Você está na página 1de 14

CONCEITOS

- Antimicrobianos: são substâncias químicas usadas para combater os M.O.


Podem ser inespecíficos ou específicos.

ANTIMICROBIANOS INESPECÍFICOS

- Atuam sobre microorganismos em geral, patogênicos ou não. Pertencem a


esse grupo antissépticos e os desinfetantes.

• Antissépticos: são substâncias usadas no tratamento e profilaxia


antimicrobiana em tecidos do organismo, pele e mucosas, inibindo a
reprodução ou a velocidade de crescimento dos microorganismos
nesses locais.
• Desinfetantes: São substâncias utilizadas para destruir todas as formas
vegetativas de microorganismos em superfícies ou objetos inanimados,
mas não promovem necessariamente a sterilização do material.

ANTIMICROBIANOS ESPECÍFICOS

- Atuam sobre os microorganismos responsáveis pelas doenças infecciosas


que acometem os animais: São os quimioterápicos e ATB.

• Quimioterápicos: substância química que age de forma seletiva sobre


sobre agente causador do processo infeccioso, sem causar efeito nocivo
sobre o hospedeiro.
• ATB: substâncias químicas produzidas por microorganismos ou seus
equivalentes sintéticos, que tem a capacidade, em pequenas doses, de
inibir o crescimento (bacteriostático, fungiostático, etc.) ou destruir
(bactericida, fungicida, etc.) microorganismos causadores de doenças.

USOS TERAPÊUTICOS

ANTISSÉPTICOS

- Procedimentos pré-operatórios: campo cirúrgico, preparo de mãos e braços


do cirurgião.

- Procedimentos de manejo de animais: antissepsia de feridas, preparo de


curativos, limpeza de mucosas.

DESINFETANTES

- Usados em recintos de animais, desinfecção de: equipamentos, objetos,


edificações, veículos de transporte.

- Controle de infecções após a morte de animais, por doenças


infectocontagiosas.

CLASSIFICAÇÃO

ALCÓOIS

- Preparações: álcool etílico (etanol), isopropílico (isopropanonol).

- Espectro de ação: bactericidas (G+ e G-), fungos e vírus.

- Usos: antissepsia cirúrgica.

- Mecanismo de ação: desnaturação de proteínas (efeito desidratante).

- Vantagens: ótimos solventes (aumentam a eficácia bactericida de outras


soluções), baixo custo, atóxicos topicamente.
- Desvantagens: baixo poder fungicida e viricida, muito desidratante.

HALÓGENOS E COMPOSTOS HALOGENADOS - IODO, CLORO E


DERIVADOS

Iodo e derivados

- Preparações: tintura de iodo, tintura de iodo forte, solução de iodo, solução


de lugol, solução de iodo-propilenoglicol, iodofórmio, iodocresol, iodóforos
(iodo-povidona e iodofor).

- Espectro de ação: bactericida, fungicida, viricida, e esportiva e ativo contra


Mycobacterium spp.

- Uso: antisséptico tópico, desinfecção de tecidos, limpeza de ambientes e


utensílios, controle de mastite (pré-dipping e pós-dipping)

- Mecanismo de ação: desnaturação de proteínas e oxidação de enzimas,


desidratantes também (misturar com glicerina, para não ressecar tanto,
excelente antifúngico tópico).

Tintura ou solução de iodo

- Espectro de ação: bactericida, fungicida e viricida.

- Usos: antisséptico.

- Especialidades farmacêuticas: iodo ativo (iodolan, iodecal, lorasol, iodo-


glicerinado).

- Desvantagens: hipersensibilidade, corrosivo para metais, irritante para pele e


tecidos.

- Usado para estimular a queratinização da sola do casco - ambientes úmidos


onde o casco fica amolecido, para evitar infecções fúngicas.
Iodóforos (iodo + degermantes, umidecedores, solubilizantes)

- Espectro de ação: bactericida, fungicida e viricida.

- Usos: antisséptico, principalmente em feridas.

- Especialidades farmacêuticas: iodofor (biocid, biofor, iodophor, germicid,


lasocid - usado muito para materiais), iodo-povidona (povidon, poviderm,
povidine-tintura, povidine-tópico).

- Vantagens: menos irritante na pele e tecidos, ação residual, raramente


alérgico.

- Desvantagens: atraso de cicatrização, em concentrações maiores de 3%


ocorre sensibilização de pele, irritação e dor em feridas e mucosas.

Cloro e derivados

- Preparações: solução de hjpoclorito de sódio, hipoclorito de cálcio,


cloramina-T dicloramina-T, cal clorada.

