Você está na página 1de 25

INTRODUÇÃO

A homologação das Aprendizagens Essenciais (AE) implica um novo olhar e uma nova forma de Valores do Perfil dos Alunos
abordagem dos conteúdos da disciplina de geografia nos diferentes níveis de escolaridade.
1. Responsabilidade e integridade
Baseando-se nos documentos curriculares em vigor, Programa e Metas de Aprendizagem, as AE
2. Excelência e exigência
definem as aprendizagens que, obrigatoriamente, terão de ser desenvolvidas por todos os alunos
3. Curiosidade, reflexão e inovação
de todas as escolas do país.
4. Cidadania e participação
Assim, venho propor uma base de planificação global e de médio prazo, com base nas 5. Liberdade
aprendizagens essenciais, que deixa em aberto a calendarização, sem definir períodos nem número
de tempos letivos, uma vez que a autonomia das escolas permite optar pelo regime anual ou
Áreas de competência do Perfil dos Alunos
semestral e o número total de aulas difere, consoante as opções de distribuição da carga horária
A. Linguagem e textos
entre as três disciplinas da nossa área curricular.
B. Informação e comunicação
Acresce o facto de se valorizar cada vez mais a articulação curricular, pelo que a ordem de C. Raciocínio e resolução de problemas
desenvolvimento dos diferentes temas e subtemas poderá ser bastante diferente de escola para D. Pensamento crítico e pensamento criativo
escola e até de turma para turma. E. Relacionamento interpessoal

De realçar ainda a importância de ter, como referência e orientação de todas as aprendizagens, o F. Desenvolvimento pessoal e autonomia
Perfil do Aluno à saída da Escolaridade Obrigatória, o que implica adaptar práticas e metodologias. G. Bem-estar, saúde e ambiente
Por esse motivo, são sugeridos os valores e as áreas de competência do Perfil do Aluno que, em H. Sensibilidade e estética artística
cada subtema, poderão ser tidos em conta, com vista ao seu desenvolvimento ao longo de toda a I. Saber científico, técnico e tecnológico
vida escolar de cada aluno. Serão referenciados pelos algarismos e letras que lhes correspondem, J. Consciência e domínio do corpo
nos respetivos quadros.

Esperando que esta base da planificação do 8º ano possa ser útil e facilite a tarefa de preparação
das aulas, desejo a todos um excelente ano letivo, com motivação e realização.

Arinda Rodrigues

1
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO GLOBAL

Tema I: POPULAÇÃO E POVOAMENTO


1º SUBTEMA 2º SUBTEMA 3º SUBTEMA 4º SUBTEMA
EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL MOBILIDADE DA POPULAÇÃO DIVERSIDADE CULTURAL ÁREAS DE FIXAÇÃO DEMOGRÁFICA
 Comportamentos demográficos  Tipos de migrações  Elementos da diversidade cultural  Fatores de distribuição da população
 Estrutura etária  Principais fluxos de migrantes  Globalização e multiculturalidade  Áreas de maior fixação demográfica e
 Políticas demográficas  Causas e consequências das migrações,  Espaços lusófonos vazios humanos.
nas áreas de partida e chegada e, à  Espaços urbanos – suas características e
escala mundial. funções que oferecem.

Nº de aulas: ________ (___ min) Nº de aulas: ________ (___ min) Nº de aulas: ________ (___ min) Nº de aulas: ________ (___ min)
De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____
a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____

Tema II: ATIVIDADES ECONÓMICAS


1º SUBTEMA 2º SUBTEMA 3º SUBTEMA 4º SUBTEMA 4º SUBTEMA
RECURSOS, PROCESSOS DE
REDES E MEIOS DE TRANSPORTE
PRODUÇÃO E SETOR I (PRIMÁRIO) SETOR I (SECUNDÁRIO) SETOR I (TERCIÁRIO)
E TELECOMUNICAÇÃO
SUSTENTABILIDADE

