Você está na página 1de 13

1

Ligação Química/11ª Classe


LIGAÇÃO QUÍMICA: é a força ou energia que mantém os átomos unidos entre si e em seus estados
combinados.

ESTRUTURA DE LEWIS
Quando átomos interagem para formar uma ligação, apenas as suas camadas mais externas entram em
contacto. Para ressaltar a camada mais externa ou camada de valência de electrões usa-se a Estrutura de
Lewis
Na construção da estrutura de Lewis para um dado elemento, deve-se escrever o seu símbolo cercado por
pontos ( ou de x ou círculos), correspondentes ao número de electrões de valência do átomo.

REGRA DE OCTECTO
Esta regra afirma que os átomos ganham, perdem ou compartilham electrões, de tal maneira que a sua
camada de valência fique sempre com oito electrões .
Esta teoria surge pelo facto da estrutura electronica dos gases nobres possuirem estabilidade (8 electrões na
sua última camada ou 2 electrões apenas na camada K) e a tendência dos átomos para atingir este arranjo
electronico constitui a chamada regra de octecto.

TIPOS DE LIGAÇÃO QUÍMICA


Ligações Intramoleculares (dentro da molécula)
Ligações Intermoleculares (entre moléculas)

I. Forças ou ligações Intramoleculares (dentro da molécula) – aquela que une os átomos. Podem ser:
- Covalente
- Iónica
- Metálica

1. Ligacao Covalente - é aquela que resulta do compartilhamento dos electrões entre átomos.
Ela ocorre entre átomos ametálicos, geralmente com diferença de electronegatividade menor que 1,7 (ΔEN
< 1,7).
Ligação covalente = ametal + ametal

É subdividida em:

a) Ligação Covalente Apolar – é aquela que ocorre entre átomos ametálicos do mesmo elemento, com
ΔEN = 0. O par de electrões compartilhados distribui se simetricamente entre os dois átomos.
Exs: H2, O2, N2, …

H2 1H 1s1 ΔEN = 2,1 – 2,1 = 0

O2 8O 1s2 2s2 2p4 ΔEN = 3,5 – 3,5 = 0


2

N2 7N 1s2 2s2 2p3 ΔEN = 3 – 3 = 0

b) Ligação Covalente Polar – é aquela que ocorre entre átomos ametálicos de diferentes elementos, com 0
< ΔEN < 1,7. O par de electrões compartilhados desloca se parcialmente para o elemento mais
electronegativo, formando uma carga parcial positiva no elemento menos electronegativo.
Exs: H2O, CO2…

H2 O 1H 1s1 8O 1s2 2s2 2p4 ΔEN = 3,5 – 2,1 = 1,4

CO2 6C 1s2 2s2 2p2 8O 1s2 2s2 2p4 ΔEN = 3,5 – 2,6 = 0,9

c) Ligação Covalente Dativa ou Coordenada - é aquela que ocorre a partir de um par de electrões não
compartilhado que pertence a um dos átomos intervenientes.
Na ligação coordenada existe um átomo receptor que recebe um par de electrões e um outro átomo, o
dador ou coordenador, que cede o par de electrões não compartilhados.
Ex: NH4+ 7N 1s2 2s2 2p3 1H 1s
1

NH3 + H+
3

H  H 
H   H H ou NH 4

H N  N
H  H 

*A ligação covalente ocorre nas substancias simples moleculares e nos compostos moleculares ( oxidis
metálicos, ácidos inorgânicos e orgânicos, aminas, amidas, esteres, etc.

Propriedades das substâncias com ligação covalente


- São sólidos, líquidos ou gasosos nas condições ambientais.
- Apresentam baixos pontos de fusão e ebulição em comparação com as substâncias iónicas e metálicas.
- Quando puros, não conduzem eletricidade mas alguns podem conduzir em meio aquoso.
- A maioria são solúveis em solventes orgânicos.
- As forças moleculares são fracas.
- Não formam cristais, excepto o diamante e agrafite.

