Você está na página 1de 36

APRESENTAÇÃO

DE APOIO

MINORIAS, MIGRAÇÕES
FORÇADAS,
ASILO E REFÚGIO
Ementa da disciplina
Estudo de questões referentes às minorias, aos grupos socialmente marginalizados ou
historicamente excluídos e às migrações forçadas no contexto da globalização no cenário
das relações internacionais atuais. Os institutos do asilo político e do refúgio. O direito
humano de migrar e a proteção internacional dos direitos humanos para apátridas e
refugiados.
Professores
DJAMILA RIBEIRO Gustavo Oliveira de Lima Pereira
Professora convidada Professor PUCRS
Encontros e resumo da disciplina
AULA 1 AULA 2 AULA 3

DJAMILA RIBEIRO DJAMILA RIBEIRO Gustavo Oliveira de Lima Pereira


Professora convidada Professora convidada Professor PUCRS
MINORIAS, MIGRAÇÕES FORÇADAS,
ASILO E REFÚGIO

DJAMILA RIBEIRO
GUSTAVO DE LIMA PEREIRA
DIREITOS HUMANOS
E
MIGRAÇÕES FORÇADAS
PONTOS INTRODUTÓRIOS:

DIREITOS HUMANOS X SOBERANIA

ESTRANGEIRO OU MIGRANTE?

MIGRAÇÕES VOLUNTÁRIAS E MIGRAÇÕES FORÇADAS


MIGRAÇÃO FORÇADA:

MIGRANTES ECONÔMICOS

MIGRANTES AMBIENTAIS/ ECOMIGRANTES

ASILADOS POLÍTICOS

APÁTRIDAS

PESSOAS EM "SITUAÇÃO DE REFÚGIO"


DIREITOS HUMANOS 1. NACIONALIDADE

X
SOBERANIA
2. CONDIÇÃO JURÍDICA DO
ESTRANGEIRO

DIREITO
MIGRATÓRIO:

3. ASILO POLÍTICO/ REFÚGIO


1. NACIONALIDADE
Vínculo jurídico e político do indivíduo com o
Estado

"Direito humano", segundo o Art. XV da


Declaração Universal dos Direitos Humanos

Critérios de atribuição da nacionalidade são


definidos de forma soberana pelos Estados
(Jus Sanguinis/ Jus Soli)
O QUE É A "APATRIDIA"?

O QUE GERA A APÁTRIDIA?

PROTEÇÃO INTERNACIONAL AOS APÁTRIDAS


O QUE É A
APATRIDIA?
Situação de uma pessoa que não detém
nacionalidade de nenhum país

Situação que dificulta ou inviabiliza o


exercício dos atos mais elementares da
vida civil (acesso à políticas públicas,
abertura de conta em bancos, casamento,
deslocamento interno e internacional etc.)

Situação que, em geral, leva à migração


forçada
O QUE GERA A APATRIDIA?
(PRINCIPAIS FATORES)
Conflito negativo dos critérios de atribuição da
nacionalidade

Retirada compulsória da nacionalidade por ato


estatal

Desaparecimento e/ou formação de novos


Estados

Restrições ao direito de registro de filho por


questões de gênero

Exigência de renúncia da nacionalidade como


requisito para naturalização (limbo jurídico)
PROTEÇÃO INTERNACIONAL AOS APÁTRIDAS:

ESTATUTO DOS APÁTRIDAS - 1954 (BRASIL RATIFICOU


EM 2002)

CONVENÇÃO PARA REDUÇÃO DOS CASOS DE


APATRIDIA - 1961 (BRASIL RATIFICOU EM 2015)

CAMPANHA GLOBAL “I BELONG”, PROMOVIDO PELO


ACNUR
2. CONDIÇÃO JURÍDICA DO ESTRANGEIRO

Trata do direito de ingresso e retirada de um


indivíduo em território estrangeiro

"Direito de migrar como um direito humano",


segundo o Artigo XIII da Declaração Universal
dos Direitos Humanos
AUMENTO DOS ÍNDICES DE
CRIMINALIDADE
NARRATIVA DO FAVORECIMENTO DA ATUAÇÃO
POPULISMO POLÍTICO DE GRUPOS TERRORISTAS
ANTI-MIGRATÓRIO:
RETIRADA DE EMPREGOS DOS
TRABALHADORES LOCAIS
INVASÃO CULTURAL E
RELIGIOASA
BRASIL - NOVA LEI DE MIGRAÇÃO
(LEI 13.445/2017):

- Substituiu o "Estatuto do Estrangeiro" (Lei 6.815/1980);


- Construído pelo paradigma dos Direitos Humanos;
- Prevê direitos aos apátridas;
- Prevê a concessão de visto por "razões humanitárias"

OBSERVAÇÃO: ainda não são perceptíveis muitas


mudanças e efetividades práticas com a Nova Lei na
garantia dos direitos nela previstos
3. ASILO POLÍTICO
O QUE É ASILO POLÍTICO?
Proteção para pessoas perseguidas
injustamente por circunstâncias de
caráter político, concedido de forma
discricionária pelo Chefe de Estado do
país onde foi solicitado o Asilo

