Você está na página 1de 4

Todamateria

Consciência negra é um termo que ganhou notoriedade na década de 1970, no Brasil, em razão da luta de movimentos sociais
que atuavam pela igualdade racial, como o Movimento Negro Unido. O termo é, ao mesmo tempo, uma referência e uma
homenagem à cultura ancestral do povo de origem africana, que foi trazido à força e duramente escravizado por séculos no
Brasil. É o símbolo da luta, da resistência e a consciência de que a negritude não é inferior e que o negro tem seu valor e seu
lugar na sociedade. A Consciência Negra é uma expressão que designa a percepção histórica e cultural que os negros têm de
si mesmos. Também representa a luta dos negros contra a discriminação racial e a desigualdade social. O Dia da Consciência
Negra é comemorado em todo território nacional. Esta data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi, que
lutou contra a escravidão no nordeste. A celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na
sociedade. Afinal, as gerações de afro-brasileiros que sucederam a época de escravidão sofreram (e ainda sofrem) diversos
níveis de preconceito. A data foi estabelecida pelo projeto Lei n.º 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. No entanto, somente em
2011 a lei foi sancionada (Lei 12.519/2011) pela então presidente Dilma Rousseff. Em alguns estados do país, o Dia da
Consciência Negra é feriado como no Rio de Janeiro, Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.
- História do Dia da Consciência Negra - As diversas nações africanas não se reconheciam como negros, e sim como Bantos,
Haúças, Niams, Fulas, Kanembus, etc. Os primeiros africanos trazidos para o Brasil como escravos chegaram aqui em 1532 e o
fim do tráfico negreiro deu-se em 1850, pela Lei Eusébio de Queiroz. Após a abolição formal da escravidão no dia 13 de maio
de 1888, a busca pela igualdade por direitos dos negros jamais cessou. A discriminação, sentida em todas as áreas, tornou o
negro excluído da sociedade, da educação e consequentemente, do mercado de trabalho. Essa exclusão, através de muita luta,
foi aos poucos se diminuindo e o negro foi encontrando lugar nos esportes e artes, mas não tinha acesso à universidade, por
exemplo. Deste modo, era preciso um dia para lembrar desta manifestação constante que os negros realizam para serem
aceitos da mesma forma que os brancos no Brasil.
- Criação do Dia da Consciência Negra - A criação de um dia comemorativo da Consciência Negra é uma forma de lembrar a
importância de valorizar um povo que contribuiu para o desenvolvimento da cultura brasileira. Além disso, tem o intuito de
conscientizar a população para a importância desse povo na formação social, histórica e cultural de nosso país.
- História da consciência negra - Zumbi dos Palmares, nascido livre num quilombo (povoado formado por escravos fugidos),
lutou até a morte para defender seu povo contra a escravidão. Da escravidão, Zumbi só conhecia as terríveis histórias que os
mais velhos estavam sempre contando. Eles lembravam a morte no porão dos navios, a escuridão das senzalas, o trabalho
forçado e os castigos sofridos. O Quilombo dos Palmares estava situado numa longa faixa de terra de 200 quilômetros de
largura. Estava paralelo à costa, situado entre o cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, e a parte norte do curso superior do
rio São Francisco, hoje no estado de Alagoas. Numa das batalhas entre os colonos portugueses e o Quilombo, Zumbi foi morto.
Como era costume na época, seu corpo ficou exposto em praça pública para servir de exemplo para que ninguém tentasse ir
contra os colonizadores. Mesmo assim, seu exemplo de luta foi passando de geração e ele acabou sendo escolhido como herói
para o povo negro brasileiro. O Dia da Consciência Negra é um dia de luta pela igualdade racial.
No Brasil, a história da consciência negra culminou na criação do Dia Nacional da Consciência Negra, uma data que celebra a
negritude e a luta da população preta de nosso país. No entanto, a história por trás disso é mais longa. Ainda no século XIX,
negros alforriados e seus filhos, muitos dos quais tiveram a oportunidade de estudar (como o advogado e jornalista Luiz Gama,
o patrono da abolição da escravatura no Brasil), impulsionaram o movimento abolicionista, que advogava pelo fim da escravidão
em nosso país. Intelectuais e políticos brancos também endossaram o movimento. No dia 13 de maio de 1888, não
conseguindo mais resistir à pressão interna do movimento abolicionista e nem à pressão externa promovida principalmente pela
