Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

CENTRO DE CIÊNCIAS
DEPARTAMENTO DE FÍSICA
LABORATÓRIO DE FÍSICA EXPERIMENTAL PARA ENGENHARIA
SEMESTRE 2021.2

PRÁTICA 07 -DILATAÇÃO TÉRMICA

ALUNO: YURI FERREIRA ROCHA LIMA


MATRÍCULA: 509683
CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA
TURMA: 22
PROFESSOR:JOSÉ ORLANDO DOS SANTOS MIRANDA
1. OBJETIVO

-Estudar a dilatação térmica em função da temperatura.


-Determinar o coeficiente de dilatação linear de sólidos.
-Verificar o comportamento de uma lâmina bimetálica.

2. MATERIAIS

-Filme sobre o comportamento de uma lâmina bimetálica ao ser aquecida:


https://www.youtube.com/watch?v=5FeNbSG9sDE
-Animação para exercitar a leitura de um relógio comparador:
https://www.stefanelli.eng.br/relogio-comparador-virtual-simulador-milimetro/
-Link para a simulação para a realização dessa prática:
https://www.laboratoriovirtual.fisica.ufc.br/dilatacao-termica

3. INTRODUÇÃO
De acordo com o site educacional Brasil Escola, a dilatação térmica é um fenômeno físico
provocado no momento em que um corpo ou líquido entra em contato com uma fonte de calor
ocasionando um aumento de temperatura e consequentemente uma agitação nas moléculas,
fazendo-as movimentar em um espaço maior presente em qualquer corpo que tenha medidas de
largura, altura e profundidade.
“Um corpo ou uma substância ao absorver calor, aumenta sua energia interna
consequentemente aumenta sua temperatura. As moléculas que formam o corpo ou substâncias
aumentam seu grau vibracional ocupando um volume maior.” (DIAS,2021)
No processo de dilatação térmica dos líquidos, só é possível calcular a dilatação linear
ou a dilatação superficial, pois o corpo líquido não tem forma própria, por isso assume a forma
do recipiente em que se encontra. Os corpos que se encontram em estado líquido tendem a
aumentar de volume de forma muito rápida, praticamente no mesmo instante em que aumentam
de temperatura. Em razão disso, apenas a dilatação volumétrica dos corpos líquidos pode ser
calculada. (SILVA,2021)
A dilatação térmica pode provocar consequências positivas ou negativas no cotidiano da
sociedade humana, nesse contexto, o dilatômetro é o instrumento usado para medir o coeficiente
de dilatação linear, afim de uma noção mais aprofundada em certos casos.
Consta de uma base, duas hastes fixadas na base sobre as quais se apoia o tubo oco do

2
material cujo coeficiente de dilatação se pretende determinar. Uma terceira haste, também fixa
na base, serve de sustentação para o relógio comparador que deve ser fixado tocando a
extremidade do tubo . (DIAS,2021)
Sabemos que a dilatação ∆L é dada por:
∆𝐿 = 𝑎𝐿𝑜∆𝑇
(7.1)
α = é o coeficiente de dilatação linear do material.
L0 = é o comprimento do tubo, à temperatura inicial.
∆T = é a variação de temperatura do tubo.
Assim, a expressão do coeficiente de dilatação linear (α) procurado será:
𝑎 = ∆𝐿 ÷ 𝐿𝑜∆𝑇
(7.2)

4.PROCEDIMENTO 1
A prática sobre dilatação térmica foi disponibilizada para os alunos por meio da plataforma
classroom, para a realização do experimento virtual sobre DILATAÇÃO TÉRMICA foi
acessado à simulação: https://www.laboratoriovirtual.fisica.ufc.br/dilatacao-termica
Por meio do link acessamos um simulador de um dilatometro composto por tubos de
determinados matérias, como vidro, aço, alumínio e outros, e também um relógio, um banho
térmico comparador e uma régua disponível para o experimento.
Assim, precisamos analisar a dilatação dos materiais pedidos no roteiro da prática, que foram o
aço, o vidro e o alumínio, foi necessário analisar os matérias nas temperaturas 25°C, 50°C,
75°C, 100°C, 125°C e 150°C.
É importante ressaltar que a cada troca de material é preciso ficar atento à posição do ponteiro
externo do relógio comparador, pois ele pode não está zerado, sendo assim sendo necessário o
manejo do ponteiro, além de que, uma volta no relógio comparador corresponde a 1,00 mm
Dessa forma, fazemos o procedimento de analise com os três matérias solicitados, assim,
analisamos o vidro, o aço e o alumínio. Dados abaixo:

