Você está na página 1de 143

Leandro Dalla B. Santos ledallabs@yahoo.com.

br

SUMÁRIO

PREFÁCIO .................................................................................................................... 01 INTRODUÇÃO .............................................................................................................. 02 A MÚSICA DO CÉU ...................................................................................................... 08 SACRO, SECULAR E PROFANO ................................................................................ 11 UMA BREVE ABORDAGEM HISTÓRICA .................................................................... 13 ATUAÇÃO DE SATANÁS NA MÚSICA DO MUNDO ................................................... 15 O ROCK AND ROLL ..................................................................................................... 16 AS 5 REVOLUÇÕES ..................................................................................................... 20 REVOLUÇÃO SOCIAL .......................................................................................... 20 REVOLUÇÃO SEXUAL ......................................................................................... 21 REVOLUÇÃO DAS DROGAS ............................................................................... 22 REVOLUÇÃO ESPIRITUAL .................................................................................. 22 REVOLUÇÃO SATÂNICA ..................................................................................... 24 MENSAGENS SUBLIMINARES ................................................................................... 30 A MÚSICA E SEUS EFEITOS ....................................................................................... 32 PIMENTA MUSICAL ..................................................................................................... 38 A MÚSICA NA IGREJA: POP PARA DEUS? ............................................................... 43 A MÚSICA GOSPEL ..................................................................................................... 50 ELVIS PRESLEY E O GOSPEL ............................................................................ 52 GOSPEL DO BRASIL ............................................................................................ 52 Anos 60 ......................................................................................................... 52 Anos 70 ......................................................................................................... 52 Anos 80 ......................................................................................................... 52 Anos 90 ......................................................................................................... 53 Ano 2000 ....................................................................................................... 53

1

PERSPECTIVAS DA MÚSICA GOSPEL ............................................................... 54 A MÚSICA DO ANTICRISTO ........................................................................................ 56 EMOCIONALISMO ................................................................................................ 56 EGOCENTRISMO ................................................................................................. 58 LOUVOR COMERCIAL ......................................................................................... 60 PREDOMINÂNCIA DE RITMO .............................................................................. 64 OUTROS CONSELHOS SOBRE A MÚSICA ............................................................... 66 A BÍBLIA INCENTIVA A DANÇA, OS TAMBORES E AS PALMAS? ......................... 68 BATERIA: POR QUE NÃO? ......................................................................................... 77 A REVERÊNCIA NO TEMPLO ..................................................................................... 89 O COMPORTAMENTO NA CASA DE DEUS ........................................................ 90 ANTES DO CULTO ............................................................................................... 90 DURANTE O CULTO ............................................................................................. 91 DEPOIS DO CULTO .............................................................................................. 92 RESPONSABILIDADE DOS PAIS ......................................................................... 93 CRITICAR O SERMÃO .......................................................................................... 96 VESTUÁRIO E COMPORTAMENTO CORRETOS ............................................... 97 INSTRUÇÃO AOS CRENTES NOVOS ................................................................. 98 ADORAÇÃO .................................................................................................................. 99 ADORAÇÃO E LOUVOR NÃO SÃO A MESMA COISA ........................................ 100 ADORAÇÃO NÃO É MÚSICA ............................................................................... 101 O INDISPENSÁVEL NA ADORAÇÃO ................................................................... 101 O QUE É ADORAÇÃO? ........................................................................................ 102 COMO DEVEMOS ADORAR ................................................................................ 103 UM PROBLEMA À ADORAÇÃO ........................................................................ A MENSAGEM TEATRAL .......................................................................................... CONCLUSÕES .......................................................................................................... 105 107 134

2

3 .

Não temos o intuito de convencer as pessoas. O objetivo é apenas levar o leitor a refletir sobre a verdadeira adoração que Deus requeria de nós quando concedeu o dom da música.PREFÁCIO O material que está em suas mãos é fruto de uma pesquisa realizada em diversas fontes: a Bíblia. O tema exposto pode representar uma base para pesquisa mais profunda. normas técnicas de publicação. e ainda requer. portanto. Na maior parte deste. por ser muito amplo. palestras. As citações do Espírito de Profecia foram retiradas das publicações impressas e também das versões digitais.br. por ser um Deus imutável. o que pode levar o leitor a encontrar algumas divergências referentes à paginação de algumas citações. publicações cristãs e seculares. mas em alguns trechos tomamos emprestadas algumas idéias para complementar os argumentos. a reverência e a dignidade devida ao Seu santo nome. nos ensinando a louvá-Lo com o entendimento.ellenwhitebooks. não seguindo. caso esteja tomando como base somente as versões impressas ou somente as versões digitais. discussões com músicos e líderes da igreja. Trata-se apenas de um material informativo. mas fornecer informações importantes para que cada um tome firme posição sobre o assunto. entre outros. oro a Deus para que abra nossos olhos e nos mostre o caminho de volta. portanto.com. documentários diversos. vazio. seja ela qual for. Cada uma destas versões possui numerações de página próprias. citamos as fontes das quais foram extraídos os conteúdos e citações. encontradas no site http://www. . os escritos do Espírito de Profecia. sendo de caráter não-comercial. Caso estejamos praticando um louvor equivocado e. de livre cópia e distribuição.

. para ensinar preciosidades como para aviltar. para promover a harmonia de ação e banir a tristeza e os maus pressentimentos. 167). Na verdade.) Poderosa. o canto é um ato de adoração tanto como a oração.. A mensageira do Senhor. A comunhão do Céu começa na Terra. sejam para o mal. E tal cântico tem maravilhoso poder. Serve tanto para aproximar da pureza de Deus quanto para o sensualismo mundano. Tem poder para subjugar as naturezas rudes e incultas. os corações serão levados para mais perto dos cantores celestiais.) Como parte do culto. e despertando-se o eco do cântico dos anjos em nossos lares terrestres. A música não é moral nem espiritualmente neutra. “Assim como os filhos de Israel. para separar do mundo e aproximar de Deus como para associação com o mundanismo.. vêm à memória algumas das palavras de Deus – as de um estribilho. resplandecente com a glória de Deus. os quais destroem o ânimo e debilitam o esforço” (Educação. e o ânimo e a alegria se comunicam a outras pessoas! (.INTRODUÇÃO “Visto que Deus criou os seres humanos à Sua imagem. a música pode nos atingir e tocar com um poder que vai além das palavras ou qualquer outro tipo de comunicação.. nos aconselha continuamente a elevar nosso conceito a respeito da música. White. ela declara: “É um dos meios mais eficazes para impressionar o coração com as verdades espirituais. Aqui aprendemos a nota tônica de seu louvor” (Educação. Deus ordena a seus filhos hoje que alegrem a sua vida peregrina. influencia a nossa mente. há muito esquecido.) Ao guiar-nos nosso Redentor ao limiar do Infinito. para louvar a Deus como para homenagear a Satanás. jornadeando pelo deserto. (. suavizavam pela música de cânticos sagrados a sua viagem. p. partilhamos do amor e apreciação pela música com todos os Seus seres criados. de um hino da infância – e as tentações perdem o seu poder. Poucos meios há mais eficientes para fixar Suas palavras na memória do que repeti-las em cânticos. Efetivamente. onde anjos e seres não caídos O adoram com cânticos” (Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música). é forte recurso para a formação de princípios e hábitos de vida. Quanto ao seu poder.. Ela “é um poderoso recurso para inúmeras utilidades. Na sua forma mais pura e refinada. a música eleva nosso ser à presença de Deus. podemos aprender o assunto dos louvores e ações de graças do coro celestial em redor do trono. muitos hinos são orações. poder para suscitar pensamentos e despertar simpatia. Quantas vezes. para elevar culturalmente como para rebaixar o comportamento moral. (. 168). Ellen G.. p. ao coração oprimido duramente e pronto a desesperar. sejam para o bem. a vida assume nova significação e novo propósito. A 2 .

porém. a fim de compreendermos Suas orientações” (Música. principalmente. Se somos demasiado carnais para bem discernir tudo. Entendendo que todos nós conhecemos o General e buscamos obedecê-Lo em tudo.música jamais é neutra. em nossa mente. Embora reconhecendo que o gosto. O que é certo e o que é errado. Hoje não é diferente. nosso próprio apetite e nosso gosto pervertido. White sugerem princípios que podem formar nossas escolhas” (Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música). Marks – A Música na Igreja. 14/10/2008). de 3 . o discernimento humano se obscureceu. “Cremos que o evangelho exerce impacto em todas as áreas da vida. 31). na escola e na igreja. sustentamos que. Uma das estratégias mais eficientes para vencer uma guerra é seguir o general. E esta guerra entre o bem e o mal acontece. acompanhar seus movimentos. E é isto o que iremos fazer neste estudo. além de identificarmos as sutis estratégias do nosso inimigo. Outra excelente estratégia é estudar o inimigo. mas porque o povo não se interessou em aceitar a luz. a compreensão. A queixa divina no passado era: ‘O Meu povo não entende’ (Isaías 1:3). O entendimento. Esta luz Deus concede porque nunca os perigos que ameaçam a igreja foram tão grandes. precisamos conhecer ou recordar Suas ordens. conhecer suas armas. temer. cremos que a Bíblia e os escritos de Ellen G. sem levar em consideração o que Deus diz. Precisamos nos conscientizar de que estamos em meio a uma guerra. compreender aquilo que Deus nos deixou como guia seguro e entender como Satanás tem agido. o que é saudável e o que é nocivo na dieta musical? Que tremenda responsabilidade para Laodicéia! Não precisamos. Por conseguinte. na questão da música. “A crise que o povo de Deus atravessa tem múltiplos aspectos. De tanto rejeitar a luz divina. mas nossa por estarmos mais inclinados a prosseguir seguindo nossas próprias idéias. eram deficientes não porque Deus não houvesse esclarecido. Em tempo algum da História o povo de Deus teve mais luz sobre todos os aspectos da vida como atualmente. varia grandemente de indivíduo para indivíduo. O que muitos irmãos acham difícil de ver é uma saída para a confusão musical do mundo. obedecer fielmente às suas ordens. como tem usado a música como uma arma sutil e. por causa do vasto potencial da música para o bem ou para o mal. ou para rebaixálos” (Sikberto R. porém. O estado laodiceano resulta da falta de interesse no ponto de vista de Deus. Deus tem colírio para abrir nossa visão. no lar. não podemos ser indiferentes a ela. p. a culpa não é de Deus por não ter esclarecido. ou é útil para elevar nossos referenciais de vida. seus planos. Adventismo e Eternidade.

Portanto. o que nos foi útil para realizar mudanças em nossa vida. e assim tomar posse dela. 1. vol. Diante disto. durante o tempo que se chama Hoje. 24). 136). temos que controlar. se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até o fim” (Hebreus 3:12-14). morrerá esse ímpio na sua iniqüidade. “Quão poucos reconhecem as estratégias do arquienganador! Quantos lhe ignoram as tramas!” (Testemunhos Seletos. Se tenho muitas atividades religiosas. 2. através do poder do Espírito Santo. cabe uma advertência séria dada pelo próprio Deus: “Se eu disser ao ímpio: Ó ímpio. certamente morrerás. um dia Deus e muitos de nossos irmãos nos cobrarão pelo que sabíamos e não dissemos. p. Sentimos que temos a responsabilidade de tomar firme posição ao lado da verdade e alertar aos outros. Não podemos focar apenas em questões religiosas. evangelismo. elas não nos salvarão por si mesmas. p. É preciso ficar claro que o nosso objetivo é partilhar o que descobrimos. e tu não falares. aquilo que invade o nosso interior. O segredo está em minha comunhão diária com o Senhor da obra. Estamos chegando ao final do conflito e. tem pervertido a mente humana de forma que Deus não seja adorado. mas nunca um cristão verdadeiro. se nos omitirmos.maneiras quase imperceptíveis. leitura da Bíblia. Não podemos focar nossa vida em orações. “Satanás está alerta. além de minha decisão de abandonar todas as coisas que bloqueiam o acesso do Espírito Santo à minha mente. para dissuadir ao ímpio do seu caminho. muito menos atacar religiões. a fim de poder encontrar a mente num momento de desatenção. 4 . para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado. Não é intenção polemizar. vol. “exortai-vos uns aos outros todos os dias. se quisermos vencer. mas também muitos hábitos destrutivos em meu dia-a-dia. nem condenar. freqüência aos cultos. porém o seu sangue eu o requererei da tua mão” (Ezequiel 33:8). tampouco ser por elas vencidos” (Mente. Caráter e Personalidade. Por mais que participemos de todas as atividades propostas pela igreja. Porque nos tornamos participantes de Cristo. pois. nem combater esta ou aquela pessoa. serei somente um membro ativo na igreja. Não precisamos ficar ignorantes de suas estratégias. se não atentarmos às pequenas ações e hábitos do nosso dia-a-dia que minam a nossa capacidade de absorver estas coisas religiosas e delas tirar proveito. mas levar informações importantes que nos dêem subsídios para tomar decisões firmes e duradouras no que diz respeito à música e à adoração.

“Não podemos avançar na experiência cristã enquanto não afastarmos de nosso caminho tudo quanto nos separe de Deus” (Mensagens aos Jovens. Por exemplo.. O templo da alma está purificado de sua contaminação?” (Eventos Finais.) Não podemos levar nossos hábitos errados conosco para o Céu. 292 e 293). A verdade será explanada. todas estas coisas podem minar suas forças e impedir que alcancem a vitória sobre as tentações. existem coisas que estão nos enfraquecendo. mas esperamos que o leitor busque por si mesmo confirmar tudo.. mas o estado de vossas afeições. pois abriremos uma ampla passagem para a atuação do Espírito Santo. será mais fácil combater estas coisas.. O Espírito de Profecia nos adverte: “Erros serão apresentados de maneira agradável e lisonjeira. desde a origem do universo. Se entendermos o que rodeia cada ambiente de nossa vida. individualmente. Falaremos a respeito de todo o contexto da música na história da humanidade. A Bíblia diz: “Maldito o homem que confia no homem” (Jeremias 17:5). mas não percebemos que. iremos sucumbir. as conversas nas quais se envolvem.Referindo-se ao julgamento. Às vezes tentamos resistir numa questão espiritual. 79. embora queiramos. tal qual os bereanos (Atos 17:10 e 11). “Seremos. o que nossos hábitos fizerem de nós. Vamos entrar então no campo da audição e. 80 e 165). Se não estivermos atentos. eles nos fecharão a habitação dos justos” (Conselhos Para a Igreja. as músicas que ouvem. 64). 5 . as pessoas tentam resistir à sexualidade livre. p. p. Ao final. p. mas não percebem que talvez a comida que comem. passando pela queda de Lúcifer até aos nossos dias. Neste momento faz-se necessário um apelo: não acredite cegamente no que você lerá aqui. (. para o tempo e a eternidade. 377). 8. passando pela história do Rock e seus efeitos na sociedade e na vida espiritual. abordando também a polêmica utilização da bateria. aquilo que vestem. (. e a menos que os vençamos aqui. Posteriormente conheceremos os efeitos da música e como Satanás a tem usado dentro da igreja. ao dela falar. Faremos uma breve abordagem histórica da música e como Satanás tem usado esta ferramenta no mundo para degeneração da humanidade. os filmes que assistem. abriremos um pequeno parêntese para algumas considerações a respeito da nossa adoração e reverência no templo e os recursos que temos utilizado na casa de Deus.. vol.) As mais sedutoras influências serão exercidas. Ellen White nos diz que a “garantia nesse dia não é a profissão de fé. abordaremos a questão da música de uma forma mais detalhada. p. pois a atuação do Espírito Santo é bloqueada. mentes serão hipnotizadas” (Testemunhos para a Igreja.

que tem a luz diante de si na Palavra e nos Testemunhos. “Os que quiserem estar em pé neste tempo de perigo. A nossa capacidade de raciocinar foi-nos dada para que a usássemos. Busque e confirme por si mesmo. cada povo com sua cultura particular. pois não conhecemos a música e o louvor do Céu. “A capacidade de discernir entre o que é reto e o que não o é. e Deus quer que seja exercitada” (Educação. Cada um quer ter sua própria verdade. Principalmente no que diz respeito à música. Instruções claras e definidas têm sido dadas a fim de todos entenderem. Mas a comichão do desejo de dar origem a algo de 6 . Da mesma forma. 261). 559).“Irmãos. condensada. cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus” (Romanos 14:12). na malícia. “Assim. e dar ouvidos. pois. devem compreender por si mesmos o testemunho das Escrituras” (O Grande Conflito. estamos na era da verdade relativa. louvor é uma definição feita por Deus. com auxílio dEle. Louvor não é questão de gosto ou cultura. p. podemos possuí-la unicamente pela confiança individual em Deus. não são guias suficientes para tomarmos decisões. “Devemos formar opiniões por nós mesmos. inclusive em relação à música e à adoração. quanto ao juízo. vê ou lê. p. sede crianças. sim. será que Ele não nos diz o que quer e estamos livres para louvar como nos convém? Muitos dizem também que a música é uma questão de cultura. p. Cada um deve aprender por si. da “gostologia” e da “achometria”. visto que teremos de responder por nós mesmos perante Deus” (O Grande Conflito. ed. a ler e considerar. Não confie em tudo o que ouve. é verdade que nenhum de nós esteve no Céu para conhecer o louvor que lá se pratica. orando a Deus por discernimento. O principal objetivo deste estudo é motivá-lo à pesquisa e ao estudo individual. sede homens amadurecidos” (I Coríntios 14:20). Esta é a única forma de não cairmos vítimas dos enganos de Satanás. não sejais meninos no juízo. geralmente baseada naquilo que acredita. É certo que aqui na Terra nunca poderemos produzir um louvor perfeito. Deus tem verdades absolutas. Mas Deus não tem uma verdade relativa. com ou sem fundamentos. O problema é que Deus tem filhos ao redor do mundo. mediante a Sua Palavra. para conhecer melhor o momento em que vivemos e quais as decisões de vida que exige. bem como o gosto pessoal. visto que nós nunca estivemos lá. Mas será que Deus nos deixou sem orientações a respeito? Se o louvor é para Ele. “Deus convida Seu povo. Então nós vamos nos basear na cultura de quem para definirmos isto? Qual cultura deve dominar e qual será utilizada no Céu? Mais uma vez percebemos que a cultura. Muitos dizem que não podemos produzir um louvor perfeito. 231).

Temos consciência de que estamos na igreja verdadeira e mesmo que seres humanos que a ela pertençam tentem desviá-la de seu curso. Olhemos em primeiro lugar para Cristo e.. jamais cairá. 2. como indivíduos e como igreja. e que requerem uma mudança. 38). 7 . p. e a Bíblia só. e destrói largamente a influência dos que seriam uma força para o bem. A verdade precisa ser clara e apresentada em linhas bem definidas pelos fiéis embaixadores de Cristo. No decorrer deste estudo. E mesmo que pareça. pois está fundamentada nEle. p. Porém. caso mantivessem firme o princípio de sua confiança na verdade que o Senhor lhes dera” (Mensagens Escolhidas. caso percebamos a necessidade de uma reforma na igreja. A despeito das tentativas do inimigo de desvirtuar por completo esta instituição. (. para então nos tornarmos uma influência positiva aos demais. mantendo firmes os princípios e preparando seus membros para o Céu. quem sabe por desconhecimento. 595). a igreja de Cristo. “Mas Deus terá sobre a Terra um povo que mantenha a Bíblia.novo dá em resultado doutrinas estranhas.. ela continuará de pé. trataremos de algumas questões delicadas e de alguns equívocos que talvez estejamos cometendo. é preciso deixar claro que a Igreja Adventista do Sétimo Dia é a igreja verdadeira. comecemos em nossa própria vida. vol.) Antes de aceitar qualquer doutrina ou preceito. devemos pedir em seu apoio um claro – ‘Assim diz o Senhor” (O Grande Conflito. a igreja remanescente. como norma de todas as doutrinas e base de todas as reformas. mas se manterá decidida ao lado da verdade. ela continuará sendo a igreja remanescente que jamais cederá às pressões do mundo.

irradiando glória indizível” (Testemunhos Seletos. vol. O cântico dos anjos não irrita os ouvidos. muito antes da criação do mundo. e senti-me arrebatada ao escutar a música perfeita que ali há. A fim de remover toda dúvida quanto ao que lhe é aceitável. esteve no Céu e teve o imenso privilégio de conhecer a música que ali se pratica. a perfeita ordem do Céu. como Ele fez com os Dez Mandamentos. enquanto cada semblante reflete a imagem de Jesus. Deus poderia facilmente ter revelado Sua vontade em relação à música e à adoração num único capítulo ou livro da Bíblia.) Há um anjo que dirige sempre. em visão. suaves e melodiosos. 333). p. podemos conhecer algumas características da música do Céu e o que Deus deseja como forma de adoração.. Mas como é a música do Céu? Não a conhecemos. p. 8 . Quando a Terra estava sendo criada. e rejubilavam todos os filhos de Deus”. p. “Acordes musicais perfeitos. mas Ele escolheu não fazê-lo. cultural e gosto individual” (O Que Deus diz sobre a Música. o Santo Espírito e o Espírito de Profecia para nos guiar ao tomarmos nossa decisão que terá impacto sobre nosso destino eterno” (O Que Deus diz sobre a Música. juntas. Seu nome é Ellen Gold White. depois todos se juntam na majestosa e perfeita música do Céu. E ela assim descreve: “Foi-me mostrada a ordem. “Deus sempre deixou claros os princípios que regem a verdadeira adoração. Em Jó 38:7 lemos que neste momento “as estrelas da alva. 45). Portanto. alegremente cantavam. tendo cada um uma harpa de ouro. 1 e 2). Vol. Deus não nos deixou em ignorância sobre isto. Depois de sair da visão. É macio. 3. Vi grupos de anjos que se achavam dispostos em quadrado. Ela é indescritível. melodioso e sem esforço físico” (Mensagens Escolhidas. Em vez disso.A MÚSICA DO CÉU A música tem uma origem remota. (. 1. étnico. o canto aqui me soou muito áspero e dissonante. É melodia celestial. mas podemos aprender muito sobre ela se refletirmos naquilo que Deus nos deixou como direção e orientação. o qual toca primeiro a harpa a fim de dar o tom. Ele nos deu Sua palavra. Ele deu princípios infalíveis em sua palavra que governam e transcendem as questões de cunho cronológico. já os anjos estavam cantando. p. Podemos também obter orientações valiosíssimas de alguém que. XV). “Uma vez que a música é a única arte que será levada desta terra para o Céu..

uso de todo o poder e volume de voz que é possível. 180). “Depois dos anjos dirigentes. nas cortes celestiais. “A música faz parte do culto de Deus. 333). p. claro. p. Examinando o que foi relatado nos livros do Espírito de Profecia. Eles se deleitam em ouvir os simples cantos de louvor entoados em tom natural. são os que os anjos se unem a nós para cantar. e todas as mãos deslizarão habilmente sobre as cordas da harpa. tirando-lhes uma música suave em ricos e melodiosos acordes.182). (. e devemos esforçarnos. Isso não traz nenhuma melodia para aqueles que a ouvem na terra ou no céu. p. em nossos cânticos de louvor. algo difícil de compreender] e dissonância” (Conselhos Sobre a Música. comuns no canto de óperas. 23). “Entre os anjos não há exibições musicais tais como: movimentação física.. podemos desde já concluir que a música do Céu. considerada perfeita. p. enfatiza. p. 288-289). enquanto a música prorrompe em arrebatadora melodia” (O Grande Conflito. não agradam aos anjos. “Deus não se agrada de algaravia [confusão de vozes. e então todas as vozes se alçarão em louvor grato e feliz. todas as vozes apreendem a harmonia até que reboa pelas abóbadas do Céu” (Visões do Céu. 651).. “O coro dos anjos não apresenta notas estridentes e gesticulações” (Manuscrito 5. os redimidos derramam um cântico de louvor. Vol. 594). 510-511). Essa maneira não é aceitável a Deus” (Mensagens Escolhidas. p. 1874). entre os três elementos 9 . “Os anjos dirigentes desferirão o tom. por nos aproximar tanto quanto possível da harmonia dos coros celestiais” (Patriarcas e Profetas. originando uma música melodiosa. voz áspera e estridente. p.“As notas longamente puxadas e os sons peculiares. todas as mãos deslizam com maestria sobre as cordas da harpa. “Seus dedos não corriam pelas cordas descuidosamente. Eles tomam o estribilho entoado de coração com o espírito e o entendimento” (Evangelismo. Os cânticos em que cada palavra é pronunciada claramente em tom harmonioso. “Por entre o agitar dos ramos de palmeiras. p. 3. suave e melodioso. Diante da multidão está a cidade santa. Jesus abre as portas e a angélica multidão entra por elas. com acordes ricos e perfeitos” (Primeiros Escritos. mas faziam vibrar diferentes cordas para produzir diferentes acordes.) majestosa e perfeita música do Céu” (Visões do Céu.

e ele expressou a seus seguidores a sua ansiedade por incitá-los a desobedecer. E quando nossos primeiros pais participavam do louvor celestial. Deus não tirou o seu conhecimento musical. voz áspera e estridente ou uso de todo o poder e volume de voz que é possível. Além disso. além disso. (. mas ele estava acima de todos os anjos. Vamos analisar mais adiante estes elementos de forma mais detalhada.. Em todo o universo. ódio e malignidade aumentaram. a música é um dos principais elementos do louvor. com exceção da divindade. não se trata apenas de um anjo que entende de música como qualquer outro. Mas. E quando Satanás o ouviu. Lúcifer.básicos da música (melodia. não há exibições musicais tais como movimentação física. Agora pense. Lúcifer havia dirigido o coro celestial. um ser magnífico que era e ainda é um profundo conhecedor da música. o Espírito de Profecia nos alerta: “Não é suficiente conhecer os rudimentos do canto [e da música em geral]. Então nunca houve nenhum ser humano que entendesse tanto de música como Satanás. ele não é um ser qualquer. Ele saiu exatamente como estava. Porém. não existe ninguém com tanto conhecimento musical como Lúcifer. o louvor é um dos principais elementos da adoração. O resultado nós veremos daqui para frente. No ambiente celestial gerou-se um problema de adoração. ou seja.) Satanás ouviu o som de suas melodias de adoração ao Pai e ao Filho. muito menos o dirigir-lhe a música. não se contentou com sua posição e ambicionou ser igual a Deus. Deus criou a música e escolheu alguém a quem concedeu muito talento nesta área para que pudesse dirigi-la no Céu. ele sempre entoava a primeira nota e então a multidão angelical se unia a ele. sua inveja. apenas dois.. harmonia e ritmo). Este se chamava Lúcifer. Ele tem mais de 6 mil anos de experiência em música. 1874). 10 . não lhe sendo permitido o acesso ao Céu. porém. Ocorre então um conflito. 31). dissonância. os anjos decidem qual lado seguir e Lúcifer é expulso. “Os anjos associaram-se a Adão e Eva em santos acordes de harmoniosa música. deve haver tal ligação com o Céu que anjos possam cantar através de nós” (Manuscrito 5. aliado ao conhecimento. mas lhe faltou exatamente a ligação com o Céu. p. mesmo sendo o maior entre os anjos. Satanás tinha e tem o conhecimento. Quando Lúcifer foi expulso do Céu. eram suscitados inveja e ódio em seu coração. e muito mais do que qualquer um de nós. inclusive no ambiente perfeito do Céu. atraindo assim sobre eles a ira de Deus e mudando os seus cânticos de louvor em ódio e maldição ao seu Criador” (História da Redenção.

Será que ele utilizará a música para atingir seus objetivos? Se eu sou um grande nadador. Existe música sacra. pois é a minha especialidade e onde terei maiores chances de vencer.Satanás quer acabar com a adoração a Deus e é um grande especialista em música. Portanto. incomum. diferente. ela tem que ser separada. não estarei executando uma música diferente. o que nos leva a compreender que nem tudo o que vemos em nossa igreja é aceitável. e uma de suas estratégias é unificar estes três elementos. algo diferente. Hip-hop. Mas como distinguir? SACRO. Vamos então compreender os conceitos. separado. música secular e música profana. Precisamos ficar atentos para não aceitarmos tudo o que vemos em relação à música como sendo próprio para Deus. pois Satanás também age em nosso meio. Rock ou Samba para Deus. pois ele tem grandes chances de vencer na minha e na sua vida fazendo o que sabe de melhor. Algo separado é algo colocado à parte. 38). Jazz. Funk. 2. assim. SECULAR E PROFANO Vamos compreender alguns conceitos. 11 . vol. esse alguém somos nós. dentro dos limites da permissão de Deus. seria muita ingenuidade de nossa parte pensar assim” (Hilton Robson – A Bateria e o Transe nos Rituais Xamânicos). logo. causando. “Satanás fará da música um laço pela maneira por que é dirigida” (Mensagens Escolhidas. pois estes estilos têm conotações com outros ambientes que não os religiosos. pois o mundo já é dele. especialmente no que diz respeito à adoração a Deus. p. misturando seus conceitos. Então vamos entender como Satanás tem utilizado isto. incomum. Música sacra: o que significa sacro? Significa santo. “Ninguém melhor do que Satanás conhece a maneira perfeita do tipo de louvor que Deus aceita. ao aproximarem-se as Olimpíadas me inscreverei para participar de qual modalidade esportiva? Obviamente natação. se Satanás irá usar a música para desvirtuar alguém. Lembre-se. Concluímos então que a música a ser usada para Deus é a música sacra. não podemos ser crianças em achar que ele não iria desvirtuar o louvor na igreja a qual ele veio fazer guerra. Satanás deseja desvirtuar a humanidade. Será então que Satanás irá utilizar a música? Certamente. se eu cantar ou tocar Forró. algo não comum. Então seu objetivo maior é o povo de Deus. separada. uma confusão no louvor.

e isto não ofende a Deus. secular. E os outros dias da semana são seculares. Ou seja. é uma música imprópria a qualquer momento. ou se cantar um funk com uma série de conteúdos obscenos. Ela escreveu: “Por cerca de uma hora a neblina não se dissipava e o sol não conseguia penetrá-la. de um povo o heróico brado retumbante. 12 . and I can take or leave it if I please. Santo..Música secular: o que significa secular? Significa “do século”. 2 e 3). Aos sábados nós não trabalhamos. “O suicídio é indolor . Profano significa declaradamente contrário a Deus e aos Seus princípios. Santo. Música profana: trabalhar é uma atividade secular e não há mal nenhum nisso. cedo de manhã cantaremos Seu louvor”. e se eu trabalhar na produção de cerveja ou cigarros? E se eu trabalhar em uma boate? Então estarei desenvolvendo uma atividade que. Mas se eu cantar. Deus onipotente. Ela não feria os sentidos como na noite anterior. só podemos ouvir músicas sacras. comum. sagradas. Então eu posso louvar a Deus com música sacra e também ouvir música secular. mas nos outros dias nós trabalhamos. Muitas pessoas pensam que. como cristãos.. Mas. Alguém vai para o trabalho para adorar a Deus? Sabemos que devemos honrá-Lo em tudo que fazemos. Existe pecado em trabalhar? De forma alguma.. Esta música não é direcionada à adoração a Deus. no qual desempenhamos atividades sacras. A mesma coisa se aplica à música. mas em nossos empregos especificamente desenvolvemos uma atividade profissional. eu estarei ofendendo a Deus e ferindo os princípios cristãos. Então eu posso cantar: “Santo. e você pode fazer o mesmo se quiser”. Mas notemos o seguinte: aos sábados eu tenho atividades sacras e nos outros dias eu tenho atividades seculares. como Marilyn Manson “Suicide is painless . separadas. corriqueiro.”. Os músicos (no navio). que deviam desembarcar naquele local. p.... Eu uso música sacra porque a ponho à parte para adorar a Deus e uso música secular para outras atividades. portanto um hino secular. pois estou adorando a Deus e entoando um hino exclusivamente para Ele. mas é um hino cívico. and you can do the same thing if you please”. Eu também cantar: “Ouviram do Ipiranga às margens plácidas. mas era suave e realmente gratificante aos sentidos porque era harmoniosa” (Carta 6b. entretinham os impacientes passageiros com música bem apresentada e bem selecionada. O sábado é um dia sacro. Mas essa música secular que eu ouço não pode ser profana. nos quais desempenhamos atividades seculares. pois é um dia separado. é profana. além de secular. e eu posso fazê-lo ou deixá-lo se eu quiser. A própria irmã White relatou ter ouvido música secular muito bem executada quando em viagem à Nova Zelândia em Fevereiro de 1893. em homenagem à pátria.

Na Europa. sem compasso e sem acompanhamento. cada um por motivos diferentes e alguns levando 13 . Alegria dos Homens”. Os maiores compositores eram Bach. a sua música para dentro da igreja. a igreja primitiva também louvava a Deus com música. de ritmo livre. com base na melodia. Esse é o principal objetivo.O grande problema hoje é encontrar música secular que não seja profana. com canções entoadas em uníssono. “Aleluia”. E para tal. os espanhóis vão para os outros países da América Latina e os ingleses vão para a América do Norte. então ela controlava o conteúdo das composições. O maior cliente dos compositores era a Igreja. como “Jesus. levando de maneira sutil e. Ele sempre utilizou a música para acabar com o louvor a Deus e pode até ter começado pelos povos pagãos. Mas algo aconteceu depois: os descobrimentos. Haendel. que normalmente compunham músicas de conteúdos religiosos. “Jubilosos Te Adoramos”. Fiquemos atentos! UMA BREVE ABORDAGEM HISTÓRICA Historicamente. mas o cristianismo sofreu um desvirtuamento ao começar a comprometer os seus valores para abarcar uma maior quantidade de pessoas e tornar-se mais popular. pessoas que patrocinavam a arte. a ciência e o ensino da época. Inclusive a melodia do hino de número 14 do nosso hinário. o papa Gregório I esforçou-se para elevar a espiritualidade musical. Vivaldi. até o ponto em que o sacro não seja mais praticado. Posteriormente. “O Messias”. Mas o diabo logo incitou os israelitas a aderirem ao estilo de música e culto dos povos pagãos. Diante disso. Beethoven. E com essa mistura é que Satanás pretende atingir seus objetivos. foi composta por Ludwig Van Beethoven. entre outros. ele criou um estilo que ficou conhecido como “Canto Gregoriano”. todo o sistema musical era controlado pela Igreja. visto que estes haviam sido escravos por séculos e ainda tinham muito da cultura pagã em seus corações. e a maior parte deles estava ligada à Igreja. pois a maioria das músicas seculares ou são mundanas ou têm uma vertente mundana. posteriormente. Os portugueses saem e encontram o Brasil. mas onde ele queria chegar realmente era nos povos que usavam a música sacra. observamos uma diferença entre o povo de Israel e os povos pagãos no que diz respeito às manifestações musicais e de culto. Havia também os mecenas. cada vez mais aberta.

com seus tambores. surgindo duas vertentes musicais importantes: de um lado temos o afro-americano que acredita em 14 . estão sempre ligados ao feiticeiro que canta e dança. os europeus trazem os africanos como escravos para o Novo Mundo. Inicia-se então uma instrumentalização do africano. por decisão deste. mas age em sua mente. mas é exatamente o que vemos hoje nas chamadas manifestações do Espírito Santo no movimento pentecostal. Os rituais africanos. onde encontram o homem índio. as pessoas começam a perder a noção e a sair fora de si e começam a entrar no transe. A música erudita da Europa se mescla aos tambores africanos e indígenas. deixando-os como garantia diante do risco de nunca mais voltarem para casa para continuarem a cumprir com suas obrigações financeiras. O “homem negro” começa a ser liberto e passa a trabalhar por salário. Então. caem no chão. espumam pela boca. ele vai às lojas e compra os instrumentos que foram penhorados. Todos os outros espíritos que possuem os seres humanos. Já vamos falar disso mais adiante. Então. há manifestações estranhas. na maioria das vezes o fazem involuntariamente. para parar de chover. momento em que baixam os espíritos. Logo depois. O Espírito Santo não toma posse do corpo da pessoa. entra-se num êxtase musical. para libertação dos escravos. temos uma união de escravos africanos e homens europeus que vieram para o Novo Mundo. dando início a um conflito. ou é o Espírito Santo.consigo escravos africanos. para afastar os maus espíritos e para chamar os espíritos bons. começando com muita música e muito ritmo. ocorrendo assim o que chamamos de “miscigenação de culturas”. mas mesmo que o façam voluntariamente. podemos concluir que espíritos são estes presentes em tais rituais. e é o Espírito Santo. entre norte e sul. A partir disto. com suas respectivas cargas musicais. Com os descobrimentos. Começa então uma descoberta do Novo Mundo e culturas misturam-se. inicia-se a guerra americana. Posteriormente. que espíritos que baixam? Só há um Espírito que toma posse do ser humano. então. Permita-me abrir um parêntese: nos rituais africanos e indígenas. depois os espíritos saem e o corpo fica como morto. Com esse dinheiro. ou serão demônios manifestando-se. Uma parte dos Estados Unidos acredita que eles devem ser libertos e outra parte acredita que não. não são senão espíritos de demônios. e índios que já estavam no Novo Mundo. causando-lhe movimentos corporais involuntários. e que é bom. que canta e dança para chover. O assim chamado “homem branco” é convocado para a guerra e penhora seus instrumentos antes de partir. Estas três culturas vão se juntar.

inclusive dentro de nós mesmos. o Jazz e o Swing. mas por pessoas de todas as etnias que se permitiram controlar pelo poder de Satanás. traduzido para o português. mas uma energia que está em tudo. surgem o Blues. melancolia”. Assim também é conhecido o movimento no golfe para dar a tacada. pêndulo. Então ele canta músicas com mensagens religiosas. e foi aplicado porque a música tem aquele vai-e-vem. Então este homem se liberta em todas as formas de prazer. que significa ejaculação. quando falamos em europeus. mas ambos são uma coisa só. ATUAÇÃO DE SATANÁS NA MÚSICA DO MUNDO Você conhece Aleister Crowley? Você já ouviu falar a respeito do Movimento Nova Era? A Nova Era prega que o bem e o mal não existem. nossa intenção não é responsabilizar etnias pela degradação moral e musical da sociedade. Antes de continuarmos. apegando-se aos vícios e prazeres mundanos. Mais adiante faremos uma análise mais detalhada sobre o Rock and Roll. que significa balanço. significa “tristeza. E Aleister Crowley é considerado o pai do Movimento Nova Era. é de suma importância que o leitor compreenda que. Swing é uma clara alusão ao movimento corporal durante o ato sexual. Este estilo musical representa o auge do prazer físico. Prega também a unidade universal e que Deus não é uma pessoa. nasce o Rock and Roll. Satanás usou pessoas de acordo com a ocasião para atingir seus objetivos. Seus discípulos foram responsáveis por desencadear 5 revoluções muito conhecidas da década de 60: a revolução social (inversão de valores sociais). do Swing e do Jazz. vamos compreender algumas questões. Voltando às origens dos estilos musicais anteriormente citados. um estilo de música que é criado por pessoas que voltaram as costas à Deus. quando se trata de estilo musical. do qual já podemos notar. escravos africanos e indígenas. Jazz tem sua origem na palavra “Jizz”. Temos também o Swing. negros ou índios. o pai do satanismo moderno e o santo padroeiro do Rock. Blues. Do outro lado temos o afroamericano que não acredita em Deus. Não é à toa que os temas do Blues são os vícios e os amores desfeitos. Em relação ao estilo musical. a revolução sexual (sexo 15 . em todo o tipo de vícios e. Portanto. Partindo do nascimento do Blues. Em toda a história da humanidade. o atual estado da raça humana não foi causado por brancos. com a utilização dos instrumentos musicais. E aqui chegamos a algumas origens. em sua origem.Deus.

também o trigo e outras coisas dadas por Deus como alimento. mas também o sintoma da escravidão” [Aleister Crowley. provam-se um laço para os desprevenidos” (Conselhos Para a Igreja. um sacerdote satânico. As primeiras gravações foram feitas por Chuck Berry. Considero o cristianismo não somente a causa. baixos e baterias. tornar-se-á a causa da ruína de muitos. pág.. degradaram o mundo à sua condição atual. Eles tomam coisas agradáveis e as deterioram de forma que se tornem destrutivas. p. mas que pervertidas por Satanás. Sexo é algo prazeroso e santo aos olhos de Deus. Ele tomaria o fruto da vide. quando praticado dentro dos limites do casamento. na arte e na literatura. elas e somente elas. The World´s Tragedy. XXXIX]. e convertê-los-ia em venenos que arruinariam as faculdades físicas. afirma que a igreja de Satanás trabalha com o que chama de “terrorismo estético”. Por exemplo. Aceito essas definições. Aleister Crowley expressa seu ódio a Jesus Cristo em The World´s Tragedy (A Tragédia do Mundo): “Não quero discutir as doutrinas de Jesus. mas se o sexo for deteriorado. dominariam de tal maneira os sentidos. que Satanás teria sobre eles inteiro controle. em seu programa de rádio 16 . mentais e morais do homem. 103 e 163). E este terrorismo estético é realizado principalmente na música. para ser inteligível à sua época. foram tocados em 1952 por Alan Freed. e John Lee Hooker. for desmoralizado. como um poeta faria. a revolução espiritual e a revolução satânica. pág. o diabo que eles honram chamam de Deus. e é o Deus e a religião deles que EU ODEIO E VOU DESTRUIR” [Aleister Crowley. Rex Church. Estes discos “raciais”. a revolução das drogas (liberação de vários vícios). O que precisamos entender é que todas essas revoluções que considerávamos como meramente históricas são fruto de um plano muito bem arquitetado por homens usados pelo diabo. O Espírito de Profecia confirma esta estratégia quando diz: “Satanás mesmo imaginou um plano. XXXI]. Mas se nós o alcoolizarmos. suco de uva é gostoso e saudável.) há muitas coisas que são boas em si mesmas.. Bo Diddley. (. a batida do Blues foi intensificada pelas guitarras elétricas. “Essa religião que eles chamam de cristianismo. segundo o sacerdote. O ROCK AND ROLL Depois da Segunda Guerra Mundial. as pessoas vão consumir isto e ficarão viciadas em algo destrutivo.livre e homossexualismo). Mais adiante trataremos sobre cada uma delas. como ficaram conhecidos na indústria fonográfica. ibidem.

de fim de tarde chamado Moondog Matinee. Tomando emprestada uma frase que ocorria em várias canções de Rhythm-and-Blues, Freed chamou o estilo de “Rock and Roll”. Esta expressão era usada nos guetos, nas favelas de Nova York, como um eufemismo, um termo agradável para suavizar a expressão real, que significava as relações sexuais promíscuas que aconteciam no assento traseiro dos carros. Nesta perspectiva, como seria então o Rock cristão? Freed foi para a cidade de Nova Iorque tocar suas melodias na WABC, uma das maiores estações de rádio daquela época. A batida acentuada começou a contagiar a juventude americana. A popularidade de Freed não deveria durar muito. Em 1959, um escândalo de suborno levou Freed a renunciar. Ele tinha recebido propinas dos cantores de Rock e grupos que promovia. Freed morreu cinco anos depois com a idade de 42 anos, bêbado e sem dinheiro. O homem que deu nome ao Rock and Roll era a sua primeira vítima. Sempre que citarmos o Rock and Roll, não estaremos nos referindo somente a Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones, U2 ou às demais bandas que temos hoje. Estamos nos referindo a toda a estrutura musical que nasceu do Swing, do Blues e do Jazz, incluindo Reagge, Hip-Hop, Funk, Bossa Nova, Samba, Rap, entre outros. As pessoas costumam dizer que o Rock and Roll é do diabo. Será que isto procede? Conhecemos a letra da música de Raul Seixas, que afirma claramente ser o diabo o pai do Rock. Porém, precisamos de mais detalhes e provas. Poucos conhecem Robert Leroy Johnson. Ele é considerado o pai do Rock and Roll. Ele costumava acompanhar grandes músicos e nunca tinha a chance de tocar, pois tocava muito mal. Em determinada época, ele desapareceu por 6 meses e, quando voltou, juntou-se novamente aos amigos. Então eles se prepararam para um show e Robert pediu para tocar também. Como de costume, eles não quiseram deixar, pois sabiam que ele tocava muito mal. Robert pediu que o deixassem tocar só desta vez e que o público decidisse se ele era bom ou não. Os músicos consentiram e, quando Robert pegou no violão, tocou de uma forma que todos ficaram admirados e questionaram: “Como em 6 meses você está tocando melhor do que nós?” E ele respondeu: “Eu fui à encruzilhada entre as estradas 61 e 49 e fiz um pacto com o diabo para me tornar um gênio da música”. Esta história é real e é contada no filme “A Encruzilhada”, interpretado por Ralph Macchio. Desde que Robert fez este pacto, nunca mais o viram ensaiar. Ele apenas pegava o violão e tocava qualquer coisa. Sendo assim, apesar de considerarem Robert Johnson como o pai do Rock and Roll, concluímos que o verdadeiro pai é mesmo o diabo, 17

como afirma a música de Raul Seixas. Afinal, não são os cristãos que o estão acusando, mas o próprio Robert Johnson declara ter feito um pacto com o diabo. Além disso, ele tem músicas que dizem assim:

Hoje de manhã cedo Quando você bateu na minha porta E eu disse “Olá, Satanás, acho que é hora de ir” Eu e o demônio andamos lado a lado. Ele mesmo assumiu o seu pacto. Robert Johnson morreu em 16 de agosto de 1938, agonizando, supostamente por envenenamento. Chegamos aqui a uma conclusão: se alguém quiser ser um gênio musical e fizer pactos satânicos, Satanás lhe concederá este poder. Vários músicos, como, por exemplo, os ACDC dizem: “Quando nós entramos no palco, não nos controlamos; é como se fosse uma viagem e só estamos aproveitando a carona”. Seu ex-vocalista, Bon Scott, cantava uma música com a seguinte frase: “Don´t stop me, I´m going down all the way, wow the highway to hell”, “Não me impeça, vou seguir o caminho até o fim, na auto-estrada para o inferno”. Ozzi Osborne, da banda Black Sabbath, diz que existe com o grupo um quinto elemento, pois às vezes eles ouvem sons de guitarra e bateria e sabem que não são eles que estão tocando. Roger Morneau, autor do livro “Viagem ao Sobrenatural”, conheceu uma banda de Jazz envolvida no satanismo que afirmou ser famosa por influência de Satanás, pois, enquanto eles tocavam, demônios ajudavam os músicos e andavam entre as pessoas para as incentivar a gostar da música. Fica claro que há algum fenômeno relacionado a ser muito famoso no meio musical. Você já reparou que por anos tivemos muitos talentos na igreja, mas que nunca chegaram a ser milionários, mundialmente famosos e a atrair multidões em diversos países? Parece que somente pessoas que têm vidas e filosofias contrárias aos princípios do cristianismo é que conseguem seguir na carreira da fama. E o que dizer de Elvis Presley, o rei do Rock? Em seus 42 anos de vida, Elvis bateu todos os recordes da indústria fonográfica. Mas nada disso o impediu de entrar em uma espiral de uso de drogas e remédios. Muito antes de se tornar famoso, era um menino comum. O jovem Elvis decidiu gravar em 1954 um disco como presente de aniversário para sua mãe. Era o começo de sua carreira. Um ano depois, sua primeira gravação, Heartbreak Hotel, ganhou disco de ouro e liderou as paradas americanas durante 17 semanas. Os jovens aderiram com entusiasmo ao Rock de Elvis, que 18

misturava estilos como o Gospel e a música negra. Elvis foi o responsável por legitimar o Rock como o conhecemos hoje e de apagar os limites que separam os diferentes estilos musicais. Se lermos a biografia de Elvis, iremos notar que ele era fã de tudo o que tem a ver com ocultismo. Elvis estudava teologia, filosofia oriental, numerologia, objetos voadores não identificados, espiritismo, reencarnação, vida após a morte, telepatia, etc. Chegou inclusive a fazer muitas tentativas para se comunicar telepaticamente. Elvis estava particularmente curioso sobre os mistérios da morte e assegurou aos amigos que, se morresse, iria encontrar um jeito de se comunicar do além. Como se não bastasse, passou a freqüentar uma academia espiritualista em Pasadena (Califórnia). Elvis era fã de Helena Petrovna Blavatsky, amiga das irmãs Fox, que foram as fundadoras do espiritismo. E Madame Blavatski é chamada de “mãe do satanismo moderno”, sendo quem originou as raízes do Movimento Nova Era. Elvis cantava: “Tanto quanto um homem tem a habilidade de sonhar, ele pode redimir a sua alma e voar”. Isto é mensagem da Nova Era. Ninguém pode redimir a sua própria alma. O nome do grupo de back vocal de Elvis foi inspirado em um livro de Madame Blavatski chamado “The Voice of Silence” e foi registrado como “Voice”. Geralmente as pessoas imaginam Elvis Presley cantando hinos com uma voz melodiosa e temos dificuldade em reconhecer que sua vida e carreira foram dedicadas ao satanismo. Assim como a maior parte dos grandes músicos americanos, Elvis cresceu no meio religioso, numa igreja afro-americana, e abandonou a religião para obter sucesso e fama. Temos outros músicos que abandonaram a igreja por causa da fama: Whitney Houston, Mariah Carey, Michael Jackson, entre outros. Além disso, cantar hinos nos EUA é como ouvir as pessoas cantando canções de Natal. No meio protestante americano, até mesmo as piores espécies de músicos já cantaram hinos em determinadas ocasiões. Isto é normal e não faz de Elvis uma pessoa cristã. Ele acabou morrendo com 42 anos de idade, de insuficiência cardíaca pelo abuso de tóxicos, supostamente legais, pois era dependente de medicamentos. Então temos o pai do Rock and Roll ligado ao satanismo e o rei do Rock and Roll ligado ao ocultismo. Não nos resta nenhuma dúvida a respeito da relação entre Satanás e o Rock and Roll.

