Você está na página 1de 3

EXMO. SR. DR.

JUIZ DE DIREITO DA 2º VARA CIVIL DA COMARCA DO RIO


DE JANEIRO.

Processo nº 0395546-77.2021.8.21.7000

Condomínio Bosque das Araras, pessoa jurídica de direito privado,


inscrita no CNPJ sob o nº 41.550.112/0001-01 com sede na Av. Sargento Herminio
Sampaio, nº 1405, Ipanema, Rio de Janeiro-RJ, e-mail
Cond.bosquedasararas@araras.com, vem, á presença de V. Exa., por seu advogado,
cujo escritório se localiza no Rio de Janeiro, na Av. Maringa, nº 454, 6º andar, sala 600,
email rubens.gardenseassociados1@advogado.com, nos autos apresentar:

CONTESTAÇÃO

Em face da Ação de indenização movida por João, dizendo e


requerendo o que segue.

I – BREVE SÍNTESE

Trata-se de uma ação indenizatória a qual narra o Autor que ao andar pela
calçada próximo a sua residência, foi atingido na cabeça por um pote de vidro lançado da

#5885209 Wed Dec 1 23:09:31 2021


janela do apartamento, nº 601 do edifício do Condomínio Bosque das
Araras, onde desmaiou e em seguida foi socorrido pelo Corpo de Bombeiro.

Em decorrência da queda do pote de vidro, João foi submetido a exames e


cirurgias, uma vez que sendo caminhoneiro autônomo teve perda de R$30.000,00 (trinta
mil reais).

II - DAS PRELIMINARES

Não deve ser o condomínio responsável por tal pleito indenizatório tendo
em vista que o vaso caiu do apto 601, fica bem claro da questão sendo assim ficando a
ilegitimidade passiva é medida mais adequada, já que o deixa claro que a unidade que
lançou o objeto tinha sido identificada, não podendo o condomínio responder pelo dano
nos termos do art. 938 do Código Civil.

III - MÉRITO DA CONTESTAÇÃO

A Contestante impugna todos os fatos articulados na inicial o que se


contrapõem com os termos desta contestação, esperando a IMPROCEDÊNCIA DA
AÇÃO PROPOSTA, pelos seguintes motivos.

Há ausência do dever de indenizar em relação ao contestante, pois não


houve sequer culpa deste.

ISTO POSTO, deve ser acolhida a preliminar, resultando na prolação da


sentença terminativa que extingue o processo sem julgamento do mérito nos termos do
art. 267, VI do CPC.

#5885209 Wed Dec 1 23:09:31 2021


IV - DOS PEDIDOS

Diante de todo o exposto, em sede de CONTESTAÇÃO, requer:

A- Que o pedido da presente ação seja julgado improcedente em todos os termos.

B - Seja Condenado o autor nas custas processuais e honorárias advocatícios a serem


arbitrados definidos no art. 20 parágrafo 3º, do Código de Processo Civil.

C- Ante todo o exposto requer que aceite a ilegitimidade da parte e que, por conseguinte
se extinga o processo sem resolução do mérito, com base no art. 267 do Código de
processo civil.

Protesta-se por todos os meios de prova admitidos em direito.

Nestes termos,

pede deferimento.

Rio de Janeiro, 01 de Dezembro de 2021

Rubens Alves Barros

OAB 34556

#5885209 Wed Dec 1 23:09:31 2021

Você também pode gostar