz uns anos que não aparecem isso. Vão ter que fazer viagem...
Lembrem-se: consciex não tem energia nem espaço, energia não tem energia nem espaço. Alugem uma
tenda lá e acertem a situação. Qualquer coisa pede também pra Mariângela ir, que se lá tiver gente boa
que entende de energia e tudo mais. Celso que entende de selamento, e quando eu fui no holoteca
quem eu chamei foi ele. Cuidado, não vai levar ninguém só por curiosidade. Tem que ver se tem gente
ectoplasta nessa estória, pra saber se dá certo isso. Outra coisa. Um dos que forem devem registar tudo,
pra depsi fazer artigo, essas coisas. Também levem aparelhos, tem um monte qeu usamos, sensores, em
matéria de poltergeist. Eu tinha uns antigos. Tem uns aí, olham lá comigo. Estou torçendo desde já.
- São os corajosos da farofa. Isso aí tem que ter coragem, não é brincadeira.
- Outra coisa: tem rio perto? Seria bom passar no córrego, por causa da energia. Tudo é auto defesa,
profilaxia. Prevenção.
- Pseudoprofundidade humana no aproveitamente do planeta terra: o que acontece, estão
transformando a terra, o planeta gaia, numa lixeira. É o problema da pessoa não entender nada de
holopensene. O que falta é holopensenidade: ou interpretam mal ou não dão valor à profundidade.
Começam a falar, parecem que sabem tudo, mas expreme e não sai nada. Na prática não resolve nada.
- Rio que foi feito o ECO 92. Quanta coisa não foi conversa fiada, e nada foi feito. Bush falou, falou e
depois não assinou o Kiyoto.
- Muito dinheiro atrás disso, não é fácil.
- Obstáculos para se alcançar a polimatia na vida humana: cultura mais extensa, mais profunda,
erudição mais ampla e abrangente. Muito obstáculo nesse sentido, principalmente a pessoa não ter
muita cosmovisão nisso e ser muito varegista. Então o processo do universalismo sem a polimatia é
impossível. Mesmo se a pessoa for um gênio dentro de uma especialidade, sem cosmovisão, ela nunca
vai ser polimata. Tem que ter cosmovisão. Problema todo é a inibição da pessoa, de ter apriorismose,
alguma coisa que tenham feito a cabeça dela na quando ela era criança: princípios como provérbios
populares que podem ter enfiado na cabeça dela quando era pequena. E a pessoa fica com um processo
que é um mito dentro da cabeça dela. Isso é uma mitologia popular. O caso das simpatisas, do folclore,
desas coisas de hoje, que a psiquiatria tem registrado.

*Polímata: s.2g. (1873 cf. DV) indivíduo que estuda ou que conhece muitas ciências; polígrafo,
polímate  etim gr. polumathês,ês,és adj. 'que sabe muito' e adv. polumathôs 'de, com grande
saber'; a forma lat. teria sido polumàthes ou polumàtha, daí as f. vern. polímato, polímata,
polímates, polímate etc.; f.hist. 1873 polymatho

- Waldo falou em meia dúzia dessas rádios que tinham em arredores de Buenos Aires, as vezes era um
cubículo no jardim do cara. Isso deve ser alguma tradição de bobagem deles – os cachorros entrando e
latindo em cima de você. Radio pirata é problemática porque entra na faixa das outras, Waldo não ia se
fosse pirata. O príncipe das astúrias não deve estar sabendo disso.
- A partir do momento que as pessoas falam que vão, os índios começam a aparecer por aí, podem se
preparar.
- Típico do processo de poltergeist que vem até no trabalho da pessoa.
- Na dinâmica, Giselle viu índio mexendo com fogo. Waldo fala que é energia, processo da salamandra.
Que isso é normal deles.
- As vezes fazer rádio na argentina ou no paraguay é muito mais barato do que aqui. Por exemplo para
colocar rádio no paraguay é agora.

blogtertulias.blogspot.com 63
- Waldo: nas defesas de tese é onde mais tem pseudoprofundidade. Especialista hemiplégico, aquele
que é torto de um lado.
- Fatologia 12ª linha. Cantos de sereia das pitonisas de plantão: certos jornais gostam de fazer no fim do
ano, o levantamento do ano, e como vai ser o próximo, então olham profetas.... astrólogos...... caras qeu
vêem isso e aquilo...... os caras que são pitonisas de plantão. Isso vende mutio jornal e revista. Inclusive
tinha um cara que previa tudo antes, e no outro ano viam oq eu tinha acontecido. Erram mais do qeu
acertam. Agora no Brasil estão pedindo pra candomblé, umbanda e quimbanda para falarem. Esses
dificilmente vão acertar alguma coisa. Vai ser muio difícil algum acertar muita coisa. São as pitonisas de
plantão. Agora no jornal aqui as vezes aparece alguma coisa no jornal de anúncio.
- O dragão chinês, os leões de cada lado da biblioteca de New York... *não peguei essa parte
- Diferença entre viver no soma ou no psicossoma: problema todo é que já tentaram medir as coisas do
psicossoma. O cara achava que eram 10 gramas que corpo perdia quando projetava. Mas isso tem que
ser visto mais ainda. Mas ectoplasmia na hora que voce começa a mexer, isso tem peso, ela tem massa.
- QI é furada porque depende do tipo do exame que é feito, qual a técnica e não pdoemos confiar nisso.
- Coisa mais séria que tem que ter é a maleabilidade das abordagens da pessoa, do ponto de vista de
estudar o psicossoma, se a pessoa é rígida ou flexível. Se é flexível ela tem mais cosmovisão, se é rígida
tem monovisão.
- Pessoa que chega e vai contar está com 64 de cara, enquanto que os outros estão no 24. Auto pseudo
profundidade humana. Autoavaliação furada. Falsa impressão pode ser pos instinto defensivo na
autavaliação, para melhorar a autoimagem dela. Pseudoprofundidade quando diz respeito quanto a
coisa egóica, então é sério.
- Se problema pega umbigão da pessoa, então pronto, vai tudo por água abaixo.
- Mais de 51% para trabalhar ainda de estudos da alma, que tem que ser estudados ainda. Estamos
trabalhando com muitas verpons. Essas verpons existem, tem que ser vistas mesmo.
- Flexibilidade mental, se pessoa já está com lealdade, atuenticidade, franqueza, ela faz verdadeiro strip
tease da realidade dela. Com isso as realidades são mais corretas. Se voce diminui autassédio e auemnta
autocrítica, então a possibilidade de fazer uma avaliação externa aumenta muito. Pseudoprofundidade
entra qundo falta autocrítica, autodefesa energética, falta de autorganização. Se ela está com síndrome
do ansiosismo então, queima tudo, joga tudo no buraco.

*1:27:49

- Binômio analógico ilusão de profundidade do anáglifo e ilusão de profundidade da polimatia. É


analógico, comparação entre a polimatia e um apedeuta. Pessoa ignorante, analfabeta – nome no brasil
é anarfa. Pessoa que não tem conhecimento profundo das coisas, em relação ao outro.

*Anáglifo: s.m. (sXX) 1 art.plást obra cinzelada em baixo-relevo 2 fot figura obtida por dupla
imagem, cada uma de um ponto diferente, impressa em duas cores contrastantes, que
produzem, mediante o uso de óculos especiais, a ilusão de profundidade, de relevo  f. geral
não pref.: anaglifo  etim an(a)- +–glifo; cp. gr. anagluphê,ês 'cinzeladura' e lat.tar.
anaglypha,órum 'id.', neutro substv. do adj. anaglyphus,a,um; f.hist. 1871 anaglypho  sin/var
tridimensionalidade

- Figura obtida em dupla imagem, obtida em duas coisas. Stereoscopia: waldo consegue desde pequeno
olhar coisa em dois planos diferentes com facilidade. Maioria das pessoas não entendem nada disso, e
por isso tem dificuldade de entender a clarividência. Isso devia ser explicado em todos os nossos cursos
do acoplamentárium.

64 blogtertulias.blogspot.com
- Anáglifo é uma condição. O efeito que dá em você. Pseudoprofundidade. O cara acha que é o dono da
paróquia, e voce pergunta se ele já saiu do corpo, e ele fala não. Cara que vive só nessa dimensão é
superficial.
- Em matéria de analogia, isso é em cima do lance.
- Polimatia as vezes é entre aspas, é uma pseudo polimatia.

*1:32:49

- Aquela é uma ilusão. Já falei em meus livros sobre ilusão de ótica, que tem o estereograma, as do
cinema, o caleidoscópio. Quer coisa maior de ilusão do que o caleidoscópio?
- Cornucópia de conhecimento que é um absurdo, mas vai pegar, é uma ilusão. Turma de Nietsche, que
no fundo do arco íris vai achar um tesouro. Tá falando que aquilo é um reflexo do ouro do pote.
- Isso não é antagonismo, é uma analogia, inverteu para mostrar!
- Síndrome da dispersão cosnciencial, falando para rapaz e ele levando a sério, Waldo falando isso meio
brincando. Garoto defendendo agora a maconha, coisa terrível.
- Amigo aí que fez livro sobre boemia, isso é pseudoprofundidade. Muito simpático. Chegou ali em cima
e falou pro Waldo que ele era o maior filósofo vivo que o Brasil já teve em todos os tempos. Waldo
perguntou se ele já tinha almoçado, se estava tudo bem com ele?
- Filosofia de teoricão é superficial. A prática é a mais difícil que tem para arranjar e enfrentar,
principalmente as políticas, com cláusulas, corolários. As próprias leis são difíceis. Lei de tirar as bebidas
das estradas, vai colar? Precisava colar porque muita gente está morrendo no Brasil com isso. *Álcool na
estrada.
- Indagações de pesquisa. Filosogia é a iminência prada (??) da ciência. Você está assuntando. Agora na
prática, a teoria da filosofia muda. A base não é a mesma. A vivência é a última rácil, a útlima afirmação
ou assertiva que voce pode fazer a respeito de alguma coisa. Última afirmação de racionalidade possível.
- Qual o nível de rabulismo de rabulística que esse advogado tem?
- Singularidade na repetição, e batopensenidade para fixar o leitor que está lendo: processo didático.
Abordagem diferente da repetição vulgar.
- Waldo já escreveu sobre o CONNNNNSIDERAAAAAAANNNNNNNNNNDO QUEEEEEE. E fez consideração
em cima disso. Dá para ser bem feito, mas é difícil. Falantes demais estão sem praia, puxaram o tapete
deles.
- Na rádio as pessoas falam muito, principalmente comercial... CASAS DA BANHA ESTÃO COM PREÇO
baixo. É o “considerando”, o comercial.
- Importância da longevidade. Auto maturidade consciencial gerada pela melhoria da saúde e a
longevidade na vida intrafísica moderna levará as conscins a reverter a condição da pseudoprofundidade
humana. Já tem gente que acha que vamos viver 150 anos, outro diz 200 anos. 150 anos é óbvio, já tem
muita gente com mais de 120. Agora, isso vai dar visão de conjunto que é a auto retrocognição na
própria vida.
- No mínimo o dobro de assertiva, ou de correção ele vai conseguir com essa longevidade.

*Caiu a linha

***

blogtertulias.blogspot.com 65
780. Dupla Acumulação - Sexta 15/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:16

*780. Dupla Acumulação - sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008


*Download
---

*Anotações
- Outro dia o Waldo contou os pedidos de tenepes na frente de todo mundo aqui na tertúlia e deu 111.
Recebeu mais agora.
- Vão fazer da Cognópolis um bairro.

*Gongo
*41:01

- Conscin que procura acumular duas categorias de atesouramento, o interno, do microuniverso


consciencial que é a holmnemônica da pessoa, e o banco de dados pessoais, que é a arquivística da
pessoa. A coisa mais séria é melhorar a parte de dentro, mas a parte de fora ajuda a melhorar a de
dentro.
- Técnica do evoluciólogo humano, sinergismo mentalsomático apreensão registro, invéxis, aquisição
ampliada dos recursos mnemossomáticos, a busca do dicionário cerebral analógico – de afins, a
cornucópia dos tesouros da sabedoria cosmoética, o computador pode ser até o laptop a sua memória
externa.
- Tabela sobre a dupla acumulação e os contrapontos.
- Frase enfática: A técnica da dupla acumulação.... Em qual dessas três situações você se encontra?
Conscin desorganizada, conscin autorganizada teórica, ou conscin autorganizada teática?
- Jornal da ARACÊ falando do primeiro encontro dos colégios invisíveis da conscienciologia. Inauguraram
o serenarium 2.
- Gazeta de Foz do Iguaçu com artigo: “Aprenda a controlar o seu pensene”. Na conscienciologia, os três
elemetos que indicam a unidade de informação é o pensene: pensamento, sentimento e energia. O
tema será abordado no dia 16 de fevereiro, na palestra proferida pela professora Karine Brito, do IIPC,
que fica na rua Rui Barbosa... Waldo não cobra nada por fazer essa propaganda.
- Mostrou um catálogo de promoções do carataras,q ue vale a pena ver, tem muita coisa ali. Preços
realmente baratos, desconto de ate 70% no preço oficial. Isso é técnica de americano. Agora, o dia em
que estiverem liquidando cosmoética me avisa que eu to precisando.
- É grupocarMOLOGIA, é com O mesmo. É a desinência do sufixo. No português tá tudo certo. Na
enciclopédia oficial estamos dando prioridade ao com O. Mas os dois estão certos. EgocarMOLOGIA,
também é certo. Ego do carmo.
- Interno e o externo. Você e seu marido tem acumulação apenas de teoria, vocês não tem biblioteca,
laptop de alto nível, só é teórico.
- Seria bom ter acumulação quádrupla.
- Quando dessoma só leva a acumulação interna. A evolução é na base disso. Pense nisso.
- Banco de dados pessoais. Os dados que são pessoais.
- Para combater o ultravioleta, o tecido da camisa também revolve o chapéu, e isso não deixa passar o
sol. Mais avançado isso. Um forro especial, do tecido de camisa.

66 blogtertulias.blogspot.com
- Culibar o nome técnico do tecido. Waldo tem agora no chapéu e no guardasol, e na camisa. Completa
um quadro melhor. Dá pra fazer até dupla. Não deixa passar ultravioleta o culibar. Waldo quer ir em
rádio ou que venham aqui, para falar contra as lâmpadas cancerígenas.
- Cérebro, paracérebro, extracérebro. Extracérebro é a arquivística, biblioteca, holoteca. Memória geral
que é a holomemória e a extramemória, que está fora e pode ser extrafísica. E a memória comum, que
tem vários tipos e modalidades.
- Técnica básica do evoluciólogo humano: é o conscin é aplicar a cosncienciologia.
- Dupla evolutiva: acumulo quádruplo. Tem os dois com o acúmulo interno e o externo, somando
quatro.
- Anotações feitas enriquecem a parte interna da pessoa.
- Psicoteca foi feita para a consciex lúcida, não pela conscin projetada.
- O arremedo, imitação, cópia xérox é a holoteca que temos. Ir lá e ler todos os livros das tecas
projeciológicas, projetar e ir acessar a psicoteca extrafísica. Qualquer coisa falam aí que o Roberto
tem um mapa pra lá, ele deve ter um mapa, que conhece todo o negócio natural.
- Proexológica é o que a pessoa tem alta consciencialidade sobre a programação existencial.
- Pessoa, se tem muita convicção, se admita com calma, harmonicamente consigo mesma, a
programação existencial dela, ela vai desenvolver a proéxis com mais facilidade.
- Bom ver é a tabela da dupla acumulação, com os contrapontos. Que são a contrapontologia.
- Dez categorias de acúmulo.
- Multileituras pessoais. Não são só letras, também lemos pessoas. Consciex aparece para você: você leu
o que ela falou para você?
- Parentes do Waldo na cidade. Waldo aqui a 8 anos, nunca saiu todo dia, agora com a irmã na cidade,
está saindo todo dia. Mas os verbetes estão 101 na frente, não deixou cair a peteca. Apareceu um rapaz
que era da maior loja maçônica da cidade. O cunhado do Waldo falou pro Waldo, chamando pelo
apelido, dessomado já. Queria agradecer que Waldo está reunindo a família. As filhas dele estão
aparecendo aí também, e agora só faltam as netas dele. Tá esperando a turma chegar para falar pra eles
que o pai já apareceu e viu a ficha deles, para eles verem o que estão fazendo aí.
- Jair, que passou a vida toda fazendo assistência com a maçonaria de lá de Monte Carmelo. Emanuel
era um cara que estáva assulando negócio na Europa, para invadir o castelo, queria fazer a guerra para
invador o castelo e matar todo mundo. Waldo trabalhou com ele muitos anos, em Uberaba, fazendo
assistência. 22 anos lá fazendo isso com o Manuel Martins Chaves. Na maçonaria todo mundo tem
contato, proecessos underground.

*1:16:15

- Processo extrafísico tem isso tudo. Quando o jair apareceu com o Emanuel, Waldo tinha chegado 9 e
tanto, umas 10 horas, e no lugar estava 33 graus, aqui estava 22. Em 10, 8 minutos, abaixou tudo isso no
carro. Quando Waldo foi dormir, automático, depois acordou 5 pras 4 e começou a trabalhar. Mas ali
eram 5 pras 7. Waldo queria dormir mais uma hora, para dormir mais um pouco. E apareceu na
hipnagogia. Waldo queria dormir mesmo, descansar. Fez um verbete nas 3 horas. Agora, o e pouco já
tinha acordado de novo, estava de pé outra vez. Memória estava viva, devido ao turbo mentalsomático,
verbete, sem gaps na memória, tudo ligado. Na hora que fazia consulta dos verbetes, verificando pastas,
700 pastas em cima da mesa que ele está consultando. Ontem consultou manual da proéxis, da página
20 a 22, que fala das leis racionais da proéxis. Consultas suaves. Maioria tudo interno.
- Sessões limpas e cruas nos verbetes. Tem coisas que tem que serem criadas na hora, como a
exemplologia. Remissiologia é mais fácil, só consultar e saem, por ter 881 verbetes.
- Repetição em verbetes é de propósito para repetir mesmo e pessoa guardar, didático.
- Refém da autocognição. Dupla leitor autor. Conscin acumuladora intelectual, na elencologia.

blogtertulias.blogspot.com 67
- Chapa que é uma forma, pode repetir. Da fórmulas aqui, sabe tudo de cor, de fazer tudo todo dia.
Acaba decorando, não tem jeito. Coloca 13 sessões, mas não usa as 3. Uma é a princípiologia, mas não
colocou ali, porque não tem princípio nenhum, apesar de estar falando coisas técnicas ali.
- Não tem a legislogia. Está debulhando o que pode. Tem a filiologia mas não tem as coisas negativas,
não tem a parte negativa. Existe a sindromologia, a mitologia, que não foram colocadas ali por não
terem cabimento de início, mas talvez depois tenham.
- Quando é dúbio e não tem masculino ou feminino, daí entra na elencologia.
- Binômio aquisição centrípeta e aquisição centrífuga, é aquele que vem de fora para dentro, quando a
pessoa absorve, e quando a pessoa está na tertúlia e começa a ter retrocognição, que estava dentro
dela e ela acessa, podendo dar para os outros, então é uma centrífuga, que é saida da pessoa para os
outros. Sai de dentro para fora. Centrífuga a pessoa captou e falou.
- As vezes é ao mesmo tempo uma coisa e outra.
- As vezes o tema do verbete cria muita sincronicidade na vida da pessoa.

*1:27:20

- Quando verbete começa dar três páginas porque o Waldo ainda tem muito verbete que quer fazer. Se
tem certo número de itens em casa sessão do verbete, então ele já para. Agora, tem uns grandes de 20
páginas, que está trabalhando neles.
- Cada sessão destas tem um dossiê, com pastas super grossas que o Waldo consulta. Tem dezenas e
dezenas de omnis. Os que ele colocou ali foram em cima do lance. Homo Sapiens acumulator, Homo
Sapiens *** cognopolista.
- Na tertúlia, marca o que está faltando.
- Cosmovisiologia, tem um monte de verbetes assim. Waldo está dando tudo mastigado para as pessoas
essas coisas de verbetes. Quando tiver tertuliárium vai pegar os verbetes das coisas. Guardem os seus
verbetes que depois vai entrar com os cachorros, vai abrir o canil!
- Tem um dossiê super grosso para fazer logias novas.
- Pérola Negra ou Estrela da Manhã, que vem e ilumina tudo.
- Waldo volta e completa verbetes antigos com o find. Waldo ainda vai dar umas dicas no computador. É
um datilógrafo na computação, é calculista cosmoético, só olha aquilo que interessa, mas não vem
implicar não, não mexe não.
-Arquivo agora tem 3000 e tantas páginas. E tem que ser tudo instantâneo, na hora que coloca o find.

*1:32:55

- Waldo acha as coisas pela palavra chave e copia trecho da forma, depois coloca ali onde quer chegar.
Já tem 800 e lá vai fumaça verbetes. Coloca na página 7 onde começa o índice, ou página 29, para ver
introdução, ou na 38, que é onde começam os verbetes.
- Computador também pode mudar grupocarmalogia para grupocarmologia direto, mas tem que olhar
um por um, porque senão as vezes cria discordância ali. Waldo não usa dicionário para corrigir texto.
Waldo tem próprio dicionário, e modo de escrever na cabeça dele. Mas o povo que está começando tem
que ter...
- Waldo tem tudo dentro, arquivo, dicionário, tudo, mas não usa. Nem o dicionário incluido no word,
que acaba torrando tudo quando entra para corrigir a coisa.

*1:37:56

68 blogtertulias.blogspot.com
- Quanto mais homogêneo o texto, mais rápido o leitor vai aprender e melhor ela vai absorver as
informações. Waldo que tem os textos maiores ali pode falar melhor dos assuntos, tem mais
cosmovisão.
- Waldo já deve ter umas 100 pessoas que já fizeram 100 verbetes. Se o verbete estiver muito carro de
boi e o Waldo muito a jato, então ele manda a pessoa rever e depois pegar. Agora, se estiver melhor,
então ele pega e corrige metade, e usa. Serão usados depois no tertulárium. Estão sendo arquivados.
- Tem gente faznedo verbete por 6 meses, e que deve estar ficando com ouro, prata, diamante. Eu que
tenho que fazer 2000, vocês estão no bom. Hahahaha.
- Se a pessoa entender bem o que é cada sessão, jamais o verbete vai ficar pobre, ela vai fazer
associação. Verbete pode fazer as páginas que for, que Waldo depois vai olhar. Tem verbete com 57
logias, que Waldo fez a muito tempo. Alguns temas são muito elásticos, de grande cosmovisão.
- Waldo não fez o verbete da mandioca, mas é capaz de fazer ali na hora. O verbete espontâneo,
instintivo...
- Quanto mais a pessoa pensenizar, refletir sobre a idéia, melhor vai ficar o texto.
- Mesmo com tudo isso, técnica, know-how, Waldo ainda não consegue fazer verbete em menos de três
horas, para ele ficar publicável. Agora, sem ficar publicável, é fácil.
- Waldo trabalha na madrugada, três horas lá, quer um qualificador pra madrugada, as vantagens dela.
- Chegando a 80.000 livros na holoteca. Ver se na grande redondeza tem algum lugar com biblioteca de
80.000 livros. Waldo acha que está na ponta da região ali.
- Para falar o total de livros para a Universidade Latino Americana. Eles ficaram espantados com o
número de professores ali.
- Importante fazer levantamento do tamanho do CEAEC. Cognópolis é 1.665.000 metros quadrados (*eu
acho que é isso).
- 12.000 megapensenes. Não pode trazer as tecas porque são 200. Já estão escritas a dezenas de anos.
Não tem como trazer aqui, só se fizesse um curso, um livrinho. Waldo ainda acha cedo para fazer um
dicionário da Conscienciologia. Um maior, diferente do glossário inicial. Mas ainda é cedo para começar
a fazer isso, ainda falta coisa. Tem uns de 12000 itens, e uns de 10 páginas. Waldo vai escolher uns
11000 ou 11900, ao invés de 12000.

*1:50:41

- Plano a quatro anos é chegar a 12 sessões. Mas tem gente que não acredita em mim. Não acredite em
nada nem ninguém, nem o Waldo. Já tive vontade de colocar um babador aqui dizendo ó: não acredite
em nada que sair dessa boca.
- Manual não vai fazer tão cedo. Vai diluir coisas dos manuais. Tirou todos os parasitas de linguagem,
tudo feito e atualizado.
- Técnicas, publicar pelo menos umas 300 no tempo, para fazer verbete.
- Waldo já está começando a colocar técnicas na tecnologia que é uma sessão. Já está dando tudo
mastigado.
- Enciclopédia já está tão acertada, que o negócio era trabalhar dia e noite sem parar. Vai chegar uma
hora que vai dizer para, stop, daqui não passa, que nem americano fala: its enough!

*1:53:34

- Atributologia: predonínio das percepções extrassensoriais, especificamente do autodiscernimento


quanto à autoproéxidade. A raiz extrafísicas da proéxis. A autoproéxis tem que ter pelo menos umas
tinturas de parapsiquismo, por causa da retrocognição, da paragenética, da intermissividade.
- Extrassensorial é mais em cima do lance da proéxis.

blogtertulias.blogspot.com 69
- Acumular para cumprir a proéxis, a programação.
- Carreira profissional da conscin acumuladora: Tem que ter uma arquivística adequada àquela
profissão, e pessoa vai ampliando aquilo e a mais séria é a biblioteca da pessoa, que tem que ser
especializada. Quantos livros de psicologia a sua biblioteca tem, se você vai seguir a psicologia. Agora
tem uns clássicos dos quais você não pode fugir, tem que ter lá. Começa a anotar agora e risca o livro
todo, vai te servir para o resto da vida. Teorias da personalidade, que é uma das coisas mais obscuras
que tem.
- Froid, esqueça um pouco, porque já não tem tanto valor assim hoje em dia. Ainda é bom saber, mas já
morreu. Só tem psicanalista ruim e pera hoje em dia, o que sobrou. O que vai fazer com esses caras? Pra
onde vai mandar? Tem que mandar todos os nossos textos de recéxis e jogar de avião sobre Buenos
Aires.
- Omissão da escrita, para aumentar a antomologia. Monovisão lexical, leitor sem caneta na mão.
Tertuliano sem caderno.
- Mais de 300 especialidades hoje, que o Waldo trabalha, sendo que umas absorvem as outras. Ainda
não chegou na metade do caminho, porque são 880 verbetes e a meta são 2000.
- Uso das minivariáveis ajuda a contruir verbetes? Sim sim. Processo da batopensenidade contrutiva e
sadia, bater na mesma tecla, a singularidade.
- Tem que bater na mesma tecla, não tem jeito. Letra E por exemplo, uma das qeu se usa mais. Quantos
milhares de letras E já não digitou? Tem gente que deve ter digitado mais de um milhão. Dizem que é a
que mais se repete. É sério! Esse assunto é sério! Vale a pena! Todos tem E, evidente, presta atenção, o
acerto, o erro tem E, não tem como escapar do E.
- A psicoteca, o conhecimento dele amplia quando chegam os serenões que ampliam tudo lá, como
ampliaram a nossa capacidade cerebral. Waldo perguntou se era tão rica antigamente como hoje e eles
falaram que não, poruqe não precisava, que as pessoas não entendiam ainda. Engatinhavam, não tinha
como colocar pós doutorado. Hoje em dia tem, as especializadas, as comunexes que só tem a psicoteca
especializada do povo daquela comunex. Uma do AIEC era especializada em processo de mentalsoma.
- Psicoteca serve para tudo, é multiuso. Busca é orientada, pelo orientador evolutivo. Coisa que o
evoluciólogo faz é melhorar a retrocognição da pessoa com todos estes instrumentos.
- Outra coisa séria é fazer a cenografia, da época.

*2:05:34

- Especialista em locomotiva louco, que desenhava muita locomotiva, só locomotiva. Fazem maquete
viva, com trucagem do cinema, e na internet, como o Second Life. Tudo é inspiração de lá, do extrafísico.
- Evoluciólogo indica pro Waldo que tem comunex tal, que tem psicoteca que tem coisa que interessa
para ele, e sai de lá duas horas depois sabendo muito mais do que antes.
- Bastidores, palco, platéia. Málu é especialista nisso.
- Três pontos sérios da Bárbara Eliodora, a crítica do teatro. Teatro é coisa que vale a pena estudar pelo
mentalsoma, que mostra comunicação, estreamento. Waldo já falou de Hollywood um monte de vezes
de propósito.
- Retrocognição é um teatro do passado, que você revive.
- Teatrólogo mesmo que pode falar, nacional, do Brasil, é só o Nelson Lins. As coisas que ele escrevia no
jornal, a coluna a vida como ela é, a moela. Mostrava tudo, a tragédia, o comico. O homem era uma
fera. Essa é a teatrologia.
- Maya como um teatro. Quem tinha razão era o Sófocles.
- Associação da higiene consicencial com a dupla acumulação. É só a pessoa escolher o que ela vai
guardar. Nada de fazer coleção de armas. A única arma que o Waldo tem é a língua, que dizem que essa
é pior do que a espada. Ele se defende.

70 blogtertulias.blogspot.com
- Toda memória, você tem que lembrar qual o objetivo dela. Se pega outra pessoa que mexe só com
literatura, a memória dela vai ser diferente, vai ser mais literária, datas, lugares, obras, muda tudo.
- Bastidor-palco-platéia. Principal trafor que permite transitar é a flexibilidade da personalidade, é a
personalidade polimoda, a conscin poliédrica levada ao máximo possível. Tem que ser flexível, versátil,
polivalente, multifacetada ao máximo. Ideal é que ela tenha dupla atenção, divisão da atenção. É muito
importante. Se ela quer ir ao palco e quer se multímoda, tem qeu saber dança, sapateado, canto, que ão
é fácil. Tem que saber dirigir carro, avião, tocar piano, ou pelo menos saber fingir que sabe tocar.
- Maioria de Hollywood é casa de Horás, é pior que sa sogra, é a praça pública de um local em
desagregação, como uma favela que está se desfazendo. É muita gente, a chutolândia, onde mais tem
chute. Não é fácil. Quando pessoa fica mais erudita com a cultura mais profunda, bem avançada,
distribuída. Edila Mar, que inventou parte do transistor, era genial. Quando fizeram enciclopédia da
informática colocaram a cara dela lá. Teve homem que ficou com cotovelama braba, falando que tinha
sido marido ou namorado que tinha sugerido pra ela, mas a moça era aguda em inteligência. Agora, tem
umas pornográficas, do cinema mudo, a May West. Criava as coisas em cima da pessoa na hora, em
matéria de confabulação, ninguém aguentava ela.
- Carlitos, Charles Chaplin que não falava muito, só gesticulava. Hollywood é um monte de gênios de um
lado, e gente doida do outro lado. Gênio e gente doida não se separam muito. Olha eu com vocês, nao
dá pra saber quem é gênio e quem é Doido.
- O Superdotado gênio pode extrapolar o processo da mediocridade e na hora que extrapola, pode estar
chegando no processo da patologia mesmo, psiquiátrico, isso é normal. Dentro do processo de
desenvolvimento da consciência, normal.

*2:17:46

- Daniel Dunglas Home. O homem era bom, mas era dos que estavam em evolução e imaturo, com
imaturidade. Na ocasião fez muito sucesso poruqe não tniha muita gente, só ele. Ele então abocanhou a
praça. Chamou muita atenção.

*Daniel Dunglas Home


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Dunglas Home (20 de Março de 1833 - 21 de Junho de 1886) foi um espiritualista
escocês, famoso durante sua vida pelos seus alegados poderes como médium e por sua relatada
habilidade de levitar até várias alturas, esticar-se e manipular fogo e carvões em brasa sem se
machucar. Ele conduziu centenas de sessões durante um período de 35 anos — às quais
compareceram muitos dos mais conhecidos nomes do período Vitoriano — sem ter sido exposto
de forma conclusiva ou pública como uma fraude.

- Sherlock Holmes era bobinho, admitiu falhas e tudo. Era bobão. Passou pela síndrome de super herói.
(??)
- Holm chamando atenção para imortalidade, que não podia ganhar dinheiro. Isso era coisa de pitonisa,
era indicativo que ele tinha sido pitonisa. Não cobrar dinheiro é coisa de assistência. Uma coisa é dar
livro e assistir, vivendo daquilo. Outra é você potencializar o processoa assistencial dando as coisas sem
viver delas. Potencializar parapsiquismo de alguém não é estar em estado de graça, corpo fechado, ela
vai ficar exposta a ampliar a multidimensionalidade dele. Na religião o povo não entende isso, nem em
New Age.

blogtertulias.blogspot.com 71
- Waldo pensa que essa nuança, coisa tão sutil desse jeito é o mais sério e concreto da estória toda.
Quando faz isso, arranja mais amparo de função, não podem cobrar de você, não tem segundas
intenções nem cobra nada por aquilo. Religião vai para escanteio de cara. O negócio é ter
hiperacuidade. Paulo Coelho nunca entendeu disso, tentei explicar pra ele, não deu em nada.
- Dentro dos bastidores da vida, do ponto de vista multidimensional, a assistência vai ser menor, e as
repercussões serão menores também. Se for maior, vai afetar o palco e a platéia, se nos bastidores o
negócio for maior.
- Waldo nunca colocou faixa na rua dizendo BEM VINDO À NOVA RESIDÊNCIA DOS IGUAÇUENCES! Eu
não fiz isso, vocês fizeram isso. Pensa bem no Jayme com todos os problemas de família dele, que ele
atua, com todos os problemas na Amazonia, o cara vir pra cá, na idade dele. Pense bem nisso.

*2:24:16

- Depois que vai dar o negócio do Jubileu. Não vão mais rasgar seda, vão se inter jubilar. Isso nunca
aconteceu.

*Jubileu: s.m. (sXIV cf. FichIVPM) 1 na antigüidade hebraica, solenidade pública celebrada a cada
50 anos, quando as dívidas e penas eram perdoadas e os escravos libertos 2 entre os
católicos, indulgência plenária concedida pelo papa a intervalos regulares (atualmente a cada
25 anos) e, por vezes, em ocasiões de aniversários e fatos religiosos importantes 3 p.met.
solenidade em que é concedida esta indulgência 4 festa celebrada por ocasião do
cinqüentenário de um fato marcante <o j. de um casamento> <o j. da fundação de uma cidade>
5 p.ext. data de aniversário 6 infrm. longo período de tempo  j. de diamante o 60º aniversário
(us. a propósito do 60º aniversário da coroação da rainha Vitória da Inglaterra)  j. de prata o
25º aniversário  etim lat. jubilaeus,i 'grande festividade judaica de 50 em 50 anos; ano do
jubileu'; ver 1jubil-; f.hist. sXIV jubileu, sXIV jubileo

- Estudo do teatro com o mentalsoma: Teatro não é o cinema, não é o romance, não é a tragédia, agora
também não é a vida humana. Pega a nossa realidade aí e coloca no palco pra pessoa viver, através da
imagem viva que a pessoa está lá, que é o ator, e da coisa mais séria. Televisão pior que o teatro. Rádio
é mutio bom, mas ele é pior que o cinema.....

*Fim da transmissão

***

72 blogtertulias.blogspot.com
781. Heteronomia - Sábado 16/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:18

*781. Heteronomia - sábado, 16 de Fevereiro de 2008


*Downloads
http://www.4shared.com/file/38029154/908a8d70/20080216_-_781_Heteronomia.html

*Anotações

*13:00
*gongo

- Sujeição da conscin homen ou mulher a alguma lei exterior, processo centrípeto ou a vontade de
outrem com ausência da autonomia.
- A autocosnciência da heteronomia, a inconsciência da heteronomia, os vínculos interconscins
inarredáveis, a complexidade das interrelações evolutivas, a relevâncai da compreensão da categoria
cosmoética da heteronomia, preço da liberdade individual na evolução consciencial, a desenvoltura
perante o livre arbítrio, a heteronomia patológica dos assédios interconscienciais entre conscins e
consciexes, o convívio multidimensinoal, multiveícular e multiexistencial; condição da recomposição
interconsciencial mútua na interprisão grupocármica, a heteronomia da conscin projetada do corpo
humano inerme através do cordão de prata, a heteronomia transcendente, assunto ainda mateológico
para os terrestres da consiência livre sem psicossoma,
- A heteromia ao menos em período efêmero é, a rigor, inevitável, dentro do quadro das experiências
intrafísicas, tanto para o homem quanto para a mulher a partir da ressoma, do renascimento. Você vive
ainda algum tipo de heteronomia na existência humana? De maneira fisiológica (positiva, natural) ou
patológica? Florescente ou decadente?

*15:55

- Voces, que estão aqui, e são intermissivistas, são grampos. O ideal era mais que eu grampeasse o papel
no cognopolita para explicar pra pessoa, senão ela vai ver isso e não entenderá nada. Porque senão
chega lá na pessoa e embossa, e não dá para entender nada.
- Por isso que é uma beleza o negócio da Tertúlia online, que daí dá para explicar para as pessoas que
estão lá fora. O povo vai ouvir tanto que vai acabar acertando.
- Agora, quando tivermos o tertuliárium, é uma boa vir uma pessoa para explicar o que são as palavras,
em apanhados de 50, diretamente online, que daí o povo vai ser mais atualizado.

*18:00

- Olhe o que a gente fala e mande as suas críticas para cá! Suas críticas s~sao muito importnates,
inavaliáveis! Desde já, muchas gracias, thank you very much!
- Mutualidade nem sempre é identificada, a pessoa não admite isso. Um dos dois viu que tem que
mudar, e o outro ainda está verde, e não percebe, nãoq uer mudar. Isso não é recíproco. Um vai
puxando e o outro vem aos poucos.

blogtertulias.blogspot.com 73
- Coisa séria é que quando a pessoa limpa o lado dela, perdoa, mesmo se o outro não tiver perdoado, os
agravantes ficam com ela, mas os atenuantes vem pra ela e limpam o caminho, criando o abertismo
consciencial, desfazendo a interprisão. Todo mundo estudou isso no intermissivo, mas o problema é
estudar e vivenciar o processo agora. Amigo falou pro Waldo que a pessoa só limpa mesmo de maneira
satisfatória o processo em três vidas, de pelo menos 50 anos, que daí a pessoa já está aclimatada com as
pessoas, a poeira já está só meio metro de altura, e não passando da cabeça mais.
- Maioria está aqui na primeira vez perdoando. Então, até o an o 3000 voces podem ir melhorando.
Estou dando um bom tempo de lambuja! Dá para ter umas 6 vidas de folga aí!
- Heteronomia pode ser cosmoética ou anticosmoética.
- Quanto à higidez, pode ser florescente, é positiva sadia. Decadente é patológica e anticosmoética.
Todo mundo vai chegar na fluorestence, no ano 3000 ou 4000. A evolução é impositiva, não precisa
impor nada, a pessoa vai evoluindo. A subumanidade que começou com isso, ela começa a evoluir e
chega aqui, como mostrou o Charles Darwin. Algusn aqui são toupeira ainda, o outro é tigre, o outro
hiena, o outro macaco. Dizem que nós somos os reis do cosmos, eu não me acho tanto ainda, mas vocês
eu acho que são!
- Como a pessoa pode evoluir se ela não sabe que tem holossoma? A pessoa tem que ver que não é
singular, que ela é plural, e que as coisas mudam. Mas muita gente não quer saber disso, quer saber do
aqui agora, imediatamente e a coisa fica uma automimese com ele repetindo as coisas do passado dele,
regredindo com as repetições.

*25:40

-Temos culpa disso tudo uns com os outros. Enquanto tivermos ajudado a fazer estacionamento que
virou regressão, vamos ter que trabalhar com esse povo. Essa que é a interassistencialidade que o
Waldo fala.
- Aí entra cosmoética, autodiscernimento, a inteligência evolutiva, a intencionalidade, a priorologia,
entram todos os auto piques da consciência.
- Pensou mal do outro, sinal de que a hiena ainda está dentro da pessoa.
- Por isso que Waldo criou as sessões de debate no domingo, para pessoas criticarem, debaterem,
fazerem tudo sem jogar energia negtiva na pessoa.
- Exigir de certas pessoas que ela faça certas cosias só depois de 10 debates como participante, para ela
sentir na carne como é.
- Isso afeta a gente em tudo. O que afeta mais é a gente que demora a escrever o livro.
- É errando que a pessoa aprende a acertar mais. Existem uns erros que ajudam a pessoa. As vezes tem
que deixar a pessoa porque se chegar lá jogando na cara, é estrupro evolutivo. Tem que chegar e
informar o que acontece se a pessoa fizer tal coisa, mostrar pra ela tudo certinho, pra ela entender.
- Vamos ser vidraça e telhado de vidro e receber crítica, para aprender mais. Tem aquele que quer
receber, que falem mal mas falem de mim. Essa é terrível.
- Vamos ajudar o processo da associação dos escritores.
- Se rebaixar e ficar na sarjeta para ver se tira a pessoa da sarjeta com você. Tem gente que fica lá e
perde a batalha, perde o pleito, fica na sargeta. Tem que sair, ir e tirar. Se rebaixar para pega ra pessoa
mas deposi tirar.
- Comunicação que voce não injete energia negativa, antipática na pessoa. Tá faltando EV. Pessoa que
ainda joga energia, tinha que fazer mais EV. EVer, EV-terno. Todos vocês já fizeram EV em vidas
anteriores, mas de forma burra e amadora. Já falaram em público na idade média e entraram
exteriorizando energia, fazendo EV sem querer. Não tem vergonha na cara nem na paracara? Gente,
EV! Voces pensam que EV é coisa super moderna, que é a chave da vida humana, mas não é moderna,
sempre existiu. Pensene, não é novo, existe sempre que a gente existe nesse planeta. O problema é

74 blogtertulias.blogspot.com
autoconscientização holossomática, multidimensional, multiexistencial, que é considerar vocês de
uma maneira integral, que é o que faltava.
- Tá claro isso aí pra vocês? De modo que nesta tertúlia não se fala muita novidade não, só umas coisas
que o povo não gosta de enfocar, admitir, de fazer abordagem. É bom fazer abordagem, quem ganha é
você. No mais, uma banana geral para aqueles que não quiserem entender, não tá jogando energia
negatica, está só abençoando os que quiseram deixar pra lá.

*35:00

- Pessoa verdolenga, que é molenga, tem que ver se está na hora para falar pra ela. Chegar à pessoa
para ponderar ela, falando baixo, suave, que nem o Demóstenes, e então ir aumentando aos poucos,
até no final estar falando alto e autoridade.
- Demóstenes era gago, então chegava para o oceano para falar para as ondas.

*Demóstenes (em grego, Δημοσθένης) (384 a.C. - 322 a.C.) foi um orador e político grego, de
Atenas. Aos sete anos de idade perdeu o pai e teve sua herança roubada por seus tutores.
Posteriormente, Demóstenes abriu processo para recuperar os bens roubados. Ganhou o processo
mas não recuperou todos os bens que lhe pertenciam. Com vinte e sete anos iniciou sua carreira
de orador e logo conseguiu destaque.
Sua vida como orador e político foi dedicada à defesa de Atenas que se via ameaçada por Filipe
II da Macedônia. Contra o líder macedônio Demóstenes escreveu inúmeros discursos que
ficaram conhecidos como Filípicas. O objetivo era conclamar os cidadãos atenienses e
arregimentar forças contra a Macedônia antes que fosse tarde demais. Em 338 a.C., Demóstenes
participou da batalha de Queronéia — na qual Atenas foi derrotada pela Macedônia e marcou o
início do domínio de Filipe e depois de Alexandre, o Grande, sobre a Grécia.

- Espiritular, que o Sócrates falava que tinha, era um tipo de Deuslar que todo mundo tinha. Todos eles
admitiam algum tipo de coisa nesse sentido, mas só Sócrates que falava disso mais claramente. Hoje
falamos de seriptia. Outra coisa, consciex sempre existiu, cosncin veio depois. Consciex vai sempre
assistir, conscin muda. Já pensaram no tipo de gente que vai existir quando voces virarem consciex livre?
Olha, só chego e peço, não me deixem aqui sozinho, que eu preciso de vocês! Que nem o cara que
chegou pro Waldo e falou pra ele que lees já tinham sido parentes e muitas vidas anteriores, pedindo
ajuda, hahaha.
- Olhar os diálogos do Socrates nas coisas do platão: ver a dialética. Têm um armário só com coisas do
Sócrates e Platão. Mas nessa época não tinham amparador, só guia cego. Mesma gente do Sócrates, da
Hiena. Eles todos participaram de guerra na época. Waldo não participou de guerra, mas teve pré militar
que eram 3 anos. Teve que dar tiros, e ficou entre os 15 primeiros de 300 e tantos atoradores. Sou bom
nisso até hoje, dirigiu companhia. COMPANHIA! SENTIDO!! Veja, sou bom ainda hoje. A vida pra mim foi
boa, não precisei de ir em guerra nem nada, mas em Uberaba morreram 15. Waldo fez todos os
discursos o ano todo para todos eles. Waldo trabalhava na administração das escolas e fazia os contatos
todos deles, organizava tudo.
- Chegou hora que Waldo teve que fazre tiro de guerra, mas teve que fazer algumas das marchas, e
dirigir companhia, apesar de não precisar aparecer muito lá não. Waldo não abusava da coisa,
mandando sargento que era baixinho mandando ele levantar não. Foi bom poruqe examinou certas
coisas e ajudou no que podia. Tinha uma rua com aclive terrível. Queriam passar para levar o povo para
fazer os tiros, então subia e a carroceria fazia isso com o povo. Agora, quando quiseram descer, não
podia ser com o povo dentro. Daí não passaram por lá, foram por outro caminho. Exército são todos

blogtertulias.blogspot.com 75
mutio grossos, são ensinados excessivamente assim, com o machismo e isso as vezes cria problema.
Waldo assinalou isso pra eles e eles levaram a sério tudo. Waldo foi mais ajudante de ordens do qeu
atirador dentro daquilo. Foi obrigado a fazer aquilo porque precisava do certificado militar para
caminhar com as coisas, e tinha que dar o exemplo porque era da administração da escola. Falavam pra
ele qeu o dia dele ia chegar quando tinha 16 anos. E também escapou do CPOR, que tinha que ficar 2
anos no processo militar lá. Mas o que teve que fazre em dia de bandeira, duque de caxias, não fio fácil.
E ele fazia tudo, discurso datilografado para cada um deles. Ficou doutor no assunto né. Mas não foi à
guerra, o povo do Sócrates teve que ir tudo. Confucius também teve que ir pra guerra. Todos nós que
fomos à guerra nos livramos, o negócio já evoluiu.
- Agora a pessoa que nasce aqui e vai ser voluntário no Iraque, eu sinto vergonha pela pessoa. Tudo isso
é falta de olhar prioritário e também falta de olhar a História. Isso é autassédio e BURRICE de quem faz
tudo isso.
- Heteronomia é sujeição de conscin homen ou mulher sujeita a lei exterior. Na Suíça é pior, tem que ir
todos os anos e virar oficial. Processo do tiro de guerra em cima de mim. De pessoa poderia ser um pai
carrasco que ainda manda no filho, que é menor. Eu não sofri nada disso, então eu tenho uma
responsabilidade danada com a minha infância. Meus pais me colocaram na Jardineira com os 12 anos,
para eu estudar mais, e isso foi juntar a fome com a vontade de comer. A minha maior alegria foi que no
ginásio eu poderia perguntar o que eu quisesse. E era da administração e eu pude perguntar tudo que
eu quisesse porque eu tinha acesso a eles. Melhor foi depois quando fizeram a universidade lá e
colocaram os professores que eram grandes advogados e pude perguntar as coisas da lei para eles, que
eu não entendia nada.
- Heteronomia: andar de roupa, é mandatório. Tem jogo de mando sobre você.
- Bom fazer curso de coisas que não está entendendo nada, e então aprender e arrumar cois amelhor
para você.
- É patológico quando voce se revolta contra situação de heteronomia. Voce mesmo faz isso. Pai
carrasco, mãe superprotetora que olha tudo da filha. Se ela brigar com ela, a culpa é da filha, e não da
mãe. Quem deu a vida pra pessoa é a pessoa, e de cara não tem nenhuma razão, tem que superar tudo
aquilo. Moça que tem 32 anos e mora com a mãe, e a mãe 70. Culpa disso tudo é de quem? Da filha.
Isso tudo é só agravante para a filha, não tem atenuante.
- Isso já devia ter sido mais estudado dentro da filosofia, psicologia, é muito importante. Um monte de
gente fica doida dentro da Heteronomia e começa a se intoxicar e a raiva crônia entra no sistema
nervoso. Começa a acordar com a boca armada, da xerostomia, a alteração da boca e tudo, parece que
comeu plástico. Povo chamava de gosto de cabo de guardachuva, da tinta do cabo.
- Processo da pessoa, não adianta falar do processo externo. Qual a sua posição? Qual a sua reação? É o
que precisa olhar na heteronomia. Trouxemos esse assunto aqui poruqe precisa ser estudado mais.
- Heteronomia do soldado em relação ao oficial militar. Do operado em relação ao cirurgião.
- Cirurgião pode ser influido até. Se ele for suscetível aos assédios e o operado for um assediado, pode
influir.
- Pessoa que foi criada com energia negativa, vai ser doadora de energia negativa. Tem que quebrar o
círculo. Poltergeists de acidente de percurso, da pessoa que atrasa mais do que 15 minutos, e eu indo
embora para cortar a reação em cadeia para a pessoa se calçar contra eles, parando o poltergeist.
- Pessoa sair da repressão de religiosidade

*56:10

- Pior é quando a pessoa quer mudar, mas não sabe nem o que fazer. Tenho até verbete disso e vou
trazer aqui. Objetivo prioritário, da autodiscernimentologia. Hora que a pessoa sai da religião para saber

76 blogtertulias.blogspot.com
como é a coisa, mas ainda quer manter um pé na religião. Quer levar tudo, direito, na jornaleira
patológica. Não quer nem jogar fora retrato antigo. Não deixar nada.
- Pessoa que o marido morreu a 13 anos e ela ainda mantém as coisas do marido ali como eram
antigamente, arrumadas. Já pensou como estão segurando o marido extrafísicamente? Se ele for
fraco, não sai de lá.
- Caso que pediram pra visitar dona na Suíça, e vão ajudar a mulher lá, e caso do marido dela que tinha
morrido e era um dos grandes donos do banco da suíça. Ele está lá conversando e ela lá naquele negócio
suntuoso, e Waldo vê que um homem entrou na sala e passou olhando e viu que ele estava até meio
sonâmbulo. Dona começou a falar que enviuvara a tanto tempo e tinha ficado com o banco, mas o
marido dela não tinha preparado ela para ser presidente do banco. Waldo perguntou se o marido dela
trabalhava em casa, montado tudo bonitinho como ele tinha morrido. Daí chamou turma que era amiga
dela, e falou qeu tinha que fazer uma reciclagem violenta na raiz, e eles perguntaram se não era bom ir
em umas matrizes do banco. Waldo falou que não, que era ali, que a raiz era ali. Que memória do cara
tinha que ser cultivada nos bancos, e não ali. Waldo entrou na lógica e começou a ajudar ela mesmo. Ela
mudou tudo. Falou pra ela ver o que o cara gostava e ajudar com dinheiro em nome dele. Daí chegaram
no homem e levaram o cara. Quando saiu depois da casa dela, não notou mais a presença do homem. Já
tinham levado ele. A base era ali, a heteronomia.
- Esse assunto está com a cara da OIC.

*1:01:55

- Quando começa a ajudar os outros está trabalhando com o cosmos. São aquelas que colocam a mão na
roda para tirar ele da lama, que ele está empacado na lama. Está sendo positiva, diferente daquelas que
seguram o carro. Se pessoa é positiva, fraterna, ajuda os outros, então o livre arbírtrio dela abre. Isso é
atuomático dentro da lei, é determinismo. A outra que é patológica, pensa nevativo, atrapalha os
outros, fecha seu livre arbítrio.
- Amparador chega depois dos assistidos, que são os afilhados dele.
- Guia cego chega antes de todo mundo se voce deixar.
- Amparador chega antes pela heteronomia do evoluciólogo, da consciex livre. Heteronomia lógica,
cosmoética, da paradireitologia.
- Grupo terapia, autogrupoterapia, que é o grupo inteiro. O que são as Ics? É a terapia de grupo, todas
elas.
- Números de acessos! À tertúlias online! Número de acessos, não de pessoas diferentes. Waldo fala
que isso é o que interessa, que é o pensamento diferente da pessoa. Vamos lá, how much?
- Domingo 160 pessoas;
- Segunda 191 mesmo que nao tenha tido tertúlia;
- Terça 216;
- Quarta 296;
- Quinta 292. Dia que tem menos gente aqui mas que tem mais acessos. Sai dessa! Vamos estudar
isso.
- Sexta 241;
- Quando tiver tertuliárium vamos fazer tertúlia na segunda feira também! Não vai mais ter folga para
os garçons! Por sinal fui no Don Cabral na segunda feira e estava fechado.
- Relação com a irresistibilidade da heteronomia cosmoética. Colocar irresistibilidade na remissão.
- Heteronimia vai pro espaço quando a pessoa não é razoável com o mundo. Pessoa que não seja autista
nem tenha dificuldade para expos p pensamento dela. Isso é o ideal, mas é difícil de encontrar. Tem que
estar arrumadinha, saber as palavras que vai usar. Ver os antecedentes da situação.

blogtertulias.blogspot.com 77
*1:14:35

- Se pessoa começa a cometer muito erro, ela vai ficar presa. Só alcança um nível maior quando ajuda os
outros sem esperar nada em retorno. Grupo evolutivo já tem personalidades de alto nível. Grupo
evolutivo pode dividir em três, um alto, um médio e um baixo. Tudo muda e abre o caminho para todo
mundo. Pessoa tem que ser policármica para todas as famílias evolutivas dela. Saindo da nuclear até
chegar à consciencial, e isso demora vidas e vidas. A família téncia que tem 17 membros na família, vão
ver qeu ainda tem gente lá dentro só pensando na família nuclear. Caso da senhora em niterói. Primeiro
era ela, depois já tinha visto todos os parentes da casa dela. Waldo falou pra ela que se ela amanhºa
aparecesse pedindo pra algum parente dela, ele ia cuspir no olho dela. Waldo falou que era tudo
parente dela, que ela tinha que sair da família nuclear. Waldo tinha um dossiê das coisas dela.

*1:17:20

- Pessoa mesma decidiu que tinha aquela vida e começa a encrespar e a dar o corpo, porque o negócio
está contra os pêlos dela, começa a vir pressão, vem acidente de percurso. Se Málu já estudou acidente
de percurso e síndrome do estrangeiro. Que seria bom escrever sobre isso, que acidente de percurso ali
no caso é coisa muito séria.
- Princípio da inseparabilidade grupocármica. Princípio que existe, que a pessoa enquanto tiver dívida
com alguém, não vai separar dela. Se voce perdoa a pessoa, acaba com os agravantes, mesmo se a
pessoa não te entender pode passar por cima dela e ir para outro planeta. Família consanguínea é só
das pessoas que tem inseparabilidade grupocármica. Agora, as vezes está ali algum para ajudar os
outros, os que prestam para ajudar os que não prestam. Por exemplo, voces que me aguentam a muitos
anos. Vocês que tem inseparabilidade grupocármica, e vão ter que aguentar por mais um bom tempo
ainda aí.
- Nós que temos interatibilidade entre nós sem um chupar o olho do outro. Aqui no CEAEC não lembro
de ninguém que tenha dado tapa físico na cara do outro. Não vejo isso em 13 anos aqui, então como
fica?
- Pessoa que guarda pente com dente quebrado, que guarda coisas dentro de livros camuflados.
- Sótão com tudo guardado e teia de aranha bem feita e poeira que dá pra escrever o nome em cima das
coisas. Coisa séria para falar pra pessoa é hora que encontrar coisa como pente de dente quebrado, que
não pode guardar coisa daquelas, que é contra a pessoa, e usar argumentos bons. Fotos descoloridas
qeu não dá para ver se tem gente ou girafa lá dentro. Falar que se tarnsformou num museu, que é coisa
de porco, de porcaria, gaurdando porcaria ali. Começar pelos objetos para então acessar o processo da
pessoa. Por que voce gaurda esse pente? Nãaao para me recordar de tal coisa.... Ah mas olha, a sua
memória é tão boa, voce não precisa guardar isso!!
- Pensylvania com sotão em cima e poltergeist, vitral, clarabóia, que nem filme americano.
- Tem que ver o objetivo da pessoa que quer esconder produções dela. As vezes aquilo é a fortuna da
pessoa. Tem que ver o processo de afeto. As pessoas arrumam mutio afetividade com objetos inúteis.
Então tem que ver o seguinte. Toda pessoa que defende coisa dessas, quer olhar e defender fotografia
do filho, mas isso é tudo egóico. Que é por interesse pessoal. Tanto que o que mais teve de coleçao de
gibis jogados fora não tá no livro. Mulher que joga todos os gibis dos maridos fora, e queimam os gibis
que estariam valendo uma fortuna hoje em dia. Tinha que ter explicado pra mulher antes do marido
morrer. Agora é muita coleção que tem assim. Já teve gente por exemplo que jogou coleção d emoedas
fora, porque estava tudo desorganizado. Quando alguém achou as moedsa no lixo então deram
braçadas nelas.
- Waldo perguntou quando tinha 6 anos, em coisas que caras estavam jogando coisas da loja fora.
Waldo pegou umas 13 moedas de valor lá dentro.

78 blogtertulias.blogspot.com
*1:30:44

- Colecionar coisas visando trocas positivas. Gibis para trocar por livros. Holoteca foi toda baseada na
coleção do Waldo. Quase 80.000 livros. Fiz isso pra todo mundo, não só pra mim. Tem gente que vem
até de fora para fazer consulta aí, de fora de Foz.
- Tinha até que ver na redondeza qual a biblioteca maior que tem na área, se a holoteca é maior. Se for a
maiore em três cidades vizinhas, já dá um gabarito. Podem ajudar a gente com livros né.
- Agora, argentino gosta de livros, livros políticos. Mas se sejam mais de 80.000 acho difícil.
- Pessoa contra linha de conhecimento, processo geopolítico, depende das pressões que a pessoa
sentiu, o qeu mexeu com ela, que deu o contra. As vezes pessoa tem heteronomia mas tem doença
intrínseca que não foi diagnosticada, como em caso psiquiátrico por exemplo. Pessoa que é implicada
com determinado nome por exemplo.
- Rapaz que tinha nariz levemente diferente dos outros na família. Apelidaram de narigueta. Se ele
tivesse alguma coisa na mão, atirava em quem chamasse ele daquilo. Era meio irmão do Waldo. A mãe
dele tinha sido ama de leite dele, do Waldo. Agora, não se podia falar de nariz perto dele.
- Acidentes as vezes variam muito. Ectoplasta chucro, calouro e ignorante do assunto, como 70% as
vezes é. Cada caso tem que verificar. Se explicar tudo, pode ver o nível, o processo de cosmoética, o que
entrou de parapsiquismo no assunto. Qual o autassédio que entrou no caso. Preferível ser ectoplasta do
que não ser. Então vamos estudar a aprtir disso. Se a pessoa é ectoplasta, então ela tem um processo
evolutivo, um dossiê, com processo mutio sério de parapsiquismo que ela já desenvolveu em algum
ponto. É preferível ser isso do que majestade. Se voce foi datilógrafo, voce sabe datilografar para o resto
da vida. Isso está na paragenética e pessoa desenvolve acima da média. Se médium apareceu, quase
sempre ele está acima da média. Por isso sempre tive paciência enorme com eles. Ectoplasta tem qeu
ter paci~encia, explicar pra ele. Ectoplasta real voce vê na adolescência. Começa a manifestar alguma
coisa na adolescência, já criou uma crônica ao redor dele. Tem que ver o percentual, o alcançe dele em
matéria de efeito físico. Essa potência é relativa, porque o ideal é o que use o ectoplasma com
amparadores que levem o processo do ectoplasma para o mentalsoma, que está interessado no ganho
do ectoplasma com o mentalsoma. Mais de meia dúzia de fenômenos já aconteceram aqui quandoe
stávamos fazendo coisa séria. O que interessa é a MENSAGEM DO QUADRO, E NÃO A MOLDURA! Já
mexi com isso com um monte de gente aqui, maioria aqui ó, já mexeu com processo de parapsiquismo.
Agora uma porção de gente não gosta nem de falar nessas coisas, faz boca de siri, acoberta. Tem que
estudar. A ectoplasmia é mais importante e tem que aprofundar o processo.
- Primeiro colocar horário próprio para as perguntas de fora. Primeiro quem está aqui, depois as
perguntas de fora.
- Domingo a tertúlia será transmitida às 16 horas horário do Brasil, de Brasília
- Vai ser “Erro Crônico” domingo!
- Terça entram 20 verbetes com 10 novos no meio.
- Acabou que as perguntas serão feitas no final, para que os internautas tenham mais entendimento e
façam questionamentos mais inteligentes, invés de básicos, do início do assunto, que ainda não foi
destrinchado.
- Irreverência em lugar de ser, não pode ser na corte onde juiz vai te mandar preso se voce for contra
ele.
- Apriorismose é pior que interiorose, que a pessoa defende demais o que ela tem, que o debate é muito
importante, para a pessoa sair disso. Aprenda a se defender e a atacar, mas com cosmoética. Aprendam
a ganhar, mas aprendam também a perder, que é o problema da cosmoética. Aprendam a ser
triunfantes e a ser derrotados. Ninguém ganha todas, e a gente não faz tudo que a gente quer. Fazemos
o que aguentamos e as oportunidades permitiram, porque não estamos nunca sozinhos. A pessoa que

blogtertulias.blogspot.com 79
acha que vai decidir tudo sozinha, que é a chefe, o ditador, é uma meniniçe. O maior poder que nós
temos é conhecer a nossa falta de poder. Reconhecer que toda a sabedoria dlea inda é abaseada em
ignorância muito grande. Porque a mateologia é mais extensa do que a polimatia nesse nível evolutivo.
Somos pré serenões, ainda estamos fazneod muiota força. Até lá ainda temos muita água para passar
debaixo da ponte. O sol ainda vai se por por todo o seu império. Muitas vidas, milhas.

*Mateologia: s.f. (1634 cf. BPPro) estudo fundamentado em coisas que estão fora da experiência
ou da compreensão do homem, e que por isso se revela inútil  etim gr. mataiología,as
'linguagem inútil'; ver mateo- e -logia

*1:50:40

- Condição anticosmoética entre médico e paciente. Questão do cirurgião, tem que se submeter porque
não entende nada do processo. Na questão da cirurgia é soco na cara e fratura exposta. E tem asde
urgência e nem tem como falar com o paciente.
- Cirurgia na mandíbula, se cortar o nervo dá um problema, coloca tudo dentro de uma coisa só.
- Ninguém escapada da heteronomia. Toda pessoa que vai contra uma heretonomia que é cosmoética
é patológica. A pessoa faz isso porque é boboca, autodesorganizada, autocorruptora, autassediada e
não tem autocrítica. Só isso são 4 coisas, 4 patologias. Pessoa que for para a OIC e ver essas 4
condições vai entender o processo todo rapidamente.
- Binômio lider liderado: se pessoa é lider, ele tem responsabilidade enorme perantes os liderados. Se
está agindo corretamente, o liderado não pode dar o contra. Mas se está agindo erroneamente então os
liderados podem ir contra. Ás vezes o cabo não entende por que o coronel es´ta mandando ele fazer
alguma coisa, mas tem que seguir igual. A monarque a e plebe é uma coisa. Muita gente errou no
passado porque foi lider, e não liderado.
- Pessoa tem compreensão do outro e começa a ajudar, cooperar, como o voluntário, na
interassistência, que faz doação maior. Fluência natural de evolução. Intercompreensão,
intercolaboração vem depois que entendeu. Estão fazendo o serviço. Uma mão lava a outra. A
intercooperação. Interassistência, Vamos assistir o terçeiro, quarto, quinto. Amplia o universo.
- Heteronomia e força presencial. Força presencial se manifesta em qualqure condição, pode ser por
baixo ou por cima. As vezes o liderado age mais cosmoéticamente do que o lider, e as vezes pode ser
de força presencial maior que o lider. O contraponto quase contraditório da situação. Isso tudo entra
na heteronomia. Soldado que foi chamado pra guerra, mas tinha background maior que o capitão.
Sabia mais coisa que o povo todo, e era um problemão pra ele. O negócio é conhecimento, quanto
amis a pessoa tiver isso e posição perante o cosmos, melhor pra todo mundo. Mesmo quando o status
dela for menor, ainda pode ajudar ourtos que estão na frente. Coisa mais rara que tem e fora de série,
conduta excessão é a pessoa da sarjeta ajudar quem está no picaro. Serenão quer parecer estar na
sarjeta para ajduar quem está nos pícaros.

*2:00:00

- Interprisão grupocármica fica com cada vez menos heteronomia. Serenão tem menos ou mais? Já
entende tanto o processo que vem na frente que não tem mais isso. A intercompreensão é tão grande
que ele já não tem mais isso. O evoluciólogo e teleguiado têm isso.
- Tem que ver se tem fila perto da pessoa, se tem muita gente pode ser rememoração de vida passada
(?).
- Importância da dupla evolutiva na heretonomia: princípio da heteronomia sadia. É sério, é
predominanet dentro do processo. Na dupla tem aquele ou aquela que é supeior em matéria de

80 blogtertulias.blogspot.com
conhecimento e energia, mas não pode fazer canga, sem imperialismo nem carrasquismo dentro de
casa. Há de qualquer maneira uma leve sujeição natural, isso é normal. Até no sexo é prsente isso: a
mulher é muito mais na sujeição do que o normal. Isso é sujeição, o papai e mamãe. A biologia fez isso,
então o que o homem faz? Domina ela, tira proveito, puxa a língua do a mulher e tenta colocar o pé no
gogó dela. Waldo vez viu isso quando foi atender família, ajudar e viu o cara com o pé no gogó dela e
tentando puxar a língua dela. Waldo chegou e deu um grito e o cara se assustou, e a mulher ali no chão.
Fogo.
- Tem lugar como em New York, que se mulher vai comprar, então eles não dão muito valor, que eles
querem o homem indo lá comprar. Os árabes são assim também. Tem muita montanha para ser
removida desses idiotismos culturais.
- Mulher árabe não pode cumprimentar pessoas. Tem umas mulheres árabes de rosto fechado que são
de fechar o comércio. Quem quiser ver é só ir no shopping, que elas são lindas.
- Amanhã é “Erro Crônico”!

