Você está na página 1de 7

FACULDADE CIDADE COROMANDEL

ENGENHARIA AGRONÔMICA

BRUNO PENA,DANIELLE MOREIRA ,


HIGOR ARAUJO.

TRABALHO DE MANEJO DE SOLO


Bacias hidrográficas
COROMANDEL

2021
BRUNO PENA,
DANIELLE MOREIRA,
HIGOR ARAUJO

TRABALHO DE MANEJO DE SOLOS


Bacias hidrográficas

Trabalho apresentado na instituição Faculdade


Cidade Coromandel (FCC) , no curso de Engenharia
Agronômica na disciplina de Manejo de Solo .

Prof. Dr. Wellington Ferrari da Silva


COROMANDEL
2021

sumario
1. Bacia hidrografica 2
1.1O que é uma bacia hidrográfica? 2
1 . 2 Elementos de uma bacia hidrográfica: 3
2. Qual é a sua função? 3
2. 1 Tipos de bacias hidrográficas 4
2. 2 Bcias hidrográficas do Brasil. 4
1.

​Bacia hidrografica
O conceito de Bacia Hidrográfica (BH) tem sido cada vez mais expandido e utilizado como
unidade de gestão da paisagem na área de planejamento ambiental. Na perspectiva de um
estudo hidrológico, o conceito de BH envolve explicitamente o conjunto de terras drenadas
por um corpo d’água principal e seus afluentes e representa a unidade mais apropriada para o
estudo qualitativo e quantitativo do recurso água e dos fluxos de sedimentos e nutrientes.
Embora tecnicamente o conceito implícito no termo seja preciso, podem existir variações no
foco principal, conforme a percepção dos técnicos que o utilizam em seus estudos. Do ponto
de vista do planejador direcionado à conservação dos recursos naturais, o conceito tem sido
ampliado, com uma abrangência além dos aspectos hidrológicos, envolvendo o conhecimento
da estrutura biofísica da BH, bem como das mudanças nos padrões de uso da terra e suas
implicações ambientais. Neste sentido, vários autores ressaltam a importância do uso do
conceito de BH como análogo ao de Ecossistema, como uma unidade prática, seja para estudo
como para o gerenciamento ambiental (BORMANN & LIKENS,1967; O’SULLIVAN, 1979;
ODUM, 1985;1993; POLLETE, 1993; LIMA, 1994; PIRES & SANTOS, 1995; ROCHA et
al., 2000).

​1.1O que é uma bacia hidrográfica?


Bacia hidrográfica é um termo utilizado para caracterizar uma porção do território delimitada,
drenada por um rio principal e seus afluentes. As águas da bacia hidrográfica escoam no
mesmo sentido e vão em direção à porção mais baixa da área topográfica, seguindo o padrão
do relevo.
Essas áreas são elementos naturais de extrema importânciapara o meio natural, pois são
responsáveis pela manutenção dos biomas brasileiros e mundiais, além de dar base para o
desenvolvimento das atividades econômicas ligadas ao setor primário da economia, como a
pecuária e a agricultura.
O que separa uma bacia hidrográfica de outra são os divisores de água, que são estruturas do
relevo, como morros, serras, chapadas ou picos, que definem o padrão de drenagem das águas
da chuva ou nascentes, ou seja, determinam por meio da topografia para onde essas águas
escoarão.

​1 . 2 Elementos de uma bacia hidrográfica:

As bacias hidrográficas possuem alguns elementos básicos, que também são chamados de
estruturas da bacia. São eles: nascente, rio principal, divisor de águas, afluentes e foz ou
exutório.
Nascente: local onde se inicia uma bacia hidrográfica. Geralmente é o ponto mais elevado do
relevo e também onde se encontra a principal nascente do rio que dá nome à bacia.
Rio principal: rio de maior volume e extensão da bacia. Recebe águas dos rios menores que
têm função de abastecê-lo.
Divisor de águas: estruturas do relevo que têm o papel de dividir as áreas das bacias.
Normalmente são morros, serras, picos, montanhasou outras estruturas elevadas do relevo.
Afluentes: consistem nos rios menores que deságuam no rio principal e têm a função de
abastecer esse rio maior.
Foz: é o final da bacia e o local onde as águas encontram o oceano ou deságuam em uma bacia
hidrográfica maior. É também conhecida cientificamente como exutório. Pode ser do tipo
estuário ou delta.

​2. Qual é a sua função?

Primeiramente a função de uma bacia hidrográfica depende do lugar onde se encontra e ,


automaticamente, das atividades desenvolvidas na região. Uma das funções primária da água
é no abastecimento para o consumo humano .Porem o uso mais comum de água no Brasil
esta na irrigação . Essa atividade consome a maior quantidade de água no território brasileiro,
por sermos um dos países com a maior área plantada no mundo e direcionamos grande parte
dos recursos hídricos para essa atividade económica .



​2. 1 Tipos de bacias hidrográficas


Nem todas as bacias hidrográficas são iguais, diferenciando-se no tamanho, no perfil do
relevo, na estrutura territorial e até mesmo nas suas funções. Os tipos de bacias hidrográficas
são definidos pelo destino das águas dessa bacia. Existem vários padrões de drenagem das
águas dos rios, que se direcionam a vários lugares.
Vamos identificar quais são os tipos de bacias hidrográficas e o perfil de drenagem dessas
águas.
​ xorreicas: aquelas bacias que as águas escoam diretamente para o mar; são as mais
E
comuns no Brasil.

