Você está na página 1de 108

Hotéis Temáticos

Mariana Zabumba Nº698


TT.18.21
Escola Profissional da
Nazaré
15 de fevereiro de 2021
Nazaré

1
Índice

Agradecimentos...................................................................................................................................12
Introdução............................................................................................................................................13
Desenvolvimento.................................................................................................................................14
Turismo................................................................................................................................................14
A importância do Turismo...............................................................................14

A importância do Turismo na economia mundial.......................................14

A importância do Turismo na economia portuguesa..................................15

A importância do Turismo na economia das regiões..................................16

Hoteis temáticos..................................................................................................................................17
Definição de hotel temático?..........................................................................17

A Temática.....................................................................................................18

Inovação........................................................................................................18

Vantagens económicas...................................................................................18

Experiência.....................................................................................................19

Hotéis Temáticos Nacionais..................................................................................................................20


fábrica do chocolate.......................................................................................20

História.....................................................................................................20

Temática...................................................................................................21

Quartos/ Alojamento................................................................................22

Hansel and Gretel........................................................................................................................22


Willy Wonka.................................................................................................................................23
Serviços....................................................................................................24

Chocoterapia................................................................................................................................24
Chocolate Escape Room...............................................................................................................24
Check-in e Check-out................................................................................25

Preços.......................................................................................................26

Pedras salgadas spa & nature PArk................................................................26

História.....................................................................................................27

Temática...................................................................................................28

Quartos / Alojamento...............................................................................29

2
Eco Houses...................................................................................................................................29
Tree Houses.................................................................................................................................30
Serviços....................................................................................................30

Spa................................................................................................................................................30
Fontes Termais.............................................................................................................................31
Check-in e Check-out................................................................................31

Preços.......................................................................................................32

Quinta M.........................................................................................................32

História.....................................................................................................33

Temática...................................................................................................34

Quartos/ Alojamento................................................................................35

Yurt Douro...................................................................................................................................35
Yurt Tejo.......................................................................................................................................36
Serviços....................................................................................................36

Dressage.......................................................................................................................................36
Check-in e Check-out................................................................................37

Preços.......................................................................................................37

Train spot guesthouse....................................................................................37

História.....................................................................................................39

Temática...................................................................................................41

Quartos/ Alojamento................................................................................41

Quartos duplos/ twins com wc privativo....................................................................................41


Quartos duplos/ twins com wc partilhado..................................................................................41
Apartamentos..............................................................................................................................42
Serviços....................................................................................................42

Passeios a cavalo..........................................................................................................................42
Check-in e Check-out................................................................................43

Preços.......................................................................................................43

Quinta da pacheca – the wine house hotel.....................................................43

História.....................................................................................................44

Temática...................................................................................................45

Quartos/ Alojamento................................................................................45
3
Wine Barrels.................................................................................................................................46
Serviços....................................................................................................47

Restaurante..................................................................................................................................47
Atividades....................................................................................................................................47
Check-in e Check-out................................................................................48

Preços.......................................................................................................48

Quartos no edifício......................................................................................................................48
Bungalows....................................................................................................................................49
Hotéis Temáticos INternacionais..........................................................................................................49
Jumbo stay Hotel............................................................................................49

História.....................................................................................................50

Temática...................................................................................................51

Quartos.....................................................................................................51

Dorm Rooms................................................................................................................................51
Standard Rooms...........................................................................................................................52
Suites............................................................................................................................................52
Check-in e Check-out................................................................................53

Preços.......................................................................................................53

Dog Bark Park INN.........................................................................................54

História.....................................................................................................55

Temática...................................................................................................56

Quartos.....................................................................................................57

Serviços....................................................................................................57

Loja de recordações.....................................................................................................................57
Política de animais de estimação................................................................................................58
Check-in e check-out.................................................................................58

Preços.......................................................................................................59

The queen mary hotel.....................................................................................59

História.....................................................................................................60

Temática...................................................................................................62

Quartos/ alojamento.................................................................................62

Full Suites.....................................................................................................................................62
4
Stateroom B340...........................................................................................................................63
Serviços....................................................................................................64

Encontro Assombrado.................................................................................................................64
Check-in e check-out.................................................................................65

Preços.......................................................................................................65

Crane hotel faralda.........................................................................................65

História.....................................................................................................66

Temática...................................................................................................67

Quartos/ Alojamento................................................................................67

Free Spirit.....................................................................................................................................68
Secret...........................................................................................................................................68
Mystique......................................................................................................................................69
Check-in e check-out.................................................................................70

Preços.......................................................................................................70

Projeto - INFORMAÇÕES......................................................................................................................71
Definição do Projeto.......................................................................................71

Objetivos do Projeto.......................................................................................71

Origem da Colónia..........................................................................................71

História da Colónia nos recentes anos............................................................72

Projeto Viva Mar..................................................................................................................................73


Quartos..........................................................................................................73

O PESCADOR.............................................................................................73

Foquim.........................................................................................................................................74
Tecido da “camisa à pescador”....................................................................................................75
Barco “O Perdido”........................................................................................................................75
Rede.............................................................................................................................................76
Estátua de cardume de peixes.....................................................................................................77
Estátua de onda...........................................................................................................................77
Luz de cardume de peixes............................................................................................................78
Luz de caravela portuguesa.........................................................................................................78
Almofada decorativa de fio de algodão......................................................................................79
A paleta........................................................................................................................................79
Proporções do quarto..................................................................................................................80
5
A Nazarena................................................................................................80

Avental.........................................................................................................................................81
7 saias...........................................................................................................................................82
Mãe nazarena..............................................................................................................................82
Quadro de uma nazarena............................................................................................................83
Chapéu.........................................................................................................................................83
Cântaro.........................................................................................................................................84
Cabazes........................................................................................................................................85
Questal.........................................................................................................................................85
A paleta........................................................................................................................................86
Proporções do quarto..................................................................................................................86
A Onda......................................................................................................86

Estátua do veado.........................................................................................................................87
O farol..........................................................................................................................................88
Potes com pedras.........................................................................................................................88
Ilustração da onda gigante numa parede....................................................................................89
Foto da praia de norte.................................................................................................................89
Escultura de uma onda................................................................................................................90
Prancha de surf............................................................................................................................90
A paleta........................................................................................................................................91
Proporções do quarto..................................................................................................................91
Temática de outros quartos:...........................................................................91

Comodidades..................................................................................................92

Comodidades da casa de banho.................................................................92

Comodidades dos quartos.........................................................................93

A Receção.......................................................................................................93

Descrição..................................................................................................93

A paleta........................................................................................................................................95
Proporções da receção................................................................................................................95
Rececionistas...............................................................................................................................96
Exterior do Hotel............................................................................................96

O Restaurante................................................................................................97

Serviços..........................................................................................................98

Detalhes sobre o hotel....................................................................................98


6
Vista..........................................................................................................98

Tipologia...................................................................................................98

Check-in....................................................................................................99

Check-out..................................................................................................99

Restrição de idade.....................................................................................99

Animais de estimação...............................................................................99

Cartões aceites pelo hotel.........................................................................99

Crianças e camas.......................................................................................99

Classificação por estrelas..........................................................................99

Tipo de cama.............................................................................................99

Estacionamento.......................................................................................100

Pequeno-almoço......................................................................................100

Idiomas falados.......................................................................................100

Comodidades...........................................................................................100

Cancelamentos........................................................................................100

Localização (coordenadas geográficas)...................................................101

Tarifas.....................................................................................................101

Conclusão...........................................................................................................................................102

7
Índice de ilustrações

Figura 1 - Praia da Nazaré como local turístico...........................................................9


Figura 2 - Gráfico das coisas mais exportadas mundialmente.....................................10
Figura 3 - Representação da economia portuguesa...................................................11
Figura 4 - Exemplo de um hotel com tema cultural (Jumbo Stay Hotel).......................12
Figura 5 - Exemplo de hotel com tema não cultural (Pedras Salgadas SPA & Nature Park)
..........................................................................................................................12
Figura 6 - Fábrica do Chocolate..............................................................................15
Figura 7 - Antiga Fábrica do chocolate.....................................................................16
Figura 8 - Casa de doces.......................................................................................17
Figura 9 - Ilustração do conto "Hansel and Gretel"....................................................17
Figura 10 - Cabeceira de "Golden Ticket".................................................................18
Figura 11 - Mesa de cabeceira em formato da cartola do "Willy Wonka"......................18
Figura 12 - Ilustração da "Chocolate Room".............................................................19
Figura 13 - Massagem de relaxamento de chocoterapia.............................................19
Figura 14 - Objetivo da "Escape Room" encontrar e abrir esta caixa onde está a receita
do Avô Lima.........................................................................................................20
Figura 15 - Tipo de alojamento oferecido pelo hotel..................................................22
Figura 16 - D. Fernando II.....................................................................................23
Figura 17 - Entrada do Parque das Pedras Salgadas..................................................23
Figura 18 - Exterior da Eco-House Superior.............................................................24
Figura 19 - Interior da Eco-House Superior..............................................................24
Figura 20 - Exterior das Tree Houses......................................................................25
Figura 21 - Interior das Tree Houses.......................................................................25
Figura 22 - Spa do hotel Pedras Salgadas SPA & Nature Park.....................................26
Figura 23 - Fontes Termais....................................................................................26
Figura 24 - Quinta M.............................................................................................28
Figura 25 - Feira do Cavalo....................................................................................28
Figura 26 - Tradicional Yurt mongol........................................................................29
Figura 27 - Yurts da Quinta M................................................................................29
Figura 28 - Claraboia presente nos Yurts.................................................................30
Figura 29 - Quarto Douro......................................................................................30
Figura 30 - Quatro Tejo.........................................................................................31
Figura 31 - Serviço de Dressage.............................................................................32
Figura 32 - Estação de comboios de Marvão/ Beirã...................................................33
Figura 33 - Paisagem natural do Alto Alentejo (Castelo de Marvão).............................33
Figura 34 - Antiga estação de comboios Marvão/ Beirã..............................................34

8
Figura 35 - Linhas Ferroviárias Marvão/ Beirã..........................................................35
Figura 36 - A estação de comboios antes da restauração...........................................35
Figura 37 - Quartos duplos/ twins com wc privativo..................................................36
Figura 38 - Quartos duplos/ twins com wc partilhado................................................37
Figura 39 - Apartamentos......................................................................................37
Figura 40 - Passeios a cavalo.................................................................................38
Figura 41 - Quinta da Pacheca................................................................................39
Figura 42 - Os hectares da Quinta da Pachec...........................................................40
Figura 43 - Quarto no edifício da Quinta..................................................................41
Figura 44 -Exterior dos Wine Barrels.......................................................................41
Figura 45 - Interior dos Wine Barrels......................................................................42
Figura 46 - Restaurante "The Wine House"..............................................................42
Figura 47 - Adega da Quinta da Pacheca.................................................................43
Figura 48 - Jumbo Stay Hotel.................................................................................45
Figura 49 - Oscar Diös..........................................................................................46
Figura 50 - Two Bed Female Dorm..........................................................................47
Figura 51 - Triple Bed Room..................................................................................47
Figura 52 - Double Bed Ensuite Cockpit...................................................................48
Figura 53 - Dog Bark Park Inn................................................................................50
Figura 54 - Dennis Sullivan e Frances Conklin..........................................................51
Figura 55 - Escultura de Madeira de beagle..............................................................51
Figura 56 - Suite do hotel Dog Bark Park Inn...........................................................52
Figura 57 - Escultura de um pastor alemão..............................................................53
Figura 58 - Representação da estadia de um cão no hotel..........................................53
Figura 59 - The Queen Mary Hotel..........................................................................54
Figura 60 - TS Queen Mary....................................................................................55
Figura 61 - John Treasure Jones.............................................................................56
Figura 62 - Convés do Navio..................................................................................57
Figura 63 - Full Suite do “The Queen Mary Hotel”.....................................................58
Figura 64 - Stateroom B340...................................................................................59
Figura 65 - Encontro assombrado...........................................................................59
Figura 66 - Crane Hotel Faralda..............................................................................61
Figura 67 - NDSM13.............................................................................................62
Figura 68 - Vista a partir do Crane Hotel Faralda......................................................62
Figura 69 - Free Spirit Suite...................................................................................63
Figura 70 - Secret Suite........................................................................................64
Figura 71 - Mystique Suite.....................................................................................64
Figura 72 - Quarto "O Pescador".............................................................................69

9
Figura 73 - Foquim...............................................................................................70
Figura 74 - Tecido da "camisa à pescador"...............................................................70
Figura 75 - Barco "O Perdido"................................................................................71
Figura 76 - Rede..................................................................................................71
Figura 77- Estátua de cardume de peixes................................................................72
Figura 78 - Estátua de onda...................................................................................72
Figura 79 - Luz de cardume de peixes.....................................................................73
Figura 80 - Luz de caravela portuguesa...................................................................74
Figura 81 - Almofada decorativa de fio de algodão....................................................74
Figura 82 - Proporções do quarto "O Pescador"........................................................75
Figura 83 - Quarto "A Nazarena"............................................................................76
Figura 84 - Avental da nazarena.............................................................................76
Figura 85 - 7 saias................................................................................................77
Figura 86 - Mãe nazarena......................................................................................78
Figura 87 - Quadro de uma nazarena......................................................................78
Figura 88 - Chapéu da nazarena.............................................................................79
Figura 89 - Cântaro..............................................................................................79
Figura 90 - Cabazes..............................................................................................80
Figura 91 - Questal...............................................................................................80
Figura 92 - Proporções do quarto "A Nazarena"........................................................81
Figura 93 - O quarto "A Onda"...............................................................................82
Figura 94 - Estátua do veado.................................................................................82
Figura 95 - O farol................................................................................................83
Figura 96 - Pote com pedras..................................................................................83
Figura 97 - Ilustração da onda gigante....................................................................84
Figura 98 - Praia de norte......................................................................................84
Figura 99 - Escultura de uma onda.........................................................................85
Figura 100 - Prancha de surf..................................................................................85
Figura 101 - Proporções do quarto "A Onda"............................................................86
Figura 102 - A receção..........................................................................................89
Figura 103 - Barco onde vão estar os rebuçados.......................................................89
Figura 104 - Exemplo de como seria a logo do Viva Mar............................................90
Figura 105 - Proporções da receção........................................................................91
Figura 106 - Exemplo do caminho para o hotel.........................................................92

10
AGRADECIMENTOS

Para poder realizar este trabalho, pude contar com o apoio de algumas
pessoas, as quais quero expressar o meu agradecimento.

