Você está na página 1de 5

Padrão de conduta e código

de ética.
Conceito:
Código de ética é um acordo que estabelece os direitos e deveres de uma empresa,
instituição, categoria profissional, ONG e etc... A partir da sua missão, cultura e
posicionamento social é que deve ser seguido pelos funcionários e membros no
exercício de suas funções profissionais.

O que é ética e qual a sua


função?
É um conjunto de valores morais e princípios que regem a conduta humana na
sociedade. A ética serve para que haja o equilíbrio e o bom funcionamento social,
visando uma sociedade igualitária, produtiva e mais saudável. Neste sentido,
a ética está relacionada com o sentimento de justiça social.
A Ética está presente naqueles princípios que o homem escolhe para exercício
da Moral. Em nosso cotidiano, diariamente deparamos com inúmeras situações que
nos levam a tomar decisões; e estas, por sua vez têm dois caminhos que perfazem:
escolher aquilo que é certo ou o que é errado.

Por que a
ética é importante?
 
A ética é importante e essencial para que haja equilíbrio em uma sociedade porque
nos ensina a refletir sobre nossas ações, se seguimos as regras e normas necessárias
para o bom convívio em sociedade, se respeitamos o outro, se somos honestos,
íntegros e justos, se fazemos aquilo que é correto mesmo quando ninguém está
olhando. É por isso que a ética é necessária na formação do cidadão e nas relações
sociais.

A ética baseia-se na reflexão moral e social, pois ela é a base sobre a qual uma
sociedade equilibrada está firmada.
O que representa
ser ético?
 
Ser ético é sempre refletir sobre as próprias ações, se são norteadas pela moral, pela
honestidade, integridade e pela justiça. Ser ético é saber conviver em sociedade,
contribuindo, através das próprias ações, para a manutenção de seu equilíbrio e para
o bem-estar coletivo.

Ser ético é ser compreensivo, prestativo, sincero, caridoso, tolerante. É tratar o outro
como ele deve ser tratado: com respeito. É sempre pensar antes de agir e se
perguntar: “isso é o correto a se fazer? ”

Políticas e procedimentos de integridade: (Independente de cargo ou função)

Por que a ética é importante


para a melhoria do trabalho?
 
No ambiente do trabalho, a ética serve para criar um ambiente harmonioso, relações
sadias e para garantir que todas as regras e normas sociais e da própria instituição
sejam cumpridas.

No trabalho, ser ético versa sobre princípios fundamentais: é ser comprometido e


confiável, honesto, justo, dedicado e tratar a todos com respeito, sejam os próprios
colegas, sejam os clientes ou até mesmo a concorrência.

1. Responsabilidade pessoal
1.1. Regras gerais
Todos os funcionários devem responsabilizar-se pessoalmente pelo cumprimento do
código de ética e conduta. Em particular, os agentes de portaria devem:
 Desempenhar as suas funções honestamente, com zelo, diligência, profissionalismo,
imparcialidade e integridade;

 Esforçar-se para que as normas éticas mais rigorosas sustentem a confiança e


credibilidade da população que servem, não apenas o mínimo exigido para cumprir os
requisitos legais ou processuais;

 Observar toda a legislação, regulamentos, decisões e diretivas relacionados com o


desempenho de funções oficiais e evitar qualquer ação que aparente a violação de
qualquer legislação, regulamentos, decisões ou diretivas;

 Dispor de tempo para ler e compreender o código de ética e conduta e as


implicações do incumprimento (Nos seus horários vagos);

 Não ter interesses financeiros, que entrem em conflito com o desempenho


consciencioso de deveres;

 Não participar em transações financeiras, utilizando informação não pública ou


permitir a utilização indevida da mesma para quaisquer interesses privados;

 Não solicitar ou aceitar qualquer oferta ou outro item de valor monetário de qualquer
pessoa ou entidade que necessite de intervenção oficial, fazer negócios ou
desenvolver atividades regulamentadas ou cujos interesses possam ser
substancialmente afetados pelo desempenho ou não desempenho das funções dos
funcionários, salvo se o código de ética e conduta ou qualquer legislação,
regulamentos, decisões ou diretivas previrem uma exceção;

