Você está na página 1de 2

Pericia criminal área engenharia

1- Local de Crime: Conceituação e Classificação

Conceituação

O local do crime pode ser definido, como sendo uma área física onde ocorreu o fato – não
esclarecido ate então – que apresenta características e/ou configurações de um delito.

Sendo mais especifico, local do crime é todo o espaço físico onde ocorreu a pratica da inflação
penal, podendo ser interna ou externa.

“local do crie constitui um livro extremamente frágil e delicado, desfazendo-se, não raro, ao
simples toque de mãos imprudentes, inábeis ou negligentes, perdendo-se desse modo para
sempre, os dados preciosos que ocultavam à espera da argucia dos peritos”. Eraldo Rabelo

Classificação

1. De acordo com a natureza do crime:

Ex: homicídio, latrocínio, suicídio, infanticídio, furto, incêndio, atropelamento, etc.

2. De acordo com a natureza da área:


a- Local interno: É aquele que é coberto, podendo ter ou não sua área confinada por
paredes, cuja importância reside no fato de que os vestígios, porventura nele
existentes ficarão protegidos contra ação de agentes atmosféricos. (sol, chuva, vento).
Ex: residências, casas comercias, escritórios, etc.
b- Local externo: É aquele situado fora das habitações e que está sujeito as influências
do tempo, podendo acarretar alterações ou destruições as evidencias físicas.
Ex: vias públicas, quintais, terrenos baldios, etc.
c- Relacionado: é aquele em que o fato ocorre em dois ou mais locais, bastantes
distantes um do outro, podendo ser, tanto internos com externos, ou ainda locais em
veículos cada um com seus ambientes imediato e mediato.
Ex: Falsificação de selos, atentado terrorista, sequestro, etc.

Cada local compreende a área do fato propriamente dita, ou seja, aquele onde ocorreu o fato,
que recebe a denominação de “ambiente imediato”, e as áreas adjacentes, constituídas pela
area intermediaria entre o local do fato e o grande ambiente exterior, que recebe a
denominação de “ambiente mediato.

1.1-Isolamento e preservação do local do crime.

Quanto a preservação:

a. Local idôneo, preservado ou não violado:

É aquele que não sofreu alterações, que foi devidamente isolado e preservado, tal como
foi deixado após a consumação do fato, permitindo um completo e eficiente exame
pericial. Pode acontecer em alguns casos, que o agente(s), após a pratica do delito,
procure propositalmente provocar alterações no aspecto geral do local, com o intuito de
prejudicar as investigações ou dar conotação ambígua para o caso, retirando-lhe a
originalidade.

b. Local inidôneo, não preservado ou violado:


É aquele que foi mal protegido, isolado inadequadamente, alterado, culminando em
prejuízo para o exame pericial, uma vez que com a destruição total ou parcial dos
elementos formadores da evidencia física, esta perdera sua autenticidade.

Isolamento e preservação

Dispõe o artigo 169 do Código de Processo Penal Brasileiro: Para efeito de exame de local onde
houver sido praticada a infração, a autoridade providenciará imediatamente para que não se
altere o estado das coisas até a chegada dos peritos, que poderão instruir seus laudos com
fotografias, desenhos ou esquemas elucidativos.

Você também pode gostar