 Recursos naturais  Extração de recursos minerais  Indústria transformadora  Comércio  Modos e meios de transporte
(renováveis e não  Agricultura (produção vegetal,  Fatores de localização  Serviços
– vantagens comparativas.
renováveis) animal e silvícola) industrial.  Acessibilidade – distâncias
 Níveis de industrialização,  Turismo
 Problemas da sua sobre-  Pesca e aquicultura relativas
exploração segundo os grupos de países.  Consumo e uso responsável e
 Principais redes de transporte
 Utilização sustentável dos sustentável dos serviços.
e telecomunicação
recursos naturais.
Nº de aulas: _____ (___ min) Nº de aulas: _____ (___ min) Nº de aulas: _____ (___ min) Nº de aulas: _____ (___ min) Nº de aulas: _____ (___ min)
De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____ De: ____/ ____ /20____
a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____ a: ____/ ____ /20____

2
3
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO
TEMA I – POPULAÇÃO E POVOAMENTO
SUBTEMA: EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL Nº DE AULAS: A definir em cada
turma
PERFIL
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM DOS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

4
 Interpretar mapas temáticos  Descrever situações de  Apresentar exemplos de - Demografia  Exploração do manual e dos seus recursos
simples (com uma variável), equilíbrio ou rutura soluções para a gestão - Censo pedagógicos.
relativos a fenómenos entre a população e os pacífica e sustentável do - População absoluta  Recolher, utilizando TIC, e organizar dados
demográficos e culturais, recursos naturais, em conflito crescimento - Densidade estatísticos dos indicadores demográficos
Valores
usando o título e a legenda. diferentes contextos demográfico e recursos populacional relevantes (*).
 Representar, em mapas a geográficos e naturais. - Taxa de natalidade  Criar grupos/pares de trabalho e distribuir os 1
diferentes escalas, variáveis económicos, explicando  Participar em - Índice sintético de indicadores demográficos.
relativas a fenómenos a ação de fatores campanhas de fecundidade e índice 2
demográficos, usando o título naturais e humanos. sensibilização para de renovação de Cada grupo:
e a legenda. minimizar os impactes gerações 3
- Representa em gráficos e mapas de diferentes
 Comparar o comportamento ambientais, - Taxa de mortalidade e
escalas, os dados recolhidos sobre o indicador 4
de diferentes indicadores socioeconómicos e esperança de vida
ou indicadores distribuídos ao grupo/par;
demográficos, no tempo e no culturais da evolução da - Taxa de crescimento
- Analisa os gráficos e mapas, indicando os
espaço, enunciando fatores população a diferentes natural e saldo
respetivos fatores (consulta do manual).
que explicam os escalas. fisiológico
- Apresenta à turma as suas conclusões.
comportamentos observados. - Taxa de mortalidade
 Aplicar as Tecnologias de infantil; AC:
Informação Geográfica para - Estrutura etária, grupo  Trabalho de campo para caracterizar a
etário, classe etária e A
localizar, descrever e população da freguesia da escola:
compreender os fenómenos classe oca; - Elaboração de questionários
- Envelhecimento B
sociodemográficos. - Saída de campo – aplicação dos questionários e
demográfico; recolha de informação por observação direta. C
rejuvenescimento; - Tratamento gráfico, cartográfico e documenta
- Políticas demográficas; da informação recolhida. D
- Planeamento familiar. - Exposição na escola dos trabalhos realizados.
E
 Debate sobre a relação de conflito entre
crescimento demográfico e equilíbrio ambiental. F

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Português, Matemática, TIC, Educação Visual, História, Ciências Naturais e Fisico-Químicas.
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO
5
TEMA I – POPULAÇÃO E POVOAMENTO
SUBTEMA: MOBILIDADE DA POPULAÇÃO Nº DE AULAS: A definir
em cada turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

