Você está na página 1de 7

CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO

PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

Aula de Laboratório – 01
1. Ambiente de trabalho do MATLAB
Quando você inicia o MATLAB , a área de trabalho aparece em seu layout padrão.

A área de trabalho possui os seguintes painéis:


• Current Folder — Área de acesse a seus arquivos.
• Command Window — Digite os comandos na linha de comando, indicados pelo prompt (>>).
• Workspace — Explore dados (variáveis) criados ou importados a partir de arquivos.
• Command History — Ver ou executar novamente comandos que introduziu na linha de coman-
dos. Você pode recuperar comandos anteriores pressionando as teclas de seta para cima e para
baixo, ↑ e ↓. Pressione as teclas de seta em uma linha de comando vazia ou depois de digitar os
primeiros caracteres de um comando. Por exemplo, para chamar o comando B = 20, digite B e,
em seguida, pressione a tecla de seta para cima.

2. Enquanto você trabalha no MATLAB , você emite comandos que criam variáveis e chamam funções. Por
exemplo, crie uma variável chamada ans, digitando esta instrução na linha de comando:
>> 1 + 2
ans = 3

Quando você não especifica uma variável de saída, o MATLAB usa a variável ans, abreviatura para
answer, para armazenar os resultados de seu cálculo.
Outro exemplo:
>> 30 / 56
ans = 0.5357

A variável ans passa a armazenar o resultado mais recente.


CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

A seguir, execute os seguintes comando no MATLAB .

3. Criando uma variável denominada A e armazenando em seu conteúdo o valor 10:


>> A = 10
A = 10
4. Criando a variável B:
>> B = 20
B = 20
5. Somando duas variáveis
>> C = A + b
Undefined function or variable 'b'.

Did you mean:


>> C = A + B

Propositalmente foi digitada uma das variáveis com letra minúscula. O MATLAB identificou o erro
pois é case sensitive, ou seja, distingue letras maiúsculas de letras minúsculas. O próprio MATLAB sugere a
correção na linha de prompt.

Obs.: O MATLAB não é completamente sensível a maiúsculas e minúsculas. O MATLAB diferencia


maiúsculas de minúsculas para nomes de variáveis e funções internas. Para scripts e funções armazenados
em um arquivo MATLAB com uma extensão .m, a sensibilidade a maiúsculas e minúsculas é preservada em
plataformas UNIX, mas não em plataformas Windows.

6. Limpar a área de comandos


>> clc

O comando clc limpa todas as entradas e saídas da janela Command Window, dando-lhe uma "tela
limpa".
Depois de usar clc, você não pode usar a barra de rolagem para ver o histórico de funções, mas você
ainda pode usar a tecla de seta para cima, ↑, para recuperar as declarações do histórico de comandos.

7. Criando pasta de trabalho


>> mkdir c:\prog2\e-bas-f3

>> mkdir 'c:\Engenharia de Produção'

8. Alterando a pasta de trabalho


>> cd 'c:\Engenharia de Produção'

9. Criando outras variáveis


>> IDADE = 50
IDADE = 50
>> idade = 35
Idade = 35

10. Criando vetores:


>> vetA = [10, 20, 30, 40, 50]
vetA = 10 20 30 40 50
CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

Se você terminar uma instrução com um ponto-e-vírgula, o MATLAB executa a computação, mas su-
prime a exibição de saída na janela de comando.

>> vetB = [12.4, 26.497, 3.2, 94.0, 33.333];

11. Criando “strings” no MATLAB .


>> nome = 'Rogério A. Almeida';

Use aspas simples para criar uma string.

12. O comando who lista em ordem alfabética os nomes de todas as variáveis no espaço de trabalho atual-
mente ativo.
>> who
Your variables are:
A C ans nome vetB
B IDADE idade vetA

13. O comando whos lista as variáveis no espaço de trabalho, com tamanhos e tipos
>> whos
Name Size Bytes Class Attributes
A 1x1 8 double
B 1x1 8 double
C 1x1 8 double
IDADE 1x1 8 double
ans 1x1 8 double
idade 1x1 8 double
nome 1x18 36 char
vetA 1x4 32 double
vetB 1x5 40 double

14. Criando um vetor ou matriz


Digitar no Matlab
>> a = [1,2,3 ; 4 5 6]
a=123
456

Cria uma matriz 2x3 com duas linhas e 3 colunas e apresenta no prompt do Matlab . No Matlab a li-
nha sempre é informada primeiro que a coluna.
O uso da vírgula ou do espaço entre os números mantém todos os números numa mesma linha.
O uso do ponto e vírgula informa mudança de linha.

Digitar no Matlab
>> b = [7 8 9 ; 0 1 2];

O uso do ponto e vírgula no final do comando inibe a apresentação do resultado do comando.

