Você está na página 1de 2

MENSAGEM BÍBLICA

TEMA: Dentro da Igreja, mas longe de Deus.


TEXTO BASE: Lc. 15:25-32
1. CONTEXTUALIZAÇÃO
- Lucas 15 – seção de achados e perdidos (Parábolas: Ovelha perdida v. 7; Dracma perdida v. 9; Filho pródigo v. 20).
- Questão da PROPORCIONALIDADE – um (em 100); um (em 10); um (em dois) – VALOR UNITÁRIO / VALOR
INDIVIDUAL.
- De Gênese a Apocalipse, a bíblia narra Deus procurando seu povo e nós fugindo do Pai.
- Sempre que há o retorno ou o encontro do filho, há FESTA, há ALEGRIA.

2. DESENVOLVIMENTO
2.1 Filho mais novo – arrependimento/humildade – recebeu PERDÃO – RECEBE UMA FESTA (ALEGRIA)

2.2 Filho mais velho – nunca havia saído da casa do pai, transgredido suas leis, obediente trabalhava para o pai.

- REAÇÕES:
1. Chamou o empregado para saber o que estava acontecendo.
2. Indignou-se.
3. Não quis entrar na casa.
4. Sente-se mais perfeito e superior que o irmão (v. 29).
5. Sente-se injustiçado pelo pai.

1. MOTIVO PARA TAL REAÇÃO – FALTA INTIMIDADE COM DEUS – vivia na casa do pai, trabalhava
o pai, mas não conhecia a natureza do pai.
- NATUREZA DE DEUS – MISERICÓRDIA, AMOR, BONDADE.

- Filho mais velho não vai ao pai, mas ao servo – RELAÇÃO MEDIADA POR OUTROS (Lembrar versículo:
maldito o homem que confia no homem Jr. 17:5).
 CONSEQUÊNCIAS:
- EGOÍSTA – pensa nas bênçãos para si, compara.
- LEGALISTA – guardador da moral e dos bons costumes.
- ACUSADOR – acusa o irmão de ter vivido com meretrizes.
- INTOLERANTE ESPIRITUALMENTE – não tolera o pecado do outro e sente no dever/direito de ser juízo do
outro. Falta compaixão pelo irmão.
- ARROGANTE ESPIRITUALMENTE – tem o rei na barriga (O rei deve estar em nosso coração).
- SOBERBA ESPIRITUAL – não tem humildade. Não é despretensioso.
- MAL AGRADECIDO – fixa na benção do outro e esquece das bênçãos que Deus lhe concede todos os dias.

2. A FESTA DO OUTRO O ICOMODA – INVEJA – pecado que nasce do defeito humano somente
superado pelo AMOR - COMPORTAMENTO

- INVEJA: Invidia (latim “olhar malicioso”) – sentimento/PECADO DESTRUTIVO / deforma as pessoas.


- incapacidade de reconhecer uma FALTA/VAZIO em mim e concentro no outro.
- proximidade = comparação = inveja.
- Cobiça é diferente de inveja. Cobiça = desejo ardente de possuir algo.
- INFERIORIDADE ESPIRITUAL.
- PECADO QUE ENVERGONHA.
- DOLOROSO DA INVEJA – INFELICIDADE.
2.3 RELACIONAMENTO COM DEUS – mudanças em nosso coração – INTIMIDADE – ando com o mestre,
conheço o mestre, nos tornamos como o mestre – APRENDE A NATUREZA DO MESTRE

2.4 O irmão do filho pródigo não sabia AMAR.

- Pessoas que amam de verdade são capazes de chorar com os que choram e celebrar com os que celebram
(Rm 12.15).
- São estas as pessoas que não permitem que a inveja encontre espaço no seu coração porque o mesmo
transborda de amor. Foi o apóstolo Paulo quem afirmou: "... o amor não é invejoso..." (1 Co 13.4).  Há pessoas
que são capazes de chorar com os que choram, mas não são capazes de se alegrar com os que se alegram.
- SE EU NÃO TIVER AMOR PODEREI SER COMO O IRMÃO MAIS VELHO.

3. CONCLUSÃO
- Não fique longe da festa das bodas do cordeiro – VC TEM VALOR PARA DEUS.
- Devemos criar intimidade com Deus – entrega verdadeira.
- Corra para o ABRAÇO DO PAI – APROXIME-SE DE DEUS.
- Vencer os pecados – nascer de novo.
- APRENDA A AMAR – AMAR O PRÓXIMO
- PARTICIPAR DA FESTA DA VITÓRIA.

Vou encerrando aqui com as palavras de Carl Jung…

“_Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma
humana”.

Em uma de suas mensagens, o pastor, Wagner Gabi, contou uma ilustração que nunca mais esqueci:
  "Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vagalume, que só vivia a brilhar. Ele fugia rapidamente,
com medo da feroz predadora. Mas a cobra nem pensava em desistir. O vagalume fugia um dia, dois... Mas ela
não desistia. No terceiro dia, já sem forças, o vagalume parou e perguntou à cobra:
- Posso fazer-lhe três perguntas?
- Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou comer você mesmo, pode perguntar.
- Pertenço à sua cadeia alimentar?
- Não.
- Fiz-lhe alguma coisa?
- Não.
- Então, por que você quer me comer?
- Porque não suporto ver você brilhar..."
 
 A inveja continua sendo a causa dos conflitos nos relacionamentos, das divisões nas igrejas, das perseguições
dentro das empresas e das guerras entres os povos e de muitas mortes no mundo.

Você também pode gostar