3
Tabela 7.1. Resultados “experimentais” para o tubo de VIDRO.
𝑇(°C) 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0 150,0

∆𝐿(𝑚𝑚) 0,00 0,151 0,262 0,398 0,529 0,661


∆𝑇(°C) 0,00 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0
Fonte: elaborado pelo autor.

Tabela 2. Resultados “experimentais” para o tubo de aço.


𝑇(°C) 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0 150,0
∆𝐿(𝑚𝑚) 0,00 0,171 0,347 0,521 0,692 0,863
∆𝑇(°C) 0,0 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0
Fonte: elaborado pelo autor.

Tabela 3. Resultados “experimentais” para o tubo de alumínio.


𝑇(°C) 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0 150,0
∆𝐿(𝑚𝑚) 0,00 0,352 0,719 1,056 1,411 1,768
∆𝑇(°C) 0,0 25,0 50,0 75,0 100,0 125,0
Fonte: elaborado pelo autor.

PROCEDIMENTO 2: devemos analisar o Comportamento de uma lâmina bimetálica com


a variação da temperatura a partir de um filme disponibilizado no roteiro da pratica,
onde pode ser acessado no link: https://www.youtube.com/watch?v=-L87D5HfXhc:
nesse filme, observa-se uma circuito composto por uma lamina bimetálica, uma vela e um
ventilador, a barra ao ser aquecida sofre dilatação e liga o circuito que esta conectado a um
ventilador, que começa a girar provando o esfriamento da lamina, desligando o circuito, e isso
se repetira novamente até o circuito ser desligado.

5. QUESTIONÁRIO

1- Trace em um mesmo gráfico a dilatação térmica (ΔL) em função da variação da tem-


peratura (ΔT)
para os resultados encontrados para o Aço e para o Alumínio.

4
2- O que representa o coeficiente angular do gráfico da questão anterior? Justifique.×
O coeficiente angular tem relação direta com a inclinação da reta em comparação ao eixo x.
Assim, é possível entender o coeficiente angular como uma taxa de variação constante, neste
contexto, uma taxa de variação do coeficiente de dilatação térmica.
3- Calcule (mostrar os cálculos) o coeficiente de dilatação linear do Aço e do Alumínio
estudado nesta prática e compare com os valores respectivos da literatura (citar a fonte).
Indique o erro percentual em cada caso. Calcule também o coeficiente de dilatação do
Vidro.

600mm corresponde ao comprimento da barra de vidro, aço e alumínio


α(Aço)=0,863÷600×125
α(aço)=0,00000115 C
α(alumínio)=1,768÷600×125
α(alumínio)=0,00002357 C
coeficiente de dilatação do vidro:
α(vidro)=0,661÷600×125
α(vidro)=0,00000881 C
De acordo com o livro HALLID AY, David; RESNICK, Robert. Fundamento s de Física v2.
9. ed. 2013.
α(Aço)= 1,20 x 10-5 ºC-1
α(alumínio)= 22.10-6 ºC-1
α(vidro)= 2,0.10-5 ºC-1
α(aço)= 1,20 x 10-5 ºC-1 - 1,15 x 10-5 ºC-1 / 1,20 x 10-5 ºC-1 x 100%=4,17%
α(alumínio)= 22.10-6 ºC-1 – 23. 10-6 ºC-1 / 22.10-6 ºC-1 x 100%=4,54%
α(vidro)= 9x10-6 ºC-1 -8,8x10-6 ºC-1/ 9x10-6 ºC-1 x 100%=2,22%
4- Na figura abaixo vemos uma junta de dilatação em uma ponte. Justifique a necessidade
de juntas de dilatação em pontes e outras estruturas em função dos resultados da prática
realizada.