- Especialidades farmacêuticas: Clorofenol, bioclor.

- Espectro de ação: bactericidas, fungicidas, protozoocidas, viricidas.

- Usos: cloração de água, antissepsia de feridas, lavagem de mucosas,


equipamentos e utensílios, e etc.

- Mecanismo de ação: penetração celular e liberação de oxigênio > morte


celular e inibição enzimática.

- Vantagens: barato, ação rápida e efetiva, não é toxico, facilidade de


preparação e aplicação.

- Desvantagens: corrosivo para metais e roupas; vapor irritante; inativo em


matéria orgânica, pH alcalino, calor e luz; instável ao armazenamento.
Cloraminas

- Espectro de ação: desinfetante para bactérias aeróbicas e anaeróbicas.

- Usos: desinfecção de roupas hospitalares; equipamentos leiteiros; lavagem


de úbere, sistema urinário, útero e feridas com pus; antissepsia de pele e
feridas.

- Vantagens: menos irritante e mais estável.

- Desvantagem: estável em água.

Solução de hipoclorito de sódio

- Especialidades farmacêuticas: colix, líquido de darkin.

- Espectro de ação: bactericida, viricida (vírus entéricos - Parvovírus) e


desodorizante.

- Usos: antisséptico, desinfetante e esterilizante; limpeza de feridas, remoção


de tecido necrosado, limpeza de abscessos; desinfecção de instrumentos
cirúrgicos, roupas, equipamentos de lacticínios, alimentos, superfícies e água
de consumo.

Solução de hipoclorito de cálcio

- Espectro de ação: controle de doenças infecciosas graves (tétano,


carbúnculo, tuberculose, etc.).

- Usos: desinfetante de recintos e utensílios.

- Vantagens: pouco tóxico, pouco irritante e baixo custo.

- Desvantagens: odor forte, corrosivo para metais, parcialmente inativada em


matéria orgânica.
Cal clorada

- Especialidades farmacêuticas: cloreto de cal pó alvejante.

- Usos: desinfecção de instalações e alojamentos.

- Vantagens: ideal para destruição de carcaças infectadas e de M.O


patogênicos em matéria orgânica.

- Desvantagens: altamente irritável, instável à exposição ao ar, instigada em


matéria orgânica em excesso.

ALDEÍDOS

PREPARAÇÕES: SOLUÇÕES DE FORMALDEÍDO, GLUTARDEÍDO OU


GLUTARAL

Formaldeído

- Preparações: aldeído fórmica, formalina, formol ou oximetileno.

- Especialidades farmacêuticas: solução de formol 3% (Lysoform, Germekil).

- Espectro de ação: bacteriostático (baixas concentrações) e em altas


concentrações bactericida, esporicida e fungicida. Tem ação em
Mycobacterium spp. e inativa vários vírus.

- Usos: desinfetante de aparelhos, áreas contaminadas, fixação


histopatológica, anula toxinas, mas mantém poder antigênico, usado em
vacinas.

- Mecanismo de ação: inibe formação do aa metionina, ação tóxica direta nas


células, em altas concentrações precipita proteínas.

- Vantagens: não corrosivo para metais, tintas e tecidos; baixa toxicidade


sistêmica; baixo custo.

- Desvantagens: ação lenta contra esporos, menos eficiente com matéria


orgânica, gás irritante de pele e mucosas, possível carcinogênico.
Glutaraldeído

- Preparação: formulação a 2%, ativada ou alcalina e potencializada ou ácida.

- Especialidades farmacêuticas: glutacide e associações (Higivex-50).

- Espectro de ação: eficaz contra todos os tipos de M.O, inclusive vírus e


esporos de bactérias.

- Usos: esterilizante químico para borracha, plástico, metal e instrumentos


delicados de corte ou óticos, que não podem ser autoclavados.

- Mecanismo de ação: alquilação de grupos amino e sulfidrílico de proteínas e


do nitrogênio do DNA e RNA, interfere com as proteínas de membrana.

- Vantagens: menos irritante e corrosivo, menos volátil, menor odor


desagradável, fácil penetração, maior potência, mais ativo na presença de
matéria orgânica e espectro bactericida mais amplo.

- Desvantagem: mortalidade embrionária em ovos.

COMPOSTOS FENÓLICOS

Fenol

- Preparações: clorofeno, ortofenilfenol, timol, triclosan.

- Especialidades farmacêuticas: Oban-516, Germpol, Benzocreol,


Benzophenol, Clorofenol, Creolina-Pearson, Purinacreol.