Em primeiro lugar gostaria de agradecer á minha família, por não apenas


me apoiarem durante a realização deste trabalho, mas também por sempre me
apoiarem e ajudarem a seguir os meus sonhos.

De seguida quero agradecer os meus amigos, por sempre me ajudarem


nos momentos difíceis.

Por último, mas não menos importante quero agradecer aos professores
da Escola Profissional da Nazaré, que me acompanharam nesta jornada, em
especial quero gratificar, o coordenador do curso de Técnico de Turismo, o
Professor Eurico Fialho, pela sua orientação e sugestões que foram fundamentais
para realização da PAP.

11
INTRODUÇÃO

Este relatório ocorre no âmbito da Prova de Aptidão Profissional (PAP), do


curso Profissional Técnico de Turismo.

Como tema escolhi “Hotéis Temáticos”, esta escolha deveu-se a uma


observação da falta deste tipo de empreendimentos turísticos, e o impacto que
teria na difusão da cultura nazarena se existisse.

O projeto consiste na transformação da “Colónia Balnear da Nazaré”, que


se encontra atualmente abandonada, num hotel temático.

Eu escolhi este projeto, ao ver um mercado carenciado na Nazaré, na


exploração de uma tão rica cultura que atualmente só se encontra em segundo
plano em relação o turismo balnear e desportivo.

A minha PAP divide-se em duas partes: a parte teórica (que consiste nos
conceitos teóricos importantes para o projeto) e a parte prática (onde é criado o
projeto em si).

Tenho como objetivos principais deste projeto:

 Enriquecer o meu conhecimento sobre hotéis temáticos nacionais e


internacionais;
 Divulgar a cultura nazarena;
 Reaproveitar um edifício histórico abandonado.

12
DESENVOLVIMENTO

TURISMO

Segundo a OMT (organização mundial do turismo), o turismo é o conjunto


de atividades que são desenvolvidas pelo turista durante as suas viagens fora do
seu local habitual por um período que não ultrapasse um ano. Caso esse período
seja superior a um ano, a pessoa deixaria de ser chamada de turismo e passaria
a residente.

Figura 1 - Praia da Nazaré como local turístico

A IMPORTÂNCIA DO TURISMO

O turismo é uma das atividades com maior crescimento, de importância


para a economia mundial, de forma a que gera muitos empregos.

Os benefícios do turismo não são apenas económicos, visto que há uma


grande relação entre esta atividade e qualidade de vida e bem-estar daquele
envolvidos na experiência turística.

A importância do Turismo na economia mundial

Segundo estatísticas de 2018 da OMT (organização mundial do turismo),


nesse ano o turismo mundial aumentou em 5% as chegadas de turistas (1,4
biliões de pessoas realizaram atividades turistas) e em 4% as receitas de turismo
(1,7 triliões de USD ganhos através do turismo).

13
A Europa conta com metade das chegadas de turismo, com 51%, sendo
seguida pela Ásia e Oceânia (25%), as Américas (15%), a África (5%) e o Médio
Oriente (4%).

Nas receitas de turismo os com maior lucro são por ordem, a Europa
(39%), Ásia e Oceânia (30%), as Américas (23%), o Médio Oriente (5%) e a
África (3%).

De acordo com a OMC (organização mundial do comercio), o turismo


encontra-se em terceiro lugar das coisas mais exportadas mundialmente, apenas
atrás de químicos e dos combustíveis.

Figura 2 - Gráfico das coisas mais exportadas mundialmente

A importância do Turismo na economia portuguesa

Segundo estatísticas de 2019, nesse ano foram registadas um total de


69,8 milhões de dormidas, das quais 48,8 milhões de dormidas são estrangeiras
e 21,1 milhões de dormidas são nacionais.

Os principais visitantes de Portugal, têm origem no Reino Unido (9,4


milhões), na Alemanha (5,9 milhões) e na Espanha (5,2 milhões).

As receitas tiveram um créscimo de 8,1% em relação a 2018, o que


corresponde diretamente a 18,4 mil milhões de euros.

Os principais mercados emissores para Portugal, foram o Reino Unido (3,3


MM€), a França (2,6 MM€) e a Alemanha (2,0 MM€).

Este setor em 2019 proporcionou mais de 336,8 mil empregos, que


tiveram um peso económico de cerca de 6,9%.
14
O turismo é a atividade económica que maior exporta do país, já que é
responsável por 52,3% das exportações de serviços e 19,7% das exportações
totais do país. Este setor tem um impacto de 8,7% no PIB de Portugal.

Figura 3 - Representação da economia portuguesa

A importância do Turismo na economia das regiões

O turismo é uma atividade económica de extrema importância, que


desempenha um papel crucial no desenvolvimento de determinadas regiões.

Essas regiões, que não têm muito interesse económico têm a oportunidade
única, graças a este setor, de se desenvolver e obter rendimento com uma maior
facilidade. Estas localidades de outra forma não teriam mercado o suficiente,
conseguem criar empregos e postos de trabalho. Desta forma ajuda a equilibrar
as regiões pobres e ricas do país

Um local beneficia do turismo não apenas em termos económicos, mas


também em qualidade de vida, visto que para manter a atração turística é
necessário manter os locais em boas condições e construir infraestruturas, como
é o exemplo de hospitais, vias de comunicação, sistemas de esgotos, sistemas
energéticos e de água.

Por efeito deste setor, são protegidos os bens naturais, históricos e


culturais das regiões. Estes aspetos que de outra forma encontrariam se em risco
de desaparecer, agora encontram se protegidas pela sua potencialidade
económica.

15
HOTEIS TEMÁTICOS

DEFINIÇÃO DE HOTEL TEMÁTICO?

Um hotel temático é um estabelecimento comercial, que por meio de


hospedagem oferece uma experiência única. O mesmo apresenta um tema
específico, que opera em torno, através da decoração, serviços e produtos.

Estes tipos de empreendimentos podem ser classificados em duas


categorias, os hotéis com a temática cultural e ou não culturais.

1.Os hotéis com temas culturais podem se referir a um país, a uma


localização, a história, ao desporto, à música, a desenhos animados, a
celebridades, a religião, a etnias…

2.Enquanto que os temas não culturais são geralmente baseados na


natureza, o que pode ser animais, oceanos, desertos…

Figura 4 - Exemplo de um hotel com tema cultural (Jumbo Stay Hotel)

Figura 5 - Exemplo de hotel com tema não cultural (Pedras Salgadas SPA & Nature Park)
16
A TEMÁTICA

O termo “temática” é derivado de tema, que é uma palavra com origem no


latim (“thema”), e tem como possível tradução “o que é proposto” / “de que ou
de quem se fala”, esta tradução pode ser aplicada num parque temático, que
reflete o tema através da decoração, atividades e serviços.

O tema de um hotel, varia bastante, visto que há empreendimentos com o


tema religioso, de animação, fantasia, filmes, históricos, românticos, séries,
culturas, entre muitos outros…

O tema permite um hotel temático transformar, através do conceito, um


serviço numa experiência.

INOVAÇÃO

O produto inovador, que são os hotéis temáticos, permitem de forma


eficiente, através da inovação, relançar a procura e antecipar-se á concorrência.

Atualmente tornou-se imperativo desenvolver fatores de diferenciação que


permitem destacar a oferta dos bens e serviços em relação aos demais
concorrentes.

A inovação consiste na introdução de um produto, bem ou serviço novo ou


substancialmente melhorado.

VANTAGENS ECONÓMICAS

A competitividade entres estabelecimentos está cada vez maior, devido á


crescente oferta e á facilidade de acesso, por parte dos clientes, á oferta de
mercado, avaliações e críticas em virtude das novas tecnologias.

O mercado dos estabelecimentos temáticos está cada vez mais em


crescimento, pois o mesmo permite diminuir esta competitividade e destacar-se
da concorrência.

17
Este tipo de negócio permite aumentar a taxa de ocupação durante as
épocas baixas permitindo assim aumentar a sus sustentabilidade.

Uma vez que cada vez há uma maior competitividade entre


estabelecimentos hoteleiros, é necessário ter uma maior criatividade, desta
forma, os mesmos, conseguem se destacar da concorrência.

Este tipo de negócio está cada vez a ser mais utilizado, uma vez que é
uma excelente forma de aumentar a taxa de ocupação, durante as épocas
baixas, desta forma aumentando a sua sustentabilidade.

A experiência única é a vantagem competitiva e inovadora em relação aos


outros estabelecimentos, no entanto por vezes torna-os mais caros, contudo o
turista está disponível a pagar mais caro para experienciar algo inigualável.

As memórias são o que os clientes mais atribuem valor, gostam de ser


surpreendidos positivamente e as experiências inatingíveis e imateriais são a
melhor forma de o fazer.

EXPERIÊNCIA

A experiência é o índice de maior importância para a diferenciação de um


hotel temático, e é o fator chave para o seu sucesso.

A mesma ocorre quando uma empresa usa intencionalmente os seus


serviços como palco e os bens como acessórios, de modo a cativar e envolver os
clientes na criação de um evento memorável.

Para se poder tonar esta estadia inesquecível é necessário ter-se atenção


a cada pormenor e eliminar todos os aspetos que contradizem ou distraem do
tema.

Devido à elevada concorrência existente a diferenciação encontra-se nas


experiências oferecidas. Um turista já não procura apenas um quarto, procura
uma experiência que lhe fique na memória.

A experiência deve estar planejada de forma que pequenos fatores, como


gestos e palavras tragam este evento á memória do cliente.
18
Para dar uma experiência completa o hotel deve estimular todos os
sentidos do hospede, através da visão, audição, olfato, tato e paladar.

De forma a oferecer esta experiência completa, a primeira vez que o


cliente entrar no hotel, deve apreciar a decoração (visão/tato), ouvir a música
relaxante (audição), o cheiro agradável (olfato) e gostar do petico/bebida de
boas vindas (tato).

HOTÉIS TEMÁTICOS NACIONAIS

O mercado de hotéis temáticos em Portugal ainda se encontra em


desenvolvimento, visto que não existem muitos deste empreendimento turístico,
e os que existem não são tão criativos em relação com o que se encontram pelo
resto do mundo.

A oferta turística, deste tipo de empreendimento turístico, encontra-se


mais diversificada noutros países.

FÁBRICA DO CHOCOLATE

O Hotel Fábrica do Chocolate, avaliado em 4 estrelas, encontra-se situado


em Viana do Castelo, a 6 minutos a pé do Rio Lima.

É perfeito para todos os amantes de chocolate que querem ter uma


experiência inesquecível através do hotel, restaurante e museu.

O Objetivo da estadia neste local é que o cliente usufrua de uma


experiência completa de aprendizagem e degustação no mundo do chocolate.

19
Figura 6 - Fábrica do Chocolate

História

Como o nome o diz, anteriormente este empreendimento, fora a mais


antiga fábrica de chocolate, fundada por José Lima a 1914 em Viana do Castelo.

