Você está na página 1de 2

Tópico 4 - A importância da comunicação e as relações interpessoais em

saúde como alicerce no exercício da enfermagem

As relações interpessoais, assim como a comunicação em si , são muito


importantes para a administração do cuidado em enfermagem, pois , ele engloba
a relação paciente-enfermeira, enfermeira-equipe e também toda a equipe
multidisciplinar , sendo todo o cuidado dependente disto, POTTER et all explica
que A capacidade da enfermeira se relacionar com os outros é importante para
a comunicação interpessoal. Isso inclui a capacidade de tomar a iniciativa de
estabelecer e manter a comunicação, bem como ser autêntico (ser você mesmo)
e responder de forma apropriada à outra pessoa. As enfermeiras honram o fato
de que as pessoas são muito complexas e ambíguas.
Conforme venho estudando com a comunicação não violenta, vejo que tudo é
dito, mesmo sem palavras, sendo importante prestar atenção aos detalhes, aos
olhares, aos sinais corporais. Muitas vezes, é comunicado mais do que se
percebe à primeira vista e o cliente nem sempre responde do modo como se
espera. (Potter et all)
Prestar uma atenção minuciosa aos detalhes, sem julgar, é também uma forma
de cuidado, pois descobrir o que não está sendo dito muitas vezes auxiliam no
tratamento, assim como, uma comunicação terapêutica, onde, através do dom
de saber usar as palavras corretas, de forma clara e cuidadosa, gera conforto e
calma para o paciente, facilitando a adesão ao tratamento e assim curando.
Desta mesma forma, uma comunicação grosseira e ríspida, é sujeito gerar
desconforto e uma resposta negativa ao tratamento. POTTER et all diz que,
Saber que a intenção e o comportamento influenciam diretamente a saúde da as
enfermeiras uma tremenda responsabilidade ética de não fazer o mal para
aqueles que lhe foram confiados aos seus cuidados; Respeite o potencial poder
da comunicação e não abuse descuidadamente da comunicação para ferir,
manipular, ou coagir os outros. Segundo BROCA V. P, Assim, a comunicação
configura-se como um elemento essencial no cuidado. Entendida como o
alicerce de nossas relações interpessoais, o cuidado, nesta perspectiva,
associa-se à prática de comunicar-se. A comunicação, em suas variadas formas,
tem um papel de instrumento de significância humanizadora e, para tal, a equipe
precisa estar disposta e envolvida para estabelecer essa relação e entender que
é primordial reconhecer o cliente como sujeito do cuidado e não passivo a ele.
(BROCA V. P , et all 2012)
A comunicação enfermeira-equipe refere-se tento a equipe de enfermagem
quanto a equipe multidisciplinar, onde, para dar sequência a um tratamento
eficaz é necessário que toda a equipe saiba detalhes do que está sendo
realizado com aquele paciente, sendo um fator importante para a segurança do
paciente. A integridade permite que as enfermeiras reconheçam quando suas
opiniões conflitam com as dos seus clientes, revejam posições e decidam como
se comunicar para chegar a decisões mutuamente benéficas, sendo muito
importante que a enfermeira comunique de forma responsável e peça ajuda se
estiver incerto ou desconfortável em relação a um aspecto do cuidado ao cliente.
(POTTER et all, 2013)

Bibliografia:
Fundamentos de enfermagem 8ª edição – Potter; Perry; Stockert; Hall; 2013
Equipe de enfermagem e comunicação: contribuições para o cuidado de
enfermagem – Broca, Priscilla Valladares; Ferreira Márcia de Assunção; Revista
Brasileira de Enfermagem – Fev 2012. Acesso em 10/11/2021 em:
https://www.scielo.br/j/reben/a/rxxwHhHCkZbGpD9M47DjDxp/?lang=pt#

Você também pode gostar