- Espectro de ação: bactericida (G+), fungicida, viricida (envelopados),


Mycobacterium spp.

- Usos: ação antisséptica nos tecidos, principal desinfetante doméstico,


associação com sabões e detergentes aniônicos, EDTA e antioxidantes para
limpeza, desinfecção e desodorização de áreas críticas, com pus, sangue,
urina, fezes e outras secreções.

- Mecanismo de ação: desnaturação e precipitação de proteínas.


- Vantagens: não volátil, ação residual, não corrosivo para metais.

- Desvantagens: alta concentração irritante e corrosivo, odor forte, lesões de


pele, neurotóxico e teratogênico, gatos são mais sensíveis (não utilizar).

Cresol

- Preparações: solução de cresol saponificado 2%.

- Especialidades farmacêuticas: associações - creolina-pearson, crefol,


benzocreol, purinacreol, lisol.

- Espectro de ação: ação bactericida e viricida limitada, usar com água


quente.

- Mecanismo de ação: desnaturação e precipitação de proteínas.

- Vantagens: mais bactericida, menos cáustico e tóxico que o fenol, baixo


custo, desinfetante eficaz.

- Desvantagens: irritante e corrosivo em altas concentrações.

Outros fenólicos

- Preparações:

• Ortofenilfenato de sódio;
• Emulsão de ortoclorofenol;
• Ortofenilfenol;
• Hexaclorofeno (antissepsia pré-operatória da pele);
• Triclosana (antissepsia das mãos e banhos - Fisohex, Proderm,
Soapex).

- Desvantagens: corrosivo para a pele; intoxicação sistêmica em gatos (são


rapidamente absorvidos pela pele, leva à desconforto respiratório, estimulação
e depressão do SNC, morte por parada respiratória).
BIGUANIDAS

- Preparações: Clorhexidina (Chlorohex, Killbac, Hibitane), Hexamidina


(Hexomedine).

- Espectro de ação: ação contra G+ e G-, leveduras e fungos, não atua no


bacilo Tuberculose, nem esporos e fungos filamentosos. Fraca ação viricida.

- Usos: limpeza de gaiolas, infecções de tetos, limpeza de feridas, higienização


oral (Hexamedina). NÃO USAR COM IODO, OCORRE INIBIÇÃO (diminui
efeito residual).

- Mecanismo de ação: desorganização da membrana celular, clorhexidina tem


ação residual na pele (6h).

- Vantagens: baixa irritação de pele e mucosas, menos inativo em matéria


orgânica, não absorvida pela pele e mucosas íntegras.

- Desvantagens: água dura diminui os efeitos e solução salina causa


inativação.

SURFACTANTES

- Preparações: sabões (surfactantes aniônicos), detergentes (surfactantes


catiônicos), surfactantes não-iônicos.

- Espectro de ação: antibacterianos.

- Usos: antissépticos e desinfetantes, agentes umedecedores, sabões,


detergentes e emulsificantes.

- Mecanismo de ação: diminuição da tensão superficial da água -> penetração


em superfícies úmidas, formam emulsões com secreções com bactérias,
removem células epiteliais de descamação e emulsificam gorduras.
Surfactantes aniônicos (sabões)

- Especialidades farmacêuticas: Fisoderm, Fisohex, Braunosan, Tergenvet,


Triton, Tergitol.

- Espectro de ação: fraca ação contra G- e bactérias ácido resistentes.

Surfactantes catiônicos (detergentes ou compostos quartenários de


amônia)

- Preparação: Cloreto de benzalcônio, de benzetônio, de metilbenzitônio, de


cetildimetilbenzamônio, e de cetilpiridínio.

- Especialidades farmacêuticas: Klaimex, Kill-103 e 104, Germon 20,


Desinvet, Vetasol, Rinosoro, Nasiflux, Rinoflux, Sorine, Farmaron, Quatermon,
Higivex, Germex, Drapolene, Fluimucil, Cepacol.

- Espectro de ação: G+, G-, baixas concentrações é bacteriostático, altas


concentrações é bactericida e fungicida.

- Usos: desinfetantes de superfícies, materiais, utensílios e equipamentos,


higienização de ovos.

- Mecanismo de ação: desnaturação e precipitação de proteínas.

- Vantagens: não irritantes em pele e tecidos, não corrosivo para metais, baixa
toxicidade, inodoro, ação residual (permanecem no ambiente durante um longo
período).

