Você está na página 1de 8

Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

FUNÇÃO DIGESTIVA

Sistema é o conjunto de órgãos que concorrem para a realização de uma mesma função.

Exemplo: O conjunto dos orgãos que realizam o proucesso da digestão, chama-se sistema
digestivo.

O corpo Humano, encontra-se organizado em diferentes sistemas, onde cada um


desempenha uma função específica, mas que se interligam uns aos outros para o
bom funcionamento do organismo. O sistema digestivo é um deles que vamos aprender
agora e que tem como principal função, realizar a digestão.

sistema digestivo é um conjunto de tecidos diferentes que realizam a digestão.

Constituição e estrutura do sistema digestivo Humano

Constituição do sistema digestivo

O sistema digestivo do Homem , é constituído por:

➢ tubo digestivo;

➢ glândulas anexas.

O tubo digestivo, é um órgão longo que inicia na boca e termina no ânus. Ao


longo deste tubo as substâncias complexas sofrem transformações, formando-se
substâncias simples.

O tubo digestivo do Homem é constituído por:


➢ Boca;
➢ faringe,;
➢ Esófago;
➢ Estômago;
➢ intestino delgado;
Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO
Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

➢ intestino grosso;
➢ ânus.
As glândulas anexas, são órgãos que produzem substâncias que actuam sobre o
alimento ao longo do tubo digestivo.

➢ Glândulas salivares,
➢ vesícula biliar ;
➢ fígado ;
➢ Pâncreas.

Estrutura do sistema digestivo

Boca E Dentes

A boca é uma cavidade limitada na parte anterior pelos lábios, lateralmente pelas faces, na
parte superior pela abóbada palatina e, atrás, pelo véu palatino, que possui uma saliência,
a úvula.

Na boca existe a língua, um órgão móvel muito musculado e que possui papilas gustativas.
Os quatro tipos de papilas (que detectam o doce, o amargo, o ácido, e o salgado)
permitem-nos sentir o sabor dos alimentos.

Na boca encontramos também os dentes, que estão implantados nos alvéolos dentários.

Existem diferentes tipos de dentes, que desempenham várias funções:

❖ Incisivos – cujos bordos servem para cortar os alimentos;


❖ Caninos – que servem para rasgar;
❖ Pré-molares e molares – que trituram os alimentos.

Dos trinta e dois dentes que um adulto possui, oito são incisivos, quatro são caninos, oito
são pré-molares e doze são grandes molares.

Os quatro dentes do siso (que são molares), aparecem entre os dezassete e os vinte e cinco
anos. Todos os dentes apresentam a mesma estrutura interna. A parte exterior da coroa é
formada por esmalte, a substância mais dura do corpo humano, enquanto a parte da raiz
é protegida por cimento, uma substância semelhante à que constitui os ossos. A principal
massa do dente é formada por dentinha. Dentro desta está abrigado o nervo que confere
sensibilidade ao dente e os vasos sanguíneos que os alimentam.

Enquanto os dentes trituram os alimentos, as glândula salivaares produzem saliva, que se

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

mistura com o alimento e ajuda a produzir uma massa mole a que chamamos bolo
alimentar.

Faringe, Esófago E Estômago

A faringe tem a forma de funil e sai da parte posterior da boca e das foças nasais. Nela se
crusam as vias respiratórias e digestiva.

Durante a deglutição a epiglote baixa e a laringe eleva-se o que faz com que o orifício de
comunicação entre a faringe e a laringe (glote) fique tapado. Assim evita-se a passagem de
alimentos para a via respiratória. Ao mesmo tempo, a lingua encosta-se à abónada
palatina e a úvula fecha a comunicação da faringe com as foças nasais.

O esófago é um tubo com cerca de 25 cm de comprimento e 3 cm de diâmetro, que


atravessa o diafragma e comunica com o estômago através da cárdia. A abertura e fecho
dessa passagem são controlados por um músculo circular denominado esfíncter da cárdia.

O estômago é uma área dilatada e transformada do tubo digestivo que possui uma
capacidade de 1,5 litros.

As paredes do estômago estão revestidas internamente por uma mucosa produtora de


muco, na qual existem glândulas que produzem as enzimas digestivas e o ácido clorídrico,
que compõe o suco gástrico ou estomacal.

O estômago comunica com o intestino delgado pelo piloro, cuja abertura e feicho são
controlados pelo esfíncter pilórico.Do estômago sai uma massa consistente denominada
quimo,que passa para o intestino delgado.

Intestino Delgado E Intestino Grosso

O intestino delgado tem cerca de 5 à 6 metros de comprimento, apresentaa muitas curvas


e ansas - que aumentam a sua área de absorção – e está encaixado na cavidade abdominal.
A parte inicial do intestino delgado é o duodeno e mede cerca de 30 cm de comprimento.
Depois do duodeno vem uma porção denominada jejuno, à qual se segue o íleo, a zona mais
extensa do intestino delgado, que tem a função de absorver grande parte dos nutrientes
contidos no quilo.

