Você está na página 1de 47

Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.

com
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 2

Bàbá King
Prof. Dr. Síkírù Sàlámi

_________________

APOSTILA

_________________

Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade

Tradição Iorubá Como Ensinada na África há Milhares de Anos

_________________

© 2021 Centro Cultural Oduduwa. Todos os direitos reservados.

Todos os textos, imagens, gráficos, animações, vídeos, músicas, sons e outros materiais exclusivos a este
curso são protegidos por direitos autorais e outros direitos de propriedade intelectual pertencentes ao
Centro Cultural Oduduwa.

É expressamente proibido reproduzir, publicar, distribuir, difundir ou, por qualquer outra forma, tornar os
conteúdos disponibilizados acessíveis a terceiros, para fins de comunicação pública ou de comercialização,
nomeadamente, colocando-os disponíveis em websites, serviço on-line, fórum de discussão ou em cópias de
papel, sem a prévia autorização dos autores, podendo, inclusive, resultar em penas civis e criminais.

O Centro Cultural Oduduwa reserva-se o direito de proceder judicialmente contra os autores de qualquer cópia,
reprodução ou outra utilização não autorizada das informações disponibilizadas.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 3

Índice

Introdução 5

Aula 1 - Ajê, Orixá da Riqueza e da Prosperidade 6

Aula 2 - O Caminho da Riqueza 7

Aula 3 - A Honestidade como Oferenda 8

Aula 4 - Ética, um Recurso Mágico 9

Aula 5 - Conquistas e Proteção das Conquistas 10

Aula 6 - Atitudes Antiprogressistas 11

Aula 7 - Paciência, a Maior Aliada da Riqueza 12

Aula 8 - Fertilidade, Multiplicação e Longevidade 13

Aula 9 - Generosidade, Coragem e Justiça 14

Aula 10 - Ajé Sạ́ lúgà: o Paraíso da Riqueza 16

Aula 11 - Ajé Ògúgúlúṣ ọ̀ : a Tranquilidade da Prosperidade 17

Aula 12 - O Pensamento da Riqueza 18

Aula 13 - Atração, Prevenção e Cura na Prosperidade 19

Aula 14 - Sonhos e Aspirações 20

Aula 15 - Relações Profissionais e o Jogo Social 21

Aula 16 - Ajê e os Outros Orixás 22

Aula 17 - Ajê, Ifá e o Destino 23

Aula 18 - O Pacto com a Riqueza 24

Aula 19 - Saúde Financeira 26

Aula 20 - Ambiente para o Progresso 27

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 4

Aula 21 - Recursos para Atrair o Axé de Ajê 28

Aula 22 - Questões Práticas do Culto a Ajê 30

Aula 23 - A Questão do Sacrifício 32

Aula 24 - Assentamento e Reverência a Ajê 33

Capítulo 25 - Folhas, Comidas e Banhos de Ajê 34

Capítulo 26 - Saudações, Rezas e Cantigas de Ajê 37

Encerramento 47

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 5

INTRODUÇÃO

Neste curso o sacerdote e pesquisador iorubá Babá King tem por objetivo transmitir
ensinamentos sobre Ajê, orixá da riqueza e da prosperidade, uma das divindades que ajudou
a disseminar no Brasil a partir do Oduduwa Templo dos Orixás, que têm também sede na
Nigéria e em países da Europa.

Professor Doutor pela Universidade de São Paulo (USP), Síkírù Sàlámì é também
pesquisador e responsável pelo registro deste valioso material original da tradição oral
iorubá. O conteúdo aqui apresentado é baseado em suas pesquisas de campo na Nigéria,
realizadas por mais de trinta anos e que, assim como outros estudos, contribuiu para a
formação de milhares de sacerdotes, devotos e estudiosos dos orixás e da cultura
tradicional iorubá no Brasil de no mundo.

Ajê, orixá da riqueza, traz a prosperidade e a vitória através do reconhecimento do


esforço e do trabalho do homem. Este valioso curso ensina os princípios de Ajê para
aplicação no dia a dia para conquistas profissionais e materiais, assim como elementos
práticos do culto a Ajê, incluindo rezas e cantigas em iorubá com tradução para o português,
que permitirão aos sacerdotes, devotos e estudiosos dos orixás incorporarem o axé de Ajê,
do progresso e a abundância material em suas vidas.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 6

AULA 1 - AJÊ, ORIXÁ DA RIQUEZA E DA PROSPERIDADE

Ajê é uma das divindades com a qual todos desejamos ter a melhor relação possível.
Afinal, trata-se do orixá da riqueza e da prosperidade. A devoção a Ajê nos possibilita a
conquista do progresso material através do reconhecimento por parte dos outros do nosso
trabalho e do nosso esforço.

A vida é composta de conquistas e derrotas. Todos nós lutamos para garantir e


manter nossas conquistas, assim como para neutralizar nossas derrotas. E quando falamos
sobre conquistas e derrotas chegamos ao assunto trabalho. Quando falamos sobre
prosperidade, dinheiro, progresso e riqueza, chegamos ao assunto trabalho. Ajê é o orixá que
transforma o trabalho em prosperidade.

Devemos ter em mente, entretanto, que o dinheiro sempre é o último a chegar.


Raramente recebe-se uma recompensa antes de trabalhar. Mas precisamos contar com a
sorte de sermos aceitos e reconhecidos no nosso trabalho, que evidentemente deve ser bem
executado, e sermos remunerados à altura da nossa dedicação e da nossa competência.

Ajê é uma divindade que faz parte da vida de todos nós e, curiosamente, na cultura
dos orixás, está além do conceito da religião: Ajê é uma filosofia, já que todos estão em
busca do progresso e da realização e, além da devoção, os princípios do culto a Ajê podem
ser aplicados por todos.

Para Ajê funcionar nas nossas vidas, não podemos nos esquecer de Ori, que é o
princípio que guia a predestinação de cada um de nós. Na cultura dos orixás, Ori se divide
em duas situações, como tudo na vida do ser humano. Temos Orí Bùrúkù, o mau destino,
uma vida azarada, uma vida cuja sorte não é constante e não é o suficiente para suprir tudo
o que a pessoa precisa. É possível trabalhar esse Ori para que sua sorte lhe seja mais
favorável com diversos recursos, inclusive Ajê, no que diz respeito às dificuldades que
limitam as conquistas e progresso material.

Por outro lado, temos o Orí rere, o tão sonhado bom destino, um destino de sucesso,
de progresso, de prosperidade, que também pode ser beneficiado pelo culto a Ajê.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 7

AULA 2 - O CAMINHO DA RIQUEZA

A possibilidade de progresso do ser humano é infinita. Todo ser humano tem um


potencial de desenvolvimento que muitas vezes nem ele mesmo conhece, mas que, ao
cultuar Ajê, passa a ter mais contato com essa sua capacidade de prosperar e de enriquecer.
Para isso, precisamos nos atentar a alguns princípios importantes da filosofia de Ajê, antes
de pensarmos no lado prático da devoção. Isso envolve nosso posicionamento no nosso
trabalho e com quem nos relacionamos no trabalho.

As pessoas costumam dizer para quando for buscar um trabalho, deve buscar algo
que goste de fazer. Para a filosofia de Ajê, esse é um pensamento equivocado, pois, para
enriquecer, deve-se gostar, em primeiro lugar, de trabalhar. Quando você se apaixona por
trabalhar, começa a desenvolver uma capacidade que a maioria das pessoas não tem de
transformar o seu trabalho em progresso. Todos que gostam de trabalhar vão prosperar.

Como já mencionei, o trabalho vem no começo e o dinheiro vem no final, é o último a


chegar. Mas entre o trabalho e o dinheiro estão as pessoas com as quais nos relacionamos
no trabalho. Todo trabalho é dirigido a alguém. Tudo o que fazemos precisa ser apreciado
por alguém. E nosso ganho vem das pessoas e da apreciação das pessoas, sejam elas
nossos contratantes, nossos clientes, nossos parceiros de trabalho. Para cultuar Ajê, sua
relação com o trabalho deve ser mais importante do que sua relação com o dinheiro, assim
como a sua relação com as pessoas com as quais interage no trabalho. É a qualidade
dessas duas relações que vai garantir a quantidade de dinheiro que você vai ganhar no final.

Outra questão: existem duas formas de se ter mais dinheiro: a primeira é poupar mais,
ou seja, gastar menos do que se ganha e a segunda, é trabalhar mais para ganhar mais.
Devemos ser amigos do nosso dinheiro, que é algo que a maioria das pessoas não sabe
fazer. Isso significa saber ganhar com responsabilidade e gastar com responsabilidade. Para
prosperar não basta ganhar muito, deve-se gastar menos, pois o que sobra é o que vai
construir a sua riqueza. Gastar com cuidado e responsabilidade, mas sem mesquinharia, é
um dos princípios de Ajê.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 8

AULA 3 - A HONESTIDADE COMO OFERENDA

A filosofia de Ajê é muito simples, mas na prática ela exige do ser humano uma outra
personalidade, mais neutra, mais estável, humanizada, mais respeitosa e mais constante.

Não dá para uma pessoa ir trabalhar de mau humor e querer enriquecer. E o bom
humor no trabalho também faz parte do conceito de “gostar de trabalhar” mencionado
acima. Infelizmente é comum ouvirmos as pessoas falarem: “eu quero ganhar muito
dinheiro” sem dizerem “eu quero trabalhar bastante”. Mas a relação do dinheiro com o
trabalho equivale à relação da água com a terra. Sem a terra a água não existe, e sem o
trabalho o dinheiro não existe. Portanto, cultuar Ajê significa cultuar o trabalho.

Por isso, seguindo essa filosofia, aprendemos a venerar nosso trabalho e a alimentar
nosso trabalho com bastante sorriso, com bastante alegria, com bastante respeito.

Se fizermos uma pesquisa sobre o comportamento humano, provavelmente


concluiremos que as pessoas recorrem muito mais à “esperteza” do que à “inteligência”. A
esperteza, entretanto, é uma atitude que leva a um ganho passageiro.