19

se reúnem nos seus templos. o mundo conheceu diversos músicos que podemos considerar como verdadeiros gênios. para aprenderem e se prepararem para a vida.AS 5 REVOLUÇÕES Vamos voltar então ao caso de Aleister Crowley e analisar em detalhes as 5 revoluções desencadeadas por seus seguidores. ou fãs. tem que fazer parte da personalidade. uma cultura diferente no mundo musical. A diferença iniciou-se na revolução social. seus deuses. pula. que são os grandes salões e estádios onde os shows são realizados. O modelo social lançado pelos Beatles funcionava da seguinte forma: não são mais os idosos que lideram com sua experiência. O público não apenas aplaude. do Jazz e do Rock and Roll. então. Com o passar dos anos. as reações da platéia eram contidas. que falam. Estes se apresentavam em diversos lugares e momentos. ídolo. limitando-se apenas aos aplausos e simples demonstrações de apreço. E aí as pessoas nos criticam por devolvermos o dízimo e darmos nossas ofertas para as causas da igreja.Vemos. no futebol. Antes as pessoas buscavam os de mais idade. têm sua manifestação de culto. Já não basta gostar da música. Essa revolução fez surgir grupos específicos. os aplausos. os autógrafos. assobia. os gritos. ao adquirirem ingressos por preços exorbitantes. mas também grita. mas são os jovens que dominam a sociedade. Surgem expressões como fã. Porém. enquanto mal têm o que comer em casa. fruto dessa revolução social. Mais adiante veremos que os Beatles eram discípulos e fãs de Aleister Crowley. Revolução social Ao longo da História. show. Começa a surgir. os grandes músicos passaram a vivenciar uma situação diferente quando de suas apresentações. com mais experiência. andam e se vestem de acordo com os estilos musicais que ouvem. as pessoas ficam realmente histéricas. E a juventude começou a adquirir modelos que não têm experiência e apresentam péssimos exemplos pessoais e sociais. querem apenas “curtir a vida”. Mas hoje elas não têm o menor interesse nisso. Pessoas compram ingressos semanalmente para ver seu time jogar. As pessoas têm os seus ídolos. por exemplo. com a conseqüente inversão de valores que acompanhou todo o surgimento do Blues. ela tem que ser vivida. pois eles são adoradores. do Swing. até dão suas ofertas. Percebemos que a música se tornou 20 . O que vemos é que o conceito de religião invadiu o conceito de música. liderada pelos Beatles.

visto que o Rock and Roll escolheu como seu slogan “Sexo. Pelo menos é o que pretende a revista Metal Hammer. Drogas e Rock and Roll”. além de possíveis cidades e lugares que poderiam fazer parte da comunidade da nova crença britânica”. Quem desencadeou este movimento foi um homem chamado Harry Hay. Biff Byford. 21 . era um homossexual assumido e discípulo de Aleister Crowley. E esta informação é confirmada no artigo publicado no Yahoo! em 19/01/2010. Alexander Milas. não é? Isso realmente vai ser uma coisa muito legal’. O editor da Metal Hammer. Revolução sexual Se pensarmos na revolução sexual. quando começou o movimento homossexual a ganhar uma grande proeminência e se tornar público.uma religião. e um fenômeno global’. Nem precisaríamos citar nada a respeito da revolução sexual. que relata: “Já dizia a banda alemã Helloween: ‘Heavy metal is the law’ (Heavy metal é a lei). dinamizadora da defesa dos direitos dos gays nos Estados Unidos. a Metal Hammer conta com a ajuda de um embaixador. que acontece em 2011. que lançou uma campanha para que a vertente do rock seja reconhecida como religião no próximo censo do Reino Unido. Além de promover a revolução homossexual da década de 60 e ser o fundador da Mattachine Society. os anos 60 foram muito úteis nisto. mas os britânicos querem mais. Ele nasceu na Inglaterra em 1912. o Heavy Metal cresceu e se tornou uma das instituições culturais mais significativas do Reino Unido. e isto foi algo que motivou muitos a se sentirem normais ao assim procederem. Para fazer do Heavy Metal a mais nova religião dos britânicos. vocalista do Saxon. disse o músico. um ativista dos direitos homossexuais nos Estados Unidos. Não basta ser a lei. Harry Hay escreveu um livro com sondagens falsas. revelando que a maior parte dos americanos tinha relações sexuais antes do casamento. Além de incentivar os fãs a responder o censo. ‘Fazer o heavy metal ser reconhecido como religião é uma boa forma de se rebelar. tem que ser religião. justifica sua campanha ao site Gigwise: ‘Desde que o Black Sabbath lançou seu primeiro álbum há 40 anos. a revista também pergunta quem teria uma posição de prestígio na futura Igreja do Heavy Metal.

Leary foi um grande proponente dos “benefícios terapêuticos e espirituais” do LSD e um grande militante das drogas. O ex-presidente americano Richard Nixon chegou a chamar Timothy Leary de “o homem mais perigoso da América”. Na década de 60. os Beatles desencadearam uma revolução espiritual. que diz “My sweet lord. depravações. Eles trouxeram os famosos gurus e magos. budistas. dizendo que eles eram sábios. etc. um dos principais defensores do LSD. De lá trouxeram para o ocidente uma série de práticas e filosofias orientais. Revolução espiritual Além de participarem ativamente na construção de uma revolução social. Timothy Leary gerou controvérsias ao defender a administração de alucinógenos na terapia de pacientes alcoólicos e esquizofrênicos. como citamos anteriormente. as pessoas aprenderam yoga. aleluia” e depois muda para “My sweet lord. Muitos dos estudantes que não puderam fazer parte do experimento passaram a usar drogas por conta própria. Convidado a se retirar de Harvard. consumidor de drogas.Revolução das drogas No campo das drogas. meditação transcendental. Drogas e Rock and Roll”. Em determinado ponto de sua carreira foram para o oriente. fazia parte do movimento Hippie e também era discípulo de Aleister Crowley. Rapidamente aquele local foi ganhando fama como um reduto de orgias sexuais. Ele era doutor em Psicologia e desenvolveu pesquisas sobre o cérebro humano. artistas e poetas. harekrishnas. incluindo-os em suas músicas. pois o Rock and Roll escolheu como seu slogan “Sexo. Podemos lembrar que George Harrison compôs uma música chamada “My Sweet Lord”. Por isso ficou conhecido como o Papa do LSD. Ele era professor em Harvard. Ali todos podiam usar LSD à vontade. recebendo em sua fazenda amigos. Hare Krishna”. com a condição de que relatassem o que sentiam. Hoje vemos também uma série de novelas brasileiras divulgando filosofias e religiões orientais. que se mostraram interessados. entre outros. Ele conseguiu convencer o Departamento de Psicologia de Harvard a iniciar pesquisas administrando drogas a estudantes. etc. Leary continuou seus estudos com fundos próprios. surgiu Timothy Leary. assimiladas de hinduístas. enchendo-os de dinheiro ao darem consultorias espirituais. Também não haveria necessidade de dar detalhes a respeito da revolução das drogas. após uma certa pressão da Igreja. 22 .

Os mantras são rituais sonoros dados pelo mestre ao discípulo. uma declaração sobre os Beatles. em seu jornal oficial. Alguns podem até considerar exagero de nossa parte apontarmos os Beatles como revolucionários espirituais.Saturday Evening Post. O jornal ofereceu seu perdão por essas palavras em um artigo de 2008. ou melhor dizendo. a palavra Krishna significa “negro” ou “escuro” e às vezes se traduz como “O Senhor Negro”. John Lenon foi assassinado por um de seus “adoradores”. “Eles são totalmente anticristãos! Eu também sou anticristão. vai se encolher. o que não é uma coisa fácil” (Derek Taylor. gerar um estado de transe. pois o próprio John Lennon afirmou. 08/08/1964). Jesus era legal. mas também pergunta: ‘O que seria da música pop sem os Beatles?’ O artigo chegou quatro décadas depois de John Lennon desafiar a igreja Católica dizendo que os Beatles eram ‘mais populares que Jesus’ e sugerindo que o cristianismo estava morrendo como instituição. afirma que Krishna é encarnação de Deus e ensina meditação transcendental através de mantras. Eu não preciso discutir sobre isso. Então George Harrison está cantando “Meu querido ‘Senhor Negro”. o L'Osservatore Romano afirma em sua primeira página que a banda ‘achava que era maior que Jesus e divulgou mensagens misteriosas. possivelmente satânicas’. George Harrison e Ringo Starr. mas na verdade nem precisaríamos trazer estas informações. Assessor de Imprensa dos Beatles . quando atribuiu os comentários de Lennon ao ‘exibicionismo de um jovem músico inglês que creceu sob o mito de Elvis Presley e do rock and roll e que obteve um sucesso inesperado’”. Paul McCartney. O movimento tem origem no hinduísmo. o Vaticano publicou. Não é uma declaração espiritual? Pouco tempo depois de ter dito isto. Um interessante artigo publicado no Yahoo! Em 12/04/2010 declarou: “Em um momento em que a igreja Católica passava por uma grave crise. em 1966: “O cristianismo vai se acabar. cuja recitação teria o poder de pôr em ação a influência espiritual que lhe corresponde. mas suas disciplinas são muito simples. Eu estou certo. mas eles são tão anticristãos que me deixam chocados. nós somos mais populares que Jesus Cristo”. desaparecer. Hoje.De acordo com a maioria dos dicionários. elogiando sua música e desconsiderando os anos de uso de drogas e outros excessos de John Lennon. 23 . De acordo com o jornal britânico The Guardian.

O álbum máximo da carreira dos Beatles foi o “Sargent Pepper’s Lonely Hearts Clubs Band”. “Simpatia pelo Diabo”. mas vários outros músicos o fizeram. “Os Requisitos de sua Majestade Satânica”. deixe-me apresentar Estive aí por muitos anos Roubei a alma e destino de muitos homens Estava lá quando Jesus Cristo Teve seu momento de indecisão e dor Certifiquei-me de que Pilatos Lavasse suas mãos e selasse seu destino Assim como todo policial é criminoso E todos os pecadores são santos E cara é coroa Simplesmente me chame de Lúcifer Porque preciso de algum nome 24 .Revolução satânica Mas será que podemos dizer que os Beatles trouxeram também uma revolução satânica? Não apenas eles. Esta música tem frases como: Por favor. “O Clube do Sargento Pimenta e dos Corações Solitários” (figura a seguir). no qual existe a música “Sympathy for the Devil”. Este álbum foi lançado simultaneamente com o álbum dos Rolling Stones “Their Satanic Majesties Request”.

Essas bandas são apenas utilizadas como “laranjas”.Na época. 25 . enquanto os Rolling Stones Como eram uma duas banda bandas “pesada”. “Bem-vindos os Rolling Stones. mas olhando a capa do álbum dos Beatles encontramos uma bonequinha à direita onde se lê em sua blusa: “Welcome the Rolling Stones. Kiss. cerca de 10 anos apenas. todos bons rapazes”. a realidade é que todos servem ao mesmo senhor. Os próprios Beatles tiveram uma carreira relativamente curta. Por outro lado. continuam servindo ao mesmo senhor. com as mesmas características. Criando essa rivalidade. são criados dois lados. mesmo com os conteúdos vazios e imorais de suas composições. que introduziu um novo estilo musical baseado na irreverência e nas obscenidades abertas. Os Beatles eram considerados uma banda “leve”. duas opções. Todos os músicos que fazem pactos com o diabo para terem fama e sucesso musical. dois extremos. No Brasil. vai descobrir entre as flores duas fotos de dois Beatles (figura a seguir). a maioria das bandas que assumem seu pacto publicamente permanece por mais tempo. Com o tempo morrem ou perdem a fama. podem consideradas rivais lançarem álbuns ao mesmo tempo. Da mesma maneira repentina. com fotos de uns nos outros e elogios de outros a uns? Satanás faz com que lados opostos se envolvam de alguma forma e lutem entre si para que surja um novo sistema de pessoas “livres”. uma “leve” e outra “pesada”. mas não assumem publicamente. se você preferir simplificar. recordamos a banda Mamonas Assassinas. vivendo uma filosofia comum e de seu próprio interesse. Por exemplo. desapareceu depois de uma morte trágica num desastre aéreo. os Beatles e os Rolling Stones eram considerados rivais. apesar de aparentemente rivais. são cobrados mais cedo ou mais tarde. Black Sabath. E se você for à capa do álbum dos Rolling Stones. Satanás sempre trabalhou em duas vertentes: os pactos assumidos publicamente e os pactos secretos. Independente da escolha que façam. Ou. Lembramos também de como essa banda alcançou um surpreendente e repentino sucesso em todo o Brasil. Rolling Stones. e as pessoas acabam escolhendo um deles. all good boys”. ACDC.

Interessante notar que a maioria destes músicos morre com idade similar. surpreendeu o mundo da música.. o amor e a esperança?” E na música “Peace On Earth”. Porém. o músico morreu afogado na piscina de sua casa em julho de 1969. “Em primeiro lugar. disse o seguinte: “First of all.) Então. O livro também deixa no ar a pergunta “por que aos 27 anos?” Veja alguns nomes dessa lista: Brian Jones – guitarrista dos Rolling Stones. Estes são apenas alguns de inúmeros exemplos que poderíamos citar. onde está a fé. na qual cantam o seguinte: “Deus tem o telefone fora do gancho. de bandas que abertamente assumem seu pacto. relata todos os nomes do Rock e do Blues que morreram aos 27 anos de idade. “Paz na Terra”. eles cantam: “Jesus. Outro exemplo é Madonna que. Red Hot Chili Peppers. A banda U2 tem uma música que é tocada no filme “A Cidade dos Anjos”. Seus álbuns só falam de promiscuidade (mistura sexual indiscriminada) e sexualidade.apesar de velhos e cansados. mas esperança e história não combinam. Ele atenderia se pudesse. 26 . A cabala é uma doutrina esotérica. “E Se Deus Enviasse Seus Anjos”.. na música que Tu escreveste as palavras estão entaladas na minha garganta. tornou público seu pacto. a partir de determinado momento da carreira. Ela assumiu ser uma cabalista. Paz na Terra? Eu ouço isto todos os natais. Então de que vale essa paz na Terra?” Os U2 têm uma série de músicas nas quais blasfemam do nome de Jesus. ainda fazem muito sucesso.. escrito por Eric Segalstada e Josh Hunter. o livro “The 27s: The Greatest Myth of Rock And Roll”. em entrevista à revista Rolling Stone de 12 de fevereiro de 1976. querida. Será coincidência? Editado recentemente. quando declarou: “Rock sim tem sido a música do diabo (. David Bowie. chamada “What If God Would Send His Angels”. nós queremos agradecer a Satanás”. na entrega do prêmio MTV Awards de 1992. É o preço que pagam.) Eu acredito que o Rock and Roll é perigoso (…) eu sinto que estamos somente anunciando alguma coisa ainda mais escura do que nós mesmos”. aqueles que fazem pactos satânicos para obter fama têm suas vidas ceifadas mais cedo ou mais tarde. músico e ator britânico das décadas de 70 e 80.. we want to thank Satan”. (. uma ciência oculta que pretende comunicação com os espíritos.

Pete Ham – guitarrista e vocalista da banda Badfinger. Em 27 de dezembro de 1978. Janis Joplin – morreu de uma overdose de heroína. em outubro de 1970. que apareceu no final da década de 60. Jimi Hendrix – considerado o maior guitarrista de todos os tempos. O músico sofria de depressão e sua morte foi considerada como suicídio. possivelmente combinada com os efeitos do álcool. foi encontrado morto. em setembro de 1970. Devido a problemas pessoais e financeiros. apadrinhados pelos Beatles. O tape chegou à casa de John no dia seguinte ao da morte da cantora. Ron McKerman – também conhecido como PigPen. 27 . o músico foi um dos fundadores do Grateful Dead. por um eletricista. Sua morte trágica aconteceu em 1985. D Boon – vocalista norte-americano e guitarrista do trio punk californiano Minutemen. Sua morte veio em conseqüência de uma depressão por sua homossexualidade reprimida e também pelo uso de heroína. Chris Bell – ao lado do músico Alex Chilton. grupo britânico do país de Gales. Kurt Cobain – o líder do Nirvana foi encontrado morto em sua casa. Ele supostamente havia cometido suicídio. Jim Morrison – o vocalista dos Doors foi encontrado morto na banheira de seu apartamento. seu carro colidiu contra um poste de iluminação e Chris Bell morreu instantaneamente. asfixiado pelo vômito. morreu após ingerir nove comprimidos para dormir. o músico se enforcou na garagem de sua casa em abril de 1975. Curiosamente ele trabalhava numa nova letra chamada “The story of life is quicker than the wink of an eye”. ela gravou uma fita desejando feliz aniversário ao Beatle John Lennon. quando foi acidentalmente jogado para fora da Van em que viajava pelo deserto do Arizona. banda californiana. vítima de uma overdose de heroína. ele liderou o Big Star. “A história da vida é tão rápida quanto uma piscada de olho”. no dia 3 de julho de 1971. uma banda norte-americana do início dos anos 70.Alan Wilson – vocalista da banda de Blues californiana Canned Heat. por sua companheira Pamela Courson. em abril de 1994. em Seattle. Alcoólatra assumido. Os rumores eram de uma overdose acidental. Dias antes de sua morte. em Paris. durante o sono. Pigpen morreu de uma hemorragia gastrointestinal em 1973. em setembro de 1970.

Karlheinz Stockhausen. artistas plásticos promotores do erotismo. Marlon Brando. John Lennon. entre eles está Aleister Crowley. revolucionários. Stan Laurel. G. David Livingstone. Simon Rodia.Pete de Freitas – baterista do Echo & The Bunnymen. abaji. E. A causa de sua morte possivelmente foi envenenamento. como não poderia deixar de ser. banda da cidade de Liverpool. C. como podemos saber? Reparem alguns sinais satânicos no álbum “Sargent Pepper’s Lonely Hearts Clubs Band”. Edgar Allan Poe. A lista ainda continua com outros nomes menos famosos. Marilyn Monroe. Albert Einstein. C. O baterista morreu em 1989 em um acidente de moto viajando de Londres para Liverpool. Será mesmo mera coincidência que todos morram com exatos 27 anos? Ou será que alguém controla isto? Voltando ao álbum dos Beatles. Então eles dedicaram o álbum ao pai do satanismo moderno. Sri Mahavatar. liderada pelo vocalista Ian McCulloch. marxistas. que teve seu auge na década de 80. Sonny Liston. Sargent Pepper taught the band to play”. Lewis CarRoll. entre outras figuras. Burroughs. um ex-luterano que se tornou discípulo de Freud. Eles afirmaram ter colocado na capa o rosto de algumas pessoas das quais eles eram fãs. Bob Dylan. Wells. o que significa que eles eram fãs do pai do movimento Nova Era e do satanismo moderno. Então temos aí escritores evolucionistas. H. Dion DiMucci. Tyrone Power. Shirley Temple. “foi há vinte anos que o Sargento Pimenta ensinou a banda a tocar”. Alberto Vargas. Aleister Crowley. São elas: Aldous Huxley. Fields. Oscar Wilde. Sri Paramahansa Yogananda. Tom Mix. Aubrey Beardsley. atores e atrizes. Johnny Weissmüller. hinduístas. cientistas ateus. O álbum foi lançado em 1967 e Aleister Crowley morreu em 1947. Robert Peel. Westermann. cantores de casas noturnas. Albert Stubbins. gurus. Terry Southern. Tommy Handley. George Bernard Shaw. Marlene Dietrich. Outro aspecto interessante é que a música principal do álbum diz: “It was twenty years ago today. se eles realmente tinham um pacto secreto. William S. Richard Merkin. George Harrison. Robert Johnson – como citamos anteriormente. Diana Dors. um cantor de Rock que saiu do mundo evangélico. Tony Curtis. Karl Marx. Stephen Crane. Huntz Hall. morreu em agosto de 1938. Dr. Issy Bonn. Dylan Thomas. Ringo Starr. Stuart Sutcliffe. Larry Bell. Max Miller. Richard Lindner. Sri Yukteswar Giri. Mae West. H. Wallace Berman. Oliver Hardy. Fred Astaire. Lenny Bruce. dizendo que há vinte anos ele deixou a mensagem 28 . Bobby Breen. Petty. The Petty Girl of George. porém. Carl Gustav Jung. W. Paul McCartney. Sri Lahiri Mahasaya. Lawrence of Arabia. todos com uma história dentro da música pop.

os Beatles assumem seu satanismo de uma forma velada. Uma de suas músicas diz: “Eu tenho sangue em minhas mãos e não há remorso. como a necrofilia. Alguns rappers divulgam práticas satânicas. Isto é confirmado pela afirmação de John Lenon. mate pessoas e beba”. Veja como eles se vestem. e pedras preciosas e pérolas. é uma atitude depressiva. com roupas escuras. Através deste álbum.que deveriam transmitir. o rapper Eminem canta uma música chamada “Role Model” que diz assim: “OK. Em outro exemplo. a 29 . Em Apocalipse 17:4 lemos: “E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata. símbolo do satanismo. irem chegando gradativamente à música mais pesada. no centro. o que depois de algum tempo os levam à apatia espiritual. será que as bandas pesadas de hoje também os têm? Na realidade vamos encontrar isso em vários lugares. a mesma filosofia da Nova Era de Aleister Crowley. Não podiam assumir mais porque o objetivo deles era ser uma banda laranja. Hoje até consideramos as músicas deles como música antiga. e adornada com ouro. pois temos ali todo o tipo de pessoas anticristãs e lá embaixo. e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição”. tome pílulas. desencadear uma revolução na sociedade. sombra) no Brasil da década de 80. assim. cai fora da escola. Todo o simbolismo do álbum traz essa idéia. se essas bandas leves já tinham pactos satânicos. abrirem caminho para as pessoas se habituarem a um novo estilo de música e. as duas saídas são o suicídio ou o satanismo. ou seja. A imagem do álbum é a de uma prostituta hindu com quatro braços e em um deles carrega um pentagrama invertido. eu vou tentar me afogar Vocês podem tentar isso em casa Vocês podem ser como eu! Façam o que eu digo e façam exatamente o que a musica diz: Fume maconha. eu tenho sangue em meu ‘genital’ porque eu ‘fiz sexo’ com um cadáver”. todos pálidos. Note que os Beatles eram uma banda bem “leve”. cantada pelo grupo DMX. que a idéia principal dos Beatles é “faça o que você quiser”. temos uma prostitua de vermelho com uma taça na mão. Vejam a cultura gótica. depois desta. à depressão e. Então. também chamada de Dark (escuridão. Todas estas influências negativas geradas por estas espécies de músicas são captadas pelos jovens.

Mas mensagens subliminares ainda existem e muita gente acha que é só coincidência. “Indo Para Baixo” ou “Estou Afundando”. é um “curtir a fossa”. participantes foram expostos. Isto é encontrado em músicas como de Evanescense. se é mesmo coincidência. pois hoje suas mensagens são apresentadas de forma cada vez mais aberta e direta. ele já está cansado de utilizar mensagens subliminares. e coloca uma imagem na mente das pessoas”. “Suicídio é Indolor”. Ele põe diante de nós a Sua mensagem. o egoísmo e o lado sombrio. que significa “desaparecer”. de Londres. O nome agradou Amy Lee (vocalista). A palavra Evanescense deriva do verbo latino “evanescere”. As músicas dos góticos se voltam para temas que exaltam a decadência. negativas 30 . diz um estudo britânico. com o título “Going Under”. Em três experimentos realizados por pesquisadores da University College London. Traz muitas mudanças e eu posso fazê-lo ou deixá-lo se quiser E você pode fazer o mesmo se quiser” Podemos tomar muitos outros exemplos e nem precisamos entrar no campo das mensagens subliminares. particularmente se seu teor é negativo. durante curtos períodos de tempo. Porque não é assim que Deus trabalha. mas vamos fazer um breve comentário sobre elas. Existem também músicas como a de Marilyn Manson. A letra tem frases como estas: “O jogo da vida é difícil de jogar. porque só vemos essas mensagens trazendo conteúdos satânicos? Você já ouviu alguma mensagem subliminar que honre a Deus? Não. que o suicídio é indolor. MENSAGENS SUBLIMINARES Satanás não é ignorante. Entenda uma coisa. a imagens que continham palavras neutras. eu posso ver. porque segundo ela “é misterioso e sombrio. nos revela que as mensagens subliminares são mais efetivas quando tratam de conteúdos negativos. Eu percebo. Um interessante artigo. nos concede entendimento para compreendê-la de forma clara e ainda nos dá o livre arbítrio para escolher aceitar ou não. Veja algumas citações do artigo: “As pessoas são capazes de perceber mensagens subliminares. com o título “Suicide Is Painless”. publicado pela BBC Brasil em 28/09/2009. eu vou perder de qualquer forma. abertamente.música que ouvem é como o Blues. Ele não quer nos obrigar a aprender nada.

negativas (agonia. os voluntários tinham de classificá-las. já promoveu tudo o que queria com elas e agora suas bandas estão cantando e falando abertamente e as pessoas estão achando tudo muito normal. 31 . ‘Nós demonstramos que as pessoas são capazes de perceber o valor emocional de mensagens subliminares e provamos conclusivamente que as pessoas são muito mais sensíveis a palavras negativas’. disse. Mas. não eram facilmente identificáveis. no País de Gales. orelha. ela sugere. ‘Em termos práticos. O slogan ‘Mate a sua Velocidade’. para sermos bem diretos.ou positivas. As palavras apareciam de forma camuflada. Na pesquisa. publicado na revista científica Emotion. desespero. o especialista em psicologia do marketing Paul Buckley. dizendo se elas sugeriam alguma emoção ou não. este (experimento) não reflete necessariamente o que aconteceria na vida real’. disse que não há evidências de que mensagens subliminares funcionam em situações reais do dia a dia. Mas antes de entrarmos no assunto da música na igreja. As palavras eram positivas (alegre. por exemplo. a cientista Nilli Lavie. Cada palavra aparecia na tela por apenas uma fração de segundo – tempo tão pequeno que não permitia que o participante conscientemente lesse a palavra. A pesquisadora disse que seu trabalho pode ter aplicações em campanhas de marketing: ‘Palavras negativas podem ter impacto mais rápido’. flor. os participantes foram capazes de categorizar corretamente 66% das palavras negativas subliminares em comparação com apenas 50% das positivas. Os autores do estudo. precisamos analisar uma outra questão: a música e seus efeitos. Neste momento poderemos entender os parâmetros pelos quais podemos escolher a música destinada à adoração a Deus. chaleira). os participantes tinham de dizer se ela era neutra ou tinha impacto emocional (positivo ou negativo) e quão confiantes estavam em relação a sua escolha. Ele já conquistou o mundo e agora está utilizando suas armas na igreja. disse Lavie. assassinato) ou neutras (caixa. Após observar as imagens. Entretanto. Os pesquisadores verificaram que os participantes tendiam a responder mais precisamente após ser expostos a palavras negativas mesmo quando acreditavam que estavam apenas adivinhando suas respostas. da University College. o diabo não se importa mais com as mensagens subliminares. da Cardiff School of Management. mostrou aos 50 participantes uma série de palavras em uma tela de computador. ou seja. Após ver cada palavra. No final. ele já usou o bastante. paz). pode funcionar melhor do que ‘Diminua’. disseram que a habilidade de reagirmos a sinais sutis nos ajuda a evitar o perigo.

Então alguns deixam de comê-la. pois quando falamos em ritmo. harmonia e ritmo. Vimos anteriormente o papa Gregório tentando elevar a espiritualidade utilizando músicas apenas com melodia. o coração. E é aqui que começa o problema. harmonia e ritmo. temos ritmos também ao caminhar. Toda música tem ritmo e o problema nunca foi o ritmo em si. temos uma luta entre a carne e o espírito. o cérebro. as pessoas questionam se devemos ou não comer carne. a harmonia e o ritmo. as pessoas perguntam se devemos ou não ir à sala de cinema. as pessoas logo pensam na bateria. fazem com que percamos o quadro geral. Ele até prefere que você não vá à sala de cinema assistir um filme. olhando para os aspectos da música: considerando que o indivíduo é composto de uma parte espiritual. apesar de importantes. Temos então basicamente na música a melodia. e o ritmo é o que determina o andamento. mente e corpo. da harmonia e do ritmo? A melodia enfatiza mais o conteúdo. Satanás quer que olhemos para detalhes que. A essência da mensagem de saúde está muito além da mera decisão de comer ou não comer carne. logo pensamos na bateria e então começa a polêmica. Porém. além de mensagem. A música equilibrada tem melodia. a letra da música. A harmonia obriga o cérebro a processar duas ou mais seqüências melódicas. quando ele bate fora do compasso. Outros tornam-se vegetarianos. Cabe aqui uma pergunta. Desta forma. chamamos de arritmia cardíaca. Quando se fala de alimentação. qual é o correspondente da melodia. pois o espírito domina a mente e a mente domina o corpo. mas continuam bebendo cerveja. mas a marcação e a enfatização do ritmo. pois ela deve dominar a mente e a mente deve dominar o corpo. precisamos analisar o quadro geral. física.A MÚSICA E SEUS EFEITOS A música é composta por alguns elementos. envolve muitos outros aspectos para os quais não atentamos. mas continuam comendo muito açúcar. temos um compasso. harmonia é quando duas ou mais pessoas cantam seqüências de notas diferentes. Melodia é quando cantamos uma seqüência de notas. exercitando a parte mental. uma parte mental e uma parte física. se devemos usá-la ou não. enfatizando a parte espiritual. Quanto ao ritmo. A 32 . Então. Então quando falamos de ritmo musical. concluímos que o ritmo enfatiza a parte corporal. mas que combinam entre si. Quando falamos de espírito. A mesma coisa se dá quando falamos do cinema. qual destas partes deve dominar? A parte espiritual. mas o diabo não liga para isso. certamente. a pulsação. o nosso corpo o tem na batida do coração e. pois faz com que o cérebro se concentre nas palavras. tudo tem ritmo. volume e tons. como melodia. as pessoas que gaguejam possuem arritmia da fala. mas traga 5 ou 6 para casa.

música desequilibrada inverte, tornando o ritmo mais importante. Como conseqüência, o corpo passa a dominar tudo. O ritmo da música tem a capacidade de influenciar os ritmos do corpo, por isso, é o elemento que exerce influência nos mais variados locais do nosso organismo. Entre tantos podemos citar os efeitos sobre a liberação dos hormônios nas glândulas, a liberação de neurotransmissores nos núcleos do sistema nervoso central, a pressão arterial, as ondas cerebrais e os movimentos corporais (Laurence O’Donnell – http://www.cerebromente.org.br/n15/mente/musica.html). Toda música executada com ritmo repetitivo, independente do instrumento que o produz, estoca energia nos músculos, fazendo com que eles se contraiam e relaxem ritmicamente a fim de liberar a energia armazenada, ou seja, produz movimentos físicos. “Assim, os ritmos co-selecionados ajudam a regular o passo, o tempo e a cadência dos movimentos” (Revista Isto É, 28/01/2009, p. 68). Aqui podemos entender o motivo pelo qual nossos pés e mãos insistem em movimentar-se quando ouvimos uma música com ritmo acentuado. Este movimento físico é quase involuntário. É muito importante que entendamos algo relacionado à disposição causada pelos ritmos: a música clássica tem toda uma estrutura, uma dinâmica, momentos de volume, momentos de baixa, início, meio e fim. Mas a música Rock é baseada em repetições. Por quê? Quando você quer hipnotizar alguém, o que você faz? Repete constantemente a mesma frase até que a pessoa entre em estado hipnótico. Esta repetição causa um relaxamento do lóbulo frontal, que é o que acontece no hipnotismo. E nesse estado mental você grava muito mais a informação. Jimi Hendrix, famoso músico do Rock, declarou numa entrevista: “Você pode hipnotizar as pessoas com a música e quando elas chegarem ao seu ponto mais fraco você pode pregar para os seus subconscientes o que você quiser dizer” (Entrevistado pela Life, 03/10/1969, p. 4). Já reparou o que fazemos quando queremos decorar a tabuada ou qualquer outra coisa? Repetimos várias vezes até memorizar. Já reparou nas rezas? A Bíblia diz em Mateus 6:7 que não devemos usar vãs repetições. O que Satanás descobriu é que ele pode trabalhar na música este efeito de repetitividade e assim atrofiar o lóbulo frontal das pessoas. O lóbulo frontal é onde assenta toda a capacidade de decisão do indivíduo, é o que faz a diferença do ser pensante. E ao atrofiar o lóbulo frontal, essa pessoa não tem dinâmica espiritual, não tem força de vontade, perde totalmente a sua disposição e baixa suas defesas, o que a leva a introduzir em sua mente todo tipo de conteúdo negativo. Por isso é que os jovens que continuam escutando pop-rock querem parar de fazer sexo, 33

querem parar com a masturbação, querem ler a Bíblia, querem estudar a Lição da Escola Sabatina, querem ir aos cultos da igreja, mas parece que não têm forças, pois não há poder de decisão. Satanás não faz isso apenas com a bateria, mas com os mantras, como do New Age, onde há repetições de sons. Mantras são sons repetitivos, muito utilizados pelas religiões orientais para o alcance do transe. Não há como não gostar de uma música assim, porque ela causa relaxamento, ela não exige esforço mental. Note que, quando lançam uma música nova, ela é repetida inúmeras vezes nas rádios, ou em uma mesma rádio, dentro de um período de tempo. A princípio nós não gostamos muito, mas depois de algum tempo passamos a gostar, pois fomos habituados. “O pesquisador David A. Noebel diz que o ritmo da música Rock cria uma secreção anormalmente alta de hormônios sexuais e adrenalina podendo causar alterações nos níveis de açúcar no sangue e a quantidade de cálcio no corpo. Uma vez que o cérebro recebe sua nutrição do açúcar no sangue, sua função diminui quando este açúcar é dirigido a outras partes do corpo para estabilizar o equilíbrio hormonal. No ponto em que uma quantidade insuficiente de açúcar do sangue alcança o cérebro, o julgamento moral é muito reduzido ou completamente destruído. Isto é o que acontece quando o ritmo da música Rock muda o nível de açúcar sangüíneo no corpo. (...) Na música Rock e formas semelhantes, o padrão da acentuação é invertido, de forma que as batidas dois e quatro são acentuadas, em vez das batidas um e três, como representado no compasso que se segue: um, DOIS, três, QUATRO. (...) John Diamond, um médico de Nova Iorque, realizou numerosas experiências sobre os efeitos da música Rock. Em 1977, trabalhou como presidente eleito da Academia Internacional de Medicina Preventiva. Ele descobriu que a música Rock é a forma mais séria de poluição sonora nos Estados Unidos. Particularmente prejudicial é a música Rock que emprega uma batida “anapéstica” (pé de verso grego ou latino formado de três sílabas, as duas primeiras breves e a última longa.) onde a última batida é a mais intensa, como ‘da da DA’. De acordo com Diamond, este tipo de música pode ‘suscitar stress e ira, reduzir a produtividade, aumentar a hiperatividade, debilitar a força muscular e poderia desempenhar um papel na delinqüência juvenil’. (...) Estas desordens de comportamento ocorrem, de acordo com Diamond, porque a música Rock causa um desarranjo no sincronismo dos dois lados do cérebro, de forma que a simetria entre os dois hemisférios cerebrais seja perdida. Ele conduziu uma experiência numa fábrica em Nova Iorque onde a música Rock era tocada o dia todo. Quando a música foi substituída por outra que não fosse Rock, Diamond descobriu que a produtividade da fábrica aumentou em 15%, enquanto que o número de erros diminuiu na mesma proporção. Ele explica que a batida anapéstica, característica 34

especial da música Rock, é perturbadora porque é o oposto das batidas do coração, assim como coloca o ritmo do corpo normal sob stress. (...) Pesquisadores russos chegaram a conclusões semelhantes. Eles descobriram que a música Rock tem ‘um efeito psíquico tremendamente prejudicial’. (...) Even Ruud explica como a música Rock alta e rítmica cria uma necessidade por reações musculares e movimentos corporais (...) Se o stress na pulsação continua, como num concerto de Rock, prolongado com música intensa e monótona, é produzida uma quantidade excessiva de adrenalina, a qual as enzimas do corpo não são capazes de metabolizar. O resultado é que uma parte da adrenalina se transforma em outra substância química chamada adrenocromo (C9H903N). Esta é de fato uma droga psicodélica semelhante ao LSD, mescalina, STP, e psilocibina. Adrenocromo é um composto um pouco mais fraco que as outras, mas os testes mostraram que ele cria uma dependência semelhante às outras drogas. ‘Não é de causar surpresa, então, quando o público nos concertos de Rock ou nas discotecas ficam ‘altos’, entram em transe e perdem o autocontrole’”. “Além de estimular os músculos a produzir movimentos físicos, as descargas de impulsos nervosos produzidas por ritmos que marcam ou acentuam os tempos fracos e os contratempos (sincopado) estimulam, também, vários centros nervosos no Tronco Cerebral como o Lócus Cerúleus, responsável pela liberação do neurotransmissor Noradrenalina e os Núcleos da Rafe, que liberam Serotonina. Os neurotransmissores, e/ou metabólitos gerados a partir deles, quando liberados em altos níveis ou durante um tempo maior que o normal, pelos núcleos do tronco cerebral, possuem ações as quais são imitadas pelas drogas psicoativas (cocaína, nicotina, anfetaminas, etc.) no sistema nervoso central e podem produzir euforia, convulsões, transe, hipnose, tolerância e vício (Roger Liebi, Rock Music! The Expression of Youth in a Dying Era, Zurich, 1989” (Cristãos em Busca do Êxtase, p. 25). “Outro efeito ocorre na modulação da excitabilidade do Córtex Cerebral, pois, níveis aumentados de Noradrenalina e Adrenalina inibem as funções do córtex pré-frontal (razão, discernimento)” (Robert Lent. Cem Bilhões de Neurônios, ed. Atheneu, São Paulo, 2004). “Além disso, a Adrenalina estimula os corpos amigdalóides cerebrais, supostamente o centro do comando emocional” (MuSICA Research Notes, vol. IV, edição 2, Outono de 1997: Norman M. Weinberger. Isso The pode Musical levar à Hormone,(http://www.musica.uci.edu/mrn/V4I2F97.html)).

predominância das emoções sobre a razão. Quando isso ocorre, a mente não consegue

35

mas com a assimilação. É por isso que os estilos populares não devem ser considerados para o louvor a Deus.. 1993). Este efeito de dependência de estímulos cada vez maiores nos leva a consumir o que chamamos de “pimenta musical”. sexo e drogas” (Norman M. Elsevier. A tolerância reforça a dependência e. mais intensa e mais discordante” (Verle Bell. troco a letra para conteúdos religiosos e que falem de Jesus. 53). acontece na música com volume forte. a música ativa alguns dos mesmos sistemas de recompensa estimulados por comida. 161). os músicos utilizam o ritmo discordante ou sincopado para causar dependência e tolerância e assim vender bem. 2004). mas ninguém imagina um carro em fuga com uma canção de ninar ao fundo. ritmo e acordes discordantes. Assim como as anfetaminas causam dependência. Serotonina e Dopamina) e de Adrenalina no Sistema Nervoso Central e. IL. a dependência. se não for repetida. Farmacologia. A música contém também uma mensagem. Os músicos descobriram que a música que não segue as regras matemáticas exatas da harmonia e do ritmo corporal (fraseado). Ela precisa se tornar mais estridente. Range e col. acentua o prazer produzido pelo estímulo cerebral sobre o Centro de Recompensa.mais utilizar os conceitos do que é certo ou errado. gera o vício. Oakbrook. Edição Especial: Segredos dos Sentidos. RJ. aumenta os níveis de Neurotransmissores (Noradrenalina. Muitos acham que a mensagem está somente na letra e funciona da seguinte forma: eu pego uma música mundana. um nível cada vez maior de estímulo é requerido para produzir o mesmo efeito anterior levando à tolerância (H. o sistema nervoso central sente necessidade dela gerando. mas a própria música em si já nos traz uma mensagem. à medida que esta sensação de prazer é repetida. ou mesmo utilizar o comando voluntário para controlar suas ações” (Cristãos em Busca do Êxtase. semelhantemente às drogas psicoativas. A mensagem não tem a ver somente com a letra. Weinberger. 5aed. Revista Mente e Cérebro. Nenhuma tem qualquer tipo de letra. Portanto. “O ritmo repetitivo sincopado e marcado. agora não satisfaz mais. A mesma música que no passado criava uma sensação agradável de excitação. assim. da qual trataremos mais adiante. “Uma das mais poderosas liberações de adrenalina. faz com que o ouvinte experimente um clímax viciante. Além disso. p. How the Rock Beat creates an addiction em How to conquer the Addiction to Rock Music. superando o controle voluntário do córtex préfrontal. nem um bebê dormindo com uma bateria pesada ao fundo. então ela passa a servir para a igreja. p. mesmo 36 . P. na reação de fuga ou luta. Esta sensação de prazer tende a ser repetida e. Muitos acham que não são afetados. por isso.

