Você está na página 1de 4

ARRUME SUA CAMA – WILLIAM H.

MCRAVEN

CAP 1 – COMECE O DIA COM UMA TAREFA FEITA. “SE VOCÊ QUER MUDAR O
MUNDO... COMECE ARRUMANDO SUA CAMA”

Segundo william, a diligência em executar a arrumação da cama demonstra


disciplina e como primeira tarefa do dia tinha uma grande importância, pois, no fim do dia
independente do que acontecer ele já tinha executado uma tarefa e poderia se orgulhar.
Apesar do verdadeiro conforto e força vir da fé, uma pequena tarefa com o arrumar
a cama pode dar o estímulo necessário para começar o dia bem e a sensação de
utilidade para terminá-lo satisfeito
Tarefas simples levam a resultados extraordinários

CAP 2 – VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR SOZINHO. “SE VOCÊ QUER MUDAR O
MUNDO... ENCONTRE ALGUÉM QUE O AJUDE A REMAR”

Segundo as experiências de William, as tarefas difíceis nessecitam ser executadas


com a ajuda de alguém. Todos nós precisamos de alguém para superar as dificuldades
em tempos díficeis. Tudo que conquistamos na vida tem a ajuda direta ou indireta de
alguma pessoa. Ninguém está livre dos momentos díficeis, mas uma boa networking pode
nos ajudar a cumprir nosso destino. Ninguém consegue viver sozinho e é necessário
alguém para compartilhar a vida. É importante fazer quantos amigos for possível na vida.

CAP 3 – TUDO O QUE IMPORTA É O TAMANHO DO CORAÇÃO. “SE VOCÊ QUER


MUDAR O MUNDO... AVALIE AS PESSOAS PELO TAMANHO DO CORAÇÃO”

Segundo William, o treinamento das forças especiais consistia em provar alguma


coisa e, geralmente, era que crenças limitantes não existiam. Tamanho não importava, cor
da pele não muda nada, dinheiro não faz ninguém melhor e que talento é menos
importante que coragem e determinação. Nesse capítulo o autor cita o exemplo de um
membro das forças especiais que contrariando tamanho, peso e força não determinavam
a capacidade de alguém. “Não é o tamanho das nadadeiras que contam, mas o tamanho
do coração”
CAP 4 – A VIDA NÃO É JUSTA: SIGA EM FRENTE! “SE VOCÊ QUER MUDAR O
MUNDO... DEIXE DE SER UM INJUSTIÇADO E SIGA EM FRENTE”

Nesse capítulo o autor aborda os revés da vida mesmo quando fazemos o nosso
melhor e que para muitas pessoas é difícil aceitar que nem sempre a recompensa é
correspondente ao nosso esforço. Nas forças especiais os intrutores utilizam
metodologias não ortodoxas e muitas vezes a recompensa pelo desempenho fora da
curva era água e areia, no treinamento água e areia era um castigo para quem
fracassava.
Para William desculpas como: lugar de criação, educação recebida dos pais e a
escola que frequentamos, são justificativas mentirosas para atribuir nossa sorte a fatores
externos e uma tentativa de acreditar que o destino está contra nós. A vida das pessoas
grandes e pequenas ou bem sucedidas e fracassadas é determinada por decisões frente
as injustiças da vida. Para o autor é essencial não se queixar, culpar terceiros ou
situações, mas necessário levantar a cabeça, seguir em frente e olhar para o futuro.

CAP 5 – O FRACASSO PODE TORNAR VOCÊ MAIS FORTE. “SE VOCÊ QUER MUDAR
O MUNDO... NÃO TENHA MEDO DO CIRCO”

No treinamento das forças especiais o “circo” era um castigo aplicado quando


tarefas ou normas não eram cumpridas e consistiam em uma sequência de exercícios que
tinha como objetivo levar o soldado ao limite físico para que então ele ficasse
sobrecarregado para o próximo dia de treinamento. Segundo o autor, o sucesso das
tarefas dependia do parceiro e quando um fracassava todos fracassavam. Esssa era uma
técnica aplicada para reforçar o trabalho em equipe. E por mais contraditório que possa
parecer os alunos que fracassavam e eram submetidos ao “circo” ficavam mais fortes,
rápidos e confiantes com o passar do tempo. Os fracassos são inevitáveis na vida e
vamos pagar por eles de alguma forma, mas através da perseverança e com uma mente
aberta ao aprendizado esses fracassos nos ensinam e fortalecem além de nos preparar
para situações com um grau de dificuldade maior. Ninguém está livre de erros e aprender
com os próprios fracassos é uma característica necessária para os líderes. E fazendo
com que as lições aprendidas se transformem em motivação somado ao domínio do
medo de tentar novamente crescemos na vida.
“Não se pode evitr o circo. Em algum momento, todos nós entramos na lista. Não
tenham medo do circo”
CAP 6 – VOCÊ PRECISA OUSAR MAIS. “SE VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO... ATIRE-
SE AO OBSTÁCULO DE CABEÇA”

O autor cita o lema do serviço aéreo espacial britânico o SAS. Que é “quem ousa
vence” e esse lema reflete o modo que cada um de nós deve levar a vida para se
desenvolver. O fracasso é uma constante permanente, mas quem tem medo dele e do
sofrimento ou vergonha nunca não atingir seu pleno potencial.
Nós só conhecemos o que é possível na vida errando e acertando, ou seja, se
jogando de cabeça nos obstáculos.