Portanto, se você quer cultuar Ajê, para que ela contribua para transformar o seu
trabalho em dinheiro, não deve pensar em usar a esperteza. Ser esperto equivale a jogar
com a sorte, com o progresso, com o dinheiro, e não se deve jogar com a sorte. Devemos
sempre recorrer à inteligência, que é o trabalho e a honestidade. Não se enriquece ou se
mantém a riqueza na vida só se aproveitando de pessoas e de situações.

Esse pensamento vai te levar a ter mais constância e estabilidade no que faz, o que
também vai auxiliar a trazer prosperidade para a sua vida. Como posso pensar em prosperar
se eu penso em enganar as pessoas? Uma das lições que aprendemos no culto a Ajê é que
todos podem parecer bobos, até que se mexa nos seus bolsos. Ao ter como prática enganar
as pessoas, elas vão embora, e cada um que vai embora da sua vida é uma porção da sua
riqueza que está indo embora.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 9
Ser honesto é um recurso mágico para fidelizar clientes e parceiros. Entre as
oferendas que devemos fazer para Ajê está a honestidade. Quando meu trabalho tem que
ser pago, quem vai pagar tem que se sentir confortável, tem que sentir que não foi
enganado, ou não voltará mais. Não se esqueça de que Ajê representa a capacidade de
acumular e, assim, devemos acumular também nossos clientes e parceiros.

AULA 4 - ÉTICA, UM RECURSO MÁGICO

Existem alguns princípios éticos na filosofia de Ajê que devem ser seguidos para a
conquista da riqueza: a já mencionada honestidade, assim como a ética e responsabilidade
também contribuem para o progresso do ser humano.

Você pode até pensar: “mas há quem faça coisas erradas e se dê bem”, mas essa
muitas vezes é uma justificativa que a humanidade encontrou para não aplaudir o que é
bom. O ser humano, em geral, tem dificuldade para aplaudir a excelência do outro.

Quando alguém se dá bem na vida, a maioria diz que se trata de um golpista, de um


ladrão, e não que aquela pessoa prosperou porque é trabalhadora, séria e confiável. Ou seja,
dificilmente ouviremos elogios sobre pessoas que prosperam, que ganham muito dinheiro.

Devemos ter em mente que a ética, assim como a honestidade, tem um poder
“mágico” de fidelizar as pessoas a nós. Há outra lição que devemos aprender: nós não
trabalhamos para nós - trabalhamos para os outros; quem nos paga são os outros, e, por
isso, nós estamos para servir os outros. Nos princípios da filosofia de Ajê, da riqueza, não
podemos nos esquecer de que os nossos parceiros são os reis e rainhas das nossas vidas.
As pessoas devem ser sempre o seu maior foco, e por esse motivo, a contribuição de um
comportamento ético com essas pessoas é um ingrediente indispensável para essa relação.

Cada vez que afasta uma pessoa, através de seu comportamento ou do desdém, está
afastando Ajê da sua vida, afastando o dinheiro, a riqueza. Como diz o ditado, “de grão em
grão a galinha enche o papo”. Ou seja, a riqueza vem por conta gotas, aos poucos, e o pouco
acumula e vira muito. Quanto melhor tratar as pessoas, mais rapidamente irá prosperar.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 10

AULA 5 - CONQUISTAS E PROTEÇÃO DAS CONQUISTAS

Tudo o que tem relação com a riqueza traz disputa. Mencionei que quando alguém
prospera, se diz que essa pessoa é desonesta. É raro ouvir elogios aos bem-sucedidos. Isso
se chama inveja. Mas Ajê também protege contra a inveja que leva a perdas financeiras
-lembrando que se deve, para isso, manter-se fiel a seus princípios, que incluem uma postura
ética e a realização de um trabalho eficiente.

Ajê não é apenas o orixá que transforma o trabalho em riqueza, ela também protege
as conquistas. Ajê é protetora dos vitoriosos, dos bem-sucedidos e de todos aqueles que
prosperam através de seu trabalho. Ajê atua, ainda, na vida dos esforçados. Quanto mais
esforçada a pessoa for, mais Ajê a abençoará com criatividade, que resulta em trabalho, que
resulta em prosperidade.

O progresso tem início, mas não tem fim. Na filosofia de Ajê dizemos que existe a
árvore da prosperidade, cujo crescimento é ilimitado. Ou seja, a capacidade do ser humano
enriquecer não tem limites. Mas há também a situação inversa, na qual as pessoas param
de crescer. Elas não conseguem manter a velocidade, o mesmo ritmo. Ajê tem a capacidade
de colocar mais velocidade nas nossas vidas e de nos fazer manter o ritmo para que o
nosso trabalho possa ser mais próspero.

Ajê também atua na proteção da nossa saúde para que tenhamos condições físicas
para podermos trabalhar bem. Isso se estende, ainda, à harmonia. Como mencionei no
início, trabalhar com bom humor, trabalhar com respeito, trabalhar com alegria, trabalhar
com bem-estar, isso também é saúde. Além do vigor físico, é preciso vigor emocional para
conseguir transformar todos os princípios de Ajê na vida. É para isso que cultuamos Ajê!

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 11

AULA 6 - ATITUDES ANTIPROGRESSISTAS

Sonhar, pensar na prosperidade, em ganhar, em vencer, não deve ser visto como
materialismo. O ser humano tem na sua genética o princípio da vitória e do sucesso e,
assim, não é certo dizer que uma pessoa que pensa em vencer é materialista. Se eu disser
que uma pessoa é materialista, estarei desprezando a riqueza, o dinheiro e o respeito pelo
trabalho dessa pessoa. Se nós dizemos que uma pessoa é materialista, equivale a afirmar
que não vale trabalhar. Se não vale trabalhar, não vale ganhar dinheiro, pois o que valida o
dinheiro é justamente o trabalho. Portanto, não podemos usar certos termos totalmente
equivocados e inadequados para nos referirmos ao progresso do ser humano.

Na mitologia sempre vemos o gosto dos orixás pela vitória, a luta para vencerem
disputas, para serem o número um, para serem o mais importante, o mais requisitado, o
mais bem-sucedido. Por quê? Porque tudo isso é o que faz o ser humano reconhecer a
necessidade do esforço e das ações. Se eu trabalho, eu mereço ganhar, se eu ganho, eu
mereço ter, se eu tenho, eu devo ter a responsabilidade de cuidar do que tenho. Então, não
podemos desprezar a sorte e a riqueza chamando alguém de materialista.

Muita gente fala “fulano só pensa em dinheiro”. É melhor pensar em dinheiro do que
pensar na preguiça. As pessoas adoram dizer “fulano só trabalha”, é melhor trabalhar do que
ficar com os braços cruzados. Por mais simples que seja a mente da pessoa, ninguém tem
orgulho da derrota: a vitória está na nossa genética. Sendo assim, não cabe depreciarmos a
questão da vitória e do sucesso. Portanto, dizer que a pessoa é materialista é antiprogresso.

Se você quer prosperar, se você quer progredir, precisa abolir essa palavra, da mesma
forma que se você quer ganhar bastante dinheiro tem que abolir a palavra cansaço. O
cansaço pode até ser físico, pode ser mental, mas ele não pode ser o cansaço do trabalho.
Estar cansado pelo excesso de esforço é aceitável porque o ser humano não é um motor
incansável. Ele pode se cansar fisicamente, o corpo pode não responder mais por excesso
de esforço, mas em relação às suas funções, o que você tem a fazer na sua vida, se você
cultua Ajê, não pode dizer que está cansado.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 12
Se você se cansa do trabalho, vai se cansar do progresso e, consequentemente, vai se
cansar do dinheiro. Portanto, existem alguns pensamentos que não contribuem para o
progresso do ser humano e que atrapalham suas conquistas. Se você quer ganhar dinheiro,
não reclame do seu trabalho e não se canse do seu trabalho.

AULA 7 - PACIÊNCIA, A MAIOR ALIADA DA RIQUEZA

Em algum momento da sua vida você já se perguntou: “o que eu posso fazer pra ficar
rico?” E sabe o que vem na cabeça da maioria das pessoas? Jogar na loteria.

Estatisticamente, a probabilidade de se ganhar na loteria é de 1 para 30 milhões, 1


para 50 milhões. Agora, fazer um trabalho bem feito, com todas as competências
necessárias, pode trazer um ganho diário. Como mencionei, o progresso é um processo
construtivo e evolutivo, ao contrário da loteria. O montante do dinheiro da loteria não é
construtivo nem evolutivo, ele vem de uma vez só. É isso que acaba limitando as chances da
maioria de ganhar. Agora, o trabalho é evolutivo, é cumulativo, é por isso que é muito mais
garantido ganhar dinheiro com trabalho do que com a loteria.

Para ganhar dinheiro com o trabalho é necessário desenvolver algumas virtudes


pessoais ou recorrer a essas virtudes que já estão dentro de você.

A primeira é a paciência. A paciência é uma das grandes virtudes, uma das virtudes
que transformam radicalmente a vida do ser humano. A paciência é um dos grandes aliados
da riqueza, do trabalho, da fortuna e do dinheiro. Mas não se deve confundir paciência com
passividade. Muitas vezes, o ser humano esquece que o seu progresso, a sua prosperidade,
estão relacionados ao tempo na sua vida. Se você não compreender isso, não consegue
repetir o seu esforço e é a repetição do esforço e das ações que garantem o sucesso e a
prosperidade do ser humano. A passividade é quando você cruza os braços, fica sem ação
ou posterga o que tem que fazer. O famoso “depois eu faço”, “amanhã eu começo”.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 13
É importante ressaltar que, entre as virtudes, a paciência aparece em primeiro lugar. É
necessário reconhecer quantas tentativas deve haver para conseguir concluir algo que está
fazendo. A maioria das pessoas é derrotada na vida porque não aceita tentar de novo. Se
você fizer algo e der errado, não desanime, tente de novo. Temos que cultivar a paciência
para não sermos vencidos pelo esforço e pelo trabalho.