No intestino delgado actuam o suco pancreático (produzido pelo pâncreas), a bílis

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

(produzida pelo fígado e na vesícula biliar) e o suco entérico ou intestinal (produzido pelo
próprio intestino). Estes sucos completam a degradação do amido e das proteínas.

O intestino grosso comunica com o intestino delgado através do orifício íleocecal. Logo
abaixo dessa comunicação está o cego ou ceco, e na extremidade deste está o apêndice.
Acoma do íleocecal, o intestino grosso prolonga com o cólon ascedente ao qual se segue
ocólon descedente e este termina no recto, que abre para o exterior através do ânus cuja a
abertura é controlada pelo esfíncter anal.

Glândulas anexas ao Tubo Digestivo

As glândulas anexas ao tubo digestivo são: glândulas salivares,o fígado e o pâncreas.-

As glândulas salivares produzem a saliva e estão em comunicação com a boca. Existem


três tipos de glândulas salivares:

❖ As parótidas, situadas por baixoe à frente das orelhas;


❖ As Submaxilares, situadas por baixo da base da lingua, na parte posterior do
maxilar;

❖ As sublinguais, situadas à frente das submaxilares e por baixo da lingua.


A saliva possui uma enzima digestiva denominada amílase salivar ou ptialina que
transforma o amido (um glícido abundante no pão e no arroz), num péptido mais simples,
a maltose.

O fígado de cor vermelha-acastanhada, pesa entre 1,5 à 2 Kg e é considerado a maior


glândula do corpo humano. Situa-se na parte superior direita ao abdómen. Segrega cerca
de 700 ml de bílis por dia, que é conduzida por um canal até a vesícula biliar, onde é
armazenada e de onde é lançada no duodeno à passagem do quimo.

O pâncreas, de cor rosada, pesa cerca de 70 g e tem 15cm de comprimento, localizado


entre o duodeno e o estômago (um pouco atrás). Segrega cerca de dois litros de suco
pancreático por dia, que é conduzido através do canal pancreático, para desembocar no
duodeno. Este suco contém enzimas como: trpisina, amílase, lipase, entre outras, que
actuam na digestão dos alimentos. É também o pâncreas que produz uma hormona que
regula o teor de glicose no sangue, a insulina e o glucagon. Por produzir substâncias que
passam para o exterior e outras que vão directamente para o sangue, diz-se que o pâncreas
é uma glândula mista.

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

Higiene da Boca

A higiene da boca é feita através da utilização de uma boa escova de dentes e de pasta de
dentes. Sempre que a situação exija, é necessário utilizar-se também o fio dental.

A boa higiene oral depende da utilização correcta da escova. Eis algumas técnicas para
uma correcta lavagem dos dentes:

❖ Movimentar a escova na vertical;

❖ As pontas dos fios da escova devem passar de cima para baixo, na arcada
superior, e de baixo para cima na arcada inferior;

❖ Friccionar os dentes e as gengivas;


❖ Escovar os dentes e friccionar as gengivas do lado de dentro;
❖ Escovar a arcada superior e inferior separadamente, com a boca bem aberta.
❖ Passar a escova em cada arco pelomenos dez vezes;
❖ Usar fio dental, para remover as partículas de alimentos que a escova não conseguiu
retirar.

Funções do sistema digestivo

As principais funções do sistema digestivo são a:


➢ Captação de alimentos através da boca;
➢ Transformação mecânica e química de substâncias complexas (macromoléculas)
em substâncias simples (micromoléculas) para permitir a sua absorção pelas
céluas;
➢ Eliminação de fezes do trato gastrointestinal.

Fisiologia da digestão

Digestão Mecânica

Digestão – é o conjunto de transformações sofridas pelos alimentos no tubo digestivo.

Os alimentos são modificados no seu trajecto ao longo do tubo digestivo, não só do ponto de
vista mecânico, como também do ponto de vista químico.As acções consideradas
mecânicas são:

❖ Mastigação;

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

❖ Deglutição;
❖ Movimentos peristálticos.

Na mastigação, por acção dos dentes e da língua, os alimentos são transformados em


partículas menores, que são depois misturadas com a saliva, constituindo o bolo alimentar.

Na deglutição, o bolo alimentar passa para a faringe e desta para o esófago, que se abre no
estômago. O bolo alimentar percorre o esófago impelido pelas contrações do músculo das
suas paredes.

Quando o bolo alimentar chega ao estômago, este contrai-se e executa movimentos que
fazem com que a massa de alimentos seja misturada com o suco gástrico, encaminhado de
seguida para o piloro.

No estômago, o bolo alimentar transforma-se numa pasta semilíquida denominada quimo.

As contracções registadas no esófago, no estômago e nos intestinos constituem os


movimentos peristálticos.