- Desvantagens: neutralizados pelos surfactantes aniônicos (sabões), não


atuam em matéria orgânica, menor eficácia em água dura.
AGENTES ÁCIDOS

Ácidos orgânicos

- Preparações: ácido benzóico, ácido salicílico, ácido undecilênico e ácido


acético 5%.

- Especialidades farmacêuticas: Balsoderma, Dermycose, Micocid,


Micotiasol, Acarsan, Sarnisan, Benzoato de benzila, Dermic, Terradermina,
Sastid, Micoz, Iodolen, Acidern, Andriodermol.

- Espectro de ação: fungicida e bactericida.

- Usos: tópico, conservante de alimentos, cosméticos e medicamentos,


infecções dérmicas, antifúngico tópico.

Ácidos inorgânicos

- Preparações: ácido bórico (água boricada).

- Especialidades farmacêuticas: Água boticário, Borocurativin, Colírio de


ácido bórico.

- Usos: mucosa oral e conjuntival (evitar uso no olho, principalmente em


conjuntivite, porque pode dar lesão de córnea).

AGENTES ALCALINOS OU ÁLCALIS

Hidróxido de sódio (soda cáustica)

- Usada em soluções a 2% como desinfetante de baías, estábulos e veículos


de transporte de animais.
Óxido de cálcio (cal, val virgem ou cal viva)

- Desinfetante de instalações e ambientes abertos, veículos de transporte de


animais, em excesso pode causar erosões dérmicas e pododermatites
infecciosas.

Hidróxido de cálcio (cal hidratada)

- Desinfetante de áreas contaminadas com excretas, contato por 2 horas.

AGENTES OXIDANTES

Peróxido de hidrogênio (água oxigenada)

- Espectro de ação: liberação de O2, ação antimicrobiana. Em concentrações


de 3% e 6% é bactericida, em 10% a 25% é esporocida.

- Usos: antisséptico.

- Mecanismo de ação: oxidante de membranas lipídicas, DNA e outros.

- Vantagens: baixa penetração na pele.

- Desvantagens: irritante para olhos e mucosas, catalase (enzima no sangue e


tecidos) inibe o peróxido, tóxica para fibroblastos (inibe a cicatrização - intoxica
os fibroblastos, que produzem o colágeno, para a cicatrização).

Permanganato de potássio

- Espectro de ação: antisséptico, antimicótico e desodorizante; age em lesões


cutâneas exsudativas.

- Mecanismo de ação: libera O2, poder oxidante.

- Vantagem: adstringente (precipita camada proteica da célula).


- Desvantagens: irritante e corrosivo para pele e mucosas, mancha pele e
tecidos, inativo em matéria orgânica.

OUTROS AGENTES

Nitrofuranos

- Preparações e especialidades: nitrofurazona (0,2%), nitrofurantoína


(furadantin).

- Espectro de ação; G+, G-, alguns protozoários e alguns fungos.

- Usos: antimicrobiano tópico em feridas superficiais, curativos cirúrgicos,


antisséptico no trato urinário.

- Mecanismo de ação: desconhecido.

- Vantagem: não impede a cicatrização.

- Desvantagem: hipersensibilidade.

Sulfiram

- Especialidades farmacêuticas: Tetmosol, tiosol, derfiran, monosulfiram


25%.

- Usos: prolaxia e adjuvante no tratamento de parasitoses cutâneas (piolho).

Corantes

- Preparações e especialidades: cloreto de metilrosanilina (violeta genciana


1%).

- Usos: antifúngico tópico em infecções cutâneas, mucocutâneas e


vulvovaginais (Candida albicans).
Sulfonamidas

- Preparações e especialidades: Sulfacrisoidina (Colubiazol).

- Usos: antisséptico para assepsia de feridas e queimaduras, e tratamento de


afecções da mucosa orofaríngea.

• Bochechos, limpeza de traqueotubo com gaze, por dentro mesmo.

Extrato de semente de Grapefruit

- Especialidades: Kilol-L, Kilol-pó.

- Espectro de ação: desinfetante natural, ação fungicida (Aspergillus,


Penicillium e Candida), bactericida (G+, G- e micobactérias) e protozoários
(Eimeria sp, exceto E. tenella).

- Uso: assepsia da água de bebida; banho sanitário de animais; coadjuvante na


cicatrização de feridas e queimaduras; tratamento de sarna; desinfecção de
instalações, equipamentos e instrumentos em geral; antissepsia de campos
cirúrgicos, genitais, úbere e tetos, mãos e braços; sanitização de áreas de
manipulação de alimentos (laticínios e frigoríficos); e prevenção da mastite.

Você também pode gostar