5
https://www.aecweb.com.br/cont/m/rev/juntas-de-dilatacao-ajudam-a-evitar-fadiga-estrutural-
de-pontes-e-viadutos_14462_10_0. Acesso em 09 jan. 2019.

As juntas de dilatação são utilizadas para permitir uma folga entre espaços que necessitam,
como as pontes e as ferrovias que estão sujeitas a dilatação térmica ou uma dilatação causada
por forças. Neste caso, as pontes estão submetidas a inúmeras cargas móveis devido o tráfego
de veículos, fazendo com que a estrutura se movimente. Por isso, é necessário a adição de fen-
das entre esses elementos estruturais a fim de evitar pontos de fadiga na ponte ou viaduto, por
exemplo, o surgimento de fissuras.

5- Uma lâmina bimetálica consiste de duas tiras metálicas rebitadas. Considere que a
tira superior é de aço e a tira inferior é de alumínio. O que aconteceria com a lâmina
bimetálica em um dia muito frio? Justifique.

As laminas bimetálicas em temperaturas mais frias tendem a se contrair, assim, o circuito


elétrico em que a lamina é aquecida por uma fonte de calor, a lamina ira dilatar e acionar um
circuito, porém, o circuito é ligado a um ventilador que esfriaria a lamina e desligaria o cir-
cuito.

6- Explique o que ocorre ao período de um relógio de pêndulo com o aumento da tempe-


ratura. Com o aumento da temperatura, o relógio de pêndulo passa a adiantar, atrasar
ou permanece marcando as horas corretamente?

Com o aumento de temperatura o relógio irá atrasar as horas, pois o pendulo do relógio de-
pende do comprimento, e como o aquecimento aumenta o seu comprimento, o período do
pendulo também aumenta.

7- Uma pequena esfera de alumínio pode atravessar um anel de aço. Entretanto, aque-
cendo a esfera, ela não conseguirá mais atravessar o anel. (a) O que aconteceria se aque-
cêssemos o anel e não a esfera? (b) O que aconteceria se aquecêssemos igualmente o anel
e a esfera?
a) O anel quando aquecido, aumenta o diâmetro, fazendo com que a esfera passe mais
facilmente.

6
b) O coeficiente de dilatação térmica do alumínio é maior que a do aço, dessa forma, a
esfera não conseguiria passar pelo anel.

5:CONCLUSÃO
Com o fim da prática é possível perceber a importância dessa atividade, tendo em vista que,
nos permite entender assuntos teóricos da disciplina da física, como também, comprovar
formulas do assunto por meio da pratica, como a dilatação térmica e linear de alguns matérias
que estão presente no nosso cotidiano.
Além de que, por meio da pratica foi possível entender o funcionamento do dilatometro, e
também ter uma noção mais ampliada de como a dilatação térmica funciona em casos como o
das lâminas bimetálicas. Para mais, outro fator importante foi presenciar a semelhança dos
coeficientes de dilatação do vidro, aço e alumínio calculados na pratica em comparação aos
valores conhecidos da literatura, como por exemplo o aço.
Em suma, é importante destacar o valor que esta prática tem na formação acadêmica e
disciplinar do aluno, pois é preciso conhecimentos de diversos setores, como a construção de
gráficos e também por trabalhar um tema presente na engenharia com as questões envolvendo
juntas de dilatação.
6.REFERENCIAS

SILVA, Domiciano Correa Marques da. "Dilatação térmica dos sólidos e líquidos"; Brasil
Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/dilatacao-termica.htm. Acesso em
19 de novembro de 2021.

NILDO, Dias Loiola. Roteiro da prática 9- Dilatação Térmica .UFC. Fortaleza, 2021.

Simulador do procedimento https://www.laboratoriovirtual.fisica.ufc.br/dilatacao-termica.


acesso em: 19 de novembro de 2021.

Filme para entender o comportamento de uma lamina bimetálica


https://www.youtube.com/watch?v=-L87D5HfXhc.

HALLID AY, David; RESNICK, Robert. Fundamento s de Física v2. 9. ed. 2013.

7
8

Você também pode gostar