 Tratar os colegas e membros da população com profissionalismo e cortesia;

 Agir imparcialmente, sem dar tratamento preferencial a qualquer entidade privada ou


indivíduo;

 Evitar desperdiçar e utilizar indevidamente os recursos públicos;

 Envidar todos os esforços de forma honesta no desempenho das suas funções em


conformidade com toda a legislação, políticas, estatutos, normas, regulamentos e de
acordo com o previsto no respetivo código de ética e conduta;

 Não assumir com consciência promessas ou compromissos não autorizados, de


qualquer natureza;

 Não divulgar ou utilizar informação não pública obtida no exercício das suas funções
oficiais, para benefício próprio ou de outrem;

 Não utilizar as funções para proveito próprio;

 Proteger e conservar o patrimônio e utilizá-lo exclusivamente para atividades


autorizadas;

 Não participar em segundos empregos ou atividades, incluindo procurar ou negociar


contratos de trabalho que entrem em conflito com funções e responsabilidades como
funcionário;
Ética e moral voltado ao posto de
serviço do agente de portaria
(AGP) no ambiente hospitalar.
Em todos os postos, empresas e portarias segue se a um regimento interno. Este
regimento por sua vez determina o que podemos ou não fazer em determinadas
situações.

Qual a função de um AGP no


hospital?
Atividades: Recepcionar, controlar o fluxo de entrada e saída de pessoas, realizar o
encaminhamento de usuários, médicos e pacientes para os locais.

Você como AGP. Sabe qual é o regimento interno de onde


você trabalha?
Primeiramente antes de assumir o posto de serviço da qual foi designado o AGP
precisa ter ciência do regimento do local e toda a atenção do AGP deve estar voltada
para o controle do fluxo, da empresa ou onde quer que ele esteja executando a
função. Mas o que se faz quando um usuário ou funcionário prende a atenção do
agente?
Existe várias situações que não estão especificadas no regimento, e vai depender do
raciocínio do AGP para lidar com estas situações, visando manter o bom senso, a
educação e a ordem para o controle do ambiente.

Educação
Agir com educação é a melhor forma para lidar com todas as situações, a educação
demonstra o seu profissionalismo e sua capacidade de organização.
Saber separar o profissional do pessoal na área de trabalho torna mais fácil cumprir
com as funções do dia a dia, sem que você se submeta a ficar devendo favor a
usuários e funcionários.
Não é falta de educação negar fazer um favor pessoal para um usuário ou funcionário,
quando este favor faz com que você falte com sua responsabilidade deixando de
cumprir com suas funções básicas.
Exemplo:
- Desculpa me pois não posso deixar a portaria / posto de serviço.
- Desculpe me isto não faz parte da minha função. Eu estou aqui para fazer sua
segurança.
- Desculpe me estou seguindo o regimento interno.
Evite
Discussões com usuários, funcionários, pacientes, prestadores de serviço e terceiros.
Você está na portaria para exercer as funções determinadas pelo regimento interno.
Muitos usuários, funcionários, visitantes, etc... Podem não concordar com
determinadas regras.
Você segue uma hierarquia e essa hierarquia deve ser respeitada.
Nunca deve expor a sua opinião diretamente.
Todo e qualquer problema exponha ele ao seu superior sendo ele o fiscal,
o encarregado, supervisor ou gerente de operações. Cabe a eles resolverem as
divergências. São eles que respondem pela empresa.

Discrição
Muitos problemas de usuários ou funcionários da empresa em que você trabalha
passa pela portaria. É total falta de ética o agente expor o morador a constrangimento.
Nunca um agente deve comentar com outro usuário ou funcionário os problemas
alheios.
Não importa a sua opinião sobre tal pessoa, você não está ali para criar polemica, sua
função como porteiro é outra.

Você também pode gostar