Temos também a questão do volume.. tanto mais é Ele glorificado. desde a entrada do Rock no mundo evangélico. harmonioso. E quanto mais perto o povo de Deus puder se aproximar do canto correto. que será equilibrado ou não. os seus membros só escutam e cantam suas músicas no volume máximo? Perceba que. onde lecionou durante vários anos. O correto é sempre mais grato que o errado. Você percebeu que. Atualmente está trabalhando como Diretor de uma Escola Secundária Adventista do Sétimo Dia na Noruega. pois estes trazem uma mensagem em si mesmos. Durante os anos 80 ele teve a sua própria banda de Rock que ficou famosa na Noruega. ou tempo impróprio – podem resultar em uma variedade de mudanças incluindo: uma freqüência cardíaca alterada com sua correspondente alteração na pressão sangüínea. síncopes. é estranha à música do Céu. Note que nunca encontramos uma pessoa ouvindo música clássica a todo volume. Por contraste. Sognefest é autor do livro “The Power of Music”. que são depressivos. e como se faz nas músicas de boate. A ‘harmonia dissonante’ [que explora intervalos abertos sem resolução]. Deus não se agrada de algaravia (linguagem confusa) e dissonância. e digestão inadequada”. Em relação aos tons. nem música Rock baixinho. trazem consigo conotações mundanas. 23). Nada adianta a qualquer 37 . Vejam que citação interessante de Ellen White: “Vi que todos devem cantar com o espírito e com o entendimento também. a igreja beneficiada e os incrédulos favoravelmente impressionados” (Conselhos Sobre a Música. Ele recebeu o grau de Mestre em música pela Academia de Música em Bergen. desde mera estimulação num extremo do espectro até a inconsciência no outro extremo. a exposição à música com ritmos desarmônicos – quer seja a ‘tensão’ causada pela dissonância ou ‘barulho’ ou os balanços antinaturais de acentos rítmicos deslocados. e harmonizando humores e emoções. (. “Lá no céu a música é arte que combina os sons de maneira ordenada nos elementos básicos de melodia. é impossível ouvi-la com um volume equilibrado. Noruega. quando a música se torna desequilibrada. sincronizando mensagens nervosas. uma estimulação excessiva de hormônios (especialmente os opióides ou endorfinas) causando uma alteração no estado da consciência. há músicas que trabalham com excessos de tons dissonantes. e polirritmos.) como a arte moderna o faz.. p. harmonia. melhorando a coordenação. ritmo e forma musical. ou seja. Ele é um conferencista convidado por diferentes denominações para realizar seminários de música. Tore Sognefest é músico profissional e pianista. Ele comenta: “A exposição à música com ritmos harmônicos reforça os ciclos rítmicos do corpo humano.mudando-se a letra.

diante da música do Céu não é formação. Cada “dose” varia de 5 a 60 minutos para que o usuário possa. desenvolvemos um hábito destrutivo que jamais pode ser desarraigado sem diligente esforço unido à intervenção divina. Foi desenvolvido através de uma técnica conhecida como ondas binaurais. que procura interferir nas ondas cerebrais do usuário. existe a possibilidade de substituir as drogas por músicas que causam efeitos semelhantes. Se déssemos uma música Rock de hoje para uma pessoa na década de 60 ouvir. Nos tornamos cada vez mais viciados naquilo que chamamos de “pimenta musical”. pois acharia muito pesada. O assunto é tão claro que. a música tem o poder de desencadear em nosso organismo reações semelhantes às causadas pelo uso de drogas. irritação. atingir a dose desejada. O que ocorre é que o primeiro grupo tem seu paladar auditivo aguçado e livre de influências populares. Quanto mais pimenta consumimos. mas o segundo grupo já está dependente 38 . para não se chegar a tais conclusões. ansiedade e estresse enquanto outro grupo sentirá prazer. simulando o efeito de várias drogas reais em seres humanos. cada vez mais pimenta foi colocada na música para habituar as pessoas paulatinamente. E muitas destas músicas tem sido introduzidas em nossa igreja sem a menor reflexão. Adventismo e Eternidade. com a conseqüente dependência. Como vimos anteriormente. Quando nos acostumamos à música desequilibrada. 54). Há alguns anos foi anunciado pela mídia virtual um software chamado I-Doser. que emite sons que alteram a freqüência do cérebro. é necessário escutar em um ambiente calmo e com pouca iluminação. de fato. Para que não haja interferência. Os efeitos variam de cada dose. deformação. “Quando esta música é tocada e/ou cantada.músico hoje insistir em que sua formação seja de modernismo harmônico dissonante. a igreja se divide em dois grupos: um grupo de ouvintes sente desconforto. Ou seja. Trata-se de um programa de computador que produz “doses” de ondas sonoras. Mas isto foi trabalhado com o passar dos anos. e sim. sob o uso de fones de ouvido stereo. No primeiro momento. p. mais pimenta queremos. ela não iria gostar. PIMENTA MUSICAL A revolução musical dos anos 60 tem um efeito relacionado à enfatização e marcação do ritmo. é preciso ser mal intencionado” (Música. o som emitido tende a incomodar até surtir o efeito esperado.

ao mesmo tempo em que bombardeiam o corpo com estímulos que produzem hormônios. mais discordantes e num volume mais alto” (Karl Tsatalbasidis. liberando hormônios sexuais. ela tem necessidade de consumir sempre mais. mais necessidade temos de que ela tenha mais pimenta e mais ritmo. e ao mesmo tempo estimula tálamo e hipotálamo. e sempre algo mais pesado. até que ela só se sente entusiasmada e interessada se tiver essa pimenta. Nós precisamos entender o que está nos atrapalhando. exigem esforço mental e não apelam tanto à emoção. Mas quando se coloca uma batida. mas é fato raro. atrofiar o lóbulo frontal e hiperestimular as secreções de hormônios. 2003). vai para casa e ouve música desequilibrada que atrofia seu lóbulo frontal. Então a carne é mais alimentada do que o espírito. É idêntico ao que acontece com uma pessoa que consome drogas. E quanto mais batida uma pessoa ouve. Esta é a estratégia de Satanás. Rock and Worship – Modern Music in Today’s Church. mas à razão. mais necessidade ela tem de mais batida. como as pesquisas comprovaram. que pode anular o racional. e o aspecto emocional. Ou seja. incluindo os sexuais. Todos os dias estamos sendo bombardeados de músicas que hipnotizam e atrofiam o lóbulo frontal. ou mesmo um adulto. da mesma forma que acontece na alimentação e na indústria do cinema. mais viciada se torna neste estímulo. o que faz com que o lugar no qual nos reunimos para buscar forças se torne exatamente o lugar que as destrói. que continue consumindo este estilo de música tenha a mínima chance de vencer nas batalhas que se 39 .(viciado) e desejará ouvir e executar música com ritmos mais sincopados. o jovem vem para a igreja e ouve que não deve praticar sexo antes do casamento. Quanto mais a pessoa se habitua a isto. sai da igreja e encontra as mulheres semi-nuas no trabalho. que é onde ele tem a espiritualidade. Por que nós queremos fazer a vontade de Deus. muitas vezes. Você já viu alguém chorar ao ouvir música clássica ou as músicas de nosso hinário? Pode acontecer. pois tais músicas são intelectualizadas. Drums. Pior ainda quando músicas com esta pimenta são executadas dentro da própria igreja. O que este jovem vai fazer com tantos hormônios sexuais no corpo? Não tem a menor chance de vencer as tentações. Não é possível que um jovem. as coisas que nos rodeiam atrofiam nosso poder de decisão e hiperestimulam nosso lado carnal. essas músicas entram num estímulo carnal. na escola. nas ruas. o poder de decisão e a força de vontade para vencer o mal. mas não conseguimos? Porque. Não adianta orarmos a Deus pedindo forças para vencer se nós mesmos estamos diariamente minando tais forças através de nossos hábitos. Quanto mais música apimentada e ritmada consumimos.

afinal os hinos serão projetados num lindo telão super colorido e todos poderão cantar fazendo uso da mais avançada multimídia mundial. não têm sabor. Assim 40 . o lindo colorido do que a própria letra da música que estamos cantando. Já parou para pensar nisso? “Parece-me mais oportuno que em cada culto ou reunião de jovens. E tudo isso faz parte do grande engano de Satanás. Será que temos poucas opções? Analise comigo. O nosso hinário tem hinos suficientes para mais de 4 anos de louvor aos sábado sem repetir nenhum. não estamos habituados com “comida” sem pimenta. só que tem que haver equilíbrio no uso da multimídia em nossas igrejas e eventos. Otimar Gonçalves. com a utilização cada vez maior dos CDs (e estou me referindo a igrejas que têm outros recursos. reservemos um momento para aprender um hino novo do Hinário” (Pr. E Ele só poderá encher uma mente com Seu poder se ela estiver vazia das coisas do mundo. não dão nenhum prazer. Revista do Ancião. Chega a um ponto em que eu me vicio nessa pimenta musical de tal forma que os hinos do hinário. puros e simples. poderíamos cantá-los por mais de 4 anos sem repetir nenhum. na maioria das vezes. Alguns irmãos já não levam mais o Hinário Adventista para a igreja. mais as paisagens. algo está errado e precisamos reavaliar nossos conceitos. junho de 2009). mas muitos deles trazem uma mensagem profunda em seu conteúdo e devem ser cantados em ocasiões específicas. Sem contar que. mas apenas dubla ou canta mecanicamente. de todo o poder de decisão e força de vontade que somente Deus pode conceder. Caso contrário. Isso não é de todo ruim. a igreja nem canta. O que ocorre na hora do louvor é que estamos olhando. Mas por que praticamente só usamos esses hinos nos cultos de sábado de manhã? Porque eles não têm pimenta. Não estamos afirmando que os hinos dos CDs jovens sejam inaceitáveis. pois nós iremos precisar de toda a força espiritual. como instrumentos e músicos). Alguns realmente o são. se nós cantássemos 3 hinos do hinário por sábado.aproximam. não haverá espaço. Quem se habitua a pimenta não sente sabor em comida só com sal. “Aos poucos estamos também perdendo nossa capacidade imaginativa e reflexiva na hora da adoração a Deus. mas a suportamos aos sábados de manhã por “respeito às tradições da igreja”. Diretor do Ministério Jovem da Divisão Sul Americana da IASD. Quem se habitua ao ritmo enfatizado não consegue gostar de nenhum dos 610 hinos do hinário. É impressionante perceber como muitas de nossas igrejas só querem cantar músicas dos CDs Jovens em todas as programações. Apesar de que muitas igrejas hoje nem mesmo aos sábados pela manhã utilizam os hinários. Ele está preparando um sistema totalmente emocional. as imagens. Mas quando estes hinos passam a ser o foco da atenção e a única fonte de louvor de uma igreja.

“Foi-me mostrado que a juventude deve assumir um padrão elevado e fazer da Palavra de Deus seu conselheiro e sua guia. 1. 496 e 497). Solenes responsabilidades repousam sobre os jovens. 16). Mas o que é equilíbrio? Pergunta-se a 100 pessoas a noção de equilíbrio e teremos 100 opções diferentes. 502). p. “Desonram freqüentemente a Deus e sua fé por frívolas conversas e a escolha que fazem da música. Mas. A apresentação de música em seus lares em vez de conduzir à santidade e espiritualidade tem sido um meio para afastar as mentes da verdade. se a santidade não exerce a menor atração sobre nós – podemos estar certos de que é vã nossa esperança do Céu” (Visões do Céu. “Não temos tempo agora para gastar em buscar as coisas que agradam unicamente aos sentidos” (Evangelismo. muitas pessoas ficarão escandalizadas. p. o espírito do Céu habitará em nosso coração aqui. quando o assunto é música sacra. se não temos qualquer interesse em buscar o conhecimento de Deus. e dão de coração louvor a Deus” (Evangelismo. é “equilíbrio”. Em vez de dar valor ao canto popular. Canções frívolas e música popular do dia parecem adequadas ao seu gosto” (Testimonies. Mas é pesado para quem? Existem diversos grupos de Funk Gospel em nosso país. p. deleite algum em deter os olhos no caráter de Cristo.a música perde um pouco sua eficácia de fixar a verdade em nossa mente” (Pr. p. Otimar Gonçalves. “Se alguém julga que a música sacra é enfadonha e sem vida e necessita ser ‘avivada’ através do profano. se não encontrarmos prazer agora na contemplação das coisas celestiais. Junho de 2009). Qual das 100 devemos seguir? Se utilizarmos o Funk na igreja. A palavra chave. vol. Satisfazem-se com a simplicidade nos cultos. volvem sua atenção principalmente para o estudo da Palavra. 64). 296). Revista do Ancião. p. esta é claramente uma indicação da condição espiritual do coração. às quais consideram levianamente. Para eles é um estilo aceitável. 41 . Ellen White diz: “Caso estejamos realmente jornadeando para lá. dirão ser muito pesado. A música sacra não está em harmonia com seus gostos” (Mensagens aos Jovens. p. Os verdadeiros pastores conhecem o valor da obra interior do Espírito Santo sobre o coração humano. 510). O que é sacro não é para ser sensacional” (O Que Deus Diz sobre a Música. “Sua religião parece ser mais da natureza de um estimulante do que uma permanente fé em Cristo.

“Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne. nem. o deles ou o daqueles que discordam? Muitas das músicas que tocamos na igreja hoje não eram aceitas no passado. ou seja. [aos professos cristãos] trarão música a seu gosto para dentro da igreja sem perceber a profanação que levam a efeito. o que faria na música da igreja um instrumento incapaz de produzir melodia. hoje elas são amplamente aceitas e recomendadas. os músicos celestiais apanham a harmonia. em vez de música espiritual criada por Deus e que O agrada? O objetivo do verdadeiro louvor é agradar a 42 . Devemos andar em linha reta. conforme nos diz o Senhor. criada por Satanás e voltada àquilo que agrada aos homens. quando os anjos e a presença de Deus já se foram há muito” (Música. Qual padrão iremos usar. como uma “bateriazinha de leve”. e unem-se ao cântico de ações de graça” (Obreiros Evangélicos. bem como da congregação. À luz de Efésios 5:19. pois não é sujeita à lei de Deus. cujo objetivo principal é apenas enfatizar o ritmo? Falaremos dele mais adiante. Diante deste contexto. os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Romanos 5:5-8). será aceito na igreja daqui a alguns anos? Quem determina o que é equilibrado e o que não é na música da igreja? O equilíbrio de Deus é o único que deve ser seguido. Então a melodia deve dominar e o ritmo deve ser suprimido. mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. A música para Deus tem que ser espiritual e não carnal. Portanto. p. mesmo que seja só um pouquinho. que nos escandaliza hoje. você acredita que podemos oferecer a Deus uma música carnal. muito menos gostos e desgostos que possam ser o mais correto a se seguir. Se algo agrada à carne. como presenciamos em nossos dias “se lhes for permitido. Porém. não pode agradar nada ao Espírito. harmonia e ritmo.até agradável a Deus. a melodia é o que estimula nossa parte espiritual e a Bíblia nos orienta a entoar e louvar de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais (Efésios 5:19). com seu lóbulo frontal em pleno vigor e atividade. o pode ser. Eis o critério que podemos tomar por base: nós somos espírito. Infelizmente. mas a inclinação do Espírito é vida e paz. escandalizavam os irmãos. Significa que o Funk. em verdade. Adventismo e Eternidade. “Quando os seres humanos cantam com o espírito e com o entendimento. Porque a inclinação da carne é morte. porque Deus é espírito e importa que os que O adorem o façam em espírito e em verdade. mente e corpo. a música é melodia. 50). no final da apresentação digam ‘amém’. Não há opinião humana. 357). Pode até ser que alguns dos que estão à plataforma. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus.

pois será cantada por toda a eternidade pelos santos no Céu e na Nova Terra” (Karl Tsatalbasidis. atestados de pobreza cultural e espiritual. muito menos necessita ser melhorada. a única música que alcança alguns tipos de 43 . procurem um veículo de comunicação eficiente. a comunicação será sem efeito. então não precisa nem deve ser modificada. pois mais cedo ou tarde vocês vão descobrir que é impossível fazer música sem emprestar elementos de outros estilos musicais sejam eles ligados à elite ou ao povão. 53). não teriam contato com o evangelho. 100 ou 200 anos” (Música. pois se o receptor não compreende a mensagem enviada. E hoje existem líderes da música de nossa igreja que afirmam ser o Rock. é considerada música perfeita. a música sacra. Estes líderes afirmam que para haver uma comunicação eficaz. A MÚSICA NA IGREJA: POP PARA DEUS? O diabo sempre quis misturar o sagrado com o secular. oferecer a elas aquilo de que gostam. sabendo apenas apreciar o vazio dos corinhos. pois deixam o espírito desprovido de alimento e de proteção. em alguns casos. 62). Adventismo e Eternidade. desde que foi expulso do Céu. 17-19. E mais. Ele tem trabalhado nisto desde o princípio. o secular com o profano e o sagrado com o profano. Como dói!!” (Música. “O resultado ainda mais triste é vermos uma geração se formando acostumada a se conformar com o nível rasante da música pop. aceitáveis para Deus como forma de alcançar almas que.Deus e somente a Ele. Vocês descobrirão que. com as características já bem definidas. entre outros. Esta é a música mais moderna e a música do futuro. 2003). Esses estilos de música com ritmo acentuado destroem nossa força espiritual. “Esta comichão do desejo de dar origem a algo de novo nunca deu coisa boa em música sacra porque. o Espírito Santo já é velho e ultrapassado por ter inspirado alguém há 50. Adventismo e Eternidade. Eis uma afirmação publicada em um artigo de um grande líder musical de nossa igreja: “Não percam tempo tentando adivinhar o gosto de Deus ou tentando criar a música santa ou separada do mundo. “Como a música de adoração no Céu. de outra forma. apresentando perante o mundo. p. bem como o Funk. para os caçadores de novidades. através de seus cânticos. o Samba. Rock and Worship – Modern Music in Today’s Church. o Jazz. devemos falar a língua das pessoas. Drums. p. a Bossa Nova e até o New Age.

Eu dei este ursinho a ela. rebeldia. que tem a ver com sexo no banco traseiro de um carro. o Gospel. notamos que existem músicas nascidas de rituais africanos. A namorada fica furiosa. o Jazz. Mas se o problema é o nome que está aí. que tem como santo padroeiro o pai do satanismo moderno e do movimento Nova Era. Em uma cidade do litoral brasileiro acontecia um evento todos os anos. quando aparentemente decidimos “terminar” com Satanás e “converter-nos” a Cristo. Vamos entender um pouco melhor esta questão. e agora. Pensei em dá-lo a você. o Funk. quando compreendemos o real sentido da palavra “sacra”. Axé para Deus. sexo livre. pois imaginei que você gostaria. Ela gostou bastante e ficou com ele por muito tempo enquanto estávamos juntos. ex-baterista do Jazz. Karl é um Adventista do Sétimo dia. como Samba para Deus. Mas aí nós terminamos e eu guardei este ursinho. 2003). ou qualquer nome que se venha a designar os estilos musicais (Músico Adventista). de ejaculação. eu apago e escrevo o seu”. Que mulher gostaria disto? Mas é exatamente o que estamos fazendo com Deus. Mas no ursinho está escrito o nome de outra moça. É isto que Deus merece? Será que isto realmente é fazer uma música sacra. Sei por experiência que tal pensamento é errado” (Karl Tsatalbasidis. drogas e Rock and Roll e que tem um foco carnal e sensorial. drogas. apagarmos o nome “Satanás”. Pagode para Deus. Porém. Seu namorado lhe traz um presente: um lindo ursinho de pelúcia. O diabo usou uma música por mais de 50 anos e fez tudo o que queria com ela. Rock and Worship – Modern Music in Today’s Church. não se preocupe. o New Age. como slogan sexo. a Bossa Nova. de melancolia e depressão. Digam-me o que há de bom nisso para ser aproveitado para Deus? Imaginem que uma moça está namorando. o Pagode. que estudou com os maiores músicos do Canadá. mas ele explica: “Sabe. onde todas as igrejas e todos os 44 . Certamente ele sabe o que está dizendo. o Erudito. o Samba. no Jazz. Não haveria nenhuma necessidade de análise profunda. este nome que está aqui é da minha exnamorada. etc. diferente? “Muitos acreditam que a única maneira efetiva de alcançar a nova geração é incorporar a música Rock e a bateria no serviço de adoração. que tem como principal elemento o tambor. o Coral Alemão. Drums. como promoção a rebeldia e o anticristianismo. analisando um pouco mais. que têm suas bases no Blues. Funk para Deus. promoveu tudo o que é contra Cristo. no Rock and Roll. separada.pessoas são o Rap. Rock para Deus. nos achamos no direito de pegar essa mesma música. Hoje em dia encontramos todos os estilos possíveis. escrevermos “Deus” e trazermos para a igreja.

) Os que. como exigia de Israel antigamente” (Patriarcas e Profetas. “A meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano e o farão discernir entre o imundo e o limpo” (Ezequiel 44:23). “Deus pronunciou uma maldição sobre aqueles que se afastam de Seus mandamentos e não fazem diferença entre as coisas comuns (profanas) e as coisas santas. tão plausível é o trabalho do inimigo que não se 45 .. mas quando decidimos rebaixar nossas normas para sermos simpáticos ao mundo e amigos deste. em seu trabalho para Deus. O problema com essa mistura é que não estamos apenas trazendo fogo estranho ao altar do Senhor. mas as maneiras de Deus. “Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios. 148). Uma multidão se apertava para assistir aos shows que ali aconteciam. não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios” (I Coríntios 10:21). É seu propósito ensinar ao povo que devem aproximar-se com reverência e temor e da maneira indicada por Ele. nos costumes. Tão suave. e esse evento era chamado de “Misto Crente”. hão de fracassar. p. É isto que Deus merece? Essa mistura? Atrair os crentes oferecendo-lhes aquilo de que gostam. em terreno perigoso. 373. hábitos e princípios. A associação com as coisas do mundo no setor musical é considerado inofensivo por alguns observadores do sábado. que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4). É assim que Satanás procura desviar homens e mulheres. 484). pois. para serdes meus” (Levítico 20:26)..estilos se reuniam para “louvar a Deus” encima de um palanque especialmente montado para tal na areia da praia. não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele. Tais pessoas estão. o Senhor. obtendo muitas pseudo-decisões por Cristo? “Não permitais que vossos esforços sejam no sentido de seguir os modos do mundo. Deus requer hoje de Seu povo uma distinção tão grande do mundo. “Não é seguro para os obreiros do Senhor tomarem parte em divertimentos mundanos. “Ser-me-eis santos. (. p. porque Eu. confiam em planos mundanos para obter êxito. automaticamente tomamos uma decisão contra Cristo. A Bíblia é clara: “Infiéis. O Senhor requer uma mudança em vossa maneira de trabalhar” (Evangelismo. Ele não aceita obediência parcial. sou santo e separei-vos dos povos. porém. e dessa maneira tem ganho o controle de almas.

p. a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar. Vejamos o que ele diz a respeito: “Assim falamos. não para que agrademos a homens e sim a Deus. vosso Deus. Neste novo estilo de cristianismo. é esta: (. para retirar de nós toda a sujeira do pecado e nos separar para sermos somente dEle. para lhe serdes seu povo próprio” (Deuteronômio 14:2). Deus tem sido considerado como aquilo que nós queremos que Ele seja. porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro. imitando-lhe os costumes” (Conselhos Para a Igreja. e o Senhor vos escolheu de todos os povos que há sobre a face da terra. “Ele [Satanás] levará o maior número possível a (. Deus está dentro de cada pessoa. 332). Atualmente. atraímos os descrentes que serão verdadeiramente convertidos e salvos e mantemos os verdadeiros cristãos na igreja.. semelhante ao mundo. nosso templo e nosso culto entre Cristo e o mundo? Mas que união pode haver entre a luz e as trevas (II Coríntios 6:14)? Como casar a mensagem de Deus com o veículo de Satanás? Queremos oferecer às pessoas o que elas gostam. segui-o. e muitos membros de igreja tornam-se mais amigos dos prazeres que amigos de Deus” (Mensagens Escolhidas. que prova os nossos corações” (I Tessalonicenses 2:4).. não queremos que o 46 . vol.suspeita dos seus ardis. Não queremos viver o cristianismo. p. “A religião pura e sem mácula. 3. que é o grande engano do anticristo. “Porque sois povo santo ao Senhor. Cristo morreu para nos remir e purificar. mas senti-lo. se é Baal. O apóstolo Paulo jamais concordaria com isso. um povo exclusivamente Seu. zeloso de boas obras” (Tito 2:14).) a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo” (Tiago 1:27). Agora queremos trazer toda a sujeira de volta e dividirmos nosso coração. ou se devotará a um e desprezará o outro” (Mateus 6:24)..) se tornar no procedimento. para com nosso Deus e Pai. “O qual a Si mesmo se deu por nós. Quando buscamos intensamente agradar somente a Deus e trabalhar da forma como Ele nos pede. para Si mesmo.. não o que precisam. 84). segui-o” (I Reis 18:21). Infelizmente temos perdido o respeito que deveríamos ter pelas coisas de Deus. “Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus. “Ninguém pode servir a dois senhores.

O problema é que carnaval significa festa da carne e não do espírito. 37).) a verdade para este tempo não necessita nada dessa espécie em sua obra de converter almas. Isto que está acontecendo com o cristianismo é resultado de um trabalho muito bem planejado por Satanás. Então elas pegam todas essas coisas de que gostam. em tal balbúrdia [algazarra] de ruídos. Em vez de cantarem com a razão. nem querem parar para “mastigar” (pensar). de mudar o seu vestuário. enobrecedora e santificante verdade para este tempo.Espírito Santo habite em nós apenas. e isto será chamado de operação do Espírito Santo” (Mensagens Escolhidas. para prepar a chegada do anticristo. É uma verdadeira festa onde as pessoas querem sentir e não compreender e obedecer. temperam o cristianismo com elas e comem rapidamente. Deus disse a Moisés que tirasse as suas sandálias. porque. É o que estamos fazendo. dançando. vol. de mudar a sua alimentação. não gostam de abandonar seus maus hábitos. Em Êxodo 3:5. Para isto. A Bíblia diz: “O Senhor está no Seu santo templo.. ele precisa de um novo sistema de louvor como cunho do seu tipo de cristianismo. vão descobrir que têm que mudar. espírito e mente. (.. misturando o sagrado com o profano. como vimos anteriormente. queremos senti-lo. elevadora. Isto é uma invenção de Satanás para encobrir seus engenhosos métodos para anular o efeito da pura. Cale-se diante dEle toda a Terra” (Habacuque 2:20). se o fizerem. com o entendimento. 2. mas a presença de Deus o tornou santo. de mudar a sua música e seus entretenimentos. p. se devidamente dirigido. mas estão adorando a Satanás. então 47 . estão cantando com os sentimentos. É um carnaval. Não gostamos desses hinos do hinário. sincera. transformando a casa de culto em casa de shows. Deus escolheu para Seu culto o ser adorado em espírito e em verdade. com o foco carnal e sensorial do Rock. E aquele local era apenas o deserto. As forças das instrumentalidades satânicas misturam-se com o alarido e barulho. mas Satanás quer ser adorado na carne. chorando. Elas não gostam de uma vida santificada. seria uma bênção. Pessoas que assim procedem. Então elas têm que temperá-lo. ou seja. Este é o mesmo foco do culto tribalista africano. O templo não é lugar para esse tipo de festa. não gostam de cristianismo. para se ter um carnaval. aplaudindo. Imagine então o que Deus tem a dizer à igreja em relação às suas ações no templo. misturando a filosofia de “Deus em mim”. Os seus adoradores vão para suas igrejas pensando que estão adorando a Cristo. Uma balbúrdia de barulho choca os sentidos e perverte aquilo que. “O Espírito Santo nunca Se revela por tais métodos. tem que haver uma interação com a divindade. gritando. tocá-lo. pois estava pisando em terra sagrada.

Mais do que isto. sob o disfarce da religiosidade)” (Hilton Robson – A Bateria e o Transe nos Rituais Xamânicos). fala “em nome de Jesus”. Que tipo de conversão é essa? “Como importante parte do que pensam ser solução contra a mornidão. porque antes freqüentavam baladas. um falso sistema religioso. prodígios. meramente exteriores e satisfatórios à carne (sim. orgulhosos por terem se “convertido”.colocamos uma bateria e passamos a gostar.. um falso reavivamento e um falso cristianismo devem ser criados para recebêlo.) Os resultados serão enganosos. Há 30 anos essas músicas atuais eram ditas como sendo do diabo. cintos cravados de ferro. à carne. (. Para que um falso Cristo chegue. como veremos mais adiante. Será que eu posso adorar a Deus enquanto estão sendo liberados hormônios sexuais? Fazemos uma verdadeira festa dentro da igreja. um autor cristão.. Se você abrir o Manual da Igreja na página 180. É o mesmo que pegar uma garrafa de veneno e mudar o rótulo.. não é preciso deixar o passado pecaminoso. mas o remédio é errado. e não é só com a música. Como pode ser isso? Como poderia um grupo ‘cristão’ se parecer e se vestir como sadomasoquistas. rever nossos conceitos.) O diagnóstico da tepidez foi certo. correntes e cabelo estilo ‘punk’ como os doze sadomasoquistas que o abordaram de perto nas ruas de São Francisco.. se possível. transformando-a em uma casa de entretenimentos e diversão. os cultos da mocidade aposentam os hinários tradicionais e começam a adotar instrumentos e músicas dançáveis. “Ao folhear atentamente uma revista cristã. (. uma cópia barata do verdadeiro cristianismo criado pelo verdadeiro Deus. Este é o grande engano que. Esse tipo de comportamento nos diz que não é preciso abandonar o que está errado. mas que não passa de uma contrafação. mas agora fazem baladas para Jesus. descreveu em seu livro seu estado de horror e choque quando viu um quadro de um grupo de Heavy Metal que se autodenominava cristão. o gosto pessoal. 17). com urgência. enganaria até os escolhidos (Mateus 24:24). p. vai encontrar a seguinte citação: “toda 48 . mas apenas dar outro nome. escrevendo água mineral. que opera milagres. Muitos jovens evangélicos batem no peito. vestido com o mesmo estilo de couro preto. Mudar a letra de uma música não muda o seu efeito. precisamos rever nossos princípios e retornar ao ponto em que nos desviamos do curso que Deus determinou para nós. um sistema de culto muito semelhante ao cristianismo. Precisamos. braceletes. tocar seu tipo de música e ainda se autodenominar embaixadores de Cristo?” (O que Deus diz sobre a Música. David Wilkerson. um falso sistema de adoração.

em segundo lugar. se isto é uma adaptação cultural. porque as doutrinas nunca mudaram. mas para tais afirmações temos dois argumentos muito simples: em primeiro lugar. ‘Rock’ ou formas correlatas. existe desde 1910 e as pessoas não aceitavam. e agora “acordaram” para o fato de que o tempo passou e está na hora de nos adaptarmos? E se é adaptação cultural. porque produzimos num CD a mesma música em duas faixas. Durante 100 anos as pessoas rejeitaram a bateria. é a modernidade. Os resultados são e têm sido trágicos. Então. 49 . As novas gerações sequer usam esta expressão. mas nós tomamos as coisas em nossas próprias mãos e buscamos adaptar princípios aos nossos próprios gostos. e toda expressão de linguagem que se refira a sentimentos tolos ou triviais. oficialmente a igreja adventista não aprova nenhum estilo de música nascido nas bases do Jazz. nossa igreja está bem atrasada. desonramos a Deus da mesma forma.melodia que pertença à categoria do ‘Jazz’. Ou seja. significa que devemos atentar também para outros guias. desequilibram o ritmo biológico do corpo e atrofiam o lóbulo frontal? Ou a igreja esteve errada por todos esses anos e por isso não pode ser a igreja de Cristo. Se a cultura não é guia suficiente. como a conhecemos hoje. Observe bem. a pimenta musical e a mistura do sacro com o popular. Não será uma coincidência que essa “adaptação cultural” surja e se fortaleça dia a dia justamente no momento em que vivemos os últimos tempos deste mundo? Atualmente não executamos mais Música Sacra. ou esta igreja esteve errada por mais de 150 anos ou as pessoas estão se desviando. serão evitadas”. talvez nem a conheçam e. do Rock e todas as formas correlatas. e elas precisam voltar aos marcos antigos. As músicas nascidas nestas bases não servem para nós. intitulado “Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música”. Que lhe parece? Ao nosso ver. ou esteve certa e devemos voltar aos marcos antigos. esta é a igreja de Cristo e suas doutrinas são perfeitas. visto que a bateria. Muitos dizem que isto é apenas adaptação cultural. mas quando tocamos um violão ou um piano em estilo Jazz ou Bossa Nova. um anjo na bateria? O que estaria fazendo no Céu um instrumento que não tem estímulo espiritual? Será que lá teremos músicas que liberam hormônios sexuais. não entendem o seu significado. uma com bateria e a outra sem? Será que é para agradar a todos os gostos? Mas a música não é para Deus? Você realmente imagina o Céu com o coro de anjos preparando-se para entoar um louvor e. não estamos tratando da permissão ou proibição da bateria. se conhecem. ao fundo. o documento emitido em uma de nossas Conferências Gerais. afirma que “os hábitos e a cultura não são guias suficientes na escolha da música”.

surgidos após a segunda Guerra Mundial. Todavia. Música Gospel é a mesma coisa que Música Evangélica. passando por Jerry Lee Lewis. outros ritmos como o Funk e o Reggae também são por ele adotados. Percebe a mistura? É o caso dos quartetos Gospel. nascida no final do século dezenove nas igrejas evangélicas do sul dos Estados Unidos.Hoje praticamos a Música Gospel. como o Blues e o Jazz. O Rock dos anos 50 foi beber dessa fonte. o Gospel estourou nos Estados Unidos a partir dos anos 70. Atualmente a música Gospel nacional tem ganhado destaque na televisão aberta e em eventos como a Festa do Peão em Barretos. Bandas como Stryper (Heavy Metal). Hoje o prêmio Grammy. É uma música de origem negra. Cristo. O Gospel ajudou a moldar toda a música negra dos Estados Unidos no século passado. Cantores famosos da música norteamericana começaram como cantores de Gospel nas igrejas. sendo escrita e executada por muitos motivos. inclui a categoria Gospel e grupos como o Take 6 cobram cachês milionários por apresentação. Comercialmente e na forma que tem atualmente. provavelmente derivada dos “Negro Spirituals”. e também sofreu influência desses e de outros estilos. A MÚSICA GOSPEL O termo Gospel (junção de God e spell) pode ser traduzido como palavra de Deus. Gospel também é uma alusão ao Evangelho (Good News). O Rock passa a ser o carro-chefe do gênero. acompanhado de um “back vocal” ou instrumental. dança e roupas extravagantes. essa é a moda. a música Gospel assimilou outros ritmos como Samba. De acordo com seus gêneros musicais variados. ou seja. desde Bill Halley e seus Cometas até Elvis Presley. com suas músicas gritadas. Grandes espetáculos se organizam por todo o país e cada vez mais emissoras de rádio criam programações Gospel. considerado o Oscar da música. o tema principal na maioria das músicas Gospel é o louvor e a adoração a Deus. ou como um produto de entretenimento. e/ou o Espírito Santo. No Brasil. Contudo. Geralmente era interpretada por um solista. de Los Angeles. além do Rock. desde estéticos. tocam Música Gospel. com motivo religioso ou cerimonial. Mas o que vem a ser isto? Quantos já pararam para refletir a respeito? De onde vem essa tal Música Gospel? Vamos analisar. Pagode e Funk. o Gospel também oferece uma alternativa ao povo cristão para o uso da música popular. 50 .

além de outros estilos musicais do gênero. embora com nomes variados. após o seu falecimento. uma vez. Blues e Jazz. abandonando as letras mais agressivas de outras canções. nesse artigo a revista declara que quando Dorsey percebeu. Ele começou a escrever Gospel depois que ouviu Charles A. Alimentado pela gigantesca indústria multibilionária de gravação musical nos EUA. Tindley numa convenção de músicos na Filadélfia. que muita gente estava brigando contra a música Gospel. e depois. Online. de US$ 180 milhões em 1980 a US$ 500 milhões em 1990” (Petrie. Phil. o ritmo de Jazz tão parecido com o de Tindley. não abandonou. Assim ele fez. ‘Se Você Ver o Meu Salvador’) e enviou para diversas igrejas do país. ‘O Pai da Música Gospel’). ele estava ‘determinado a carregar a bandeira’ a favor do Gospel. possuem todos uma mesma essência e raiz — a música cristã negra nos Estados Unidos da América. contudo.. recusaram-na de subir” (Petrie.) escreveu centenas de músicas Gospel e testemunhou a sua música subir no púlpito das igrejas – onde. The History of Gospel Music. além de todos os estilos que deles derivam. em Inglês). Em 1994. Investiu em 500 cópias da canção ‘If You See My Saviour’ (em português. e o rendimento das vendas só de música Gospel chegou a triplicar nas últimas décadas. na época. Phil. The History of Gospel Music. Também está intimamente relacionada ao Rock. e o atual Gospel. que fluiu da igreja Afroamericana e inspirou corais modernos. as estatísticas da mesma publicação indicaram que os selos independentes cresceram 50%. entre 2003 e 2008 sete gravadoras criaram divisões especiais somente para lidar com artistas Gospel. artistas do mercado Rhythm & Blues. em Inglês). a revista Norte-americana Score publicou um artigo com o título: The Father of Gospel Music (em português. A Igreja inicialmente não gostou do estilo de Dorsey e não achou apropriado para o santuário. além de ser uma música de entretenimento e com fins comerciais. “Thomas A. (. o ‘pequeno infante’ da música Gospel pulou do seu berço humilde e cristão e atravessou as muralhas da igreja para um mercado bem diferente do mundo atual. seus estilos. conhecido como Georgia Tom.Já temos aqui algumas conclusões relacionadas à música Gospel: é uma alternativa para o povo cristão ouvir e praticar a música popular. Online. Mas Dorsey não desistiu e com a ajuda de outros músicos foi em frente. De acordo com a revista Norte-americana ‘Gospel Today’. No início de sua carreira ele era um importante pianista do Blues. Levou quase três anos para ele conseguir mais pedidos da música e ele quase retornou a tocar o Blues. Dorsey é considerado por muitos como o pai da Música Gospel.. 51 . no início de sua carreira com o Gospel. “Ainda que o termo ‘Música Gospel’ possa abranger um campo da Música muito vasto. E o Gospel continua a crescer.