AULA 8 - FERTILIDADE, MULTIPLICAÇÃO E LONGEVIDADE

A prosperidade tem uma relação muito próxima com a fertilidade. A fertilidade, na


tradição dos orixás, significa multiplicação e sua capacidade de fazer algo se multiplicar.

Quando uma pessoa quer abrir uma empresa, pensa em investir um determinado
valor nela. Enquanto faz esse investimento, já está fazendo as contas de quanto vai lucrar.
Isso se chama fertilidade. Ou seja, eu faço o “um” se transformar em milhões.

Ninguém trabalha para empatar ou para perder. Todos nós desejamos trabalhar para
lucrar, prosperar e com o desejo de multiplicar, se possível, infinitamente. E a energia que
rege isso é a energia da fertilidade, que faz parte também da devoção a Oxum. Quando se
cultua Oxum, que também tem relação com Ajê, isso potencializa a energia da fertilidade, a
possibilidade de multiplicação. Essa multiplicação não se limita à reprodução humana, mas
se expande para outras áreas da vida.

Assim, toda vez que você conversar com Ajê ou fizer oferenda a Ajê, peça para que
Ajê lhe torne uma pessoa fértil, transforme seu ambiente em terreno fértil, transforme seu
tempo em tempo fértil, transforme seu esforço e seu dinheiro em algo fértil. Ajê atua no
campo da fertilidade para multiplicar o que seu devoto já tem.

Na filosofia de Ajê a longevidade é fundamental. Existem pessoas que no passado


foram bem-sucedidas e hoje não são mais. E o que provocou a regressão material, a
decadência econômica, a derrota financeira de alguém que antes era próspero? Esses são
casos da ausência da longevidade.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 14
Tudo que nasce, morre. Tudo que começa, acaba. Mas temos que evitar algumas
mortes nas nossas vidas, entre elas, das nossas conquistas, vitórias, riqueza e do dinheiro.
Quando se fala de longevidade, Ajê ajuda a acompanhar a realidade do seu tempo e a
evolução da realidade do seu mercado de trabalho, para que toda vez que houver
necessidade de mudança, que você seja capaz de perceber e de tomar a decisão de fazer
essa mudança no momento oportuno.

Por isso, sempre que for reverenciar Ajê, peça longevidade para o seu trabalho, para
que seu trabalho nunca acabe e para que o seu trabalho se multiplique. Peça também para
que haja longevidade para suas relações comerciais e profissionais, para suas conquistas e
para os seus ganhos. A longevidade é um dos conceitos fundamentais da filosofia de Ajê e
não pode ser esquecido durante a devoção a ela.

AULA 9 - GENEROSIDADE, CORAGEM E JUSTIÇA

A maioria das pessoas não prospera porque, no fundo, elas querem colher sem
plantar. Generosidade no culto a Ajê significa sua capacidade de plantar para poder ter o que
colher. Isso vale para o investimento no conhecimento, nos negócios - o que eventualmente
pode envolver um risco calculado - e até mesmo um comportamento generoso com outros.

Para avançar nessa questão, tenho uma pergunta: o que pretendo colher? O que
quero colher é o que determina o que vou plantar. O que quero ganhar é o que vai determinar
o que vou investir. Não podemos deixar de ser generosos em relação aos nossos
investimentos, seja no sentido financeiro, seja no sentido emocional, seja no sentido do
esforço físico. Quem fizer economia no esforço vai ter economia nos ganhos e nos lucros.
Quanto mais esforço você fizer, mais ganho você terá.

O investimento está ligado à coragem. Quem não for corajoso não investe, seja o
dinheiro, seja o seu esforço emocional ou físico. Para a nossa esperança não pode haver o
medo. O medo é uma energia que sabota o progresso e a riqueza e aborta qualquer coisa
boa que possamos ter na vida. Sei que é muito difícil não sentir medo, ainda mais quando a

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 15
questão envolve investimentos de grandes proporções, mas jamais uma pessoa pode se
deixar vencer pelo medo. Ajê auxilia a combater os medos relacionados ao trabalho, aos
projetos, aos sonhos de conquistas e contribui com a questão dos investimentos pois
aumenta o nosso senso de responsabilidade.

A esperança é um outro assunto de extrema importância para nós. Aquele que faz,
sonha com resultados. Minha esperança contribui para que eu vença a minha insegurança.

Entre os homens, uma palavra também é muito frequente: justiça. Devo ressaltar que
o entendimento da justiça é algo relativo, pois há momentos em que algo que eu acho justo,
outra pessoa pode achar injusto e vice-versa. Mas todos sabem que dependemos dos outros
para ganhar dinheiro. Quando se fala de justiça no culto de Ajê significa que devo pensar e
agir de uma forma justa e adequada à realidade do meu trabalho.

Você sabe o que é justo no seu trabalho? Como é que se faz um trabalho justo? Isso é
algo que a maioria das pessoas não sabe. É importante aprender sobre as regras do seu
trabalho e de suas atividades profissionais e também comerciais. Lembre-se de que essa
justiça é o que vai nos favorecer a fazer as coisas de forma mais certa. E quanto mais certo
fazemos as coisas, melhores resultados vamos colher. Portanto, nós também pedimos a Ajê
que nos abençoe com o senso de justiça.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 16

AULA 10 - AJÉ SẠ́ LÚGÀ: O PARAÍSO DA RIQUEZA

Na cultura dos orixás, quando queremos desejar boa sorte para alguém nos negócios,
dizemos: “Ajê para você!”. Em iorubá dizemos: Ajẹ́ fún ẹ, ou seja, sorte infinita para você no
seu trabalho, para o seu progresso e com seu dinheiro.

Eu não sei quantas vezes já falei a palavra riqueza, mas não vou parar de falar, afinal,
é o objetivo de quem está fazendo este estudo, embora isso não seja algo quantificável.
Como não tem como quantificar a riqueza, não podemos parar de pronunciar essa palavra.

Nós entendemos que Ajê, a riqueza, tem uma moradia, está em algum lugar. Ajê é a
dona da morada da riqueza. Ajé Nạ́lúgà quer dizer: Ajê, a Senhora da Morada do Dinheiro, a
Senhora do Paraíso da Riqueza. Ajê é a protetora desse paraíso. E qualquer pessoa que
trabalha está buscando uma passagem para esse paraíso.

Nós cultuamos Ajê para pavimentar o caminho que leva a esse paraíso. Qualquer
trabalhador tem um destino: quer chegar ao paraíso da riqueza, por isso nós chamamos Ajê
de Ajé ñálúgà, aquela que nos ajuda a traçar, a reconhecer os caminhos que levam ao
paraíso da riqueza, ou seja, a segurança da riqueza, a segurança da vitória, a segurança do
dinheiro, a segurança do sucesso e a segurança do bem-estar material que sucede o
esforço, o trabalho e as ações do ser humano.

Ajê é o orixá capaz de nos dar a possibilidade de otimizarmos o nosso tempo e


também as nossas ações para que, assim, o que tivermos que conquistar em um ano não
leve dois, três, quatro ou cinco anos.

Ao cultuar Ajê você consegue otimizar o seu tempo, você consegue otimizar o
caminho que vai te levar até a riqueza, o caminho que vai te levar até esse paraíso. Ou seja,
cultuar Ajé Nạ́lúgà significa saber quando e como chegar ao seu destino profissional.
Lembrando que isso não exime a pessoa de trabalhar nem de fazer um trabalho bem feito.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 17

AULA 11 - AJÉ ÒGÚGÚLÚṢỌ̀ : A TRANQUILIDADE DA PROSPERIDADE

Quando uma pessoa vai gastar seu dinheiro, espera receber algo em troca. Quem
quer ganhar dinheiro deve ter algo para oferecer. Mas é importante também não esquecer de
inovar e se renovar. A sabedoria, que inclui o preparo e o conhecimento, é o único caminho
para isso. Ao cultuar Ajê precisamos pedir a ela sabedoria - para sabermos quais novidades
devemos introduzir em nosso trabalho, como fazer nosso trabalho, o que fazer com o tempo,
como lidar com as parcerias e como gerenciar as conquistas.

Assim, a sabedoria também é um algo que não podem ser esquecidos na hora de nos
dirigirmos a essa mãe que também chamamos de Ajé Ògúgúlúṣọ̀, “a dona da morada da paz
e da tranquilidade da riqueza do dinheiro”.

A harmonia também é um assunto de extrema importância na filosofia da Ajê.


Quando se pensa na harmonia, se pensa na paz, tranquilidade, equilíbrio e no bem-estar.

Na filosofia de Ajê, em uma de suas narrativas míticas, Ajê afirma que é a deusa da
riqueza, é a deusa que transforma o trabalho em dinheiro, mas que ela só sobrevive onde há
harmonia. Ou seja, briga, discussão, são incompatíveis com a devoção a Ajê.

Você que quer enriquecer com seu trabalho, você que quer cultuar Ajê para multiplicar
o seu trabalho, para ter mais oferta de trabalho, de negócios e ter mais dinheiro na sua
conta, não se esqueça de que deve ser também devoto da harmonia.

Harmonia é algo que vamos pedir também para a grande mãe Ajê, para que ela nos
abençoe com essa capacidade de sermos promotores de harmonia, promotores do
bem-estar, promotores da paz, da conciliação, da reconciliação, da tolerância e da aceitação.

Portanto, esses princípios, que integram os princípios da riqueza, da fortuna, do


dinheiro, fazem parte do culto a Ajê, que nos oferece esse axé para que possamos
conquistar o tão sonhado progresso.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 18

AULA 12 - O PENSAMENTO DA RIQUEZA

Ajê é também um orixá protetor. Todos necessitam de proteção e proteção começa


pela sua capacidade de se precaver e de se defender.