*Waldo tirou microfone


*2:10:09

***

blogtertulias.blogspot.com 81
782. Erro Crônico - Domingo 17/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:20

*782. Erro Crônico - domingo, 17 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38128491/397e40d8/20080217_-_782_Erro_Cronico.html

*Anotações
- Boa tarde a todos, hoje é o erro crônico, dentro da errologia.
- Ato ou efeito da conscin errar insistenemente sem demonstrar qualquer intenção de renovação ou
reciclagem intraconsciencial de modo deliberado, conhecido e reconhecido, por si mesma, acomodada,
inamovível, perante a qual não encontramos nenhuma possibilidade de ajudar, ou fazer alguma
intercessão fraterna no presente estágio intrafísico.
- O erro cosentido, os erros arraigados, os erros consolidados, os erros enraizados, os erros inveterados,
o ato de cuspir para cima, a ação de morder na língua, o limite baratosférico pessoal, o
atuocongelamento irracional da personalidade, os atos invariavelmente falhados, o mais do mesmo na
erronia, a cadeia dos erros crassos pessoais, o n erros similares, a autoteimosia fossilizante nos erros
grosseiros, o direito natural de a pessoa errar indefinidamente, a imobilidade moral, o fato de quem
estaciona em regressão(?), o fato do erro crônico promover a regressão consciencial, o erro consumado
presente, passado e futuro, o processo dos erros crônicos sustentando as doenças, a criminalidade, os
acidentes pessoais, e os dramas sofoclianos por toda a parte, o erro crônico na condição de maior
evidência na falta de lucidez da pessoa, a intoxicação permanente, as omissões hipominésicas
consecutivas.
- O erro persistente como foco da maioria absoluta dos dramas artísticos, novelas de TV e filmes do
cinema.
- 10 categorias de erros da cosmoética.
- O erro crônico deliberado é a megacontradição pessoal mais inabordável e lastimável encontrada mas
manifestações da vida de milhões de componentes da humanidade terrestre.
- Você leitor ou leitora, já encontrou alguma solução para ajudar a conscin consensualmente errada,
crônica, sem forçar ou gerar interprisão grupocármica? Como agir melhor, cosmoéticamente nestes
casos além da vivência exemplificativa do ideal etológico – ideal do comportamento da pessoa, da
etologia. Tem que ver o que seria ideal no caso.

*Etológia: s.f. (1615 cf. FNun) 1 bio eto estudo do comportamento social e individual dos animais 2
p.ext. antrpol ciência que estuda os costumes humanos como fatos sociais 2.1 psic ramo da
pesquisa do comportamento, de natureza comparativa, que se ocupa das bases dos modelos
comportamentais inatos e de condições que os declancham, como o instinto 3 livro, compêndio
ou tratado etológico  etim lat. ethología 'etopéia', emprt. ao gr. ethología 'id.'; segundo Bluteau,
'representação ou discurso, em que se descrevem os bons ou maus costumes dos homens, as
paixões humanas', essa acp. procede diretamente do lat., já acp. científicas procedem do ing.
ethology (1843), t. reaproveitado por J. S. Mill na acp. de 'ciência que estuda a formação do
caráter, entendido como conjunto de traços psicológicos e/ou morais'; ver et(o)- + -logia

- Pessoal que fez a prova de proexologia. Sobre o livro manual da proéxis foram a maioria das perguntas.
Processo de definir atitude antiproéxis, caráter irrevogável. Foi uma pedrada em cima da turma.
- Maiores erros: automimeses, 80% errou.

82 blogtertulias.blogspot.com
- Em branco: homo sapiens agens, inventariologia, proexofilia, mais deixadas em branco.
- Ana Luiza fez 80 pontos, ganhou palmas. É mulher e não é da APEX. De modo que a turma da apex, 4
passaram e 8 reprovaram dos 12 que são de lá.
- Agora, não foi erro crônico não, porque foi a primeira prova, não foi crônico.
- Agora, como tem gente com acerto crônico, não deve ter muita gente para perguntar coisa.
- Travão depende da etiologia, a causa. As vezes é mais do que erro crônico – é o processo da
paragenética que está enraizado na pessoa. O que quase sempre trava a vida da gente é a imaturidade,
ingenuidade, condição de invalidez da pessoa. Tudo isso tem que dar desconto, é o estudo da errologia.
O mundo do erro é muito grande.
- Enganos, erros e omissões deficitárias tem muitos aqui.
- Omissão deficitária sem auto crítica. Isso é quando piora tudo. A pessoa se omite quando devia se
manifestar, e as vezes aquilo passou até batido. Má auto crítica. Às vezes vai falar com a pessoa e ela
não admite que errou.
- Limite crítico do companheiro evolutivo: companheira ou companheiro, tem limite que já chegou. Na
hora que voec percebe que chegou, ele nao tem mais fôlego para ir além daquilo. As vezes uma
condição dessas, o processo do contingenciamento, pressão da profissão, faz muita pressão sobre ele ou
ela, eles começam a errar cronicamente e repetir o erro, não cosneguem sair do mata burro e ficam
marcando o passo. O limíte do fôlego da pessoa tem que ser respeitado. É erro da gente porque a gente
está exigindo da pessoa o que ela não pode dar. Estamos fazendo o estúpro evolutivo.
- Número 79, loucura mansa: é a pessoa que fica com processo praticamente psiquiátrico mas ela é
mansa, não tem agressividade física, não faz nada contra outros nem contra ela mesma. Loucura mansa
a pessoa pode ficar mutio exaltada de uma hora pra outra e ter surtos, começando a atacar os outros
verbalmente. Ela já começa a deixar de ser mansa. Essa expressão existe e é muito comum.

*19:40

- Família com 17 membros pode ter um membro que seja consréu e pode ter loucura mansa.
- Amor errado é a síndrome da ectopia afetiva, que coloca a afetividade em situação errada. É a pessoa
que devia ter mais assertividade para com o marido, mas é apaixonada por um cantor que tem por aí.
Procura participar do fan clube do cantor, não dá atenção do marido. O marido releva e sabe que algum
parafuso está faltando nela. Só não sabe quantos faltam. SEA – Síndrome da Ectopia Afetiva. Pior que
tem é a síndrome de estocolmo: pessoa é sequestrada e tratada bem e a pessoa quando sai fica falando
bem dos bandidos, que até matariam ela se necessário. Isso é falta de maturidade, de discernimento do
que é certo e errado.
- Esperanças assistenciais frustradas: faz força danada, trabalha com a pessoa seis meses e tem
esperança dela melhorar. Lá pelas tantas joga a toalha: a cabeça falta peça inteira além de parafusos.
Quer assistir mas não tem como, não tem mais meios para fazer nada. As vezes aparece gente aqui na
nossa comunidade. São pessoas que as vezes começam a bater de frente com todo mundo. A gente
fracassa com esse povo. Eu mesmo tenho fracassado muitas vezes com essas pessoas. A pessoa é
inflexível, não admite observação de ninguém, não quer fazer reciclagem, não quer mudar. Essas coisas
acontecem todo dia, mesmo aqui conosco. Algumas pessoas aqui já pedimos para levarmos para outro
lugar, outros já até levamos de avião. Essas coisas tem, é processo psiquiátrico. Uma pessoa bem
tranquila, de uma hora para outra pode ter um surto psicótico e atacar os outros. É ruim para ela e para
os outros, tem que ser tomada atitude.
- Outra coisa, o CEAEC não é hospital psiquiátrico. Então veja, o doente, aqui dentro não tem lugar para
ele. Ele tem que ser encaminhado, podemos encaminhar, mas acolher aqui não podemos. Muitos casos
já assim desde a época da cooperativa. Para isso temos a AVA, que olha, assiste, encaminha. As vezes o

blogtertulias.blogspot.com 83
encaminhamento tem que ir junto. Instituições iguais às Ics sempre vão ter esses casos. Algumas
pessoas são até exibicionistas. Tem gente que gosta de aparecer, mesmo fazendo besteira.
- Pessoa deixa as vezes bilhete, quando vai dar tiro na escola, falando que queria entrar para a história, e
ser notícia. Agora nesse ano já teve caso assim de novo nos EUA. Lá isso é ruim porque eles tem a
cultura do gatilho, a gun society. Todo mundo pode comprar arma e eles ficam exercitando. Revolver é
um problema grave, poruqe quando ela sai, ela não volta atrás, e quando atravessa o peito de uma
pessoa, ela não volta atrás, ela morre. Então ainda vai ter mutia gente sendo assassinada lá, porque
muita gente defende as armas ainda.
- Erro poliqueixoso: é bom ser examinado na medicina. Vem o doente e fala que está com dor na
narícula, no hálux nesse pé, e alguma coisa isquiática. A pessoa as vezes tem e fala os nomes todos
certos. As vezes é um hipocondríaco que sabe até os nomes, que tem muitas queixas. Há casos em que
ele está certo, porque tem série de afecções simultâneas. Pessoa que está na terceira idade, a partir dos
75, ela quando vai ao médico tem que examinar três doenças no mínimo. A média é de três.
- Antonimologia é erro digno.

*29:46

- Cosmoética – categorias de erros dentro dos tribunais humanos. As dez:


1. Erro essencial, é o que mexe na essência do contexto que está sendo focado. Dentro dos tribunais é
praticamente indefensável.
2. Erro corpo: é o erro dentro do corpo da idéia, mas pode ser no corpo da pessoa, no soma.
3. Erro in negócio, é do cara que passou a perna no outro, e é muito comum aqui em foz, principalmente
pela nossa vizinha, a cidade do leste.
4. Erro em objeto: é o cara que queria uma coisa e pegou outra.
5. Erro in persona: acontece muito no Rio, os caras vão matar uma pessoa e matam outra parecida sem
querer.
6. Erro in qualitate: dentro do processo da qualificação do processo, dentro da qualidade, do dolo, do
meliante, contra as leis estabelecidas.
7. Erro in quantidade: pessoa tem agravantes cada vez maiores, errou em uma coisa e pegou outra,
outra, outra e as vezes tem até ricochete, e piora a conta do réu.
8. Erro in substancia: parecido com erro essenciale, é da substância do textos (?).
9. Erro in Juris: erro do direito em si, da justiça, da jurisprudência.
10. Erro probabilis: é o erro dentro da probabilidade, que poderia ter ocorrido mesmo.

- Selectude prematura: estamos trabalhando com isso essa semana. Senhora de 50 anos começa a
apresentar rabugice, implicancia, rasmurrite, essas coisas que são da pessoa com a senectude, a
senescência. Falta cálcio, yodo e outros ingredientes, os parafusos sílicos. Pessoa não faz reciclagem,
está parada no tempo. Acha que é a mais certa, não admite retrucarem. É prematura: as vezes não tem
nem cabelo branco. No caso da mulher tem coisa que influe mutio, a menopausa, o climatério. Às vezes
nãos e alimenta bem, desossificação também piora. Pele mais flácida e ressecada. Tudo isso tem dentro
dessa senectude prematura. Quando é mais óbvio é quando tem a trajéria mentalsomática (?). É aquele
garoto de 22 anos que já está com cabelos todos brancos, dentes caindo, já está com flor no cemitério.
Se acontece com o mentalsmoa, então a cabeça da pessoa vai embora. Também tem coisa da
afetividade dentro disso, a pessoa está achando que só ela está certa,e sozinha no mundo. Mesma coisa
que senilidade ou senescência a senectude.
- O que mais pode gerar interprisão grupocármica dentro disso: começa pela pessoa pensando mal do
outro. Se começa a pensar cronicamente mal de alguém, ela está entrando em interprisão. Quando

84 blogtertulias.blogspot.com
penasa mal cria energia antipática que cria doença pra pessoa. Se for forte, se resguarda, se encapsula e
manda energia de volta para a pessoa. Então mesmo pensenizando a pessoa entra em interprisão.

*39:41

- Chega um ponto em que não tem jeito. Já ajudou o que podia, agora já não tem mais como. Eu sigo o
que amparador fala sempre. Se a pessoa não responde, não há ressonância, não há eco, o melhor é
deixar para lá, e dar o seu exemplo de comportamento. Chega um ponto em que precisa falar a verdade
na cara da pessoa e de todo mundo. “Me inclua fora dessa loucura”. Isso para não ter interprisão com
todo mundo.
- Item 6 da caracterologia: anti embuste - pessoa embusteira que tapeia todo mundo e não tem
vergonha disso. Pessoa jura de pés juntos que não tem nada a ver com aquilo. Pessoa técnicamente sem
vergonha, dolosa, dentro da criminologia.
- Item 38: desvio pré determinado – pessoa com desvios pré determinados negativos. As vezes podem
ser pré determinados positivos. Aqui está falando dos negativos. Pessoa que entra para desviar certa
coisa e ninguém sabe. Golpes que estão aparecendo de consórcio de carros. Pessoal vem e quando dá
queda eles arrebanham um monte de dinheiro e no ano, quando é época do carnaval, eles vão lá com
caminhão e tiram tudo, ninguém vê porque está pulando na rua. Isso já aconteceu no Brasil várias vezes
e ainda vai acontecer mais. *Ver PONZIE na internet, que é uma coisa parecida com isto.
- Irmão do Waldo ganhou dinheiro em cassino e depois colocou o ganho líquido em consórcio de carro,
que sumiu tudo por causa de golpe.
- Limite baratosférico pessoal. Pessoa as vezes tem alguma ligação com a baratosfera. Pode ter até
telefone vermelho para o infernão. Outra é coisa mais suave. Então cada um tem seu limite
baratosférico, que é cortado com o EV, boa intenção, não pensenizar mal sobre os outros. Quem mora
nesse planeta tem relação com a baratosfera de algum modo. O seu limite é a favor da baratosfera ou
contra? Qual o seu limite pessoal com a baratosfera. Tenepessista trabalha com a baratosfera todo dia,
tem ligação. Ninguém nesse salão pode dizer que não tem contato com a baratosfera.... se não tem eu
arranjo, é a coisa mais fácil que tem, hehe.
- Quadro histórico falando da história da reurbex. Revolução industrial incluida. Século XVII uma parte,
mais XVIII e XIX.
- Erro crônico começa a piorar cada vez mais o saldo evolutivo da pessoa. E as boas companhias vão
sumindo e ficam só as patológicas. Erro crônico são bobagens, pessoas com dislexia pode escrever
palavra e faltar letra, isso é coisa boba. Erro grande é pessoa que fica braba, sobe pelas paredes, fala
demais e no dia seguinte vai pedir desculpas, falando qu tava com fome, não tinha comido direito. Num
ano, acontece seis vezes, não tem como né. De agora em diante, vamos filmar sua crise para mostrar
para você e daí a pessoa melhora.
- Isso já é a terceira vez que você repete, da próxima posso filmar? Meus bolsos já estão cheios de
desculpas suas, não tem mais onde colocar. Agora, falando em filmadora o pessoal tem medo. Ninguém
quer registrar uma crise, as vezes até psicótica.
- Profilaxia é melhor a pessoa entender a si mesma, primeiro tem que ir na consciencioterapia e ver o
mais oportuno quando está começando. As vezes o negócio já embaraçou muito e a consciencioterapia,
mais determinante e incisiva ajuda. Muitas vezes é caso de consciencioterapia.
- Erro crônico de vida a vida é coisa de pessoal que já vem de boca torta, e vem com erros cronicos já
enraizados. Processo mais sério, mais de dentro.
- 85. Mega conflito íntimo: pessoa que fica vendida e fica na decidofobia. Pertúrbios: que é a
perturbação com o distúrbio. Pessoa perturbada causa o distúrbio em torno dela. Megaconflito íntimo.
Não sabe para que lado vai. Tem muita gente assim. Coisa comum que tem na moçidade é o

blogtertulias.blogspot.com 85
megaconflito íntimo. Na assinvéxis as vezes tem gente assim, que não sabe o que quer. Quem erra mais
é homem, que as vezes não quer assumir o processo. O trintão solteiro, que não quer assumir dupla.
- Contradição: as vezes a pessoa é muito incoerente e não dá para esconder, e a coisa piora para ela
proque é tão óbvio, entende? A pessoa fala uma coisa e amanhã desdiz tudo. Pessoa as vezes nem
percebe. Reunião em que estava sendo gravado e pessoa falou uma coisa no início e depois de 3, 4
horas, mudou para pior e não avisou ninguém e falou contra o que tinha dito no começo. Waldo tocou a
gravação com o pessoal para ela ver.
- Padre que veio combater processo de desvio sexual, fala com tanta tinta e cor, veemência, que as
vezes fica pior do que o próprio fato. Vai combater coisa de sexo vêementemente e fica entusiasmado,
fica mais pornográfico doque a turma da pornografia. Tem que vir alguém e falar pra ele ir menos. Tem
filme americano com essas coisas. Umas palavras bonitinhas e outrsa bem realistas.
- E se a pessoa está sem vergonha a ponto de não adiantar mais nem gravar? Waldo: daí existe uma
coisa chamada camisa de força. Eu lembro que na medicina tinha pessoa de psiquiatria, e foi convidado
para jantar e com pessoa nobre e de dinheiro, e Waldo falou na camisa de força. Eles falaram contra e
Waldo falou que não, que ele podia levar eles para verem e que tinha pacientes que eles podiam
acompanhar e quando o cara der piti e quiser quebrar a cabeça de todos vocês, então dai´você vão ver
que a camisa de força é importante. Menina posessa foi e tirou soldados enormes e jogou longe que
nem bambu. A menina nunca tinha estudado kung fu que nem tinham aquelas coisas no brasil, mas o
cara que tinha possuído ela era um cara. Waldo avançou no negócio jogando eneriga e ficou sabendo o
nome da menina, e ficou chamando o nome dela até ela tomar conta do corpo, e ela viu, foi amainando
e o assediador posessor não tinha mais tanto espaço. Então ela quase desmaiou lá na minha frente.
Pessoa pode quase atacar a outra de estar mal da cabeça, mas as vezes pode ser caso de posessão
mesmo, de ter um assediador ali possuindo ela.
- Como se pode rastrear a intencionalidade para não cair no erro crônico? Predomínio das faculdades
mentais, notadamente do autodiscernimento quando à intencionalidade. A pessoa não está tendo
autodiscernimento, que é frágil, patológico, doentio. A intenção é doente, é processo das faculdades
mentais mesmo, é intencinologia. É o erro autoconsciente, a pessoa faz aquilo voluntariamente, a
pessoa tem má intenção e sabe que aquilo está errado. É auto corrupção. Processo da intencioalidade
comanda a autocorrupção e a vontade comanda a intencionalidade. O universo do processo, o alcançe
da vontade da pessoa.
- É possível que pessoa que tenha feito curso intermissivo avançado cometer erro crônico na proéxis.
Pessoa está em corpo humano que é uma máquina que pode falhar. Pessoa disléxica pode errar várias
vezes, cronicamente. Erro crônico pode acontecer no que chamamos de hipominésia, que é o lapsus
memorié. Pessoa toma remédios que dão processos de estanque na cabeça. Não chega a ter ausência
mas esquece o que está falando. Há um lapso, nela. Pode ser erro crônico também, daquela que toda
hora diz “o que eu estava falando mesmo?”. Pode ser uma falha biológica, patológica, orgânica. Do
corpo humano, as vezes cortical, da neurociência, da neurologia.
- E quando é maxiproéxis? Amparo prevê falha biológica ou não? Waldo: se pessoa não tem
macrossoma, então eles encaminham ela para onde pode ir superar a condição. O momento que não
tem mais risco de cometer erro crônico. As vezes não é erro, as vezes é pseudo erro, e pessoa erra para
fazer rapport com o outro. Terapêutico e assistencial o pseudo erro. As vezes o Waldo fala e é bastante
humano perante o povo. É igual a todos, fala disso e tal e tal.
- Irmão do Waldo falava que tinha mais namorada do que o Waldo em Uberaba, mas depois, quando foi
pro Rio, daí tinha mais namorada do que eu, e daí sim eu vi que ele era que nem eu.
- Tem que ver o alcançe e a intenção. Julgamento das coisas tem qeu entrar bem dentro da vida e
conviver com a pessoa para fazer uma análise, senão está analisando um erro e comentendo outro bem
maior do qeu aquele.

86 blogtertulias.blogspot.com
- Pessoa que não se perdoa: não se perdoa, mas procura não errar mais. Pessoa que está sempre
falando qeu não se perdoa e comete o mesmo erro de novo, é tapeação. Tem que ver a verdadeira
condição dentro daquele contingenciamento, daquele universo da cosnciência. Pessoa que fala mutio
que é honesta, toda hora, desconfia. Muita banana por um tostão até o santo desconfia. Pessoa tem
que ser analisada dentro daquele momento evolutivo, das injunções circusntanciais, do momento da
vida dela.
- Dramas sofoclianos por toda a parte: Sófocles criou as peças teatrais com base na tragédia. Se é
Sofocliano então é um drama pesado, aquilo que pode caminhar para o pior.
- Gente na televisão e no cinema que diz que se a novela tiver tudo normal, ninguém assiste. Tem que
ter violência, sexo, sangue, bala, drama. Agora, isto está tudo errado. Nunca vi tanto filme sem
nenhuma moral no fim da estória como está tendo agora. As vezes é uma coisa de grande drama e
chega no fim, aquilo dá uma virada e não tem nenhuma moral, não tem nenhum princípio ético por trás.
Já viu besteira maior do que o cara que tem os dedos de tesoura? Tenha paciência, é muita bobagem.
Os caras querem inventar alguma coisa para vender. Agora tem aparecido também muito filme sobre
trucagem. É uma bobagem! Mas eles tem caprichado nos truques. Muito valor para essas tolices. Mas
vende. Agora, já viu como os bichos falam no cinema? Os bichos mais feios do mundo estão falando
atualmente, geralmente em inglês. Ou seja, são todos da língua bárbara, falam inglês. Drama
Sofocliano, pode ser massacre, genocídio.

- Sófocles: Sófocles (em grego, Σοφοκλῆς – Sophoklês, na transliteração) (496 a.C.-406 a.C.) foi
um dramaturgo grego, um dos mais importantes escritores de tragédia ao lado de Ésquilo e
Eurípedes. Suas peças retratam personagens nobres e da realeza. Filho de um rico mercador,
nasceu em Colono, perto de Atenas, na época do governo de Péricles, o apogeu da cultura
helênica.
Escreveu cerca de 120 peças, das quais apenas sete "sobrevivem" até os dias de hoje, e também
trabalhou como ator. Foi ordenado sacerdote de Asclépio, o deus da medicina, e eleito duas
vezes para a Junta de Generais, que administrava os negócios civis e militares de Atenas. Dirigiu
o departamento do Tesouro, que controlava os fundos da Confederação de Delos.
Em suas tragédias, mostra dois tipos de sofrimento: o que decorre do excesso de paixão e o que é
conseqüência de um acontecimento acidental (destino). Reduziu a importância do coro no teatro
grego, relegando-o ao papel de observador do drama que se desenrola à sua frente. Também
aperfeiçoou a cenografia e aumentou o número de elementos do coro de 12 para 15, porém esse
número pode variar de acordo com o poeta que define a tragédia.

*1:13:15

- Erro crônico no caso da dislexia. Pode ser baseado em assédio crônico? Waldo: sim, é mutio comum,
assédio crônico é erro crônico.
- Restaurante do Luiz, de Curitiba, já está aberto. Aqui não tem mar, mas se ela gostou, então deve ser
bom mesmo. É sério por causa da alergia. Vivenda do camarão, deve ter muito camarão... vivenda.
- Durante o intermissivo tem erros? Waldo: sempre tem um percentual de agravantes e atenuantes.
Amparador já prevê que 3% das bobagens que a gente comete ele tem que relevar. Pelo menos dá uma
colher de chá. No nosso processo existe processo de percentual. Voce é copletista ou incompletista?
Completou ou não? Voce não sabe se completou, então eles te dão maxi moréxis, e isso te mostra que
completou. Mostra que foi além de 100%. Agora vai fazer mais 30%. Se ponderar bem fica sempre
sabendo, não é incognita. Se voce se sair bem dentro da sua programação existencial, então a

blogtertulias.blogspot.com 87
gratificação natural que sai daquela façanha, feito, vai te mostrar aquela realidade, a primener, a
cipriene (?). Tem que considerar tudo isso.
- Direito natural da pessoa de errar indefinidamente. É a pessoa que fica mil anos na baratosfera, e o
pior é que quando reencontra com o povo, depois de séculos, tá tudo diferente eela fica ainda mais
deslocada. Waldo que viu pessoa a mais de mil anos daquele jeito, é um vegetal, que está sempre no
mesmo lugar. Que nem árvore, tem raiz mas não tem perna.
- Imobilidade moral. É aquela pessoa que endureceu, é um pouco draconiana, e não sai daquilo. Observa
como a estória dos nazistas aconteceu, não mudou nada. Alguns deles ainda estão ali nisso. Mataram
um monte, exterminando, massacrando de todas as maneiras, gás, fogo, e o homem ainda lá, sem
mudar.
Autocongelamento moral: é a imobilidade. A pessoa pode perguntar se voce tem algum princípio ético.
E apessoa fala que sim. Pergunta se a pessoa tem evoluído com o corpus de idéias morais. Não, é o
mesmo ainda. Pessoa não sai daquilo. Olha os judeus, ainda na lei de Talião.
- Mesma coisa para os estados americanos com pena de morte, que mata um monte de gente.
Assassinato governamental: o direito do estado de matar as pessoas. Tem lugar que tem a polícia com
permissão para matar quem se mexer, quem fizer movimentos. Pior é quando a pessoa é dura e
fechada, tem um granito na cabeça e não entra nada. Já pensou por exemplo a pessoa que virou uma
peroba, que está em inércia, como um cadaver vegetal?
- Elencologia: familiar antideluviana. Pessoa de antes do dilúvio, que é mais ou menos da época dos
dinossauros. O nome hoje é jurássica. É uma pessoa jurássica, bem familiar mas jurássica. Família de 17
pessoas as vezes tem uma personalidade destas, jurássica.
- Automimese, não tem referências no texto, mas poderia entrar na caracterologia. Caracterologia já
tem 100, escolhidos a dedo. Tem antepassado de si mesmo, que é automimese, sinônimo, uma
automimese.
- Erro legítimo: pessoa comete erro que jurisprudência vem falando naquilo a 1000 anos. Pessoa chegou
lá, roubou e matou. É erro legítimo, e isso é erro a muito tempo.
- Incomunicação intraconsciencial: pessoa que não se comunica consigo mesma, e é muito amiga do
traficante e é danada da vida, bate no filho todo dia. Dentro da cabeça dela ela não sabe colocar as
coisas no lugar. Está faltando o discernimento dela junto com a psicomotricidade. Está acontecendo
uma briga dentro da cabeça dela. Tem lógica isso?
- Disfunção acrítica paroxística: processo usado dentro do estudo da medicina e outras ciosas mais.
Fisiologia qeu ficou patológica, que não está funcionando bem. Acrítica é a pessoa que vê que está com
a disfunção, a fisiologia é apenas um processo de manifestação moral, emocional; e paroxística é que ela
não sai daquilo e aquilo acontece várias vezes. Cara estava com roupa toda bonita, estava saindo da
repartição e ia encontrar com gente política graúda. Na hora que ele foi tomar café a moça que veio
tropeçou no pé de alguém e derrubou em cima do cara e deu um tilte nele, que ele subiu pelas paredes,
como o povo fala. Ele não tem crítica sobre aquilo. Waldo quando falou aquilo ficou besta. Falaram pro
Waldo que toda semana acontece aquilo lá. Quando chega alguém para levar uma otura coisa para ele,
pode ficar com medo, e daí sim perde os reflexos e acotnecem mais coisas. Crise da pessoa acrítica
acontece de novo toda hora. Pessoas primárias. Não adianta ter status, prestígio, boa apresentação,
falar bonito, que se dá um tilte desses, as vezes pode chegar até a uma crise psicótica. Um surto
psicótico.

*1:29:30

- Quando o negócio é cronicificado, é das piores coisas que tem, pior ainda quando é de idade. Quando
derruba coisa na roupa, as vezes não tem jeito, principalmente restaurante cheio, o cara bate um pé e é
problema. Pé de gente é um problema.

88 blogtertulias.blogspot.com
- Quando um cara sai do carro e atira no outro é problema de cronificada, porque já andava com a arma.
É o problema da guerra no trânsito. Waldo já teve problema na rua Vinícios de Moraes. Parou, e olhou,
não tinha ninguém. Quando começou a abrir a porta, um cara com motoca enorme e bateu na porta,
que não deu nada, mas quebrou a locomootiva dele, que é a motoca. Agora o meu motorista olhou e
falou assim: o Waldo, deixa que eu vou lá. Agora eu levanto o cara e olho ele assim pra cima. Cara falou
que a culpa era dele, que estava com muita preça e era representande, campeão sul americano de
remo. Viu a barba do Waldo e respeitou ele. Tinha uma cabeça em cada bíceps, e nenhuma funcionava.
Motoca Harley Davidson. Cara não quis nada, mas Waldo perguntou se não tinha problema, que tinha
quebrado algum coisa na moto lá.
- Consensualmente errada: matar pessoa, todo mundo sabe que tá errada. Se pessoa fala que pode
matar os outros tem coisa errada é com ela. Que tem consenso, com quem fala. Pessoa gosta de falar
em consensar aqui. Mas essa expressão não é das melhores não em português. Não existe esse verbo.
Mas consensualmente existe sim, é advérbio de modo.
- Erro por teimosia: pessoa teimosa, que segura daquilo e não abre mão de nada. E pessoa que quando
termina a reunião e pede para colocar na ata que o voto foi vencido! (?)

*1:34:02

- Taxologia das falhas, pode entrar na remissiologia. Quando tiver 2000 vai rever toda a remissiologia
para ela ficar nos trinques. Vai dar um trabalho danado mas vamos lá.
- Próximo domingo vai ser Objetivo Prioritário!!!

*Eleição

***

blogtertulias.blogspot.com 89
783. Conscin Benévola - Terça 19/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:22

*783. Conscin Benévola - terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38320801/69da8b11/20080219_-_783_Conscin_Benevola.html

*Anotações

*Gongo

*14:30

- Aquela pessoa, homem ou mulher, com a índole explicitamente boa, expressando a holomaturidade
dos sentimentos na convivialidade intra e extrafísica.
*Parece que vão começar a colocar os verbetes online também, á disposição na internet...
- A bondade na condição de megatrafor, a força presencial da bondade, a presencialidade homeostática,
a empatia pessoal, a diástole intrafísica das distribuições, a autodissolução do personalismo, a razão
básica da convivialidade, o caminho ideal para a policarmalidade pessoal, o descarte das interprisões
grupocármicas, a benevolência na fase da recomposição evolutiva, os atos pró tacon, os atos pró tares, a
ultrapassagem da tacon vulgar, a exemplificação da tares mais complexa, a tares informativa, a tares
antidoutrinária, a tares catalítica.
- Considerações da logia.
- Segundo a evoluciologia, todas as consciências, homens e mulheres, conscins e consciexes, aqui ou
acolá, cedo ou tarde, chegam ao universo da benevolência autoconsciente teático. Quer dizer, tem que
ser teórica e vivenciada. Quanto à benevolência, você vive pendente, hoje, às práticas da tacon ou da
tares? A resposta está embasada na verbaciologia? Você usa a verbação? Você faz primeiro para depois
falar? Essa é a base do processo, isso aí mostra o alto nível do processo da benevolência.
- Em tese, todo mundo aqui é mais ou menso benévolo. O que está faltando é aumentar o percentual.

*20:30

- Vocês acham que aqui neste tertuliárium nós somos benévolos? Ou voce acham que ao invés de
tertuliárium, é torturiárium? É torturiárium? Tem que ver, senão a gente tem que fazer uma reciclagem
mais séria.
- Benevolência na fase da recomposição evolutiva. A recomposição começa, não está pronto ainda,
devido à interprisão grupocármica. Libertação e policarmalidade, a terçeira é a recomposição, que é o
ponto nevrálgico, a partir de onde começa a melhorar mais. É a pessoa que quer mudar mas dá pra trás,
que o passado não deixa. A intenção é boa mas não dá. Aí vemos a extensão das vidas anteriores. Casos
desses que já vi de o cara não admitir nada, e depois de ver os fatos, ele tinha razão. Três filhos que
estavam fazendo serviço grande mas cada um em uma linha. Cara veio falar com o Waldo e falou que
tudo pra ele dava pra trás. Que o que os irmãos dele conseguiam tudo certo- um tinha o toque de midas
(*rei que transformava as coisas em ouro com o toque) e o outro estava caminhando, mas com ele tudo
errado. O Waldo falou que teria que conhecer o processo dos irmãos e conversar com os irmãos dele.
Ele tinah razão! Vimos dentro da cronologia as vezes que tinha dado um revertere nas coisas dele. O do

90 blogtertulias.blogspot.com
toque de midas tinha mais desenvolvimento parapsíquico que o dele. Waldo falou que o estrago dele
lá atrás tinha sido maior que o do outro irmão. Todos equilibrados, com conhecimento... Então veja,
não podemos mudar o passado. Podemos mudar o presente, que corresponde a uma mudança por
tabela do passado. Agora o passado, não tem como fugir, sempre vem atrás da gente, vem bater à
nossa porda: Knock knock! Who’s there? Ação e reação, ninguém foge, demora mas vem. Menos dia
mais dia, vêm bater à nossa porta. Por isso eu digo, sempre procure corrigir o que fez de errado pra
ontem, para não ter problema depois.

*Nevralgia: s.f. (1841 cf. CodPhar) med dor provocada por irritação ou lesão de um nervo sensitivo
que se manifesta no trajeto do nervo ou de uma de suas raízes, ou ainda na área controlada
por este mesmo nervo; neuralgia  n. do trigêmio neur a que provoca uma dor muito aguda
esp. na bochecha, na pálpebra superior e no maxilar, acometendo apenas um lado da face,
sendo em geral provocada por uma estimulação cutânea  etim nevr(o)- + -algia

*Midas: In Greek mythology, Midas or King Midas (in Greek Μίδας) is popularly remembered
for his ability to turn everything he touched into gold: the Midas touch.
Midas was king[1] of Pessinus, a city of Phrygia, who as a child was adopted by the king
Gordias and Cybele, goddess whose consort he was, and who by some accounts was the
goddess-mother of Midas himself.[2] In Mygdonia[3] Midas was known for his garden of roses:
Herodotus[4] remarks on the settlement of the ancient kings of Macedon on the slopes of Mount
Bermion "the place called the garden of Midas son of Gordias, where roses grow of themselves,
each bearing sixty blossoms and of surpassing fragrance. In this garden, according to the
Macedonian story, Silenos was taken captive."[5] According to Iliad (v.860), he had one son,
Lityerses, the demonic reaper of men; but in some variations of the myth he had a daughter, Zoë
or "life" instead.
For the legend of Gordias, a poor countryman who was taken by the people and made king, in
obedience to the command of the oracle, see Gordias.
In alchemy, the transmutation of an object into gold is known as Chrysopoeia.

- Autovitimização e antibenevolência: as vezes a pessoa vai só contra ela, que ela vai só contra si.
Quando está se autovitimizando, temos que falar para ela que ela está em um grupo, ninguém evolui
sozinho e na hora que um rebaixa o nível, aquilo alastra, e tudo contagia quem estiver perto.
Autovitimização sempre traz como rebarba evolutiva, uma heterovitimização. E em matéria de energia,
já uma queda de processo energético do holopensene do grupo. Pode ser na família consanguínea, de
trabalho, de estudo, até an consciencial, que é a nossa aqui.

- O passado são as mutias vidas da pessoa em que ela ficou devendo alguma coisa e ela tem um bébito
que tem que ser sanado de algum jeito. As coisas que ela fez tem que ser ressarcida, algumas não estão
em boa condição e vêm cobrando da pessoa. Então tudo que ela quer fazer parece que dá pra trás
mesmo. Pressão do holopensene fica totalmetne patológico dentro daquilo. Ela está fazendo esforço
mas o caminho é difícil e tem qeu derrubar barreiras. Para derrubar tem que ser na base da assistência.
Assistência é uma das coisas que mais destrói as cosias, mas também é das que mais costróem. Se não
acabar com aquio que não presta, comom vai construir outras em cima?
- Tem que derrubar uma cadeia para fazer uma escola. A faculdade que eu estudava, o Juscelino
Kubistchec, deu a presão que era a masmorra de Uberaba para fazer a faculdade de medicina. Era onde
ficavam os cadáveres, e depios foram cadáveres. Até hoje, da última vez que eu fui lá, ainda não tinham
limpo o lugar extrafísicamente. Quando eu fui para Uberaba com 12 anos, os caras lá com os pés e as
mãos olhando da rua, quem passava lá, perto do mercadão. Isso tudo era para mudar o antiestigma

blogtertulias.blogspot.com 91
ambiental, limpar aquele estigma da situação. Até hoje, que o edifício nao foi removido, ainda está difícil
aquela parte do presídio.
- Primeira coisa que eu fui fazer foi dissecar o joelho, esquerdo. Joelho é difícil por causa dos ligamentos,
que não podiam ser seccionados sem querer. Waldo trabalhando lá dentro. Uma vez entrou para pegar
um material para o professor e quando viu tinha um cara dependurado e enforcado no meio. Waldo
falou que não podia ser aquilo, olhou e chegou perto e aquilo sumiu. Era extrafísico, o cara tinha sido
enforcado lá.
- Agora, tinha um pedinte, esmolér, mebdigo, que era muito amigo do Waldo e morava entre as duas
faculdades, de medicina e odontologia. Um dia não tinha gente para dissecar, e chamaram o Waldo para
fazer lá, e ele foi ver e era o mendigo... Outra coisa era uma moça linda, que era da fazenda, e tinha
tomado uma soda. E tinha que fazer uma necrópsia. Moça de 19 anos lindérrima, perfeita. Teve que
abrir o corpo todo, e eles achavam que era só soda que ela tinha tomado, e queriam ver. Isso foi terrível
e abalou o Waldo. Soda, faz até a língua cair. Agora, mal amada né, amor mal resolvido. Ela era da área
de prostituição, fazenda. Desilisão de coisa mutio séria né. Procuraram família e ninguém achou. Essas
coisas de anatomia não são fáceis. Quando fizemos lá na glória o IIP, tinha uma faculdade com 400
cadáveres lá. E uma vez eu fui lá e procurei sair do corpo para ver o que acontecia por lá que era brabo,
e precisava isolar o ambiente nosso ali. 400 é uma população, não é fácil. De tudo lá naquela área o pior
era isso. Depois começou a descer uma favela e piorou tudo. As influências e coisas do passado,c omo
são sérias.
- Recomposição de uns é difícil e de outros é fácil: as vezes a pessoa tem ela suave proqeu já abriu o
caminho e as vezes diz mais respeito a ela assistir aos outros do que ela ser assistida. Quando ela precisa
de uma reciprocidad,e da interassistenciologia efetiva, ela tem que receber a assistência ao mesmo
tempo que recebe, e na fase de recomposição tem muita gente assim. Não sbe o percentual, que é uma
coisa muito grande.
- Mutualidade hoje, e na questão da recomposição: dois aspectos – o das conscins e o das consciexes. Se
uma pessoa já abriu o caminho dela e não quer mais rusgo nem batalha, não é mais belicista nem
belicosa, mas o povo que ela tem prisão grupocármica com ela não quer mudar. Daí é uum adificuldade.
As vezes é a pessoa que vive na mesma família, dentro de casa. É o caso da moça de 32 anos com a
moça de quase 60. Estão em rusga. De quem é a culpa? É da filha, que a mãe colocou ela na vida e ela
tem que ser compreensiva e grata, relevar mais do que a mãe. Isso choca a moça de 32 anos que não
quer acertar o passo. Processos de incompatibilidade é muito comum.
- Geralmente filha tem mais problema para resolver com o pai. Mãe veio para ver se acerta, mas é o
agente moderador entre o pai e a filha e em muitos casos, a filha fio rival da mãe, perante o pai.
- Pior é que as pessoas mudam as caras. Se tivessemos as mesmas caras em todas as vidas seria um
problemão. O processo da persona, que é a máscara, a individualidade, a máscara, a persona nova.
- Isso que eu falo lá... Voce já foi mais bonito! Pode esperar que isso vai mudar, tenha esperança. Waldo
já teve vida em que teve cabelo, por incrível que pareça!
- Isso ajuda para o povo saber as pendências que existem de vidas prévias, o aspecto da mudança de
papéis.
- Quanto mais a consciência evolui, menos ela se modifica na fisionomia. Certos traços ficam mais
harmônico com o tempo, ficam mais equalizados, permanecem para melhor. A estética melhora, faz
parte da evolução. Ela enriquece, alimenta, fortalece o povo em torno. Pega mulher sexy as vezes desvia
até o trabalho, atrapalha o povo em torno. Exemplo de mulher bonita de fechar o comércio. Se ela tive
porte, bom tom, sabe educação de sociabilidade, ela enriquece o ambiente.
- No espiritismo gostam de falar da provação da beleza, Chico gostava de falar. A gente vê quando cria
problema. A genet vê, e eu andei estudando isso, nos estudos cosméticos, em hollywood, no japão. E
otura coisa, uma das moças que queria me matar para me aliviar, porque eu trabalhava demais, era de

92 blogtertulias.blogspot.com
fechar o comércio, era mignon, dançarina, e na época fazia dança do ventre no Uberaba tennis clube. E
de família rica. Agora... problemão.
- As vezes tem embalagem melhor para ver se a pessoa melhora alguma coisa. A mulher de fechar o
comércio, e em otura vida tinha sido homem e abusava de tudo quanto era mulher. Agora veio com
corpo de mulher que começou a atrapalhar ele. E a muitas vidas ele não usava esse corpo. Ele tinha uma
voz de tonalidade mais grave, mais grossa. No caso aquilo chamou a atenção do Waldo, que ele foi ver
as irmãs, e era só ele. Waldo conhecia a estória. Só falou o caso quando começou a dar muito tilt. Waldo
falou, olha, cuidado hein, vou te contar a sua estória. Você quer saber? Senta aí, vou te contar o que
voce sabe. No caso ele se casou bem, se resolveu tudo bem. Caso era de ver o homem com quem ela
casou, que não queria filhos. Era acima da média acima em cosméticos. Ela era uma mulher vistosa,
mais do que a mulher muito bonita, porque tinha peresença.
- Agora, as vezes é muito aborrecido, porque você vê uma coisa dessas mas não pode falar nada. Daí
tem que falar em linhas travessas, por cima, que nem eu estou falando aqui. Agora eu poderiae explicar
tudo, dar o abum de família e tudo que aconteceu.
- Questão da estética, do refinamento e da evolução dela. A harmonia do holossoma! Se voce começa a
equilibrar todos os veículos, a tendência é ficar tudo harmônico. A assimetria fica menos assimétrica,
fica mais simétrica. Se a assimetria diminui, o rosto da pessoa fica mais bonita. A linha média do corpo
influi em tudo, embaixo e em cima.
- Curioso estudar o processo.
- Pessoa mais evoluída, ela tende a ser mais bonita fisicamente, naturalmente? Não pode afirmar e nem
generalizar uma coisa dessas. Evolutivamente a tendência é essa. Raciocina comigo, olha a lógica.

*52:02

- A consciex evoluiu bem e está na faixa elevada do grupo, está na faixa nobre, elevada do grupo.
Quando mais ela sai da faixa básica, sai da medíocre e vai evoluindo, mais ela quer fazer assitência,
poruqe está mais lúcida. Na hora que ela ressoma na faixa mais baixa, para fazer assistência ali, ela vai
ressomar com uma mãe e com um pai que não ajudam a beleza com a genética deles... Quanto mais
evolui, mais ela vai ficando assim. Quase sempre quando evolui mais, mais piora isso. Imagina, o
serenão não vai aparecer aqui belíssimo, belíssima, ele vai aparecer aqui.... o mais comum possível,
bem remquém, vulgar, medíocre, que nem artigo de combate, que vai ajudar no anonimato dele.
Pensa só em casa tudo que eu to falando que vai dar pra ver melhor. Serenão é para ser anônimo, é
para combate. Agora a hora que o reurbanisador vem lá com o corpo de idiota, o corpo dele era
impressionante. Ele tinha um olho maior do que o outro. Mas eles dominam o processo inteiro, tão no
finzinho e aquilo é lambuja que eles estão dando, dominando todas as energias.
- A assistência faz a pessoa ficar mais bonita, mas isso é outra coisa, é energético o processo.
- Tenepes: cuidado a pessoa que é solteira, ela vai começar a tenepes, vai começar a ficar mais
harmônica, o holopensene melhora, e então vai começar a atrair mais pessoas. Coisa das senhoras
que estavam encalacradas lá e começaram a fazer tenepes, e três meses depois pediam ela em
casamento.
- A pessoa pode ser um canhão, mas se ela tem energia positiva dentro, ela começa a resplandecer.
Isso é o irrompimento do psicossoma. A aura muda, ela resplandece. Isso muda toda hora. As nossas
energias em matéria de energosfera, ela varia dia a dia, dependendo da circunstância. Quando começa a
fazer a tenepes, se ela se firma, aonde ela vai, ela leva aquele holopensene positivo. Isso muda e
postencializa os ambientes. A tendência dela é arranjar psicosferas e auras que afinizam com a dela.
Junta a fome com a vontade de comer.
- A constãncia é que fixa e amplia, aprofunda. O manual da tenepes é de combate também, muito
superficial, a tenepes abre o caminho. Agora, a pessoa tem que levar a sério né, tem que ter seriedade.

blogtertulias.blogspot.com 93
- Pessoas carismáticas: é o processo da energia, mas ás vezes ainda não conseguiu, ou nem quis, arranjar
uma estética. A gente sempre fala de mulher, que processo de ginossoma é muito mais complexo do
que de homen, apesar do chez miché, dizer que o corpo do homen ser muito mais estétido que o da
mulher. Mas a mulher tem o processo da pele, a constituição, é melhor acabada que o homem. É mais
fácil para ver um campo maior. Agora, tem muita coisa chocante, eu vi uma família que tinham mais ou
menso 8 filhos, destes, 5 mulheres. Lá no meio, uma delas a mãe tinha tido um acidente na gravidez. As
quatro eram de fechar o comércio, corpo grande, avantajado, 1,70m, olhos grandes, poderiam ser até
modelos. Mas a do meio, que teve um acidente, não cresceu, era menor, mas devido à personalidade
que ela tinha, engolia todas as outras. E era a mais baixinha, feinha, miudinha, que não aparecia, e era
até difícil falar que era mignon perante as outras. Mas superava tudo, então veja o qeu é a
personalidade né. Waldo chegou pra ela e perguntou se ela desconfiava o que tinha acontecido que
tinha dado o acidente com a mãe dela? Ela falou: “Waldo, eu não sei, mas eu me dou mutio beom com
esse corpinho!”. Waldo se lembra do jeito que ela falou. Nível da cognição da pessoa, do discernimento,
que com discernimento a pessoa erra mesnos né, é melhor.
- Pessoa que volta para baixo e ressoma com pais de nível inferior, se no caso a paragenética domina a
genética da pessoa. Waldo: todos os recalques, processos, tão falados na psicanáliso por Freud, a pessoa
pode estar ali que entra por um lado e sai pelo outro ouvido. Waldo nunca teve problema nenhum com
todos os traumas de infância porque nunca levou aquilo em consideração. Se vê que todo o processo
Freudiano é deste tamainho. Freud não fala nada das vidas anteriores. Uma catarse que vem só da
infância não quer dizer nada. E as prévias? O que estamos falando aqui envolte tudo.
- O que falta é a retropsicanálise. Freud não admitia nada tisso. O Jung brigou com ele por causa desse
processo, da projeção. *Freud nãoa creditava e Jung querendo explicar pro freud que tinha isso.

*1:05:23

- Conscin benévola taconica, com tendências predominantes à tarefa da consolação das tarefas
primárias. E a outra tarística com predominância nas tarefas evoluídas e mais avançadas. O caminho da
consolação é o processo da santificação e salvacionista. Quando Waldo foi ajudar o Chico, que tava
tendo trauma muito grande e situação quase escandalosa em BH, foi para resguardar a imagem de
santificação dele, que a gente tinha que proteger a autobiografia dele. Quando entrei lá era para ser
salvaguarda: parachoque na frente e atrás,e conservar a imagem pública dele. Tudo era consolação lá.
Chico nunca chegou para dar uma aula sobre verdade. Chegava para falar de verdade com ele, e ele
tirava o corpo fora.
- Lâmpadas pro exemplo, que tem UV, causam cancer. Essas aqui, incandescentes são melhores do que
ela. Tem que esclarecer. Agora, certos governso e indústrias querem substituis pelas outras que não
gastam tanto. Agora, não gastam energia mas gastam o corpo da pessoa, porque causam cancer. Quem
e´a favor disso ou é a favor da indústris, o dinheiro, ou é mal intencionado, ou é ignorante e não sabe o
que está acontecendo.

*1:08:00

- Tares da lâmpada que causa cancer devido aos raios ultravioleta que elas solta. Tacon: voce dá o peixe
para a pessoa comer. A tares: voce ensina a pessoa a pescar. A pessoa fica independente. O governo lula
é todo na base assistencialista populista. Eles só fazem paliativos. Está faltando aí cosmoética.
Consolação é ótima na religião, na política: faz média e leva a pessoa para o nicho da santificação. Todos
nós já fizemos isso tudo em mutias vidas, agora a tares nos leva para a transparência. Falar que fez
depois que fez – a verbação: a ação que vem antes do verbo. A tares é muito mais difícil, não é tão fácil.
As vezes é antipática, as vezes ninguém quer saber a verdade. Ficam mexendo com uma coisa ou outra

94 blogtertulias.blogspot.com
mas quem deles quer falar a verdade? Nós ainda vivemos no império da tacon. Que o Brasil não é país
de guerra, apesar de já ter feito arma, tanque e avião, mas não somos que nem o s EUA. Eles são
belicistas, são a trignometria, tem a gun society. Antigamente falavam que nós éramos colônia dos EUA,
agora com o processo belicista estamos voltando a ser colônia deles. A coisa mais fácil que tem é
arranjar arma nesse país, estamos ficando que nem eles. Nos EUA isso está mudando, por causa da
moda hedionda, macabra e trágica que tem lá de aparecer rapaz e matar todo mundo na escola e depois
suicidar. Aqui em Foz está aparecendo isso por causa dos jovens que morrem pelo tráfico, que sao
homens jovens de 16, 17 anos, laranjinhas, aviõezinhos, que devem dinheiro um ao outro e se matam
entre si.
- ONU ainda não tem a força que deveria ter, porque está lá em NY. Tinha que ficar num lugar imparcial.
Tem muita ilha no mundo né, as vezes poderia ficar numa ilha isolada. Comunicação está para todos os
países, não tem essa conversa não. Maioria dos americanos cerceiam a ONU. Mas eu não tenho
gabarido para falar com exatidão onde deve ficar a ONU não.

*Cercear: v. (sXIII cf. IVPM) 1 t.d. cortar cerce, pela base, pela raiz; rentear <passou o domingo
cerceando o relvado> 2 t.d. aparar as extremidades ou cortar toda a volta de <c. a fronde de
uma árvore> <c. um pergaminho> <c. a moeda> 2.1 t.d. e pron. ant. tonsurar(-se) 3 t.d. fig. pôr
fim a; cortar, desfazer, impedir <o povo cerceou-lhe os sonhos grandiosos> 4 t.d.bit. fig. impor
limite a, tornar menor; diminuir, limitar, restringir <cerceiam a criação com normas
impertinentes> <cercearam informações ao povo> 5 t.d.bit. fig. diminuir o valor ou a qualidade
de; depreciar, menoscabar <c. as glórias passadas> <c. aos mais humildes suas conquistas>
 gram a respeito da conj. deste verbo, ver -ear  etim lat. circìno,as,ávi,átum,áre 'arredondar,
fazer emforma de círculo', der. de cìrcìnus,i 'compasso'; ver circ(ul)-; f.hist. sXIII cercear, sXIII
cercear, sXIV çerçear  sin/var cecear; ver tb. sinonímia de assolar, desprezar e reprimir  ant
ver antonímia de aviltar  hom cerceio (1ªp.s.)/ cerceio(s.m.)

- Precisamos agora é fazer esclarecimento para errar menos, que com a consolação nós manipulamos
muita gente, e também já fomos muito manipulados. Ainda há muita escravatura, moral, social do
processo. Olha quanta fazenda tem por aí com verdadeiros servidores, ruralistas, que são verdadeiros
escravos.
- Benevolência com foco no outro: não é só no outro, é na carência, necessidade insuficiência evolutiva
dele. E a primeira coisa que voce vai dar para ele é o seu exemplo. Daí vem o povo da religião, que está
perdendo o tempo com a tacon.
- Coisa da esmola, se todo mundo dá esmola, então o negócio é dar, que está dentro da raia. Todo
mundo come carne, mata bicho, e não é o ideal, mas já que todo mundo faz, então é melhor fazer, não
tem como evitar. É uma omissão superavitária.
- Caso de quanto o Waldo já teve requisição de fazer lavagem de dinheiro devido ao Internacinoal que
está no nome do instituto. Waldo recusou tudo e nem mandou dinheiro pro exterior, pra suíça, ilhas
cayman, nada.
- Waldo fez um leilão das coisas dele em casa, com mais de cem itens, de quando comprava bibliotecas
com coisas que as vezes eram muito valiosos, e alcançaram uma nota, e que Waldo nem sabia quanto
valiam. Tinha gente querendo que ele mandasse dinheiro para fora, para tirar uma beirada também,
mas o Waldo ia dar tudo para assistir coisas de necessidade, ajudar gente.
- Atravessar velhinha na rua. Perguntar pra ela se ela tem filho, e então cadê o filho para a judar a
atravessar a rua? Essa é a tares dela.
- Usar sapato e saber usar ela, andar com porte, ereto. Tacon cria aleijados de tudo quanto é jeito,
aleijados morais, é um aleijume danado.

blogtertulias.blogspot.com 95
- Melhor tacon do que belicismo ainda, mas não é o ideal. Para nós que temos intermissivo o ideal é a
tares.
- A tares começa a ser aperfeiçoada pela Tenepes, não adianta EV nem arco voltaico. Ela começa a
ajudar as pessoas e nem sabe o efeito que causa. Não vê o resultado, do que faz ajudando, mas o
resultado vem e vem por atacado. Vai acumulando e depois de uns 20 anos vem a ofiex. Vai
acumulando, é a poupança da assistência, vai acumulando no extrafísico e depois aparece até outro
amparador para ajudar ela.
- A lavagem subcerebral, que é a dogmática, é a encucação. Se fala aqui que não se pode fazer a cabeça
de ninguém, informar. A pessoa pode ir a favor daquilo ou não, a pessoa pode ir por onde quiser, só
mostramos. Pessoar querem tudo mastigado para engolir, querem o boa vidismo, a vida hedonística.
Ninguém veio aqui só para comer a sobremesa do almoço. Estamos aqui para trabalhar.
- A preguiça é da fartura. Excesso de tudo. Muito mais gente morrendo por excesso de peso do que por
falta de comida. Mudou demais, na minha época a pessoa morria mesmo de fome e verme no interior,
na terra que eu morava, de amigos e amigas minhas de grupo escolar, dizimadas por verme. Era tudo
caro, não se tinha com o que se informar. Agora existe a internet, que é um socialismo de mentalsoma,
que compete com a praia que é um socialismo de corpos. A internet é a primeira coisa que compete
com a praia. A internet é uma biblioteca virtual. Nem precisa ser virtual, porque pode imprimir as
coisas...
- Maior prova de quem nada de braçadas. As vezes o rapaz faz vestibular e passa em tres e não sabe
nem onde vai ir estudar. Hoje em dia pode fazer até dois cursos simultâneamente. Na minha época até
um era difícil. Época da fartura. Isso aí sobe na cabeça, a pessoa pensa que foi sempre assim, não dá
valor para o que tem para comer, que pode ajudar os outros. Olha a facilidade de deslocamento que
temos hoje em dia. Aqui em foz, que é uma cidade turística. A maioria das pessoas aparecendo aqui com
avião. Outro dia eu estive lá e era até difícil andar por lá. E é o 38º aeroporto em matéria de tamanho do
Brasil. Sei que passagens estão mais baratas, mas mesmo assim é uma nota. Casal vem passar uma
semana aqui e gasta pelo menos uns 2000 dólares com tudo, vindo lá de São Paulo. Eu sei porque esses
dias eu fiz um cálculo desses, de casal, de quatro, cinco dias viajando. De onde vem esse dinheiro? Está
tendo mesmo uma super abundância... não é de traseiro não, estou falando e´de dinheiro mesmo.
- Tem que aproveitar, senão dessoma e entra em melex que nem o cara que fala que não tinha visto
como era feliz. Waldo virou pra ele e falou que ele ainda não tinha tido melin, tinha morrido logo. As
vezes com a melin a pessoa estaciona e vive 40 anos deprimida. Existe a melin chorosa, que a pessoa
não confessa, mas qualquer coisa que voce fala ela chora. Outra é a silenciosa, ela tem a melin e só
escuta, não fala nada, não abre o jogo. Se vê mutio disso até hoje, de gente da minha idade. Esse
pessoal tem essas melins todas, todo caso. E outra coisa, maioria dessas pessoas nós não podemos falar
nada disso para essas pessoas, porque não tem acesso, não tem holopensene apropriado.
- A gente pode fazer o que teve confluência de fatores favoráveis, tem que saber perder, saber ganhar,
não ser triunafalista. Eu agora recebi um monte de pessoas aqui da minha família que eu não via a anos,
e adoraram o que estava sendo feito aqui. Eu falei qeu estamos só no princípio do começo. Agora, tem
gente de tacon lá, que faz tacon a 60 anos. Daí quando chega e vê isso, é uma melin silenciosa. Pessoa
chora...
- Melins mais comuns: Vou trazer um verbete disso aí um desses dias. Pode ser totalmente antagônica e
pode ser até belicista, da pessoa ficar revoltada contra o mundo. Fulano é mais novo que eu e conseguiu
um monte de coisas que eu tentei e não consegui. Dificuldade, autocrítica. As vezes está num autassédio
cronificado, rotineiro, difícil mudar quando chega nisso. Autassédio causado pela própria melin. Já vi
caso de pessoa que queria mudar e em um ano a pessoa, um ano de vida, como na técnica do mais um
ano de vida, a pessoa pode mudar um monte de coisas, virar a mesa. Mas para fazer isso a pessoa tem
que fazer ao mesmo tempo a recex, a reciclagem existencial – o externo, do ambinere; e a recin, que é a
reciclagem intraconsciencial, visceral, do intraconsciencial mesmo da pessoa, que vai a fundo e é

96 blogtertulias.blogspot.com
cirúrgica. A força de renovaçao da pessoa tem qeu ser grande, porque se for pequena, a pessoa fica
naquilo ali.
- Se a pessoa é velha, está de cabelo branco, então daí é mais difícil ainda, e não é fácil o processo da
recexis. Por isso temos a invéxis, que é o ideal né, para não ter nada disso. O problema é que a invéxis
tem prazo, tem só até certa idade. *26 anos.
- Americanos gostam de falar do shining, reluzente, que é para mostrar do processo de pessoa com aura
diferente.
- Trabalho de tacon e de tares, que é dos dois: trabalhar com pessoas....***********?

*1:38:34

- Voluntário de modo geral pode ser assistencial ou não. Na CCCI o voluntário é assistencial. Voluntários
com vínculo tarístico, consciencial, da tarefa do esclarecimento.
- Msxidissidente ideológico, consição típica da fase de recomposição? Waldo: até certo ponto, as vezse a
pessoa setá faznedo uma assistência: entrou e saiu de outra forma. Processo de maxidissidência que
entra a cosmoética é super complexa. A minidissidência quando vem é óbvia. A pessoa está marcando
passo no mesmo lugar, já regrediu. Como empresa, que não está caminhando para ampliar. A
estagnação da empresa é isso. O mesmo que o sangue: se parar, morre. Dinheiro: se parar, vai
desvalorizar por causa da inflação. As nossas tarefas são evolutivos ou não. Varia de pessoa a pessoa.
- Fatologia, diástole das distribuições. Temos o que recebemos, de ferramentas e instrumentos para
desenvolver a proéxis. Chega a hora que temos que dar para os outros, distribuir as ferramentas. Isso é
mais do que benevoolência, porque é consciente: a pessoa sabe o que está fazendo. A diástole
intrafísica da distribuições.
- Temos lá embaixo no holociclo 33 autores que já publicaram o livro. Todos doaram o copyright das
obras. Isso é tares, não é só consolação.
- Cadê o 34º, 35º e 36º?
- Recomposição: caminho que pessoa depois melhora a liberdade dela e pode ajudar mais os outros.
Etapas para eliminar o processo da interprisão grupocármica. É o turning point, a virada da vida da
pessoa: ela decidiu, está sendo sincera, transparente. Daí ela vai ter assistência, as coisas vão caminhar.
Tudo isso dependo do estrago anterior, e tem que corrigir o estrago que ela fez.
- Tares mais complexa: pessoa que se infiltra em um lugar caladinho, quieto, para desfazer o que está
errado lá. A pessoa as vezes é mal interpretada. No fim, ri melhor que ri por último. No fim vale é a
assistência.
- Que nem no CEAEC, que falavam que aqui era um lugar de pouso do disco voador. Abraçavam as
árvores, falavam que a gente conversava com a grama. Então eu mandei falar pra eles que a gente
conversava com a grama, e eles comiam a grama. Hoje em dia já melhorou, e até o prefeito atual já
entende melhor a gente, que estão vendo as mudanças que a gente trouxe junto com eles. O IIPC
começou a fazer sedes em todo lugar do mundo, mas chegou uma hora que teve que fazer sede própria,
que tivesse lugar palpável, imóveis, até que criamos o CEAEC, que era coisa palpável, a partir de uma
chácara. Pessoas vinham aqui e depois tinham os laboratórios e pessoa mudava com a tares feita aqui.
Agora não tem mais como ficar querendo provar, já está tudo palpável, monte de gente funcionando
junto, um monte de coisas funcionando sozinhas Eu falei no começo: gente, tem o curto prazo, o médio
prazo e o longo prazo. Agora já estamos no longo prazo.
- Agora depois de 13 anos o médio prazo já passou, só falta a extensão da holoteca que ainda não foi
feito. Já entramos na câmara de vereadores para dar o nome para este bairro de bairro da cognópolis.
- Antes o nosso terreno era de 94.000 metros, agora é mais de um milhão, 163 hectares, já é um bairro
essa situação toda. Vamos ver se a câmara vai aprovar essa coisa toda.
- Entendeu aí o longo prazo? As escolas do pessoal aí. O esclarecimetno que estamos fazendo aí.

blogtertulias.blogspot.com 97
- Muito sério começar uma coisa lá na frente. Tem que ser pouco a pouco e ter uma alicerçe, um
embasamento. E tudo que for coletivo, grupal, mais amplo, tem que ser em etapas. Como trabalhamos
com voluntários, que é coisa nova na terra. Não somos ONG, não dá para institucionalizar nada aqui.
Tudo é voluntário aqui, embora tenhamos funcionário pago, de vínculo empregatíco e consciencial, mas
o consciencial domina o outro. Só o trabalho, empreendimento já é tarístico. Não é ONG, não é
instituição governamental, não tem dependência do governo nem nada. isso já é esclarecimento:
estamos mostrando que o volutariado pode ajudar a sociedade como um todo. Daqui a uns anos
podemos falar que isso aqui é uma miniatura de um Estado Mundial que vai ter na terra, de como vai
ser isso tudo. De como vão acabar as fronteiras. Este é o caminho do estado mundial, uma miniatura de
amostra grátis de como vai ser o estado mundial, que vai ter na Terra daqui a uns séculos. Coisa que
tiver certa população lá fora, em marte e na lua, que já vão ter colônias extraterrestres, então a visão do
pessoal aqui vai mudar. Vai caminhar para o Estado Mundial. Quando tiverem vários planetas
colonizados e funcionantes, aqui vai ser tudo uma coisa só, que vão ter outros planetas, e aqui vai ser
um planeta só.
- Quando a gente fala aqui que é tudo voluntariado, o pessoal acha logo que é alguma coisa com
contrabando, com algum governo por trás, coisa estranha, mas não tem nada disso.
- A tenepes chancela o processo da Tares, não tem fiscalização, não tem ninguém. Trabalha com a
cosnciex que está com ela. A pessoa não recebe nenhuma gratificação física pelo que ela faz. Não existe
isso. O processo é todo extrafísico, anônimo, sigiloso, escondidinho. Pessoa começa a ter mutia força
com ela mesma e perante a paraprocedência dela mesma.
- A gente tem que lembrar o seguinte. Tem mutia gente que tem dúvida se tenepes é só tacon. Mas no
fundo, cada vez é mais tares, tarse, tares, e menos tacon.
- Se está fazendo tenepes, e trazem um megassediador lá. E se ele vira para o lado da cosmoética, e ele
então vai querer ir atrás de todo mundo que ele colocou fora do caminho, para ajeitas as pessoas. Isso
ninguém sabe, mas na sua ficha evolutiva, está tudo registrado lá, que ele foi desassediado através de
você. Então tem que ter cuidado com as pessoas. Por isso que a gente tem que ler cada vez mais a aura
dos outros, que a aura dela mostra a tenepes que ela faz, da mulher ou do homem. Pra gente errar
menos a avaliação que fazemos deles.

*1:58:20

- Sístoel extrafísica das aquisições: Está recebendo (*como o sangue), são as aquisições com o seu novo
corpo, para essa vida. Agora, quando voce recebe, voce tem que mandar, com a diástole. A sístole é a
nosso favor, é ainda muit egóica. A diástole, ela é totalmente mega fraternal. Ela foi combinada dentro
do ciclo existencial da serialidade, as vezes veio o evoluciólogo lá que deu uma orientação. O homem ou
a mulher que recebe um macrossoma? Tem que doar alguma coisa, principalmente se ele for consciente
dessa realidade. Isso cada vez amplia mais. Vamos preparar para essa revolução incruenta do processo
evolutivo nosso, que é o que estamos fazendo com a conscienciologia aqui, é o processo nosso.