A efervescência dos movimentos de Contracultura. Desde a década de 1950 ele já incorporava em seus álbuns e canções algumas influências desse gênero tipicamente americano. dentro da Música Cristã. comportamento e consumo dão 52 . E dentro deste contexto. os produtores de música Gospel começam a organizar os meios de produção principalmente com a criação de estúdios de gravação exclusivamente evangélicos. Movimento Hippie nos EUA. Essa década é um período de afirmação da música popular cristã em todo ocidente. já com um staff de músicos treinados e capacitados. 1972 e 1974. Com a gravação dos primeiros discos Gospel. Tropicalismo no Brasil. Novos cantores e ministérios surgem em todo o país. Anos 80: na década de 1980. deixando para sempre marcado o seu nome nesse gênero musical americano. Ele ganhou três Grammy’s por suas interpretações Gospel. tanto quanto Rock. Blues. Country e música erudita. bandas). instaurou-se um novo padrão de louvor e adoração dentro do culto cristão que viria a mudar a Igreja Evangélica brasileira. Anos 70: na década de 1970. Elvis lançou quatro álbuns Gospel. Surgem os cursos de capacitação ministerial que revelam as primeiras gerações de cantores e bandas Gospel. estava a música Gospel. Elvis apreciava este tipo de música. maestros. Já em 2001 ele entrou para o “Hall da fama” do Gospel. As mudanças na Igreja Evangélica relativas à adoração. É nesta década que começa o processo de popularização do Sacro. a perspectiva da música Gospel no Brasil era praticamente inexistente. missionários. ou equipe de apoio (músicos. em 1967. A cada ano os evangélicos galgam mais um passo ao conquistar suporte financeiro e assumir o controle da cadeia de produção. promovem a explosão de ritmos populares. inclusive. a música Gospel brasileira entra na fase de formação e qualificação de seu staff. instituindo um mercado fonográfico segmentado baseado na música Gospel. Surgem também as primeiras bandas brasileiras de Rock Cristão. A Música Cristã tinha como estética hegemônica a Música Sacra baseada na cultura de hinário e no canto coral congregacional. Começa a profissionalização do staff de sonoplastia cristã: surgem os primeiros engenheiros de som e produtores musicais voltados para a música Gospel.Elvis Presley e o Gospel Sem dúvida Elvis Presley foi um dos maiores divulgadores deste gênero musical durante todo o século 20. Gospel no Brasil Anos 60: na década de 1960.

o termo Gospel é trazido para o Brasil. As turnês internacionais de cantores e ministérios se tornam freqüentes: tanto os brasileiros vão ao exterior. comunidades virtuais e sites especializados em conteúdo Gospel. que multiplicou o número de rádios evangélicas em todo o país). Anos 90: na década de 1990. há o boom do Neopentecostalismo com os discos Gospel produzidos por Comunidades Evangélicas (CEs). Surgem as ligas de blogueiros evangélicos. O Gospel nacional passa a ter tiragens em outras línguas (inglês e espanhol) para atender a demanda do mercado latino. Surgem as primeiras bandas de Metal Cristão. a organização oficial do staff de músicos cristãos. além do comportamento interativo do público. tendo em vista o encolhimento do mercado fonográfico secular e o crescimento vertiginoso do segmento Gospel. Surgem os primeiros sucessos internacionais da música Gospel brasileira.suporte à importação da Música Cristã Contemporânea (CCM) dos EUA. A tecnologia também dá o tom do crescimento da música Gospel. como os estrangeiros vêm em visita ao país. É quando surge a primeira gravadora exclusiva de Rock Cristão. como a criação da ExpoCristã. sendo até patenteado. A música Gospel caminha a passos largos no seu processo de industrialização: a criação de premiações para “os melhores” talentos do gênero musical. as primeiras inserções na mídia secular e os grandes ajuntamentos em eventos exclusivos de adoração. 53 . multiplicam-se os cantores que saem em carreira solo. A Música Gospel passa a ser conhecida não só pelo seu aspecto religioso e artístico. os evangélicos passam a investir em iniciativas que tragam visibilidade a este gênero musical. A Igreja Evangélica rompe com os padrões do passado e aceita a “Dança Profética” como forma de adoração nas congregações. Com os meios de produção da Música Gospel organizados. Cantores e missionários ligados ao Pentecostalismo multiplicam-se. Com essa onda. mas também pelo poder econômico. além de grandes ajuntamentos. O Pentecostalismo e o Neopentecostalismo mostraram sua cara a públicos nunca antes imaginados por meio da gravação de discos “Ao Vivo” e o registro de ministrações com o “dom de línguas”. as concessões de rádio e TV para grandes grupos evangélicos e a edição da Lei 9612/98 (a Lei das Rádios Comunitárias. Anos 2000: na década de 2000. Surgem milhares de cursos de formação de Ministros de Louvor.

Segundo estimativas. Um fenômeno também ligado ao mercado fonográfico da Música Gospel é o fãclube. SONNY. CDs. ed. A revista Veja tem uma seção onde recomenda filmes. Rollins participou de discos importantes do trompetista Miles Davis e do pianista Thelonious Monk e lançou pelo menos dois clássicos irretocáveis – Saxophone Colossus e Tenor Madness. Na verdade. perdendo apenas para o Pop Rock” (Magali do Nascimento Cunha. Música Católica Popular e Música evangélica) é o segundo gênero mais vendido no Brasil. a indústria fonográfica secular tem encolhido 20% ao ano. livros etc. Apesar de ser um tema controverso para cristãos. A banda que acompanha Rollins é de alto calibre – os destaques são o baterista e produtor Steve Jordan e o trombonista Clifton Anderson. ao passo que o Gospel cresce 30% ao ano (Relatório ABPD).. chamada “VEJA Recomenda”.. sobrinho de Rollins (VEJA Recomenda – 27/08/2008). Tese. Música Cristã Contemporânea (CCM). a revista apresenta descrições que falam por si sobre quais são as músicas similares ao Gospel. . Revista Isto É Dinheiro). não limita a criação do que o público tem chamado de “Clube de Admiradores” e “Rede de Amigos”. Leiamos e depois reflitamos se o Gospel realmente serve para adorar a Deus. As palavras “Admiradores” (“Admiradores da Artista X”) e “Amigos” (“Amigos do Ministério Y”) têm sido muito utilizadas nessas agremiações temáticas em relação a artistas e ministérios. o mercado evangélico cresceu 30% no ano de 2009 (Diário do Nordeste / Revista Enfoque. Vinho Novo em Odres Velhos. É também um dos ícones do Hard Bop.Perspectivas da Música Gospel “Recentemente. Doutorado em Comunicação. DVDs. 54 . PLEASE. Online. 2004) (Música Gospel é o segundo estilo mais vendido no mercado musical brasileiro. a música Gospel é o único segmento que cresce em todo o mercado fonográfico. Especificamente na parte de CDs. Um olhar comunicacional sobre a explosão Gospel no cenário religioso evangélico no Brasil. CD. Universidade de São Paulo. 53). ambos de 1956. Ultimamente. chegou a afirmar que a música Gospel (no tocante às três esferas de música religiosa. vertente do Jazz que adicionou ao gênero elementos do Blues e do Gospel. formada pelas maiores gravadoras e distribuidoras do mercado fonográfico brasileiro. a Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD). Sonny Rollins (Universal) – O saxofonista de 78 anos é uma das últimas lendas vivas do Jazz. que envolve idolatria e fanatismo.

CD. só para conferir qual era a preferida do público inglês. quando o artista misturou os Blues ensandecidos que tocava ao piano com aquele coral típico das igrejas Gospel americanas. The Very Best of. . bem como sua biografia. Harper herdou o virtuosismo e o Blues. daí em diante. James Morrison (Universal) – A imprensa britânica saudou o cantor de 21 anos como "o novo Otis Redding". Exageros à parte. Ben Harper & the Innocent Criminals (EMI) – No início de carreira. as bandas Blur e Oasis tentaram imitar o clima de rivalidade que ditou a carreira dos Beatles e dos Rolling Stones na década de 60. 2028. Há dois anos.CD. Ela atualizou o som psicodélico de conjuntos como Kinks e The Who – ícones do Rock britânico dos anos 60 – e flertou com a androginia (como na faixa Girls & Boys). Esse cruzamento é muito bem ilustrado em faixas como Hallelujah I Love Her So e What'd Say. Foi ele o responsável pelo surgimento da Soul Music. Em Lifeline. o cantor amplia seu leque de referências musicais. e seu disco de estréia foi aclamado como um clássico da música negra. A banda tem uma trajetória interessante. É certo que boa parte dos duelos foi ganha pelo Oasis. foram o Rock independente e o Gospel americanos (Veja on-line. ed. As duas atacavam-se mutuamente pela imprensa e lançavam compactos ao mesmo tempo. Undiscovered mostra um artista de primeira categoria. com o lançamento do CD Blur. um dos ritmos mais populares no mundo todo. 28-02-2007). Do primeiro. Ray Charles (WEA) – Para quem não dispõe de nenhum CD de Ray Charles em sua discoteca. Ele se familiarizou com o Rhythm'n'Blues por meio da coleção de discos de sua mãe. (Revista VEJA. como mostra esta coletânea. Undiscovered. mas o Blur. CD. CD. que tiveram 55 . influenciado não apenas pelo soul. fã de artistas do quilate de Al Green e Stevie Wonder. que o colocou em estúdio acompanhado pelos melhores instrumentistas que um artista poderia desejar. essa coletânea vem a calhar. Blur (EMI) – No início dos anos 90. sempre foi mais versátil. ocorreu a partir de 1997. no entanto. The Best Of. 03/10/2007).. A contribuição de Marley estava na linguagem do reggae (aquela batida que fez de Harper o cantor predileto entre os surfistas) e nos refrãos pegajosos. 08/11/2000). foi descoberto por um olheiro da gravadora Universal. Isso remonta à década de 50.. a voz de Morrison impressiona. mas também pela Música Gospel americana (VEJA on-line. O Blues e o reggae convivem agora com gêneros como o Gospel e a música country. A melhor fase do grupo. Lifeline. As fontes musicais do Blur. o cantor e guitarrista parecia um cruzamento de Jimi Hendrix com Bob Marley.

CD.grande repercussão na época em que foram lançadas. com letras vazias e vãs repetições. Emocionalismo Vemos músicas sendo compostas e interpretadas totalmente destituídas de conteúdo. raças e credos (Veja. Suas canções são utilizadas em comerciais e 18 foi aguardado com a mesma ansiedade que um disco do U2. como então seria a música do anticristo? Vamos analisar algumas de suas características. para só depois ganharem um verniz tecno (VEJA on-line. que iniciou sua carreira nos clubes de música eletrônica. 56 . inclusive dentro da igreja. Ou será que estamos enganados? Será que esses cantores e seus CDs. autor de Moby Dick. prestando culto a Deus? Falando em contrafações. além de estarem com seus nomes devidamente registrados nos livros de alguma igreja. estão de fato. com as demais músicas das quais o Gospel é parente. daí seu nome artístico) desfruta do mesmo prestígio dos principais artistas da música pop atual. legitimamente. O Gospel faz parte de um conjunto de músicas que louva àquele que queria ser Deus. não se limitar ao bate-estaca. uma alternativa criada para os “cristãos” continuarem ouvindo e executando seus estilos preferidos com a doce ilusão de estarem imunes ao erro. mas nunca o será. A MÚSICA DO ANTICRISTO A música do anticristo tem algumas características distintivas. A receita foi aproveitada por cantores de todas as cores. Nós devemos cantar com entendimento. 26/7/2000). simplesmente porque as letras de tais músicas possuem conteúdos religiosos. levando-os a o adorarem enquanto pensam estar adorando a Deus. Moby (EMI) – O músico e DJ americano Richard Melville Hall (ele é descendente do escritor Herman Melville. 22/05/2002). Esta é mais uma das contrafações que Satanás utiliza para embotar a consciência dos seres humanos. A seguir iremos analisar quatros destas que podem ser encontradas em qualquer ambiente musical. A Música Gospel nada mais é do que uma união de todos os estilos musicais populares. Isso se deve ao fato de Moby. As faixas do novo CD foram criadas sob influência do Blues e da Música Gospel.

junho de 2009). Diretor do Ministério Jovem da Divisão Sul Americana da IASD.. 2 e 3). seja feito com decência e ordem. A emoção está tomando conta da adoração” (Pr. pois o que interessa é a música em si e as emoções que ela provoca. “O emocionalismo e o exibicionismo estavam invadindo os cultos de adoração. Antigamente nossas músicas eram compostas por inspiração do Espírito Santo e tinham objetivos espirituais. em especial as do ramo neopentecostal que fazem o uso contínuo da bateria/tambores tem como resultado as seguintes atitudes físicas na hora da adoração musical: começam cantando de olhos fechados.. Chegamos a um ponto em que a mensagem não importa mais. introduzindo elementos do culto pentecostal. correta. indiferentes e sem o devido entusiasmo para estudar mais profundamente a Palavra de Deus? Descrevendo um movimento chamado “Celebracionista”. aceitação e amor. dependendo do ritmo da música começam a bater 57 . ordenada e condição ordenada (. Revista do Ancião. que estejam nos gosto das massas. (. Hoje. espiritualmente apáticos. significa: justa..) elabora apenas sobre manipulação de emoções (. pautamos nossas composições em motivos estéticos. (. mornos.cantar aquilo em que acreditamos e deixar bem claro para que e para Quem estamos cantando. para as quais deveríamos atentar: “Despreza as doutrinas características de nossa Igreja...) O que percebemos é que a maioria das igrejas evangélicas. derivado do carismatismos. principalmente.) limita a pregação Adventista a três aspectos apenas: perdão. quer dizer apropriadamente e decentemente.. técnicos e. o apóstolo Paulo. “Percebo que o estilo de música neopentecostal está invadindo nossas igrejas. Adoração – Associação Ministerial UEB. porém.)” (Celebracionismo. p.’ É interessante frisarmos que a palavra ‘decência’ no original grego: euschemonos. que estava tentando infiltrar-se na igreja na década de 80.. (. 1998.. Será que o estilo de música que tem entrado e sido aceito pelas igrejas não estaria intimamente ligado ao tipo de cristãos que tem se formado em nossos dias? Cristãos descomprometidos. já a palavra ‘ordem’ no grego: taxis. Otimar Gonçalves. disse de forma consistente e lacônica: ‘Tudo. o pastor José Silvio Ferreira enuncia algumas de suas características. sentindo a necessidade de organização e sistematização no culto ao Deus verdadeiro. em seguida levam as mãos.) desconhece os princípios de liturgia enunciados pela Bíblia e Espírito de Profecia. Pentecostimos. o que precisa ficar claro é que não damos mais o mesmo valor ao conteúdo daquilo que compomos e cantamos. Não estamos afirmando que os compositores o fazem com más intenções...

que é o vosso culto racional” (Romanos 12:1). tornando assim. Este 58 . conduzido e controlado pelo precioso Espírito que é luz e vida” (Ellen G. olhando a Jesus a todo momento.palmas. Pois Deus é o Rei de toda a Terra. mas Ele vem sempre. Em nosso falar. Importa não considerar nossa obra criar excitação. Diretor do Ministério Jovem da Divisão Sul Americana da IASD). digamos. “Rogo-vos. 141:2. e quando eles receberem essa Palavra o Espírito Santo poderá vir. p. cantai louvores com inteligência” (Salmo 47:6 e 7). vol. Deixai que Deus opere. a nossa adoração. Otimar Gonçalves. e em todos os nossos cultos espirituais. nosso canto. (. orando. Egocentrismo Em minha postura musical e pessoal posso demonstrar egocentrismo e a preocupação em me tornar conhecido. irmãos. vigiando.. que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo. e ande o instrumento humano silenciosamente diante dEle. muito inclinada para o antropocentrismo [o homem é o centro de tudo]. 1894). 2. logo em seguida vêm pequenos gestos de danças e o último resultado – a iniciação do falar em línguas estranhas. o que nós não podemos é cantar sempre com as mãos levantadas e muito menos induzir as pessoas a levantarem as mãos se elas não se sentem à vontade para praticar tal atitude. White – Carta 68. teremos tudo quanto queremos. como declarei antes. “Se trabalharmos para criar excitação do sentimento.. esperando. por uma maneira que se recomenda ao discernimento das pessoas. cantai louvores. 143:6). pois. Unicamente o Espírito de Deus pode criar um entusiasmo são. “Precisamos ir ao povo com a sólida Palavra de Deus. A perfeita adoração a Deus tem que ser natural e sem constrangimentos” (Pr. finalmente. “Cantai louvores a Deus. Perceba que a percussão vem acompanhada de um ‘pacote’ de atitudes gestuais na hora da adoração a Deus no momento da música. famoso e. pela compaixão de Deus. e mais do que possivelmente podemos saber como manejar. cantai louvores ao nosso Rei.) O ato de levantar as mãos é uma atitude bíblica de busca e de contrição espiritual (Salmos 134:2. Calma e claramente ‘prega a Palavra’. 43). cantai louvores. devemos revelar a calma e a dignidade e o piedoso temor que atua em todo verdadeiro filho de Deus” (Mensagens Escolhidas. santo e agradável a Deus. adorado pelas pessoas.

Tenho que ter a consciência de que estou numa posição de servo. o cantor se dirigiu ao seu carro e. orgulho e amor à ostentação têm ocupado o lugar de verdadeira piedade e humilde devoção” (Fundamentos da Educação Cristã. de que fui designado por Deus para servir aos outros. Você gosta de ser mimado e louvado como uma criança. Certo dia. Os que labutam para obter aplausos não são aprovados por Deus. nobre e edificante. num verdadeiro estado de histeria. em vez de usá-lo para glorificar a Deus” (Patriarcas e Profetas. principalmente quando me propus a ser um Ministro da Música. Após cantar em um palco especialmente montado para a programação. a fim de erguer os pensamentos àquilo que é puro. Mas os que amam a ostentação. me deparei com uma cena lamentável em se tratando de alguém que afirma ser um ministro de Deus. abnegação. p. Em uma carta dirigida a um diretor de música. O Senhor espera que Seus servos trabalhem impelidos por um motivo diferente” (Este Dia Com Deus. e não para ser servido e adorado. Ellen White exorta: “O amor ao louvor tem sido o principal incentivo de sua vida. pequenas igrejas. enquanto ele acenava e sorria. p. ou nas casas para não-conversos e membros afastados. 225). enquanto saía do local. Formalidade. Que contraste entre o antigo costume e os usos a que muitas vezes é a música hoje dedicada! Quantos empregam esse Dom para exaltar o ‘eu’. e despertar na alma devoção e gratidão para com Deus. 3. assim como Jesus serviu. p. em asilos. 59 . “Nosso objetivo ao trabalhar para o Mestre deve ser que Seu nome seja glorificado na conversão de pecadores. 06/08/1980. amor e simpatia. nunca terão como razão principal de sua atividade musical cantar nesses lugares para uns poucos. hospitais. como se fosse um famoso artista da música pop. várias meninas acompanhavam o veículo batendo no vidro e gritando. 594). Esta é uma pobre motivação para um cristão.é um grande erro. Meditações Matinais. presídios. “O mesmo mal que agora existe em nossas igrejas tem existido há anos. o conforto. Há uma grande diferença entre o espírito que leva cantores a fazer um Show Gospel e o que leva verdadeiros e humildes cantores evangélicos e missionários a cantar com simplicidade. acompanhando um grande evento musical da igreja. 336). vol. Precisa lutar muito contra a sua própria natureza” (Mensagens Escolhidas. Mas ministro não é aquele que serve? O Espírito de Profecia nos declara: “Fazia-se com que a música servisse a um santo propósito. o espetáculo. sacrifício. 253).

algumas condições para que aceitem um convite para ministrar em determinada igreja. p. talvez se abra caminho para proferirdes algumas palavras de oração pedindo as bênçãos de Deus. nem consultava a própria comodidade e prazer” (O Cuidado de Deus. tais como: . Cada ato de nossa vida. p. seja excelente e digno de louvor ou merecedor de censura. 146).“Muitos recebem aplausos por virtudes que não possuem. danças e ordenanças. Se nos encontramos incapazes de frear essa enxurrada. ou aplausos. perguntai: ‘Acaso os senhores gostariam de ouvir cantar alguns hinos de louvor a Deus?’ Então. prevenir os homens quanto à sua existência e suplicar que fujam dela. pagando por tudo com alegria. Louvor comercial É triste notar algumas coisas referentes aos nossos cantores e grupos musicais. quando os corações se acham sensibilizados. quando se vos ofereça ocasião. Os fãs que idolatram estes músicos desejam fazer da casa de Deus uma casa de shows e entretenimento Gospel. podemos. 547-548). “Jesus era um silencioso e abnegado obreiro. em diversos casos.Auditório com quantidade mínima de ouvintes. 93). e muitas vezes ações altamente louvadas por homens são por Ele registradas como partindo de egoísmo e baixa hipocrisia. Eles vos ajudarão no trabalho de casa em casa. . Tal ministério é genuína obra missionária” (Conselhos aos Professores Pais e Estudantes. Meditações Matinais. ao menos. baralho e oração. Aceitam todas as condições e sacrificam muitas vezes os tesouros de Deus para bancar estes espetáculos. riquezas. “Entrai nas casas dos ricos e dos pobres.Hospedagens pagas para toda a equipe. Há. “O fato é que muitos gostariam de unir igreja e palco.Venda antecipada de uma quantidade mínima de CDs. p. . 315). O Perscrutador dos corações pesa os motivos. “Aprendei a cantar os cânticos mais simples. é julgado pelo Perscrutador dos corações segundo os motivos que o determinaram” (Beneficência Social. Não buscava fama. .Pagamento de determinada quantia em dinheiro. e. p. Quando a 60 . 12/05/1995. e os corações serão tocados pela influência do Espírito Santo” (Beneficência Social. Não serão muitos os que se recusam a ouvir.

. gostaria de vê-los mais com a Bíblia na mão perscrutando o texto bíblico na hora da mensagem falada. pois estamos servindo a Deus e aos outros. principalmente quando o momento de ministrar é o santo sábado.. Pedro já havia advertido a respeito destes. p. durante e depois de suas apresentações. The Sword and the Trowel. então a igreja não é negócio. 398). mas impor isto como condição para cantar em determinada igreja não é uma atitude coerente. gostaria também de vê-los orando um pouco mais. com palavras fictícias” (II Pedro 2:3). os colportores. Isto não é coerente com a função de um ministro. Deus é que nos dá esse privilégio. farão comércio de vós. e não devemos trabalhar as situações de forma que sejamos servidos. pois as exigências que são feitas e as condições impostas estão muito além de suas possibilidades. mas de pessoas que querem fazer disto um negócio e uma forma de ganhar dinheiro e obterem fama. muito menos. Na falta de pão. (. não é surpresa que as pessoas busquem outras coisas que lhes tragam satisfação. É justo que alguns solicitem uma ajuda de custo. Jesus doou a Si mesmo. se alimentam com cinzas.) ainda gostaria também de ver um pouco mais de discrição quando o assunto for dar autógrafos 61 . antes. Cobrar para cantar. cantores que dedicam sua vida à música e vivem da venda de seus CDs e DVDs. igrejas mais pobres têm uma dificuldade imensa em trazer pessoas para ministrarem uma programação de música. Não estamos fazendo nenhum favor a Deus ao irmos aos lugares para louvar o Seu nome através da música ou da mensagem falada. não existe o “eu”. Não há problemas em vender um CD. e outros obreiros que vivem exclusivamente da obra. Agosto de 1887. movidos por avareza. adorados e sustentados pelos outros. Particularmente eu gostaria de ver os nossos cantores ouvindo mais os sermões em vez de ficarem no camarim. Atualmente. rejeitando o caminho do Senhor. ou atrás do palco tirando fotos e dando autógrafos.antiga fé desaparece e o entusiasmo pelo evangelho é extinto. “Falarei agora de coração a coração. Mas existem casos de cantores que cobram um preço exorbitante para cantar em uma igreja localizada no mesmo bairro em que residem. Como é que eu ouso cobrar para levar a mensagem aos outros e fazer disto um negócio? Não estamos falando de pessoas que vivem do ministério. dizendo: “Também. principalmente aqueles que vêm de regiões mais distantes e que não têm condições financeiras para custear o seu próprio deslocamento. Deveríamos pagar para fazer isto. como os pastores. e isto se torna impossível na maioria dos casos. seguem avidamente pelo caminho da tolice” (Charles Haddon Spurgeon – Another Word Concerning the DownGrade.

consumindo-os com dedicada voracidade”. retorno financeiro.. Se você parar por aqui. e procura “capitalizar a oportunidade de fazer grandes vendas pela fusão de sons populares atuais com palavras religiosas” (O que Deus diz sobre a Música. explorando-as em vez de educá-las” (Música. ou seja. seria muito complicado e desgastante. (. Para tanto. 09). O problema é que nós conhecemos bem para onde conduz o caminho mais fácil e mais largo e. Otimar Gonçalves – Vigília Jovem). especialmente de setores diretivos em influenciar as massas. tanto para os membros quanto para os líderes. algo de fácil compreensão. “Quantos compositores da igreja. 62 . o percorremos e convidamos outros a fazerem o mesmo. eu também não concordo com a idéia secular de fã clube. até entendo que um site ou um blog bem feito e bem diagramado pode ajudar e muito aqueles que fazem da música um ministério sacro” (Pr.. xii).) capitalizaram sobre a oportunidade de lucrarem milhões de dólares unindo sons populares com palavras religiosas” (O que Deus diz sobre a Música. mesmo assim. correspondente do Washington Post diz que a indústria de gravações religiosas reconhece os “auditórios não cativos”. muito natural despejar sobre as pessoas algo que elas gostem. de imediato. Em vez de refinar o gosto de seus membros em direção àquilo que é elevado e santo.) A música é uma de suas ferramentas mais eficientes. O Jornal do Brasil de 1º de março de 1991 destacou: “Eles vendem milhares de CDs. de forma assustadoramente consciente. a serem conquistados pela “música positivamente pop”. o que daria muito trabalho. 66). vai imaginar que se trata de um show de música pop de algum cantor ou grupo famoso. Um artigo escrito por Richard Harrington. sejam discretíssimos nesse particular. que comparecem aos montes às suas apresentações. muitos líderes da igreja têm colaborado para rebaixar o nível musical destes com o objetivo de obter. “Satanás desenvolveu numerosas contrafações para nos iludir a adorá-lo. Mas o artigo conclui: “Em todas as músicas um tema comum: Cristo”. Adventismo e Eternidade.. As indústrias de música e de gravações (. vibrando com o sucesso barato entre as indefesas vítimas da falta de cultura. especialmente a juventude.e tirar fotos.. aceitação e satisfação. prestígio e. estão mergulhados exatamente no tipo mais deficiente de música. sucesso. São adorados por uma legião de fidelíssimos fãs. em vez de trazê-las a um nível mais elevado de reflexão. em muitos casos.

p. Ao se lançar um produto. com sua imagem. ou desenvolver seus próprios projetos para cumprir a missão” (Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música).) Alguns dos músicos cristãos vivem excessivamente preocupados com a fama. Quantos dos nossos músicos estão inseridos em projetos evangelísticos ou possuem seus próprios projetos para levar a mensagem a TODAS as pessoas? Este é apenas um questionamento. p.. O que as pessoas mais gostam. para o qual cada músico. p.) tem se tornado. 504). levando melodia e claridade a muito lugar solitário e entenebrecido pelo pecado e a dor e aflição. acostumados a grandes apresentações em grandes auditórios.. este tem sido o critério que norteia a qualidade e estilo das músicas de muitos cantores e grupos musicais. com um auditório humilde em quantidade e cultura? “Grupos musicais e cantores devem buscar maneiras de atuar diretamente. 63 . em pequenos grupos.. Empenhai-vos para alcançar tanto as classes mais ricas como as mais pobres. agências de prestação de serviços (. “Deus não quer ‘cultos-show’.. a primeira coisa a analisar é o público-alvo. hospitais ou qualquer outro lugar onde existam pessoas impedidas de participar de tais momentos na igreja? Quantos de nossos músicos e grupos musicais. 22 e 23). Ele quer cultos espirituais” (Hilton Robson – A Bateria e o Transe nos Rituais Xamânicos).) Ide a caminhos e valados. Temos seguido este conselho? Nos unimos alegremente para percorrer lugares solitários e entenebrecidos pelo pecado. cantando para aqueles que raramente têm os privilégios da igreja. Porém... na verdade sub-cristão (.)” (Evangelismo.) promotores de shows (..) que vivem da música (. o que agrada mais ao “povão”... Algumas gravadoras parecem ter a filosofia de visar lucro” (Jessé Torres – Música da Igreja. (. ou a luxuosos salões.. Afinal.) Em lugar dessa subcultura se alicerçar nos padrões cristãos (....Em nosso meio se tem formado a cultura dos ídolos e fãs. não só no mundo..) empregar o talento que Deus lhes deu. de preferência lotadas. senão ficará nas prateleiras. levando a mensagem aos lares ricos e pobres? Ou nos preocupamos apenas em levá-la a grandes igrejas. particularmente. “(. Entrai nos lares de ricos e humildes (. “Há gravadoras.. O produto deve agradar. 510). nos quais até mesmo cobramos ingressos? Quantos dos nossos músicos e grupos musicais atualmente dispõem de tempo ou motivação para realizarem programações em asilos. em pequenas e distantes cidades. mas também dentro da igreja.. e de forma sistemática. estariam realmente dispostos a participar com o mesmo entusiasmo de programações em pequenas igrejas. nas campanhas missionárias e evangelísticas da igreja. “exibição não é religião nem santificação” (Evangelismo.

música e dança. quando Jesus passou pela angústia no Getsêmani.). Essa doutrina alegava que aqueles que seguem a Jesus precisam adquirir o mesmo estado de inocência física como preparo essencial para a trasladação. sincera. Predominância de ritmo Já falamos anteriormente a respeito desta característica. seria uma bênção. Ele torna seu efeito qual venenoso aguilhão da serpente” (Mensagens Escolhidas..) Nenhuma animação deve ser dada a tal espécie de culto. uma dúzia de indivíduos se reunia ao redor do corpo prostrado e. para ter um carnaval. obteve carne santa como Adão possuía antes da queda. até que entravam num estado de tamanha excitação ao ponto de caírem no chão.) O Espírito Santo nada tem que ver com tal confusão de ruído e multidão de sons (. a qual... Isso é uma invenção de Satanás para encobrir seus engenhosos métodos para anular o efeito da pura.. Satanás opera entre a algazarra e a confusão de tal música. E isto será chamado operação do Espírito Santo. Haverá gritos com tambores. Então. era afirmado que essa pessoa não podia mais pecar e nunca mais haveria de morrer.. Mais adiante Ellen White diz que a “alegria não veio da fonte certa”.. em tal balbúrdia de ruído..deve dar uma resposta. 64 . elevadora. haviam obtido carne santa e tinham fé para a trasladação. Demonstrar-se-á tudo quanto é estranho. (. se devidamente dirigido. exaustos e inconscientes. 36-38.) antes da terminação da graça. era contada como entre os que haviam passado pela experiência do Getsêmani.) A verdade para este tempo não necessita nada dessa espécie em sua obra de converter almas. seria um louvor e glória para Deus. As forças das instrumentalidades satânicas misturam-se com o alarido e barulho.. devidamente dirigida. (.. chamado “Movimento da Carne Santa”. Não pretendemos julgar ou fazer inferências. enobrecedora e santificante verdade para este tempo. Sabemos de nossa responsabilidade. e devemos refletir se estamos cumprindo com ela. Os sentidos dos seres racionais ficarão tão confundidos que não se pode confiar neles quanto a decisões retas. 2. O Espírito Santo nunca Se revela por tais métodos. vol. quando a pessoa acordava. 10/10/1900). A citação refere-se ao evento ocorrido em 1900 na cidade de Indiana (EUA). Mas Ellen White reforça: “(. Ali as pessoas gritavam e dançavam ao som de tambores. (. p. Haskell. Tal Movimento pretendia que. Daí para frente. N. citando carta à S.. e isto é chamado de operação do Espírito Santo. Uma balbúrdia de barulho choca os sentidos e perverte aquilo que. Tudo isso acontecia porque a música que era ali tocada dominava os sentidos e aviltava a razão.

acham-se presentes demônios em forma de homens. (. p. harmonia e ritmo). Interessante notar o que diz a Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música: “deve haver um cuidado especial para não utilizar músicas que apenas agradem os sentidos. “Mero ruído e gritos não são sinal de santificação. tenham ligação com o carismatismo ou tenham predominância de ritmo”. Sendo assim. 37). Antes da terminação da graça será o tempo exato em que o Espírito Santo deverá agir com mais intensidade. “Fui instruída a dizer que. Pensarão mesmo que é ação do Espírito Santo em suas vidas 65 . não uma tempestade de confusão” (General Conference Bulletin. Dos 3 elementos básicos da música (melodia. p. No início deste estudo. observamos algumas das características da música que é praticada no Céu. mas entoação clara.) Quando os crentes falam a verdade tal como é em Jesus. o Espírito de Profecia enfatiza apenas dois: a melodia e a harmonia.. não com aspereza e estridência que ofendem o ouvido” (Testemonies. Esta é a posição oficial da Igreja Adventista do Sétimo Dia.“Satanás opera entre a algazarra e a confusão de tal música” (Mensagens Escolhidas. espera que Seus servos cultivem suas vozes.. p. (.2. pronúncia correta e expressão vocal distinta.) A agitação não é favorável ao crescimento na graça. 23 de abril de 1901). nessas demonstrações. visto que este elemento sequer é citado.. trabalhando com todo o engenho que Satanás pode empregar para tornar a verdade desagradável às pessoas sensatas.. vol.. revelam uma calma santa e judiciosa.9. não agitação e confusão.) O Senhor deseja manter em Seu serviço ordem e disciplina.. (. 143 144).. à genuína pureza e santificação do espírito. 2. ou da descida do Espírito Santo. Com isto podemos concluir que no Céu não existe música que enfatiza o ritmo. A música de Deus não tem predominância de ritmo. Que haja tempo para o cultivo da voz de modo que o louvor a Deus possa ser entoado com tons claros e suaves.. a fim de que possam falar e cantar de modo que todos compreendam.) O Espírito Santo nada tem que ver com tal confusão de ruído e multidão de sons como me foram apresentadas em janeiro último” (Mensagens Escolhidas. Satanás confundirá a muitos repetindo aquilo que aconteceu em Indiana. “Aquele que nos tem concedido todos os dons que nos capacitam a ser coobreiros com Deus. Vossas desenfreadas demonstrações só criam desagrado no espírito dos incrédulos. (. vol. 31 a 39). Não é necessário um cântico ruidoso. vol.

vol. E nós. Satanás já teve êxito em introduzir certos tipos de música e instrumentos na igreja. que entoam um louvor perfeito ao seu Criador. em alguns casos. como se fôra feito na presença pessoal de Deus mesmo” (Testemunhos Seletos. podem muito bem agir como cantores evangelistas” (Serviço Cristão. menos de melodiosas” (Elias Tavares – Adoração e Louvor). seja em teclados. E isto desencadeará a sacudidura. uma vez que a música já foi aceita e irá acostumar os membros gradativamente. ‘voltinhas’ e sons estranhos são incluídos. p. o mesmo respeito por Aquele que nos concedeu os dons? “Os alunos que aprendem a cantar com melodia e clareza. Muitos hoje cantam de tal forma que quase não se entende as palavras do texto musical. Será a parte mais fácil. longe de qualquer perfeição. pois no momento do verdadeiro reavivamento que foi profetizado. seja. Às vezes também tantos ornamentos. tamanha reverência que dedicam a Ele. por isso vamos atentar a mais alguns de seus importantes conselhos concernentes à música e à adoração: “Todo o serviço deve ser efetuado com solenidade e reverência. melismas. tais membros deixarão nossas fileiras e unir-se-ão ao ecumenismo. poderiam ser executadas na presença pessoal de Deus? Os anjos. OUTROS CONSELHOS SOBRE A MÚSICA Cremos ter Ellen Gold White sido inspirada por Deus. cobrem os rostos e os pés simplesmente ao citarem o nome de Deus. onde tais práticas já estarão bem mais desenvolvidas. Os tambores já estão entre nós. Nas igrejas pentecostais e carismáticas isso já está acontecendo há algum tempo.2. Isto é profético. 66 . até chegar aonde Satanás quer. seja em playbacks. no qual a primitiva santidade da igreja será restaurada. 66). com nosso louvor humano. Também têm sido procurados tipos especiais de voz ou de interpretação (rouquidão. vogais muito abertas ou fechadas. voz estridente. em nossos cultos.e Sua verdadeira voz será abafada. em baterias ao vivo. “Gostaria de destacar neste texto as palavras ‘melodia’ e ‘clareza’. 195). suaves hinos evangélicos. temos demonstrado a mesma reverência. Pensemos no seguinte: será que a música que praticamos em nossas igrejas. p. e o dom profético é parte da nossa essência doutrinária. etc) que podem ser chamadas de tudo. Faltam somente as danças e os gritos. que a melodia ou a letra ficam prejudicadas em sua compreensão. seja em baterias eletrônicas.

.) Mas às vezes é mais difícil disciplinar os cantores e mantê-los em forma ordeira. própria para o salão de baile. 67 .. “Não contrateis musicistas descrentes. Cristãos acham-se reunidos nessa casa. constituístes em vosso lugar estrangeiros para executarem o serviço no meu santuário” (Ezequiel 44:8). Ou será que Deus não nos concederia os dons realmente necessários à Sua obra? Deus falou ao povo de Israel através do profeta Ezequiel: “Não cumpristes as prescrições a respeito das minhas coisas sagradas. antes. os puros anjos recolhem para si a luz.. mas que é que ouvis? Um cântico.) una-se toda a congregação” (Testimonies. porém. Têm a tristeza no semblante. 295). Certamente não temos necessidade de contratar musicistas descrentes. porém. Muitos querem fazer as coisas à sua maneira.. Reuni cantores que cantem com o espírito e com o entendimento. Jovens estão ali reunidos. em seu coração. “Muitos. vol. uma frívola canção. e os que se acham naquela habitação são envolvidos pelas trevas. p. 9. 3. Os anjos afastam-se da cena. que se deleitam na música não sabem coisa alguma sobre produzir melodia ao Senhor. p. (. “O ato de cantar é tanto uma adoração a Deus como o ato de pregar” (Mensagens Escolhidas. do que desenvolver hábitos de oração e exortação. 144). p. Não concordam com deliberações. Muitas vezes o canto de hinos simples pela congregação tem um encanto não possuído pelo canto de um coro.. “O canto não deve ser sempre feito por uns poucos (. E esta advertência permanece em nossos dias. e são impacientes sob a liderança de alguém” (Evangelismo. aumenta despesas desnecessárias que não podemos exigir sejam pagas pelos irmãos. “Dinheiro. por mais hábil que seja” (Carta 49. 1902). Vede.. não deve ser usado para contratar cantores. 505). 127). ouvemse sons de música em canto e instrumentos. Estes foram ‘após seus ídolos’” (Carta 198. “Voam anjos em torno de uma habitação além. visto que nossa igreja possui uma quantidade enorme de talentos musicais em todas as áreas. se isto for possível evitar. p. vol. 332). pág. 1899). A exibição extraordinária que às vezes fazeis.“(.) Tenho que vos dizer que o Senhor não apóia estes métodos” (Evangelismo. Vede como choram! Isso vi eu repetidamente pelas fileiras dos observadores do sábado” (Mensagens aos Jovens.

inclusive que Deus não existe. nós podemos provar qualquer coisa. Em Eclesiastes 11:9 lemos: “Alegra-te. o uso de tambores. Em Salmo 14:1 encontramos: “Não há Deus”. Mas será que a Bíblia realmente aprova tais atitudes? Vamos analisar. Já que citamos as movimentações físicas. 68 . mas essas coisas não elevarão a mente e o coração daqueles que as presenciam. os sábados. poderemos provar o que quisermos. Tudo que de algum modo está ligado com o culto religioso deve ser elevado. fazendo gestos indignos e rudes. e estimula a curiosidade daqueles que desejam ver coisas estranhas.. Também podemos citar Isaías 1:13: “o incenso é para mim abominação. podemos afirmar que a Bíblia orienta os jovens que façam o que bem entenderem de suas vidas. vol. anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos”. Mas. grotescas e curiosas.. Se pararmos por aqui. o que dizer a respeito das músicas dançantes que sutilmente têm invadido nossas igrejas? Muitos textos bíblicos são usados como justificativa para práticas que delas derivam. 3.“A movimentação física no cantar é de pouco proveito.. A BÍBLIA INCENTIVA A DANÇA. etc. o texto continua dizendo que prestaremos contas a Deus de tudo o que fizermos. e analisar o contexto nos quais se encaixam. Cabe ressaltar que são apenas alguns de muitos outros textos que têm sido utilizados de maneira descontextualizada como justificativa para diversos caprichos pessoais. (. e também as Festas da Lua nova. Muitos diriam que o dia de Sábado passou a ser abominável a Deus. muito usados pelos defensores da “modernidade” musical na igreja. Deus não Se agrada quando pastores que professam ser representantes de Cristo. Deus não aceita cerimoniais. quando aqueles que tomam parte continuam levando uma vida de pecado. na tua juventude.)”. como as danças. O representam mal quando movimentam o corpo em certas atitudes. solene e impressivo.. Tudo isso diverte. além de referir-se aos sábados cerimoniais. Temos que olhar os fatos em seu contexto. jovem.) Notas ásperas e gesticulações exageradas não são exibidas entre os componentes do coro angelical” (Mensagens Escolhidas. ou seja. e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade. OS TAMBORES E AS PALMAS? Vamos agora apresentar alguns textos polêmicos da Bíblia. Porém. (. p. Mas antes diz assim: “Disse o néscio no seu coração”. Se lermos só uma parte fora do contexto. 333). Usando textos bíblicos fora de seu contexto. o texto continua dizendo que Deus não suporta iniqüidade associada ao ajuntamento solene. as palmas.

até hoje praticam a poligamia. “Então Miriã. 69 .“É plano de Deus dar suficiente evidência do caráter divino de Sua obra para convencer a todos quantos desejam sinceramente conhecer a verdade. Quando o adorador não tem luz sobre o assunto. os israelitas dançaram para o bezerro de ouro. ele apenas nos mostra algo que aconteceu. a sinceridade do coração é importante para Ele. formam uma roda. Quem está dançando aqui? Israelitas. Todos quantos buscarem na Bíblia justificativa para suas idéias. vol. O problema é que este termo é utilizado também para referir-se à dança em volta do bezerro de ouro no Sinai. Alguns usam a história de Raabe (Josué 2:3 a 6) e das parteiras do tempo de Moisés (Êxodo 1:17 a 19) para justificar que Deus aprova uma mentira se for para o bem. ver breve explicação dada pelo próprio apóstolo em Atos 10:28). O povo vinha de 400 anos de escravidão e. a irmã de Arão. 72). mas acredito que aquelas que serão aqui citadas. outros utilizam as ordens dadas por Deus a muitos dos juízes e reis de Israel para matar homens. utilizando diversas passagens bíblicas. como veremos mais adiante. Assim como Miriam dançou para Deus. e dançam como nas brincadeiras de roda das crianças. mulheres e crianças e afirmam que Deus autoriza o assassinato. a profetiza. Mas como Deus pôde aceitar a dança de Miriam? Simples. e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças” (Êxodo 15:20). outros ainda usam a parábola do rico e de Lázaro (Lucas 16:19 a 31) para justificar que existe vida após a morte. para aqueles que desejam encontrar a verdade sobre o uso dos tambores e danças. O texto não está falando de todas aquelas coreografias que queremos implantar no louvor a Deus. não tinha nenhum conhecimento sobre adoração. A dança de Miriam para celebrar a vitória divina sobre os egípcios é descrita com uma palavra de raiz mechôlah. De qualquer forma. já bastam. Muitas religiões. Todos quantos desejam pôr em dúvida e cavilar encontrarão ensejo” (Mensagens Escolhidas. 1. mulheres do outro. Poderíamos citar várias outras passagens que são utilizadas para justificar muitas das mentiras de Satanás. p. tomou o tamboril na sua mão. Mas Ele nunca remove toda a oportunidade de dúvida. o que temos aqui é um texto descritivo e não prescritivo. Como é a dança deles? Homens de um lado. encontrarão. Ainda há os que usam a ordem de Deus a Pedro para matar e comer animais imundos para afirmar que Deus permitiu o consumo destes (Atos 10:11 a 16. não está nos dando orientações ou ordens.