Digestão Química

Digestão química é o conjunto de todas reacções químicas que transformam os alimentos


em substâncias mais simples e assimiláveis. Esta é controlada por enzimas. Conhecem-se
aproximadamente duas mil enzimas.

Enzima é toda substância que acelera uma determinada reacção química, portanto, a
substância sobre a qual a enzima actua denomina-se substrato, enquanto a substância que
resulta da reacção das enzimas sobre o substato chama-se produto.

Todas as enzimas têm em comum um sufixo «ase» no seu nome, que pode ter a

referência ao substrato sobre o qual ela actua. Exemplo: amílase, lipase, protease, ect.

As enzimas encontram-se em sucos digestivos como a saliva, suco gástrico, suco


pancreático, e o suco intestinal.

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

Acção Das Enzimas Na Digestão

Os alimentos que ingerimos são constituídos por substâncias sólidas. Para que sejam
absorvidos têm de ser transformados mediante a acção das enzimas.

Uma enzima é formada por regiões às quais o substrato se pode ligar, formando um
complexo enzima-substrato.

As enzimas não se ligam permanentemente ao substrato nem alteram a sua composição,


pois, depois da reacção este complexo desfaz-se. Cada enzima tem o substrato específico
sobre o qual ela actua.

Existe uma enzima no suco gástrico – a quimiossíntese ou casease que actua sobre a
proteína do leite (caseína), também existe, embora em pequenas quantidades, a lipase
gástrica que causa o desdobramento dos lípidos em ácidos gordos e glicerol.

No intestino delgado actuam três sucos, dos quais um, a bílis ou fel, não possui gorduras. A
bílis é segregada pelo fígado e serve para emulsionar as gorduras.

A lipase pancreática ou lipase intestinal faz com que os lípidos já emulsionados pela bílis
sejam desdobrados em ácidos gordos e em álcool, (geralmente o glicerol). Nos sucos
pancreáticos e intestinais existe enzimas específicas para a fragmentação de glícidos.

A amílase pancreática (amilopsina), transforma o amido que não foi degradado pela
amílase salivar.

No suco intestinal existe as seguintes enzimas que actuam sobre os respectivos substratos:
maltose/maltase, sacarosse/sacarase, lactose/lactase.

A digestão das proteínas termina quando são fragmentadas, até se obter os aminoácidos
que as constituem.

Sequenciação Do Processo Digestivo

A digestão começa na boca e prossegue ao longo dos outros órgãos que compõem o tubo
digestivo.

Na boca, os alimentos são mastigados e insalivados. A saliva além de amolecer e lubrificar


os alimentos, possui amílase, que catalisa a transformação do amido em maltose.

Os alimentos mastigados e insalivados tomam o nome de bolo alimentar, que em seguida é


deglutido e passa pela faringe até ao esófago.

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO


Complexo escolar Privado Manuel Zola| Biologia 8°Classe -Ano lectivo 2021/2022

No esófago o bolo alimentar prossegue até ao estômagodevido às contracções


involuntárias das paredes do esófago (movimentos peristáltico).

No estômago o bolo alimentar sofre acções mecânicas provocadas pelos movimentos que o
fazem deslocar entre a cárdia e o piloro e vice-versa tocando as paredes do estômago. Deste
modo o bolo alimentar é misturado com o suco gástrico e transforma-se em quimo, uma
massa semí-líquida.

No intestino delgado as transformações são catalisadas pelas enzimas do suco


pancreático, da bílis e do suco entérico. A bílis actua sobre as gorduras, facilitando a acção
da lipase presente noutros sucos digestivos.

No intestino delgado, a maltose que escapou na acção da amílase salivar, é desdobrada pela
amílase pancreática.

Os prótidos que no estômago não foram transformados totalmente, são desdobrados em


aminoácidos pela acção da tripsina (protease pancreática) e da proteáse intestinal.

A água, as vitaminas e os sais minerais, não sofrem nenhuma transformação no tubo


digestivo, passam directamente para o meio interno.

Absorção Intestinal

Vias sanguíneas e Vias Linfáticas

Os alimentos depois de ingeridos e digeridos são assimilados e passam directamente para o


sangue, processo a que chamamos de absorção digestiva, e como ocorre principalmente
nos intestinos delgado, pode se chamar também de absorção intestinal

A parede interna do intestino delgado apresenta invaginações que triplica a superfície de

contacto com os nutrientes presentes no quilo. Estas, estão recobertas por milhões de
vilosidades intestinais, no interior de cada qual existe capilares sanguíneos e um vaso
quilífero, onde circula a linfa.

A absorção intestinal faz-se por:

❖ Via sanguínea – água, sais minerais, vitaminas hidrossolúveis e aminoácidos;

❖ Via linfática – ácidos gordos, glicerol e vitaminas lipossolúveis.

Todas as substâncias que não são absorvidas passam para o intestino grosso e fazem parte
das fezes.

Elaborado pelo Prof. : ANTÓNIO HEBO

Você também pode gostar