*Incruento: adj. (1702 cf. NumVoc) não cruento 1 em que não há ou que se obtém sem
derramamento de sangue 2 p.ext. que não é sanguinário ou cruel 3 rel em que, em vez de se
imolarem vítimas à divindade, a esta se oferecem frutos naturais ou produtos do trabalho
humano (diz-se de sacrifício)  etim lat. incruentus,a,um 'não sangrento, que não verteu
sangue'; ver cru(d)- e cruent-  ant cruento  hom incruento(fl.incruentar)

- Tares na tenepes, para considerar que é tares, a pessoa tem que ter nível de lucidez do que está
acontecendo na tenepes. É tares, mas ignorada. Pode orientar pessoa mas sem saber o nível da
orientação que está dando. Então coisa é muito mais séria do que a gente pensa. Esclarecer um

98 blogtertulias.blogspot.com
megassediador, que é um líder das sombras, ele vai atrás para pegar aí centeneas de pessoas que eram
tudo gente submissa a ele. Muda tudo. Olha o esclarecimento qeu tem. A consolação está mista,
inserida nesse contexto, mas o que predomina aí é o esclarecimento. A pessoa mudou de marginal,
ilícida para o lado certo, como fica? Mudou de lado, de partido: isso é esclarecimento, não é consolação
só. O tempo todo, a tenepes funcionando todo dia, já pensou a linha de montagem que não tem isso?
- Quanto mais lucidez a pessoa tem na tenepes, mais tares ela faz.
- Ultrapassagem da tacon vulgar: todos já praticamos a tacon no passado. Mulhers que já tiveram vidas
antesriores, dar a luz, é tacon, o processo da parturição humana, é totalmente da consolação. Mais do
qeu mãe e´a avó, que é a mãe dupla. É a tacon vulgar, todos já tivemos isso. Pessoa que hoje faz tenepes
e faz percentual de tacon, para receber a cosnciex lá e fazer a cosia toda, já não é mais vugar, é
esclarecedora. Tares é mais difícil, é antipática poruqe voce fica falando a verdade e a maioria das
pessoas não quer saber a verdade, quer vive num eterno carnaval.
- A pessoa fica mais lúcida na tenepes observando tudo que acontece com ela, lendo o manual várias
vezes e anotar no laptop tudo, para colocar lá tudo que acontece com ela. Waldo usou laptop 3 anos, e
fazia livro todo ano. Depois de três anos, foi ver que tinha processo de levantamento em fevereiro que
era o balanço, daí foi ver que tinha um levantamento em fevereiro que era um balanço do trabalho
assistencial dele extrafísico, daí viu que tinha lá. Nenhum amparador dele tinha falado pra ele. Eles tem
um amparador que é superior ao gregoriano. Amparador dele na época falou para ele anotar tudo que
era para anotar tudo, que ia ter algumas surpresas, para ver como o trabalho era todo encaminhado
com detalhes. O dia do balanço é na segunda metade do mês de fevereiro, que tem o balanço da
tenepes do Waldo. Não sai nada do calendário gregoriano, é diferente. Quando viu ali, repetiu. Daí no
terçeiro ano, foi batata. Foi nos anos de 95, 96 e 97, que viajava muito e anotava tudo no laptop.
Ajudava a evoluir com tudo, inclusive com a tenepes.
- Médico adventista, única coisa ele observou foi que estava escrito edição gratuita e ele notou lá em
exposição. Waldo: nunca deve ter visto isso em livro nenhum né? Deixamos na capa de propósito.
- Hoje é terça feira daquela que mudam as coisas. Domingo que vem vai ser objetivo prioritário.

*2:08:27

- Eleição (do próximo verbete)...

***

blogtertulias.blogspot.com 99
784. Conscienciocentragem - Quarta 20/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:23

*784. Conscienciocentragem - quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38434037/a80a200/20080220_-_784_Conscienciocentragem.html

*Anotações
Tirar 12 minutos de tudo
*Gongo
*11:58

- Parapercucienciologia, o processo da hiperacuidade, é a pessoa aguda.


- Olho clínico, da parapercucienciologia ou da percucienciologia. Percuciência é uma palavra que é muito
usado em Portugal, no Brasil, menos. Está dentro da área erudita da linguagem.
- Conscienciocentragem é a qualidade da consciência, conscin ou consciex, evolutivamente centrada ou
com megafoco consciencial firmado simultaneamente, na prioridade máxima quanto ao auto-
desenvolvimento que é a autopercuciência, e quanto ao heterodesenvolvimento geral da humanidade e
da parahumanidade, que é a parapercuciência interconsciencial.
- Parafatologia: autovivência da ofiexialidade, que é o ofiexista, de oficina extrafísica; a autovivência da
cosmoconsciencialidade, que é o processo da cosmoconsciência, o grande fenômeno de expansão da
consciência; fenômeno da pangrafia, que é o maior tipo de comunicação física com o problema
extrafísico; o fenômeno da cosmoconsciência em si, a autaplicação teática das energias imanentes, a
interatividade mais íntima com os fluxos básicos da vida no cosmos.
- Fatologia: autopotencialização da hiperacuidade, o combate à truncagem intraconsciencial,
autocentragem consciencial cosmoética. Depende do holopensene pessoal da autocognição.
- A cosmoconscienciocentragem conduz a consciência conduz a consciência a viver, entendendo mais o
cosmos, ou dinamizando ao máximo o trabalho pessoal da interassistencialidade em todas as
dimensões. Você leitor, já desfruta de vislumbres iniciais ou de extrapolacionismos técnicos quanto à
conscienciocentragem? Em vista dos fatos; quais frutos de trabalho voce retribui à vida de todos?
- Quando uma locutora está menstruada dá para ver no rosto dela, porque vê a mulher todo dia e uma
hora ela está diferente, e se tem TPM ou não.
- Dá para ver pelo rosto se a moça é virgem, e se estiver de biquini então, mais fácil ainda. Isso é
semiologia, é olho clínico.
- De que adianta a força presencial se a pessoa não tem porte e sabe se apresentar? Corpo é uma coisa
que a pessoa tem que ter educação para usar esse corpo.

*24:30

- Quando é vendo a pessoa com o soma, é diagnóstico baseado no visual dela, leitura da linguagem
corporal dela.
- Tudo que o Waldo faz é coisa isolada. Nunca ele vai olhar para a pessoa e ver só o soma, não com 60
anos de praia.
- Moça que ligou pro Waldo e pediu pra ele jogar energia pra ela que lea tava passando mal. Waldo
falou ah é, que ela tava ovulando pelo lado esquerdo. Energia não tem tempo nem espaço.

100 blogtertulias.blogspot.com
- Waldo já ajudou pessoa de longe, em NY, outros lugares. Por isso que depois chamaram ele pra
american society e tudo mais.
- na hora que o Waldo entra, ele faz a assimilação isntantânea, mesmo que esteja a milhares de
distância. Não precisa colocar a mão para fazer o acro voltaico. Não precisa saber onde está a pessoa, é
só saber quem é para colocar as energias.
- Queriam fazer com ele o experimento de colcarem ele no telefone com alguém, no duplo cego, e então
ele mandar energia para as pessoas e mudar os batimentos cardíacos dele. Waldo pedia para colocarem
eles pelo menos em um lugar que ele conhecesse para ter mais rapport. Isso é visão remota, que é um
tipo de fenômeno, mas fraquinho. O melhor é clarividência viajora, que é importante quando a coisa
encrenca.
- Se processo é muito grave, e vai ter que usar mais parapsiquismo do que psiquismo, então Waldo usa
amparador que está com ele. Eles entram em contato lá e passam pro Waldo. Waldo é apenas o
intermediário. Pessoa vai pular corda entre Waldo e o Amparador.
- Depois que já estabeleceu uma linha de montagem, que a do Waldo tem 60 anos, de tudo já aconteceu
então. Difícil acontecer alguma coisa nova pro Waldo. Ele já viajou para tantos lugares diferentes que já
viu de tudo. Não é dono da verdade nem está acima do bem e do mal. Erra muito, mas é cosmoético.
Não tem mais que provar nada para ninguém, quem aceitar aceitou, por isso que está fazendo a
enciclopédia. No mais, banana technique.
- Primeira coisa que a pessoa tem que saber é seus predicados e atributos mentais. Depois da vontade:
conencetração mental, atenção dividida, associação de idéias, auto juízo crítico, que pode ser também
heterocrítico; juízo pode ser também cosmoético. Memória. Automemória básica. Pega os dicionários
cerebrais. Pode ser o normal, comum, e também o analógico. Outra coisa séria é a imagística, que é a
imaginação, outro atributo a ser levado a sério.
- Auto conscientização multidimensional. Atributos corticais são mais do que foram falados acima. Esses
são só alguns para começar.
- Definição: conscienciocentrage tem relação com prioridade máxima do autodesenvolvimetno e
heterodesenvolvimento. Neste nível é 51% heterodesenvolvimento né? Waldo: é, mas voce não vai
encotnrar isso, que quem estuda isso é microminoria. A maioria do povo está em hospital, e nós
queremos ara ir em escola. Para chegar em escola precisamos de quanto? Milênio será que dá? Reurbex
está trabalhando para isso. A cognópolis visa isso. O caminho é esse. A para politicologia, a
paradireitologia, tudo isso é minoria secundária. Nós já entramos nesse nível e não tem jeito de sair
mais, devido ao ciclo multiexistencial da serialidade. Consciência nunca para, se parar, regride. Nós
dependemos disso para chegar à maxiproéxis, de ajudar os outros.
- A parapoliticologia, paradireitologia, cognópolis, a reurbex, trabalhando para mega-hospital. Agora isso
tudo é microminoria, mais evoluída. Para nós não é mais a minoria secundária, agora já entramos nesse
patamar e não tem como sair mais, devido ao ciclo multiexistencial da atividade, onde a cosnciência
segue o rumo e não para. Se para, regrediu. Para nós é imporante para chegar à maxiproéxis, que é a
programação existencial grupal. É secudária na hora que você já sabe o que vai fazer, é tenepesissta,
conhece seu tipo de tenepes, sabe se vai alcançar complexis ou não, vai realizar megagescon ou não.
Não adianta apelar para microminoria porque o seu processo já parte para o grupo imediato.

*35:00

- Pessoa que fica um tempo trabalhando e tempo na faculdade trabalhando ou em outro lugar fora, e
que é turista assistencial, termo da intercampi de Natal. Viajando muito pelo mundo fica sendo
globetrotter.
- Enfim tudo é a conscienciocentragem. É a consciencialidade aumentando a hiperconsciencialidade.

blogtertulias.blogspot.com 101
- Duplista dentro da cosncienciocentragem: eles objetivam a evolção. Tudo que eles fazem é para fazer.
Se nao coordenarem coisa um com o outro é uma dupla estácionária. O processo e´caminhar, e ir em
frente. Se estacionar então já regrediu.
- Você já teve euforin, primener? E cipriene, que é o ciclo de primaveras energéticas? Depois a vivência
de que ela já entrou no extrapolacionismo permanente. Isso na ordem evolutiva dos processos.
- Extrapolacionismo, o que muda é o patamar do degrau do extrapolacionismo. O projetor
extrapolacionista com nível de desperto pela extrapolação, e ajuda do amparador. Durou pouco, foi
amador, que não durou depois, mas já é avanço. O próprio desperto: ele pode em determinado
momento ser um teleguiado autocrítico, com o extrapolacionismo de teleguiamento ,que deu tudo
certo do que lee fez, ele esteve conciente do processo todo.
- Tenepessista com extrapolacionismo de grande projeção consciente, daquelas vexaminosas.
- Quando atinge o nível e domina o processo de baixo para cima, da esqueda para a direita, ele é o
cantor que não faz mais careta. Ele é traquejado, está com o pé nas costas e sem fazer careta.
- Conscienciocentragem elementar é coisa de ofiexista mas já existia em nível anterior.
- Uma consréu ressomada pode ter extrapolacionismo de pré serenão vulgar? Sim! Essa é a salvação da
lavoura. Assim ela ajuda o pessoal do bolsão de onde veio, que todas elas são antepassadas de si
próprias, e já fizeram aquilo que estão fazendo.
- Voce acha que um gato vivendo com a gente em casa pode ter extrapolacionismo? Se renascer mais de
uma vez com a gente então sim está inso mesmo na serialidade. Amiga do Waldo que já tinha visto um
cachorro dela que tinha renascido ali e morava com ela pela segunda vez.
- Sincronicidade como fenômeno dos mais avançados e técnicos que existem. Que exige acuidade, mexe
com o fluxo do cosmos.

*48:25

- Não dá para pegar pessoa com parapsiquismo chucro e dar fenômeno de cosmoconsciência para ela,
porque ela pira, é estupro evolutivo. Se fizer coisa muito grande, afeta tudo da pessoa, e tem que evitar.
Estupro evolutivo é coisa simplse mas de reações mutio complexas. Pessoa chega e pede 5.000 reais
para resolver dívida dela. Voce chega e fala que ela vai fazer mais dívida depois e então vai dar 50.000
reais. Isso ia criar problema para a pessoa. Não podemos fazer mais do que devemos mesmo quando
parece coisa boa. Coisa prática é o jogador que começa com 18 anos e aos 19 já é um craque
internacional e acaba dando com os burros nágua, tem problema com a família, namorada
desequilibrada, faz que casa mas não casa, porque não foi preparada para aquilo. A fase preparatória vai
até os 35 anos, e depois vem a fase executiva. Os jogadores não tiveram fase preparatória. Não dá para
fazer muita pressão na pessoa lá atrás porque lá na frente ela vai estourar alguam coisa.
- Agora, não precisamos ficar eternamente jovens nem crianças. Tem as vezes criança que é muito
madura e não precisa brincar mais, enquantos os outros ainda precisam. O mentalsoma dela é muito
mais desenvolvido. Nisso a psicologia é falha e não vê o processo multidimencinoal do desenvolvimento
da pessoa. As vezes trazem emnina de 9 anos ali e perguntam pro Waldo se ela pode ir em laboratório, e
ele examina e fala que não pode, daí trazem outra e ele examina e fala que aquela pode.
- Tem pessoas de 40 anos que tem maturidade emocional de 15. Pessoa que tem 50 e pode ser até um
PHDeus e se comporta como uma pessoa imatura, que fuma na sala de aula, joga cigarro no chão e pisa
em cima.
- Processo de cara que tinha cascas em cima do paletó e Waldo viu que ele tinha caspa, e já dava para
ver que ele era desorganizado.
- Casal que veio para falar com o Waldo e mulher falando e Waldo olhando o cara, psiquiatra. Ele tinha
onicofagia, roia os dedos das mãos, e dos pés. Moça levou o marido para falar com o Waldo, para o
Waldo ajudar ele, que ele tinha síndrome da dispersividade consciencial e era inseguro. Problema maior

102 blogtertulias.blogspot.com
era ele que tinha que falar com os outros e escondia as mãos. Um aluno tinha até perguntaro para ele se
ele tinha vitiligo. Iam fotografar ou filmar o homem em entrevista e ele não podia mostrar as mãos.
Psiquiatra que esconde os dedos, e constrangido ele. Mas superou tudo aquilo ali. Mulher dele mais
tarde falou pro Waldo que a conversa tinha sido boa e ele tinha seguido a tramitação de curto, médio,
longo prazo, e esposa como fiscal. Daí que ele tinha melhorado sim. Era o constrangimento dele. Ele não
era doido, era a ansiedade dele. Síndrome do ansiosismo. Dá qualquer coisa e começa a ficar nervoso.
Era um casal de psiquiatras, a mulher muito tranquila, com unha arrumadinha.
- Diferença entre visão remota e calrividência. Visão é superficial, voce vê no mapa ou no globo e vê o
que está acontecendo lá de insight ou inspiração. Clarividência voce vê e vai lá e volta, ao invés de só
ver. Voce vai lá de corpo mental. Clairvoyance, é negócio mais sério e avançado. A clarividência é um
mundo grande, fenômeno mais avançado.
- Conscienciocentragem e cosmoconscienciocentragem. Conscienciocentragem é processo da
consciência e pode ser de voce com você, no seu microuniverso onde voce se concentrou. Isso é uma
monovisão, não viu as pessoas ali, só viu voce. É uma monovisão pontual, raio laser que só vai para
aquele ponto. Cosmoconscienciocentragem é uma coisa mais difícil que muda tudo, e baseada no
mentalsoma. Na verdade, quando está analisando a cosmoconscienciocentragem está analisando o
microuniverso consciencial. O processo é centrífugo e sai da consciência para o universo externo.
Conscienciocentragem na maioria das coisas, quando é com o foco em si mesmo, é centrípeta, que vem
para você que está fazendo o estudo das suas coisas.

*1:00:30

- Cosmoconscienciocentragem voce está vendo tudo, o universo mais amplo, e é baseada no


mentalsoma, menos fácil.
- Mesmo quando na cosmocosncienciocentragem, voce está também examinando o seu microuniverso
cosnciencial. Processo centrífugo, que sai da consciência para o exterior. Conscienciocentragem é mais
centrípeta, vem de fora para dentro.
- Binomiologia: cerebrologia e paracerebrologia. Waldo: existe uma coisa séria nisso, a subrecebrologia.
Um trinômio: subcerebrologia-cerebrologia-paracerebrologia. Neste verbete não entrou por seu um
vebete homeostático, a cosncienciocentragem.
- Coscmoconscienciocentragem, exige cosmoconsciência e cosmovisão.
- Conscienciocentragem e conscienciocentrologia. Não tem nada a ver. Conscienciocentragem é a
qualidade da cosnciência de ter megafoco firmado na prioridade máxima. Conscienciocentrologia é
processo intrafísico da pessoa. Empresa conscienciológica. Conscienciocentrologia a pessoa está
centrada dentro do processo nessa dimensão. Conscienciocentragem é mais avançada, a razão final.
Raciocínio último.
- Trinômiologia: parapesquisas-paratécnicas-parachados. Parapesquisas são fenômeno parapsíquico. No
fenômeno em si tem que suar a própria ciência, e lá, vai usar as técnicas da projeciologia. Lá, vai
descobrir uma verpon, uma pérola negra, no caso seria uma para-finding. O outro seria uma para-
technique, e aqui, seria uma para-research. Faz sentido?
- Consncienciocentragem e cosmanálise. Cosmanálise tem que entrar dentro da centripo. Tem que sair
da cosnciência. Existe cosmovisão sem a pessoa sair de si? Impossível! Esse ângulos são muito
importantes para estudarmos essas coisas. Olho clínico que eu estava estudanado hoje de manhã
envolve mais do que isso, é da percuciênciologia, é o detalhe, até onde vai. Chamar atenção do pontual
para o cósmico é o problema nosso. Cósmico é a reunião de todos os pessoais. Da unidade para o corpo
integral, panorâmico, da tudologia. A pantoscopia, a pantologia. A consciência é levada para isso, não
tem jeito. Evolução é um Big Bang.

blogtertulias.blogspot.com 103
- Pessoa vai e faz entrevista com a pessoa na televisão e dá para ver todos os cacuetes que ele tem, o
que faz com as mãos, o maneirismo, doenças que ele tem, tipo de voz. Se conhece o idioma que o cara
está falando, então fica melhor ainda para fazer a semiologia. Sou especialista nisso que desde 1960 que
tem televisão e eu vejo essas coisas. Se você vê o cenário da entrevista é mais fácil. Se tem cenário de
livros atrás. Aqui no CEAEC temos um cenário com CEAEC escrito em todo lado, que nem o pessoal da
CIA nos EUA gosta, não precisa nem falar. Isso é internacional hoje, e usamos aqui no ceaec. Na holoteca
tem e no holociclo também tem. Poderíamos colocar aqui, tertuliáriu, tertuliárium. Mas não tem jeito lá,
porque é no meio, é mais prostituída universalmente. Para fazer entrevista lá na parte externa vai ter
lugar para atender gente.
- Olhar clínico, quando aparece pessoa para ser atendida, em consultório clínico. Começa a observar
dependendo da área que atua, dá para ver tudo né? Waldo: Eu falei a coisa séria, eu sou médico. Dentro
da sua área fica mais fácil, desde que voce tenha jogo de cintura. Na questão do advogado tem que usar
o isntrumento maior deles e ficar de olho, que é a palavra, o timbre da voz, o que ele fala, o tamanho do
dicionário cerebral dele. Se ele é só do jurisdiques já dá para ver logo. A modulação da voz dele é
importante.

*1:13:45

- Fonoaudiologia muito importante para todo mundo quese comunica, não só para o professor mas para
todo mundo que fala: repórter, locutor.
- Espelho grande na entrada do consultório fazendo pessoas acharem que é persecutório, e com medo
de estarem sendo observados. Pessoa que gosta muito de espelhos é narcisista.
- Melhor coisas grandes. Espelhos já foram usados na idade média. No vaticano também tem sala
enorme com mesa lá no final, que ela tem que andar, e é uma sala de futebol. Quando a pessoa chega
no final da sala, na mesa, já se sente deste tamanhozinho.
- No curso intermissivo existe curso específico de Conscienciocentragem? O paramicrichip está
associado a isso também? Waldo: sim, mas tem também todo o processo da hiperacuidade dentro do
processo da modalidade do parapsiquismo, os fenômenos que existem. O processo da Clairvoyance que
é a clarividência viajora, que é só um aspecto da clarividência, e tem muitos outros.

*1:16:20

- Muitas modalidades e detalhes fenomênicos. Mas pena que o pessoal que estuda o fenômeno não
estuda com o fenômeno. Não se deselvolve com o fenômeno e o ganho evolutivo que ele traz. Não se vê
a parapsicologia estudar a cosmoconsciência.
- Estudo com acuidade dos fenômenos, mais se vê aquilo. Muda tudo. Na teática 1% é teoria. 99% é a
prática.
- Projetabilidade lúcida e clarividência são fenômenos mais avançados do que a intuição, inspiração, que
são bem mais comuns comparados.
- Hoje em dia tem até centrais de retrocognições, que são comuns, vulgares, muito frequentes,
rotineiros. Centrais são lugares que registram tudo que gente falou, que aconteceu no mundo, isso é
central intrafísica mesmo, de gente.

*1:19:09

- Sempre se usou a tertúlia para fazer prestação de serviços. Relatos que o Waldo traz de cosmograma e
notícias, é necessário para dar o molho no que estamos mostrando, pesquisando.

104 blogtertulias.blogspot.com
- Striptease consciencial anticosmos é aquela pessoa que se abre, extrafisicamente para tudo que
ocorre. Quando acontece coisa assim é porque pessoa já domina coisa mais séria de parapsiquismo.
Senão vai ter intrusão mais séria e vai dar problema para ela. Isso é para quando a pessoa já entende
autoencapsulamento energético, autodefesa parapsíquica. Existe desde o século XIX, que o pessoal
estuda mais isso, defendendo os eu holopensene pessoal, e aumentando a assistência de amparador,
fixando aquilo. Fica mais difícil e nem agradával para os assediadores de atrapalhar aquela pessoa, que
começa a ter mais defesa e amparo de função para o que ela está fazendo.
- Que tipo de laboratório do CEAEC poderia ajudar mais a pessoa que está priorizando a escrita? Waldo:
o de pensenologia, por causa do toque. Está mais avançado porque mexe com o pensene, e aí entram
todas as faculdades mentais da pessoa.
- Pessoa priorizando a escrita não está necessariamente dentro da conscienciocentragem, pode estar
em outra coisa, com outro foco na escrita dela.

*1:25:20

- Vão ter motor gerador ali, que vai entrar em ação. Que venga el apagón, que já estamos preparados
para o que der e vier, sem problemas de apagão. Bom para o Waldo que trabalha de dia e noite.
Orientações de uso do gerador, tudo automático, praticamente funciona por si só, só falta falar. É um
concorrente da itaipú, e é mais inteligente, funciona autônomo! Automaticamente! Quer ver o tamanho
que tem o gerador quando colocarem lá. É um pouco menor do que a mesa do Waldo ali. Quando acaba
a luz, funciona automaticamente.
- Mais tarde vamos colocar geradores em todas as instituições. Além dos 3 No-Breaks que tenho n omeu
computador, vou ter agora também gerador. É um a diesel que aciona quando falta energia, liberando
energia e para quando volta o suprimento de energia da central. Antigamente não era assim não, tinha
que ir lá e virar uma chave enorme.

*1:29:00

- Progressão na enumerologia: autopensenização racional, lógica, prioritária, cosmoética, retilinear,


cosmolínea. Cosmoconsciencial é quando pega dentro. Coisa é processo cosmolíneo que pega
astronomicamente.
- Na hora que pega dentro é a conscienciometria. Notaram o processo da enumerologia que a gente tá
vendo tudo isso aí. Autopensenisação, a pesso a eo pensene dela, e como ela sai do egão para o cosmos.
Pessoa pode ter autopensenização mas não ser retilínea, fazer muita curva. Não tem como entrar na
cosmoconsciência sem ser retilínea. Não tem como fazer coisa lógica e coesa sem ter retilinearidade
daquilo que pensa.
- Cangote ou truncagem intraconsciencial: branco mental, hipomnésia: tem que combater isso aí. Corte
do fluxo. Como cai fazer cosncienciocentragem nisso? Não dá. Dentro da memória é onde acontece
mais. Se faltou memória, faltou a base do engrediente da comunicação. Amigo que uma vez falou que
uma casa não pode ter vida humana correta se faltar água, que é essencial, pelo corpo que mais de
metade é de água. Mesma coisa é aqui. Se não tiver, falta água, fica de pé quebrado sempre. Por isso
que tem retirantes que saem pela seca, e voltam quando chega a chuva.
- Escreveu o pensamento, mas cortou uma palavra: é uma truncagem. A mutilação, é um travão até
certo ponto. A dispersão também pode ser truncagem total. É o pior que tem. Não tem mais linha reta
de nada e não tem megafoco mais. Se tiver síndrome da dispersão consciencial, acabou.
- Medida a ser tomada é a pessoa melhorar o dicionário cerebral, ver se está bem com a memória e ela
se expor publicamente para fazer interlocução, no caso da memória. Falar publicamente. Por exemplo: é

blogtertulias.blogspot.com 105
bom colocar o fulano para dar esse curso – vão ter pessoas perguntando para ele e vai ter desinibição
pessoal mentalsomática. A pessoa vai melhorar a retilinearidade de pensamento dela.
1:37:00
- Pessoa sem retilinearidade: Oo oOoo Professor, eu quero dizer mais ou menso u U UuUUuUU ma coisa
que não tem NANA ANANANada a ver com aquilo que ela F Af aaf Afaaffaalou e que também não é isso
que vovovo ovvovoce está falando aí. Daí alguém pergunta “O que voce quer perguntar aí?!” e a sem
retilinearidade fala “Esqueci!”. Isso é mal hábito da pessoa. Quem é conciso faz a pergunta com três
palavras e mata tudo ali na hora, é retilínea.
- Sinonimologia e antonimologia tem técnica que é a regressão antonímica e a progressão antonímica.
- Concentração é importante, se a pessoa nao tiver então nada disso funciona. Se voce for faltar
concentração aborta o assunto. Tem que ter concentração para conversar, sadia, razoável, e se não
tiver, nada funciona com ela.
- Todos intrumentos intelectuais da pessoa dependem da concentração mental dela. A vontade e
intenção estão por trás disso.
- A memória já é diferente, eu tenho que falar alguma coisa para mostrar se eu tenho a memória ou
não. Não dá para usar só a intenção, só a vontade. Tem que ter eles para usar a memória, a atenção.
Tem atributos que são icitos, estão em tudo mas não aparecem. Por exemplo, ara fazer juízo crítico tem
que dar um gancho, tem que dar um precedente como base.
- Concentração é básica para todas coisas intelectuais, ou para a percuciência ou cosmovisão sua, para
sua pensenização. Por exemplo, voce não vai falar nada com ninguém, vai entrar numa câmara de
reflexão para se ensimesmar. Para fazer isso tem que ter concentração mental, senão vai fazer
devaneio. Uma coisa é o solilóquio retilíneo, outra coisa é devanear, que é onirismo.

*1:42:00

- Primeira qualidade da pessoa é a concentração. Sem a concentração a pessoa é pior que os bichos.
Tem chimpanzé que pensa melhor do que pessoas que são dispersas. O cimpanzé não, o foco dele está
só ali na comida. Aqui tem uns que tem mutia concentração, muito boa, na hora do almoço.
- Paramicrochip: uma pessoa jamais vai receber um se não tiver centragem da cosnciência dela. Pra que
vai ter um sem centragem? De outro modeo seria assediador. Pega mais o parapsiquismo com
cosmovisão, com amplitude mais ampla.
- Concentração é importante parapsiquismo e para todas as outras coisas, para o vocabulário mental
dela, é vital para quando a pessoa está pensando sozinha, com ela mesma. Eu por exemplo, gosto muito
de fazer concentração mental do solilóquio. Às vezes eu tenho todo o plot, o arcabouço de três páginas
de um verbete na minha cabeça. Agora, voce pode pensar na cama, vendo televisão, recostado na
poltrona. Eu, vindo pelo tunel verde do holociclo penso em várias coisas. O verde é bom que faz que
está tudo bem, está tudo em volta bem e verde. Tem gente que gosta do mar. Aqui não temos mar, só
temos planta e rios. Temos mar de soja.
- Dinâmicas parapsíquicas: quanto mais concentrada ali, mais afinidade com o amparador do trabalho e
tudo vai melhorar. O processo da empatia e da afinidade. Quanto mais concentrada no trabalho,
melhor. Olhar também se o dia anterior não foi um dia típico, que te tirou da rotina, que deixou
rebarbas, e que acontecem coisas depois que te deixam pensando naquilo.
- Eu por exemplo, recebo pessoas aqui que passam só uns 2 dias aqui, mas as vezes criam after effects
pra mim, que vai ser atendida na tenepes, que vamos ajudar gente relacionada à turma nova, e entra a
interferência positiva. Se me comunicam uma coisa para eu falar e depois eu vou falar aquilo, então
tenho que pensar no que vou falar. Aquilo é uma decorrência. Outra coisa, as pessoas foram embora
mas deixaram um monte de bombinhas para explodir, que são conseneres, assediadores, consréus, que
vão ter que ser assistidos.

106 blogtertulias.blogspot.com
- Megapensenologia – interatividade: cosmossintética é porque a pessoa está com o interesse em cima
daquilo, fazendo centragem num elemento que é pinçado do cosmos.
- Pinçou coisa do cosmos, tem um nome popular para isso: puxar o fio da meada.
- Concentração entra a imersão, e quanto mais tiver imersão em qualquer tema, abordagem ou foco
intelectual, melhor para todo mundo. Ideal é a pessoa ir para a praia e descobrir os tatuis. A areia está
certinha mas aparece um buraco, passa o dedo mas não tem nada, daí vai no fundo, no fundo, no fundo
e acha um tatuí deste tamanho.
- É descobrir o ninho da gata, que é curraleira, não é criada dentro de casa, em fazenda por exemplo, ela
fica prenha e tá cheia de gatinho na barriga. De uma hora pra outra ela simiu e depois aparece de novo
sem barriga. Então, onde é o ninho da gata? Por isso que tem que descobrir o ninho da gata.
- Outra é: voce já achou a agulha no palheiro? A agulha está presa no palheiro, na folha do milho.
- Técnica não é simples, senão não tinha que ter ficado explicando e dando um monte de exemplos.
- Lembrar sempre da pontualização, de pontual. O core, o locus interno. O mega locus, que é a
expressão que eu uso. Coisa mais séria é sempre manter o Megafoco no Megalocus! Não tem jeito de
errar. Sempre no pingo do i. O psicossoma no pingo do i.
- Hoje tem ciência que dá certa idéia para o povo, é a nanotecnologia, para saber o que é o processo da
miniaturização e da compactação, junto com o direcionamento unívoco.
- O meu dedão no seu nariz. Para mostrar o que é, o nível que está. Tem PHDeus que não gosta disso aí,
mas tem qeu mostrar.
- Bússola, a agulha que está sempre para o norte. O nosso norte é o megafoco, o megafoco do
materpensene.
- No mês passado, voce pensou no mater pensene? A agulha consciencial estava no lugar certo? O seu
ponteiro consciencial não saiu do lugar ou ela ficou ondulando?
- Relógio da emoção que algumas pessoas usam: ás três horas estava raivoso, às quatro horas feliz, às
cinco horas estava triste. É a pessoa bipolar, multipolar que a qualquer momento pode dar um surto, e
que é caso psiquiátrico.
- Fixar o megafoco em dois aspectos. Um falar de si para si e outra coisa é falar para outra pessoa. Caso
de quem pergunta coisa para o Waldo pensando nela e no que está falando para o Waldo. Parece
contradição mas tem o centrífugo que sai da pessoa e centrípeto que sai do Waldo e volta para a
pessoa. Em tese, toda pergunta é centrífuga, e toda resposta é centrípeta. Isso do ponto de vista mais
amplo, pedagógico.
- Pesquisa de pessoal que faz heterocura, que cura muita gente mas dessoma de ataque cardíaco
fulminante. Idade dele era 77 anos, não foi fulminante, foi é abençoado pelos amparadores! Morrer
de enfarto do miocárdio é uma maravilha, é a melhor coisa que tem. Pessoa no orientalismo pode
fazer um stall de chacras, estourar o processo. Pode ser uma eutanásia. Eu sei fazer isso mas não faço.
Nesse caso o homem com 77 anos, foi uma benção. Sair da paisagem rapidinho é muito melhor, e
mostra que a vida dele foi levada certinha. Voce tem que ter o seu corpo como se ele fosse viver
eternamente e cuidar da sua vida como se voce fosse dessomar daqui a uns segundos. Esse homem
devia ser bom, muito embora no orientalismo não estudem nada do processo do desassédio.
Maconald Baine.

*Murdo Macdonald Baine:


Murdo MacDonald-Bayne (21 June 1887- 26 February 1955) was a Scottish-born religious
teacher. He was born in the Parish of Kenmore, Perthshire, the second son of a landholder and
was named Murdo Bayne MacDonald, 'Bayne' being his mother's maiden name which he later
used as nom de plume.
In 1913 he married and had two sons. He was educated, and held doctorates of Divinity and
Philosophy.

blogtertulias.blogspot.com 107
Post-war career
Dr Bayne founded The College of Universal Science in Manchester, England during the early
1930s where he taught metaphysics.
In 1944 a former student, Mr. Andrew Hutt, formally introduced Dr Bayne to a public gathering
held in Escom Auditorium, Johannesburg, South Africa. Here he established the Sanctuary of the
Silent Healing Power, which sent out monthly letters to subscribers worldwide. In 1948 he gave
a series of 14 religious lectures, as reported in the introduction to his book Divine Healing of
Mind and Body

- Norte da bússola é o megafoco. Tem que observar também o megalocus. Que é aquilo em
desenvolvimento da pessoa, que é a diretriz básica do qeu ela faz.
- Autocentragem o Waldo já tinha trazido ali, mas é a primeira vez que vem com o foco de verbete.
- Sincronicidade, olha no megapensenologia, onde está cosmoconscienciocentragem: interatividade
coscmossintética. É a mesma coisa que sincronicidade.
- Interatividade é sincronicidade.
- Neofilia, xenofilia, e decidofilio, sobre o processo da filiologia.
- Voces estão vendo a importância que tem isso né, de ter a conscienciocentragem e o foco.
- Megapensene é uma coisa, mas é importante. Que mais tem de mega só seu? Autopensenidade, tem
que ter uma centragem nisso. O resto. Pensar em tudo que seja seu, e chegar num ponto em que vê o
processo da evolução: eu estou aqui. O meu nível de autoconsciencialidade corresponde ao meu
patamar dentro da escala? O tempo todo eu estou dentro deste patamar ou eu estou fora dela? Se a
pessoa está fora disso então
- O seu megapensene é o seu materpensene? O seu materpensene está dentro da realização da sua
proéxis hoje? As vezes existe um desvio entre o materpensene onde ele sai da proéxis da pessoa. O
escopo, a meta da megagescon é outra coisa que está faltando e que o Waldo não falou. Se a
megagescon está alinhada com o megapensene, materpensene então ela vai andar muito mais rápida,
mutio melhor e mais facilmente.
- Qual o seu megratrafor? Eu não falei isso, é outra coisa. Colocando tudo isso, alinhado, sai de baixo. A
cosncienciocentragem vida que a pessoa chege a isso, com convergência, confluência. Tudo vai para Foz,
não é Foz do iguaçu não, são todos os rios que vão para a foz deles, os afluentes. Tem gente que pega as
pororocas, que são as ondas que vêm.
- Outra coisa, dentro do processo da economia, quanto mais dinheiro voce tem, mais dinheiro aparece.
Dá para entender isso aí? Tem lógica?
- Tudo que se faz assistência envolve subumano. Se voce é médico, tem que ser veterinário. Vai atender
a criança e ela fala que está doente por causa do cachorrinho. Em Uberaba eu fazia isso. As vezes lá as
crianças vinham e já traziam os cachorrinhos ou gatinhos junto com ela.
- Por exemplo, as vezes chamam a gente para atender a fulana que é a avó da casa. E ela falava que
estava doente por causa do neto que estava doente. E falava que estava bem, que era para ver o net
odela. Esse é o problema por tabela, é o ricochete consciencial. Vai assistir essa pessoa, mas o problema
dela é lá, na outra. Isso que é a repercussão de assistência.
- Central é aquilo que no orientalismo chamam de vedas, aqueles que cuidam de bicho. Agora, quem é
animal? Nesta dimensão somos todos animais, através do processo do sexo, do soma, agora o homem
não é um animal superior dentro da escala que é como o pavão, acima dos outros. Mas é isso aí, somos
animais.

*Recados e eleição do próximo verbete.


- Recados tem que ser dados com microfone, e só desconectar quando for escolhido o verbete.

108 blogtertulias.blogspot.com
*Waldo tirou o microfone...

- Aniversário da APEX, que está fazendo um ano hoje, dia vinte de fevereiro! Parabéns!!!
- Hoje terá um eclipse lunar completo, à meia noite e trinta. Lua vai ser toda ocultada. A lua começa a
ser coberta às 10:30.
- Este eclipse está sendo depois de um eclipse solar que aconteceu na austrália. Eclipse lunar sempre
acontece ou antes ou depois de um eclipse solar.
- Verbete de amanhã será “Dessomática”!

***

blogtertulias.blogspot.com 109
785. Dessomática - Quinta 21/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:24

*785. Dessomática - quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38524377/9a962348/20080221_-_785_Dessomtica.html

*Anotações

*Gongo
*9:10

- Dessomática, da dessomatologia.
- É a especialidade da conscienciologia aplicada aos estudos dos contextos físicos da dessoma, a morte
biológica ou descarte do soma, e dos contextos conscienciais, psicológicos, conscienciais médico legais
e multidimensionais relacionados com a desativação do soma ou corpo humano, bem como a segunda
e terçeira dessomas e respectivas consequências evolutivas.
- A especialidade dessomática, ou dessomatologia da conscienciologia, a dessoma inesperada, a UTI
geriátrica, os acertos antes da dessoma, as dessomas coletivas, o choque intracosnciencial da
dessoma, a projeção consciencial final, a parapsicose pós dessomática, o ciclo multiexistencial.
- Os estudos da conscienciologia, da projeciologia e da tepenesologia, eliminam em definitivo,
especificamente, para a conscin interessada, toda fobia relativa à desativação do soma. O medo da
morte, ou a tanatofobia ainda assoberba você? Vale a pena aprofundar os estudos a respeito.
- Melexárium, de estrangeirismo.
- 4 de fevereiro teve reunião e começaram a articular o colégio invisível da dessomatologia. Esse verbete
vai ajudar o trabalho deles lá. Sugestões do waldo foram quase 40 e serão elevados para 100 itens os
dados para começar o colégio. Objetivos, dinãmicas propostas, sugestões de mofo geral e decisões a
serem tomadas.
- Waldo já publicou muita coisa sobre as dessmoas, a primeira, segunda e terçeira.
- Paragenética: a maioria das conscins desosma sem saber a causa real da desativaçãod o soma, contudo
essa causa pode ser antevista e compreendida através da paragenética. Desativação física naquele
momento, o que se passa. As vezes a pessoa faz um suicídio lento, então a causa é o suicídio, eutanásia.
Por exemplo, pessoa que fumou e teve cancer de pulmão, a causa foi o cancer, porque a pessoa foi
fumar. Outra coisa, a ansiedade, o desassossego, que fez ela virar escrava da bioquímica do tabaco.
Dessoma pode ser uma benção ou problema. Pessoa as vezes é melhor deixar ela ali, porque se
dessomar vai ser pior para ela, por causa de melex, ou afinização com a baratosfera.
- Pessoa que viu outro em vida anterior, e agora viu nessa, dá para ver que a mudança da árvore do
pomar, a árvore genealógica, muda tudo. Uma dessas pessoas estava com o corpo muito forte antes, e
agora tem um corpo franzino, por causa da genética que é toda diferente, a etnia. Outro caso é de
pesosa que ficou em meio consanguíneo, e parte dele estava dentro da família de antes ainda. Seriéx
consanguínea. O corpo anterior estava muito avariado, e então agora veio com um muito melhor, que
tem memória melhor, e que dá mais sobrepujança a ela, que a personalidade dela se manifesta melhor.
- O que acontece com o soma da pessoa. Se a genética é outra, então é mais frágil ou superior, mais
forte? Isso o Waldo considera mais importante do que o resto.

110 blogtertulias.blogspot.com
- Waldo falando ali que pessoa conheceu os dois casos, e entre eles que vieram recentemente aqui e um
quis ver a personalidade que conhecia de otura vida, o visitante do ceaec, e quando olhou falou que
tinha melhorado ali a pessoa. Falaram que temperamento não muda. Teve gente que veio, examinou e
quis tirar foto junto e tudo.
- Isso é coisa que a religião não mostra, não explica, e estudos de seriéxis são baseados todos em
fisionomia que é errado, infantil e não dá certo. E esses dois casos específicos dá para mostrar bem o
caso, qus fisionomia não funciona.

*20:43

- Waldo já viu duas dúzias de casos assim. Essas pessoas todas admitem o caso de seriexis, apesar de no
começo irem contra, não quererem. Temperamento é a última coisa que a pessoa muda e aquilo é
fixado na pessoa. Se o materpensene deriva da pessoa, nossos casos derivam dentro de 1890 até hoje.
Dá mais ou menso 120 anos, por aí. Que Waldo vê é cmo 75 anos, e só um desses do caso era mais
antigo, que viveu no século XIX. Tem que ver, examinar, tem que fazer a parassemiologia.
- Processo da dessomática está lá dentro. Melhor disso é ver a pessoa viva, depois intermissão e depois
novamente viva, aqui ressomada.
- Transmentor tinha falado para o Waldo a muitos anos, apra estudar bem e registrar tudo. Senão
depois iria se arrepender por causa dos detalher que ia perder depois. Waldo anotou tudo e fez um
dossiê, e isso ajudou ele demais. Pessoa que chega e não conhece nada, e está observando a pessoa, no
início no meio e no fim e que ve aquilo como é.
- No processo teve o afastamento com o acolhimento de consciexes intrusivas, e o ambiente começou a
melhorar, pessoas dando mais força para os trafores e eliminar os trafares.
- Depressão de pessoa com temperamento depressivo, multisecular, de diversas seriéxis. Não muda de
uma hora para outra. O que é formiga para mim, vira elefante para ele. Erra e depois fica encantuada
consigo, com remorso muito grande. E hoje tem insegurança do receio de errar, cometer os mesmos
erros. Isso vem de uma auto-culpa mal resolvida. É de interprisão grupocármica. Na hora que uma
pessoa do grupúsculo evolutivo tem noção da turma e percebe o caso, então já é mais suave e não tem
mais tantas possibilidades de tragédia. O peso maior já foi tirado das costas do grupo. Quando um de
vocês descobrir uma personalidade cosnecutiva, coloque na sua agenda essa informação, porque voce
está sabendo disso para ajudar essa pessoa. Se a sua assistência não for feita adequadamente, é um
fracasso também seu. O homem é uma personalidade pública, do século passado, é muito fácil, é só
passar o pente fino com a lupa na pessoa.
- Waldo fez um dossiê porque teve previsão de como a pessoa ia aparecer pelo CEAEC depois. Na hora
que nasce o outro depois de você voce já está experiente e pode ajudar ela faclimente. Ela é um pupilo
seu. Segundo caso por exemplo, Waldo já pegou bonde andando, mas pegou pessoa depsio dos 30,
prato pronto.
- Em tese um primogênito tem mais responsabilidade com os outros irmãos de grupo, mas pode mudar,
depende.
- No caso do Waldo por exemplo, a responsabilidade maior é dele, mas de encaminhamento, e não
etiológica. Responsabilidade etiológica é quando voce é causadoe ao menos percentual por aquilo. A de
encaminhamento é de assistência, que a pessoa pode ajudar mas não é tão responsável assim, tem os
atenuantes a seu favor, está aí só para ajudar. Se errar na ajuda, daí já tem agravante. Há
responsabilidades de diversos matizes. Lei de ação e reação, livre arbítrio e determinismo, se impões,
funciona, está aí.
- As vezes voce reúne o povo todo, vem evoluciólogo e amparador para acertar os problemas. Pessoas
nascem juntas, filho um do outro para resolver os problemas. Agora a maioria é subumano, coisa
imposta no tapa. Com o intermissivo a tendência é ter mais lucidez em todas as instãncias, em todos os

blogtertulias.blogspot.com 111
setores. Mas isso implica em mais responsabilidade, bem maior. Pessoa que sabe de tudo isso tem
ineligência evolutiva acesa e mais ampla. Se errar, mais alto e bonito é o tombo, com agravantes
enormes em cima dela.
- Pessoa pode ter intermissivo mas começar depois a usar tóxico e até tentar suicídio. Isso é grave a
pessoa chegar ao nível de fragilidade desse jeito. Mesmo assim Waldo está com braços abertos, o
negócio é sorriso no rosto, para assistir no que der. Esse é o caminho para a megafraternidade.
Comunexes nesse planeta já tem megafraternidade funcionando e em alto nível. O negócio é fazer isso
funcionar aqui.
- Intrafisicamente a coisa é ajudar tudo que pode em todas as ocasiões com todos os recursos
disponíveis. E falar a verdade sempre que puder, com o limite do estupro evolutivo, sem ilusão infantil e
romântica de tarefa da consolação, que já perdemos muito tempo com isso. Quanta mãe não ficou só na
tacon e perdeu a oportunidade de educar os filhos.
- As vezes o cara mais abonado e acostumado com a riqueza e depois vai para a sargeta, dá pena por
causa do sofrimento dele. Quem sai da pobreza, sabe sair dela, mas quem nunca soube, sá pena.
- Muitas pessoas receberam o convite para ver as tertúlias online, pelo vídeo, e estão felizes com o link.
- Pessoa quer colocar as tertúlias na rádio.
- Quem sabe voces estejam inaugurando hábito cultural sadio neste país.
- Pessoa falando que está participando da CCCI de fato. Waldo diz que dá para sentir as energias, que
não tem tempo, nem espaço.
- Pessoas vendo todos os dias felizes de poder acompanhar as tertúlias e poder aprender coisas novas
todos os dias.
- Radio del paraguay balhando para el cosmos! Mundo todo vendo as tertúlias.
- Waldo quer ver a turma de Marte a hora que chegar aí.
- Intimidade evolutiva: já conviveu com aquelas pessoas e vem para ajudar dentro do processo da
turma, com processo assistencial, responsabilidade maior com as pessoas assistíveis. Tem que identificar
de maneira imperdível, inatacável, e assumir a responsabilidade, que é real. É uma das maiores
responsabilidades que pessoa tem nessa vida, e na maioria dos casos tem que ficar calada, e fazer o que
pode. Fala poucos, dos que podem ser analisados como cobaias sem sentir qualquer trauma,
principalmente do ponto de vista emocional.
- Família do Waldo falou que estava de acordo que tinham conhecido o Waldo antes, que o Waldo era
óbvio. Esses fenômenos não podem ser massificados, senão seria loucura.
- Reconciliação tem, mas é mais suave. Pessoas que não se davam bem antes mas agora andam juntas
como irmãos, bem reconciliados. Depois de muitos anos, a pessoa está muito melhor, para conviver e
tal.
- Melhor da estória é quando chega senhora de idade para pessoa que antes dominava ela em outra
vida. Agora ela está por cima, isso é sério. Pra mim, essas coisas vão começar a acontecer mais na terra,
por causa da reurbanização, dos serenões.
- Critério do soma, que a pessoa não podia nascer com corpo mais forte, e nasceu com corpo mirrado,
no caso da pessoa de antes. Na outra vida tinha grande habilidade manual, e agora nesta tem até unhas
diferentes, não tem nem como tocar instrumetno musical.
- Recupera senso de musicalidade, que vem de muitas vidas, como idéia inata. Pode passar 10 vidas sem
tocar instrumento, mas na hora que vai tocar, ve que volta tudo. Vinca no microuniverso. O problema
desse senhor é que o soma dele não permite, é psicomotriz.
- Cosnciente de depressão, com luz no fim do túnel.

*52:10

- Mãos é um negócio muito importante, mexe até para dar banana nos outros.

112 blogtertulias.blogspot.com
- Sensação dele é de ter mexido com poder no passado e não ter ido bem, o senhor lá. Waldo fala que
esteve nessa como acessor, por isso está aí hoje. O caso dessa personalidade, que já teve episódios
piores no passado.
- Minimoréxis: visita da saúde no morituro, pode indicar a minimoréxis. Pessoa fica um dia, dois três a
mais, consegue consertar o que estava errado de mais sério, e depois pode ir. Caso de pessoa ter visita
da saúde de uma semana, e depois de cosnertar tudo que pode, então fez as pazes com muita gente,
falar os erros e que não tinha falado antes. Daí quem tinha até ódio dele começou a ter compaixão,
mudou mutia coisa. E conscituiu a mini moréxis para ele. Deu um plus, algo mais para a pessoa.
- Dessoma educa: morre-se na véspera. Por exemplo, o suicida, o riscomaníaco, que começa a fazer o
pega, o racha, e morre. As vezes o cara ainda tinha 60 anos de praia e não usufruiu – teve morte
prematura. Os cemitérios estão cheios de pessoas que morreram prematuramente. Tinham boa
intenção e vontade, mas sem discernimento, pegaram o pior pelo melhor e morreram mais cedo.
- Várias pessoas Waldo já falou para ir em cemitério ver o processo das pessoas, em cemitérios
diferentes, e depis fazer report que Waldo queria ver se foi mesmo. Pessoa anotava tudo em cemitérios
diferntes. O que mais deu impacto começou a achar que tinha consciência ali em uns e embora em
outros. Dá para fazer belo livro sobre isso, sobre dessomática com isso.
- Visitas técnicas científicas em cemitérios, asilos, necrotérios, mausoléus.
- Pedir assistência do próprio amparador para conversar com amparador de pessoa ou família, em casos
que se quer ajudar mas não sabe como, em casos de família. Waldo falando que duas moças vieram
pedir ajuda para a mãe, que ela estava com cancer espalhado, dominando ela, mas que ela não queria
morrer. Waldo perguntou pra elas se a mãe tinha marcado alguma coisa, se estava esperando alguma
coisa. Waldo perguntou se a mãe delas estava esperando alguma data, se estava esperando alguma
coisa. Waldo então foi lá conversar com ela, e o que ela tinha era tanatofobia. Waldo falou com ela,
expôs o negócio todo, ela ficou mais tranquila, mas ainda queria continuar vivendo. Não queria nada
vivendo ainda. Quando estava saindo o amparador falou pro Waldo que iam trabalhar com ela à noite, e
Waldo avisou as filhas que ela ia dessomar de um dia pro outro, e que Waldo ia entrar nessa. Pelas 9 da
noite o Waldo estava lá fora do corpo e com amparo, começaram a jogar energia nela e então ela saiu e
foi acolhida, tranquila e encaminhada.
- Na hora que enterraram aquela cadáver ela não estava mais, já tinha sido encaminhada.
- Se médico não pode ajudar pessoa a morrer que é crime, fora do corpo eles não admitem nem que a
coisa acontece, com os amparadores, voce pode fazer a coisa toda. Isso é um caso de paradireitologia.
Como era com os amparadores, e não tinha assédio, nada, não tinha intrusão, só gente que você já
conhece, e era tranquilo. Família mesmo queria aquilo para ajudar a mãe, e pessoa de muita idade
enferma, relutando em dessomar, geralmente evoca muita gente. Naquele caso eles limparam o
ambiente todo, e ficou tudo melhor.

*1:03:30

- Históriologia: fator dos mais poderosos pare gera ansiedades estresses e dessomas prematuras na vida
moderna, é o estabelecimento de metas ou datas fatais aos prestadores de serviços ou empreiteiros,
dentro do holopensene grupal, tecnológico, e mercantilista da vida agitada do terceiro milênio, a era da
aceleração da história geral e pessoal. O relógio mata.
- Pessoa ansiosa jamais deve ter desses relógios que marcam segundo. O coração vai embora, piora
tudo.
- Agora, o workaholic, que faz serão e hora extra o tempo todo, o relógio tam´bem mata. O
perfeccionista também não é pontual, é SUPER PONTUAL e as vezes tem até o toque, que é o transtorno
(obsessivo compulsivo). Entendeu por que o relógio mata?

blogtertulias.blogspot.com 113
- Eu tenho relógio em todos os lugares que trabalho, mas eu sou tranquilo. Tenho inclusive um maior
marcando o segundo, mas não na minha frente. Eu tenho relógio por todo lado, agora tudo isso me
afeta. Em todos esses anos eu me atrasei para tertúlia alguma vez? Memso assim eu não sou afobadão.
- Data fatal é o seguinte: voce tem data para pagar tal em tal dia no dia 27. Tem que dar os 108 mil lá e
está com 42 hoje. Você começa a roer unha, morder o dedo, chupar. Isso que é a data fatal.
- Muito cuidado com as promessas que voces têm, que elas geralmente criam uma data fatal, e isso
pode ser fatal.
- Evoluciólogos e dessoma. Se pessoa tem saúde e corpo bom, se enrolando com interprisões na vida
humana. Evoluciólogo não atua ali, ele sai. A pessoa quebra a perna e muda lá, daí deposi pode
melhorar. A saída do bom ajuda o bem. Há males que vêm para bem. Depois da tempestade pode vir a
bonânça. É a ambulância, depende do que voces querem.
- Amparadores ajduam pessoa a se projetar e projeção eventual, e também a se projetar em definitivo,
projeção final. Amparador também chega no ponto em que não deixa ela sair do corpo, para não criar
problema, e não piorar nada. Ajudam pessoa a se fixar no corpo para tratar das dificuldades dela. Dão o
auxílio melhor que a pessoa precisa. Amparador é um técnico e quase sempre paratécnico, com
paratecnologia.
- Pessoas que preferem ressomática e outras que preferem dessomática, e isso varia pelo perfil da
pessoa.
- Dessmoática é coisa que todo mundo tem que enfrentar. Tanatofobia é mãe, pai, avó, bisavó de todos
os medos, maior medo que tem por aí.
- Dessomática como meio de estudar e entender melhor o contexto da vida. A pessoa dar mais valor ao
corpo e todas as possibilidades que ela tem. Mensagem da dona, que ela foi ao local e chegando lá, tiha
conversado e trabalhado lá e tinha tirado o anel por causa do calor e posto no lugar. E foi embora,
quando se deu conta, voltou, e quando chegou falaram que anel não era coisa fácil de achar. E quis falar
ocm o responsável, se alguém não tinham pegado o anel. Quando chegou a pessoa, o homem, estava
com o paletó para baixo, e pergunta pra ela, o que ela queria. Ela falou que era o anel da mão. Quando
ela foi olhar, o homem não tinha braço. Ela tava reclamando por causa do anel de fantasia, o biju, e
agora o homem não tinha só o anel, não tinha dedos, nem mão nem braços. E o homem é que estava
dirigindo a instituição. Ela só passou lá e depois pode ir.
- Dessomas em massa como a tsunami. Como nós nos ligamos a esse processo as vezes? Waldo: olha,
tudo é a lei da afinidade, e por aí voce consegue estudar e entender cada caso. Ninguém está junto a
toa. Pessoa fala que teve projeções na época do tsunami que estava com pessoas embarradas sendo
resgatadas. Waldo: coisa mais séria quando eu era rapazinho, era que eu saí do corpo e vi acidente, e a
genet ajudou, e foi com quem podia ser socorrido, mas o ambiente era diferente e o idioma outro. Era
um avião que tinha caído. Waldo falou que era sonho, mas tinha sido muit mítido. Naquel aépoca não
achou nada em jornal. Depois de três meses, mandaram coisa pra ele do exterior, e na caixa de
presente, colocaram jornais para almofadar coisa que quebrava. Quandoa briu, estava a notícis ao
acidente exatamente como o Waldo tinha olhado. Aquilo foi a mensagem dele, o jornal velho, do dia
seguinte àquela noite.
- Segunda dessoma: Waldo tem verbete sobre ela e vai trazer ali. Já trouxe um do povo atrapalhado com
ela, o lado negativo. Tem um que é positivo, da assistência, do acolhimento – a recepção pós
dessomática.
-Energossomática: pela análise da psicossomática, a segunda dessoma patológica é a patrocinada por
assediadores extrafísicos com a finalidade de vampirizar as enerigas das conexões primárias do
holochacra no psicossoma da consciex vítima. Infelizmente tais vítimas, não raro, foram conscins
assassinadas antes para deposi tornarem-se vampirizadas.
- Pessoa com mutia culpa no cartório e cheia de assediadores em torno dela. Dão um jeito de acabar
com ela. Maior parte das dessomas por aí são para assassinatos, de consciexes assediadores, em forma

114 blogtertulias.blogspot.com
de problema cerebral e ataque cardíaco, provocados por assediadores. Quando provocam aquilo eles
vampirizam o que estava no corpo humano e ainda do energossoma. E também vão na consciex recém
tirada. Vão nos dois extremos.
- Assediador perseguindo pessoa a muitos anos, ou então que pode ser até professor dela, comandando
a muitos anos. Maior parte, inclusive alcólatra, quer que fique vivo, para eles poderem vampirizar.
Pessoa é um caneco vivo, ficam bebendo através dela. É a presa, vítima – eles querem é conservar, não
querem que ele morra.
- Ofiexologia: para conscin trabalhando durante décadas com as práticas da tenepes, e funcionando
com ofiex, a dessomática pode ser peculiar. Em geral, para tal consciência é possível ocorrer as duas
dessomas, a primeira e a segunda ao mesmo tempo. Simultaneamente, isso aqui eu sempre falei aqui.
- Queria saber o que acontece com a ofiex da pessoa depois da dessoma dela, o ofiexista? Waldo: ele já
está engajado dentro do maximecanismo como minipeça. Já contei aqui o caso do Sérgio Musskopft (era
professor da cosncienciologia, das antigas) que 22 horas depois estava de corpo mental e com dois
amparadores junto dele. A Ofiex morre, e ele passa a ser amparador como amigo dele que era
amparador. Ofiex não é NUNCA transferida para outra pessoa.
- Dessoma de pessoa que ajudou mutia gente é tranquila e mesmo da tacon, é muito assistida, como ela
ajudou muita gente antes quando viva.
- Pior da estória era o gato que sempre sabia antes quem ia morrer, não tinha sossego. Nariz é coisa
séria, e gato não tem nem focinho.

*1:21:16

- Dá para saber quem vai morrer antes pelo cheiro, o animal percebe.
- Enfremagem é um trabalho heróico, é o trabalho braçal, o que dá mais trabalho e que assiste mais a
dessoma. Palavra paramédicos usada mutio hoje, que são quem trabalha mais as vezes.
- Funeral é caso sério que pessoa concorrente morre e é abençoada. Têm medo de pensar mal dele
porque ele pode ir agora em cima deles sem carro, nem bater na porta. Pessoa sabe que atrai pelo mal
pensamento.
- Pior da estória é que a pessoa dessoma mas nada muda nela, e ela é a mesma, com mesmo
temperamento, não cria asas nem nada.
- Mas dessoma pode ser positiva quando permite reconciliações no funeral ou dentro da situação que se
formou com a morte da pessoa iminente.

*1:24:00

- Dessoma com efeito positivo e também a ressoma com efeito positivo, como a criança que nasce e une
todo mundo também.
- Como analisar a pessoa se ela é uma criança no porão consciencial. Pode ver o que a pessoa sabe, no
caso a pessoa tinha uma habilidade manual que eu conhecia a milênios. Não tem como esconder isso.
Pessoa que veio com os braços mirrados agora vai ter que mexer com o cérebro, com o mentalsoma.
Pessoa pergunta por causa de mãe em família que jura que sabe quem era a pessoa, que parece com a
fulana. Isso é bobagem, tem que examinar a pessoa com fratura na cara, acompanhando o problema
sério. Sugestão, imaginação, onirismo, fantasia, sonho, é bobagem, e tá cheio disso aí. Isso é tacon, tem
que fazer esclarecimento. Pessoal adora falar que quem tem uma parecência com outro é o de fato. O
que mais tem é gente que fala que foi napoleão. Isso é piada internacional.
- Processo do elogio controvertível. Aí está pessoa que fez prefácio de elogio todo errado, mais contra
do que a favor. Livro: “Como falar dos livros que não lemos”. Coisa expúria, tanto que ourtos já falaram
com ele que é conjunção rara de olhar sociológico e ironia. E outro: guia de sobrevivência nas rodas de

blogtertulias.blogspot.com 115
bate papo. Elogio controvertido: num dos capítulos o cara fala só de literatura, os livros que foleamos.
Pessoa folheia e fala como se tivesse lido o livro 10 vezes. Paul Valerie, fazia isso. Nunca sabia se os
elogios eram marretada ou elogio. O rosário de pefídias, o cumprimento ambíguo, os subentendidos
insultantes – insultos subentendidos. Homenagem que é cumulação de maldades. Principal crítica dele
às reservas de escritas, inclusise as homenagens entre aspas.
- Hipomnésia: Tom Cruise com problema para memorizar falas dele. Na época do verbete hipominésia,
waldo não achou nada do Montén, que tem síndrome da hipnomenopata, hipomnésia, que escreveu os
ensaios e anotava tudo no fim do livro, como resumo. No fim da vida dele deu problema de falta de
lacunas. Nesse livro tem detalhes da vida dele, de como ele tinha cabeça boa mas não lembrava de
nada.
- Livro comprado na megastore. Bobeira o assunto, mas tem coisas interessantes dentro. The Observer:
fala que o autor ensina como fingir um orgásmo literário.
- Ensinando a pessoa a ser senvergonha, falar como se tivesse lido o livro completamente. O autor
alando isso na universidade dele, resenhas, aulas, totalmente espúrio.
- Pessoa vendo de portugal fala que a transmissão está ótima. Melhorou mesmo a qualidade do vídeo
hoje, bem maior.
- Pessoa que tem cunhado com condição vegetativa: pensar no rosto dele, como se estivesse ali, e
mandar energia positiva, sem nada de choro. Energia para erguer o ânimo, a atmosfera, psicosfera do
lugar, que isso funciona como se estivesse do lado dele. A energia vai.
- Pessoa tem que cuidar de todos os sentidos simultaneamente para viver com o corpo.
- Amparadores especializados na dessoma, com o passar do tempo ficam multi uso, não trabalham só
nisso. Tem uns que são muito focados com isso. Alguns que trabalham na tenepes são desses. Pessoa
tenepessista começa a ver que consciex dessomou recentemente e tem a ver com a pessoa. Amparador
pode também chegar para a pessoa antes de morrer para criar afinidade com ela e depois na hora da
dessoma poder ajudar.
- Clarividência no necrotério é das coisas mais estupefatas, de ficar atônito com o processo. É problema
sério, porque se tem lucidez e a cosnciex vê que voce a percebeu ali, então vai para casa com o defunto,
querendo que explique o que aconteceu com a pessoa. Waldo já foi falar com família do homem. Caso
também de cara que tinha coleção de selos e Waldo comprou a coleção, e queria incorporar no Waldo
para continuar mexendo com a coleção dele. Waldo teve que sair do corpo para ir explicar para ele.
Passava mexendo nos selos a 35 anos, essa consciex.
- Se dessoma pessoa que era pau da barraca na família, então isso pode causar desestabilização
energética na estrutura do grupo.
- Cancer dá em todo mundo, mas pessoa sempre acha que não vai dar nela, acha que é rei do cosmos ou
rainha do cosmos.
- Exemplo do alcóolatra dessomado, e quem fica interagindo com a pessoa. Alcóolatra tem drama para
todo mundo que chega. Sempre tem farândula ao redor dele, de assediadores vampirizando a energia
dele. Toxicomaníaco também tem isso. Tem família que as vezes todos são alcóolatras. O que é sério é
que família com alcóolatra tem raiva do processo de alcóol de todo jeito e combate isso. Indignação
nobre, que pode ajudar. Mas o ideal é pessoa assistir com tranquilidade, sem raiva, vendo o que pode
fazer de um lado e do outro. Não adianta tirar os mosquitos se ficar a podridão, tem que tirar a sujeira.
Mesmo com marido que bate em mulher e é caso de polícia. Se tem agressão é caminho de polícia e em
segnudo lugar, do divórcio. De agressão de tapa na cara pode ir para assassinato.

*1:43:20

- Pessoa que bate na outra, se é crônico, a regra é que ele nunca está sozinho. Ali está cheio de gente.
Quandoa contece isso e não tem como acertar, cnosciencioterapeuta, psicólogo, psiquiatra, não

116 blogtertulias.blogspot.com
conseguiu ajudar, então tem que ser polícia e depois divórcio. Melhor acontecer separação do que
separação por morte.
- Quando o alcóolatra é um ectplasta: quando tem muita energia, já é feito de propósito. É juntar a
fome com vontade de comer.