No contexto percebemos que Davi estava extasiado de alegria. Porque o Senhor Altíssimo é tremendo. A dança de Davi em júbilo reverente. e. separado.. das religiões afro-americanas (vodu haitiano) e dos índios (inclusive canibais) também se caracterizam fortemente por palmas e por danças. vendo a Davi dançar e tocar. pois é a mesma palavra usada para os pulos dos sátiros. todas as religiões animistas africanas (inclusive dos canibais) batem ritmadas palmas e dançam nos seus cultos. por isso algumas traduções colocam como saltos ou pulos de alegria. que deve ser santo. Note que a palavra râqad.. e assim por diante. candomblé. 707). Ellen White reforça ao citar II Samuel 6:14. acompanhando em sua alegria o ritmo do cântico. “Os profetas de Baal caracterizavam-se por danças nos seus cultos (I Reis 18:26). olhou duma janela. chegando a arca do concerto do Senhor à cidade de Daví.. umbanda. p..) E Davi saltava (. traduzida aqui como dança. aclamai a Deus com voz de triunfo. A saúde e a moral são sacrificadas ao prazer. tem sido citada pelos amantes dos prazeres para justificarem as danças modernas da moda. a filha de Saul. Em nosso tempo a dança está associada com a extravagância e as orgias noturnas.).) diante do Senhor. Deus não é objeto de meditação e reverência” (Patriarcas e Profetas. mas não há base para tal argumento. 70 . pode não significar a dança como conhecemos. catimbó etc. perante Deus. Algumas versões bíblicas dizem que Davi dançou. Mical. O que pode ser aproveitado em tudo isso para o louvor a Deus. Para os que freqüentam os bailes. diferente? “Batei palmas. todos os povos. há somente uma atitude corporal de felicidade. mas não como a conhecemos hoje. os cultos das religiões afro-brasileiras (xangô. Pode ser que seja uma dança. até os modernos satanistas com seus sacrifícios humanos” (Hilton Robson – A Bateria e o Transe nos Rituais Xamânicos). o desprezou no seu coração” (I Crônicas 15:29). dizendo: “(. outras dizem que Davi saltou. quimbanda. e Rei grande sobre toda a terra” (Salmo 47:1). em Isaías 13:21.“E sucedeu que. ou bodes. os adoradores do bezerro de ouro também (Êxodo 32:19).

e de fome. pelas suas respostas próprias de homens malignos. e lhe pôs a coroa. e dobrese a espada até a terceira vez. assobiam e meneiam as suas cabeças sobre a filha de Jerusalém. “Assim diz o Senhor DEUS: Bate com a mão. “Os rios batam as palmas. e bateram as palmas. porém agora já três vezes os abençoaste inteiramente” (Números 24:10). e o ungiram. e disseram: Viva o rei!” (II Reis 11:12). dizendo: É esta a cidade que denominavam: perfeita em formosura.A atitude de bater palmas só aparece no Antigo Testamento. a espada dos mortos. “Tu. e dize: Ah! Por todas as grandes abominações da casa de Israel! Porque cairão à espada. gozo de toda a terra?” (Lamentações 2:15). profetiza e bate com as mãos uma na outra. “E Deus lançará isto sobre ele. “Porque com alegria saireis. o disse” (Ezequiel 21:17). “E eis que bati as mãos contra a avareza que cometeste. “Todos os que passam pelo caminho batem palmas. e por causa do sangue que houve no meio de ti” (Ezequiel 22:13) 71 . Vamos analisar os textos bíblicos que citam este tipo de manifestação: “Então a ira de Balaque se acendeu contra Balaão. Porque ao seu pecado acrescenta a transgressão. e todas as árvores do campo baterão palmas” (Isaías 55:12). regozijem-se também as montanhas” (Salmos 98:8). entre nós bate palmas. e em paz sereis guiados. e bateu ele as suas palmas. o SENHOR. ó filho do homem. pois. “Pai meu! Provado seja Jó até ao fim. os montes e os outeiros romperão em cântico diante de vós. e lhe deu o testemunho. e não lhe poupará. e o fizeram rei. e bate com o teu pé. e multiplica contra Deus as suas palavras” (Jó 34:36-37). ela é a espada para a grande matança. eu. “Então Joiada fez sair o filho do rei. mas nunca relacionada com a marcação do ritmo de uma música ou com o louvor a Deus em Seu culto. e de peste” (Ezequiel 6:11). Cada um baterá palmas contra ele e assobiará tirando-o do seu lugar” (Jó 27:22-23). que os traspassará até o seu interior” (Ezequiel 21:14) “E também eu baterei com as minhas mãos uma na outra. irá fugindo da sua mão. e farei descansar a minha indignação. e Balaque disse a Balaão: Para amaldiçoar os meus inimigos te tenho chamado.

estariam dispostos a adorá-Lo? Estariam dispostos a saudar o Deus do povo que os dominara? Provavelmente não e.“Porque assim diz o Senhor DEUS: Porquanto bateste com as mãos. diferentemente da prática que se quer adotar atualmente em algumas igrejas (inclusive com o apoio de alguns pastores). sendo Salmos 47:1-2 o único texto que poderia ser utilizado para defender esta prática como parte da adoração. como tantas outras coisas vieram. a tua chaga é dolorosa. e com todo o desprezo do teu coração te alegraste contra a terra de Israel” (Ezequiel 25:6). sobre quem não passou continuamente a tua malícia?” (Naum 3:19). White. Veio. e que foram subjugados em Seu nome. Além das palmas rítmicas. não podemos dizer com certeza que o aplauso tenha entrado na igreja Adventista do Sétimo Dia como o resultado de uma pesquisa com oração. será que os povos pagãos. de forma alguma. percebemos que a expressão “bater palmas” não pode ser utilizada para justificar aquilo que acontece em nossos dias. “O contexto do Salmo 47 indica que não era o povo de Israel que estava sendo chamado a bater palmas. o que dizer dos aplausos dirigidos a seres humanos? Em alguns casos esta atitude é acintosa e declarada. notamos que somente Deus é o receptor desta expressão exuberante de alegria relatada no Salmo 47. que não conheciam a Deus de forma plena nem O amavam. já que não há nenhuma indicação aqui ou qualquer outro lugar da Bíblia de que bater palmas fosse uma característica usual na adoração. “Não há cura para a tua ferida. Portanto. neste caso. ou até mesmo uma reprovação. pois esta referia-se mais a uma postura de surpresa e espanto. pregador. Além disso. ou se houvesse uma justificativa coerente para isto. p. vol. podemos dizer com segurança que não há justificativa escriturística para fazer uso desta expressão no contexto da adoração a Deus na igreja. Ora. e pateaste com os pés. Tendo em vista a análise feita acima. louvando meramente a habilidade 72 . este ‘bater palmas’ não é um acompanhamento rítmico à música que está sendo cantada. zombaria. do que uma forma de comemoração e reconhecimento. porque. 18)” (Levi de Paula Tavares – Palmas da IASD). Todos os que ouvirem a tua fama baterão as palmas sobre ti. esta prática teria sido introduzida no Templo. mais pelo ‘desejo de moldar-se segundo outras igrejas’ (Mensagens Escolhidas. Analisando os textos. Se fosse esta a intenção do Salmo. Da mesma forma. não podemos. chamar isso de adoração. Porém o relato bíblico nega esta possibilidade. mas sim as nações que haviam sido subjugadas. 2. na Bíblia e nos escritos da Sra. escárnio e desprezo. e não um cantor. ou qualquer outra pessoa que se apresenta à frente.

fica evidente que eles não tinham nenhuma noção ainda do que deveria ser a música. e eles estarão profetizando. Essa luz foi-lhes dada posteriormente e já vamos conhecer os instrumentos que Deus permitiu. No caso do Salmo 150. não houve mais lugar para esse tipo de manifestação. pois passamos a ser julgados e avaliados de acordo com o que conhecemos. Se realmente as salvas de palmas são exclusivamente para Deus. É difícil julgar determinadas situações onde Deus exerce Seu juízo. “Louvai-o com o tamborim e a dança. Em outros casos. mas não temos a mesma manifestação após um belo sermão? Não é estranho? “Então chegarás ao outeiro de Deus. entrando ali na cidade. e tambores. e harpas. No episódio de Saul. onde está a guarnição dos filisteus. A partir do momento em que Deus determinou quais os instrumentos eram permitidos para o Seu louvor. Louvai-o com os címbalos sonoros. Por exemplo. Os valores musicais foram definidos claramente no santuário. por que então aplaudimos a uns e a outros não. louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos. Esse milagre foi em benefício e auxilio de um povo que vivia na poligamia. etc. porém temos que ter em mente que Deus não exerce juízo em casos de ignorância. a palavra dança vem do hebraico machôl. e tornar-te-ás um outro homem” (I Samuel 10:5 e 6). Deus concedeu o livramento quando o povo saiu do Egito. e trazem diante de si saltérios. E a Bíblia não corrobora tal atitude em nenhuma outra parte.de uma pessoa. geralmente em relação à música. 73 . as coisas mudam. diz-se que as palmas estão sendo dirigidas a Deus. mais luz. os instrumentos para adorar a Deus. Mas esta era a luz que eles tinham. o que está evidente com a abertura do mar vermelho. e há de ser que. e profetizarás com eles. e flautas. E o Espírito do Senhor se apoderará de ti. A partir do momento em que recebemos mais informações. encontrarás um grupo de profetas que descem do alto. fazia cultos nus. e pode se referir a um instrumento de sopro e não à dança como algumas traduções sugerem. os ritos. se todos estariam sendo usados pelo mesmo Deus? Por que aplaudimos um grande cantor. louvai-o com címbalos altissonantes” (Salmo 150:4 e 5).

34). eles não sabiam o que era um Sábado. práticos em fazer tijolos e lidar com barro. Após tais instruções. Consideremos então que trata-se realmente de dançar. Este era o povo de Isarel. Puro engano! Eram imensa massa humana. grosseiros. como o ‘povo de Deus’. dançar é natural”. a ordem de louvar a Deus com danças foi dada num período de ignorância. pois eles viviam em condições que não eram comuns a uma civilização.Consideremos o seguinte: perceba que toda a lista apresentada neste texto se refere a instrumentos. heterogênea. sujos e sem higiene. Deus queria retirar dele qualquer reminiscência da cultura egípcia na qual ele tinha sido criado e educado. asseada e educada. Davi não conheceu as orientações divinas concernentes aos instrumentos que seriam utilizados na adoração. Quando Deus deu as orientações. como veremos mais adiante. sem cultura. sob a influência da cultura prevalecente. Portanto. ignorante. Ora. neste salmo. segundo o professor Vanderlei Dorneles em seu artigo “O Canto do Senhor”. usaram bebida forte. Eles nunca tinham visto outra coisa. E não vivemos mais neste período em nossos dias. a ponto de Deus ter de estabelecer por lei para eles o que os gatos fazem por instinto ao enterrarem suas próprias fezes (Deuteronômio 23:13). De qualquer maneira. Moisés tinha que ensinar praticamente tudo a estes que vinham de longa escravidão” (Música. E Moisés teve que ficar tantos anos no deserto antes de libertar o povo provavelmente porque. “Às vezes pensamos no povo de Israel saindo do Egito. p. influenciada pela cultura israelita. Advento e Eternidade. Davi já tinha morrido. Da 74 . A questão central a ser respondida é: a menção de um costume mantido ou praticado pelos servos de Deus no passado é suficiente para autorizar o mesmo costume para todos os tempos e lugares? A resposta clara é não. nem mesmo as mulheres sabiam o que fazer durante a menstruação. Quando tambores são usados. além de outros motivos. foram 400 anos de escravidão. Como sabemos disto? É simples. Era a única forma conhecida de demonstrar alegria em uma geração nascida em cativeiro. incluía tambores e danças. tiveram mais de uma mulher e mantiveram escravos. entre outras coisas. Precisamos ressaltar que. os tambores e as danças não foram mais aceitos. Pois os servos de Deus no passado. todos gente ‘fina’. Davi expressa a compreensão de adoração que tinha no momento em que o compôs. “a idéia de que essa palavra machôl possa ser traduzida no Salmo 150 por ‘órgão de tubos’ ou ‘flauta’ não é relevante porque a combinação ‘adufes e danças’ é técnica. o que explica também a atitude de Miriam ao tocar os tamboris e dançar depois de atravessarem o Mar Vermelho. Esta compreensão.

“Estiveste no Éden. onde são executados os louvores para adoração a Deus. turquesa. safira. Portanto. ‘néqeb’. topázio. Há quem pense que esta palavra faz alusão à cavidade na qual se engastava a pedra. de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica. jaspe. em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros. por que eles não se encontram em nenhum dos versos que autorizam o uso de instrumentos musicais no Templo. usava tambores. se isto for verdade. A Bíblia de Jerusalém traduz: ‘Em ouro estavam lavrados os brincos e pinjantes que levava’. os quais foram criados para ele pelo próprio Deus”. Temos aqui outro texto muito usado para justificar a utilização dos tambores no templo. 75 . jardim de Deus. pelo geral um tamborzinho de mão. palavra obscura que talvez signifique ‘passagem subterrânea’ ou ‘mina’. esmeralda e ouro. a questão da música também deve ser objeto de estudo para compreensão e juízo acertados. quando ainda estava no céu. foi ele uma cópia do “verdadeiro Tabernáculo que o Senhor erigiu e não o homem”. Se Deus criou os tambores. diamante. iluminou esses fatos que aos poucos foram sendo eliminados. Se isto fosse assim. O modelo do Templo é uma cópia do Santuário Celeste. a passagem estaria falando da formosa cobertura na qual estavam engastadas as pedras preciosas. Alguns pensam que ‘tof’ se refere aqui ao lugar em onde era engastada a gema. como veremos mais adiante? Afinal. corroborada por estudo e reflexão.mesma forma que a revelação posterior. ônix. carbúnculo. Se Deus criou os tambores para Lúcifer dirigir o louvor no Santuário Celeste. seu uso no culto de adoração não é apenas legítimo. Algumas pessoas chegaram a uma conclusão que pode ser descrita nos seguintes termos: “Lúcifer. por que não autorizou o uso em seu Templo terrestre? Teria Deus mudado o sistema de adoração? Deus altera suas determinações a respeito de como devemos adorá-lo? Analisemos o texto de Ezequiel 28:13 à luz do Comentário Bíblico Adventista: “Tambores: Plural de ‘tof’. no dia em que foste criado foram preparados” (Ezequiel 28:13). mas altamente recomendável. mas admite que se trata de uma ‘tradução duvidosa’”. Flautas: Heb.

Levando em conta a coerência no texto. Por que Deus teria orientado Davi. Percebem como o assunto é sério? Três classes de instrumentos eram tocados em Israel: percussão. e com harpas. e do profeta Natã: porque este mandado veio do Senhor.O termo tof não está totalmente definido como tambores. traz a seguinte versão para Ezequiel 28:13: “Estavas no Éden. Se Deus deixasse Davi escolher. o vidente do rei. Portanto. não existe confirmação em nenhuma outra parte das Escrituras para corroborar essa idéia da aceitação de Deus em relação aos tambores. As três classes estavam no templo. 2ª edição. a safira. para não haver problemas de interpretação. de todas as pedras preciosas te cobrias: o sárdio. o jaspe. Nós sabemos que em todas as línguas existem palavras com grafias iguais. Pelo contrário. 2) cavidade onde se colocava a pedra e 3) instrumento musical. um especialista em música? Pelo mesmo motivo que Ele não permitiu que Moisés escrevesse os dez mandamentos: os mandamentos são santos. O Comentário Bíblico Adventista coloca outra opção e não a desqualifica. existem no mínimo três diferentes significados: 1) passagem subterrânea. deve-se levar em consideração todo o contexto. cordas e sopro. seria bem mais aceitável a interpretação que tof e néqeb se referem aos locais onde eram presas as pedras preciosas na vestimenta de Lúcifer. Eclesiastes 7:27 nos aconselha: “Vedes aqui. o diamante. foram eles preparados”. o berilo. chamadas de homônimos. diz o pregador. Ou seja. o topázio. o carbúnculo e a esmeralda. por mão de seus profetas” (II Crônicas 29:25). o ônix. solenes e representam o Seu caráter. de ouro se te fizeram os engastes e os ornamentos. como fez em outras circunstâncias. com alaúdes. E Isaías 28:10 confirma: “Porque é mandamento sobre mandamento. Mas o que Deus ordenou que fosse colocado na igreja como música? Afinal o louvor é para Ele e Ele deve dizer o que quer. mas com significados diferentes. um pouco aqui. ele colocaria tambores. jardim de Deus. Vamos ver: “E pôs os levitas na casa do Senhor com címbalos. no dia em que foste criado. Quanto ao termo néqeb. regra sobre regra. mas da classe de percussão só entravam os de 76 . ele não está definido como pífaros. conforme ao mandado de Davi e de Gade. Isto é coerência. conferindo uma coisa com a outra para achar a razão delas”. um pouco ali”. E a Bíblia Almeida Revista e Atualizada. pedras estas às quais todo o verso se refere. isto achei.

militares. como se deu este processo e se este instrumento é aceitável no louvor a Deus. que são como os tambores. Nosso intento é apenas trazer informações e não convencer as pessoas à nossa maneira de pensar e agir. Se um instrumento não tem estímulo espiritual. Os címbalos retumbantes. integraram as orquestras no século XVIII como instrumentos puramente musicais. vamos analisar mais de perto um instrumento que deles deriva. se o povo estava tão acostumado e familiarizado com este instrumento. tamboril” ocorre quatorze vezes em toda a Bíblia e todas as ocorrências estão unicamente no Velho Testamento. no Brasil. cada um deve buscar o conhecimento por si mesmo e tirar suas conclusões. em Cuba e no Haiti. e que parte do indivíduo é estimulada pela melodia? A parte espiritual. tocados simultaneamente por uma só pessoa. 77 . que são como os sinos. Eles não perdiam nenhuma oportunidade. Rock etc. No século XX. Usados na Idade Média para fins militares e civis. Nesses últimos gêneros surgiram as baterias. pratos e outros meios de percussão.percussão melódica. sem o uso de baquetas) variam para cada invocação e para cada orixá. são consagrados. que consistem num grupo de tambores. Então. Nos cultos afro-brasileiros. Como tocamos no assunto dos tambores. não entravam no templo porque são percussão amelódica. de comunicação ou religiosas. onde a adoração estava sendo moldada por Deus. os ritmos dos atabaques (nome genérico dos tambores percutidos com as mãos. não têm melodia. BATERIA: POR QUE NÃO? A Enciclopédia Britânica do Brasil descreve: Os tambores figuram entre os instrumentos musicais de uso mais generalizado. Como citamos no início. contando sempre com a direção de Deus. Os tambores empregados nos rituais. o que ele faz no templo? Perceba como os tambores eram abundantemente utilizados pelo povo de Israel. Disto podemos compreender que os tambores lhes eram muito familiares. o que nos leva a crer que o utilizavam de maneira exímia. de Jazz. como os címbalos altissonantes. figuraram em grupos orquestrais. seja com funções civis. A tradição africana de acompanhar com tambores as cerimônias religiosas é mantida no candomblé e em cultos congêneres praticados no Brasil. cujo sangue é derramado sobre os instrumentos”. a bateria. por que Deus não permitiu que entrasse no templo? Entendamos que a palavra “tambor. e a eles sacrificam-se animais. onde houvesse música e festa lá estavam os tambores.

Já podemos notar que este instrumento é ingrediente principal nas músicas mundanas e em religiões pagãs. E está tomando o mesmo rumo na música da igreja, transformando-se em ingrediente essencial, sem o qual a música não sobrevive. Mas vamos analisar um pouco mais. Os tambores sempre tiveram uma função extra-musical, como a de transmitir mensagens à distância e, principalmente, a função religiosa. Eles têm sido creditados com poderes mágicos e eram tidos como objetos sagrados. Ainda hoje, em algumas sociedades, a confecção de um tambor continua a envolver certo ritual. Mas como surgiu a bateria como hoje a conhecemos? A bateria é um conjunto de tambores (de diversos tamanhos e timbres) e de pratos colocados de forma conveniente com a intenção de serem tocados por um único músico, denominado baterista. O conjunto de instrumentos foi amplamente utilizado e desenvolvido nos estilos musicais Jazz, Hip-hop, Rock, entre outros, sendo componente essencial da música contemporânea (atual), como vimos anteriormente e veremos a seguir com mais detalhes. “No começo dos anos 1900, bandas e orquestras tinham de dois a três percussionistas cada. Um tocava o bumbo, outro tocava a caixa, e o outro tocava os pratos, os blocos de madeira e fazia os efeitos sonoros” (Cangany, 1996, p. 31). Um bom exemplo disso eram as bandas de rua de New Orleans, nos Estados Unidos, que tocavam Jazz, nas quais havia pelo menos dois percussionistas. O primeiro modelo prático de bateria foi construído por William F. Ludwig em 1910. William F. Ludwig nasceu em 1879 na Alemanha e emigrou para os EUA. Após assistir numa parada os percussionistas do Primeiro Regimento da Guarda Nacional de Illinois, desejou ser um deles. Finalmente envolvido, progrediu rapidamente e logo estava tocando em bandas locais como amador e depois como profissional. Porém, William começou a ter dificuldades com o pedal do bumbo. O pedal de madeira que usava era pesado e não atendia às necessidades dos novos ritmos sincopados do Jazz e do Ragtime. Como não encontrava nenhum que fosse satisfatório, acabou construindo o seu próprio, que tinha um design que permitia tocar mais rápido sem perder força. Foi o primeiro pedal de bumbo funcional e o sucesso foi tão grande que em 1910 fundou com seu irmão a Ludwig & Ludwig. No início dos anos 60 estavam produzindo as baterias mais desejadas do mundo. E assim nasceu a bateria. Até 1920, os bateristas de Jazz nos EUA não se destacavam muito, limitando-se apenas a marcar o tempo da música. Aos poucos, alguns músicos foram se destacando, devido à técnica e sua maneira de se apresentar, como por exemplo, Jo Jones e Gene 78

Krupa. Krupa era um grande baterista do Jazz e tornou-se conhecido como um dos primeiros solistas na bateria. Bem mais tarde, outro baterista popularizou este instrumento em todo o mundo, a partir do início dos anos 60. Seu nome era Ringo Star. Você já ouviu falar dele? Exatamente, um dos Beatles. Devido à sua grande popularidade e, junto com diversos outros bateristas de grupos de Rock, trouxe cada vez mais um lugar de destaque à bateria. Dessa forma, a criação da bateria está intimamente ligada ao surgimento do Jazz, bem como o seu desenvolvimento está ligado à história e ao desenvolvimento do Jazz e do Rock, respectivamente na primeira e segunda metade do século XX. “A bateria foi inventada para o único propósito de fortalecer a música Jazz, Blues, Rhythm and Blues e todas as variedades de Rock-n-Roll. Por isso, não pode ser separada da origem da música Rock e Jazz” (Karl Tsatalbasidis. Drums, Rock and Worship – Modern Music in Today’s Church, 2003). No Brasil, a influência norte-americana sempre existiu no que diz respeito à bateria, seja pelo cinema, pelas gravações e shows de Jazz, pelos equipamentos, ou pelos primeiros livros e métodos de bateria. Com a influência das bandas de Jazz, surgem no Rio de Janeiro diversos grupos e orquestras com arranjos diferenciados para a música brasileira. É então que começa a aparecer um maior número de bateristas. Os músicos paulistanos nas décadas de 50 e 60 se encontravam para trocar informações, inclusive com os bateristas norte-americanos que apareciam com freqüência acompanhando artistas famosos do Jazz. Paralelamente a isto, os bateristas brasileiros foram desenvolvendo maneiras particulares de tocar o instrumento, incorporando os elementos da percussão e as idéias musicais provenientes da enorme riqueza cultural e musical brasileira. É o caso, por exemplo, de Luciano Perrone, um dos primeiros bateristas brasileiros. Ele criou uma maneira própria de tocar Samba na bateria. Perrone é considerado o inventor da bateria brasileira. Muitas pessoas entendem a polêmica do uso da bateria no culto a partir da história da utilização de outros instrumentos por parte dos cristãos. Piano, violão e órgão tiveram um período de rejeição e mais tarde terminaram por ser aceitos como adequados à liturgia. O acompanhamento instrumental em si já foi considerado impróprio para a música litúrgica cristã, quando muitos consideravam que o único instrumento adequado à 79

adoração era a voz humana. Da mesma forma, a bateria estaria hoje nesse período de questionamento que terminará com sua aceitação irrestrita dentro da igreja. Mas será que os motivos da polêmica quanto ao uso da bateria são os mesmos dos demais instrumentos? Todos os instrumentos são iguais quanto ao seu potencial no louvor e na influência que exercem sobre a mente? Já citamos a questão da melodia e de sua relação com a espiritualidade e, diante deste contexto, por se tratar de um instrumento amelódico, destituído de melodia, na bateria não existe nenhum estímulo espiritual, diferente dos demais instrumentos citados. Se este não for um argumento suficiente, analisemos então um pouco mais. “As ondas produzidas por uma fonte sonora podem ter ou não comprimento definido (freqüência determinada). Uma onda sonora com comprimento definido é transformada, no ouvido, em impulsos nervosos os quais são traduzidos pelo córtex (camada cinzenta mais externa do cérebro) auditivo como um tom. A música melodiosa e harmoniosa é formada por tons que possuem altura e duração fixas. Estas proporcionam ao cérebro condições de descobrir relações e proporções entre si e, assim, ir compondo um edifício musical” (Robert Jourdain. Música, Cérebro e Êxtase, p. 94). Quando uma fonte sonora envia ondas sem comprimento definido (freqüência indeterminada) nosso cérebro, indistintamente, traduz essa informação como ruído (barulho). Este tipo de som é compreendido como uma agressão e, por isso, nosso organismo se prepara para enfrentá-la na forma de uma reação de estresse. Um ruído faz com que a membrana basilar da cóclea seja estimulada de forma desigual e desproporcional. Isto não é considerado normal nem benéfico para o meio interno do organismo, por isso desencadeará uma reação de estresse. A auto-preservação envolve vários sistemas (nervoso, endócrino). Os mecanismos utilizados para isso são tão potentes que, fisiologicamente, são utilizados durante uns poucos minutos apenas, caso contrário se tornam mais prejudiciais do que benéficos ao nosso corpo. “Semelhantemente a qualquer situação de estresse, ocorre um aumento marcante na liberação dos hormônios Cortisol e Adrenalina a fim de preparar nosso corpo para a fuga ou para enfrentar à agressão (luta). Esses hormônios liberam glicose dos locais de armazenamento, diminuem a utilização de glicose nos tecidos fazendo com que seu nível sanguíneo aumente; proporcionam maior fluxo de sangue para os músculos; aumentam a pressão arterial, e deprimem o sistema imunológico (diminuem a capacidade de combater doenças)” (MuSICA Research Notes, vol. IV, edição 2, Outono de 1997: Norman M. Weinberger. The Musical Hormone, (http://www.musica.uci.edu/mrn/V4I2F97.html); R. A. 80

Fisiologia Médica. 81 . é percebido. o tempo e a cadência dos movimentos (Revista Isto É. 2005). trompete. Guanabara Koogan. Para nosso sistema nervoso interpretar a melodia e a harmonia da música as ondas sonoras que chegam ao sistema auditivo devem ser tons. na relação entre os três elementos musicais analisados. pode ser útil para regular o passo. p. o que a maioria dos tambores fazem é exatamente uma explosão de barulho” (Robert Jourdain – Música. estoca energia nos músculos. “Existem vários instrumentos que produzem tons: piano. Um dado importante é que pesquisas apontam que o ritmo. somente podem ser usados para acentuar o ritmo.. ou seja. pandeiros. chocalhos. pratos. p. Toda música executada com ritmo repetitivo. produz movimentos físicos. predominantemente. porém. 80). ou seja. Tanner. 68). como infarto ou derrame” (Adriana Toledo. flauta. não produzem tons e sim ruído: castanholas. Abril. Podemos notar esta situação também nas guerras antigas. Nós vivenciamos esta situação em nosso próprio organismo quando uma música ritmada é tocada. Instrumentos musicais que não produzem tons. etc.). bumbo. Se esse lado for predominante e se não soubermos vivenciar as situações de tensão. 2aed. (Laurence O’Donnell. Saúde é Vital. bateria. quando o exército contava com soldados que iam à frente tocando tambores. diferentemente da harmonia e da melodia. A. Cérebro e Êxtase.cerebromente. Rio de Janeiro. Este recurso era essencial para que o exército marchasse mais depressa e por mais tempo. mas ruídos. p. Na figura seguinte podemos perceber as diferenças entre o tom (comprimento definido e freqüência determinada) e o ruído (comprimento indefinido e freqüência indeterminada). no córtex auditivo do hemisfério cerebral esquerdo. exatamente o hemisfério no qual estresse é gerado. violino. “O estresse é produto do hemisfério esquerdo do cérebro. Por isso. clarinete. pois não produzem harmonia nem melodia. Nossos pés e mãos começam a bater de forma quase imperceptível e involuntária. vários tipos de tambores (caixa. 65).html). etc. fazendo com que eles se contraiam e relaxem ritmicamente a fim de liberar a energia armazenada. Music and the Brain (http://www. independente do instrumento que o produz.Rhoades e G. Assim. poderemos ficar mais vulneráveis a problemas graves. ed. SP. 28/01/2009.org.br/n15/mente/musica. julho 2008. aumentam os níveis dos hormônios do estresse nos ouvintes e. ter comprimento definido (freqüência determinada). mas outros instrumentos.

“derivado do culto negro é o Rock and Roll. 35). que provoca um efeito semelhante ao transe” (citado por Sparta. Sargant afirmou que. Concluindo sua apresentação. pelas mortificações. Veja alguns exemplos: “A música e a dança são os principais fatores dos fenômenos de possessão que se observam nos cultos mágicos” (A Dança dos Orixás). Ele diz que “o transe religioso é provocado pela preparação. “O tambor e a dança do culto proporcionam uma espécie de confraternização com a divindade. filmadas em diferentes regiões da África e da América Latina” e insistiu que o transe “é provocado pela cadência das batidas de tambores”. 82 . 1979). 56 e 57). História das Crenças e das Idéias Religiosas. tambor e transe. como efeito da música percussiva dos rituais de transe. “Os xamãs preparam seu transe cantando e tocando tambor” (Mircea Eliade. Falou da “lavagem do cérebro”. Como ilustração citou o caso “de mulheres. pela reclusão. pelos tambores” (p. realizado em 1968 na Bahia e no Recife. Os Cultos Mágico-Religiosos. Falando da cerimônia dos orixás. Sparta diz que “as mulheres dançam. em seu livro “A Dança dos Orixás” (São Paulo: Harder. o pesquisador William Sargant argumentou a favor da relação entre tambor e transe místico. 1970) discute amplamente a relação entre dança. Várias pesquisas evidenciam as raízes místicas e profanas dos tambores e sua relação com os cultos espiritualistas. 50). Num simpósio de psiquiatria.O antropólogo Francisco Sparta. p. pelos banhos. pela dança. 1983). que haviam entrado em transe apenas escutando algumas gravações feitas por ele”. tornando os deuses mais amáveis e coniventes” (Aguiar Bastos. na Inglaterra. Mostrou “cenas de possessão. saltam e se agitam” e “os tambores acompanham excitando” a cerimônia e os corpos (p.

segundo o costume da época. mas aos seus comandantes (I Crônicas 13:1). O ritmo marcado com a percussão é ainda mais eficaz em desencadear a experiência de possessão” (Rouget. levando os iniciados a um verdadeiro estado de hipnose” (Sparta. Na condução da arca de Quiriate-Jearim até a casa de Obede-Edom. Demonstrou uma manifesta desconfiança de Deus. Os anjos que atendiam à arca feriram Uzá por sua impaciente presunção de colocar a mão sobre a arca de Deus” (História da Redenção. “O tambor é um instrumento de correspondência. p. 192). tudo deu errado. produzem fadiga e amortecimento conseqüente da consciência. A Dança dos Orixás). esse é o tambor. houve música com tamborins e Davi dançou e se alegrou ao ritmo da banda. Os bois tropeçaram. p. esse é o instrumento mais importante do ritmo. p. “Ritmo é o elemento mais ativo na experiência do transe. e por conseqüência da dança” (Rouget. Música e Transe). Davi não consultou ao Senhor. tambores e danças foram usados em ocasiões festivas. Nessa viagem. a dança e o canto com tambor são os meios mais utilizados para se atingir o transe” (Mircea Eliade. Porém. diante de sua preocupação com a integridade da arca. como se Aquele que tinha trazido a arca da terra dos filisteus não pudesse tomar conta dela. porque tropeçaram.“Na maioria das tradições xamânicas. de comunicação entre o homem e os seres misteriosos que governam a natureza” (Cristãos em Busca do Êxtase. Se há um instrumento capaz de quebrar os nossos nervos. de 17/06/2000. Xamanismo e as Técnicas Arcaicas do Transe. Música e Transe). caderno Folha Ilustrada. Entre o povo de Israel. Ao jornal Folha de São Paulo. “Em Uzá recaía a maior culpa de arrogância. uma “filhade-santo” de um terreiro de Salvador disse: “Que gostoso é o candomblé! Mesmo se você não tem nada a ver com religião. quando escuta os tambores não tem jeito: começa a balançar os ombros”. tendo sobre si pecados não 83 . 25). 194). celebradas com muita alegria. Muitos afirmam que a morte de Uzá foi uma injustiça. isto é. Além disso. A transgressão à lei de Deus diminuíra a intuição que ele tinha da santidade da mesma. e. a arca quase caiu e Uzá morreu ferido pelo Senhor (II Samuel 6:5-7 e I Crônicas 13:8-10). “A percussão é o som por excelência do transe. “O ritmo violento dos tambores e a repetição intérmina dos cantos. assim nos diz a inspiração: “Uzá ficou irado com os bois.

. Mesmo o rei sendo um especialista em música. sempre sem inclusão do tambor ou adufe (ver I Crônicas 16:5.. Houve alegria. senão os levitas (I Crônicas 15:2). Deus não pode aceitar uma obediência parcial. É significativo o texto de II Crônicas 7:6. Os únicos instrumentos que aparecem na lista dos usados no templo. Nenhum instrumento de percussão foi permitido para acompanhar o coro levítico ou tocar com a orquestra no Templo (Esdras 3:10. Deus determinou os instrumentos que deveriam fazer parte da música do templo (II Crônicas 29:25). Dois séculos e meio mais tarde. foram chamados de “instrumentos de música de Deus” (I Crônicas 16:42). que são qualificados como instrumentos musicais do Senhor. especialmente a música. Tudo deu certo.. quando o Templo foi reconstruído sob a liderança de Esdras e Neemias. 36). são as trombetas (II Crônicas 5:12-13 e 29:27). edificaria. Por que os tambores foram utilizados na primeira viagem e retirados da segunda? Davi quis fazer um templo para Deus. Estes são os que Davi fez por ordem de Deus: címbalos. mas harpas. 706). Deus foi quem deu orientações a ele para que tomasse todas as providências para o templo que Salomão. sem uso de tambores. Isto confirma que a regra era clara e ainda 84 . alaúdes e címbalos (I Crônicas 15:16). na segunda festa ele alteraria esse ponto e todo o restante faria igual. Três meses depois.)”. mas não lhe foi permitido. não recebeu essa adjetivação (I Crônicas 13:8). enquanto que a banda que deu o ritmo da dança. desta vez a orquestra não teve tambores. alaúdes e harpas.. quando Uzá morreu. para louvarem ao Senhor (. p. Davi juntou o povo para buscar a arca da casa de Obede-Edom. A lista desses instrumentos aparece em diversas ocasiões.) os levitas com os instrumentos musicais do Senhor. a mesma restrição foi aplicada novamente. Entre essas orientações. Diante do trágico episódio. seu filho. além dos que foram confeccionados por Davi. Neemias 12:27. Davi ficou preocupado e perguntou: “Como trarei a mim a arca do Senhor?” (I Crônicas 13:12). ele orientou que ninguém conduziria a arca. Desta vez. mas ao contrário da primeira tentativa.confessados. Mas não foi isso que aconteceu” (Vanderlei Dorneles – O Canto do Senhor). que diz: “(. Pura coincidência? Os instrumentos de música que foram usados no transporte da arca até Jerusalém. “Se Davi tivesse entendido que seu erro consistia em ter colocado a arca num carro e permitido que não-sacerdotes a transportassem. atrevera-se em face da proibição divina a tocar no símbolo da presença de Deus. uma maneira frouxa de tratar os Seus mandamentos” (Patriarcas e Profetas. O artigo plural definido “os” indica um grupo específico de instrumentos. que o rei Davi tinha feito. 25:1 e 6).

este mesmo argumento serve para nossos dias. ainda é o principal ingrediente da música popular. no livro “Rhythm and Temp” (Nova York. escreveu o seguinte: “O estudo da música e da liturgia do templo de Jerusalém. e o leitor moderno poderia concluir que a presença de instrumentos de percussão indicaria ritmos precisos. O ritmo do tambor que inclinava as pessoas à dança deveria estar de fora do culto que requer lucidez da mente para compreensão da vontade de Deus. afirma que a exclusão do tambor no templo pode indicar que Deus não quis o instrumento na música de adoração por causa de sua relação direta com o misticismo e por sua influência no sentido de excitar as danças e embotar a consciência e o juízo. Curt Sachs. O tambor na época tinha uma relação muito forte com a música mundana e mística. 79). Se a bateria é a marca registrada e principal ingrediente da música mundana. Mas há pouca dúvida de que os címbalos. Muitos há que citam os címbalos como instrumentos de percussão. marcavam o fim de uma linha e não o ritmo dentro de um verso”. instrumentos de percussão e música de entretenimento que estimula as pessoas fisicamente não eram permitidos nos serviços do templo e nem são usados na liturgia do santuário celestial. Música na igreja não pode tratar Deus com frivolidade e irreverência. Em nossos dias é diferente? Além de continuar sendo um instrumento básico do ocultismo. O canto e a música instrumental no templo deveriam diferir daquela usada na vida social do povo. explica que “a música no templo incluía címbalos. 85 . a música a ser usada ali deveria distinguir-se daquela usada nas celebrações profanas. 193. Vanderlei Dorneles. Deveria ajudar a aquietar as nossas almas e a responder a Ele em reverência”. para diferenciar Sua música da música do mundo. bem como do Santuário Celestial. 1953. Para a mesma razão. A adoração nos dois templos. em seu livro “Cristãos em Busca do Êxtase”. falecido professor de Teologia da Universidade Andrews. p. foi muito instrutivo.válida séculos depois. também nos ensina que Deus deve ser adorado com grande reverência e respeito. Além disso. uma vez que o templo era uma representação do trono de Deus. p. instrumentos rítmicos e música que estimula as pessoas fisicamente em vez de elevá-las espiritualmente está fora de lugar na igreja hoje. Vimos que por respeito pela presença de Deus. por que devemos usá-la em uma música que se propõe ser diferente daquela do mundo? Haveria então diferença entre a igreja e o mundo? Samuele Bacchiocchi. terrestre e celestial. Se este foi um dos argumentos para que Deus tivesse deixado de fora este instrumento. como em qualquer outro lugar.