6
 Representar, em mapas a  Relacionar as áreas de  Enunciar medidas para a - Migração;  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
diferentes escalas, variáveis atracão e repulsão cooperação entre povos - Emigração; pedagógicos. 1
relativas a fenómenos demográfica com e culturas do mesmo - Imigração;  Criar grupos de trabalho para recolha de 2
demográficos, usando o título fatores físicos e território. - Saldo migratório; informações e dados estatísticos, utilizando as TIC. 3
e a legenda. humanos, utilizando  Relatar medidas para - Movimento  Cada grupo trabalha um subtema 4
 Identificar padrões na mapas a diferentes melhorar a qualidade de pendular; - Grandes áreas e principais países de partida.
distribuição dos fluxos escalas. vida e o bem-estar das - Êxodo rural; - Grandes áreas e principais países de chegada.
migratórios, à escala  Explicar causas e efeitos populações migrantes. - Refugiado; - Refugiados: principais números e rotas. AC:
- Fluxo migratório. - Causas e efeitos da emigração nas áreas de A
nacional, europeia e mundial, dos fluxos migratórios, a  Explicar a importância
enunciando fatores diferentes escalas. partida. B
do diálogo e da
responsáveis por essa - Efeitos da imigração nas áreas de chegada. C
cooperação
distribuição. - Medidas para a integração e qualidade de vida D
internacional, para a
dos imigrantes. E
 Aplicar as Tecnologias de preservação da
 Análise, organização e partilha, na turma, de toda a F
Informação Geográfica para diversidade cultural.
informação recolhida. G
localizar, descrever e
 Elaboração de: H
compreender os fenómenos
- Um mapa de parede com os principais fluxos de I
sociodemográficos.
migrantes e refugiados, no mundo e em cada
continente,
- Gráficos e textos de opinião
- Questões de reflexão sobre as migrações.
 Construção de um mural sobre as migrações, numa
parede visível da escola

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Português, Língua Estrangeira, Matemática, TIC, Educação Visual, História.

7
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA I – POPULAÇÃO E POVOAMENTO


SUBTEMA: DIVERSIDADE CULTURAL Nº DE AULAS: A
definir em cada turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZAR E COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

 Interpretar mapas temáticos  Reconhecer aspetos que  Explicar a importância - Multiculturalidade;  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
simples (com uma variável), conferem singularidade do diálogo e da - Interculturalidade; pedagógicos. 1
relativos a fenómenos a cada região, cooperação - Globalização; 2
demográficos e culturais, comparando internacional, para a - Património cultural;  Elaboração de mapas temáticos e cartazes com os 3
usando o título e a legenda. características culturais, preservação da - Racismo e xenofobia; elementos que individualizam povos e culturas. 4
 Aplicar as Tecnologias de do povoamento e das diversidade cultural. - Espaço lusófono; 5
 Organizar o Dia da Multiculturalidade, com:
Informação Geográfica para atividades económicas. - PALOP;
localizar, descrever e - CPLP AC:
- Exposição dos mapas e cartazes. A
compreender os fenómenos
sociodemográficos. B
- Encontro/mostra cultural de todas as
C
nacionalidades e regiões portuguesas dos
D
alunos da escola/agrupamento, com
E
colaboração e participação das famílias (trajes,
F
lendas, costumes, gastronomia, música e
G
canções, festas nacionais/regionais, etc.).
H
I

DAC: Todas as disciplinas e níveis de escolaridade

8
9
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA I – POPULAÇÃO E POVOAMENTO


SUBTEMA: ÁREAS DE FIXAÇÃO DEMOGRÁFICA Nº DE AULAS: A
definir em cada turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

10
 Localizar cidades, em mapas  Reconhecer aspetos que  Relatar medidas para - Áreas atrativas; Trabalho de grupo/pares: Valores
de diferentes escalas. conferem singularidade melhorar a qualidade de - Áreas repulsivas; 1
- Vazios humanos;  Recolha de dados sobre a população das 2
 Enunciar fatores responsáveis a cada região, vida e o bem-estar das
comparando populações urbanas, - Espaço urbano; aglomerações urbanas, a nível mundial: 3
pelos padrões da organização
das áreas funcionais da características culturais, rurais e migrantes. - Taxa de urbanização; 4
- Urbanização; - com mais de 10 milhões de habitantes. 5
cidade, interpretando plantas do povoamento e das
atividades económicas. - Suburbanização;
funcionais. - das cidades capitais dos países do mundo
 Identificar problemas - Área metropolitana; AC:
 Aplicar as Tecnologias de
das áreas urbanas que - Conurbação;  Elaboração de um mapa dessas megacidades. A
Informação Geográfica para
afetam a qualidade de - Litoralização; B
localizar, descrever e
vida e o bem-estar das - Bipolarização;  Seleção de uma cidade do mapa e: C
compreender os fenómenos
populações, aplicando - Morfologia urbana; D
sociodemográficos. - Através do Google Maps, elaboração de
questionários. - Funções urbanas; E
- Planta funcional. uma planta, onde são assinalados os locais F
mais importantes. G
H
- Recolha de fotografias e informações
I
desses locais.

