Você está na página 1de 11

América Latina

É a parte do continente americano que vai do México, no norte, à Argentina e, ao Chile,


no sul.
São 33 os países latino-americanos: o México, na América do Norte, 20 países da
América Central e12 da América do Sul. Com enormes potenciais em recursos humanos e
naturais, esses Estados possuem fortes laços culturais e históricos. O termo América Latina
corresponde também a critérios econômicos e geopolíticos. Foi conquistada e colonizada por
potências européias de idiomas latinos (português, espanhol e francês). Algumas possessões
inglesas ou holandesas também são consideradas latino-americanas.
O continente americano costuma ser dividido de duas formas:
• Físico ou geológico
• Histórico-social
Considerando os aspectos físicos ou geológicos, e também o formato e a colonização de
cada área, o continente americano pode ser classificado em três partes:

• América do Norte: Canadá, Estados Unidos e México.


• América Central: insular (ilhas) e continental (continentes)
• América do Sul: do Equador para baixo

Do ponto de vista histórico-social é dividido em duas partes

• Anglo-saxônicos - colonizados por possessões inglesas ou holandesas


• Latina – colonizada por potências européias de língua latina

Localização geográfica.

Extremo norte do México, passando pela América Central, ao extremo sul do Chile.

Banhada pelos oceanos:


• Pacífico (oeste)
• Atlântico (leste)

Idiomas:
• Português
• Espanhol
• Francês

Obs.: Guiana Francesa – Departamento ultramar (território francês fora do seu domínio
territorial)

Idiomas indígenas: maia, guarani, quíchua e aimara


Objetivo da exploração: formar colônias para enriquecer a metrópole.

Função das colônias: fornecer produtos minerais a preços baixos ou produzir gêneros
agrícolas.

Divisão Geográfica

De uma maneira clássica podemos dividir a América latina em porções bem definidas
geograficamente:
• México
• América Central e Guianas
• América do Sul: onde se pode distinguir três conjuntos
• América Andina
• América Platina
• Brasil

América Central e Guianas

Formada pelos países do istmo que liga a América no Norte à América central e pelas
ilhas do Mar do Caribe.
As três guianas situam-se na América do Sul.

Istmo: é uma estreita faixa de terra de comprimento variado, que liga uma ilha a outra
ilha, uma ilha a um continente ou um continente a outro continente.

Do ponto de vista econômico, são países subordinados ao capital norte-americano.


A agricultura é a principal atividade econômica e emprega a maior parte da população.
Os principais produtos agrícolas são:
• Banana, abacaxi e cana-de-açúcar.

A população e predominantemente de origem indígena. Menos a Costa Rica, cujos


habitantes são, em maioria, brancos.
As ilhas do Caribe são conhecidas também, como Antilhas.

São divididas em três conjuntos:

1) Bahamas: antiga colônia inglesa, perto da Florida (EUA). Foi formada a partir da
acumulação de corais.

2)Grandes Antilhas:
• Cuba
• Jamaica
• A ilha hispaniola (onde há dois países: República Dominicana e Haiti).
• Porto Rico (é um estado livre associado aos Estados Unidos. Seus habitantes são cidadãos
norte-americanos, mas não têm direito de voto nas eleições dos Estados Unidos).

3) Pequenas Antilhas: agrupam em pequenas ilhas algumas ex-colônias francesas, britânicas


e holandesas, como:
• Santa Lucia
• Granada
• E outras que pertencem a esses países
• Martinica (França)
• Aruba (Holanda)

O turismo e a agricultura de produtos tropicais (açúcar, algodão, banana, fumo e café) são as
principais atividades econômicas.

 A Jamaica é rica em produtos minerais, como a bauxita.


 Trinidad e Tobago é importante produtor de petróleo

A região do Caribe é ponto de passagem entre os oceanos Atlântico e Pacífico


(privilegiada posição estratégica).

Guianas

Dois países independentes:


• Suriname
• Guiana

E um departamento ultramarino francês:


• Guiana Francesa

São mais semelhantes às ilhas do Caribe do que aos outros países sul-americanos.

Suriname: Ex-colônia holandesa


Base econômica: agricultura e extração de bauxita

Guiana: ex-colônia inglesa


Base econômica: agricultura (arroz, banana, cana-de-açúcar).

Guiana Francesa
Departamento ultramarino da França. Por sua posição estratégica no norte da América do
Sul, tem uma base espacial instalada em seu território.
América do Sul

Dois fatores naturais unem e marcam dois grupos de países sul-americanos:

A Cordilheira dos Andes: Se estende na direção norte-sul por toda a costa da América
do Sul banhada pelo oceano Pacífico
Os Andes abrangem seis países. (Esses países fazem parte América Andina)
• Venezuela
• Bolívia
• Peru
• Equador
• Chile
• Colômbia

A Bacia Platina: Os três rios principais – Paraná, Paraguai e Uruguai – são muito
importantes para a economia da Argentina, Uruguai, Paraguai e Brasil. (Esses países fazem
parte América Platina).

América Andina

Vive um constante déficit em suas balanças comerciais. Por quê?

