Você está na página 1de 4

Hoje, o 

Diálogo Diário de Segurança – DDS é sobre os produtos químicos que devem ser utilizados com
bastante atenção e segurança.vgvgg

Os produtos químicos fazem parte do nosso dia-a-dia. Em casa, no trabalho, na rua. Estão presentes em

todos os lugares. E com eles, também o risco de intoxicação, de queimaduras, etc.A utilização segura de

produtos químicos é indispensável para a saúde e segurança do trabalhador. Isso acontece quando há

conhecimento sobre o produto que está sendo manipulado. Conhecer o grau de periculosidade da

substância e como utilizá-lo com segurança é premissa básica para reduzir riscos.

Produtos perigosos devem conter informações nos rótulos e na Ficha de Informação de Segurança de

Produto Químicos – FISPQ.

Eles podem ser voláteis, tóxicos, corrosivos, inflamáveis, explosivos e peroxidáveis, separadamente ou

tendo estas características combinadas. São essas informações que nortearão as medidas de gestão de

riscos a serem implantados nas empresas. Alguns produtos químicos são perigosos e devem ser

manuseados com cuidado.

Produtos Químicos: Qual é a atitude segura?

Conheça os Rótulos – O símbolo de perigo na embalagem é um alerta importante. Geralmente ele está
próximo das informações sobre os efeitos nocivos do produto.
Utilize produtos mais seguros – Cada vez mais a indústria vem buscando produtos químicos mais
seguros. Procure conhecê-los e buscar alternativas para os que utilizam.
Siga protocolo de segurança – Siga as recomendações fornecidas na embalagem do produto químico e
também as recomendações dadas pela equipe de segurança do trabalho.
Cuide com o Armazenamento – O local de armazenagem deve dar prioridade à segurança, com
ambiente amplo, bem ventilado, preferencialmente com prateleiras largas e seguras, bem fixas nas paredes
ou no solo. O local precisa ter duas saídas. As instalações elétricas devem ser à prova de explosão, chamas
e faíscas. A iluminação deve ficar pelo menos dois metros distante dos produtos. Improvisações devem ser
evitadas. É importante também respeitar a separação por famílias (ou tipos de produtos) e deixar os
diferentes tipos com distância mínima de um metro entre si.
Identifique os Produtos – Todos os produtos químicos precisam estar identificados. Aqueles que por
ventura não estejam, não devem ser colocados no mesmo ambiente. Isso também evita o risco de
contaminação e incompatibilidade entre produtos.
Realize o Descarte Correto – Produtos químicos vencidos devem ser descartados de forma correta,
cuidando especialmente para que as embalagens não sofram danos. Isso evita vazamento e contaminação.
O que fazer em caso de acidente?Os primeiros cuidados a serem tomados em caso de acidente com
produtos químicos é a identificação do produto químico para poder proceder com a neutralização do
produto.Nesse momento é importantíssima a utilização de equipamentos de segurança. Lembre-se também
da possibilidade de geração de vapores e gases tóxicos que possam provocar novo acidente.Comunique
imediatamente a equipe de Segurança do Trabalho e acione o serviço de emergência, caso necessário. Em
caso de contaminação da pele, olhos ou inalação procure assistência médica. Em caso de inconsciência, a
vítima deve ser levada a uma área ventilada e a equipe médica acionada para avaliar a situação.

O cuidado começa quando o produto chega à empresa. A prevenção é o melhor remédio!