Em 1922, a fábrica mudou de instalações para o edifício na Rua Gontim,


que até hoje, é um excelente representante da corrente arquitetónica do
modernismo em Portugal.

Quase um século depois da sua inauguração, em 2004, a empresa foi


comprada e deslocalizada para novas instalações em Barcelos.

Devido ao abandono do edifício, surgiu a ideia de o comparar, como o


objetivo de recuperar e desenvolver um projeto turístico de hotel, restaurante e
museu com a temática de chocolate.

Este projeto detêm uma grande importância, visto que, é um espaço de


lazer e de educação que preserva e celebra o papel da fábrica de chocolate para
o povo vianense, e disponibiliza uma oferta turística única em todo o país.

20
Figura 7 - Antiga Fábrica do chocolate

Temática

A temática deste hotel encontra-se em volta de chocolate e inclui tudo


possível para que o hospede se sinta imenso no mundo do cacau.

Segundo o site do hotel fábrica do chocolate, só seria possível incluir mais


a temática se construíssem um hotel em “verdadeiro chocolate”.

Quartos/ Alojamento

Este hotel tem 18 quartos, e cada um conta uma história diferente sobre o
chocolate.

O hospede tem a oportunidade de dormir na comunidade do seu chocolate


favorito ou até do mundo imaginário de histórias de fantasia.

O tema pode ser visto por todo o hotel, como nos sabonetes que se
assemelham a um quadrado de chocolate, ou nos produtos de higiene (gel de
banho, sabonete, shampoo e creme hidratante) que têm aroma a chocolate.

Hansel and Gretel

Este quarto é inspirado na história alemã, “Hansel and Gretel”, mais


vulgarmente conhecida como “A casinha de chocolate”, este conto foi publicado
pela primeira vez em 1812 pelos Irmãos Grimm.

A suite familiar do tipo duplex, é perfeita para crianças, no andar de baixo


há uma casa de doces, onde os mais pequenos podem brincar. O andar de cima
por sua vez é menos infantil, pois é mais dedicado aos pais, as paredes deste

21
quarto têm uma replica de uma das primeiras ilustrações realizadas sobre este
conto.

Figura 8 - Casa de doces

Figura 9 - Ilustração do conto "Hansel and Gretel"

Willy Wonka

Este quarto é inspirado na história infantil de Roald Dahl, escrita em 1864,


“Charlie e a Fábrica de Chocolate”.

A cabeceira da cama é uma replica de maior escala do tão desejado


“Golden Ticket”, que na hi

stória foram escondidos cinco bilhetes dourados nas barras de chocolate da


marca “Wonka”, aqueles que encontrassem os bilhetes, tinham a oportunidade
de ir á fábrica de chocolate e ganhar um fornecimento vitalício de chocolate.

22
Figura 10 - Cabeceira de "Golden Ticket"

As mesas de cabeceira, têm o formato da icónica cartola usada pelo Willy


Wonka.

Figura 11 - Mesa de cabeceira em formato da cartola do "Willy Wonka"

Uma das paredes contêm uma ilustração colorida da “Chocolate Room”,


onde não falta as guloseimas e a cascata de chocolate.

23
Figura 12 - Ilustração da "Chocolate Room"

Serviços

Tendo sempre em conta o tema de chocolate, é possível explorar


diferentes aspetos que o hotel proporciona, como os tratamentos
rejuvenescedores de chocoterapia e uma prova comentada dos diferentes tipos
de chocolates

Chocoterapia

As propriedades do chocolate trazem benefícios a níveis cardiocirculatórios


e psicológicos.

Através da chocoterapia é utilizada esfoliação, massagens de relaxamento


e/ou tratamento e envolvimento em chocolate.

Figura 13 - Massagem de relaxamento de chocoterapia

Chocolate Escape Room

Neste jogo de desafio cheio de aventura, o jogador tem 60 minutos para


desvendar o mistério e descobrir a resposta.

24
A história de introdução que explica o desafio é: “O Avô Lima morreu! Tu e
os teus amigos acabam de saber que são os herdeiros legítimos da sua fortuna.
Durante a leitura do testamento ficam a saber que ele pouco antes de falecer
tinha descoberto uma receita que iria revolucionar o mundo do chocolate, só que
essa receita está na antiga Fábrica de Chocolate que será demolida dentro de 60
minutos. Serão vocês capazes de encontrar a receita e de escapar a tempo?”,
esta é a premissa para o desafio, no local serão encontradas pistas que iram
levar à misteriosa receita do Avô Lima.

Figura 14 - Objetivo da "Escape Room" encontrar e abrir esta caixa onde está a receita do Avô
Lima

O jogo pode ter de 2 a 10 participantes, sendo que o preço diminui


conforme o número de pessoas:

 2 jogadores – 22,50€ cada (45€ no total);


 3 jogadores – 15€ cada (45€ no total);
 4 a 6 jogadores – 14€ cada (56€ ou 84€ no total);
 7 ou 8 jogadores – 13€ cada (91€ ou 104€ no total);
 9 ou 10 jogadores – 12,50€ cada (112,50€ ou 125€ no total).

Check-in e Check-out

Na chegada ao hotel, os hospedes são recebidos com ofertas de


chocolates, bem como, pelo e cheiro deste doce, que os ambientadores emitem.

O check-in deve ser realizado a partir das 16:00h e p check-out até ás


11:00h.

25
Preços

Os preços do hotel são feitos dependentes das duas tipologias e não da


temática.

Os preços durante a época baixa de uma pessoa por noite, sem o


pequeno-almoço incluído são os seguintes:

 Quatro duplo – 160€;


 Suite – 200€.

Os preços durante a época alta de uma pessoa por noite, sem o pequeno-
almoço incluído são os seguintes:

 Quatro duplo – 200€;


 Suite – 350€.

PEDRAS SALGADAS SPA & NATURE PARK

Este hotel de 4 estrelas, situa-se no Parque de Pedras Salgadas, no


concelho de Vila Pouco de Aguiar, entre Vila Real e Chaves.

A apenas 1h10m de carro da cidade do Porto, o Pedras Salgadas spa &


Nature Park, é perfeito para os apaixonados pela natureza, dado que dispõem de
20 hectares de pura natureza, que o hospede pode disfrutar.

O hotel disponibiliza de sustentáveis e modernos bungalows, onde os


hospedes podem aproveitar a vista para a natureza, que transmite plena
tranquilidade ao cliente.

Este hotel é perfeito para quem quer passar um momento de união com a
natureza, mas sem perder a sensação do luxo que a tecnologia oferece.

26
Figura 15 - Tipo de alojamento oferecido pelo hotel

História

Os habitantes desta região sempre utilizaram as águas do parque, para


aliviar dores do dia-a-dia.

O benefício da água foi premiado pela Exposição Internacional de Viena


em 1873, graças a este reconhecimento internacional houve um grande impulso
para a sua exploração e construção de um Balneário Termal.

Em 1879, as Termas de Pedras Salgadas, foram abertas ao público, onde


celebres personalidades da época as visitavam regularmente para obterem alívio
físico e psicológico.

Em 1884 além de serem descobertas sete novas nascentes, foi realizada


uma visita real por parte do Rei D. Fernando II, que teve a principal nascente
renomeada em sua homenagem.

Figura 16 - D. Fernando II

27
A 1906, foi realizada a segunda visita real pelo Rei Carlos I que visitou as
Pedras Salgadas para usufruir do seu tratamento de águas.

Em 2012 surge, um conjunto turístico de 4 estrelas, “Pedras Salgadas spa


& nature park”, cuja as primeiras Eco Houses foram implantadas pelo arquiteto
Luís Rebelo de Andrade.

Figura 17 - Entrada do Parque das Pedras Salgadas

Temática

A temática deste hotel é a natureza e as águas das Pedras Salgadas e a


sua exploração consciente e sustentável de forma a atingir tranquilidade física e
psicológica.

Quartos / Alojamento

Este empreendimento turístico proporciona de dois tipos de alojamento,


as Eco Houses e as Tree Houses.

Eco Houses

O hotel proporciona de dezasseis Eco Houses, que permite o hospede ter


uma experiência perfeita de harmonia com a natureza.

O projeto foi realizado pelo arquiteto Luís Rebelo de Andrade, que as fez
com um design moderno e com cores suaves de forma a não sobressaírem
demasiado na natureza.

28
Dentro do Parque existem três diferentes categorias de Eco Houses/
Bungalow:

 Duas Eco-Houses Privilege:


o Estas casas têm ocupação base de quatro pessoas e máxima de
seis (com a adição de duas camas extras).
 Sete Eco-Houses Deluxe:
o Estas casas têm ocupação base de duas pessoas e máxima de
quatro (com a adição de duas camas extras).
 Quatro Eco-Houses Superior:
o Estas casas têm ocupação base de duas pessoas e máxima de
quatro (com a adição de duas camas extras).

Figura 18 - Exterior da Eco-House Superior

Figura 19 - Interior da Eco-House Superior

Tree Houses

As duas Tree Houses, também projetadas pelo arquiteto Luís Rebelo de


Andrade, surgiram com o objetivo da criação de um conceito modernizado das
casas da árvore.

No interior, as casas têm duas janelas, uma que permite apreciar a vida da
natureza e outra que permite o hospede observar o céu estrelado.

Na realização deste projeto, sempre houve a sustentabilidade em vista, de


forma a não poluir o ambiente de forma permanente.

29
Figura 20 - Exterior das Tree Houses

Figura 21 - Interior das Tree Houses

Serviços

Spa

O Spa Termal das Pedras Salgadas, é ideal para um bom momento de


relaxamento, disponibilizando de 14 salas de tratamento, incluindo 5
hidroterapias e 2 salas duplas.

É possível desfrutar de salas de massagem e relaxamento, uma piscina de


interior aquecida, sauna, banho turco, duche de jato, hidromassagem e duche
vichy.

Figura 22 - Spa do hotel Pedras Salgadas SPA & Nature Park

Fontes Termais

No interior do Parque há cinco nascente e Água Mineral Natural, de onde


vem a água das pedras (a Pedras Salgadas, a Preciosa, o Penedo, a Grande
Alcalina e a D. Fernando).

30
Estas nascentes têm propriedades terapeutas únicas, que são
reconhecidas nacional e internacionalmente pela comunidade científica.

As águas são perfeitas para: problemas no sistema digestivo, digestão


difícil, azia, obstipação diuréticas, asma, bronquite crónica, doenças
osteoarticulares (reumatismos) e osteoporose.

Figura 23 - Fontes Termais

Check-in e Check-out

O check-in deve ser realizado a partir das 15h e os check-out até às 12h.

Preços

Os preços durante a época baixa de uma pessoa por noite, sem o


pequeno-almoço incluído são os seguintes:

 Eco-Houses superior – 160€;


 Eco-Houses deluxe – 180€;
 Eco-Houses privilege – 240€;
 Tree Houses – 210€.

Os preços durante a época alta de uma pessoa por noite, sem o pequeno-
almoço incluído são os seguintes:

 Eco-Houses superior – 190€;


 Eco-Houses deluxe – 210€;
 Eco-Houses privilege – 270€;
 Tree Houses – 240€.

31
QUINTA M.

A Quinta M. é um hotel de quatro estrelas localizado em Casével a apenas


24km de Santarém e a menos de 1h de Lisboa.

O hotel oferece uma estadia única através da experiência calmante que os


maravilhosos Yurts contemporâneos proporcionam.

Este refúgio de paz permite o hospede repousar com serenidade por


intermédio da natureza,

A quinta é perfeita para os apaixonados pela natureza, que desejam uma


experiência de pleno relaxamento ao lado de cavalos e do meio ambiente. Esta
experiência pode ser descrita como entrar num mundo de paz e tranquilidade na
presença do turismo equestre.

Figura 24 - Quinta M.

O hotel encontra-se apenas 20 minutos de carro da Golegã, o que o torna


perfeito para os dias em que é realizada a Feira Nacional do Cavalo de Golegã.

32
Figura 25 - Feira do Cavalo

História

Visto que o alojamento deste hotel são as Yurt, os mesmos que remetem á
cultura da asia central, a história do hotel coincide com a história deste tipo de
cabana.

Esta cabana, era tradicionalmente utilizada sobretudo pelos pastores


nômades mongóis, mas era também usada em menor uso pelos povos quirguizes
e cazaques.

Os Yurts ancestrais eram feitos com madeira, feltro ou lã branca, o que


permitia a facilidade de montagem e desmontagem, bem como uma boa
proteção contra o frio.

São atualmente classificadas pela UNESCO como Património Cultural


Imaterial da Humanidade em Mongólia.