Nada na vida transcorre de forma linear: ela é feita de altos e de baixos, de ciclos
favoráveis e desfavoráveis, de momentos bons, de momentos difíceis, de momentos mais
ou menos e momentos de extrema complexidade e situações árduas. Essas circunstâncias
estão no ar, estão presentes nas nossas vidas. Ajê ajuda a manter as oscilações mais
estáveis para que não haja tanta disparidade entre o bom e o ruim, entre uma fase próspera
e uma fase não tão próspera.

A riqueza é um assunto muito amplo. Para chegar à riqueza material, é necessário


passar pela riqueza emocional, pela riqueza mental, pela riqueza espiritual. É a mente que dá
subsídios para que uma pessoa prospere. É a “riqueza emocional” que pode oferecer a
estabilidade necessária para que se prospere. Quanto mais equilibrada uma pessoa for,
maior será sua chance de enriquecer.

Poucas pessoas têm a qualidade de perseverar e de fincar a raiz. A filosofia de Ajê


afirma que o ser humano não pode se “transplantar” a todo momento: ele deve fincar raiz,
por mais difícil ou desafiador que isso seja. Qualquer separação significa divisão e se
pudermos somar em vez de dividir será melhor. A questão da longevidade, já mencionada
anteriormente, deve entrar em qualquer parceria: é antiprogresso mudar de parceria ou de
emprego a cada momento.

E como proceder para fazer essa soma? Basta seguir alguns princípios básicos, já
mencionados: paciência, tolerância, respeito, equilíbrio, bom-senso, bom humor,
honestidade, generosidade. Seguir esses princípios pode garantir a sobrevivência de uma
parceria e auxiliar a fincar raízes.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 19

AULA 13 - ATRAÇÃO, PREVENÇÃO E CURA NA PROSPERIDADE

Ajê exerce grande influência sobre a energia atrativa. Todo ser humano deseja ser
apreciado. Isso vale para os negócios, para o trabalho, para o dinheiro. A energia atrativa tem
uma importância inestimável nas nossas vidas.

E o que é a energia atrativa? A energia atrativa trata-se do seu magnetismo, que se


estiver em plena capacidade tem força para atrair tudo de bom que precisamos ou
queremos. O culto a Ajê aumenta a energia atrativa de seu devoto.

Ajê também trabalha com a energia preventiva. Tudo de bom na vida tem um lado
vulnerável. A prevenção é o melhor remédio para qualquer situação. Ajê oferece o senso
preventivo para que se esteja sempre preparado para não ser surpreendido por situações
negativas no seu trabalho.

Na filosofia dos orixás há ditado que diz: ‘’diante de uma mente preparada, jamais
haverá surpresas”. Ajê ajuda a deixar a mente de seu devoto preparada e, portanto, também
atua na prevenção. Ajê trabalha, ainda, com a energia curativa da prosperidade, ou seja,
ajuda a curar o azar, a preguiça, a melancolia, o desinteresse, entre outros fatores que
podem comprometer o sucesso profissional e comercial de uma pessoa.

Ao se dirigir a Ajê, peça para que ela te abençoe para que você consiga afastar dos
seus caminhos qualquer força adversa que possa lhe atrapalhar. E peça também que Ajê te
dê a sabedoria para que saiba lidar com as adversidades que existem nas relações humanas
e que atrapalham, e muito, o progresso do ser humano. No culto de Ajê devemos sempre ter
em mente a presença da energia atrativa, preventiva e curativa para a prosperidade e
progresso nas nossas vidas.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 20

AULA 14 - SONHOS E ASPIRAÇÕES

Falar em bom senso é fácil, mas os atos de bom senso, que têm relação com o que é
justo, estão distantes da vida da maioria das pessoas. O bom senso está dentro de você,
mas precisa ser acessível. Se você deseja prosperar, peça que Ajê te abençoe com bom
senso, para saber como proceder. Quando uma pessoa é dotada de bom senso é capaz de
realizar qualquer tarefa pois, se não souber fazer algo, terá a sabedoria de recorrer a quem
saiba fazer, afinal, devemos lembrar de que não vamos saber fazer tudo na vida.

O bom humor também é algo fundamental para o progresso. As pessoas, na sua


maioria, não entendem que o bom humor é uma isca: serve como um perfume. Quando uma
pessoa é bem-humorada consegue ficar estampada na memória das outras - o bom humor
também impulsiona o progresso. Ajê também ajuda o ser humano a recuperar o seu bom
humor e a ter controle sobre seu mau humor. Uma pessoa mal-humorada não consegue
relaxar, não consegue ter tranquilidade, não consegue fidelizar os seus parceiros, não
consegue fazer seus parceiros terem grandes desejos de fazer parceria com ela. Portanto, o
bom humor é uma das riquezas que não podem faltar na vida de uma pessoa que deseja
riqueza financeira e vitória no trabalho. Ao se dirigir a Ajê peça para que Ajê te abençoe com
bom humor. Ter mau humor significa desperdiçar a sorte, brigar com a sorte, rejeitar a sorte.

Já mencionei as aspirações humanas e o quanto as pessoas gostam de depreciar


uma pessoa próspera, em geral chamando-a de ambiciosa e materialista. É importante
entender que as aspirações humanas são naturais e até vitais para o progresso. Quem não
tem aspirações, desejos, sonhos, não consegue construir nada na vida. Para o progresso do
ser humano há dois pontos fundamentais: a imaginação e o sonho. Tudo o que vamos fazer
e construir passa primeiro pela nossa imaginação e pelos nossos sonhos.

Observe que a imaginação e os sonhos são vizinhos e que qualquer um pode ter
acesso a ambos, mas Ajê exerce também uma influência para transformá-los em realidade.
Tudo que vou construir na vida depende do resultado dos meus esforços; devemos entender
quanto as aspirações e sonhos são saudáveis e necessários para estimular o progresso.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 21

AULA 15 - RELAÇÕES PROFISSIONAIS E O JOGO SOCIAL

A questão da amizade para a filosofia de Ajê é um ponto delicado. As escolhas do ser


humano nem sempre são perfeitas. Mesmo com as imperfeições nas escolhas das relações,
nós precisamos aprender o que a filosofia de Ajê diz sobre isso: você deve saber qual é o
limite dos seus parceiros. Quais são os limites das pessoas com as quais você se relaciona?
Até que ponto essas pessoas podem ir? Você sabe? Provavelmente não sabe e nunca deve
ter se preocupado com isso. Mas a questão dos limites é algo de que nunca podemos
esquecer. Cultuar Ajê significa saber o jogo social, saber como se faz esse jogo, como se
equilibra, como se procura o ponto de harmonia entre as coisas. E essa questão das
relações e das amizades é importante.

Qualquer pessoa com a qual se relaciona no seu trabalho, desde o seu colega de
trabalho até o seu concorrente, devem ser consideradas amizades comerciais. Não adianta
dizer que você não gosta do seu concorrente. Você tem que gostar do seu concorrente
porque o seu concorrente ajuda a divulgar os negócios, ele ajuda a fazer com que o negócio
de vocês seja mais conhecido.

Ao invés de se incomodar com seus concorrentes, que tal aprender a fazer melhor do
que eles? Que tal aprender a cultuar Ajê para que a sua sorte seja maior do que a deles? Que
tal aprender com Ajê que a sua capacidade de fazer bem feito deve ser melhor do que dos
outros? Quem tem que ter receio da concorrência é aquele que é incompetente.

Sempre vai surgir alguém melhor e alguém pior que a gente. Por isso, nós não
podemos nos incomodar com adversários, com concorrentes. Temos que fazer da nossa
concorrência, das nossas limitações, incentivos para melhorarmos e também para
superarmos nossas próprias expectativas.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 22

AULA 16 - AJÊ E OS OUTROS ORIXÁS

Ajê, orixá da prosperidade, da riqueza e que transforma o trabalho e o esforço


humano em dinheiro, é cultuado pelos homens e, na mitologia, também pelos outros orixás.

Ogum é o orixá do trabalho, da divisão do trabalho, da produtividade, da tecnologia.


Através da devoção a Ogum conseguimos otimizar nossa força de trabalho para realizar
nossas tarefas. Na mitologia, Ogum teve que cultuar Ajê para aprender a lidar com as
pessoas, pois o progresso é constituído um tripé: o trabalho, o homem e o dinheiro.

Oxum, orixá do amor, da afetividade, da doçura, e que também tem relação com a
multiplicação e com a fertilidade, também precisou cultuar Ajê para conseguir aproveitar
melhor as riquezas que estão nas relações humanas.

Iemanjá, uma grande divindade, capaz de abençoar sem pedir nada em troca. Pode
ser considerada uma grande parceira de Ajê. Quando cultuamos Ajê e conseguimos agregar
o conhecimento de Iemanjá ao de Ajê e isso potencializa nossos resultados.

Olocum e Olossá também estão relacionados diretamente a Ajê. Assim como


Iemanjá, divindades que têm como símbolo o mar e as conchas, Olocum e Olossá não
podem ficar de fora de um estudo sobre Ajê para que seja possível aproveitar toda sua
sabedoria e potencial. Principalmente quando se fala do esforço e do seu reconhecimento,
Ajê trabalha também com o axé de Olocum, que tem conhecimento dos segredos das
profundezas do mar, e de Olossá, que tem domínio dos segredos das águas salobras.
Pedimos a esses orixás que vejam nossos esforços e tragam reconhecimento a eles,

O ser humano é movido a resultados. Tudo o que fazemos, esperamos o


reconhecimento, e esse reconhecimento pode ser abençoado através do axé dessas três
divindades. Portanto, ao invocarmos Olocum, Olossá, Iemanjá junto com Ajê, estaremos
canalizando todos os nossos esforços na mesma direção, e isso nos ajudará a aproveitar
melhor as bênçãos que Ajê trará para as nossas vidas.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 23

AULA 17 - AJÊ, IFÁ E O DESTINO

A filosofia de Ajê inclui um assunto muito importante: Ifá, que é o orixá da sabedoria,
que faz com que as respostas adequadas possam ser dadas às perguntas.