- Apresentação (em PP ou noutro programa)


à turma, da cidade de cada grupo/par.

Trabalho de campo:

 Seleção de áreas ou ruas da cidade/centro


urbano da escola e:

- A partir do Google Maps, elaboração de


uma planta das áreas ou ruas escolhidas.

- Elaboração da legenda da planta.

 Saída de campo para:

- Registo das funções presentes.

- Recolha de fotografias sobre essas funções

 Exposição, das plantas funcionais elaboradas.

11
DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Educação Visual.
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: RECURSOS, PROCESSOS DE PRODUÇÃO E SUSTENTABILIDADE Nº DE AULAS: A definir em cada
turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

12
 Caracterizar os principais  Reconhecer a - Recurso natural  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
processos de produção e necessidade da (renovável e não pedagógicos. 1
equacionar a sua cooperação renovável);  Rever a evolução da população e compará-la com 2
sustentabilidade internacional na gestão - Fonte de energia; a evolução da exploração e consumo de recursos 3
 Aplicar as Tecnologias de de recursos naturais, naturais. 4
- Matéria prima;
Informação Geográfica para exemplificando com 5
- Consumo Trabalho de pares
localizar, descrever e casos concretos, a
sustentável; AC:
compreender as atividades diferentes escalas.
- Setor de atividade;  Pesquisar sobre casos concretos de conflito entre A
económicas.
- População ativa; o crescimento demográfico e a sobre exploração B
- População inativa; de recursos (água, solos, florestas, peixe, etc.). C
- Desemprego.  Representar cartograficamente os casos concretos D
identificados. E
 Identificar os ODS associados à sustentabilidade F
dos recursos naturais. G
 Propor soluções para uma gestão sustentável dos H
recursos sobre explorados. I

Debate na turma com base no trabalho de pares

DAC: Geografia e Cidadania e Desenvolvimento, Ciências Naturais e Físico-Químicas.

13
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR PRIMÁRIO – EXTRAÇÃO DE RECURSOS MINERAIS Nº DE AULAS: A definir em cada
turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

 Caracterizar os principais  Descrever exemplos de  Representar o - Indústria extrativa  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
processos de produção e impactes da ação levantamento funcional - Mina pedagógicos. 1
equacionar a sua humana no território, das atividades de - Pedreira 2
sustentabilidade (extração de apoiados em fontes extração de minerais, na  Exploração do site da Direção-Geral de Energia e 3
minerais). fidedignas. comunidade local, Geologia, para recolha de dados e mapas sobre a 4
 Identificar padrões na  Reconhecer a utilizando diferentes extração de recursos minerais em Portugal. 5
distribuição da extração de necessidade da técnicas de expressão
minerais, a nível mundial, e cooperação gráfica e cartografia. AC:
em Portugal, enunciando internacional na gestão  Participar em A
fatores responsáveis pela sua de recursos naturais campanhas de B
distribuição. (minerais), sensibilização para a C
promoção da maior D
 Aplicar as Tecnologias de exemplificando com
casos concretos, a sustentabilidade das E
Informação Geográfica para
diferentes escalas. atividades de extração F
localizar, descrever e
mineral, a diferentes G
compreender as atividades
escalas (local, regional, H
económicas.
etc.). I

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Ciências Naturais e Físico-Químicas.