*1:45:00

- Dessoma é substituição de pequena morte por vida imensa. Transformação de 20 atributos em 200.
Depende do nível de lucidez da consciência, do pré serenão ao serenão.
- Jeito de ajudar pessoa dessomada é resgatar ela, que geralmente o que acontece com ela é um rapto.
Caso de 6 assediadores que queriam acabar com o Waldo, porque Waldo queria resgatar criança que
tinha dessomado e assédio queria manter como criança com a consciência infantil.
- Tem pessoa que a coisa mais séria é a dessoma. As vezes é a ressoma. Se pessoa tem que cumprir
proéxis, então a coisa é muito mais séria. Para outros o maior problema é a dessoma, por causa de erros
que ela pode ter cometido. Individualmente a pessoa pode estar contaminando um ambiente e pegando
uma equipe. Pessoa que dessoma e tem repercussão. Essa semana estão falando do Fidel Castro: é o
maior ditador que já matou mais gente, ou mandou matar de todos. Matou muitos a partir do paredón.
Tem gente que fala bem dele, até o Lula fala. Ninguém fala que ele é ditador, mortífero. Essa é a política
do Brasil. Como outros falam que ele era um ditador e que tomara que melhore agore. Bush fala que
espera que Cuba agora possa melhorar, tem opinião melhor do que os governantes brasileiros. Como
alguém pode ter opinião pior?
- Fidel não está doando nada, está para morrer, está em dificuldades de saúde, e não tem mérito
nenhum nessa estória. 49 anos de ditadura. Jovens lá brigando com autoridades porque não podem sair
de lá, não podem ler nada de fora.
- Pessoa que conseguiu sair de Cuba em congresso de parapsicologia mas quando voltou não pode falar
nada, senão iam mater a família dele lá em Cuba. Homem grande chorando. A coisa é séria. A melhor
coisa que a ditadura fez lá foi educação e saúde: a educação deles não vale nada, que é para lavagem
cerebral para manter a ditadura, e também a medicina deles, estão querendo trazer para o Brasil e tem
muito colega nosso dando o contra, que não é lá essas coisas.
- Modelo é coisa que tem que ter cuidado para discutir. Por exemplo, aqui no Brasil os genéricos. Eu sou
a favor, mas tem remédio genérico que não se pode confiar.
- A gestante bomba, que está matando a si, filho, e monte de gente ao redor. Como defender a gestante
bomba?
- Duas faces da moeda, a vida é assim. A face da lua é que é a pior né, a escondida, escura, oculta.
- Waldo viu 6 ditaduras de perto na vida dele, mas o Fidel foi o que ficou mais tempo, por 49 anos.
Falam que ele é um ícone vivo. A vovozinha, é um ditador vivo a 49 anos. Selassiê parece que foi mais
tempo. Atualmente todo mundo sabe disso. Ele é o último ditador no ocidente com tanta morte nas
costas.
- Imperador chinês não tinha como saber nada, o negócio é agora que se fala de bioética e que o cara
está matando gente aí.
- Pegaram dois caras lá a poucos dias carequinhas, neonazistas. O problema é que são jovens e não
sabem nada de nada. Tinham que estudar mais. Tá cheio de gente doida.
- Pessoal que está vendo se ligue. Estamos vivendo na socin patológica, doente. O que estamos fazendo
é tentar melhorar para dar um contributo para melhorar a escola terrestre e fazer a tarefa do
esclarecimento. Não acredite em nada nem ninguém, tenha sua experiência pessoal!
- Como programar a dessoma de forma cosmoética? Waldo: as vezes sim, para ter dos males o menor. A
vida da pessoa pode atrapalhar mutia gente e ela faz eutanásia. Não é o ideal mas a pessoa pode não ter

blogtertulias.blogspot.com 117
recursos para aquilo. Pessoa de família toda com alzheimer, e um quando vê que vai ter, se programar
para a tantos anos terem eutanásia. É o caso.
- Coisa pior era o que fazia o culto da morte, comprando mausoléum para quando dessomasse. Vivemos
dentro da socin patológica, tem de tudo.
- Em tese, tudo que leve a morte prematura é doentio, está jogando todas as possibilidades de vida fora.
A vida humana é muito séria, ela dá oportunidade evolutiva apara todo mundo.
- Dessomática e hedonismo: Pessoa que não tem objetivo e megafoco cosmoético, bobinhos. Muita
gente na época da bomba atômica perdia a linha, achando que o mundo ia acabar com com a bomba.
Muita gente mudou a vida deles, para aproveitar a vida, achando que iam morrer mesmo. No brasil
tinah repercussão das cosias aqui. Waldo só foi lá na Europa depois da década de 60, e ainda tinha gente
pensando que o mundo ia acabar.
- Milenarismo: muita gente achando que o mundo ia acabar, o fim da ciência, aniquilamento total –
bobagem, tudo bobeira.
- O que mais tem na vida é ignorância. Tem casos de consciências mais ignorantes do que as pedrinhas
das praias.
- Pedimos desculpas para quem está na internet e não pode participar da eleição, mas mandem suas
energias que as vezes ajuda!

*Flavia
- Obras do projeto tertuliárium já em andamento, e planejamos que as obras fiquem prontas até
outubro.
- E também falando do blog aqui. Dúvidas tem que ser direcionadas ao email do CEAEC. O email aqui do
blog é só para falar com quem cuida do blog.
- Levantaram as mãos as pessoas que queriam o verbete mão, e amanhã o verbete será “Mão”!

***

118 blogtertulias.blogspot.com
786. Mão - Sexta 22/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:25

*786. Mão - sexta, 22 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38625480/b80da96a/20080222_-_786_Mao.html

*Anotações
- Descoberta inicial da coisa é fácil, o problema é depois manter ela, a manutenção dela. Arranjar
estrutura para fazer a manutenção dela é o importante. Começar coisa virgem não explorada, zero
kilômetros é bom ter idéias para deslanchar e enriquecer aquilo.
- Ideal de juntar todos os laboratórios em um lugar, ter um lugar com todos os tipos de laboratório.
Alguns só tem em um lugar, como o serenárium que só tem na ARACÊ.
- Já tenho pé como verbete encaminhado, também olho, visão. Mas mais importante é o olhar clínico.
- Tem muita coisa assim lá embaixo, mas não se pode trazer tudo para não derperdiçar o assunto.
- De cara dá para dividir categorias em patológicas e sadias, as nosográficas e as homeostáticas.
- Espectador tem que ter tudo antes, intelespectador, interagir, tem que ter as coisas antes. O
teletertuliano.
- Waldo vai colocar teletertuliano no verbete. Já vai falar hoje. Já pegou GIGA EV e mega tares, de
pessoas usando aí já.
- Waldo vai começar a usar para os teletertulianos quando for falar para fora, para o pessoal da internet.
- Estar na mão de alguém, aqui é dicionário.
- Mão leve, aqui não tem nenhuma não né? Repondem que ali tem a mão na massa.

*Gongo
*16:32

- Hoje o foco aqui é mão. Está dentro da manosomatologia, ou seja, é você examinar o corpo humano,
que é o soma, especificando o processo das mãos. As mãos são o instrumento mais usado diretamente
pela pessoa, na parte física, que é o processo do pensene, no ene, da energia, e o ene da energia é onde
funciona a vontade. É bom vocês lembrarem que o pensense é o pen da idéia mentalsomática, o sen do
sentimento do psicossoma e o ene da energia, que é a maior atuação da pessoa, que é a vontade. Tem
gente que pensa que o ene é secundário, mas não é. Ele é que decide a materialização do processo. Já
trouxemos umas coisas desse processo, mas vamos trazer do pé, da pré kundalini. Rapaz perguntou
como era o negócio da pré kundalini. Waldo falou que era a pé kundalini. Ele nunca mais exceceu. *É a
energia que sobe pelos membros inferiores, antes de chegar ao chacra básico, onde se forma a
kundalini.
- Definologia: É a extremidade do membro superior, articulada com o antebraço pelo punho e
terminada pelos dedos. Parte homóloga ou similar dos animais em geral.
- A mão direita, a mão esquerda, o papel relevante das mãos, a tatilidade, que é a qualidade do tato;
a sensibilidade tátil, a palpação, a habilidade manual, o manuscrito, a mão nas mãos, a mão fraterna,
a mão na roda, o ato das mãos dadas, existe também o ato da mão boba, a palma da mão.
- A expressão física, a linguagem manual, as duas mãos direitas, que é o ambidestrismo; as mãos
limpas, as duas mãos esquerdas, que já falamos aqui, que é o ambilevo, ou ambilevismo, que é

blogtertulias.blogspot.com 119
quando a pessoa não tem muitos reflexos positivos nem numa mão nem na outra. Os alemães até
falam que é aquela pessoa que nasceu com duas mãos esquerdas. Que não tem habilidade manual.
- Bom trazer o verbete sobre o ambilevo. Se eu falar nisso posso influir na eleição. Não gosto de ser
boca de urna.
- Fatologia: As mãos frias, as mãos leves, a mão feminina, do pianista, mão do artista.
- Palmochacras que são os chacras da mão.
- A mão é instrumento ímpar, dos mais empregados na vida intrafísica por qualquer conscin,
promovendo evolução consciencial, por exemplo o arco voltaico, ou a interprisão grupocármica, por
exemplo, o gatilho. Você leitor ou leitora, sabe usar as mãos de modo inteligente? Você cuida das
próprias mãos?
- Uma mão lava a outra e as duas ao mesmo tempo podem sujar tudo, então vale a pena saber por onde
elas andam.
- Nas dinâmicas com exteriorização das energias pelas mãos. Por que as mãos? Waldo: a mão é o
primeiro elemento da pessoa do ponto de vista físico, que ela começa a registrar as energias. Pessoa
que nunca viu nada de energia, e quer aprender, começa pelas mãos. Joga energia nela e pergunta o
que ela sente. Maioria das pessoas sente algo na mão. Técnica da pessoa estender a mão e voce mandar
energia pela mão dela e ver se ela sente alguma coisa, pelo menos na ponta do dedo. Isso sem induzir a
pessoa, com senso crítico, estudado com calma.
- Peça teatral “As Mãos de Eurides”, que foi peça até internacinoal, para mostrar o processo das mãos só
pelo lado dramático.

*31:00

- Duas juntas, um duo, uma dupla dentro do processo. Muito mais comum no acoplamentárium do que
se pensa. Já foi caso de pessoa achar que quem estava lá era quem estava mexendo, poruqe a pessoa
estava vendo mãos lá no acoplamentárium.
- Mãos que aparecem no acoplamentárium são geralmente mais claras e menores, e sempre em
movimento por estarem tecendo o processo de energias.
- Em primeira mão: criatividade ao invés de comunicologia. Tem que ser original.
- Criativologia que é o estudo da criatividade.
- O radical latino “mano” é mais usado do que o grego quiro, que as pessoas às vezes nem entendem. As
línguas neolatinas já popularizaram o mano também. Quiro, de quiromancia, as vezes a pessoa nem
entende o que é.
- Paramão do psicossoma, na parafatologia. Paramão pode ser também sinônimo de mão. *No processo
da mão do corpo emocional, soma psiquico, o psicossoma.
- Aí já é estudo em cima da cosnciex que tem psicossoma, a paramão do psicossoma. No fim da
parafatologia.
- Manosomatologia. Processo pode partir de lá para cá e de cá para lá. O processo do holossoma, que
tudo está dentro do holossoma. Pode estar desmaterialzada mas ainda é mão. Essas que aparecem no
acoplamentárium é mão, é humanóide. No caso é uma mão humanóide.
- Mão é pata, mas não é parente. Vamos avaliar isso.
- Consciência podofílica, é pé, mão e cérebro. Jogador de futebol que usa o pé, mas as vezes usa a mão,
fazend uma sujeirinha. Às vezes faz gol de cabeça: olha o cérebro.
- Trinômio pé, mão, cérebro.
- Mãos frias não são só de dessomática, é também sinal de que pessosa tem algum problema do
simpáticou e parassimpático, e indica problema do neurológico ou de desenvolvimento do
parapsiquismo. Mostra que ela não domina bem o neurovegetativo, o simpático e parassimpático.

120 blogtertulias.blogspot.com
- Mais de 51% que vem falar com o Waldo quando ele está trabalhando com energia, e está com mão
fria.
- Muito chato quando jovem cheio de vida vai cumprimentar a moça e está com as mãos frias devido à
excitação, e pessoal fala, mão fria, coração quente.

*38:48

- As vezes o cara esfria todo quando fica excitado de ter visto a moça e também fica com as pernas
trêmulas. Se pedir para ele fazer um quatro, ele até cai.
- Tendência em ECP2 e dinâmicas de campo, as mãos e pés geralmente esfriam. O pé frio! O que
acontece é que o pé geralemnte está dentro de tenis ou sapato.
- Por causa da ectoplasmia, pode tirar o ar condicionado e então fica tudo frio. Fomos tirar foto do ECP2
debaixo do sol, num calor danado e todo mundo foi querer tirar foto, limpinho, enxagaudinho, e
começamos a jogar energia, e então ficou tão frio que o pessoal falou para, para! Waldo fex mutio esse
experimento no Centro da Consciência Contínua, o CCC.
- Mãos não pensenizam, elas dependem de nós, não existe mão independente. Quem pensa é o
cérebro. Se dá um tapa em alguém, não tem como falr que a culpa é da mão, ela, coitada, não tem nada
a ver com isso. Entendeu? Mão não penseniza.
- Mão de Kayser. Waldo mandou ir olhar no dicionário essa palavra. *Mão de imperador, kaiser é
emperador em alemão também.
- Essas coisas eu não costumo expor, por isso fazemos vocês consultarem dicionário qeu vale a pena. Já
valeu. Javali.
- O pior é o aceno clássico co político, que é lá de longe, a técnica teatral, do estrelismo de hollywood.
- Gente, podemos fazer dicionário sobre mão, sobra caso. Aqui estamos pegando o essencial.
- Lembrar também a linguagem dos sinais, que temos dezenas de dicionários de sinais lá embaixo. Eu
uso muito a mão por causa até da banana technique.
- O V da vitória, a turma de Tijuana, Woodstock, 1960 e lá vai fumaça. O V de amor também.
- Come com a palma da mão. Eu vou lhe dar com a palma da mão, alguma coisa. Isso é expressão
idiomática. Agora, coma com a palma da mão já é otura coisa né. Era assim lá na época do asterix, que
ainda come com a mão né, os gauleses antigos.
- Outra coisa, a monarquia comia cmo a mão, mutios reis na base da mão. Agora, hoje voces já estão um
pouquinho diferente.
- Consciex Livre tem mão ainda? Não, ela não tem corpo. Ela é assomática. Ela pode até ser num soma,
mas não do jeito que estamos aqui. Ela entrou num nível em que a forma dela já se alterou. Se ela quiser
pode plasmar uma mão, mas não vai perder tmepo com isso né. É muita regressão. Igual a vocês
começarem a rastejar. Alguém aqui quer vir na tertúlia rastejando amanhã? Não né. A mão aí funcioan
no rastejamento.
- Psicometria depende do sensitivo, mas depende dos palmochacras. Se vai pegar coisa pequena, vê a
energia porque a mão chega primeiro.

*48:00

- Ia em livrarias e jogava energia, com a mão, vai passando assim. Isso é o que faz a psicometria, mas as
vezes não precisa da mão. Se chega e dá uma volta já é o suficiente.
- Psicometria as vezes não precisa, se chegou no ambiente agora, dá uma volta no lugar, já sintoniza o
caso. Isso que aconteceu comigo na califórnia na casa da artista, que fui dar o curso lá de três dias. No
primeiro dia, como tinha muita gente, ela pegou uma sala grande que iam arrumar pra ele dar o curso. A
sala tinha de tudo na parede, esculturas, pinturas, até a parede era trabalhada.

blogtertulias.blogspot.com 121
- Waldo falou que era muit bonito tudo, tudo ok, mas pediu para tirarem dois vasos dali. Os dois eram
irmãos e vindos de um lugar onde tinha tido terremoto. Waldo chegou e ouviu o povo gritando e
desesperado vindo dos vasos. Daí deu aquele bafafa, a senhora chamou o marido para eles verem o que
era, e falaram oq ue tinha acontecido, do terremoto e quando tinham pego os pedaços antigos de obra
de arte. Emendaram partes e fizeram os vasos.
- É bagulho mas para eles era obra de arte, não tinham idéia nenhuma daquilo e por isso até criou
problema. Waldo falou que enquanto estivesse ali não gostaria que os vasos estivesse ali. Pediu para
porem os vasos numa idílica no quarto. Depsi explicou o que era bagulhão para eles.
- Moça até pintou um quadro do Waldo de noite, espontâneo, e os quadros dela até tinham bom valor
na época.
- Waldo quando ia em livraria tinha que jogar energia com as mãos sim, porque era mutia coisa. Tem
livrarias que tinham montes de livros e as vezes vários empilhados. Daí para jogar mais energia, usa as
mãos.

*52:00

- Jogar energia com as mãos ajuda mas também é bom ir no lugar certo direto, na sessão que interessa,
como no caso, a de occult, que é onde tem os livros de parapsiquismo.
- Waldo vai sempre em partes de occult em livrarias estrangeiras, que é onde ficavam os livros de
parapsiclogia. As vezes acontecem evocações com os livros, então tem que estar preparado quando vai
pegar e ler neles.
- Waldo as vezes já comprou livros pra depois ir ser detetive e procurar qual era a evocação: ser detetive
do além, que é o nome que o Galináceo usava, mal afamado até, com umas coisas lá.
- Repórteres contra o Chico fizeram reportagem do Chico, mas eram contra ele, contr o Chico. A
evocação é de energia gravitante.
- Você faz acoplamento com livros e vê qual é o mais repungente, e classifica o livro pela energia dele. A
energia é pontual devido à origem dela quando está em certo objeto, sempre assim, não tem jeito.
- A mão fervente com ectoplasmia: ectoplasta não tem nada a ver com temperatura. Quem sustenta a
temperatura é a circulação. Ectoplasta coma energia pergunta se quer que esfrie ou aumente a
temperatura, faz o que quiser. O que mais gasta energia é objeto. Pegar um ferro e esfriar é difícil, tem o
que ter o processo de frialdade, de esfriar o ambiente. Em pessoa não, mexe no parassimpático dele, no
soma e faz a pessoa esfriar mudando a circulação dela. É o processo de domínio da ectoplasmia, mas
TUDO É BOBAGEM, MOLDURA E APARÊNCIA. ISSO É MANOBRA, É O SHOW, ESPONTÂNEO. Quando
esquenta é porque estão usando a sua ectuplasmia. Se passou do normal é proque não houve
preparação anterior. Se esfria ou esquenta demais é poruqe não estava pronta antes. Mas é normal, é o
processo de desenvolvimento da pessoa. Nesse caso é como uma extrassístole que acontece as vezes. A
medicina não registra, só registra a fisiológica, quando os batimentos entram em ritmo correto e
quando a pessoa está em processo cardiopático, de problema cardíaco. É uma extrassístole no caso do
processo parapsíquico. Tem autos e baixos por causa do processo neurovegetativo. Gente que chegava
empolgado e fervendo, com passividade excessiva, de padre Pio, era processo de guia cego.
- Maos como intensificador de psicometria. Funcionam como assimiladoras. Faz a assimilação ou
desassimilação. Colocar mão no ombro é folclore, abraçar e apertar o peito também é folclore. Isso dá
força psicológicamente as vezes.
- Vídeo falando que telencéfalo avançado e polegar opositor sendo diferença entre nós e os bichos. Isso
tá superado, é de bicho, bobagem. Ultrapassado proque é o processo da psicomotricidade, de bicho.
- Um lado ficar mais gelado do que um outro. Tudo tem uma bilateralidade das cosias, e chacras são
diferentes porque existem dois chacras que sao mais para a esquerda. Pessoas com tendência a fazer
manifestação mais por um lado do que outro *Cardíaco e esplenico do lado esquerdo. Destro ataca mais

122 blogtertulias.blogspot.com
com a direita e se defende com a esquerda, e o canhoto o contrário. Tem gente que movimenta tanto a
mão direita quando é destra, que o braço direito dela é maior que o esquerdo. Você vê que o braço é
difernete e tem coisa pra ver, o porque disso. Pessoa fica semi maneta, ou braçeta.
- Sempre levar para o atacadismo, nunca levar para o varejo. Sempre ir para o generalismo, nada de
ficar na vendinha, o negócio é pegar o macro, por causa do processo evolutivo.
- Se alguém quisesse alguém como companhia, eu sempre ia recomendar um serenão como amigo, o
top, se possível, nucna colocaria eu mesmo na cabeçeira dela como amparador. Mas a gente pensando
assim, leva para o atacadismo.
- Mão fraterna é fácil de perceber. Só pescar as energias da pessoa, que não sabe nada de energia, mas
se é fraterna, é só testar a mão dela que vai ver. Se está postivo, em equilíbrio, o processo terminal.
- Antigamente pegava a pessoa pelo dedão do pé, o hálux, para mexer com a energia dela. Era fazer a
abordagem por outro ângulo. Vendo a mão apenas mudamos o flanco da abordagem.
- Processo de jogar energia e fazer um circuito fechado, é feito aos poucos. Raio laser por exemplo, mas
se pessoa precisa de coisa mais pontual, então voce vai e pensa no local, visualiza e ajuda a transmissão
de energia. O raio laser eu posso jogar à distância e o povo vai sentir. Energia não tem tempo nem
espaço, e é permanente, porque é imanente, é permanente, imanente. O que pessoas precisam é ter
desenvolvimento disso. Se ela não tem, tem que eliminar todos os processos de dúvida, e de falar que é
heterosugestão, ir fazendo pouco a pouco e perceber por si. Trabalhar com vocês é mais fácil. Trabalhar
com pessoa chucra, caloura, é mais difícil. Tem que manter autocrítica para na projeciologia fazer a
projeciografia. Se não registrar a pessoa não evolui com isso.
- Reunião de tenepessistas, é mutio mais fácil mexer com energia. Dessas etnias todas aqui em foz, a
mais fácil de mexer energia é a chinesa, que já tem o processo até instintivo.
- Mexer usando as mãos são muleta, mas até mil anos ainda vão existir, por causa de psicologia, hábitos,
costumes. Não tem jeito, as pessoas são assim.
- Pessoas falando em Giga EV e Mega Tares. Waldo vai responder as perguntas mas sem falar o nome da
pessoa. Vai sempre sugerir e a pessoa se identificar.
- Senhora que é fisioterapeuta, e quer saber o que faz com pessoas em UTI e coisas mais. Jamais
diminua o oxigênio para a pessoa. Jamais faça nada que seja eutanásia para a pessoa. Seja o mais
cosmoético possível. Quando ele estiver dormindo apenas chegue sem ser notada e jogue as melhores
energias, que vai fazer mais diferença do que todos os aparelhos da UTI juntos. E seja tranquila com
voce mesma, para que os amparadores possam fazer o amparo de função com você.

*1:13:00

- Pessoa não pode dessomar e ressomar meia hroa depois. Isso é mito folclórico. Mínimo é 7, 8 meses,
quando é prematuro, por causa da gestação. Nada de sair de um corpo e pega outro: a fisiologia precisa
de tempo, assimilação processos fisiológicos. Para a pessoa ressomar tem série de protocolos,
cerimônias, e tem que ver também o processo da meritocracia, e por isso que tem tanto assédio nisso,
porque tinham as vezes 3 querendo renascer naquela família. Em ambientes frágeis, essas consciexes as
vezes já vêm no período da gestação para começar a assediar. Dessomar é fácil e ressomar é difícil. Tudo
depende do processo lá da escala evolutiva das consciências. Quanto mais lúcidas forem as consciências,
mais suaves serão os choques de renascimento: quem está habituado com o processo de energia, vai
dessomar com mais facilidade e ressomar com facilidade também. Quanto mais lucidez temos dos fatos
e parafatos, fenômenos e parafenômenos, mais vamos estar bem com o processo todo.
- Estamos fazendo triagem das perguntas e procurando responder mesmo à distãncia. Já fiz isso
antigamente, era o curso das perguntas. Agora já evoluiu e temos a internet ampliando o processo para
ter uma participação maior do público. Vamos procurar dar assistência para a assistência.

blogtertulias.blogspot.com 123
- Ambidestrismo é quando a pessoa tem mais jogo de cintura para mexer inclusive com os dois
hemisférios cerebrais. Pessoa com mais traquejo e mais vidas trabalhando psicomotricidade, tem
tendência a melhorar isso. Pessoas que as vezes também se desenvolvem mais rapidamente
parapsiquicamente. Eu fazia cirurgia com as duas mãos, mas usava mais a direita. Isso é processo de
treino também. E tem crianças que nascem com processo neurológico avançado, de pessoa com
gabarito maior do que a média. Dentro da neurociência eles já estudam muito esse processo. Tem que
ver se dentro do seu processo cerebelar voce também tem nível positivo com o córtex cerebral. O
processo é cerebelar, medular e cortical.
- A consciência não tem sexo, está aí para dominar ambos os sexos. É um processo juvenil e romântico,
que fala que na próxima vida quer ser homem ou mulher. Todos já fomos os dois e isso vai mudar de
acordo com o que o maximecanismo assistencial pedir de nós. O processo é dominar tudo. O processo
cerebelar e cortical, é a mesma coisa.
- Dentro do dualismo, do binômio, o mais sério é dominar o intrafísico e o extrafísico, para chegar à
cosnciência contínua. Isso é muito importante.
- Ambidestrismo: antigamente pessoa era educada para escrever com a mão direita mesmo nascendo
canhota. O que demosntra habilidade para mover os dois lados, que já tem mais habilidade para usar o
corpo que tem.

*1:20:22
*1:31:45

- Para quem está começando a trabalhar co energia é melhor usar os palmochacras ou não ficar só
nisso? Waldo: no começo é bom ficar nas mãos e palmochacras, porque a pessoa percebe melhor e
desenvolver mais depressa, mas ficar de olho e saber que o que mais importa é a vontade que está
atuabdo com intenção na assimilação e desassimilação, e isso é um processo que parte dos chacras da
cabeça, para o processo afora.
- Processo do cerebelo e do chacra nucal. Aí existe até hipótese que sao triângulos encefálicos. Um que
diz respeito ao cocoruto, cornochacra, frontochacra e chacra nucal. Olha e dá um triângulo. Outro, é o
coronochacra e os tragos do ouvido onde algumas pessosa sentem, e que passa peloe esfenóide, do
cérebro. O Esfenóide é importante estudar, e mexemos com isso a 50 anos, mas já vem a muito tempo,
desde antes da idade média. O esfenóide é complexo em matéria de enervação, de circulação e
ossatura, posição, funcionalidade, da fisiologia.
- Agora, o povo faz oturas conotações com o corpo pineal, bem no centro do cérebro. Tem uma porção
de triângulos nisso.
- Energia na área nucal, onde tem exteriorização de fora pra dentro com consciex atuando para ajudar
ou assediar a pessoa. Nucal é quase sempre processo de desenvolvimento parapsíquico. Isso tudo com o
tempo, partindo da vontade, como se a cabeça toda, o corpo encefálico fosse a sua vontade e aquilo
funciona, passa a ser tudo por atacado.
- Raios laser com as mãos. Algum trabalho que o laser é importante? Waldo: quando é só no dedo por
exemplo, daí voce focaliza só lá e manda lá. Mas pessoa que mexe com energia de mogo geral, só pensa
e já vai, sem ter que emitir laser. Pessoa sintoniza e fixa a atenção e manda já.
- Relógio prejudica circulação quando está fazendo exercício. Moça jamais principalmente deve usar
relógio, poruqe prende circulação e faz a mão envelhecer antes da hora, isso na esteira aeróbica. Outra
coisa ruim é o celular. Celular mata. Pessoa vai morrer mesmo, e se for mais cedo então. Waldo não
atende telefone a 50 anos, senão não faz nada na vida. Não é porque tem muito movimento, é por
causa do serviço mesmo. Celular só pega quanto tem que falar mesmo, é outra pessoa que vem. Não
anda com isso nem usa direto. Bom para os teletertulianos ouvirem aí.

124 blogtertulias.blogspot.com
- Sensibilidade nas têmporas: tem que examinar a neurologia do assunto, ver o processo de ouvido, da
visão dejular (??) da pessoa, o nucal, é sério. As vezes no arco voltaico vemos o que está funcionando na
pessoa naquela hora. Isso reflete em você. Tem pessoa que sente mais na cabeça e tem pessoa que
sente mais nas mãos. Voce joga num chacra e a pessoa sente.
- Pessoa com mutia habilidade manual, qual a repercussão holossomática disso, na movimentação de
energias? Waldo: tendência da pessoa é fazer muito mais movimento do que os outros, com o soma
mesmo. É o caso da riscomania e pessoas muito ativas. E essas pessoas as vezes tem problema de
menos atividade intelectual, tem mais atividade nas extremidades, e não na cabeça. É o caso do jogador
de futebol, que domina mais os pés. O ideal é a pessoa que domina a habilidade manual e também a
cabeça.
- Tem gente na informática que é ótima para usar as mãos para escrever no computador e fazer
programas, mas na hora de criar coisas, além de programas, a pessoa não tem muita criatividade. Caso
do hacker, tem ótima articulação exterior, mas no interior, não tem cosmoética – é um assediador
informata. É um modelo da anticosmoética, da marginália do processo da informática.
- Difícil achar um outro que seja criativo e bom, que seja bom datilógrafo. Não adianta só a pessoa ser
rápida, tem que ser rápida e certinha.
- Difícil achar pessoa criativa e boa datilógrafa. Não adianta a pessoa ser rápida, tem que ser rápida e
certinha. Nos exames antigos de datilografia, faziam exames. Teve amigo na terra dele qeu ganhou
concurso nacional, na década de 40. Pessoa que foi bom datilógrafo geralemtne engole o povo todo
datilografando. Pessoa qeu usa todos os dedos tem mais coordenação do que as outras que ficam
catando milho no computador, o jeitinho brasileiro. Embora em filmes americanos pessoas com dedo só
em máquina daquelas antigas.
- Pessoal com problemas de psicomotricidade. Primeira coisa é arranjar disciplina. Tem que ter
disciplinados por terem disciplina demais. Ainda mais os que ficam a noite inteira, e os que mexem com
videogames. Primeira coisa é a ergonomia, como a pessoa senta, onde colocar os punhos e cotovelos, o
assento na mesa. Waldo usa computador dia e noite todo dia, muitas horas, mas nunca teve doença
séria até agora por causa disso. Pessoa que está trabalhando e vai de qualquer maneira, muito
entusiasmada com aquilo, tem problema. Não ser exagerado também. Fazer as coisas estudando tudo,
ver o que afeta o corpo dela negativamente, e o que vai fazer quanto àquilo. Tudo é o processo de
ajuste e especificar para cada pessoa. Pega três irmão e até o processo neurológico deles pode ser
diferente.
- Quando quer mandar energia para outra pessoa, quase sempre sai pelo coronochacra. Com o passar
do tempo a pessoa sente que sai pelo rosto. É o coronochacra que é o maior. Não é sempre pelo corono,
pode ser pelas mãos, apesar de sempre ter o paracérebro, que é vital para tudo. Não tem sem o
paracérebro, seja energia, clarividência ou o que for. Vontade atuando a partir do paracérebro. O
coronochacra é o mais forte que tem, mas as vezes a pessoa sente como se saísse pelo rosto, e tem o
fronto, laringo também. Com o passar do tempo a pessoa nem pensa nisso mais, só faz e isso acontece
com naturalidade. Melhor coisa é a pessoa ter confiança naquilo que ela faz.
- EV antes e depois de cada caso de massagem e terapeutica. Também lavar a mão, que quanto mais
lavar melhor, devido aos germes e outras coisas. Uma vez fui no hospital do Rio com amigo e vi que
médicos não estavam lavando as mãos. Waldo falou que isso devia dar hiatrogenia de todos os jeitos,
vontade de perguntar pra eles se eles conheciam Pasteur, se já tinham ouvido falar.
- Nada de usar anéis nem relógio nos pulsos para trabalhar mexendo nos outros, e ter unhas bem feitas,
para fazer desassim melhor, não ficar nos objetos. E desassimilar tudo, sem levar nada para casa. Com o
tempo fica automático e limpa tudo. EV também, antes e depois, que com o tempo também é só pensar
que ele já vem VRAWWW e limpa tudo!

blogtertulias.blogspot.com 125
- As vezes se usa muito mais energia para extrair energias que bloqueiam a pessoa que está posessa a
tempo, e é muito mais sério do que cancer, exige mais do que paracirurgias de cura, que o processo
físico.
- Tem muito homem que não é bom de cardiochacra, e não tem como usar ele para energia. Vai
depender do domínio que a pessoa tem com o energossoma. Problema é que quando pensa, tudo seu
está funcionando por atacado. Waldo coloca a mão para mostrar pra pessoa, para ela ver de propósito e
pessoa perceber bem o fluxo da energia. Daí a pessoa pega ou larga, é 8 ou 80, voce sabe se ela tem
gabarito ou não. Vê claramente o casca grossa e não percebe nada. Chega no mar e não vê a baleia,
passa a baleia e ele não viu, isso a baleia grandona.
- Na tenepes, quando vem só a mão, tem que ver qual mão é, se é a boba, a do amparador... Não fique
pensando que mão leve, ou entende, paramão, também não tem outros tipos de mão, porque tem.
Entao vamos devagar com o andor. Mão boba extrafísica EXISTE.
- Mão e macrossomática: macrossoma é bem superior ao processo de mão, e já pega processo na
origem, no core, e muda tudo. A mão ainda é muito superficial, externa e elementar para voce ter uma
idéia. Do ponto de vista macrossomático, a mão seria um elemento quase secundário. A mão é bem
acabada como todo o soma. Como o caso de ontem em que o homem antes tinha mãos fortes, com
mutio poder, e agora nessa vida tem mãos fracas.
- Macrossoma é superior porque pega a essência do assunto, está no core, e a mão já varia.
- Aparição de mãos no acoplamentárium.

*Flavia divulgando o tertuliárium.


- Recebemos mutios emails e agradecemos a todos. Estão chegando no japão e na alemanha. As
tertúlais acontecem diariamente e estão abertas a todos, é sempre uma aula nova, com um tema da
conscienciologia.
- Estamos construindo o tertuliárium e nossa intenção é que todos tenham acesso a esse curso de longo
curso feito pelo professor Waldo, e de que todos nós participamos esse tempo todo. Com o tertuliárium
o pessoal de fora também vai poder participar e ter acesso a pergutnas e respostas. Faremos aqui o
nosso esforço para responder o que pudermos.
- Já arrecadamos 400 mil reais aqui dos voluntários para contruir o tertuliárium e quem quiser participar
para ajudar a construção do tertuliárium pode entra em contato com o email do ceaec, aproveitar a
oportunidade de abrir a mão, o email é ceaec@ceaec.org .
- Foi mudado o endereço do blog, para www.blogtertulias.blogspot.com aqui onde voce pode ler tudo
depois ta tertúlia, e também dar download.
- O endereço para ver elas ao vivo é www.radioconsciencialivre.com todos os dias, às 12:30.
- Informam que tivemos um corte perto da uma hora, devido a tormenta, que bloqueou a transmissão....
*e AOGRA OUTRO CORTE! ORA, ELES EVOCARAM UM CORTE falando do anterior.
*Waldo

*Waldo
- Melhor coisa que pode falar para pessoa que quer arrumar as mãos é passar e arranjar um...... *outro
corte.

*1:51:00

- Uma coisa que está em andamento e a pessoa exagera. Não levar serviço do trabalho para casa no final
de semana. Tudo tem relação com o cerebelo, trabalho em excesso. Todo excesso com cooper
atrapalha, tem que tomar cuidado com isso. Sempre fui contra o cooper, desde que apareceu aí.
Passaram umas décadsa, com milhões de dólares em pesquisas, pessoa voltou falando que correr

126 blogtertulias.blogspot.com
matava e que a pessoa tinha que andar a passos largos. Waldo sabia disso por ter tido enfarto aos 28
anos e també por ter hipertensão.

*1:58:30 voltou

- Base, pessoa vai sentir mais problema com a cabeça. Base é o tampo. É o que manda. No início dos
processos energéticos do novato, é sempre bom mexer com as mãos para sentir, ter confiança,
desenvolver, ter fluxo maior de energias, usar as 40 manobras de energia que tem. *vou listar aqui.
- Mão permite muito isso, o processo dos dedos.
- Com tenepes a aspersão é mais séria com as mãos, mas o veterano não precisa disso. O amparador
tem muito mais facilidade em mexer com a mão. O amparador também tem mais facilidade de mexer
com as mãos. Então o processo disso é muito sério, de mexer com a energia, espalha mais, espalha a
brasa.
- Em ECP o aparelho colcoado na mao do epicon para ampliar o processo energético. Waldo que perdeu
dois dedos em SP, e depois voltaram. Um dedo que tinha processo de nascença e o novo que depois
apareceu, veio sem as manchas que ele tinha desde pequeno. Aquilo durante um tempo. Depois quando
voltou, foi no avião segurando os dedos, parecia que tinha perdido os filhos e depois voltaram.
- Processo de usar mais a mão direita ou esquerda depende mais se a pessoa é destra ou canhota.
- Quando a pessoa respira muito rapidamente, pode ser técnica, ou pode ser mito, ou o problema de
cardiochacra. O processo é todo na intenção, mas a respiração é boa. Existe inclusive a técnica de se
projetar através de respiração.
- A função das aparelhagens extrafísicas é potencializar as aspersões de energia, para intensificar e
potencializar o processo da energia. Tudo que tem caminha para aquilo. A consciex movimenta o
aparelho, é ela o aparelho. O que interessa é a energia.
- Respiração é coisa psicológica, o que importa é a intenção da pessoa. Coisa de que o cardiochacra é
importante para fraternismo é misticismo, onirismo, infantil, coisa de amor e tal, é coisa que vai sumir
com o tempo, que é secundário. O que importa é a intenção da pessoa. Para quem é veterano, isso tudo
é tolice, o que importa é a intenção.
- Com o tempo também, para sair do corpo não precisa nem trabalhar com energia, é só pensar que é
consciência e já vai embora. Agora aqui tem que colocar o be a bá, pré maternal, que a maioria dos
veteranos aqui já tem pós graduação. Aqui temos que expor o inicial.

*Eleição do verbete de sábado...

- Curso identificação das diretrizes da proéxis, da APEX com objetivos descobrir qual o seu papel na
maxiproéxis, e também qual o público alvo da sua proéxis.
- ECP1 com professora Málu Balona e professor Roberto Almeida no CEAEC
- Curso parassemiologia que é sobre como a pessoa se...

***

blogtertulias.blogspot.com 127
787. Paraetologia - Sábado 23/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:26

*787. Paraetologia - sábado, 23 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38719145/a433c6cf/20080223_-_787_Paraetologia.html

*Anotações
- Aos paratertulianos queremos avisar que neste momento iniciamos o making of da tertúlia. São 6
minutos de making of! Sorria, você está na tertúlia!
- Velhinho que se chamava tertuliano e terte, maior artista plástico das filipinas.
- Você acha que o dante era pedante?

*16:11
*Gongo

- Hoje estamos encarando paraetologia, da parassociologia.


- A paraetologia é a ciência aplicada aos estudos dos modos extrafísicos de proceder ou da dissecção
dos modelos paracomportamentais das consciexes como fatos parassociais e parafenômenos da
sociexologia, de mogo multidisciplinar, multidimensional, multiexistencial, holopensênico,
homomnemônico, holossomático e holobiográfico.
- A autovivência do Estado Vibracional profilático, a intercomunicação entre as consciências, os
fenômenos sociais, a etologia comparada, a etologia cognitiva, a etologia na base, como vocês sabem
é a ciência mais do comportamento; a sinalética energética e parapsíquica pessoal, a vivência
extrafísica pessoal, a ignorância generalizada quanto á sociexologia, a parapopulação majoritária da
Terra, a mensuração dos paracomportamentos, os desregramentos parassociológicos, os
paragenômenos parassociopatas, a paracaravana de assediadores, as comunexes evoluídas, a
Interlúdio, os contatos da conscin lúcida com as consciexes.
- A paraetologia é assunto de interesse para toda conscin trabalhando com a tenepes, ofiex,
projetabilidade lúcisa e interassistencialidade consciencial em qualquer nível evolutivo. Você já se
inteirou dos temas básicos da paraetologia? Qual posicionamento ou opinião você mantém a
respeito?
- 30 logias e 6 máximas, dentro da média dos verbetes.
- Qual o comportamente marcante de acordo com a baratrosfera? Waldo: na baratrosfera é quem tem
presença marcante, praticamente omnipresente, aonde ela chega, ela ajuda, pelo holopensene, como
uma serenona que eu vi. O holopensene dela dá um upgrade automático no lugar. As energias
melhoram, o modo de pensar melhoram.
- Em paracomunéx: o mais marcante que eu já vi é o do 60º capútulo do “Projeções da Consciência” que
é o que chamamos hoje de consciex livre, que de modo geral são os pontos altos de comportamento
extrafísico.
- Em paracomunex tem homopensene, é quando todos estão pensando harmonicamente e nivelando
por alto, melhorando conjuntamente, de modo a dar o upgrade. O pensamento negativo fica
praticamente extinto. Lá uma pessoa pensar bem, no nível intermissivo, ter reflexões elevadas é fácil,
porque não havia degradação do processo pensênico.

128 blogtertulias.blogspot.com
- Aqui já é difenrente, temos a pressão doentia da baratrosfera, temos a devaneolandia, a
deficienciolândia, é um hospitalão, e lá era um jardim das delícias, um paraíso, shangri-la.
- Paraetologia vai desde a posessão franca até o processo da consciex livre.
- Pessoa pode se aproximar como de um holopensene desse? Pela lei da afinidade, automatimcamente,
atraindo uns aos outros. Se pessoa começa a procurar ambiente equilibrado, bem articulado, co bom
pensene, então ele vai acabar encontrando os amparadores. Agora, se ele quer fazer assistência, então
ele vai acabar encontrando ambientes que precisam dela e são menos sadios, e também vai atrair o
amparador que vai ajudar ele.
- Lucidez das comunexes avançadas, para chegar a um nível daqueles intrafisicamente, tem que
desenvolver organização e controle como mostramos nos verbetes que já trazemos aqui, e também
saber dar um turbo no mentalsoma.
- A pessoa se manifesta pelo soma, e tem 4 veículos de manifestação. A conscin tem 4 veículos, a
consciex tem só 2. Isso muda tudo. Dá para equiparar com a consciex ainda, pensando no princípio da
holossomática. Uma consciência se manifesta no seu máximo se ela se manifesta com o veículo
adequado àquela dimensão. Com um soma bom, então você se manifesta no máximo aqui nesta
dimensão. Se uma consciex livre vai se manifestar na dimensão mental, ela vai se manifestar no máximo
da dimensão dela. Se é uma consciex ou conscin projetada com muita lucidez, só com o cordão de prata,
então ela vai se manifestar ao máximo naquela dimensão. Dentro dágua, o tubarão ganha da gente. Por
mais que você vá lá embaixo, ele tem mais mobilidade do que todo mundo. Dizem até que o tubarão
não pode parar senão ele morre. Até os animais já tem certas manifestações que equivalem ao nível de
evolução deles.
- Até que ponto ocorre uma mudança no comportamente em comunexes onde sem tem telepatia?
Waldo: tem expansão da cognição. É a cogniciologia que se amplia. A hora que começa a dominar a
telepatia, o processo do discernimento se amplia e vai tudo para o mentalsoma, que é o paracorpo do
discernimento. E daí vem a estória, que o waldo desde pequeno não se incomodva com máquina, mas
tinha que falar que eles também não se incomodavam com leitura: não liam nada. Tem que casar
trabalho braçal e intelectual. Hoje em dia, com os robôs o trabalho braçal está indo embora, e a
tendência é que todos caminhem para o mentalsoma. O caminho é para o Estado Mundial com pouco
trabalhador braçal e muito intelectual. Agora, tem que ser intelectuais cosmoéticos, sem a corrupção.
Temos hoje a bioética, que mostra que está começando isso, a ética na biologia.
- O comportamento aqui nessa dimensão sempre vai ter um peso grande, mas vai diminuir o processo.
Eu andava na praia de Ipanema de noite. Quando apareceu a esteira aeróbica e um americano queria
me vender uma por 10000 dólares, eu fiquei apaixinado, e não precisava mais ficar me preparando para
sair, preocupar com assaltantes, processo social, tudo aquilo. Podia andar na esteira na hora que eu
quisesse, sem ter que sair às 4 da manhã. O interessante disso é que eu estudei a esteira aeróbica todos
esses anos. Estudei um verdadeiro livro de esteira aeróbica, a ergométrica. Já vi também acidentes de
gente que quebou o queixo na esteira. Por isso que eu falo que para andar na esteira tem sempre que
colocar a mão em algum lugar, que se faltar a luz a pessoa bate com o queixo lá nela, pode cair.
- Essência do processo é a pensenização, e pode se manifestar por duas vias, a cerebelar e a cortical.
Uma do cérebro e outra do cerebelo. O caminho é deixar de ser cerebelar e passar a ser cortical. Colocar
o cerebelo para o escanteio. O Kung Fu vai sumir, e tudo isso de movimento demais vai sair de cena.
Então veja, a esteira aeróbica é uma amostra desse processo. O processo do Uroboros, que é a pessoa
que anda sem sair do lugar, com a mivimentação mentalsomática maior que a do veículo. O processo
cortical vai dar uma aumentada absurda. Já pensou se todo pessoal de foz fosse usar o mentalsoma, e o
montão de idéias que iam sair daí? Ia ser uma loucura, livros, neocosntructos, robôs, tudo!
- Estou dando a prospectiva, de parar para pensar. Por exemplo, a antártica, a pessoa vai pra lá e fica
presa, que nem os políticos que ficaram presos lá. Isso é bom porque tem que pensar, refletir. Tinha que
enclausurar todo mundo por uma semana para pensar só em coisa positiva. Lá é o serenárium quando a

blogtertulias.blogspot.com 129
pessoa tem que ficar lá no tapa. Pense no serenárium que vai ser a colônia na lua e em marte! Por
enquanto são só os bobocas, para aparecer no jornal, nas manchetes, mas oportunamente vai ser gente
que vai para fazer o serenarium. Já temos o serenárium particular, de pobre, mas que funciona. Isso
mostra o futuro que está chegando. Lua, Marte, satélite artificial, todo esse processo das colônias
extraterrestres que estão chegando.
- O kung fu não vai mais conseguir quebrar nariz nem dedo, vai sumir. Primeiro eram as guerras, que
matavam mutia gente, depois os esportes, com os hooligans que ainda morre gente. Daqui a dois, três
milênios vocês não acham que isso vai ter mudado? É óbvio!
- Tem gente que ainda está desesperada mesmo depois da primeira guerra, por causa da poluição que
está destruindo o mundo. Mas isso a humanidade vai reagir, que nem contra a bomba atômica. Pra mim
eles vão fazer alguam coisa. Pessoal que só saia para nightclub antigamente com medo da bomba sumir,
era bobo. Se entendesse da multidimensionalidade não faria aquilo, não ia gastar o corpo daquele jeito,
ia procurar aproveitar as companhias, o tempo. Tem lógica?
- Disciplina da pessoa, do aproveitamenteo máximo que ela tem da vida. O turno, o calendário pessoal,
o aproveitamento do relógio biológico. O ideal para nós seria melhor fazer essa tertúlia de manhã, que
as pessoas lembram melhor das coisas. Mas tem pessoas que ficam sonadas, na hipnopompia. Acordam
às 9 e só ficam boas ás 11. Já à tarde não se tem esse problema. Tem pessoa que não tem o repouso pós
prandial e acaba ficando sonolento. Com o processo online eu acho que o pessoal aqui vai parar de
pescar, com medo de ser pego online dormindo. Quando começar a pescar, vai tomar cuidado.
- Aproveitamento máximo da sua pensenização no intermissivo, da interlúdio, com máximo de eficácia:
mentalsoma, mentalsoma, mentalsoma. Maquetes vivas que eles arranjam são muito bons também,
para preparar cenários, molduras sendo apresentadas.
- O cenário para nós nada mais é do que uma moldura da vida que nós vivemos, porque a vida real
mesmo é sua, dentro do cérebro, do microuniverso cerebral.
- O processo maior é o cerebral, não é a toa que o coronochacra é o apex mentis, o chacra da coroa,
que coroa, do topo, de efeito máximo.
- Megacurriculum Vitae: quando é chamado pela primeira vez à oportunidade de expandir a sua
evolução na próxima vida, o primeiro intermissivo com tanta riqueza que deu monte de frutos e ideías
positivas, faznedo vivificar e frutificar a mente da pessoa, que as vezes não ia conseguir aquilo por si
mesma. O intermissivo é grupal, todo mundo entra ali enereçado por um apossível maxiproéxis. Mas às
vezes a pessoa precisa antes fazer uma miniproéxis dela, acertar problema pessoal dela. Isso é uma
parte rudimentar, básica do próprio curso intermissivo.
- Vamos supor, o que aconteceu coma gente? A gente tava lá e eles laçaram que nem índio e
trouxeram para um pequeno tete a tete. Para conversar, que geralmente tem amparador,
oevoluciólogo, o teleguiado autocrítico as vezes, que têm mais afinidade com aquela pessoa, e que
vão aparecer dentro dos moldes indumentária dentro do que aquela consciex vai entender. A pessoa
tem um choque e ajuda a receber as idéias, sem ninguém insistir para convencer ninguém, sem fazer a
cabeça de ninguém, porque seria assédio, coisa patológica, e ninguém lá ia fazer isso. Então levam a
pessoa para onde ela vai poder pensar com lardeza de pensamento, numa comunex onde
predominam ortopensenes, positivos, sadios. Quando acontece isso, eles submetem a pessoa a todas
essas informações e vêem se ela pega ou larga. Se pega, então eles continuam o processo de tares, de
alto nível, trabalho assistencial de alto gabarito. O detonador seria a pessoa admitir a possibilidade de
fazer essa reciclagem. O problema da vida vai ser ela mesma porque ela tem que razer a recin lá
dentro. Muitos de vocês tiveram colegas de intermissivo que não estão aqui, porque na hora que
foram fazer a recin, não conseguiram, e ficaram lá sendo preparador. Falhar antes é uma coisa, agora
falhar depois, é muito mais agravante. Problema é falhar aqui.
- Todo mundo que passou por lá está apto a sair bem, mas o problema é de cada um e todos nós
desejamos que a pessoa saia vitoriosa, com bom sucesso.

130 blogtertulias.blogspot.com
- Pessoas no futuro do Estado Mundial, coisas de acidentes de trabalho vão diminuir, vão parar de pintar
unha, vai apertar botão para fazer o trabalho de um milhão de operários. Não aperta mais nem botão,
só pensa. Biônica, que é da biologia. Pessoa vai aproveitar que não precisa mais trabalhar, e nem vai
mais poder ser robô, da robexis, o homo roboticus.
- Como é feito o processo de laçar o candidato? Waldo: é feito quando ele está com a energia boa ali. O
serenão chega em São Paulo e não precisa de telefone para sondar e achar os dez de melhor energia ali
na cidade.
- Todas as outras sondagens, inclusive a de petróleo vão desaparecer com o tempo.
- Área de transição de assistência, no Pombal, que tinha até pessoas de outros planetas, sem corpos
daqui. Lá se volitava ao invés de andar.
- Como trabalham os grupos de trabalho que ficam disfarçadas na baratrosfera? Pessoas dominam o
processo de metamorfose do psicossoma, para manter uma forma o tempo todo, as vezes contra o nível
dela, sem se expor. Têm até cursos disso no intermissivo. Quando a pessoa não tem força de sustentar a
morfologia do psicossoma, são das mais perturbadas que tem, e influenciadas pelo problema de sexo,
arte, energia, ficando amorfas, sem conseguir manter a forma. Matéria inerte, mas nem isso é, ela se
movimenta o tempo todo, criando um caos, sem controle. São os mutantes extrafísicos, paramutantes.
As vezes chegam num nível em que tem que ser transmigrados devido ao processo de regressão deles. É
humano mas mais primata do que humano. Hoje em dia não se pode falar que somos primatas que o
povo não gosta, mas hoje em dia ainda somos muito primatas. Tem muito primata na terra ainda. O
negócio do homem é mutio relativo – o primata ainda está funcionando. Falo até coisa pior, que é o
protoreptiliano, que é o reptil.
- Moça em filme reclamando, que ia sair dos pantanos da Florida porque estava tão poluido que até os
crocodilos estavam cegos. Devem ser gênios para viver cegos assim.
- Como os amparadores disfarçados na baratrosfera fazem para não se contaminarem? Depende do
nível de entropia da baratrosfera. A tendência é relaxar e o ambiente vai tomando conta de você. Por
isso que precisa de corpo físico também, senão vai começando a criar um ambiente que começa a ficar
difícil de separar.
- O serial killer que ressoma como pessoa sem memória é uma benção. Pode ressomar com a vítima
de outra vida como mãe dele, que alimenta ele com o peito esquerdo, que fica em cima do coração,
todo o processo emocional. Isso é uma benção, porque a pessoa consegue superar tudo e fazer
reconciliação.
- A pessoa aguentar muito tempo na baratrosfera sem se contaminar é como ela ficar mutio tempo
embaixo dágua, segurando a respiração. Já teve desenvolvimento dos pulmões e aguetna. O mesmo
com os amparadores, que ficam lá e sustentam tudo, com o grande nível de autoconsciencialidade dele.
- Aguetna uma hora, um dia, duas semanas..... vai dominando mais. O que eles aguentam é muito bom,
não pode ter fobia nenhuma. Não pode ser claustrofóbico.
- Homem que está flutuando e quebrando récordes. Waldo já fez isso. Flutuava em Ipanema e uma vez
pousou uma gaivota em cima do corpo dele lá quando ele flutuava. Depois disso nunca mais flutuou na
átua. Proque se a gaivota pousar na cara pode machucar...
- Lá no intermissivo é mais fácil, é um preparo ainda para a prova que é aqui, é só um preâmbulo, que se
antepõe à situação. Lá é atenuante demais, e aqui é mais sério.
- Com as milhares de vidas que já temos, somos gênios pelo menos para viver, porque tem o corpo fólio.
Sabe respirar bem! Nunca fizeram aula de respiração para recém nascido.
- toda dimensão tem um número infinito de níveis. Até a humana. Tem gente qeu vive em caverna,
outros em espaço sidera. Aqui estamos no bem bom, todos aqui numa cadeira. Agora, o teletertuliano
lá pode estar numa poltrona, comendo pipoca e pelado, pelado porque faltou o ar condicionado e ele
ficou pelado.

blogtertulias.blogspot.com 131
- Níveis da escala evolutiva e picotar de um para o outro. Pensar bem em como fica isso. A conscin
projetada quando vai à baratrosfera pode ir em qualquer nível, dependente do gabarito dela. Existem as
vezes certas recuperações de extrapolacionismo muito avançados nisso. Senhora que apareceu aí e era
para fazer um monte de cosias. Teve prieiros contatos e começa a ver que teve intermissivo, começa a
sintonizar e deopsi mostra que tem soltura do energossoma. Tudo bloqueado, ninguém de sensitivo
avançado, mas quando a pessoa vê e acorda mesmo, destampa o processo de experiências dela do
passado e o processo latenet desenvolve de uma hora para outra, abruptamente.

*1:08:00

- Caso da consciex mecicana. Povo fazendo restrauração dele. Ele não tinha o chapelão, mas era
igualzinoh o mexicano o jeito dele. Eu já dei curso no méxico, deopis falei que não voltava mais lá por
causa da poluição, eu não aguentava mais.
- Fez ausência de comportamente, nem fez telepadia nem nada. Waldo: ele respeitou o holopensene, a
atmosfera do trabalho, ele fez a sala de espera, esperou o contexto para interferir. Isso é o que se
chama paraeducação. O enumerador, que estava lá comigo, diminuiu tudo aquilo, fez economia
cirúrgica do processo e terminou logo para dar lugar para o mexicano, que apareceu e não interferiu em
nada. Apareceu como se fosse uma esteira descendo, deposi ficou lá do lado esperando. É a vida. Ele já
minimizou a favor. Na hora a gente procurou acertar tudo para receber a situação né. Você recebe uma
autoridade e está com ela na sala de visitas. Está ali resolvendo casos, com papéis. De uma hora pra
outra chega o governador que é mais importante do que a autoridade que está lá com você, municipal.
Como você vai fazer? Para tudo? Agora, é lógico, aquela consciex era superior ao enumerador, às
minhas coisas, ele apareceu na minha biblioteca e ficou junto com os livros. Eu estava ali com o
enumerador desenvolvendo o pensamento e ele não queria que parasse. Nós só olhamos e ele olhou e
finalizamos mais ou menos a situação e daí fomos com ele. Melhorou tudo lá, ambiente, tudo. A gente
aproveita para passar o detergente e limpar tudo que tinha. Essa biblioteca era a que tinha mutia gente,
que a minha amiga Pia tinha até medo do andar afundar por causa do peso dos livros, mas eu tinha
calculado aquilo tudo com engenharia. Coloquei também fortificação da base das vigas grandes. Nunca
deu problema.
- Consciexes do intermissivo que são reprovadas na recin. Todo mundo levado para uma reciclagem que
caminha para uma recin. Algumas chegam a um ponto onde tem um gargalo, que pode ser coisa
sepultada a muito tempo e quando vem à tona dá um choque muito grande. Daí tem que esperar ali
para ela acalmar. Algumas também não tem gabarito, tentando a mais de 100 anos. Eles deixam pra lá
né, ficam lá ainda.
- Tinha pessoa muito prestimosa e mutio séria. Eu quis saber a situação, na década de 80, era de 85, e
depois o Tao Mao até falou que esqueça, que tava toda enrolada lá e não ia dar. Essa o processo já deve
ter quase 100 anos. Só conosco isso aí já vão para quase 30 anos, que eu vi. Fora o que já era antes, que
eu vi que já era extenso. O problema era antes dessa minha vida, que eu vi. Agora, é uma pessoa que eu
prezo muito. Agora, tem problemas dela que não dizem respeito a nós, que ela tem que ver. É a recin, o
livre arbítrio dela, é o jeito. Nessa questão extrafísica é o processo da sociexologia. Numa comunidade
como a intelúdio não dá para mostrar o que você não é, só o que você é. Não há rótulo, não há paródia,
jeito de fazer como se fosse. É como é, realismo total. Daí que dá mais confiança na situação. Uma
pessoa como essa não aguenta ficar numa comunex como a Interlúdio, não adianta fazer estupro
evolutivo com ninguém. Estupro evolutivo lá no fim, é patológico, e cria mais problema do que ajuda.
- Pessoa que nunca faz alongamento, ginástica nem nada, e coloca ela par amarchar 40 km com você,
ela vai pôr os bofes para fora uma hora e vai dar problema pra ela. Tem que ser tudo devagar e sempre,
dentro de um sistema metódico que crie uma técnica evolutiva e vá avançando aos poucos. Não dá para

132 blogtertulias.blogspot.com
fazer cirurgia na evolução. Até a normal, tem fazer pré operatória. Tem até a pór operatória, que tem a
convalescência.
- A consciência não tem tempo nem espaço pra ela. Quanto mais lucidez, mais ativa ela é. No
extrafísico, onde tudo está dentro de uma concórdia e com a telepatia galgante, pessoa as vezes não
consegue ficar no lugar por causa dos pensmentos que não consegue refrear. Se começar a fazer
fantasia sexual lá dentro, totalemente estranho ao ambiente, isso tudo volta contra ela.
- Pessoa que sai do corpo com ajuda do amparador e depois volta por causa de apriorismoses que ela
tem e que não deixam que ela fique lá. Caso do meu amigo que eu tava feliz porque fui pegar ele e
trazer para ele ajudar a gente, com a energia. Daí chegamos lá eles tiraram esse nosso amigo, que tinha
dirigido um centro espirita desses clássicos, espírita de papo amarelo, totalmenet ortodoxo com Allan
Kardec e Jcristo. Eles recobrou a lucidez, ficou totalmente turbinado pra ele acompanhar a gente. Fomos
fazer uma assistência num terreiro de umbanda e na hora questávamos chegando, o cara encrespou e
dái la vai o Tao Mao levando ele para ele voltar pra colocar ele no corpo. No dia seguinte eu fui e
perguntei pra ele como tinha sido, se tinha dormido bem e tal. Tao Mao mesmo falou para não falar
nada, deixar aquilo que é tudo com calma.
- Ele tinha gabarito para ser assistido. Mas o processo de ortodoxia, e heterodoxia, não dá para ter,
porque todos os preconceitos são totalmente errados.

*1:23:00

- Já trouxe verbete aqui de ortodoxia e heterodoxia. Não devemos ser assim.


- Ofiex é totalemtne ligado ao extrafísico? Sim, e também, é mais fácil de funcionar porque é no
ambiente da conscin e com a consiciex ali junto. Com açúcar, até eu.
- tudo é problema da pessoa se sair bem como cosnciência. Temos que lembrar as vezes que não somos
totalmente animais.
- Continuísmo eficaz, frutífero, e sério. Tem gente que acha que tem cosmoconsciência e não tem nada.
Waldo: até tem, fantasiosa. Consciência consegue entrar em nível de autocosnciencialidade expandido e
avançado. Está pensando e criando assinatura pensênica dela no cosmos. Já pensou como essa pessoa
ajuda o cosmos só de entrar nesse nível? Só de entrar nessa estrutura, já é uma produção. O Mahana
Maharshi tinha isso au passant. Uma coisa ou outra. O próprio manuelzinho tinha isso. Dessomou a dois
anos com 92 anos o manuelzinho. Ele tinha e era primitivo no processo intelectual. Mas o processo da
tacon era muito elevado nele.
- Uma pessoa, está aí, quieta, mas está só pensenizando positivamente. Você não pode falar que ela não
está fazendo nada. Você está avançando o sinal. Você não pode falar que o seu Bonfácio sentado ali
desde de manhã é um boa vida, se ele está ali pensando positivo. Tem que ver o universo
intrasconciencial da pessoa.
- Não se pode fazer o heterojuízo crítico, tem qeu ir devagar. Toda cosnciência é poliédrica e precida
dar atenuantes e as vezes agravantes. Pessoa de aparência ótima pode ser assassino. Já vi mulher de
fechar o comércio em matéria de estética. Mas quando vi as coisas que ela fazia... É o processo da
máfia. Muito cuidado com a fachada. É o mundo que nós chamamos hoje de Maya.

Maia: s.f. (1906 cf. CastCinz) fil rel 1 na cultura hinduísta, a ilusão fundamental em que está imerso
o ser humano, e que o impede freqüentemente de contemplar a verdade infinita (Brama ou
brâman) que se esconde por trás do mundo fenomenal finito 2 no hinduísmo, a ilusão que
impede a compreensão da natureza eterna e divina (brâman) da alma humana (atmã),
confundindo-a com o eu empírico e transitório  cf. 1brama, brâman e atmã  etim sânsc. máyá
'ilusão, aparência, decepção', doc. em Dalg. (1906) s.v. maiá; f.hist. 1906 maiá, 1906 mayá,
1918 maia

blogtertulias.blogspot.com 133
- Eliminar tudo de natureza egóica para ela atuar de maneira eficaz. Limpar o egóico. Waldo: Foz do
Iguaçu é fora de série para isso, temos várias etnias, 3 fronteiras, 5 moedas. É o front do universalismo.
- turistas da linguagem quando vêem os meus textos, sobem pelas paredes, porque eu coloco os
estrangeirismos, e eles são nacionaleiros, querem colocar a língua nativa deles como a maior, porque
quase sempre dominam só a língua nativa. É faccioso na comunicação, e eu tenho uma pena danada de
todos eles. Tem coisa que eles quase proíbem de usar, palavras, como catedráticos. Tudo isso é falta de
fraternidade total. O problema da língua é fazer uma língua que seja rica, e que vá enriquecer quem
chega ali para ler. E tenho também a arcaísticologia, que são as palavras arcaicas. Primeira cosia quando
a gente vai falar é saber qual o idioma e se a pessoa vai entender o que estamos falando.
- Comunexes que estão ainda com o idioma arcaico do português. O português ainda não compleou
milênio de idade, a língua. O pessoal que estuda a etimologia, e vê lá que várias dessas expressões do
portugu~es se firmaram no século XIII só. Vieram do italiano, e outras línguas mais antigas. Quando o
Cabral estava chegando no Brasil, o português estava ainda engatinhando. Dá até pena, olha a carta do
Pero Vaz de Caminha, está caminhando até hoje!
- Problema do regionalismo que leva para o sectarismo cria problema até hoje. Olha o que não tem de
guerras lá até hoje. Olha o que dá na cashemira por exemplo, a China com o Tibet. Olha as farcs na
Colômbia.
- Sobre ampliar assistência, da tranquilidade da consciex que vai fazer assistência na baratrosfera, e o
paralelo com quem vai estudar o vulcão e tem qeu manter calma. Waldo: o que cmoanda a consci~encia
e é o maior poder que ela tem é a vontade. O que se passa com essas faculdades mentais? Elas tem que
estar organizadas, coesas, com coerência do objetivo dela, do interesse dela. O que quer essa pessoa?
Se chega uma pessoa lá com a intenção de estudar, aprender e melhorar, e em um ambiente melhor do
que ela está acostumada a habitar, então ela vai melhorar de uma hora pra outra. É o potenciômetro
dela. Qual a técnica mais elementar para isso? Estende a mão: vamos ver se o cerebelo comanda você
ou se você comanda o cerebelo? *Se a sua mão treme quando você estende ela. O Waldo mostra a dele
que não treme nada, nadinha, nada. Estável.
- Passado de consciências que podem não ter nada a ver com o belicismo hoje mas já ter sido muito
belicista antes, em outras vidas, e ter um gabarito muito maior do que o de hoje em belicismo. O
máximo é fazermos um máximo de retrocognições hoje, para aumentar a bagagem consciente.
- Somos todos icebergs hoje. Atrás da gente tem milênios, que são diferentes de pessoa para pessoa.
Tem que ver qual a parte oculta debaixo dágua, que está lá atrás, nas outras vidas.
- Serenão que chega na baratrosfera e pode fazer mudanças nas coisas que para nós parecem estar
até contra as leis do que funciona. O Serenão domina tudo de modo a ir por caminhos das leis que não
conhecemos. Ele domina a energia imanente, ele pega ela e transforma em energia consciencial muito
mais rica do que a nossa.
- Em termos a conscin tem que ter superado a parte de bicho grossa para fazer assistência na
baratrosfera. Entrar dentro de uma média acessível, mas também não pode melhorar isso demais não,
senão perde o rapport, por um gap.
- Sair de corpo mental e querer entrar num livro para ver o que tem nele pode não dar bom resultado
porque vai ser tanta informação, tão atacado, que o varejismo se perde.
- O equilíbrio entre o rapport e a estabilidade homeostática para poder assistir. Tem que dançar
conforme a dança. É como o artista que muda de cena. Em laboratório é muito lógico, racional,
sistemata, com método, técnica no processo. Artista é mutio mais inventivo, mas mais fantasioso, mais
imaturo e garoto que o outro. Agora, você entra em um lugar e tem que dançar conforme a música. O
artista vai entrar mais com o psicossoma e o cientista vai entrar mais com o mentalsoma. Agora eu já vi
mais cientista que é mais artista do que mutio artista, e também já vi artistas que são tão sérios, que são
mais cientistas do qeu mutios que eu conheço. Agora, essas duas pessoas estão as duas deslocadas. E

134 blogtertulias.blogspot.com
são as duas patológicas. É preferível um artista que é totalmente artista dentro do trabalho dele do que
um que fica com o pé fora.

*Laura falando.
- Abrimos agora o espaço para as pessoas que mandaram perguntas online pelo email ceaec@ceaec.org.
- E também estamos ainda aceitando doações para o Tertuliárium. E também vamos fazer um leilão para
arrecadar dinheiro. O outro que fizemos arrecadou 10.000 reais e queremos superar essa meta para
contruir o tertuliárium que vai ajudar em muito a transmissão das tertúlias online.

*Loche falando.
- O amigos da enciclopédia. Parte do amigos da enciclopédia, vai ser doada para o Tertuliárium, para a
manutenção e também viabilização inicial dele. Aceitamos pessoas que queiram participar em 50% de
uma inscrição e nós conversamos para completar os outros 50% com outras pessoas, para quem não
puder entrar sozinho.

*Laura.
- Todo mundo que ajudar com o Tertuliárium vai estar ajudando a ter uma infraestrutura muito
melhor para todos que assistem ela ao redor do mundo.

*Waldo com perguntas.