Redes Molecular e Atómica


Rede molecular – É constituído por moléculas e os átomos estão fortemente unidos por ligação covalente.
Apresntam pontos de fusão e ebulição baixos, são moles, não conduzem a corrente eléctricae são
isoladores.
Exs: água, cânfora, açúcar, óleo, parafina, etc

Rede Atómica – É constituído por átomos e estão ligados entre si através da ligação covalente.
Apresntam pontos de fusão e ebulição muito elevados, são sólidas, durissimos e não voláteis. Não
conduzem a corrente eléctrica excepto a grafite.
Exs: Diamante, grafite, quartzo, carbeto de silício, etc.

Alotropia e amorfia
Alotropia - é o fenómeno que consiste em certas substâncias apresentarem se em formas cristalinas
diferentes, com propriedades físicas e químicas diferentes.
As diferentes formas cristalinas chamam se estados alotrópicos.
Exs: Carbono (Diamante e Grafite)
Oxigénio (Oxigénio molecular e Ozono)
Fósforo (Fósforo branco e Fósforo vermelho)
Enxofre (Enxofre Ortorrômbico e Enxofre Monoclínico)

Amorfia – é a propriedade que uma substância possui em não apresentar rede cristalina, mas que possui
propriedades mecânicas de um sólido.
Sob ponto de vista estrutural, o estado amorfo assemelha-se ao estado líquido e por isso cientificamente, é
considerado como um liquido de viscosidade extremamente elevada. Substâncias amorfas não possuem um
ponto de fusão bem definido. Ao aquecer-se tornam-se cada vez menos viscosas.
Exemplo: Plásticos, vidros, selénio, coque, negro de fumo, etc.
4

2. LIGAÇÃO IÓNICA - é aquela que se estabelece pela atracção entre iões de cargas opostas. Ocorre
entre um metal e um ametal devido a transferência de electrões do metal (mais electropositivo) para um
ametal (mais electronegativo). Assim, forma-se um ião positivo e um ião negativo que se mantém unidos
pela atracção electrostática entre cargas opostas.
A diferença de electronegatividade é que maior ou igual a 1,7 (ΔEN ≥ 1,7).

Metal + Ametal = Ligação Iónica

Exs: KF, MgCl2, CaCl2, NaCl, etc.

NaCl 11Na 1s2 2s2 2p6 3s1 (Na – 1e → Na+) 17Cl 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 (Cl + 1e → Cl-)

Na+ + Cl- → NaCl (ΔEN = 3 – 0,9 = 2,1)

Propriedades das substâncias com ligação iónica


- São formados por iões positivos (catiões) e negativos (aniões).
- São sólidos e não evaporam, isto é, não são voláteis;
- Os compostos iónicos no estado sólido tem uma rede cristalina iónica;
- Os cristais iónicos são maus condutores eléctricos no estado solido, no entanto, quando fundidos ou em
solução aquosa, os iões adquirem uma grande mobilidade e conduzem a corrente eléctrica;
- As temperaturas de fusão e de ebulição são relactivamente elevadas devido as fortes forças electrostáticas
que mantém unidos os iões;
- São substâncias duras, porque as forças que unem os iões na rede são fortes
- São quebradiços e isoladores
Ex: Rede Cristalina de NaCl
5

3. LIGAÇÃO METÁLICA – consiste na interação de electrões livres com o núcleo dos iões positivos.
Ocorre entre os átomos de metais.
Exs: Barra de ferro, fios de cobre, utensílios de alumínio, ligas metálicas, etc.

Propriedades das substâncias com rede metálica


- São formados por iões positivos imersos num mar de electrões;
- São excelentes condutores da corrente eléctrica pois apresentam electrões livres
- São sólidas, a temperatura ambiente, excepto o mercúrio que se encontar no estado liquido.
- Apresentam altos pontos de fusão e ebulição, sendo normalmente insolúveis em solventes usuais;
- Perdem electrões facilmente, tanto através da acção da luz como pela elevação da temperatura;
- O metálicas são bons condutores de calor e da corrente eléctrica.
- São dúcteis, tenazes, maleáveis e apresentam brilho metálico.

