Você está na página 1de 4

GASES REAIS E IDEAIS

1.1. Um gás ocupa o volume de 20 dm3 sob pressão de 730 mmHg e a -20 oC. Qual o seu volume nas
CNTP?

1.2. O volume de gás liberado durante o crescimento fermentativo de uma cultura de bactérias foi de

580 ml quando medido no laboratório à temperatura de 17oC. Qual seria o volume deste gás se o

crescimento fosse realizado a 37oC? Considere a pressão constante.

1.3. A pressão de um gás em um recipiente de reação de volume fixo deve ser reduzida para 10
mmHg. A bomba de vácuo disponível pode abaixar a pressão somente para 15 mmHg à

temperatura de 15oC. A pressão desejada pode ser obtida, se o recipiente for resfriado em uma

mistura de gelo e sal a -25oC?

1.4. 100 cm3 de O2 são coletados sobre água a 23 oC e 800 torr. Calcular o volume de O 2 seco nas

CNTP. A pressão de vapor de água a 23oC é 21,1 Torr.

1.5. A 21oC e 752 mmHg; 0,980 g de vapor de clorofórmio ocupam um volume de 200 ml. Calcular a
massa molecular do clorofórmio.

1.6. Supor que 0,157 g de certo gás coletado sobre a água ocupam um volume de 135 ml a 25 oC e
745 mmHg. Considerando o comportamento do gás ideal, determine o peso molecular do gás. A

25oC, a pressão de vapor da água é de 23,6 mmHg.

1.7. Uma bomba calorimétrica de 5 l deve ser preenchida com oxigênio sob pressão suficiente para
realizar a combustão completa de 36 g de glicose. Uma pressão de 7 atm seria suficiente para
permitir a combustão completa do açúcar?

Temperatura: 17oC - Glicose: C6H12O6

1.8. A 0oC encontram-se as seguintes densidades, para certo gás, a várias pressões:

P/atm 1,000 0,800 0,500 0,300


-------------------------------------------------------------------------

/g.dm-3 1,3402 1,0719 0,66973 0,40174


Calcular o valor de /P para várias pressões e determinar graficamente o valor do peso molecular do
gás.

1.9. A densidade da metilamina em função da pressão é dada na tabela a 0oC:

P/atm 0,200 0,500 0,800


--------------------------------------------------------------------

/g.L-1 0,2796 0,7080 1,1476

Determinar graficamente o peso molecular da metilamina.

1.10. 7 g de nitrogênio; 16 g de oxigênio e 3,3 g de hidrogênio são introduzidos num frasco vazio, de

volume igual a 80000 ml e a 50oC. Qual a pressão parcial de cada gás? Qual a pressão total?

1.11. Em estudos clínicos envolvendo misturas de gases, a composição é expressa, freqüentemente,


em percentagem em volume com que cada gás componente contribui, isto é, a percentagem de
volume total que seria ocupada pelo gás em questão (CNTP). O ar alveolar do pulmão humano
apresenta a seguinte composição:
80,5% de nitrogênio
14,0% de oxigênio
5,5% de gás carbônico
Se a pressão no pulmão é de 760 mmHg e a pressão de vapor de água é de 47 mmHg,
calcular as pressões parciais exercidas por estes componentes principais.

1.12. A velocidade de efusão de um gás desconhecido é 0,279 vezes a velocidade de efusão do gás
hidrogênio, através do mesmo orifício, ambos a CNTP. Qual o peso molecular do gás
desconhecido?
1.13. Um certo volume de gás produzido por uma cultura de algas fotossintetizantes levou 3,85 min
para escoar por um pequeno orifício. Sob as mesmas condições, um volume igual de argônio
leva 4,3 min. Calcular o peso molecular e a densidade do vapor do gás desconhecido.
DADO: Ar -40

1.14. Uma cultura anaeróbica de uma bactéria, isolada de esgoto, libertou um gás inflamável durante o
crescimento. Uma amostra pura deste gás levou 4,91 min para escoar através de um orifício.
Sob condições idênticas, o mesmo volume de N 2 levou 6,5 min para escoar através do mesmo

orifício. Calcular o peso molecular do gás inflamável.


DADO: N -14
1.15. Num metabolismo basal que durou exatamente 6 min, um paciente, exalou 52,5 l de ar, coletado

sobre água a 20oC. A pressão de vapor de água a 20oC é 17,5 torr. A pressão foi de 750 torr.
O ar exalado apresentou quando analisado, 16,75% de oxigênio e o ar inalado, 20,32% de
oxigênio em volume, ambos secos. Desprezando a solubilidade dos gases na água e a qualquer
diferença nos volumes de ar inalado e exalado, calcule o volume de oxigênio consumido por
minuto, nas CNTP.

1.16. Que pressão de ar a 30oC seria necessária para a combustão de 1,5 g de ácido láctico em um

recipiente de 1000 cm3 de capacidade? O ar contém 21% de oxigênio em volume. Ácido


Láctico: CH3CHOHCOOH.

1.17. Calcular a pressão que um mol de Hélio, a 35 oC, exerce num volume de 2000 ml, usando a

equação dos gases ideais e a equação de Van der Waals. Dados: a=0,03412 atm l2 mol-2 e

b=0,0237 l mol-1

1.18. Calcular a pressão de 2 mols de N2 a 27oC através da equação dos gases ideais e da equação

de Van der Waals, nos volumes de:

a) 1000 cm3

b) 20 dm3

Dados: a=1,39 atm 12 mol -2 e b= 0,03913 1 mol –1

1.19. Calcular de acordo com a equação de Van der Waals, a pressão que deve ser aplicada ao N 2

para reduzir seu volume total a um volume igual a 4b. Nas temperaturas de:

a) 25oC

b) 1000oC

1.20. Para preparar ácido tetraidrofólico PtH4G, faz-se a reação catalítica do ácido pteroilglutâmico,

PtG, com hidrogênio a temperatura ambiente.


PtG + 2 H2 ---> PtH4G

Uma amostra de 5 g de ácido pteroilglutâmico de pureza desconhecida foi tratada deste modo e

absorveu 507 ml de H2 a 17oC e 768 mmHg. Considerando que as impurezas não reagem ao

H2, determinar a pureza da amostra.

(ácido pteroilglutâmico - 441)


1.21. Calcular a massa de N2 dissolvida em 100 ml de plasma sanguíneo quando este é arejado a

38oC e 770 mmHg. O coeficiente de absorção de Bunsen do N 2 no plasma a 38oC = 0,012 e o

ar apresenta 78% de N2 em volume.

Você também pode gostar