Figura 26 - Tradicional Yurt mongol

33
Os proprietários da Quinta M., são um casal francês (Florence e Louis),
que se mudaram há 20 anos para Portugal, e nomearam o empreendimento
turístico com o nome de Quinta M, em homenagem à sua filha mais velha,
Morgane, que é uma grande amante da natureza, mas principalmente de
cavalos.

Os Yurts modernos presente na propriedade são feitos na frança, e o seu


exterior é coberto de madeira e plástico.

Figura 27 - Yurts da Quinta M

Temática

A temática deste hotel, é a cultura da asia central, mais especificamente o


tipo de tenda outrora utilizada maioritariamente pelos mongóis, os yurts, bem
como a natureza e o turismo equestre.

Quartos/ Alojamento

Todas as yurts, tem uma claraboia, perfeita para observar o maravilhoso


céu estrelado.

Cada Yurt tem o nome de um rio português (Douro, Tejo, Minho e Lima) e
oferece uma maravilhosa vista para a propriedade.

34
Figura 28 - Claraboia presente nos Yurts

Yurt Douro

O Yurt Douro, como o nome o diz, é inspirado no Rio Douro, toda a tenda
gira em volta de tons de verde, típicos das paisagens das vinhas do rio.

É ideal para momentos românticos a casal, possui de um terraço privativo,


uma confortável cama de casal, uma casa de banho privada e uma pequena zona
de estar.

Figura 29 - Quarto Douro

Yurt Tejo

O Yurk Tejo é decorado com tons de azul, devido á inspiração no desaguar


do Rio Tejo no Oceano Atlântico.

35
É ideal para momentos de descontração, dispõem de uma aconchegante
cama de casal, um adorável roupeiro, uma casa de banho moderna e um terraço
exterior.

Figura 30 - Quatro Tejo

Serviços

Dressage

Esta atividade é ideal para os amantes de cavalos.

Os cavaleiros têm a oportunidade de aperfeiçoar e evoluir, a sua técnica,


durante a sua estadia, através de excelentes aulas com aptos e treinados cavalos
lusitanos, tudo isto continuando a desfrutar das comodidades do luxo.

Estão ao dispor do cliente os seguintes pacotes:

 Aulas particulares: Aulas privadas, que podem ser realizadas com ou sem
cavalo próprio;
 Estágio equestre: O estágio de equitação permite o hospede desfrutar das
melhores aulas durante de 5 dias.

36
Figura 31 - Serviço de Dressage

Check-in e Check-out

O Check-in deve ser realizado entre as 14h e as 18h e o check-out até ás


12h.

Preços

Na época baixa (de 1 de outubro até 31 de abril), uma noite com pequeno
almoço incluído é 180€, mas se a estadia for igual ou superior a duas noites o
preço por noite torna-se 150€.

Durante a época alta (de 1 de maio a 30 de setembro) independentemente


do tamanho da estadia o preço é constante 180€ por noite.

TRAIN SPOT GUESTHOUSE

Train Spot GuestHouse localiza-se na pequena aldeia de Beirã, em


Portalegre na antiga, atualmente desativada estação de comboios de Marvão/
Beirã.

37
Figura 32 - Estação de comboios de Marvão/ Beirã

O empreendimento turístico está situado numa excelente localização, uma


vez que, localiza-se na entrada da linha nº 1 do Alentejo, a 8 km da vila
medieval de Marvão, perto do Parque Natural da Serra de S. Mamede, e a
poucos quilómetros da Espanha.

A estação foi criada no século XIX, e é atualmente classificada como


Património Arquitetónico.

Este hotel é ideal para os amantes de comboios que pretendem ter uma
incrível experiência ao acordar numa estação da Era Industrial.

O hotel oferece um local perfeito para desfrutar das paisagens naturais do


Alto Alentejo, (ao caminhar através de rios, riachos, plantas, pontes romanas e
calçadas de pedra ancestrais), aproveitar a cultura alentejana e dos seus vinhos.

Figura 33 - Paisagem natural do Alto Alentejo (Castelo de Marvão)

38
História

As obras da estação foram iniciadas a 15 de julho de 1878, contudo a 15


de outubro de 1879, foi feita uma abertura provisória de estação ferroviária
apenas para acomodar serviços de pequena velocidade.

Apesar disto foi apenas oficialmente inaugurada a 6 de junho de 1880,


tendo como objetivo principal ligar Torres das Vargens a Cáceres em Espanha.

A 5 de outubro de 1881, a estação sofreu uma segunda inauguração como


o objetivo de fazer ligação com Madrid e Valência de Alcântara, esta reabertura
teve a honra da presença do Rei Luís I de Portugal e do Rei Afonso XII de
Espanha, que para celebrar a nova união realizaram na cidade de Valência, um
grandioso banquete acompanhado por uma corrida de touros.

Figura 34 - Antiga estação de comboios Marvão/ Beirã

A 1 de fevereiro de 2011, a empresa “Comboios de Portugal” encerrou os


comboios regionais de passageiros que operavam na Linha de Cáceres (província
da cidade de Valência de Alcântara).

A Rede Ferroviária Portuguesa anunciou a 15 de agosto de 2012 o


encerramento total da linha, o que gerou imensa agitação pública por parte de
autarcas e ambientalistas portugueses e espanhóis.

39
Figura 35 - Linhas Ferroviárias Marvão/ Beirã

O Train Spot nasceu por Lina de Paz e Eduardo Salvador, um casal com
dois filhos, que se apaixonaram pela estação ferroviária, e decidiram concentrar
os seus esforços, após o nascimento do segundo filho, neste projeto familiar
dedicado ao turismo e à divulgação da região.

O projeto começou em 2012 através da restauração da estação. A obras


realizadas foram financiadas pelo casal, contudo ao participarem no programa
europeu “PRODER”, conseguiram obter 60% de apoio financeiro.

A intervenções efetuadas foram realizadas com consideração em relação


ás características originais do edifício, como a sua estrutura e fachadas interiores
e exteriores.

Figura 36 - A estação de comboios antes da restauração

40
Temática

A temática do Train Spot GuestHouse é estações ferroviárias, visto que o


alojamento se encontra numa, bem como a cultura e a história entre as regiões
de Marvão e de Beirã. e as regiões de Madrid e Valência de Alcântara em
Espanha.

Quartos/ Alojamento

O Train Spot GuestHouse, tem no total 7 quartos e oferece três tipos de


alojamento:

 Quartos duplos/twins com wc privativo;


 Quartos com casa de banho comum;
 Apartamentos.

Quartos duplos/ twins com wc privativo

Estes quartos podem acolher 2 pessoas, em cama de casal king-size ou


duas camas individuais, com a possibilidade de acréscimo de um a cama extra
por 10€.

Os mesmos oferecem uma maravilhosa vista para a paisagem.

Figura 37 - Quartos duplos/ twins com wc privativo

Quartos duplos/ twins com wc partilhado

41
Esta tipologia aceita 2 pessoas em cama de casal ou em duas camas
individuais, com a possibilidade de adicionar uma cama estra, por 10€ por noite.

Figura 38 - Quartos duplos/ twins com wc partilhado

Apartamentos

Estes alojamentos acolhem 2 pessoas em cama de casal, ou duas pessoas


em camas individuais com a possibilidade de acréscimo de uma cama de casal
extra, o que torna o seu alojamento acessível para 4 pessoas.

O apartamento encontra-se situado no piso térreo e dispõe de um quarto,


sala, casa de banho, cozinha e jardim exterior.

Figura 39 - Apartamentos

Serviços

Passeios a cavalo

42
Em parceria com os Caballos Marvão, a Train Spot GuestHouse,
proporciona passeios a cavalo pelas incríveis paisagens patrimoniais e culturais
da região do Marvão, que é perfeita para a realizar turismo equestre.

O Parque Natural da Serra de S. Mamede, encontra-se cheia e história,


uma vez que, outrora, os caminhos da raia eram utilizados por antigos
contrabandistas, que usam o relevo como forma de a não serem apanhados pela
Guarda Fiscal.

Figura 40 - Passeios a cavalo

Check-in e Check-out

O check-in deve ser realizado entre as 14h e as 18h e o check-out entre as


9h e as 12h.

Preços

Na época baixa (de novembro a março), os preços com pequeno-almoço


incluído, por uma pessoa por noite são:

 Os quartos duplos/twins com wc privativo – 60€;


 Os quartos com wc partilhado – 40€;
 Os apartamentos – 80€.

Na época alta (de abril a outubro) os preços com pequeno-almoço incluído, por
uma pessoa por noite são:

 Os quartos duplos/twins com wc privativo – 65€;


 Os quartos com wc partilhado – 45€;
43
 Os apartamentos – 90€.

QUINTA DA PACHECA – THE WINE HOUSE HOTEL

A Quinta da Pacheca é um hotel de 4 estrelas, situado em Lamego, no


distrito de Viseu, junto á margem esquerda do Rio Douro.

O hotel fica localizado numa típica casa do século XVIII que foi restaurada
tendo em consideração a arquitetura e as características tradicionais, o mesmo
encontra-se rodeado por longos terrenos repletos por vinhas.

Figura 41 - Quinta da Pacheca

História

A história desta quinta começa no século XVI, quando era apenas um


conjunto de vinhas pertencente ao Convento de Salzedas e ao Convento de S.
João Tarouca, como é referido num documento de 1551.

Em abril de 1738, a propriedade é referida pela primeira vez como


“Pacheca”, uma vez que a dona da propriedade, Da. Mariana Pacheco Pereira,
tinha como último nome “Pacheco”, e como era uma senhora, o nome foi
modificado de forma a ficar feminino, transformando-se em “Pacheca”.

A Quinta foi comprada por D. José Feire de Serpa Pimentel em 1903, que
começou de imediato a modernização da vinha e dos edifícios.

44
Em 1995, a Quinta Pacheca, iniciou um projeto de Enoturismo, ao abrir as
suas portas a visitas guiadas e á venda de vinhos na loja do terreno.

Esta prática impulsionou a abertura, em 2009, do “The Wine House Hotel”,


explorando assim uma forma inovadora de negócio ao aumentar a oferta turística
da região.

A UNESCO classificou, em 2001, 75 hectares de vinhas como Património


Mundial da Humanidade.

A Quinta tem sido um dos locais mais visitados da região do Douro, e tem
recebido imensas premiações devido ao seu vinho e ao enoturismo.

Atualmente a Quinta Pacheca, continua nas mãos da quarta geração da


família Serpa Pimentel.

Figura 42 - Os hectares da Quinta da Pachec

Temática

O hotel tem como temática principal o vinho e a sua cultura.

A experiência oferecida através do tema do vinho, é complementada pela


cultura do Douro e pela natureza e história da quinta.

Quartos/ Alojamento

Os tipos de alojamento oferecidos na Quinta da Pacheca, são os quartos


que se encontram dentro do edifício (que não são especialmente temáticos), e os
bungalows, também conhecidos como Wine Barrels.

45
Figura 43 - Quarto no edifício da Quinta

Wine Barrels

Os Wine Houses são ousados projetos arquitetónicos de suites em formato


de pipas de vinho tinto da Pacheca

Os barris proporcionam, uma experiência única de contacto com a


natureza e com a cultura vinícola do Douro, o que proporciona momentos de
relaxamento no conforto destas dez unidades de alojamento (5 de cada lado)
implantadas no meio das vinhas.

Figura 44 -Exterior dos Wine Barrels

Este alojamento original fornece por meio do terraço privativo um


ambiente campestre de romance através da incrível paisagem natural para 75
hectares de vinhas.

Ao entrar nestes fabulosos barris, a primeira coisa que os hospede


reparam é a enorme porta de vidro, que transmite a sensação de estar no meio
das vinhas.
46
Figura 45 - Interior dos Wine Barrels

Serviços

Restaurante

O restaurante, “The Wine House”, tem paredes verdes, representantes da


natureza á sua volta, uma gigantesca janela com vista para as vinhas e um
armário de madeira escura que expõem a louça Bordalo Pinheiro.

A cozinha é feita com base em ingredientes locais, os pratos da região são


reinventados de forma original e contemporânea e são acompanhados pelos
fantásticos vinhos da quinta.

Figura 46 - Restaurante "The Wine House"

Atividades

O hotel proporciona visitas guiadas, provas de vinho, iniciação á prova,


aulas de culinária, vindimas, lagaradas, engarrafamento e rotulagem do vinho.

47
As mais populares são:

 Prova e aulas de vinho, acompanhadas por queijo da região por 22€;


 Tour vinícola (um passeio de 1h de barco, com a prova de 4 vinhos
premium e de produtos regionais durienses, com a melhor vista sobre
Douro) por 210€.

Figura 47 - Adega da Quinta da Pacheca

Check-in e Check-out

O check-in deve ser realizado das 15h até ás 23h e o check-out ao 12h.

