Você está na página 1de 6

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Douglas Sthéfanno de Sena Oliveira

Engenharia de Materiais – 3º Período

Fractais

Relatório apresentado como requisito parcial para


aprovação na disciplina geral Fís. Experimental I
do CEFET-MG. Turma: G7 – Terça-feira (14:50-
16:30)
Professora Dra. Márcia da Mota Jardim Martini

Belo Horizonte, março de 2010


CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Introdução

O emprego do termo fractal pode ser temporalmente localizado no ano de 1975,


quando Benoit Mandelbrot o usou para ressaltar questões relativas à similitude entre uma
figura e a sua ampliação. A partir do trabalho de Mandelbrot, várias teorias e teses surgiram
para criar uma explicação mais completa para os denominados fractais.

Com as pesquisas acerca dos fractais, vários estudos uniram-se para formar uma teoria
comum que pode ser explicitada por ASSIS, A. T. et al (2008) nessa passagem:

“As principais propriedades que caracterizam os fractais são a auto-


semelhança, a complexidade infinita e a sua dimensão. A auto-
semelhança é identificada quando uma porção, de uma figura ou de
um contorno, pode ser vista como uma réplica do todo, numa escala
menor. A complexidade infinita refere-se ao fato de que o processo de
geração de uma figura, definida como sendo um fractal, é recursivo.
Finalmente, a dimensão de um fractal [...] é uma quantidade
fracionária, representando o grau de ocupação da estrutura no espaço
que a contém.” (ASSIS, A. T. et al, 2008).

Existem vários métodos para o cálculo da dimensão fractal, por exemplo, o método de
“contagem de caixas” proposto por Hausdorff e Besicovitch, que tem como equação-base:

Nota: A Dimensão fractal (D) é representada sempre por um número fracionário

Os conceitos a cerca dos fractais, principalmente a dimensão fractal, a auto-afinidade e


a auto-semelhança vem sendo amplamente utilizados atualmente em várias áreas da ciência e
tecnologia, como: diagnóstico de câncer, produção de antenas de maior qualidade,
mineralogia, meteorologia, ecologia, economia e etc.
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Objetivos

• Medir e avaliar a dimensão fractal de um objeto auto-similar (“Esferas” compactas


de papel de dimensões variadas);
• Dominar técnicas para aquisição analógica e digital de medidas de comprimento
(Uso de paquímetros);
• Análise quantitativa de dados: cálculo de erros, representação gráfica e regressão
linear (Uso do programa “Origin” para plotagem de gráficos e cálculos);
• Análise crítica do fenômeno apresentado através do cálculo da inclinação do
gráfico log(M) x log(R), para posterior avaliação da dimensão fractal;
• Análise das características gerais dos fractais por meio da dimensão fractal, bem
como das análises gráficas.

Procedimentos Experimentais

Os experimentos desenvolvidos no laboratório de Física tiveram o intuito de


demonstrar o estado típico e as características dos fractais (menor energia possível), bem
como o de mensurar a dimensão fractal dos corpos com os quais trabalhamos.
Materiais e Programas utilizados: Duas folhas de papel A4, Paquímetro, Software –
Origin (Plotagem de Gráficos).
No início da prática pegamos uma das folhas de papel A4 (massa=1) e amassamos
para deixá-la no seu estado de menor energia (estado de um fractal). Posteriormente
recortamos a outra folha sempre ao meio recorrentemente por seis vezes. Ou seja, ficamos
com as frações de massa: 1/2 1/4, 1/8, 1/16, 1/32. E depois amassamos essas frações da folha
A4 também.
Posteriormente, utilizando o paquímetro, fizemos cinco medições de “raios” com cada
“esfera” fractal e calculamos o raio médio para cada esfera. Após as medições, tabelamos os
valores de massa e raios médios encontrados e criamos um gráfico com aspecto linear e outro
com aspecto polinomial no programa “Origin”, além disso, calculamos o logaritmo das
massas e dos raios médios e plotamos um gráfico linear.
A inclinação da reta do gráfico log(M)xlog(R) dá a idéia da dimensão fractal do
objeto, por isso fizemos os cálculos da inclinação que serão relatados e discutidos
posteriormente.
CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Resultados

Os Resultados fundamentais do experimento estão expostos nos gráficos abaixo:

1,0

0,8
Massa (unidade)

0,6

0,4

0,2

0,0

2 4 6 8 10 12 14 16
Raio (mm)
Azul – Aproximação Polinomial
Vermelho – Aproximação Linear

0,2

0,0

-0,2

-0,4

-0,6
log(R)

-0,8

-1,0

-1,2

-1,4

-1,6

0,5 0,6 0,7 0,8 0,9 1,0 1,1 1,2

log(M)

Dimensão Fractal:

D = inclinação do gráfico log(R)xlog(M) = Δy/Δx = (0,18 -(-1,70))/(1,25-0,48)

D = 1,98/0,77 = 2,57 D = 2,57 = 257/100


CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Questões e Discussões

A dimensão de um fractal indica o espaço ocupado por ele que está relacionado com o
seu grau de irregularidade (igual em diferentes escalas) ou fragmentação dos mesmos. Assim,
pode-se afirmar que a dimensão fractal de um conjunto é um valor que diz o quão densamente
um conjunto ocupa o espaço métrico em que ele existe.
O valor que encontramos para a dimensão fractal (2,57) nas “esferas” de papel é um
valor relativamente alto se pensarmos nessa densidade de conjunto. Isso já era esperado, pois
uma bola de papel amassada é um objeto bastante irregular, caracterizando seu alto valor de
dimensão fractal.

Questões levantadas

1. Obtenha uma fórmula para determinar o valor da massa de cada pedaço de papel após
n divisões.

M= 1/2n Onde n, é o número de recortes.

2. Quais os erros implícitos na medida das bolinhas e no valor da dimensão fractal?

O desvio médio é utilizado como uma medida de erro(ε ).

Logo, utilizando a fórmula temos:

Esfera 1 – ε = ___________

Esfera 2 - ε = ___________

Esfera 3 - ε = ___________

Esfera 4 - ε = ___________

Esfera 5 - ε = ___________

Esfera 6 - ε = ___________

Dimensão Fractal - ε = ___________


CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS • CEFET MG

Conclusão

Os fractais são formas geométricas com padrões complexos que se repetem


infinitamente (independente da escala), mesmo limitados a uma região finita.Cada fractal
pode ser caracterizado por meio do valor de sua dimensão fractal. Quanto maior a dimensão
fractal, mais irregular é o corpo (objeto).
No experimento relatado nesse relatório, caracterizado como um experimento de
introdução à física experimental, pode-se destacar como aprendizagem: as características
gerais dos corpos fractais, cálculos e significados da dimensão fractal, cálculo de erros
implícitos e linearização de gráficos.

Referências Bibliográficas

ASSIS, A. T. et al. Geometria Fractal: Propriedades e características de fractais ideais.


Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 30, n. 20, 2008. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/rbef/v30n2/a05v30n2.pdf> Acesso em: 27 mar. 2011