- Pessoas que são superdotadas, nem sempre tiveram intermissivo especial. Elas tem genialidade
desenvolvida em outras vidas e ter isso nessa manifestação.
- Outrsa coisas podem ter ajudado essa pessoa, como um acidente, um parto laborioso.
- O que pode ajudar não é só mãe, barriga de aluguel, pessoa de espermatozóide de homem genial.
Tudo isso é tolice. O mais sério que tem é criar um ambiente intelectual favorável para ajudar o
intelectual superdotado.
- Arranjar preceptores entre os 3 e 5 anos, essa idade nova. Coisa séria sobre preceptoria é quando ela
fica em dependência em matéria e faz aulas de reforço de certa matéria, para melhorar a matéria. As
vezes é matemática, biologia. Isso é a idéia do preceptor. O preceptor é aquele professor que dá aula
específica e coloca a criança estudando de maneira intensa. E também dar liberdade de criatividade
para o superdotado. Dar tudo que ele pede para ele poder desenvolver as idéias por ele. E colocar por
cima co curriculum ideal de outras crianças. Já vi muita criança mesmo que era superdotada com 6 anos
mas era totalmetne belicista. Se era belicista com 6 anos e braba, então não era intermissivista. Ela tem
retrocognições e aquilo aparece no processo dela aqui. Há casos e outros casos. Só porque fez
intermissivo não quer dizer que seja superdotada. O ideal não é superdotada. O ideal é a pessoa que
tem prioridade evolutiva feita pela inteligência evolutiva. Ela pode ser medíocre mas ter uma força tão
grande dentro dela que já sabe como é o mecanismo do cosmos que amplia o processo genial
parapsíquico dela e ajuda demais. Faz toda diferença. Outra coisa. Existem vários tipos de
superdotações. O ideal é a pessoa que tem superdotação com visão ampla do mundo, que é versátil e
polivalente, levando para o atacadismo generalista. Corta a monovisão do especialista para ficar com a
cosmovisão do generalista, e caminha para a polimatia, a erudição. Os meus estudos sobre
superdotação, tudo isso caminha para a polimatia.

*Preceptor: /ô/ adj.s.m. (1190 cf. Eluc) 1 ant. superior ou comendador de ordem militar 2 (1540) que
ou aquele que dá preceitos ou instruções; educador, mentor, instrutor 3 que ou aquele que é
encarregado da educação e/ou da instrução de uma criança ou de um jovem, ger. na casa
deste  etim lat. praecéptor,óris 'o que lança mão de algo antecipadamente, o que ordena,

blogtertulias.blogspot.com 135
instrui, mestre', por via erudita; cp. preceitor; ver 1cap-; f.hist. 1190 praeceptori, 1229
praeceptor, 1596 preceptor

- Idade é secundária. O esforço pessoal em aprender é importante para desenvolver. Nosso esforço tem
que ser levado em consideração. Também é difícil olhar para pessoa e dizer que ela é medíocre, tem qeu
conviver com ela uma temporada, para ver como são as reações dela, ver a parassemiologia dela, dar o
diagnóstico.
- povo pensa que a informática é onde ficam todos os superdotados. Mas isso é moda, é a crista da
onda, é o grande grito do momento, como a moda, o verão de tudo amarelo. Temos qeu ver o estudo da
cosnciencialidade, para pegar todo o processo. Tem qeu ver se tem cosmoética dentro disso. Não
adianta nada sr sueprtodado par amatar os outros. Dentro da máfia não adianta nada.

*2:01:00

- Sondagem parapsíquica. Capacidade da pessoa ser itnerdimensional ou multidimensional o tempo


todo. Examinar as coisas com os olhso e paraolhos. Vai ver mais do que a imagem que está aqui, a
consciência que está ali dentro. Dentro dos fenômenos o mais avançado é a cosmovisiologia, e a pessoa
para de ser avarenta, vai ser doadora, para de ser monoglota, para ser poliglota. Nunca mais fica presa a
um apriorismo. Todos estamos caminhando para isso. Essa sondagem multidimensional parapsíquica é a
base disso tudo. O melhor cientista, qual é? É o paracientista. Estamos muito atrasados ainda, por
exemplo o pessoal da parapsicologia que não usa a própria energia para medir as coisas, eles usam
aparelhos. Tem que usar as ferramentas da própria cosnciência, usando o laboratório de você com você
mesmo, tudo baseado no processo da pensenização da pessoa, se encantuando para fazer autocrítica
para examinar as potencialidades dela e se desenvolver dentro daquilo.
- Curso de parassemiologia que tem como ponto mais sério a parassemiologia, que o médico,
consciencioterapeuta, psiquiatra vai usar. Vai estudar a energosfera, a tendência da pessoa, monte de
condições que geralmente são descartadas. A sondagem evoluída da própria evolução. Base de tudo é
isso. A tenepes no fundo é isso.
- Parapopulação majoritária. Elencologia. Waldo: quando é muito significativo eu gosto de tirar de um
lugar e colocar no outro. Eu estou pegando o que já escrevi e articulando, quando aparece coisa para
enriquecer o tópico.
- Higiene consciencial. Especialidade é a paraprofilaxia. Paraclínica.
- Pararrastão: verbete sobre isso.
- Paranimal humano: é o animal que dessomou. O animal humano mesmo, que dessomou.
- hoje é sábado e não tem eleição. Amanhã é o objetivo prioritário. Só para chatear posso dizer que
temos 15 verbetes para terça feira. Amanhã só ás 16 horas que é transmitido, porque lá não tem a
infraestrutura que não tem aqui. As vezes lá embaixo estão dando 200 pessoas, aqui que só cabem 80.
Hoje já tem 120 pessoas aqui e mais outras olhando do outro lado, pela internet. Por isso no domingo
fazemos lá embaixo onde temos mais espaço com um lugar para fazer. Inclusive vamos ter um telão
para ver a coisa com mais detalhes, mais refinada.
- Paraetograma: negócio da flávia e joão aurélio, que fazem conscienciometria. É o comportamento da
pessoa estudado com todos os detalhes dentro de um quadro semiótico. Às vezes tem que fazer o
etograma que é aqui. Tem lógica? Fora do corpo é extrafísico.

*Recados.
- ECP1 para professores com Prof. Málu Balona e Roberto Almeida lá em Foz, agora em março (acho).

***

136 blogtertulias.blogspot.com
788. Objetivo Prioritário - Domingo 24/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:28

*788. Objetivo Prioritário - Domingo, 24 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/38829102/e8cd5e6d/20080224_-_788__Objetivo_Prioritrio.html

*Anotações

*Gongo
*6:25

- Boa tarde para todos. Hoje estamos aqui para fazer algum consenso sobre o objetivo prioritário, que é
da autodiscernimentologia.
- 33 logias e 6 máximas, dentro da média.
- Definologia: O objetivo prioritário é a meta máxima da conscin lúcida, homem ou mulher, buscada na
vida intrafísica, constituida por intermédio de todos os elementos indispensáveis exigidos pela evolução
consciencial pessoal na estrutura do grupo evolutivo.
- Fatologia: o desiderato básico da vida consciencial, o objetivo útil mais objetivo, o objetivo alcançável
ou factível, a intencioalidade cosmoética, a objetivação do subjetivismo, a autoconcentração no objetivo
proposto, as exemplificações pessoais objetivas, a dedicação em tempo integral, o verdadeiro sentido da
vida, a autorganização, a hiperacuidade consciencial, a fixação no megafoco do momento evolutivo, a
realidade objetiva, as metas transparentes, o objetivo magno do melhor para todos, os interesses
libertários da conscin eliminando as interprisões grupocármicas, a recéxis objetiva, as diretrizes
intencionais das causas magnas, a megameta do momento evolutivo, a colocação da megaescola
terrestre predominando à frente do megahospital terrestre, o completismo da programação existencial.
- Todos expostos para as pessoas pensarem e chegarem a alguma reflexão.
- Objetivo multidimensional e a autoconscientização multidimensional. Há uma série de considerações
da ciência ou sobre ciências.
- A qualidade do objetivo prioritário dinâmico varia e evolui com o perpassar das fases da vida humana,
das experiências pessoais e da maturidade da conscin lúcida, homem ou mulher. Qual a qualidade do
objetivo prioritário atual, hoje para você? Tal qualidade está estacionária ou dinamizada? De modo que
o objetivo prioritário é sempre bom a gente voltar a analisar, a pensar, sempre importante porque a
vida exige o tempo todo as reciclagens ininterruptas, junto à autodidacia ou autodidatismo, de modo
que importa considerar sempre isso.
- Outra empresa sendo formada e inaugurada agora. É o centro de beleza. É coisa boa para o povo que
está começando a aparecer agora no online para fazer a produção anterior.
- Em todo texto pode ocorrer todo tipo de incompletudes: as incompletudes naturais são independentes
do autor ou da autora. Cognato por exemplo, se eu for colocar aqui, as vezes não tem cognato, só tem
cinco.
- Tem as incompletudes que são responsabilidade do autor ou autora, que não pesquisou o suficiente e
o texto não foi trabalhado o suficiente antes de ser publicado.
- Tem erros sim, errinhos, errões e erraços, mas isso é normal.
- Waldo falou que eu estou pondo fotos, de modo que é bom a Mirian dar uma geral nesse povo.

blogtertulias.blogspot.com 137
*18:25***************

- Pergunta que ficou de ontem: poderia explanar sobre vegetarianismo? Sim, vamos dar a nossa opinião
sobre o vegetarianismo.
- Nos anos 60 isso era muito cogitado. Mais tarde os interesses com a natureba e com o planeta Gaia
estão menos agravados. Não aconselha pessoa a fazer dieta vegetarianista, de uma hora para outra que
isso mata. Eu estudei no japão, estive no japão e fiz estágio de processo de cosmeatria e de medicina,
dentro da Sakurai Clinic em Tokyo. Viajei dentro de vários lugares do Japão, das Filipinas, na China, em
Hong Kong. E eu posso dizer para vocês que havia uma dieta chamada macrobiótica que inclusive estava
no japão na época em que o criador morreu.
- Dieta macrobiótica: gente no Brasil que estava praticamente morta por causa dessa dieta. E tem que
ser vista com cuidado. E se a pessoa foi acostumada a comer carne vermelha, se ela vai deixar e ver isso
para fazer uma dieta vegetariana ou frutariana, é preciso ter mutio cuidadeo e seguir isso com um
médico, senão a pessoa depois de 6, 8, 10, 12 meses vai começar a bater pino. O que desaparece em
prieiro lugar é a memória viva. Waldo tinha 20 e poucos anos quando começou a fazer uma dieta
vegetariana, agora sabe que eu quando começo a fazer uma coisa é para ser profissional naquilo. Mas
aquilo começou a pegar a minha memória. Eu sei que um dia eu não conseguia lembrar como era o
signo do número 8, era uma discalculia, processo mnemônico muito sério. E eu achei que era uma
doença. Depois de um mês mais ou menos, eu vi que era a minha dieta e começei a comer. Depois de
três, quatro anos, eu recuperei a minha memória do jeito que ela é hoje.
- Eu passo até meses sem comer carne vermelha, que eu as vezes fico muito sempo sem sair do CEAEC.
Eu faço dieta hoje mais baseada na dieta frutariana, uso muito frutas, legumes e verduras, mas tem que
ver isso tudo que é cheio de bichinhos e dá mutia doença. Voce sai do espeto e entra na brasa. Agora,
eu, desde rapazinho, deixei de comer frituras, nunca tomei café. Depois de 50 anos não tomo mais nada
de leite, porque a lactose não é bem absorvida por pessoa da minha idade (75 anos). E hoje nem bebo
leite que é ruim devido ao processo de metabolismo. E outra coisa, gordura, fritura, eu faço a minha
checagem de 6 em 6 meses, para ver se está tudo ok. E é necessário ver tudo isso, triglicérios, glicídios,
ver como está a situação toda devido ao estado geral da pessoa.
- Hoje em dia é bom que dá para ver tudo por dentro da pessoa direitinho. De modo que, isso que é o
ideal para todas as pessoas. Se vai mudar a dieta, é bom fazer com um médico, e fazer a transição
gradualmente. Senão, os efeitos serão MEDIATOS, E NÃO IMEDIATOS, porque eles aparecerão depois
de um tempo só. Tem que pensar em daqui a um ano, dois anos. Piro coisa que tem é a concentração
mental quando ela cai. Está aqui e não presta atenção em nada do que estamos falando.
- Professor itinerante vai ter que comer carne para ter mais atacadismo e generalismo e poder ajudar
mais os outros. Tem que ver em que hotel ele vai ficar para ver se a alimentação vai ser sufieciente e
para ele não dar trabalho rodando por aí procurando o que comer. Eu nas minhas viagens sempre era
omnívaro, onívaro, para não dar trabalho pros outros e poder comer. Que a gente já tem muito trabalho
com o processo de comida.
- Eu nunca tive nada de problema gastrointestinal até os 70, anos, depois começei a ter um problema de
refluxo que toda minha família tem e eu convivo e cuido disso.
- O peixe morre pela boca, tem que ver o que está comendo.
- Não adianta querer virar santo e parar de comer carne para não matar os bichinhos, não adianta
querer parar porque daqui a um século a organização internacional de indústrias alimentícias ainda
vai estar pegando os bichinhos pela carne, que a sociedade alimentícia é assim e não adianta que a
coisa não vai mudar de uma hora pra outra.
- O importante é fazer tares, esclarecer, que nem eu to tentnado fazer aqui. Esse esclarecimento é
mais importante do que deixar de comer carne. Não adianta nada parar de comer bichinhos e xingar

138 blogtertulias.blogspot.com
os outros, isso não adianta nada, é incoerente, não tem a auto e heterocrítica. Estou só clareando aí
que essa é a minha pretação de serviço hoje no processo.
- Pessoa ao invés de fazer muita exigência, ela doar. Ser misericordioso, que é melhor do que exigir
delas. Continuar ajudando a pessoa que foi perdoada, se ela estiver em situação carente de
necessidade.
- Vamos coemçar a entender a fase, ou patamar da recomposição, que é a limpeza da nossa ficha dentro
do processo evolutivo.
- Respeito aos hábitos sadios para criar as rotinas úteis, que melhoram a pessoa porque ela vê mais
detalhe com o relacionamento dela com os outros.
- Se você diminuir a interprisão grupocármica, ajuda o grupo inteiro, devido ao reflexo das suas energias,
pensamentos, intenção. Tudo melhora, a tendência é melhorar tudo. Essa interprisão, o primeiro que
tem que acontecer é a pessoa não pensar mal dos outros. Tem que ver o lado errado das cosias e idéias,
mas não exteriorizar energias negativas para ninguém por causa disso. Analise de forma neutra e
cosmoética, sem atacar as pessoas.
- Sem emocional. O que adianta médico grande ir ajudar criança que teve politraumatismo dentro d
eum acidente? Se o médico chegar lá e chorar, não adianta nada. Lágrima tem que ser controlada, até
lágrima de alegria tem que ser coordenada e controlada. Não precisamos ser de pedra, mas tam´bem
não precisamos ser protoreptilianos nem nada.
- Fazer a tarefa tarística, do esclarecimento.
- Fatologia – fixação do megafoco no momento evolutivo: os momentos do mega foco. Waldo: vai
mudando, como num palco, o foco muda conforme a posição da pessoa no palco, é factual, vai direto,
como um raio laser móvel. Esse megafoco vai ficando cada vez mais fixado, mais especializado dentro
dos pontos que voce está trabalhando. Logo é visot o processo da periferia, da excrecência, da moldura.
Numa vida intrafísica vai ter vários megafocos. Por exemplo, com a idade, vai ter que trabalhar para
fazer tudo que vai ser positivo para a realização da proéxis no fim da vida. Não abrir mais oportunidade
para cosias secundárias, periféricas, molduras. Ser mais utilitaristas com a vida humana, as
oportunidades que nos restam, o tempo de que nós dispomos ainda.
- Megafoco de muita gente ali é o livro, ainda mais os mais velhos. É bom ver o verbete que Waldo
trouxe sobre o turbo mentalsomático: como ele trabalha e o sono, serviço, entrosamento das atividadse
produtivas. Hoje não se precisa mais ficar afadigado para fazer viagem. Viagem é ótima para quem não
viajou muto e procura experiências, mas ela é dispersiva e exige mutias coisas. O trabalho no ambiente
de trabalho é muito mais fácil e produtivo. E também a alimentação é muito mais fácil em casa.
- Jovem com dromomania tudo bem, mas na terçeira idade, para que ficar viajando? Eu não viajo mais,
quem quiser hoje que venha me visitar. E outra coisa, hoje tem 500 pessoas aqui para trabalhar comigo.
Eu vou sair daquie deixar todo mundo aqui? Isso é uma discordância.
- E você saiu de São Paulo, melhorou a pele até. Povo em SP perguntou se ele tinha feito plástica,
falando que ele estava mais bonito. Foi o ar puro de Foz.
- Todas confluências que convergem para o megafoco. Waldo olha tudo com lente, para ler melhor.
Waldo não precisa de lente, pode ler tudo sme óculos, mas a lente é boa porque coloca maior e chama a
atenção para você. Tenho lupa para tudo que estou fazendo, lendo, trabalhando, até no computador.
Hoje tem muita coisa com letra pequena, e hoje eu leio sem óculos se eu quiser. Tenho 63 anos de
óculos, desde os 13 anos, mas a lupa se quiser usar, é boa, vale a pena. A lupa é o megafoco no sentido
figurado.

*39:10

blogtertulias.blogspot.com 139
- Aspiração-sonho-esperança-realização: objetivo prioritário é a realização. Esperança a pessoa é uma
teoricona, não resolve nada. A aspiração ela começa a se mexer para cehgar lá. O sonho ela quer
materializar e vai suar sangue de mangas arregaçadas para realizar aquilo.
- Não se pode mais ter muita esperança que ela é praticamente um processo infantil, tem que botar a
mão na massa. Esse polinômio foi feito para toda as faixas etárias. Esperança é um processo romântico.
- Objetico magno do melhor para todos. Como melhorar o entendimento do que é o melhor para todos?
Waldo: examina o que voce faz. Diz respeito só a você, ao gato e cachorro da sua casa, ou diz respeito a
todo mundo da sua vida? Voce desenvolve qual empreendimento atualmente? Diz respeito só a você ou
pega argentina, foz, outros lugares? E outra coisa, o seu objetivo sai pela internet? Eu estou
transmitindo online, estamos faznedo o tertuliárium. O CEAEC e as instituições conscienciocêntricas,
todoas visam o melhor para todos.
- Avaliar o entendimento sobre o que é melhor: avaliar os frutos dos esforços, ver se a ficha evolutiva
melhorou os esforços. Ver se eles visaram só você ou se foi para os outros também.
- Adcons é o que tem que colocar ainda, que faltou. Extracon é o que voce não tinha nem no curso
intermissivo, por não ter aquele nível de lucidez. Aqui começou a extrapolar e ter mais lucidez do que
nunca: essa é a extracons. Eu devia fazer uma chuva daquelas intensas de extraconsc encima de todos
vocês aqui, mas eu não tenho gabarito. Pelo menos idéia a gente tem.
- Uma das coisas mais difíceis que tem é a sutiliza das pessoas: você vê o que ela está pensando pelo
colocamento físico, o jeitão delas. Isso é uma objetividade sutil, pela leitura da posição e do corpo da
pessoa. Você vê a intenção dela, mas ela nao confessa. Você tem que ver a sutileza, para poder ajudar
ela. A leitura da pessoa tem essa objetividade sutil. Tem outras piores: voce está num lugar sentado,
passa pessoa e você vê que ela tem um assediador com ela. Voce então joga energia, isca o assediador e
leva ele para casa para ajudar ele. A pessoa nem sabe que voce existe, nem percebeu o que aconteceu e
você na sua tenepes vai trabalhar para ajudar ele, esclarecer ele. É a minipeça dentro do
maximecanismo: essas que vêem mais o processo da objetividade sutil. E ninguém sabe o que ela faz.
Esse é o caminho para o serenismo, para ser o serenão. Daqui a uns séculos, milênio vamos chegar lá.
- Recéxis. Reciclagem existencial. Recin: reciclagem intraconsciencial A recéxis objetiva, é existencial do
prioritário. O que está faltando na sua vida para melhorar ela prioritariamente? Isso tem que ser
atacado, enfrentar a situação, fazer o impacto frontal da profissão. Uma mudança de cidade, interesse,
da aplicação do pé de meia. Pega a base dos alicerçes da sua vida, o embasamento do seu
desenvolvimento da proéxis. Intraconsciencialmente é outra cosia, é trabalhar com o ansiosismo de
esquecer uma palavra, ter um branco. É um processo intraconsciencial dentro do maximecanismo da
pessoa, lá dentro dela, a intra articulação dela.
- Primeiro passo é na reciclagem existencial, e depois vai para dentro. O processo primeiro é o
centrífugo, outdoors, e depois o centrípeto, indoors. Quando eu falo objetivo é uma coisa, que todo
mundo fala que voce mudou, como no caso da pessoa que veio para Foz e depois em SP acharam que
ele tinha feito plástica. Isso foi a reciclagem existencial.
- Primeiro ver se assenta, organiza, cria hábitos sadios com rotinas úteis. Quando coloca a sua vida com
uma organização melhor do que estava, então vai ver e trabalhar para superar os seus trafares, e ver se
eles são processos intelectuais, ou emocionais – por discernimento ou por emoção. A base de tudo é
isso aí. Lembre: psicossoma e mentalsoma. Tem uma diferença enorme. Tem que pegar as emoções
aventureiras do psicossoma e levar para os sentimentos elevados do mentalsoma. Distinguir o que
presta do que não presta, o ultrapassado do que é novo e atuante, que deve ser usado agora.
- Homo sapiens hermeneuticus: é o que sabe fazer interpretação das cosias, dentro de um nível elevado,
com cosmoética, na prioridade máxima e na recuperação dos cons magnos. Se tem inteligência maior,
aquilo vai afetar todas as áreas que voce age, e voce vai levar direito, tudo de uma vez sem deixar astro
negativo. Vai abrir caminho. Isso é o abertismo consciencial. Tem outros também, da amplitude do

140 blogtertulias.blogspot.com
processo da consciencialidade. Inteligência evolutiva e o superespecialista hemiplégico. Na informática
tá cheio de gente hemiplégico, é uma benção mas temos que ver que tem muit hemiplégico nela.
- Não alterar demais a energia imanente quando trabalha com energia, ficar mais de acordo com as
instruções de uso do seu corpo, da vida humana e desse planeta.
-Novos emails para entrar em contato com a equipe de tertúlias no CEAEC
tertulias@ceaec.org
perguntas
coord.tertulias@ceaec.org
para assuntos mais específicos de coordenação

*54:55

- Diretrizes intencionais das causas magnas. O que está fazendo na vida, o resultado lá dentro como
voluntária, o processo de registro do trabalho para deixar o serviço feito para chegar na megagescon.
São as diretrizes intencionais para chegar nessas causas, as causas magnas. Ter liberdade de
responsabilidades, e poder tocar a proéxis.
- Pessoa da parapedagogia: uma das causas magnas dela é aprofundar na parapedagogia, a preceptoria,
magistério. Recexologia, pessoa está pesquisando. Waldo: então, os registros, anotações, para chegar á
megagescon para chegar à obra escrita. Tem gente rindo atrás de você porque já tem livro, mas
pergunta pra ela cade o segundo livro? Aperta ela que ela está rindo demais.
- Relação entre o oobjetivo prioritário e a prioridade compulsória. Princípio da prioridade compulsória:
exemplo, vem aqui e tem que ter corpo para se manifestar, é dentro do princípio. Tomar conta desse
corpo para se manifsetar e cumprir a proéxis. Objetivo prioritário depende: o quê você faz com esse
corpo? Cada um aqui está usando essa alavanca, que vocês não são esses corpos. Outra coisa, a
consciência não tem nem sexo. Então como fica a aplicação prioritária desse corpo que vocês tem aí?
- Verdadeiro sentido da vida. O que é isso? Verbete sobre o sentido da vida, já trouxemos aí. É bom dar
uma pegada para ter visão panorâmica disso. Sentido da vida é qual é a diretriz básica daquilo que veio
fazer aqui: de onde veio, para onde voce vai e o que voce está fazendo aqui? São as perguntas básicas
do processo da filosofia básica e que a pessoa pode responder por ela mesma, principalmente pelo
processo da projeciologia.
- Panorâmica da sua vida: dar uma penteada com o pente fino nela.
-

*1:11:55

- Estudando a coisa com cotejo, profundidade, cuidado, sempre dá para ver melhor, como na
conscienciometria. Até certo ponto tem que se usar a parassemiologia nisso. Sempre tem a
autoparassemiologia. Agora, é bom ouvir o amparador, os amigos, o processor, a dupla.
- A exposição do código pessoal de cosmoética impulsiona o processo evolutivo. Você é uma pessoa
normovertida, introvertida ou extrovertida? É taquipsíquica, normopsíquica ou bradipsíquica? Precisa
mais de empurrão, ferrão no boi, ou trabalha por si? É mais lider, ou liderada? Tem criatividade
espontânea ou trabalha melhor sob pressão? Tem que ser cobrado ou espontâneamente faz e mostra o
que fez? Daí vem dos processos mais sérios do código pessoal de cosmoética, que é a verbação.
- Conscienciologia, o estudo da cosnci~encia é das coisas mais sérias dessa vida, e mais difícil de ser
estudado, mas vale a pena, temos que estudar o que somos e esclarecer.
- Objetivo terapêutico: o que voce pretende curar? Qual o objetivo de cura que voec tem? Está fazendo
o que na sua vida? Para curar o quê? Objetivo cosmoético, libertário, pré determinado, inafastável. Tudo
relacionado à própria consciência, à sua vida, ao seu objetivo terapêutico. Você pretende curar o que?

blogtertulias.blogspot.com 141
- Fixopensenidade, no antagonismo: fixopensenidade no megafoco. Waldo: tem uma coisa séria, você
não acha que pessoa que vem a essa dimensão tem que ter uma fixação intrafísica? Essa ficação tem
que ser baseada na fixopensenidade. Quando vai atuar no megafoco tem que ter fixopensenidade, ser
um javali naquilo que está fazendo. Outra coisa, javali, e não rio. Rio contorna os obstáculos, o javali
come os obstáculos, que nem o político que falava que não comia o mel, que comia a colméia inteira.
- Waldo tem uma fixopensenidade a uns 60 anos: estudo da cosnciência. Quantos cursos e viagens já
não deu. A bússola consciencia está sempre fixada no norte. Quanto mais a pessoa estuda, mais ela vê a
complexidade de si própria. Nessa hora tem que ter gabarito para fazer a triagem das coisas.
Fixopensenidade é o eixo. Verbete sobre intrafisicologia, com 100 itens que tem a fixopensenidade.
Apex mentis é uma das coisas que estão lá.

*****1:19:25

- Enciclopédia me ocupa uma boa parte do dia, mas ela cria filhotes e dá dividendos. Eu fui dormir um
pocuo mais tarde e levantei quase duas horas da manhã e trabalhei até quase as 6. E completei dois
verbetes. Olho muito mais detalhes, e isso me ocupa muito mais tempo, mas não saí do meu objetivo,
mantenho a fixopensenidade. E também trabalho com a ofiex, o problema da ofiex. Tem que lembrar a
indefinição: decidofobia, síndrome da insegurança. A maioria aqui já tem mais definição e não é tão
decidofóbico, e isso é grande coisa.
- Senhora que veio aqui e assentou a vida toda dela, e depois se umdou para foz, que eu conheço a 3
décadas. Ela falou que as coisas mudaram para ela, que ela está ainda no mesmo megafoco, mas que
ampliou muito, que era assistência antes baseada na tacon e que hoje está baseada na tares, e
mudaram todos os interesses e preocupações dela. O megafoco não mudou, ele se ampliou. Ela burilou
os interesses evolutivos dela. Essa pessoa inclusive era uma viuva e agora arrumou uma dupla. Ela
arrumou uma nova seriéxis, e conseguiu um novo patamar.
- Em que camada do grupo se pode enquadrar: o intermissivista já saiu do retardatário? Waldo: aqui
tem os três tipos, o intermissivista baixinho, o do meio e o altinho. Olha as palavras que euestou usando
hein. Autodiagnóstico tem que ver pela produtividade e tem que ser na razão direta da idade física da
pessoa. Quem tem 60 anos já fez um monte de coisa e é diferente do que acabou de fazer 18. A fixa de
uma pessoa com 18 anos não pode exigir a mesma coisa de uma de 60.
- Meta máxima da conscin lúcida é o cumprimento da proéxis?. Waldo: tem o pósfácio, que é a
superproéxis, a moréxis, que é maior do que a proéxis, que é uma palavra guarda chuva. Tem que ser
maior do que isso. A extraproéxis que é o nome. A turma da APEX já está estudando isso. A pessoa está
com muito gabarito e chance para a proéxis e o período de aplicação dela está menor. Quase sempre vai
receber isso já na terceira idade (???)
- Já usei muito o mini, médio e mega, e agora estou usando com calma, e vendo se tem algo para mudar
e dar uma diversificada.
- Qual o fator mais importatne para a pessoa saber se deve mudar de IC e ir para Foz. Waldo: tem que
saber onde ela vai produzir mais em favor de todos. Uma coisa é séria: a primeira coisa que a pessoa
tem qeu ver é se ela tem dependentes e se eles podem ir com ela, se vai desfalcar algum trabalho em
favor dos outros. Pessoa que sai de local, seja cidade, isntituição ou grupo, primeiro tem que calçar a
saída dela colocando no lugar que ela exercia. Quando eu saí do movimento espírita eu coloquei
quatro pessoas no lugar que eu estabelecia. Colocar no laptop uma lista das dificuldades e
conveniências, para ter mais clareza nisso.
- Objeivismo da holofilosofia: processo é que boa parte dos processos filosóficos aí, da filosofia que
estuda a polimatia, o traquejo, experimentação, veteranismo da pessoa, é de pessoas teóricas,
teoriconas sem a vivência da situação. Filosofia prática do operário, artesão. O ideal é ser o artesão e o
itnelectual; operário e cartola que administra o clube. O objetivismo dessa holofilosofia é a completude

142 blogtertulias.blogspot.com
daqueles objetivos. Tem qeu vivenciar isso ao invés de ter aquilo só da boca para fora. Vivenciar isso
com a sua turma em casa, que vive debaixo do mesmo teto. Não pode ser um carrasto, tem que ter a
cosmoética funcionando cmo você. Tem que ser a mesma coisa no trabalho. Esse é o objetivismo da
cosmoética, do código pessoal de cosmoética. Esse é o objetivismo da cosmoética.
- Como foi a sua decisão quando resolveu dedicar full time à consciência?Waldo: eu decidi isso aos 15
anos mas não podia fazre aquilo na hora, tinha que ter pé de meia, viajar. E também tinha que esperar
vocês, porque o povo de antes não entendia nada, era atirar pérolas aos porcos. Tem uma coisa, isso
que eu faço full time, eu gosto, faço o que gosto. Você tem que fazer o que gosta.
- Pessoa que veio conversar comigo a um tempo e queria saber se devia vir a foz ou não. Falei que já
estava forçando a barra, que já tinha falado de 6 coisas que não gostava. Falou para ir lá de volta para
a vidinha, para a interiorose, mas estudar o negócio, sem estar se aborrecendo com ela. Pessoa que
por exemplo, exerce trabalho que não gosta a 12 anos. Waldo fala então que tal passar um ano
passando fome e fazendo coisa que você gosta?! Temos que fazer o que gostamos, a vida já é difícil,
ninguém atinge o que quer. Nós conseguimos atingir o que a vida nos permite. Então se ficarmos
ainda fazendo o que não gostamos, estamos etregando o ouro para o bandido. Se fazemos o que
gostamos, melhoramos o nosso holopensene, ajudamos quem está ao nosso redor. Não devemos
fazer as coisas que não gostamos cronicamente. Ninguém veio a essa dimensão para sofrer. Quem
criou essa coisa de dor do sofrimento é a religião. Pessoa que conhece a energia supera a dor física.
Isso é problema primário, boboca. Vamos pensar a partir do mentalsoma que é o paracorpo do
discernimento.

**********1:35:55

- O pré determinado que é a vida que fizemos antes de renascer, que tem um percurso e leva a um
determinado lugar.
- Objetivo prioritário elementar e superior: elementar é a recéxis. Superior é a recin. Sempre olhar a
exemplologia depois da neologia, que ela mostra a neologia na prática.
- Objetivo prioritário de grupo: tem que se adaptar ao de grupo, poruqe a maioria aqui tem maxiproéxis.
Eu me adaptei ao de vocês e vocês se adapataram ao meu. Há uma adaptação recíproca, há um
entrosamento recíproco. A enciclopédia é coletiva: eu vou colocar um monte de verbetes de vocês lá
dentro, não é só minha. Eu já tinha idéia de fazer isso aos 15 anos, não sei se estou atrasado, vou ver
depois que eu dessomar.
- Elementos indispensáveis: quais são os seus potenciais? Está usando tudo que voce tem dentro do
grupo evolutivo onde trabalha como voluntária? O seu objetivo está sendoa tendido trabalhando junto
com o grupo? Isso tem que fazer umaa cumulação das camadas, e tem que se adaptar pouco a pouco
ate se ajustar. Depois de uns anos as coisas estão melhores. Já se tem visão de grupo muito maior. E
ajuda mais. Como a UNICIN que está ajudando mais o CEAEC, as tertúlias, a CCCI, as Ics... vocês sabem
que eu sou calculista, mas cosmoético.
- Waldo propõe para o próximo domindo o verbete “Cinco Ciclos”. O pessal aprova. Temos aqui hoje 149
pessoas. Eleição com 15 temas para serem selecionados.

*Flavia
- Novo email para perguntas para tertúlias: tertulias@ceaec.org
- Assuntos específicos, para a coordenação: coord.tertulias@ceaec.org
- Doações podem ser feitas para a conta específica do tertuliárium. Não vamos divulgar ela aqui, entrem
em contato com o financeiro@ceaec.org.br

*1:45:45

blogtertulias.blogspot.com 143
- Curso de identidade consciencial da APEX: tipos de proéxis e assuntos afins.
- Hoje a CONSCIUS faz 2 anos, de aniversário! Parabéns!!

***

144 blogtertulias.blogspot.com
789.Corte da Realidade - Terça 26/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:30

*789. Corte da Realidade -terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/39028185/4ce8af7a/20080226_-_789_Corte_da_Realidade.html

2008.02.26 - 789_Corte da Realidade

*Anotações
- Emails e perguntas para o professor Waldo podem ser enviados no email tertulias@ceaec.org

*Gongo
*9:48

- Especialidade: Autopesquisologia
- Definologia: Ato ou efeito da abordagem técnica de lesga (???) ou pormenor específico do cosmos a
fim de determinar a macrovisão do todo, por meio do segmento unitário escolhido ou aleatório e
aprofundar o deparamento exaustivo da pesquisa.
- Fatologia: Cortadura da realidae, cortamento do cosmos, a cortagem do corpus ideológico, o corte
do microuniverso consciencial, a vida intrafísica começando de fato pelo primeiro corte literal do
cordão umbilical, a visão maior a partir da visão menor, a pesquisa do olho na fechadura, a
abordagem pontual, o enfoque especializado, a classificação dentro da área, a complexidade do
cosmos, o corte da realidade no megatelescópio da astronomia, o minichacra da Terra, o orifício na
represa, o ato de pentear a realidade com pente fino, a varredura exaustiva do rastreamento, o corte
na análise simplificada do artigo, a monovisão pontual, o corte na análise cosmovisiológica no/do
tratado. Isso aí entra na técnica do detalhismo.
- Em bases pessoais cósmicas, intra ou extrafísicas, o corte da realidade exige racionalidade e
autodiscernimento capaz de expor a unidade, revelando a totalidade da área investigada. Você leitor
ou leitora está acostumado a fazer o recortes da realidade analisando a própria vida? As
autorreciclagens são feitas por você corte a corte? Parte por parte?
- 26 logias e 5 máximas.
- Acrescentar mais 6 itens na antonimologia.
- Cono conjugar o recorte com a visão macro? É itnrafísico ou extrafísico? O que é centrípeto e o que é
centrífugo, o que quer que aumente tem que ser centrífugo, a análise do cosmos. Às vezes tem que
complexar para simplificar.
- Antipodia, diferente de antipatia. Antipodia é um extremo, o dedo pelo qual se conhece o gigante.
- Ideal é não fazer corte para ficar só na sua especialidade.
- Ver qual a profundidade do corte, de onde até onde foi, para explicitar o corte. Nada de ficar voando,
voando e não pousar. Ver onde está o megafoco.
- Problema é no spot. O verdadeiro megafoco é a omnivisão.
- Assuntar: galinhas da pesquisa, cisquem mais! Estudaram pouco. Waldo, voce estudou pouco, tem que
estudar mais. Leu pouco, tem que ler mais. Processo de redução, porque somos imperfeitos e limitados,
se o negócio fosse extensivo, melhorava tudo. Existe o processo unívoco e o plurívoco, ou omnívoco. O
plurívoco. Estou assuntando, o nosso processo de pesquisa.

blogtertulias.blogspot.com 145
- O Waldo falando do meu corte de realidade com o bold que eu ponho em algumas partes da
tertúlia.*São as que tem umas coisas mais singulares, pra quem não gosta de ler tudo pelo menos dar
uma olhada nessas partes..

*18:44

- Olho do furacão é o termo que geralmente se usa quando a pessoa está no centro do centro do centro
do centro do centrismo. Já viu verbete chamado intraconsciencioologia. A partir daquilo dentro de você
voce vai entender o cosmos. É o apex mentis, o penetrai a mentis (?) que é o que sai de você para o
cosmos. É o megacentro, que sai de você e vai para tudo. É o motor básico do furacão. É onde tem a
centralização da eneriga que está em movimento. Sob certo aspecto, o terçeiro olho é o processo disso.
Muitos querem atribuir isso ao coronochacra, mas o terçeiro olho que é o da clarividência, é o que está
mais ligado a isso, o olho do furacão. Você é um furacão por causa do terçeiro olho, sabia disso?
- Você não é unidade? Você é unidade da humanidade, da parapopulação cósmica. Todo pesquisador ou
pesquisadora é parte da pararealidade. É um processo de grandeza, certo?
- Telescópio em função do que tem de maior e pode ser visto fisicamente. O nosso ponto de vista é a
multidimensionalidade da cosmoconscienciologia.
- Iceberg que está olhando de fora. Expressão popular que leva a pessoa à elocubração, leva ao processo
da pesquisa. A gíria é uma expressão popular numa realidade popular que leva a muita coisa que faz
parte da realidade.
- Se eu falar 1, não revela matemática? Situação mais complexa, se pegar pessoa. Qual seria o olho de
furacão da pessoa? Qual o materpensene dela? Tem visão de conjunto e da pensenidade da pessoa
através do materpensene dela. Qual o megafoco do seu interesse?
- Corpo, a soma das partes é diferente de todas. Waldo: não, isso é a teoria do barco – barco é uma
coisa, as partes são outras. Na hora que junta o barco, o que é o barco, a velocidade dele, o que ele
aguenta, pra que ele pode ser usado. O processo de cotejo, o confronto, o paralelismo, ajuda nisso tudo.
A unidade não pode ser desprezada.
- Quando vem um astrônomo e fala que tem tantos bilhões de galáxias, e o Waldo ainda vem e fala que
tem pouco, que acha que tem mais do que aquilo. E o outro fica quieto e o Waldo também não pode
falar nada, ia virar discussão sem fim.
- Minicorte da realidade, minirecorte da tudologia. Monovisão pontual, abordagem varegista, enfoque
parcial.
- Unidade revela a totalidade. Se um revela, acabou. A visão sistêmica que dá alteração.

*27:45

- Questão do parapsiquismo, tem algum padrão desencadeante? O fator desencadeante é o


discernimento. Depois vem a cosmovisão: para examinar a unidade tem que ter a cosmovisão. O ideal
seria ter um telescópio com microscópio na ponta e raio laser. Só isso não adiante, tinha que ter uma
lente daquelas minhas brabas para ter o micrótomo da nanotecnologia. Por exemplo: quero ver a
nanotecnologia num satélite de Jupter, é um minirecorte de dízima periódica d eminirecorte.
- Seria a conjugação de recortes. Toma o fenômeno ou parafenômeno como sendo um minirecorte. A
conjugação dos recortes é o que dá a pangrafia. Se a pessoa começa a olhar tudo isso grande, então
começa a desprezar a especialdiade, a psicografia. Difícil manter essa visão macro, e não pode esquecer
a micro. Tem que ter as duas, e também as intermediárias, que são as médias.
- Dificuldade de compreender gírias como a “frecura”. O que é uma frescura para uma consciência pode
não ser para otura? Frescura é prova de orgulho? Waldo: frescura é não me toques, frescurinha,

146 blogtertulias.blogspot.com
superorgulho. Toda frescura sai na diurese. Nem sempre é orgulho, as vezes pode ser inexperiência e
problema de enfoque.
- A importância do texto no meio de uma tela, que é o principal, e o que é frescura é a moldura e o
que está ao redor. Somos contra aqui as bobagens e frescurinhas da base do sub sub, pré maternal.
- Dúvida sobre a nutrição, se pessoa que deixou de comer carne vermelha, se tem que ter o mesmo
cuidado com o café e refrigerante que são consumidos todos os dias. Waldo: tudo que diz respeito à
biologia, especialmente à biologia humana, não pode ser mutilado, que biolgia não admite mutilações,
coisas abruptas, cortes biolentos da realidade biológica da pessoa, tem que ser tudo deixado
moderadamente, devagar e sempre. Se voce corta num lugar, vai faltar em outro. O processod a
encucação. Se pessoa está acostumada com guaraná e café o tempo todo, ir devagar, olhando, para não
faltar nenhuma proteína ou coisa que o biótipo da pessoa exige. Depende da sua dieta, se é pra menos
ou pra mais, que tem gente de dieta frutariana que eu conheço aí que come mais do que qualquer
carnívoro por aí. Tem que ser feito tudo gradualmente.
- Pessoa com euforins pelas tertúlias online: sai dessa, isso é coisa de amparador que nem voces que
temos aí. Waldo não vai mais publicar o homo sapiens neonatus que vai ser incluso dentro da
enciclopédia.

*36:43

- Estamos caminhando para daqui a alguns milênios para não ter mais moeda, e não ter mais
economistas, que são as pitonisas do século XXI. Isso é o caminho mas ainda vai demorar muito. Só
agora parece que acabamos com a dívida externa e a economia so Brasil está mais forte atualmente,
nesse governo do Lula que está se mostrando o mais corrupto de todos os tempos dentro da visão do
que temos constatado ultimamente.
- Pessoa que vai vir para foz, tem que ter pé de meia para soobreviver. Sempre mais lógico que a
pessoa defenda o pé de meia, e nunca o voto de pobreza que é demagogia religiosa. Temos que ter é
liberdade de manifestação. O ideal para o pesquisador ou pesquisadora é primeiro pesquisar a si mesmo
para depois pesquisar o cosmos.
- Lá a moeda que temos no extrafísico é o da energia consciencial, a EC. Você é uma pessoa large ou
miseré em matéria de energia?
- Existe ressoma em corpo adulto? Não! Isso é lá bobagem do Lobsang Rampa e bobeiras lá. Isso é coisa
de lógica. Pessoa não pode chegar e tomar conta ali, se fizer é posessão ou semi posessão. Se afastar
pessoa que ressomou desde criança com aquele corpo, então o corpo morre. Teoria de pessoas que
chegavam aqui e tomavam conta do corpo adulto não existe, é irracional e ilógico – é uma sopa que não
existe.
- O horizonte, é como o skyline mas depois dele tem outro e outro, outro... Como estamos vivendo em
imperfectolandia, que não existe ninguém perfeito, temos que ver que dentro daquele momento
evolutivo, ver o longe, o cosmos é importante para nós. E é bom ampliar a visão das coisas, ver mais à
frente e ir em frente.
- Trinômio Intenção-objetivo-perspectiva. Intenção é processo pessoal da pessoa. Objetivo é o foco da
intenção. Perspectiva é o que serviu a perspectiva, se deu para ter visão da situação, se deu para acessar
aquilo, o que rendeu. Sempre precisa dessas coisas no mínimo.
- Você sai do corpo e vem amparador falar que está ótimo mas esqueçeu uns detalhes, como parentes
que deixou para trás, que são família nuclear mas tem que cuidar também, isso as vezes acontece. Pode
ser o avô que está bancando o amparador extrafísico chamando a atenção da pessoa. Muito importante
o corte e o paracorte que a pessoa tem. Você saiu do corpo e depois tem que lembrar a rememoração
das experi~encias, tem que lembrar então o core da situação, a palavra chave do assunto. Para não
esquecer do assunto, anota o nome do abílio que é o tio dele. Volta para o corpo e lembra o Abílio,

blogtertulias.blogspot.com 147
ahhhhhh, então lemrba de tudo. Se você pega um flash, entaõ voce pega o episódio inteiro. Pelo
episódio inteiro voce pega outros, e então, se você tem vários episódios então você tem a visão integral.
- Verdadeira realidade nossa é ficar com o mentalsoma. Isso é seríssimo, não tem só lógica, é
inequívoco.
- Corpo físico – corpo fole.
- Unidade pode ser colocada como objeto de estudo? Waldo: ela é um objeto de estudo, agora tudo é
um processo que caminha para um univesalismo grandão, é o processo que caminha.
- Amigo do Waldo que tem livro de consciencia de mais de 500 páginas, de brasília. Muito interessante o
livro, da thesaurus, é bom dar uma olhada.
- Associação da enciclopédia com o gene. Geneterapia e processos todos. Já estamos estudando isso e
aidna vai mais coisa por aí. Gene é importante. Moça pergunta se cada verbete seria um gene? Waldo
fala que pode ser, mas que é importante também estudar os genes a partir da geneterapia para
aumentar a longevidade e acabar com as doenças danadas que estão por aí incomodando o pessoal.
- Fisicalismo. Ciência convencional ou materiologia, que é a eletronótica.
- Cosmanálise multifocal: até certo ponto é um pleonasmo, redundância. Já usou duas coisas separadas,
mas se colocar elas juntas vira um pleonasmo.
- Estrangeirismologia, o efeito Gehstalt, de que as partes compõe o todo. Waldo coloca ali mais esse.
- Cada recin pode ser um corte da sua realidade em termos da evolução consciencial? Waldo: o
problema todo é o ganho disso, tem que ver o tamanho do corte, tem que sempre ver porque estamos
em progresso, em evolução. O que não é corte? Se levar até as últimas consequências, então tudo é
corte.
- Corte da realidade da consciência. Sai da frente que atrás vem mais gente.
- O governo não quer a realidade. A versão não é o fato. Igual a política e a televisão do Brasil. Os
fatos são esquecidos.
- Realidade compente fino constante nas nossas vidas para termos visão to todo? Waldo: devia ser mas
não é. Uma que bebe, outra é toxicomaníaca, outra bulímica, outro com colesterol 300. Não passaram a
varredura no que fazem. O ideal seria que passassem mas não estão fazendo isso. O nome disso é
reciclagem. Primeiro vem a recéxis para depois vir a recin. Não podemos falar que a varredura exaustiva
tem a ver com o penteado. Olha o monte de tolces que tem na televisão do Brasil, pode ser chamado
até de tolicionárium, um dicionário das toliçes. Estamos querendo diminuir isso com a encicloédia.
- Se ficar escrevendo o livro ou pesquisa dez anos tem que depois fazer varredura do que já escreveu
antes porque muita coisa já mudou com a cosmovisão que foi adquirida.
- Hipótese ou teoria como recorte da realidade, que nunca é total e também não é definitiva.
Falseabilidade da hipótese. Fato de corte da realidade da teoria científica. Série de corolados para isso,
inclusive a lâmina lá do Olcart(?)
- Depois da nanotecnologia começa a extrafísicologia e vai para a matriz, e chega aos bastidores, à
capital, que é a interlúdio.

*1:00:00

- Quais ciências da fisicologia que vão chegar à extrafisilologia? A astrofísica, a nanotecnologia, a


geneterapia, a própria eletronótica. Coisa séria da geneterapia é a biônica. Tudo que é a eugenia é da
biotecnologia hoje (??).

*Eugenia: s.f. (1913 cf. CF2) med teoria que busca produzir uma seleção nas coletividades
humanas, baseada em leis genéticas  etim lat.cien. eugenia 'aperfeiçoamento da espécie via
seleção genética e controle da reprodução'; ver eu- e -genia  par eugênia(s.f.) e
Eugênia(antr.f.)

148 blogtertulias.blogspot.com
- Povo prostitui muito as palavras e elas ficam mutio envelhecidas. Waldo já falou disso no 700
experimentos, a energia dos usos, as mudanças disso. Os nomes dados a uma coisa, a parapictografia, e
que aquilo tudo pode ser mascarado, falseado, um monte de coisas. Tudo tem que estudar e pentear
com o pente fino, de 1 km de comprimento – negócio é arranjar um pentão.
- Como fica a homeopatia? Waldo: Homeopatia é um processo de energia levado ao mínimo para fazer o
máximo. O Davi e o Golias, o Júpiter e o anão. A unidade e o todo, a parte e a completude. Fazer a
teática dessas coisas, que é pensar grande, que estou tentando fazre aqui. Você que já está fazendo
livro, já penteou o seu texto? Mesmo que seja só sobre você, voce é unidade da humanidade. Pode
ester certo: vai ter muita idéia diferente sobre esse assunto.

*1:04:20

- Para um todo, se tem um conjunto de coisas que vão ser chamadas de um todo, e aquele todo vai fazer
parte de um todo maior né? Isso continua infinitamente? Posso dizer que tudo é um corte da realidade?
Waldo: é infinito, continua, mas é muito importante estudar o corte. Ideal seria em cada capítulo, de
livro ou em cada artigo, colocar um sumário dizendo que aquilo é um corte da realidade, assim, assim. A
pessoa nem pensa em um corte da realidade, ela pensa que está vendo tudoo.
- Corte de um todo é uma coisa que voce pega com um raio laser né? Waldo: É. O processo nosso é que
cada verbete desses é um ensaio, um mini ensaio, que a gente procura enfocar aquilo que interessa do
ponto de vista da pessoa na realidade. Por isso que temos as relações, dos sinonimos, dos antonimos,
remissiologia, outros.
- Ideal que a pessoa no começo colocasse recorte do que está fazendo. Dá para fazer que no verbete, a
definição é esse recorte? Waldo: é, já notaram que as vezes as definições que eu faço são mutio
discriminadas? Eu posso esxaminar o corte da realidade por outro angulo e com uma definição
totalmente diferente.
- Lá no projeciologia eu coloco um giz no meio duma mesa e cada um tem quatro angulos diferentes. No
meu curso científico se falava muto nisso e se usava muito também, no black board.
- Coisa mais séria quando vai caminhando é o sobretom. Quando entra no sobretom, num link. A hora
que o negócio fica feio, é o sobretom, daí a nuance complicou tudo. Eu sou um colecionador de migálias,
igual aquele cara que arrasta uma lata, cheia de cordão, cordel, na praia de Ipanema. Isso é uma coisa
mutio séria.
- Já examinou a efêmoroteca? O corte da realidade da efêmeroteca. Colocam ali no verbete a
efemeroteca da holoteca.
- Efêmeroteca é a unidade mínima daquilo que a pessoa na hora não deu valor, e depois fica com um
valor enorme. Minirecorte de uma realidade. O camarada recebeu um papel com um número e o nome
dele para ele assinar a cosncituição americana, quando foi feita a instituição. Aquele papel todo mundo
jogou fora. Alguém guardou, tem o nome e o número. Aquilo hoje vale milhares de dólares. É a
efêmeroteca, coisa efêmera que com o tempo começou a mostrar valor. É o corte da realidade que no
momento evolutivo, mostrou um fato histórico. Do ponto de vista de acumulação de dados, a
efêmeroteca tem valor. Mesmo que uma coisa não tenha o mínimo valor hoje, daqui a 50, 100 anos vai
ter valor. É a memória histórica, geopolítica, gráfica, memória de todo tipo.
- Seria bom vocês verem um catálogo da efêmeroteca lá embaixo, para a pessoa se conscientizar do que
é uma migalha da vida. Eu não gosto de falar em migalha, eu gosto de falar em detalhismo.
- Qual a relação entre a unidade e o corte? Waldo: o ideal é o cosncienciês, mas isso agora é impossível.
Mas seria o conscienciês.
- Aproach, é o enfoque, qualquer coisa pode ser um enfoque. Breakthrough é um rompimento de
frente, mas pequeno porque é só um corte, seria o orifício da represa.

blogtertulias.blogspot.com 149
- Termos de fases da sua vida, o senhor faria cortes específicos? Waldo: sim, eu faria mutio tempo
durante o mês de maio, que o Waldo sempre teve mutia mudança durante o mês de maio. Um cara
falou que era porque ele tinha aniversário em Abril e maio era o mês que ele tinha projetado e saído do
inferno astral dele.... E o Waldo respondeu: e a vovozinha, vai bem?
- Condições que levam o indivíduo a sempre fazer as renovações numa época, pode ser numa empresa
que quase sempre faz renocação quando acaba o exercício letivo, anual.
- Todo mundo tem isso. Eu na minha vida tive muita coisa com exercício etário. Tinha 28 anos quando
enfartei. Tive 38 anos quando tive o acidente e fiquei em coma. Eu não tive culpa de nada disso. O
enfarto eu tive, exagerei trabalhando demais. Isso aí é o problema da interatividade que tem na
sincronicidade.
- As vezes ajuda a pessoa estudar os próprios ciclos, mas tem que ter MUITA autocrítica nisso senão
viaja na maionese legal. Não pode ter muita emoção senão vai começar a congregar os fatos tudo
errado.
- Agora comigo, tinha que ver o que aconteceu comigo nos 48, nos 58, nos 68, o que vai acontecer
comigo nos 78, no meu caso.
- Coisa séria mesmo foram dois bem claros. Agora, do ponto de vista da cronologia, o enfarto foi no
mesmo mês que o acidente? Se é tudo no mesmo dia, no mesmo mês, então a coisa muda toda. Essa é a
pesquisa que tem que ser feita. Se tem cinco datas exatinhas, então etm boi na linha, entrou goteira,
tem alguma coisa no caminho, daí é bom examinar. Tudo tem que ter lógica e a racionalidade no
processo. Se nós temos alguma coisa de lógica, a natureza tem muito mais do que a gente.
Sincronicidade é o eu falo, é das coisas mais difíceis que tem para ser analizada e estudada com calma.
- Escala de observação do Projeciologia que poderia ser colocada na fatologia. Waldo anota ali, que tem
que atender a galera de modo geral ali.

*1:20:32

- Corte da realidade à luz da invexologia: corte da realidade então, homem ou mulher, uma jovem ou
rapaz, já tem dupla? Quantos anos? Qual a sua carreira? Como está a família? Seu pé de meia? Algum
dependente da família? Você realmente é um inversor? Agora tem que fazer umas perguntas cretinas,
se já fez isso, aquilo, aquele outro, então não é um inversor, é um reciclante. É por aí, esse é o corte da
realidade da invexologia.
- Turma já está para ir para Espírito Santo, no Sambaqui. As consciexes podem ser resgatadas? Waldo:
pode, quando essa turma chegar lá e começar a jogar energia para mudar o holopensene, os
amparadores podem ter algum acesso para pegar essas consciências.

*1:22:03

- Sambaqui pode ter 50 anos ou 5 milênios. Ninguém sabe de onde vem aquilo. Vieram conversar com o
Waldo hoje o pessoal do sambaqui. Waldo falou que ia ver um filme ontem mas não tinha conseguido
ver. Viu o filme que o padre foi processado por casua do exorcismo devido à mulher que tinha morrido
durante o processo.
- Esse filme é o menos pior que eu já vi de todos. Problema era que usavam muitos termos católicos no
filme, de demônio, estigma, nossa senhora.
- Nome do fimle é mais ou menos “Exorcismo de Emily Rose”. Todos que o Waldo já viu em matéria de
desassédio esse é o menos pior. Dá para cortar uns 30% que ele fica puro. No fimle tinham acabado com
um psiquiatra e outro cara, que itnham morrido e tambémd epois os assediadores queriam pegar o
padre que fez o exorcismo.

150 blogtertulias.blogspot.com
- Estória da criança índia dos indígenas que tinham ido embora e a criança ficou lá chorando. Foi
levada para inglaterra, estudou, fez faculdade e se casou com um cara. Tudo depende da mesologia
das coisas. No meio de índios pode ter gênio lá no meio deles trabalhando com as cosias. E otura
coisa: onde tem serenão? Ele pode estar no meio de qualquer lugar, pode estar lá com os índios. Ele é
anônimo.
- Waldo examina muito isso, vem do interior que era o fim do mundo na época. Quando Waldo saia da
cidade para estudar, entravam uns caras na jardineira, índios co lança e ficavam ali parados em pé e
depois desciam e iam pra um lugar. Isso na década de 40.
- Sabem que aqui tem índio aqui né.
- A jardineira tinha galinha, um calor danado, viagem de 200km passava o dia inteiro, e olha que o cara
corria! Às vezes tinha que cortar cerca porque tinha chovido e precisava passar pelo pasto para depois
retomar as estradas. De modo que, viva os índios.
- Um bom tema: a antropologia da consciência. Dentro da psicologia tem. A consciência antropológica.
Waldo gosta de usar o termo somatologia hoje em dia. É a mão, mas tem mais coisa também.
- Qual a opinião dos inversores em relação aos riscos de fanatismos e religiosidade em função da
imaturidade e da euforia desse grupo. Waldo: temos que dar um desconto pra eles que eles tem
pouca experiência, que eles estão engatinhando com a própria vida. O problema é cuidar para não ter
desviologia para não sair da estrada principal e ir para o acostamento. Com o princípio da descrença
hoje, achamos difícil ter muito fanatismo ou religiosidade dentro das nossas coisas. Até hoje, os mais
críticos que temos hoje ainda são os jovens, mas isso é normal, que quem critica mais são os jovens
mesmo.
- Exemplo do rapaz de Cuba que vai contra o fechamento do país, e enfrenta pressão lá.
- difícil termos fanatismo aqui hoje conosco, com o princípio da descrença. É que nem quando falam que
nós somos uma seita ambém tem gente que acha que é seita, mas nós debatemos tudo isso aqui e
acabamos com tudo que é seita, até com a opus dei, que dá um problemão para mutia gente. Quando
na invexis se coloca para a pessoa verificar o que ela pensa para não pensar mal, a coisa já voi toda para
o microuniverso consciencial.

*1:33:00

- Ter autocrítica, tem que ter muita para fazer a inversão existencial. Quando perguntava se já tinha
ajudado alguém a fazer aborto, então todo mundo pensava... Que se já ajudou com aborto tem que
fazer uma reciclagem, para lidar com o que já foi feito, já que não deu para fazer a profilaxia do aborto.

*1:35:40

- Se é uma realidade de dimensão psicossomática onde você tem consciência e lucidez plena, então o
seu veículo está bem alinhdo com a dimensão e vai dominar bem aquela realidade. O problema é
quando voce está com o mentalsoma em uma dimensão de psicossoma, porque vai ter mais
hiperacuidade para fazer a apreensão de tudo. Aqui, com o corpo humano, bato com a mão na mesa e
vejo que é uma mesa. Se voce estiver com o corpo humano e usar ainda o mentalsoma, vai apreender
mais coisa. Quando está só com o mentalsoma, já vai ter outra visão, vai transcender essa dimensão,
vai extrapolar a realidade, ver muito além dela.
- Pararealidade e o que cada pessoa capta dela, cada um um corte diferente. Uns mais profundos e
outros mais superficiais. Uns mais superficiais e outros mais profundos. Se existe pararrealidade mais
ideal, ou se depende de cada pessoa? Waldo: pessoa pode ter hiperacuidade maior que a sua ou a
minha, mas estar down no momento, no low profile, cansado ou qualquer coisa – podemos as vezes

blogtertulias.blogspot.com 151
passar a pena nela e dar na frente. Você vê muito que eu insisto no momento evolutivo, porque varia,
o lugar, a intenção da pessoa, o grupo.
- Se fizessemos experimento com vários teleguiados autocríticos, a tendência seria que elas tivessem a
mesma informação? Waldo: não, um pode ver uma parte, um ângulo que o outro não viu. O teleguiado
conscin vai ter uma capacidade maior por ter o que chamamos de idiota, o egoista, o processo que fica
nele, o ponto. Comprar ponto até eu. Se ele tem o paramicrochip ele vai aprofundar mais do que a
média de todo mundo. O sensitivo que tem clarividência, como acontece comigo, voce entra no
telefone vermelho e vem uma porção de idéias. É uma beleza voce ter acesso a uma central da
verdade (verbete já dado). Aquela central, dependendo da radiação que eles estão dando, pode ser
uma informação para todo mundo, e vai até certo nível de informação que é o limite do que as
pessoas vão entender ali no momento.

- Esse copo por exemplo: é uma beleza mas corta os lábios da gente, não é funcional. O mais popular
não fere. Agora, esse aqui é um perigo. Tem que ter um corte da realidade para ver a aplicação
tecnológica de um produto. Esse copo aqui é uma belezinha mas tem que ver como vamos usar ele, sem
nos cortar.
- Concienciês, quando pega a coisa lá na frente.
- Corte mínimo da realidade. Passa a mão aqui nesse copo e toma cuidado que pdoe cortar a sua mão.
Olha, dá até para fazer música com isso aqui ó, o barulho do copo.
- Vamos supor, o meu trafar pessoal é falar muito, a verborréia. Tem qeu fazer um corte nisso.

1:43:47
- Corte mínimo da realidade – abordagem racional conscienciométrica. É o corte que pode acontecer
com o copo que é de plástico afiado ali.
- Corte máximo da realidade - abordagem racional paratecnológica ao fenômeno da cosmoconsciência
recém vivenciado pela conscin lúcida projetada: conscienciês, quando pegou a coisa lá pra frente.
- Problema de você ver uma consciex livre e sentir a presença dela. Isso é um cortão né, é a presença
dela. É conscienciométrico, a diferença dela. A paraconscienciometria é também a conscienciometria.
- Conscienciograma tem 2000 cortes né.

*1:46:00

- O senhor acha possível praticar um aborto com discernimento para o indivíduo poder fazre uma
tarefa policármica que ele tinha que fazer? Waldo: para mostrar maturidade tem que fazre a
profilaxia do aborto. Agora tem aborto que eu sou a favor sim, como em caso de moça que morava
sozinha no primeiro andar aqui no sul e trabalhava conosco, e então veio um assalntante e entrou lá
por um lado, viu que ela estava sozinha, fez um assédio em cima dela (estupro) e ela ficou grávida. Ela
nem viu a pessoa, porqeu era escuro, noite e ela ficou grávida. Aquilo ali já é um assédio, está
entrando em coisas dos outros. E vai ficar com o assediador que enxertou o processo lá e ainda ficar
com o fruto daquilo? Mutio tabu com o processo de renascer, tem que retirar. As vezes pode ajudar a
pessa que está nascendo a dar valor para a vida dela. O ideal era manter essas coisas mas e numa
condição dessas? Já tem até lei que prevê isso, e ninguém pode reclamar de nada. Então vamos
pensar bem nessa estória. Há aborto que eu sou favorável. Não podemos ter tabu com isso.
- Pra mim, processo de dessoma e ressoma não é bem como colocam por aí, que eu já vi tudo disso.
Quando tem gente que entende do assunto, amparador, e evoluciólogo, se tem aborto é porque tem
assédio, é baratosférico, não tem alta expressão em matéria de evolução.
- Essa moça não tem como fazre mais inversão, tem que reciclar porque já entrou num circuito do
acidente de percurso. Tem mais coisa atrás. Por que foi só ela? Por quê não foi a matide ou a mariana?

152 blogtertulias.blogspot.com
Os afins se atraem, ela tem que reciclar. Agora, não podia prolongar a reação em cadeia do acidente de
percurso, tem que abortar o processo.

-1:49:30

- Nos 15 anos com 99 temas debatidos no curso de sexossomática, o aborto era o que mais dava
problema. Outro problema era a dieta vegetariana, que o povo queria santivicar aquilo e a gente
desancava com o negócio. Outra coisa era quando perguntavam se Waldo acreditava em “Deus” ele
falava assim: NÃO!
- No Brasil isso é um tabu, uma pessoa falar que não acredita em deus. Ó, pra vocês, aqui, o deus de
vocês, uma banana. Eu abençôo tudo mas não quero saber disso. Agora, por quê? Eu acho que tem
uma causa primária nisso tudo mas não esse deus que o povo fala aí, isso é uma besteira. Isso pa mim
é fantasia, é literatura, é romantismo. Agora, uma causa básica, tem que ter. Mas nós não sabemos o
que que é isso, então isso, esse assunto de Deus é mateológico.

*Mateológico: s.f. (1634 cf. BPPro) estudo fundamentado em coisas que estão fora da experiência
ou da compreensão do homem, e que por isso se revela inútil  etim gr. mataiología,as
'linguagem inútil'; ver mateo- e -logia

*Mateológico: adj. (1881 cf. CA1) relativo a mateologia e a mateologista  etim mateologia + –ico;
ver mateo- e -lógico; f.hist. 1881 mateologico

*Inútil: adj.2g. (sXV cf. FichIVPM) 1 que não tem utilidade, serventia, préstimo <informação i.>
<objeto i.> 2 que não vale a pena, que é baldado; infrutífero, vão <insistência i.>  adj.2g.s.2g.
pej. 3 que ou aquele que não serve para nada; que ou quem se revela imprestável, incapaz
para realizar qualquer coisa  etim lat. inutìlis,e 'inútil, supérfluo, vão, inábil, incapaz, nocivo,
prejudicial'; ver us(u)-; f.hist. sXV inutille  sin/var como adj.: ver sinonímia de baldado e
antonímia de conveniente, fecundo, lucrativo e necessário; como subst.: ver sinonímia de
parasita  ant frutuoso, útil; como adj.: ver antonímia de baldado e sinonímia de conveniente,
fecundo, lucrativo e necessário  noção de 'inútil', usar antepos. mateo-

- Você entendendo bem o seu passado, vai começar a entender o seu presente que já é futuro. Todo
presente já é futuro, vamos entender por aí. Os segundos passam.
- Toda pesquisa é útil desde que seja prática, vale a pena estudar. O problema é ver a priorização. Nem
sempre estudar fora do seu ambiente vale a pena. Tem que ver onde se pisa: os dois pés na rocha.
- Este verbete não é homeostático porque é um corte: toda pesquisa é neutra. Pode ser pesquisa para
matar mais gente, com má intenção ou para ajudar mutia gente, curar doenças.
- Cosmoconsciência: duas pessoas vão ter percepção diferente da realidade? Waldo: lógico. Você vendo
qualquer objeto, pode ver corte de plano diferente da realidade. Um pode ir ver até um corte mais
profundo do que o outro. A prospecção é variabilíssima. É muito difícil. Quanto maior o egão, menor a
visão. É uma frase, mas me perdoe, é assim mesmo. No caso, a megavisão, porque o egão faz a
minivisão.
- Enrigecimento do soma. É quando a pessoa enrijece as suas idéias, coagula elas, é neofóbica, não sai
daquilo, tem uma estagnação. Quando enrijece isso tudo piora pra pessoa. É a senescência, a senilidade,
a pré senilidade da pessoa cinquentona que já tem demonstração de ranzinzice.
- Tem uma hora que a coisa é bem clara, tem um enjessamento, uma estagnação. O primeiro sinal é a
teimosia, que é querer dar rasteira no vento, escrever na água. Pessoa enrijece também no

blogtertulias.blogspot.com 153
sedentarismo. Pega os joelhos dela, que é o que atleta mais usa. Só de ver uma pessoa andando por trás
já dá para saber a idade dela

***

154 blogtertulias.blogspot.com
790. Interação-Análise-Síntese - Quarta 27/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:32

*790. Interação-Análise-Síntese - quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008


*Download
---

*Anotações

*15:50 segundos
*gongo!!

