Você está na página 1de 2

COLÉGIO ESTADUAL DR. CAETANO MUNHOZ DA ROCHA – E.F.M.

Valor: 50 Nota ______


PROFESSORA: Rita de Cássia da Silva DISCIPLINA: Língua Inglesa
ALUNO(A): ______________________________________ Nº____ TURMA: 9º ano EF
Isolamento Social - COVID – 19
Aulas disponíveis pelos aplicativos “Aula Paraná” e “Classroom”
Atividade Avaliativa – 1º Trimestre
:
Em vídeo, mulher de fake news sobre caixões em BH pede perdão
Valdete Zanco foi identificada, levada pela polícia para prestar depoimento em Campanha, no Sul de
Minas, e teve o celular apreendido
Rodrigo Melo
postado em 06/05/2020 16:20 / atualizado em 06/05/2020 17:33

Depois de ser identificada, a mulher que gravou um vídeo propagando notícias falsas sobre caixões sendo
enterrados com paus e pedras quando deveriam ter supostas vítimas da COVID-19 em Belo Horizonte se desculpou.
Em nova gravação nesta quarta-feira (6), ela se retrata pelo ocorrido. Nessa terça, Valdete Pereira Zanco já havia
publicado nota de retratação por meio de seu advogado.
Desta vez, Valdete foi identificada formalmente pela Polícia Civil, que compareceu à cidade de Campanha, no
Sul de Minas, e levou a investigada até a uma delegacia para prestar depoimento. Ela gravou o vídeo se retratando e
teve o celular apreendido para exames periciais.   (...)
A gravação causou grande impacto nas redes sociais, servindo para que muitos questionassem as medidas
adotadas pela PBH de fechamento do comércio e manutenção do distanciamento social e até quanto ao alcance e a
letalidade do novo coronavírus.
 A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar eventual crime de denunciação caluniosa, além de difamação
contra autoridade pública e contravenção penal de provocação de tumulto ou pânico. A pena para esses casos,
somadas, pode chegar a até nove anos de prisão, além de multa.
“Ela havia visto no Facebook um fato ocorrido em Belo Horizonte no qual caixões com pedras e pedaços de
madeira haviam sido desenterrados. Na data da gravação do vídeo, no interior da loja onde trabalha, ela recebeu um
cliente que, coincidentemente, fez os mesmos comentários, o que a fez julgar o ocorrido como verdade”, alega o
advogado Alexsander Ribeiro, em nota divulgada nessa terça-feira.
 “Valdete reconhece humildemente o erro e pede perdão ao município de Belo Horizonte e a seu ilustre prefeito
e a todos quantos foram atingidos negativamente por este equívoco que cometeu. Gostaria ainda de frisar que minha
cliente já se apresentou à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Jacutinga/MG na data de 04/05/2020, onde foi
lavrada a ocorrência, deixando registrado o incidente, contribuindo com a Justiça e para que essa seja promovida",
disse o advogado. (...)
Disponível  https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2020/05/06/interna_gerais,1144949/em-video-mulher-de-fake-
news-sobre-caixoes-em-bh-pede-perdao.shtml
Acesso em 07/05/2020
 
1. Qual é o fato central dessa notícia? 
(     )  Mulher descobre caixões sendo enterrados vazios em BH.
(     )  Mulher é presa por falar mal do cemitério de BH.
(  ) Mulher da fake news sobre caixões vazios em BH faz retratação pública.
(   )  Mulher é presa por espalhar fake news sobre caixões vazios em BH.
 
2. Identifique o Lide dessa notícia:
(     ) Quem: Mulher que divulgou fake news. Onde: Belo Horizonte MG. Quando: 06/05/2020. O que :
Mulher que fez vídeo de notícias falsas sobre caixões enterrados  vazios se desculpou. Como: Mulher
publicou um novo vídeo de retração.
 
(     )Quem: Mulher que foi enganada por fake news. Onde: Belo Horizonte MG. Quando: 06/05/2020. O que :
Mulher que fez vídeo de notícias falsas sobre caixões enterrados  vazios para prejudicar prefeito de BH.
Como: Mulher publicou um novo vídeo de retração.
(     ) Quem: Mulher que divulgou fake news. Onde: Belo Horizonte MG. Quando: 06/05/2020. O que :
Mulher viu caixões enterrados  vazios em BH e alertou população. Como: Mulher publicou um novo vídeo de
retração.
 
3. Por que  Valdete Zanco divulgou a Fake news sobre caixões enterrados vazios em Belo Horizonte?
(     ) Porque ela estava no cemitério e viu quando isso ocorreu.
(     ) Porque ela descobriu que a  Covid-19 não pode  matar as pessoas.
(     ) Ela viu um vídeo sobre caixões desenterrados com pedras e paus e uma pessoa falou para ela eram
caixões com as supostas vítimas de Covid-19.
(    ) Porque ela tem provas do que falou e está tentando alertar a população sobre os enganos do Covid-19.
 
4. No trecho: “ a mulher que gravou um vídeo propagando notícias falsas sobre caixões sendo enterrados com
paus e pedras quando deveriam ter supostas vítimas da COVID-19” Os verbos estão em destaque. Assinale
respectivamente  qual é o sujeito desses verbos.  Para achar o sujeito, pergunte ao verbo QUEM gravou?
QUEM propagou? QUEM está sendo enterrado?
 
(     ) Notícias, caixões, Covid-19
(     ) Mulher, vídeo, caixões
(     ) Mulher, notícias, paus e pedras
(     ) Vídeo, caixões, Covid- 19
 
5. Assinale F para FATO e O para OPINIÃO nas frases abaixo:
(     ) “A gravação causou grande impacto nas redes sociais, servindo para que muitos questionassem as
medidas adotadas pela PBH”.
(      ) “ Valdete foi identificada formalmente pela Polícia Civil, que compareceu à cidade de Campanha, no
Sul de Minas Gerais”
 
6. A charge abaixo trabalha com a linguagem verbal e não verbal para fazer uma crítica social . Assinale a
alternativa que melhor explique a charge.

 
 
(     ) A charge faz críticas ao preço do álcool em gel.
(     ) A charge critica os moradores da favela que não usam água e sabão contra o Covid-19
(     ) A charge critica a população que não faz higienização correta.
(     ) A charge critica a falta de água nas favelas, item básico contra o Covid-19.

Você também pode gostar