14
15
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR PRIMÁRIO - AGRICULTURA Nº DE AULAS: A definir em cada
turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

16
 Caracterizar os principais  Descrever exemplos de  Representar o  Agricultura  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
processos de produção e impactes da ação levantamento funcional  Processos de pedagógicos. 1
equacionar a sua humana no território, das atividades agrícolas, produção: 2
sustentabilidade (agricultura, apoiados em fontes na comunidade local, intensivo e 3
pecuária, silvicultura). fidedignas. utilizando diferentes extensivo 4
 Identificar padrões na  Reconhecer a técnicas de expressão  Solo arável  Visita de estudo às áreas rurais do concelho 5
gráfica e cartografia.  Morfologia agrária da escola, para observação direta e recolha
distribuição da agricultura, necessidade da
 Participar em  Sistema de de informação e fotografias sobre: AC:
pecuária, silvicultura, a nível cooperação
mundial, e em Portugal, internacional na gestão campanhas de produção: A
policultura e - As culturas.
enunciando fatores de recursos naturais sensibilização para a B
promoção da maior monocultura. C
responsáveis pela sua (solos, água e floresta) - As espécies florestais
sustentabilidade das  Sistema de rega: D
distribuição. exemplificando com
atividades económicas, a regadio e sequeiro - A forma e dimensão das explorações E
 Aplicar as Tecnologias de casos concretos, a
 Parcela
Informação Geográfica para diferentes escalas. diferentes escalas (local, (produção vegetal e animal). F
regional, etc.).  Pousio H
localizar, descrever e  Agricultura - Os tipos de agricultura e o regime de I
compreender as atividades familiar produção animal.
económicas.  Agricultura
biológica - As paisagens agrárias
 Agroindústria
- Os fatores físicos e humanos.
 Pecuária
 Processos de criação - As agroindústrias.
animal: intensivo e
extensivo  A partir da informação recolhida, elaboração de:
 Silvicultura
 Montado - Um mapa do concelho com a distribuição e
ocupação das áreas rurais e a localização das
agroindústrias.

- Cartazes com as fotografias e sua explicação.

- Exposição na escola

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Educação Visual.

17
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR PRIMÁRIO – PESCA E AQUICULTURA Nº DE AULAS: A definir em
cada turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

18
 Caracterizar os principais  Descrever exemplos de  Representar o - Pesca (local,  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
processos de produção e impactes da ação levantamento funcional costeira, do largo, pedagógicos. 1
equacionar a sua humana no território das atividades longínqua) 2
sustentabilidade (pesca e (solos e águas marinhas, económicas da - Upwelling  Consulta do site do INE, para obtenção das 3
aquicultura). salobras e doces), comunidade local, - Corrente marítima Estatísticas da Pesca, do ano atual; e do site da 4
 Identificar padrões na apoiados em fontes utilizando diferentes - Zona Económica Direção-Geral da Agricultura e Pesca, para recolha 5
distribuição das atividades da fidedignas. técnicas de expressão Exclusiva (ZEE) de informação sobre as embarcações e os tipos e
pesca e aquicultura, a nível  Reconhecer a gráfica e cartografia. - Sobrepesca artes de pesca AC:
mundial, e em Portugal, necessidade da  Participar em - Épocas de defeso A
enunciando fatores cooperação campanhas de - Quota de pesca  Elaboração de gráficos e mapas sobre o setor da B
responsáveis pela sua internacional na gestão sensibilização para a - Aquacultura pesca, em Portugal. C
distribuição. de recursos naturais, promoção da maior - Processos de criação D
sustentabilidade das de recursos  Análise dos gráficos, mapas e outras informações, E
 Aplicar as Tecnologias de exemplificando com
para caracterização do setor da pesca em Portugal
casos concretos, a atividades económicas, a piscícolas: intensivo F
Informação Geográfica para
diferentes escalas. diferentes escalas (local, e extensivo H
localizar, descrever e  Pesquisa sobre os efeitos ambientais das
regional, etc.). I
compreender as atividades diferentes técnicas de pesca, nos recursos
económicas. piscícolas e medidas de proteção que são
adotadas em Portugal e na EU.