15. Concatenando matrizes


Digitar no Matlab
>> c = [ a , b ]
c= 123789
CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

456012

Concatena as matrizes tornando-as com a dimensão 2x6.

Digitar no Matlab
>> d = [ a ; b ]
d= 123
456
789
012

Concatena as matrizes tornando-as com a dimensão 4x3.

16. Manipulando matrizes


Digitar no Matlab
>> a ( 2 , 3 )
ans = 6

Apresenta o conteúdo da linha 2 coluna 3 da matriz a. O resultado é armazenado em ans, pois não foi
informado nenhuma variável para receber o valor da execução do comando.
Digitar no Matlab

>> c ( 9 )
ans = 8

Apresenta o conteúdo da indexação da matriz c na posição 9. A indexação é feita pelo primeiro ele-
mento da linha 1 com a coluna 1, que recebe o valor 1. O próximo elemento receberá o valor 2 e sua posição
é linha 2 coluna 1. Os demais indexadores seguem o mesmo padrão de pular uma linha e manter a coluna.

Digitar no Matlab
>> 1:5:20
ans = 1 6 11 16

Consiste em criar vetores-linha com elementos em progressão aritmética com passo igual a 5. 4

Digitar no Matlab
>> 2.71 : 5.71
ans = 2.7100 3.7100 4.7100 5.7100

Quando o incremento (passo) é omitido, ele será entendido como igual a 1.

Digitar no Matlab
>> 10 : 5 % Não existe incremente -1 automático.
ans = [](1x0) Empty matriz

Digitar no Matlab
>> 10 : -1 : 5
ans =
10 9 8 7 6 5
CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

Digitar no Matlab
>> d (3 , 1:2)
ans = 7 8

Apresenta os elementos do primeiro até o segundo da linha 3.

Digitar no Matlab
>> c ( : , 1:4 )
ans = 1 2 3 7
4560

Apresenta os elementos do primeiro até o quarto de todas as linhas.

Digitar no Matlab
>> c ( 1 , 3:end )
ans = 3 7 8 9

Apresenta os elementos da linha 1 da terceira coluna até a última.

Digitar no Matlab
>> d (4,6) = 2
d=123000
456000
789000
012002
Se for definido um novo elemento que exceda as dimensões, então a matriz será redimensionada de
forma a incluir esse novo elemento, sendo as novas posições preenchidas com 0 (zeros).

17. Comandos clear e whos


Digitar no Matlab
>> clear a

Apaga da memória as variáveis a, nome e sobrenome.

Digitar no Matlab
>> whos
Name Size Bytes Class Attributes
b 2x3 48 double
c 2x6 96 double
d 4x3 96 double

Digitar no Matlab
>> clear b c

Apaga da memória as variáveis b e c.

>> whos
Name Size Bytes Class Attributes
d 4x3 96 double
CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

OBS: Para apagar todo o conteúdo da memória basta digitar clear all.

18. Expressões e comandos básicos


18.1. Abrir o comando diary
Digitar no Matlab
>> diary aula1.txt
Cria um arquivo de nome aula1.txt no diretório corrente.
Tudo que for digitado no prompt do Matlab será armazenado neste arquivo. 2

18.2. Fechar o comando diary


Digitar no Matlab
>> diary off
Fecha o armazenamento e salva o arquivo com tudo que foi digitado no prompt do Matlab , incluindo tam-
bém as respostas, alertas e mensagens de erro.

18.3. Comando type


Digitar no Matlab
>> type aula1.txt
Faz uma cópia do conteúdo do arquivo aula1.txt para a área de comandos do Matlab .

18.4. Comando save


Digitar no Matlab
>> save aula1 d

Salva no diretório corrente o arquivo aula1 com a extensão mat (extensão do Matlab ) com o conte-
údo da variável d.

Digitar no Matlab
>> dir

Apresenta todos os arquivos do diretório corrente no prompt do Matlab .


. .. aula1.mat aula1.txt

Digitar no Matlab
>> clear all

Digitar no Matlab
>> whos
Não aparecerá nenhuma informação sobre as variáveis, pois todas foram apagadas da memória.

>> save
Salva todas as variáveis da memória no arquivo padrão denominado Matlab .mat .

18.5. Comando load


Digitar no Matlab
>> load aula1.mat
Traz o conteúdo do arquivo aula1.mat para a memória.
CENTRO DE ENGENHARIA E COMPUTAÇÃO
PROGRAMAÇÃO II – MATLAB

Digitar no Matlab
>> whos
Name Size Bytes Class Attributes
d 4x3 96 double

>> load
Carrega as variáveis armazenadas no arquivo padrão denominado Matlab .mat para a memória do
Matlab .

Você também pode gostar