Ligas Metálicas – são soluções sólidas (mistura homogênea) que se obtêm por arrefecimento de uma
mistura fundida de um metal com um ou mais elementos metálicos ou ametálicos.

Exs:
Ligas Metálicas Composição Utilização
Aço comum Fe + C Construção de pontes, fogões e geleiras.
Aço Inoxidável Fe + C + Cr + Ni Talheres, peças de carro, brocas, pias de louça, panelas,
fogões, vagões de metro
Bronze Cu + Sn Sinos, estátuas, moedas, vasos
Latão Cu + Zn Tubos, toeneiras, armas, radiadores
Solda Pb + Sn Usado por funileiros e electricista
Magnálio Al + Mg Peças de avião e de automóveis
Amálgama Hg + Ag + Sn Tratamento de obturações
Liga de ouro Au + Cu Fabrico de joias

Fenómenos de forja, soldadura, gripar e cansaço dos metais

Forja dos metais


É a mais antiga técnica de trabalhar os metais, consistindo na moldagem das peças, previamente aquecidas
ao rubro, com golpes de martelo ou por prensagem.
O processo de forjamento pode ser a frio e a quente.
6

Soldadura dos metais


Soldagem de metais é a junção de dois materiais, de mesma composição ou não, de forma permanente, sob
a acção de agentes ou forças em escala atômica.
O cobre e o latão podem ser soldados com estanho ou, para conseguir uma ligação mais resistente, com
prata.
Para fazer pegar o estanho na superfície do metal durante a sodadura, é preciso tratar as superfícies a soldar
com ácido clorídrico. Este elimina a camada de óxido de metal na superfície. O estanho fundido enche
todas as irregularidades das superfícies metálicas a soldar.

Gripar (desgaste) dos metais


O fenómeno gripar ocorre devido ao contacto permanente de metais a altas temperaturas, que dá a origem à
união das redes metálicas.

Cansaço (Fadiga) dos metais


É o fenómeno de enfraquecimento progressivo e localizado como resultado da aplicação de cargas
dinâmicas. A corrosão também acelera o estado de fadiga dos metais.

Metais importantes da indústria Moçambicana (Cu, Au, Ag, Al, Fe, Zn)

Cobre
É um dos metais mais importantes industrialmente, de coloração avermelhada, dúctil, maleável e bom
condutor de eletricidade. A aplicação por excelência do cobre é como material condutor (fios e cabos),
Tubos de condensadores, Motores eléctricos.

Ouro
O ouro e suas diversas ligas metálicas são muito empregados em joalherias, fabricação de moedas
Devido a sua boa condutividade elétrica, resistência a corrosão, e uma boa combinação de propriedades
físicas e químicas, apresenta diversas aplicações industriais.
Como a prata, o ouro pode formar amálgamas com o mercúrio que, algumas vezes, é empregado em
obturações dentárias.

Prata
Usam-se soluções de nitrato de prata no tratamento de irritações de membranas mucosas da boca e
garganta. Algumas proteínas contendo prata são poderosos agentes anti-irritantes das membranas dos
olhos, ouvido, nariz e garganta.

Alumínio
Na fabricação de espelhos de telescópios
Como combustível sólido para foguetes e para a produção de explosivos
Como material estrutural em aviões, barcos, automóveis, tanques, blindagens
Papel de alumínio, latas, janelas, portas, divisórias, grades
Utensílios de cozinha, ferramentas e outros

Ferro
O ferro, atualmente, é utilizado extensivamente para a produção de aço, liga metálica para a produção de
ferramentas, máquinas, veículos de transporte (automóveis, navios, etc), como elemento estrutural de
pontes, edificios, e uma infinidade de outras aplicações.
7

Zinco
Tem aplicação na construção civil, na industria automobilística e de electrodoméstico, na galvanização
como revestimento protector de aços, folhas, chapas, tubos, fios, etc.