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Matemática, TIC e Português.

19
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR SECUNDÁRIO Nº DE AULAS: A definir em cada turma

PERFIL
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM DOS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

20
 Caracterizar os principais  Descrever exemplos de  Representar o  Indústria  Exploração do manual e recursos pedagógicos.
processos de produção e impactes da ação levantamento funcional transformadora Valores
Trabalho de grupo: 1
equacionar a sua humana no território, da indústria  Fatores de
sustentabilidade (indústria apoiados em fontes transformadora, na localização 2
transformadora). fidedignas. comunidade local,  Cada grupo recolhe dados sobre a 3
industrial; contribuição da indústria para o emprego e 4
 Identificar padrões na  Reconhecer a utilizando diferentes  Países Emergentes
técnicas de expressão o PIB, em diferentes grupos de países: 5
distribuição da indústria necessidade da (BRICS – Brasil,
transformadora, a nível cooperação gráfica e cartografia. Rússia, Índia, - 6 países desenvolvidos de diversas regiões. AC:
mundial, e em Portugal, internacional na gestão  Participar em República Popular da
enunciando fatores de recursos naturais campanhas de A
China e África do Sul - Países que constituem os BRICS e TICKS B
responsáveis pela sua (matérias primas), sensibilização para a - e TICKS - Taiwan,
distribuição. exemplificando com promoção da maior C
Índia, República - 6 países da Ásia Central, Meridional e D
 Aplicar as Tecnologias de casos concretos, a sustentabilidade das Popular da China e Oriental, não incluídos nos anteriores
diferentes escalas. atividades económicas, a E
Informação Geográfica para Coreia do Sul) F
localizar, descrever e diferentes escalas (local,  Deslocalização - 6 países africanos, não incluídos nos
H
compreender as atividades regional, etc.). industrial. anteriores.
I
económicas.
- Empresa - 6 países da América Latina e Caraíbas, não
transnacional incluídos nos anteriores

- 6 países da Ásia Ocidental (Médio Oriente),


não incluídos nos anteriores.

 Elaboração de gráficos de 2 colunas


(emprego e PIB), para cada país, realçando a
parte da coluna relativa à indústria.

 Elaboração de um mapa de parede com:

- todos os países pintados segundo o nível de


IDH muito elevado, elevado, médio e baixo)

- sobreposição dos gráficos nos países.

 Análise do mapa, relacionando o nível de


desenvolvimento com o de industrialização.

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Matemática, TIC e Educação Visual.

21
GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR TERCIÁRIO – COMÉRCIO, SERVIÇOS E TURISMO Nº DE AULAS: A definir em cada
turma

PERFIL
DOS
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades) ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZARE COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

22
 Caracterizar o comércio, os  Descrever exemplos de  Representar o - Comércio  Exploração do manual e ecursos pedagógicos. Valores
serviços e o turismo. impactes da ação levantamento funcional  Exploração das plantas funcionais elaboradas 1
- Balança comercial
 Identificar padrões na humana no território, das atividades de no tema das cidades, para identificar tipos de 2
(importações e
distribuição das atividades de apoiados em fontes comércio, os serviços e exportações) serviço e comércio da área urbana da escola. 3
comércio, serviços e turismo, fidedignas. turismo, na comunidade  Organização de grupos para visita a lojas de 4
- Mercado
a nível mundial, e em  Reconhecer a local, utilizando diferentes produtos, supermercados e, se 5
Portugal, enunciando fatores necessidade da diferentes técnicas de - Protecionismo existir, zona comercial, para:
responsáveis pela sua cooperação expressão gráfica e - Consumo de massas - Identificação das origens dos produtos AC:
distribuição. internacional na gestão cartografia. - Serviços comercializados. A
 Participar em - Elaboração de um mapa dessas origens. B
 Aplicar as Tecnologias de de recursos naturais, - Equipamentos
exemplificando com campanhas de - Listagem dos produtos de consumo massivo, C
Informação Geográfica para - Turismo distinguindo os que seriam dispensáveis,
casos concretos, a sensibilização para a D
localizar, descrever e podem ser reutilizados ou reciclados,
diferentes escalas. promoção da maior - Lazer E
compreender as atividades poderiam ser fabricados a partir de matéria
económicas. sustentabilidade das - Tipos de turismo F
orgânica, em vez de sintética, etc. H
atividades económicas, a (balnear, natureza,
 Desenvolver uma ação de sensibilização I
diferentes escalas (local, cultural, religioso,
sobre o consumo ambientalmente
regional, etc.). termal, negócios,
responsável, com base nos 5 R’s (Repensar,
sénior) recusar, reduzir, reutilizar, reciclar)
- Turismo sustentável  Exploração dos sites:
- Organização mundial de turismo
- Turismo de Portugal

