Você está na página 1de 18

Laboratório de Enga Ambiental e Sanitária

Aula 3 / 2020.1

Gandhi Giordano, D.Sc.


Engenheiro Químico

Professor Associado do DESMA/ FEN/ UERJ


Materiais utilizados para adsorção
Adsorção é a adesão de moléculas ou misturas de
substâncias de um fluido a uma superfície sólida
(adsorvente); o grau de adsorção depende da
temperatura, da pressão e da área da superfície do
adsorvente e das características químicas do
adsorvato.
Os sólidos porosos como o carvão ativado são
ótimos adsorventes. As forças que atraem o
adsorvato podem ser químicas ou físicas,
• Carvão ativado em pó e granulado- matéria
orgânica (Água potável, água para uso industrial e
efluentes industriais);
Carvão ativado granulado

Carvão ativado granulado Carvão ativado granulado


Carvão ativado em pellets e em pó

Carvão ativado pellet Carvão ativado em pó


Processos de adsorção – Carvão ativado

A adsorção é um processo físico que pode ser


utilizado com ou sem o reaproveitamento do
adsorvente (carvão ativado, terra diatomácea ou
outro material adsorvente). Se não houver o
reaproveitamento, deve-se considerar a
operação de troca do carvão ativado em escala
industrial, os custos do material e a destinação
dos resíduos.
Processos de adsorção – Carvão ativado

No caso de reaproveitamento do adsorvente


(regeneração), deve-se considerar no estudo a
quantidade de água, os produtos químicos
necessários e os efluentes gerados nessa
etapa.
Processos de adsorção – Carvão ativado

O carvão ativado granulado pode ser utilizado


para a redução de concentração de matéria
orgânica tóxica e também da não
biodegradável (recalcitrante). Deve-se estudar
a viabilidade da recuperação do carvão
ativado para redução dos resíduos gerados.
Filtro de areia e filtro com carvão
• Tecnologias utilizadas ao longo do tempo
– Processo de clarificação físico-química com coagulante* e filtração em
areia/carvão
• Poluentes removidos
– Óleos e graxas
– Fuligem
– Metais tóxicos
– Solo
• Etapas de Tratamento
Processo de
clarificação Filtro de areia Filtro de carvão
físico-química
• Aplicações
– Oficina de locomotivas e transporte ferroviário (*processo biológico aeróbio)
– Veículos de minério
– Veículos de transporte urbano
Evolução de reúso de água

FILTRO DE AREIA E FILTRO DE CARVÃO


1997
Lavagem de locomotivas e vagões tanque
Processos de adsorção – Carvão ativado

A capacidade de adsorção do carvão será


determinada para a redução de concentração
de matéria orgânica, medida de forma direta
(substância específica determinada por
cromatografia) ou indireta (DQO).

A cor residual também pode ser reduzida ou o


cloro residual pode ser removido.
Processos de adsorção – Carvão ativado

O carvão em pó pode ser utilizado com os


mesmos objetivos do carvão granulado, com a
vantagem de o carvão em pó ter área superficial
específica muito superior e ter custo inferior. A
reposição do carvão em pó é uma operação
bem mais fácil que a do carvão granulado. A
desvantagem é a necessidade de ser removido
do efluente por filtração e a impossibilidade de
ser reutilizado, gerando mais resíduos sólidos.
Processos de adsorção com carvão ativado
aplicados ao tratamento de efluentes e águas.

Substâncias usualmente removidas


• Corantes;
• Cloro;
• Pesticidas;
• Hormônios e outros fármacos;
• Substâncias recalcitrantes (matéria orgânica
solúvel);
Experimento de adsorção com carvão em pó
• Objetivo
• Mostrar a capacidade de adsorção do carvão ativado em pó com a
redução da cor
real de uma solução de azul de metileno.
• Materiais
• Agitador Magnético;
• Balança (marca, modelo);
• Bastão de vidro;
• Béckers (volumes e quantidade)
• Carvão ativado em pó;
• Espectrofotômetro de absorção molecular (marca, modelo);
• Cubetas de quartzo;
• Funil de Vidro (diametro);
• Papel de filtro (diametro, poros ou número do filtro);
• Proveta (Volume/ graduação);
• Solução de Azul de Metileno (C16H18ClN3S) (Concentração?);
Procedimentos

• Medir o volume (Y ml) da solução de azul de metileno de


concentração X mg/l em 7 béqueres diferentes;
• Pesar o carvão em pó em diferentes quantidades e transferir para
os béqueres que continham a solução de azul de metileno: Ex:
25,75,100,125,150 ,200 e 250 mg de carvão em pó;
• Misturar o azul de metileno com cada amostra de carvão nos
• béqueres e agitar magneticamente por 5 minutos
• Filtrar a vácuo cada amostra para retirar o carvão e observar a
• eficiência na adsorção;
• Medir a absorvância das amostras no espectrofotômetro no
comprimento de onda de 665 nm;
Procedimento para remoção de cor com o uso
do carvão ativado em pó
Procedimento para remoção de cor com o uso
do carvão ativado em pó
Curva de absorvância X Concentração de carvão
ativado em pó
Conclusão
• Capacidade de adsorção = A.Mi- A.Mf / CARVÃO

• Capacidade de adsorção = X mg A.M. / mg


carvão

Você também pode gostar