Inglaterra, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, abolindo a escravatura em nosso país. A trajetória dos ex-escravos libertos
não foi fácil. Eles não tiveram direito à terra nem a qualquer tipo de indenização. Começaram a viver à margem da sociedade,
iniciando a difícil trajetória da população preta após a abolição em nosso país. Mesmo compondo uma comunidade em sua
maioria pobre e marginalizada, a cultura negra, com suas ricas raízes africanas, continuou se desenvolvendo. Em 1988 foi
promulgada a atual Constituição Federal de nosso país, apelidada pelo deputado Ulysses Guimarães como Constituição
Cidadã. Ela recebeu esse apelido por ser resultado de consulta a populares de vários setores da sociedade, representados por
deputados e por movimentos sociais que puderam participar das sessões de criação e votação do texto constitucional. Um dos
princípios estabelecidos na constituição é a igualdade e o veto à discriminação por qualquer motivo, inclusive racial. Em 1989 foi
promulgada a Lei n.º 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que dispõe contra o preconceito racial, tornando a discriminação racial, de
cor, de religião ou nacionalidade um crime passível de punição penal, Entre embates judiciais, leis e a luta dos movimentos, o
sentimento de empoderamento e a necessidade de se celebrar a africanidade cresciam cada vez mais, aumentando a
necessidade de se criar uma lei que determinasse a data proposta na década de 1970 como uma data comemorativa.
- Consciência negra e o Zumbi dos Palmares - Zumbi dos Palmares é tido como uma das maiores personalidades
representativas da força e da luta da população negra em nosso país. Muito pouco se sabe sobre a história de Zumbi, inclusive
muitos dados são apontados como lendas. No entanto, a representatividade de Zumbi coloca-o como um herói e une a
comunidade negra em prol da defesa de seus valores e de sua cultura.
1. Por que o termo Consciência negra ganhou notoriedade na década de 1970, no Brasil?
2. A que se refere o termo Consciência negra?
3. O que a Consciência negra simboliza?
4. O que significa a expressão Consciência Negra?
5. O Dia da Consciência Negra é comemorado em todo território nacional. Como esta data foi escolhida?
6. Qual é a importância da celebração do dia da Consciência Negra?
7. Quando foi estabelecida a data com a lei do Dia da Consciência Negra? No governo de qual presidente
a lei foi sancionada?
8. Em quais estados o Dia da Consciência Negra é feriado?
9. Os primeiros africanos trazidos para o Brasil não se caracterizavam pela cor e sim pela etnia. Quais?
10. Sobre o texto, complete:
Os primeiros ____________trazidos para o Brasil como _____________chegaram aqui em ___________ e o fim
do _____________ negreiro deu-se em_________, pela Lei ____________________. Após a _________formal
da escravidão no dia 13 de maio de 1888, a busca pela ____________por __________dos negros jamais
cessou. A ____________, sentida em todas as áreas, tornou o negro _____________da sociedade, da
______________e consequentemente, do mercado de _____________. Essa _______, através de muita ____,
foi aos poucos se diminuindo e o negro foi encontrando lugar nos _______e ____, mas não tinha acesso à
__________, por exemplo. Deste modo, era preciso um dia para lembrar desta manifestação constante que os
negros realizam para serem _________da mesma forma que os brancos no Brasil.
11. Por que foi criado um dia comemorativo da Consciência Negra?
12. Qual o objetivo de um dia comemorativo da Consciência Negra?
13. O que é quilombo?
14. Que feito de Zumbi é relatado no texto?
15. Por que da escravidão, Zumbi só conhecia as terríveis histórias que os mais velhos estavam sempre contando?
16. Que histórias sobre a escravidão eram contadas para Zumbi?
17. Qual é a localização do quilombo de Palmares?
18. Como Zumbi foi morto?
19. O que aconteceu com Zumbi depois de sua morte?
20. Copie o trecho que mostra que os negros não se intimidaram com o que fizeram com Zumbi.
21. No Brasil, a história da consciência negra culminou na criação do Dia Nacional da Consciência Negra.
O que é celebrado nesta data?
22. Como começou a luta pela abolição da escravatura no Brasil?
23. Quando e como teve fim a escravidão negra no Brasil?
24. Como passou a ser a vida dos recém-libertos no Brasil?
25. Em 1988 foi promulgada a atual Constituição Federal de nosso país. Por que ela foi apelidada de como
Constituição Cidadã?
26. Copie o trecho do texto que fala que a constituição brasileira estabelecia o direito à igualdade.
27. Copie o trecho do texto que fala da criminalização da discriminação racial.
28. Qual é a importância da representatividade de Zumbi?