- Minha gente hoje estamos aqui com interação análise síntese.


- Especialidade: Experimentologia.
- Técnica da conjugação por parte da conscin pesquisadora, o homem ou mulher, dentro da linha de
evolução dos pensamentos dos achados e das verpons, dos acréscimos obtidos através das
abordagens racionais e das conclusões temporárias das investigações, formando a reação em cadeia,
ininterrupta, onde cada nova síntese extraída extraída entre as centenas de itens da análise finda
representa o primeiro das centenas de itens da nova análise imediata, ou superveniente em novo
patamar pesquisístico...... *gap ..... Qualquer contexto pesquisístico. Você leitor ou leitora, ou aqui no
caso, você aí que é tertuliano ou tertuliana, ou paratertuliano e paratertuliana, admite o abertismo
cosnciencial da técnica da interação análise síntese? Já aplicou a técnica alguma vez? Está aí para o
nosso desafio para o processo de passar o gargalo da pesquisa e da evolução. Tudo um processo do
homo analyticus e do homo progressivus e do homo autoperquisisticu (??).
- 7 omnis para examinar na ominologia.
- Na interação análise síntese mínima: é a interatividade aplicada em duas pesquisas afins.
- Interação análise síntese máxima: é a interatividade aplicada em múltiplas pesquisas afins. Várias Ics
hoje, EVOLUCIN que mexe com criança, APEX com proéxis. A APEX por exemplo, estuda a proéxis da
criança? É a miniproéxis. Em que ano deve ser a faixa etária em que se deve falar proéxis? Entendeu o
processo da interação?
- A parapedagogia, a reaprendência. Como é a parapedagogia entre a educação formal e o
autodidatismo aplicado ao processo da criança? Como é o autodidatismo dentro da faixa etária da
adolescência? Dos dez até os 26 anos? Este autodidatismo seria o que? É a preceptoria. Agora, vamos
colocar 15 instituições nisso, já temos 17 aqui né, e caminhando para 18 Ics. Agora, do ponto de vista
das Ecs, que temos as que são escolas, as que estudam vários tipos de idiomas. Colocamos as Ics e as
Ecs, e interagem umas com as outras, não tem limite. A rigor também a enciclopédia é infinita, é um
livro infinito. Mas não podemos ficar escrevendo ela para sempre. A eralidade do cosmos, a cognição.
Temos que estabeleçer as limitações prioritárias, que se faça limitações mas tem qeu sre prioritárias.
- Transpolítica: qual a política que o seu amparador usa para ajudar você na tenepes? Qual a
transpolítica do Transmentor quando ele aparece para me ajudar aqui nas questões da enciclopédia?
Política e filosofia, todo conhecimento grupal ela aparece. Uma IC, é apolítica mas tem uma política
filosófica, daquele objetivo da razão social. A trans é sempre aquela que transcende o comum.
- Próximo corpo para ser feita a análise, muda tudo. A maioria tira o corpo fora disso porque é das coisas
mais difíceis que tem.

blogtertulias.blogspot.com 155
- Entrar com arte bonitinha e sentimentalismo não dão certo, tem que ser os dois pés na rocha e
mentalsoma no cosmos, senão desvia e daqui a pouco fica tudo irracional.
- conexões insuspeitas: isso e´a perola negra, a verpon, o neocosnctructo ignorado, a estrela da manhã.
- A técnica da interação análise síntese é atacadista. Não pode ser varegista, vendo ela com todas as
nuances, coisas sutis, sobretons, véu de áfaro da fantasia, da literatura lusitana. Aqui tem qeu ser
concreto. Você tem um contexto, faz análise dele, penteia ele e passa num micrótono, de cortar salame,
como no açougue, bem fininho. Hoje já se faz isso com célula, na nanotecnologia. Outra coisa, tem hoje
o microscópio eletrônico que passa além dos fractais. Você então fez uma análise, picotou tudo, pente
fino, e arranjou aquilo tudo. Isso é uma análise, é atacadista. Voce me dá então e eu falo que não quero
a análise, quero um resumo, a síntese. Você fala então que não dá para colcoar um item só. Eu falo daí
para colocar um macro nele, um mega, mas que ele tem que significar o resto. Eu tinha uns 16 anos
quando eu levei pro processor...

*GAP na transmissão

- Pesquisa pouca, ignorância, é uma coisa que nãu deu para pegar.
- Em vidas anteriores minhas, mesmo escrevendo com muita enumeração eu deixei muita dúvida,
então hoje eu suo da exaustividade para amanhã o povo não ler o seu livro e ir atrás de você fora do
corpo. Eles vão entender errado e as vezes voce leva a vaca deles pro brejo sem querer. Depois no
intermissivo isso me deu um trabalho quando vieram me perguntar o que era isso e aquilo que eu
escrevi. Ninguém gosta de fazer repetição como eu repito. Dicionário é def. Definição.

*14:40 segundos

- Antagonismologia..
- Enciclopédia é análise síntese, porque: a remissiologia é uma análise. Remissiologia já com 800
verbetes, isso aqui é 780 verbetes, com síntese de 15 verbetes. Pega hoje e vai estudar proéxis e estuda
15 temas sobre proéxis, nenhum igual ao outro. Tem o manual da proéxis, e o que tem nesses verbetes
também não tem no manual. Eu vou por todos esses manuais dentro dos verbetes. O verbete em si
pode ser considerado como uma síntese. Hoje em dia a conscienciologia, segundo a enciclopédia pdoe
ser estudada com 780 sínteses. Agora essas minhas sínteses ainda estão muito mixurucas, tem que
melhorar elas.
- Waldo aproveitando mais as anotações do pessoal ali sobre os verbetes, fala que eles estão muito
melhores.
- Waldo fala que não tem erudição, só leitura acima da média. Fala que os interneteiros, blogueiro,
orkuts de modo geral cheios de processo analfabeto, pelo que tem de bobagem na internet e não setá
no gibi. Maioria acha que internet ainda não tem 50% de coisas palpáveis. Tem muito amadorismo,
achismo. Falta profissionalismo, veteranismo e traquejo.
- Questão dos livros: o que aconteceu com o Maquiavel na questão do “O Princípe”. Waldo: O que
voce ia perguntar pro Maquiavel se voce encontrasse ele? Eu tenho uma cretiníssima, quer falar a
sua? O trio parada dura quer falar alguma? Pessoa: se ele já tem vislumbre do que é inteligência
evolutiva? Waldo: isso é o óbvio, mas eu ia perguntar se ele ainda estava sofrendo pelas
cosnequências e repercussões do que ele tinha feito, escrito, ou se já tinha superado? Porque: o livro
é ambíguo demais, é cosmoético e anticosmoético, difícil. E a pessoa chega lá e usa só o viés da
marginália, a parte anticosmoética. Waldo não pertuntou o caminho para ele remediar, eu pergunto
se ele aidna sofre, é uma pergunta cretina. O pepino é esse aí. Maquiavélica a personalidade dele. O
Antônio ali querendo falar. Povo classificou o tema dele como nosográfico, poruqe a intenção dele era
de contribuir para que os príncipes alcançassem o poder e defendessem o bem estar. Waldo: só tem

156 blogtertulias.blogspot.com
uma coisa que eu não tenho de acordo com isso: ele carregou com as tintas. Eu hoje classifico como
nosográfico, perante a cosmoética ali não tem como. Por causa da época. O pessoal de hoje usa aquilo
como uma arma, um tacape contra as pessoas. Por esse aspecto é totalmetne anticosmoético o livro.
*Pessoal de hoje querendo usar textos antigos pra passar por cima dos outros.
- Intenção do Maquiavel devia ser boa, mas deu nisso aí. Antônio: naquela época ele foi um precursor de
colocar no papel o que ele observou naquela época. Waldo: outra observação da cronêmica: a
infelicidade a pessoa ter que fazre uma coisa dessas e ser o pioneiro de um negócio tão difícil que deixa
tanta repercussão até hoje. Se ele tivesse noção de cosmoética naquela época ele não ia ter feito isso. Ia
mostrar o lado bom da estória mas colocando a ética que o Sócrates defendia. Tem outra coisa pior:
voces já analisaram os provérbios do la roche foucault? Adágios, anexis, desses que as vezes são muito
ingênuos, o dele lá mostra a realidade da época mas com coisas boas de uma inteligência profunda e ao
mesmo tempo coisas de uma agressividade regressiva com a evolução.

*Nicolau Maquiavel: Nicolau Maquiavel, em italiano Niccolò Machiavelli, (Florença, 3 de Maio de 1469
— Florença, 21 de Junho de 1527) foi um historiador, poeta, diplomata e músico italiano do
Renascimento. É reconhecido como fundador do pensamento e da ciência política moderna, pela
simples manobra de escrever sobre o Estado e o governo como realmente são e não como deveriam ser.
Os recentes estudos do autor e de sua obra admitem que seu pensamento foi mal interpretado
historicamente. Desde as primeiras críticas, feitas postumamente por um cardeal inglês, as opiniões,
muitas vezes contraditórias, acumularam-se, de forma que o adjetivo maquiavélico, criado a partir de
seu nome, significa esperteza, astúcia.

*Jean Jacques Rousseau: Jean-Jacques Rousseau (28 de Junho de 1712, Genebra - 2 de Julho
de 1778, Ermenonville, perto de Paris) foi um filósofo suíço, escritor, teórico político e um
compositor musical autodidata. Uma das figuras marcantes do Iluminismo francês, Rousseau é
também um precursor do romantismo.
As ideias políticas de Rousseau tiveram grande influência nas inspirações ideológicas da
Revolução Francesa, com o desenvolvimento das teorias Liberais, e com o crescimento do
nacionalismo.
Sua herança de pensador radical e revolucionário está provavelmente melhor expressada em sua
mais célebre frase, contida em O contrato social: «O homem nasce livre, porém em todos lados
está acorrentado».
Inspirados nas idéias de Rousseau, os revolucionários defendiam o princípio da soberania
popular e da igualdade de direitos.

- Outra coisa, algue´m já leu as memórias do casanova? Ele tinha boa intenção, mas os livros são
terríveis. O predomínio do lado espúrio, anticosmoético tem que ser visto.
- Tem que colocar a pessoa no contexto, perguntando se hoje voce assinaria o livro embaixo hoje.
- Lucidez não é nada, olha o que o Hitler fez com toda a lucidez dele.
- A maioria dos políticos usa esse processo, tanto que hoje a palavra maquiavélica se tornou pejorativa.
O que eu vejo é o seguinte: todas as pessoas devem ler de tudo se elas tiverem gabarito e alcançe
cognitivo do processo. É bom ler mas tem que saber distinguir, com o autodiscernimento, para saber o
que presta e o que não presta. O livro pode ter ajudado alguuma coisa sim, mas isso de existir é uma
coisa relatica, como que vai acabar com ele? A pergunta de ser ele ainda recebe algum efeito negativo
por aquilo.

blogtertulias.blogspot.com 157
- O cara que escreveu sobre o suicídio ainda não virou serenão em um milênio, aquilo vai encalacrar a
consciência durante um tempo. Quantas vezes a pessoa já não escreveu soobre suicídio, e ainda vai mal
porque escreveu um livro.
- Na terra do Waldo isso do maquiavel ter tentado ser positivo tem um nome: frase que consola.
- Toda vez que for analizar personalidades controvertíveis, olhar a cosmoética e examinar a coisa. Todos
eles são nosográficos, não tem como maquiar e dourar a pílula. Cosmoética é da época lá da China,
daquele livrinho que foi publicado.
- Waldo fala para os teletertulianos as perguntas:
- Relação análise sítnese e teática: análise síntese É a teática. Primeiro tem que ver a teoria que é 1% e
depois ir para a prática. A primeira coisa é saber a teórica e depois ir para a prática. Examinar uma por
uma, com calma e ver o que sai disso.
- Qual o papel da tenepes na pesquisa da desperticidade? O que acontecia com a desperticidade antes
da técnica surgir? Waldo: a desperticidade, as pessoas já praticavam os passes para o escuro a
milênios, a anos. Os serenões já faziam isso a anos. Isso tudo já existia antes. Eu estou só atualizando
o processo da gente por não saber que existia antes.
- Pessoa com capacidade de análise mas dificuldade para o fechamento das idéias. Pegar tudo de
madrugada e fazer a síntese no silêncio da noite. Se ela tiver problema com isso eu convido ela a vir uma
temporada aqui nos laboratórios, no pensenologia que ela melhora em uma semana aqui.
- O que acha do orientalismo, o feng shui? Waldo: isso aí eles exageram e falam um monte de
besteira, mas a dinâmica de energia, local de poder, tudo isso é real. Mas eles exageram para vender
isso comos e fosse indústria. Nunca dormri com os pés virados pra porta, cabeça pro leste, é tudo
besteira. Isso é moda, tapeação, e processo de venda das cosias. Agora, a direção da energia, o ritmo,
é um fato. Recomendo que voce leia sobre as 39 manobras com energia do livro projeciologia que eu
explico tudo isso lá. Orientalismo falta muito poruqe eles levam tudo para o lado sacrossanto. Não se
deve adorar nada, tem qeu usar é o princípio da descrença, não acreditar nem no que eu estou
falando aqui, nem na internet aí. Voce pega ou larga, não fazemos a cabeça de ninguém, queremos
clarificar os rtemas, mostrar os fatos e parafatos. No orientalismo não se estuda o desassédio. Se
começa a ficar feio, ruim, eles não tocam. Não curam doenças, porqeu só falam no positivo, sem
estudar a desafeição, a melancolia, o problema a doença, o assédio. Lá falta o estudo do desassédio.
Feng Shui entraram nisso devido ao processo comercial para vender para as indústrias. Tem um local
de poder, objetos gaurdam energia, bagulho energético: essas cosias são reais, algumas coisas lá são
de fato reais.
- Há coisas suaves e pequenas que temos que levar em recuperação: o mico leão dourado que parece
um bicho de pelúcia. Voce sabia que o mico leão dourado tem cheiro igual o de chocolate? Então voces
podem ter um pra tomar conta, voces chocolatras.
- Outra coisa: sabia que fruta melhora o humor? Mandem frutas para pessoas de mau humor.
- Autofuga de pessoas que querem ser crianças quando crescerem. Eu por exemplo, tenho que fazer
força para ficar lúcido e não entrar na segunda infância e aguentar a saraivada de petardas que vocês
mandam aqui pra mim. Tem gente mexendo com a psicologia desse processo de criança na
adultidade.
- Nessa era da informação e consumismo e cultura caótica. Você ainda lê livro com o autor fumando
cachimbo na capa do livro? Isso é profilaxia cultural. O cara que fuma cachimbo nessa época e deixa foto
dele fazendo isso no livro, é profilaxia não perder tempo com esse homem.
- Dia 1º de março vamos ter o lançamento do livro em braile lá no Discernimentum, e às 20 horas vamos
ter na sala da reaprendência, o evento do lançamento da inauguração da sala com outras coisas. Quero
dizer a vocês com toda felicidade que haverá uma boca livre no processo lá.
- Waldo fala do blog de novo.

158 blogtertulias.blogspot.com
- Como estão as construções lá do tertuliárium? Só para atualizar: fundação foi toda concretada e 60%
dos pilares começaram a montagem das formas da rampa do segundo pavimento. Dali do salão de
tertúlias dá para atualizar.
- Sinonímia do serenão e outros estudos e linhas: única coisa que parece que existe parecido com isso.
Jesus Cristo não foi serenão, Sócrates não foi, Apolônio de Tiana não foi. Antigamente os “potestades
celestes” eram o nome mais parecido com o serenão que se tinha antigamente, mas ainda era um
processo muito místico. Agora, pensa e vai arranjar uma pessoa serena. Só isso já arranjava problema.
O cara falou olha lá uma pessoa serena. Chegou lá e era uma estátua.

Apolônio de Tiana: (Τυανεα Απολλωνιον) (Tiana, Capadócia, 13 de Março de 2 a.C. – Éfeso, c.


98) foi um filósofo neo-pitagórico e professor de origem grega. Os seus ensinamentos
influenciaram o pensamento científico por séculos após a sua morte.
A principal fonte sobre a sua biografia é a "Vida de Apolônio", de Flávio Filóstrato, na qual
alguns estudiosos identificam uma tentativa de construir uma figura rival à de Jesus Cristo.
Apolônio também é citado nas obras "A Vida de Pitágoras", de Porfírio, e "A Vida Pitagórica",
de Jâmblico. Acredita-se ainda que ele seja o personagem "Apolo", citado na Bíblia em Atos dos
Apóstolos e I Coríntios.

*63:40 segundos

*Flavia fala do tertuliárium


- Temos os tijolinhos à venda, por 50 reais, e equivale a 180 tijolos para o Tertuliárium que está sendo
construído. Podem entrar em contato com o financeiro do CEAEC e voce pode obter informações
sobre como adquirir o tijolo ou fazer uma doação para a construção do Tertuliárium.

*Waldo
- Maximecanismo regrado pelas centrais extrafísicas e com uma coesão total entre eles. Entra aí o
paradireito, a paradiplomacia, a priorologia. O caso seria uma parapriologia evolutiva. O que interessa
dentro do momento evolutivo atual. Uma coisa interessante é que a polícia do amparador extrafísico do
tenepessista, de função, é um pouco diferente do amparador extrafísico de função do ofiexista: a
política é otura porque o do ofiexista é mais sutil e abrangente, que pega comunexes mais avançadas. O
do tenepessista pega desde a baratrosfera e outras funções.
- Todo líder, que mudou, o megassediador que mudou e pode fazer assistência, vai para a ofiex,
independente do nível de desequilíbrio dele. Isso aí não tem nos livros, é para ser estudado com mais
calma. A ofiex é também então a câmara de reflexão para a grande viragem do processo evolutivo.
Pela influência que o ex megassediador ali tem na baratrosfera, tem que ser assistido se ele resolveu
mudar, pela capacidade de atuação e influência dele, até de didática é maior. Lembra que o Rosseaou
ia trazer 1200 consciências com ele, que eram marginais da baratrosfera?
- Quando eu falo aqui para ter sentido e ter lógica, é para ver se está expandindo o que estamos
discutindo.
- Na hora que passa da ofiex fica muito maior a tares.
- Rosseau foi primeiro que vieram os lugares pendentes dele, depois chegou um ponto em que pegou
4º, 3º, 2º escalão. Quando pegou perto dele, ele apareceu. Quando faz um choque com ele, a gente faz
uma reunião na ofiex, e quando ele vai e joga a toalha, ele muda de partido. É mais do que acareação. O
processo é praticamente uma confraternização de reciclagem, é um negócio terrível. Lembra quando eu
falei do pandeiro que era uma cosia grandona? Lá no pandeiro não era bem uma acareação, era uma
confraternização visando a programação existencial.

blogtertulias.blogspot.com 159
*Aacreção: s.f. (1793 cf. DA) 1 ato ou efeito de acarear; acareamento 1.1 jur confrontação de duas
ou mais testemunhas, entre si ou com as partes ('litigantes'), cujos depoimentos anteriores não
foram suficientemente esclarecedores  etim acarear + -ção; ver car(a)-  sin/var ver sinonímia
de confronto

*1:10:20 segundos

- Alguns passam pela ofiex, mas começa a diluir poruqe os que já passaram começam a pega 4, 5 com
eles.
- Maquetes vivas.......

*gap na transmissão

- Visando a melhoria de todo mundo mais próximo de nós. Isso aconteceu com a minha família aí.
Pessoa que fazia 87 anos morando numa cidade. Eu cheguei pra ela e falei que se fosse o meu caso, o
ideal era fazer isso, mas olhar o que ela queria. Depois que eu sobe que ela falou, eu disse pra ela que se
lá no lugar novo estivesse ruim, que ela viesse pra cá que eu dava um jeito. Isso ia influir num monte de
coisas da família verdadeiro clan da estória que ia pegar. Uma confraternização que era pra isso. O
extrafísico é como se fosse um clã extrafísico político, um centrão.
- Todos os cupixas dele, estão querendo mudar, ele também muda. Aquilo pega e a pessoa decide qual o
novo patamar da equipe toda, do grupúsculo evolutigo extrafísico.
- Lá pelas tantas não precisa porque o segundo, terçeiro escalão vem com a gente, e acontece o efeito
halo da estória.
- Quanto tempo até chegar nos líderes desses processos? Waldo: ah, depende. Nesse caso aí
trabalhamos umas décadas, e a gente conseguiu isso quando eu ainda estava em ECP2, na época que eu
dirigia eles ainda. Tinha gente até que queria falar comigo daquilo.
- Não tem jeitinho brasileiro pra ofiex não. O que eles fazem é assistência direta mesmo, e se precisar
leva pra interlúdio. Não há meio termo nessas coisas, é tudo assentado e acertado, é 8 ou 80. Tudo
com saldo cosmoético. Ninguém deve falar que está fazendo tenepes se não segue as técnicas, senão
vai dar na cabeça da pessoa.
- Por isso que a nossa reciclagem que dá efeito em volta? Waldo: sim, ninguém evolui sozinho, isso é em
qualquer simensão. O que eu falo: onde tem esse dedo, tem um milhão de dedos.
- Era o caso da minha irmã que era a mais velha da família, e eu nunca tive nenhuma rusga com ela.
Notaram como ela é tranquilona? Essa mudança é um dos passos mais importantes da vida dela, que
todos já estão grandes. Agora, ela conhece energia e sabe as nossas coisas. Ela entende e tem
conhecimento, e então isso é para juntar todo mundo e ter uma noção, porque todos queriam influir. Eu
não dei opinião nenhuma não, eu ponderei e dei hipóteses todas baseadas em fato. Uma pessoa assim
pode fazer assistêncai maior aonde? Onde tem mais família, se ela aguentar viver com esse pessoal
todo. Por isso que eu falei pra ela que se lá tivesse ruim, pra vir pra cá que a gente dava um jeito.
- No caso de Cuba, os prósteres dele já estão querendo mudar a situação e o fidel não muda? Wlado:
Não, tá todo mundo lá, e Raul falou que sempre vai ouvir o Fidel. Cuba é um atraso total, mas o pior é
a falta de prioridade para a população, 11 milhões de habitantes. É uma vergonha isso hoje. Ficam
perdendo tempo com esse homem falando besteira lá com 11 milhões de habitantse. O cara começou
a pintar, ter fama, entãoe le deita na cama e todo mundo segue. Isso aí é um cara que começou a falar
besteira na rua e eu fui perguntar pra ele por que ele estava fazendo aquilo. E o cara respondeu que
era o único jeito dele aparecer, e isso dentro da psiquiatria é exibicionismo, que tem muita gente que
quer fazer isso. Fidel e Lula são especialistas em exibicionismo. Agora, eles têm carisma. Carisma é um

160 blogtertulias.blogspot.com
ponto de interrogação. Carisma é aquele Charles Manson que fez processos satanicos e matou a atriz
lá nos estados unidos. Carisma é uma besteirada.
- Toda conversa devia ser analisada e ver qual o processo do ibope, o ibope do IBGE. Fala-se muito em
cuba e se faz pouco. Isso é lógico? É baseado e fatos isso que eu estou falando? Agora, aquele rapaz que
estava perguntando lá por que não podia sair de lá? Nunca fui à cuba, não perdi tempo com isso. Agora,
tem um monte de artista aí batendo palma pra eles.
- Minidissidente que falava que fazia tenepes. Waldo: ele DIZ que fazia. Há tenepes e tenepes. A
tenepes que é real mesmo, como a pessoa vai ser minidissidente? A pessoa vai regredir? Tem lógica
isso? Que nem a pessoa que chega aqui e que fala que é serenão. O espaço aceita qualquer coisa,
microfone aceita qualquer coisa. Papel aceita qualquer coisa, microfone aceita até pum de cachorro. É
preciso pegar a escatologia para mostrar a realidade. Nunca se pode querer ajuizar por que a pessoa
foi minidissidetne também. Tem que analizar o processo, e as pessoas todas têm o seu limite, até
onde aguentam ir.
- Contrasenso: Jarbas falando que se tenepes sai do seu ego, e orienta a assistência exterior, então ser
minidissidente que mostra estar voltado para o seu próprio ego, é um contrasenso, não dá para fazer
uma prática assistencial, voltada para o exterior e você...

*gap na transmissão

- Amanhã o vebete é “Parainalienabilidade”. *PARA-INALIENA-BILI-DADE, o extrafísico inalienável.

***

blogtertulias.blogspot.com 161
791. Parainalienabilidade - Quinta 28/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:32

*791. Parainalienabilidade - quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008


*Download
---

2008.02.28 - 791_Parainalienabilidade

*Anotações

*15:30
*Gongo

- Especialidade: paradireito.
- Definologia: qualidade da realidade ou da pararrealidade inalienável, que é uma característica dos
bens, autoconquistas ou atributos pessoais da cosciência, seja conscin ou consciex, em si, os quais pela
estrutura ou mecanismo de atuação da holocarmalidade no cosmos, não podem ser alienados, ou
seja, tornados indisponíveis ou usurpados por outrém. Então, aquilo que voce tem dentro de você
ninguém tasca, é instransferível, inalienável, inusurpável.
- Fatologia: o fato de não se conseguir usurpar o bem próprio da consciência somática, o fato de a
conscin desfrutar de toda autorealização, a conta corrente policármica da consciência, ao contrário da
usurpação alheia, a consciência experimenta o fenômeno do extrapolacionismo das retrocognições, ao
contrário do plagiado a consciêcia usufrui das próprias ideías até em outras vidas intrafísicas, o
aspecto secundário das defesas de autorias e patrimônios intelectuais perante a
interassistencialidade.
- O apoderamento ilícito de coisas é sempre relativo evidenciando a imaturidade evolutiva do
usurpador.
- A prerrogativa da neoverpon criada, a liberdade de manifestação da estilística pessoal, a
impossibilidade a rigor do esbulho quanto à criatividade pessoal cosmoética e intraconsciencial. As
falsificações da obra cosmoética dos outros como fator de exaltação da condição evolutiva da
consciência criadora. Isso é uma demonstração de gabarito da outra.

*Esbulho: s.m. (sXIV cf. FichIVPM) 1 ato ou efeito de esbulhar 1.1 jur ato de usurpação pelo qual
uma pessoa é privada, ou espoliada, de coisa de que tenha propriedade ou posse  etim regr.
de esbulhar; ver espoli-  sin/var ver sinonímia de roubo  hom esbulho(fl.esbulhar)

*GAP
*21:40 segundos

- A outra é superior a ela, demonstra ter mais gabarido do que a que falsificou a obra cosmoética dela.
Falsificação da obra cosmoética da outra: deixa ela. Por mais que copiem, você dá de ombros, não
interessa. Esnobação total, banana technique. Positivo não é porque há um dolo inserido no contexto.
Na base do jurisconsulto é anticosmoético o processo. A vítima é inocente. Caso em que o autor

162 blogtertulias.blogspot.com
copiou o livro do Waldo e do Chico e colocou o próprio nome no livro. Exaltou o livor original mas é
coisa de marginália, doloso. Ilícito, do ponto de vista da jurisprudência. É um processo ilícito.
- Antes de aparecer o sol, é antelucano.

*Antelucano: adj. (1818 cf. FA) p.us. feito de madrugada, antes da luz do dia  etim lat.
antelucánus,a,um 'id.'; ver ante- e lu(c)-

- Até onde existe sempre uma percentagem de plágio. Waldo: na vida nada se cria, tudo se copia –
Chacrinha. Mas as vezes voce potencialisa e amplia a teoria anterior, e isso muda tudo. Agora, a pessoa
que é vítima do assunto, se fez obra boa até aquela hora, é inocente. Eu sou a favor de colocar tudo em
download, mas não posso fazre isso por causa das ICs. Isso é expansão da cognição.
- Maior plágio que tem aqui: nós estamos respirando. Isso é o maior plágio que tem a milhões de anos.
- A pessoa pode até copiar, desde que coloque a fonte, tudo bem, sem problema. O que mais tem em
universidade hoje em dia é que 80% dos trabalhos são só cópia uns dos outros, rasgação de seda. Nada
novo. 20% são coisa nova e boa.
- Já teve gente que perguntou se pode trazer um microfone pessoal. Não é uma boa essa? Que quiser
pode trazer o pessoal que eles juntam ali. Até o fim do ano vai ser isso. Tem que por o nome no
microfone – um pertence inalienável. (risos). Custa 50 dólares o microfone, barato até, meu chapéu é
75.
- Sobre o plágio, quando começou a escrever o livro e lia os conceitos, e começou a achar que estava
plagiando. Daí fui perguntar. Waldo: copia tudo que pra mim tá tudo certo! Nade de braçada dentro do
texto que pra mim tá bom. Pessoa: waldo falou que nao patenteou os livros dele. Que não tem
copyright. Waldo fala que a pessoa tem idéias novas que acrescentam ao texto e que se enriqueçe tá
ótimo. O processo é esse mesmo.
- Paulo Coelho por exemplo, queria ficar rico. Agora está milhonário. Ele agora quer ser o primeiro e
colocar na internet. Ele não está deixando nada, já tem o dinheiro.
- Agora não podemos colocar os livros na internet porque precisamos sustentar as ICs, é livro e aula que
temos de sustentação.
- Resgate das próprias idéias conforme as retrocognições. Quais os itens do cabotinismo nesse
sentido? Waldo: pessoa lembrar que através do própri computador é muito fácil copiar o próprio
texto e rever o que já escreveu daquilo, usando mutia autocrítica. Vocês notam que os meus verbetes
tem uma fórumula básica que sempre repetimos. Se eu fosse mexer com datilografia como era
antigamente ia ser terrível, por causa da cópia. Agora, essa cópia que eu faço aqui é intencional, para
fazer uma apostila. Tem um autor nosso no brasil que escreveu sobre a modernização, do futuro e ele
repetia tudo. Dentro do mesmo capítulo ele repetia três trechos, o livro é de morte, e é um autor
considerado. Otávio alguma coisa.

*38:30

- Mecanismo de atuação da holocarmalidade dentro do cosmos: a entrada no microuniveso cosnciencial


até o fim é impossível. A possessão a rigor é sempre uma semiposessão, poruqe nunca pega tudo. Você
cresceu com o crescimento do seu cérebro e o seu paracérebro está conectado ao seu cérebro. Não tem
como desgarrar um e colocar outro como na idéia dos entrantes. Não tem como possuir poruqe é seu,
inalienável. Como quando a pessoa não quer dar um conhecimento dela, se ela não quer, você vai
chupar o dedo, ela não te dá.
- Erudição proexológica no contexto da questão somática: qualidade ianlienável da conquista pessoal da
erudição invexológica teática da conscin lúcida. O conhecimento é seu, está inserido dentro de você – a
memória é sua, é inalienável. Típico processo da consciência. Hoje dentro do paradireito estamos

blogtertulias.blogspot.com 163
estudando praticamente o core da cosnciência. Por isso que eu falo que a inteligência evolutiva é nosso
e não tem como ninguém tirar. A proéxis é o seguinte, o que tem no manual, pra você olhar os seus
pertences, habilidades, capacidades de desempenho: é tudo seu e ninguém tira.
- Questão dos entrantes, se alguém pode derrogar as leis. Waldo: isso não tem jeito, é a materialzação, e
seria o não nato, agênese, que não nasceu. Em alguma instância a derrogação das leis muda toda lógica
né? Waldo: mas derroga uma cosia pessoal, específica e assistencial, pontual. Isso eu estou falando
nesse planeta nas condições biológicas que temos, em oturos planetas não tenho como afirmar.

*Agênese: s.f. (1949 cf. MS10) rel no espiritismo, crença de que espíritos podem assumir, por
momentos, a forma de uma pessoa viva  etim a- privativo, negativo + gênese; ver -gênese

- Você assistiu determinada pessoa durante o seu intermissivo. Aquela pessoa vai ficar grata a você e
ninguém pode tirar esse trunfo seu, de ela querer te ajudar.
- Impenhorabilidade de outrém: pessoa penhora os bens dele, clássico do Paulo Maluf, considerado o
mor deles. Os bens aparecem nas ilhas caymann e estão coagulados pela justiça, que vê para onde vai ir
o dinheiro. É impossível por exemplo pegar uma coisa sua e penhorar. Por exemplo: doravante voce não
vai falar mais nada poruqe eu penhorei a sua capacidade de falar. Agora, quando a pessoa está
pensando muita coisa ruim você fala: toma que o fiho é seu, eu não quero nada com isso. Cada um cuida
do que faz, que é seu.
- Pessoa que fez fama plagiando outros que criaram obra anticosmoética: o processo holocármico atua
em cima da pessoa com a intenção dela. Não adianta a mídia, propaganda nem nada. A evocação do que
a pessoa fez vai recair sobre o autor inicial, e não sobre o que plagiou. Tudo é das energias nossas, do
problema que a pessoa tem dentro dela.
- Agora estamos na fartura da energia, de que nunca existiu tanta gente ressomada como hoje na
terra, e tem muito mais conexões de holochacra na terra. O holopensene hoje é mais rico em
qualquer lugar. Você vê retrocognições e percebe isso: tinham lugares onde você chegava e estavam
vazios hoje. Pior coisa é que hoje na terra tem demais e a pressão holopensênica é maior. Se você
compara uma pessoa em São Paulo, uma no Rio e uma em Foz, lá tem muito mais pressão em cima da
pessoa. Essas cidades com milhões d epessosa voce multiplica por 9 e vê o número de consciexes. O
lugar mais sério qeu eu já vi disso é o japão. Tem lugar no oriente que se todo mudo for pra rua não
tem espaço, não dá, não tem lugar. Isso é mutio sério a população e a intervenção disso uma com a
outra.
- Eu fiquei um tempo sem sair daqui e quando eu fui ao Rio para visitar eu pensei que estava doente,
mas olhei e vi que era a pressão holopensênica. Já viram ciadede com mais verde do que Foz do
Iguaçu? É difícil. É o processo dessa mata toda aí. Sete energias, nesse caso é o verde. Quem vem pra cá
para ajudar a gente? A Rose Garden, que é o jardim de rosas, então é mtuia roseira: você pode escolher
os tipos.
- Autocosncientização multidimensional, autodiscernimento, holomaturidade, inteligência evolutiva
vivda, tudo é de dentro. A vivida é só para chatear né. Domínio energético, tem que sair de você.
Intencionalidade, holomaturidade, discernimento.
- Vitimização a pessoa começando a sair do quadro anticosmoético para reverter o quadro e ter proéxis,
nos cinco estágios? Waldo: esquece isso, a proéxis surge quando a pessoa começa a ter lucidez. Esses
cinco estágios a pessoa pode engolir dois se quiser. Consciência cria o cosmos. Podemos fazer o que
quisermos, só não temos confiança.
- Maquiavel, vai entrar em vitimização em algum momento. Waldo: agora, voce acha que ele tinha força
presencial? Não. Agora pode já ter. Agora não adianta a pesosa ter força presencial se ela não tem
postura, porte. Força presencial é do energossoma, mas tem que ser integrado com a boa postura dela.

164 blogtertulias.blogspot.com
- Mais importatne é a vontade, e também a lucidez. Se ela tem lucidez ela pode ter determinação,
prioridade, e extrapolar os megatributos da cosnciência. Veja se faz sentido.
- Autoconsciencialidade é inteligência evolutiva e discernimento quanto à inteligência evolutiva. Não
tem outro jeito, é isso mesmo, tenta arranjar o outro lado da questão. Não tem como

*56:46

- 216 anos do Waldo em vitimização, e Rousseau foi até quase mais ou menos isso. Não adianta ter uma
lucidez enorme e todo mundo bater palma. O que importa é a inteligência evolutiva vivida, vivenciada,
evolutiva. Escala dos estágios pode dar diretrizes e pessoa dessas devido à liderança dela, consegue
saltar, fazer o jumping. Depende dele, é tudo possível. Tem que pensar que ele é das pessoas que
firmaram todo processo da cognição ocidental, mutia gente a favor dele, quando ele vem é muito
acatado, e tem que levar isso em consideração também. O problema todo e´qual a relação da gente com
ele.
- A gente tentou encaminhar a coisa pra sair extrafísicamente, que nunca vai pensar que ele seguiu,
poruqe ele poluiu com nacionalismo e tal. Você nunca vai esperar que a sua inspiração de amparador
vai sair 100%, que não vai. No caso lá nós estivemos junto, depois afastamos, e depios voltamos.
Como existe o retonador de tarefas, também tem o amparador retomador de tarefas, que volta
quando a pessoa muda e pode ser assistida mesmo. Como a pessoa que está em tratamento médico e
some, vai pro mato grosso. Depois de um tempo ela volta e resolve ser tratada, e o médico então
trata ela.
- Quando essas coisas aconteceram eles mudaram um amparador qeu trabalhava comigo que era da
área dele, que trabalhava mais com eles, um amparador que tinha vindo para trbalhar por afinidade e
rapport de empatia com os processos da turma do Rousseau. A gente estava atendendo a turma dele,
devido ao processo da afinidade. Então as vezes o tenepessista tem que perguntar por que o amparador
veio trabalhar com ele, sem tem algum grupo específico que ele vai assistir com a tenepes, como no
caso deses amparador do Rousseau.
- Senhora escandinava que era de otura infraestrutura. Daí vem esse nosso amido espadaúdo e que é da
turma e trabalha comigo até hoje. Eu acho qeu se um dia ele falar: Waldo, agora eu vou, te apresento
aqui fulano de tal... O que são 10 anos perante 216.
- Quando mudam os amparadores pra trabalhar no caso, então é porque...... Supor, vi fazre muita
assistência com pessoal da áfrica, então é bom pegar um amparador de lá, que vai falar o idioma deles.
O amparador no caso foi convocado pelo Transmentor para dar uma ajuda. O amparador era amigo do
Waldo e do grupo do Rousseau. Por isso que ele foi colocado na ofiex do Waldo para ajudar a tratar o
grupo do Rousseau.
- Dos 216 anos que eu passei, que o povo já viu o negócio do passado, é o processo da antiguidade e a
situação toda, que não tem nada a ver comigo. Agora nove séculos atrás antes de JC, três milênios atrás,
é o processo pitagórico. O negócio é dele pra cá. Como ele não deixou nada escrito, então fica tudo lá
né.

*1:05:40

- Gente, se nós todos tivemos contato nessa estória toda, antes, então tudo é possível. Se o Trio parada
dura já teve contato com vocês todos antes, então. Isso entrando dentro da estrutura do processo
evolutivo para ajudar também.
- O que é da pessoa ninguém tasca, é dela. A parainalienabilidade é o que está dentro de você, que
não desaparece. Não dá para fazer voce bobo novamente, nem ser anta de novo. Isso é o máximo.
Anta eu estou falando em anta, mas pode arranjar um monte de outros bichos.

blogtertulias.blogspot.com 165
- Processo inalienável interno e também o de vir pra ela. O processo hoje é do que é inalienável, que não
pode ser tirado. Você tem um lixo ou uma preciosidade? Às vezes voce está conservando o lixo com
você. Olha as religiões fazendo o demagogismo religioso, com falácias e lixo. Isso é lixo, as consciências
tem lixo dentro delas. Olha o papa que não permite usar camisinha, isso é lixo, ele tem lixo dentro dele.
Para que defender esses preceitos? Para que defendes excomunhão? Isso é uma maldição, coisa do
capeta, de lucifer que eles usam. Isso é para quê?? Tem é que abençoar as pessoas. Isso não tem como
defender isso, é ilógico. Agora, é o papa, quer dar palpite em tudo. Agora, para quê ele defender isso?
Para que ele usar aquelas roupas ainda, aquele chapéu de mestre cuca? Com a intenret hoje que todo
mudno vê isso. Independente de ser da igreja ou qualquer coisa, ele está mantendo lixo dentro dele. Aí
que entra a reciclagem e os processos de evolução que falamos aqui, tem qeu tirar o lixo.

*1:11:00

- Ajuste fino de quando a pessoa começa a repetir o que acertou antes. E daí faz só o ajuste fino. Vai
expandir a assistência para um universo maior. Vai expandir a assistência. Isso que eu estou fazneod
aqui de escrever tudo reduzido para quem quiser entender entender. Antigamente eu não podia fazer
isso como hoje. Isso é o cord abbundent no nocent (??)
- A pessoa que regride: tem muitas pessoas aqui que já foram muito bons na linha de arte, mas hoje
sepultaram tudo, não manifestaram porque não foi de interesse. Tá no genótipo mas não no fenótipo.
- Cachorro do CEAEC se chama Rousseau também.
- O relacionamento do Rousseau com o Maquiavel, se eles foram para a ofiex do Waldo? Waldo: não, a
gnete conhece alguns. Grupo integrado com esse planeta. Aqui tem gente de todo lado, inclusive da
estônia. Isso vai longe e vai fundo, o pior é o fundo, que amplia.
- Qualidade inalienável da conquista pessoal por parte da conscin lúcida, da vivência da pangrafia: não
difícil a pessoa ter vivência teática de qualque modalidade parapsíquica? Então veja a que reuniu
todos e fez um livro. Por isso que a religião não fala da pangrafia, fala de tudo mas não disso. A pessoa
não é mais um telefone, ele é uma central do telefone. Não é mais um detetive do além, ele é o FBI.
Na questão da pangrafia, das coisas mais sérias que tem na situação é macrossoma, paramicrochip.
Isso é mão na roda que abre o caminho e permite mutias coisas. E pessoa tem que ver uma visão que
é mais ampla. Se ela já tem cosmovisão, vamos entende os plurais dela. Primeiro, ela é plural,
atacadista, poliglota, generalista de várias especialidades. Se pessoa não tiver essa infraestrutura, ela
também nunca vai chegar na pangrafia do ponto de vista técnico, prático para dominar ela. Ela não
pode sre sectária. O processo multifacetado, exige também que a consci~encia se manifeste de
diversos modos. Essa vivência é plurívoca, não é unívoca. A pangrafia também tem os graus de
manifestação dela. Pessoa começa com alguns e depois tem 10, que a omnivisão é grande. Nós somos
um olhão, com olho para baixo, para cima, para todo lado. Essa é a consciência real. O mentalsoma é
isso. A pangrafia leva você pouco a pouco para a cosoconscieciologia e vai levar também pouco a
pouco para o cosncienciês. A base é essa. A parapsíquica básica para entender é isso aí. Que você
acha?

*1:21:00

- Pessoa deu livro do Pitágoras pro Waldo de uma mulher que era apaixonada por ele, com uma porção
de fundamentos como os que tem ali. Pitágoras era bem místico na época, mas também, quem não era
naquela época? O misticismo dele era carregadíssimo, porque tudo dele era na base da iniciação. A
gente poeria falar que ele foi o rei da iniciação. Mas vamos devagar com isso que tem muito exagero em
cima dele. Passa 200 anos e tem exageros em cima de um monte de coisas. Se voce coloca então 2
milênios, 2700 anos, imagina o que não vai ter. O problema era que ele era um cara que carregava as

166 blogtertulias.blogspot.com
coisas. O cara passar 5 anos em silêncio. Esse negócio de silêncio eles ainda fazem aí. Pessoal fala hoje
de voto de silêncio, agora o dele não, era rigoroso, só escuta, para você aprender, pra você ver um
negócio dentro de você. Pitagoras é o polegar, o pai de todos. O Apolônio veio bem depois (*700 anos
depois em 2 AC.)

*Da wikipédia:
*Pitágoras,
pormenor d'A escola de Atenas de Raffaello Sanzio (1509).
Pitágoras de Samos (do grego Πυθαγόρας) foi um filósofo e matemático grego que nasceu em
Samos pelos anos de 571 a.C. e 570 a.C. e morreu provavelmente em 497 a. C. ou 496 a.C. em
Metaponto.
A sua biografia está envolta em lendas. Diz-se que o nome significa altar da Pítia ou o que foi
anunciado pela Pítia, pois sua mãe ao consultar a pitonisa soube que a criança seria um ser
excepcional.
Pitágoras foi o fundador de uma escola de pensamento grega chamada em sua homenagem de
pitagórica.

*1:27:10

- Teorema de Pitágoras sendo criado pelos chieneses. Mas o povo fez o Pitágoras plagiar, ele não tinha
tanta culpa nisso não. Ele tinha uam coisa boa nele, ele era muito inteligente.
- Intrusão quanto aos próprios direitos. Como saiu cosmoéticamente da questão? Waldo: quando
copiaram o meu livro ali na america latina eu falei que só queria uma coisa.... (??)

*gap

- Copiou um livro psicografado por mim e pelo Chico e traduziu para o espanhol. O nosso livro está
valendo muito, ele copiou ali.
- Ele chegou e roubou o livro, foi um roubo, uma intrusão. Waldo deixou tranquilo. Pior era que o livro
não era do Waldo, era psicografado. A idéia do plagiador era fazer mais uns dez. O Chico Xavier ficou
besta com aquilo. O Waldo falou que queria os oringinais, nada de cópia (??).
- Livros em Braille também daqueles.
- Waldo fala que adorou ser vítima, que assim que foi cosmoética. Até pediram pra o Waldo ver se a
tradução tinha sido boa. Waldo falou que tinha que fazer tradução da versão dele. O cara depois sumiu.
Waldo abençoou, por ele não tinha nada, mas tinham pessoas querendo mover céus e terras em cima
do plagiador.
- Processos nosográficos, incômodos evolutivos, no processo de ressoma. Que o que o André Luiz coloca
até certo ponto tem um pouco de verdade.
- Período de vitimização não é o caso quando a pessoa está muito lúcida, mas pra isso tem que ver o
envelope da missão da pessoa, da proéxis dela. Pessoa que era da época de JC e que já era político na
época. Upgrade no quadro que precisa clarear com a ressoma em Roma agora, da pessoa no caso, que
tem que aguentar, porque ali em Roma é pesado.
- No momento evolutivo, ver onde o perfil se encaixa mais para clarear o processo dele e do grupo dele.
Se a pessoa se sai bem, então amplia o processo de assistência.

*Respostas das perguntas pela internet:


- Pessoa não viu a resposta e Waldo vai responder de novo: no 700 experiementos uma referência sobre
a autobiografia de um Iogue do Paramahansa Yogananda. Waldo dando o parecer: Ele foi pessoa muito

blogtertulias.blogspot.com 167
boa dentro da época dele, mas ainda muito enrolado com o orientalismo. Não estudava o processo de
desassédio e era fraquinho, mas voce sabe, fez fama, deita na cama, e ele escreveu esse livro dele, foi
best seller, fez muito serviço. Essa é a opinião nossa, que vocês avaliem, e tenham as suas, ninguém é
obrigado a acretidar em nada aqui não e eu respeito a opinião de todo mundo que discorda. Agora um
que eu destaco dentro dessa turma do orientalismo, que é superior a esse povo todo é o Ramana
Mararishi, e alguns falam Ramana Maharshi, e ele inclusive eu encontrei fora do corpo. Ele dominava
alguma coisa de energia e inclusive fazia o low profile, não aparecia muito. Ele chegou até a ficar
velhinho, e melhorou muito depois que dessomou e está ajudando esse povo todo.

*1:38:00

- Pessoal levou um garoto lá da ABRAP, pesquisadores levaram lá em casa, porque o rapaz estava
desesperado porque tinham tirado aparelho de cima dele. Isso lá no Centro da Consciência Contínua.
Era coisa de UFOlogia que ele era metido, não era microchip. Com amparador a gente jogou energia em
cima dele para equalizar o energossoma dele.
- O negócio do paramicrochip é processo do macrossoma, é muito maior. Agora a gente melhora até
alguma coisa, quando fazemos arco voltaico na pessoa pode ir até uma coisa nela, mas não é ínsita, de
dentro da pessoa, do core. O que está no core da microconsciencialidade da pesosa, enraizado é que é
sério é o paramicochip dela.

*Ínsita: adj. (1690 cf. Alma) 1 implantado, semeado pela natureza 2 (1858) fig. que está
intimamente gravado, impresso no ânimo 3 que é um constitutivo ou uma característica
essencial de uma pessoa ou coisa; inerente, congênito, inato  etim lat. insìtus,a,um (part. de
ínsèró,is) 'enxertado; inserido'; ver -ser(t)-  sin/var ver sinonímia de fincado e próprio  ant ver
antonímia de próprio  par incito(fl.incitar)

- Transmigração e a parainalienabilidade: pessoa vai para um planeta inferior à terra. Vai para o nível
do cro magnon. Ela não vai perder nada do que sabia aqui, mas não vai ter veículo para manifestar
aquilo também. Pessoa foi retirada e colcada numa prisão ou numa escola inferior. Lá ela vai ser
praticamente lider do povo todo que ainda não esteve na Terra. Ela vai até desenvolver mais
depressa, melhorar mais depressa no outro planeta. A pessoa não precisa esquecer porque não
consegue lembrar com aquele corpo que ela tem. Lá os serenões ainda não ampliaram os cérebros
como fizeram aqui, é uma questão de máquina. Por isso que tem que ter cuidado quando vai
examinar uma pessoa, as vezes ela perdeu alguma coisa, está lá, pode ter tido um AVC.
- Quer coisa maior de autopesquisa do que estudar o que é inalienável em você? Tem lógica isso? Eu
cheguei nessa conclusão, agora vocês vejam aí por conta própria a de vocês.
- Exilados de Capela e a Caminho da Luz. Livros de ressoma. Tem um argentino que é o Ganimedes.
Estudar as Rondas da Blavatsky da Teosofia para ver coisas também de ressoma.
- Sobre esses assuntos de outro planeta até Allan Kardec falou errado. Todas essas bibliografias são
iguais. Outra coisa séria: Rossi, que fala que foi rapatado num disco voador o nome do livro dele. Igual
a esse nós temos mais ou menos uns 200 também.
- Determinismo e livre arbítrio. Leis que te impelem e voce não tem liberdade. Waldo: se voce não tem
liberdade de escolha é porque o seu livre arbítrio é pequeno, se o seu livre arbítrio é pequeno é porque
voce tem pouco substrato dentro de você – não tem nada para alienar ali.
- Coisa maior que voce tem inalienável: a vida, imortal. Tudo indica que seja imortal, até hoje não vi
nada que indicasse o contrário. Você é imatável e imorrível, inassassinável. Tem que dar um jeito de
melhorar isso logo já que nao tem jeito. Melhorar isso logo! Aí não tem aquela mulher que vem e fala
aqui que todos os caminhos levam para a liberdade final, que é a pessoa que não caracterizou nada de

168 blogtertulias.blogspot.com
melhora, não quer melhorar por vontade, quer ir no embalo, sendo carregada no piloto automático. O
problema inalienável e a pessoa ter prioridade.
- Problema do psicossoma que vai para oturo planeta e é alterado para menos lá: para menos é mais
fácil.
- Você sabe examinar o oligofrênico, idiota, retardado mental. Todos passam pelo oligofrênico.
Serenões já estão atuando lá no outro planeta mas não avançaram o cérebro de lá ainda proque não
tem gabarito pra isso. Eles querendo ou não lá, os transmigrados vão ser positivos porque tem mais
jogo de cintura, são mais veteranos. Daqui a uns milênios vão recuperar a consciência.
- Agora, esse belicismo todo daqui, voce acha que veio da época do cro magnon? É de gente
transmigrada, profissional no assunto.

*1:50:43

- Entendeu o mecanismo da não manifestação, que é impraticável? Psicossoma pra baixo é o mais fácil
que tem, é transfigurável. Agora, no caso do EM, é o refinamento que ele queria dara para quem
estava se adaptando, principalmente para o problema dos pulmões, dos olhos. O psicossoma é
transfigurável, que nao precisa ser superlúcida, pode ser só pelo instinto. Coisa mais fácil que tem
com aquele corpo é ir para baixo. Mais fácil é voltar a rastejar.
- Lá a pessoa vai ficar bem primata. Aqui mesmo ainda tem muito primata. Lá o problema é esse:
primata. Tudo muda né. O corpo não manifesta tudo que a pessoa sabe. Quando entra no funil do
renascimento não consegue lembrar nada. Olha os oligofrênicos, voce vai entender o que é um
transmigrado.
- Pessoal da biologia não gosta que chamem de primata, mas pra mim tem muito aí ainda. Pro pessoal
da biologia 200 barrigadas de riso. Eu mesmo tenho uma barba enorme ainda, como um babuíno. Olha
aí ó.

*Loche falando do amigos da enciclopédia


- Envolve todas as instituições e voluntários, inclusive o pessoal que está vendo pela intenet.
- Precisamos chegar a 700 amigos para viabilizar a enciclopédia e o tertuliárium, e hoje temos 255. É
possível, de tantas dificuldades que tivemos em outra vida, isso é fácil.
- Até 400 só vai para a enciclopédia, que é para viabilizar para a enciclopédia. Depois de 400 que vai ir
para o tertuliárium.
- Pessoas podem se juntar e comprar um amigos juntas, cada um pagando 30 reais. Já entra no
holopensene.
- O amigos é um financiamento da enciclopédia através de pessoas que se associam. 720 reais, 60 por
Mês, bem factível.
- O site www.enciclopediadaconscienciologia.org pode ser visitado para obter maiores informações
sobre a enciclopédia da conscienciologia.
- Anivesário!!! Parabéns!!!!! Waldo fala que falou isso por causa da aura dela, que ele não sabia que era
aniversário mas que a aura estava diferente. Dia do aniversário a pessoa vira santa. Hahahahha.
- Eleição.....
- Amanhã vai ser “AMBILEVO”!

***

blogtertulias.blogspot.com 169
792. Ambílevo - Sexta 29/02/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:34

*792. Ambílevo - sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008


*Download
http://www.4shared.com/file/39349032/81d2694e/20080229_-_792_Ambilevo.html

2008.02.29 - 792_Ambílevo

*Coloquei várias fontes de informações sobre os filósofos. Quem não soube inglês copie e cole o texto
no site http://translate.google.com/translate_t?langpair=en|pt

*Nome do Livro citado, sobre Pitágoras: Pitágoras e a harmonia das esferas.

*Anotações

- Waldo vai falar no Pitágoras hoje, tá sentindo que é bom falar, do livro...

*13:20
*Gongo

- Boa tarde temos hoje aqui o ambílevo.


- Especialidade: Cerebelologia
- A maioria disso aqui não diz respeito a vocês, mas é bom para poder ajudar as outras pessoas né.
- Definologia: É a pessoa homem ou mulher portadora da condição de ambilevidade, ou a
incapacidade de usar qualquer das mãos com facilidade, demosntrando inabilidade manual à
esquerda e à direita.
- Fatologia: O ciclo vital da experiência humana, a inabilidade com ambas as mãos, os líderes do
desenvolvimento do córtex, o monopólio do cerebelo, as ações cerebelares, o distúrbio
neurovegetativo - DNV, a ausência de reflexos manuais, o flanco somático pessoal esquerdo, o flanco
somático pessoal direito, a bilateralidade quando inexistente, a troca ou fazer tudo às avessas, a
dificuldade para se seguir as indicações do trânsito, o respeito aos limites de cada pessoa, as
adaptações conscienciais ao próprio soma, a autosuperação dos transtornos da psicomotricidade.
- A condição da ambilevidade pode ser superada pela própria consciência ainda no soma atual, ou
nesta vida humana, dependendo da automotivação no emprego das energias conscienciais. Você já
pesquisou o tema da ambilievidade? Com qual interesse?
- A condição da ambilievidade pode ser superada pela própria consciência ainda nesse corpo atual,
desde que a pessoa mexa com as energias conscienciais. É o EV, a exteriorização das energias, o
equilíbrio das energias. Essa nossa vida é uma vida energética. Quando a pessoa tem problema com a
ambilividade, isso afeta ela em diversas áreas, na social e outras. Agora, mexendo com as energias a
pessoa supera isso, mesmo sendo no cerebelo, porque com a associação de idéias, ela vai fazer a
profilaxia disso. Isso é enegia, ela tem que mexer com energia.
- Agora, se ela piorar, é pelo lado da emoção. É a pessoa que nunca erra nada do qeu ela faz, mas se
ela estiver emocionada ela erra. É quando a gente fala que jamais o parceiro ou parceira depois de

170 blogtertulias.blogspot.com
brigar com o homem ou mulher, deve pegar o carro, que é o que acontece nos filmes de hollywood.
Daí a pessoa vai e sofre um acidente.
- O processo é mais emocional, energético é pego com as energias.
- Pessoa que tem esses problemas não deve mexer com indústria, máquinas, seria uma temeridade. Isso
é na orientação, industrial, a CIPA, prevenção interna de prevenção de acidentes industriais.
- Sentido figurado é metáfora. Waldo gosta de falar cosias concretas.
- Pessoa que fala demais, depois tem que matar a boca porque ela continua falando, é coisa dos
alemães, é metafórico.
- No Brasil eram os trapalhões, e nos EUA eram os três patetas. No interior de Goias é Dr. Confusino, que
quando chega a pessoa atrapalha o lugar todo, influindo negativamente nele. Nosográfica, porque a
pessoa é desequilibrada.
- Pessoa fala que isso é problema do cerebelo, que é menor do que o cortex, mas ele ainda predomina
na psicomotricidade, os pseudópodes da pessoa, mãos, boca, o que ela usa para se comunicar. Os dois
córtexes são os que dominam por a cosnciência estar alojada ali, e não só o cerebelo que é só da
psocimotricidade. Tem que usar energia para vencer ambilevidade.
- Quantas pessoas de idadade lá na academia não queriam usar computador, queriam só pensar, e
tinham problemas na hora de digitar, porque eram ambílevos.
- Ambílevo é o contrário do Ambidestro. Quanto mais a pessoa dominar o própiro corpo, melhor para
ela porqeu ela vai dominar mais a cosnciência, vai melhorar o desassédio, as energias, a anamnese.
Ela vai melhorar o processo corporal visando a anamnese das mãos. Nosso cérebro não anda sozinho,
não fala sozinho, não olha as cosias sozinho.
- Pessoa tem que superar os próprios desempenhos, e tudo que a gente fala na conscienciologia aqui é
voltado para isso, é tudo difícil porque envolve autosuperação, esforço.
- Pessoa que fazia ali coisas com a mão direita se eram mentais, e com a esquerda se eram artísticas.
Waldo fala que até hoje ali ela tem um pouco de demora para falar as coisas, que pode ser um processo
do parto, da gestação, mãe que caiu ou coisa assim. Moça fala que o parto dela foi na roça e difícil. Mas
isso não impediu ela de ter cursos e se formar em psicologia, antropologia, porção de coisas. Não
impede nada do processo, ela é um bom exemplo de que ambilevidade pode ser superada nessa vida e
nesse corpo. Waldo sempre recomenda que pessoas sejam polivalentes, versáteis. Quanto mais mexer
melhor.
- Pesquisa não se deve deixar interrompida.
- Processo de cruzamentos das pirâmides dos dois hemisférios diferentes, que cruzam de um cérebro
para o outro.
- Se isso tem a ver com a paragenética, a dificuldade de usar as mãos. Waldo: quando é muito profunda,
vem muito de trás, então é psicossomática, vem lá de trás. Agora, a maior parte vem dessa vida só, só
desse soma. É menor o processo paragenético. Maioria é dessa seriexis, e de problemas do parto.
Psicossoma não vai se manifestar como precisava por causa do soma alterado, isso vai dar problema sim
porque a pessoa criou o problema, que apareceu durante a gestação, e a máquina está com um
parafuso faltanso. A dislexia é isso, são os distúrbios, transtornos. Devem ser incluídas aí as fobias, qeu
podem ser geradas por problemas físicos. Livro de Sambi(??) que é um verdadeiro dicionário sobre
doenças neurológicas.
- Dificuldades para se seguir as instruções do trânsito. Tem muita gente com problema de direita e
esquerda assim. Waldo: isso é dislexia. Tem gente que é mutio afobada com isso, muito excitada.
Conheço pessoa que bateu o carro porque ele confundia os sinais. Ele estragou bem o carro mas
ninguém se machucou. Estava excitado por causa de uma reunião. Carro não pode brincar, é um
perigo, se é pessoa com problema de identificar o sinal, demora, então é melhor não dirigir.

blogtertulias.blogspot.com 171
- Pessoa com caligrafia feia e que pega o lápis de jeito errado: indica mau gosto, desorganização e falta
de educação. Isso é o que pega mais a caligrafia. Bom gosto é consensual, razoável, médio, aceitável.
Tem paladares que não dão certo. *Letra feia.
- Todas essas pessoas devem se organizar, que são as pequenas coisas perto delas. Sem isso, não
adianta falar que as outras coisas não se organizam, não adianta. Primeira coisa no Holociclo é a pessoa
fazer o fichamento. É analizar a caligrafia dela, analizar o fichamento dela. Médicos começarama fazer
campanha por aí contra letras cacoborradas, que é o nome técnico de letras ruins. Pegaram receitas
desses médicos, de meses atrás e viram que as letras deles mesmos eram difíceis de entender. E tem
nome de remédio que é parecido.
- Pessoa não digitar com os 10 dedos é falta de experiência.
- Waldo não usa mouse, ele usa o Track (*trackball mouse). O processo do atrito do mouse, exige
muito mais movimento do que o track (*que é só com um dedo).
- Ambílevo aparece na hora em que está aprendendo a falar, a andar. É nessa hora que aparece o
ambílevo.
- Pode ser em diversas áreas, mas quase sempre é na infância. É a pessoa com duas mãos esquerdas.
- Pessoa que já passou dos 30 e fica ambíleva, pode ser um AVC.
- Pode tudo ser corrigido pelo discernimento que vem do cortex e das energias. Isso tem que ter
insistência, persistência.
- Caligrafia tem a ver com a personalidade da pessoa. Eu já tive um monte de assinaturas, que
mudavam dependendo do ambiente. Agora, eu escrevo com uma caneta que a ponta e a tinta são
diferente das outras, então dá logo para ver que a assinatura não é minha. Eu mostro isso, nunca tive
problema com a minha assinatura, e ela eu praticamente escrevo o nome, agora eu uso uma caneta
especial para isso, que ela é para isso. Agora, ela não tem preconceito, ela topa qualquer coisa. Toda
assinatura minha é com essa caneta, por isso que eu uso ela. Ela é mais fina, tem tinta de cor diferente e
é de grife. Me deram a caneta, foi um processo aí em que eu ganhei ela e começei a usar porque era
uma boa. Como eu viajava demais eu usava ela, processos de cheque aí, amex, poruqe era dinheiro, e
nunca me roubaram por causa disso. Sabe que as malas que a genet usava não dava para colocar
cocaína lá dentro né, não dava para colocar tóxico. Detalhismo é que eu faço força danada, sou
calculista. Faço força també para ser cosmoético, é o jeito.
- Involução é a pessoa que ainda não evoluiu, tem muitos casos. Não são todos, mas pensa comigo, a
que não evoluiu, a involução. Tem gente que usa isso até hoje. Então veja, quando eu falo regressão é
bem mais nítido e claro. A intenção é boa, não tá certo? Por isso. Nâo ponho involução poruqe muita
gente usa ainda como o animal que não evoluiu. É o detalhismo, tem que olhar isso aí.
- A partir de que momento o problema somático pode ser regressivo? Waldo: se é processo genético, da
família, que vem de tempo, é involutivo. Vai ser regressivo para a pessoa em si, mas o defeito não.
Parassemiologia tem qeu passar a lupa, é seríssimo.
- Contribuição da autovivência do EV no ambilevismo? Waldo: o EV muda tudo, se você tem o EV, você
muda tudo porque essa nossa vida é energética. Ela é carnal a vida, é da matéria, mas é energética. A
energia é o médium da consciência, é a interfaçe da consciência. No universo só tem duas realidades
básicas, mas que chegam a ser três. É consciência e energia. Tudo isso aqui é decorrência da energia.
Tudo aqui é produto primeiro da consciência, depois da energia. Do EV o povo ainda não sabe nem
entende, só daqui a séculos. O EV é a corporificação, materialização concreta da sua intenção, pela
sua vontade. É a sua vontade corporificada através da energia. Pra você dominar tudo.
- A partir da isca inconsciente, sem EV não adianta nada. Pessoa que sai do corpo mas sem EV, não dá
resultado nenhum porque ele não entendeu nada, não deu fruto de nada. Pessoa sair do corpo não é
resultdade de nada. É uma projeção mas não lúcida, é o inconsciente. Todo mundo é inconsciente. O
cachorro lá da sua casa sai do corpo, inconscientemente. EV tem milhões de anos luz aí pela frente. Ele é
a chave geral da vida humana. E eu não tenho nada para retirar isso aí, eu arreio firme. Eu sei essa

172 blogtertulias.blogspot.com
estória por causa de vidas anteriores, e já rapaz usei isso. Tem me ajudado demais, é uma ferramente de
uso que eu não substituo por nada.
- Curso de verbetes da enciclopédia de Curitiba! 270 pratas só. Pode ser parcelado. Vai ajudar o
tertuliárium. O curso é para entender melhor as tertúlias.
- Uso do celular aumenta o risco de cancer nas glândulas salivares. Cientísta israelense
epidemiologista estudou as pessoas que moram em áreas rurais, onde so celulares precisam emitir
mais radiação pela falta de antenas. Após examinar 500 israelenses com tumores benignos e
malignos, foi publicado o artigo no journal ali.
- Parafatologia, distúrbios paragenéticos – retrotraumas psicossomicos. Waldo: caso é que cicatriz de
alteração o sistema nervoso central, SNC; pode alterar processo cerebelar e dar alteração nas
manifestrações bilaterais. Tem um monte de distúrbios disso. E tem também o distúrbio das fobias, que
tem a ver com isso.
- Outro artigo sobre cancer. Cancer e luz: a exposição artificial a luz de noite é a segunda maior causa de
cancer d emama. Mulheres expostar a lugares com iluminaçõa potente tem mais chances de
desenvolver do que as que habitam áreas escuras.
- Waldo quer falar que teve cancer no cocoruto, na cabeça por causa DAS LÂMPADAS DE IRRADIAÇÃO
FLUORESCENTES, EM CINCO MESES. Ele que olha tudo não viu essa e ali na casa dele mesmo. E ficou
um baixo relevo na cabeça dele, em cima, na área do coronochacra. GOVERNOS QUERENDO
ECONOMIZAR COM ESSAS LÂMPADAS. ENTÃO VAMOS ECONOMIZAR E TER CANCER! Waldo é médico,
sempre se defendeu de cancer, e teve esse problema. Waldo quer ir na televisão falar contra essas
lãmpadas. O chapéu dele e roupa são de tecido impermeável á radiação UV.
- Gente que tem problema de técnica na tenepes, além de cosmoética. Waldo fala que só faz
acréscimo no verbete depois que terminou ele. Se for fazer o que atrai ele, a parte intelectual, antes
do verbete diário, não dá. Isso é auto imperdoabilidade do ponto de vista técnico. Primeiro o
trabalho, e depois o lazer.
- Livro sobre Pitágoras que dá cronologia dos fatos principais quanto ao Pitágoras. Povo que teve relação
com ele no livro. Isso vem desde o século VII antes de Cristo. São mais ou menos 27 séculos. Tem muitas
fontes. Metade do livro que fala sobre som e não importa. Agora que eu tenho para falar é que o
Pitágoras está na base da maioria dos nosso conhecimentos. Ele cometeu o erro crasso de não deixar
nada escrito, e então foram só os outros falando dele. Eu acho que tem muito mais referência a
Pitágoras do que a Sócrates. Sócrates foi depois dele. Pitágoras é o pai de todos, o polegar. Teve erros
supererrados: olhava tudo pelo lado da iniciação e algumas eram sérias e eram de cinco anos, de voto
de silêncio, e as vezes era de nove anos na base daquilo tudo. Agora, certos ensinamentos básicos dele,
nós podemos assinar embaixo. Essa autora ali fala que considera-se obrigatória na comunidade, no caso,
na vida dele, na comunidade dele tinham 600 discípulos, mais do que ali no CEAEC. Considerava-se
obrigatório na comunidade se lembrar de tudo. Lembrar do presente e do passado e inclusive das vidas
anteriores. Então, o que falamos quando começamos o instituto? Que ia ser uma escola de agentes
retrocognitores, que era para as pessoas ajudarem os outros a lembrarem.
- Buda era de 500 e pouco, depois de Pitágoras. Oráculo de Delphi veio depois. Novo alcançe de saber
como era a nossa alma, a continuidade da nossa própria estória – holobiografia – para um sujeito não se
trata de saber suas vidas anteriores, mas de saber quem ele é e dar posicionamento nisso entre ele e o
mundo, e de dar continuidade nisso. Na verdade a imortalidade da alma ninguém pode vangloriar de ter
visto isso – autora falando isso poruqe não teve projeção, só viu por cima isso. *anotei mais ou menos
essa parte.