Dipolo e Momento dipolar


Quando dois átomos diferentes compartilham electrões, pode se dar o caso que um deles tenha maior força
para atrair os electrões.
Neste caso, diz se que o átomo é mais electronegativo, consequentemente o par de electrões compartilhados
fica mais próximo do elemento mais electronegativo.
Ex: H ----Cl

Neste tipo de ligação, a molécula fica com dois polos eléctricos (dipolo).

Dipolo – é um conjunto de cargas eléctricas iguais e de sinais opostos, separados a uma determinada
distância uma da outra.

A orientação da acção do campo eléctrico nas moléculas pode ser medida por meio de momento dipolar na
molécula.
Momento dipolar (µ) – é o produto da carga (q) pela distância dos centros positivo e negativo.

µ=q.d onde: µ - momento de polar (coulomb ou metro)


q – quantidade de carga positiva (coulomb)
d – distância entre os centros de carga (metro)

- Se µ = 0 – molécula apolar
- Se µ ≠ 0 – molécula polar

Forças ou ligações intermoleculares (entre moléculas) – aquela que une as moléculas.


As substâncias sólidas e líquidas podem condensar - se e vaporizar - se sem decomposição química porque
as forças que unem as moléculas são muito mais fracas em relação as ligações existentes entre os átomos e
iões.
Estas forças são particularmente fracas no caso de compostos covalentes e são responsáveis pelo controle
das propriedades físicas das substâncias moleculares.

Forças ou ligações intermoleculares - são forças de coesão que existe entre as moléculas ou compostos
com ligação covalente.
Podem ser:
- Interação dipolo - dipolo
- Pontes de hidrogénio
- Forcas de London ou de Vander Waals
8

1.Interação dipolo – dipolo


Ocorre num composto polar devido a atração dos polos das suas moléculas. O polo de carga positiva de
uma molécula atrai o polo de carga parcial negativo da outra molécula.
Ex:

2. Ligação por pontes de hidrogénio


Ocorre entre moléculas polares, onde o hidrogénio está ligado a um elemento electronegativo, como O, N e
F.
Ex:

As pontes de hidrogénio são responsáveis pelo facto da água ser liquida a temperatura ambiente:
- A diminuição da temperatura provoca a deformação ou aumento das ligações do hidrogénio.
Ex: No congelamento da água
- O aumento da temperatura provoca a quebra ou diminuição das ligações do hidrogénio.
Ex: Na evaporação da água
9

3. Forças de London ou de Vander Waals


Ocorooooire em moléculas apolares e em átomos isolados.
Ex: H2, Br2, Cl2, I2, etc

Geometria espacial das moléculas


É a forma como os átomos que constituem a molécula se dispõe no espaço.
A geometria espacial das moléculas é determinada pelo átomo central e pelo número de pares de electrões
livres que ocorrem na molécula.

1. Substâncias formadas por dois átomos são sempre lineares:


Exs: N2, HCl, HBr, CO, etc

2. Substâncias formadas por três átomos podem ser lineares ou angulares:

Lineares – quando o átomo central não apresenta pares electrões livres.


Exs: CO2, SiO2, etc.

Angular - quando o átomo central apresenta pares de electrões livres.


Exs: H2O, H2S, SO2, etc.

3. Substâncias formadas por quatro átomos podem ser triangulares plana ou piramidal:

Triangular plana - quando o átomo central não apresenta pares electrões livres.
Exs: BH3, BF3, SO3, etc.

Triangular Piramidal - quando o átomo central apresenta pares de electrões livres.


Exs: NH3, PH3, AsCl3, etc.

4. Substâncias formadas por cinco átomos podem ser tetraédricas: o átomo central não apresenta pares
electrões livres.
Exs: CH4, CCl4, NH4+, etc.
10
11

Exercício
1. Qual é a afirmação INCORRECTA.
A Na ligação covalente dactiva o par electrónico provém do único átomo.
B Ligação iónica ocorre por transferência de electrões entre metal e ametal e atracção dos iões.
C Numa ligação covalente polar o par electrónico é atraído pelo elemento menos electronegativo.
D Ligação covalente apolar ocorre entre átomos de ametais com mesmo valor de electronegatividade.