29. Qual é a intenção do cartaz acima? 30. Qual é o sonho de Nelson Mandela? 31. Qual é a intenção do cartaz acima?

32. Qual é a intenção do cartaz acima? 33. Interprete a imagem acima. 34. Interprete a imagem acima. 35.Interprete a imagem acima.
1. Por causa da luta de movimentos sociais que atuavam pela igualdade racial, como o Movimento Negro Unido.
2. O termo é uma referência e uma homenagem à cultura ancestral do povo de origem africana, que foi trazido à força e
duramente escravizado por séculos no Brasil.
3. É o símbolo da luta, da resistência e a consciência de que a negritude não é inferior e que o negro tem seu valor e seu lugar na
sociedade.
4. A Consciência Negra é uma expressão que designa a percepção histórica e cultural que os negros têm de si mesmos. Também
representa a luta dos negros contra a discriminação racial e a desigualdade social.
5. Esta data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro Zumbi, que lutou contra a escravidão no nordeste. 6. A
celebração relembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade. Afinal, as gerações de afro-brasileiros que
sucederam a época de escravidão sofreram (e ainda sofrem) diversos níveis de preconceito.
7. A data foi estabelecida pelo projeto Lei n.º 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. No entanto, somente em 2011 a lei foi
sancionada (Lei 12.519/2011) pela então presidente Dilma Rousseff.
8. Rio de Janeiro, Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.
9. As diversas nações africanas não se reconheciam como negros, e sim como Bantos, Haúças, Niams, Fulas, Kanembus, etc.
10. africanos /escravos/1532 /tráfico/ 1850 / Eusébio de Queiroz/ abolição igualdade direitos discriminação excluído educação
trabalho exclusão luta esportes artes universidade aceitos
11. É uma forma de lembrar a importância de valorizar um povo que contribuiu para o desenvolvimento da cultura brasileira.
12. Além disso, tem o intuito de conscientizar a população para a importância desse povo na formação social, histórica e cultural
de nosso país.
13. Povoado formado por escravos fugidos
14. Zumbi dos Palmares, nascido livre num quilombo lutou até a morte para defender seu povo contra a escravidão.
15. Porque ele nasceu livre.
16. Eles lembravam a morte no porão dos navios, a escuridão das senzalas, o trabalho forçado e os castigos sofridos.
17. O Quilombo dos Palmares estava situado numa longa faixa de terra de 200 quilômetros de largura. Estava paralelo à costa,
situado entre o cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, e a parte norte do curso superior do rio São Francisco, hoje no estado
de Alagoas.
18. Numa das batalhas entre os colonos portugueses e o Quilombo, Zumbi foi morto.
19. Como era costume na época, seu corpo ficou exposto em praça pública para servir de exemplo para que ninguém tentasse ir
contra os colonizadores.
20. Mesmo assim, seu exemplo de luta foi passando de geração e ele acabou sendo escolhido como herói para o povo negro
brasileiro. O Dia da Consciência Negra é também um dia de luta pela igualdade racial.
21. Celebra a negritude e a luta da população preta de nosso país.
22. Ainda no século XIX, negros alforriados e seus filhos, muitos dos quais tiveram a oportunidade de estudar (como o advogado e
jornalista Luiz Gama, o patrono da abolição da escravatura no Brasil), impulsionaram o movimento abolicionista, que advogava
pelo fim da escravidão em nosso país. Intelectuais e políticos brancos também endossaram o movimento.
23. No dia 13 de maio de 1888, não conseguindo mais resistir à pressão interna do movimento abolicionista e nem à pressão
externa promovida principalmente pela Inglaterra, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, abolindo a escravatura em nosso país.
24. A trajetória dos ex-escravos libertos não foi fácil. Eles não tiveram direito à terra nem a qualquer tipo de indenização.
Começaram a viver à margem da sociedade, iniciando a difícil trajetória da população preta após a abolição em nosso país.
25. Ela recebeu esse apelido por ser resultado de uma intensa consulta popular de vários setores da sociedade, representados
por deputados e por movimentos sociais que puderam participar das sessões de criação e votação do texto constitucional.
26. Um dos princípios estabelecidos na constituição é a igualdade e o veto à discriminação por qualquer motivo, inclusive racial.
27. Em 1989 foi promulgada a Lei n.º 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que dispõe contra o preconceito racial, tornando a
discriminação racial, de cor, de religião ou nacionalidade um crime passível de punição penal,
28. Coloca-o como um herói e une a comunidade negra em prol da defesa de seus valores e de sua cultura.
29. Dizer que a cor da pele não influencia em caráter.
30. Que todos vivam como irmãos.
31. mostrar que brancos e negros sao iguais e que o problema sao os racistas.
32. Mostrar que brancos e negros da atualidade não tem culpa do passado, mas vivem com as sequelas do passado.
33. As pessoas pouco inteligentes é que são racistas.
34. O importante é lutar pela igualdade
35. Só nao respeita o dia da consciência negra quem nao sabe o que é ser escravizado.
Interprete as imagens acima e produza um texto de conscientização:
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

Você também pode gostar