Preços

Quartos no edifício

Na época baixa o preço com o pequeno almoço incluído em cada tipologia


é:

 Quarto Twin Standard – 147€;


 Quarto Duplo Standard – 147€;
 Quarto Duplo com vista para o jardim – 166€;
 Quarto Twin com vista para o jardim – 166€;
 Quarto Duplo Superior – 189€.

Na época alta o preço com o pequeno almoço incluído em cada tipologia é:

 Quarto Twin Standard – 202€:


 Quarto Duplo Standard – 202€;
48
 Quarto Duplo com vista para o jardim – 221€;
 Quarto Twin com vista para o jardim – 221€;
 Quarto Duplo Superior – 262€.

Bungalows

Na época baixa o preço com o pequeno almoço incluído dos bungalows é


de 258€.

Na época alta o preço com o pequeno almoço incluído dos bungalows é de


332€.

HOTÉIS TEMÁTICOS INTERNACIONAIS

JUMBO STAY HOTEL

Este hotel de duas estrelas, localiza-se na Suécia, na região de Estocolmo,


mais especificamente na cidade de Arlanda.

É perfeito para os amantes de aviões e entusiastas da aviação, uma vez


que o hotel se encontra dentro de um “boeing 747 Jumbo Jet”.

Jumbo Stay, é uma alternativa económica há muito tempo necessária em


Arlanda.

Este novo marco, oferece aos seus hospedes uma experiência única,
impossível de adquirir qualquer outro lugar.

Figura 48 - Jumbo Stay Hotel

49
História

O avião onde o hotel se encontra, o boeing 747 Jumbo Jet, foi


originalmente construído em 1979, para “Singapore Airlines”, chegando a servir
durante alguns anos a “Pan American World Airways” e no final da sua jornada a
companhia aérea “Transjet”, que foi á falência em 2002.

Em 2006, Oscar Diös, estava á procurar de expandir o seu negócio


hoteleiro, quando ouviu falar de um avião á venda em Arlanda.

A dezembro de 2007, após conseguir autorização do governo e das


autoridades locais, Oscar deu início á desmontagem, desinfeção e remodelação
do avião.

Depois da finalizar a transformação, o avião foi transportado para a


entrada do Aeroporto de Arlanda, onde deu início á sua nova etapa como
empreendimento turístico.

Figura 49 - Oscar Diös

Temática

A temática deste hotel é a aviação, uma vez que o empreendimento se


encontra dentro de um avião do modelo “boeing 747 Jumbo Jet”.

Quartos

Jumbo Stay disponibiliza de 33 quartos, com um total de 76 camas, cada


quarto pode ter de 1 a 4 camas. Os quartos mais luxuosos encontram-se no
convés superior.
50
Todos os quartos têm cerca de 6 metros quadrados de largura e 3 metros
de altura.

Existem 3 tipos de quatros: Dorm Rooms, Standard Rooms, Suites.

Dorm Rooms

Os quartos do tipo Dorm Room (quartos de dormitório), estão divididos em


4 categorias:

 Two Bed Male Dorm (dormitório masculino de duas camas);


 Two Bed Female Dorm (dormitório feminino de duas camas);
 Four Bed Male Dorm (dormitório masculino de quatro camas);
 Four Bed Female Dorm (dormitório feminino de quatro camas).

Figura 50 - Two Bed Female Dorm

Standard Rooms

Os quartos Standard (padrão), apresentam cinco categorias:

 Double Standard Room;


 Twin Bed Room;
 Single Room;
 Single with WC;
 Triple Bed Room.

51
Figura 51 - Triple Bed Room

Suites

As suites representam os melhores quartos do hotel, dado que,


transmitem uma verdadeira sensação de estar num avião.

As três suites são:

 Double Bed Ensuite Black Box;


 Double Bed Ensuite Cockpit;
 Single Bed Ensuite;

A estrela do hotel é a suite “Double Bed Ensuite Cockpit”, que como o


nome o diz, está localizada dentro do cockpit do avião, este quarto permite
uma emersão perfeita na aviação, já que, a cama está quase bem próxima
ao controlo de comandos, que outrora já fora usado pelos pilotos para
pilotar o avião.

Figura 52 - Double Bed Ensuite Cockpit

52
Check-in e Check-out

O check-in deve ser realizado após as 16h. E o check-out deve ser


processado antes das 10h. Caso seja necessária uma extensão de horário no
check-in ou check-out, o hospede deve solicitar com antecedência á receção.

Preços

Os preços foram retirados diretamente do site em coroa sueca (sek), ou


seja, os preços encontram-se convertidos e sujeitos a alterações, visto que a
economia está em constante mutação.

Durante a época baixa o preço para uma pessoa nos seguintes quartos é:

 Dorm Rooms

o Two Bed Male Dorm – 6€;


o Two Bed Female Dorm – 6€;
o Four Bed Male Dorm – 5€;
o Four Bed Female Dorm – 5€;

 Standard Rooms

o Double Standard Room – 15€;


o Twin Bed Room – 13€
o Single Room – 10€;
o Single with WC – 12€;
o Triple Bed Room – 14€.

 Suites

o Double Bed Ensuite Black Box – 19€;


o Double Bed Ensuite Cockpit – 21€;
o Single Bed Ensuite – 15€.

Durante a época alta o preço para uma pessoa nos seguintes quartos é:

 Dorm Rooms

53
o Two Bed Male Dorm – 38€;
o Two Bed Female Dorm – 38€;
o Four Bed Male Dorm – 34€;
o Four Bed Female Dorm – 34€;

 Standard Rooms

o Double Standard Room – 98€;


o Twin Bed Room – 88€
o Single Room – 66€;
o Single with WC – 69€;
o Triple Bed Room – 98€.

 Suites

o Double Bed Ensuite Black Box – 128€;


o Double Bed Ensuite Cockpit – 147€;
o Single Bed Ensuite – 98€.

DOG BARK PARK INN

Este hotel localiza-se nos Estados Unidos da América, no estado de Idaho,


na cidade de Cottonwood.

O Dog Bark Park Inn é construído em forma de cão beagle, o “Toby” e o


“Sweet Willy”, são os dois maiores beagles do mundo, o Toby tem 3,6 metros de
altura e o “Sweet Willy”, onde se encontra o hotel, tem 9,1 metros.

Os dois cães, bem como a ideia para o hotel, foram elaborados por Dennis
Sullivan e Frances Conklin.

O hotel é perfeito para todos os amantes de cães, que gostariam de ter


uma experiência totalmente envolvente na temática.

54
Figura 53 - Dog Bark Park Inn

História

Através da venda de miniaturas, principalmente caninas feitas de madeira,


Dennis Sullivan e Frances Conklin, conseguiram arrecadar dinheiro suficiente
para realizar o projeto.

Figura 54 - Dennis Sullivan e Frances Conklin

A raça beagle foi escolhida para ser a cara do hotel por dois motivos:

 Desde que Dennis começou a talhar, sempre foi a sua raça mais
vendida.
 É uma das raças mais politicamente corretas, devido a não terem
nenhuma “história de horror” associada.

55
Figura 55 - Escultura de Madeira de beagle

O hotel foi aberto pelo casal em agosto de 2003, após a sua construção e
decoração.

Temática

A temática deste hotel são “cães”, visto que tudo no hotel (mobília,
brinquedos, decoração, estatuas, comida…) reflete o tema, até mesmo o próprio
alojamento.

Quartos

O empreendimento possui uma suite, que pode acomodar até 4 pessoas,


visto que contém uma cama queen-size e dois sofás-cama.

Toda a decoração do hotel, bem como dos quartos, é canina, como pode
ser observado através da mobília, decoração e do próprio empreendimento
turístico.

Os hóspedes entram dentro do hotel (do beagle “Sweet Willy”), através de


uma escadaria na parte traseira do cão.

O corpo do animal corresponde ao magnifico quarto, e a cabeça a um


espaço adicional onde é possível dormir com uma agradável vista para o
exterior.

56
Figura 56 - Suite do hotel Dog Bark Park Inn

Serviços

Loja de recordações

Apesar das estrelas desta loja serem as esculturas caninas, também é


possível encontrar figuras de outros animais, como peixes, ursos e alces.

Tudo é feito á mão pelo casal com madeira reciclável, como de caixas de
envio ou de árvores que caíram por meio dos processos naturais, como o
envelhecimento, raios, vento ou doenças.

Estas esculturas vão de 53€ a 143€.

Figura 57 - Escultura de um pastor alemão

57
Política de animais de estimação

A política acerca da estadia de animais de estimação exprime a


necessidade de uma taxa de 17€ por animal após uma aprovação prévia para
averiguar a compatibilidade do animal ao alojamento.

Figura 58 - Representação da estadia de um cão no hotel

Check-in e check-out

O check-in deve ser realizado entre as 15:30h e as 17:30h, e o check-out


requer ser efetuado até ás 11h.

Caso seja necessário exista a necessidade de mudança de horário, é


necessário avisar o hotel com antecedência.

Preços

Os preços foram retirados diretamente do site em dólares, ou seja, os


preços encontram-se convertidos e sujeitos a alterações, visto que a economia
está em constante mutação.

O hotel encontra-se aberto apenas entre abril a agosto, e tem duas noites
como estadia mínima.

58
A estadia de duas pessoas, com o pequeno almoço incluído, é de 130€,
com uma tarifa de 12€ por cada pessoa a mais. Caso a estadia seja singular (de
apenas uma pessoa) fica a 125€.

THE QUEEN MARY HOTEL

O “The Queen Mary Hotel”, é um hotel transatlântico de três estrelas,


localizado nos Estados Unidos da América, no estado de Los Angeles, na cidade
de Long Beach.

Figura 59 - The Queen Mary Hotel

História

Por causa da rivalidade entre a Alemanha e o Reino Unido, quando os


alemães lançaram as suas novas embarcações, em 1929, os ingleses sentiram a
necessidade de encomendar também uma embarcação, a #534.

Em 1931 graças á Grande Depressão, a construção do navio foi


temporariamente interrompida, contudo foi posteriormente pedido um
empréstimo para o finalizar em 1934.

A 26 de setembro de 1934, a embarcação foi renomeada de #534 para TS


Queen Mary, pelo Rei Jorge V, em honra da sua esposa, Maria de Teck.

59
Figura 60 - TS Queen Mary

A sua viagem de inauguração foi realizada a 27 de maio de 1936, onde


ganhou ao seu adversário, SS Normandie, em toneladas carregadas.

Devido á 2ª guerra mundial, a embarcação foi convertida para o


transporte de soldados.

Após mil e uma travessias transatlânticas, Queen Mary reformou-se na


chegada a Long Beach, a 9 de dezembro de 1967 às 12:07. John Treasure Jones,
o último mestre de navegação do navio ordenou “acabem com os motores”,
sinalizando assim o fim de uma era e o começo de outra.

Figura 61 - John Treasure Jones

Long Beach decidiu tornar o barco num museu, que foi aberto ao público a
11 de dezembro de 1971.

60
Devido ao baixo retorno financeiro, em 1972, o PSA Hotel Queen Mary
abriu com 400 quartos de hospedes, porém, infelizmente acabou por fechar.

Um milionário local, Jack Wrather, juntamente com a sua esposa,


apaixonaram-se pelo navio, e assinaram um contrato de 66 anos, para poderem
operar na embarcação.

Após a morte de Wrather, Walt Disney Company comprou a propriedade e


construiu o Disneyland Hotel em 1955.

Por não ter retorno financeiro o suficiente, Disney fechou o hotel em 30 de


setembro de 1992.

Após a passagem através de mais alguns breves proprietários, em 2016,


Urban Commons comprou a embarcação, e fez a sua renovação no valor de 250
milhões de dólares.

Figura 62 - Convés do Navio

Temática

Este hotel tem uma temática náutica, em volta da história que o navio TS
Queen Mary. Inclui toda a experiência marítima do século XX, como as lendas
que estão associadas ao quarto assombrado.

61
Quartos/ alojamento

O hotel apresenta as seguintes tipologias de quarto:

 Full suites;
 Mini suites;
 Deluxes stateroom;
 Family Stateroom;
 Standard Stateroom;
 Stateroom B340.

Full Suites

As Full Suites são as mais luxuosas e espaçosas acomodações que o hotel


proporciona.

O quarto demonstra na perfeição, a razão do porquê o Queen Mary ter


estabelecido um novo patamar para o luxo dos hotéis transatlânticos.

A decoração é feita pela mais deslumbrosa madeira polida, obras originais


e pertences marítimos, o que transmite um ambiente de requinte ao quarto.

Figura 63 - Full Suite do “The Queen Mary Hotel”

Stateroom B340

Segundo a “Times Magazine”, a Stateroom B340, é um dos dez lugares


mais assombrados do mundo.
62
Esta suite apresenta grandes variações de atividades paranormais, das
quais a primeira relatada foi durante a última viagem do navio em 1967.