Armários

24.4.4 É admitido o uso rotativo de armários simples entre usuários, exceto nos casos em que estes sejam
utilizados para a guarda de Equipamentos de Proteção Individual - EPI e de vestimentas expostas a material
infectante, substâncias tóxicas, irritantes ou que provoquem sujidade.
24.4.5 Nas atividades laborais em que haja exposição e manuseio de material infectante, substâncias
tóxicas, irritantes ou aerodispersóides, bem como naquelas em que haja contato com substâncias que
provoquem deposição de poeiras que impregnem a pele e as roupas do trabalhador devem ser fornecidos
armários de compartimentos duplos ou dois armários simples.
24.4.5.1 Ficam dispensadas de disponibilizar 2 (dois) armários simples ou armário duplo as organizações
que promovam a higienização diária de vestimentas ou que forneçam vestimentas descartáveis, assegurada
a disponibilização de 1 (um) armário simples para guarda de roupas comuns de uso pessoal do trabalhador.
24.4.6 Os armários simples devem ter tamanho suficiente para que o trabalhador guarde suas roupas Este
texto não substitui o publicado no DOU e acessórios de uso pessoal, não sendo admitidas dimensões
inferiores a: 0,40m (quarenta centímetros) de altura, 0,30m (trinta centímetros) de largura e 0,40m (quarenta
centímetros) de profundidade.
24.4.6.1 Nos armários de compartimentos duplos, não são admitidas dimensões inferiores a: a) 0,80m
(oitenta centímetros) de altura por 0,30m (trinta centímetros) de largura e 0,40m (quarenta centímetros) de
profundidade, com separação ou prateleira, de modo que um compartimento, com a altura de 0,40m
(quarenta centímetros), se destine a abrigar a roupa de uso comum e o outro compartimento, com altura de
0,40m (quarenta centímetros) a guardar a roupa de trabalho; ou b) 0,80m (oitenta centímetros) de altura por
0,50m (cinquenta centímetros) de largura e 0,40m (quarenta centímetros) de profundidade, com divisão no
sentido vertical, de forma que os compartimentos, com largura de 0,25m (vinte e cinco centímetros),
estabeleçam, rigorosamente, o isolamento das roupas de uso comum e de trabalho.
24.4.7 As empresas que oferecerem serviços de guarda volume para a guarda de roupas e acessórios
pessoais dos trabalhadores estão dispensadas de fornecer armários.
24.4.8 Nas empresas desobrigadas de manter vestiário, deve ser garantido o fornecimento de escaninho,
gaveta com tranca ou similar que permita a guarda individual de pertences pessoais dos trabalhadores ou
serviço de guarda-volume
NR 24: Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho
Sabemos que as condições de trabalho são fundamentais para proporcionar qualidade de vida ao
trabalhador e claro, garantir a saúde e segurança do trabalho. Por isso, hoje vamos falar sobre a
NR 24 – Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho que trata sobre as
instalações elétricas, vestiários, refeitórios e todas as questões pertinentes sobre higiene e
conforto.O trabalhador está exposto a diversos riscos durante a jornada de trabalho, a missão da
segurança do trabalho é eliminar ou reduzir esses riscos com as medidas de proteção adequadas
para cada ambiente de trabalho. Por isso, as NRs têm um papel fundamental na hora de adotar as
medidas de segurança. Atualmente, estão em vigor 36 normas regulamentadoras. Elas
regularizam as medidas relativas à medicina, higiene e segurança do trabalho.Conforme falamos
acima, a NR 24 estabelece as condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho.
Garantir um ambiente higiênico e com boas condições de trabalho promovem a saúde do
trabalhador. Este é o principal objetivo da norma. Vamos ver os assuntos que ela aborda:

 Instalações sanitárias
 Vestiários
 Refeitórios
 Cozinhas
 Alojamento
 Condições de higiene e conforto por ocasião das refeições
 Disposições gerais
Vestiários
Assim como nas instalações sanitárias, os vestiários também devem cumprir as especificações da
construção do local. É obrigatório o vestiário para os estabelecimentos industriais ou nos trabalhos
com atividades que exija troca de roupas ou uso de uniforme profissional.
Refeitórios
Diversas empresas possuem este espaço para os trabalhadores. Mas, quando é obrigatório ter o
refeitório? De acordo com a NR 24, todos os estabelecimentos com mais de 300 colaboradores
devem ter refeitório. As condições de conforto deverão seguir alguns requisitos mínimos
estabelecidos pelo MTE, como:
a) local adequado, fora da área de trabalho;
b) piso lavável;
c) limpeza, arejamento e boa iluminação;
d) mesas e assentos em número correspondente ao de usuários;
e) lavatórios e pias instalados nas proximidades ou no próprio local;
f) fornecimento de água potável aos empregados;
g) estufa, fogão ou similar, para aquecer as refeições.
Cozinhas
As cozinhas deverão ficar próximas ao refeitório. De acordo com esta NR, as áreas para cozinha e
depósito de alimentos deverão ser de 35% e 20% da área do refeitório. Além de todas as
condições de uso, como boa iluminação, tratamento de lixo, lavatório com água corrente, entre
outras especificações que você pode conferir no item 24.4 da NR 24.
Condições de higiene e conforto por ocasião das refeições
Por fim, a NR 24 também estabelece os conforto e higiene dos locais para o trabalhador realizar
as refeições em boas condições. Além de oferecer um espaço adequado para realizar as
refeições, o empregador deverá orientar os trabalhadores sobre a importância de hábitos
saudáveis e refeições adequadas no dia a dia.

Você também pode gostar