As perguntas são de extrema importância, mas quem vai responder às perguntas é


ainda mais importante do que a sua própria pergunta. Para isso temos Ifá, para que as
nossas perguntas possam ser respondidas à altura ou até trazer mais informações do que
pensamos inicialmente, pois as respostas são informações para guiar e dar rumo às nossas
indagações para que possamos superar o medo, a insegurança, as dificuldades.

Sempre que falamos de trabalho, negócios, investimentos, empreendimento,


comércio, dinheiro e negociações, temos inúmeras dúvidas, desde com relação à integridade
dos nossos parceiros até às nossas próprias inseguranças.

Ajê orienta a consultar Ifá para ver se aquilo que se pretende fazer está na hora certa,
no lugar certo, com pessoas certas. Devemos nos lembrar de que nem sempre nossas
intuições serão o suficiente para essas decisões.

Considerando isso, vamos estudar um pouco sobre os odus. É comum as pessoas


dizerem que um odu não é bom. Não existe odu bom ou odu ruim: o que existem são
situações boas ou ruins que estão na vida do consulente e que são reveladas pelos odus.
Para esse estudo, o odu que mais nos interessa é o odu Eji-Ogbe, que no jogo de búzios é o
odu número 8. Esse é um odu de extrema importância para a existência do ser humano, um
odu que influencia a vida de todos nós. Isso porque ele tem relação com a predestinação do
Ori do ser humano e com a dinâmica de Ajê.

A prosperidade, a riqueza, o dinheiro também fazem parte da vida de todos nós. O


odu Eji-Ogbe responde para Ajê e significa sorte, progresso, riqueza, dinheiro e vitória.
Portanto, mais uma vez estamos vendo o quanto tudo que está relacionado à existência do
ser humano tem relação com Ajê.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 24
Podemos atrair a benção e a proteção de Ajê ao usarmos a marcação do odu Eji-Ogbe
com iyerosun. Esse odu, ao ser grafado, ao ser recitado, nos traz trabalho, progresso,
prosperidade. Você pode fazer essa marcação na sua casa ou ambiente de trabalho. Ao
fazer a marcação do odu Eji-Ogbe, pode recitar a reza indicada neste material. Depois,
misture esse pó em um banho e tome esse banho. Você pode também jogar esse pó em seu
ambiente de trabalho para atrair sorte ou colocá-lo como uma energia atrativa de Ajê em
qualquer ambiente para, além de atrair o trabalho e o dinheiro, trazer também harmonia para
o ambiente em que as pessoas trabalham.

AULA 18 - O PACTO COM A RIQUEZA

Ajê é uma divindade com a qual nós também fazemos pacto: o pacto da riqueza. Esse
pacto é um ato simples, mas que também exige de nós responsabilidade. Podemos fazer
com Ajê um pacto para prosperarmos, vencermos e enriquecermos e você pode fazer esse
pacto porque é um pacto positivo. Para isso, você pode ter um assentamento de Ajê.

Lembra que mencionei a questão da generosidade, que nos ajuda a prosperar? Essa
mesma generosidade aparece na questão do pacto. Para ganhar dinheiro você até pode
trabalhar sozinho, mas não dá para gastar o dinheiro sozinho, sempre haverá alguém para
compartilhar com você suas conquistas. Então, para o pacto com Ajê, você pode deduzir
uma porcentagem mínima do seu ganho e oferecer como ajuda para as pessoas que não
têm. Esse é um ato que ajuda a dinamizar a sorte do ser humano.

Vamos supor que você ganhe mil; para quem tem mil, tirar dez ou cinco desse mil é
quase imperceptível. Então você pode fazer um pacto da riqueza dizendo: todo mês, vai tirar
cinco dos mil que vai ganhar. Esse pacto de você doar ao necessitado uma fração dos seus
ganhos vai reverter em mais sorte para você.

O pacto com Ajê significa pedir para Ajê para você trabalhar e ganhar mais, porque
você tem muito o que fazer pelos outros. Esse pacto com Ajê deve ser feito porque, ao dar

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 25
uma fração mínima dos seus ganhos para alguém, você estará também equilibrando as
energias que estão em volta do seu dinheiro e dos seus ganhos.

De que forma nós celebramos esse pacto? De uma forma muito simples: se você tiver
assentamento de Ajê, fale na frente dele: “Minha grande mãe Ajê, vim celebrar o pacto da
riqueza com a senhora, o pacto do trabalho, o pacto do sucesso, da vitória. E, para isso,
oferto, ofereço, uma porcentagem “x” (ou um valor “x”), do meu ganho para os outros”.

Você não precisa necessariamente falar o número “x”. Se você ganha mil, você pode
dar 1 real todo mês. Tudo bem, não tem problema nenhum. Não precisa dar 900, não precisa
dar metade. Ou seja, esse pacto está ao alcance de todos e o resultado desse pacto é
imensurável comparado com aquilo que nós estamos oferecendo. O valor que você doa não
é o que vai determinar a recompensa nesse pacto, mas a constância, a frequência, com a
qual você vai fazer essas doações que vai determinar a sua recompensa.

Isso não significa que você deve parar no farol e começar a dar dinheiro para as
pessoas. No pacto com Ajê temos que tomar muito cuidado quando nós vamos dar esse
dinheiro para alguém. Você deve dar esse dinheiro para aquele que de fato precisa, para
aquele que necessita, para que ele que está sem condições de trabalhar e,
consequentemente, sem condições de ganhar.

As pessoas confundem muito a questão da caridade. A caridade só tem valor


espiritual quando é ofertada a pessoas com limitações, com incapacidades de ganhar e de
conquistar. Portanto, o seu pacto com a Ajê é para que você ajude as pessoas que não estão
em condições de trabalhar, pessoas com limitações físicas, pessoas idosas que não têm
familiares que cuidem delas, crianças abandonadas, instituições que cuidam de pessoas
enfermas, realmente uma circunstância na qual você vê que aquelas pessoas ou aquela
pessoa não tem força para fazer absolutamente nada.

Portanto, você pode se dirigir a Ajê e celebrar esse pacto. Só não se esqueça que
esse pacto deve ser cumprido. Você não pode se esquecer de que este pacto significa que
você vai se responsabilizar por ajudar pessoas necessitadas, e para você fazer isso não
precisa se sacrificar. Ou seja, você vai se comprometer diante de Ajê a fazer o que estiver ao
seu alcance, desde que isso não prejudique o seu bolso. Dessa forma, repito, você não
precisa estipular o valor ou a porcentagem que você vai dar para Ajê. Por quê? Porque você
não poderá voltar atrás. E isso deve ser observado.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 26

AULA 19 - SAÚDE FINANCEIRA

Ajê é um orixá que protege a nossa saúde financeira. A devoção a Ajê é justamente
para termos uma boa saúde financeira. Como mencionei, o dinheiro não pode ser
desprezado. Não podemos gastar nosso dinheiro de qualquer jeito, pois isso significa
desprezar o dinheiro, maltratar o dinheiro.

Através do axé de Ajê você consegue proteger melhor o seu dinheiro. Muitas vezes
quando vamos receber o dinheiro, o pagador pode pagar com raiva, com pena de fazer o
pagamento, e esse dinheiro chega com praga para nós. Ajê é a divindade incumbida por
trazer axé para limpar toda essa energia negativa que vem com o dinheiro que recebemos.

Muitas vezes também o dinheiro que ganhamos pode acabar tendo um desvio. O que
seria isso? Você tem na sua reserva e, de repente, bate o carro e tem que tirar da reserva
para consertar. Ou algo quebra na sua casa de uma forma inesperada e você é obrigado a
tirar parte do dinheiro da sua reserva. Ou seja, alguma ocorrência inexplicável, inesperada,
acontece e te obriga a tirar da sua reserva. Ajê também protege contra esse tipo de
ocorrências desagradáveis, inesperadas, que levam à diminuição da reserva financeira.

Se formos medir o poder, a força, o dinamismo de alguns elementos na vida, o


dinheiro é um dos mais poderosos nas relações entre as pessoas. Lamentavelmente vemos
que o ser humano destrói o próximo por interesses pessoais, pelo dinheiro, pela ambição.
Dinheiro é considerado um símbolo de muita força, de muito poder. Como o dinheiro tem
muita força e muito poder, ele deve ser cuidado, zelado, o que nem sempre acontece.

Aprender sobre Ajê significa aprender a proteger e usar essa força, esse poder do
dinheiro de uma forma construtiva e de uma forma somatória. Por isso, nunca use o termo
“pouco dinheiro”, não existe pouco dinheiro. Do um para frente já é muito. Até para se pegar
centavos tem que fazer esforço para agachar na rua. Para ganhar dinheiro temos que fazer
esforço. Ele tem poder atrativo e altamente sedutor e, por conta disso, não aceita ser
desprezado. Lembre-se que desprezar ou destratar as pessoas e o seu trabalho também é
desprezar o dinheiro.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 27
Ajê nos dá essa benção para que você tenha sempre na sua mente essa fórmula de
sensatez de como lidar com as relações e situações do seu trabalho. Nessa dinâmica do
dinheiro, fica, ainda, mais uma lição de Ajê: o silêncio é um grande aliado do dinheiro, o
silêncio é um grande aliado do progresso e o silêncio é o grande aliado da vitória.

AULA 20 - AMBIENTE PARA O PROGRESSO

O nosso ambiente influencia muito a nossa sorte. O dinheiro também está no


ambiente, tanto no profissional como no doméstico. Algumas ações simples da filosofia de
Ajê podem ser aplicadas para mudar as energias para torná-las favoráveis à atratividade.

O primeiro hábito para aumentar a energia da atratividade é ter paz e tranquilidade no


ambiente, como já vimos. Ninguém ganha dinheiro estando aborrecido porque isso
sequestra suas criatividades. Além das questões emocionais e pessoais, há também a
questão física do ambiente.