Para recolha de mapas, gráficos e


fotografias sobre a evolução e as
características do turismo mundial e em
Portugal.

DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Ciências Naturais e Físico-Químicas, TIC e Educação Visual.

GEOGRAFIA – 8º ANO - PLANIFICAÇÃO DE MÉDIO PRAZO

TEMA II – AS ATIVIDADES ECONÓMICAS


S UBTEMA: SETOR TERCIÁRIO – REDES E MEIOS DE TRANSPORTE E TELECOMUNICAÇÃO Nº DE AULAS: A definir em cada
turma

23
PERFIL
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM DOS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS (sugestões de atividades)
ALUNOS

PROBLEMATIZAR E DEBATER
LOCALIZAR E COMPREENDER OS
AS INTER-RELAÇÕES ENTRE COMUNICAR E PARTICIPAR CONCEITOS
LUGARES E AS REGIÕES
FENÓMENOS E ESPAÇOS GEO.

 Comparar os diferentes tipos  Descrever exemplos de  Representar o - Modo e meio de  Exploração do manual e dos seus recursos Valores
de transporte, quanto às impactes da ação levantamento das redes transporte pedagógicos. 1
respetivas vantagens e humana no território de transporte na - Redes de transporte 2
desvantagens. (terrestre, marítimo e comunidade local, - Rede topológica  Pesquisa, nos sites das empresas de 3
 Identificar padrões na aéreo), apoiados em utilizando diferentes - Sistema multimodal transporte de passageiros, dos horários, 4
distribuição de diferentes fontes fidedignas. técnicas de expressão - Acessibilidade tempos e custos de viagem, nos diferentes 5
redes de transporte e  Reconhecer a gráfica e cartografia. - Distância-tempo modos e meios disponíveis entre a localidade
telecomunicações, a nível necessidade da  Participar em - Distância-custo da escola e AC:
mundial, e em Portugal, cooperação campanhas de - Telecomunicações A
- Ciberespaço - A sede do concelho B
enunciando fatores internacional na gestão sensibilização para a
responsáveis pela sua das emissões de gases promoção da maior - A capital de distrito C
distribuição. de GEE, exemplificando sustentabilidade das D
 Determinar a acessibilidade com casos concretos, a atividades económicas, a - A capital do país E
de lugares, simulando redes diferentes escalas. diferentes escalas (local, F
topológicas simples. regional, etc.). - Outros lugares de interesse para a turma. H
 Aplicar as Tecnologias de  Selecionar o modo de I
transporte mais  Elaboração de um mapa de isócronas e outro
Informação Geográfica para
adequado em função do de isótimas, a partir da localidade da escola,
localizar, descrever e para os lugares definidos.
compreender as atividades fim a que se destina e
económicas. das distâncias (absolutas  Análise dos mapas e debate sobre as
e relativas). vantagens e desvantagens relativas, tendo em
 Relatar exemplos do conta diferentes circunstâncias de utilização
impacte da era digital na e os impactes ambientais.
sociedade.
 Consulta de sites internacionais para recolha
de mapas relativos às principais redes de
transporte, à escala mundial, para
comparação das diferentes regiões e
respetivo nível de desenvolvimento humano.

24
DAC: Geografia, Cidadania e Desenvolvimento, Matemática, TIC e Educação Visual.

25

Você também pode gostar