​ ndorreicas: aquelas bacias que as águas deságuam em lagos, lagoas ou em algum mar
E
fechado.

​ rreicas: aquelas bacias onde as águas não se direcionam a um lugar específico,


A
perdendo-se no meio do caminho, podendo evaporar ou infiltrar no solo.
​ riptorreicas: bacias que se direcionam ao interior da Terra, alimentando, assim, lagos,
C
cavernas, grutas e rios subterrâneos.

​2. 2 Bcias hidrográficas do Brasil.


​No Brasil segundo o IBGE,contem 12 áreas ou regiões hidrográficas. As mais importantes
são: Amazonas,Tocantins - Araguaia, Platina ( Paraná, Paraguai, Uruguai) e São Francisco.
Juntas elas englobam 80% do território brasileiro.

​ Bacia do Rio Amazonas: Cobrindo quase 45% do território brasileiro. Abrange


territórios de mais oito países além do Brasil. São eles : Suriname, Guiana, Guiana
francesa, Venezuela, Bolívia, Colômbia, Peru e Equador . Além disso esta entre sete
estados brasileiros : Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Amapá, Pará e Mato
Grosso.

​ Bacia do Rio Paraná: É formada pelo Rio Parraná e seus afluentes, como os rios
Tietê,Paranapanema e Iguaçu. Está presente nos estados de São Paulo, Paraná, Mato
Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e Distrito Federal. Ela é a segunda
em potencial hidrelétrico do Brasil, e várias usinas hidrelétricas estão nessa região,
entre eles a de Itaipu, atualmente a maior do mundo.
​ Bacia do Rio Tocantins-Araguaia: é a maior bacia hidrográfica totalmente brasileira
e comporta dois grandes mananciais de água, o Rio Tocantins (rio principal) e o Rio
Araguaia (principal afluente). Está presente em seis estados: Goiás, Tocantins, Pará,
Maranhão, Mato Grosso e Distrito Federal. É a terceira em potencial hidrelétrico do
país e abriga a usina de Tucuruí, uma das maiores do Brasil.
​ Bacia do Rio Uruguai: tem como principal rio o Uruguai, que marca a divisa entre os
estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Também separa Brasil e Argentina,
bem como Argentina e Uruguai. A bacia tem um importante potencial de transporte.

​ Bacia do Rio São Francisco: é a principal bacia da região Nordeste  do Brasil, sendo
usada para abastecimento, transporte, agricultura e geração de energia. Consiste no
único rio perene que atravessa essa região. O Rio São Francisco, além de importância
econômica e social, carrega também forte valor cultural para o Nordeste brasileiro.
Abrange sete estados: Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Goiás e
Distrito Federal.

​ Bacia Atlântico Nordeste Ocidental: localizada em quase todo o território do


Maranhão e uma pequena parcela do Pará, a bacia tem seu aproveitamento
preponderante para o abastecimento urbano. Seu principal afluente é o Rio Pidaré e o
Rio Balseiro, no Maranhão.

​ Bacia Atlântico Nordeste Oriental:localiza-se no semiárido brasileiro, sendo


caracterizada por apresentar grandes períodos de estiagem. Essa é a região
hidrográfica com a menor disponibilidade hídrica do Brasil. Abrange os estados do
Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Estão entre os
principais rios da região o Rio Conceição (CE) e o Rio Piranhas (RN).

​ Bacia do Parnaíba:também localizada na região do semiárido, a bacia ocupa três


estados brasileiros: Ceará, Piauí e Maranhão. Seu principal afluente é o Parnaíba e o
uso central das águas é para a irrigação.

​ Bacia do Atlântico Leste:está presente nos estados da Bahia, Minas Gerais, Sergipe e
Espírito Santo. Um dos principais rios é o São Matheus (ES). Suas águas são
aproveitadas para a irrigação, abastecimento urbano e indústria.

​ Bacia do Atlântico Sudeste:está presente nos estados de Minas Gerais, Espírito


Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Essa é a região brasileira com maior índice
de urbanização portanto o uso da água é direcionado à atividade urbana, industrial e de
produção agrícola, como a pecuária e irrigação. Destaque para o Rio Doce (ES) como
sendo um dos principais

​ Bacia Atlântico Sul:abrange os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio
Grande do Sul.O uso das águas é direcionado à irrigação, abastecimento e pecuária.
Destaque para o Rio Nhindiaquara (PR) como um dos principais rios da bacia.

Referencias:
MATIAS, Átila. "Bacias hidrográficas do Brasil"; Brasil Escola. Disponível em:
https://brasilescola.uol.com.br/brasil/principais-bacias-hidrograficas-brasil.htm. Acesso em 28 de
setembro de 2021.

Mendonça, Gustavo. “ Bacias hidrográfica” ; Mundo Educação. Disponível em :


https://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/bacia-hidrografica.htm .Acesso em 28 de setembro de
2021.

Você também pode gostar