2. Para o estabelecimento de uma ligação covalente dactiva ou coordenada, é necessário…


A que todos os átomos sejam de diferença de electronegatividade.
B. que os átomos que participam na ligação sejam ametais de valências iguais.
C que um átomo tenha pares de electrões livres e o outro, necessite de electrões.
D que os átomos tenham a distribuição electrónica segundo o modelo mecânico - quântico.

3. Indique o tipo de ligação química que apresentam as seguintes substâncias, com base na sua
constituição: a) NaF; b) Diamante; c) Latão; d) Solda; e) NH3; f) KBr; g) SO2; h) HBr; i) Bronze

4. Com base na estrutura de Lewis, represente as ligações que existem nas seguintes substâncias:
a) H2; b) CO2; c) Cl2; d); CH4; e)NH3; f) HF; g) H2S; h) SO3 ; i) COCl2 ; j) H2SO4; k) HNO2;
l) HNO3; m) H3PO4

5. Dadas as seguintes moléculas: 1.CHCl3 2 O2 3. SO2 4. Br2 5. NH3


A ligação covalente apolar é representada por…
A 1 e 3. B 3 e 4. C 2 e 5. D 2 e 4.

6. Qual das substâncias tem carácter polar mais acentuado?


A HCl B HI C HBr D HF

7. As substâncias moleculares são caracterizadas por um determinado tipo de ligação química entre átomos
que os formam. A ligação típica nessas substâncias é...
A coordenada. B covalente. C iónica. D metálica.

8. Qual das espécies possui a ligação covalente dactiva?


A KBr B H2O C NH4+ D O2

9. A ligação que resulta da transferência de electrões de valência de um átomo para a camada de valência
de outro chama – se...
A ligação covalente. B ligação dactiva. C ligação iónica. D ligação metálica.

10. A ligação química que se estabelece entre o elemento de Z = 35 e de Z = 20 é...


A covalente apolar B iónica C covalente polar D metálica

11. A ligação química entre o elemento de átomo de número atómico 17 e o de número atómico 19 é do
tipo...
A de Van der Waals. B covalente. C iónica. D metálica.

12. Os elementos X e Y são do mesmo periodo da tabela periódica. Eles tem 2 e 5 electrões de valência.
Qual é a fórmula do composto formado?
A X2Y3 B X2Y5 C X3Y2 D X5Y2
12

13. Considere dois elementos X e Y, com numero atómico 20 e 17. A formula e o tipo de ligação do
composto formado, são respectivamente…
A X2Y – ligacao iónica B XY2 – ligacao iónica
C X2Y – ligacao covalente D XY2 – ligacao covalente

14. Qual é a fórmula do composto formado pelo elemento X, cujo subnível mais energético é 3p4, e o
elemento Y, que é do grupo IA e 2º período?
A Y4X B XY C Y2 X D X2Y3

15. Dados os números quânticos para o último electrão do subnível mais energéticos dos átomos X e Y.
X: n = 3; l = 1; m = -1; s = +1/2 Y: n = 2; l = 1; m = -1; s = -1/2
Qual é a fórmula do composto formado pelo elemento X e o elemento Y?
A XY3 B XY C X2Y D X2Y3

16. Um elemento químico A, de número atômico 11, um elemento químico B, de número atômico 8, e um
elemento químico C, de número atômico 1, combinam-se formando o composto ABC. As ligações entre A
e B e entre B e C, no composto, são respectivamente:
A covalente, covalente; B iônica, iônica; C iônica, covalente; D covalente, dativa;

17. Das substâncias abaixo apresentadas, possui maior carácter iónico…


A NaF. B KF. C CsF. D LiF.