"Direito Humano", segundo o Art. XIV


da Declaração Universal dos Direitos
Humanos

No Brasil está previsto no artigo 4º, X


da Constituição Federal
PROTEÇÃO INTERNACIONAL
DOS REFUGIADOS
DIFERENÇA ENTRE:

REFUGIADO DE FATO

REFUGIADO DE DIREITO
- ACNUR - AGÊNCIA SUBSIDIÁRIA DA ONU
CRIADA PELA RESOLUÇÃO Nº
ALTO 428 DA ASSEMBLEIA-GERAL
COMISSARIADO DAS DAS NAÇÕES UNIDAS, EM 1950
NAÇÕES UNIDAS
PARA REFUGIADOS 
COM UM MANDATO INICIAL DE
3 ANOS, A AGÊNCIA NASCE
COM O OBJETIVO DE
SOLUCIONAR O PROBLEMA
DOS REFUGIADOS NO
CONTINENTE EUROPEU
2. Promover as convenções
internacionais para a proteção
FUNÇÕES DO ACNUR: dos refugiados,
supervisionando sua aplicação
e propondo modificações

1. Promover a proteção de
3. Supervisionar a ação dos
pessoas em circunstâncias
Estados na recepção e
que envolvam seu
integração dos refugiados
interesse de atuação
em seus territórios e
sociedades
Presentations are communication tools
that can be demonstrations.
PESSOAS EM SITUAÇÃO DE INTERESSE DE
ATUAÇÃO DO ACNUR:
*REFUGIADOS

*SOLICITANTES DE REFÚGIO

*DESLOCADOS INTERNOS
(RESOLUÇÃO 73/1992 -
CONSELHO DE DIREITOS HUMANOS)

* RETORNADOS

*APÁTRIDAS
CONVENÇÃO DE GENEBRA RELATIVA AO
ESTATUTO DOS REFUGIADOS - 1951
- Estabelece um limitador geográfico (Europa) e um
limitador espacial (vítimas da Segunda Guerra até 1º de
janeiro de 1951)

OUR STORY Proactively envisioned to provide reliable, flexible shipping solutions. We


cultivate long-term partnerships with our customers to deliver a range of
services adapted to meet their specific needs.
DEFINIÇÃO CLÁSSICA DE REFUGIADO
(ART. 1º- ESTATUTO DOS REFUGIADOS)

REFUGIADO: BEM FUNDADO TEMOR


DE PERSEGUIÇÃO:

*RAÇA
*NACIONALIDADE
*RELIGIÃO
*PERTENCIMENTO A DETERMINADO GRUPO SOCIAL
*OPINIÃO POLÍTICA OBS: crítica TWAIL
Migrantes forçados em situação de refúgio: global trends 2019

DEFINIÇÃO ESTENDIDA DE "REFUGIADO"-


DECLARAÇÃO DE CARTAGENA (1984)

"É também considerado refugiado


quem retira-se do seu país em virtude de
grave ameaça de violação de Direitos
Humanos"
PROTEÇÃO AO SOLICITANTE DE
REFÚGIO (ART. 33 - ESTATUDO DOS
REFUGIADOS)

PRINCÍPIO
"NON-REFOULEMENT"
(NÃO-DEVOLUÇÃO)
DEMAIS REQUISITOS PARA A CONCESSÃO
DO "STATUS" DE REFUGIADO:

- Não estar recebendo proteção de outro órgão da ONU;


- Não ter cometido crimes de guerra, contra a humanidade ou
considerados de natureza grave (hediondo, terrorismo e
tráfico de drogas) cometidos antes da solicitação de refúgio;
- Não ter atentado contra os fins e princípios das Nações
Unidas;
-Extraterritorialidade
Fonte: últimos global trends - UNHCR
- ESTRATÉGIAS DE SOLUÇÕES
MARKET TRENDS
DURÁVEIS NA PROTEÇÃO DOS
REFUGIADOS:
When it comes to maintenance of port infrastructure, most owners and
operators believe more needs to be done to ensure standards are met.

REPATRIAÇÃO VOLUNTÁRIA

INTEGRAÇÃO LOCAL

REASSENTAMENTO VOLUNTÁRIO
PROTEÇÃO
DOS
REFUGIADOS
NO BRASIL:
LEI 9.474/97 (RECEPCIONA O ESTATUTO DOS
REFUGIADOS E CRIA O CONARE - COMITÊ NACIONAL
PARA REFUGIADOS - ÓRGÃO VINCULADO AO
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA)

DEFINIÇÃO CLÁSSICA E ESTENDIDA DE REFUGIADO


DIREITOS DO SOLICITANTE DE REFÚGIO: 
DIREITOS DO REFUGIADO
RECONHECIDO : 

- INTENSIFICAÇÃO DAS POLÍTICAS DE INTEGRAÇÃO LOCAL

- REUNIÃO FAMILIAR

- FACILITAÇÃO NO RECONHECIMENTO DE
CERTIFICADOS E DIPLOMAS
Obrigado pela atenção!

GUSTAVO DE LIMA PEREIRA |


E-MAIL: gustavo.pereira@pucrs.com

Você também pode gostar