A cor que você pinta seu ambiente também influencia a sua sorte. Em princípio,
qualquer cor que te faça sentir bem pode trazer sorte, desde que não seja uma quizila para
você. Mas existem cores consideradas favoráveis para atrair a sorte, como o branco, o
amarelo, o marfim e o verde. Não pinte o seu ambiente de uma forma aleatória. Da mesma
forma que uma pessoa procura por sua sorte, a sorte também está à sua procura e devemos
facilitar para que ela nos encontre. E um dos fatores para essa localização se dá também
pela aparência do seu ambiente, assim como da sua própria aparência.

Outro ponto fundamental é que as energias do ambiente devem ser movimentadas.


De tempos em tempos mova os móveis, mesmo que de uma forma milimétrica. O
importante é o gesto para que as energias acumuladas naquele ponto possam se deslocar,
pois a estagnação pode comprometer demais a sorte, paralisar a frequência na qual as
coisas acontecem. Tire a poeira do seu ambiente em um ato que chamamos de "higiene
espiritual”, não de higiene física, que também é importante, mas que você provavelmente já
tem quem te ajude nisso.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 28
Existem algumas folhas que ajudam nisso. Uma delas é o mariwô, que atrai sorte,
ação e dinamiza a energia. Você pode usar essa folha para espanar essas “poeiras
energéticas” e a energia estagnada. Você também pode usar a folha Dracena, que tem
influência para tirar energias desfavoráveis acumuladas no local e para colocar velocidade
no seu trabalho e trazer mais sorte.

A folha-da-fortuna podemos macerar na água e pulverizar no ambiente para trazer


sorte e para não nos cansarmos das dificuldades do trabalho. Essa é uma folha considerada
muito forte e com poderes tranquilizantes, lembrando que se eu conseguir me tranquilizar
diante das minhas angústias, das pressões econômicas e profissionais, consigo criar mais
soluções para as minhas dificuldades.

Essas ações certamente irão ajudar para atrair sorte e prosperidade, pois isso tudo
faz parte da filosofia de Ajê.

AULA 21 - RECURSOS PARA ATRAIR O AXÉ DE AJÊ

Além das plantas que acabei de citar, existem alguns elementos relacionados a Ajê
que também podemos deixar no ambiente para atrair sorte.

O mel simboliza a doçura e serve tanto para deixar o ambiente mais agradável como
para atrair mais sorte. E por falar em mel, sabia que as formigas são transmissoras da
sorte? Ao colocar o mel é possível que atraia formigas. Mas esse é considerado um sinal
positivo pois, energeticamente, as formigas contêm a capacidade de organização, e quando
o mel que está no seu ambiente e traz essas formigas, traz com elas a energia da
organização, que também contribui para a prosperidade.

O coco seco significa a resistência. Significa transitar, superar as barreiras da vida.


Todos precisam vencer seus obstáculos. A água de coco tem uma energia capaz de nos
fazer superar essas dificuldades. Por isso é muito eficiente para a resistência e para o
equilíbrio lavar a cabeça com água de coco.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 29
A canjica, que vem do milho, significa a multiplicação e, por isso, tem a energia para
prosperidade. Se você pegar um único grão de milho e plantar verá que trilhões de grãos de
milho poderão derivar dele. Quando você toma um banho de água canjica cozida, está
impregnando sua vida com essa energia que o milho tem de se multiplicar infinitamente.

Existem algumas plantas que quando misturadas e acrescidas desses elementos


citados, assim como do caldo de cana-de-açúcar, ajudam o ser humano a polir a sua
“aparência energética” e, consequentemente, a aumentar o seu poder atrativo para que o
trabalho, para a sorte, para o progresso, para o dinheiro. Ao final deste material apresentarei
algumas receitas de banhos para essa finalidade.

Você poderá tomar esses banhos de vez em quando ou estipular uma determinada
regularidade, assim como prepará-los para outras pessoas. Peço atenção à questão de lavar
a cabeça. Na tradição dos orixás puramente africana não se deve tomar um banho para a
atratividade sem lavar a cabeça, pois é justamente na sua cabeça, no seu Ori, que está
centralizado o poder da sua sorte, da sua riqueza, da sua vitória, da sua criatividade. Na
maioria das vezes as ações do homem não estão sincronizadas com seus sonhos e com
suas ações. Se os sonhos e ações estiverem desencontrados não consigo ter resultados, e o
que mais influencia isso é justamente o nosso Ori.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 30

AULA 22 - QUESTÕES PRÁTICAS DO CULTO A AJÊ

Para aproveitamento pleno do axé de Ajê, além do que já vimos, precisamos entrar em
questões práticas, que incluem assentamento, rezas, cantigas e oferendas.

Com relação às oferendas, quando se tratar de comidas, você mesmo pode e deve
prepará-las para Ajê. Isso pode ser feito de tempos em tempos, quando achar necessário, ou
como um compromisso estabelecido semanal, mensal ou trimestral. O melhor dia para fazer
essas oferendas é às segundas-feiras, que é o dia de Ajê.

Toda segunda-feira é considerada o dia da sorte, o dia do progresso, o dia em que


existe mais influência para a prosperidade e para o progresso. Por isso, sempre que possível,
faça suas oferendas às segundas-feiras para poder se sincronizar melhor com a energia de
Ajê. Mas se não puder ser às segundas-feiras não há problema. O mais importante aqui é a
sua assiduidade com o compromisso estabelecido.

As comidas oferecidas a Ajê são todas as brancas, já que Ajê é considerada um orixá
funfun. As comidas de Ajê não podem, em hipótese alguma, ser temperadas com sal nem
dendê, pois esses elementos são incompatíveis com a energia de Ajê. A energia de Ajê é
neutra e, por isso, sua comida pode ser temperada apenas com mel e ou banha de Ori. A
base da comida de Ajê é o milho de canjica branca, o inhame e o abará branco.

O abará branco é um preparado à base de massa de feijão descascado, batido no


liquidificador ou à mão até ficar uma massa homogênea, embrulhado na folha de bananeira
e cozido no vapor. Após o cozimento, esse abará branco, preparado sem qualquer tempero, é
esfarelado e temperado com mel para ser oferecido a Ajê.

Oferecemos a Ajê, também, inhame pilado ou amassado. Para prepará-lo, descasque


o inhame e leve ao fogo. Depois de cozido, deve-se pilá-lo ou amassá-lo e, então, fazer
algumas bolinhas, não importando o seu tamanho, para oferecer a Ajê.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 31
Pode-se oferecer a Ajê o inhame cozido, descascado e esfarelado, ou canjica branca
cozida ou acaçá. Acaçá é um tipo de polenta branca feita com farinha de milho branco
cozido até chegar no ponto de polenta. Após pronto é envolto em folha de bananeira em
formato de pirâmide ou cortado em quadrados após ser colocado em forma para esfriar.

O número sagrado para oferendas a Ajê varia de 8, 10 e 16, mas pode-se oferecer
mais também. Se você quiser trabalhar com o número mágico simbólico, use o número 8,
que corresponde ao número do odu de Ajê, que é o Eji-Ogbe. Ou seja, você pode oferecer
uma porção de 8 bolinhas de inhame, ou 8 acaçás, ou 8 obis e 8 orobôs.

Pode-se preparar outra comida chamada olongbo, que é acaçá dissolvido em água e,
para Ajê, pode ser temperado com mel. Pegue um acaçá, cerca de 50 gramas, e dissolva em
200 ml de água. Depois disso, acrescente duas colheres de sopa de mel e misture. Você
pode levar isso a frente de Ajê e tirar um pouco, colocar em outro recipiente, acrescentar
água e beber. Ao beber esse olongbo, você se revitalizará com os axés de Ajê e absorvê-los.
Esse alimento é também um grande tranquilizante, um grande calmante espiritual.

Todos esses alimentos podem ser temperados com mel e com banha de ori, que
pode, ainda, ser oferecida pura como uma bolinha colocada diretamente dentro de uma
concha no assentamento. Essa bolinha de banha de ori pode, depois de oferecida, ser
retirada da concha e passada pelo corpo como se fosse uma loção. Isso é um tranquilizante,
um calmante, que utilizamos para ter uma relação mais equilibrada e mais harmoniosa com
nosso meio de trabalho.

As comidas devem sempre ser colocadas já frias na frente dos assentamentos. A


comida para Ajê deve ser oferecida em um prato ou recipiente branco, que é a cor de Ajê por
se tratar de um orixá funfun. Lembre-se de separar uma porção dessa comida para você
comer com Ajê em frente ao assentamento, e, nesse caso, aconselho a temperar a sua parte
com mel em vez de banha de ori que é mais agradável ao paladar humano.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 32

AULA 23 - A QUESTÃO DO SACRIFÍCIO

As oferendas se dão através de recursos minerais, como a água e a bebida destilada,


vegetais, como as comidas que vimos acima, e animais, que envolve a questão do sacrifício.

O culto aos orixás é uma tradição milenar e tudo o que fazemos hoje é uma
reprodução daquilo que nossos antepassados faziam. Partes podem ser incompreensíveis
para algumas pessoas, pois estão distantes de sua capacidade de entendimento por se
tratar de um fenômeno que já não faz parte da geração atual. Mesmo com essa questão
polêmica a respeito das oferendas de origem animal, não podemos deixar de fazer uma
menção a respeito disso, até porque isso é um direito que essa tradição adquiriu.

Nessa tradição, tudo o que existe tem um significado e saber o significado dos
animais ajuda no processo ritualístico. Peço atenção, entretanto, para o fato de que não é
aconselhável você realizar um sacrifício animal se não for um sacerdote. Mas para o
entendimento, vamos ver alguns exemplos desses animais:

● O pombo é um símbolo da paz. Nós o ofertamos para Ajê para que haja paz na nossa vida, trabalho, e relações.
● A galinha de angola, que também é oferecida a Ajê, simboliza uma energia para neutralizar, para amenizar as
tensões que existem no trabalho e no ambiente.
● O igbin é uma fonte inesgotável de neutralização. Nós usamos essa energia para neutralizar todas as energias
que estão em uma posição irregular nas nossas vidas.
● O peixe é também oferecido a Ajê. Usamos sua energia para superar barreiras que existem em nossas vidas.
● O pato ou a pata são símbolo de resistência. O ser humano carece muito de resistência e esse animal ajuda o
ser humano tornar-se resistente.