*1:03:50

blogtertulias.blogspot.com 173
- Pitágoras falando que tinha ficado 216 anos sem ressomar naquela vida (*mesmo período de tempo
que o Waldo antes dessa vida). E tinha retrocognição, lembrava o que tinha feito nas vidas anteriores,
lembrava coisas de longa data. Na hora que viu o povo daquele jeito e daí que entrou de quatro, pelo
cano. Waldo esperou duas gerações para poder colocar a conscienciologia, agora o coitado viu aquela
gente toda e pensou, o jeito é colocar toda essa gente numa prisão, e foi aí que ele entrou de quatro
pelo cano. Pitágoras reconhecia estar de posse da lucidez do que tinha tido passado em outras vidas.
Waldo usa isso do Pitágoras também quando fala de vidsa anteriores, como no caso do Zéfiro por
exemplo.
- Pitágoras exortava os seus discípulos a praticar meditação diária e memória de coisas recentes e de
tempos anteriores, para desenvolver a memória. Isso que o Waldo manda agente fazer com o EV, que
com o EV voce lembra tudo que fez no dia anterior. Olha como o homem tentava.

*Exortar: /z/ v. (sXV cf. FichIVPM) 1 t.d. dar estímulo a; animar, estimular <aos gritos, exortou os
soldados> 2 bit. induzir (alguém) a fazer ou pensar determinada coisa; persuadir <exortava os
jovens a estudarem seu próprio país>  etim lat.*exorto,as,ávi,átum,áre por exhortor,áris,ári
(v.dep.) 'id.'; ver hort-  sin/var ver sinonímia de convencer e estimular  ant ver antonímia de
estimular

- Praticante do EV lembra de tudo que fez no dia anterior. Sobre a mnemósine da memória, que era
irmã do Chronos e do oceano, que é a mãe das musas, isso é o que ele tinha para pegar na época.
Memória é o fio de ariade. Tem o antes e o depois, mas o presente já é o futuro.
- Essa autora é boa porque ela dá o nome do autor, o nome da obra. Muito interessante o conjunto todo
ali. Eu estou só lendo, quem conta um ponto aumenta o ponto, mas aqui não tem jeito, que é o fato que
está sendo falado, então veja.
- Jamblico relata que Pitágoras ajudava discípulos a rememorarem vidas anteriores para se situar melhor
na descoberta de seu próprio ser. Querem mais do que isso? Quer mais do que isso na conscienciologia?
Não inventamos nada, estamos só fazendo coisa que já foi feita antes. Nós aqui estamos só repetindo o
que já fizemos antes.
- É inexistente escrito direto de Pitágoras. Esse é que é o erro dele, agora tem muita coisa de pitágoras
que deixaram dele, e como é que ficou? Saia dessa! Tem as coisas de antiguidade da nossa época de
outros escritores que falavam dele. Ele era um agente retrocognitor violento na época dele.
- Povo fica falando só em Sócrates aí, mas o Pitágoras foi colocado para escanteio. Ele foi um
tremendo agente retrocognitor na época dele.
- Reflita antes de agir apra não fazer coisas impensadas: é coisa do homem vulgar fazer coisas
absurdas! Dizia Pitágoras. Esse é o pré serenão vulgar eu vivo falando para vocês.

*68:00

- Mais tarde, dois discípulos de Pitágoras, Sedes e Símias (??) tornaram-se discípulos Sócrates em
Atenas, e foram mencionados noFedom (???), livro do Platão.
- Esse ideal de dida fraternária eram o que significavam as confrarias pitagóricas na época dele e
depois dele. É o que estamos tentando fazer aqui na cognópolis aqui, a atualizaçao tecnológica do
processo todo que nós temos.
-Nostalgia do ideal helênico
- Processo do Hipérion (??) que era um eremita da grécia que escreveu sobre Pitágoras.
- Existe também o Zalmoxis que teria sido escravo de Pitágoras em Samus. Tem muita coisa da vida do
homem que tá tudo aí.
- Esse livro juntou e organizou tudo da vida do Pitágoras.

174 blogtertulias.blogspot.com
*70:00

- Atribui-se a Heracles do reino do Ponto, um livro sobre Ábares, no qual se encontra registrada a
sucessiva reencarnação de Pitágoras, esta obra teria desempenhado papel capital na inauguração da
lenda de Pitágoras. Aristóteles evoca constantemente coisas de pitágoras. Nossas coisas são muito
baseadas em coisas de Aristóteles, que nada, tudo isso é Pitágoras!
- O modo de vida pitagórico: Pitágoras e seus discípulos teriam sido perseguidos de cidade em cidade,
mas aí, tem muita controvérsia nessa história, que eles acham que ele morreu em atacondo (???). Agora
tem uns que acham até que ele foi abandonado para morrer de fome, do jeito que os índios fazem hoje
com o povo. Parece que fizeram isso, mas tem coisa aí que não tá muito certa não.
- Alcmeon de Crotona (http://en.wikipedia.org/wiki/Alcmaeon_of_Croton) foi discípulo que viu
Pitágoras no fim da vida dele. *Vários filósofos aí. Plutarco de Queroméia, que é sério, e pode ver coisas
dele que são boas.

*Alcmæon of Croton (mid-Fifth Century BCE) was an Ancient Greek philosopher and medical
theorist.
Alcmæon was a pupil of Pythagoras. Although he wrote mostly on medical topics there is some
suggestion that he was not a physician but a philosopher of science. He also indulged in
astrology and meteorology.
He was an early pioneer of dissection and is said to be the first to identify Eustachian tubes. He
also was the first to dwell on the internal causes of illnesses. It was he who first suggested that
health was a state of equilibrium between opposing humors and that illnesses were because of
problems in environment, nutrition and lifestyle.
Alcmæon wrote Concerning Nature which might be the earliest example of Greek medical
literature. However, only few fragments survive. He contributed to the study of medicine by
establishing the connection between the brain and the sense organs. He also outlined the paths of
the optic nerves as well as stating that the brain is the organ of the mind. However, his theories
were not without mistakes. He said that sleep occurs when blood vessels in the brain are filled
and that waking is caused by the emptying of these vessels. He also stated that the eye contains
both fire and water.[1]
(Wikipedia)

*Plutarco de Chaeronea: (Lucius?) Mestrius Plutarchus (Greek: Πλούταρχος; c. 46 AD - 120 AD), better
known in English as Plutarch, was a Greek historian, biographer, essayist, and Middle Platonist.[1]
Plutarch was born to a prominent family in Chaeronea, Boeotia [Greece], a town about twenty miles
east of Delphi. His oeuvre consists of the Parallel Lives and the Moralia.
Plutarch studied mathematics and philosophy at the Academy of Athens under Ammonius from 66 to
67.[4]. He had a number of influential friends, including Soscius Senecio and Fundanus, both important
senators, to whom some of his later writings were dedicated.[citation needed] Plutarch travelled widely
in the Mediterranean world, including central Greece, Sparta, Corinth, Patrae (Patras), Sardes,
Alexandria, and two trips to Rome[b].

blogtertulias.blogspot.com 175
He lived most of his life at Chaeronea, and was initiated into the mysteries of the Greek god Apollo.
However, his duties as the senior of the two priests of Apollo at the Oracle of Delphi (where he was
responsible for interpreting the auguries of the Pythia) apparently occupied little of his time. He led an
active social and civic life while producing an incredible body of writing, much of which is still extant.
(Wikipedia)

*Milo or Milon of Croton (late 6th century BC) was the most famous of Greek athletes in
Antiquity.
He was born in the Greek colony of Croton in Southern Italy. He was a six time Olympic victor;
once for Boys Wrestling in 540 BC at the 60th Olympics, and five time wrestling champion at
the 62nd through 66th Olympiads. Milo kept on competing, even well after what would have
been considered a normal Olympic Athlete's prime: by the 67th Olympiad, he would have been
over 40 years of age. He also attended many of the Pythian Games.
He was most likely a historical person, as he is mentioned by many classical authors, among
them Aristotle, Pausanias, Cicero, Herodotus, Vitruvius, and the author of the Suda, but there are
many legendary stories surrounding him. Diodorus Siculus wrote in his history that Milo was a
follower of Pythagoras and also that he commanded the Crotonian army which defeated the
Sybarites in 511 BC, while wearing his Olympic wreaths and dressed like Hercules in a lion's
skin and carrying a club. [1]
(Wikipedia)

- Alcmaeon de Crotona que era um dos médicos mais sérios da antiguidade redigiu o tratado da
natureza.
-Comparação entre o Pitagoras e Apolônio de Tiana. Waldo fala que não sabe se o Apolônio foi o
Pitagoras, que pode ter sido mas ele não sabe.
- A filha do Pitágoras casou com um cara que era discípulo dele (*Milon de Crotona).
- Apolônio de Tiana fez uma escola Pitagórica. Apolônio superou coisas da época de Cristo. Não se sabe
se o Apolônio foi o Pitágoras, não tem como saber isso. Todos esses caras viajaram demais,
dromomania, como professores do instituto. Quantos aqui não devem ter sido discípulos de Pitágoras,
ou discípulas? Depois de 27 séculos é muito água que já passou.
- Waldo e Pitágoras ficaram 216 anos sem ressomar. Mesmo tempo. Quase sempre isso é o período que
a pessoa passa mesmo, do jeito que tem aquele negócio entre os 12 e 15 anos, existe uma escala.
- Nada disso segue o calendário gregoriano, até processo de tempo, é tudo quebrado, que nem 1651.
- Na teosofia gostam muito de falar ronda e ego, que é processo de tempo. E dobá é a passagem do
tempo. Eu ao invés de usar ronda gosto de falar fieira, que é como se fossem os aros, as argolas.
- Sócrates não foi Pitágoras nao. Agora, Apolônoi ter sido Pitágoras pode ser, porque a cabeça deles era
parecida.
- Ao que tudo indica Pitágoras foi superior a Sócrates sim. Foi morto, fez cama e deitou na cama.
Pitágoras saiu de fininho, não se sabe como ele acabou. Ele não fez nada para chamar a atenção e ainda
assim ficou famoso.
- Waldo sabe que as coisas foram grandes por causa das retrocognições dele, de escolas socráticas,
pitagóricas. Waldo é favorável ao Pitágoras, que criou comunidade e era mais avançado e antigo.
Sócrates era um boa vida, jogava nas 11, futebol na praia. Era um carioca.

176 blogtertulias.blogspot.com
- Ofismo, quando começou? Waldo: processo de iniciação. Isso é igual os esoteristas, ocultistas, desde o
século XIX. Eles tinham muito conhecimento que ficava entre eles, e achavam que se conhecimento
fosse levado para fora, ia ser depois usado contra ela. Pessoas do Pitágoras eram mortas se revelassem
cosias de fora. Até a maçonaria até pouco tempo era esotérica, agora que está começando a ser
exotericá, para fora.
- Em parte isso antes tinha lógica poruqe se falava muita coisa que não entendia eram então mortas por
genet que não entendia nada do que eles falavam. É uma benção essa vida porque você pode falar falar.
Nos EUA que me convidaram para ficar eu não quis poruqe não se podia falar nada lá, não tinhanem
jornal comunista nas ruas.
- Desculpa de que Sócrates não escrevia por ele não ser entendido. Não era isso, porque podia ser
escrito e cinco anos depois da morte dele abrirem a cápsula do tempo. Isso foi um erro crasso.
Pitágoras, Sócrates e Jesus Cristo não escreveram nada, cometeram grandes erros. Vocês vão cometer o
mesmo erro dessas três personalidades erradas? Cadê o livro?
- Números de Pitágoras é tudo secundário. O mais importante dele é além disso, transcendente, a
questão da mnemósine, da memória, muito mais sério. Matemática é coisa material, o mais sério dele
era a alma, o espírito, o homem estava falando do espírito!
- Época que o Waldo lembra era das coisas do Confúcius com quem andou junto, que ele lembrou tudo
e depois foi lá na China olhar as coisas, tava tudo lá. Viu umas três vidas diferenets que juntas devem ter
dado uns 700 anos. Nosso negócio é chinês que foi por onde começou a situação. Pitágoras não deixou
nada. Agora na China se teve o Lao Tse, que deixou alguma coisa que está começando a aparecer.
- E o Pitágoras, alguém falou como ele anda, como tem ido?? Waldo: Não me falaram. Não me falaram.
(risos de todo mundo).
- Posso falar coisa que é óbvia: aqui tem vários discípulos pitagóricos, que eu também sou. Até eu sou.
Tá todo mundo estudando o processo piragórico, quem que não é discípulo pitagórico?
- Relações com os colégios invisíveis, as confrarias pitagóricas.
- Livro bom para ser visto pelos livros que a autora usou. Ela não entende do processo extrafísico, mas o
resto é bom.
- Metade do livro a autora fala só de som, que é dos mantras, até tem a ver com o EV. Música das
esferas, a harmonia das esferas. Pitágoras menciona isso como se fossem as comunexes da época, que
eram mais atrasadas do que a Interlúdio.

*1:27:22

- Você acha que o Pitágoras foi para a China depois? Ou veio de lá?
- Estatísticas de quantas pessoas viram a tertúlia. Em torno de 300 computadores acessando a tertúlia
ao vivo diariamente. Então devem ser mais ou menos umas 500 pessoas, que pode ser mais de uma por
computador.

*1:49:00

Jeremy Bentham (IPA: ['benθəm] or ['bentəm]) (February 15, 1748–June 6, 1832) was an
English jurist, philosopher, and legal and social reformer. He was a political radical, and a
leading theorist in Anglo-American philosophy of law. He is best known for his advocacy of
utilitarianism, for the concept of animal rights,[1][2] and his opposition to the idea of natural
rights, with his oft-quoted statement that the idea of such rights is "nonsense upon stilts."[3] He
also influenced the development of welfarism.[4]

-Jeremy Bentham, que queria também unir tudo numa coisa só, como o Lastanoza.

blogtertulias.blogspot.com 177
- Todos os processos intelectuais tem o dedo do Pitagoras lá, todas as utopias que fizeram também. Tem
qeu ser levado em consideração. Até a igreja católica pegou muita coisa do Pitágoras.
- Naquele tempo as iniciações eram muito pesadas. Até Kardec entrou nessa de descarrilhou ao invés de
ajeitar a coisa. Ectopia do discernimento.
- Pessoas muito inteligentes juntos na comunidade, mas um ou outro se destacava, e depois de 1000
anos as coisas começavam a ficar alteradas. Aquela que pintou mais, fez cama, deitou na cama. Tem que
dar um desconto enorme. O que tem na baratosfera de gente célebre não tá no gibi. E o Dante fala disso
também no inferno dele. É tudo muito relativo, a gente tem que ver com calma.
- Obra to Tertuliárium já está bem avançada, com vigas intermediárias sendo feitas, as vigas da forma da
lage intermediária. Daqui a pouco já dá para subir no andar de cima.
- A vida fetal está começando a aparecer, a Gastrúla, a Mórula do Tertuliárium.
- Tem um trecho que fala do Apolônio de Tiana no livro.

*Apolônio de Tiana: Apollonius of Tyana (Greek: Ἀπολλώνιος ὁ Τυανεύς; ca. 40—ca. 120 AD[1]) was a
Greek Pythagorean philosopher and teacher. He hailed from the town of Tyana in the Roman province
of Cappadocia in Asia Minor. After his death his name remained famous among philosophers and
occultists.
By far the most detailed source is the Life of Apollonius of Tyana, a lengthy, novelistic biography written
by the sophist Philostratus at the request of empress Julia Domna. She died in 217 AD, and he
completed it after her death, between 217 and 238 AD. Philostratus’ account shaped the image of
Apollonius for posterity and still dominates discussions about him in our times. To some extent it is a
valuable source because it contains data from older writings which were available to Philostratus but
disappeared later on. On the other hand, it is full of obviously fictitious stories and dialogues. Modern
scholars challenge its credibility in many regards.[2] Most of what it contains must be dismissed as pure
invention (either by Philostratus or by his sources).[2]
(Wikipedia)

- Papel do Pitágoras como orientador de cosnciências. Waldo até anotou ali, evoluciólogo.
- Plotino, que no fim de sua vida tinha projeto de fundar uma cidade filosvos (??) que desejava
denominar PLATÃONOPOLIS

*Plotinus (Greek: Πλωτῖνος) (ca. AD 205–270) was a major philosopher of the ancient world who is
widely considered the founder of Neoplatonism. Much of our biographical information about him comes
from Porphyry's preface to his edition of Plotinus' Enneads. His metaphysical writings have inspired
centuries of Pagan, Christian, Jewish, Islamic and Gnostic metaphysicians and mystics.
Porphyry reported that Plotinus was 66 years old when he died in 270, the second year of the
reign of the emperor Claudius II, thus giving us the year of his teacher's birth as around 205.
Eunapius reported that Plotinus was born in the Deltaic Lycopolis (Latin: Lyco) in Egypt, which
has led to speculations that he may have been a native Egyptian of Roman,[1] Greek,[2] or
Hellenized Egyptian[3] descent.
Plotinus had an inherent distrust of materiality (an attitude common to Platonism), holding to the
view that phenomena were a poor image or mimicry (mimesis) of something "higher and
intelligible" [VI.I] which was the "truer part of genuine Being". This distrust extended to the
body, including his own; it is reported by Porphyry that at one point he refused to have his
portrait painted, presumably for much the same reasons of dislike. Likewise Plotinus never

178 blogtertulias.blogspot.com
discussed his ancestry, childhood, or his place or date of birth. From all accounts his personal
and social life exhibited the highest moral and spiritual standards.
- Plotino e pessoal todo são cria de Pitágoras.
- Em Alexandria, encruzilhada das civilizações gregas e oriental, onde se encontrvam as difernetes
escolas gregas e primeiros teósofos cristãos.
- Genial exsegeta da bíblia principalmente do gênese, seus métodos inspiravam a filosofia grega em
particular a teoria pitagórica dos números.
- No século I aparece Apolônio, nascido em Tiana, na Capadócia. Percorreu o mundo inteiro, passando
tempo na Grécia e Roma, fundou a escola pitagórica de Éfeso, e escreveu a vida de Pitágoras,
atualmente perdida mas usada por Porfírio e Janglifo. Foi conservada em fragmento do seu Iniciação ou
Sacrífício. No século 3, uma biografia de Apolônio foi escrita pelo mestre em retórica Phillostratus
Flavius, que insiste em mencionar os milagres que teriam sido feitos por Apolônio. Tem muita coisa
exagerada, mas o homem usava energia, e tinha uns pontos a mais que o pitágoras. O Phillostratus
insistia em mencionar o que o Apolônio fazia em matéria de curas para tornar a obra mais atraente.
- Biblioteca de Alexandria foi queimada por 5 meses para aquecer a água das donas que nadavam. De
modo que algumas de vocês nadaram na água quente dos livros, mas isso não adianta, que tem que
receber pela cuca, não pela terra.
- Relação entre os Apolônio, o Pitágoras e o o Transmentor: Transmentor é pitagórico, é do nosso povo.
Eurípedes é pitagórico, Emmanuel é pitagórico. Todos eles, fora outros menos votados por aí.
- Alguém menciona que percebeu o nível das energias ali subir muito quando o Waldo falou neles ali
agora. Quem apareceu por ali? Waldo fala que isso foram os pitagóricos trabalhando com energia por
ali. (risos das pessoas, são todos pitagóricos né)
- Pessoa insiste e pergunta se apareceu algum evoluciólogo por ali. Waldo: não, é a turma do
transmentor que está trabalhando por aí esses dias, dando um upgrade no lugar.
- Dar uma aula de assunto novo é revelação.
- Banhos de energia para os presentes. Mexeu com o Pitágoras mexeu com vocês. *Viram, é mais legal
estar lá na tertúlia na hora, para ganhar banho de energias.
- Todos esses caras em alguma dessas épocas fez alguma incompetência. Pitágoras quis deixar coisa
escrita, por isso que sumiu no fim da vida. Ele não cosneguiu por causa da fama. Precisava fazer uma
casa como eu fiz, trabalhar de madrugada, fazer o turbo mentalsomático como eu faço. E também ele
precisava fazer mais projeção, que ele tinha, mas tinha que ter sido mais.
- Naquel aépoca o mundo era muito pequeno, só dois nomes davam. Não precisava de vários nomes de
genealogia como se faz hoje.
- Depois da China, o pessoal que mais mexe com energia são os russos.
- Eles tem o papo cabeça. Isso tudo mostra o processo filosófico deles, nos autores deles, os autores
russos.
- Blavatsky veio daqueles lados também.
- Amparador Glasnost ali também que é russo.
- Balzac também teve negócio com uma condessa russa.

*1:40:00

- Pitágoras desencadeou a colméia.


- Sua mãe consulou a pitonisa e soube por ela que seu filho seria uma pessoa excepcional Pitátora era
pesado nas iniciações mas ainda assim melhorou o lado por colocar menos religiosidade com os
processos.
- Ambilevidade é fogo. O cara foi lá e mandou o outro ficar o dia inteiro trabalhando no computador.
Três horas depois ele voltou e perguntou como estava indo. Ele falou que até agora não tinha

blogtertulias.blogspot.com 179
conseguido ligar ele. O cara foi olhar e o computador não estava ligado na tomada. Tem gente que é
assim.
- Em geral menos 20 pessoas nas tertúlias com as transmissões. Waldo fala que ali é melhor porque tem
um campo instalado, e quem está pelo computador recebe apenas os reflexos do campo. *É verdade, lá
é muito mais intenso...
- Turma também não está mandando muita pergunta para ali. Estão chovendo em outro lugar.
- Transmissão online no stand do shopping center, quanto vai acontecer? Pessoa: daqui a uns dez dias,
mais ou menos. Vão ter transmissões no shopping, no horário.
- Conscin cerebelar: artesã, operária, que gosta de psicomotricidade de artes marciais. Geralmente tem
alguma dificuldade com o processo itnelectual ou não liga para isso. Outras tem complexo de
inferioridade quanto a tudo que diz respeito a mentalsoma, discernimento e processo intelectual. O
ideal é que o cerebelar seja intelecutal e o intelecutal cerebelar, para dominar os dois processos, mas
com predomínio intelectual. O legal é aumentar e expandir isso. Já tive gente que primeira vez que leu
um livro de capa a capa foi o projeciologia, e era uma pessoa de artes marciais, com a cabeça toda
lenhada. Depois disso a pessoa melhorou, começou a ler mais.
- perguntam pelo paradeiro de Lastanoza. Alguma hipótese. Waldo fala que ali no bolso dele não está.
Laura fala que sabia onde ele estava, mas a 4 séculos atrás.
- Zeitgeist da época do pitágoras. O mundo era pequeno e o mundo era mais centralizado o processo.
Hoje é difícil centralizar a informação. Uma pessoa agora vai ser famosa só por 15 minutos e não fixa
nada porque outros já vão pegando as idéias e jogando elas em diversos lugares. Daí temos que usar o
que eles não usaram, que é o livro, o processo grafado – o grafopensene. Nao tem mais que fzer
iniciação de ninguém, cada um tem que seguir dentro de um grupo coeso. Antes era pessoa que tinha
que seguir dentro de um grupo que coordenava ela. Hoje temos o voluntariado. O problema da
reclamação, ou clamor público quando juntam as multidões reclamando a respeito de uma coisa só. Por
exemplo o Kiyoto: quantas pessoas não reclamam de estarem transformando o planeta Gaia em uma
lixeira.
- Livros e tratados de hoje, os meus tratados, que chamam de calhamaços, catataus quando falam que
estão estudando demais. Isso são os pitagóricos defendendo coisas de 27 séculos atrás que não querem
ler. São pessoas que precisam ser comandadas, que senão não andam, precisam do ferrão no boi.
- Temos que ter autonomia evolutiva, decidir pelo nosso próprio talante. Vocês vêem que eu uso a parte
boa do Pitágoras e a que faltou. Isso é livro. Estou fazendo um livro que de 58 pra 2008 são 50 anos
sendo feito.

*1:58:40

- Considerando o qeu eles estavam fazendo nessa época, eles tinham amparo? Waldo: Tinha sim,
sempre existiu, mas era menor porque não tinha eco. Não foi antes implantado por causa da
desviologia, só voltou com o Waldo agora, *por causa de desvios dos outros provavelmente. O Pitágoras
teve problema dele que entrou morte no assunto e ele teve que resolver na outra vida. Um processo de
morte leva no mínimo sete, dez vidas pela frente.
- Outra coisa, o congelamento dentro da cabeça das pessoas na baratrosfera?! E outra coisa, a Terra é
um planeta mais hospital do que escola. O Pitágoras estava fazendo doentes mantendo pessoas em
dogma, em processos místicos, esse misticismo atrasa todo mundo. Os surtos desse pensamento mais
avançado. A Grécia teve aquele problema todo e depois dessoma todo mundo. Se ficasse um lider ainda
continuava. Hoje em dia, se as pessosa vivem mais tempo, um século, então ela vai fixar melhor, com a
própria teática da pessoa, o próprio exemplo dela.

*2:01:20

180 blogtertulias.blogspot.com
- Pitágoras com retrocognição, fazendo nos outros e lembrando das próprias dele. Não lembrava 27
séculos mas lembrava 2 ou 3. Ele mexia já nas outras vidas com doutrinação, mitologia, processo de
demagogia religiosa para comandar a pessoa, que já existia demais eestamos tentando cortar isso aqui
hoje, de pessoal que fala que é guru e tudo, que é obsoleto hoje em dia.
- De onde veio o parapsiquismo? Todo mundo já passou por essas coisas antigamente, o processo de
misticismo. Agora não tinha cosmoética como hoje. Sem cosmoética não se tem parapsiquismo
avançado. Se falava em ética de grupo, mas não em código pessoal de cosmoética. Eles tinham que
comandar todo mundo com doutrinação na época, que era a iniciação, os iniciados, que era um atraso
danado...
- Eleição.
- Domingo o tema é Cinco Ciclos.

*2:03:00

*Professor Max
- Pessoal da Intercampi desenvolveu livro Nossa Evolução em Braille e Audiobook!

- Escolhida Prevalência para Sábado.

***

blogtertulias.blogspot.com 181
793. Prevalência - Sábado 01/03/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:54

*793. Prevalência - sábado, 1 de Março de 2008


*Download
2008.02.30 - 793_Prevalencia

*Anotações
-
*Gongo!
*10:48

- Boa tarde hoje é Prevalência.


- Especialidade: Autoevoluciologia.
- Definologia: Característica da realidade, idéia ou objeto prevalescente, predominante, preeminente,
prioritário, ou superior. É a característica daquilo que predomina, isso que é prevalência.
- Fatologia: A prevalência dos dois hemisférios cerebrais, a prevalência da eutmia (??), prevalência da
cosmoética, o que sobre o que fica, o que vale, o prioritário no caso; a prevalência da holomaturidade,
a prevalência da lógica, prevalência da razão, a prevalência do auto discernimento, o índice de
prevalência – você já levantou o índice de prevalência das suas preferências e intenções?; a
prevalência da estabilidade social, a prevalência da existência conforme a área de manifestação
pessoa, a prevalência da publicação da obra prima escrita na vida da conscin intermissivista, a
prevalência da interassistencialidade nos esforços da conscin com inteligência evolutiva, a inteligência
pessoal das escolhas, a prevalência da autossensatez, a predominância dos acertos, o bem comum
colocado acima dos direitos personalistas, a sintonia com o colégio invisível dos serenões.
- Há prevalências na vida de toda personalidade. O fator prevalescente no autodesempenho da
consciência define o materpensene, o complexis, e o saldo da ficha evolutiva pessoal.
- Qual fator prevalece na vida para você? É sadio, cosmoético e evolutivo?
- Verbete pequenina mas resolve, está com 26, que o teto mínimo é 25, e 2 máximos, que são fáceis de
aumentar.
- Prevalência é aquilo que já existe. Prevalência já é o prioritário já estabelecido. Temos que estabelecer
o que prevalece na nossa vida, o que permanece.
- Índice de prevalência. Você tem prevalência dentro da sua consciência política, perante o seu círculo
de amizades, como voce mantém o círculo de amzades? A prevalência dentro da sua comunicação. Eu
comunico bastante no entanto não atendo telefone. Todo mundo tem suas prevalências. Demonstração
clara, objetiva e teática do seu materpensene. Prevalência mostra o materpensene da pessoa, não tem
jeito.
- Pegar 10 valores da vida da pessoa, valores conscienciométricos. Pega 10 e vê o percentual de cada
um. Por aí voce avalia o nível da pessoa. Você tem uma prevalência do seu livro. Pessoa tem um na
revisão e o segundo sendo feito... Bom!
- Você veio aqui só para tomar sorvete? Você vai bancar o Pitágora, Sócrates, Jesus Cristo? Não vai
deixar nenhum rastro da sua vida rica?
- A sicília foi dominada pela Itália junto com os gregos.
- Teve período que o negócio passou todo para lá e eles dominaram a coisa toda.

182 blogtertulias.blogspot.com
- Desde o ano 776 AC até o ano 27 depois de Cristo. Tudo começou com a data tradicional da primeira
olimpíada 776.
- Pitágoras é o negócio de antes. O que interessa não é Pitágoras, o que interessa é o que PINTAGORA. O
que pinta agora. O que me interessa são vocês! Cadê o livro? A prevalência agora é a megagescon, que é
a obra prima da pessoa, a obra prima escrita, que é muito melhor, não tem por onde fugir. Podemos
debater, elogiar baseado nos fatos e podemso denegrir baseados nos fatos. Sempre é bom usar a
cosmoética, o Pitágoras ia falar isso ao modo dele.
- Prevalência do megatrafor, o perfil da pessoa, se for bem levantado vai mostrar bem o que é ela.
Dentro da conscienciometria é a síntese da avaliação conscienciométrica da pessoa. Você deve ter uma
prevalência desde pequenininho, e que deve estar aí agora. Desde quantos séculos ela deve estar aí? A
pessoa quando dessoma não muda nada.
- Eu sigo o princípio da descrença, não me interessa o que a pessoa acha disso, se ela não acredita em
nada, e se ela chega para mim e eu sei quem foi ela, e o temperamento é o mesmo. A pessoa é a
mesma, mas o instrumento de manifestação dela muda. Tem as que tinham o instrumento pior
melhorado e o que tinha o instrumento melhor piorado, e desenvolve mais a parte além do
instrumento, *a parte intelectual por exemplo.
- Preavalência da noção de si mesma e da priorização. Ter prioridade. Se fizer levantamento de qualquer
pessoa e indicar para ela qual o próximo passo dela, voce vai dar um prognóstico para a pessoa. A
pessoa que escreve um livro e daí depois se cobra dela a megagescon.
- Prevalência da pessoa na infância e a relação dela com vidas anteriores e intermissivo. Waldo: ela é
mais séria ainda quanto à mesologia.

*gap
*24:30
*47:00

- Waldo recomenda que pessoa entre na área da saúde, que mesmo que não saiba, vai conseguir fazer
alguma assistência, ou se não puder nessa, da educação, para ensinar os outros. E deixar as outras
profissões para os outros, para quem gosta.
- Também priorizar o trabalho intelectual, cortical, invés do cerebelar. Dentro da medicina mesmo
temos especialidades que são mais cerebelares e outras que são mais corticais, isso é bem delimitado lá.
- Jornalismo também, tem parte mais cerebelar e parte mais cortical.
- Linguagem é comunicação – a psicologia da comunicação. Pode entrar na psicologia cognitiva que é
mais avançadinha hoje. Junta a fome com a vontade de comer.
- Nascimento de gêmeos, se tem interprisão no processo? Waldo: interprisão é palavra forte, mas vamos
usar a palavra empatia. Que maioria é interprisão mesmo, mas vamos ser bonszinhos, é afinidade. A
mulher grávida pdoe ter consequências maiores. Por exemplo, duas consciexes lutando entre si e a mãe
ali no meio. Ela quer ser a mãe, mas só vai nascer um, de briga entre eles, e só vem um. Daí o outro
começa a assediar a quase mãe e o filho. Quando nascem os dois, daí é melhor, que um defende o
outro. Gemealidade é boa para mascarar isso. As vezes tem um trio, e muitas vezes um quarteto.
- Psicólogo da conscienciologia ao atender, usa um pouco do parapsiquismo? Waldo: um pouco todo
mudno usa, um mínimo percentual insignificante. Agora, eu por exemplo no meu caso, eu usar a
parassemiologia, já sei até antes da pessoa chegar né. Se eu cobrasse uma parte dessas? Eu tinha que
cobrar a minha parte de locutor. O locutor que escreveu o drama. Eu sou o locutor pobre, eu não
posso cobrar isso.
- Evoluciólogo é um especialista em prevalência? Ele põe o dedo onde dói em todo mundo. Ele e
especista em diagnóstico o prognóstico. Já sabe o que vai acontecer antes, já tinha previsto o que ia dar
de fruto da pessoa antes dela ressomar.

blogtertulias.blogspot.com 183
- Chega pessoa e voce tem que saber aquilo em 5 minutos, é impossível saber o que é seu e o que é da
pessoa, mas com o tempo pode saber com calma o que é seu e da pessoa atendida, colocando cada
coisa no seu lugar. Chega um certo ponto em que tem interfusão entre você e o amparador, se o
amparador é constante com você e você mantém o trabalho que é amparado. Tem psicofonia e as vezes
as pessoas até confundem o que é seu e o que não é, como no meu caso do EM antigamente.
- Agora, tem uma coisa séria: o congressus subtilis, tem incubu e succubu, que hoje acham que é
lenda, mas se for apurar, é real, é um processo de assédio. Agora vamos considerar que tem influência
do amparador no ato sexual. Você pensa que não tem? A gente não toca nesse assunto senão toda
prostututa vai chegar e dizer que só tem amparador. Agora, que existem esses casos mais raros em
que existe. Sexo e comida, existe muita diferença? Sexossoma e gastrossoma, tem muita distância?
Do jeito que tem a psicofonia que seria uam semi possessão benigna, também teria a semi posessão
que seria maligna. A assistência sexual. Caso de quando a pessoa melhorou demais e depois eu não
podia falar o que tinha acontecido. O cara ia casar e na hroa que ele ia casar, uma mulher muitso
esplendorosa aparece. Na fase do noivado, a dona morre. O cara fica com dor de cotovelo. Tem moças
que o rapaz era mutio bom, bom partido para o melhor negócio em Minas Gerais. Pinta uma moça
que Waldo vê que era boa e fala pra ele, se eles iam ter sexo anets do casamento? Waldo então dá a
dica pra ele, para ele pensar na moça que morreu na hora que estivesse na cama com ela, a nova, que
ela ia dar a apresentação e entregar ele para a outra nova. O homem falou que não se interessava
mais em mulher desde que a dona tinha morrido. Tem homem que voce pode arrumar uma prostituta
que dá orgamos para a estátua que não adianta, porque ele está apaixonado. A hora que uma
prostituta daquelas de 5000 horas de voo, vem e não conseguiu, voce pode tirar o cavalo da chuva,
que não adianta mais. Eu expliquei isso pra ele e ele na primeira não foi, na segnuta deu uns
problemas, mas na terçeira tudo deu certo e ele teve a presença da ex noiva dele. A partir daquele
momento a ex esposa dele ajudou ele para dar tudo certo. Mas eles não tiveram filhos e ela não
dessomou com ele, não teve isso. Ela dessomou que aquilo foi miniproéxis, depis até deu mensagem
pra gente e coisa para ajudar outros.
- É mais fácil a consciex atuar do que você pensa, por causa da lucidez da consciex. Se ela pe lúcida
não é posessiva. O posessivo não é lúcido. Vamos falar uma do Papiniano nessa estória. Se fosse
comum ia ser consertar tudo, mas acontece.
- Não deu para explicar pro cara isso tudo. Era uma uma pessoa muito forte mas de uma hora pra ourta
ele furou e acabou todo. Depois de uma hroa pra outra ele melhorou. A segunda moça era muito
inteligente, e ajudou ele muiot nisso. Mais tarde a gente explicou, mas durante o período não. A mulher
não pode saber de um caso desses durante o processo. O ciúme extrafísico é um fato! Tem muita
mulher que tem ciúme retroativo, e não é só isso, tem também o simultâneo.
- Quando a pessoa tem a relação sexual, tem o orgasmo mas não tem o prazer do orgasmo. Waldo: a
pessoa tem que tomar um engova para melhorar, que está com ressaca devido ao orgasmo
simultâneo e o que foi roubado. Sempre é negativo isso. Duas pessoas tem que resolver as pessoas
entre elas, se tiver terçeira tem que ser evoluciólogo, serenão, pai não protetor de alto nível, mãe não
protetora de alto nível. Se não for assim é furada que é assédio.
- Eles ajudam muito nisso. As vezes a cosnciência quer ajudar que ela tem que seguir o destino dela e
está presa, dentro do assunto e não tem culpa dentro dauqilo, que aquilo estava programado.
- Pergunta da internet: Leonardo da Vinci era ambidestro. Isso ajudou ele em alguma coisa? Waldo: não
sei porque não perguntei pra ele. Agora tem o cara que mexe só com uma mão, e se tem um que mexe
com as duas, ele é bidotado, e a tendência é melhorar tudo na vida da pessoa. As coisas que eu fiz com
as duas mãos sempre ajudaram com a minha vida. E outra coisa, quando você é doador universal é
sempre bom, desde que voce cuide da sua saúde.

184 blogtertulias.blogspot.com
- Relação entre o ambidestrismo e o macrossoma, entre doador universal e o macrossoma,
parapsiquismo e o macrossoma, paramicrochip e o macrossoma? Se tem macrossoma então isso vai
atuar no cerebelo, o esfenóide. Tem muita coisa para se desenvolver e estudar nessa estória.
- Neologia: Prevalência amadora. Waldo: manutenção constante do próprio bem estar, evoluída, que
vida a evolução dela e dos outros no meio ambiente. Não é mais egóico, quer ajudar os outros. Pessoa
de eternas férias qeu veio aqui só para tomar sorvete e é hedonista. De modo que, vamos correr dessa
pessoa.
- Se pessoa tem ambidestrismo isso vai ajudar ela, não atrapalhar. Sem excessos. Excesso absoluto
sempre é prejudicial, mesmo que seja de coisa boa.
- Preavalência que mata: belicismo. Pessoa pode falar que é da justiça e até é, mas tem que usar certa
misericórdia porque somos animais, imperfeitos. Não podemos usar prevalência divina, isso é coisa do
papa, de papa, principes, reis, rainhas, que ahcam que são os tais.
- Minha prevalência atualmente é combater certos trafares que eu tenho que vencer. Para isso eu anoto
as coisas no papel do que eu tenho que fazer. E anoto as mínimas coisas, como que não posso comer
certa sobremesa que não me cai bem. Você tem um hávbito a 60 anos e de uma hora para ourta tem
que mudar, é o jeito, tem que fazer uma “mea culpa” e também o exame de contrição.
- Parassemiologia, quando não dá para ver o que é seu e o que é do extragfísico, é poruqe é muito
rápido, é relampageante. Quando é para escrever livro tem mais tempo, é mais devagar, devagar quase
parando, melhor para ver com calma. Quando a pessoa está com idéias originais, ela não deve parar e
abrir o campo, para ter isso em reação em cadeia, o cipriene. No caso do livro a pessoa nem sempre
sabe o que é dela ou do amparador, e tem também as fontes, que é autores que ela gosta, a biblioteca
dela.
- Doação de direitos autorais é a pessoa large, que doa aquilo sem chupar dedo. Ela não reclama. Doar
é coisa que você doa sem fazer qualquer observação. Se pessoa fez uma coisa, ela não tá doando, ela
está entregando porque não está podendo carregar. Megadoação é baseada nisso. Dez exemplos:
uma delas é o copyright. Recomendo sempre que a pessoa dê edição em edição e não dê em
definitivo em nada. Se ela chegar a certa idade pode doar aquilo para editor. Mas é bom edição por
edição.
- Ambidestrabilidade afeta tudo. A pessoa tem muito mais mobilidade e versatilidade. A polivalência se
expande. Generalismo, cosmovisão, atacadismo consciencial, é plurívoca, multifacetada.
- Cerebelo para muita gente é o megassediador. Olha o pessoal do Jiu Jitsu, é toda dominada pelo
cerebelo. Olha a famílai Grace. O patriarca deles mesmo falou que a pessoa para ser boa em jiu jitso
não deve ser muito inteligente. O cara que falou para mim em ipanema que era um pitbull. Waldo
falou que ele era mesmo, que só faltava um rabo. Pessoa não tem articulação, parece um robô
daqueles para criança. “Pitburro”.
- Egocentrismo do adulto, infantil normal é da sobrevivência do corpo que permanece depois na
adultidade e prejudica tudo. Daí vem a usura que é a avareza, a inveja, o orgulho muito forte,
centralização de tudo da pessoa. Lidrança mal trabalhada é o que leva a pessoa para a autocracia, para a
ditadura. Olha aí o Fidel Castro, é o mau exemplo da situação. O homem tem uma força presencial
muito forte e empalmou essa população toda. Até gente de fora. É uma ilha com 11 milhões de
habitantes, e quem toma conta são os inimigos dele. Os EUA pegaram Cuba de quintal deles. O Bush é
casa grande, e aquilo seria a senzala dele, mas o Fidel manda mais lá dentro, mesmo sendo senzala. É o
egão violento, enorme. Lembro quando mataram 3000 pessoas no paredão tudo junto. Agora querem
ilustrar tudo como se fosse positivo. Ele fala que deixou tudo mas não deixou nada, está o irmão dele lá.
Fidel é hoje eminência farda de Cuba. E tem aquele Iu (??) lá também, da Coréia do Norte.

*1:00:30

blogtertulias.blogspot.com 185
- Base da ansiedade é o destrambelho pessoal da pessoa que não está satisfeita com ela mesma. Tudo
isso indica uma carência não satisfeita. Ela nunca está satisfeita com nada. Tinha que acalmar, e tem
um monte de coisas que pode ter levado a pessoa para isso. As vezes é uma paixão mal resolvida, uma
perseguição, uma coação, uma pressão, que leva pra isso.
- Anedonia: oposto do hedonismo. Já teve verbete aqui. Para não ir de um extremo para o outro é bom
usar o discernimento, sabe o que é o melhor, e distinguir o hoje do passado. A pessoa não deve reviver
o passado que não presta. Temos que acabar com ele, fazer ações que remediem aquilo que fizemos
errado. Muita gente quer voltar no passado para poder repetir o passado errado, é aí que não se deve ir.
Tudo tem que ser com reflexão.
- Carma, egocarma e grupocarma. Então calma, grupocalma e egocalma. Tem que sre edificante,
prolifica, não pode ser de braços cruzados. O braço cruzado é um tipo de dolt fur mich(?). Boa
vidismo, boa vida, uma palavra até bacana né, boa-vida, mas não significa coisa muito boa não né.

*1:04:00

- Relação da prevalência na tenepes: ela tem uma prograssão positiva mutio grande com o passar do
tempo. No início podem prevalecer apenas certas cirunstâncias e os assistidos vão ficando cada vez
mais distantes dos problemas da pessoa, que já assentou, depois dos seis meses de problemas
egóicos, que com o passar do tempo se distanciam. Deposi passa o terceiro ciclo, quarto ciclo. A
assistência começa a diminuir com relação ao ego da pessoa. Ela começa a ficar cada vez mais
despersonalizada a assistência. Os primeiros seis meses são praticamente egocármicos, depois vai pra
grupocármico e com o tempo começa a ser policármico, e começa a atender gente que nunca viu
nessa vida e não via a 500 anos, não devido a problema dela, mas sim da otura pessoa sendo
antendida. Esse nível de prevalência varia de pessoa a pessoa.
- Na ofiex pode também vir depois, só depois, o assediador que a pessoa tem relação. Ele só vem
quando a pessoa já tem sua competência expandida, que dái muda tudo, ela já tem mais gabarito
para lidar com aquilo.
- Fase depois dos seis meses: varia de pessoa para pessoa. Os seis meses se pode caracterizar, mas outro
já varia. Tem gente com família de 6 elementos, e gente com família de 100 elementos. Tem gente que
mora sozinha com o companheiro, e tem gente que vive com mais 22 pessoas na casa. Tenepes não
levanta só poeira, levanta tudo, aranha, água, besouro, aquele bichinho que ninguém sabe como
cosnegue voar. Agora, uma família maior vai demorar mais, uma menor é mais rápida. Tem que
ponderar o tempo. Cada caso tem que perguntar pra pessoa, se ainda está mexenco com o sobrenome,
se a árvore genealógica está sendo serrada, e se ela está sabendo serrar o galho.
- Prevalência e princípios pessoais. Se chega a analisar princípios que sejam de lucidez, então tem
prevalência já avançada dentro da cosmoética. Mas se tem princípios muito rígidos e muito egóicos, as
vezes é super avarento, com gente que eu conheci dentro do interior. Pessoa pode ser justa e honesta
mas só isso não adianta, tem que ter consciência humana e não máquina ou animal humano. Somos
todos já animais por natureza, que é o processo do sangue, do bíceps. Somos animais.
- Pessoas dentro da reciclagem, dissecando princípios e alterando eles. Waldo já viu alterando ele
mesmo para ele. Chegou camarada, veio fazer curso no CEAEC e falou que queria mudar. Waldo falou
que era mais que natural ele falar disso, que era impossível levar o que ele falava no trabalho que ele
fazia lá, a pessoa, porque ele era político, trabalhava na administração de uma cidade ali do sul. Tem
que fazer com o princípio da descrença, senão está se tapeando e tapeando os outros, ele era político,
queria adoçar a coisa, sem colocar a descrença diretamente. Os eufemismos dele estavam muito frágeis
e Waldo falou que não dava. Tem que entender a configuração da personalidade, tem que entender
esse povo. Essa pessoa, não se pode falar que ela é ruim não. Não é só o temperamento, tem as
intenções por trás também.

186 blogtertulias.blogspot.com
*1:14:00

- - Prevalência específica de paratecnologia para pessoa, ou de tipos de paratecnologia em geral, que


prevaleçam para a pessoa? Waldo: Mais avançado que temos hoje em termos de paratecnologia é o
paramicrochip. Agora uma coisa mais séria, e difícil de entender pro povo hoje em dia, que vai
demorar umas décadas para entender ainda, são as centrais extrafísicas. A pessoa tem um gap entre
ela e a central. Ela coloca um espaço entre os níveis, porque ela não se coloca num nível que ela possa
acessar, ela não quer abrir mão de algumas coisas, tendências, que ela sabe que não funcionam com
ela. Se ela pede alguma coisa e sabe que ela não vai funcionar, está fazendo uma auto hipnose. Se ela
começa empreendimento e começa abortando por um pensamento negativo, a tendência daquilo vai
ser um fracasso. Tem que começar com um pensamento positivo, abrindo o caminho para ela. Se ela
começa pensando que aquilo está muito longe para ela então ela já abortou.
- O megatrafar da pessoa, quando ela localiza, tem que se esforçar para dominar aquilo.
- Hoje tem mais gente aqui. (*na tertúlia)
- Paretecnologia: qual a capacidade da conscin de plasmar a paratecnologia específica? Waldo: pessoa
começa a ter alguma capacidade de plasmar quando tem a projetabilidade lúcida. Quando ela começa a
ter isso, começa a ter jogo de cintura maior e isso é potencializado pela tenepes. E se a tenepes dela tem
duas décadas, então ela vai chegar na Ofiex, e todos os fatores vão convergir e dar sucesso a ela. Em
dinâmicas não é só a pessoa, ainda é o amparador com ela, mas isso funciona. Isso é útil, utilitário e
funciona, vale a pela.
- Caso mais sério em paratecnologia, é pensar no EV e todas as cosnequências deposi dele: primener,
cipriene. Autodiscernimento parapsíquico vem com isso e tudo muda. É impossível, impraticável
desenvolver tudo isso sem cosmoética, sem interassistencialidade, isso tem que ser contínuo, não
adianta ser esporádico. Toda assistência mais avançada parapsíquica é coisa que já vem de um tempo.
Quando é esporádico é auxílio pequeno. Coisa para se manifestar com mais constância é melhor.
Amparador prefere pessoa com 5% de energia que é legal. Não adianta nada a que tem 95% e no outro
dia 2%. Se a linha é quebrada não tem jeito, se é linear é mais fácil. Pessoa que nunca sabe o que vai
acontecer, imprevisível, tem gente que acha o máximo. Isso é bobeira. O bom é ter uma pessoa cada vez
mais previsível para o melhor. Quando a imprevisibilidade da pessoa, é apedeuta, tudo em torno dela é
imprevisível, não tem nada que ela possa fazer previsão. Junto dos assistidos que você mantém a
amizade com os amparadores extrafícos. Para manutenção é a mesma coisa, tem que ser no plural: os
assistidos.
- Pergnuta sobre EV. Explicar sobre evolução do EV, a dinâmica do desenvolvimento dele. Waldo: do
EV, vai sair a clarividência facial, vai sair a exteriotização dela, as 40 dinâmicas de manobras
energéticas. Com o EV voce melhora tudo, antes e depois de cada coisa, você faz um EV e isso ajuda.
Com o tempo você vai ter plena confiança no EV e vai usar ele para acoplar melhor com o amparador.
Sem o EV a pessoa nunca chega com uma lucidez muito grande nisso. O desenvolvimento depende da
pessoa. Tem gente que em 2 anos domina totalmente a energia consciencal. Quem quer fazer isso em
uns meses, é tolice. Quem quer entender conscienciologia em 6 ou 3 meses, mas é impossível. É muito
detalhe e nosssas consciências são complexas. Somos poliédricos e tudo isso tem que ser levado em
consideração. Para essa pessoa eu digo: trabalhe o seu EV 20 vezes por dia até você chegar num lugar
razoável, e depois de um mês se pergunte se isso te deixou menos assediado. Quais os problemas com
setores, trabalhos e pessoas que desapareceram, e melhoraram? 20 por dia, num mês a pessoa vê
tudo isso. E eu não vou influir, o assediador não vai influir, o amparador não vai influir: é a pessoa
consigo mesma, ela bate de frente com ela mesma. Para essa pessoa eu não dou uma lupa não, dou
um espelho para ela se olhar. E não para ela ser adoradora de si própria. Tem que ser coisa melhor do
que essa né.

blogtertulias.blogspot.com 187
- Todo mundo cumprimentando o Waldo e o pessoal ali, pela internet.
- Não se passa toda bibliografia para esses verbetes, senão sai muita coisa do Waldo, ficam muitas
páginas só disso e o que ele quer chamar a atenção é para o core da prevalência.
- Sinonímia sendo idéias ou sujeitos similares. Isso que é sinonímia.
- Enciclopédia Simposium.
- Se Alcmaeon/Alcmeon matou ou mandou matar a mãe, por causa da vaidade dele? Ele influiu muito,
era médico e influi até hoje na medicina. O homem era uma fera e dos discípulos mais sérios de
Pitágoras. Muita escola, muita coisa sobre ele ali.
- Hoje sentimos atuação ostensiva dos amparadores aqui. Como era antes? Waldo: não tinha
holopensene favorável para a atuação deles. Hoje como tem abertura para isso, eles estão aí sendo
descobertos. Antes era direta mas não era pressentida, era impressentida. A pessoa tinha uma **** caiu
microfone do Waldo.

*1:34:18

- Quantos livros considera que tem que escrever para ser a megagescon? Waldo: pode ser o primeiro,
uma megagescon de alto nível. Não pode ser só de literatura como a Raquel de Queiroz, que era boa
dentro daquilo mas escreveu só sobre literatura. Tem que ser um de alto nível, que faça esclarecimento
e seja direto ao assunto. Se pessoa floreia e rodeia, é problema. Como a pessoa que vai a Buenos Aires
por Paris. Floreamento é o jeito de falar, falar e não falar, sem ser claro, cara a cara. Não perder tempo
com romançe, contos, noveletas ou outras coisas nesse sentido: livros técnicos voce guarda muito mais
coisa. Pegue esses livros e anote as coisas no seu laptop e com isso você vai ter uma biblioteca pessoal
de pensamentos.
- Pessoas que podem estar trabalhando com informática no extrafísico que chega aqui já bem para isso,
e ainda tem coisas além disso.
- Tem gente que só fez um livro e foi superior a todos os outros na área.
- Síndrome do segundo livro quando a pessoa quer fazer um segundo livro melhor do que o primeiro.
Se pessoa escreve dentro de uma linha com profundade e depois quer expandir aquilo, a tendência é
ela melhorar naquilo. Se ela não quer só o dinheiro ali, ela pode ir longe. Tem colegas nossos aí que
são escravos do cifrão, que faz o isntant book, que visa só o mercado, sem esclarecimento. Pessoas
que precisam de 10 livros antes da megagescon, podem nunca ter escrito sobre essas coisas antes,
nesse nível de idéias libertárias desse jeito. Isso as vezes exige mais tempo. Tratado quase sempre
exige mais. Eu para fazer o projeciologia demorei 19 anos selecionando material com todos os
recursos que eu tinha. O meu texto tinha mai sou menso 2600 páginas e depois saiu com 928 que a
gente colocou metade e com letra menor. Pessoa chega aqui como nós estamos e no terçeiro livro vai
fazer coisa mutio séria. Tem mutia gente que promete fazre livro e nao faz nada né. Amigo meu que
falou que ia fazer livro e não fez nada, outro falou que iam ser 20 e fez 2, outro falou que ia fazer mais
de 20 e sairam 12 até agora. Mas é que nem livro de Krishnamurti, Chico Xavier, tudo parecido um
com a cara do outro no conteúdo. Meus livros são parecidos na forma, mas na essência não.
- Hoje à noite trabalhei no texto inteiro: são 2974 páginas. 33 sessões já no papo. Esse verbete auqi tem
26 sessões. Tenho impressão que escrevi ele na época em que eram 38 sessões. Agora são 63.
- O que a IC de escritores pode ajudar? Waldo: ah, vai ajudar, o que publicarem de journal, vai congregar
os pensamentos, porque todo mundo está visando mais ou menos o mesmo obejtivo. Vai ajudar muita
gente demais. Já tem gente de fora que já entrou em contato, minidissidentes, de longe, mas pode até
retomar tarefa. Essa instituição é importante e vai ajudar muito o pessoal pra isso. Temos 33 já autores,
tem mais uns na bica para vir a público. Daqui a pouco temos 60 já com livro publicado. Tem 20 pessoas
ali, com eles vão ser 53, que mais do que academia de letras que são dó 40. E isso é mais difícil do que
literatura, que é só falar de maçã que caiu, ar que está frio.

188 blogtertulias.blogspot.com
- Journal dos escritores tem que ser revista técnica, tem que debater em torno do processo de
conteúdo. Não uma academia de letras ou regional de letras, isso tudo é secundário. Respeito muito
aquela turma mas é secundário, é periferia, moldura. Temos que fazer uma coisa da essência, do
conteúdo, da conteudística, e não só o processo periférico.
- Se pessoa deve usar tares em todas as circunstâncias? Waldo: não, isso tem que moderar e dosar, usar
a dosagem. Senão cria mais problema do que ajuda. Nessa união dos escritores, podemos elevar o nível
de maneira extraordinária porque tá todo mundo em casa, sabendo, com similaridade de interesses, e
isso vai longe. Aqui tem 80 pessoas, 20 escrevendo livro. Um quarto dessa turma já vai ser escritor. Tem
aqueles que são de vez e uns verdulengos. Tem uns já maduros, que já descascaram, que estão
começando de novo.

*Laura
- Amanhã a tertúlia será transmitida às 16 horas, por ser feita no auditório.
- Recados..

*Antônio
- Projeto da UNICIN de colocar na internet todos os artigos publicados da Conscienciologia. Já se tem
sistema usado também nos periódicos científicos, sem custo. Isso vai dar disponibilidade muito maior
para os artigos.
- Precisa-se de alguém interessado em ajudar a indexar esses artigos, se algum
tertuliano ou teletertuliano souber mexer om xml e tiver vontade de ajudar,
mande email para revistaconscientia@ceaec.org, obrigado.
***

blogtertulias.blogspot.com 189
794. Cinco Ciclos - Domingo 02/03/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:54

*794. Cinco Ciclos - domingo, 2 de Março de 2008


*Download
2008.03.02 - 794_Cinco Ciclos

*Anotações
- Frase enfática, com detalhes e interconexões assistenciais: os cinco ciclos proexológicos estão expostos
o tempo todo com detalhes e interconexões assistenciais, ao modo de desafio fundamental para quem
tem automotivação. Estou falando que estão expostos porque todos aqui somos levados pela evolução,
dentro do momento evolutivo, a participar a interassistencialidade. Quando vamos fazer a
interassistencialidade nós vamos ter interesse nesses cinco ciclos? Quando chegar na tenepes, como vai
ser? Vai ser com a invéxis ou com a recéxis? Então veja, detalhes e interconexões assistenciais. Na hora
que começa a fazre assistência, esses assuntos aparecem inevitavelmente. Se você esquecer alguma
coisa do intermissivo, o amparador de função vai falar para você. Se voce não escutar eles de cabeça, os
amparadores vão falar por outras pessoas, que vão ser os microfones do amparador. Priorizização do
detalhismo, juntar as pontas, técnica da singularidade. De ter a prioridade, eu já estou dando tudo
mastigado.
- Falta fazer deglutição, estou dando tudo mastigado. Também não pense que esse negócio de engolir
acaba com tudo, é difícil também as vezes. Pode engasgar. Ela engasgou com água, você não tá vendo?
- Vários cursos, várias próexis os cinco ciclos? Quem acha que nessa vida pode alcançar os cinco ciclos
levanta a mão. (Várias pessoas levantam). É exequível, é factível, tá bem claro? Pessoa: dentro da
proéxis programada dentro do curso intermissivo ali essas cinco condições? Waldo: não, tem outras.
Boa parte de vocês vivendo a fartura, que nunca tiveram doença nem nada, vão viver muito tempo. Se
vão viver muito tempo, que tal uma maximoréxis?
- Pedir para voluntários de boa vontade irem para a loja do shopping center, que tem várias pessoas
aparecendo. Tem tanta gente de gabarito que podia ir dar informação lá no shopping. Se algum dia
faltar gente lá vocês me telefonam que eu vou pra lá, vou fazer um show, um comício, vou armar um
palanque lá e vou começar a falar. Ainda mais nesse ano de eleição, tudo é possível. Aquele boa vida
que tá dormindo mais, que tal ir passar um tempo lá no shopping? Daqui a pouco vai ter até as tertúlias
lá. Eu espero que vocês colaborem, está faltando prioridade de algumas pessoas. Pessoa fala que
shopping é o melhor laboratório para interagir com o pessoal de Foz do Iguaçu, que essa semana
conheceu um rapaz egípcio que conheceu o munto todo. Ontem foi um japonês que ficou de vir hoje
aqui. Waldo acha que o Instituto deve canalizar algumas pessoas para lá.
- Senhor da idade do Waldo que apareceu ali e Waldo falou pra ele que livro é o filho mais fiel que a
conscin prolífica pode ter. Filhos conscins crescem e vão embora. Agora o filho sempre lembra do pai.
Aonde ele anda vai estar o nome do pai lá. O livro então é um filho mais fiel que os outros. Alguém
quer retrucar?

*11:12

- Eu falei, é um senhor muito simpático, com 77 anos, uma simpatia. Foi convidado para vir pra cá para
escrever um livro, é muito bem articulado. Chamei ele de caipira do estado Espírito Santo, e ele gostou.

190 blogtertulias.blogspot.com
Pode ser que venha pra cá. Ele não tem laptop, é o caso dele vir pra cá e estudar uma coisa séria que vai
arrumar a próxima vida dele e aumentar a prole, de livros.
- Tertúlia de ontem apareceram muito o professor Jayme, a Nara, e apareceram bem nítidos, as fotos
estão melhores do que eram...

*12:35

- Prevalência e EV: EV tem que ser colocado como o elemento prevalescente na vida humana, falamos
que é a chava da vida humana, que é eneergética, a energia consciencial, e o EV é a base para
desencadear o domínio das Ecs, de modo que tudo que fazemos devia ser centrado, baseado, plotado
no EV.
- Pessoa da alemanha pergunta como ajudar pessoa que tem vícios sendo que ela não domina energias
nem EV. O ideal é chegar perto da pessoa quando ela estive dormindo e exteriorizar energias. Agora,
não pode ter medo de consciex, senão vai mexer em caixa de marimbondos. Se ela tem medo tem que
trabalhar com o EV, fazer cursos do Instituto, e dominar isso. Agora, se a pessoa já esá preocupada com
isso e leva a sério, então é bom ela ir e começar a desenvolver isso, e o EV. E se a pessoa é da família e
mora sob o mesmo teto, então é com começar a dominar as energias para sair dessa.
- Ambidestro de datilografia é bobagem que quem escreve sem olhar o teclado é treinado.
Ambidestro é outras cosias, como escrever, pintar, fazer cirurgia com as duas mãos, escrever a
assinatura com as duas mãos.
- Raramente vemos que o autor aí usa as aspas. Não é falta de costume e nem deixo de recomendar. Eu
uso sim as aspas, mas só quando eu uso o texto dentro de umt exto em que eu não uso travessão, daí
sim eu coloco aspas. Eu gosto mais de jogar com o bold ou o itálico. Eu acho mais forte e caracteriza
melhor. Se a pessoa quer olhar como isso funciona, olhe bem as frases enfáticas dos verbetes.
- Aspas as vezes temos que falar também quando falamos uma coisa e aquilo não corresponde à
verdade. Quando falamos uma mentira, falamos em aspas. E também quando nos referimos a alguém
off the records. Outra coisa, eu coloco todos os estrangeirismos em itálico. É o meu estilo, não sou
contra as aspas não, sou contra as caspas.
- Estrangeirismologia. Ranking da proexidade pessoal: no meio dos meus amigos eu estou em que
situação com a minha proéxis. Entre os meus irmãos, eu que sou o mais velho, estou em que patamar
com a minha proéxis? A pessoa não rpecisa fazer competição e colocar todos a par do que ela está
estudando, ela pode ser sigilosa, mas o ranking deve ser levantado, porque fai mexer com o pudor, a
rudorização da pessoa. As vezes a pessoa é o primogênito e o caçula já passou a perna nele a muito
tempo, sendo que são filhos dos mesmos pais, e tiveram as mesmas coisas. Como fica isso?
- Cotejo da vida atual, e do que ainda vai viver, dentro deste contexto evolutivo. Dentro do curso
intermissivo, todo mundo tem uma maxiproéxis, e o objetivo é sempre individual. Dentro de cada
proéxis vão sempre ter esses cinco itens aí.
- Definição: condição da conscin lúcida intermissivista ou cognopolita. Duas condições diferentes, tem
muito intermissivista, como esse alemão que nos mandou pergunta ali. Lá ainda não tem cognópolis,
tem qeu fazer uma. Tem que puxar o cognopolita que não vai trabalhar com o povo, à frente. Tá
faltando cognopolita no shopping center por exemplo. Maioria só passou, mas não ficou lá não. Como
é? Animais, animais! Aquela minha piada de sempre. (*animais se animem).
- Batopensenidade positiva, quando tem redundância técnica, ou pleonasmo didático: repetimos o
mesmo assunto mas carregado em cima de um flanco, viés, face, abordagem, enfoque, totalmente
diferente. Vários nomes para não ter dúvida do assunto. A condição da singularidade é praticamente
o principal dentro da enciclopédia. Logias, são ciências. Todo verbete começa coma definologia, agora
a essencia do verbete e da sessão da definologia é totalmente outra. Às vezes tem uma proximidade
muito grande, mas não é a mesma coisa. Quando começa a falar diversos ângulos do mesmo assunto,

blogtertulias.blogspot.com 191
a pessoa mesmo não querendo, vai deglutir o assunto, porque ele está sendo empurrado goela
abaixo. Já trouxemos o verbete da singularidade. Já grouxemos né?
- Singularidade dentro de cada ciclo vai se repetir. Ela sempre dá mais uma volta com um ponto a
mais. Ela não é o Uroboros, não é escrever na água. Eu estou escrevendo o mesmo assunto com uma
diferença do anterior. Vamos examinar: você precisa ter o intermissivo para entender bem a tenepes.
Você precisa praticar a tenepes para dominar mais o parapsiquismo e ser um epicon. Você precisa
trabalhar muto com a tenepes e as vzes até em casos especiais, com a ofiex para chegar á ofiex.
Agora, se você, o orientador evolutivo, o evoluciólogo e vocês dois decidem que iam fazer até a
despertologia nessa vida, para você alcançar o complexis, voce tem que alcançar a desperticidade,
olha o contexto, olha a lógica. Não vou nem perguntar que eu só estou mexendo com gênios aqui
dentro. Todos vocês são geniais, só faltam assumir a genialidade. O fundamento mesmo a meu ver, é
autodiscernimentologia. Em segundo lguar a autopriorologia. Isso tem lógica?
- Vocês já viram que eu faço um esforço danado para levar a consciência a um grau de matematizaçaõ
máximo. O apostilamento da enciclopédia é baseado nisso.
- Dentro desse item, o livro entra dentro desses cinco ciclos? Waldo: tudo que voce vai escrever, vai
depender disso. Como a maioria aqui veio para deixar livro escrito, então voce vai fazer livro sobre o
que? Intermissivo, tenepes, epicentrismo? Eu estou escrevendo livro sobre isso tudo. Agora, você já
notou quanta coisa tem para ser feita? Eu não escrevi o manual da invéxis, então como há, cade o
manual? Eu estou aqui esperando, como é que tá? É só um exemplo, tem muita coisa para ser feita por
aí afora. Pelos verbetes você vê, que vários verbetes podem sre transformados em manuais. Hoje
mesmo a pessoa chegou para me pedir verbete, e ele vai fazer o verbete. Depois vamos colocar o
torniquete na cabeça dele, e tudo vai ser debatido aqui nas tertúlias.
- Curso intermissivo sendo preparado a pelo menos mil anos, nesse tempo a desperticidade já era
possível? Waldo: não, uma ou outra já poderia ser, agora os processos de msiticismoe e religião e o
processo da monarquia piorou tudo para todo mundo. Não se tinha cosmovisão do assunto, todo
mundo só tinha monovisão. Até poderia ter sido, mas não foi. A desperticidade tá incluída, que você
nunca sabe onde vai aparecer, aparece onde menos se espera. A naturaza humana é capaz de mudar oc
cosmos. Me dê uma alavanca que eu suspendo o mundo. Isso éo atlas, todos aqui são atlas e atrasinas,
mulher atlas. Quando começa a dar mais valor para o processo da assistencialidade, começa a ter mais
coisa a seu favor, tem mais confluência dos amparadores pare te ajudar, e a desperticidade fica mais
acessível.
- Quais os investimentos que se pode fazer para administrar a ocorrência dos cinco ciclos. Waldo fala
para fazer tudo que ele fala nas tertúlias. Ela fala que isso é muita coisa: (risos).
- Algumas dicas para sintetizar então: waldo fala que é bom no caso dela anotar as coisas dela para ela
fazer um livro. Como está o EV, se está na hora de fazer a tenepes, se o nível de assistência está bom,
se o trabalho está rentável perante os cinco ciclos?
- Quanto tem dificuldade na escrita então tem que pegar o laptop e começar a escrever sem parar. Se
isso é devido ao português misturado com o espanhol, tem que ajeitar ela. Isso é babelismo (da torre de
babel). Já teve até verbete sobre isso. Ver quais as coordenadas de como é o babelismo, que pode ser
dominado.
- Elencologia: a isca humana autoconsciente. Se a pessoa antes d edominar o EV pode começar a fazer
a iscagem autoconsciente. Waldo: a maior parte das pessoas começa a ser isca consciente antes
mesmo de fazer a tenepes. Tem gente que faz isso sem saber nada de EV também. Tem muita gnete
de religiões e de processos místicos que sabem dominar o problema, mas ainda muito sectários e
secciosas devido ao misticismo, ao processo dela. Ela não fica assediada porque faz força enorme, faz
tacon, procura arrumar a vida dela. A pessoa quando isca sabe o que está fazendo e ajuda os otros.
Agora, tem mutia isca consciente devido à profissão, principalmente gnte dnetro da área da saúde.
Por exemplo, tem enfremeira dentro da profis~sao que só a presença dela desassedia o ambiente, e

192 blogtertulias.blogspot.com
ela não sabe nada de energia, não estuda conscienciologia, nada disso. O ideal é dominar mais, e
desenvolver. Eu não acho que ninguém chegue a desperticidade sem exteriorizar energia. Sempre tem
que exteriorizar energia. Pessoa quando não consegue fazer desassim vai assimilar energia antipática,
agora o problema é ela dominar isso tudo e não fazer disso uma rotina, que daí ela vai ficar assediada.
O problema é insistir e perseverar. Agora, uma coisa é certa, o domínio do EV, das energias, com o
passar do tempo, trazem um bem estar para a pessoa, que é indizível. Eu acho muito difícil uma
pessoa que domina o EV ser ansiosa. Quer ver se a pessoa domina o EV, vai ver se ela é ansiosa. Quem
domina o EV não é ansioso.
- Discernimento autoretrocognitovo e cinco ciclos é relacionado pela recuperação de cons. Pessoa chega
aqui à foz e começa a trabalhar conosco aqui dentro da cognópolis, ela pode já dominar alguma coisa de
energia, ou sre casca grossa, ou ter assistência bem avançada... agora com autoretrocognição tudo fica
mais claro e a pessoa vai ter mais discernimento para saber tudo que ela vai ter que seguir para ir
adiante com isso aí.
- Já foi aprovado aí pela câmara de vereadores de Foz, o nome de Cognópolis para o bairro que é essa
área nossa. Faltam alguns outros orgãos para que isso seja chancelado, mas o primeiro passo já foi dado.
- Foi tambem lançado o nossa evolução em Braille, do pessoal da Intercampi que trabalhou muito bem.
Eu que já trabalhei muitos anos com braille até deposi que me formei em medicina, sei como é o
trabalho desses voluntários abnegados lá do nordeste. Inclusive quem puder ajudar com dinheiro é uma
boa, que seria bom ajudar a Intercampi. Para quem é analfabeto em matéria de Braille, pedimos para
entenderem um pouco mais do assunto, que vale a pena. Isso é a tares pura, na matéria do Braille.