18. Caracterize os compostos que apresentam ligações covalente, iónica e metálica.

19. Considere as substâncias: HCl, NaCl, NH3 e C(diamante). Qual deles apresenta maior ponto de fusão?
A HCl B Cdiamante C NaCl D NH3

20. Considere as seguintes substâncias: Ag, Fe, Br, F2, H2, HF, CaCl2, HCl, NH3, H2O, KBr, NaF.
a) Quais delas são, certamente, sólidas nas condições normais (25o)?
b) Quais delas conduzem corrente eléctrica no estado sólido?
c) Quais delas não conduzem corrente eléctrica no estado sólido,mas conduzem se forem fundidas?

21. Uma substância “A” conduz corrente eléctrica na solução aquosa. Outra substância “B”, conduz
corrente no estado sólido, e uma terceira, “C”, nunca conduz corrente eléctrica. O tipo de ligação química
existente nessas substâncias é respectivamente:
A Iónica; Metálica; Covalente polar B Metálica; Iónica; Covalente apolar
C Covalente polar; Iónica; Covalente apolar D Iónica, Metálica; Covalente apolar

22. Considerem-se 2 compostos E e F, sendo o 1º molecular, e 2º iónico. Pode – se afirmar que...


A os dois quando fundidos, sempre conduzem corrente eléctrica.
B no composto F, podem ocorrer ligações covalentes entre seus átomos.
C os dois quando em solução aquosa, sempre conduzem a corrente eléctrica.
D somente E pode conduzir electricidade, quando ambos estão em solução aquosa.

23. NaCl, HCl e Cl2 são respectivamente...


A composto iónico, composto iónico e molecula polar.
B molecula não polar, composto iónico e molecula polar.
13

C composto iónico, molecula polar e molecula não polar.


D composto iónico, molecula não polar e molecula não polar.

24. Qual das seguintes afirmações está correcta?


A O C e o O2 são substâncias metálicas. B O C6H12O6 e o NaCl são substâncias iónicas.
C O CaO e o Na2SO4 são substâncias iónicas. D O NaCl e o HCl são substâncias moleculares.

25. Indique a composição química das seguintes ligas metálicas:


a) Bronze ; b) Latão ; c) Aço comum; d) Aço inoxidável

26. O bronze é uma liga metálica utilizada para….


A sinos, moedas e estátuas. C sinos, moedas e tubos.
B radiadores, armas e cartuchos. D torneiras, estátuas e brocas.

27. Durante a evaporação do bromo (Br2), quebram – se as ligações...


A covalente (atómicas) B intermoleculares. C intramoleculares. D iónicas.

28. A ruptura de ligações por pontes de hidrogénio ocorre quando…


A a água liquida se evapora. B o vapor de água se condensa.
C a água gasosa é decomposta em hidrogénio. D o hidrogénio liquido se vaporiza.

29. No processo de ebulição da água são quebradas…


A só as ligações covalentes polares nas moléculas da água.
B só as forças de Van der Walls entre as moléculas da água.
C as forças pontes de hidrogénio entre as moléculas da água.
D as ligações covalentes nas moléculas de água e as pontes de H.

30. Quando a água congela ocorre...


A redução de ligações inter - moleculares. B redução de ligações intra – moleculares.
C aumento de ligações inter - moleculares. D aumento de ligações intra – moleculares.

31.A geometria espacial das moléculas CO2, H2S, PH3, NH4+ e BH3 é respectivamente…
A triangular plana, angular, piramidal, tetraédrica e linear.
B piramidal, angular, tetraédrica, triangular plana e linear.
C tetraédrica, angular, piramidal, linear e triangular plana.
D linear, angular, piramidal, tetraédrica e triangular plana.

32. A geometria espacial das moléculas: BH3, H2O, AsCl3, CCl4 e N2 é respectivamente…
A linear, angular, tetraédrica, piramidal, triangular plana.
B piramidal, angular tetraédrica, triangular plana, linear.
C tetraédrica, angular, piramidal, linear e triangular plana.
D triangular plana, angular, piramidal, tetraédrica e linear.

Fim

Você também pode gostar