Algumas questões exigem abordagens mais fortes e, para esses casos, entre as os
animais oferecidos a Ajê aparecem também a cabra e a ovelha. Esse tipo de oferenda já é de
domínio dos sacerdotes qualificados com conhecimentos sobre Ajê para conduzir também
as rezas. Neste caso, a frequência com a qual se oferece tais animais é menor do que a
frequência que se oferece os bichos de pena, peixe ou igbin. Mas algo, se possível, que não
poderia faltar na oferenda para Ajê é justamente o igbin, que vai colocar em ponto de
equilíbrio tudo que nós pensamos e fazemos no nosso trabalho.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 33

AULA 24 - ASSENTAMENTO E REVERÊNCIA A AJÊ

Para a questão prática a primeira questão que surge é: “posso eu mesmo montar meu
assentamento de Ajê?”. Em princípio, aconselho pedir para um sacerdote que tenha
conhecimento sobre Ajê preparar o assentamento. Mas se você não tiver alguém da sua
confiança para te ajudar a preparar esse assentamento, aí sim você mesmo pode montar
seu altar como símbolo para reverenciar Ajê.

Ajê tem dois elementos importantes que a simbolizam: o primeiro são as conchas
que vem do mar, não importa seu tamanho, o seu formato, a sua cor. Todas as conchas
pertencem a ela. Há conchas que, ao serem colocadas no ouvido, reproduzem o som do
mar. Esse som significa o chamado da sorte, do trabalho e do dinheiro. O segundo símbolo
importante de Ajê são os búzios. Os búzios, nos tempos primórdios, eram usados como
moeda e ainda hoje representam o dinheiro.

O assentamento precisa ter uma base, que pode ser concha maior que comporte
outras dentro. Na falta dessa concha, podemos também trabalhar com uma cabaça branca
pintada com efun ou mesmo uma bacia de ágata,

Tendo isso preparado, o próximo passo seria proceder com a sacralização dessas
conchas, o que, como disse, deve ser feito por um sacerdote. Caso não seja possível, lave a
base e as conchas com as folhas de Ajê e use como um símbolo para venerá-la.

Ao longo do tempo, você pode agregar mais e mais conchas. O devoto de Ajê passa a
ser um colecionador das conchas. O que não podemos esquecer é que ao pegar ou comprar
uma concha nova, é necessário lavar essas conchas com as devidas plantas e agregar ao
assentamento já existente. Observo que o que determina o axé de Ajê não é a quantidade de
conchas, mas o capricho com o qual esse assentamento é montado. Mesmo uma dessas
conchas, se nós a colocarmos depois de sacralizada em uma caixa registradora, já traz mais
sorte para o negócio. Na África, muitos têm essa concha junto ao dinheiro que entra
diariamente no seu negócio para proteger o dinheiro e para fortalecer o trabalho.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 34
Depois de pronto o assentamento ou símbolo de Ajê, vamos reverenciá-la.
Começamos tocando nosso Ori no solo em frente ao assentamento e pronunciando a
saudação a Ajê: Ajé ṣàlúgà, Ajé ògúgúlísọ̀.

Depois disso, podemos, ainda, oferecer água, destilado, obi e orobô e proceder com
os pedidos que vimos ao longo deste estudo, com as invocações, as rezas e os cantos.

CAPÍTULO 25 - FOLHAS, COMIDAS E BANHOS DE AJÊ

FOLHAS PARA ATRAIR O AXÉ DE AJÊ


Bredo Brilhantina Dracena Folha-da-Fortuna

Língua-de-Sapo Maravilha Maria-sem-Vergonha Mariwô

Pata de Vaca Samambaia

ELEMENTOS PARA ATRAIR O AXÉ DE AJÊ


EM BANHOS E PREPARADOS
Água de Coco Seco Banha de Ori Búzios

Caldo de Cana-de-Açúcar Canjica Branca Cozida Efun

Mel

COMIDAS DE AJÊ
Abará Branco Acaçá Branco Banha de Ori

Canjica Branca Cozida Inhame Cozido, Metade Inhame Cozido


Temperada com Mel Com e Metade sem Mel e Esfarelado

Inhame Cozido e Pilado Caldo de Cana-de-Açúcar Mel

Obi e Orobô Olóngbò com Mel

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 35

OBSERVAÇÕES
● Ajê é considerada orixá funfun; não se deve temperar suas comidas com sal nem dendê.
● Todas as comidas preparadas para a Ajê podem ser acrescidas de banha de ori e mel.

ORIENTAÇÃO ADICIONAL
Prepare uma porção grande de abará branco. Depois de frio esfarele em frente ao
assentamento de Ajê fazendo pedidos. Jogue em volta da casa, da loja ou de seu ambiente
de trabalho para atrair bons negócios e prosperidade. Quando o ambiente não for terra,
limpe depois de três dias. O abará pode ser substituído por inhame temperado com mel.

BANHOS DE AJÊ

BANHO DE AJÊ 1 - INGREDIENTES


Um punhado de cada uma das seguintes folhas: bredo, samambaia, folha-da-fortuna,
maria-sem-vergonha, maravilha, pata de vaca, língua-de-sapo, dracena; duas xícaras de caldo
de cana-de-açúcar, meia xícara de mel, água de um coco marrom.

Modo de preparo
1. Macere as folhas juntas em água fria.
2. Junte as folhas coadas com o caldo de cana, o mel e a água de coco.
3. Complete o banho com água quente até ficar em temperatura agradável.
4. Tome o banho lavando a cabeça e com uso de sabão neutro.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 36

BANHO DE AJÊ 2 - INGREDIENTES


Um punhado de cada uma das seguintes folhas: folha-da-fortuna, bredo, dracena,
brilhantina, samambaia, maria-sem-vergonha; meia xícara de mel, meio litro de água de
canjica cozida, uma colher de sopa de banha de ori ou uma colher de sopa de efun moído.

Modo de preparo
1. Macere as folhas juntas em água fria.
2. Junte as folhas coadas com os demais ingredientes.
3. Complete o banho com água quente até ficar em temperatura agradável.
4. Tome o banho lavando a cabeça e com uso de sabão neutro.

BANHO DE AJÊ 3 - INGREDIENTES


Um punhado de cada uma das seguintes folhas: maria-sem-vergonha, bredo,
folha-da-fortuna, lótus, língua-de-sapo, mariwô; duas xícaras de caldo de cana, meia xícara
de mel, meio litro de água de canjica branca cozida, oito búzios brancos.

Modo de preparo
1. Pile o mariwô e macere as demais folhas
2. Misture com os demais ingredientes e coloque em um balde, com os búzios no fundo.
3. Complete o banho com água quente até ficar em temperatura agradável
4. Tome o banho lavando a cabeça e com uso de sabão neutro, com os búzios ainda no balde
5. Ao final do banho recolha os búzios e guarde para uso futuro.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 37

CAPÍTULO 26 - SAUDAÇÕES, REZAS E CANTIGAS DE AJÊ

Saudação a Ajê
IORUBÁ TRADUÇÃO
1 Ajé ṣàlúgà! (Saudação a Ajê)

2 Ajé ògúgúlísọ̀! (Saudação a Ajê)

3 Ajé ṣàlúgà mo pè Ajê, eu te invoco!

4 Ajé ògúgúlísọ̀ mo pè Ajê, eu te invoco!

5 Ajé ṣàlúgà mo pè Ajê, eu te invoco!

6 Ajé ògúgúlísọ̀ mo pè Ajê, eu te invoco!

OBSERVAÇÃO
Cada uma das formas de se referir a Ajê invoca um axé diferente: Ajé ògúgúlísọ̀ é
mais voltado para a harmonia no trabalho e no dinheiro e para que o esforço não seja em
vão; Ajé ṣàlúgà é usado para invocar a sorte e trazer crescimento e prosperidade

Reza de Ajê
IORUBÁ TRADUÇÃO
Estou em busca de um caminho tranquilo, sereno,
1 Ajé rere mò ń wá para que eu possa ter um progresso sereno e constante
(uma boa prosperidade)
Estou invocando a bênção para que tenha
2 Owó tútù mò ń pè
o dinheiro que me trará paz

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 38

3 Èjì-ogbè bá mi ṣé ò Invoco o axé do odu Eji-ogbe

Para que um bom progresso euma boa prosperidade


4 Kí ajé rere tọ̀ mí wá
venham para a minha vida

(repete 2x)

5 Ajé ògúgúlísọ̀ Ajê, a grandiosa divindade que traz riqueza e prosperidade

6 Wá bá mi ṣé ò Venha me abençoar, me auxiliar, me favorecer

Para que um bom progresso e uma boa prosperidade


7 Kí ajé rere tọ̀ mí wá
venham para a minha vida
Para que um bom progresso e uma boa prosperidade
8 Kí ajé rere tọ̀ mí wá
venham para a minha vida

Estou em busca de um caminho tranquilo, sereno,


9 Ajé rere mò ń wá para que eu possa ter um progresso sereno e constante
(uma boa prosperidade)
Estou invocando a bênção para que tenha
10 Owó tútù mò ń pè
o dinheiro que me trará paz

11 Ajé ṣàlúgà bá mi ṣé ò Eu invoco Ajê, a senhora da morada da riqueza

Para que um bom progresso e uma boa prosperidade


12 Kí ajé rere tọ̀ mí wá
venham para a minha vida

Estou em busca de um bom Ori,


13 Orí rere mò ń wà
repleto de riqueza e de vitória
Estou invocando um bom destino,
14 Ẹ̀dá rere mò ń pè
repleto de riqueza e de vitória
Eu invoco Ajê, a senhora da morada
15 Ajé ògúgúlísọ̀ bá mi ṣé ò
da tranquilidade do dinheiro
Para que um bom dinheiro, um dinheiro abençoado
16 Kí owó rere tọ̀ mí wá
com a sorte, venha para a minha vida

