Você está na página 1de 1

02/12/2021 13:14 A importância do trabalho de campo no estudo da Geografia - Brasil Escola

A importância do trabalho de campo no estudo


da Geografia
O trabalho de campo, desde que seja previamente elaborado e realizado com eficiência, pode
transformar-se em um dos mais importantes métodos de estudo da Geografia.

A Geografia, como sabemos, é a ciência que estuda o espaço geográfico no que concerne à relação entre sociedade e
natureza. Assim sendo, tanto o espaço produzido pelas sociedades rurais e urbanas quanto o espaço natural superficial são
objetos de estudo dessa importante ciência, que opera os seus métodos e suas abordagens em categorias de análise, tais
como a paisagem, o lugar, a região e o território.

Nesse sentido, a execução de estudos empíricos in loco são de fundamental importância para a observação dos objetos
analisados por essa ciência, sendo também muito útil no ensino de Geografia tanto no ensino superior quanto no ensino
básico. Trata-se de uma ferramenta que permite verificar, confirmar ou falsear dados e informações, além de também poder
fornecer novas perspectivas para aquilo que se pesquisa.

Os objetos de análise em um trabalho de campo podem ser os mais variados, tais como: o impacto da instalação de uma
grande indústria sobre uma região; problemas ambientais na cidade; uma visita sobre uma área agrícola; além de qualquer
outra manifestação social ou natural que aconteça sobre o espaço geográfico.

É claro que, para uma melhor execução dessa metodologia, tanto para fins didáticos de uma aula de campo quanto para
fins de estudos acadêmicos ou científicos, é preciso que se realize um bom planejamento. Para tal, é necessária,
primeiramente, a realização de levantamento de dados e informações através da consulta de órgãos específicos, tais como
o IBGE, o IPEA e outros, a depender da temática que será abordada. Além disso, é importante o levantamento prévio de
referências bibliográficas especializadas no estudo em questão e também aquelas voltadas para a prática do trabalho de
campo.

Em seguida, é preciso estabelecer os roteiros do plano, quais sejam: os objetivos, os métodos, o desenvolvimento do
trabalho, os materiais utilizados e os conhecimentos prévios necessários para a compreensão do tema em estudo. Dessa
forma, não se corre o risco de realizar um trabalho de campo incompleto ou inconcluso, que demande a realização de uma
nova visita à área estudada. Portanto, um trabalho prático, para que seja dotado de uma maior eficiência, passa
necessariamente por um bom trabalho de gabinete, pois será esse que irá municiar e fornecer as bases para o estudo
empírico a ser empreendido.

Como podemos perceber, o trabalho de campo é muito importante para a Geografia, haja vista que essa área do
conhecimento, por se relacionar ao espaço e suas múltiplas variáveis, é essencialmente prática e efetivamente dinâmica,
sendo impossível pensar apenas a partir de conceitos teóricos e bibliográficos.

Por Me. Rodolfo Alves Pena

Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/geografia/trabalho-de-campo-no-estudo-da-geografia.htm

https://brasilescola.uol.com.br/imprimir/1242 1/1

Você também pode gostar