As nações andinas têm sua economia baseada na produção e exportação de gêneros


primários. Por esse motivo, são dependentes das cotações desses produtos no mercado
internacional.
Esses produtos valem pouco se comparados aos bens industrializados. Por isso o déficit.
Os três maiores países ligados ao narcotráfico estão nesta região: Colômbia, Peru e
Bolívia.
A Colômbia. É o segundo país mais populoso da América do Sul, com aproximadamente
45 milhões de habitantes, e é o terceiro país mais rico da América do Sul. É também o 25º
maior país em área no mundo e o quarto da América do Sul, com 1.141.748 km².
Sua capital é Bogotá. Hoje possui quase sete milhões de habitantes, é a maior cidade do
país e uma das mais populosas cidades da América do Sul e do mundo.
A sua forma de governo é a República, com o presidente e o vice exercendo o mandato
por quatro anos.
A língua oficial é o Espanhol, herdado dos colonizadores espanhóis que foram metrópole
do país até o início do século XIX.
Grande produtor de esmeralda
O Peru. Limitado a norte pelo Equador e pela Colômbia, a leste pelo Brasil e pela
Bolívia ao sul pelo Chile e a oeste pelo Oceano Pacífico. A capital do país é a cidade de Lima.
O Peru é um país membro da Comunidade Andina.
A economia do Peru baseia-se na exploração de minérios como a prata e cobre (terceiro
produtor mundial), o zinco (quarto), e o estanho (quinto).
Cultivam-se também cana-de-açúcar, açúcar, algodão, café e, na floresta, o trigo. Sua
agricultura de subsistência é à base de milho e batata, cultivados principalmente nas serras.

A Bolívia. Tem como capital La Paz. É um país sem litoral, com grande pobreza e baixos
índices sociais. Também possui a segunda maior reserva de gás natural do continente, apenas
superado pela Venezuela. É grande produtor de Estanho. É um país trilíngüe, tendo como
línguas oficiais o espanhol, o quíchua e o aimará.

Na América Andina estão os maiores produtores de petróleo:


- A Venezuela (que é membro da Opep)
- Equador

O Equador. Além do território continental, o Equador possui também as ilhas


Galápagos, a cerca de 960 km do território continental, sendo o mais próximo daquelas ilhas.
Seu território de 283 560 km² é cortado ao meio pela Linha do Equador. Sua capital é Quito.
Tem importantes reservas de petróleo. É um dos menores países da América do Sul e,
com o Chile, o único que não partilha fronteira com o Brasil. A paisagem é dominada pelos
Andes, que atravessam o centro do país no sentido norte-sul, com altitudes que chegam aos
6310 m
O clima varia com a altitude, sendo tropical no litoral e na Amazónia e tornando-se cada
vez mais frio à medida que a altitude aumenta, nos Andes.

A Venezuela. Sua capital é a cidade de Caracas. A economia é centrada na produção e


exportação de petróleo. A Venezuela participa também da OPEP (Organização Mundial dos
Países Exportadores de Petróleo).
O clima da Venezuela é tropical e normalmente quente e úmido, porém nas terras
montanhosas no sul-oeste do país é mais moderado.

O Chile. Sua capital é Santiago e a moeda é o peso chileno. A maioria da população é


branca. Têm os melhores indicadores socioeconômicos e é a economia mais forte da área. É
rico em cobre (maior produtor mundial), prata e molibdênio.
É grande produtor de frutas.
Exporta vinho, madeira e pescado. É membro do Mercosul.

América Platina

Os países da América Platina são drenados pela Bacia Platina. Têm como forte fator de
ligação o Mercosul.
Mercosul: bloco econômico que começou a vigor em 1991.

Paraguai: é o mais pobre pois não tem saída para o mar. Seu território faz parte da rota
do tráfico internacional de drogas.
Sua base econômica é a agricultura, principalmente da soja.
É o centro internacional do contrabando.

Uruguai: Tem baixo índice de natalidade e analfabetismo. Tem o segundo IDH (depois
da Argentina) e indicadores sociais semelhantes aos europeus.
Sua base econômica é:
• Pecuária - lã e carne
• Agricultura – arroz, cevada, milho e trigo

Argentina: É e o quarto maior da América (depois de Canadá, Estados Unidos da América


e Brasil).
- País 5º produtor mundial de vinhos
- País 3º produtor de trigo na América
- Exportador de lã de ovinos

Considerações importantes:

Autoritarismo político
O autoritarismo político e a violência exagerada, pelo próprio governo, são traços
marcantes nos países latino-americanos, por causa do subdesenvolvimento, da dependência em
relação aos países mais industrializados e da grande diferença que há em as pessoas pobres e as
mais ricas.

Populismo
Populismo é uma forma de governar em que o governante utiliza de vários recursos para
obter apoio popular. O populista utiliza uma linguagem simples e popular, usa e abusa da
propaganda pessoal, afirma não ser igual aos outros políticos, toma medidas autoritárias, não
respeita os partidos políticos e instituições democráticas, diz que é capaz de resolver todos os
problemas e possui um comportamento bem carismático. É muito comum encontrarmos
governos populistas em países com grandes diferenças sociais e presença de pobreza e miséria.

Caudilhos e Coronéis
Nas Décadas de 1920 a 1940 a política era dominada por grandes fazendeiros que
também eram líderes políticos. Eles tratavam seus empregados como se fossem suas
propriedades e os empregas lhes obedeciam cegamente.
Nos países de língua espanhola esses líderes eram conhecidos como caudilhos.
Aqui no Brasil eles são conhecidos como coronéis.
Paraíso das drogas
O narcotráfico é um grave fator desestabilizador da estrutura econômica e social dos
países latino-americanos. Afeta a qualidade de vida das pessoas. Aumenta a violência e a
segurança.
É considerado uma economia informal ou subterrânea (feita de forma oculta)

Paraísos fiscais
Na região do Caribe, as ilhas Cayman, Bahamas, Turks e Caicos, entre outras,
recebem altíssimos depósitos bancários em contas de empresas fantasmas, isto é, empresa que
fazem movimentação financeira ilegal, originária do tráfico de drogas, cassinos, prostituição,
contrabando ou produto da corrupção de governantes e funcionários públicos. Essas contas
fantasmas estão protegidas por um rigoroso sigilo bancário, por isso a denominação paraísos
fiscais.