“Pode-se concluir. os instrumentos também não são neutros. introduzido 86 . Mas. Eu quero a bateria que é usada numa banda de música popular’. as Sagradas Escrituras não a apresentam como sendo usada no Santuário. Falando sobre o uso da bateria na igreja. 72). também. especialmente quando sentimentos como reverência e contemplação estão em jogo. Wolfgang H. mas apenas ruídos (bateria.“Uma possível explicação para não usar bateria pode ser que. Quando as pessoas me perguntam sobre o uso de bateria na igreja. p. causando um desequilíbrio nos elementos que compõe a música. então o tímpano deveria ser tão bom quanto o tambor de uma bateria’. Stefani. o ritmo é o que oferece satisfação imediata e não requer o grau de reflexão e contemplação que a melodia e a harmonia requerem. Como a bateria não é capaz de fazer melodia. por sua natureza. alegria. arrependimento e compromisso formam a essência das emoções apropriadas” (Revista Adventista. autor do livro “O Cristão e a Música Rock”. triângulos. pratos. M. o Dr. não era esse o tipo de tambor que eu tinha em mente. Diferentes instrumentos foram feitos e aperfeiçoados para propósitos específicos.). uma bateria não é apropriada para a igreja. O som percussivo ‘pesado’ produzido por esses instrumentos. “Há razões pelas quais determinados instrumentos são mais apropriados para certos propósitos. tanto no significado como na estrutura estilística. 6). não é um instrumento melódico. a fim de ser cultivado na música popular. paz. A bateria foi desenvolvida para produzir um som agressivo. Em toda a Bíblia há numerosas referências para cantar e fazer melodia ao Senhor. É claro que a razão pela qual querem esse tipo de tambor é o fato de desejarem tocar determinado tipo de música”. primeiramente sugiro: ‘Por que não usar um tímpano? É um tipo de percussão. fortemente rítmico. Dos 3 elementos principais da música. não se harmoniza com o tipo de música que deveria ser enfatizada na adoração de Jeová (ver Isaías 6:1-8). que instrumentos que não produzem harmonia nem melodia. etc. Se tambores são neutros. Março de 2002. pela mesma razão que as pessoas normalmente não querem órgãos de tubo em bandas de Rock. p. Este desequilíbrio ocorre em detrimento da melodia e da harmonia. O aspecto característico da bateria e de outros instrumentos de percussão da música de hoje é o de acentuar a batida suplantando a melodia e todos os outros elementos” (O Que Deus Diz sobre a Música. onde reverência. Eles olham para mim perplexos e dizem: ‘Bem. chocalhos. disse o seguinte: “Da mesma forma que a música em si não é neutra. servem unicamente para acentuar o ritmo.

justificar o uso de um por conta da utilização do outro? Se todos os instrumentos têm origem profana. O mesmo se dá em relação ao cinema. deveríamos então justificar um erro com outro? Se o piano. o piano e a flauta. (. se bem que admitem ser a bateria um instrumento profano. também descendem de uma origem pagã e foram rejeitados por algum tempo. Como dissemos anteriormente. deveríamos então aprovar ambos. muitos há que defendem a utilização da bateria baseados em que outros instrumentos. portanto. Mcclintock & Strong's Encyclopedia Volume VI. tem uma origem pagã.. como também muitas outras coisas. “Instrumentos musicais celebrando os louvores a Deus seriam não mais adequados do que o queimar de incenso. 14/10/2008). p. tanto quanto a bateria. por falta de opções. Em resumo. p.assim um elemento profano na música. Os Papistas. deveríamos então. 685). Muitos pensam assim: 87 . Para tais pessoas faz-se necessário um estudo mais profundo para constatarem a veracidade de tais informações. por exemplo.) Os Católicos Romanos o tomaram emprestado dos judeus” (Lutero. Rock and Worship – Modern Music in Today’s Church. Commentary on Psalms 33). “Deus não lançará mão de instrumentos desenvolvidos pelo inimigo para transformar mentes e corações para seres capazes de louvá-Lo pela eternidade no Céu com música ritmada para distrair a mente e ativar os músculos” (Prof. “Não tenho nenhuma objeção ao uso de instrumentos de música em nossa adoração. citado em Adam Clarke's Commentary.. são próprios para a música profana e não para a música sacra” (Karl Tsatalbasidis. supondo verdadeiras tais afirmações. uma vez que eles não sejam vistos nem ouvidos” (João Wesley. Vol. o acender de candeeiros. e a restauração de outras sombras da Lei. a visão destes homens era: se todos os instrumentos são profanos. Diante dessa crença. todos devem ser evitados. utilizar todos indiscriminadamente? Não seria a voz humana suficiente para o louvor a Deus? Alguns dos reformadores acreditavam sinceramente que os instrumentos musicais eram inapropriados no louvor a Deus e que a voz humana era o único instrumento aceitável. 4. 762). mas hoje são aceitos e amplamente utilizados. Sikberto Marks – A Música na Igreja. 2003). Drums. quais eram os conselhos destes à igreja? “O órgão na adoração é a insígnia de Baal. Portanto. como o violão. Porém. dos judeus” (Calvino. visto que acentua os efeitos físicos e atenua os elementos que apelam à mente. têm imbecilmente tomado isto emprestado.

que tal então não ultrapassarmos? Mas se nenhum dos argumentos anteriores lhe forem convincentes. indicando instrumentos a serem ali utilizados. se você estiver certo. Significa que deixar de usar a bateria não nos faz perder absolutamente nada. como o mar está para peixes. vou lhe propor um acordo: fico com 50% de possibilidade de estar certo. ‘a bateria vende a mensagem’ e por último ele me disse: ‘A bateria coloca o ‘adorador’ a mercê da ‘banda’. por exemplo. Afinal. não de corrigi-los. pouco reflexivas. Por quê? É para tornar as massas dançantes. tanto em casa quanto na sala de cinema. agitadas. entre eles a guitarra. reflita neste último. ele me dizia: ‘Quem tem a bateria domina’. Evidentemente que há outros instrumentos que também têm essa capacidade indutiva. a bateria seria o 88 . O fato é que não devemos justificar um erro com outro. eu serei salvo e você estará perdido para sempre por ter desonrado a Deus em seu louvor. você será salvo e eu também. É uma divisão justa. se quando Jesus voltar eu estiver certo. temos um caminho: pesquisar mais profundamente. como vimos anteriormente. o que também pode ser chamado de produto para ‘vender’. ambos os hábitos são destrutivos. “É impressionante como a bateria/tambores está para a música rock. Sabemos que Deus nunca foi contra a utilização de instrumentos musicais no louvor.“se assistimos em casa de qualquer forma. E você pode ficar com 50% de possibilidade de estar certo. O Rock induz a juventude a comprar esse ‘produto’. Além disso. e retirassem qualquer coisa profana! O problema é que continuamos numa incessante busca por respostas com o mero objetivo de justificar nossos erros. Conversando sobre a bateria. Quem nos dera se todos os membros de nossas igrejas analisassem melhor todas as coisas que têm entrado em nosso culto e em nossos lares. de que a bateria é aceitável. mas utilizar a bateria nos dá uma possibilidade de perdermos a salvação. Na verdade. e devem ser evitados. então não há problemas em irmos ao cinema”. Para nós este assunto está claro. Porém. de que a bateria não deve ser usada no louvor a Deus. tanto que deu orientações claras ao rei Davi na elaboração do projeto para a construção do Templo. não? Quando Jesus voltar. não perdi nada e não desonrei a Deus por não utilizar a bateria. dentro de contexto musical. com um amigo meu aqui de Brasília que é músico. normalmente a música rock tem uma mensagem para passar para os jovens. Se as dúvidas persistirem. se alguma dúvida ainda restar. porém. Porém. há citações encontradas no Espírito de Profecia que corroboram tal utilização.

Se a bateria está dividindo a igreja. o efeito é o mesmo. não tem estímulo espiritual e causa hipnose e atrofio do lóbulo frontal. Nenhuma espécie de orientação pode ser mais útil e pertinente do que aquela a nós enviada pelo próprio Deus. última parte: ‘Cantarei com o espírito. que é o acesso da bateria ao vivo em nosso templo. se permitirmos que a bateria entre numa caixa de som. Precisamos também entender uma coisa muito séria: como os irmãos reagiriam se chegassem à igreja em determinado dia de culto e lá na plataforma vissem uma bateria ao vivo? Ficariam escandalizados? Por incrível que pareça. E quando isso acontece? Quando contrariamos o que está escrito em I Coríntios 14:15. O grande engano do diabo é causar confusão na nossa adoração e como resultado perdermos a Jesus e a Sua poderosa mensagem de vista. ainda ficaríamos espantados com isto. p. Que cada um de nós reflita 89 . vol. líder do Ministério Jovem da Divisão SulAmericana da IASD). os gritos e confunde os nossos sentidos. a macumba. transcrevemos a seguir a íntegra de um trecho do Espírito de Profecia (Testemunhos Seletos. Proibir uma coisa e deixar outra é um contra-senso. Otimar Gonçalves – As Preocupantes Implicações do Uso dos Tambores/Bateria na Adoração a Deus). Por isto. a dança. pergunto: por que vamos usá-la? É possível fazer música de qualidade sem bateria? Se a sua resposta é sim. ou num teclado. “Na realidade a grande estratégia de Satanás não é apenas colocar o instrumento físico dentro das nossas igrejas ou não. é a mesma coisa que tê-la ao vivo. permitimos progressivamente e imperceptivelmente o que de outro modo haveríamos de proibir (e realmente proibimos).instrumento indutor número um” (Pr. 2. insisto: por que vamos usá-la? Se a bateria e os seus tambores estão associados com o Rock. Através do disfarce do CD e do teclado. Otimar Gonçalves. Satanás quer que nós tenhamos uma adoração completamente vazia do ‘Assim diz o Senhor’ e cheia de emocionalismo. mas também cantarei com a mente’” (Pr. pergunto novamente: por que vamos usá-la? A REVERÊNCIA NO TEMPLO Este é um assunto de extrema importância. Os resultados de nossa indiferença em relação às coisas de Deus serão vistos por toda a eternidade. Porém. através do playback. 193 – 203) que trata de forma abrangente a questão da reverência da casa de Deus. para o qual não atentamos em nossa vida cristã.

(. elevando-o acima de tudo quanto é terreno. A reverência que o povo antigamente revelava para com o santuário onde se encontrava com Deus. Perdemos geralmente muito da suave comunhão com Deus pela nossa falta de quietude e por não nos darmos à reflexão 90 . nem antes nem depois das reuniões. não devem ser permitidos na casa de culto. os crentes devem entregar-se à devoção e meditação silenciosa. nada do que está ligado ao culto divino.” Antes do Culto “Quando os crentes penetram na casa de culto. mas para pior. os cristãos devem aprender como considerar o lugar onde o Senhor Se propõe encontrar-Se com Seu povo. elevando a alma em oração a Deus para que o culto se torne para eles uma bênção especial. As coisas sagradas e preciosas. Uma ardente e profunda piedade deve caracterizar todos os adoradores. (. Os cânticos de louvor.. estão quase perdendo sua influência sobre nosso espírito e coração. deve ser tratado com negligência ou indiferença. são os meios que Deus proveu para preparar um povo para a assembléia lá do alto.. lugar e maneira do culto.seriamente e busque o auxílio do Espírito Santo para que possamos tratar a casa de Deus como tal. a palavra ministrada pelos embaixadores do Senhor. Deus mesmo deu as instruções para Seu culto. O Comportamento na Casa de Deus “Para a alma crente e humilde. Para que os homens possam verdadeiramente glorificar a Deus.. Entretanto. importa que em sua associação de idéias façam distinção entre o que é sagrado e o que é profano. Se faltam alguns minutos para o começo do culto. a oração. para aquela reunião sublime à qual coisa nenhuma que contamine poderá ser admitida. a casa de Deus na Terra é como que a porta do Céu. Devem lembrar-se de que estão presentes ali mensageiros do Céu. não para melhor. Da santidade atribuída ao santuário terrestre. nos hábitos e costumes do povo com relação ao culto religioso.. cochichos e risos. em serviço santo. operando a convicção e conversão em outras almas. sendo rebaixadas ao nível das coisas comuns. Nada do que é sagrado.) Conversas vulgares. Houve uma grande mudança. destinadas a prender-nos a Deus. quase deixou de existir completamente. devem guardar a devida compostura e tomar silenciosamente seu lugar.) Devem existir aí regulamentos quanto ao tempo.

Se os crentes. A melodia do canto.e oração. associar-se ao pregador em silenciosa oração. risos e conversas. Quando a Palavra é exposta. As orações dos fiéis serão ouvidas e o ministério da palavra provar-se-á eficaz. A atitude indiferente dos crentes na casa de Deus. ao entrarem na casa de oração. que se poderiam admitir em qualquer outro lugar. Seu pastor ali está. porque assim fazendo é possível escaparem-se-vos nesse momento justamente as palavras que mais necessitais ouvir . deve inclinar-se em silenciosa oração e pedir fervorosamente a assistência de Deus. Todo o serviço deve ser efetuado com solenidade e reverência. Ao ser aberta a reunião com oração. derramando-se dos corações num tom de voz claro e distinto. e o espírito e coração serem elevados para o Sol da Justiça.palavras que. Chegado ao púlpito. que a semente preciosa não cai em terreno fértil para produzir fruto. Os cochichos. é um dos grandes motivos por que o ministério não acusa maiores resultados. Que impressão não fará isto! A solenidade se apoderará de toda congregação. de que é a voz de Deus que vos está falando por meio de Seu servo. Cumpre preparar o espírito para ouvir a Palavra de Deus. Cada um dos congregados deve. de cabeça inclinada. não devem ser sancionados na casa em que Deus é adorado. a fim de que esta possa exercer impressão e influir sobre a alma.. o fizessem com a devida reverência. representa um dos instrumentos divinos na conversão de almas. imprimindo virtude à palavra ministrada por lábios humanos. encomendando-se a Ele antes de ousar apresentar-se diante dela. comunicando-se com Deus. que se entretêm a conversar durante a pregação.. são os moços e moças que revelam tão pouco respeito pela casa de Deus. Se estes pudessem perceber os anjos que os estão observando e notando o seu 91 . e suplicar a Deus que abençoe a reunião pela Sua presença. Escutai com atenção. vos livrariam de enveredar por algum caminho errado. Não dormiteis nessa hora. seu silêncio redundaria num testemunho eloqüente. lembrando-se de que se acham ali na presença do Senhor. Outras. como se fora feito na presença pessoal de Deus mesmo. Uma profunda solenidade invade tudo e a todos. irmãos. cada qual deve ajoelhar-se na presença do Altíssimo e elevar o coração a Deus em silenciosa devoção. deveis lembrar-vos. O estado espiritual da alma necessita muitas vezes ser passado em revista. (. atendidas. e os anjos de Deus são trazidos para bem perto.” Durante o Culto “O pastor deve entrar na casa de oração com uma compostura digna e solene.) Às vezes é uma criança que desvia de tal modo a atenção dos ouvintes.

ensinai-os a ter o maior respeito pela casa de Deus e a compreender que quando entram ali devem fazê-lo com o coração comovido. sendo nitidamente ignorado enquanto as pessoas conversam e riem. Os arredores imediatos da casa de oração devem caracterizar-se por uma grave solenidade. Deus e os anjos têm sido desonrados pela maneira irreverente com que os crentes se portam nalgumas igrejas. ajudai-os a entretecer a pessoa de Jesus em sua experiência. descalçamos os sapatos espirituais em reverência. portando-se como na presença de Deus e lembrando-se de que Seus olhos repousam sobre todos. todos devem conservar-se quietos. evitando os crentes o fazer deles lugar de encontro com os amigos. O regente transforma-se em solista. ao entrar no lugar santo. As conversas parecem ser inevitáveis. Pais. inveja. impedindo a passagem aos outros que buscam a saída. Se o desejarmos. Só porque não vemos a Deus fisicamente. Deus quer ouvintes atentos. Por isso muitas de nossas igrejas tentam estimular o cântico enquanto os membros saem. corariam de vergonha e se aborreceriam a si próprios.” Nos momentos sagrados em que nos encontramos na casa de Deus não há mais espaço para cumprimentos. porque estou na presença de Deus. suspeitas. colocando os assuntos e os abraços em dia e. mas sem sucesso. mas chegando antes. Depois do Culto “Ao ser pronunciada a bênção. A igreja tem que ser calorosa. Foi enquanto os homens dormiam que Satanás aproveitou para semear o joio. Tais coisas não convêm na casa de Deus. como temendo ficar privados da paz de Cristo. devemos chegar mais cedo para fazê-lo fora dos limites do templo e antes de começar o serviço de culto. ocupando-se com pensamentos como estes: ‘Deus está aqui. exaltai o padrão do cristianismo no espírito de vossos filhos. acordando os ecos com suas gargalhadas e fazendo ruído com os pés. esta é a Sua casa. estamos habituados com tais atitudes. Este é o lugar onde Deus vem ter com Seu povo e o 92 . ciúme. Devo alimentar pensamentos puros e guiar-me pelos mais santos propósitos. ou deixar esta questão ao encargo da equipe de recepção à porta. Ninguém deve deter-se nos corredores para encontros e tagarelice. Não devo conservar em meu coração orgulho. não significa que Ele não esteja presente do início ao fim do culto. Não é mais momento para manifestações corporais. apertos de mão e abraços.procedimento. ódio ou engano. a fim de trocarem frases banais ou tratarem de negócios. Saiam então todos sem se atropelar e evitando falar em voz alta.

reparando na maneira por que vos conduzis na casa de Deus e nos esforços que estais fazendo por preceito e exemplo. terá a criança de aprender as lições que a devem guiar por toda a vida – lições de respeito.. e não terem seus 93 . Vossos filhos e filhas se corrompem pelo vosso próprio exemplo e vossa frouxa disciplina. pois Deus é o mesmo e exige respeito e reverência de adultos e crianças. me vê. 182) “Irmãos. a fim de cultivar em vossos filhos a reverência? Atribuís vastas obrigações ao pregador. mas vós mesmos estais esquecidos de vosso dever como pais e instrutores de.) Se a criança não é instruída corretamente ali. “Em Sua sabedoria o Senhor determinou que a família seja a maior dentre todos os fatores educativos. O Altíssimo e Santo.’” Responsabilidade dos pais Devemos também cuidar das nossas crianças. e. reverência. domínio próprio. “Ensina a criança no caminho em que deve andar. Satanás a educará por meio de fatores de sua escolha. Será que Samuel. não seria fulminado se ficasse correndo dentro do templo? Quando deixamos as nossas crianças correrem ou fazerem todo tipo de atividades dentro do templo. elas não podem ser abençoadas. procurando encaminhá-la com paciência e fazendo ardentes preces pelo resgate e salvação de cada alma. quando criança. Quando deixamos as crianças desrespeitarem o templo de Deus. obediência. como comer. para que aprendam o que significa estar na presença do Senhor.. esquadrinha meu coração. como Abraão. Precisamos ensinar a reverência aos filhos desde pequenos.(. não seria bom meditardes um pouco sobre este assunto.. estamos ensinando-as a banalizar o templo sagrado e tratá-lo como se estivessem em casa. ordenar vossa casa. (. conversar. brincar. Depois de o pastor haver feito pela igreja tudo quanto pôde. depois de vós. que habita na eternidade. malgrado essa grave falha na educação doméstica. Não há diferença para elas. na sociedade e na igreja” (O Lar Adventista. e até quando envelhecer não se desviará dele” (Provérbios 2:26). tendo seus pais como instrutores. entendeis que o pastor deve poder combater sua influência e realizar o prodígio de educar o coração de vossos filhos na piedade e virtude. para que guardem o caminho do Senhor. É no lar que a educação da criança deve iniciar-se. p. Temos que ter mãos firmes com eles. e lê meus mais secretos pensamentos e atos de minha vida. admoestando-a fielmente e com bondade. responsabilizando-o pela alma de vossos filhos.) Olhai para o círculo do lar como uma escola.. onde estais preparando os filhos para o cumprimento de deveres no lar.abençoa. Ali. Ali está a sua primeira escola.

A casa dedicada a Deus não deveria servir ao mesmo tempo para negócios.. difícil e santificadora. Temos mesmo motivos para ser mais ponderados e reverentes em nosso culto do que os judeus..) É um fato deplorável que a reverência pela casa de Deus esteja quase extinta. que temos a verdade gloriosa irradiando sobre nós. O sentimento moral dos que adoram a Deus no Seu santuário tem de ser elevado. e se nossos hábitos e práticas não se coadunarem com a mesma. pecamos contra uma grande luz e nossa culpa será correspondente. que desonram a Deus e tornam banais as coisas divinas. poderia ser feito a fim de irradiar a luz da verdade. (. Não haverá uma causa para essa falta de legítima piedade nas famílias? Não será acaso porque a elevada norma da religião esteja abatida até ao pó? Deus deu a Seu povo na antiguidade regras precisas e exatas sobre ordem. A mocidade deve ser educada a elevar em seu conceito o caráter das coisas sagradas e a praticar a verdadeira devoção na casa de Deus. Quase todos precisam ser ensinados como se portar na casa de oração. Mais tolerável do que para nós há de ser para os gentios a justiça retributiva de Deus no dia do juízo. os imitemos em sua reverência para com a casa de Deus? Temos motivos de sobra para alimentar espírito de fervor e devoção no culto divino. Mas um inimigo tem estado a trabalhar. paciente e perseverante. A responsabilidade pesa sobre os pais. por atingir o elevado padrão. Se as crianças se reúnem para o culto numa sala em que durante a semana funciona uma escola ou loja. levando consigo os filhos? Não admira que nossas igrejas estejam fracas e não reine nelas a reverência profunda que as deveria caracterizar. Os pais devem não só ensinar. a fim de destruir nossa fé na santidade do culto cristão. Muito mais do que estamos atualmente fazendo.esforços alcançado o almejado êxito. nos são contrários. as coisas santas e elevadas não são apreciadas. os pais não raro o censuram por não verem convertidos os filhos. como exortar os filhos a entrarem no santuário divino com seriedade e reverência. Porventura terá mudado? Não será Ele mais o Altíssimo e Todo-poderoso que domina sobre o Universo? Não conviria lermos as instruções que Deus mesmo Se dignou dar aos antigos hebreus para que nós. Eis o que tem sido deploravelmente 94 . Nossos atuais hábitos e costumes. Somos depositários de uma verdade sagrada. As coisas e lugares sagrados já se não discernem. eles próprios. Muitos dos que professam ser filhos do celeste Rei não apreciam devidamente a santidade das coisas eternas. quererão aceitar a missão de que Deus os incumbiu e desempenhar-se dela com fidelidade? Quererão ir adiante e esforçar-se num espírito humilde. quando a causa disto está na sua própria negligência. é natural que sua atenção seja desviada por reminiscências dos estudos ou de coisas ocorridas nessa mesma sala em dias precedentes. apurado e santificado.

que aos dezesseis ou dezoito anos raciocinarão por si mesmos. os pais. põem-se a cochichar e a rir. O mal aumentará mais depressa que o bem. experimentam no período do crescimento princípios errôneos.negligenciado. com a idéia de que com o tempo o bem predominará e o mal perderá sua influência. e embora se encontrem na presença de Deus. Alguns pais têm permitido que seus filhos formem hábitos errôneos. Se os dirigentes de igrejas. portando-se inconvenientemente. deixando de educar e preparar os filhos desde o alvorecer da razão. que poderão esperar de crianças inexperientes? Estas são muitas vezes encontradas em grupos. mas quem se aventurará a 95 . p. e duas vezes dada da maneira mais solene. Raras vezes são instruídas que os pastores são embaixadores de Deus. 182). porém. dizem os pais que eles endireitarão depois de algum tempo. Sobre eles recai este pecado. Esses filhos podem professar ser cristãos. que a mensagem que pregam é o meio por Ele determinado para a salvação de almas e que para todos os que têm o privilégio de ouvir. seus hábitos passados serão vistos em toda a sua experiência. constitui um cheiro de vida para vida ou de morte para morte. o Céu. para conhecer e amar a Cristo” (O Lar Adventista. cujas marcas podem ser vistas durante o resto da vida. mostra que isto merece nossa mais atenta consideração” (Conselhos Para a Igreja. A mensagem enviada por um anjo de Deus. E se forem muito travessos na adolescência. p. afastadas dos pais que deviam tomar conta delas. deixarão seus maus hábitos e tornar-se-ão afinal homens e mulheres úteis. os pastores. É assunto que foi votado ao desprezo e o resultado disto é a desordem e irreverência que passaram a imperar e Deus é desonrado. 142). É possível que depois de muitos anos o mal que aprenderam seja erradicado. e mostrando-se desrespeitosas e desatentas. Grande erro! Permitem que durante anos o inimigo semeie no jardim do coração. não têm idéias mais elevadas a este respeito. “O efeito das influências pré-natais é olhado por muitos pais como coisa de somenos importância. e em muitos casos todo o trabalho posterior feito nesse solo de nada valerá. o povo. cujos olhos sobre elas repousam. mas decididamente o maior número de pais tem negligenciado a obra que Deus lhes deu. Não se devia permitir aos jovens aprender o bom e o mau indiscriminadamente. e deve ser educada por preceito e exemplo para amar e obedecer a Deus.” “Toda criança trazida ao mundo é propriedade de Jesus Cristo. e exibirão apenas o caráter que os pais lhes permitiram formar. não o considera assim. mas sem uma especial obra de graça no coração e uma completa reforma na vida. “A prevalecente influência no mundo hoje é permitir que a juventude siga o curso natural de seu espírito.

das excelentes idéias que 96 . Se durante o culto divino o pregador comete algum erro. vede que exemplo e idéias dais a vossos filhos! Sua mente é plástica e as impressões ali se fazem com a maior facilidade. Nos primeiros anos da vida da criança o solo do coração deve ser cuidadosamente preparado para os chuveiros da graça de Deus. (O Lar Adventista. aprovando umas poucas coisas e condenando outras. Não estão de acordo com o Céu e a obra de Deus. É mais fácil e muito mais seguro semear a semente pura e boa no coração dos filhos do que arrancar a erva má mais tarde. Os livros do Céu registram. Os pais não estão convertidos. 200. guardai-vos de vos referir a ele. Suas idéias estreitas e mesquinhas acerca da santidade do ministério e do santuário de Deus foram entretecidas na educação dos filhos. Então as sementes da verdade devem ser cuidadosamente semeadas e diligentemente cuidadas. Ao seu senso moral é assim dada uma orientação errada que o tempo nunca conseguirá retificar de todo. em linguagem conveniente e com muito escrúpulo. insuflará vida à semente semeada. a fim de mostrar às pessoas que nos ouvem que consideramos a mensagem dos servos do Senhor como a nós enviada pelo próprio Deus. Falai apenas das coisas boas que fez. Deste modo a mensagem de Deus aos homens é criticada e posta em dúvida e tratada levianamente. Criticar o Sermão “O delicado e impressionável espírito da juventude avalia o trabalho dos servos de Deus pelo mesmo padrão pelo qual o aferem os pais. E Deus. Quão importante. que as faculdades elásticas da juventude sejam orientadas na direção certa. consiga desenvolver a verdadeira reverência e respeito pelo ministério de Deus e pelos instrumentos por Ele destinados para a salvação de pecadores. que recompensa cada esforço em Seu nome. só os livros do Céu o poderão revelar. Pais.isto? O tempo é curto. Muitos chefes de família têm por costume criticar em casa o culto. e aparecerá primeiro a erva. e por último o grão cheio na espiga”. 201). Que impressões são produzidas por essas observações imponderadas e irreverentes. p. Impressões feitas no espírito dos jovens são difíceis de apagar. com toda a precisão a legítima causa. É de duvidar que alguém que viveu sob a atmosfera corrupta de tal educação. Os pais muitas vezes se queixam da dureza de coração dos filhos e da dificuldade que têm em convencê-los de seu dever de atender às exigências divinas. depois a espiga. que essas impressões sejam da espécie desejável. Acerca dessas coisas dever-se-ia falar com respeito. Os filhos vêem e compreendem estas coisas muito mais facilmente do que imaginam os pais. entretanto. então.

Muitos penetram na casa de Deus sem tirar o chapéu. da decência e do decoro que Deus exige dos que se chegam à Sua presença a fim de adorá-Lo. Uma reforma radical a este respeito se faz mister em todas as nossas igrejas. Nada do que se refere ao culto divino será considerado comum. Verão desaparecer cada vez mais de seu lar o mundanismo e a sensualidade.apresentou. que somente serviria para provocar a irreverência.” Vestuário e Comportamento Corretos “Sinto-me muitas vezes penalizada quando entro na casa em que Deus é adorado e noto ali homens e mulheres em trajes desordenados. sem. Se o coração e o caráter se revelassem pelo exterior. Sua educação a esse respeito tem sido defeituosa. Todos deveriam ser ensinados a trajar-se com asseio e decência. Cumpre evitar toda ostentação em matéria de roupa. e comportamento. nada de divino deveria haver nessas pessoas. Sua vida se revestirá de uma solenidade que mal poderão conceber. porém. seus lábios precisam ser tocados com a brasa viva do altar. Os pais carecem da comunhão diária com Deus. É um aspecto da obra que tem sido muito negligenciado. Pode-se compreender facilmente porque as crianças são tão pouco impressionadas pelo ministério da palavra e porque manifestam tão pouca reverência pela casa de Deus. A norma religiosa será grandemente elevada. e que deveis aceitar como vindas de um instrumento de Deus. então seus hábitos e práticas em casa hão de produzir boa impressão sobre o espírito e caráter dos filhos. Nestas condições. e sua falta de verdadeiro espírito de devoção. se esmerarem no adorno exterior que é impróprio da casa de Deus. e com a roupa suja e em desalinho. qualquer coisa tendente a desviar o espírito de Seu 97 . Deus é que deve ser o objeto exclusivo de nossos pensamentos e adoração. Não têm exata compreensão da ordem. os pais farão uma grande obra para Deus. Deus muitas vezes tem afastado Seu rosto dos que se achavam reunidos para o culto. Por causa de sua irreverência na atitude. e a pureza e a fidelidade aumentarão. Essas pessoas não reconhecem que aí vêm encontrar-se com Deus e os santos anjos. Os próprios pastores precisam ter idéias mais elevadas e revelar maior sensibilidade neste sentido. no traje. Que impressões essas coisas hão de fazer sobre os incrédulos e a mocidade que têm fácil discernimento e está pronta a tirar de tudo suas conclusões? No entender de muitos não há maior santidade na casa de Deus do que em qualquer outro sítio dos mais comuns. Não raro a atenção das pessoas é dirigida sobre essa ou aquela peça de roupa e deste modo são sugeridos pensamentos que não deviam ocorrer no coração dos adoradores. Suas próprias idéias necessitam ser elevadas e enobrecidas.

e onde cada criatura é dominada de profunda reverência para com Deus e Sua santidade. O apóstolo Paulo descreve a obra dos embaixadores de Deus como sendo seu escopo apresentar todo homem perfeito em Cristo Jesus. Em vez de vincular os filhos ao mundo. Estamos numa época que se distingue pela superficialidade do trabalho. fitas e penachos. a moda é uma deusa que impera no mundo. Um escrupuloso esforço será preciso a fim de atingir a estatura de homens perfeitos em Cristo. e não raro se insinua também na igreja. A menos que aos crentes sejam inculcadas idéias precisas acerca do culto verdadeiro e da verdadeira reverência para com Deus. prevalecerá entre eles a tendência para nivelar o sagrado ao comum. toda doutrina que não estabelecer a lei divina 98 . no uso de jóias de ouro. como laços. mas o homem encoberto no coração. onde os olhos de cada adorador só devem ter em vista a Sua glória. Se virem os filhos inclinando-se para a moda. bem como ouro ou prata. facilidade dos métodos. todo abreviamento do caminho. A exibição de enfeites. Com suas idéias destituídas de cultivo jamais poderão apreciar um Céu puro e santo. é uma espécie de idolatria que não deve estar associada ao culto sagrado de Deus.” Instrução aos Crentes Novos “Quando uma igreja for suscitada e deixada na ignorância desses pontos. na compostura de vestidos. devem. no frisado dos cabelos. As pedras rudes. Todos os atalhos. crivadas de arestas que se tiram das pedreiras. Que ninguém desonre a casa de Deus com enfeites ostensivos. têm de ser cinzeladas e polidas a fim de fazer desaparecer-lhes as asperezas. A igreja deve também a este respeito fazer da Bíblia sua norma de vida. e ser preparadas para se associarem aos adoradores de Deus nas cortes celestiais. serão uma ofensa a Deus e uma lástima para a religião. devem uni-los a Deus.culto solene e sagrado constitui uma ofensa a Ele. professando a verdade. 3:3 e 4. que é precioso diante de Deus. e terá de dar conta a Deus das impressões que deixou prevalecer. ordenar resolutamente a sua casa de acordo com seus princípios. enobrecidos e santificados por meio dela. como Abraão. no incorruptível trajo de um espírito manso e quieto. seguindo à risca as prescrições bíblicas. e os pais fariam bem em meditar seriamente neste assunto. onde tudo é pureza e perfeição. Tais pessoas. ostentação de uma santidade diversa daquela que se afere pelo padrão de caráter que Deus estabeleceu. O Santo de Israel assim Se manifestou por meio de Seu apóstolo: ‘O enfeite delas não seja o exterior. Deve-se cuidar estritamente de toda a questão do vestuário. Os que abraçam a verdade de origem divina devem ser educados.’ I Ped. o pastor negligenciou seu dever. Deus e os anjos estão ali presentes.

editor do site Música e Adoração. Você já tentou dar um presente a uma pessoa que você não conhece? Ou a uma pessoa rica e que já tem tudo? O texto acima descreve um Deus que pede nossa adoração e que procura ansiosamente pessoas para adorá-Lo. se Deus está procurando pessoas que O adorem em espírito e verdade. é falsa. O aperfeiçoamento do caráter requer trabalho vitalício. Seu direito à reverência e adoração. entre eles: 1) Deus é santo (Salmos 99:9). E. na Bíblia. Mas por que devemos adorar a Deus? “O dever de adorar a Deus se baseia no fato de que Ele é o Criador. e agora é. 2) Deus é Salvador (Salmos 95:1). e poder. Não devemos permitirnos nenhum passo errado nesse sentido.” ADORAÇÃO Este tópico baseia-se em um enriquecedor artigo escrito por Levi de Paula Tavares. E os seres santos que adoram a Deus nos Céus. e que a Ele todos os outros seres devem a existência. 436 a 437). Senhor. Trata do que é a verdadeira adoração. onde quer que se apresente. Podemos enumerar diversos motivos para adorar a Deus. enumeram-se as provas de Seu poder criador. da maneira determinada por Deus. orando e comungando com Ele diariamente para chegarmos a tal compreensão. quais os motivos para adorar a Deus e como devemos fazê-lo. declaram porque Lhe é devida sua homenagem: 'Digno és. mas temos de crescer dia a dia nAquele que é nossa cabeça – Cristo. então seremos capazes de reverter o quadro de completa indiferença e irreverência de nossa parte quando estamos diante da presença de Deus na igreja. e honra. significa que existe um sistema de adoração equivocado. “Mas a hora vem. porque o Pai procura a tais que assim o adorem” (João 4. porque Tu criaste todas as coisas. em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. Ora.' Apocalipse 4:11” (O Grande Conflito p. acima dos deuses dos pagãos. de receber glória. 99 . Quando nós tomarmos consciência da santidade de Deus e do que Ele espera de um verdadeiro adorador.como padrão de caráter cristão. sendo inatingível por parte dos que não estiverem dispostos a prosseguir para ele a passos lentos e penosos. 23).

portanto. 148. “Talvez este seja o motivo pelo qual hoje. as virtudes de uma esposa. louvor é um elogio. a beleza de um lugar. seja colocada tanta ênfase no termo louvor. I Coríntios 4:5. veneração”. aquilo que não é necessariamente adoração. O nome de Deus deve ser exaltado. um atleta que se destaca (ver Romanos 13:3. (. o louvor é um elogio mais enfático. culto.3) Deus é grande (Salmo 95:3). 5) Deus é bom e benigno (Salmos 100:5). Filipenses 4:8). uma apologia. Mas o que significa adoração? Esta expressão vem da palavra latina adoratione. Adoração – O Presente do Homem para Deus). Salmos 16:2. Podemos então. mas à adoração reverente” (Levi de Paula Tavares. e fale-se tão pouco em adoração.. para que isto ocorra. Adoração e louvor são conceitos que podem se fundir. 149. grandes feitos de homens destacados pela nossa sociedade. 98:4-6. 4) Deus é criador (Salmos 100:3). através do conceito. adoração é devida somente a Deus. Partindo deste ponto. mas quando a Bíblia fala ‘Mas o Senhor está no seu santo templo. 6) Deus é compassivo (Isaías 49:13). é bíblico. (I Crônicas 16:8-11. O dicionário Aurélio define como “culto a uma divindade. que é derivada do verbo adorare. Colossenses 3:23-24).150. 100 . mas. O louvor (elogio) tem que ser dirigido única e exclusivamente a Deus. 117. cale-se diante dele toda a terra’ (Habacuque 2:20). vamos analisar o inverso. ela claramente não está se referindo ao louvor. Quando o louvor é voltado para Deus ele pode fazer parte da adoração. uma glorificação. enquanto o louvor pode ser dirigido a homens. compreender algumas características da adoração. glorificado e proclamado. como uma comida. louvar diversas coisas. Porém.) O louvor a Deus é importante. exaltação ou aclamação. Adoração e louvor não são a mesma coisa Segundo o dicionário. reverência. ao referir-se sobre música na igreja.. os seguintes requisitos devem ser preenchidos: 1. 113. mas é somente um dos aspectos da adoração. Podemos. Ou seja. 147.

(Salmos 138:6. Não há adoração sem humildade e consagração (Levíticos 11:44-45. pois o gozo de Cristo está em sua alma. tanto quanto o louvor. 1899). a esperança da glória. mas se ela possuir esses princípios. I Pedro 3:8-9. Habacuque 2:20. princípios de bondade. Podemos adorar a Deus através de orações. perfeito e santo. Efésios 4:1-2. não precisamos cantar ou tocar algum instrumento. podemos saber que Cristo. 26. testemunho. 19:2. ótimo canto e música instrumental na igreja não convidam o coro angélico a cantar também. simpatia e amor. Miquéias 6:8.2. há um de suma importância e que é requisito básico para que haja verdadeira adoração. Adoração não é música Para adorarmos a Deus não é necessária a utilização da música. 18:4. 66:2. mesmo as formas ordenadas por Deus perdem o sentido dependendo da atitude do adorador (Amós 5:21 a 23. 5:5). não passando. Deve partir de um coração plenamente consciente de sua condição diante de um Deus supremo. 101 . À vista de Deus estas coisas são como galhos da figueira infrutífera. Estes são os princípios do Céu. A música em si é apenas um dos veículos da adoração. Quando adoramos a Deus com fé. e esse canto podem eles oferecer como uma oblação a Deus” (White – Manuscrito 123. podendo ser utilizados ou não. 3. atitudes. mas em determinadas ocasiões. O indispensável na adoração Existem alguns elementos da adoração que não são essenciais. Mateus 5:3. aparenta ser saudável. Toda arte. Romanos 12:1). mas quando esta figueira apresenta apenas folhas pretensiosas. Pode uma congregação ser a mais pobre da Terra. entre outros. Porém. 20:7. e quando se revelam na vida de seres humanos. está formado em nós. Este elemento é a fé. para que possam ser apresentados diante de um Deus supremo. Ao povo de Israel foram estabelecidos inúmeros ritos e cerimônias como forma de adoração a Deus. os membros poderão cantar. sem música nem ostentação exterior. que só mostrava folhas pretensiosas. podendo ser usada ou não. “Aparelhamento faustoso. Salmos 24:3-4. entretanto. de uma figueira infrutífera. Colossenses 3:12. perfeito e santo. Isaías 1:11 a 15). Cristo espera frutos. Na igreja deve existir música. ofertas. Isaías 6:2-4. técnica e gosto humanos tem que estar absolutamente consagrados. Isaías 57:15. 147:6.

a este atende” (João 9:31). Quando combinados. devemos acreditar que Ele nos ama assim como nós somos e que Sua misericórdia é grande o suficiente para nos aceitar. denota curvar-se diante de uma pessoa a quem honramos. Hebreus 11:6). “Quando chegamos à presença de Deus devemos crer que Ele pode fazer infinitamente além daquilo que pensamos ou imaginamos! Da mesma forma. 14:33. Significa oferecer a Deus tudo o que podemos e somos. 11:17. é uma declaração” (Ronald Allen e Gordon Borror – Teologia da Adoração. O que é adoração? “Adoração é uma reação ativa a Deus. nossa inteligência. 15:25. denota a ação de inclinar-se. 19:4)” (Levi de Paula Tavares. shâjâh. Vez após vez nos é dito no Apocalipse que os seres celestiais ‘prostraram-se e O adoraram’ (Apocalipse 4:10. Da mesma forma é impossível adorar a Deus quando não o agradamos (Mateus 8:20. a ponto de beijar-lhe os pés. eles referemse à honra e ao respeito demonstrados em relação a um superior. A adoração não é passiva. não a si mesmo. 7:11. nossos recursos. Adorar é render-se (grego proskuneo) – a idéia básica da expressão “render-se” é a submissão. Adoração não é apenas uma sensação. pois sem fé é impossível agradar a Deus. pecadores como somos. 5:14. mas pelo contrário se alguém teme a Deus [gr. e a mais importante do Novo Testamento. é uma reação. O termo proskuneô é combinação de dois radicais: pros que significa ‘em relação a’ e kuneo que significa ‘beijar’. Adoração não é simplesmente um clima. “A palavra hebraica mais freqüente. ‘theosebes’. Adoração – O Presente do Homem para Deus). prostrarse ou render homenagem. Adorar é servir (grego latréuô) – Este termo é usado em Romanos 12:1. é proskuneô. p. aos homens ou à Satanás. Freqüentemente o termo é traduzido por “prostrar-se”. 9:18. nosso compromisso e dedicação. A palavra grega equivalente. Adoração – O Presente do Homem para Deus). 15:4. “Sabemos que Deus não atende a pecadores. mas sim participativa. Adorar é reverenciar (grego sebein) a Deus – o verdadeiro adorador preocupa-se em fazer tudo de acordo com aquilo que agrada a Deus. Em Isaías 6:1 a 8 encontramos os passos básicos para uma experiência de verdadeira adoração: 102 . nossas forças. que tem a mesma raiz de ‘sebein’] e pratica sua vontade. como é bom saber disto!” (Levi de Paula Tavares. Ah. pela qual declaramos a sua dignidade.agradamos ao Seu coração. 16).

dispondo-se para obedecê-lo com amor e alegria” (Levi de Paula Tavares. dando-nos nova capacidade para conhecer e amar a Deus. p. e tal prece é aceitável a Deus. É pelo Espírito que toda prece sincera é ditada. A religião que vem de Deus é a única que leva a Ele. ao nos prostrarmos diante dele em adoração autêntica. Reuniões que não produzem esse senso de contato com Deus não podem ser chamadas de cultos. está disposto a ouvir o chamado divino. Espera recebê-los. É o fruto da operação do Espírito Santo. Assim sendo. pelos cânticos e pelas orações a uma visualização espiritual de Deus. ao qual suplicamos misericórdia e em quem está nossa esperança de libertação plena do pecado. De acordo com Filipenses 2:13. e Deus Se revelará a essa alma. • Visão da nossa pequenez e pecaminosidade – admitimos que somos pecadores e nada merecemos de Deus. apesar de enfatizarmos o culto teocêntrico. • Consagração – “A consagração sempre envolverá ação. A tais adoradores Ele busca. aí é manifesta a obra do Espírito. e torná-los Seus filhos e filhas” (O Desejado de Todas as Nações. Onde quer que a alma se dilate em busca de Deus. Como devemos adorar? “Religião não é limitar-se a formas e cerimônias exteriores. “Não podeis mudar vosso 103 .• Visão da majestade divina – aspecto contemplativo do culto. e ministra a nós conforme a nossa necessidade. temos de reconhecer que as necessidade humanas são atendidas. Sempre recebemos algo de Deus. Adoração – O Presente do Homem para Deus). quem nos concede o ato de adorar verdadeiramente. mediante a atuação do Espírito Santo. 189). Para O servirmos devidamente. Quem cultua de verdade. é mister nascermos do divino Espírito. • Confissão e recebimento do perdão – “No culto Deus age em nosso favor. dentro do princípio de Salmos 37:4 e Mateus 6:33: buscando primeiro a Deus. Adoração – O Presente do Homem para Deus). em que nossa mente é conduzida pela Palavra. Esse é o verdadeiro culto. é o próprio Deus. Comunicar-nos-á voluntária obediência a todos os Seus reclamos. Isso purificará o coração e renovará a mente. somos abençoados naquilo que precisamos. segundo a sua soberania” (Levi de Paula Tavares.

grupos de estudos bíblicos. vossos pensamentos estarão em harmonia com Ele” (Caminho a Cristo. Eurydice V. várias outras coisas agradáveis deverão ter acontecido também. p. ‘Não negligencieis a oração secreta.. numa situação íntima. “É o tempo em que podemos ter audiência com Deus em particular. Salmos 55:17.. p. vigílias. Antes de tudo. cita três esferas de culto. pequenos grupos. para que possa ter uma vida espiritual vigorosa e vitoriosa. em virtude de exigüidade de tempo ou outros desafios. fazer orações intercessórias por outros.. Osterman. quando o culto individual é negligenciado. gratidão e regozijo. I Tessalonicenses 5:17). Podeis dar-Lhe a vossa vontade. este tipo de culto faz-nos conscientes da presença de Deus . • • Grupos pequenos – trata-se do culto familiar.. mas podeis escolher servi-Lo. 47). 163)” (O Que Deus Diz Sobre a Música. não podeis por vós mesmos consagrar a Deus as vossas afeições.) Infelizmente.coração. Desse modo toda a vossa natureza será levada sob o domínio do Espírito de Cristo. 104 . Testemonies. 1. vossas afeições centralizar-se-ão nEle. tornar conhecido nossos pedidos.Ele é o foco de nossa atenção. das quais é imperativo que o cristão participe. mas. (. reuniões de oração. São elas: Comunhão particular – é imprescindível termos uma experiência pessoal com Deus através da comunhão diária e particular (Mateus 6:6.. A Dra. em seu livro “O Que Deus Diz Sobre a Música”. a pessoa fica desarmada e despreparada para lutar contra o inimigo e as tentações trazidas pelos costumes. pois é a alma da religião’ (White. Ele então operará em vós o querer e o efetuar.. não só haverá louvor. que pode adaptar os planejamentos de acordo com as necessidades do grupo. p. como está delineado em Isaías 6:113.) Quando uma pessoa sai de tal encontro com Deus. onde podemos expressar nossa gratidão por Suas bênçãos e descobrir nossa alma confessando faltas e pecados. 37 e 39). buscar guia e orar sobre coisas que não ousamos falar a outro ser humano. (. Todos devem ser realizados com organização e planejamento (I Coríntios 14:40). de preferência sob liderança de um dos membros.) Assim nós O adoramos em espírito (com a atitude correta) e em verdade (inteligentemente). (. nos quais pode-se haver testemunhos e troca de idéias que fortalecem nossas convicções e encorajam uns aos outros. etc. com as quais ele procura enredar a alma incauta. vol. segundo a Sua vontade. 36.