A lenda diz que o residente deste quarto é um homem que brutalmente


matou duas mulheres e ao descobrirem os seus crimes foi trancado neste quarto
até a chegada das autoridades. Durante a madrugada da sua apreensão o
guarda ouviu-o gritar por socorro, mas ignorou os chamamentos por achar que
era uma tentativa de fuga por parte do prisioneiro. De manhã ao chegarem ao
porto o seu corpo encontra-se totalmente rasgado e as suas entranhas
espalhadas por todo o quarto.

Na sua hospedagem, os clientes afirmam ouvir alguém bater á porta no


meio da noite, as luzes da casa de banho e a torneira acendem e desligam
sozinhas, os cobertores serem puxados, e até ao acordarem verem uma figura
escura no final da cama.

Além de todas as comodidades padrão, o hotel, fornece ao hospede um


baú que contém cartas de tarô, um tabuleiro Ouija e uma bola de cristas, de
forma que os clientes possam amplificar a sua experiência paranormal.

Figura 64 - Stateroom B340

Serviços
63
Encontro Assombrado

Este passeio pelo hotel demora aproximadamente uma hora pelo, onde os
participantes vão ouvir assustadoras histórias paranormais sobre a morte do
fantasmagóricos residentes do hotel.

O preço desta aventura é de 75€ (este preço foi retirado diretamente do


site em dólares e convertido em euros, ou seja, está sujeito a mudanças devido
a alterações na economia):

Figura 65 - Encontro assombrado

Check-in e check-out

O Check-out deve ser realizado ás 16h e o check-out deve ser feito ás


11h.

Preços

Os preços foram retirados diretamente do site em dólares, ou seja, os


preços encontram-se convertidos e sujeitos a alterações, visto que a economia
está em constante mutação.

Os preços para uma pessoa durante a época alta nos seguintes quartos é:

 Full suites – 342€;


 Mini suites – 217€;
 Deluxes stateroom – 178€;
 Family Stateroom – 188€;
 Standard Stateroom – 164€;
64
 Stateroom B340 – 413€.

Os preços para uma pessoa durante a época baixa nos seguintes quartos é:

 Full suites – 250€;


 Mini suites – 125€;
 Deluxes stateroom – 92€;
 Family Stateroom – 108€;
 Standard Stateroom – 95€;
 Stateroom B340 – 413€.

CRANE HOTEL FARALDA

O Crane Hotel Faralda localiza-se nos Países Baixos, a norte de


Amesterdão.

O hotel encontra-se no topo de um guindaste, fixado ao estaleiro NDSM


(que foi um estaleiro de construção e reparação naval, entre 1894 e 1979).

Além de ser considerado um monumento local, este hotel é também visto


como um secreto hotel de luxo.

Figura 66 - Crane Hotel Faralda

65
História

O Guindaste, outrora conhecido como NDSM13, foi construído em 1950


pela empresa Hensen, mas deixou de ser utilizado, em 1984, após a falência da
NDSM (“Nedelandsche DOC en Scheepsbouw Maatschappij”).

Como todos os outros guindastes, após 25 anos de desuso, teria sido


demolida pelos perigos que causava ao ambientem, devido à falta de
manutenção. Felizmente foi salvo por Edwin Kornmann Rubi, que recebeu
permissão do municio de Amsterdão, em agosto de 2011, para restaurar e
remodelar o guindaste.

A 22 de julho de 2013, começou a desmontagem do guindaste, que foi


transportado para a restauração a 26 de julho de 2013.

A restauração chegou ao fim a 22 de outubro de 2013 e foi inaugurado,


não oficialmente, como o nome de Crane Hotel Faralda a 4 de abril de 2014.

Figura 67 - NDSM13

Temática

A temática deste hotel encontra-se em volta do Guindaste 13, e da


importância que o mesmo tem para a cidade e para os locais.

Quartos/ Alojamento

66
O hotel oferece três suites, todas proporcionam dois andares e uma
maravilhosa vista para o Lago IJ e para a cidade de Amesterdão.

Figura 68 - Vista a partir do Crane Hotel Faralda

Free Spirit

 Esta espaçosa suite, tem aproximadamente 36 metros quadrados;


 As cores desta suite são predominantemente neutras e suaves;
 Esta suite está situada no topo do guindaste, a 35 metros do chão,
e é composta por dois andares. No primeiro andar encontra-se uma
sala de estar e um banheiro privativo. O segundo andar tem um
quarto e uma casa de banho.

67
Figura 69 - Free Spirit Suite

Secret

 A suite encontra-se na antiga sala de máquinas.


 A Secret tem cerca de 40 metros quadrados.
 O primeiro andar corresponde á área de estar e o segundo à área de
dormir e à casa de banho.
 O antigo quarto que era do motorista, corresponde agora, a um quarto
que transmite um ambiente de privacidade. As almofadas e lençóis são
de seda oriental.

Figura 70 - Secret Suite

68
Mystique

 No primeiro andar encontra-se a sala de estar e uma casa de


banho (remodelada com peças de um antigo navio afundado);
 O segundo andar contém a área de dormir (é decorado com o
teto dourado e lindos tecidos de cetim).

Figura 71 - Mystique Suite

Check-in e check-out

O check-in deve ser realizado a partir das 14h e o check-out ás 11:30h.

Preços

Os preços no hotel são fixos e independeste de épocas, uma vez que


devido ás festas e festivais alojados no empreendimento turístico é difícil obter
reserva.

Os preços para uma pessoa por noite sem pequeno almoço incluído é de
975€ na suite “Free Spirit” e na suite “Mystique” e de 1075€ na suite “Secret”.

69
70
PROJETO - INFORMAÇÕES

Após a realização de uma profunda pesquisa e analise sobre hotéis


temáticos a nível nacional e internacional, inspirei me para fazer o Viva Mar.

O meu projeto consiste na requalificação do edifício “Colónia Balnear da


Nazaré”, e criação de um hotel temático, com o tema da cultura nazarena.

DEFINIÇÃO DO PROJETO

A essência deste projeto está na ressuscitação da cultura, de uma terra


tão típica, como é a Nazaré, de modo a expandir o conhecimento dos turistas.

OBJETIVOS DO PROJETO

O projeto pretende remodelar a “Colónia Balnear da Nazaré”, que


atualmente encontra-se abandonada, num hotel temático, que tem como
objetivo de imergir na totalidade o hospede na cultura nazarena.

ORIGEM DA COLÓNIA

A cultura de existir colónias faz parte da Nazaré, visto que já existiram 3


colónias.

No início dos anos 30, a Colónia Balnear de Castelo Branco, instalou as


crianças mais necessitadas, numa casa no Sítio da Nazaré, outrora pertencente
ao Senhor Florindo Jacinto Ferreira, com a intenção das mesmas tomarem
banhos de mar e respirarem o ar puro que o pinhal oferece, onde passavam três
meses em turnos de 15 dias.

As crianças do Asilo Distrital de Leiria, ficavam instaladas no Palácio da


Nossa Senhora da Nazaré, onde era vigilada por um senhor chamado de Taveira,
que fazia cumprir as suas ordens ao toque do clarim.

A disciplina era quase militar, tudo era acompanhado pelo toque do clarim,
a alvorada, a ida para a praia, o almoço e o deitar, este som constante fez com
que as pessoas da Nazaré intitulassem as crianças pelo nome de clarinetas.

71
Infelizmente as condições de alojamento de tantas crianças não eram as
melhores, o que levou a Província do Ribatejo a comprar um terreno de 7242
metros quadrados na Avenida da Independência Nacional, onde foi construído o
belo edifício até hoje existente, “A Colónia Balear da Nazaré”.

O pedido de licença para a sua construção foi feito à câmara a 11 de


agosto de 1939, e sua construção teve início a 1 de março de 1940, com cimento
e pedras de alvenaria, vindas da Cova do Giz/Ginja.

Teve como construtor o José Pinto Galante, e como mestre o Manuel


Mesquita, ambos naturais de Santarém.

A colónia era inicialmente constituída pelo primeiro andar e pelo rés-do-


chão. O refeitório era de 16 metros por 7,5 de alturas, e podia levar 150
crianças, que eram distribuídas por 6 meses, a cozinha media 6,5 por 8,8, e os
balneários possuem 10 cabines de chuveiro.

O edifício foi inaugurado a 8 de junho de 1941, e permitiu pessoas com


menos condições financeiras aproveitarem os benefícios dos banhos do mar e do
repouso.

HISTÓRIA DA COLÓNIA NOS RECENTES ANOS

A Colónia Balnear da Nazaré, conhecida vulgarmente pelos habitantes


apenas por Colónia era utilizada como meio de apoio social para o acolhimento
de criança, jovens e adultos, com reduzidos recursos socioeconómicos a terem
acesso à praia da Nazaré, torna-se normalmente a única oportunidade que têm
de participar nestas atividades.

Contudo devido á falta da sua manutenção, em 2008 o edifício foi


encerrado, ao atingir um estado de grande degradação, que tornou a sua
utilização impossível, por não cumprir os requisitos legais e de segurança, o que
colocava os indivíduos em risco.

Apesar da Colónia se localizar na nazaré é propriedade da Assembleia


Distrital de Santarém (que é constituída pelos 21 Municípios do Distrito).

Ao longo dos anos não foi possível recuperar o imóvel, por causa da
carência logística e financeira por parte da Assembleia Distrital.
72
Foi a 2009 oficialmente fechada visto que, em maio, a Câmara Municipal
de Alcanena, após fazer a limpeza do interior e do exterior, bem como algumas
obras inadiáveis, o local recebeu alguns idosos, que foram os últimos a usufruir
do serviço que o local prestou durante 50 anos à comunidade.

Em fevereiro de 2011 a ADS, entregou na Câmara da Nazaré um projeto


de candidatura ao QREN (Quadro de Referência Estratégica Nacional) para a
requalificação do imóvel no valor de 2,5 milhões de euros, que ia remodelar
quase na totalidade as infraestruturas, mas infelizmente o projeto não teve
continuidade.

Com a extinção das Assembleias Distritais, em 2014, o seu património foi


transferido para a Associação de Municípios do Vale do Tejo (AMVT), constituída
por 19 Municípios, com o objetivo de explorar o Arquivo Distrital de Santarém e
da Colónia Balnear da Nazaré.

Existem em continuidade insaciáveis reuniões com os dirigentes na


tentativa de recuperar o local, mas lamentavelmente os municípios não chegam
a nenhuma conclusão.

Passado 13 ano do seu encerramento, a colónia continua num estado


lastimável de abandono.

PROJETO VIVA MAR

Este projeto tem como objetivo principal transformar o local da Colónia


num hotel temático, com a temática da cultura Nazarena.

Infelizmente o edifício encontra-se abandonado, e este projeto ia permitir


reutilizar o edifício de forma sustentável e impregnar a cultura deste local aos
hospedes.

O nome do Hotel será chamado de Viva Mar, uma vez que festejamos a
cultura nazarena, que se encontra na maioria, em torno do mar, e do que ele
oferece.

73
QUARTOS

O PESCADOR

Este quarto é feito em homenagem aos pescadores que se aventuraram


no mar para poderem sustentar a família, sendo que muitas das vezes não
sabendo nadar, o que tornava uma simples caída para o mar mortal

Figura 72 - Quarto "O Pescador"

Como mesas de cabeceira – uma réplica em maior escala do foquim

Foquim

É um recipiente cilíndrico de madeira, com uma tampa e asa, era utilizado


pelos pescadores para levarem a sua comida (farnel) para o mar. Cada pescador
possuía um, como a maioria não sabia ler, decorava e pintava-o com símbolos e
cores vivas, de forma a destingir a sua propriedade. É um elemento decorativo
muito tradicional do traje do pescador, uma fez que era conhecido por ser “o
companheiro do pescador”, pois na sua ida para a faina levava comida, e no seu
regresso trazia peixe.

74
Figura 73 - Foquim

Como colcha de cama – tecido de “camisa à pecador” azul

Tecido da “camisa à pescador”

O nome “camisa á pescador”, é o nome vulgarmente dado ás camisas de


escocês com padrões axadrezados. Teoriza-se que este tecido foi introduzido por
emigrantes escoceses, que caíram no desagrado de poderosos clãs, que
negavam o uso destes tecidos e padrões a pessoas “comuns”. A adoção deste
tecido por parte dos pescadores deve-se ao facto de ser bastante apropriado á
vida no mar, uma vez que é quente e seca depressa, o que era muito oportuno
caso caíssem ao mar.

