Você está na página 1de 4

Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a anulação da questão 22


modelo de prova A, tendo em vista uma divergência de classificações
gramaticais dos vocábulos “só” e “por que” entre os gramáticos Celso
Cunha e Ernani Terra, ambos presentes no edital do referido exame.
Com base no gabarito preliminar, apresentado pela Banca,
obedecendo ao comando da questão para apontar a alternativa que
estivesse presente um advérbio, o termo “por que” foi assim
classificado, como um advérbio interrogativo de causa, no período “Por
que você veio à festa?”, categoria gramatical defendida somente na
gramática de Celso Cunha. Desse modo, eliminavam-se as palavras em
destaque nas demais alternativas. No entanto, no período de uma outra
alternativa da mesma questão, havia a seguinte frase: “Da família, só
elas duas estão vivas”. Segundo Ernani Terra, a palavra em destaque
“só”, quando substituída por “apenas”, é defendida como um advérbio,
assim sendo: “Da família, apenas elas duas estão vivas”. Tal
apontamento para substituição e conferência da classe gramatical
invariável se encontra em seu livro intitulado “Curso Prático de
gramática”, como consta na referência bibliográfica do edital.
Leva-se em conta ainda a classificação do termo “por que” na
gramática do Ernani Terra, a fim de que os argumentos por aqui
levantados sejam fortemente considerados. Terra apresenta que, depois
dos termos “por que”, se for subentendida a palavra “razão”, o termo
‘que’ será considerado pronome interrogativo precedido da preposição
“por”, ou seja, na frase “Por que você não veio à festa?”pode ser
facilmente subentendida a palavra “razão”: “Por que razão você não
veio à festa?”, configurando-o, portanto, pronome interrogativo, não um
advérbio. Por fim, ainda que todos os levantamentos realizados por
Celso Cunha também estivessem bem embasados, ficava a critério do
candidato optar por uma das alternativas, visto que é possível classificar
“só” como advérbio também, segundo Ernani Terra.
Considerando as alegações supracitadas, requeiro, cordialmente, a
anulação da questão.
Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a anulação da questão 35


modelo de prova A, tendo em vista que o enunciado deixa claro que
quer algo relacionado ao século XV e XVI e por isso para ganhar tempo
o candidato elimina a alternativa E, tendo em vista que a mesma se
refere ao século XIV.
Considerando a alegação supracitada, requeiro, cordialmente, a
anulação da questão.

Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a anulação da questão 39


modelo de prova A, tendo em vista que a letra C, adotada como
gabarito da questão, afirma que o Brasil possui altas taxas de
mortalidade infantil sendo que o livro SENE, sugerido no edital, alega
que ela é alta comparada a outros países e que ela é média e vem
abaixando, cada vez mais, na nossa nação.
Considerando a alegação supracitada, requeiro, cordialmente, a
anulação da questão.

Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a anulação da questão 46


modelo de prova A, tendo em vista que a letra A, adotada como
gabarito da questão, possui o tempo verbal past simples. Esse tempo
não se encontra no edital fazendo com que o candidato elimine essa
alternativa sendo assim, prejudicado.
Considerando a alegação supracitada, requeiro, cordialmente, a
anulação da questão.
Versão A - Questão 48

O tempo verbal destacado no enunciado é o “Present Progressive”,


evidenciado pela locução verbal composta por verbo auxiliar “to be” no
presente mais verbo principal na forma de gerúndio.
O comando do enunciado, contudo, pede apenas para assinalar a
alternativa que apresenta o mesmo tempo verbal da expressão
sublinhada, e não a opção que contenha o mesmo tempo verbal
aplicado de forma correta. Portanto, é possível encontrar a mesma
construção “am/is/are” seguida por gerúndio nas alternativas A e B.
Além disso, a ideia transmitida pela expressão sublinhada expressa
futuro planejado, sinônimo de “going to future” e a ideia transmitida no
suposto gabarito, letra A, é de ação momentânea.
À luz dos pontos expostos, respeitosamente peço a anulação da
questão.

Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a retificação da questão 5


modelo de prova A, tendo em vista que a letra A, adotada como
gabarito da questão, está equivocada. Na resolução da questão a banca
colocou centro da circunstância (0,0), sendo que na questão está com
centro (3,1). Fazendo os cálculos com as informações corretas
encontramos alternativa B.
Considerando a alegação supracitada, requeiro, cordialmente, a
retificação do gabarito para a alternativa E.
Ilustríssima Banca Examinadora,

Venho, por meio deste recurso, pedir a retificação no gabarioto da


questão 24 modelo de prova A, tendo em vista que a letra D, adotada
como gabarito da questão, está equivocada. No texto deixa claro que o
autor não informa sobre a potência econômica e sim realça somente a
possibilidade da catequese para os povos nativos
Considerando a alegação supracitada, requeiro, cordialmente, a
retificação do gabarito para a alternativa E.

Você também pode gostar