*45:32

- Duas pessoas ali que são muito parecidas, uma nasceu na Espanha e outro no Brasil, elas foram
separadas no intermissivo, mas elas são muito parecidas: isso é para a gente fazer o estudo das
cosnci~encias que não são gêmeas mas tem afinidade morfológica. Uma coisa eu queria ver o
temperamento de cada uma como é para ver onde é igual, como bate? Quem quer apostar comigo
como eu não descubro pelo menos cinco coisas que são iguais? Elas não se conheciam e agora Waldo
quer saber o que vai saber disso. E elas tem cara da monarquia olha lá. São as dusa novas atrizes dentro
da proéxis de grupo. É bom examinar esse processo da parecências, das semelhanças, para ver o
processo de similaridades que se pode ter. Vamos trabalhar o processo da organização do psicossoma
dentro do corpo humano. Entre elas não daria um avontade enorme de ver como é a árvore genealógica
de cada uma os avós, as avós? Tem muita gente que se colocar aqui na frente elas vao correr para o
banheiro, agora, elas não, elas são abertas e prestativas, na flor da idade! Não acham que devíamos usar
mais as nossas cobaias como nesse exemplo? O que vocês acham desse processo do estudo das duas? O
que é interessante é a curiosidade técnica que isso desperta. Tem ou não tem curiosidade nesse caso.
Tem que ter olho clínico para descobrir isso aí, mas nesse caso é tão evidente que nem olho clínico
precisa ter, de tão parecidas.
- Morfologia das duas aqui, uma das Espanha e a outra do RJ, tem que ver os interesses delas, ver
quais as semelhanças do materpensene delas. Agora o que eu vejo é o seguinte: deve haver um
processo pela formação delas, que é uma brasileira e outra espanhola, deve haver um processo de
formação do pomar genealógico ibero. Pensa nisso, se tem o processo íbero, tem o processo lógico, da
monarquia. Agora, o Málu, voce que entende desse assutno, não acha que as caras dessas duas são
todas monárquicas? Agora, tem um modiliane (??) que as dias são dolicocéfalas (???). Isso é a
morfologia, não estética, não é a paramorfologia do psicossoma. É o psicossoma que influi no soma, na
genética, a paragenética que influi na genética. A aproximação, isso pode ajudar muita gente a estudar
conscienciologia. Também não estou falando aqui que a mesma encadernação do passado é a
encadernação atual. São exemplares diferentes.

blogtertulias.blogspot.com 193
*54:20

- Málu: tem um caso que eu vi assim que é parecido. Waldo: que tem relações uma com a outra né? E
tem livro sobre isso que é um album de separados ao nascer, trouxe numa tertúlia e andei mostrando. É
o caso de fazer um levantamento disso e começar a estudar. Esses casos ás vezes são mais importantes
do que gêmeos. Tem muita coisa para ser analisada aí. A hora que sair uma análise de duas pessoas que
não são irmãs, imagina o que isso não vai ajudar as pessoas gêmeas univitelinas, irmãs consanguíneas, e
separados ao nascer??? Vale a pena estudar, isso é importante gente, é um bom grupo de estudo. Só
isso aí tem um campo vasto de muitos viezes e enfoques a serem mexidos.
- Estrangeirismologia: dedicação full time à autoproéxis: só possível se pessoa tiver independência
financeira? Waldo: não, se ela tiver uma boa autorganização, que dinheiro é uma coisa secundária. A
pessoa faz tudo sem dinheiro. Quem dá valor para dinheiro é miseré. Large não dá valor. Pessoa não
precisa de muito dinheiro para viver com dignidade não. Brasil não se tem mais fome. Tem gente
morrendo de excesso de peso, prematuramente. Estamos vivendo na época da fartura. A dependência
antiga dos EUA, estamos mais ou menos iguais. Tem shopping center em São paulo que é melhor do
que muito shopping center dos EUA. A dívida externa, atualmente estamos virando credores. Todo
mundo tem que ter um pé de meia, para não ser parasita dos outros, do governo nem de ninguém.
Dependendo da sua proéxis voce tem que ver se precisa de um maior, ou um menor, do que voce
precisa.
- Ontem foi aberto o reaprendência. Nova IC. O ambiente está muito bom, muito bem distribuído o
trabalho. Tem que aprender a coisa certa quem aprendeu a coisa errada. Aqueles que não viram é bom
ir lá ver. Tem eventos já. Tem um com 63 alunos. Quem não for lá examinar tem que levar uma rasteira.
Reaprender é a base nossa. É como vamos colocar a escola na frente do hospital na terra.
- Despertologia: em geral a partir dos 46 anos da idade física, que a pessoa fica desperta.
Como é a infância da pessoa que já foi desperto a 4, 5 vidas? Waldo: desperto que já foi
desperto a várias vidas é tudo evoluciólogo hoje em dia. Os que já foram são todos
evoluciólogos, caminharam para o serenismo. Os que se insinuaram são ainda muito
verdolengos. O pessoal que já foi é todo semiconsciex, teleguiado. Aqui você não vai achar
muito disso não. Você vai achar muito daqueles que se insinuaram, que se mostraram de vez,
mas a maioria tudo é verdolengo, ainda não tá maduro não. Agora que está começando a
maturidade.
- Que o evoluciólogo na infância também é assediado mas não se encomoda ou não se deixa
afetar por isso. Waldo: do desperto pra cima, o caso é o seguinte, o desperto, semiconsciex,
teleguiado, e evoluciólogo, colocam as coisas do Freud tudo no chinelo. Já dominam isso e
tiram de letra, então muda tudo. Quando eu falo 46 anos é uma média útil que estamos
falando aqui para as pessoas. Se você for examinar é também baseado na média da
maturidade do corpo humano. Se você for colocar 20 anos depois disso, vai ser 46 anos. Se a
pessoa depois dos 26 anos começar a chegar na ofiex com os 46, ela vai ficar então com o
processo da desassedialidade. Ninguém pode dizer que ninguém pode chegar lá nessa idade.
Pode sim. Pessoa: então, se a pessoa é uma criança que pela aura, contexto, é mais
desassediado, é um provável desperto, é bom ver? Waldo: é o caso de ver, mas de qualquer
maneira é um bom desperto, é bom ver, não é mais um casca grossa, não é mais isca
inconsciente. Vai dominar melhor o processo e chegar no epicentrismo. Sempre é um indício
a ser levado em consideração com muita seriedade. Pessoa: criança ou jovem que tenha sido
um desperto, ele tem consciência disso? Waldo: olha, o evoluciólogo e serenão tem

194 blogtertulias.blogspot.com
consciência de tudo. Pra mim o serenão não perde consciência nem no processo de parto,
desde o momento fetal. Pega uma universidade formando 100 alunos: no meio daqules
alunos sempre tem gente com taquipsiquismo, outros com grand efacilidade mnemônica,
ourtos com articulação de pensamento fora de série. Agora, se o grupo que se forma é desse
jeito, então e a vida toda, que é desse jeito? Tem muita gente por aí. Tem gente que sempre
considerou a genialidade perto da loucura, devido à extrapolação. Agora a verdadeira
genialidade é aquela generalista, que é versátil, polivalente, cosmovisiológico. Que a pessoa
deixa de ser varegista, deixa de ser monovisual, deixa de ser uma superespecialista que só
fica numa coisa. Essa visão de conjunto é básica. Eu semrpe todo nisso usando a técnica da
singularidade que eu já falei antes, porque uma boa parte de vocês é desse jeito mas tem que
sair para vivenciar essa situação. Tem mutia gente aí com vários trafores ociosos. Tem muita
genet aí cmo trafores ociosos. Anote aí, “Eu tenho vários trafores ociosos. Quais são? O que
eu estou esperando? Quando e´que eu vou colocar isso em funcionamento?!” Agora, se você
ficar ruborizado, anote aí: “fiquei ruborizado, dia tal, mês tal, hora tal....” Para pelo menos
mostrar que em algum momento você teve vergonha né.

*1:08:00

- Pessoa escrvendo livro sobre princípio do exemplarismo pessoal, da pessoa usar o máximo dos seus
trafores para aproveitar ao máximo a vida dela. Waldo começou a escrever verbete hoje no holiciclo,
que é objeto ajustado, sobre objeto que é usado, coisas triviais mais elementares que a conscin lúcida
deve saber para fazer o que precisa aqui. Os objetos que voce usa são bem ajustados? Se a lâmpada fica
piscando a três meses, pode ser um problema. Então isso de desorganização com o que a pessoa usa,
isso é um problema. Isso devia ser um verbete que nós devíamos apresentar de supetão, senão a pessoa
vai querer vir com a roupa toda arrumada, laptop certinho, cabelo ajeitado, para falar que está tudo em
ordem. Isso aí ultrapassa a etiqueta, o modo de andar, tudo dela. O mais importante ter ajustado é o
soma, o macrossoma, com tudo em ordem. Oportunamente esse ano esse verbete vai ser falado. Como
vai ser sabido um dia antes, por causa da eleição, vai ter um monte de gente que vai sumir, ficar em casa
vendo online a tertúlia.

*Alexandre
- Recado para o pessoal online: temos uma equipe trabalhando na tertúlia, que acabou sendo aberta ao
público antes do previsto, e estamos felizes com isso. Está pronto o manual de operação, e quem quiser
trabalhar com a transmissão da tertúlia, não precisa ter conhecimento técnico especial, é só saber ler
português, e a operação é fácil. A pessoa pode nunca ter sentado no computador antes e consegue fazre
a transmissão. Se a pessoa tiver pane, alguém consegue operar o computador à distância. Waldo fala
que isso é disjuntor internauta, que é o que ele chama esse povo lá que fiscaliza a transmissão. Estao
sendo preparados os vídeos e os audios para serem colocados online.

*Laura
- Tertúlia vai ter equipes de monitoria da transmissão, monitor 1, 2, 3 e 4. Quem tiver disponibilidade, e
morar em foz, entrar em contato com a Laura. Pode ser voluntários de fora do CEAEC, de outras ICs.
- Recebemos muitos pedidos por email e por favor sejam compreensivos que não temos como antender
todos. A partir de semana que vem já se deve ter os verbetes online.
- Quero dizer que o tertuliárium ainda precisa de doações e está aberto a doações.

blogtertulias.blogspot.com 195
*Waldo
- Próximo domingo: “Código Consagrado” como verbete.
- Na pensenologia: uniformidade dos ortopensenes: ortopensenidade. Uniformidade dos ortopensenes:
ortopensene geralmente é aquele pensene que é equilibrado, que traz condição de estabilidade da
cosnciência. Se uma pessoa tem ortopensenes e consegue manter isso, de maneira regular e aquilo vira
rotina dela, a retilinearidade do ortopensenes, do modo de falar, escrever, agir, é tudo retilineo. Ela está
caminhando para a cosmolinearidade. Ela vai usar a energia imanente sem poluir ela tanto, vai ficar
dentro de uma uniformidade que o caminho dela é uma só, se não chegou na desperticidade ainda, vai
chegar, está abrindo o caminho dela de forma irreversível.
- Especialidades: pretende atualizar quadro sinóptico? Waldo: não, só daqui a mais de dois anos.
Estamos caminhando para 200 especialidades, agora muitas delas são decorrência das 70 que temos, e
umas são parte umas e parte de outras. Eu estou atualizando mais os verbetes, que eu atualizei eles
para 63 sessões. A listagem da Laura tem 62 sessões, de onde é, a ordem da coisa, que é bem assentada
dentro do verbete. O que eu considero mais sério é ver as sessões. Agora, a especialidade temos que ver
depois. Série de denominações que temos que juntar com o tempo, mas com isso só vamos ter com o
tempo.
- Verbete de número 1000, ao que tudo indica, vai coincidir com o a inauguração do Tertuliárium mais
ou menos, que vai ser lá pro dia 29 de outubro desse ano, então temos mais uns 8 meses de construção
para ficar pronto. Agora, até isso, temos mais verbetes para serem redigidos. Os que eu estou fazendo
agora, estão com uma estilística mais avançada de pelo menos 26 logias. Agora, temos que tirar isso
pelo find, quando tivermos mais verbetes. As vezes certas especialidades estamos colocando o
problema pessoal da pessoa, como a autoproexidade, auto organização da pessoa. O auto
empreendedorismo, auto exeperimentação. Se está um pouco confuso agora, com o tempo vai ficar
mais claro. Pessoa que está estudando cosnciência, não estã plantando mandioca – consciência é o
assunto mais complexo que se tem no cosmos. E temos que picotar ao máximo que der. Atualmente
está começando a assentar o corpo, a idéia da enciclopédia, mas estamos ainda na adolescência.
- Assunto da tenepes, até os 35 anos no caso do inversor. Que parâmetro colocar para saber se a
pessoa está marcando passo dela? Waldo: são os dados da ficha evolutiva da pessoa. Uma pessoa vai
na administração é uma coisa, outra vai na medicina é outra. Pessoa que estuda só no Brasil é uma
coisa. Pessoa que vai para o exterior para estudar é outra. O que a pessoa tem que fazer é reunir
todas as suas conquistas até o momento e ver o que está anômalo dentro daquilo. Pessoa que tem
conhecimento teórico absurdo de energias, mas tem medo de sair do corpo. Pessoa que está na pós
graduação da teoria e no jardim de infância da prática. Isso é que tem que examinar mais sério. No
levantamento disso, como em todos da conscienciometria, tem que levantar trafares e trafores, e ver
o que levanta dentro de cada um deles. O campo da exposição de idéias, a exposição pessoal dentro
de cada um desses temas. É o problema da pessoa não autista mas extrovertida, educada,
disciplinada, dentro da balança. Agora, acho bom vocês fazerem umas regras básicas, dentro disso.
Uma dica: lá pelas tantas, seria bom estabelecer o cotejo dentro da invéxis e da recéxis. Pessoa ver
qual a vantagem do inversor contra o reciclante. Isso dá mutia força para o inversos jovem. O inversor
tem muita coisa que é contra ele, falta de experiência, dinheiro, memória, corpo não consolidado
quando é antes dos 26, mas tem a seu favor a invéxis. Se ele começou no passo certo, na direção
certa, no caminho certo, tudo isso pode ser superado. Uma coisa é fazer esse paralelismo, esse cotejo,
confronto. Esse confronto não é competição não! Tem um monte de reciclantes muito na frente dos
inversores mais capacitados que tem por aí. Para o inversor esse contraste é muito importante, isso é
muito bom para ele. Outra coisa: inversor tem que ver o manual da dupla evolutiva que aquilo foi
feito para inversor.
- Dentro dos cinco ciclos, temos o ciclo da tenepes: que contém diversos ciclos também. Como
delimitar? Waldo: primeiro são os seis meses, depois ver como consilidou, se mudou amparador, se

196 blogtertulias.blogspot.com
entrou em patamar onde tem plena confiança naquilo, se depois de cinco anos ela tem mais
motivação para fazer a tenepes com o amparador, mais do que ela tem para ir jantar um banquete
com os amigos, isso já é grande coisa, mostra um nível lá na frente. Outro patamar lá an frnete é ter o
vintênio com a ofiex lá na frente. Quais os tipos que se modificaram com o tempo? Nenhum
tenepessista tem só um tipo de assistido. Aquilo vai mudando para melhor com o tempo, e para
melhor, que antes ela não tinha gabarito para atender os casos drásticos. Se voce olhar isso que eu
estou falando, vai te dar um delineamento claro de tudo que a Tarefa Energética Pessoal.
- Toque muito forte no dia a dia com os meus entraves. Waldo: isso vai ficar menor mas não pode nunca
ser descartado. Você está mexendo com a tenepes hoje 50 minutos, mas daquia 10, 15 anos vai ser o dia
inteiro, não pode ser descartado. Eu mexo com tenepes o dia inteiro. Quando vai ter curso aqui eu nem
sei que curso é e sei pela tenepes. Agora, as vezes a tenepes me avisa que amanhã vai ter coisa desse
tipo e eu fico de atalaia, quase sempre é desse jeito. Agora veja, depois do curso intermissivo o que tem
aí é a tenepes. Aí intrinsecamnte o que tem é a Ofiex, lá no fim. Vamos em frente.

*Atalaia: s.2g. (1137 cf. JM3) 1 aquele que vigia, que observa; sentinela  s.f. 2 lugar elevado de
onde se observa ou se vigia 3 guarita construída em lugar elevado para vigiar o inimigo 4 MA
morro mais alto de uma serra  de a. de vigia; à espera, à espreita, de sobreaviso  etim ár. at-
talái'a, pl. de talaia 'lugar alto onde se exerce vigilância, sentinela'; f.hist. 1137 atalaia, 1265
athalaya, sXIV atalaia  sin/var como s.f.: ver sinonímia de 1colina; como s.2g.: ver sinonímia de
sentinela  hom atalaia(fl. atalaiar)

- Pensenologia: regularidade das manifestações pensênicas pessoais, quais regularidades, exemplo?


Waldo: você é bom em algumas coisas e em ourtas não. As que você domina, você já tem uma
pensenidade regular, adequada que aquilo se manifesta apropriadamente. A pessoa especialista em
texto que é de pensenidade comunicativa gráfica que é regular nela. Quem trabalha com essa pessoa e
que nunca viu ela falhar, apesar de já ter cansado com isso uma vez ou outra. E é um processo
mentalssomático, e a pessoa não perde o fôlego, nem a motivação. Waldo dá coisas pra ela que são um
trabalhão e ela sempre faz isso sem reclamar, sem falar um piu. Pensenização comunicativa da palavra
gráfica, ela tem. Quantos anos que é assim? Agora, veja os seus, o do seu vizinho, do seu amigo. Cada
um tem o seu. E cada pessoa tem vários processos regulares, não é só um tipo não, tem vários.
- Eleição...

*Recados
- ECP1 de professores em Foz do Iguaçu. É um diferencial com a professora Málu Balona dias 14 a 16 de
março, que é uma das criadoras do curso.
- Primeira vez curso imersão projecioterápica da OIC vai ser administrado em Joinville, próximo de
Curitiba e Foz. Dia 2 e 4 de maio, com professor Mario Oliveira como epicon, e inscrições até hoje por
580 reais e parcelado em 4 vezes de 145.
- Para os interessados em enviar artigos para jornada de saúde, o prazo termina amanhã.
- Debate sobre autoconsciencioterapia na recin e na recex. Esse já aconteceu antes de eu estar
escrevendo isso hehehehehehehhehe. Foi bom para quem queria saber as diferenças entre recin e
recéxis.

- Verbete escolhido foi Megaenfoque, para terça feira.

***

blogtertulias.blogspot.com 197
795. Megaenfoque - Terça 04/03/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:56

*795. Megaenfoque - terça-feira, 4 de Março de 2008


*Download
2008.03.04 - 795_Megaenfoque

*Anotações
- Verbetes tem que ser todos calçados em fatos, senão amanhã vem alguém e acaba comigo.

*Gongo
*21:23

- Boa tarde a todos, hoje temos aí o meganefoque.


- Especialidade: Megaenfocologia
- Definologia: ato ou efeito de por em foco, focar, focalizar ou abordar com máximo de hiperacuidade
técnica e abrangência, determinado assunto ou perspectiva, envolvendo alguma realidade,
pararrealidade, fato, parafato, fenômeno, parafenômeno, objeto ou coisa existente no holopalco do
cosmos. Quer dizer, o grande palco do cosmos.
- Fatologia: o enfoque chave, a logística do enfoque técnico, a autofocalização no megafoco
pesquisístico, o megafoco do experimento, o megafoco da idéia original, o megafoco em ganhos
secundários, a zona de enfoque, a autoconcentração mental, a persistência no megafoco, o ato de
sustentar o ponteiro consciencial no megafoco, o fulcro da abordagem, o megatrafor da conscin, o
princípio do megafoco mentalsomático, a teoria do megafoco profissional, a técnica do enfoque pessoal,
a megagescon pessoal.
- O enfoque também é muitas vezes usada a palavra abordagem, que em inglês é “approach”.
- O megafoco técnico e paratécnico é ferramenta capaz de dinamizar com alta eficácia, a cognição e a
paracognição de qualquer conscin lúcida intermissivista cognopolita. Você leitor ou leitora, já procede a
alguma categoria específica de meganefoque sobre questões existenciais? Em qual área de
manifestação consciencial?
- Contrapontologia com 20 contrastes sobre os enfoques básicos. E tem a autocogniciologia que tem 15
categorias de enfoques essenciais para a concin lúcida, por exemplo: megaenfoque da megaconquista
pessoal, megaenfoque da megadecisão pessoal, megaenfoque da megaempatia pessoal, e por aí vai. De
propósito para mostrar a cosmovisão.
- 27 logias e 9 máximas.
- Povo tem vindo reclamar que não tem mais erro, só tem uns sutis agora, porque estamos fazendo a
revisão antes. As vezes eu faço inclusões depois da revisão, e daí ficam uns errinhos as vezes.
- Pior é que as listagens estão todas preenchidas também hoje.
- Hominologia: Homo sapiens mega focus.
- Latin não tem acento, nem z. Quanto é grego pode ter acento. Latin é que não tem.
- Waldo não gosta de escrever nada que seja errado pros outros. Escrever errado para ressaltar o
errado, não tá certo. Tem que ressaltar o certo.
- Megafoco da sinalética pessoal.
- Pergutnas que mandaram pro Waldo: O que significa trio parada dura que o Waldo tanto fala? E quem
são os integrantes? É o Adrélio, o Arlindo e o Jarbas. Eles foram eleitos pelos tertulianos, eles que

198 blogtertulias.blogspot.com
elegeram os três. É um trio, as vezes um deles está no pódium, e foram escolhidos porque não deixam
passar nada, chateia todo mundo, tem uns que são muito teimosos, e eu não vou falar quem é o mais
teimoso aqui, mas todo mundo sabe. E eles dão molho para os nossos debates, e nós agradecemos
mutio isso. Tem no me no volley isso: é o levantador da bola. No jornalismo as vezes você vai fazer uma
entrevista com alguém, então você dá os dados para a pessoa estudar e você ter chance de responder.
Aqui tem a técnica do processo didático e sob certo aspecto eles são levantadores. Aqui são dezenas de
levantadores inconscientes, que não sabem mas levantam a bola. Essa pergunta do Trio Parada Dura, é
da Alemanha. Uma cosia séria do Trio é que eles topam tudo, não tem vergonha para se expor, são
extrovertidos e bons. São todos veteranos, com central homeostática de tantos anos que estão com o
Waldo. (risos)

*32:46

- Pesquisa que dá verpon, quando aparece idéia de ponta, então pode ser idéia muito original, mas tem
que ver se na sua bagagem intelectual não é falha sua. Que as vezes você pode estar reinventando a
roda. É necessário colocar o megafoco com spot da atenção em cima do constructo novo para ver se ele
é original mesmo, qual o alcançe dele, as profundidades, se dá filhotes, consequências dele. Se ele traz
derivações positivas de outras idéias originais. As vezse voce encontra o ninho da gata, foi no fulcro da
veia principal do ouro, que dá para todos os oturos, o undergrouns subjacente.
- Qual o procedimento para identificar o meganfoque da idéia original? Você coteja isso fazendo
pesquisa na internet, nos seus computadores, seus materiais, seus guardados, a arquivística,
arquivologia. Pega idéia original e fala personalidade consecutiva, que sabia o que era isso por muitos
anos até chegar à conclusão que aquilo era que estava pesquisando, e não achou aquilo em nenhum
lugar. Segundo Trio parada dura já está se formando. Do ponto de vista de idéia, você não acha que
personalidade consecutiva já está se formando? Tem que identificar se é original a idéia, tudo tem que
estudar. Waldoe studando para ver se vai fazer sessões novas, se vale a pena fazer elas. Tem que ver
pelo find do computador as 3000 páginas para ver se tem sentido a nova sessão. Códigologia, ódigo de
cosmoética, uma sessão nova, ver se vale a pena ou não colocar ela. O megafoco para fazer uma sessão.
Hoje já estou com 63 sessões. Quando dei para o povo fazer verbete eram 28 só. Não sou eu que crio
isso, são os fatos que vão mostrando se vale a pena ou não.
- Em que isso ajuda? Eu falo muito na atenção dividida, que tem que ser multifacetada. Tem que saber
várias coisas ao mesmo tempo, é importante. É o calculismo cosmoético. É o que voce fala também do
ponto de vista do quebra cabeça. É a matematização da consciência. Olha bem os verbetes com muitas
logias, e examina o que está falando dele. Depois de feito é facílimo, mas para fazer ele é uma trabalho
danado. Depois tá tudo mastigado e para fazer oturo verbete ali é fácil. O difícil é a hora que vem a
argumentologia, que tem monte d eestilhaços, e um deles a definição, que tem que ser mais rica e
específica, com uma porção. Waldo tentando também mostrar para nós que o ideal para fazer livro é
especificar tudo desse jeito. Semiótica não é isso? É aquilo do “cod abundento non nocent” (???). Com
15 anos o Waldo falou que isso era tudo chatice e muito difícil, mas que toda chatura ficava agradável
depois que voce dominava ela. E com 22 anos ele já dominava isso e ficou tranqilo pra ele.
- A técnica da tentativa e erro, que é um processo de teste, pesquisa. Waldo tem outra a já 50 anos, que
é a de tentativa e acerto, e foi ver o que era para acertar, ver o que dava ela. Você vai procurar uma
idéia nova e as vezes acha: é a tentativa e acerto. A hipótese de tentativa, é o acerto, está apalpando no
escuro. Waldo tem tudo guaradado para ver o que escapou até agora, que não foi usado ainda. Naquel
altura dos acontecimentos já tinha idéai que ia fazer coisa grande, como um dicionário enciclopédia, e
depsi viu que ia ser uma enciclopédia, que foi mesmo o que fez. Agora, depois de uns 4, 5 anos vou
colocar todos esses guardados no papel. Muitos verbetes eu vou colocar deposi, que é duro trazer
verbete de 22 páginas. Daqui a pouco vou trazer uns de 48 que é já um folheto.

blogtertulias.blogspot.com 199
- Megaenfoque do megapotencial pessoal: primeira coisa é ver os potenciais pessoais. Pesosa da
pesquisa, mutio abrangente, dispersa, dentro disso tem que saber no que a pessoa é boa, se é
estrangeirismologia ou outra coisa. Tem que arranjar jeito de saber qual o megapensene dela e depois,
qual o materpensene. Qual o megatrafor. Já trouxe verbete aqui que tem os megas todos da pessoa. A
hora que descobrir qual é o caso intelectual por exemplo, ver se isso bate com o megatrafor, com o
megapensene. Se a semana passada a coisa que eu estava encasquetada era o mega. Pontualizar a sua
realidade, no nó gorgeo, onde voce pode funcionar melhor, com melhor arranque.
- Catalanho com dislexia avançada, mas sem saber, então tem que tratar disso. Mas com ele cuidadndo
disso, sai da frente, que na hora que ele superar o processo com os trafores que ele tem a favor do
processo literário, vai deslanchar. Coisa que chama atenção dele é que ele é sempre predisposto, com
motivação prestativa. Uma coisa é motivação da pessoa que só faz piada, e outra que só faz para deposi
criticar as cosias, mas o Catalão faz para servir e ajudar. O problema é que a dislexia pega ele, mas Já
expliquei para ele como faz e ele vai superar isso tudo, e enriquecer o convívio com ele. Todo mundo
fala bem dele, não é só porque ele é alegre, é porque ele também é prestativo e ajuda todo mundo.
Olha a coisa da forma que é a moldura, mas que as vezes entrava tudo, como no caso da dislexia. Ele
nunca tinha percebido a coisa nesse nível. Lembram quando seriamente eu tinha falado de dislexia
aqui? Depois que ele começou a ver que era o perfil dele. Eu não falo pra todo mundo isso porque as
vezse a pessoa não entende se voce chegar com a bandeira e dar um tiro na pessoa, não tem como.

*49:37

- Como fazer para acabar com dislexia avançada? Waldo: ver quais os erros atuais da palavra dele, onde
erra mais, as palavras, colocar tudo no laptop. Na hora que começar a dominar o processo todo, vai sre
demais. Colocar um quadro na parede e ver o que acontece, anotar quando escrever a palavra errada,
se são duas parecidas, qual letra que troca, sílaba que troca, palavra que troca. Ele tem discalculia
também, que é bem clara. Quando superar isso vai ser bom. Discalculia é não saber fazre conta direito.
Ele no caso nunca conseguiu decorar taboada. Waldo já tinha visto isso desde o Rio mas não tinha falado
nada. Muita gente que teima dentro do erro ao invés de remediar o processo. Nós aqui estamos dentro
de um biotério humano, então me perdoem, as vezes temos que falar um do outro. Vocês sabem que
antes de ontem apareceram as duas fotos das moças na internet, agora tem umas coisas que eu vou
falar ainda do que eles colocaram.
- As duas moças parecidas no caso, depois fizeram várias perguntas para elas e as duas têm várias coisas
parecidas entre elas: ambas gostam de gatinhos, animais, por exemplo.
- Quando voce fala sabedoria, é sofia, não zofia. Filosofia. No caso, como voce vai deixar um s com a
pronúncia de C? É dois Ss, tem que ver.
- Dentro do enfoque da megacogniciologia. Qual o megaenfoque? Waldo: qualquer coisa que voce for
analizar, tem que ver qual os eu materpensene a partir do seu temperamente, fazer cotejo de um com o
outro. Qual o seu materpensene e megagescon que você quer chegar? Todos esses megas vão aparecer.
O seu temperamento dentro desse tipo de coisa? Qual o seu estilo? É aquela pergunta que eles fazem
para aquelas manecas, a pergunta cretina: qual a cor que voce gosta? Tem que chegar no core da
questão, lá no fulcro. Primeira coisa é descobrir qual o materpensene da pessoa. Tudo que ela gosta
hoje, o que está mais evidente. O que pretende fazer, qual vai ser a obra prima, se a pessoa é
megalomaníaca dá para saber de cara pelo que ela quer fazer, dá de cara. Estudar isso tudo é muito
mais sério. Vai estudar os trafores, vê os trafares.
- Ser mais pontual e específico: sou específico através do generalismo. Essa é a técnica. Mega enfoque:
eu quando preciso fazer um meganefoque, determinado assunto ou perspectiva, já sei o qeu vai sair aí.
Envolvendo realidade, para realidade. Onde está colocando a sua lupa? Eu coloco lá no fim: holopalco
do cosmos. Ato ou efeito de por em foco; o maximo da hiperacudiade técnica e abrangência – acurácia,

200 blogtertulias.blogspot.com
percuciência, aí entra a parapercuciência. Uma coisa que eles gostam de usar é a agudez, a acuidade.
Processo agudo do sentido. Do ponto de vista do sentido, isso leva ao processo da verpon, que é o
estudo. Eu tenho a ponta pontiaguda da proca do tatuzão que já falei muito nisso tem até em verbete,
que é o que perfura o processo: é o raio laser do pobre. O cara despossuído de pé de chinelo é o
operário, não é o cartola que usa o tatuzão. Ponta pontiaguda por causa da broca. A broca é que é
pontiaguda.
- Uma das coisas no arquivo é o macrossoma, o paramicrochip, da ponta da broca do tatuzão. Central
extrafísica da verdade: como você vai pontuar a situação? Pinça aonde? Toca aonde? Você sabe que em
cirurgia, neurocirurgia, pinçar um nervo é sério, que piora tudo. Você aí no caso vai pinçar onde dói.
Você vai pinçar na ponta da broca do tatuzão. Isso que eu acabei de falar, pensa na sua elaboração de
pesquisa, a tentativa e acerto: o que você já procurou, fez a tentativa e achou logo, e que deu
dividendos? É o outro, é o enfoque.
- O processo de enfoque mostra a realidade da cosnciência: por sinal tem verbete que fala da conscin
sem megafoco. É muito importante estudar o megafoco aqui para saber do jeito que está lá.
- remissiologia: conscin sem megafoco, direção megafocal, momento da megadecisão, sintido da vida,
taxologia da megagestações, e teoria do megafoco profissional.

*1:04:20

- Hoje o Adélio do Trio está comandando a filmagem. Achar trafor da pessoa é processo de suposição. Se
você está vivendo com ela e ela não mostra isso, é um pé na frente e outro atrás. Perfeccionismo vai
achar ali rigidez que gera ele. Agora, o contrário, que é identificar o trafar pelo trafor, é se pessoa tem
trafor muito evidente, vai ver o que falta nela: essa falta é o trafar. Ninguém é completo, depende do
que é: é o trafal, que falta. O traço faltante.

*1:07:10
*gap 44 minutos
*1:56:00
*1:12:00

- Se eles preverem que a pessoa vai errar aqui então eles nem colocam no curso intermissivo. Não
pode ter margem de erro. Eles praticamente não erram, a possibilidade de erro é mínima, como fazer
a multiplicação de soma com a produção de uma criança por casal. É como multiplicar 2 por 2 e 3 por
3. Pensa no evoluciólogo, a base dele é não errar. Mas somos todos imperfeitos, tem que ter um erro,
alguém tem que errar. Com o evoluciólogo o erro é mínimo: é com 99,99% de acerto. Mas também a
maxiproéxis não é certa de ser cumprida. Isso já é falácia, saiu sa linha principal para o acostamento.
O problema é seu, não é assim. O evoluciólogo que estamos falando é uma cosnciex, que trabalha
com mentalsoma direto, junto com serenões. Quantos precedentes ele já teve? Que ele já superou?
Ele já viu de tudo. Analisa desde o macaco, o Rhezus mesmo, té o serenão, analiza tudo. Ele não erra
na escolha, mas isso também não inclui o livre arbítrio da pessoa, que pode escolher e mudar tudo
aqui.
- Quais passos básicos para fazer superação de falta de disciplina e organização? É só pegar os dois
tomos da enciclopédia que lá no índice remissivo tem tudo sobre isso, tem que olhar e ver as técnicas,
partes práticas os interesses dela e comos e organiza. Do ponto de vista generalizado eu sempre
recomendo que pessoa compre laptop e anote tudo lá dentro, todos os erros, omissões e enganos lá
dentro, para começar a anotar e ver os acertos. Nada de notebook pequenininho não, tem que ser
grande para ver direito.

blogtertulias.blogspot.com 201
- comentaário sobre desatenção e dispersão. Mutio comum e as vezes a pessoa fica despersiva, entra
num devaneio grande e entra no onirismo. Multidotação tem que ver em que, que tem muitos gênios
dentro das gerrilhas, da guerra e do terrorismo, multidotados, de modo que vamos devagar com o
andor, tem muita dispersão mental e sem prioridade. Pessoa não vê o mais importante que tem que ser
colcoado em frente do menos imoprtante.
- Qual relação da proéxis com meioq ue vivemos? Grande personalidade lúcida não sofre mais influência
do meio como um profissional comum, pré serenão vulgar, ou adolescente sofre. Já sabe que proéxis
tem que ficar em cima de todas as cosias e não há desculpa do ambiente. O holopensene pode superar
o holopensene do ambiente. Esse holopensene é o que a pessoa em que ver, e a proéxis é a
megagescon que a pessoa tem que levar para o ponto máximo, o apéx, acume, que ela pode conseguir
em matéria intelectual para deixar o grafopensene através de uma obra escrita. Importante em primeiro
lugar para a pessoa, que pode seguir com o livro dele em outra vida e melhorar a situação. Pessoa pode
chegar na megagescon descartando e não sofrendo muita influência do meio.
- Waldo falou da tertúlia de bônus. Vale a pena pensar no que se fez aqui, vamos lá gente, mentalsoma!
- Qual a relação entre paradiplomacia e meganfoque. É a pessoa atingir o meganefoque com jogo de
cintura e palavras diplomáticas, usar coloquialismo para se sair bem. Até certo ponto, tem a ver co
megaenfoque. Diplomacia comum pode voar e voar sem falar nada, e isso não resolve.
Circumpensene não deve existir dentro da paradiplomacia.
- Procedimento para melhorar processo da pessoa quando ela não tem retrocognição? Waldo: colocar
todos os erros de um lado e acertos do outro, num laptop e através disso ver como está o andamento
da proéxis dela. Isso pode ser feito com o conscienciograma e o proexograma. Outra coisa séria é a
pessoa fazer uma folha com tarfares e outra com trafores para amigos preencherem e isso ajudar a
holobiografia da pessoa. E se perguntar qual o seu holopensene. Qual o tipo de temperamento que ela
tem. Examinar os dados que se tem nas tertúlias, examinar tudo. Tem fobia a que? Gosta de que? Que é
a filiologia. Do ponto de vista da hominologia somos estúpidos ou autolúcidus (??). Waldo recomenda a
essa pessoa, se for homem, olhar a masculinologia, e se for mulher, a femininologia, e se acha alguma
coisa dela lá dentro.
- verbetes que temos hoje podem melhorar muito a abordagem conscienciométrica da pessoa
interessada.
- Evoluciólogos não errarem no elenco dentro das escolhas para a maxiproéxis. Waldo: tem otura
coisa: o percentual, que eles nunca dão na beira, para esgotar a capacidade. O cobertor que eles dão
tem pelo menos um metro além do pé. Se voce tem 1,60 de altura eles dão pelo menos 3 metros de
cobertor e você só erra se voce quer. E isso é com a primeira proéxis pessoal, a segunda muda, vai ser
torniquete, apertar a pessoa, mais uma volta no paracuso, não está aqui quem falou, é outra coisa.
Não fique com essa cara triste, estou falando essa coisa para esclarecer, esse rosto é de gente qeu
acabou de vir do enterro. Segunda proéxis a pessoa vai ser mais apertada se saiu bem na primeira. É o
óbvio, tá certo? Nada de cara de enterro aqui ok? Não estamos enterrando ninguém, pelo contrário,
estamos querendo vitalizar!
- Visitas de orientador evolutivo com reproéxis. A 3 dias apareceu uma consciex pro Waldo e
praticamente estava tangibilizada na frnete do quarto do Waldo, e ficou em cima dele. Parecia essas
estátuas que a gente vê, estátua viva da rua, e toda branca. Ela era justamente branca, mas com uma
iluminação violenta, parecia que todos os spots tavam saindo dela, de dentro dela. Quando a gente
usa marionete, ela tava assim em cima de mim, e eu não estava entendendo nada, e até hoje não sei
quem é, só vi que é uma personalidade fortíssima e falei que aquilo se estendesse para todo o
trabalho que estávamos fazendo e todo o povo da tenepes. Não senti nada duranet o dia, e coloquei o
aparelho para medir a minha pressão, e nunca tinha tido uma daquelas, 11,8 por 5,9, que é bem
baixa! E Waldo nunca tinha tido aquilo, sempre tinha tido hipertensão desde o enfarto. Se a pressão
abaixa muito, se é 13 por 8, quase sempre é uma moleza, é que nem a pessoa que fica mole por aí.

202 blogtertulias.blogspot.com
Agora, ela foi para 11 por 5, com uma disposição enorme sem eu sentir nada, então alguma coisa
aconteceu com isso. Agora, energia, idéias, ocorreram. Nunca tinha visto a consciex, era um homem.
Eu vi fora do corpo e entrei no corpo nessa dimensão e vi ela lá depois de ter entrado de novo, estava
praticamente plasmada ali, e a muito tempo que eu não vejo fenômeno assim tangível, isso que é a
trangibilização da estória, . Com isso eu pensei muito no povo da tenepes, que to com um monte de
coisa pesada nela. A minha ofiex limpou e no outro dia não tinha mais nada. Então é isso que eu falo
para vocês. Só de fazer a evocação da consciex já muda tudo, você já tá na dimener aqui pra mim ó,
sumiu tudo, só de fazer a evocação da consciex. Eu não pergunto para ninguém quem era, só se
vierem para mim e falarem. Sou macaco velho de guerra e não tenho curiosidade, o que eu quero ver
são resultados, a minha curiosidade é o resultado.

*1:26:13

- Reproéxis, aconteceriam com bases nas qualidades que estamos manifestando..... Waldo: Não é só
isso, primeiro, uma Maximoréxis, que é a mairo, tem que vir deopis do compléxis, eles dão mais
depois do que você já completou, e daí vem um processo para ajudar, e vem até regeneração celular
da pessoa, ela vai viver mais, para ver se cumpre aquilo. Aquela nova reproéxis sempre tem um prazo
curto, nunca é igual aquela anterior.
- Maximoréxis é completude de tudo, 100% então colocam mais 20% pra pessoa fazer. Reproéxis é
quando recebe proéxis mais demorada e começa tudo da estraca zero, começa tudo de novo. Não é
mais complemento, é outra coisa, as vezes é em outra área, derivada daquilo, mas em outra área. Em
2007 tivemos mais ou menso uma reproéxis grupal, que foi redirecionamento de proéxis pessoais de
pessoas para o cumprimento da proéxis grupal. 2007 completaram 5 anos que tínham falado ali.
Muita gente mudou.
- Patamar novo com upgrade, sempre é melhor, inevitável.
- Por exemplo, foi nesse período que a pessoa interlocutora, se firmou na etimologia. Começou, teve
fase de acertar tudo como na tenepes, assentou tudo depois. Fase que ainda nao fizeram conotação
disso, é a fase residencial dos condomínios ali, de casas Cheio de gente com palacete aí.
- Aparição na manhã do dia 3 e pressão 11.8 por 5.9. Ontem mesmo isso. Tudo regular, sem esteira e
com boa disposição. Waldo andou na esteira ontem para ver. *Que legal.

*Laura
- Pessoas vão ter verbetes online, e vão poder também colocar os verbetes.
- Automanobra dilatória com 9 votos.
- Verbete de amanhã será Automanobra Dilatória.

***

blogtertulias.blogspot.com 203
796. Automanobra Dilatória - Quarta 05/03/2008
domingo, 7 de dezembro de 2008
00:58

*796. Automanobra Dilatória - quarta-feira, 5 de Março de 2008


*Download
2008.03.05 - 796_Manobra Dilatória
http://www.4shared.com/file/39894526/f952b252/20080305_-_796_Automanobra_Dilatria.html

*Anotações

*Gongo!
*14:40

- Boa tarde aí e vamos em frente com automanobra dilatória.


- Tematologia: tema central neutro – mudado para nosográfico.
- Especialidade: antiproexologia.
- Verbete neutro, porque às vezes há fatos que são neutros. Manobras dilatórias grupais.
- Pessoal fazendo votação para ver se fica como neutro ou nosográfico. Waldo fla que empatou e então
fica. De novo... Levanta mão quem acha que deve ficar como nosográfico... E depois para ficar como
está. Foi para nosográfico.
- Se coloca o que predomina no verbete, parece que tem mais nosográfico. Codilação nas manobras
dilatórias grupais às vezes ajudam uma porção de gente, mas vai para nosográfico.
- Definologia: ato ou efeito equivocado de demorar, tardar, adiar ou prorrogar a execução de
determinados atos proexológicos essenciais por parte da conscin quando proexista intermissivista e
cognopolita, acarretando ao fim, embaraço, perdas parciais ou insucesso resultante no incomplexis.
- Fatologia: O ato dilatório, a medida dilatória, a excessão dilatória, a estratégia dilatória, a tática
dilatória, os estratagemas dilatórios, o protelamento das soluções, as teias da burocracia pesada, as
ações procrastinatórias, a impontualidade da conscin, o ato de empurrar com a barriga, o porão
consciencial na idade adulta, as execuções evolutivas pessoais a curto, médio e longo prazo; a fase
preparatória prolongada na vida humana, o tempo marcado pela proéxis pessoal.
- Fatologia de 22 linhas, que movimenta muito idéias da jurisprudência.
- Dilação dos excessos, o prazo, o retardo e o tempo.
. Frase Enfática: a maioria das manobras dilatórias prejudiciais à conscin responsável nesta e na próxima
vida. Isso repercute de maneira mais intensiva na próxima vida. Tudo influi mas isso influi mais.
- Waldo não é advogado, está fazendo um curso de direito com eles aí, considera esse tema como
relevante e principalmente para o povo com síndrome da dispersão cosnciencial e síndrome da
decidofobia. Não é só dentro do holopensene do direito, é também fora e dentro da proéxis.
- A coadilação nas manobras dilatórias grupais é positivo. Eu não tive culpa disso, apesar de ter vindo
uns 11 anos atrasado eu ainda tive que esperar duas gerações para falar as verpons. Isso só vai ter como
saber depois qeu dessomar, se influiu ou não (??).
- Processo dilatório: pessoa perdeu companhias, trabalho, serviço passou, outra pessoa até entrou no
lugar dela para fazer, e repercute na próxima vida dela.

*22:14

204 blogtertulias.blogspot.com
- Definologia: definir as tarefas básicas. A terapeutica é para definir o que a pessoa tem que fazer para
ela cumprir. Eis na ordem alfabética úteis para se evitar a manobra dilatória: definir as tarefas básicas,
reduzir o nível de ansiedade, desmitificação.
- Afastar os mitos: geralmente não lgiamso muito para o processo de mito,e deglutimos essas fantasias
como sendo realidades. Revistas de ci~encia poplar que falam se é mito ou não é. Várias revistas de
ciência falam o que é mito e realidade. Outras de medicina também falam o que é mito ou realidade:
naõ comer banana com manga, tomar banho deposi do jantar, bobagens.
- E simpatias: maioria é tudo bobagem, tudo antipática.
- Florais de Bach, por exemplo, é sugestão. Dentro de terapias alternativas em 100, tem umas 5 que
pode pegar para usar, o resto é um processo comercial industrial.
- Fatologia: perda da companhias evolutivas coadjuvantes: já falou 10 vezes nas tertúlias. Dentro do
processo da proéxis, o mais difícil que acarreta mais prejuízo é quando a pessoa tem as companhias
para desenvovler a proéxis e na hroa de se pronunciar e trabalhar ela deixa passar batida a
oportunidade. As pessoas que deviam ajudar ela no trabalho seguem cada um seu destino, dispersam
e fazem uma diáspora patológica. No futuro vai sre difenrente, tudo se perde, porqeu elas vão se
envolver em outras coisas. Para saber se isso já aconteceu é só ver o resultado do seu trabalho.
- Últimos nove meses 48 pessoas novas vieram para a Cognópolis. 538 pessoas hoje em Foz. Já estão
dando trabalho, quer dizer, colaboração para nós, são levantadores de assunto.

*28:34

- Agora com os teletertúlianos não vamos ver esse povo aqui, vão estar todos no monitor do
computador lá em casa.
- Meu amigo que apareceu lá com as energias de ectoplasma se pronunciou. Ele veio ver a cosia dos
indígenas, para ajudar o pessoal do poltergeist lá de minas gerais. Eu tenho a impressão de que ele é o
evoluciólogo deles. Ele não quis falar nada, mas quando apareceu hoje à noite ele falou tudo. Ele
estava trabalhando aí e lá. Quando acontecem essas coisas é igualzinho a quando você sai do corpo, e
volta, fica meio obnubilado. Quando se tem uma projeção consciencial, assistida, não se deve forçar a
barra, poruqe as vezes você roda fora do corpo e depois te dão uma liberdade para ter a sua
cosnciência, para fazer o que voce quer. Ele tem muita experiência. Ele não falou nada né, poruqe
uma cosnciência não cehga para você e fala “eu sou evoluciólogo!” que nem chegou a dona e falou
para mim que era serenona (*mas ela não era não).
- Quero saber depois o que aconteceu entre os dias 3 e 5 que era quando ele estava acertando eles lá.
O nosso amigo daqui que era um xamã estava com ele. O evoluciólogo é europeu, branco, cabelo
branco, roso claro, se veste de branco igual eu, e tem umas técnicas dele lá bem avançadinhas. Ele
chegou e fez assim que nem um ventríloco com o Waldo, e Waldo nunca tinha visto isso. Estava na
hipnopompia e viu ele do mesmo jeito quando entrou no corpo. Aparenta uns 50 anos cheios de vida,
olhos muito fortes.
- Amparador pantera já renasceu e não tem nada a ver com o processo aí não.
- Esse evoluciólogo ajuda os indígenas de todo jeito. Os rapões a turma da mãe do Waldo, que o
Waldo perguntou: ele falou que estavam tudo lá, que eles ajudam, o povo da Finlândia, os papais
noéis. O níevl de retrocognição desse evoluciólogo deve sre impressionante, deve ser um absurdo,
porque índio é coisa muito antiga né, esses são antigos, como quando o Waldo supos coisa do cabral e
era de muito tempo.

*34:25

blogtertulias.blogspot.com 205
- Ele foi lá para fazer rapport com o assunto que está sendo visto lá em Espírico Santo, que culminou
com esse processo de poltergeist. Waldo já mexe com isso a muito tempo, ele veio aqui até para levar
mais energia. Evoluciólogo veio aí hoje à noite com um monte d eindígenas, de lá no processo da
tratativa, cachimbo da paz. Tinham uns carumãs, que parecem os de New York, que venderam a ilha
de Manhatan, que são os mesmos que achamos aqui as setas. O evoluciólogo que explicou, que o
resto estava todo calado. Tinha gente de pouca assimilação, que ele começou a falar igual a gente, e
antes estava só telepatizando com o Waldo. Ele veio aqui poruqe tudo que desencadeou veio daqui, e
os que estão lá são daqui. Quando está mexendo com indígenas que são coisa dele.
- Esse negócoi é de pedreira. E outra coisa, a minha mesa é toda de pedra (a do holociclo), são 21
metros de pedra lá de Espírito Santo.
- Se eu não tivesse um pouco de sensibilidade para entender, ele não ia me mostrar, ne ia aparecer.
Eu as vezes tenho um periscópio lá na outra dimensão. A hora que mexeu, a assistência aparece. Um
cara passa mal e desmaia na rua. É a mesma coisa.
- Evolociólogo trabalha na central que o Waldo aciona. Tem a F, da fraternidade, a sede. O que ele faz
é assistência grande, negócio de indígena. Falou que têm ligação, que é nome em comum, é o centro
da fraternidade.
- Quando se diz que se encontra o amparador onde está o assistido. Waldo: outra coisa, eu estava
trabalhando com isso, mas não jogo nada no escuro, só jogo o negócio quano sei que fica
parapalpável, para concreto. Daí ele chegou e falou tudo. Depois de ter sondado o ambiente antes.
Waldo queria saber mais coisas, mas não perguntou por causa daquele povo todo. Queria saber por
exemplo a relação dele com Eskimó, lá de Montauk, o serenão dos EUA.
- Waldo esteve lá em ES mais de uma vez antes deles irem lá. Lá eles cortaram telefone, para não
haver comunicação, Waldo falou isso para fazerem siso seriamente. É um caso de Indiana Jones,
missão 007. É o exorcista.
- Com o evoluciólogo dá para ver de onde chegou o povo todo indígena, mas comigo não. Os carimãs
daqui deposi apareceram todos com ele lá.
- Trabalho da Málu também está mexendo com s indígenas, que são os guaranis. Têm contato com a
turma toda aí, são os guaranís.
- Quando alguém cai na rua, sempre junta gente ao redor, levam pro hospital, podem levar para um
hospital maior depois. O assunto é complexíssimo. Lá já teve a mantena que foi muito contestado entre
dois estados. Estamos mexendo agora nesse fulcro, no olho do furacão. Agora veja, é o processo, a
evolução mte que continuar. É o processo que as epssoas reclamam, tem os índios contra, como quando
vai passar uma estrada de ferro, de trem. Se aqui já tem infraestrutura, imagina então quando tem o
processo cosmoético e multidimensional.
- Waldo perguntou se ele já tinha ido ver a interlúdio. Ele falou que sim. Já sabe da ofiex do Waldo, da
coisa toda. Amparador do Waldo estava ali junto, de olho.
- Perda do direito de ação. A precrição ou perda do direito de ação. A hora que deixou passar muita
coisa, passaram vários anos e aquilo já dissolveu. Não tem mais jeito. O retorno não é mais conveniente,
não tem mais jeito. É impraticável, é uma perda. É a pergolodia (??).
- Evoluciólogo já sabe de tudo que tem lá. Quis se manifestar aqui para desencadear o processo. Quis
aparecer aqui para eu falar do processo. Eu sou o portavoz da estória. Vou falar depois pro Celso que
já tem até um evoluciólogo nessa história, que já tá caso sério. É gente boa e positiva lá do processo
que estão com ele.
- fazer rapport com consciex e encher de energia na hora: é energia da central ou é energia dele?
Waldo: não, é o processo do poltergeist lá, tudo é do process olá. Não é uma caixa de marimbondo não,
são 1000 caixas de marimbondo. Ele já sabia que eu ia falar, e estava desencadeando o processo. Tem
que examinar os assuntos intermissivos e parapsíquicos que eu falo, para saber se tem lógica, se aquilo
expões um processo nacional. Olha os meus furos, veja se eu sou coerente, se se encaixam os meus

206 blogtertulias.blogspot.com
furos e as consciências que eu falo. Agora, é assistência séria, que é um grupo grande e é coisa antiga.
Ele está ajudando gente lá que é de antes dos brasileiros. Maioria já ressomou e não é mais índio, mas
tem alguns que fixam, pela raiz.

*49:52

- Quando Waldo fala que é portavoz, tertulianos também participam doando energia? Waldo: aquela
mesa que tem 20 estações de trabalho no holociclo, todas vêm do ES, mais ou menso daquele lugar, e
todo o piso da holoteca vem de lá. Waldo está falando com eles ali pelo aspecto do parapsiquismo, do
que aconteceu ali. Só em stand by, de atalaia. As pessoas pensando nisso podem ajudar com energia e
contribuir. Já tem gente sabendo o que se passa, somos nós. Tudo é assistência. Nâo são meros
expectadores, são figurantes, que participam.
- Que tipo de repercussão vai ter essa assistência no campus da ARACÊ? Waldo: tem que esprar para ver
né.
- Tudo bem encaminhado e sob controle, com as plantas e animais subumanos sob controle e os
humanos também. O encaminhamento previsto será a melhoria do ambiente para não ser mais tão
emocinoal e não pegar o psicossmoa daquelas pessoas. Essas pedras vão ser usadas para o progresso.
- Os Lapões, a lapônia, do norte, os finlandeses.
- Quando acontece poltergeist assim significa que já tinha um biovortice ambiental lá, como aqui na
nossa área. Só que lá é indígena, e aqui é mais da terra. E outra coisa: esse chacra aqui tem força. Não
pensem que as pessoas vêm pra cá só por causa do Waldo Vieira não. Tem mais coisa, tem as idéias da
conscienciologia mas quando o pessoal dsai daqui chorando é por causa da energia também.
- Para trabalhar com a natureza, a sensibilidade da mata, tem qeu mexer com muito efeito físico
mesmo.
- Se eles mexerem na montanha lá não adianta, tem qeu mexer na terra, no sambaqui que é na terra, os
que foram enterrados.

*55:52

- Processo sendo feito pelo pessoal lá em Espírito Santo está sendo mais forte que um ECP2, que é mais
intenso. Pessoal pode ajudar eles exteriorizando energia e ajudando todos eles.
- Maioria das automanobras dilatórias: maioria, é tudo calculado. Waldo gosta de atender a galera
porqeu a enciclopédia está sendo feita em conjunto. A questão positiva poderia ser um aprendizado em
cima do processo? Waldo: não, isso é frase que consola! Ninguém quer pessoa suicida para fazer missão
junto (??). A coadilação nas manobras dilatórias grupais.
- Do ponto de vista jurídico, tem muita coisa que transcende. Esperar duas gerações seria manobra
dilatória? Waldo: Tem caso que pessoa vai lá estudar várias coisas de local, com demanda, que pode
passar tempo grande, mas com o tempo quem vai ganhar é a justiça, que vai arrumar o caso para todas
as epssoas que foram usurpadas. Nesses períodos de demandna morrem algumas das pessoas que
seriam beneficiadas. E todas as pessoas daquela área serão beneficiadas. O processo de água, já viu o
problema todo que está dando mudar o São Francisco?
- Automanobra dilatória é mutio negativa a repercussão dela, mas a rigor quem está certo é o Waldo,
que o negócio é neutro. Têm que lembrar que ele já falou, que pode fazer amanhã um com o lado só
positivo, cosmoético. Essa discussão é secundária, se entenderam depois disso, está ótimo.
- Quando coloca nosográfico para a pessoa lá, não vai ficar confuso? Waldo: vai ficar sempre confuso
se a pessoa so ler superficialmente. Se ela ler profundamente ela vai entender. Esses assuntos são
complexos. Esse é um deles. Eu cheguei falando que o assunto é complexo.

blogtertulias.blogspot.com 207
- É possível que Waldo em alguma outra vida, em algum lugar do passado, já tenha passado nesse lugar
do Espírito Santo. Waldo fala que tudo é possível em algum momento do passado....
- Bush essa semana discutindo com um magistrado, e quem estava certo era o magistrado. Difícil ele
saber o que é e sair disso. Ser magistrado não é fácil. Todo julgamenteo é um problema. Tanto que
todas as religiões tiram o corpo fora, falando que não julge ninguém, estão sempre na base do
eufemismo para dominar os outros, o deixa disso, ninguém se enfrenta. Tem que julgar sim, tem que ter
senso crítico, avaliar, desenvolver o criticismo.
- Tem magistrado que tem a cabeça no lugar e outros estão na cadeia. Tem um que está na cadeia, e
outro o Laláu, que roubou milhões. Ambos juízes. Eu não sei o que aconteceram com esses milhões até
hoje. Vocês viram eles por aí? Laláu na minha terra é ladrão. Então são uns laláus.

*1:05:02

- Vai direto ao assunto! Esqueçe os preâmbulos, já pergunta o que é, sem ficar falando que vai
perguntar antes.
- Local de colaboração. Nós aqui somos um pedaçinho da CEF - Central Extrafísica da Fraternidade.
Alguns índios já estavam na minha Ofiex antes deles irem pra lá. Nós somos pequenininhos, tem que
pegar gente mais forte, que são eles lá, os evoluciólogos.
- Isso faz parte da reurbanização? Waldo: Lógico né. A gatinha lá de casa faz parte da reurbanização, a
Crystal, faz parte da reurbanização. Agora, aqueles seus verbetes fazem parte da reurbanização, os
seus verbetes, fazem parte.
- Fatologia: casos prossensuais da programações existenciais (??). Waldo: vai perdendo a oportunidade,
o negócio vai passando. Como é a técnica de ir no lugar? Quem vai ao poço, primeiro, bebe água limpa.
Chegar antes.
- Automanobra é maioria perda de manobras dilatórias. Todos vocês que estão demorando demais com
os seus textos, os seus livros, está fazendo uma manobra dilatória. Estão vestindo a carapuça, de
esquimó. Densa, pesada.
- A hora, é em cima da hora, antes da hora não é hora, depois da hora não é hora. Quem deseja faz.
Quem quer faz a hora, não espera acontecer como fala a música lá.
- Ofiex como bolsão interdimensional, que Waldo vai lá quando quer. Se tivéssemos 20 pessoas aqui
com ofixes, o que seria? Waldo: seria relação assistencial, mas não seria nada unido, porque não pode
ser. Cada um tem a sua separada. Esse evoluciólogo por exemplo teria livre trânsito por todas elas, que
superentenderia. E em cima dele tem um serenão que superintende. Pensem em hierarquia, evolução e
hierarquia, é tudo em cima disso. Tudo tem direitos e deveres. Pensa nisso.
- No caso desse evoluciólogo, ele é especializado... Waldo: você não se especializa? Cada um aqui não
tem uma especialidade? Um em proéxis, outra em Cosncienciometria, a Flavia e o Roberto em
cosmovisão?
- Momento evolutivo e assistência das consciências ali, da maior ênfase no mentalsoma.. Waldo: antes
do Celso aparecer, o evoluciólogo já sabia que tinha que fazer a coisa uma hora. Tem mineração lá, a
raiz é muito mais séria, mais antiga. Isso aí é mutio óbvio, qeu já tem processo político, histórico.

*1:12:45

- Reprecussão disso, se vamos ter alguam repercussão de mudança de patamar? Waldo: vai ajudar todo
mundo né, pode acalmar uma série de coisas em termos de agressividade. Melhora o ambiente. Já
pensou se colocarmos um monte de consciex com monte de idéias de superproteção do seu patrimônio
intrafísico, que eles nem habitam mais lá. Isso pode provocar um monte de guerra. Muitas guerras são
provocadas assim. Estamos trabalhando aqui o homo sapiens pacíficus.

208 blogtertulias.blogspot.com
*Perguntas da internet
- Estava com pressão alta e cardiologista fez mapa de pressão arterial em mim. Em cinco momentos à
noite ele chegou tal e tal, e eu relaionei á saída do corpo que acontece à noite. O que deu média foi
satisfatória embora duratne o dia se encontre elevada. Você recomenda que eu use remédio ou mude
de médico? Waldo: Olha, eu recomendo que você tome remédio e acompanhe isso aí e veja o que
acontece, medindo a pressão com um aparelho você mesma. Hoje tem ornitrometro (??), que é um
aparelho que em menos de um minuto dá para saber tudo. No meu caso eu nunca tinha tido pressão
abaixo de 6, que foi o processo da ectoplasmia, e que abaixou a minha pressão. Tenha o seu médico, use
esse aparelho e quando precisar aplique o mapa. Eu já fiz mapa. Já parei de tomar remédio e depois
voltei devido à intensificação das minhas atividades.
- Fiz ECP1 e identifiquei a programação de ter 3 filhos, sendo que um deles é inversor. Ainda tenho a
necessidade de criar mais filho, mas ainda não identifiquei o por quê. O senhor acha que isso pode
prejudicar minha reciclagem, já que sempre consegui conciliar minhas atividades? Waldo: olha, o
problema é seu, se você é das grandes reprodutoras humanas, se voce quer ter muitos filhos, já tem 3 e
quer mais, então tem qeu ver sua ficha, seu passado. Se já tem 3 e pode ter mais, voces está ótima, viva
a maternidade. Não sou contra ninguém ter filho nem contra a maternidade. Agora, sou favorável que
muita gente estude antimaternidade, para dar lu