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 39

IORUBÁ TRADUÇÃO

Orin Ajé - 1 Cantiga de Ajê - 1

(SACERDOTE)
1 Ajé dé o Ajê chegou

2 A ná yè O poder sagrado que traz harmonia para os gastos

3 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

4 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

5 Ajé òṣùná Ajê, cujo poder é eficaz para trazer ganhos e conter gastos

6 A murọ lọja o A energia vital que interage nas transações comerciais

7 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

8 Ẹ ki wọn bọ o Coloquem Ajê em um ambiente harmônico

(CORO)

9 Ajé dé o Ajê chegou

10 A ná yè O poder sagrado que traz harmonia para os gastos

11 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

12 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

13 Ajé òṣùná Ajê, cujo poder é eficaz para trazer ganhos e conter gastos

O poder de Ajê que ajusta o caráter


14 A mú’wà gẹsọ̀
(quem quer prosperar deve ter um caráter favorável à prosperidade)

15 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

16 Ẹ ki wọn bọ o Coloquem Ajê em um ambiente harmônico

(SACERDOTE)

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 40

17 Ajé dé o Ajê chegou

18 A ná yè O poder sagrado que traz harmonia para os gastos

19 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

20 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

21 Ajé òṣùná Ajê, cujo poder é eficaz para trazer ganhos e conter gastos

O poder de Ajê que ajusta o caráter


22 A mú’wà gẹsọ̀
(quem quer prosperar deve ter um caráter favorável à prosperidade)

23 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

24 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

(CORO)

25 Ajé dé o Ajê chegou

26 A ná yè O poder sagrado que traz harmonia para os gastos

27 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

28 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

29 Ajé òṣùná Ajê, cujo poder é eficaz para trazer ganhos e conter gastos

O poder de Ajê que ajusta o caráter


30 A mú’wà gẹsọ̀
(quem quer prosperar deve ter um caráter favorável à prosperidade)

31 Ẹ wo ilé re Crie um ambiente harmônico para que ela possa habitá-lo

32 Ẹ sọ́ lọ́jọ̀ Para que ele possa favorecer a prosperidade e a riqueza

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 41

IORUBÁ TRADUÇÃO

Orin Ajé - 2 Cantiga de Ajê - 2

(SACERDOTE)
1 Ajé yanjú Ajê, que traz soluções para a vida (através do trabalho)

2 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

3 Ajé yanjú O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

4 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

5 Ajé ló yanju òrò o O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

6 Ajé yanjú ti tẹ̀lé Nos acompanha

(CORO)

7 Ajé yanjú Ajê, que traz soluções para a vida (através do trabalho)

8 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

9 Ajé yanjú O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

10 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

11 Ajé ló yanju òrò o O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

12 Ajé yanjú ti tẹ̀lé Nos acompanha

(SACERDOTE)

13 Ajé yanjú Ajê, que traz soluções para a vida (através do trabalho)

14 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

15 Ajé yanjú O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 42

16 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

O poder e a força do dinheiro que trazem soluções


17 Owó ló yanju ọ̀rọ̀ o
(para aquilo que o dinheiro é capaz de comprar)

18 Ajé ló yanjú ọ̀rọ̀ O poder sagrado de Ajê que traz soluções para a vida

19 Ajé yanjú ti tẹ̀lé Nos acompanha

(CORO)

20 Ajé yanjú Ajê, que traz soluções para a vida (através do trabalho)

21 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

22 Ajé yanjú O poder sagrado das soluções que Ajê traz para a vida

23 Ti tẹ̀lé wa wá o Nos acompanha

O poder e a força do dinheiro que trazem soluções


24 Owó ló yanju ọ̀rọ̀ o
(para aquilo que o dinheiro é capaz de comprar)

25 Ajé ló yanjú ọ̀rọ̀ O poder sagrado de Ajê que traz soluções para a vida

26 Ajé yanjú ti tẹ̀lé Nos acompanha

IORUBÁ TRADUÇÃO

Orin Ajé - 3 Cantiga de Ajê - 3

(SACERDOTE)
1 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

2 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Não podemos viver desprovidos do axé de Ajê


3 Awa ko lè fi ọ̀ṣì lo ilé ayé
(que nos livra da miséria, da pobreza, da derrota material)

4 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 43

(CORO)

5 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

6 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas
Não podemos viver sós, desprovidos do axé de Ajê
7 Awa ko le nikan se ilé ayé
(para termos prosperidade e progresso)

8 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

(SACERDOTE)

9 Ajé máa bọ lọdọ wa o Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

10 Ajé máa bọ lọdọ wa o Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Não podemos viver desprovidos de harmonia, paz, tranquilidade


11 Awa ko le fí ija lo ile ayé (invocação para afastar confusões, desentendimentos e brigas
que afetam o progresso e a prosperidade)

12 Ajé máa bọ lọdọ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

(CORO)

13 Ajé máa bọ lọdọ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

14 Ajé máa bọ lọdọ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Não podemos viver desprovidos de harmonia, paz, tranquilidade


15 Awa ko le fí ija lo ile ayé (invocação para afastar confusões, desentendimentos e brigas
que afetam o progresso e a prosperidade)

16 Ajé máa bọ lọdọ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

(SACERDOTE)

17 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

18 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Não podemos viver desprovidos da riqueza material


19 Awa ko lè fi ọ̀ṣì lo ilé ayé
(invocação para afastar a derrota material, pobreza, insucesso)

20 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 44

(CORO)

21 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

22 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Não podemos viver desprovidos da riqueza material


23 Awa ko lè fi ọ̀ṣì lo ilé ayé
(invocação para afastar a derrota material, pobreza, insucesso)

24 Ajé máa bọ̀ lọ́dọ̀ wa Que o axé de Ajê venha para o nosso lado, para as nossas vidas

Odu Èjì Ogbè


Para Invocar Sorte, Progresso e Prosperidade

IORUBÁ TRADUÇÃO
1 Ọkọ́ ní ńf’ẹnu ṣáká A força da enxada que cava a terra

Ogbó àjùbà ní ń ti rìn A árvore antiga com raízes fortes que fica de pé
2
mọ́lẹ̀ danyindanyin firmemente (que o vendaval não derruba)

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 45

3 Gbanyin gbanyin dáj̀i Fortemente estabelecida, enraizada na terra

4 Dájì gbanyin gbanyin Fortemente estabelecida, enraizada na terra

5 A d’Ífá fún Ajé Foram os sábios que adivinharam para Ajê

6 Ajé ọmọ Olókùn ipa Que era filha de Olocum

Foram os sábios que adivinharam para Okùn


7 A d’Ífá fún Okùn
(símbolo da resistência)

8 Okùn ọmọ Olú ìràdà Okún era filha de Olú ìràdà

Foram os sábios que adivinharam para Ide


9 A d’ífá fún idẹ gódógìdìgbó
(símbolo da riqueza)

10 Tí ń se ọmọ Oníkọpa Que era filha de Oníkọpa

Foram os sábios que adivinharam para Enini,


11 A d’ífá fún Enini ọmọ Oníràdà
que era filha de Oníràdà
Wọ́n ń wá ọkọ ọ̀mọ̀ràn
12 Quando essas desejavam se casar
yán-àn kiri
Com sabedoria se pode fazer uso sagrado
13 Òhèrèhere ǹ jẹ orí eku
da cabeça de um preá
Com sabedoria se pode fazer uso sagrado
14 Òhèrèhere ǹ jẹ orí eja
da cabeça de um peixe

15 Ò mì lolo ǹ jẹ ojú Ìgbín Com sabedoria se pode fazer uso sagrado do igbin

16 A d’ífá fún Ọ̀rúnmìlà Foram os sábios que adivinharam para Orunmilá

Babá jì kò rí owó kan


17 Quando ele não tinha riqueza o suficiente
à mú yọ ná

18 Wọ́n ní kó lọ fi eku fún Èṣù Ele foi orientado a ofertar um preá para Exu

19 Kí ọ̀nà baa lè là fun-um Para que os caminhos se abrissem para ele

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 46

20 Ajé wọ ilé wá o Ajê, entre na minha vida!

21 Okùn ń bọ̀ Que a resistência entre na minha vida

22 À ti dé idẹ Que a riqueza entre na minha vida

23 Kò tún jín-in Não demorará para essas riquezas chegarem

OBSERVAÇÃO

No corpus literário de Ifá, esse odu apareceu para Orunmilá em uma consulta que fez
ao Ifá quando sua riqueza não era o suficiente para o que ele precisava. Orunmilá foi
orientado a fazer oferenda para Exu para que esse orixá pudesse ser uma força facilitadora
para a chegada da riqueza que ele estava em busca. Neste odu percebe-se a relação de Exu
e Ajê com a riqueza.

O nome Okùn simboliza resistência para superar os obstáculos para chegar até a
riqueza. Ide é o brilho que Ajê traz para a vida. Ou seja, para prosperar a pessoa também
deve brilhar na sua vida.

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA
Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade - 47

ENCERRAMENTO

Quando cultuamos, saudamos, rezamos e cantamos para Ajê estamos


invocando a sorte, o reconhecimento do trabalho, o progresso, a prosperidade,
e o dinheiro. Lembre-se de sempre incluir em seus pedidos todos os pontos
levantados neste curso. E que Ajê possa te abençoar abundantemente com
toda a sorte, todo o reconhecimento, progresso e prosperidade que busca para
a sua vida.

Axé!

-Bàbá King

Este material conta com apoio de 25 videoaulas do Bàbá King com descrição detalhada do conteúdo, comentários, saudações, rezas e cantigas em
iorubá como suporte ao curso Ajê - Orixá da Riqueza e da Prosperidade. Mais informações em: oduduwacursos.com.br
Licenciado para - David Ricardo Ricardo Ribeiro Da Silva - 35054639810 - Protegido por Eduzz.com
©ODUDUWA

Você também pode gostar