Você está na página 1de 4

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ


CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANO DE TRABALHO – 2021/1

1. Identificação:

Professor: Dr. Emerson Duarte Monte1


Disciplina: Pesquisa e Prática Pedagógica em Educação Física IV
Eixo: Conhecimentos específicos – formação específica
Área do conhecimento: Grupo IV – Área da prática pedagógica, da pesquisa e da produção do
conhecimento
Semestre: 8º
Turma: D
Carga horária total: 80h

2. Objetivo geral do Curso:

O objetivo geral do Curso de Graduação Plena em Educação Física – Licenciatura da


Universidade do Estado do Para e formar professores qualificados para agir, atuar, desenvolver e
implementar a atividade docente expressa no trabalho pedagógico em diferentes campos de
trabalho, mediado pelo objeto – praticas corporais, esportivas e do lazer.

3. Perfil Profissional do Egresso:

O perfil idealizado para o curso de graduação plena em educação física – licenciatura é de


um caráter ampliado em Educação Física com formação generalista, humanista, critica e reflexiva
pautada em princípios éticos, políticos, pedagógicos e com base no rigor cientifico, cuja
intervenção profissional seja qualificada para o exercício de atividades profissionais nos diversos
ambientes educacionais da Educação Física com base na atividade docente expressa no trabalho
pedagógico, em diferentes campos de trabalho, mediado pelo objeto – praticas corporais,
esportivas e do lazer.

4. Ementa da Disciplina:

Desenvolvimento das etapas do trabalho de conclusão de curso. Elaboração do Relatório


de Pesquisa. Socialização e critica das fases de construção dos artigos científicos.

1
Licenciado em Educação Física (UEPA). Mestre em Educação (UFPA). Doutor em Educação (UFPA). Membro do
Grupo de Pesquisa RessignificaЯ (UEPA). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação Superior
(GEPES-UFPA). Membro do Grupo de Pesquisa em Economia Política da Educação, Estética e Formação Humana
(GEPEFH-UFSCar). Membro do Grupo de Pesquisas sobre Financiamento da Educação Superior (GPFES-UFPA).
Pesquisador da Rede UNIVERSITAS/BR. Lattes: lattes.cnpq.br/2465118022303812. E-mail: emerson@uepa.br
1
5. Conteúdo Programático:

Unidade I – Etapas e procedimentos de Trabalho de Conclusão de Curso

Construção da fundamentação teórica da pesquisa


Qualificação dos procedimentos metodológicos da pesquisa
Nível da pesquisa (Exploratória, Descritiva, Explicativa)
Tipos de pesquisa (Bibliográfica, Documental, Campo, Experimental, Estudo de Caso,
Pesquisa Ação, Pesquisa Participante)
Desenvolvimento das técnicas de coleta de dados (Estatístico, Observação, Entrevista,
Questionário, Revisão Sistemática)

Unidade II – Elaboração do relatório de pesquisa

Técnicas de análise de dados (Análise estatística, Análise de Conteúdo, Análise do


Discurso)
Elementos pré-textuais
Elementos textuais
Introdução
Delimitação do problema de pesquisa
Fundamentação teórica
Procedimentos metodológicos
Apresentação e interpretação dos dados
Considerações finais
Elementos pós-textuais

6. Cronograma:

Data Atividades
Apresentação e discussão do Plano de Trabalho. Verificação do nível de desenvolvimento
04/08/21 das pesquisas.
09/08/21 Análise dos dados da pesquisa.
16/08/21 Análise dos dados da pesquisa.
23/08/21 Análise dos dados da pesquisa.
30/08/21 A exposição dos dados da pesquisa.
06/09/21 FERIADO.
13/09/21 A exposição dos dados da pesquisa.
20/09/21 Normas do Artigo Científico.
27/09/21 A construção do Artigo Científico.
04/10/21 Uso das normas técnicas da ABNT.
11/10/21 Orientação das pesquisas – Grupo 1.
18/10/21 Orientação das pesquisas – Grupo 2.
25/10/21 Seminário de Pré-Defesa – Grupo 1.
01/11/21 Seminário de Pré-Defesa – Grupo 2.
08/11/21 Seminário de Pré-Defesa – Grupo 3.
15/11/21 FERIADO.
22/11/21 Defesa do Artigo.