Podemos variar a liturgia do culto de acordo com as circunstâncias e as necessidades da igreja. Você já parou para se perguntar: ‘O que é que eu vou fazer na igreja?’ Por que colocamos nossas melhores roupas sociais e nos reunimos todos. se feitas com cuidado e oração. “engessado”. sem saber o que se vai fazer na igreja. e que pode conduzir a uma falsa adoração é o ato de ir à igreja sem uma compreensão correta da adoração. 40). “Vejam. assentados durante horas? Por que não ficamos dormindo até mais tarde? Será o costume? Será a vergonha de pensarem que estamos apostatando? Não temos nada melhor para fazer? Embora não seja uma coisa declarada. podemos concluir que hoje em dia existe um grande número de cristãos que acha que ir à igreja é uma espécie de experiência mística e supersticiosa. garantirá ao crente uma semana de proteção divina contra todos os males. contando com a participação dos departamentos envolvidos. não estou dizendo que é necessário haver mudanças. É importante entender que a forma como o culto é realizado não é o culto em si.• Cultos congregacionais – “Seria ideal que [este culto] representasse a culminância de todas as experiências de adoração que tivessem ocorrido durante a semana” (O Que Deus Diz Sobre a Música. não determinações. Não é preciso realizar um culto padronizado. podem ser benéficas para toda a congregação” (Levi de Paula Tavares. Colossenses 3:16. Por que será que Deus está procurando adoradores? Será que é tão difícil assim encontrar adoradores que O adorem em ‘Espírito e em Verdade’? Adoradores cuja adoração seja ‘pra valer’ e da qual Deus se agrade e o adorador saia revigorado? Não pode ser tão difícil: quantos cristão existem. Geralmente. só na cidade de São Paulo? E no Brasil? E no mundo? O problema que gera esta dificuldade para 105 . Adoração – O Presente do Homem para Deus). Qualquer mudança deve ser feita com planejamento e oração. Um problema à adoração “Um problema realmente sério. 14:26. E. mas estou afirmando que as mudanças são possíveis. p. fortalecemos e consolamos mutuamente (Lucas 4:16. nossas Associações enviam sugestões. um ritual que. É neste período que nos edificamos. caso seja seguido em todos os seus detalhes. pela atitude quase que ‘forçada’ de muitos adoradores. Que grande distorção na visão da verdadeira adoração! Vamos voltar ao nosso texto chave de João 4:23. I Coríntios 12:25 e 26. Hebreus 10:24 e 25). se a igreja assim o desejar.

que prediziam a vinda de um mestre divino. que diz: ‘Não negligencieis a oração secreta. viram a glória do Criador. quando isso não acontece. Mas não foi assim. 47). idéias preconcebidas e preocupações – expectativas pessoais. sem um processo anterior de comunhão pessoal. confissão e recebimento de perdão (ou render-se à divindade) e consagração e disposição para o serviço. 59-60). aos pés do bebê Jesus. procurando sondar os mistérios ocultos em seus luminosos caminhos. espontânea. Testemonies.. etc. em sua própria terra.O Desejado de Todas as Nações.) Os magos souberam.encontrar verdadeiros adoradores é que não pode existir adoração sem comunhão.. cultura. pág. Nas horas caladas. nossa mente está interessada em assuntos externos. vol..) pastores e sábios do Oriente. O homem torna-se então a audiência. conversavam entre si acerca do prometido Salvador. Ao voltarmos para os (. voltaram-se para as Escrituras dos hebreus. Ao estudarem esses magos o céu estrelado. vemos os mesmos eventos acontecendo: visão da majestade divina. e oravam pela vinda do Rei ao trono de Davi’ (White . Nenhum destes adoradores adorou sem passar por todo o processo. Vemos claramente que antes da adoração houve a contemplação.. escritos proféticos. a comunhão pessoal! Quando chegamos vazios à igreja. havia ainda pastores vigiando durante a noite. Nada temos a ofertar. Guardados como tesouro havia. Buscando mais claro entendimento. 163). visão de nossa própria finitude e pecaminosidade. não é o ato de ir à igreja que representa a alma da religião. são desconhecidos distantes. chegamos à igreja vazios. e que todo o mundo se encheria do conhecimento da glória do Senhor’ (O Desejado de Todas as Nações. Notem. pode parecer à primeira vista que a adoração deles foi uma adoração momentânea. p. A raiz do problema pode ser resumida na seguinte frase: ‘Seria ideal que [o ato de ir à igreja] representasse a culminância de todas as experiências de adoração que tivessem ocorrido durante a semana’. com alegria. porque nada foi cultivado no nosso relacionamento com Deus durante a semana. E portanto. pois é a alma da religião’ (White. ir à Sua casa não representa nada. (Osterman. pág. música. 1. ‘A luz de Deus está sempre brilhando entre as trevas do paganismo. (. nada tendo a oferecer. que Seu advento estava próximo. Repito a citação de Ellen White. Vejam os seguintes textos: ‘Nos campos em que o jovem Davi guardara seus rebanhos. de quem ouvimos falar. 40) Infelizmente. liturgia. o foco da 106 . Comparando a experiência destes homens à de Isaías (6:1-8). pág. A pessoa de Deus. mas sim a experiência da ‘câmara secreta’. Jesus Cristo.

Na dúvida. não ultrapasse!” Primeiramente. painéis. forma das cerimônias de uma religião. A MENSAGEM TEATRAL Antes de mais nada. especialmente a música e o desejo de uma emoção intensa é a única coisa que parece satisfazer a alma vazia’ (Osterman. 46)” (Levi de Paula Tavares. mas de todas as formas extravagantes e movimentações exageradas no cantar.atenção e o ‘fogo estranho’ aceso por estímulos externos. é preciso deixar bem claro que. Ritual: pertencente ou relativo aos ritos. ilustrações e recursos pictóricos em geral. Se a dúvida persistir. imagens. rito solene. às encenações. uma pesquisa mais profunda faz-se necessária. afirmando que nada de natureza teatral deve existir na obra. mas nos referimos exclusivamente à teatralidade. p. conjunto das regras a observar. vamos compreender alguns conceitos: Cerimônia: atividades formais realizadas em alguma ocasião solene ou importante. como símbolos. Por isso. quando nos referimos à teatralidade. no pregar ou em qualquer outra parte desempenhada no culto a Deus. algo que pode ter uma relação direta com o nosso desejo de satisfazer a alma com algo emocionante e intenso. Adoração – O Presente do Homem para Deus). buscando preencher assim o vazio causado pela negligência em buscar a Deus diariamente. vamos analisar ambos os lados. Temos uma conclusão bem definida a respeito e iremos expô-la. Ainda falando sobre a reverência e adoração. Porém. Não estamos nos referindo aos recursos visuais diversos. atividade religiosa ou sagrada. 107 . aceitando aquelas que cumprissem determinados requisitos e não prejudicassem a reverência e a santidade da obra. O Espírito de Profecia nos traz uma série de conselhos no sentido de evitar e até mesmo proibir tais manifestações. Vamos analisá-lo mais de perto e chegar a algumas conclusões. solenidade religiosa. Há os que defendem que Ellen White não era contra todas as representações teatrais. precisamos entrar num assunto extremamente delicado. o leitor poderá analisar por si mesmo e tirar suas próprias conclusões. uma conhecida lei de trânsito poderá ser aplicada: “Na dúvida. às exibições calculadas de forma a causar emoções. não estamos falando somente das famosas “peças”. visto que estes são apropriados para auxiliar na assimilação da mensagem e o próprio Deus fez uso destes em diversas ocasiões.

Ou seja. estando. A expressão “teatral” deriva exatamente de “teatro”. pois. uma série de procedimentos. jogo. nada melhor do que conhecer a arte da dramaturgia. uma encenação também é considerada como uma simulação. Mas vamos analisar um pouco mais a respeito das encenações. enfim.Encenação: a palavra cena tem diferentes significados quer se refira ao cinema ou ao teatro. uma série de itens. atualmente ela se estendeu também aos roteiros de cinema. Por exemplo. e de maneira alguma podem ser desassociadas. através da encenação feita por atores. Embora normalmente se associe a dramaturgia ao teatro. Então vemos aqui como o teatro e a dramaturgia estão intimamente ligados à TV. atividade que consiste em conjugar estes meios. É o conjunto de meios de interpretação cênica (cenografia. esta arte estrutura os atos humanos logicamente. musica. a dramaturgia elabora suas atividades com base nas emoções que deseja causar. para tanto. Posteriormente iremos entender o motivo pelo qual devemos ter tais conclusões bem definidas. ao cinema e às novelas. a um argumento ou a um filme. posteriormente o suco de uva. todas as ações são calculadas propositadamente para gerar certo tipo de reação. Mas onde. temos um ritual. portanto. às novelas de TV e às minisséries. ou dramatização. intimamente ligadas. de passos. surgiram as artes cênicas? E como entraram na igreja? A origem do teatro pode ser remontada desde as primeiras sociedades primitivas. é fictícia. Para participarmos dela. afinal. repartir e distribuir o pão. Uma encenação. em que acreditava-se no uso de danças como propiciadoras de poderes sobrenaturais 108 . que são pessoas que representam um personagem. temos a cerimônia da Santa Ceia. Então temos algumas conclusões aqui. As cerimônias são atividades reais e formais em ocasiões solenes. deixaria de ser uma encenação. entre oração. um ato fingido. visando despertar intensas paixões ou uma condição de extremo encantamento e êxtase. Esta expressão provém do idioma grego e tem o sentido de ‘ação’. O especialista nesta arte é conhecido como dramaturgo. Aristóteles também tem uma clássica definição de dramaturgia. Segundo o filósofo da Grécia Antiga. ou dramatizações e. etc). um faz-de-conta. Os rituais são as formas pelas quais se executam as cerimônias. que formam a cerimônia como um todo. A dramaturgia é o ofício de elaborar um texto com o objetivo de transpô-lo para os palcos. se o fosse. No meio popular. nunca real. Podemos entender que uma cerimônia não pode ser considerada uma encenação e não pode ser confundida com esta. Vemos que ritos e cerimônias estão ligados. apresentando diante de um público as idéias contidas nesta obra.

As primeiras formas dramáticas na Grécia surgiram neste contexto. faz-se necessária uma reflexão muito séria. Que tipo de oferta é essa? O teatro foi rejeitado pelos judeus. o Grande (73 – 4 a. achamos essa estratégia interessante e trazemos para Deus. Na Grécia antiga. devido à representação da história da ressurreição de Cristo. porém para agradar aos romanos. como nunca o foi.que controlavam todos os fatos necessários à sobrevivência (fertilidade da terra. Se o teatro foi criado como um rito de cerimônias para adoração de deuses pagãos. casa. não foi aceito pelos primeiros cristãos. o teatro passou a ser o lugar de representações de lendas relacionadas aos deuses e heróis. foi rejeitado inclusive pela 109 . A partir deste momento. o teatro em suas origens possuía um caráter ritualístico. Misturou este rito pagão a conteúdos cristãos. Satanás mudou o seu foco para obter êxito. já descobrimos pelos registros históricos que este recurso não foi criado para adorar a Deus. Assim. que é onde Deus fala (Romanos 12:1). então estejamos certos de que não é aceito por Deus hoje. Portanto. o renascimento do teatro se deu através da própria igreja. ainda possuindo também caráter de exorcização dos maus espíritos.C. Então. as encenações eram usadas como parte do ritual de cerimônias pagãs.). tendo sido representado por membros da igreja (padres e monges). sendo considerado pagão. que tipo de deuses têm sido adorados hoje em nossas igrejas quando utilizamos esta prática? Antes mesmo de analisarmos o que nos diz o Espírito de Profecia. Nos dias de Jesus havia um teatro em Jerusalém construído por ordem do Rei Herodes. as representações teatrais foram totalmente extintas. Então acabamos de conhecer as origens do teatro e das representações cênicas. Por que precisamos pedir emprestado ao diabo uma ferramenta para trazer para Deus? Será que Ele aceita isso? Tirar uma parte da oferta dada aos ídolos e usar no altar de Deus? Satanás criou e utiliza essa ferramenta para iludir homens. Antes de analisarmos um pouco mais a respeito disto sob uma visão do Espírito de Profecia. eles não aderiram ou incorporaram à sua liturgia e cultura esse tipo expressão. para emocionalizar as pessoas e destruir o racional. os festivais anuais em honra ao deus Dionísio compreendiam. mas à Satanás. Porém. Os primeiros cristãos também rejeitaram o teatro. Desta forma. não encontrando este apoio de patrocinadores. Embora os antigos judeus convivessem com culturas que patrocinavam as artes teatrais como a grega e a romana e em Jerusalém houvesse um teatro. não foi utilizado por Cristo (nosso Modelo maior). o teatro era utilizado como veículo de propagação de conteúdos bíblicos. a representação de tragédias e comédias. sucesso nas batalhas etc). Ainda num estágio de maior desenvolvimento. na Era Medieval. entre seus eventos.

Deus nos concedeu o Espírito de Profecia.Qual é a base bíblica para os jovens não "ficarem"? . Se não crêem.Qual é a base bíblica para não irmos aos estádios de futebol? .Qual a base bíblica para não fumarmos cigarro? . pois Deus não precisa e não aceita isto. Mas para os que querem bases bíblicas para tudo. Mas Deus é tão sábio que nos deixou princípios universais que regem 110 . não tomando emprestado elementos do diabo. Muitas pessoas questionam se existe base bíblica para a condenação do teatro em conexão com as coisas de Deus. Que Deus nos faça refletir e que prestemos um culto exclusivamente para Ele. então estão na igreja errada. a maioria das pessoas que não enxerga as bases bíblicas para determinados assuntos da vida são exatamente aquelas que não conhecem a Bíblia.Igreja Católica devido à sua reminiscência pagã e agora nos achamos mais espertos ou mais santos do que todos estes. e tais bases realmente existem. As gerações de cristãos que o rejeitaram sabiam o que estavam fazendo. nem se preocupam em conhecê-la.Qual é a base bíblica para não podermos ir à igreja de chinelo. Infelizmente.Qual é a base bíblica para não tomarmos café? . pois o Espírito de Profecia é parte da essência doutrinária adventista. etc na música da igreja? .Qual é a base bíblica para não usarmos o Rock. Pagode. O teatro é tão incompatível com a obra de Deus como o foi desde sua criação. veriam claramente as bases que tanto procuram. bermuda ou camiseta regata? Você consegue entender o raciocínio? Muitas dessas coisas sequer existiam nos tempos bíblicos.Qual é a base bíblica para não irmos ao cinema? . Além disso. Samba. me permita fazer algumas perguntas: . Jazz. Se conhecessem. achando que podemos trazer esse lixo para dentro da igreja e sermos aceitos por Deus. mas muitos adventistas não crêem em Ellen White.Qual é a base bíblica para não usarmos maquiagem? . Funk. afinal estamos usando no trabalho de Deus. por isso Deus nos deu inteligência. Essas pessoas não entendem que a Bíblia contém uma série de princípios que devem ser aplicados a cada área de nossa vida.Qual a base bíblica para não dançarmos? . Mas cuidado com a forma como você faz o trabalho de Deus (leia Mateus 7:22 e 23).

Por meio do teatro ele tem operado durante séculos para excitar a paixão e glorificar o vício” (Patriarcas e Profetas. Basta aplicarmos. Hábitos viciosos e propensões pecaminosas são fortalecidos e confirmados por esses entretenimentos. propendem para os mesmos fins que os dos gentios de outrora. na verdade entre eles. p. que Satanás não torne responsáveis pela destruição de almas. destruir as impressões religiosas e tirar o gosto pelos prazeres tranqüilos e as realidades sóbrias da vida. “Muitos dos divertimentos populares no mundo hoje. como vimos anteriormente. como muitas vezes se pretende.cada detalhe de nossa vida e transcendem os limites de tempo e de cultura. O Espírito de Profecia nos apresenta inúmeros conselhos a respeito das representações teatrais. o caminho é claro. Poucos há. 380). Se alguém lhe pergunta qual é a base bíblica para não usarmos o teatro na igreja. Mas o que o Espírito de Profecia no diz a respeito? Vejamos algumas citações: “Entre os mais perigosos lugares de diversões. gestos. acha-se o teatro. Para os sinceros. Não há em nosso país influência mais poderosa para envenenar a imaginação. mesmo entre aqueles que pretendem ser cristãos. 111 . é um verdadeiro foco de imoralidade. Todo o jovem que costuma assistir a essas exibições se corromperá em seus princípios.. Vejamos alguns e atentemos para os trechos assinalados em negrito. Em vez de ser uma escola de moralidade e virtude. p. assim como o desejo das bebidas intoxicantes se fortalece com seu uso..) e a qualquer outro lugar de diversão duvidosa” (Mensagens aos Jovens. O amor a estas cenas aumenta a cada condescendência. nós temos a base bíblica. como segue: “A meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano e o farão discernir entre o imundo e o limpo” (Ezequiel 44:23). oriente-a em relação à história do teatro e o fato de as encenações serem criadas como rituais de adoração a deuses pagãos. mas isto só para os sinceros. p. Feito isto. expressões e atitudes licenciosos depravam a imaginação e rebaixam a moralidade. “Os espetáculos. O único caminho seguro é abster-se de ir ao teatro (. a base bíblica aparecerá de forma clara e evidente. os teatros e todas as demais diversões desmoralizantes dessa natureza estão arrebatando o dinheiro do país e a pobreza aumenta constantemente” (Fundamentos da Educação Cristã. Canções baixas. Pronto. 318). que as diversões teatrais. 459).

A experiência e o caráter de quantos se empenham nesta obra estará em conformidade com o alimento fornecido à mente” (Evangelismo. Enquanto a juventude se adestra em jogos destituídos de valor para eles e para outros. p. para assim ocupar a mente e mantê-la absorta. Nem um jota ou um til de qualquer coisa teatral deve aparecer em nossa obra. 267). 1900). A causa de Deus deve ter molde 112 . e fica bem satisfeito se pode pôr em funcionamento jogos e representações teatrais que por tal forma confunda o senso da juventude. Não animeis homens que devem empenhar-se neste trabalho a pensar que devam proclamar a solene e sagrada mensagem em estilo teatral. substituindo-os por seus próprios atributos maus. 401-402)..) Satanás não deseja que o povo tenha conhecimento de Deus. e abundam teorias absurdas que são destrutivas para o progresso moral e espiritual” (Testemonies. não os ajuda a ser uma bênção aos que necessitam do auxílio. 274-275). estão fazendo o trabalho do diabo. “Satanás deleita-se quando vê seres humanos empregando as faculdades físicas e mentais naquilo que não educa. As novidades em forma de dramas sensacionais estão continuamente surgindo para prender as mentes. irreais. Busca ocupar-lhes e absorverlhes tão completamente o espírito. Pais e Estudantes. tirando-lhes os talentos dados por Deus. que Deus e o céu sejam esquecidos” (Conselhos aos Professores. p. 4.“O mundo está cheio de erros e fábulas. “Aqueles que compõem essas sociedades [literárias].. É seu empenho levar os homens a passarem por alto a Deus. não tem utilidade. e ainda permitem que a mente rebaixe às representações fictícias. que professam amar e reverenciar as coisas sagradas. que o Senhor não encontre lugar em seus pensamentos. Vol. (. tão certamente quanto os que assistem e se unem a essas cenas” (Manuscrito 41. “Tenho uma mensagem para os que estão com a responsabilidade de nossa obra. de modo que Deus não esteja em seus pensamentos. e se puder pôr em operação jogos e representações teatrais que confundam os sentidos dos jovens de modo que os seres humanos pereçam nas trevas enquanto a luz brilha em torno deles. p. “A obra de satanás é levar os homens a ignorarem Deus. Satanás joga a partida da vida por suas almas. superficiais. Não quer que o povo conheça a seu criador. simples. baratas. 415). “A paixão dominante de satanás é perverter o intelecto e levar os homens a desejar ardentemente freqüentar espetáculos e exibições teatrais. isto lhe dará muito gosto” (O Lar Adventista.

Não por meio de notícias sensacionalistas e dispendiosas exibições. (. “Alguns pastores cometem o erro de pensar que o sucesso depende de arrastar uma grande congregação pelo aparato exterior. 137-138). como Cristo Se manteve em Sua obra. em que os homens julgam necessário fazer aparato para conseguir êxito. p. Não permitais qualquer coisa de natureza teatral. sua obra fará duradoura impressão para bem” (Evangelismo. evitando tudo que seja de natureza teatral. anunciando depois a mensagem da verdade em estilo teatral. Nada de cunho teatral deve existir nas reuniões” (Conselhos sobre Saúde. Ao trabalharem com simplicidade. “Não temos. para causar efeito. “Estas atitudes. p. eis o que deve constituir nosso exemplo. não obstante esta exercerá sua influência pura. no que respeita à exibição.396). não devem ocorrer na proclamação das solenes mensagens que nos foram confiadas. 136). Sensação não é religião. em lugar de fogo sagrado ateado por Deus. porém. “Os que fazem a obra do Senhor nas cidades têm de envidar esforço calmo. humildade e gentil dignidade. têm de ao mesmo tempo precaver-se contra qualquer coisa que se aproxime do sensacionalismo. A obra feita por Cristo em nosso mundo. 66). Carta 53. Temos que nos manter tão afastados do que seja teatral e extraordinário. A vida de todo obreiro. é empregar fogo comum. de subir ao cimo de um monte para fazer brilhar a nossa luz. Conquanto devam trabalhar fervorosamente para interessar os ouvintes e conservar esse interesse. revelará a excelência de Sua vida. mas pelo Meu Espírito. p. Isso..sagrado e celestial. caso ele se encontre sob o ensino do Senhor Jesus Cristo. que há de Sua obra ser levada a cabo. enobrecedora e santificadora.. produzindo vida espiritual e salvação. “Os assuntos devem ser apresentados de tal maneira que impressionem favoravelmente as pessoas. Fazei com que tudo quanto esteja em conexão com a apresentação da mensagem para este tempo tenha o sinete divino. A verdade deve ser proclamada nas estradas e nos atalhos. os escolhidos mensageiros de Deus devem mostrar o erro de gastar meios desnecessariamente.) Nosso bom êxito dependerá de 113 .’ Zac. mas seguindo os métodos de Cristo.. 481). maravilhosa. Nesta época de extravagância e ostentação. em nossa obra. com sabor teatral.” (Evangelismo. e assim a obra tem de ser feita por métodos judiciosos e racionais. p.. diz o Senhor dos Exércitos. O Senhor não é glorificado por essa maneira de trabalhar. em favor da educação do povo. consagrada. pois prejudicaria a santidade da obra. perseverante e devotado. Não nos é dito que precisamos fazer uma exibição especial. 4:6” (Evangelismo. 1904” (Evangelismo. ‘Não por força nem por violência.

muitas vezes. 82). e mais alguns milhares serão destruídos. p. sancionadas pelos professos cristãos debaixo de uma roupagem de beneficência cristã. nem exibir-se. as glutonarias. p. têm de pregar a Palavra. as cenas mudas e representações teatrais estão fazendo um trabalho que produzirá um registro com seu fardo de resultados para o juízo. mas preguem a Palavra de maneira que deixe em quem a escute. as loterias. têm sua influência sobre a juventude. p. “É a verdade nua que. corta de ambos os lados. Muitos moços e moças têm perdido sua alma devido a essas influências corruptoras” (Conselhos sobre Mordomia. não fosse isso. a fim de coletar recursos para pagar despesas da igreja. 383). Todas estas inconsistências. a mais solene impressão” (Evangelismo. não devem contar anedotas nem encenar representações teatrais. poderiam ter permanecido corretos e se tornado seguidores de Cristo. “Essas várias formas de divertimento nas igrejas modernas têm arruinado milhares que. vol. contudo o povo não se aperceberá do perigo. Não introduzam na obra do ministério leviandades. 3. 202). Os homens hão de reconhecer o evangelho. sem nenhuma demonstração teatral. “Muitos têm assistido às reuniões e ouvido as palavras da verdade proferidas do púlpito. Carta 53. e a desagradável aparência do esforço exagerado. As reuniões festivas. tornando-a amante dos prazeres mais do que amantes de Deus” (No Deserto da Tentação. nem da temível influência exercida. 1904” (Evangelismo. 207). 114 . a maneira pela qual o canto é conduzido não aprofunda a impressão causada.realizarmos a obra com a simplicidade com que Cristo a realizou. porém. as quais têm convencido e elevado seu espírito. despertando para a vida espiritual os que se acham mortos em ofensas e pecados. Caracteres têm sido arruinados por esses festivais da igreja e apresentações teatrais da moda. 334). As exibições e contorções. p. têm estado tão fora de lugar na casa de Deus e sido tão cômicas que as impressões sérias causadas sobre as mentes são apagadas” (Mensagens Escolhidas. p. 137-139). “Não devem os ministros pregar opiniões de homens. quando este lhes for apresentado em harmonia com os desígnios de Deus” (Obreiros Evangélicos. “As lições dadas a nossa juventude por professores cristãos amantes do mundo estão fazendo um grande mal. p. mas como se estivessem na presença de Deus e do Senhor Jesus Cristo. qual espada aguda de dois gumes.

antes. desgostam os homens de pensar sereno em vistas elevadas” (Obreiros Evangélicos. exerceria mais influência para bem. Carta 49. atacam. 501). Há também ministros fanáticos que. 127). O homem é exaltado. pois tais aparências exteriores não dão nenhuma força à mensagem que ele anuncia. Já nos encontramos com tais coisas em muitos lugares. em conexão com a 115 . “Não haja singularidades nem excentricidades de movimento da parte daqueles que falam a palavra da verdade. tentando pregar a Cristo. “Deus não se agrada do grande dispêndio de meios que fazeis na propaganda de vossas reuniões. No início de meu trabalho. 172). p. A verdade não progride. “Os ministros no púlpito não tem permissão de comportar-se como representantes de teatro. e sua obra teria efeito mais benéfico. dão saltos acima e abaixo. a entremear com os serviços religiosos a sua má influência” (Mensagens Escolhidas. pois tais coisas enfraquecerão a impressão que deve ser produzida pela palavra. Eles não ocupam o púlpito sagrado como atores. 1902” (Evangelismo. sua obra não precisará ser feita de modo tão dispendioso. 2. bem como no aparato de outras atividades realizadas em vossa obra. 24).“O que me foi apresentado é que. ao contrário. e não corresse da maneira por que o faz no esforço de obter grandes congregações. se possível. Não porá tanta confiança no programa musical. gritam. do que de um serviço de canto em uma reunião religiosa. se o Pastor X desse ouvidos ao conselho de seus irmãos. “Foi-me mostrado que nos defrontaremos com todas as espécies de experiências e que os homens procurarão introduzir representações estranhas na obra de Deus. p. como se esse exercício corporal aproveitasse alguma coisa. Tais mesmices não emprestam força alguma às verdades proferidas. mas fica retardada. Quando o Senhor puder cooperar com ele. Ele deve cortar de suas reuniões tudo quanto tenha semelhança com exibições teatrais. Ele não necessitará então fazer tantas despesas em anúncios de suas reuniões. mas como mestres de verdades solenes. Homens e mulheres judiciosos podem ver que as representações teatrais não estão em harmonia com a solene mensagem que tendes a apresentar” (Evangelismo. pois satanás está determinado. Esta parte de seu serviço é realizada mais à maneira de um concerto teatral. A exibição não está em harmonia com os princípios da palavra de Deus. p. esmurram a tribuna. Cumpre guardarmo-nos. tomando atitudes e expressões calculadas a causar efeito. p. foi-me dada a mensagem de que todas as representações teatrais. Vol. Ele é desonrado pelos vossos dispendiosos preparativos.

“Mas quando o obreiro torna o seu trabalho tão dispendioso que os outros não podem tirar do tesouro meios suficientes para manter-se no campo. p.pregação da verdade presente fossem desaconselhadas e proibidas. Aqueles que compreendem o caráter sagrado desta obra hão de manter alta a norma. porém. pois isto não ajuda a fortalecer na Palavra de Deus. Carta 352. 320). que não tem verdadeiro respeito pela causa da temperança. colocando esta instituição em pé de igualdade com outras e debilitando o poder da verdade divina na mente daqueles que com ela estão relacionados. Há. não devem ter lugar na proclamação das solenes mensagens que nos foram confiadas” (Evangelismo. “Os que têm a responsabilidade da clínica devem ser sobremodo cuidadosos de que as diversões não sejam de molde a rebaixar o padrão de cristianismo. Os homens que pensavam ter um admirável trabalho a fazer procuram adotar uma estranha atitude e manifestam esquisitices no movimento do corpo. alegre. 355-356). 4. não segundo os métodos teatrais. “Não haja exibição teatral. Os entretenimentos mundanos ou teatrais não são necessários à prosperidade da clínica ou à saúde dos pacientes. 240). mas nunca áspero e grosseiro. uma classe. A obra nas grandes cidades deve ser feita segundo a ordem de Cristo. Essas atitudes. Vol. “Grande cuidado cumpre tomar a fim de tornar as reuniões de temperança tão elevadas e enobrecedoras quanto possível. p. mas está abaixo da dignidade de um homem que foi escolhido para estar entre os vivos e os mortos. p. 24). Eis as instruções que me foram dadas: ‘Não aproveis tal coisa’. 137). seu único interesse é mostrar sua habilidade na plataforma” (Temperança. Antes distrairá a atenção para o instrumento humano. “O ministro de Cristo deveria ser um homem de oração. p. “Demonstrações exteriores e extravagante dispêndio de meios não realizarão a obra que há por fazer” (Obreiros Evangélicos. 2. e para ser porta-voz de Deus” (Testemonies. ele não está trabalhando de acordo com o plano de Deus. Espírito de frivolidade está em harmonia com a profissão de palhaços ou de atores teatrais. 1908” (Mensagens Escolhidas. p. mas a apresentação da verdade no amor de Cristo” (Obreiros Evangélicos. vol. Não é uma realização teatral que glorifica a Deus. p. com sabor teatral. 346). um homem piedoso. zombeteiro ou frívolo. Evitai o trabalho superficial e tudo que seja de natureza teatral. Quanto mais lhes for apresentado este tipo de diversões tanto menos eles se sentirão 116 .

a não ser que alguma coisa dessa espécie lhes seja oferecida continuamente. Manuscrito 42. Spurgeon. usando para divertirem-se os dons concedidos por Deus. e os pacientes perdem o seu gosto por qualquer arranjo simples para ocupar o tempo. mas não é responsável pelo sucesso ou insucesso. vergonha. “Nas reuniões realizadas. O trabalho é de nossa responsabilidade. 1898” (Evangelismo. muito menos medir a espiritualidade ou o fervor de uma igreja por conta da quantidade de pessoas que batiza. nem teatralidade no que fez. não robustecem. 542). “O Senhor deu prova de Seu amor ao mundo. não devem depender de cantores do mundo nem de exibições teatrais para despertar o interesse” (Evangelismo. A mente está sempre na expectativa de alguma coisa nova e provocante. Neste momento. Os resultados são de responsabilidade de Deus e de Seu Espírito. Não devemos desanimar se batizamos somente uma alma durante certo período de tempo. O verdadeiro Servo de Deus é responsável pela diligência e fidelidade. fazer o nosso melhor. p. faz-se necessário um parêntesis para introduzirmos as palavras de C. o Filho do Infinito Deus veio a nosso mundo para dar um exemplo da grande obra a ser feita para redimir e salvar o homem. exatamente aquilo que ela não deve receber. Mas repouso.satisfeitos. E se esses entretenimentos são permitidos uma vez. Fez uma oferta viva. H. acusação. e atrativas para os mundanos. quanto eu gostaria de vê-los salvos! Mas eu não trairia o meu Senhor. o intelecto nem consolidam a moral” (Conselhos aos Professores. 117 . Hoje. Todas essas satisfazem a mente carnal. e assim as atividades da chamada sociedade literária degeneram muitas vezes em desmoralizantes representações teatrais e tolices vulgares. desconsideração. são aguardados novamente. p. Os resultados estão nas mãos de Deus”. porém. capaz de sofrer humilhação. os orgulhosos e desobedientes esforçam-se para merecer de seus semelhantes um grande nome e honra. porém. “Vários entretenimentos são introduzidos para tornar interessantes as reuniões. p. Enquanto os seres humanos imaginavam meios e modos de destruí-Lo. mais do que estimulação. Deus jamais estipula metas de conversão para que as cumpramos. é o de que necessitam os pacientes” (Conselhos sobre Saúde. se elas pudessem ser ganhas desta forma. Não houve falsidade. mesmo se fosse para ganhar as vossas almas. Isto o fez Cristo para poder salvar os caídos. e deixar os resultados com Ele. em inimizade contra Deus. 267). Pais e Estudantes. em um sermão pregado em 07 de Outubro de 1888: “Meus caros ouvintes. p. 508). 240). Devemos levar a mensagem diligentemente da maneira como Ele nos orienta.

e então devotasse seus talentos à obra da Escola Sabatina. p. “Não tenho conseguido encontrar nenhum caso em que Ele tenha ensinado os seus discípulos a empenharem-se na diversão do futebol ou em jogos de competição. p. O Espírito Santo é quem trabalha nos corações e é Ele mesmo quem determina o tempo necessário para a semente amadurecer no coração. simplicidade e com a inteligência da qual Deus nos dotou. que todo o esforço seja feito a fim de preparar os molhos para a colheita” (Fundamentos da Educação Cristã. mas tudo deve ser feito com reverência. Cristo era nosso modelo em todas as coisas” (Fundamentos da Educação Cristã. e em lugar de despender tempo. não temos necessidade de preparar grandes apresentações e entretenimentos para atrair as pessoas à igreja. 229) 118 . “Veríamos diferente estado de coisas se determinado número se consagrasse inteiramente a Deus. p. Nenhuma destas apresentações deve ser permitida. 253). pois isso não beneficiaria a ninguém. não com a quantidade. Voltando às citações do Espírito de Profecia concernentes às representações teatrais. lemos: “O inimigo acompanhará de perto e aproveitará todas as vantagens que tiver das circunstâncias. 138). mas não devem os obreiros procurar métodos pelos quais ofereçam um espetáculo. Diante disto. consumindo tempo em representações teatrais e exibições de música. a fim de fazerem exercício físico. Os resultados estão em Suas mãos. avançando sempre em conhecimento. pois Jesus teria morrido somente por ela se fosse preciso. e. As preciosas verdades que nos foram dadas devem ser pregadas com toda a solenidade e com santa reverência” (Evangelismo. até que a pessoa esteja pronta para tomar uma decisão firme e assumir um compromisso sério e duradouro com Deus. a fim de rebaixar a verdade pela introdução de demonstrações indignas. educando-se para que pudessem instruir a outros quanto aos melhores métodos a serem empregados na obra. ou em representações teatrais. Preocupemo-nos com a qualidade das conversões. no entanto. Não é bom ensaiar crianças para que façam discursos em ocasiões especiais. dinheiro e esforço para uma encenação. Devem elas ser ganhas para Cristo.Lembre-se que uma única alma é valiosíssima para Deus. Jesus nos disse certa vez que “haverá maior júbilo no Céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” (Lucas 15:7).

de 5 de março de 2002. 97). Esta é uma prática muito apreciada em nossa igreja. tornando-as motivo de riso. isto quando não banalizamos as verdades espirituais. p. para decidirmos abandonar tais práticas. Alguns afirmam que tais conselhos de Ellen White eram para o tempo dela. Acredito que. De qualquer forma. porém. seriam suficientes apenas as citações “nem um jota ou um til de qualquer coisa teatral deve aparecer em nossa obra” e “foi-me dada a mensagem de que todas as representações teatrais. que torna suspeita a sua conduta. Pregamos como se estivéssemos num palco em vez de um púlpito. se não for feito de forma careta. ou que não se coaduna com o seu modo de ver. elaboramos peças e representações teatrais que mais fazem divertir a congregação do que levá-la a uma reflexão séria e decidida a respeito da mensagem e da decisão e compromisso que exige. deveriam cumprir certos requisitos. A respeito disso. no pregar. em conexão com a pregação da verdade presente fossem desaconselhadas e proibidas”. não apenas no âmbito local. naquela época. principalmente na igreja. podemos notar que a escritora não se refere às salas de teatro.O conhecido jornal “O Dia”. às representações cênicas de verdades espirituais. e está investindo pesado no negócio”. negando-lhe a origem divina e nivelando-o aos seus próprios conceitos” (Conselhos Para a Igreja. Em suma. estampou em suas páginas: “O evangélico descobriu que misturar lazer e religião pode dar certo. cantamos da mesma forma. mas como instituição. ela mesma nos diz: “Alguns. mas à teatralidade. visto que. ou que era uma opinião pessoal. às gesticulações exageradas no cantar. esta característica moral do teatro realmente mudou em nossos dias? Supondo que sim. o teatro era considerado um lugar de depravações e baixos padrões morais. Mas há os que acreditam ser estas citações específicas a determinados tipos de encenações. no intuito de garantir melhor a sua própria atitude. White. apresentarão declarações dos ‘Testemunhos’ que pensam favorecer a sua opinião. Em fevereiro de 1963 foi publicada uma declaração do então Secretário das Publicações Ellen G. ele afirma que Ellen White não era contra as representações teatrais. mas não a todas. às histórias contadas em forma de piada para “quebrar o gelo” e divertir a congregação. mas. Vamos conhecer algumas citações do referido artigo: 119 . denunciam como opinião pessoal da irmã White. cabendo assim algumas exceções. dando-lhes a mais vigorosa interpretação possível. para que estas atingissem objetivos espirituais. aquilo.

relacionou-se com o conteúdo. White. mas em muitas declarações ela salienta claramente os muitos e quase certos perigos que acompanham ‘peças’ e ‘programas teatrais’. p. efeito sobre os adoradores. isso teria certamente ficado claro. 355-356). “Mediante o emprego de cartazes.) A Sra. Deus mesmo. O conselho. Gostei do farol. Ella M. ela escreveu: “Prezado irmão. A leitura foi apropriada. Ellen White assistiu a uma dramatização de natal apresentada por crianças. etc”. Ellen White não condena um programa só pelo fato de ser dramatizado (. e que assim seriam compreendidas do que se fossem dadas de outro modo. o efeito que esta causará nos atores e na congregação. Devido a este fato. que enviou o Seu Filho Unigênito ao mundo por um preço tão infinito para salvar da ruína total o homem caído? Despertará a mente para buscar a Deus pelo grande amor com que nos amou?” 120 . Em outras palavras.. e está em harmonia com a palavra de Deus” (Obreiros Evangélicos. Vol. o ministro pode fazer a verdade destacar-se clara e distintamente.) Se o simples fato de haver representação no programa fosse pecaminoso. ela elogia alguns itens do programa. já que custou tanto tempo e trabalho para prepará-la.. mas não foi tão vigorosa e apelativa como devia ter sido.. A história profética foi apresentada em Daniel e João em símbolos.. E o autor cita os seguintes textos do Espírito de Profecia: “O segundo mandamento proíbe o culto das imagens. A cena que exigiu um esforço tão esmerado poderia ter sido mais impressionante. mas alerta para o conteúdo.. porém. 319). 2. Isso é um auxílio. Em relação ao programa da Escola Sabatina citado. White não condenou um programa simples dramatizado apresentado na Escola Sabatina de Battle Creek em 1888.”. para que os que lessem os compreendessem” (Mensagens Escolhidas. entretanto. símbolos e ilustrações de várias espécies. (. acredita-se que ela não condena o organizar-se uma peça. empregou figuras e símbolos para apresentar aos Seus profetas lições que queria que eles transmitissem ao povo. tais como: “Terão uma mente mais espiritual os que desempenharam uma parte? Aumentará seu senso de obrigação com o nosso Pai Celestial. este ocorreu em 26 de dezembro de 1888. Ou seja. e estes deviam ser representados claramente em tábuas. Porém .. Em carta enviada ao organizador do programa. na qual participava também sua netinha de 6 anos. p. A parte desempenhada pelas crianças foi boa.“Um exame desses conselhos [de Ellen White] não revela uma condenação peremptória de todos os programas dramatizados. vestida de anjo. Ele apelou para o entendimento através do sentido da vista. Levantei-me às três horas da manhã para escrever-lhe algumas linhas. as abordagens. mas apresenta uma série de pontos negativos.

inclusive citando-o como uma escola de brutalidade. Ellen White traz uma série de advertências. 189). Estão desenvolvendo as mesmas características que desenvolviam os jogos da antiga Roma. estão exercendo sobre a juventude um poder desmoralizador que nos aterra” (Conselhos Sobre Saúde. isto também teria ficado claro em algum momento. Como vimos no inicio deste capítulo. produz por essas coisas um amor e paixão que não são favoráveis ao aperfeiçoamento do caráter cristão” (Mensagens Escolhidas. o orgulho da mera força bruta. passo a passo. levam à glorificação do próprio eu. ao referir-se ao futebol. se o conselho “nem um jota ou um til” não determina uma condenação peremptória. 322). p. recursos pictóricos em geral. se têm tornado escolas de brutalidade. Leva a um dispêndio de meios que deveriam ser dedicados a levar a luz da verdade às almas que perecem longe de Cristo. então poderemos ter uma encenação produtiva e que alcance verdadeiramente os objetivos espirituais que devem nortear todas as atividades da igreja. 1988). A seguir. p. utiliza termos como “proibidas” ao se referir às mesmas. pode ser exagerado. 2. Estremeço sempre diante do resultado quase certo que segue na esteira dessas diversões. transcrevemos mais alguns trechos dos comentários de Ellen White ao organizador do programa da Escola Sabatina em Battle Creek. o que significaria então? Tomando também por base a afirmação “Se o simples fato de haver representação no programa fosse pecaminoso. pois dependem da ação de atores que representam personagens. símbolos. se elas fossem permitidas de algum modo. como vimos anteriormente. Por que em relação às representações teatrais ela não fez o mesmo? Ao contrário. O amor ao domínio. tais como o futebol e o boxe. Repare também que Ellen White cita ter Deus empregado figuras.(Carta 5. Veja: “Alguns dos mais populares divertimentos. As diversões e dispêndio de meios para satisfação própria que. Porém. Por exemplo. Em primeiro lugar. isso teria certamente ficado claro”. as dramatizações não podem ser confundidas com tais recursos visuais. ilustrações. o descaso da vida. imagens. ela não era contra qualquer tipo de jogo de futebol e deixa isto muito claro: “Não condeno o simples exercício de jogar bola. Se todas estas perguntas forem respondidas positivamente. vol. e a educação nesses jogos com o fim de desfrutar prazer. mas este. segundo o referido artigo que estamos analisando. diríamos que. O leitor poderá então tirar suas próprias conclusões a respeito da aceitação da profetisa em relação aos recursos utilizados: 121 . mesmo em sua simplicidade.