Figura 74 - Tecido da "camisa à pescador"

75
Como decoração da comoda – barco o “Perdido”

Barco “O Perdido”

Este típico barco nazareno, “O Perdido” tem a matrícula N1777L, e foi


registado na Capitania a 09/06/1949 pelo proprietário Emílio Caneco Bexiga. Foi
mandando construir ao construtor naval Porfírio de Carmo Oliveira por três mil
escudos, a lotação mínima era de 3 tripulantes e a máxima de 7.

Figura 75 - Barco "O Perdido"

Rede como decoração de uma parte da parede

Rede

A rede é algo muito importante para um pescador, uma vez que é o que o
permite apanhar o peixe. Antigamente as mesmas eram feitas pelo pescador,
com uma agulha e fio de algodão.

Figura 76 - Rede

76
Estatuas de cardume de peixes como decoração na rede

Estátua de cardume de peixes

O cardume de peixes em cima da rede, representa o “ganha pão” do


pescador

Figura 77- Estátua de cardume de peixes

Estatua moderna de uma onda como decoração de comoda.

Estátua de onda

A estátua de onda representa o mar, e os benefícios e malefícios que o


mesmo oferece a população.

Figura 78 - Estátua de onda


77
Luz do quarto como um cardume de peixes

Luz de cardume de peixes

O design de moderno de luzes como cardumes de peixe, como já referi


anteriormente, simboliza o que permitia o pescador ganhar a vida.

Figura 79 - Luz de cardume de peixes

Luz da casa de banho como uma caravela portuguesa.

Luz de caravela portuguesa

A caravela portuguesa é um animal que dá muitas vezes á costa da nazaré


durante o verão.

Figura 80 - Luz de caravela portuguesa


78
Como decoração de cama – almofadas envolvidas em fio de algodão

Almofada decorativa de fio de algodão

Estas almofadas decorativas são cobertas com fio de algodão, que era o
material antigamente utilizado para o fabrico de redes.

Figura 81 - Almofada decorativa de fio de algodão

A paleta

A paleta deste quarto é em tons de azul e cinzento. O azul como cor


principal simboliza o mar, e o cinzento frio como cor complementar o que ajuda a
ressaltar o azul.

Proporções do quarto

O quarto tem 4 metros de largura por 6 metros de altura, com uma


varanda no final do quarto de 1,63 metros de largura e 0,98 metros de altura e
uma casa de banho no canto direito com 2,30 metros de largura por 2,44 metros
de altura.

79
Figura 82 - Proporções do quarto "O Pescador"

A Nazarena

O quarto “A Nazarena” homenageia todas as nazarenas que se “matavam”


a trabalhar para ajudar financeiramente a família, enquanto ainda tinham que
tomar conta da casa e filhos.

Figura 83 - Quarto "A Nazarena"


80
A decoração e cores de um avental como colcha.

Avental

O avental é uma das peças mais importantes do traje feminino. Esta peça
cheia de cor era normalmente bordada à mão. O mesmo sofreu transformações
com os anos, pois eram muito influenciados pela moda do momento.

Figura 84 - Avental da nazarena

As sete saias como decoração dos lençóis.

7 saias

A sete saias estão enraizadas na cultura nazarena, fazendo parte das


tradições, lendas e mitos da terra. Existem muitas teorias sobre o que podem
representar: as sete virtudes, os sete dias da semana, as sete cores do arco-íris,
mas a mais aceitada pela população, é a das sete ondas, as nazarenas contavam
as saias, no areal, pois dizia-se que de sete em sete ondas o barco encravava,
sabendo assim quando ajudar o marido e filhos. ´

81
Figura 85 - 7 saias

A comoda como decoração uma miniatura da estátua “mãe nazarena”

Mãe nazarena

Esta estátua de bronze representa o duplo papel que a mãe nazarena tinha
que praticar, criar os filhos e vender o peixe.

Figura 86 - Mãe nazarena

Quadro com uma ilustração de uma nazarena na areia


82
Quadro de uma nazarena

Este quadro simboliza a espera que as mulheres nazarenas faziam aos


barcos, para ajudar os maridos e filhos e para vender posteriormente o peixe.

Figura 87 - Quadro de uma nazarena

O chapéu como parte de cima de um candeeiro.

Chapéu

É uma peça muito simbólica do traje, que era antigamente utilizado como
forma de reduzir o peso dos cabazes de peixe que as nazarenas carregavam na
cabeça, tudo no chapéu era funcional, a borda permitia que a água vinda do
peixe não escorresse para a cara e o pompom permitia as limparem as mãos.

Figura 88 - Chapéu da nazarena

Cântaro como jarra com flores coloridas na comoda.

83
Cântaro

O cântaro é um vaso grande, utilizado antigamente pelas nazarenas para


irem buscar água á fonte. É ainda utilizado no rancho folclórico como
instrumento musical em conjunto com um abanador.

Figura 89 - Cântaro

Como mesinhas de cabeceira vão ser utilizados cabazes.

Cabazes

Os cabazes eram utilizados pelas nazarenas para transportarem o peixe


trazido pelos barcos para a antiga lota. (muitas delas tinham o costume de fazer
até dois cabazes á cabeça)

84
Figura 90 - Cabazes

Questal como local de colocar as toalhas.

Questal

O questal era utilizado para o transporte e venda do peixe pela nazarena.

Figura 91 - Questal

85
A paleta

A paleta deste quarto tem com cor principal o amarelo, que simboliza a
energia e esforço que a nazarena tinha que ter na vida, e como cores
secundárias o azul e o vermelho, que complementam e demostram as cores
vivas utilizadas no seu vestuário.

Proporções do quarto

O quarto da nazarena é muito similar ao do pescador, uma vez que tem 4


metros de largura por 6 metros de altura, com uma varanda no final do quarto
de 1,63 metros de largura e 0,98 metros de altura e uma casa de banho no
canto direito com 2,34 metros de largura por 2,44 metros de altura.

Figura 92 - Proporções do quarto "A Nazarena"

86
A Onda

O quarto “A Onda” dá tributo ao que trouxe turismo à Nazaré, as ondas


gigantes da Praia de Norte, mais especificamente a primeira onda recordista de
34 metros surfada pelo Garrett McNamara.

Figura 93 - O quarto "A Onda"

Como decoração de comoda uma miniatura da estátua do veado.

Estátua do veado

Esta estátua de 6 metros situada no caminho para o Forte de S. Miguel


Arcanjo representa através do veado o Milagre da Nossa Senhora da Nazaré e
através da prancha o fenómeno que são as ondas gigantes.

87
Figura 94 - Estátua do veado

Como candeeiros, nas mesinhas de cabeceira, uma replica do Farol da Nazaré.

O farol

O Farol da Nazaré localiza-se no Forte de São Miguel Arcanjo e trata-se de


uma lanterna redonda pintada de vermelho vivo.

Figura 95 - O farol

Dous potes com pedras adorno pendurado nos dois lados da janela.
88
Potes com pedras

Os potes com pedras representam a Praia de Norte, na qual as ondas


rebentam.

Figura 96 - Pote com pedras

A ilustração da onda gigante ficaria situada no lado oposto á entrada, de


forma a ser a primeira coisa que o hospede vai ver ao entrar no quarto.

Ilustração da onda gigante numa parede

A ilustração da onda gigante simboliza o que potencializou o turismo na


Nazaré.

Figura 97 - Ilustração da onda gigante

89
Como parte da decoração da parede oposta á da ilustração vai estar um
quadro com uma foto da Praia de Norte.

Foto da praia de norte

A foto da Praia de Norte demostra onde as ondas se encontram.

Figura 98 - Praia de norte

Escultura de uma onda como decoração de comoda.

Escultura de uma onda

A onda simboliza as ondas que são formadas nesta praia e o seu potencial
para serem surfadas.

Figura 99 - Escultura de uma onda


90
A prancha de surf como decoração por cima da cama.

Prancha de surf

A prancha de surf representa os surfistas que muitas das vezes arriscam


as suas vidas para bater recordes.

Figura 100 - Prancha de surf

A paleta

A paleta deste quarto tem com cores principais azul e branco, como as
ondas.

Proporções do quarto

O quarto da onda é muito similar em tamanho aos dois anteriores, uma


vez que tem 4 metros de largura por 6 metros de altura, com uma varanda no
final do quarto de 1,63 metros de largura e 0,98 metros de altura e uma casa de
banho no canto direito com 2,60 metros de largura por 2,44 metros de altura.

91
Figura 101 - Proporções do quarto "A Onda"

TEMÁTICA DE OUTROS QUARTOS:

 A lenda do veado da Nossa Senhora da Nazaré:


o Quadro da Nossa Senhora da Nazaré;
o Comoda com astes de veado;
o Replica da papa do cavalo;
o Colcha com as cores do manto da Nossa Senhora;
o Estátua do cavalo;
o Azulejo do Don Fuas Roupinho.
 Comida típica:
o Paneiro com carapaus a fazer a parte de trás da cama;
o Barquinhos (bolo) – como parte de cima de um candeeiro;
o Escultura de sardinhas;
o Ilustração de uma gaivota a roubar peixe de um paneiro;
o Carapau doce – Uma almofada;
o Camarinhas – candeeiro do teto.
 Carnaval nazareno:
o Quarto colorido;

92
o Serpentinas penduradas do teto;
o Fotografias de carnavais antigos e atuais;
o Mascaras;
o Livro com letra de marcha – e a explicar a sua “tradução”.
 Folclore:
o Fotografias dos “ranchos”;
o Leitor de vinil com as músicas clássicas nazarenas;
o “Pegadas” – de como se dança “o vira” da nazarena;
o Na parede a letra do “Não vás ao mar Tonho”.
 Forte S. Miguel Arcanjo:
o Ilustração de uma parede partida com barras de ouro dentro;
o Estatua do farol;
o Quadro das invasões napolitanas;
o Um candeiro que gira como o farol.

COMODIDADES

As seguintes comodidades são oferecidas por todos os quartos do hotel:

Comodidades da casa de banho

As comodidades da casa de banho são:

 Duche;
 Secador de cabelo:
 Produtos de higiene pessoal gratuitos;
 WC;
 Papel higiénico;
 Toalhas.

Comodidades dos quartos

As comodidades proporcionadas pelo quarto são:

 Roupa de cama;
 Ar condicionado;
 Cofre;

93
 Televisão de ecrã plano;
 Canais por cabo;
 Telefone;
 Tomada perto da cama;
 Armário;
 Suporte para cabides;
 Cómoda.

A RECEÇÃO

A receção é considerada a “cara do hotel”, pois é o primeiro contacto que


o cliente realiza com o estabelecimento.

Por este motivo a receção do Viva Mar representará todo o resto do hotel e
por consequência o tema.

Descrição

Figura 102 - A receção

Ao entrar no hotel a primeira coisa que o hotel verá é a receção uma vez
que se encontra diretamente á frente da porta de entrada.

94
A receção será composta por um balcão, onde em cima estará uma replica
de um barco tradicional nazareno com reduçados.

Figura 103 - Barco onde vão estar os rebuçados

Na parede a cima do balcão, estará a dizer “Viva Mar”, de forma estilística,


uma vez que o “M” vai estar em forma de onda, simbolizado a parte “Mar” do
nome.

Figura 104 - Exemplo de como seria a logo do Viva Mar

O elevador fica diretamente á esquerda do balção da receção.

Na entrada para a receção há uma janela gigante que oferece uma


maravilhosa vista para a propriedade.

Á direita da entrada encontra-se uma zona de estar, que contêm um sofá


de dois lugares e duas poltronas diretamente adjacentes.
95
Á esquerda da entrada do hotel estão duas poltronas, onde o hospede
pode repousar.

A paleta

A paleta da receção é composta por tons de azul e branco, que são cores
neutras que representam bem o nome do hotel.

Proporções da receção

A receção tem 8,64 metros de largura e 6,14 metros de altura.

Figura 105 - Proporções da receção

Rececionistas

96
O uniforme dos rececionistas é composto por umas calças/ saia azul
escuras, uma t-shirt/camisa branca e um blazer azul escuro.

Como assessórios especiais as mulheres usaram o cachené ao pescoço e


os homens uma gravata com o padrão á escocês.

EXTERIOR DO HOTEL

Ao entrar pelo portão do hotel o caminho que os hospedem têm de realizar


para chegar ao hotel estará embudado em pedras da praia, limadas e coladas de
forma a fazer um caminho liso e homogéneo.

Figura 106 - Exemplo do caminho para o hotel

Todo o exterior será coberto de vegetação:

 Os dois lados do caminho vão ter arbustos com flores;


 Para o interior do hotel á esquerda vai estar uma horta orgânica que
vai ser utilizada pela cozinha para produzir parte dos alimentos;
 A horta vai estar rodeado com pomares de frutas que podem ser
colhidas pelos hospedes para consumo próprio.

