Você está na página 1de 2

Ramon de Matos Francisco Filho – Farmácia 10º Período.

Caso: A VIA SACRA DOS USUÁRIOS DO SUS: ESTUDO DE CASO

1-Diante do Caso em questão, quais foram os principais problemas na Atenção à

Saúde?

Falta do profissional farmacêutico atuante na UBS, para dispensação de medicamentos.

Paciente alega ter interrompido o seu tratamento há 15 dias devido a dificuldades de


adquirir os medicamentos na UBS pelo programa Farmácia popular.

Paciente alega não ter condições financeiras para comprar o medicamento.

Demora no atendimento Hospitalar, nos resultados de exame e no encaminhamento.

Novos medicamentos prescritos pelo Médico endocrinologista não fazem parte do programa
Farmácia Popular, e são de custos elevados e sua não adesão devido a condição financeira.

Não houve nenhuma avaliação do médico quanto a necessidade de internação mesmo o


paciente apresentando complicações de saúde devido ao abandono do tratamento.

2- Com um olhar de Gestor em Saúde, tendo como base um planejamento


estratégico quais as soluções para resolver este problema?

Contratação de equipe de farmacêuticos para atendimento de dispensação nas UBS.


Expansão do programa Farmácia Popular em farmácias comerciais da região.
Oferecer o vale-transporte em papel, se necessário para locomoção até a farmácia.
Implantação de laboratórios dentro do Hospital Público, ou terceirização próxima.
Avaliar e o número de equipe de Médicos e Enfermeiros plantonista atuante.
Realizar treinamento quanto a conduta de atendimentos emergenciais e a avaliação das
condições do paciente quanto a necessidade de internação e da medicação hospitalar.
Orientação e treinamento entre o corpo clínico quanto a importância da prescrição de
medicamentos que fazem parte de programas de dispensação gratuita disponível nas UBS.

Caso: “Consultório nas redes sociais: como usar essas ferramentas para atrair, reter e
fidelizar os pacientes?”

1. Qual sua visão sobre o atendimento e a divulgação de serviços de saúde via redes

sociais e em diversas plataformas na internet. A tecnologia e o mundo virtual auxiliam

na solução de problemas de saúde? (1,0pts)

A tecnologia e o mundo virtual são ferramentas que complementam a assistência à saúde,


Apesar de não serem obrigatórios, e um meio amplo de comunicação que está implantado
no dia a dia do público brasileiro, este número de usuários e grande e segue em constante
expansão tornando-se uma ferramenta de uso essencial para comunicação, propaganda e
divulgação seja ela de produtos ou serviços a seus públicos correspondentes por meio da
inteligência artificial e da coleta de informações cadastrais ou das buscas de seus usuários.

No acompanhamento a saúde torna-se um meio essencial para acompanhar os


acontecimentos pois trata-se de um canal de comunicação direto para com seu público-alvo
e o simples fato de estar presente na rede social demonstra o interesse em se aproximar e
comunicar com o leitor sobre informações ou serviços oferecidos, o que contribui para
construção de uma imagem de credibilidade e a qualificação de seus serviços.

O objetivo da atuação em redes, varia de acordo com o seu planejamento estratégico, pois
além de ofertar produtos e serviços também e uma oportunidade em oferecer conteúdo
relevantes para a aquisição ou fidelização de pacientes ou profissionais parceiros, também
serve como canais de atendimento e oferecem dicas sobre auto-cuidado e qualidade de vida,
doenças e tratamentos incentivando também a importância sobre a auto avaliação.

2. Alguns estudiosos principalmente em tempos de pandemia e algumas frentes de


trabalho estão incentivando a consulta online e atendimento virtual do médico com seu
paciente. Quais pontos positivos e negativos deste modelo. Você é a favor? (1,0pts)

Sou a favor do atendimento virtual para o acompanhamento ou retorno do atendimento


presencial.

PONTO NEGATIVO: o médico dificilmente poderá avaliar as condições físicas e motoras do


paciente podendo apenas confiar no relato do mesmo sobre suas condições vitais, e outras
avaliações que devem ser avaliadas por profissionais capacitados ex. P.A, e O2, etc.

PONTO POSITIVO: o paciente e atendido virtualmente na comodidade da sua residência não


necessitando se locomover ao local o que pode comprometer a segurança caso contamine o
ambiente ambulatorial, seu atendimento torna-se rápido e prático pois geralmente
dependem do acompanhamento de resultados clínicos ou laboratoriais para continuação.

Você também pode gostar