e se tivessem feito observações breves e objetivas de como poderiam fazer isso.) Que almas foram inspiradas com novo e vigoroso zelo pelo Mestre com aquelas canções. se não viesse mais luz do farol do que se via na cena. Terão uma mente mais espiritual os que desempenharam uma parte? Aumentará seu senso de obrigação com o nosso Pai Celestial. já que custou tanto tempo e trabalho para prepará-la. que enviou o Seu Filho Unigênito ao mundo por um preço tão infinito para salvar da ruína total o homem caído? Despertará a mente para buscar a Deus pelo grande amor com que nos amou? Todos que desempenharam uma parte no programa da 122 . porém não se podia distinguir uma só palavra. Eu teria me sentido melhor se não tivesse estado presente... A parte desempenhada pelas crianças foi boa. e que individualmente. este Natal passou para a eternidade com o peso do seu registro e nós estamos ansiosos para ver os resultados. tão fora de lugar com relação ao momento de reforma que estamos tratando de levar avante na igreja e em nossas instituições. o de preparar corações. o dom de seus próprios corações.“Prezado irmão. Aquela era uma ocasião que deveria ter sido aproveitada não somente pelas crianças da Escola Sabatina. Certamente o barco sacudido pela tempestade naufragaria contra as rochas. A cena que exigiu um esforço tão esmerado poderia ter sido mais impressionante. Gostei do farol. cuja virtude estava nas diferentes interpretações do cantor? Enquanto se realizam esmerados esforços para preparar estas representações. não teria sido associar-se com a obra que estamos tentando fazer na igreja? Cada esforço deve estar em harmonia com o único grande propósito. mas não foi tão vigorosa e apelativa como devia ter sido. mas também deveriam ter sido pronunciadas palavras que aprofundassem a impressão da necessidade de buscar o favor desse Salvador que os amou e se deu a si mesmo por elas. Porém se nessa ocasião houvesse apresentado uma mensagem relacionada com as crianças e professores da Escola Sabatina trabalhando diligentemente para a salvação das almas das crianças sob seus cuidados. Devo dizer que lamentei essas coisas. estavam sendo realizadas reuniões de interesse mais profundo que requeriam a atenção e solicitavam a presença de todos para que não se perdesse nada da mensagem que o Mestre lhes havia enviado? Agora. (. que seria apresentar a notável idéia de um farol que guia as almas para que não aconteça um naufrágio na fé. apresentando uma oferta mais aceitável a Jesus. A leitura foi apropriada. Pode me dizer qual foi a impressão marcante que os dois poemas ensaiados pelas duas senhoras na plataforma tinham a ver com essa obra? Os cantos eram semelhantes aos que esperaríamos ouvir em qualquer representação teatral. Levantei-me às três horas da manhã para escrever-lhe algumas linhas. alunos e professores sejam como a luz de um candelabro que pode dar luz a todos que estão na casa.

nos livros proféticos do Antigo Testamento. menos observações extensas. e a videira (15:1-5)”. não tem havido tempo suficiente para que a luz brilhe realmente com claros e potentes raios. Dramatizações são encontradas. Já no capitulo 1 de Oséias. a segunda vinda de Cristo é representada pela grande pedra que feriu os pés da estátua. Todos os que adquiriram conhecimento de Cristo o imitarão na maneira de comunicar instruções” (Carta 5. os quatro evangelhos apresentam inúmeras ocasiões em que Cristo usou ilustrações espirituais. do templo de Jerusalém. também. mas até comparou-se a si mesmo com figuras como a água (João 4:10). o pão (6:41 e 48). encontramos Deus ordenando que o próprio profeta (Oséias) dramatizasse a apostasia espiritual de Israel. 1888). e mais verdades simples. Ele não apenas se valeu do recurso didático das parábolas. ministrados por sacerdotes (Êxodo 28 e 29. nem apenas uma. White do Brasil e professor de teologia publicou um interessante artigo na Revista Adventista de Setembro de 1996. constituíam uma prefiguração dramática da salvação que haveria de se concretizar através do sacrifício e do sacerdócio de Cristo. dos altares patriarcais. O diretor do Centro de Pesquisas Ellen G. O próprio Deus usou recursos pictóricos [relativo à pintura] para descrever realidades sócio-políticas e religiosas nas visões proféticas registradas em livros como Ezequiel. a fim de apresentar-se como obreiros inteligentes que não têm de que se envergonhar? Oh. no capítulo 2 do livro de Daniel. Menos discursos elaborados. do tabernáculo mosaico. Depois. o pastor (10:14). As imolações desses animais simbolizavam a morte de Cristo. e tenham sempre presente a mensagem em todo o seu trabalho. da instrução tão necessária para a salvação das crianças e dos jovens. Também. que os professores da Escola Sabatina estejam plenamente imbuídos do espírito da mensagem para este tempo.noite passada trabalhariam tão zelosa e interessadamente para ser aprovados por Deus ao realizar sua obra pelo Mestre. Por último. casando-se com uma prostituta. Aqui transcrevemos alguns trechos: “A liturgia do Antigo Testamento centralizava-se nos rituais simbólicos. 123 . Esses serviços. Primeiro. Levíticos 8 ). Por exemplo. “No Novo Testamento. a porta (10:9). Há almas para salvar e enquanto que no trabalho da Escola Sabatina tenha havido muito formalismo e se tem dedicado muito do precioso tempo à leitura de relatórios e registros. a luz (8:12). Animais representavam a Cristo. pois a maior evidência de um verdadeiro conhecimento é a grande simplicidade. as festas de Israel eram marcadas por inúmeras dramatizações. Daniel e Zacarias. nem uma palavra com o fim de demonstrar conhecimentos.

que são o produto de dramatizações (geralmente usado na semana do calvário ). uma dramatização litúrgica ordenada por Cristo para ser repetida periodicamente por seus seguidores (João 13:13-17. o conteúdo do Apocalipse de João é caracterizado por dramatizações simbólicas. como na escolha dos apresentadores e do tempo e do local dos ensaios e da apresentação. João 13:1-20) é. teríamos que eliminar até mesmo o batismo e a santa ceia de nossas igrejas. I Coríntios 11:23-26 )”.) Por outro lado. “À semelhança de alguns livros proféticos do Antigo Testamento. temos muita dificuldade em aceitar determinadas 124 .) Se alegarmos que toda e qualquer dramatização é inapropriada. (. mas também com base nos princípios bíblicos e dos escritos de Ellen G. (3) todas as “cantatas” e grande parte das apresentações musicais de nossas igrejas. várias citações de Ellen White desaprovam o uso de qualquer tipo de exibicionismo teatral (principais citações. Toda cena deve glorificar a Deus e não aos apresentadores”. instituída por Cristo para marcar o início de uma vida de consagração a Deus”. que descrevem pictoricamente o desenvolvimento do plano da salvação no contexto do grande conflito entre as forças do bem e os poderes do mal”. (2) a maior parte das programações dos departamentos infantis da Escola Sabatina (colocar coroas nas cabeças das crianças.“A própria cerimônia do batismo é uma dramatização simbólica. É interessante notarmos que as próprias citações de Ellen White que desaprovam o uso de exibições teatrais. pois se assim fosse. Quando lemos a Bíblia e. cenas do céu. Vamos traçar agora alguns comentários. “A celebração da Santa Ceia (Mateus 26:17-30.. devemos ser cuidadosos tanto na avaliação da natureza do programa. de suspender: (1) o uso de filmes. White. até mesmo.. Evangelismo 136-140). Por outro lado. identificam também as características negativas básicas que a levaram a se opor a tais exibições”.. etc ). por sua vez. teremos conseqüentemente. os livros do Espírito de Profecia. principalmente. O uso adequado de dramatizações implica não meramente agirmos em conformidade com nossa própria consciência (sendo ela santificada). “(. Estariam estas citações condenando indistintamente todo tipo de dramatização? Eu creio que não.. (4) a celebração das cerimônias do batismo e santa ceia. e.

entre outras. e habitarei no meio deles’. Percebemos esta dificuldade justamente porque a igreja teria de abandonar parte daquilo que vem praticando há anos e que satisfaz aos gostos dos membros. Trata-se de voluntariamente interpretar algo. “Esse santuário terrestre. apontavam para o maior e perfeito sacrifício que no Calvário se faria”. e de que unicamente pelo ato de dar a vida o Substituto apontado poderiam homens pecadores ser reconciliados com Deus. afim de ser o depositário dos santos oráculos e transmitir ao mundo de antanho a divina mensagem de misericórdia. era o mais sagrado lugar da Terra. Portanto. Estas eram figuras que ilustravam a pessoa de Cristo. Em relação aos rituais do Antigo Testamento. abrangendo tanto as encenações quanto as ilustrações gráficas. E esta é a causa da nossa dificuldade em aceitar a verdade integralmente. com o objetivo de impressionar ou iludir a outrem”. ordenou o Senhor a Moisés: ‘E Me farão um santuário. O drama é definido como uma palavra de origem grega que significa ação. Concordamos plenamente com a utilização de tais recursos visuais. o que não se aplica às ilustrações gráficas. mas não estavam encenando as ações de Cristo. E o dramaturgo é definido como “pessoa que escreve obras dramáticas ou teatrais”. 9:22). O centro vital dos serviços do santuário era o sacrifício. e Deus prescreveu o ritual para o serviço contínuo”. porque ela requer o abandono de diversos hábitos enraizados em nosso ser e em nossa igreja. conservava-se vívida no espírito a grande verdade de que sem derramamento de sangue não há remissão de pecados (Heb. mas o dicionário deixa bem claro que o termo “dramatização” refere-se ao “ato de tornar ou procurar tornar dramático. o lugar em que. Eram símbolos. Não podemos ampliar o conceito de “dramatização” da forma como foi feito. símbolos e recursos pictóricos em geral. num sentido especial. permita-me discordar de tais artigos em alguns aspectos. símbolos. e para ele devia convergir o interesse do mundo inteiro. no prefácio do livro “O Ritual do Santuário”. 125 . interessante ou comovente um tema. Ao ser o povo de Israel organizado como nação. A palavra-chave é “abandonar”. Os holocaustos que diariamente ali se ofereciam. encontramos o seguinte: “Mediante esses sacrifícios de animais. Deus habitou entre Seu povo escolhido como Seu Salvador e guia. fingir ser alguém ou alguma coisa. Cristo realmente comparou a Si mesmo com figuras. imagens. O santuário foi construído de acordo com o ‘modelo’ apresentado a Moisés. imagens projetadas. através de uma encenação.verdades e nos tornamos especialistas em criar justificativas para adaptar tais verdades às nossas conveniências.

da obra mediadora de Cristo e dos gloriosos mistérios da redenção. triunfou sobre ‘o que tinha o império da morte’. era ‘a sombra dos bens futuros’. que tinha em vista a reconciliação e dia após dia se efetuava. os animais eram reais. Ali Sua obra final pela salvação dos perdidos breve chegará a termo”. Nossa esperança se concentra no ‘interior do véu’. sob o risco de estarmos participando 126 . “(. nosso precursor. eram símbolos de um ministério mais elevado no verdadeiro tabernáculo do céu. e que culminava no extraordinário serviço anual do Dia da Expiação. ‘pela morte’. que eram “sombra das coisas celestiais’. e prefigurava o sacrifício e sacerdócio de Cristo. Ordenanças como o Batismo. “Bem andarão os crentes ao estudar o santuário e seu ritual. perdeu sua significação. de Seu plano para salvar os pecadores. onde Jesus. Quando compreendemos que os serviços efetuados no tabernáculo e. e proporcionava uma visão mais ampla da atitude de Deus para com o pecado. “Quão importante é. E. É aí que vamos encontrar os princípios fundamentais do plano da salvação. As cerimônias do Santuário não poderiam jamais ser consideradas representações teatrais ou encenações. o santuário passa a ter importância ainda maior. que estudemos esse ‘santuário terrestre’ e seu ritual. abrindo assim um caminho vivo para os pobres pecadores transviados”. o santuário deve despertar sempre o mais profundo e duradouro interesse da parte de Seu povo. o coração da obra expiatória”. que. pois os sacerdotes eram reais. Cristo é apresentado como o grande Sumo-Sacerdote. no entanto. Todo o sistema era ‘uma profecia condensada do evangelho’. o Lava-Pés e a Santa Ceia jamais podem ser entendidas como mera encenação ou dramatização. entrou por nós.) Como local de habitação terrena de Deus. pois. Nele é revelado o evangelho”. Processa-se ali o ministério do Seu sangue pelos que hão de herdar a salvação. que todo o ritual e os sacrifícios todos apontavam para o verdadeiro Cordeiro de Deus.. e foram ordenados por Deus para tipificarem o sacrifício de Cristo na cruz. título que. tal prática já não se faz necessária hoje após a concretização dos fatos para os quais apontavam.“O ministério de mediação. no templo. a missão de Cristo como Sumo-Sacerdote é a essência mesma do Cristianismo. Portanto. Nem existe ordem alguma da parte de Deus para que as substituamos por outras.. Encerram estes lições preciosas para o estudioso devoto. assim como o sangue derramado. para não poucos membros da igreja. segundo a ordem de Melquisedeque’. símbolos de um ministério mais elevado. Os ritos cerimoniais do Antigo Testamento eram “sombras de coisas futuras”. ‘feito eternamente SumoSacerdote. mais tarde. as mortes eram reais.

Todos quantos ali chegam com a fé baseada nEle. Sou realmente um pecador que está dando um testemunho público de entrega e de decisão de mudança de vida.. como foi no caso de João. eu não estou representando um papel. O mesmo se dá com o batismo. As visões de Ellen White. foram cenas reais da História e do futuro. mas participando de um símbolo do qual Cristo também participou para nos deixar o exemplo. outra coisa é participar de uma encenação “fingindo ser” Cristo. Não eram pessoas ou qualquer coisa do tipo que estavam interagindo umas com as outras e representando papéis para causar comoção à platéia.. ou “fingindo” estar participando. Acreditamos também que os personagens de suas visões eram reais.. todavia Cristo ali Se encontra para ministrar a Seus filhos. que nos traz à lembrança o Criador e também não pode ser considerada uma encenação. participando de um símbolo. mas um símbolo. que Cristo Se encontra com Seu povo. que foi ordenada por Jesus e da qual Ele também participou antes de nós. não estou fazendo o papel de um pecador que se arrepende e nasce novamente em Cristo. Da mesma forma é a guarda do sábado. seriam destruídas imediatamente. A cena que exigiu um esforço tão esmerado poderia ter sido mais impressionante. e não meros atores. mas estou participando de uma cerimônia que tem um simbolismo. seres que surgiam e tinham um significado. outra coisa é ser realmente batizado.) e se tivessem feito observações breves e 127 . mas ela viu exatamente o que aconteceu no passado e o que aconteceria no futuro... Eu realmente estou fazendo isso. “É nessas ocasiões [de Santa Ceia]. No caso da peça assistida por Ellen White. ela diz: “Gostei do farol. encenando. 656). na Santa Ceia. estas eram baseadas em imagens simbólicas. Se fossem dadas claramente. indicadas por Ele mesmo. As visões foram dadas em forma de símbolos para que a mensagem fosse preservada até aos nossos dias. A leitura foi apropriada (. pois a água em si não tem nenhum poder. serão grandemente abençoados” (Desejado de Todas as Nações. e os revigora por Sua presença.). Ele viu símbolos. acreditamos. Corações e mãos indignos podem mesmo dirigir a ordenança. mas não foi tão vigorosa e apelativa como devia ter sido (. se nesta ocasião houvesse apresentado uma mensagem relacionada com as crianças (. Afinal.delas indignamente. Quanto à questão das visões que Deus dava. A parte desempenhada pelas crianças foi boa. Uma coisa é participar de uma peça fingindo estar sendo batizado.) Porém. pág. Não estou “representando”. Uma coisa é participar de uma cerimônia instituída por Cristo.. Não eram representações. A Santa Ceia é um emblema sagrado que nos traz à lembrança o sacrifício de Cristo.

. autor do referido alerta e então Secretário Ministerial da UEB. As duas primeiras ondas não causaram significativos prejuízos à Igreja Adventista do Sétimo dia. Pentecostimos e Adoração – Associação Ministerial UEB. tais como: “Com que tipo de fogo estão elas [as igrejas que aderiram ao carismatismo] brincando? Que espírito tem estado a operar nelas? Que resultados produzirá?”. descrito por John Wimber. Ou seja. enquanto as pessoas o aplaudem. como algo que afetaria “a estrutura denominacional. mas a terceira procurava infiltrar-se sutilmente. p.. ‘Primeiro. Eu teria me sentido melhor se não tivesse estado presente”.. este não participou de uma dramatização.. não foi um faz-de-conta. o movimento carismático renovador introduziu nova forma de liturgia usando: dança. 1998. mas ele realmente casou-se com uma prostituta. No ano de 1998 foi elaborado pela União Este Brasileira um material alertando a igreja sobre os perigos que a rondavam.objetivas (.)” (Celebracionismo. O pastor José Silvio Ferreira. um pastor carismático. Ela não aprovou o recurso utilizado. Ela gostou da parte da leitura das crianças e do farol que ali estava.. as dramatizações foram introduzidas em nossas igrejas através da influência de movimentos carismáticos. com uma série de malabarismos vocais e corporais.)”. destacado em três diferentes períodos. E concluiu: “Até o presente os resultados na prática da vida cristã têm sido desastrosos” (Celebracionismo. Parece haver apreciação nestas palavras? Em relação a Oséias. 1998. e digo que gostei da voz do cantor. ou “ondas”. surge um “novo estágio”. 15). Mas seria isto uma forma de aprovação ao que estava acontecendo? Se vou assistir a uma programação musical e um dos cantores dá um verdadeiro “show”. Dentro do aspecto da liturgia. ou que a letra da música era bonita. 14). Pentecostimos e Adoração – Associação Ministerial UEB. 1998. Pentecostimos e Adoração – Associação Ministerial UEB. assobiam e gritam. a liturgia e a teologia” (Celebracionismo. 13).. significa que eu aprovei tais manifestações da parte dele? Vamos recordar uma citação importante do relatório feito pela irmã White ao organizador do programa: “Devo dizer que lamentei essas coisas. Entre eles estava o movimento carismático. fez alguns questionamentos. Ainda em 1998 a Igreja Adventista do Sétimo dia havia sido alertada sobre movimentos que tentariam 128 . Foi uma situação real que ilustrava a apostasia do povo de Israel e o amor incondicional que Deus tinha pelo seu povo. dizendo que uma mensagem e observações breves teriam sido mais adequadas.). Neste contexto. “Wimber nota como ‘o novo estágio’ atingiu a vida da igreja (. tão fora de lugar com relação ao momento de reforma que estamos tratando de levar avante na igreja e em nossas instituições. p. p. um novo estilo de hinos (. drama teatral.

angústia. Por isso assistimos ao filme. O argumento visual máximo no reforço da pregação é o de uma vida transformada pelo poder do Espírito Santo. já se infiltraram e consolidaram. e pelas suas pisaduras fomos sarados” nós iremos criar uma imagem mental que se relacione com a mensagem. Ora. Seu objetivo é trabalhar as cenas de forma a causar sensações. é o nosso testemunho pessoal associado à pregação da mensagem (Mateus 5:16). O entretenimento substituiu o treinamento e a liturgia se transformou em show. movimentos.infiltrar-se em nossas fileiras. inclusive dentro de nossas igrejas. se eu apresentar o filme “A Paixão de Cristo”. e moído por causa das nossas iniqüidades. a sensação toma o lugar da reflexão. infelizmente. Se eu ler Isaías 53:5 “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões. se o teatro na igreja é aceitável em alguns casos. As encenações enfatizam emoções. . sensações.O acompanhamento de “bons filmes” na TV legitimou indiretamente a freqüência ao cinema. nossas programações na igreja tornaram-se mais e mais parecidas com a TV e o cinema. como choro. como afirmam os artigos anteriormente abordados. o sentimentalismo toma o lugar da razão. o que exigirá um raciocínio e reflexão. nas representações teatrais recebemos uma imagem pronta. . qual seria então a necessidade deste tipo de alerta emitido pela nossa União? Para entender as razões da proibição feita por Deus através do Espírito de Profecia. TV e cinema estão liberados. . interpretações. riso. 129 . tristeza. alegria. o castigo que nos traz a paz estava sobre ele. surgiram os defensores de que Deus nos permite examinar tudo e reter apenas o que é bom. mas apenas para ver “bons filmes”. sem perceber diversos conteúdos blasfemos e satânicos que apresenta. Porém.Paralelamente.Depois de liberada a audiência à TV e a freqüência ao cinema para ver “bons filmes”.“Boas peças de teatro” vistas na igreja autorizam desde há muito tempo a audiência a “bons filmes” na TV. sem o uso do intelecto. Como acontece com a TV e o cinema. O emocional toma o lugar do racional. Nossa atenção é desviada da mensagem para os movimentos. desde que com “boas intenções”. nós seremos bombardeados de emoções. o que não exercita o intelecto e não nos leva a uma reflexão e conseqüente decisão. que nada mais é do que uma encenação. nunca a mensagem. Hoje vemos que. Por isso. podemos pensar no seguinte: . uma dramatização.

“TODAS fossem desaconselhadas e proibidas”. imagens de power point. visto que não dependemos dela para exercitar nossa fé (Hebreu 11:1. não é necessária interpretação especial para compreender sua mensagem. Porém. não temos dúvidas de que a reprovação era total. principalmente quando Ellen White faz uso de expressões como: “Nem um jota ou um til de QUALQUER COISA teatral”. não passava de simulação o que apresentavam como demonstração de pesar” (O Desejado de Todas as Nações. como consta no livro Evangelismo. quando a viu chorar.) Lia o coração de todos os que ali estavam reunidos. vemos que Jesus perturbou-se ante as encenações de alguns que ali choravam. moveu-Se muito em espírito. p.. e perturbou-Se. Por isso. então vale tudo. com base no Espírito de Profecia. um capítulo intitulado “Abstende-vos de Algumas Demonstrações Teatrais”. Não há espaço para exceções e não é possível encontrar nada que as justifique. O que Ellen White tinha em mente quando proibiu mais de 30 vezes o teatro em nossa igreja era precisamente o que temos hoje.Como citamos anteriormente. A dramatização é hoje tão incompatível com o evangelho quanto o foi há 100 anos. Mas. e também chorando os judeus que com ela vinham. Ellen White assim descreve este momento: “Jesus. 533). etc. não encontramos razão para apoiar o teatro em conexão com a mensagem de Deus. No relato sobre a morte de Lázaro (João 11:33). felizes são aqueles que se satisfazem com o testemunho e a simples pregação da Palavra e independem de encenações e representações teatrais para “captar melhor”. Se Ellen White tivesse escrito. De qualquer maneira. por exemplo. Romanos 10:17). e poderemos inclusive aplicar isto a Mateus 5:18 e dizer que Deus permite que uma ou outra Lei sejam quebradas por “bons motivos”. diríamos que realmente há lugar para exceções.. “TUDO o que seja de natureza teatral”. Jesus censurou Tomé por acreditar somente no que podia ver (João 20:29). visto que o referido capítulo intitula-se na 130 . Em certa ocasião. não somos contra os recursos visuais diversos. ilustrações. ou. cartazes. painéis. “Cuidado com as Representações Teatrais”. As afirmações do Espírito de Profecia nos levam a concluir que todas as representações teatrais em conexão com a mensagem devem ser evitadas. como símbolos. Viu que da parte de muitos. a citação “nem um jota ou til de qualquer coisa teatral” não proíbe o teatro na igreja. “Não permitais QUALQUER COISA de natureza teatral”. Portanto. pois. Se. não devemos dar ênfase maior à nossa visão. (.

Se você reparar. Não é estranho isso? O motivo é simples: se uma coisa é apreciada pela massa. exibição. mas se não tiver uma “bateriazinha” na música. o cristianismo emocional. levaram tantos à conversão pela mensagem pura e simples. mas se não tiver acampamento de verão. de repente. então podemos aplicar a qualquer outro texto. é briga na certa. porque a santidade não é popular.Se não tiver um piano na igreja.verdade “Abstende-vos de Toda Demonstração Teatral”. . Mas ele falou por parábolas. Mas as pessoas são realmente atraídas a Jesus? Ou 131 . Jamais rebaixaram a verdade ao nível das pessoas. mas se não tiver teatro na igreja. os reformadores.Se não tiver reverência na igreja. ninguém protesta. equipamentos. sejam musicais ou de qualquer outra espécie. algo está errado. Se isto não está realmente proibindo toda demonstração teatral. ninguém protesta. Jesus tinha 12 discípulos. que julgamos tão necessários hoje para chamar a atenção das pessoas e “convertê-las a Cristo”. para assim mudarmos o que quisermos. inclusive à Bíblia. Congregação não é platéia. nunca de maneira teatral. como Ellen White afirma. sem uso de tantas ferramentas. Os pioneiros e reformadores da igreja nunca utilizaram tal método. Veja que interessante: . Na igreja não deve haver uma “equipe de produção” que providencie “atrações”. com os quais poderia montar uma excelente peça teatral para que Seus seguidores compreendessem melhor a mensagem. E essa necessidade tem a ver com a já comentada “pimenta”. Por que. teatros. os pioneiros. que nos leva a sentir e não decidir? E note bem como Jesus. Dizem que preparamos estes recursos e entretenimentos para chamar a atenção das pessoas e atraí-las a Jesus. Igreja não é teatro. a Igreja Adventista começa a ter tanta necessidade dele? Não será o cristianismo de sensações. mas elevavam as pessoas ao nível da verdade. fique atento. para o entretenimento do “público”. shows. ninguém protesta. Deus não precisa de atores. aí é briga na certa. os patriarcas não utilizaram tal método. jamais trabalharam para gerar sensações. Estas coisas os fiéis cristãos nunca fizeram. se todo mundo “curte” e não vive sem. os profetas também não. os discípulos. excitação.Se não tiver trabalho missionário. os apóstolos. . a mensagem não “desce”. é briga na certa. Se não temperarmos nossas programações.

mesmo sábado à tarde. grandes espetáculos musicais. programa de JA simples. mesma quarta-feira à noite. com cânticos. pessoas vivendo na mordomia: 500. muitas vezes com alto custo: 500 pessoas presentes. trabalho missionário gratuito sábado à tarde: 10 pessoas presentes. clara e racional. belas cantatas. culto de oração: 20 pessoas presentes. mensagens musicais entoadas pelos próprios irmãos da igreja: 20 pessoas. principalmente em dias que não sejam sábado de manhã. e o trabalho missionário não é muito “divertido”. uma discussão sobre um assunto espiritual. Somos um grupo de adoradores que está aqui para juntos prestarmos um culto a Deus. as pessoas são atraídas a Jesus? Ou são atraídas ao espetáculo? Vejamos: 1) Quarta-feira à noite. grande evento de música com a participação de cantores famosos da igreja: 500 pessoas se apertam na nave da igreja e alguns esticam o pescoço para assistir pela janela. 4) Pessoas vivendo a mordomia: 20. 3) Acampamento de Carnaval.são atraídas ao entretenimento? Quando preparamos lindas e emocionantes encenações. explanação da Palavra. 23). mas nos apresentamos em massa para prestigiarmos e “adorarmos” seres humanos consagrados por nós mesmos? “Jesus se propôs que nenhuma atração de natureza terrena levasse homens ao Seu lado. isto significa que temos 20 pessoas buscando a Deus e 500 pessoas buscando homens. de alegria. de festa. Unicamente a beleza da verdade celeste devia atrair os que O seguissem” (O Desejado de Todas as Nações. Deus necessita de servos dedicados e consagrados para revelar Seu poder transformador e 132 . p. louvando-O e aprendendo de Sua Palavra de forma simples. Jesus está em todos os cultos? Então por que só comparecemos em peso aos espetáculos? Estamos realmente sendo atraídos a Jesus? Já se perguntou por que isso acontece? Por que temos tantas justificativas para não irmos à igreja em seus dias tradicionais de culto. cantata com encenações e grandes cantores: 500 pessoas nas mesmas condições de aperto que aquelas da quarta-feira. 2) Sábado à tarde. Precisamos de estímulos.

se quero que a igreja mude. A Igreja Adventista do Sétimo Dia é a igreja verdadeira e precisamos fazer a nossa parte para restaurar sua primitiva santidade. A igreja sou eu e.miraculoso através deles. 133 . buscando o poder de Deus diariamente para ter o discernimento e a humildade de compreender os meus erros e corrigi-los. A intenção jamais deve ser a de apontar os outros. devo começar em mim mesmo. pois o cargo de acusador já está ocupado desde a queda de Lúcifer. observar se não faço parte do grupo que pretendo reformar. como indivíduo. minha primeira reação deve ser a de me olhar no espelho e procurar as manchas espirituais de meu caráter. E isto só poderá ser feito a partir do momento em que eu. Ao compreender estas verdades. realizar mudanças em minha própria vida.

e buscando cumprir o propósito de Deus para a edificação da igreja e a salvação do mundo” (Filosofia Adventista do Sétimo Dia com Relação à Música). se as respostas comportamentais de uma congregação são orquestradas ou se um músico está sendo aplaudido enquanto entra na plataforma para apresentar a música. que encanta. bater palmas. balanceios etc) ou se a música elicia estas e outras respostas da congregação num esforço de ‘levantar o ânimo’. tendo em vista o seu poder. mas também cantarei com o entendimento’ (I Coríntios 14:15). edificar e falar ao coração e à consciência porque não estão ligados a Deus. Isto nos leva a avaliar.CONCLUSÕES “Vivemos um momento difícil em que cada vez mais as pessoas e as sociedades expressam sentimentos religiosos sem uma clara orientação cristã e bíblica. Rap. então não podem efetivamente ministrar à igreja de modo a nutrir. se a apresentação musical está inundada de sons sensuais excessivos (sussurros guturais. bossa nova e outras do gênero secular ‘pop’. cadências do teclado. então ela é 134 . A música tornou-se uma questão fundamental que requer discernimento e decisão espirituais. uso excessivo de ornamentação. então é imprópria. Jazz. acordes excessivos etc. pois o foco da atenção é dirigido ao executante. excita ou induz à vibração. então ela é imprópria. Não há dúvida de que a música é uma expressão artística. devemos fazer estas importantes perguntas enquanto buscamos fazer boas escolhas musicais: a música que estamos ouvindo ou apresentando tem consistência moral e teológica tanto na letra como na melodia? Qual a intenção que está por trás da música? Ela transmite uma mensagem positiva ou negativa? Glorifica a Deus e oferece o que é mais nobre e melhor? O propósito da música está sendo transmitido com eficácia? O músico está promovendo uma atmosfera de reverência? A letra e a música dizem a mesma coisa? Estamos buscando a orientação do Espírito Santo na escolha da música religiosa e secular? O conselho de Paulo é claro: ‘Cantarei com o espírito. que toca os sentimentos. então se cria uma atmosfera teatral. se a música é apresentada de uma maneira sensacional (malabarismo vocal. Hip-hop. se o motivo para a escolha da música para o culto está arraigado na cultura e tradição. excesso de melismas. então ela é imprópria. então é dirigida à criatura e não ao Criador. MPB. Tradição sem propósito simplesmente propaga mais tradição sem conduzir ao crescimento e à reflexão. etc). Country. respiração ofegante. escolher e produzir a música de maneira racional. se a música da igreja soa como Rock. se a música não produz reverência (respeito) por Deus e Sua casa de culto. “Se os músicos da igreja não têm comunhão diária com Deus. Conseqüentemente.

de longe.. Mas parece que a intenção divina também não era essa. se qualquer instrumento (incluindo CD´s) suplanta a melodia. então o ministério será tingido de egoísmo e. mas como o trigo sólido. seguindo simplesmente o gosto pessoal e a opinião das massas. Outra coisa é não ter critério nenhum na vida. Embora um concerto seja o cenário ou ambiente apropriado no qual o talento de uma pessoa possa ser apresentado. somente honra o executante. eu faria uma seleção musical de todas as peças ou hinos que existem no mesmo estilo. p. Este ‘fogo estranho’ solapa a obra do Espírito Santo porque não vem do coração. ou por alguma outra razão. extremista. 1850). uma gravura do perfil de Jesus que. consequentemente. Pena que em matéria de música. então a apresentação parecerá artificial e poderá não ser edificante” (O que Deus diz sobre a Música.imprópria. se os músicos têm um espírito de competição e são intocáveis. e passaria a ouvi-las constantemente para já ir afinando meu gosto com a música angélica. Se ela tivesse feito isto. certa vez. não como folhas secas que voam de acordo com o vento. excitando-os e não à mente. perdendo-se a mensagem. segundo sua impressão. É preferível examinar a linha que Deus propõe na Bíblia e no Espírito de Profecia. 104-106). Mas uma coisa é manter a linha correta e outra coisa é não ter linha nenhuma. fiquei deslumbrado. num porta-retrato. a música do Céu. “(. Uma coisa é nortear todas as atividades que cercam nossa vida com base em princípios sólidos. Achei-o belíssimo. ou porque não tinha muito conhecimento da literatura musical do mundo. muito curioso quando soube que a irmã White mantinha sempre à vista. Parece que Deus confia na capacidade do ser humano de compreender Suas orientações. com freqüência. e espera que mostre boa vontade e interesse para isso” (Música. na mesma construção. 54 e 55). a harmonia e a letra. O que propomos é que o leitor fundamente seus costumes e hábitos em princípios. era o mais parecido semblante que ela havia visto ao Jesus de suas visões. então a música apelará só aos sentidos. “Vi que o cântico que glorifica a Deus afasta. ela não tenha dito que gostava de certa música porque a fazia lembrar um pouco. que se mantém firme independente da força ou direção do vento. não terá efeito no sentido espiritual.) fiquei. 135 . É bem verdade que quem quer que assuma posição de firmeza pelos princípios poderá ser ridicularizado ou taxado de fanático.. Quando vi um diapositivo deste quadrinho. todas as execuções devem ser feitas para a glória de Deus. se o músico imita outro artista ou executa num estilo que não é apropriado para seu tipo de voz ou nível de habilidade. o inimigo e que louvar o Senhor o derrotaria e nos daria a vitória” (Carta 5. Adventismo e Eternidade. que produzissem efeito semelhante. “ultrapassado” etc. p.

enchia de fragrância o lugar em que Se achava. não existe mal em participar do extremo de Deus. Apenas levarmos a mensagem. se uma pessoa que preza pelos princípios e luta constantemente para subjugar as vontades próprias e viver uma vida de acordo com as orientações divinas. O Espírito de Profecia adverte: “Quando o Senhor opera mediante instrumentos humanos. e que esse tipo de música que Deus requer não é popular. Se extremistas são aqueles que apontam o dedo para os outros e os tratam com desprezo por serem pecadores. não faz sucesso e. p. e quem tem o papel de convencer é o Espírito Santo. Não temos o objetivo de convencer ninguém. ciente de sua condição de pecador. p. Para estes. Satanás leva seus agentes a exclamar: ‘Fanatismo!’ e a advertir o povo a não ir a extremos” (Obreiros Evangélicos. O espírito dos ouvintes era afastado de seu terreno exílio. 73). O outro extremo é de Satanás. para o lar celestial” (O Desejado de Todas as Nações. é considerada extremista. radicalismo. E nossa apatia já determina em que lado estamos. por nos aproximar tanto quanto possível da harmonia dos coros celestiais” (Patriarcas e Profetas. Muitos dizem que praticar estes princípios. Apesar de nossos erros. bem como divulgar um material como o que está em suas mãos. tenho uma má notícia: querendo ou não. segui-Lo abrindo mão do que nos convém e agindo de acordo com o que Ele nos pede eis a maior luta que devemos travar. 12ª ed. Mas poucos estão realmente interessados em entrar nesta guerra. 1991. não poderei ir para o Céu. não é muito aceito em tempos modernos. se formos colocar em prática todos os ensinamentos encontrados na Bíblia e no Espírito de Profecia. Se Ele não me convencer. Muitas pessoas afirmam que. p. Deus nos ama e nos dá orientações e poder para que possamos vencer o mal. 637). então me excluo deste grupo. então me incluo neste grupo. “. Devemos esforçar-nos.. mas cuidando para não ceder em nenhum ponto. em nossos cânticos de louvor. no qual muitos se acomodam. 136 . extremismo. Seguir a Deus naquilo que nos convém é muito fácil. é puro fanatismo. não vende. 170). quando os homens são movidos com poder do alto. bem como muro ao centro. Defina o que significa extremismo e eu te direi se faço parte deste grupo. principalmente. Porém. E posso garantir que não é o lado vencedor. teremos que excluir muitas das músicas que nossa igreja tanto aprecia e acostumou-se a cantar e ouvir..“Dir-se-ia que Seu louvor bania os anjos maus e.. como incenso. já estamos nesta guerra. Afinal. Por isso não devemos resistir quando Ele se aproximar e falar à nossa mente.

) Quem sabe não irá Deus entregar-vos aos enganos que amais? Quem sabe os pregadores que são fiéis. Curvam-se perante Deus e Mamom. condensada. Desejam ter a Cristo como Salvador. (. Que o Senhor tenha misericórdia de vós. ou de qualquer outro ato que consideremos grave por ferir 137 . “Muitos que tiveram grande luz. p.“Aquele que abafa as convicções do dever pelo fato de este se achar em conflito com as tendências pessoais perderá finalmente a capacidade de discernir a verdade do erro. grandes oportunidades e toda a vantagem espiritual dão louvor a Cristo e ao mundo numa mesma expressão. p. Salvação não é brincadeira! Abstemos-nos de fumar. Por isso essas vozes que se levantam nas congregações para despertar a igreja têm sido ignoradas e silenciadas. nada além de males pode ser profetizado a vosso respeito. devemos levar a verdade às pessoas e ser uma influência em direção à manutenção dos princípios divinos em cada atividade de nossa igreja e de nossa vida. 5. não apenas em aspectos que nos convêm. idolatrar. e com a voz de falso profeta exclamarem. A pessoa se separa de Deus. 76-78). “Ou somos cristãos decididos. desanimadas e frustradas. É possível que doravante todo o profetizar entre nós estará no fim. E através desta. Deus requer nossa devoção por inteiro. ‘Paz. de todo o coração. 41). e a voz que tem despertado o povo possa não mais perturbar a sonolência carnal desses” (Testemunhos para a Igreja. Satanás espera que tais pessoas se retirem. para que ele possa agir livremente. roubar. A despeito da oposição. até que chegue o dia em que não mais se levantarão brados de advertência e o povo será deixado em meios às trevas que tanto aprenderam a amar. e surgirá a dissensão” (O Grande Conflito. Não podemos ceder em ponto algum.. firmes e verdadeiros sejam os últimos que oferecerão o evangelho da paz a nossas ingratas igrejas? É possível que os destruidores já estejam se preparando sob a direção de Satanás e apenas aguardem a retirada de mais alguns dos que mantêm os padrões a fim de tomarem seus lugares. elas caem sobre o papel conforme escrevo. ou nada somos” (Conselhos Para a Igreja.. quando o Senhor não falou em paz. a fé e o amor esfriarão. pois se continuardes por esse caminho. vol. paz’. Certamente qualquer pessoa que decidir seguir fielmente a Cristo e manter os princípios estabelecidos por Ele enfrentará a oposição. mas agora sinto meus olhos cobertos de lágrimas. sem ninguém a apontar-lhe as artimanhas e alertar o povo. beber. ed. Onde a verdade divina for desdenhada. 169). Alegram-se com os filhos do mundo não obstante declarem ser abençoados com os filhos de Deus. p. Raramente choro. a igreja será deixada em trevas. mas não querem levar a cruz e tomar Seu jugo.

aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus” (Tito 2:12 e 13). seja qual for a razão para tal. como nos orienta o Espírito de . Infelizes são aqueles que se mantém neutros nesta questão vital. Quando Jesus voltar poderemos finalmente ouvir os cânticos celestiais em sua gloriosa e perfeita harmonia. Mas o problema reside no fato de que muitas pessoas não estarão no Céu por ignorarem as orientações divinas em relação às pequenas coisas. Relata a profetiza do Senhor que após a trasladação dos salvos. [vivermos] no presente mundo sóbria.a Lei de Deus e. cremos e pregamos que Jesus virá novamente em breve. portanto. Desafiamos a todos que escolhem o bem e não o mal a renunciar “à impiedade e às paixões mundanas. Profecia: “A comunhão do Céu começa na Terra. Em nossa proclamação mundial conclamamos a todas as pessoas a aceitarem o evangelho eterno e se prepararem para encontrar o Senhor. de modo que quando terminar a nossa luta possamos participar do cântico dos anjos celestiais na cidade de Deus. A decisão é apenas minha e sua! 138 Mas para que possamos estar lá. e o haviam feito na realidade”. O seu gosto precisa ser santificado. e justa. Muitos poderão perecer porque simplesmente ignoraram os alertas. Qual é esse cântico? É louvor e honra e glória Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro. Como adventistas do sétimo dia. 183). precisamos nos acostumar com o ambiente celestial ainda aqui na Terra. Aqui aprendemos a nota tônica de seu louvor” (Educação. assim. Que não sejamos nós! Oro a Deus para que usemos este conhecimento e nos posicionemos firmemente ao lado do que é correto – a despeito das críticas e ridicularizações – tornando-nos. pág. ir de encontro às Suas orientações. uma influência benéfica para que mais pessoas venham a fazer o mesmo. p. “os remidos lançam suas coroas aos pés de Jesus. Não há mais tempo a perder. quando entrarem no Céu. 168). e piamente. o coro angélico emite uma nota de vitória e os anjos nas duas colunas tomam o cântico. e a multidão dos remidos participam como se houvessem entoado o cântico na Terra. O meu gosto precisa ser santificado. Isto significa que “precisamos aprender a entoar aqui o cântico do Céu. para todo o sempre” (Visões do Céu. Muitos poderão perecer porque não foram devidamente alertados. aos “pecadinhos”. Em seguida. Não somos mais ignorantes quanto à questão da música e da adoração na igreja.

a partir de hoje. uma fome que nos leva a uma comunhão mais íntima com Seu povo. sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda” (Isaías 30:21). 184)” (Levi de Paula Tavares.. Deus está ansioso por isto. de buscá-Lo a cada dia.. doe-se a Deus como você está hoje. Você verá que a sua vida será transformada por esta contemplação e o seu coração transbordará de amor. alguma sensação. Não espere até ‘sentir’ algo. de conhecê-Lo com intimidade. ou que ocorra espontaneamente alguma transformação. Ao amar a Deus com todo o nosso ser. mas não largando da mão do Onipotente. Adoração – O Presente do Homem para Deus). dizendo: Este é o caminho. e abrir a porta. Isso resultará em uma rica experiência de adoração coletiva. e ele comigo. eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono’ (Apocalipse 3:20-21) Que esta promessa possa ser verdadeira para você. entrarei em sua casa.) Faça como os grandes heróis da fé.“Faça um voto hoje. Que Deus nos conceda uma sede de Sua presença que faça do ato de buscá-Lo em adoração o nosso estilo de vida (Colossenses 3:17). Ofereça o que você tem hoje. ela não acontecerá. ou Ele não teria dito à igreja de Laodicéia ‘Eis que estou à porta e bato. andai nele. sensibilidade e compreensão (João 17). pág. “E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti. se alguém ouvir a minha voz. que andaram com Deus a cada dia. entre você e Deus. embora tropeçando. odiaremos o que Ele odeia e ansiaremos que os Seus propósitos sejam concretizados por nosso intermédio! (Mateus 22:37-39)’ (Allen/Borror. gratidão e disposição para o serviço. (. 139 . Ao que vencer. e com ele cearei. pois a nossa natureza é pecaminosa. amaremos o que Ele ama. caracterizada por unidade.