CAP 7 – ENFRENTE OS TIRANOS. “SE VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO... NÃO FUJA
DOS TUBARÕES.”

Segundo o autor a coragem associada a um objetivo, honrado e nobre, é a mistura


que permite desafiar e derrotar o mal. Quando um objetivo nobre e honrado é perseguido
de forma corajosa nada nem ninguém pode impedir o caminho e sem coragem os tiranos,
despostas e as tentações da vida nos corromperiam. Para o autor independente do lugar
os tiranos são sempre iguais, sua força vem do medo e intimmidação que são
alimentados pelos tímidos e fracos. Tiranos são como tubarões que farejam medo na
água e a sua metodologia é observar a coragem do alvo, quando ausente eles atacam.
Na vida para concluir os objetivos temos que ser pessoas de grande coragem. A coragem
está dentro de cada um de nós, é necessário cavar bem fundo para encontra-la em
abundância.

CAP 8 – MOSTRE-SE Á ALTURA DA OCASIÃO. “SE VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO...


DÊ O SEU MELHOR NOS MOMENTOS MAIS SOMBRIOS”

Nesse capítulo o autor cita uma frase que o marcou na sua vida após o
treinamento. “Não importa a escuridão, os senhores devem completar a missão. Isso é o
que os separa de qualquer outra pessoa”
Segundo o autor todos nós vamos ter um momento sobrio na vida que vai fazer
com que dúvidas a respeito do futuro aconteçam e nesse momento é necessário
mergulharmos fundo dentro de nós mesmos e dar nosso melhor.
CAP 9 – DÊ ESPERANÇA ÁS PESSOAS. “SE VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO...
COMECE A CANTAR QUANDO ESTIVER ENFIADO NA LAMA ATÉ O PESCOÇO.”

Durante o treinamento SEALS, o autor aprendeu que uma pessoa tem a força
necessária para unir um grupo e que a inspiração de um pode transmitir esperança para o
todo. Quando é possível ver alguém superar os limites, dificuldades e adversidades de
uma situação se cria força interior para fazer o mesmo. A persistência de um indivíduo
pode contagiar o coletivo. Para o autor a esperança é a força mais poderosa do universo
e através dela é possível atingir nações a chegar no potencial máximo. Através da
esperança os oprimidos se levantam, ocorre o alívio de dores insuportáveis e, as vezes,
só é necessário que uma pessoa faça a diferença. Quando estiver em dificuldade
transmitir a esperança de um melhor amanhã e uma forma de animar os que nos cercam.

CAP 10 – NUNCA, JAMAIS DESISTAM. “SE VOCÊ QUER MUDAR O MUNDO... NUNCA,
JAMAIS TOQUE O SINO.”

Segundo o autor, desistir não facilita a vida e cria um arrependimento para o resto
da vida. De todas as lições que o autor aprendeu nos SEALS a mais importante foi a de
nunca desistir. A vida constantemente nos coloca em situações onde a solução mais “fácil”
é desistir, mas seguir em frente e persistir é a melhor opção. Apesar das dificuldades da
nossa vida sempre vai existir alguém em situação pior do que a nossa. Autopiedade,
tristeza pela maneira como fomos tratados, lamentação por nossa sorte na vida, culpar
alguém ou alguma coisa por nossas circunstancias torna a vida longa e difícil. No entanto,
se persistir em nossos sonhos de forma a se manter firme e forte no caminho a vida é o
que fazemos dela e é possível fazer a vida ser grandiosa. Nunca tocar o sino é o conselho
final do autor.
O autor termina o livro com: “comece o dia com uma tarefa feita, encontre alguém
que o ajude a enfrentar a vida. Respeite todo mundo. Saiba que a vida não é justa e que
muitas vezes você vai fracassar, mas se assumir alguns riscos, der um passo a frente
quando os tempos forem duros, encarar os tiranos, ajudar os oprimidos e nunca desistir,
se fizer tudo isso poderá mudar sua vida para melhor... e talvez o mundo.
Sobre o autor, o almirante Willian H. Mcraven serviu a marinha dos EUA com
grande distinção. Em seus 37 anos como seals, exerceu o comando em vários níveis.
Como almirante de 4 estrelas, seu último cargo foi o de comandante de todas as forças de
operações especiais. Hoje é reito da universidade do Texas.

Você também pode gostar