Vai existir uma piscina no hotel á sua esquerda.

O RESTAURANTE

97
O restaurante vai se localizar no piso inferior do hotel

De forma tornar o restaurante o mais sustentável possível, vão ser


utilizados os legumes e frutas cultivadas na horta, bem como alimentos
comprados a agricultores locais.

Em honra da história do local, o vinho e a carne disponível no hotel vai ser


da zona do Ribatejo.

Através da vantagem de o hotel estar instalado numa zona balnear, o


peixe servido vai sempre ser peixe fresco.

SERVIÇOS

O hotel Viva Mar proporcionará serviços personalizados que


proporcionarão aos hospedes tranquilidade e equilíbrio em conjunto com de uma
inserção completa na cultura e vida nazarena.

Estes serviços vão permitir o cliente usufruir ao máximo aspetos que a


Nazaré proporciona:

 Workshop gastronómico:
o Através deste workshop os hospedes vão poder aprender como
preparar dois deliciosos pratos tradicionais nazarenos com ajuda
do nosso chef profissional;
o Esta atividade tem a duração de cerca de 2 horas e pode ser
realizada por um grupo entre 2 e 10 pessoas;
o O preço deste workshop é de 75€ por pessoa.
 Tour religiosa da região centro:
o Esta tour permite o hospede conhecer e desfrutar da incrível
herança religiosa que a região Centro-Oeste tem para oferecer;
o A Tour através da Nazaré, Óbidos e Batalha é realizada numa
carinha de 9 lugares que contêm WiFi gratuito e um motorista e
guia privado;
o Esta viagem pode ser realizada por 7 pessoas, e tem uma
duração de cerca de 5 horas;
98
o O preço por pessoa desta atividade é de 125€.

DETALHES SOBRE O HOTEL

Vista

A partir da varanda é possível ter vista para a cidade, jardim e mar.

Tipologia

Todos os quartos são duplos para não fumadores.

Check-in

O check-in deve ser realizado entre as 14h e as 18h.

Check-out

O check-out deve ser realizado entre as 8h e o 12h.

Restrição de idade

A idade mínima para a realização do check-in é de 18 anos.

Animais de estimação

Animais de estimação não são permitidos no estabelecimento.

Cartões aceites pelo hotel

O Vivar Mar, aceita os cartões, visa, euro/mastercard e maestro. O hotel


retém temporariamente um valor do cartão antes da chegada.

99
Crianças e camas

Todas as crianças são bem-vindas e existe a possibilidade de acrescentar


uma cama extra com um valor acrescentado.

Classificação por estrelas

O hotel oferecerá tudo para que lhe permita ser um hotel de 4 ou 5


estrelas.

Tipo de cama

Cama grande (king-size) – largura: 151- 180 cm.

Estacionamento

Há estacionamento disponível para os clientes dentro do hotel.

Pequeno-almoço

Há pequeno-almoço disponível para os clientes através de um valor


acrescentado.

Idiomas falados

Inglês, português, francês e espanhol.

Comodidades

 Acesso ao Wi-Fi gratuito;


 Restaurante;
 Serviço de quartos;
 Bar;
100
 Receção disponível 24 horas;
 Jardim;
 Quartos para não fumadores;
 Ar condicionado;
 Terraço;
 Piscina.

Cancelamentos

Caso o cancelamento não seja avisado com 1 dia de antecedência será


cobrada a 1ª noite.

Localização (coordenadas geográficas)

Nazaré: 39.603120, -9.069742.

Tarifas

Tarifas Época Baixa Época Média Época Alta Época Festiva

01 de abril –
01 de outubro Réveillon
14 de julho
– 28 de 15 de julho – Carnaval
dezembro 31 de agosto Páscoa
Datas 01 de
Feriados
setembro – 30
01 de janeiro – Ondas
de setembro
31 de março Gigantes

Duplo APA 100,00€ 120,00€ 140,00€ 160,00€

Pequeno
5,00€ 5,00€ 5,00€ 5,00€
almoço
Meia Pensão 20,00€ 20,00€ 20,00€ 20,00€

Pensão
35,00€ 35,00€ 35,00€ 35,00€
Completa
Crianças <
Grátis APA Grátis APA Grátis APA Grátis APA
= 3 anos

101
Crianças 4
50,00% 50,00% 50,00% 50,00%
aos 12 anos

102
CONCLUSÃO

A PAP permitiu-me aplicar os conhecimentos que adquiri ao longo destes 3


anos no curso de turismo e desenvolver novas técnicas de pesquisa e filtração de
conteúdos.

A minha maior dificuldade ao realizar este trabalho foi reunir informação


sobre o tema, uma vez que os hotéis temáticos ainda são um empreendimento
em desenvolvimento.

Um grande desafio foi a escolha entre tão notáveis hotéis, uma vez que
existem imensos empreendimentos com grande esplendor, mas nem todos se
adequavam ao trabalho.

Foi interessante realizar o projeto e observar a sua grande viabilidade no


mundo real e as vantagens que o mesmo trairia à Nazaré.

Eu efetuei o projeto, pois o mesmo despertou-me imenso interesse por


duas razões:

1. Poder reabilitar um local com enorme potencial cultural e turístico, que


se encontra atualmente abandonado;
2. E ter a oportunidade de proliferar a cultura nazarena para além das
ondas gigantes;

Acho que mereço como nota final um 18, devido ao meu esforço e
empenho constante durante a realização da PAP.

103
WEBGRAFIA
https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/25384/1/Isilda%20Gomes
%20da%20Silva.pdf

https://funchalnoticias.net/2017/08/20/importancia-do-turismo/

http://www.turismodeportugal.pt/pt/Turismo_Portugal/visao_geral/Paginas/defa
ult.aspx
https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/25384/1/Isilda%20Gomes
%20da%20Silva.pdf

https://funchalnoticias.net/2017/08/20/importancia-do-turismo/

https://www.the-yeatman-hotel.com/pt/

https://www.the-yeatman-hotel.com/pt/programas/programa-romantico-porto/

https://www.booking.com/hotel/pt/the-wine-house.pt-pt.html#availability

https://quintadapacheca.com/pt-pt

https://www.booking.com/hotel/pt/quinta-do-vallado.pt-pt.html

https://www.quintadovallado.com/pt/

http://www.cm-viana-castelo.pt/pt/directorio/restaurante-do-hotel-fabrica-do-
chocolate

https://vianacool.com/dormir/hotel-fabrica-chocolate

https://www.fabricadochocolate.com/pt/Home.aspx

https://www.fabricadochocolate.com/pt/Menu/Quartos.aspx

https://www.sabado.pt/gps/detalhe/os-hoteis-mais-insolitos-de-portugal

https://www.fabricadochocolate.com/pt/Menu/Quartos/Willy-Wonka.aspx

https://conceito.de/tematica

https://wwhttps://pt.slideshare.net/mobile/rosaband/turismo-cultural-slides

https://www.booking.com/hotel/se/jumbo-hostel.pt-pt.html

https://www.jumbostay.com/info-history/

104
https://www.aeroin.net/hotel-quartos-cockpit-motor-boeing-747-jumbo-stay/

http://www.bbc.com/travel/story/20110607-worldwide-weird-stay-in-the-worlds-
biggest-beagle

https://www.uniqhotels.com/dog-bark-park-inn

https://thepointsguy.com/2016/07/most-unusual-hotels-biggest-beagle/

https://dogbarkpark.com/

https://www.vix.com/pt/mundo/570383/20-suites-incriveis-para-viajar-com-as-
criancas-toda-familia-sonha-em-se-hospedar?utm_source=next_article
w.cataloniahotels.com/en/blog/different-types-of-hotels-in-the-world/

https://www.pedrassalgadaspark.com/pt/

https://www.odisseias.com/hoteis-e-viagens/experiencia/pedras-salgadas-spa-
nature-park-estadia-em-eco-house-com-spa-termal/162238

https://www.booking.com/hotel/pt/pedras-salgadas-spa-and-nature-park.pt-
pt.html

http://www.quinta-m.com/pt/home

https://www.hotelandia.pt/quinta-m-glamping/

https://www.casalmisterio.com/quinta-m-o-hotel-de-charme-onde-os-674685

http://www.cei.pt/pdfdocs/Caminhos%20do%20Contrabando.pdf

https://trainspot.pt/

https://www.aproximaviagem.pt/escapadinhas/train-spot-guesthouse-estacao-
ferroviaria/

https://www.viajapedia.com/dormir-em-uma-estacao-de-comboios.html

https://www.hotelandia.pt/train-spot-guesthouse/

https://www.booking.com/hotel/pt/train-spot-guesthouse.pt-pt.html?
aid=318615;label=Portuguese_Portugal_PT_PT_29562095185-
fz7ZSwfgKAwgr6pNdcjmEwS113417558425%3Apl%3Ata%3Ap1%3Ap2%3Aac
%3Aap%3Aneg%3Afi12942707533%3Atidsa-301940204048%3Alp20873%3Ali
%3Adec%3Adm;sid=482ea29b9b31ecf346844a0af9711c5b;dest_id=-
105
2168862;dest_type=city;dist=0;group_adults=2;group_children=0;hapos=1;hp
os=1;no_rooms=1;room1=A
%2CA;sb_price_type=total;sr_order=popularity;srepoch=1609547727;srpvid=6
3270427a5f2000f;type=total;ucfs=1&#hotelTmpl

https://quintadapacheca.com/pages/quinta-da-pacheca-wine-barrels

https://www.booking.com/hotel/pt/the-wine-house.pt-pt.html

https://www.ilovedouro.pt/pt/experiencias/quinta-da-pacheca/5

https://www.portugalbywine.com/pt/experiencias/info/quinta-da-pacheca-wine-
barrels_2772/

https://www.casalmisterio.com/passamos-uma-noite-num-dos-barris-de-
1316803

https://www.e-konomista.pt/quinta-da-pacheca-wine-barrels/

https://www.logitravel.pt/hoteis/portugal/lamego/the-wine-house-hotel-quinta-
da-pacheca--hotel-1810300

https://www.queenmary.com/

https://www.expedia.co.uk/Los-Angeles-Hotels-The-Queen-Mary.h18922.Hotel-
Information

https://faralda.com/

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/images/demanda/International_Tourism_Highl
ights_2019_Edition.pdf

http://www.matriznet.dgpc.pt/MatrizNet/Objectos/ObjectosConsultar.aspx?
IdReg=285932&EntSep=0&EntRegAss=1#gotoPosition

https://www.hoteis-
portugal.pt/docs/content/FbKAwZ0YPTTsRWcao35uNDeR2tYihW80.pdf

https://www.tripadvisor.pt/Hotel_Review-g189185-d7022110-Reviews-
Fabrica_do_Chocolate_Hotel-
Viana_do_Castelo_Viana_do_Castelo_District_Northern_Po.html#REVIEWS

https://www.booking.com/hotel/pt/pedras-salgadas-spa-and-nature-park.pt-pt.html?
aid=356980;label=gog235jc-

106
1DCAsouwFCI3BlZHJhcy1zYWxnYWRhcy1zcGEtYW5kLW5hdHVyZS1wYXJrSB9YA2i7AYgBA
ZgBH7gBF8gBDNgBA-
gBAfgBAogCAagCA7gCi4LYgAbAAgHSAiQ3NjJkMWZjMy03ZWU4LTQ5OTItOWEzZS1hODA2
ZmViMTk2ZmTYAgTgAgE;sid=a8d1a94f0a7be9b1caad89514fef6723;all_sr_blocks=4404
2905_205219057_2_1_0;checkin=2021-04-13;checkout=2021-04-14;dest_id=-
2171847;dest_type=city;dist=0;group_adults=2;group_children=0;hapos=1;highlighted
_blocks=44042905_205219057_2_1_0;hp_group_set=0;hpos=1;no_rooms=1;room1=A
%2CA;sb_price_type=total;sr_order=popularity;sr_pri_blocks=44042905_205219057_2
_1_0__18000;srepoch=1612054890;srpvid=bd65073438b501a7;type=total;ucfs=1&#h
otelTmpl

https://www.minhaterra.pt/wst/files/I13321-
5.XTRAINXSPOTXEDUARDOXSALVADOR.PDF

https://www.mediotejo.net/chamusca-colonia-balnear-da-nazare-em-vias-de-
reabilitacao-pela-amvt/

http://jornalalpiarcense.blogspot.com/2013/12/a-colonia-balnear-da-nazare-da.html

107
BIBLIOGRAFIA

BRØGGER, Jan. Pescador e Pés – calçados. 1 ed. Nazaré: Livraria Susy, 1992.

VENTURA, Raimundo. História dos Sítios e das Gentes. Nazaré: Edição da Câmara
Municipal da Nazaré,1995

108

Você também pode gostar