2
7. Metodologia:

Opta-se aqui pela posição dialética de construção do conhecimento, em que se realiza a


análise da realidade a partir de problematizações, aprofundamento das temáticas específicas a
partir de estudos e pesquisas da produção do conhecimento, internalização do conhecimento
adquirido e, consequente, retorno a prática a partir de um novo patamar do conhecimento sobre a
própria realidade.
Para isso, a aula, entendida como um processo de ensino-aprendizagem, em que os
discentes e os docentes se encontram no horário formal de ensino, será realizada como forma
prioritária do trabalho pedagógico, de caráter teórico e prático. Estudos dirigidos como forma de
estabelecer produção de conhecimento e ampliação das temáticas propostas na disciplina.
Os discentes organizarão exposições do desenvolvimento das etapas da pesquisa para a
turma. Nesses momentos, os demais discentes devem contribuir a partir do que foi apresentado
pelas pesquisas.
Em virtude da permanência do quadro de pandemia e da lentidão na campanha de
vacinação, as aulas serão realidade de modo remoto, por meio de plataforma de vídeo
conferência.

8. Avaliação:

O processo avaliativo está centrado nos produtos desenvolvidos ao longo da disciplina. As


exposições das pesquisas também constituirão elementos para o processo avaliativo. O texto final
será o último instrumento de avaliação para a disciplina.

9. Referência Básica:

BACHELARD, Gaston. A epistemologia. Lisboa: Edições 70, 2006.

BIANCHETTI, Lucídio; MACHADO, Ana Maria Netto (Orgs.). A bússola do escrever: desafios
e estratégias na orientação e escrita de teses e dissertações. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

FERREIRA, Norma Sandra De Almeida. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação


e Sociedade, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

FRANCO, Maria Laura P. B. Análise de conteúdo. 3. ed. Brasília: Liber Livro, 2008.

GATTI, Bernadete A. Algumas considerações sobre procedimentos metodológicos nas pesquisas


educacionais. Revista Educação em Foco, Juiz de Fora, v. 7, n. 1, mar./ago. 2002.

GATTI, Bernadete A. Estudos quantitativos em educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.


30, n. 1, p. 11-30, jan./abr. 2004.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GIL, Antonio Carlos; LICHT, René Henrique Götz; RIECKMANN, Brigitte; SANTOS, Martins
dos. Por que fazer pesquisa qualitativa em saúde? Caderno de Saúde, v. 1, n. 2, p. 5-19, 2006.

3
GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisa: como fazer pesquisa qualitativa em ciências
sociais. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 1998.

MARQUES, Waldemar. O quantitativo e o qualitativo na pesquisa educacional. Avaliação,


Campinas, v. 2, n. 3, p. 19-23, 1997.

MOROZ, Melania; GIANFALDONI, Mônica Helena T. Alves. O processo de pesquisa:


iniciação. 2. ed. Brasília: Liber Livro, 2006.

SHIROMA, Eneida Oto; CAMPOS, Roselane Fátima; GARCIA, Rosalba Maria Cardoso.
Decifrar textos para compreender a política: subsídios teórico-metodológicos para análise de
documentos. Perspectiva, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 427-446, jul./dez. 2005.

SOUZA JÚNIOR, Marcílio Barbosa Mendonça de; MELO, Marcelo Soares Tavares de;
SANTIAGO, Maria Eliete. A análise de conteúdo como forma de tratamento dos dados numa
pesquisa qualitativa em Educação Física escolar. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 03, p. 31-49,
jul./set. 2010.

SZYMANSKI, Heloisa (Org.). A entrevista na pesquisa em educação: a prática reflexiva. 5. ed.


Brasília: Liber Livro, 2018.

Você também pode gostar